PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO"

Transcrição

1 PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Novembro de 2009 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e a colaboração do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (SindusconMG) e da Câmara do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI), inclusive na divulgação da pesquisa. O objetivo é fornecer informações sobre o mercado de imóveis novos que são construídos para a venda no município de Belo Horizonte. As seguintes variáveis são apuradas mensalmente: os preços de venda à vista, a quantidade ofertada, o número de unidades vendidas, a quantidade de novos empreendimentos, a origem dos recursos para o financiamento das obras e o estágio da construção dos empreendimentos. A pesquisa utiliza uma amostra das principais empresas construtoras e incorporadoras que atuam na capital mineira. Assim, todas as informações apresentadas referemse a esse conjunto de empresas. Para apresentação dos resultados, os bairros de Belo Horizonte foram classificados de acordo com a renda média mensal do chefe do domicílio obtida pelo Censo 2000 do IBGE, a saber: Classe 1 Popular: representada pelos bairros em que a renda dos chefes dos domicílios é inferior a 5 salários mínimos (SM); Classe 2 : representada pelos bairros em que a renda dos chefes dos domicílios é maior ou igual a 5 SM e menor que 8,5 SM; Classe 3 Alto: representada pelos bairros em que a renda dos chefes dos domicílios é maior ou igual a 8,5 SM e menor que 14,5 SM; Classe 4 Luxo: representada pelos bairros em que a renda dos chefes dos domicílios é maior ou igual a 14,5 SM. Maiores detalhes sobre esta classificação encontramse na Nota Técnica na página do IPEAD: EXPEDIENTE FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE MINAS GERAIS Sede: Av. Pres. Antônio Carlos 6.627, Pampulha Faculdade Ciências Econômicas 2º Andar CEP: BH/MG Tel.: (31) Unidade Centro: Rua Rio de Janeiro 441, 6º andar, Centro CEP: BH/MG Tel.: (31) Site: 1 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

2 ANÁLISE Os preços médios de venda dos imóveis residenciais (do tipo apartamento) em Belo Horizonte apresentaram elevação de 0,41% em novembro/09. No mesmo período, o IPCA/IPEAD indicador da inflação na capital mineira mostrou elevação de 0,62% (Tabela 1 e Gráfico 1). Estratificandose os preços médios dos apartamentos por classe de bairros 1 e comparandoos com os preços do mês passado, foram observadas as seguintes variações: o Popular = 0,19%, o = 0,44%, o Alto = 0,71%, o Luxo = 0,22%. Neste mês houve elevação de 10,45% no estoque de apartamentos ofertados (Tabela 1). Em outubro/09 haviam apartamentos ofertados, subindo para em novembro/09 (Tabela 6). O indicador mensal de velocidade de vendas (V.V.) residencial atingiu 21,57% em novembro/09, ante 17,42% no mês de outubro/09 (alta de 4,15 pontos percentuais Tabela 1 e Gráfico 2). Destacouse a velocidade de vendas dos apartamentos na planta, com V.V. igual a 25,27% (Tabela 5). O número de unidades vendidas dos imóveis residenciais totalizou 474 apartamentos (Tabela 9). Do total de 151 empreendimentos 2 residenciais ofertados neste mês, 52,32% sofreram variações nos seus preços, havendo aumento em 51,66% e recuo em 0,66% dos empreendimentos. Incorporaramse à oferta, 623 novos imóveis residenciais em 13 novos lançamentos (Tabela 14). Neste mês, nenhuma unidade voltou a ser comercializada, 14 unidades foram distratadas e nenhuma unidade foi retirada de comercialização. Com relação à variação dos preços médios de venda dos imóveis comerciais, mantevese estável para salas e elevouse para lojas (Tabela 1). No segmento comercial não foram registradas novas unidades lançadas (Tabela 14). Foram comercializadas duas unidades de lojas e nenhuma para as salas. 1 2 Classificação dos bairros descrita na apresentação da pesquisa (página 1). Empreendimento referese ao prédio ou grupo de unidades imobiliárias que são viabilizados por um mesmo projeto de investimento, envolvendo construção/edificação conjunta. 2 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

