RECon Line. Conversores para Energias Renováveis

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECon Line. Conversores para Energias Renováveis"

Transcrição

1 RECo Lie Coversores para Eergias Reováveis

2

3 Com ivestimetos cotíuos o sector da ivestigação e do desevolvimeto, a FRIEM FRIEM é líder as ovas tecologias aplicadas a coversores de alta potêcia a díodos, tiristores ou IGBT, utilizado a electróica e a regulação digital mais avaçadas. Fudada em 950 com o objectivo de coceber e produzir coversores de correte de alta potêcia, a FRIEM desevolveu a sua experiêcia a área da coversão de eergia para aplicações idustriais e ferroviárias. Em 956 a FRIEM produziu e istalou o seu primeiro Rectificador de 50kA para aplicações idustriais. Com o amadurecimeto da sua experiêcia, em fiais dos aos 60, a FRIEM produziu uidades de, o máximo, 0kA e, absolutamete a vaguarda da tecologia, cocebeu o primeiro Rectificador a Tiristores. A cotiuidade do serviço e o elevado ível de qualidade exigidos pelas aplicações da idústria electroquímica orietaram a FRIEM para a procura da fiabilidade absoluta dos seus produtos. A redudâcia torou-se pois uma característica padrão dos ossos equipametos. O cohecimeto aliado à experiêcia foi aplicado em iícios dos aos 70 também a produção de Rectificadores para aplicações ferroviárias. Jutamete com as outras Sociedades do Grupo, actualmete, a FRIEM forece a subestação completa. Em 984 a FRIEM cocebeu e produziu o primeiro coversor para um reactor CVD para a produção de Silício. Actualmete, para esta aplicação, a FRIEM cota com ceteas de uidades em todo o mudo, que alimetam todos os tipos de reactores CVD. Em 009, a FRIEM iiciou a produção da liha RECo Lie, uma liha completa de iversores para Eergias Reováveis, torado-se um dos maiores costrutores a ível mudial.

4 Para servir os seus Clietes com um úmero cada vez maior de produtos com vista a forecer o Sistema Completo, a FRIEM ivestiu em participações em Empresas especializadas o sector electromecâico e em parcerias para garatir uma preseça mais forte à escala mudial. Actualmete, a FRIEM dispõe de escritórios, sedes e represetates em mais de 0 países do mudo. Nas suas istalações de 000m, hoje, a FRIEM cocebe, fabrica e exporta para todo o mudo: Coversores de Potêcia CA/CC Coversores de Potêcia CC/CC Coversores de Potêcia CC/CA Coversores de Potêcia CA/CA Para as seguites aplicações Eergias Reováveis Iversor para istalações fotovoltaicas Produção de Silício Reactores CVD e Coversores TET Produção Química Rectificadores e Coversores de Eergia para Cloro, Soda Cáustica, Hipoclorito Refiação de metais Rectificadores para fudições de Alumíio, Zico, Níquel, Chumbo, Irídio e Ídio Foros de Arco em CC Rectificadores para Aço e ligas metálicas Refiação de grafite Rectificadores para a refiação de grafite, foros e processos de aquecimeto Aplicações Ferroviárias Rectificadores e Coversores de Eergia para subestações Ídice Características Gerais Regulador MPPT Curva de Redimeto Normas aplicadas Modelos Dispoíveis Liha RECo S RECo S-0, S-5, S Liha RECo 0L RECo 0L- / -T RECo 0L-66 / 66-T RECo 0L-99 / 99-T RECo 0L- / -T RECo 0L RECo 0L Liha RECo 0H RECo 0H-50 / 50-T RECo 0H-00 / 00-T RECo 0H-50 / 50-T RECo 0H-00 / 00-T RECo 0H RECo 0H Liha RECo 0L RECo 0L-00 / 00-T RECo 0L-00 / 00-T RECo 0L-00 / 00-T RECo 0L-400 / 400-T RECo 0L RECo 0L Liha RECo 0H RECo 0H-50 / 50-T RECo 0H-00 / 00-T RECo 0H-450 / 450-T RECo 0H RECo 0H RECo 0H RECo Statio Liha RST Características Gerais Modelos Dispoíveis RST-.-T -.4-T - 7.-T - 7.-T -.-T -.-T RST RST RST Acessórios Acessórios Dispoíveis QI: Quadro de Iterface STR: Caixas de Jução RMS: RECo Moitorig System

5 Características Gerais 4 5 A FRIEM desevolveu uma liha de Iversores Solares e Eólicos de Elevada Potêcia. Os iversores RECo Lie são fruto da grade experiêcia da FRIEM a área da Coversão de Potêcia e a utilização de qualquer tipo de semicodutores. A FRIEM cocebeu esta liha graças ao já tradicioal coceito de modularidade dedicada a uma elevada flexibilidade e a uma mauteção simplificada. Os diversos tamahos dos Iversores RECo Lie estão dispoíveis em três versões: RECo-xxx: Iversor Trifásico para aplicações em BT e MT com trasformador extero. RECo-xxx-T: Iversor Trifásico para ligação à rede com trasformador BT/BT itegrado. RECo S: Iversor de cadeia trifásico para ligação à rede BT. Os vários modelos RECo Lie podem aida ser utilizados como uidades simples ou ligados em paralelo para obter a potêcia pretedida. Os Iversores RECo Lie oferecem aida: Cofiguração mais flexível, istalação mais rápida e ecoomia de espaço graças à execução modular. Cofiguração por módulos idepedetes ou em paralelo. Mauteção simples graças à secção de potêcia totalmete extraível. A regulação digital itegrada FRIEM modelo DRP-6Ph permite o Cotrolo e a Protecção automáticos do Iversor e dispoibiliza ao operador: - Gestão de MPPT simples ou múltiplos. - Medidas em tempo real e gravadas. - Gravação dos evetos, perfil de carga e gravação oscilográfica. - Protocolo de comuicação Cabus itero para gestão de etradas/saídas (sesores de detecção da temperatura, irradiação e velocidade do veto). - Relés de saída, etradas e saídas digitais programáveis. - Programa de autodiagóstico completo que verifica periodicamete o fucioameto de todo o regulador. Paiel Táctil do Operador para uma leitura imediata das medidas e dos parâmetros de calibração de um ou mais iversores e de toda a istalação. Este está equipado com: - Porta de comuicação série USB frotal para iterface local. - Seguda porta de Comuicação Série. - Porta de Comuicação Modem/RS. - Porta de Comuicação Série Etheret. Protocolos de comuicação Modbus-RTU ou Profibus-DP. Coformidade com as Normas IEC e Directivas CE. Aprovação UL-CSA. Sistema de Qualidade Certificado ISO 900:008

6 Regulador MPPT do Campo Fotovoltaico 6 7 As características V-I dos paiéis fotovoltaicos ão são estáveis, pois variam cosoate as codições climáticas e a radiação solar. Correte (A) T 5 ºC, Rad. (% omial) 5,0, 50,0, 75,0, Tesão (V) O Regulador MPPT tem como fução seguir o poto de potêcia máxima produzida pelo paiel fotovoltaico. Aalisado a característica V-P de um paiel fotovoltaico, pode otar-se que, com a mudaça das codições ambietais (sombreameto parcial dos paiéis), existem diversos potos de potêcia máxima relativos e absolutos. O regulador MPPT deve cotrolar a tesão, a correte e a potêcia do campo fotovoltaico e gerar a Correte de Referêcia para o Regulador de Correte do Iversor a fim de permitir retirar da etrada CC a potêcia máxima produzida a rede. O algoritmo MPPT deve pois idetificar o valor de tesão para fazer trabalhar o paiel de modo a obter do mesmo a potêcia máxima extraível em qualquer codição ambietal. O cálculo da tesão para fazer trabalhar o paiel baseia-se a medida da tesão do paiel e da potêcia produzida. Existem dois método maioritariamete difudidos para executar o algoritmo MPPT: - Codutâcia Icremetal (IcCod). - Perturbação e Observação (P&O). Nos Iversores RECo Lie, os dois algoritmos são utilizados em simultâeo. Potêcia (W) Característica FV iicial Característica FV fial Característica FV MPPT Máximo Máximos Tesão (V)

