Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 3 SENAC TI Fernando Costa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 3 SENAC TI Fernando Costa"

Transcrição

1 Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1 Aula 3 SENAC TI Fernando Costa

2 Agenda Manipulação de arquivos Comandos: cat, cut, expand,fmt, head, join, nl, od, paste, pr, split, tac, tail, tr, wc e xargs Organização de diretórios

3 Manipulação de arquivos ls (List - Listar): esse comando, semelhante ao DIR do DOS, serve para listar o conteúdo de um determinado diretório, apresentando arquivos e diretórios presentes no local especificado. mkdir (Make Directory - Criar Diretório): o comando mkdir é usado para criar diretórios (ele é identico ao MD do DOS). cd (Change Directory Mudar de Diretório): esse comando tem a mesma função (e o mesmo nome) que tinha no DOS: permitir que o usuário entre em outro diretório. pwd: esse comando informa ao usuário em que diretório ele está

4 Manipulação de arquivos clear (Limpar a tela): esse comando esvazia todos os caracteres mostrados na tela e coloca o prompt sozinho na parte superior esquerda da mesma. É equivalente ao cls do DOS tree (Árvore): este comando mostra a estrutura de diretórios e arquivos em forma de uma árvore simples. É possível ver diretórios, os diretórios e arquivos dentro dos diretórios e assim sucessivamente mv (Mover): esse comando tem duas funções distintas: mover e renomear arquivos e diretórios. O comando mv substitui os comandos MOVE e REN do DOS cp (Copiar): o comando cp copia arquivos e diretórios (copiar é criar um outro arquivo idêntico ao original) rm (Remover arquivos e diretórios): o comando rm é usado para apagar arquivos e diretórios (incluindo os diretórios não-vazios). su (Super User Super Usuário): esse comando permite que um usuário qualquer se torne, momentaneamente, o root

5 Praticando LS Vá para o seu diretório HOME Listar todos os arquivos de um diretório $ ls a Lista Longa dos arquivos de um diretório $ ls l Listar ordenado por tempo $ ls t Outras opções: man ls ou ls --help

6 Praticando MKDIR e RMDIR Crie um diretório chamado Aula31Ago $ mkdir Aula31Ago Mova o diretório Aula31Ago para Aula3? $ mv Aula31Ago Aula3 Remova um diretório chamado Aula31Ago $ rmdir Aula31Ago Outras opções: man mkdir ou mkdir help man mv ou mv help man rmdir ou rmdir --help

7 Praticando CD, TREE e MV Limpe a tela $ clear Qual é a árvore de diretórios do diretório corrente? $ tree -d Outras opções: man tree ou tree help man mv ou mv --help

8 Praticando CLEAR e PWD Mudar para o diretório /tmp $ cd /tmp Qual é o diretório corrente? $ pwd Outras opções: man mkdir ou mkdir help man rmdir ou rmdir --help

9 Praticando CP e RM Copie o arquivo /etc/hosts para o diretório /tmp $ cp /etc/hosts /tmp Remova o arquivo /tmp/hosts (cuidado!) $ rm /tmp/hosts Crie um diretório chamado Aula31Ago $ mkdir Aula31Ago Copie o arquivo /etc/hosts para o diretório /tmp $ cp /etc/hosts /tmp/aula31ago Remova o Diretório /tmp/aula31ago (cuidado! Recursivo e forçado!) $ rm rf Aula31Ago Outras opções: man cp ou cp help man rm ou rm --help

10 Praticando SU Torne-se o super usuário root $ su... ou... $ su -l root... ou... $ su - root Torne-se o usuário senacti $ su -l senacti Execute como super usuário o comando id $ su -c "id" -l root Outras opções: man su ou su help

11 Comando: cat Uso: cat [opções] arquivo Serve para concatenar arquivos, imprimir o conteudo do arquivo na tela, ou ainda receber o comando digitado pelo teclado para um arquivo

12 Comando: cat Salvar texto digitado em um arquivo: cat > teste.txt Digite todo o texto e depois aperte CTRL+D

13 Comando: cat Imprimir arquivos na tela cat teste.txt

14 Comando: cat Imprimir arquivos na tela cat teste.txt

15 Comando: cat Concatenar arquivos cat teste.txt > teste1.txt (sobreescreve) cat teste.txt >> teste1.txt (concatena)

16 Comando: tac Oposto do cat Exemplo $ tac /etc/hosts

17 Comando: cut Uso Cut opções arquivo Cortar(inglês). Ele corta as colunas de um arquivo verticalmente, como no exemplo: Quais são os usuários do nosso sistema? $ cut -d ":" -f 1 /etc/passwd

18 Comando: cut Opções mais frequentes são: -b número Imprime uma lista vertical com o byte número da esquerda para a direita Exemplo: $ cut -b 1-10 /etc/passwd -c número Imprime uma lista vertical com o caractere número da esquerda para a direita Exemplo: $ cut -c 1-10 /etc/passwd

19 Comando: cut Opções mais frequentes são: -d Configura um delimitador que separa uma coluna da outra. O padrão é o TAB. Esta opção SEMPRE é acompanhada da opção abaixo. -f Indica qual coluna está sendo cortada Exemplo: $ cut -d ":" -f 1,5 /etc/passwd

20 Comando: expand Uso: expand [opções] arquivo O comando expand troca o TAB (tabulação) dentro dos textos para o números de espaços correspondentes. É útil para tornar um arquivo texto que faz uso de tabulações mais atrativo para determinados dispositivos como o monitor, impressora, arquivos, etc.