3 A tabela 1 apresenta a evolução do Índice de Base Fixa 3 (Jul/94=100) referente aos preços médios de venda e às quantidades ofertadas dos imóveis residenciais (apartamentos) e comerciais. É apresentada, também, a evolução do Índice de Base Fixa referente ao IPCA/IPEAD, assim como as velocidades de vendas 4 (V.V.) dos imóveis (em %). Tabela 1: Acompanhamento dos índices dos preços médios de venda, da quantidade ofertada de imóveis e do IPCA/IPEAD e as velocidades de vendas Índice de Base Fixa (Jul/94 = 100) V.V. (%) Preço de Venda Quantidade Ofertada IPCA/IPEAD Apto Loja Sala Apto Loja Sala Apto Loja Sala Nov/07 315,41 254,20 267,64 60,42 1,50 1,82 294,35 11,15 25,00 0,00 Dez/07 323,43 254,20 267,64 58,73 1,50 0,76 296,09 20,38 0,00 58,33 Jan/08 331,85 254,20 267,64 57,78 1,50 0,76 299,55 19,98 0,00 0,00 Fev/08 337,25 254,20 267,64 52,36 1,50 0,76 300,24 18,63 0,00 0,00 Mar/08 342,30 260,81 267,64 51,12 2,50 0,76 302,28 17,92 44,44 0,00 Abr/08 345,86 260,81 267,64 47,76 1,00 0,76 301,20 21,03 60,00 0,00 Mai/08 351,41 260,81 267,64 47,76 1,50 0,61 301,89 13,84 57,14 20,00 Jun/08 356,88 260,81 267,64 46,49 1,50 0,61 303,46 27,32 0,00 0,00 Jul/08 359,52 260,81 267,64 50,30 1,50 0,61 304,52 21,91 0,00 0,00 Ago/08 366,69 275,52 267,64 50,77 1,50 0,61 305,71 19,63 0,00 0,00 Set/08 371,23 293,76 267,64 54,58 1,50 0,61 306,11 20,43 50,00 0,00 Out/08 377,22 293,76 267,64 71,48 1,00 0,61 307,18 15,58 33,33 0,00 Nov/08 382,23 293,76 267,64 81,00 1,00 0,61 308,53 19,38 0,00 0,00 Dez/08 395,20 323,09 267,64 76,46 1,00 0,61 309,67 10,60 0,00 0,00 Jan/09 390,92 322,94 267,64 73,29 11,50 0,61 313,57 18,83 11,54 0,00 Fev/09 393,04 323,22 267,64 73,23 9,50 0,61 315,96 15,79 17,39 0,00 Mar/09 396,41 323,22 267,64 64,67 9,50 0,61 316,40 24,82 0,00 0,00 Abr/09 398,16 323,42 267,64 66,89 12,00 0,61 317,32 20,39 11,11 0,00 Mai/09 403,58 323,42 267,64 66,85 8,00 1,82 318,36 32,61 33,33 47,83 Jun/09 410,78 322,45 267,64 60,04 3,50 1,52 318,20 21,39 56,25 16,67 Jul/09 414,02 327,12 296,01 65,14 3,50 0,61 319,13 20,91 0,00 60,00 Ago/09 416,91 327,12 296,01 57,12 3,50 0,61 319,51 24,36 0,00 0,00 Set/09 421,89 327,12 296,01 56,07 3,50 0,61 319,70 12,43 0,00 0,00 Out/09 424,47 327,12 296,01 49,47 3,00 0,61 320,66 17,42 14,29 0,00 Nov/09 426,22 328,29 296,01 54,64 2,00 0,61 322,65 21,57 33,33 0, Índice do mês ( t) A variação mensal (%) é obtida pela fórmula ( 1). Índice do mês t A velocidade de vendas é expressa em percentual e representa a relação entre o número de unidades comercializadas no período de referência e a oferta disponível no início desse período. Indica o quociente (em percentual) da quantidade que foi comercializada durante o período da pesquisa pela oferta inicial, ou seja, o número de unidades vendidas para cada 100 ofertadas no início do período de referência. Considerase como venda qualquer transação que envolva troca de valores e que leve à transferência da propriedade de imóvel da construtora a outrem. Inclui permutas e vendas a prazo ou financiadas. 3 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

4 O gráfico 1 retrata um comparativo entre as séries históricas das varições dos preços médios de venda dos imóveis residenciais (apartamentos) e as variações do IPCA/IPEAD. Gráfico 1: Variações dos preços médios de venda dos imóveis residenciais e as variações do IPCA/IPEAD 4,00 3,50 3,00 2,50 3,39 Variação (%) 2,00 1,50 1,00 0,50 0,00 0,50 1,00 1,33 0,44 0,37 1,26 1,08 0,76 0,54 0,86 0,44 0,29 0,14 1,36 1,79 0,33 0,05 1,19 0,79 0,70 0,29 0,12 0,06 0,61 0,30 0,62 0,41 1,50 nov/08 dez/08 jan/09 fev/09 mar/09 abr/09 mai/09 jun/09 jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/09 Preços s do Imóvel IPCA/IPEAD O gráfico 2 mostra a série histórica das velocidades de vendas (V.V. em %) dos imóveis residenciais (apartamentos). Gráfico 2: Evolução da V.V. (%) dos imóveis residenciais 35,00 30,00 32,61 Velocidade de Vendas (%) 25,00 20,00 15,00 10,00 5,00 19,38 10,60 18,83 15,79 24,82 20,39 21,39 20,91 24,36 12,43 17,42 21,57 0,00 nov/08 dez/08 jan/09 fev/09 mar/09 abr/09 mai/09 jun/09 jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/09 Pe ríodo 4 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

5 A tabela 2 apresenta os preços mínimos, médios 5 e máximos de venda dos imóveis residenciais (apartamentos) por classe de bairros. Tabela 2: Preços de venda dos imóveis residenciais (R$) estratificados por classe de bairros (*) Classe de Bairros Preço de Venda (R$) Apartamento 1 Quarto 2 Quartos 3 Quartos 4 Quartos Cobertura Mínimo Popular (7) (9) (3) (4) Máximo Mínimo (2) (2) (3) Máximo Mínimo Alto (6) (31) (24) (26) Máximo Mínimo Luxo (4) (13) (35) (33) Máximo (*) O valor entre parênteses representa o número de empreendimentos pesquisados. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro empreendimentos. Os casos em que não foi pesquisado nenhum empreendimento são indicados por hífen (). 5 O preço médio referese à média dos preços (de venda à vista) de cada tipo de imóvel ponderada pela quantidade ofertada desse imóvel. O preço de venda à vista do imóvel (considerado tipo ou padrão geral de referência daquele empreendimento, no período de referência) não envolve qualquer financiamento, prazo ou negociação. O período restringese a um mês, retratando a periodicidade mensal dessa pesquisa. A quantidade ofertada referese ao número de imóveis para venda no final do período. Este número indica o estoque disponível para a comercialização do próximo período. 5 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