7 Curva de Redimeto 8 9 O gráfico abaixo mostra o redimeto dos Iversores RECo as diversas codições de carga. O redimeto ão só apreseta valores elevados em termos absolutos (hmáx. 99,7% a 0,9 P), mas também se matém superior a 98% a partir de 0% de carga, garatido um elevado redimeto EURO. Curva de Redimeto a Tesão de Fucioameto 0,0% 00,0% Redimeto 90,0% 80,0% 70,0% 60,0% 50,0% 0,0 0,0 40,0 60,0 80,0 00,0 0,0 Potêcia produzida % Redimeto Nomial 99,7% Redimeto Máximo 99,7% Redimeto EURO 98,7% Perdas em vazio Perdas em estado de vigília 5W 50W A tolerâcia do valor garatido as codições omiais é igual a: -0, x (-h) x h (%) (em que h redimeto garatido)

8 Normas aplicadas 0 Directiva da Compatibilidade Electromagética (89/6/CEE e posteriormete substituída pela 9//CEE, 9/68/CEE e 9/97/CEE): DIN VDE 06-- ENS EN EN EN EN Compatibilidade Electromagética EN EN67 IEC60664-, A, Ed. - IEC68 Esaio de imuidade a descargas electrostáticas segudo a EN Níveis : 6 kv para descarga por cotacto : 8 kv para descarga por ar Esaio de imuidade a trasietes rápidos segudo a EN Níveis :,8 kv/5khz lado campo FV e lado rede : kv/5khz série Esaio de imuidade a disparos segudo a EN Níveis : kv pólo +/pólo - lado campo FV : kv pólo +/terra - lado campo FV : kv pólo -/terra - lado campo FV : kv fase/eutro - lado rede : kv fase/eutro - lado rede : kv fase/eutro - lado rede Critérios de ligação à rede CEI -0 Istalações de produção de eergia eléctrica e grupos de cotiuidade ligados a redes de categoria I e II. CEI 0-6 Norma técica de referêcia para a ligação de sistemas activos e passivos às redes de AT e MT das empresas distribuidoras de eergia eléctrica. ENEL: Guia para as ligações à rede eléctrica da Eel Distribuzioe, I -/68 Distribuzioe, 00 ed... Na América do Norte (EUA e Caadá), os ossos iversores estão em coformidade com as seguites ormas aplicáveis: Requisitos Gerais: UL 74: Requisitos de seguraça, icluido a coformidade com a NEC690. Requisitos de Ligação à Rede os Estados Uidos: IEEE 547: Norma para Iterligação de Recursos Distribuídos com Sistemas de Eergia Eléctrica. Requisitos de Ligação à Rede os Estados Uidos: CSA C. N.º (Set. 00): Fotes de Alimetação de Uso Geral

9 Modelos Dispoíveis Liha S : Baixa Tesão FV - Vi (50-850) VCC - Vout 0/400 VCA - Iout 4,5-9 A CA S-0 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (0,5)kWp - Potêcia saída 0 kwca S-5 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (5,75)kWp - Potêcia saída 5 kwca S-0 Iversor Trifásico: Potêcia etrada ()kwp - Potêcia saída 0 kwca Liha 0L : Baixa Tesão FV - Vi (5 665) VCC - Vout 00 VCA - Iout 97 A CA/mod. 0L- Iversor Trifásico: Potêcia etrada (0 7)kWp - Potêcia saída kwac 0L- 66 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (45 74)kWp - Potêcia saída 66 kwac 0L- 99 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0L- Iversor Trifásico: Potêcia etrada (90 47)kWp - Potêcia saída kwac 0L- 65 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (5 85)kWp - Potêcia saída 65 kwac 0L- 98 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (9 0)kWp - Potêcia saída 98 kwac 0L- -T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (0 7)kWp - Potêcia saída kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L- 66-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (45 74)kWp - Potêcia saída 66 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L- 99-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 99 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L- -T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (90 47)kWp - Potêcia saída kwac com Trasf. BT/BT Itegrado Liha 0H : Alta Tesão FV - Vi ( ) VCC - Vout 00 VCA - Iout 97 A CA/mod. 0H-50 Iversor Trifásico: Potêcia etrada ( 55)kWp - Potêcia saída 50 kwac 0H-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0H-50 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 70)kWp - Potêcia saída 50 kwac 0H-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (40 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0H-50 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (75 78)kWp - Potêcia saída 50 kwac 0H-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0H-50-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada ( 55)kWp - Potêcia saída 50 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0H-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0H-50-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 70)kWp - Potêcia saída 50 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0H-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (40 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado Liha 0L : Baixa Tesão FV - Vi (5 665) VCC - Vout 00 VCA - Iout 90 A CA/mod. 0L-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0L-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (40 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0L-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0L-400 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (80 450)kWp - Potêcia saída 400 kwac 0L-500 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (50 560)kWp - Potêcia saída 500 kwac 0L-600 Iversor Trifásico: Potêcia etrada ( )kWp - Potêcia saída 600 kwac 0L-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (70 0)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (40 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0L-400-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (80 450)kWp - Potêcia saída 400 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado Liha 0H : Alta Tesão FV - Vi ( ) VCC - Vout 00 VCA - Iout 90 A CA/mod. 0H-50 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 70)kWp - Potêcia saída 50 kwac 0H-00 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac 0H-450 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 500)kWp - Potêcia saída 450 kwac 0H-600 Iversor Trifásico: Potêcia etrada ( )kWp - Potêcia saída 600 kwac 0H-750 Iversor Trifásico: Potêcia etrada (500 85)kWp - Potêcia saída 750 kwac 0H-900 Iversor Trifásico: Potêcia etrada ( )kWp - Potêcia saída 900 kwac 0H-50-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 70)kWp - Potêcia saída 50 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0H-00-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 5)kWp - Potêcia saída 00 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado 0H-450-T Iversor Trifásico: Potêcia etrada (00 500)kWp - Potêcia saída 450 kwac com Trasf. BT/BT Itegrado

10 RECo S-0, S-5, S-0 Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 6x 0x x Iversor RECo S-0, S-5, S-0 Matriz fotovoltaica Matriz fotovoltaica + _ + _ Iterruptor CC Opcioal Filtro Filtro Coversor Elevador CC-CC Coversor Elevador CC-CC Iversor CC-CA Sem Trasformador Relé Filtro Grelha CA RECo S-0 RECo S-5 RECo S-0 Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão ±0% ±0% ±0% Fusíveis CC em ambas as polaridades Não Não Não Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] 0/400 0/400 0/400 Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) % % % Factor de potêcia omial (cos j) 0,99 ± 0,8 0,99 ± 0,8 0,99 ± 0,8 Sistema eléctrico TT/TN TT/TN TT/TN Cotactor (DDG) com fusíveis Não Não Não Iterruptor magetotérmico Não Não Não Relé protecção de iterface Não Não Não Redimeto máximo 97,9% 97,8% 97,8% Redimeto EURO 97,% 97,% 97,% extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP65 - IP55 FAN IP65 - IP55 FAN IP65 - IP55 FAN Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / / + 60 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 00% 00% 00% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] Iterface local Visor Gráfico Visor Gráfico Visor Gráfico USB USB USB +LOG +LOG +LOG EN , EN , IEC609- (00), EN 609-:0, EN , EN LVD: 006/95/EC, :004/08/CE Outras coformidades Coformidade RoHS, VDE-AR-N 405, VDE06--/A, CEI 0-, RD66, G59 Issue Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00, BDEW (MVD) S-0-5-0