21 Comando: expand Opções: -t número de espaços. Padrão 8. -i só troca os TABs do início da linha, ignorando os subsequentes. Exemplo: $ expand

22 Comando: fmt Uso: fmt [opções] [arquivos] O comando fmt formata um texto com uma largura específica. Ele pode remover espaços ou adicionar espaços conforme a largura desejada. O padrão são 75 caracteres.

23 Comando: fmt A opção frequentemente utilizada é: -w número configura a largura (width) desejada para o texto. Exemplo: fmt -w 20 /etc/passwd

24 Comando: head Uso: head [opções] [arquivo] Quando utilizado sem nenhum parâmetro ele mostra o cabeçalho(cabeça = head) 10 primeiras linhas - do arquivo Exemplo: # head /etc/passwd

25 Comando: head Opções: -c número imprime o número de bytes especificado -n número exibe o número de linhas solicitado Exemplo: # head c 50 /etc/passwd # head n 2 /etc/passwd

26 Comando: tail Uso: tail [opção] arquivo Oposto do head, ele mostra o rodapé(tail=cauda) do arquivo. Opções: -n número número de linhas a ser exibidas -f mostra continuamente as ultimas linhas Exemplo: $ tail n 50 f /var/log/messages

27 Comando: join Uso: join [opções] arquivo1 arquivo2 O comando join funciona junta arquivos através de índices Pode ser utilizado para criação de bancos de dados simples

28 Comando: join Opção de uso: -j número determina que os arquivos se unirão pela mesma coluna

29 Comando: join Crie os arquivos: $ cat > arquivo1 DSP0638:CELTA CXL1660:KA CTRL+D $ cat > arquivo2 DSP0638:GM CXL1660:FORD CTRL+D

30 Comando: join Testando o JOIN: $ join j 1 arquivo1 arquivo2

31 Comando: nl Uso: nl [opções] [arquivo] O comando nl (number line) é utilizado para numerar as linhas de um arquivo. O comando considera condições especiais para o cabeçalho e o rodapé do arquivo. \:\:\: Iniciar o cabeçalho \:\: Iniciar o corpo \: Iniciar o rodapé

32 Comando: nl As opções frequentemente utilizadas são: -h subopção Utilizada para formatar o cabeçalho(head) do texto. O padrão é não numerar o cabeçalho. -b subopção Utilizada para formatar o corpo(body) do texto. O padrão é numerar o corpo. -f subopção Utilizada para formatar o rodapé(footer) do texto. O padrão é não numerar o rodapé.

33 Comando: nl As subopções são: a : Numerar todas as linhas. t : Numerar somente as preenchidas. n : Não numerar as linhas.exemplo: Suponha que um arquivo.txt tenha o seguinte conteúdo. \:\:\: Meu relatório Nome Estado \:\: Fernando Costa \:

34 Comando: od Uso: od [opções] [arquivo] O comando od é utilizado para visualizar o conteúdo de um arquivo nos formatos hexadecimal, octal, ASCII e nome dos caracteres. A opção mais utilizada é: -t tipo : Específica o tipo de saída que o comando od deve gerar. Os tipos disponíveis são: a : Nome do caractere c : ASCII o : Octal x : Hexadecimal

35 O comando paste Uso Paste [opções] arquivo1 arquivo2 Comando utilizado para concaternar arquivos.

36 Comando: paste Exemplo: $ seq 10 > inteiros $ seq > pares $ paste inteiros pares $ paste -s pares $ paste -s -d'+' pares $ paste -s -d'+' pares bc $ seq [número] paste -sd'*' bc (fatorial)

37 Comando: pr Uso: pr [opções] arquivo O comando pr imprime na tela o arquivo com paginação. Este comando formata um arquivo texto para uma saída paginada com cabeçalho, margens e largura definidos. As opções mais usadas são: -a : Exibe colunas no sentido horizontal. -d : Especifica espaçamento duplo. -l n : Formata o número de linhas na página para o valor n -o n : Especifica o número de espaços da margem esquerda Exemplo: $ pr -l 50 -o 10 inteiro

38 Comando: split Uso: split [opções] arquivo_entrada arquivo_saida O comando split é usado para dividir grande arquivos em n-arquivos menores. Os arquivos de saída são gerados de acordo com o número de linhas do aruqivo de entrada O padrão é dividir o arquivo a cada 1000 linhas. Os nomes dos arquivos de saída seguem o padrão arquivo_saidaaa, arquivo_saidaab, e assim por diante

39 Comando: split Opção frequente do comando split: -l determina o número número de linhas em cada arquivo Exemplo: $ split -l 10 /etc/passwd /tmp/user

40 Comando: tr Uso: tr [opções] variável_busca variável_troca O comando tr é usado para converter caracteres, ou melhor, trocar um conjunto por outro. As opções mais usadas são: -d : Elimina os caracteres especificados. -s : Comprime a seqûencia de caracteres repetidos. Exemplo: $ cat /etc/passwd tr a-z A-Z $ cat /etc/passwd tr a x $ cat /etc/passwd tr d a $ cat /etc/passwd tr -s l

41 Comando: wc Uso wc [opções] [arquivos] Contador de palavras (Word count) utilizado para contar palavras, caracteres e linhas de um arquivo o texto Exemplo: $ wc /etc/passwd /etc/hosts $ wc l /etc/passwd /etc/hosts $ wc w /etc/passwd /etc/hosts $ wc c /etc/passwd /etc/hosts $ wc L /etc/passwd /etc/hosts

42 Comando: xargs Uso: xargs comando [opções] argumentoinicial O comando xargs executa o comando e passa como argumento o que foi recebido como entrada padrão. O xargs vai executar inúmeras vezes o comando de acordo com o número de linhas recebidas como entrada padrão. As opções mais usadas são: --interactive : Pergunta ao usuário se o comando deve ser executado antes de fazê-lo. -t : Mostre o comando na tela antes de executá-lo.

