PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013"

Transcrição

1 Outubro 2013 PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013 COORDENAÇÃO Gilberto Luiz Do Amaral João Eloi Olenike Letícia Mary Fernandes Do Amaral SUPERVISÃO Geraldo Magela F do Nascimento Othon de Andrade Filho

2 PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO O IBPT Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação atualizou o seu estudo denominado Perfil Empresarial Brasileiro - Empresômetro, que apresenta a totalidade das empresas, das entidades privadas (associações, institutos, igrejas, fundos, etc.) e das entidades públicas (federais, estaduais e municipais) que se encontram em atividade no país. Há a separação por Estado, por CNAE (atividade econômica), por tipo jurídico (SA, Limitada, EIRELI, MEI, Empresário Individual, Cooperativa, Consórcio, Comandita, Estrangeira, Entidade de Fins Não-econômicos, Fundos, Órgão Público, etc.), principais atividades, nomes mais utilizados, quantidade de empresas e entidades com filiais, idade e tempo médio de vida das empresas, índice de mortalidade, dentre outras importantes informações. O Empresômetro tem como base de dados as informações divulgadas pelas próprias empresas e entidades, pela Receita Federal do Brasil, Secretarias Estaduais da Fazenda, Secretarias Municipais de Finanças, Agências Reguladoras, Cartórios de Registro de Títulos e Documentos, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Juntas Comerciais, Portais da Transparência e IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, cuja criação do empreendimento se deu até 30 de setembro de Neste estudo os termos empreendimento e estabelecimento são utilizados para denominar cada uma das unidades das empresas, entidades privadas, órgãos públicos, e todos os estabelecimentos que tenham obrigatoriedade de possuir CNPJ Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, junto à Receita Federal do Brasil.

3 PRINCIPAIS CONCLUSÕES A Em 30 de setembro de 2013, havia empresas ativas no Brasil. A cada cinco minutos é aberta uma nova empresa; B - As regiões Sudeste e Sul somam mais de 68% de todas as empresas brasileiras; C O estado de São Paulo possui mais de 4,6 milhões de empresas ou 29,11% do total; D O estado com o menor número de empresas é Roraima, com pouco mais de 30 mil empreendimentos, ou 0,19% do total; E O setor de serviços tem o maior número de empresas, somando mais de 7,2 milhões dos estabelecimentos, ou 45,19% do total; F - A cidade de São Paulo é a que tem o maior número de empresas, com quase 1,5 milhão de estabelecimentos ou 9,33% do total; G As 50 cidades que têm o maior número de empresas somam 40,66% do total; H Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios é a atividade que tem o maior número de empresas, com mais de 1 milhão de estabelecimentos, ou 6,39% do total; I Em 2012 as empresas brasileiras tiveram faturamento de R$ 7,2 trilhões; J As empresas de grande porte, apesar de representar somente 2,07% do total, são responsáveis por dois terços de todo o faturamento;

4 K Os microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte totalizam 74% de todos os empreendimentos ativos, mas somam somente 15% do faturamento empresarial; L - O valor médio do Capital Social de todas as empresas brasileiras é de R$ ,63, sendo que 67% têm capital social de até R$ 10 mil e somente 3% têm capital social superior a R$ 500 mil; M - Os empreendimentos brasileiros têm idade média de 8,8 anos e menos de 2% dos empreendimentos têm mais de 40 anos de existência; N As empresas individuais totalizam mais da metade de todos os empreendimentos; O As empresas brasileiras são tipicamente familiares. Somente 7% de todos os empreendimentos têm sócios sem grau de parentesco entre si. QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL Em 30 de setembro de 2013, o Brasil possuía (Dezesseis Milhões, Dois Mil, Oitocentos e Noventa e Três) empreendimentos, incluindo seus estabelecimentos matriz e filiais, sendo de empresas (91%) e de entidades públicas e privadas (9%).

5 EMPRESAS POR REGIÃO A região Sudeste concentra praticamente metade de todas as empresas brasileiras. Em seguida vem a região Sul, depois Nordeste, Centro-oeste e Norte. REGIÃO 30/09/2013 QUANTIDADE % SUDESTE ,67% SUL ,59% NORDESTE ,14% CENTRO-OESTE ,44% NORTE ,17% TOTAL ,00% EMPRESAS POR ESTADO Os três estados que mais têm empresas são: São Paulo com (29,11% do total), seguido de Minas Gerais com (10,16%) e Rio de Janeiro com (8,38%). Os três estados com menos empresas são: Amapá, com (0,28% do total), Acre, com (0,27%) e Roraima, com (0,19%). ESTADO 30/09/2013 QUANTIDADE % 1 SAO PAULO ,11% 2 MINAS GERAIS ,16% 3 RIO DE JANEIRO ,38% 4 RIO GRANDE DO SUL ,69% 5 PARANA ,67% 6 BAHIA ,66%

6 7 SANTA CATARINA ,23% 8 GOIAS ,46% 9 PERNAMBUCO ,03% 10 CEARA ,99% 11 ESPIRITO SANTO ,03% 12 PARA ,96% 13 MATO GROSSO ,84% 14 DISTRITO FEDERAL ,83% 15 MARANHAO ,63% 16 MATO GROSSO DO SUL ,31% 17 RIO GRANDE DO NORTE ,20% 18 PARAIBA ,16% 19 AMAZONAS ,05% 20 ALAGOAS ,95% 21 PIAUI ,90% 22 RONDONIA ,75% 23 TOCANTINS ,67% 24 SERGIPE ,63% 25 AMAPA ,28% 26 ACRE ,27% 27 RORAIMA ,19% TOTAL ,00% EMPRESAS POR CAPITAIS As capitais possuem 31,32% de todas as empresas brasileiras, sendo que São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília têm mais da metade de todos os estabelecimentos das capitais. CAPITAL ESTADO 30/09/2013 QUANTIDADE % 1 SÃO PAULO SP ,33% 2 RIO DE JANEIRO RJ ,79% 3 BELO HORIZONTE MG ,94%