11 RECo 0L-, 0L--T RECo 0L- RECo 0L--T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 0 0 Iversor RECo 0L- STR6 Iversor RECo 0L--T 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI 67N OPCIONAL Io> GERAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 7 7 Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 70 < 00 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-

12 RECo 0L-66, 0L-66-T RECo 0L-66 RECo 0L-66-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 0 0 Iversor RECo 0L-66 STR6 STR6 Iversor RECo 0L-66-T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 4 4 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 < 70 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-66

13 RECo 0L-99, 0L-99-T RECo 0L-99 RECo 0L-99-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 5 Iversor RECo 0L-99 STR6 STR6 Iversor RECo 0L-99-T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 6 6 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 0 Correte omial trifásica [A] 9 44 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 0 < 40 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Evirometal Data Protectio Degree IP0 IP0 Operatig temperature rage [ C] - 0 / / + 40 Coolig Air Flow [m/h] Relative Humidity (ot codesig) 5% 95% 5% 95% Maximum altitude without deratig (a.s.l.) [m] Maximum oise level m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-99

14 RECo 0L-, 0L--T RECo 0L- RECo 0L--T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0L- STR6 STR6 Iversor RECo 0L--T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 8 8 Número de seguidores MPPT idepedetes 4 4 Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] 88 9 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 80 < 0 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-

15 RECo 0L-65 RECo 0L-65 Potêcia Campo FV [kw CC] 5-85 Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] 700 Correte máxima de etrada [A] N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 0 Número de seguidores MPPT idepedetes 5 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 65 Potêcia máxima de saída CA [kw] 85 Correte omial trifásica [A] 485 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Iversor RECo 0L-65 STR6 STR6 QUADRO INTERFACE CABINA MT 67N Io> Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 Redimeto EURO 98, extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 50 Peso aproximado [kg].50 Largura [mm].000 Altura [mm].800 Profudidade [mm] 800 Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-65

16 RECo 0L-98 RECo 0L-98 Potêcia Campo FV [kw CC] 9-0 Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 660 Iversor RECo 0L-98 STR6 STR6 QUADRO INTERFACE CABINA MT 67N Io> N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes 6 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 98 Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 Correte omial trifásica [A] 58 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 Redimeto EURO 98, extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 Peso aproximado [kg].500 Largura [mm].400 Altura [mm].800 Profudidade [mm] 800 Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-98

17 RECo 0H-50, 0H-50-T RECo 0H-50 RECo 0H-50-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 0 0 Iversor RECo 0H-50 STR6 Iversor RECo 0H-50-T 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI 67N OPCIONAL Io> GERAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] 97 7 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 70 < 00 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-50

18 RECo 0H-00, 0H-00-T RECo 0H-00 RECo 0H-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 0 0 Iversor RECo 0H-00 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-00-T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 4 4 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 0 Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 < 70 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-00

19 RECo 0H-50, 0H-50-T RECo 0H-50 RECo 0H-50-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 5 Iversor RECo 0H-50 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-50-T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 6 6 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 0 Correte omial trifásica [A] 9 9 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 0 < 40 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-50

20 RECo 0H-00, 0H-00-T RECo 0H-00 RECo 0H-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0H-00 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-00-T. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT BT / BT QUADRO SPI ANALISADOR 67N OPCIONAL Io> REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 8 8 Número de seguidores MPPT idepedetes 4 4 Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 0 Correte omial trifásica [A] 88 9 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 80 < 0 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-00

21 RECo 0H-50 RECo 0H-50 Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 550 Iversor RECo 0H-50 STR6 STR6 QUADRO INTERFACE CABINA MT 67N Io> N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 0 Número de seguidores MPPT idepedetes 5 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 50 Potêcia máxima de saída CA [kw] 78 Correte omial trifásica [A] 485 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, Redimeto EURO 98,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 50 Peso aproximado [kg].50 Largura [mm].000 Altura [mm].800 Profudidade [mm] 800 Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-50

22 RECo 0H-00 RECo 0H-00 Potêcia Campo FV [kw CC] 00-5 Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 660 Iversor RECo 0H-00 STR6 STR6 QUADRO INTERFACE CABINA MT 67N Io> N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes 6 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 00 Potêcia máxima de saída CA [kw] 5 Correte omial trifásica [A] 58 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, Redimeto EURO 98,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 Peso aproximado [kg].500 Largura [mm].400 Altura [mm].800 Profudidade [mm] 800 Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-00

23 RECo 0L-00, 0L-00-T RECo 0L-00 RECo 0L-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 5 Iversor RECo 0L-00 STR6 STR6 Iversor RECo 0L-00-T. CONTROLLO. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO BT / BT DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 0 0 Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 70 < 00 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-00

24 RECo 0L-00, 0L-00-T RECo 0L-00 RECo 0L-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0L-00 STR6 STR6. Iversor RECo 0L-00-T CONTROLLO. 0/400 0/400 BT / BT QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO QUADRO DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 6 6 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 < 70 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-00

25 RECo 0L-00, 0L-00-T RECo 0L-00 RECo 0L-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 9 9 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Iversor RECo 0L-00 STR6 STR6 Iversor RECo 0L-00-T. CONTROLLO 0/400. 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO BT / BT 67N Io> OPCIONAL REDE ANALISADOR ALIM. AUXILIAR POR UPS SPI Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] 5 5 Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 0 < 40 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-00

26 RECo 0L-400, 0L-400-T RECo 0L-400 RECo 0L-400-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0L-400 STR6 STR6 Iversor RECo 0L-400-T. CONTROLLO. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO BT / BT DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes 4 4 Odulação residual da tesão < % a P < % a P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99,0 96,9 Redimeto EURO 98, 95,7 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 80 < 0 Peso aproximado [kg] * Largura [mm] * Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis * Excluido o Trasformador separado (00x800x00h) mm - 600kg 0L-400

27 RECo 0L-500 RECo 0L-500 Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 Iversor RECo 0L-500 STR6 STR6 CONTROLLO. QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW 67N Io> N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 5 Número de seguidores MPPT idepedetes 5 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 500 Potêcia máxima de saída CA [kw] 560 Correte omial trifásica [A] 450 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 Redimeto EURO 98, extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 50 Peso aproximado [kg].500 Largura [mm].750 Altura [mm].00 Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-500

28 RECo 0L-600 RECo 0L-600 Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 Iversor RECo 0L-600 STR6 STR6 CONTROLLO. QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW 67N Io> N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 8 Número de seguidores MPPT idepedetes 6 Odulação residual da tesão < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] 600 Potêcia máxima de saída CA [kw] 670 Correte omial trifásica [A] 740 Tesão omial de saída [V] 00 Frequêcia omial [Hz] 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P Factor de potêcia omial (cos j) P Sistema eléctrico IT Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99 Redimeto EURO 98, extera 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 40 Peso aproximado [kg].000 Largura [mm].00 Altura [mm].00 Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] 000 Nível máximo de ruído m] < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0L-600

