Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. António Arnaut (Pátria Memória Antiga)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. António Arnaut (Pátria Memória Antiga)"

Transcrição

1 Vai Martim A caminho de Toledo. Não vai triste nem vai ledo Vai apenas a pensar, olhando as estrelas do céu, que as chaves que o Rei lhe deu do castelo de Coimbra a ele as deve entregar. Vai cumprir o seu dever, porque para um alcaide-mor mesmo depois de morrer o Rei é ainda Senhor. António Arnaut (Pátria Memória Antiga) 1

2 Conhece um pouco da tua nova Escola! Vais ver que vais gostar! 2011/2012 Este folheto serve para te dar algumas informações básicas e essenciais sobre o funcionamento da escola e não dispensa uma leitura mais atenta da caderneta do aluno, nem do Regulamento Interno (Direitos e Deveres de Alunos). Sempre que tenhas dúvidas ou problemas deves dirigir-te ao teu Director de Turma. 2

3 O que é o Diretor de Turma? (D.T.) O Diretor de Turma é o elo de ligação entre os alunos, os Encarregados de Educação, os Professores da turma, os Funcionários e os elementos da Direção da Escola. Sempre que tenhas alguma dúvida / problema é a ele que te deves dirigir em primeiro lugar. Na sua ausência e, em casos urgentes, deves contactar as senhoras funcionárias do bloco C, que te encaminharão para o local apropriado no sentido de resolver o teu problema. O que é o Delegado de Turma? É um aluno da tua turma, eleito por todos os alunos sob orientação do Diretor de Turma. Ele vai ser o representante da turma nas reuniões oficiais para as quais será convocado, para tratar de assuntos de interesse dos alunos da turma. Deverá ser um colega que terá de servir de modelo de comportamentos e que te orientará nos teus problemas. De que serviços escolares podes dispor? Serviços de apoio Horário Secretaria 9h-16h SASE 9h-16h Papelaria 8h 15m-12h e 13h-16h 30m Biblioteca 8h 30m 18horas Reprografia 8h 15m 12h e 13h 16h 30m Gabinete de primeiros socorros 8h 17h 45m Refeitório 11h 45m -14h Bar 8h15m 11h45mh e 14h 17h 3

4 Observações: Deves marcar as tuas refeições com a devida antecedência de forma a não pagares multa. As refeições são marcadas nos quiosques existentes nos blocos R e E podendo também ser marcadas através da Internet. Cacifos Poderás dispor de um cacifo onde podes guardar os teus pertences mediante o pagamento de uma caução. Que apoios podes encontrar nesta escola? SPO - Serviços de Psicologia e Orientação Professores Tutores Gabinete de Educação para a Saúde Apoio pedagógico acrescido nas disciplinas onde tens mais dificuldades Apoio ao Estudo O que é o cartão electrónico? É um cartão que deves trazer sempre contigo. Deves carregá-lo na papelaria e protegê-lo de modo a não o perderes ou danificares. Ele serve para entrares e saíres da escola, marcares as refeições, fazer compras na papelaria / bar e utilizares também na reprografia. Os Cartões serão de duas cores: azul, para alunos sem autorização de saída; e branco, para alunos com autorização de saída. Nunca deverás sair da Escola sem autorização do teu Encarregado de Educação. 4

5 O que deves fazer em caso de doença? Não deverás nunca vir à escola se tiveres sintomas de febre ou gripe.! Em situações de indisposição na Escola dirige-te às funcionárias da entrada dos blocos. Em casos muito graves, serás levado ao Gabinete de Primeiros Socorros e ao hospital pediátrico, acompanhado de uma funcionária sendo o teu encarregado de educação informado de imediato. O teu encarregado de educação deverá dirigir-se ao hospital para continuar o acompanhamento necessário. O que são as aulas de substituição? Sempre que algum professor falte, terás outro professor que o substituirá, com um plano de aula. Deves esperar calmamente, dentro da sala de aula, até que o professor dê início às actividades. Estas aulas são obrigatórias por isso, se faltares, terás de justificar a falta ao teu Diretor de Turma. Normas básicas de Convivência Escolar Deves observar todos os direitos e deveres que fazem parte do Regulamento Interno e dos quais o teu Diretor de Turma te informará. Deverás sobretudo: Respeitar professores, funcionários e colegas; Ser assíduo e pontual, participativo e responsável; Permanecer na escola dentro do teu horário. Contribuir para o bom estado dos materiais e espaços escolares, bem como para a sua limpeza; Tomar cuidado com a linguagem que utilizas; 5