6 A tabela 3 apresenta os preços médios de venda dos imóveis residenciais (apartamentos) por metro quadrado (m 2 ) 6, estratificados por classe de bairros e por padrão de acabamento do imóvel. Tabela 3: Preços médios de venda dos imóveis residenciais por m 2 (R$/ m 2 ) estratificados por classe de bairros e por padrão de acabamento (2) Apartamento 1 Quarto 2 Quartos 3 Quartos 4 Quartos Padrão de Acabamento Classe de Bairros Popular Alto Luxo Baixo Luxo Alto Luxo Baixo (6) (4) (2) Luxo 4358 (3) Alto Luxo Baixo Luxo (4) (4) (21) (10) Alto Luxo (10) (2) Baixo Luxo (3) (2) (6) (18) Alto Luxo Baixo (11) (14) (3) (32) (2) Cobertura Luxo (3) (9) Alto Luxo (23) A área é calculada considerandose a área privativa interna do imóvel. (2) O valor entre parênteses representa o número de empreendimentos pesquisados. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro empreendimentos. Os casos em que não foi pesquisado nenhum empreendimento são indicados por hífen (). 6 A área privativa interna ou área de vassoura do imóvel padrão é medida em m 2 e vem do conceito corrente no mercado, de acordo com a NBR /99. O valor de venda por m 2 resulta do quociente entre o preço à vista do imóvel e sua respectiva área. 6 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

7 A tabela 4 apresenta os preços mínimos, médios e máximos de venda dos imóveis comerciais por metro quadrado (m 2 ) e estratificados por classe de bairros. Tabela 4: Preços de venda dos imóveis comerciais por m 2 (R$/m 2 ) estratificados por classe de bairros (2) Classe de Bairros Preço de Venda por m 2 (R$/m 2 ) Andares Corridos Imóveis Comerciais Lojas de Garagens (3) Frente Lojas Internas Salas Mínimo Popular Máximo Mínimo Máximo Mínimo Alto (3) (4) (3) (2) Máximo Mínimo Luxo Máximo A área é calculada considerandose a área privativa interna do imóvel. (2) O valor entre parênteses representa o número de empreendimentos pesquisados. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro empreendimentos. Os casos em que não foi pesquisado nenhum empreendimento são indicados por hífen (). (3) Para o imóvel garagem é fornecido o preço médio (em R$) da unidade de vaga de garagem. 7 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

8 A tabela 5 apresenta as seguintes variáveis: a quantidade de imóveis residenciais (apartamentos) que encontravamse à venda no início do período analisado, a quantidade vendida durante este período, a quantidade restante (ou final) e as respectivas velocidades de vendas (V.V. em %), estratificados pelo estágio da construção do empreendimento e por classe de bairros. Tabela 5: Quantidades de imóveis residenciais à venda, vendidos e respectivas V.V. (%) por estágio da construção e por classe de bairros Estágio da Construção Acabado Em Construção Na Planta Geral Classe de Bairros Quantidade Inicial de Imóveis à Venda Quantidade de Imóveis Vendidos (2) Quantidade Final de Imóveis à Venda (3) V.V. (%)(4) Popular , ,76 Alto ,76 Luxo ,00 Total ,45 Popular , ,00 Alto ,15 Luxo ,06 Total ,36 Popular , Alto ,97 Luxo ,71 Total ,27 Popular , ,21 Alto ,95 Luxo ,63 Total (5) 21,57 Quantidade ofertada de imóveis residenciais no início do período de análise. (2) Quantidade de imóveis residenciais vendidos durante o período de análise. (3) Quantidade ofertada de imóveis residenciais no final do período de análise, ou seja, após a realização das vendas do período. (4) A velocidade de vendas (%) referese à razão entre a quantidade de unidades vendidas e a quantidade ofertada no início do período. (5) Referese a 151 empreendimentos. 8 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

9 A tabela 6 apresenta a evolução da quantidade ofertada de cada tipo de imóvel residencial (apartamento) e comercial. Tabela 6: Quantidade de unidades ofertadas por tipo de imóvel (*) Residencial Apartamento Tipo de Imóvel Comercial 1 Quarto 2 Quartos 3 Quartos 4 Quartos Cobertura Total Sala Loja Total Nov/ Dez/ Jan/ Fev/ Mar/ Abr/ Mai/ Jun/ Jul/ Ago/ Set/ Out/ Nov/ Dez/ Jan/ Fev/ Mar/ Abr/ Mai/ Jun/ Jul/ Ago/ Set/ Out/ Nov/ (*) A quantidade ofertada referese ao número de imóveis disponíveis para venda no final do período. Este número representa o estoque disponível para a comercialização do próximo mês, em cada tipo imobiliário. A variação mensal da oferta é calculada a partir da comparação do mês de referência (t) e o mês anterior (t1). 9 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