29 RECo 0H-50, 0H-50-T RECo 0H-50 RECo 0H-50-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] 5 5 Iversor RECo 0H-50 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-50-T. CONTROLLO. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO BT / BT DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] 90 8 Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] < 70 < 00 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-50

30 RECo 0H-00, 0H-00-T RECo 0H-00 RECo 0H-00-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0H-00 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-00-T. CONTROLLO. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO BT / BT DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 6 6 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] <40 < 70 Peso aproximado [kg] Largura [mm] Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis 0H-00

31 RECo 0H-450, 0H-450-T RECo 0H-450 RECo 0H-450-T Potêcia Campo FV [kw CC] Campo de tesão MPPT de etrada [V] Tesão máxima admissível [V] Correte máxima de etrada [A] Iversor RECo 0H-450 STR6 STR6 Iversor RECo 0H-450-T. CONTROLLO. 0/400 0/400 QUADRO INTERFACE CABINA MT PROTECÇÃO BT / BT DE PROTECÇÃO DO PARA POTÊNCIAS SUPERIORES A 400kW QUADRO SPI ANALISADOR 67N Io> OPCIONAL REDE ALIM. AUXILIAR POR UPS N.º máximo de etradas CC protegidas por fusíveis 9 9 Número de seguidores MPPT idepedetes Odulação residual da tesão < P < P Fusíveis CC em ambas as polaridades Seccioador sob carga Sistema de moitorização do isolameto Protecção cotra sobretesões (pára-raios) Potêcia omial trifásica [kw] Potêcia máxima de saída CA [kw] Correte omial trifásica [A] Tesão omial de saída [V] Frequêcia omial [Hz] 50/60 50/60 Distorção harmóica de correte (THD) P P Factor de potêcia omial (cos j) P P Sistema eléctrico IT TN-S Cotactor (DDG) com fusíveis Iterruptor magetotérmico Relé protecção de iterface Não Redimeto máximo 99, 97,5 Redimeto EURO 98,7 96,6 extera 0 VCA, 50Hz do UPS 0 VCA, 50Hz do UPS Cosumo octuro [W] <0 < 40 Peso aproximado [kg] * Largura [mm] * Altura [mm] Profudidade [mm] Grau de protecção IP0 IP0 Temperatura ambiete de fucioameto [ C] - 0 / / + 40 Caudal de ar ecessário [m/h] Humidade relativa (sem codesação) 5% 95% 5% 95% Altitude máxima sem redução (a.s.l.) [m] Nível máximo de ruído m] < 70 < 70 RS - EN , EN , EN , EN Outras coformidades CEI 0-6 Ligação à rede Guia para as ligações à rede da Eel Ed.. - / 00 Modelos UL 74-R e IEEE 547 dispoíveis * Excluido o Trasformador separado (00x800x00h) mm - 600kg 0H-450

RECon Hy Line. Conversores Híbrido para Armazenamento de Energia

RECon Hy Line. Conversores Híbrido para Armazenamento de Energia RECon Hy Line Conversores Híbrido para Armazenamento de Energia Com investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento, a FRIEM é líder em novas tecnologias aplicadas a conversores de alta potência

Leia mais

Tipo SF4B - F 111. Altura de proteção

Tipo SF4B - F 111. Altura de proteção CORTINAS DE LUZ CORTINAS DE LUZ Modelos para proteção de dedos, mãos e braços. Altura de proteção desde 0 mm até 90 mm. Distâcia de operação até 9 m. Modelo - Cortia de Luz Tipo F - proteção para os dedos

Leia mais

REDUTORES DE LIGA LEVE COM MOTORES LISOS 0.37 1,1 kw

REDUTORES DE LIGA LEVE COM MOTORES LISOS 0.37 1,1 kw Itelliget Drivesystems, Worldwide Services Services REDUTORES DE LIGA LEVE COM MOTORES LISOS 0.37 1,1 kw BR PT REDUTORES E MOTORES DE ALUMÍNIO AS VANTAGENS DE REDUTORES DE LIGA LEVE Carcaça resistete à

Leia mais

RECon Line. Conversores para Energia Renovável

RECon Line. Conversores para Energia Renovável RECon Line Conversores para Energia Renovável Com investimentos contínuos no setor de pesquisa e desenvolvimento, a FRIEM é líder nas mais novas tecnologias aplicadas a conversores de alta potência com

Leia mais

CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? EXISTEM 2 TIPOS DE CFTV DIGITAL

CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? EXISTEM 2 TIPOS DE CFTV DIGITAL O Lie com a ecessidade de sua empresa CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? O CFTV que a verdade sigifica "circuito fechado de televisão", ou "circuito itero de televisão" é um sistema

Leia mais

Chaves Interruptoras, Seccionadoras, Comutadoras e Inversores Solares

Chaves Interruptoras, Seccionadoras, Comutadoras e Inversores Solares Chaves Interruptoras, Seccionadoras, Comutadoras e Inversores Solares Controle e Segurança em Instalações Elétricas Chave Comutadora Manual Chave Comutadora Motorizada (Automática/Manual) Chave Seccionadora

Leia mais

C O M P O S I T I O N No-break. S é r i e P r e m i u m. No-Break. para Rack CM COMANDOS LINEARES CM COMANDOS LINEARES

C O M P O S I T I O N No-break. S é r i e P r e m i u m. No-Break. para Rack CM COMANDOS LINEARES CM COMANDOS LINEARES C O P O S I T I O N No-break S é r i e P r e m i u m No-Break para Rack C E Iovação, qualidade, tecologia e cofiabilidade. arcas das soluções C Comados Lieares A E P R E S A Com mais de 30 aos de atuação,

Leia mais

ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com)

ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com) ANALISADOR DE INSTALAÇÕES SOLARES DE PRODUÇÃO DE ENERGIA MODELO GREENTEST FTV100 MARCA CHAUVIN ARNOUX (www.chauvin-arnoux.com) Estudos em potência elétrica Cálculos da eficiência do painel solar Cálculo

Leia mais

VALORES por unidade (pu)

VALORES por unidade (pu) VALORES por uidade (pu) 13,8/230kV 230/69kV Como trabalhar um circuito com múltiplas tesões? As impedâcias deem ser referidas ao lado de alta ou baixa (o trafo)? Solução: ormalizar os alores para uma base

Leia mais

Multimedidor Portátil MPK

Multimedidor Portátil MPK [1] Introdução O Multimedidor Portátil é um instrumento que facilita a análise de instalações elétricas em campo com alta flexibilidade. A solução é composta de: Multimedidor: Instrumento digital microprocessado,

Leia mais

Medidores e Controladores Digitais de Caudal Mássico

Medidores e Controladores Digitais de Caudal Mássico Medidores e Controladores Digitais de Caudal Mássico uma empresa do grupo Bronkhorst M+W Instruments. O seu especialista em medição directa A Saber A M+W Instruments foi fundada em 1988 e tem sido desde

Leia mais

LIVRETO. Armazenamento de Amostra, Manuseio e Gestão. Um armazenamento de amostra completo e rastreável para o seu laboratório

LIVRETO. Armazenamento de Amostra, Manuseio e Gestão. Um armazenamento de amostra completo e rastreável para o seu laboratório Um armazeameto de amostra completo e rastreável para o seu laboratório LIVRETO Armazeameto de Amostra, Mauseio e Gestão PRODUÇÃO NA HOLANDA E NOS ESTADOS UNIDOS MOLDE POR INJEÇÃO E MONTAGEM EM SALA LIMPA