43 Comando: xargs Exemplo: $ cat inteiros xargs echo Neste exemplo cada linha do inteiros é passada como argumento para o comando echo. O comando echo imprime na saída padrão os argumentos recebidos.

44

45 Organização dos diretórios / Onde são montados outros diretórios e onde fica o kernel ou, pelo menos, um link para o diretório boot. /bin Contem comandos essenciais que são usados tanto pelo administrador do sistema como pelos usuarios, como por exemplo: cat, cp, date, more etc. /dev Contem uma entrada para cada dispositivo (periférico) do sistema. No Linux, cada hardware tem um device ou arquivo associado. Por exemplo, a primeira IDE e /dev/hda e dentro dela a primeira partição e /dev/hda1, a segunda /dev/hda2.

46 Organização dos diretórios /home Diretórios de arquivos dos usuários. /lib Bibliotecas do sistema, como por exemplo a biblioteca da linguagem C. /mnt Diretório para montar sistemas de arquivos temporariamente. /proc Sistema de arquivos que mantém informações sobre os processos, memória, CPU e estado do sistema.

47 Organização dos diretórios /root Diretório home do root (opcional), podendo ser /home/root. /sbin Binários essenciais do sistema: shutdown, fdisk, reboot, update. /tmp Arquivos temporários. Geralmente, limpados a cada inicialização do sistema. /usr Outro sistema de arquivos dentro do sistemas de arquivos, compartilhavel e somente de leitura.

48 Exercício Vendo a variável PATH: $ echo $PATH Como faço para incluir o diretório /usr/local/bin? $ PATH=$PATH:/usr/local/bin $ echo $PATH

49 Fernando Costa

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record)

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record). Master Boot Record Primeiro setor de um HD (disco rígido) Dividido em duas áreas: Boot loader

Leia mais

Planejamento e Implantação de Servidores

Planejamento e Implantação de Servidores Planejamento e Implantação de Servidores Professor Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Aula 01 - Servidores Abordagem geral Teoria e práticas Servidores Linux Comandos Linux 2 Bibliografias da apoio

Leia mais

Entendendo o Sistema Operacinal. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

Entendendo o Sistema Operacinal. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Entendendo o Sistema Operacinal Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com Criando um Snapshot da Máquina Padrão Page 2 Criando um Snapshot da Máquina Padrão Page 3 Criando um

Leia mais

GNU/Linux/Bash. Aula 2

GNU/Linux/Bash. Aula 2 GNU/Linux/Bash Aula 2 O que é? Ubuntu GNU Linux Ubuntu 12.04 Ubuntu é um sistema operacional baseado em Linux desenvolvido pela comunidade e é perfeito para notebooks, desktops e servidores. Ele contém

Leia mais

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática. Sistema de Arquivos. Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Sistema de Arquivos Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Introdução É com o sistema de arquivos que o usuário mais nota a presença do sistema operacional.

Leia mais

Comandos Básicos no Linux

Comandos Básicos no Linux Comandos Básicos no Linux Material desenvolvido por Rafael Fernando Diorio Última revisão em 04/08/2013 www.diorio.com.br rafael@diorio.com.br Tópicos Primeiros comandos Metacaracteres Paginação e filtros

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos

Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos Sistemas Operacionais de Rede Linux - Gerenciamento de Arquivos Conteúdo Programático Login e Logout Iniciando e Desligando o Sistema Tipos de arquivo Texto Binário Arquivos e Diretório Manipulação de

Leia mais

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 Comandos para manipulação de diretório 1. ls Lista os arquivos de um diretório. 2. cd Entra em um diretório. Você precisa ter a permissão de execução para entrar no diretório.

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OPERANDO EM MODO TEXTO... 3 Abrindo o terminal... 3 Sobre o aplicativo Terminal... 3 AS CORES

Leia mais

Aula 02. Introdução ao Linux

Aula 02. Introdução ao Linux Aula 02 Introdução ao Linux Arquivos Central de Programas do Ubuntu A Central de Programas do Ubuntu é uma loja de aplicativos integrada ao sistema que permite-lhe instalar e desinstalar programas com

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

Introdução ao Linux: Parte I

Introdução ao Linux: Parte I Data: Introdução ao Linux: Parte I Marcelo Ribeiro Xavier da Silva marceloo@inf.ufsc.br Histórico 3 Origem do GNU Linux Em 1983, Richard Stallman fundou a Free Software Foundation, com o intuito de criar

Leia mais

Comandos Básicos do Linux/Unix

Comandos Básicos do Linux/Unix Comandos Básicos do Linux/Unix Vou partir do pressuposto que você sabe o básico de um sistema Linux/Unix. É importante para qualquer usuário de sistemas baseados em Unix aprender a trabalhar no modo texto