7 4 BRASILIA DF ,80% 5 CURITIBA PR ,62% 6 SALVADOR BA ,57% 7 PORTO ALEGRE RS ,50% 8 FORTALEZA CE ,37% 9 GOIÂNIA GO ,11% 10 RECIFE PE ,92% 11 MANAUS AM ,71% 12 BELÉM PA ,53% 13 CAMPO GRANDE MS ,52% 14 SÃO LUÍS MA ,50% 15 NATAL RN ,48% 16 CUIABÁ MT ,47% 17 MACEIÓ AL ,44% 18 FLORIANÓPOLIS SC ,41% 19 TERESINA PI ,37% 20 JOÃO PESSOA PB ,36% 21 VITÓRIA ES ,30% 22 ARACAJU SE ,29% 23 PORTO VELHO RO ,26% 24 PALMAS TO ,20% 25 MACAPÁ AP ,19% 26 RIO BRANCO AC ,19% 27 BOA VISTA RR ,15% TOTAL ,32% EMPRESAS POR CIDADES As cinquenta cidades que mais tem empresas ativas são responsáveis por 40,66% de todos os empreendimentos brasileiros, sendo que 25 são da região Sudeste, 11 da região Nordeste, 7 da região Sul, 4 da região Centrooeste e 3 da região Norte. A cidade de São Paulo se destaca com 9,33% do total de empresas brasileiras, seguida por Rio de Janeiro com 3,79%, Belo Horizonte com 1,94%, Brasília com 1,80% e Curitiba com 1,62% do total.

8 30/09/2013 Cidade QUANTIDADE % 1 SÃO PAULO ,33% 2 RIO DE JANEIRO ,79% 3 BELO HORIZONTE ,94% 4 BRASILIA ,80% 5 CURITIBA ,62% 6 SALVADOR ,57% 7 PORTO ALEGRE ,50% 8 FORTALEZA ,37% 9 GOIÂNIA ,11% 10 RECIFE ,92% 11 CAMPINAS ,80% 12 MANAUS ,71% 13 GUARULHOS ,62% 14 BELÉM ,53% 15 RIBEIRÃO PRETO ,53% 16 CAMPO GRANDE ,52% 17 SÃO LUÍS ,50% 18 NATAL ,48% 19 CUIABÁ ,47% 20 UBERLÂNDIA ,45% 21 MACEIÓ ,44% 22 SÃO BERNARDO DO CAMPO ,43% 23 FLORIANÓPOLIS ,41% 24 LONDRINA ,40% 25 SANTO ANDRÉ ,39% 26 SOROCABA ,39% 27 TERESINA ,37% 28 SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ,37% 29 SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ,36% 30 DUQUE DE CAXIAS ,36% 31 CONTAGEM ,36% 32 JOÃO PESSOA ,36% 33 CAXIAS DO SUL ,35% 34 OSASCO ,35% 35 SÃO GONÇALO ,35% 36 SANTOS ,34%

9 37 JUIZ DE FORA ,34% 38 FEIRA DE SANTANA ,33% 39 JOINVILLE ,33% 40 MARINGÁ ,32% 41 NITERÓI ,31% 42 NOVA IGUAÇU ,30% 43 VILA VELHA ,30% 44 VITÓRIA ,30% 45 ARACAJU ,29% 46 BAURU ,26% 47 PORTO VELHO ,26% 48 SERRA ,25% 49 FRANCA ,24% 50 JABOATÃO DOS GUARARAPES ,24% EMPRESAS POR SETOR O setor de serviços é o que mais tem empresas ativas, com 45,19% do total, ou aproximadamente 7,2 milhões de estabelecimentos, seguido pelo comércio com 41,79% do total, ou aproximadamente 6,7 milhões de estabelecimentos, indústria com 7,17% do total ou aproximadamente 1,1 milhão de estabelecimentos. O setor de agronegócio vem na quarta posição com 4,24% do total, ou mais de 670 mil empresas e o setor financeiro é o quinto colocado com 1,31% do total de empresas, ou mais de 210 mil estabelecimentos. Por último, o setor de serviços públicos que tem aproximadamente 46 mil estabelecimentos, representando 0,29% do total. SETOR 30/09/2013 QUANTIDADE % SERVIÇOS ,19% COMÉRCIO ,79% INDÚSTRIA ,17% AGRONEGÓCIO ,24%

10 FINANCEIRO ,31% SERVIÇOS PÚBLICOS ,29% TOTAL ,00% PRINCIPAIS ATIVIDADES A atividade de Comércio Varejista de Artigos do Vestuário e Acessórios tem o maior número de empresas ativas no Brasil, com mais de 1 milhão de estabelecimentos, representando 6,39% do total. Em seguida vêm as atividades de Minimercados, Mercearias e Armazéns, com mais 600 mil empresas, representando 3,75% do total. Em terceiro lugar estão as lanchonetes e similares com mais de 470 mil empresas, representando 2,97% do total. Em quarto lugar estão as entidades associativas e sociais com mais de 420 mil estabelecimentos, o que representa 2,65% do total. Em quinto lugar, as atividades de cabeleireiros com mais de 310 mil empresas, representando 1,94% do total. 30/09/2013 ATIVIDADE ECONÔMICA QUANTIDADE % 1) COMERCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DO VESTUARIO E ACESSORIOS ,39% 2) COMERCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM GERAL, COM PREDOMINANCIA DE PRODUTOS ALIMENTICIOS - MINIMERCADOS, MERCEARIAS E ARMAZENS ,75% 3) LANCHONETES, CASAS DE CHA, DE SUCOS E SIMILARES ,97% 4) ATIVIDADES DE ASSOCIACOES DE DEFESA DE DIREITOS SOCIAIS ,65% 5) CABELEIREIROS ,94% 6) RESTAURANTES E SIMILARES ,73% 7) COMERCIO VAREJISTA DE OUTROS PRODUTOS NAO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE ,47% 8) TRANSPORTE RODOVIARIO DE CARGA, EXCETO PRODUTOS PERIGOSOS E MUDANCAS, INTERMUNICIPAL, INTERESTADUAL E ,39%