Leia mais

LEICHTMETALL-GETRIEBE MIT GLATTMOTOREN 0,37 1,1 kw

LEICHTMETALL-GETRIEBE MIT GLATTMOTOREN 0,37 1,1 kw Itelliget Drivesystems, Worldwide Services Services LEICHTMETALL-GETRIEBE MIT GLATTMOTOREN 0,37 1,1 kw BR PT REDUTORES E MOTORES EM ALUMÍNIO AS VANTAGENS DE REDUTORES DE LIGA LEVE Carcaça resistete à corrosão,

Leia mais

SOLUTION. No-Break. Série Premium. No-Break. Digital Signal Processor

SOLUTION. No-Break. Série Premium. No-Break. Digital Signal Processor SOLUTION No-Break Série Premium No-Break Digital Sigal Processor C E Iovação, qualidade, tecologia e cofiabilidade. arcas das soluções C Comados Lieares A E P R E S A Com mais de 27 aos de atuação, a C

Leia mais

Artículo técnico CVM-NET4+ Cumpre com a normativa de Eficiência Energética. Novo analisador de redes e consumo multicanal Situação actual

Artículo técnico CVM-NET4+ Cumpre com a normativa de Eficiência Energética. Novo analisador de redes e consumo multicanal Situação actual 1 Artículo técico Joatha Azañó Departameto de Gestão Eergética e Qualidade de Rede CVM-ET4+ Cumpre com a ormativa de Eficiêcia Eergética ovo aalisador de redes e cosumo multicaal Situação actual As ormativas

Leia mais

Microgeração Características dos Equipamentos

Microgeração Características dos Equipamentos Microgeração Características dos Equipamentos Elaborado por: Martifer Solar, S.A MARTIFER SOLAR SA Março de 2008 Zona Industrial Apartado 17 3684-001 Oliveira de Frades Tlf: +351 232 767 700 Fax: +351

Leia mais

CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? EXISTEM 2 TIPOS DE CFTV DIGITAL

CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? EXISTEM 2 TIPOS DE CFTV DIGITAL CFTV GRAVAÇÃO DE VIDEO DIGITAL E GESTÃO O QUE É CFTV DIGITAL? O CFTV que a verdade sigifica "circuito fechado de televisão", ou "circuito itero de televisão" é um sistema de câmeras baseados em computador

Leia mais

CONTROLE DA QUALIDADE DE PADRÕES ESCALONADOS UTILIZADOS NA VERIFICAÇÃO DE MÁQUINAS DE MEDIR POR COORDENADAS

CONTROLE DA QUALIDADE DE PADRÕES ESCALONADOS UTILIZADOS NA VERIFICAÇÃO DE MÁQUINAS DE MEDIR POR COORDENADAS CONTROLE DA QUALIDADE DE PADRÕES ESCALONADOS UTILIZADOS NA VERIFICAÇÃO DE MÁQUINAS DE MEDIR POR COORDENADAS José Carlos Valete de Oliveira Aluo do mestrado profissioal em Sistemas de Gestão da Uiversidade

Leia mais

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL O QUE É AUTOMAÇÃO? O QUE É TELEMETRIA?

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL O QUE É AUTOMAÇÃO? O QUE É TELEMETRIA? AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL O QUE É AUTOMAÇÃO? Desevolvemos soluções para automação idustrial em idustrias gerais, telecomado e telemetria para supervisão e cotrole remotos, com desevolvimeto e fabricação de

Leia mais

Uma Metodologia de Busca Otimizada de Transformadores de Distribuição Eficiente para qualquer Demanda

Uma Metodologia de Busca Otimizada de Transformadores de Distribuição Eficiente para qualquer Demanda 1 Uma Metodologia de Busca Otimizada de Trasformadores de Distribuição Eficiete para qualquer Demada A.F.Picaço (1), M.L.B.Martiez (), P.C.Rosa (), E.G. Costa (1), E.W.T.Neto () (1) Uiversidade Federal

Leia mais

HMW-1730 T6. Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY. GAMA PESADA Estático standard Powered by MTU

HMW-1730 T6. Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY. GAMA PESADA Estático standard Powered by MTU K14 ÁGUA GELADA TRIFÁSICO 60 HZ DIESEL Dados de Grupo SERVIÇO PRP STANDBY Potência kva 2015 2160 Potência kw 1612 1728 Regimen de funcionamento r.p.m. 1.800 Tensão standard V 480/277 Tensões disponiveis

Leia mais

ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA

ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA INTRODUÇÃO MATERIAL DE APOIO ÁLVARO GEHLEN DE LEÃO gehleao@pucrs.br 1 1 Itrodução à Egeharia Ecoômica A egeharia, iserida detro do cotexto de escassez de recursos, pode aplicar

Leia mais

Série 88970 Controlador Lógico Programável Millenium 3

Série 88970 Controlador Lógico Programável Millenium 3 Gama completa de versões Programação intuitiva Integra a mais completa biblioteca de funções pré-programadas Funções especiais disponíveis Versões expansíveis até 50 E/S, comunicação entre CLP s e intercâmbio

Leia mais

Sistema turn-key de fácil instalação e de suprimento de hidrogênio.

Sistema turn-key de fácil instalação e de suprimento de hidrogênio. Sistema turn-key de fácil instalação e de suprimento de hidrogênio. Geração de energia em corrente alternada ou contínua para atender equipamentos elétricos em casa ou na indústria. Pode-se utilizar em

Leia mais

Portaria n.º 357, de 01 de agosto de 2014.

Portaria n.º 357, de 01 de agosto de 2014. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 357, de 01 de agosto de 2014. O PRESIDENTE

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas pequenas UNITROL 1000-7 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5973-04 Aplicações do UNITROL 1000-7 O UNITROL 1000-7 é o último e mais compacto

Leia mais

Refrigeração e Climatização. SmartPower Motoventiladores

Refrigeração e Climatização. SmartPower Motoventiladores Refrigeração e Climatização Motoventiladores Índice Páginas 3 Motores de Comutação Eletrónica 4-5 Motores de Polos Sombreados 6-7 Hélices de Alta Eficiência de Sucção 8 Hélices de Sucção 9 - Grelhas de

Leia mais

KPF08 e KPF-12. Controladores de Fator de Potência. [1] Introdução. [4] Grandezas medidas. [2] Princípio de funcionamento.

KPF08 e KPF-12. Controladores de Fator de Potência. [1] Introdução. [4] Grandezas medidas. [2] Princípio de funcionamento. [1] Introdução Controladores de fator de potência são instrumentos utilizados para medição e compensação de potência reativa em instalações elétricas. O fator de potência, definido pela razão entre potência

Leia mais

Português. linha inversores STL. Display Touch Screen colorido Datalogger Integrado Porta de comunicação USB Uso externo e interno

Português. linha inversores STL. Display Touch Screen colorido Datalogger Integrado Porta de comunicação USB Uso externo e interno Português linha inversores STL Display Touch Screen colorido Datalogger Integrado Porta de comunicação USB Uso externo e interno Inversores STL: O Futuro é Agora Tecnologia Avançada Inversor com tecnologia

Leia mais

RIELLO ELETTRONICA. Sentinel Power

RIELLO ELETTRONICA. Sentinel Power Sentinel Power REDES LOCAIS (LAN) ServIDORES DATA CENTERS REGISTRA- DORAS DE TELECOMU- NICAÇÃO PLCS INDUSTRIAIS ELETROMÉDI- COS DE EMERGÊNCIA (Luzes/Alarmes) Sentinel Power 6 6.5-10 kva monofásico / monofásico

Leia mais

PROTECT SRB Módulos de segurança com circuitos de supervisão de Segurança Intrínseca Ex i L-proteção para as zonas ATEX 1, 2, 21 e 22