Leia mais

Aula 4 Comandos Básicos Linux. Prof.: Roberto Franciscatto

Aula 4 Comandos Básicos Linux. Prof.: Roberto Franciscatto Sistemas Operacionais Aula 4 Comandos Básicos Linux Prof.: Roberto Franciscatto Prompt Ao iniciar o GNU/Linux, a primeira tarefa a ser executada é o login no sistema, o qual deve ser feito respondendo

Leia mais

Principais Comandos do Terminal no LINUX

Principais Comandos do Terminal no LINUX Principais Comandos do Terminal no LINUX Estes comandos não visam ser um compêndio completo de operação, haja vista que se possui mais comandos que esses aqui que serão listados, logo os comandos são:

Leia mais

http://introcomp.pet.inf.ufes.br

http://introcomp.pet.inf.ufes.br O SITE http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br http://introcomp.pet.inf.ufes.br O MOODLE http://introcomp.pet.inf.ufes.br/moodle http://introcomp.pet.inf.ufes.br/moodle

Leia mais

Práticas de Desenvolvimento de Software

Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 1. 23/02/2015. Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 1 Unix, Linux e a linha de comando Oferecimento Ambiente de desenvolvimento Computador (hardware) Sistema operacional Idealmente: iguais

Leia mais

Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX. Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis

Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX. Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis Informática Fácil NOÇÕES DE LINUX Prof.: Adelson Gomes Ferraz Antonio Carlos Reis Cronologia 1. 1969 Univ Berkeley, Califórnia, cria-se o SO UNIX para uso geral em grandes computadores 1. Década de 70

Leia mais

Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo. Comandos LINUX. principais vi ifconfig.

Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo. Comandos LINUX. principais vi ifconfig. Comandos LINUX Universidade Católica de Brasília Laboratório de Redes de Computadores 1 Prof Eduardo Lobo Comandos LINUX principais vi ifconfig Comando Descrição Exemplo cd Muda o diretório corrente cd

Leia mais

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação.

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. 1.Todo software livre deve ser desenvolvido para uso por pessoa física em ambiente com sistema

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Servidores Linux. Conceitos Básicos do Linux. Instalando Servidor Linux.

Leia mais

Introdução a. Shell Script. Clésio Matos clesior.matos@gmail.com

Introdução a. Shell Script. Clésio Matos clesior.matos@gmail.com Introdução a Shell Script Clésio Matos clesior.matos@gmail.com 1 Plano de apresentação O que são shell scripts Comandos básicos Estruturas básicas do BASH - Comandos condicionais - Comandos de repetição

Leia mais

Editora AltaBooks. Linux: Fundamentos, Prática & Certificação LPI (Exame 117-101) Simulado

Editora AltaBooks. Linux: Fundamentos, Prática & Certificação LPI (Exame 117-101) Simulado Editora AltaBooks Linux: Fundamentos, Prática & Certificação LPI (Exame -) Simulado : Qual dos comandos a seguir nos permite saber a quantidade e quais são os dispositivos SCSI presentes no sistema: a(

Leia mais

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX Procure no MENU INICIAR PROGRAMAS o ícone do VirtualBox e execute-o. Em seguida clique

Leia mais

Objetivos Instalação Gerência de Pacotes UNIX Shell. Curso UNIX. Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira

Objetivos Instalação Gerência de Pacotes UNIX Shell. Curso UNIX. Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira Curso UNIX Matheus Braun Magrin Felipe dos Santos Silveira Universidade Federal de Santa Catarina 25 de Setembro de 2010 CHAMADA Objetivos Instalação do sistema Ubuntu 10.04 Conhecer a origem do sistema

Leia mais

A linha de comando do Unix e GNU/Linux

A linha de comando do Unix e GNU/Linux A linha de comando do Unix e GNU/Linux A linha de comando do Unix e GNU/Linux Michael Opdenacker Free Electrons http://free-electrons.com Traduzido por Klayson Sesana Bonatto Criado com OpenOffice.org

Leia mais

Curso de Introdução ao Linux Aula 1. Angelo Brito - asb Adriano Melo - astm

Curso de Introdução ao Linux Aula 1. Angelo Brito - asb Adriano Melo - astm + Curso de Introdução ao Linux Aula 1 Angelo Brito - asb Adriano Melo - astm + Ementa Introdução a Unix e Linux Conceitos Relacionados ao Linux Distribuições Linux Ambiente desktop gráficos Comandos básicos

Leia mais

Labgrad. Usúario: Senha: senha

Labgrad. Usúario: <matricula> Senha: senha Suporte A equipe do Suporte é responsável pela gerência da rede do Departamento de Informática, bem como da manutenção dos servidores da mesma, e também é responsável pela monitoria do LabGrad e do LAR.

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

Comandos básicos do Linux

Comandos básicos do Linux Comandos básicos do Linux Comandos básicos do Linux Introdução Alguns comandos que você verá nesta página, equivalem aos utilizados no DOS. No entanto, saiba que conhecendo ou não o DOS, você poderá estranhar

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE - EDITAL 01/2013

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE - EDITAL 01/2013 PROGRAMA DE MONITORIA DO IFCE - Disciplina/Unidade Curricular: Administração de Sistemas Abertos 1. Instalação do Linux: Particionamento: Planejando as partições do disco / Partição swap. Filtros de texto:

Leia mais

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 2 SENAC TI Fernando Costa

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1. Aula 2 SENAC TI Fernando Costa Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1 Aula 2 SENAC TI Fernando Costa Agenda Introdução ao Shell Variáveis do shell Usando símbolos coringa Síntese Exercícios O shell Como todo computador

Leia mais

Sistema de Arquivos do Windows

Sistema de Arquivos do Windows Registro mestre de inicialização (MBR) A trilha zero do HD, onde ficam guardadas as informações sobre o(s) sistema(s) operacionais instalados. Onde começa o processo de inicialização do Sistema Operacional.