11 INTERNACIONAL 9) COMERCIO A VAREJO DE PECAS E ACESSORIOS NOVOS PARA VEICULOS AUTOMOTORES ,35% 10) CONDOMINIOS PREDIAIS ,32% 11) COMERCIO VAREJISTA DE BEBIDAS ,12% 12) CONSTRUCAO DE EDIFICIOS ,10% 13) COMERCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE EQUIPAMENTOS E SUPRIMENTOS DE INFORMATICA ,10% 14) OUTRAS ATIVIDADES DE SERVICOS PRESTADOS PRINCIPALMENTE AS EMPRESAS NAO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE ,03% 15) CONFECCAO DE PECAS DO VESTUARIO, EXCETO ROUPAS INTIMAS E AS CONFECCIONADAS SOB MEDIDA ,02% 16) BARES E OUTROS ESTABELECIMENTOS ESPECIALIZADOS EMSERVIR BEBIDAS ,02% 17) ATIVIDADES DE ORGANIZACOES RELIGIOSAS ,00% 18) OBRAS DE ALVENARIA ,95% 19) COMERCIO VAREJISTA DE COSMETICOS, PRODUTOS DE PERFUMARIA E DE HIGIENE PESSOAL ,93% 20) SERVICOS DE MANUTENCAO E REPARACAO MECANICA DE VEICULOS AUTOMOTORES ,90% 21) COMERCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTICIOS EMGERAL OU ESPECIALIZADO EM PRODUTOS ALIMENTICIOS NAO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE ,88% 22) COMERCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACEUTICOS, SEM MANIPULACAO DE FORMULAS ,88% 23) COMERCIO VAREJISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO EMGERAL ,86% 24) COMERCIO VAREJISTA DE MOVEIS ,78% 25) OUTRAS ATIVIDADES DE TRATAMENTO DE BELEZA ,75% 26) COMERCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ARMARINHO ,72% 27) TRANSPORTE RODOVIARIO DE CARGA, EXCETO PRODUTOS PERIGOSOS E MUDANCAS, MUNICIPAL ,69% 28) COMERCIO VAREJISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO NAO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE ,69% 29) COMERCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE OPTICA ,67% 30) INSTALACAO E MANUTENCAO ELETRICA ,67% 31) COMERCIO VAREJISTA DE CARNES - ACOUGUES ,65% 32) REPARACAO E MANUTENCAO DE COMPUTADORES E DE EQUIPAMENTOS PERIFERICOS ,65%

12 33) REPRESENTANTES COMERCIAIS E AGENTES DO COMERCIO DE MERCADORIAS EM GERAL NAO ESPECIALIZADO ,62% 34) CRIACAO DE BOVINOS PARA CORTE ,62% 35) COMERCIO VAREJISTA DE CALCADOS ,60% 36) COMERCIO VAREJISTA DE FERRAGENS E FERRAMENTAS ,59% 37) ATIVIDADES DE CONSULTORIA EM GESTAO EMPRESARIAL, EXCETO CONSULTORIA TECNICA ESPECIFICA ,57% 38) PADARIA E CONFEITARIA COM PREDOMINANCIA DE REVENDA ,56% 39) SERVICOS DE ORGANIZACAO DE FEIRAS, CONGRESSOS, EXPOSICOES E FESTAS ,55% 40) COMERCIO VAREJISTA DE SUVENIRES, BIJUTERIAS E ARTESANATOS ,54% 41) FORNECIMENTO DE ALIMENTOS PREPARADOS PREPONDERANTEMENTE PARA CONSUMO DOMICILIAR ,52% 42) COMERCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE ELETRODOMESTICOS E EQUIPAMENTOS DE AUDIO E VIDEO ,52% 43) ATIVIDADES DE CONTABILIDADE ,52% 44) COMERCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE PAPELARIA ,50% 45) SERVICOS DE PINTURA DE EDIFICIOS EM GERAL ,47% 46) FABRICACAO DE MOVEIS COM PREDOMINANCIA DE MADEIRA ,47% 47) SERVICOS AMBULANTES DE ALIMENTACAO ,46% 48) SERVICOS COMBINADOS DE ESCRITORIO E APOIO ADMINISTRATIVO ,44% 49) COMERCIO VAREJISTA DE GAS LIQUEFEITO DE PETROLEO (GLP) ,44% 50) ATIVIDADES ASSOCIATIVAS NAO ESPECIFICADAS ANTERIORMENTE ,43% EMPRESAS POR TIPO OU NATUREZA JURÍDICA O tipo jurídico mais utilizado no Brasil é o de Empresário Individual (antiga Firma Individual), com 4,6 milhões de estabelecimentos, seguido do MEI Microempreendedor Individual, com 3,4 milhões de empreendimentos. A somatória destes tipos jurídicos totaliza mais da metade de todos as empresas, totalizando mais de 8 milhões de estabelecimentos.