6 Entrar ordeiramente para a sala de aula e esperar pelo professor em silêncio; Comportares-te com correção no refeitório, respeitando as ordens de chegada, as orientações dos funcionários e evitando o ruído; Circular nos corredores e nos átrios dos blocos com calma, evitando correrias e barulhos. Toma atenção ainda ao seguinte: O registo ou captação de imagens não é permitido no interior da escola; É absolutamente proibida a utilização do telemóvel e outros equipamentos electrónicos durante as aulas ou durante o funcionamento de outras atividades escolares; És responsável pelos objectos que trazes para a escola: o seu desaparecimento em situações de abandono ou esquecimento, mesmo que momentâneo, é da tua inteira responsabilidade. O que é o Gabinete de Intervenção Disciplinar (GID)? O GID é um espaço para o qual poderás ser encaminhado em caso de atitudes ou comportamentos incorrectos, dentro do espaço escolar. Poderás também recorrer a este gabinete em caso de comportamentos incorretos de terceiros. Como são classificados os teus trabalhos e testes? Os teus trabalhos serão classificados de acordo com a seguinte escala de avaliação: 0-19% Não Satisfaz (fraco) 20%- 49% Não Satisfaz 50%-55% Satisfaz Pouco 56%- 69% Satisfaz 70%- 89% Satisfaz Bem 90%- 100% Satisfaz Muito Bem 6

7 Como podes ocupar os teus tempos livres? Biblioteca Sala de Estudo Laboratório de Matemática Laboratório de Línguas Clubes: Jornalismo, Cerâmica, Robótica, Informática, Dança, Música, Património Projectos De acordo com o horário disponível, que será indicado pelo DT. Como podem os teus Encarregados de Educação contatar-te? Sempre que haja necessidade imperiosa de contacto com o aluno ou com a Escola os teus Encarregados de Educação poderão dispor dos seguintes contactos: Telefone da Escola: Ou se necessitarem de algum esclarecimento, ou Esperamos de ti muito bom trabalho e um excelente ano letivo. Este espaço serve para ires registando os aspectos a melhorar na escola. No fim do ano letivo entrega esta informação ao Diretor de Turma. 7

GUIÃO CLARIFICADOR DOS PROCEDIMENTOS A ADOTAR EM TODOS

GUIÃO CLARIFICADOR DOS PROCEDIMENTOS A ADOTAR EM TODOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA NOVA DE POIARES GUIÃO CLARIFICADOR DOS PROCEDIMENTOS A ADOTAR EM TODOS OS NÍVEIS DE ENSINO AO NÍVEL DA INDISCIPLINA ANO LETIVO 2014/2015 Este guião indica alguns dos procedimentos

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

PIALE EM LISBOA NOVEMBRO DE 2015

PIALE EM LISBOA NOVEMBRO DE 2015 PIALE EM LISBOA NOVEMBRO DE 2015 PIALE (Programa integral de aprendizaxe de linguas estranxeiras) Pela primeira vez (DOG de 15 de abril de 2015), convoca-se um curso de Integración en lingua portuguesa

Leia mais

AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS

AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS AGENDA DAS VISITAS AGRUPAMENTOS 8h45 9h00-11h00 11h00-12h30 12h30 14h30-16h30 17h00-18h00 18h00 1.º dia Chegada à escola-sede do Agrupamento Sessão de apresentação do Agrupamento pela Direcção e primeira

Leia mais

REGULAMENTO CARTÃO IDENTIFICAÇÃO

REGULAMENTO CARTÃO IDENTIFICAÇÃO REGULAMENTO DO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO Artigo 1.º Agrupamento Vertical de Escolas D. Dinis Principais funcionalidades do sistema informático para a gestão integrada para a administração escolar (GIAE)

Leia mais

REGULAMENTO DISCIPLINAR DO ALUNO Academia de Música de Costa Cabral. Preâmbulo

REGULAMENTO DISCIPLINAR DO ALUNO Academia de Música de Costa Cabral. Preâmbulo REGULAMENTO DISCIPLINAR DO ALUNO Academia de Música de Costa Cabral Preâmbulo Sem prejuízo do disposto no Estatuto do Aluno e Ética Disciplinar (Decreto-Lei n.º 51/2012) em matéria disciplinar, a autoridade

Leia mais

PLANO DE CONTINGÊNCIA

PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A (H1N1) Ano Lectivo 2009/2010 PLANO DE CONTINGÊNCIA A principal finalidade do Nacional é a de minimizar o impacte de uma eventual pandemia em território nacional, sobretudo no que diz respeito à

Leia mais

Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender.

Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. 2009-2010 Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. Paulo Freire 1 ÍNDICE Introdução... 3 Objectivos... 3 Actividades... 3 Localização... 4 Horário provável de funcionamento...

Leia mais

COLÉGIO DA TROFA GRIPE A PLANO DE CONTINGÊNCIA. Índice

COLÉGIO DA TROFA GRIPE A PLANO DE CONTINGÊNCIA. Índice COLÉGIO DA TROFA GRIPE A PLANO DE CONTINGÊNCIA Índice 1. Introdução 2. Objectivo 3. Âmbito de aplicação 4. Activação do plano 4.1. Cadeia de Gestão 4.2. Cadeia de Comando e Controlo 4.3. Actividades Essenciais

Leia mais

G I A E (GESTÃO INTEGRADA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR)

G I A E (GESTÃO INTEGRADA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR) G I A E (GESTÃO INTEGRADA DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR) REGIMENTO DE UTILIZAÇÃO 1. Introdução O presente regimento define e regula o funcionamento do Sistema de Gestão Integrada para a Administração Escolar,