10 A tabela 7 apresenta a quantidade ofertada de cada tipo de imóvel residencial (apartamento) e comercial distribuída pelos bairros de Belo Horizonte. Tabela 7: Quantidade de unidades ofertadas por tipo de imóvel e estratificada por bairros Bairros Apartamento Loja Sala Qt (2) % (3) Qt % Qt % Buritis , , ,00 Boa Vista 165 9,58 Sion 131 7,60 Gutierrez 108 6,27 Engenho Nogueira 97 5,63 Diamante 88 5,11 Belvedere 64 3,71 Jaraguá 55 3,19 Luxemburgo 55 3,19 Santo Antônio 55 3,19 Fernão Dias 52 3,02 Funcionários 51 2,96 Santa Branca 42 2,44 Santo Agostinho 26 1,51 Serra 26 1,51 Prado 25 1, ,00 Anchieta 23 1,33 Santa Maria 23 1,33 Silveira 18 1,04 Estoril 1 25,00 Centro 1 25,00 Outros 91 5,28 Total Global , , ,00 Os bairros com participação na oferta inferior a 1% encontramse agregados na categoria Outros. (2) Qt: quantidade ofertada. (3) %: percentual. 10 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

11 A tabela 8 apresenta a quantidade e o percentual de unidades ofertadas para cada tipo de imóvel residencial (apartamento) e comercial estratificados por classe de bairros. Tipo de Imóvel Tabela 8: Quantidade e percentual de unidades ofertadas por tipo de imóvel, estratificados por classe de bairros Classe de Bairros Popular Alto Luxo Total Qt % (2) Qt % Qt % Qt % Qt % Apartamento , , , , ,00 1 Quarto 16 45, , ,00 2 Quartos , , , ,00 3 Quartos ,12 2 0, , , ,00 4 Quartos ,33 3 0, , , ,00 Cobertura 15 10,42 5 3, , , ,00 Andar Corrido 7 87, , ,00 Garagem ,78 4 2, ,00 Loja 4 100, ,00 De Frente 4 100, ,00 Interna Sala 4 100, ,00 Qt: quantidade ofertada. (2) %: percentual. 11 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

12 vendidos. A tabela 9 apresenta a evolução da quantidade de imóveis residenciais (apartamentos) Tabela 9: Quantidades de imóveis residenciais vendidos Quantidade de Unidades Vendidas Nov/ Dez/ Jan/ Fev/ Mar/ Abr/ Mai/ Jun/ Jul/ Ago/ Set/ Out/ Nov/ Dez/ Jan/ Fev/ Mar/ Abr/ Mai/ Jun/ Jul/ Ago/ Set/ Out/ Nov/ Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

13 A tabela 10 apresenta a evolução, nos últimos seis meses, da quantidade e do percentual de imóveis residenciais (apartamentos) vendidos, estratificados pelas faixas de valores de venda (em R$) desses imóveis. Tabela 10: Imóveis residenciais vendidos estratificados por faixas de valores nos últimos seis meses Faixa de Valores (R$) Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 Qt % Qt % Qt % Qt % Qt % Qt % Até R$ , , , ,98 0 0, ,13 De R$ até R$ , , , , , ,05 De R$ até R$ , , , , , ,81 Acima de R$ , , , , , ,02 Total Vendido , , , , , ,00 Qt: quantidade ofertada. (2) %: percentual. A tabela 11 apresenta a evolução, nos últimos seis meses, da quantidade e do percentual de imóveis residenciais (apartamentos) em oferta no final do período de referência (ou seja, após a realização das vendas do período), estratificados pelas faixas de valores de venda (em R$) desses imóveis. Tabela 11: Imóveis residenciais em oferta estratificados por faixas de valores nos últimos seis meses Faixa de Valores (R$) Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 Qt % Qt % Qt % Qt % Qt % Qt % Até R$ , , ,50 5 0,28 5 0, ,40 De R$ até R$ , , , , , ,28 De R$ até R$ , , , , , ,28 Acima de R$ , , , , , ,04 Total em Oferta , , , , , ,00 Qt: quantidade ofertada. (2) %: percentual. 13 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

14 A tabela 12 apresenta as velocidades de vendas (V.V. em %) dos imóveis residenciais (apartamentos) nos últimos seis meses. Tabela 12: V.V. (%) dos imóveis residenciais nos últimos seis meses Apartamento Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 1 Quarto 2,78 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 2 Quartos 41,53 39,59 48,09 32,70 46,94 34,85 3 Quartos 17,87 25,07 18,54 10,27 13,45 27,17 4 Quartos 13,39 9,00 18,93 9,27 15,82 11,99 Cobertura 9,82 13,57 29,49 14,94 10,97 13,77 V.V. Total 21,39 20,91 24,36 12,43 17,42 21,57 A tabela 13 apresenta as velocidades de vendas (V.V. em %) dos imóveis residenciais (apartamentos) nos últimos seis meses, estratificadas pelas faixas de valores de venda (em R$) desses imóveis. Tabela 13: V.V. (%) dos imóveis residenciais estratificadas por faixas de valores nos últimos seis meses Faixa de Valores (R$) Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 Até R$ ,08 21,54 59,46 75,00 0,00 34,04 De R$ até R$ ,44 36,17 40,74 20,45 31,52 41,45 De R$ até R$ ,29 11,60 17,38 8,11 13,13 15,24 Acima de R$ ,41 17,44 8,78 11,06 10,96 8,74 V.V. Total 21,39 20,91 24,36 12,43 17,42 21,57 14 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