13 O tipo sociedade empresária limitada vem a seguir com mais de 5,5 milhões de empresas. Natureza Jurídica 30/09/2013 QUANTIDADE % 1) EMPRESÁRIO INDIVIDUAL ,90% MEI - MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL ,47% TOTAL EMPRESÁRIO INDIVIDUAL ,38% 2) SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA ,84% 3) ASSOCIAÇÃO PRIVADA ,00% 4) SOCIEDADE SIMPLES LIMITADA ,75% 5) CONTRIBUINTE INDIVIDUAL ,26% 6) CONDOMÍNIO EDILÍCIO ,33% 7) SOCIEDADE ANÔNIMA FECHADA ,63% 8) EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA (DE NATUREZA EMPRESÁRIA) - EIRELI ,45% 9) ORGANIZAÇÃO RELIGIOSA ,30% 10) SOCIEDADE SIMPLES PURA ,26% 11) COOPERATIVA ,24% 12) ENTIDADE SINDICAL ,21% 13) EMPRESA INDIVIDUAL IMOBILIÁRIA ,20% 14) SOCIEDADE ANÔNIMA ABERTA ,17% 15) CLUBE/FUNDO DE INVESTIMENTO ,15% 16) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL ,10% 17) SERVIÇO NOTARIAL E REGISTRAL (CARTÓRIO) ,09% 18) FUNDO PÚBLICO ,09% 19) EMPRESA PÚBLICA ,09% 20) FUNDAÇÃO PRIVADA ,08% 21) SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA ,06% 22) CONSÓRCIO DE SOCIEDADES ,05% 23) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL ,03%

14 24) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL ,03% 25) SOCIEDADE EMPRESÁRIA EM NOME COLETIVO ,03% 26) EMPRESA DOMICILIADA NO EXTERIOR ,02% 27) AUTARQUIA FEDERAL ,02% 28) SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO ,02% 29) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO FEDERAL ,02% 30) AUTARQUIA MUNICIPAL ,02% 31) FUNDAÇÃO MUNICIPAL ,01% 32) EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA (DE NATUREZA SIMPLES) EIRELI ,01% 33) AUTARQUIA ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL ,01% 34) ASSOCIAÇÃO PÚBLICA ,01% 35) PARTIDO POLÍTICO 800 0,00% 36) FUNDAÇÃO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL 800 0,00% 37) ESTABELECIMENTO, NO BRASIL, DE SOCIEDADE ESTRANGEIRA 551 0,00% 38) SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO 544 0,00% 39) FUNDAÇÃO FEDERAL 523 0,00% 40) ENTIDADE DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM 470 0,00% 41) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER JUDICIÁRIO ESTADUAL 464 0,00% 42) GRUPO DE SOCIEDADES 405 0,00% 43) REPRESENTAÇÃO DIPLOMÁTICA ESTRANGEIRA 382 0,00% 44) SOCIEDADE MERCANTIL DE CAPITAL E INDUSTRIA 359 0,00% 45) SOCIEDADE SIMPLES EM NOME COLETIVO 307 0,00% 46) ÓRGÃO PÚBLICO AUTÔNOMO MUNICIPAL 290 0,00% 47) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL 204 0,00% 48) CONSÓRCIO DE EMPREGADORES 160 0,00% 49) SOCIEDADE EMPRESÁRIA EM COMANDITA SIMPLES 142 0,00% 50) SOCIEDADE EMPRESÁRIA EM COMANDITA POR AÇÕES 124 0,00% 51) ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL 112 0,00% 52) ESTABELECIMENTO, NO BRASIL, DE FUNDAÇÃO OU ASSOCIAÇÃO ESTRANGEIRAS 97 0,00% 53) FUNDAÇÃO OU ASSOCIAÇÃO DOMICILIADA NO EXTERIOR 94 0,00%

15 54) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER LEGISLATIVO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL 81 0,00% 55) COMUNIDADE INDÍGENA 52 0,00% 56) ÓRGÃO PÚBLICO AUTÔNOMO ESTADUAL OU DO DISTRITO FEDERAL 42 0,00% 57) SOCIEDADE SIMPLES EM COMANDITA SIMPLES 30 0,00% 58) COMISSÃO DE CONCILIAÇÃO PRÉVIA 28 0,00% 59) ÓRGÃO PÚBLICO DO PODER LEGISLATIVO FEDERAL 18 0,00% 60) EMPRESA BINACIONAL 5 0,00% 61) ÓRGÃO PÚBLICO AUTÔNOMO FEDERAL 5 0,00% 62) FUNDO PRIVADO 5 0,00% 63) OUTRAS INSTITUIÇÕES EXTRATERRITORIAIS 3 0,00% 64) COMISSÃO POLINACIONAL 2 0,00% 65) CONSÓRCIO SIMPLES 2 0,00% 66) NATUREZA JURÍDICA INVÁLIDA 1 0,00% TOTAL ,00% FATURAMENTO DAS EMPRESAS POR SETOR As empresas brasileiras tiveram um faturamento total em 2012 de pouco mais de R$ 7,2 trilhões, sendo que o setor industrial foi responsável por 28,26% deste montante, seguido do comércio com 26,35%, de serviços com 19,23%, financeiro com 15,51%, agronegócio com 7,16% e entidades e governo com 3,49%. SETOR FATURAMENTO 2012 em R$ % INDÚSTRIA ,70 28,26% COMÉRCIO ,88 26,35% SERVIÇOS ,49 19,23% FINANCEIRO ,86 15,51% AGRONEGÓCIO ,17 7,16% ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS ,21 3,49%