Leia mais

ANEXO II REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO ELETRÓNICO DE IDENTIFICAÇÃO

ANEXO II REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO ELETRÓNICO DE IDENTIFICAÇÃO ANEXO II REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO ELETRÓNICO DE IDENTIFICAÇÃO Artigo 1.º Âmbito e função 1. O cartão eletrónico de identificação tem por função identificar todos os utentes (alunos, pessoal

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE MELGAÇO

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE MELGAÇO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE MELGAÇO Objetivos: -Proporcionar aos alunos um primeiro contacto com as regras e procedimentos a adotar em caso de emergência. -Efetuar o reconhecimento do percurso de evacuação

Leia mais

Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA

Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA ESCOLA SECUNDÁRIA ANTERO DE QUENTAL Largo Mártires da Pátria 9504 520 Ponta Delgada Tel.: 296 20 55 40 Fax: 296 20 55 44 www.esaq.pt Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA Gripe H1N1_PLANO DE CONTIGÊNCIA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO. Do Serviço de Psicologia e Orientação

PLANO DE TRABALHO. Do Serviço de Psicologia e Orientação ESCOLA SECUNDÁRIA DAS LARANJEIRAS Proposta de PLANO DE TRABALHO Do Serviço de Psicologia e Orientação A Psicóloga: Sara Quaresma ANO LECTIVO 2010/2011 PLANO DE TRABALHO Ao longo deste ano lectivo serão

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS Cód. 161007 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA MEALHADA DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO Ano lectivo 2010-2011 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS A avaliação das crianças e dos alunos (de diagnóstico,

Leia mais

Regras Práticas de Utilização dos Cartões Eletrónicos. Alunos

Regras Práticas de Utilização dos Cartões Eletrónicos. Alunos Regras Práticas de Utilização dos Cartões Eletrónicos Alunos No dia 2 de abril, entra em funcionamento na Escola Básica e Secundária de Salvaterra de Magos, um Sistema de Automação Escolar, adiante designado

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL. Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL. Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO SABUGAL * * * Relatório de AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO PESSOAL DOCENTE GRELHA DE OBJECTIVOS INDIVIDUAIS DO PESSOAL DOCENTE (Decreto Regulamentar Nº 2/2008, de 10 de Janeiro) Identificação

Leia mais

Direitos e Deveres dos Alunos e Pais / Encarregados de Educação

Direitos e Deveres dos Alunos e Pais / Encarregados de Educação ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS CÓNEGO JOÃO JACINTO GONÇALVES DE ANDRADE Morada: Estrada da Lapa, 9350-079 Campanário Contactos: Correio Eletrónico: eb23jjgandrade@madeira-edu.pt Telefone: 291950310 Fax:

Leia mais

Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO

Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO Normas de Funcionamento do Projeto FÉRIAS ATIVAS OBJECTIVO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO As presentes Normas têm por objetivo regulamentar as questões de funcionamento das Atividades a realizar nos períodos de

Leia mais

Plano de Contingência APPACDM de Elvas

Plano de Contingência APPACDM de Elvas Plano de Contingência APPACDM de, Setembro 2009 Índice: 1. Introdução 1 2. Objectivos e Âmbito de aplicação 2 3. Políticas e Princípios 3 4. Pressupostos 4 5. Activação do Plano 5 6. Plano de Contingência

Leia mais

Gabinete de Aconselhamento Vocacional e Psicológico FCT/UNL

Gabinete de Aconselhamento Vocacional e Psicológico FCT/UNL Sugestões Para o Teu Estudo Não há regras rígidas para um estudo efectivo e bem sucedido, pelo que cada pessoa deve desenvolver a sua própria abordagem ao mesmo. Contudo, no geral, o acto de estudar envolve

Leia mais

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM Ver, ouvir, compreender e contar eis como se descreve a reportagem, nas escolas de Jornalismo. Para haver reportagem, é indispensável

Leia mais

Regulamento de Utilização de Cartões Magnéticos de Identificação

Regulamento de Utilização de Cartões Magnéticos de Identificação Regulamento de Utilização de Cartões Magnéticos de Identificação REGULAMENTO DA UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES MAGNÉTICOS DE IDENTIFICAÇÃO Artigo 1.º Âmbito e função 1. O Cartão Magnético de Identificação tem

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÃO JOÂO DO ESTORIL PLANO DE EMERGÊNCIA. S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SÃO JOÂO DO ESTORIL PLANO DE EMERGÊNCIA. S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1 PLANO DE EMERGÊNCIA S. João do Estoril, Janeiro de 2011 1 ÍNDICE Introdução 1 Contactos em caso de emergência.2 Ficha de caracterização da Escola Identificação do estabelecimento de ensino.3 Caracterização