15 A tabela 14 apresenta a quantidade e o percentual de novas unidades lançadas 7 para cada tipo de imóvel residencial (apartamento) e comercial, estratificados por classe de bairros. Tabela 14: Quantidade e percentual de novas unidades lançadas por tipo de imóvel estratificada por classe de bairros Classe de Bairros Tipo de Imóvel Popular Alto Luxo Total Qt (2) % (3) Qt % Qt % Qt % Qt % Apartamento 272 (5) 43, (4) 28, (4) 27, (13) 100,00 1 Quarto 2 Quartos 166 (2) 73, ,62 36 (2) 15, (5) 100,00 3 Quartos 24 10, (2) 47, , (4) 100,00 4 Quartos 72 (2) 55, , , (4) 100,00 Cobertura 10 (5) 34,48 5 (4) 17,24 14 (4) 48,28 29 (13) 100,00 Andar Corrido Garagem Loja De Frente Interna Sala O valor entre parênteses representa o número de novos empreendimentos.os casos em que não foi pesquisado nenhum empreendimento são indicados por hífen (). (2) Qt: quantidade lançada. (3) %: percentual. 7 Novas unidades lançadas representam aqueles imóveis lançados para a comercialização pela primeira vez. Retrata o fluxo de entrada de novos imóveis, os quais irão elevar a oferta dos novos empreendimentos. 15 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

16 A tabela 15 apresenta a evolução, nos últimos seis meses, da quantidade de novas unidades lançadas para cada tipo de imóvel residencial (apartamento) e comercial. Tabela 15: Quantidade de novas unidades lançadas por tipo de imóvel nos últimos seis meses Tipo de Imóvel Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 Apartamento Quarto 2 Quartos Quartos Quartos Cobertura Andar Corrido Garagem Loja Sala O gráfico 3 mostra a evolução da quantidade de novas unidades lançadas de imóveis residenciais (apartamentos). Gráfico 3: Evolução da quantidade de novos lançamentos dos imóveis residenciais Quantidade de Novos Lançamentos nov/08 dez/08 jan/09 fev/09 mar/09 abr/09 mai/09 jun/09 jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/ Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

17 A tabela 16 apresenta a quantidade e o percentual de empreendimentos residenciais e comerciais estratificados pelos respectivos estágios de construção. Tabela 16: Estágio da construção dos empreendimentos por tipo de imóvel Estágio da Construção do Empreendimento Residencial Tipo de Imóvel Comercial Qt % (2) Qt % Na Planta 48 31,79 Em Construção 83 54, ,00 Acabamento 26 17,22 Estrutura 34 22, ,00 Fundação 23 15,23 Acabados 20 13, ,00 Total , ,00 Qt: quantidade ofertada. (2) %: percentual. A tabela 17 apresenta a quantidade e o percentual de empreendimentos residenciais em fase de comercialização e estratificados pela origem dos recursos utilizados no financiamento destes empreendimentos. Tabela 17: Origem dos recursos destinados à construção dos empreendimentos residenciais Origem dos Recursos Empreendimentos Residenciais em Comercialização Qt % (2) Próprios ,43 Próprios + SFH 2 1,32 SFH 15 9,93 Por Administração 2 1,32 Outros (3) 3 1,99 Total ,00 Qt: quantidade ofertada. (2) %: percentual. (3) Outros: inclui outras combinações dos recursos não explicitadas na tabela, tais como: ADM + SFH, próprios + ADM, etc. 17 Pesquisa de Construção e Comercialização Novembro/09

Construção e Comercialização

Construção e Comercialização 1 Construção e Comercialização Esta pesquisa fornece informações sobre o mercado de imóveis novos - construídos para vender. São apurados, mensalmente, os preços de oferta para venda à vista, a quantidade

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Janeiro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Agosto de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Julho de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Abril de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Dezembro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Outubro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Setembro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Outubro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Julho de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Fevereiro de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Janeiro de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Setembro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Março de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Realizada pela Fundação IPEAD/UFMG, esta pesquisa tem o objetivo de fornecer informações

Leia mais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais PESQUISA ALUGUÉIS Belo Horizonte Outubro de 2009 A Pesquisa ALUGUÉIS levanta as características determinantes dos imóveis disponíveis para alugar em Belo Horizonte a partir de uma amostra das principais

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO Relatório de Janeiro de 27 PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE JANEIRO DE 27 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de janeiro de 27 no

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Março de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014

DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014 DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014 IVV DEZEMBRO DE 2014: 9,8% COMENTÁRIO No mês dezembro de 2014 o Índice de Velocidade de Vendas IVV fechou em 9,8%, apresentando assim queda de 0,5 p.p. na comparação com o mês

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO Relatório de Abril de 28 PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE ABRIL DE 28 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de abril de 28 no que diz

Leia mais

DESTAQUES DE MAIO/2014

DESTAQUES DE MAIO/2014 DESTAQUES DE MAIO/2014 IVV MAIO DE 2014: 7,5 % COMENTÁRIO O IVV de maio de 2014 fechou em 7,5%, inferior ao mês imediatamente anterior em 0,2 p.p.. VARIAÇÃO - em pontos percentuais (p.p.) Mês / Mês anterior

Leia mais

DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015

DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015 DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015 IVV FEVEREIRO DE 2015: 3,4% COMENTÁRIO: o IVV de fevereiro de 2015 fechou em 3,4% refletindo queda de 2,6 pontos percentuais na comparação com o mês anterior. VARIAÇÃO - em

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO Relatório de Maio de 29 PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE MAIO DE 29 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de maio de 29 no que diz

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO Relatório de Fevereiro de 28 PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE FEVEREIRO DE 28 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de fevereiro de

Leia mais

Pesquisa Ademi-Rio. A tabela abaixo mostra as unidades lançadas na cidade do Rio de Janeiro quanto à finalidade: residencial, comercial e hotel.