Leia mais

1 Objetivos da Oficina

1 Objetivos da Oficina Oficina Linux Aula : Operações com Diretórios e Arquivos / / Professor: Eraldo Silveira e Silva eraldo@ifsc.edu.br 1 Objetivos da Oficina iniciar e encerrar uma sessão no Linux; se familizarizar com a

Leia mais

Simulado LPI 101. 5. Qual o comando que exibe a última vez em que o sistema de arquivos foi verificado. dumpe2fs

Simulado LPI 101. 5. Qual o comando que exibe a última vez em que o sistema de arquivos foi verificado. dumpe2fs Simulado LPI 101 1. Quais comandos exibem os processos no Linux? Escolha uma. a. ls e df b. ps e top c. ps e df d. df e top e. du e df 2. O que representa o dispositivo /dev/hdb6? Escolha uma. a. Um partição

Leia mais

INTRODUÇÃO A LINUX. Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais 26/11/2013

INTRODUÇÃO A LINUX. Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais 26/11/2013 1 2 INTRODUÇÃO A LINUX ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Características Sistema operacional Software livre Criado em 1991 por Linus Torvalds Dividido em duas partes principais Kernel núcleo do

Leia mais

Comandos de Linux. Autor: Patrick Wallace Figueiredo dos Santos Rocha

Comandos de Linux. Autor: Patrick Wallace Figueiredo dos Santos Rocha Comandos de Linux Autor: Patrick Wallace Figueiredo dos Santos Rocha Comandos de linux 1. ls (lista o conteúdo de um diretório) $ ls 2. ls -a (lista os diretórios, arquivos oculto e executáveis) $ ls -a

Leia mais

Sistema Operacional GNU/Linux

Sistema Operacional GNU/Linux Sistema Operacional GNU/Linux Histórico: 1969 Bell Labs anuncia a primeira versão do Unix 1983 Criação do Projeto GNU 1987 Andrew Tenenbaum anuncia o Minux, versão do Unix para Desktops 1990 Microsoft

Leia mais

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto

Questões de Informática 2011 - Editores de Texto 1. Existe uma operação específica no Word que serve para destacar um texto selecionado colocando uma moldura colorida em sua volta, como uma caneta "destaque" (iluminadora). Trata-se de a) "Cor da borda".

Leia mais

Manual de Comando Linux

Manual de Comando Linux Manual de Comando Linux 1 Índice Índice... 2 Introdução... 3 Comandos Simples Linux... 3 Gerir Directórios e Ficheiros... 4 Gerir processos... 6 Estrutura de Diretórios do LINUX... 6 Executar comandos

Leia mais

Certificação Linux: Conhecendo o caminho das pedras

Certificação Linux: Conhecendo o caminho das pedras LPI Linux Professional Institute Certificação Linux: Conhecendo o caminho das pedras Sobre esta apresentação: - Nível: Intermediário - Escopo: Dicas sobre como obter a certificação LPI. - Pré-requisitos:

Leia mais

comandos básicos linux.

comandos básicos linux. comandos básicos linux. clear: Limpa a tela e posiciona o cursor no canto superior esquerdo do vídeo. df: Mostra o espaço livre/ocupado de cada partição. df [opções] a Inclui sistemas de arquivos com 0

Leia mais

IV Curso de Bioinformática Algoritmos e técnicas computacionais para montagem e análise de genomas

IV Curso de Bioinformática Algoritmos e técnicas computacionais para montagem e análise de genomas IV Curso de Bioinformática Algoritmos e técnicas computacionais para montagem e análise de genomas Linux Introdução ao Sistema Operacional e Comandos Básicos do Shell Introdução Linux é o nome dado tanto

Leia mais

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Objetivos Detalhar conceitos sobre o sistema operacional Linux; Operar comandos básicos de sistemas Linux em modo Texto; Realizar a manutenção de arquivos

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais. GNU / Linux. Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009. Unidade 04-002 GNU / Linux

Fundamentos de Sistemas Operacionais. GNU / Linux. Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009. Unidade 04-002 GNU / Linux GNU / Linux Prof. Edwar Saliba Júnior Março de 2009 Conceitos Básico O S.O. é case sensitive, ou seja, sensível à caixa; Exemplo: o arquivo apple.txt é diferente do arquivo Apple.txt e podem conviver juntos

Leia mais

Gerenciamento de Arquivos e Pastas. Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com

Gerenciamento de Arquivos e Pastas. Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com Gerenciamento de Arquivos e Pastas Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com Arquivo Todo e qualquer software ou informação gravada em nosso computador será guardada em uma unidade de disco,

Leia mais

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Objetivo: Instalar e configurar o sistema operacional Linux CentOS e efetuar suas configurações iniciais. 1- Abra o Virtuabox e clique em novo, e configure conforme

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II

Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II UC: Administração de Redes Aula 01 1/15 Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA Revisão 2/15 Linux e Distribuições

Leia mais

Introdução ao Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre

Introdução ao Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Pouso Alegre Introdução ao Linux Comandos Ubuntu/Linux Michelle Nery Agenda Comandos do Sistema Comandos para Processos