Leia mais

NORMAS DA PISCINA INTERIOR Ano Lectivo 2014/2015

NORMAS DA PISCINA INTERIOR Ano Lectivo 2014/2015 NORMAS DA PISCINA INTERIOR Ano Lectivo 2014/2015 NORMAS DA PISCINA INTERIOR DO COMPLEXO DESPORTIVO PAULO PINTO Nota Justificativa: A diversificação e aumento dos modos e níveis da prática do desporto são

Leia mais

2009-2010. Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira do Alentejo PLANO DE CONTINGÊNGIA GRIPE A (H1N1)

2009-2010. Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira do Alentejo PLANO DE CONTINGÊNGIA GRIPE A (H1N1) 2009-2010 Agrupamento Vertical de Escolas de Ferreira do Alentejo PLANO DE CONTINGÊNGIA GRIPE A (H1N1) 1. Introdução No sentido de colmatar a possibilidade de contágio e a rápida propagação da gripe A,

Leia mais

OBJETIVOS. Compreender a importância de uma boa organização do estudo; Ser capaz de rentabilizar o estudo de uma forma mais efetiva;

OBJETIVOS. Compreender a importância de uma boa organização do estudo; Ser capaz de rentabilizar o estudo de uma forma mais efetiva; OBJETIVOS Definir objetivos de estudo a nível pessoal; Compreender a importância de uma boa organização do estudo; Ser capaz de rentabilizar o estudo de uma forma mais efetiva; Sensibilizar os E.E. para

Leia mais

NORMAS DE CONVIVÊNCIA

NORMAS DE CONVIVÊNCIA NORMAS DE CONVIVÊNCIA Prezado aluno, Através deste manual, que deve ser consultado sempre que necessário, você terá acesso a informações sobre a estrutura e funcionamento do colégio e sobre os procedimentos

Leia mais

Anexo 1 GUIÃO DE ENTREVISTA A APLICAR À DOCENTE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Anexo 1 GUIÃO DE ENTREVISTA A APLICAR À DOCENTE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL ANEXOS 1 Anexo 1 GUIÃO DE ENTREVISTA A APLICAR À DOCENTE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL - Saber se a escola contempla o Programa de Transição para a Vida Activa e identificar as características do Programa; 1 -

Leia mais

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11.

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11. Nº: Com este questionário pretendemos ficar a conhecer-te um bocadinho melhor: os teus gostos, as tuas preferências, e recolher a tua opinião sobre alguns aspetos do teu CED. Podes responder de forma sincera

Leia mais

Plano de Melhorias do Agrupamento

Plano de Melhorias do Agrupamento AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FRANCISCO SIMÕES Plano Melhorias do Agrupamento 2014/2016 Equipa Autoavaliação Setembro 2014 Conhece-te a ti mesmo Aforismo grego inscrito no pronaus do templo Apolo em Delfos Página

Leia mais

Agrupamento de Escolas Martim de Freitas

Agrupamento de Escolas Martim de Freitas 1º- O cartão é pessoal e intransmissível. Em caso algum pode alguém utilizar o cartão pertencente a outrem. 2º- O mesmo cartão é válido para todos os anos que um aluno ou funcionário frequente ou trabalhe

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS Nº2 DE ELVAS

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS Nº2 DE ELVAS AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS Nº2 DE ELVAS ANO LECTIVO 2009/2010 Introdução O objectivo do Plano de Contingência é manter a actividade da instituição escolar, em face dos possíveis efeitos de uma pandemia

Leia mais

1- Nem sempre os alunos da tua turma se portam bem na aula de Ciências da Natureza. Porque razão isso acontece?

1- Nem sempre os alunos da tua turma se portam bem na aula de Ciências da Natureza. Porque razão isso acontece? 1.7.2. Regra de reconhecimento e de realização Questionários aos alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico (2001) QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS Escola Ano Turma Sexo F M Data / / Este questionário tem por objectivo

Leia mais

AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO. Agrupamento de Escolas nº2 de Beja - Mário Beirão

AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO. Agrupamento de Escolas nº2 de Beja - Mário Beirão AVALIAÇÃO INTERNA DO AGRUPAMENTO Agrupamento de Escolas nº2 de Beja - Mário Beirão Índice Introdução Objectivos Metodologia de Trabalho Áreas de Trabalho/ Conclusões Estruturas Formais Estruturas FísicasF

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha - Fundão Ano Lectivo 2010/2011 Ensino Básico A avaliação escolar tem como finalidade essencial informar o aluno, o encarregado de educação e o próprio professor,

Leia mais

Plano de Evacuação Geral. Abril/2010

Plano de Evacuação Geral. Abril/2010 Plano de Evacuação Geral Abril/2010 A segurança na Escola deve ser uma preocupação comum a todos os membros da comunidade educativa pessoal docente e não docente, alunos, pais e encarregados de educação.