Pesquisa Ademi-Rio. A tabela abaixo mostra as unidades lançadas na cidade do Rio de Janeiro quanto à finalidade: residencial, comercial e hotel. Mercado Imobiliário da Cidade Rio de Janeiro no 1º trimestre de 2016 I - UNIDADES LANÇADAS Pesquisa Ademi-Rio A análise dos dados apurados pela Pesquisa ADEMI do Mercado Imobiliário no primeiro trimestre

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS Setembro de APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de

Leia mais

MARÇO/2011 Ano XII - Nº 135

MARÇO/2011 Ano XII - Nº 135 MARÇO/2011 Ano XII - Nº 135 Índice de Velocidade de Vendas IVV Mercado Imobiliário de Maceió MARÇO/2011 COMENTÁRIOS OFERTAS, VENDAS E IVV POR ÁREA ÚTIL EM GERAL MARÇO 2011 Área m2 Ofertas Vendas IVV 35

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE AGOSTO DE 2014 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de agosto de 2014 no que diz respeito aos lançamentos,

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE JANEIRO DE 214 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de janeiro de 214 no que diz respeito ao VSO

Leia mais

DESTAQUES DE JULHO/2015

DESTAQUES DE JULHO/2015 DESTAQUES DE JULHO/2015 IVV JULHO DE 2015: COMENTÁRIO: o IVV do mês de julho/15 fechou em 4,2%, resultado que expressa uma redução de 0,5 p.p. em relação ao mês anterior. VARIAÇÃO - em pontos percentuais

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE JULHO DE 2014 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de julho de 2014 no que diz respeito aos lançamentos,

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Novembro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Janeiro de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Dezembro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 Entendendo o CUB/AL O CUB/AL é apurado por pesquisa direta de preços entre as Construtoras e lojas de materiais de construção que atuam no Estado de Alagoas. Os itens que compõem

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Junho de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Janeiro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Outubro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Agosto de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

DESTAQUES DE JANEIRO/2015

DESTAQUES DE JANEIRO/2015 DESTAQUES DE JANEIRO/2015 COMENTÁRIO: IVV JANEIRO DE 2015: 6,0% O IVV de janeiro de 2015 fechou em 6,0%, refletindo queda de 1,1 pontos na comparação com o mesmo mês do ano anterior. VARIAÇÃO - em pontos

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 No mês de novembro, os valores médios observados caíram 0,1%, em relação ao mês anterior. No acumulado de 12 meses,

Leia mais

BoletIM do Observatório Imobiliário do DF

BoletIM do Observatório Imobiliário do DF BoletIM do Observatório Imobiliário do DF Novembro/Dezembro/2012 6 SEDHAB - SUPLAN Edição Nº 06 NOV/DEZ 2012 SUMÁRIO 1. Introdução. 2. Situação do Mercado Imobiliário segundo o índice FIPEZAP em Novembro/Dezembro

Leia mais

XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS

XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS XII CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 1 INTRODUÇÃO EDIÇÃO 2009 A Comissão da Indústria Imobiliária CII do SINDUSCON-RS -, vem desenvolvendo - através do Depto. de Economia e Estatística

Leia mais

ÍNDICE DE VELOCIDADE DE VENDAS IVV DF IMÓVEIS NOVOS

ÍNDICE DE VELOCIDADE DE VENDAS IVV DF IMÓVEIS NOVOS ÍNDICE DE VELOCIDADE DE VENDAS IVV DF IMÓVEIS NOVOS Setembro de 2015 Realização: Apoio: INTRODUÇÃO O Indicador de Velocidade de Vendas (IVV) do mercado imobiliário do Distrito Federal é produzido mensalmente

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Dezembro de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS

16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 16º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 1 INTRODUÇÃO EDIÇÃO 2013 A Comissão da Indústria Imobiliária (CII/SINDUSCON-RS) vem desenvolvendo desde 1998, através do Departamento de Economia

Leia mais

A Casa do nosso Segmento Por um Grande ABC melhor

A Casa do nosso Segmento Por um Grande ABC melhor A Casa do nosso Segmento Por um Grande ABC melhor 1 Total geral de lançamentos no ABCDM por mês, quantidade e valores. Gráfico de unidades mensais lançadas 991 1140 884 473 578 125 Janeiro Fevereiro Março

Leia mais

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial JANEIRO/2014 Ano XIV Nº 168 CONSTRUTOR DO MERCADO IMOBILIÁRIO Participe também da pesquisa IVV. Contatos: Ademi Rita (32319499)

Leia mais

REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE vv APRESENTAÇÃO A Pesquisa de Indicadores de Velocidade de Vendas - IVV - tem por objetivo gerar índices ANO XVI Nº 02 que permitam acompanhar o desempenho da comercialização dos imóveis, especialmente

Leia mais

Revendo Procedimentos. Melanie Aparecida Luiz Vieira Gerente da Unidade de Arrecadação e Cobrança E-mail: melanie@joinville.sc.gov.