Leia mais

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento 1º passo - Acessar Virtual Box plataforma criada dispositivos pasta compartilhadas clicar no botão + no canto direito escolher destino ( Desktop)

Leia mais

Comandos.::. Aplicativos > Sistema > Acessar Console

Comandos.::. Aplicativos > Sistema > Acessar Console Comandos Aplicativos > Sistema > Acessar Console jonilso 23 de outubro de 2012 Comandos Iniciais whoami Comandos Iniciais whoami Exibe o login do usuário que executou o comando. Comandos Iniciais whoami

Leia mais

LABORATÓRIO DE METEOROLOGIA SINÓTICA i Introdução ao Linux e AO GRADs

LABORATÓRIO DE METEOROLOGIA SINÓTICA i Introdução ao Linux e AO GRADs LABORATÓRIO DE METEOROLOGIA SINÓTICA i Introdução ao Linux e AO GRADs IAG - USP 1º Semestre de 2015 Profª Drª Rita Ynoue e-mail: rita.ynoue@iag.usp.br Monitor Gabriel Perez e-mail: gabriel.martins.perez@usp.br

Leia mais

>>> OBJETIVOS... === FHS - Filesystem Hierarchy Standard. === Sistemas de arquivos e Partições

>>> OBJETIVOS... === FHS - Filesystem Hierarchy Standard. === Sistemas de arquivos e Partições >>> OBJETIVOS... === FHS - Filesystem Hierarchy Standard === Sistemas de arquivos e Partições >>> FHS - Filesystem Hierarchy Standard >Padrão de organização de pastas e arquivos em Sistemas Unix-Like >organizar

Leia mais

Uso Eficiente da Linha de Comando com os Shells do Unix. Fábio Olivé (fabio.olive@gmail.com)

Uso Eficiente da Linha de Comando com os Shells do Unix. Fábio Olivé (fabio.olive@gmail.com) Uso Eficiente da Linha de Comando com os Shells do Unix Fábio Olivé (fabio.olive@gmail.com) GUI CLI Tópicos História da Linha de Comando Shells mais comuns Interpretação e transformações da linha digitada

Leia mais

Visão Geral. Funções básicas. Tipos de sistemas operacionais. Facilidade de acesso aos recursos

Visão Geral. Funções básicas. Tipos de sistemas operacionais. Facilidade de acesso aos recursos 1 Conceitos Básicos "Não basta ensinar ao homem uma especialidade, porque se tornará assim uma máquina utilizável, mas não uma personalidade. É necessário que adquira sentimento, um senso prático daquilo

Leia mais

Aula 05 Estrutura de diretórios

Aula 05 Estrutura de diretórios 1 Aula 05 Estrutura de diretórios 1.0 Histórico Quando do desenvolvimento do Linux, Linus Torvalds tinha a pretensão de evitar problemas encontrados durante seu uso do Minix. Dessa maneira, o sistema de

Leia mais

Planeamento. Introdução ao Sistema Operativo UNIX. Java: Ferramentas, Entradas/Saídas, Excepções. Threads e Semáforos. Problemas de Sincronização

Planeamento. Introdução ao Sistema Operativo UNIX. Java: Ferramentas, Entradas/Saídas, Excepções. Threads e Semáforos. Problemas de Sincronização Planeamento Introdução ao Sistema Operativo UNIX Java: Ferramentas, Entradas/Saídas, Excepções Threads e Semáforos Problemas de Sincronização Jantar dos Filósofos, Leitores/Escritores,... Sockets Stream

Leia mais

Manipulação de Arquivos Ubuntu. Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira

Manipulação de Arquivos Ubuntu. Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira Manipulação de Arquivos Ubuntu Haline de Souza Scotti Rodrigo Fantinati Ferreira Veremos nesta aula Visão geral do ambiente Ubuntu Arquivos e Diretórios Manipulação de arquivos Exercício Visão geral do

Leia mais

MÓDULO 01 INTRODUÇÃO AO LINUX

MÓDULO 01 INTRODUÇÃO AO LINUX MÓDULO 01 INTRODUÇÃO AO LINUX TÓPICO 21 TÓPICO 22 TÓPICO 23 COMANDOS GERAIS ARQUIVOS E DIRETÓRIOS USUÁRIOS TÓPICO 21 COMANDOS GERAIS man date df -h arch clear logout echo login sudo TEORIA O comando man

Leia mais

Treinamento para Manutenção dos Telecentros

Treinamento para Manutenção dos Telecentros Treinamento para Manutenção dos Telecentros Módulo II :: Utilizando o Linux Básico do Sistema Manoel Campos da Silva Filho Professor do IFTO/Palmas 1 2 Código Aberto/Open Source Programas (softwares/aplicativos)

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS UNIX Aula Prática 01 Sistemas Operacionais Gil Eduardo de Andrade

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS UNIX Aula Prática 01 Sistemas Operacionais Gil Eduardo de Andrade ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS UNIX Aula Prática 01 Sistemas Operacionais Gil Eduardo de Andrade Introdução Os sistemas UNIX/Linux são caracterizados por serem: Interativo usuário requisita os comandos e obtém

Leia mais

Editor de textos ou processador de textos?