Leia mais

CONHECER OS DIREITOS E DEVERES DOS ALUNOS

CONHECER OS DIREITOS E DEVERES DOS ALUNOS ESTATUTO DO ALUNO DIREITOS E DEVERES - LEI 39/2010, DE 2 DE SETEMBRO Artigo 7.º Responsabilidade dos alunos 1. Os alunos são responsáveis, em termos adequados à sua idade e capacidade de discernimento,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Av. Costa Pinto, nº 440 2750-329 Cascais Tel: 21 482 15 21 Email: achupeta@sapo.pt

REGULAMENTO INTERNO. Av. Costa Pinto, nº 440 2750-329 Cascais Tel: 21 482 15 21 Email: achupeta@sapo.pt REGULAMENTO INTERNO Av. Costa Pinto, nº 440 2750-329 Cascais Tel: 21 482 15 21 Email: achupeta@sapo.pt OBJECTIVOS DA CHUPETA "Proporcionar o atendimento individualizado da criança num clima de segurança

Leia mais

S E D E : E S C O L A B Á S I C A E S E C U N D Á R I A D E V I L A P O U C A D E A G U I A R GIAE. Gestão Integrada. para a Administração Escolar

S E D E : E S C O L A B Á S I C A E S E C U N D Á R I A D E V I L A P O U C A D E A G U I A R GIAE. Gestão Integrada. para a Administração Escolar S E D E : E S C O L A B Á S I C A E S E C U N D Á R I A D E V I L A P O U C A D E A G U I A R GIAE Gestão Integrada para a Administração Escolar Regulamento de Utilização Mod. AEVPA - Direção Página 1

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO

OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO Olá, Agradecemos a tua colaboração na resposta a este questionário. O questionário é confidencial,

Leia mais

PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA. Manual do Utilizador. Aluno. www.escolavirtual.pt

PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA. Manual do Utilizador. Aluno. www.escolavirtual.pt PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA Manual do Utilizador Aluno www.escolavirtual.pt 1 2 www.escolavirtual.pt Índice Escola Virtual Informação para Pais e Educadores 05 Escola Virtual Informação

Leia mais

Propostas de Escrita Criativa. Envelope com as possíveis propostas de texto de escrita criativa

Propostas de Escrita Criativa. Envelope com as possíveis propostas de texto de escrita criativa Propostas de Escrita Criativa Envelope com as possíveis propostas de texto de escrita criativa Exploração da História - O Gato Gonçalves Reconstituição da História em grande grupo e a pares Reconstituição

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário aos Pais Encarregados de Educação

ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário aos Pais Encarregados de Educação ESCOLA SECUNDÁRIA COM3º CICLO DE LOUSADA Avaliação Interna Questionário aos Pais Encarregados de Educação Reconhece-se a importância da família e da sua colaboração no processo educativo. Com este questionário

Leia mais

Regulamento de Educação Física

Regulamento de Educação Física Regulamento de Educação Física 1.Utilização das instalações As instalações desportivas (pavilhão, campo de Voleibol, polivalente exterior) são utilizadas prioritariamente, segundo a seguinte ordem: 1.

Leia mais

Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares

Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares Regulamento de Funcionamento e Gestão dos Refeitórios Escolares Nota Introdutória Com este regulamento pretende-se sistematizar um conjunto de normas que disciplinam uma matéria tão importante como é o

Leia mais

AGENDA DE TRABALHO 2

AGENDA DE TRABALHO 2 AGENDA DE TRABALHO 2 Agrupamento de Escolas (Educação Pré-Escolar e Ensino Básico/ Educação Pré-Escolar, Ensino Básico e Ensino Secundário) 1.º DIA 9:00 CHEGADA À ESCOLA-SEDE 9:00-10:30 SESSÃO DE APRESENTAÇÃO

Leia mais

Avenida Santo António de Tercena, 2730-165 Barcarena. Tlf: 214379038. Fax: 214379038. Email: inf@eb1-tercena.rcts.pt. Ano Lectivo: 2007/2008

Avenida Santo António de Tercena, 2730-165 Barcarena. Tlf: 214379038. Fax: 214379038. Email: inf@eb1-tercena.rcts.pt. Ano Lectivo: 2007/2008 Avenida Santo António de Tercena, 2730-165 Barcarena Tlf: 214379038 Fax: 214379038 Email: inf@eb1-tercena.rcts.pt Ano Lectivo: 2007/2008 ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR Todos somos chamados a

Leia mais

Plano de ação de melhoria

Plano de ação de melhoria Agrupamento de Escolas de Portela e Moscavide Escola Secundária da Portela Escola EB 2,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Plano de ação de melhoria

Leia mais

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar)

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) ESCOLA OFFICINA DO SABER DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) O aluno, razão de ser da escola, tendo em vista o seu próprio crescimento e o dos seus colegas, procurará sempre

Leia mais

GRIPE A (H1N1) v. Planos de Contingência para Creches, Jardins-de-infância, Escolas e outros Estabelecimentos de Ensino

GRIPE A (H1N1) v. Planos de Contingência para Creches, Jardins-de-infância, Escolas e outros Estabelecimentos de Ensino GRIPE A (H1N1) v Planos de Contingência para Creches, Jardins-de-infância, Escolas e outros Estabelecimentos de Ensino Orientações para a sua elaboração Este documento contém: Metodologia de elaboração

Leia mais

Regulamento das Salas de Alunos da AEICBAS (HSA)

Regulamento das Salas de Alunos da AEICBAS (HSA) Regulamento das Salas de Alunos da AEICBAS (HSA) Artigo 1º Introdução 1- A edição e publicação do Regulamento da Sala de Alunos da AEICBAS são da responsabilidade da Direcção da Associação de Estudantes

Leia mais

COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra!

COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra! COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra! Desenvolvemos este guia para te dar toda a informação que vais precisar para que a tua experiência neste evento seja a MELHOR possível.

Leia mais

INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA. nep.010.1 Página 1 de 9

INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA. nep.010.1 Página 1 de 9 COLÉGIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO REGULAMENTO Serviços de Psicologia e de Orientação INSTITUTO INÁCIO DE LOYOLA CERNACHE COIMBRA nep.010.1 Página 1 de 9 Índice Índice... 2 1. Definição dos Serviços... 3 2.Objectivos....3

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gama Barros. Regimento do grupo disciplinar de Educação Física

Escola Básica e Secundária Gama Barros. Regimento do grupo disciplinar de Educação Física 1 Escola Básica e Secundária Gama Barros Regimento do grupo disciplinar de Educação Física 1 2 CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Grupo de Educação Física 1. O grupo é constituído por todos os professores

Leia mais

Plano de contingência da gripe A (H1N1)

Plano de contingência da gripe A (H1N1) 0. Informação introdutória A. O que é a Gripe A (H1N1)? A gripe A é uma doença infecto-contagiosa que afecta o nariz, a garganta e todo o sistema respiratório, provocada por um novo vírus da Gripe: vírus

Leia mais

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO!

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! Dia + Contigo 2015 Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! A Saúde Mental é um estado de bem-estar emocional e psicológico, mediante o qual o indivíduo é capaz de fazer uso das suas capacidades

Leia mais

Plano de Contingência Da Gripe A (H1N1) Do Jardim de Infância de Alcoitão

Plano de Contingência Da Gripe A (H1N1) Do Jardim de Infância de Alcoitão Plano de Contingência Da Gripe A (H1N1) Do Jardim de Infância de Alcoitão 1. Introdução O objectivo do Plano de Contingência é manter a actividade da instituição escolar, em face dos possíveis efeitos

Leia mais

Atividades de Enriquecimento Extracurricular

Atividades de Enriquecimento Extracurricular Atividades de Enriquecimento Extracurricular Ano letivo 2014-2015 www.escola31janeiro.pt Ao longo do ano letivo, a Escola 31 de Janeiro oferece várias atividades extracurriculares, com vista ao aprofundamento

Leia mais

António José Cardoso Pires da Silva

António José Cardoso Pires da Silva (PLANO DE INTERVENÇÃO APRESENTADO PELO DIRECTOR AO CONSELHO GERAL TRANSITÓRIO) Quadriénio 2010/2014 Director António José Cardoso Pires da Silva INTRODUÇÃO O conhecimento do Agrupamento Marquês de Pombal

Leia mais

COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra!

COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra! COIMBRA 26 ABRIL GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de coimbra! Desenvolvemos este guia para te dar toda a informação que vais precisar para que a tua experiência neste evento seja a MELHOR possível.

Leia mais

LISBOA 6 JuLho GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de Lisboa!

LISBOA 6 JuLho GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de Lisboa! LISBOA 6 JuLho GUIA DO EVENTO Bem-vindos COLOR RUNNERS de Lisboa! Desenvolvemos este guia para te dar toda a informação que vais precisar para que a tua experiência neste evento seja a MELHOR possível.

Leia mais

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Introdução Este trabalho foi-nos proposto na aula de Área de Projecto pela Professora. Pretendemos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA ARRUDA DOS VINHOS RESUMO PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

REGULAMENTO INTERNO EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA ARRUDA DOS VINHOS RESUMO PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA ARRUDA DOS VINHOS REGULAMENTO INTERNO RESUMO PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Tel. 263 977 390 Fax. 263 977 391 www.ejaf.pt EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Introdução Pretende-se

Leia mais

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes:

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes: EXTERNATO DA LUZ REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1.OBJETIVOS A Biblioteca do Externato da Luz tem por finalidade facilitar o acesso à cultura, à informação, à educação e ao lazer, bem como facultar aos

Leia mais

ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ANEXO III REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Artigo 1.º Âmbito 1 - O presente regulamento de avaliação de desempenho aplica-se a todos os docentes que se encontrem integrados na carreira. 2 - A avaliação

Leia mais

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência.