Revendo Procedimentos. Melanie Aparecida Luiz Vieira Gerente da Unidade de Arrecadação e Cobrança E-mail: melanie@joinville.sc.gov. Revendo Procedimentos e Evitando Sonegação Melanie Aparecida Luiz Vieira Gerente da Unidade de Arrecadação e Cobrança E-mail: melanie@joinville.sc.gov.br Fone: (47) 3431-3148 3148 / 3431-31553155 Agradecimentos

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE JUNHO DE 213 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de junho de 213 no que diz respeito ao VSO (Vendas

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Abril de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Realizada pela Fundação IPEAD/UFMG, esta pesquisa tem o objetivo de fornecer informações sobre o mercado

Leia mais

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO

PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO PESQUISA ADEMI DO MERCADO IMOBILIÁRIO RELATÓRIO DE NOVEMBRO DE 212 I INTRODUÇÃO O objetivo deste relatório é analisar os resultados da Pesquisa ADEMI no mês de novembro de 212 no que diz respeito ao VSO

Leia mais

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48 25/05/2015 10:59:09 Página 1 Grupo: 000894 Prazo: 084 Prazo Restante: 062 Assembleia Atual: 023 11/06/2015 Vencimento: 08/06/2015 Participantes: 600 Cotas Vagas: 000 Característica: 1 SORTEIO - 1 SORTEIO

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Março de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte Abril/15 A mostra o desempenho dos negócios do comércio no mês de Março/2015 e identifica a percepção dos empresários para o mês de Abril/2015. O mês de março mostrou mais uma queda no faturamento dos

Leia mais

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial NOVEMBRO/2014 Ano XIV - Nº 178

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial NOVEMBRO/2014 Ano XIV - Nº 178 Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial NOVEMBRO/2014 Ano XIV Nº 178 CONSTRUTOR DO MERCADO IMOBILIÁRIO Participe também da pesquisa IVV. Contatos: Ademi Rita (32319499)

Leia mais

15º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS

15º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 15º CENSO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE IMÓVEIS NOVOS 1 INTRODUÇÃO EDIÇÃO 2012 A Comissão da Indústria Imobiliária (CII/SINDUSCON-RS) vem desenvolvendo desde 1998, através do Departamento de Economia

Leia mais

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial OUTUBRO/2015 Ano XIV - Nº 186

Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial OUTUBRO/2015 Ano XIV - Nº 186 Mercado Imobiliário da Região Metropolitana de Maceió Residencial e Comercial OUTUBRO/2015 Ano XIV Nº 186 CONSTRUTOR DO MERCADO IMOBILIÁRIO Participe também da pesquisa IVV. Contatos: Ademi Rita (32319499)

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Índice de Confiança da Indústria Pernambucana mantém-se em queda em julho

Índice de Confiança da Indústria Pernambucana mantém-se em queda em julho Outubro de 2009 Julho de 2012 Índice de Confiança da Indústria Pernambucana mantém-se em queda em julho O Índice de Confiança da Indústria de Transformação de Pernambuco (ICI-PE) volta a recuar em julho

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO O estudo de viabilidade econômica para o setor de empreendimento imobiliário representa uma consultoria completa. Com ele será possível obter

Leia mais

A C I M A D E T U D O, V O C Ê.

A C I M A D E T U D O, V O C Ê. ACIMA DE TUDO, VOCÊ. A VIDA ACONTECE ONDE VOCÊ ESTÁ. VIVER BEM É MORAR NO LUGAR CERTO PARA VOCÊ. SABORES, CORES E EXPERIÊNCIAS NOVAS TODOS OS DIAS, A POUCOS PASSOS DE VOCÊ. SINGULAR COMO NENHUM OUTRO.

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego. Abril 2011

Pesquisa Mensal de Emprego. Abril 2011 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Mensal de Emprego Abril 2011 1 1 Rio de Janeiro, 26/05/2011 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro O Janeiro

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013

SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL S I N A P I RESULTADOS DE MAIO/2013 COMENTÁRIOS Índice Nacional da Construção Civil varia -5,12% em Maio O Índice Nacional da Construção

Leia mais

TRX Edifícios Corporativos XTED11 - FII. Relatório Trimestral 3º Trimestre de 2013

TRX Edifícios Corporativos XTED11 - FII. Relatório Trimestral 3º Trimestre de 2013 TRX Edifícios Corporativos XTED11 - FII Relatório Trimestral 3º Trimestre de 2013 índice TRX Edifícios Corporativos XTED11 - FII Relatório Trimestral 3º Trimestre de 2013 DADOS DO FUNDO 3 RENTABILIDADE

Leia mais

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego para junho de 2010 confirmam a recuperação do emprego

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Município de São Paulo Lançamentos Residenciais Mun. de São Paulo Mil Unidades Média = 31,7 22,6 24,9 25,7 39,0 34,5 31,6 38,2

Leia mais

Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano

Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano SEDHAB Secretário de Estado Geraldo Magela Secretário Adjunto Rafael Oliveira Subsecretário de Planejamento Urbano Rômulo Andrade de Oliveira

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2016. PME Retrospectiva 2003-2015 13 anos Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento 1 (IBGE / DPE / COREN) 1 Rio de Janeiro,

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

O gráfico 1 mostra a evolução da inflação esperada, medida pelo IPCA, comparando-a com a meta máxima de 6,5% estabelecida pelo governo.

O gráfico 1 mostra a evolução da inflação esperada, medida pelo IPCA, comparando-a com a meta máxima de 6,5% estabelecida pelo governo. ANO 4 NÚMERO 31 OUTUBRO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1-CONSIDERAÇÕES INICIAIS O gerenciamento financeiro do governo, analisado de forma imparcial, se constitui numa das

Leia mais

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Indicadores CNI SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Indústria da construção aprofunda deterioração A indústria da construção continua a se deteriorar. O índice de nível de atividade e o número de empregados

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Março de 2015 PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/14 61,0% 20,8%

Leia mais

Fevereiro de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100)

Fevereiro de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100) INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Moçambique Fevereiro de 2015 Base: Dezembro de 2010 Instituto Nacional de Estatística Índice de Preços no Consumidor Boletim Mensal Reprodução autorizada, excepto para fins

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Preço dos imóveis ficará estável em 2015, dizem os corretores

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Preço dos imóveis ficará estável em 2015, dizem os corretores + Boletim de Conjuntura Imobiliária 52ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços.