PROTECT SRB Módulos de segurança com circuitos de supervisão de Segurança Intrínseca Ex i L-proteção para as zonas ATEX 1, 2, 21 e 22 PROTECT SRB Módulos de segurança com circuitos de supervisão de Segurança Intrínseca Ex i L-proteção para as zonas ATEX 1, 2, 21 e 22 Safe solutions for your industry PROTECT SRB Módulos de segurança com

Leia mais

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas

Fontes de Alimentação Lineares não reguladas Fontes Lineares não reguladas FAL 24Vcc / 5A FAL 24Vcc / 10A Referência FAL 24Vcc/5A C904385.2000 Referência FAL 24Vcc/10A C904404.2000 Dados nominais Tensão de Entrada (± 10%): Tensão de saída ± 5% (selecionável):

Leia mais

Instrumento de medição de vídeo

Instrumento de medição de vídeo Istrumeto de medição de vídeo para medições precisas com 3 eixos 50 aos de experiêcia óptica comprovada reuidos em um efetivo istrumeto de medição de vídeo sem cotato e com 3 eixos Eficiete e ituitivo

Leia mais

Dimensões. Dados técnicos

Dimensões. Dados técnicos Dimensões M30x1,5 18 5 78 79 S 36 Designação para encomenda LED Características série de conforto A distância de comutação pode ser regulada com o potenciómetro numa área alargada 10 mm não nivelado Ligação

Leia mais

MAK 3003 Sampling Stand Alone

MAK 3003 Sampling Stand Alone MAK 3003 Samplig Stad Aloe Service maual SA 121108 BARTEC BENKE GmbH Schulstraße 30 D-94239 Gotteszell Telefoe +49(0)9929)-301-0 Fax +49(0)9929)-301-112 E-mail: gotteszell@bartec-beke.de Iteret: www.bartec-beke.de

Leia mais

Análise de Projectos ESAPL / IPVC. Critérios de Valorização e Selecção de Investimentos. Métodos Estáticos

Análise de Projectos ESAPL / IPVC. Critérios de Valorização e Selecção de Investimentos. Métodos Estáticos Aálise de Projectos ESAPL / IPVC Critérios de Valorização e Selecção de Ivestimetos. Métodos Estáticos Como escolher ivestimetos? Desde sempre que o homem teve ecessidade de ecotrar métodos racioais para

Leia mais

PowerValue 11 7,5-10 - 12 kva (Monofásica)

PowerValue 11 7,5-10 - 12 kva (Monofásica) Descrição Técnica PowerValue 11 7,5-10 - 12 kva (Monofásica) Monofásica, On-line de Dupla-Conversão, VFI Fonte de Alimentação Não Interruptível (UPS) ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 7,5-10-12 kva (entrada e saída

Leia mais

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i

Inversor Solar Conectado à Rede Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i Inversor Solar Fotovoltaico HIVERTER - Série NP201i HIVERTER - Série NP201i Os Inversores Fotovoltaicos da Hitachi são do tipo Grid-Tied (GT Conectados à Rede) com controle reativo de potência e alta eficiência,

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores A Iteret Parte II Prof. Thiago Dutra Ageda Visão Geral O que é a Iteret? Orgaização da Iteret Estrutura da Iteret Bordas da Rede Núcleo da Rede Redes de

Leia mais

Guia de seleção. Circuito de controle e proteção da carga

Guia de seleção. Circuito de controle e proteção da carga Guia de seleção Circuito de controle e proteção da carga Portfólio de proteção do circuito Disjuntores 1489-M Aprovado para proteção de circuito de desconexão nos Estados Unidos e Canadá e certificado

Leia mais

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 Suporte redes do tipo: Monofásico; Bifásico, com neutro comum; Trifásico com ligação estrela com e sem neutro Trifásico

Leia mais

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW - Soft-Starter WEG O atual estado de desenvolvimento dos acionamentos elétricos concentra o resultado de um longo período de tentativas

Leia mais

Portanto, os juros podem induzir o adiamento do consumo, permitindo a formação de uma poupança.

Portanto, os juros podem induzir o adiamento do consumo, permitindo a formação de uma poupança. Matemática Fiaceira Deixar de cosumir hoje, visado comprar o futuro pode ser uma boa decisão, pois podemos, durate um período de tempo, ecoomizar uma certa quatia de diheiro para gahar os juros. Esses

Leia mais

Pág.2. Pag.3. Pág.4. Pág. 5. Pág.6. Pag.7. Pág.8. Pág.9

Pág.2. Pag.3. Pág.4. Pág. 5. Pág.6. Pag.7. Pág.8. Pág.9 INDICE Separador de Gorduras em aço inoxidável para montagem enterrada, para aplicação no interior de cozinhas comerciais Separador de Gorduras em PEAD para montagem enterrada com ou sem aspiração à distância

Leia mais

Definição 1.1: Uma equação diferencial ordinária é uma. y ) = 0, envolvendo uma função incógnita y = y( x) e algumas das suas derivadas em ordem a x.

Definição 1.1: Uma equação diferencial ordinária é uma. y ) = 0, envolvendo uma função incógnita y = y( x) e algumas das suas derivadas em ordem a x. 4. EQUAÇÕES DIFERENCIAIS 4.: Defiição e coceitos básicos Defiição.: Uma equação diferecial ordiária é uma dy d y equação da forma f,,,, y = 0 ou d d ( ) f (, y, y,, y ) = 0, evolvedo uma fução icógita

Leia mais

Atlas Copco Compressores de ar portáteis

Atlas Copco Compressores de ar portáteis Atlas Copco Compressores de ar portáteis XA(T,H)S 37-97 32-89 l/s, 1,9-5,3 m 3 /min, 67-190 cu.ft/min a 7-12 bar(e), 102-175 psig Série 7 Uma gama completa, concebida para obter os maiores níveis de satisfação

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE GERADORES FOTOVOLTAICOS E DESENVOLVIMENTO DE SEGUIDOR DE POTÊNCIA MÁXIMA PARA SISTEMAS AUTÔNOMOS APLICADOS À ELETRIFICAÇÃO RURAL

CARACTERIZAÇÃO DE GERADORES FOTOVOLTAICOS E DESENVOLVIMENTO DE SEGUIDOR DE POTÊNCIA MÁXIMA PARA SISTEMAS AUTÔNOMOS APLICADOS À ELETRIFICAÇÃO RURAL LAURO DE VLHENA BRANDÃO MACHADO NETO CARACTERZAÇÃO DE GERADORE FOTOVOLTACO E DEENVOLVMENTO DE EGUDOR DE OTÊNCA MÁXMA ARA TEMA AUTÔNOMO ALCADO À ELETRFCAÇÃO RURAL Tese apresetada à Uiversidade Federal de

Leia mais

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios www/campossalles.br Cursos de: dmiistração, Ciêcias Cotábeis, Ecoomia, Comércio Exterior, e Sistemas de Iformação - telefoe (11) 3649-70-00 Matemática Fiaceira I 3º semestre 013 Professor Dorival Boora

Leia mais

Medidores de energia e multimedidores digitais

Medidores de energia e multimedidores digitais Medidores de energia e multimedidores digitais Medição de Energia Elétrica Eficiência Energética Rateio de Energia Elétrica, Água e Gás Medição Horosazonal (Ponta e Fora de Ponta) Sistemas de Comunicação

Leia mais

Contatores de Média Tensão 01

Contatores de Média Tensão 01 Março 2001 01 - SL Geral Introdução...2 Características técnicas...2 História...2 Tecnologia... 2 Aplicações... 2 Design e Normas de Ensaio... 2 Características Técnicas dos Contatores (160-400 Amperes)