Editor de textos ou processador de textos? ENCONTRO 5/6 PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com Suítes Editor de textos ou processador de textos? 1 Para mover Um caractere à direita Um caractere à esquerda Uma linha acima Uma linha abaixo Palavra

Leia mais

Curso Realmente Básico de Linux (10 Coisas que você precisa saber para usar o sistema operacional mais versátil do Mundo IMHO)

Curso Realmente Básico de Linux (10 Coisas que você precisa saber para usar o sistema operacional mais versátil do Mundo IMHO) Curso Realmente Básico de Linux (10 Coisas que você precisa saber para usar o sistema operacional mais versátil do Mundo IMHO) Essa aula poderá ser baixada em:..http://www.boscojr.com/lpi/arquivos/10coisas.pdf

Leia mais

***TITIO.INFO*** <> HARDWARE É A PARTE FÍSICA DA INFORMÁTICA SOFTWARE É A PARTE LÓGICA

***TITIO.INFO*** <<INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS>> HARDWARE É A PARTE FÍSICA DA INFORMÁTICA SOFTWARE É A PARTE LÓGICA ***TITIO.INFO*** HARDWARE É A PARTE FÍSICA DA INFORMÁTICA SOFTWARE É A PARTE LÓGICA * O COMPUTADOR É UMA MÁQUINA CAPAZ DE ARMAZENAR, PROCESSAR E RECUPERAR DADOS.

Leia mais

Informática. Professor: Diego Oliveira. Conteúdo 03: Sistemas Operacionais

Informática. Professor: Diego Oliveira. Conteúdo 03: Sistemas Operacionais Informática Professor: Diego Oliveira Conteúdo 03: Sistemas Operacionais O que veremos hoje? Fundamentos e Funções Sistemas Operacionais do Mercado Utilização do Sistema Operacional Ligar e Desligar o

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Comandos básicos do MS-DOS

Comandos básicos do MS-DOS Comandos básicos do MS-DOS O MS-DOS (Microsoft Disk Operation System) foi o primeiro sistema operacional comercializado pela Microsoft. Surgiu em 1981 junto com o primeiro IBM PC. A Microsoft vendia licenas

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Linux - comando essenciais

Linux - comando essenciais Linux - comando essenciais João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) 1 / 22 http://wiki.ubuntu-br.org/comandosbasicos http://www.uniriotec.br/ morganna/guia/introd guia.html Um guia de referência rápida em

Leia mais

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux

03/11/2011. Apresentação. SA do Linux. Sistemas de Arquivos. Curso Tecnologia em Telemática. Disciplina Administração de Sistemas Linux Apresentação Administração de Sistemas Curso Tecnologia em Telemática Disciplina Administração de Sistemas Linux Professor: Anderson Costa anderson@ifpb.edu.br Assunto da aula Aspectos do Sistema de Arquivos

Leia mais

AULA 3. Bruno L. Albrecht Felipe A. Chies Lucas F. Zawacki. PET Computação UFRGS

AULA 3. Bruno L. Albrecht Felipe A. Chies Lucas F. Zawacki. PET Computação UFRGS M i n i - C u r s o d e I n t r o d u ç ã o a o G N U / L i n u x AULA 3 Bruno L. Albrecht Felipe A. Chies Lucas F. Zawacki PET Computação UFRGS Setembro 2009 L i n h a d e C o m a n d o I Terminal (Shell)

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais O Sistema de Arquivos Fabricio Breve O que você encontra no Sistema de Arquivos do Linux... Processos Portas seriais Canais de comunicação entre

Leia mais

MSXDOS GUIA DE CONSULTA RÁPIDA. Escrito e editorado por: Edison Antonio Pires de Moraes eapmoraes@msxall.com www.msxtop.msxall.com

MSXDOS GUIA DE CONSULTA RÁPIDA. Escrito e editorado por: Edison Antonio Pires de Moraes eapmoraes@msxall.com www.msxtop.msxall.com MSXDOS GUIA DE CONSULTA RÁPIDA Escrito e editorado por: Edison Antonio Pires de Moraes eapmoraes@msxall.com www.msxtop.msxall.com 22/05/2004 14 MSXDOS Um pode ser: CON Console PRN Impressora

Leia mais

Comandos básicos do MS-DOS

Comandos básicos do MS-DOS :: Tutoriais Comandos básicos do MS-DOS Introdução DOS (Disk Operating System) é um sistema operacional bastante antigo, lançado na década de 1980. Apesar da "idade", muitas de suas funcionalidades têm

Leia mais

DOS SISTEMA OPERACIONAL DO COMPUTADOR

DOS SISTEMA OPERACIONAL DO COMPUTADOR EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. Qual o principal instrumento de trabalho dos profissionais da área de informática? a) Computador. b) End User. c) Analistas de Sistemas. d) Impressora Laser. e) Mouse. 2. Qual o

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

Paradigmas da Programação I (LESI 1º ano) Programação Funcional (LMCC 1º ano)

Paradigmas da Programação I (LESI 1º ano) Programação Funcional (LMCC 1º ano) Paradigmas da Programação I (LESI 1º ano) Programação Funcional (LMCC 1º ano) Ficha nº 1 (2004/2005) Esta ficha pretende familiarizar os alunos com o ambiente de programação que será utilizado nesta disciplina.

Leia mais

SISTEMAS DE ARQUIVOS E DIRETÓRIOS DO LINUX. Prof. Gleison Batista de Sousa

SISTEMAS DE ARQUIVOS E DIRETÓRIOS DO LINUX. Prof. Gleison Batista de Sousa SISTEMAS DE ARQUIVOS E DIRETÓRIOS DO LINUX Prof. Gleison Batista de Sousa Sistema de Arquivo É o método e a estrutura de dados que um sistema operacional utiliza para administrar arquivos em um disco ou

Leia mais

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas.