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. Construção Civil Construção Civil Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. edificações residenciais; edificações

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014.

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. O mercado de contratos novos de locação residencial realizados em junho na cidade de São Paulo registrou variação de

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

RODADA DE MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL

RODADA DE MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL RODADA DE MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL Janeiro 2013 João Crestana / Celso Petrucci CONSOLIDAÇÃO DE DADOS DO MERCADO IMOBILIÁRIO 2 15 ENTIDADES POSSUEM PESQUISAS DE MERCADO ENTIDADES REGIÃO RESPOSTAS 1

Leia mais

Tendências importantes para o spread e inadimplência

Tendências importantes para o spread e inadimplência Tendências importantes para o spread e inadimplência A inadimplência confirma mínima histórica em 3,0% e o spread bancário volta a se elevar, alcançando 13,1%. Os dois movimentos são os principais destaques

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

INTENÇÃO DE CONSUMO DAS FAMÍLIAS - ICF

INTENÇÃO DE CONSUMO DAS FAMÍLIAS - ICF INTENÇÃO DE CONSUMO DAS FAMÍLIAS - ICF Goiânia GO Janeiro 2010 SUMÁRIO Tabela 1 - Síntese dos Resultados 3 Tabela 2 - Variações percentuais sobre o mês anterior 3 Análise dos Resultados 4 Tabela 3 - Intenção

Leia mais

Indicadores Conjunturais

Indicadores Conjunturais Ano 25 número 07 agosto 2010 Indicadores Conjunturais SISTEMA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ - DEPARTAMENTO ECONÔMICO Resultados de Julho de 2010 Vendas Industriais página 04 O resultado

Leia mais

Censo do Mercado Imobiliário

Censo do Mercado Imobiliário Censo do Mercado Imobiliário de Porto Alegre Setembro/2011 INTRODUÇÃO O Sinduscon-RS, através da sua Comissão da Indústria Imobiliária (CII), vem desenvolvendo, desde 1998, o Censo do mercado imobiliário

Leia mais

Kauai - Bahia. Ficha Técnica. Rua do Cisne Branco, s/nº - Praça da Igreja de São Francisco - Praia do Forte - Mata de São João - Bahia - Brasil

Kauai - Bahia. Ficha Técnica. Rua do Cisne Branco, s/nº - Praça da Igreja de São Francisco - Praia do Forte - Mata de São João - Bahia - Brasil Ficha Técnica Kauai - Bahia Ficha Técnica Área do terreno Endereço 2.520m² Rua do Cisne Branco, s/nº - Praça da Igreja de São Francisco - Praia do Forte - Mata de São João - Bahia - Brasil Torre Pavimentos

Leia mais

Valores #N/D de Avaliação Bancária. Dezembro - 2015

Valores #N/D de Avaliação Bancária. Dezembro - 2015 Valores #N/D de Avaliação Bancária Dezembro - 2015 Valores Mensais de Avaliação Bancária: Quadro Resumo Portugal Norte Centro Alentejo Algarve Açores Madeira Valor Médio (VM) 1.043/m² 916/m² 856/m² 1.267/m²

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Novembro 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em outubro, foram gerados 126 mil postos de trabalho formais no Brasil

Leia mais

Tabela 1 - OPERACOES DE CREDITO (milhões de R$) Ano I Nov/13. Fonte: ESTBAN, Banco Central do Brasil

Tabela 1 - OPERACOES DE CREDITO (milhões de R$) Ano I Nov/13. Fonte: ESTBAN, Banco Central do Brasil De acordo com a Estatística Bancária por Município (ESTBAN), divulgada pelo Banco Central, o saldo das operações de crédito, em agosto desse ano, chegou a R$ 2,320 trilhões no país, um crescimento de 10,9%

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 -

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Coordenação de Campo: Roberto Guerra SUMÁRIO

Leia mais

Análise do Comério Varejista Janeiro-2016

Análise do Comério Varejista Janeiro-2016 Análise do Comério Varejista Janeiro-2016 A Análise do Comércio Varejista é uma avaliação bimestral que visa mostrar o desempenho dos negócios do comércio no mês de Dezembro/2015 e identifica a percepção

Leia mais

Sciesp. Clipping 21.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 21.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 21.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 IDEST Cliente pode ter desconto em taxas na primeira compra de imóvel

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE COMUNICAÇÕES E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA MARINHA BOLETIM DE ORDENS E NOTÍCIAS Nº 121 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2016

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE COMUNICAÇÕES E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA MARINHA BOLETIM DE ORDENS E NOTÍCIAS Nº 121 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2016 MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE COMUNICAÇÕES E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA MARINHA BOLETIM DE ORDENS E NOTÍCIAS Nº 121 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2016 BONO ESPECIAL GERAL CAIXA DE CONSTRUÇÕES DE CASAS PARA O

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte Março/15 A mostra o desempenho dos negócios do comércio no mês de Fevereiro/2015 e identifica a percepção dos empresários para o mês de Março/2015. Neste mês, 20,8% dos empresários conseguiram aumentar

Leia mais

Aumenta a taxa de desemprego

Aumenta a taxa de desemprego PED JANEIRO DE 2012 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO DIVULGAÇÃO N o 326 Aumenta a taxa de desemprego Diminui o nível de ocupação na Indústria e no Comércio Pequeno crescimento

Leia mais