Leia mais

Modelo Matemático para Estudo da Viabilidade Econômica da Implantação de Sistemas Eólicos em Propriedades Rurais

Modelo Matemático para Estudo da Viabilidade Econômica da Implantação de Sistemas Eólicos em Propriedades Rurais Modelo Matemático para Estudo da Viabilidade Ecoômica da Implatação de Sistemas Eólicos em Propriedades Rurais Josiae Costa Durigo Uiversidade Regioal do Noroeste do Estado do Rio Grade do Sul - Departameto

Leia mais

Série PowerLogic PM5000

Série PowerLogic PM5000 Série PowerLogic PM5000 Medidores multifunção ásicos Especificações técnicas Medidores multifunção ásicos Funções e características PB111776 Séries PowerLogic PM5110, PM5330/5340 e PM5560/5563 O medidor

Leia mais

Influência do ruído aéreo gerado pela percussão de pavimentos na determinação de L n,w

Influência do ruído aéreo gerado pela percussão de pavimentos na determinação de L n,w Ifluêcia do ruído aéreo gerado pela percussão de pavimetos a determiação de,w iogo M. R. Mateus CONTRAruído Acústica e Cotrolo de Ruído, Al. If.. Pedro, Nº 74-1º C, 3030 396 Coimbra Tel.: 239 403 666;

Leia mais

No-Break Monofásico Powerware 5125

No-Break Monofásico Powerware 5125 UNINTERRUPTABLE POWER SYSTEMS NoBreak Monofásico Powerware 5125 Dados Principais do Produto Características Sistema ABM Plus (Gerenciamento Avançado de Baterias), que dobra a vida útil das baterias Saída

Leia mais

Calendário de inspecções em Manutenção Preventiva Condicionada com base na Fiabilidade

Calendário de inspecções em Manutenção Preventiva Condicionada com base na Fiabilidade Caledário de ispecções em Mauteção Prevetiva Codicioada com base a Fiabilidade Rui Assis Faculdade de Egeharia da Uiversidade Católica Portuguesa Rio de Mouro, Portugal rassis@rassis.com http://www.rassis.com

Leia mais

Mário Meireles Teixeira. Departamento de Informática, UFMA. mario@deinf.ufma.br. Técnicas de Modelagem. Técnicas de Avaliação de desempenho.

Mário Meireles Teixeira. Departamento de Informática, UFMA. mario@deinf.ufma.br. Técnicas de Modelagem. Técnicas de Avaliação de desempenho. Simulação Mário Meireles Teixeira Departameto de Iformática, UFMA mario@deif.ufma.br Técicas de Modelagem Técicas de Avaliação de desempeho Aferição Modelagem Protótipos Bechmarcks Coleta de Dados Rede

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Manobra de Capacitores Linha CWMC

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Manobra de Capacitores Linha CWMC Motores utomação Energia Transmissão & Distribuição Tintas utomação Contatores para Manobra de Capacitores Linha CWMC Manobras de Capacitores para Correção do Fator de Potência linha de contatores especiais

Leia mais

Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções

Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1040 Manual de Instruções www.pontodigitalnetwork.com.br Sumário 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MUNDI 1040...3 2 - APLICAÇÕES...5 2.1 RECOMENDAÇÕES DE INSTALAÇÃO...6 2.1.1

Leia mais

Rua Guajajaras, 40 sala 306 Centro CEP 30180-100 Belo Horizonte MG Telefones: 55 31 3232-0400 Fax: 55 31 3232-0401 comercial@utili.com.

Rua Guajajaras, 40 sala 306 Centro CEP 30180-100 Belo Horizonte MG Telefones: 55 31 3232-0400 Fax: 55 31 3232-0401 comercial@utili.com. DESCRIÇÃO O PME-500-TR representa um grande avanço em sistemas para teste de disjuntores, devido ao seu avançado método de controle, acessórios disponíveis e simplicidade de uso. O equipamento economiza

Leia mais

(Deslocamento positivo)

(Deslocamento positivo) de engrenagens ovais (Deslocamento positivo) OIMedidores de engrenagens ovais (Deslocamento positivo) OIMedidores Aplicação Os Medidores de engrenagens ovais pertencem à categoria de medidores volumétricos

Leia mais

Soluções para autoconsumo

Soluções para autoconsumo AUTOCONSUMO DIFERIDO Soluções para autoconsumo Tecnologia para a eficiência energética Soluções para autoconsumo A diminuição do custo das instalações solares fotovoltaicas, juntamente com o incremento

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

GE Energy Management Industrial Solutions. Analisadores de energia MT Plus. Compacto, Inteligente e Flexível. GE imagination at work

GE Energy Management Industrial Solutions. Analisadores de energia MT Plus. Compacto, Inteligente e Flexível. GE imagination at work GE Energy Management Industrial Solutions Analisadores de energia MT Plus Compacto, Inteligente e Flexível GE imagination at work Analisadores de energia MT Plus Tabela de Parâmetros 5 MTDIN 6 Analisador

Leia mais

ESPECIALISTA EM EVENTOS E CONVENÇÕES

ESPECIALISTA EM EVENTOS E CONVENÇÕES ESPECIALISTA EM EVENTOS E CONVENÇÕES Bem-vido ao Almeat, um espaço ode tudo foi projetado especialmete para realizar desde pequeas reuiões e evetos até grades coveções, com coforto, praticidade e eficiêcia,

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Informações Gerais A linha de nobreaks TOP-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

CAPÍTULO 5 CIRCUITOS SEQUENCIAIS III: CONTADORES SÍNCRONOS

CAPÍTULO 5 CIRCUITOS SEQUENCIAIS III: CONTADORES SÍNCRONOS 60 Sumário CAPÍTULO 5 CIRCUITOS SEQUENCIAIS III: CONTADORES SÍNCRONOS 5.1. Itrodução... 62 5.2. Tabelas de trasição dos flip-flops... 63 5.2.1. Tabela de trasição do flip-flop JK... 63 5.2.2. Tabela de

Leia mais

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C.

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C. 0102 Designação para encomenda Características 10 mm não nivelado forma plana Entalhe de montagem para agrupador de cabos Dados técnicos Dados gerais Função do elemento de comutação Contacto de trabalho

Leia mais

SOLUÇÃO EM ISOLAMENTO TÉRMICO

SOLUÇÃO EM ISOLAMENTO TÉRMICO XPS - POLIESTIRENO EXTRUDADO SOLUÇÃO EM ISOLAMENTO TÉRMICO RESISTÊNCIA TÉRMICA ECONOMIA DE ENERGIA DURABILIDADE RESISTÊNCIA MECÂNICA SUSTENTABILIDADE SPUMAPAC INOVAÇÃO SEMPRE Fudada em 1970, a Spumapac

Leia mais

Transmissor de Pressão Capacitivo

Transmissor de Pressão Capacitivo Opcional: Selo Flush Sensor cerâmico capacitivo com diafragma em AI203, 99,9% Circuito Eletrônico em compartimento isolado Fácil Programação - Totalmente acessível pela parte frontal do instrumento com

Leia mais

Sistema de UPS trifásico MODULYS Green Power de 20 a 240 KVA uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados

Sistema de UPS trifásico MODULYS Green Power de 20 a 240 KVA uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados uma solução UPS modular e expansível para os mais recentes centros de dados A tecnologia de informação é um estrato invisível que está a influenciar cada vez mais todos os aspectos das nossas vidas e negócios.