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência. KIT_PEDA_EST_MEIO_5:FERIAS_5_6 09/12/28 15:07 Page 1 1. o CICLO KIT PEDAGÓGICO Pedro Reis ESTUDO DO MEIO 5 Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência ISBN

Leia mais

ACADEMIA PIONEIROS Férias

ACADEMIA PIONEIROS Férias sempre a mexer (regime OCUPAÇÃO ABERTA) Regulamento Interno Férias 2013 Art.º 1 - Informações Gerais 1. As Férias Academia decorrem nas instalações da Academia Pioneiros e seus parceiros, em regime fechado;

Leia mais

dos alunos, trabalhadores e demais população utilizadora dos vossos serviços.

dos alunos, trabalhadores e demais população utilizadora dos vossos serviços. PLANO DE CONTINGÊNCIA DA GRIPE A (H1N1) A Direcção do Externato Frei Luís Sousa recebeu solicitação, do Centro Saú Almada/Autorida Saú, do envio confirmação da existência um Plano Contingência da Gripe

Leia mais

Regulamento Interno das Componentes de Apoio à Família da AJEC. I. Funcionamento e Âmbito de Aplicação

Regulamento Interno das Componentes de Apoio à Família da AJEC. I. Funcionamento e Âmbito de Aplicação Regulamento Interno das Componentes de Apoio à Família da AJEC I. Funcionamento e Âmbito de Aplicação O presente Regulamento Interno tem por objetivo regulamentar o funcionamento do projeto Componente

Leia mais

Guião de apoio a alunos do Ensino a Distância Primeiros passos V01 17 de setembro de 2015

Guião de apoio a alunos do Ensino a Distância Primeiros passos V01 17 de setembro de 2015 Guião de apoio a alunos do Ensino a Distância Primeiros passos V01 17 de setembro de 2015 Introdução Bem vindo ao Ensino a Distância (EaD). Se já frequentaste esta modalidade de ensino em anos anteriores,

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS VALOR AVALIAÇÃO 1. Durante o período de aprendizagem o aluno deverá

Leia mais

Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável.

Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Disso tenho plena certeza. Meus ossos não estavam

Leia mais

Entrevista ao Professor

Entrevista ao Professor Entrevista ao Professor Prof. Luís Carvalho - Matemática Colégio Valsassina - Lisboa Professor Luís Carvalho, agradecemos o tempo que nos concedeu para esta entrevista e a abertura que demonstrou ao aceitar

Leia mais

Actividade prática: Constrói os teus Kits de Genética!

Actividade prática: Constrói os teus Kits de Genética! Actividade prática: Constrói os teus Kits de Genética! Mais uma vez vais vestir a tua bata de cientista e investigador e preparar o teu dia a dia no laboratório. Hoje é um dia especial, vais receber a

Leia mais

PISCINA MUNICIPAL AO AR LIVRE DE BOQUES PROJETO DE REGULAMENTO

PISCINA MUNICIPAL AO AR LIVRE DE BOQUES PROJETO DE REGULAMENTO PISCINA MUNICIPAL AO AR LIVRE DE BOQUES PROJETO DE REGULAMENTO 2 ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS... 4 Artigo 1.º Destino e funcionamento... 4 Artigo 2.º Época de funcionamento... 5 Artigo 3.º Interrupção

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DE ARRIAGA PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DE ARRIAGA PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DE ARRIAGA PLANO DE CONTINGÊNCIA GRIPE A Horta, 24 de Agosto de 2009 Índice 1. Introdução 3 2. Objectivo e âmbito de aplicação 4 3. Coordenador e equipa operativa 4 4. Cadeia de

Leia mais

Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância

Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância Plano de Contingência Gripe A Creche do Povo Jardim de Infância 1. Enquadramento 1.1 Nota Introdutória Através da Organização Mundial de Saúde e das respectivas autoridades nacionais de Saúde, Ministério

Leia mais

EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS

EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS 1 2 EMPREENDEDORISMO JOVEM METODOLOGIA DESCRITIVA E ORIENTADORA DE ACÇÕES PARA ENQUADRAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREGO LOCAL PARA JOVENS DESEMPREGADOS/AS 3 4 TÍTULO: Empreendedorismo jovem - metodologia

Leia mais

Escola Básica e Secundária Sacadura Cabral. REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO MAGNÉTICO GIAE Gestão Integrada para Administração Escolar

Escola Básica e Secundária Sacadura Cabral. REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO MAGNÉTICO GIAE Gestão Integrada para Administração Escolar Agrupamento de Escolas Escola Básica e Secundária Sacadura Cabral Celorico da Beira REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO CARTÃO MAGNÉTICO GIAE Gestão Integrada para Administração Escolar 1. Objeto e Âmbito O presente

Leia mais

REGULAMENTO DA UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES DE LEITURA POR PROXIMIDADE

REGULAMENTO DA UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES DE LEITURA POR PROXIMIDADE REGULAMENTO DA UTILIZAÇÃO DOS CARTÕES DE LEITURA POR PROXIMIDADE Artigo 1º Âmbito e função 1. O Cartão de leitura por proximidade tem por função identificar todos os utentes (alunos, pessoal docente e

Leia mais

Núcleo de Ciências da Saúde

Núcleo de Ciências da Saúde Título I Disposições Gerais Artigo 1.º Definição O Projecto adopta o nome, é desenvolvido pelo Núcleo Autónomo da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa (AEFML) com o mesmo nome, e