16 TOTAL ,31 100,00% *Estimativa do IBPT com base na arrecadação de tributos federais, estaduais e municipais do ano de 2012 EMPRESAS POR PORTE As empresas brasileiras são em sua maior parte MEI, micro e pequeno porte, representando 75% do total. PORTE % FATURAMENTO ANUAL GRANDE 2,07% ACIMA DE R$ 48 MILHÕES ACIMA DE R$ 3,6 MILHÕES ATÉ R$ 48 MÉDIO 14,79% MILHÕES PEQUENO 10,78% ACIMA DE R$ 360 MIL ATÉ R$ 3,6 MILHÕES MICROEMPRESA 41,88% ATÉ R$ 360 MIL MEI 21,47% ATÉ R$ 60 MIL ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS 9,01% INDEPENDENTEMENTE DE FATURAMENTO TOTAL 100,00% FATURAMENTO DAS EMPRESAS POR PORTE As empresas de grande porte, apesar de ser em menor número, tiveram o maior faturamento, no montante aproximado de R$ 4,59 trilhões, seguidas pelas empresas de médio porte com pouco mais de R$ 1,25 trilhão, pelas empresas de pequeno porte com aproximadamente R$ 733 bilhões, pelas microempresas com mais de R$ 318 milhões, entidades públicas e privadas com mais de R$ 251 milhões e os MEIs com mais de R$ 53 milhões. FATURAMENTO PORTE ANUAL EM R$ GRANDE ,57 MÉDIO ,81 PEQUENO ,06 MICROEMPRESA ,29

17 MEI ,20 ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS ,38 TOTAL ,31 *Estimativa do IBPT com base na arrecadação de tributos federais, estaduais e municipais do ano de 2012 CAPITAL SOCIAL MÉDIO DAS EMPRESAS As empresas brasileiras têm um capital social médio de R$ ,63, sendo que 67% têm capital social de até R$ 10 mil, 24% têm capital social entre R$ 10 mil e R$ 100 mil, 6% têm capital social entre R$ 100 mil e R$ 500 mil e somente 3% têm capital social superior a R$ 500 mil. IDADE DAS EMPRESAS Os empreendimentos brasileiros têm idade média de 8,8 anos, sendo que 8,77% se situam na faixa inicial de até 1 ano, 20,61% de 1 a 2 anos, e 13,46% de 3 a 4 anos. Menos de 2% dos empreendimentos têm mais de 40 anos de existência. O número de empreendimentos com mais 100 anos é de 190. Na década de 70, a idade média dos empreendimentos era de 5,2 anos. Assim, verifica-se o aumento da idade média dos empreendimentos brasileiros. IDADE DAS EMPRESAS ATIVAS DO BRASIL IDADE DAS EMPRESAS ATIVAS DO BRASIL Frequência Inicial Final Frequência % acumulada % Menos de 1 ano 8,77% 8,77% 1 a 2 anos 20,61% 29,38%

18 3 a 4 anos 13,46% 42,84% 5 a 9 anos 17,80% 60,64% a anos 24,44% 85,08% a anos 10,75% 95,83% a anos 3,03% 98,86% a anos 1,07% 99,93% a anos 0,02% 99,95% a anos 0,01% 99,96% a anos 0,01% 99,97% a anos 0,01% 99,98% a anos 0,01% 99,99% 100 anos ou mais 0,01% 100,00% Data final da amostra: 30 de setembro de 2013 Empresas consideradas de 1 de outubro a 30 de setembro de cada ano ESTUDO E PESQUISA DE RESPONSABILIDADE: IBPT Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação: Fundado em 1992, atua na área de inteligência tributária, realiza auditorias, consultorias e implementa sistemas de governança tributária. No âmbito de mercado, o Instituto orienta estratégias de negócios a partir da análise de informações econômicas e fiscais. COORDENAÇÃO: Dr. GILBERTO LUIZ DO AMARAL, advogado tributarista, auditor, consultor de empresas, professor de pós-graduação em direito e governança tributária;

19 Prof. JOÃO ELOI OLENIKE, tributarista, contador, auditor, professor de contabilidade e planejamento tributário. Dra. LETÍCIA MARY FERNANDES DO AMARAL, advogada tributarista, mestre em Direito Internacional pela Universidade de Toulouse, França. SUPERVISÃO TÉCNICA: Geraldo Magela Fraga do Nascimento, advogado com especialização em tecnologia da informação. Othon Andrade Filho, contabilista com especialização em Tecnologia da Informação

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL...

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 1 SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 4 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS POR ESTADO... 4 QUANTIDADE

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

O Público-alvo do Sebrae 1

O Público-alvo do Sebrae 1 O Público-alvo do Sebrae 1 2 O Público-alvo do Sebrae o público-alvo do sebrae Este documento encontra-se também disponível no site: http://www.sebrae.com.br/estudos-e-pesquisas O Público-alvo do Sebrae

Leia mais

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Seminário Internacional sobre Tributação Imobiliária FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Maria Cristina Mac Dowell maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Nota Técnica elaborada em 01/2014 pela CGAN/DAB/SAS. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NOTA TÉCNICA Nº15/2014-CGAN/DAB/SAS/MS

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010 Leonardo Faria Lima Belo Horizonte 2010 2 O Estado de Minas Gerais encerrou o ano de 2010 com o total de 756.273 1 empresas ativas segundo os dados estáticos

Leia mais

ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA

ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA ESTUDO SOBRE ARRECADAÇÃO DE IPVA E SUA PROPORCIONALIDADE EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO BRASILEIRA JOÃO ELOI OLENIKE GILBERTO LUIZ DO AMARAL LETÍCIA MARY FERNANDES DO AMARAL FERNANDO STEINBRUCH

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

Av. Juscelino Kubitschek, 1600, cj 102. 04543-000. Itaim Bibi. São Paulo/SP Telefone: 11 3299-6800. www.ibpt.org.br

Av. Juscelino Kubitschek, 1600, cj 102. 04543-000. Itaim Bibi. São Paulo/SP Telefone: 11 3299-6800. www.ibpt.org.br 1. INTRODUÇÃO A análise mensal denominada Perfil Empresarial Brasileiro Empresômetro é uma publicação regular do IBPT Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, que evidencia a disposição do empreendedor