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas. LINUX EDUCACIONAL -Assinale a alternativa correta. 1. Para criar uma pasta devemos: Clicar no menu Exibir-Modo de Exibição Clicar com o botão direito onde gostaríamos de criá-la e em seguida Criar Novo

Leia mais

SISTEMAS OPERATIVOS I

SISTEMAS OPERATIVOS I Instituto Superior de Engenharia do Porto Departamento de Engenharia Informática SISTEMAS OPERATIVOS I Texto de Apoio às Aulas Práticas Ficheiros e Directórios baseado no livro UNIX For Application Developers

Leia mais

Permissões no GNU/Linux

Permissões no GNU/Linux Permissões no GNU/Linux Sistemas operacionais multi-usuário têm de zelar pela segurança e privacidade dos dados individuais de cada usuário, bem como prezar pela integridade do sistema. Para isso existe

Leia mais

REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA. e) os

REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA. e) os REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA 1 - Em um determinado servidor Linux, a saída do comando "df" aponta 100% de uso no "/". Isso significa que a(o): a) rede atingiu sua capacidade máxima de recepção.

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto

Licenciatura em Engenharia Informática Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Licenciatura em Engenharia Informática Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Sandra Manuela Lemos Machado Versão 2 Março 2002 Criticas e sugestões: smachado@dei.isep.ipp.pt

Leia mais

*Área de Trabalho* *Atalhos de teclado para Acessibilidade

*Área de Trabalho* *Atalhos de teclado para Acessibilidade *Área de Trabalho* *CTRL+A* - Selecionar tudo *CTRL+ESC* - Exibir o menu Iniciar *CTRL ao arrastar um item* - Copiar um item selecionado *CTRL+SHIFT ao arrastar um item* - Criar um atalho para um item

Leia mais

LINUX. Uma visão geral

LINUX. Uma visão geral LINUX Uma visão geral O QUE É? Sistema Operacional Código aberto Criado por Linus Torvalds em 1991 Estudante de computação, 20 anos Linguagem C Variação do Minix Criado por Andrew S. Tanenbaum em 1987

Leia mais

Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo.

Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo. Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo. (n=1 a 6) Alterna para o terminal (1 a 6).

Leia mais

Minicurso Básico de Linux

Minicurso Básico de Linux Minicurso Básico de Linux PET Computação 15 de março de 2017 GNU/Linux (a) Linux (b) GNU Linux: Kernel GNU/Linux: Sistema Operacional Distro (c) Arch (d) Debian (e) Fedora (f) Gentoo (g) Manjaro (h) opensuse

Leia mais

Informática. Linux. Professor Márcio Hunecke.

Informática. Linux. Professor Márcio Hunecke. Informática Linux Professor Márcio Hunecke www.acasadoconcurseiro.com.br Informática O SISTEMA OPERACIONAL GNU/LINUX Características Gerais O Linux surgiu por meio do Projeto GNU (GNU s Not Unix) e é

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Exercícios da FCC- Prof. Marcelo Moreira

Exercícios da FCC- Prof. Marcelo Moreira OFFICE 1) (FCC MPE/PGJ-PE ANALISTA MINISTERIAL - 2006) A gravação de macros no MS-Word, em sua configuração padrão e original A) é feita por intermédio do menu Formatar. B) serve para gravar uma sequência

Leia mais

Fundamentos da Programação 12

Fundamentos da Programação 12 Fundamentos da Programação 12 III. SOFTWARE Um programa de computador pode ser definido como uma série de instruções ou declarações, em forma aceitável pelo computador, preparada de modo a obter certos

Leia mais

Se não existisse uma variável de ambiente chamada PATH você teria que digitar todo o caminho do comando para listar por exemplo:

Se não existisse uma variável de ambiente chamada PATH você teria que digitar todo o caminho do comando para listar por exemplo: Variáveis de ambiente Denição: São variáveis que guardam informações sobre preferências pessoais usadas por programas para que eles peguem dados sobre seu ambiente sem que você tenha que passar sempre

Leia mais

Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux

Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux Introdução Este tutorial tem por objetivo ensinar a configurar o NFS + NIS no Ubuntu de forma rápida e simples, mas sem deixar de transmitir os conceitos necessários

Leia mais

Informática. Aula 04/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aula 04/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aula 04/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR Escola Superior de Tecnologia Departamento de Engenharia Informática SISTEMAS OPERATIVOS Trabalho Prático Scripts CShell 2003/2004 José Nicolau (5205) Tiago Pina (5223) !/bin/csh

Leia mais

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1

Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1 Formação de Administradores de Redes Linux LPI level 1 SENAC TI Fernando Costa YUM, APT-GET, DPKG, RPM Comando: cpio Para criar um backup, pode-se usar o comando cpio. O cpio recebe uma lista de arquivos

Leia mais

Prova de Pré requisito para o curso Linix System Administration (451)

Prova de Pré requisito para o curso Linix System Administration (451) 1 No editor de textos VIM (Vi Improved) qual comando copia o conteúdo de uma linha? Escolha todas que se aplicam. a) ctrl + c b) :cp c) :y d) :yy e) yy f) :copy g) cp 2 No editor de textos VIM (Vi Improved)

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Configuração de Redes www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O Linux foi criado por Linus Torvalds em 1991, na época em

Leia mais