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês Anexo 2 INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS A Motivação no Ensino Aprendizagem Questionário sobre as aulas de Inglês O objectivo deste questionário é ajudar-te a teres um conhecimento melhor de ti próprio

Leia mais

Plano de Evacuação. de Evacuação

Plano de Evacuação. de Evacuação NORMAS GERAIS DE EVACUAÇÃO PROFESSORES 1 Se houver uma situação de emergência, na escola, ela dispõe do seguinte alarme acústico para informação: campainha normal, mas com toque diferenciado três toques

Leia mais

REGIMENTO CARTÕES MAGNÉTICOS

REGIMENTO CARTÕES MAGNÉTICOS REGIMENTO CARTÕES MAGNÉTICOS 2012 - CAPÍTULO I INTRODUÇÃO As novas tecnologias representam no quotidiano da comunidade educativa uma importância significativa. A adoção do cartão magnético proporciona

Leia mais

FASES CONTEÚDOS/MÉTODOS/MATERIAIS TEMPO Diálogo sobre a importância do requerimento como meio de Introdução comunicação.

FASES CONTEÚDOS/MÉTODOS/MATERIAIS TEMPO Diálogo sobre a importância do requerimento como meio de Introdução comunicação. Nível Área de Competência Chave UFCD Conteúdo Tema Objectivos específicos B2; B3 Linguagem e Comunicação LC2C Produzir textos de acordo com técnicas e finalidades específicas. LC3C - Produzir textos informativos,

Leia mais

Psicologia Educacional I. Violência nas escolas

Psicologia Educacional I. Violência nas escolas Psicologia Educacional I Violência nas escolas Objectivos Analisar algumas das causas que levam à violência nas escolas. Analisar a forma como esta se manifesta, nomeadamente nas relações professor/aluno,

Leia mais

Direitos e deveres dos alunos Encarregados de Educação

Direitos e deveres dos alunos Encarregados de Educação Direitos e deveres dos alunos Encarregados de Educação Ano Lectivo 2009/2010 Secção III Alunos Os alunos são responsáveis em termos adequados à sua idade e capacidade de discernimento, pela componente

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO MAGNÉTICO

REGULAMENTO DO CARTÃO MAGNÉTICO REGULAMENTO DO CARTÃO MAGNÉTICO 1. Objeto e Âmbito O cartão escolar é um cartão de leitura magnética, utilizado por todos os alunos, professores e funcionários do Agrupamento e tem como objetivo aumentar

Leia mais

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa.

Crescer Saudável. Promover e proteger a saúde e prevenir a doença na comunidade educativa. Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP Centro de Saúde de Montemor-o-Novo Crescer Saudável O Programa de Educação para a Saúde Crescer Saudável surge no âmbito do Programa Nacional de Saúde r

Leia mais

Regulamento da Universidade Sénior de Almada ( USALMA )

Regulamento da Universidade Sénior de Almada ( USALMA ) Regulamento da Universidade Sénior de Almada ( USALMA ) Preâmbulo O regulamento da Universidade Sénior de Almada (USALMA) foi aprovado pela Associação de Professores do Concelho de Almada (APCA) em reunião

Leia mais

Ficha de Reflexão Individual :: Ano Letivo: 2011/2012

Ficha de Reflexão Individual :: Ano Letivo: 2011/2012 Disciplina: Educação Visual Unidade de trabalho: Apresentação Ano: 7º Turma: A Aula Nº: 3 e 4 Data: 22 de Setembro 2011 ANÁLISE CRÍTICA (1ª aula assitida) A aula decorreu com normalidade, houve um controle

Leia mais

POPULAÇÃO ESCOLAR QUE FREQUENTA AS ESCOLAS PORTUGUESAS

POPULAÇÃO ESCOLAR QUE FREQUENTA AS ESCOLAS PORTUGUESAS PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA NO CURRÍCULO NACIONAL ORIENTAÇÕES NACIONAIS: DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS EM LÍNGUA PORTUGUESA DA POPULAÇÃO ESCOLAR QUE FREQUENTA AS ESCOLAS PORTUGUESAS Autoria José Pascoal,

Leia mais

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 ESCOLA SECUNDÁRIA D. MARIA II PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA A PANDEMIA DA GRIPE A Vírus (H1N1)v Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 Formas de Transmissão

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL Artigo 1.º Definição De acordo com o art.º 80 dos Estatutos da Escola Superior de Hotelaria (ESHTE) e Turismo do Estoril,

Leia mais

Preâmbulo. Escola Básica Integrada da Maia

Preâmbulo. Escola Básica Integrada da Maia Preâmbulo O presente Regulamento é um instrumento de natureza pedagógica, jurídica e administrativa de todos os intervenientes no processo educativo, devendo ser flexível e aberto, sujeito a reajustamentos

Leia mais

Promoção do sucesso escolar

Promoção do sucesso escolar Organização Alunos Professores Medidas que dispensam um plano de acompanhamento individualizado Coadjuvação em sala de aula Constituição temporária de grupos de homogeneidade relativa Acompanhamento extraordinário

Leia mais