Leia mais

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX SUMÁRIO 1 ICMS 1.1 CONTRIBUINTE 1.2 FATO GERADOR DO IMPOSTO 1.3 BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO 1.4 REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO 1.5 CARTA DE CORREÇÃO 1.6 CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO

ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO 1 ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO - O IPVA é o tributo estadual, cuja arrecadação é a segunda mais importante, depois do ICMS; - A estimativa de arrecadação de IPVA (Imposto

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE AS Micro e pequenas empresas RANKING DOS ESTADOS 2012

CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE AS Micro e pequenas empresas RANKING DOS ESTADOS 2012 CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE AS Micro e pequenas empresas RANKING DOS ESTADOS 2012 Tributos incluídos no Simples Nacional Brasília 19 de setembro de 2013 ROTEIRO 1 2 3 4 O PROJETO RESULTADOS DIFERENÇA NAS ALÍQUOTAS

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012

A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012 A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012 BRASIL Série Estudos e Pesquisas A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DE 2009 A 2012 Junho/2014 Estudos e Pesquisas

Leia mais

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia Sublimites estaduais de enquadramento para o ICMS no Simples Nacional 2012/2013 Vamos acabar com essa ideia 4 CNI APRESENTAÇÃO Os benefícios do Simples Nacional precisam alcançar todas as micro e pequenas

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

Análise Demográfica das Empresas da IBSS

Análise Demográfica das Empresas da IBSS CAPÍTULO 4 Análise Demográfica das Empresas da IBSS Apresentação A demografia de empresas investiga a estrutura do estoque de empresas em dado momento e a sua evolução, como os movimentos de crescimento,

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010 ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL PROFESSORES DAS REDES ESTADUAIS NO BRASIL A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES

Leia mais

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO Repasse financeiro do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde Estaduais, Municipais e do Distrito Federal, por meio do Piso Variável

Leia mais

COORDENAÇÕES ESTADUAIS DO ARTESANATO

COORDENAÇÕES ESTADUAIS DO ARTESANATO COORDENAÇÕES ESTADUAIS DO ARTESANATO ACRE Secretaria de Estado de Turismo e Lazer Endereço: Av. Chico Mendes, s/n - Arena da Floresta - Bairro Areal. CEP: 69.906-119 - Rio Branco - AC TEL: (68) 3901-3027/

Leia mais

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010 Posição Nome do Município Estado Região RM, RIDE ou Aglomeração Urbana 1 Salvador BA Nordeste RM Salvador 2 Maceió AL Nordeste RM Maceió 3 Rio de Janeiro RJ Sudeste RM Rio de Janeiro 4 Manaus AM Norte

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Tabulação dos Resultados da Pesquisa Objetivos: Diagnosticar a situação atual dos municípios

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.org.br

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.org.br DESONERAÇÃO DO IPI PARA AUTOMÓVEIS E VEÍCULOS LEVES Em 2009 iniciou a desoneração do IPI Imposto sobre Produtos Industrializados para automóveis e veículos comerciais leves. No ano anterior, a arrecadação

Leia mais

Empreendedorismo como Ferramenta de Inclusão Produtiva: Uma Análise de Perfil do Empreendedor Individual Beneficiário do Programa Bolsa Família

Empreendedorismo como Ferramenta de Inclusão Produtiva: Uma Análise de Perfil do Empreendedor Individual Beneficiário do Programa Bolsa Família Empreendedorismo como Ferramenta de Inclusão Produtiva: Uma Análise de Perfil do Empreendedor Individual Beneficiário do Programa Bolsa Família Por Rafael de Farias Moreira 1 1. Introdução Criado em 2004

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

Último ano avaliado no Enade. UF Sede. Categoria Administrativa IES. Município Sede. IGC Faixa

Último ano avaliado no Enade. UF Sede. Categoria Administrativa IES. Município Sede. IGC Faixa Último ano avaliado no Enade IES UF Sede Município Sede Categoria Administrativa 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO MT Cuiabá Pública 4 2011 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DF Brasília Pública 4 2011 UNIVERSIDADE

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000 5. órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

Aspec Informática - Tecnologia da Informação Plano de Numeração dos Ramais. Revisão 07/07/2015 12:02:36

Aspec Informática - Tecnologia da Informação Plano de Numeração dos Ramais. Revisão 07/07/2015 12:02:36 UF Estado Capital DDD SP São Paulo São Paulo 11 RJ Rio de Janeiro Rio de Janeiro 21 ES Espírito Santo Vitória 27 MG Minas Gerais Belo Horizonte 31 PR Paraná Curitiba 41 SC Santa Catarina Florianópolis

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica Emissão de Nota Fiscal Eletrônica DANFE - Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. É um documento que serve para acobertar a circulação da mercadoria. Impresso em via única; Validade em meio digital

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 57ª PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL PNE * PROFISSIONAL JÚNIOR ANALISTA DE SISTEMAS - ÊNFASE EM DESENVOLVIMENTO EM ERP

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Observatório das MPEs SEBRAE-SP Março/2008 1 Características da pesquisa Objetivos: Identificar o grau de conhecimento e a opinião dos

Leia mais

PERFIL DAS EMPRESAS APOIADAS PELO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO ECONÔMICA 2006 A 2009

PERFIL DAS EMPRESAS APOIADAS PELO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO ECONÔMICA 2006 A 2009 2011 Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) Diretoria de Inovação (DRIN) Departamento de Acompanhamento (DAC) PERFIL DAS EMPRESAS APOIADAS PELO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO ECONÔMICA 2006 A 2009 Janeiro/2011

Leia mais

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing Edson José de Lemos Júnior Ermeson Gomes da Silva Jardson Prado Coriolano da Silva Marcos Antonio Santos Marinho Rosinaldo Ferreira da Cunha RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS,

Leia mais

NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014

NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014 NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014 A divulgação anual das estimativas da população residente nos municípios brasileiros obedece

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO Ref.:COTAÇÃO ELETRÔNICANº003/2015 ApresentamosnossapropostaparafornecimentodosItensabaixodiscriminados,conformeAnexoI

Leia mais

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae)

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Metodologia Entrevistas por telefone com 9.657 Microempreendedores Individuais feitas em abril de 2015. Análise da base de dados do Microempreendedor Individual

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação Endereços das Secretarias Estaduais de Educação ACRE MARIA CORRÊA DA SILVA Secretária de Estado da Educação do Acre Rua Rio Grande do Sul, 1907- Aeroporto Velho CEP: 69903-420 - Rio Branco - AC Fone: (68)

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA ( 44.ª EDIÇÃO ) AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PRESIDENTE Ronaldo Mota Sardenberg CONSELHEIROS Emília

Leia mais

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros > Lia Hasenclever (IE/UFRJ) 10º Encontro da ReINC 08 e 09 de novembro de 2007 Grupo

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL APRESENTA RETRAÇÃO NAS VENDAS EM FEVEREIRO A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

SUFICIÊNCIA DE REDE: Ligia Bahia Ronir Raggio Luiz Maria Lucia Werneck Vianna. Edital 005/2014 ANS/OPAS

SUFICIÊNCIA DE REDE: Ligia Bahia Ronir Raggio Luiz Maria Lucia Werneck Vianna. Edital 005/2014 ANS/OPAS SUFICIÊNCIA DE REDE: UM ESTUDO ECOLÓGICO SOBRE BENEFICIÁRIOS E REDES DE CUIDADOS À SAÚDE A PARTIR DE ANÁLISES EXPLORATÓRIAS DAS PROPORÇÕES DE PARTOS CESARIANOS E TAXAS DE MORTALIDADE POR CÂNCER DE MAMA

Leia mais

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card ITEM 1 - Município - Rio de Janeiro - RJ ANEXO II DO TERMO DE REFERÊNCIA QT Valor Unitário R$ Valor Total R$ 1 - Projeto (verba para infraestrutura e ativação local) VB 1 Software de Acesso - Licença Web

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS www.nwadv.com.br NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS CNPJ UF Cidade CNPJ SP São Paulo 03.584.647/0001-04 PR Londrina 03.584.647/0002-87 RJ Rio de Janeiro 03.584.647/0003-68 DF Brasília 03.584.647/0004-49

Leia mais

Índice da apresentação

Índice da apresentação Cenário da reparação de veículos 2013 Índice da apresentação 1. Indicadores 2. Ameaças e oportunidades 3. Cenário futuro Indicadores Total 5.565 Municípios NORTE 449 Amazonas 62 Pará 143 Rondônia 52 Acre

Leia mais

NOTA OFICIAL. 1 Realizaram a 2ª fase do IV Exame de Ordem 21.818 examinandos;

NOTA OFICIAL. 1 Realizaram a 2ª fase do IV Exame de Ordem 21.818 examinandos; NOTA OFICIAL A Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado apresenta o resultado da apreciação dos recursos referente à segunda fase do IV Exame de Ordem Unificado, como se segue: 1 Realizaram a 2ª

Leia mais

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB O plano TIM Liberty Web é composto por seis pacotes para utilização em computadores, notebooks ou tablets com as seguintes características. Pacote de dados Volume de Valor do

Leia mais

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Visas Estaduais ACRE AC ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Gerente Da Divisão De Vigilância Sanitária Estadual Rua Benjamim Constant, Nº 830, 4º Andar - Centro CEP: 69908-520 Rio Branco AC Tel.: (68) 3215-2774

Leia mais

TEF / POS. Documento atualizado em 26/03/2015.

TEF / POS. Documento atualizado em 26/03/2015. TEF / POS A AFRAC Associação Brasileira de Automação para o Comércio, através de seu departamento jurídico, no interesse de atualizar seus associados, bem como demais interessados, confeccionou o presente

Leia mais

14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados

14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados 14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados Apresentação Este relatório apresenta os resultados da 14ª Avaliação de Perdas realizada com os principais supermercados do Brasil. As edições

Leia mais

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 256.092.869 26 TRANSPORTE 468.989.333 TOTAL - GERAL 725.082.202 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 21.077.996 126 TECNOLOGIA

Leia mais

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada 1400008703 BELEM PA 339 1400008703 BELO HORIZONTE MG 2.034 1400008703 BRASILIA DF 1.356 1400008703 CONGONHAS MG 54 1400008703 CUIABA MT 678 1400008703 GOIANIA GO

Leia mais

Relação dos cargos do próximo concurso da empresa, que formará cadastro reserva: Analista Superior I

Relação dos cargos do próximo concurso da empresa, que formará cadastro reserva: Analista Superior I Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) Relação dos cargos do próximo concurso da empresa, que formará cadastro reserva: AS I - Arquivista AS I Assistente Social AS I Biólogo Analista

Leia mais

ANEXO EDITAL PGR/MPU Nº 43/2008

ANEXO EDITAL PGR/MPU Nº 43/2008 AN10100 - ANALISTA PROCESSUAL AL MPF PROCURADORIA DA REPUBLICA - ALAGOAS 2 AM MPF PROCURADORIA DA REPUBLICA - AMAZONAS 2 AM MPF PROCURADORIA DA REPUBLICA NO MUNICIPIO DE TABATINGA-AM 1 AM MPM PROCURADORIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Gabinete do Ministro Assessoria Internacional

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Gabinete do Ministro Assessoria Internacional COORDENADORES REGIONAIS ACRE Josenir de Araújo Calixto Coordenador do Ensino Médio Coordenação de Ensino Médio Secretaria de Estado da Educação do Acre Rua Rio Grande do Sul, 1907 Aeroporto Velho 69903-420

Leia mais

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp)

UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Cursos de medicina UF Universidade Turno Vagas Nota de corte em 21/1/2015, às 0h AC ACRE (Rio Branco) 40 748,49 AL UFAL ALAGOAS (Maceió) AM UFAM AMAZONAS (Manaus) AP UNIFAP AMAPÁ (Macapá) BA UFOB OESTE

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

Departamento de Pesquisas Judiciárias RELATÓRIO DE DADOS ESTATÍSTICOS. SEMANA PELA CONCILIAÇÃO META 2 Período: 14 a 18 de setembro de 2009

Departamento de Pesquisas Judiciárias RELATÓRIO DE DADOS ESTATÍSTICOS. SEMANA PELA CONCILIAÇÃO META 2 Período: 14 a 18 de setembro de 2009 RELATÓRIO DE DADOS ESTATÍSTICOS SEMANA PELA CONCILIAÇÃO META 2 Período: 14 a 18 de setembro de 2009 1. Introdução O presente relatório objetiva apresentar os resultados estatísticos obtidos durante o período

Leia mais

REFORMULAÇÃO DAS PESQUISAS ESTATÍSTICAS DA PECUÁRIA

REFORMULAÇÃO DAS PESQUISAS ESTATÍSTICAS DA PECUÁRIA REFORMULAÇÃO DAS PESQUISAS ESTATÍSTICAS DA PECUÁRIA PESQUISA TRIMESTRAL DO ABATE DE ANIMAIS AVALIAÇÃO DE CORTES NO UNIVERSO DA PESQUISA 2º versão Octávio Costa de Oliveira 1 AVALIAÇÃO DE CORTES NO UNIVERSO

Leia mais

Sobrevivência das Empresas no Brasil

Sobrevivência das Empresas no Brasil Coleção Estudos e Pesquisas Julho/13 Sobrevivência das Empresas no Brasil 1 2013. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social

Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social COMENTÁRIOS ACERCA DOS NÚMEROS FINAIS DO PIB DO RS E DAS DEMAIS UNIDADES DA FEDERAÇÃO EM 2010 Equipe

Leia mais

CONVOCAÇÕES REALIZADAS ATÉ 01/01/2012

CONVOCAÇÕES REALIZADAS ATÉ 01/01/2012 SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) CONCURSO PÚBLICO PARA PREENCHIMENTO DE E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA OS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO EDITAL Nº 1 SERPRO, DE 08 DE OUTUBRO

Leia mais

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Estudo revela lentidão nos avanços do atendimento voltado à água e esgotos, além de mostrar

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Setembro/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 3ª PCD * PROFISSIONAL JÚNIOR ANALISTA DE SISTEMAS - ÊNFASE EM INFRAESTRUTURA RJ

Leia mais

Regiões Metropolitanas do Brasil

Regiões Metropolitanas do Brasil Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia IPPUR/UFRJ CNPQ FAPERJ Regiões Metropolitanas do Brasil Equipe responsável Sol Garson Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Juciano Martins Rodrigues Regiões Metropolitanas

Leia mais

R. Gen, Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.org.br

R. Gen, Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.org.br ESTUDO SOBRE IPVA EM RELAÇÃO À FROTA DE VEÍCULOS E À POPULAÇÃO O IPVA é o tributo estadual, cuja arrecadação é a segunda mais importante, depois do ICMS; A estimativa de arrecadação de IPVA (Imposto sobre

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer Tudo começou a partir do sonho de desenvolver uma marca sólida e de personalidade única no cenário carioca, com o objetivo de fornecer lazer e bem estar. E foi com essa ideia na cabeça que em 2004 foi

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para mapear os hábitos de consumo e compras para época

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Junho/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015 Programa de Requalificação de UBS Março/2015 PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Instituído no ano de 2011 OBJETIVOS: Criar incentivo financeiro para as UBS Contribuir para estruturação e o fortalecimento

Leia mais

Quadro I: Porte hierárquico dos municípios brasileiros

Quadro I: Porte hierárquico dos municípios brasileiros Estrutura de Gestão Pública de Trânsito e Transporte de Carga Urbana em Municípios Brasileiros a partir do médio porte Rosimar A. Gonçalves Unicamp Universidade Estadual de Campinas / FEC- Faculdade de

Leia mais

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr

Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr Imagem: Santa Casa de Santos fundada em 1543 Atualização: 26/outubro Programa de Melhoria da Gestão em Hospitais Filantr ópicos Filantró Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Objetivos do Projeto Governança

Leia mais

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho A fórmula da Alterdata Ladmir Carvalho Transformações expressivas ao longo do tempo 1989 A Alterdata é fundada em Petrópolis/RJ com sistemas de DP e Contabilidade 1990 Nasce a Escrita Fiscal 1991 Filial

Leia mais

Relação das VISAS Municipais (capitais)

Relação das VISAS Municipais (capitais) ACRE AC Edson Carneiro da Costa Filho Diretor AV. CEARÁ, 3188 - BAIRRO ABRÃO ALABI ABRÃO ALABI Rio Branco AC 69907-000 (68) 3226-2113 (68) 3213-2113 devisa@riobranco.ac.gov.br ALAGOAS - AL Ednaldo Balbino

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PLANTA DE TELEFONIA NO BRASIL 2011 Acessos fixos 14,4% Acessos móveis 85,6% FONTE: ANATEL dez/10 PLANTA

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Perspectivas da economia / Comprometimento de renda Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para

Leia mais