Leia mais

Compressores de Parafuso 2,2-7,5 kw

Compressores de Parafuso 2,2-7,5 kw INDUSTRIALS GROUP Compressores de Parafuso 2,2-7,5 kw KA - KA Plus Inteligentes e confiáveis CHAMPION TECNOLOGIA DO AR COMPRIMIDO KA - KA Plus Nova série tecnologicamente avançada graças a um processo

Leia mais

O QUE NOS UNE NO TRANSPORTE É A SEGURANÇA

O QUE NOS UNE NO TRANSPORTE É A SEGURANÇA O QUE NOS UNE NO TRANSPORTE É A SEGURANÇA A SEGURANÇA FAZ PARTE DA ESSÊNCIA DA VOLVO Ao lado da qualidade e do respeito ao meio ambiete, a seguraça é um dos valores corporativos que orteiam todas as ações

Leia mais

Informação Técnica Derating de temperatura para Sunny Boy e Sunny Tripower

Informação Técnica Derating de temperatura para Sunny Boy e Sunny Tripower Informação Técnica Derating de temperatura para Sunny Boy e Sunny Tripower No caso de derating de temperatura, o inversor reduz a sua potência para proteger os componentes contra sobreaquecimento. Este

Leia mais

PIM da Janela Única Logística Vertente funcional

PIM da Janela Única Logística Vertente funcional Workshop Stakeholders Lisboa PIM da Jaela Úica Logística Vertete fucioal Coceito e Pricípios de Fucioameto Bruo Cima Lisboa, 9 de Maio de 0 Ageda. A compoete BB do projecto MIELE. Equadrameto da compoete

Leia mais

Fluxómetros e reguladores de massa térmicos para gases

Fluxómetros e reguladores de massa térmicos para gases red-y smart series informação sobre o produto Fluxómetros e reguladores de massa térmicos para gases Fiáveis e precisos: Fluxómetros e reguladores de massa térmicos Graças à sua tecnologia comprovada e

Leia mais

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação 857 Sistema de proteção Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação Sumário Seção Descrição Página 1.0 Funções de proteção... 1 Proteção Synchrocheck (25)... 1 Proteção

Leia mais

Indicador Digital. Voltímetro Digital BDI

Indicador Digital. Voltímetro Digital BDI Voltímetro Digital BDI Adotado em tecnologia SMT Display a LEDs de alta luminosidade Medição em método RMS Medição até 9999V Medição direta ( F-N e F-F ) índice Medição corrente alternado - BDI-E184V P3

Leia mais

MODELO MATEMÁTICO PARA ANALISAR O DESEMPENHO DOS MOTORES ELÉTRICOS EM MÁQUINAS DE PROCESSAMENTO DE ARROZ

MODELO MATEMÁTICO PARA ANALISAR O DESEMPENHO DOS MOTORES ELÉTRICOS EM MÁQUINAS DE PROCESSAMENTO DE ARROZ MODELO MATEMÁTO ARA ANALAR O DEEMENHO DO MOTORE ELÉTRO EM MÁQUNA DE ROEAMENTO DE ARROZ LUZ G.. ORTO, RENATO. REE Departameto de Egeharia Elétrica, Faculdade de Egeharia de Bauru Uiversidade Estadual aulista

Leia mais

VISÃO GERAL DOS ACUMULADORES

VISÃO GERAL DOS ACUMULADORES ACUMULADORES VISÃO GERAL DOS ACUMULADORES Designação do tipo Acumuladores de camadas PC Acumuladores de camadas PC 2WR Acumuladores de água fresca FS 1R página 119 página 120 página 161 Acumulador combinado

Leia mais

VII Equações Diferenciais Ordinárias de Primeira Ordem

VII Equações Diferenciais Ordinárias de Primeira Ordem VII Equações Difereciais Ordiárias de Primeira Ordem Itrodução As equações difereciais ordiárias são istrumetos esseciais para a modelação de muitos feómeos proveietes de várias áreas como a física, química,

Leia mais

L04 - L22. Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo. Intelligent Air Technology

L04 - L22. Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo. Intelligent Air Technology L04 - L22 Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo Intelligent Air Technology L04 - L22 Compressores de Parafuso com Injecção de Óleo O principal objectivo do desenvolvimento dos compressores de parafuso

Leia mais

O USO DA ENGENHARIA DE AUTOMAÇÃO NA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM UM SISTE-

O USO DA ENGENHARIA DE AUTOMAÇÃO NA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM UM SISTE- O USO DA ENGENHARIA DE AUTOMAÇÃO NA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM UM SISTE- MA DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL PAULO HENRIQUE C. PEREIRA 1, ALBERTO COLOMBO 2, GIOVANNI FRANCISCO RABELO 2. 1.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

Media 65/75 BT - 60 BS

Media 65/75 BT - 60 BS Máquinas Lavadoras Aspiradoras Media 65/75 BT - 60 BS De confiança, produtiva e prática Lavadora aspiradora com 66, 76 e 61 cm de largura de trabalho Media 65/75 BT - 60 BS: prática também em operações

Leia mais

BZ 500 LSN Central de Incêndio. Características. Central de Incêndio LSN

BZ 500 LSN Central de Incêndio. Características. Central de Incêndio LSN BZ 500 LSN Central de Incêndio Código de Modelo Código de Pedido Descrição BZ500LSN 4 998 099 012 230 VCA, 64 zonas, espanhol BZ500LSN 4 998 013 799 230 VCA, 64 zonas, português A unidade de controle se

Leia mais

Distribuição de energia economicamente viável. Totally Integrated Power

Distribuição de energia economicamente viável. Totally Integrated Power Totally Integrated Power Distribuição de energia economicamente viável Painéis de distribuição de média tensão isolados a gás: seguros, compactos e confiáveis www.siemens.com/mediumvoltage Totally Integrated

Leia mais

do futuro A força de trabalho

do futuro A força de trabalho A força de trabalho do futuro Cotado com sua equipe para etregar a estratégia O plaejameto estratégico da força de trabalho ajuda as empresas a compreeder o taleto ecessário para etregar sua estratégia

Leia mais

Filtro de ar. Inovação Fiabilidade Eficiência

Filtro de ar. Inovação Fiabilidade Eficiência Filtro de ar Inovação Fiabilidade Eficiência O seu ar comprimido, a sua empresa e o nosso meio ambiente Ingersoll Rand A nova geração de filtros de ar comprimido da Ingersoll Rand apresenta um novo indicador

Leia mais

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332 ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332 Especialmente concebido para serviços de controlo e manutenção de edifícios industriais ou administrativos, o Qualistar CA 8332 permite obter

Leia mais

PARABÉNS! ASSISTÊNCIA TÉCNICA DADOS DA EMPRESA. Assistência Técnica Autorizada Cozil MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO

PARABÉNS! ASSISTÊNCIA TÉCNICA DADOS DA EMPRESA. Assistência Técnica Autorizada Cozil MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO A Empresa A Cozil produz equipametos para cozihas profissioais desde 1985. São aproximadamete três décadas de dedicação, seriedade e profissioalismo, ode costatemete vem iovado, aperfeiçoado e produzido

Leia mais

DigitalFlow GF868. Medidor ultrassônico de vazão mássico para gás de flare da Panametrics. GE Sensing. Características. Aplicações

DigitalFlow GF868. Medidor ultrassônico de vazão mássico para gás de flare da Panametrics. GE Sensing. Características. Aplicações Aplicações Características O medidor de vazão DigitalFlow GF868 é um sistema completo de medição de vazão ultrassônica para: Gás de flare Controlar ou impedir perdas em vazamentos, com identificação positiva

Leia mais

Série 7E - Medidor de energia. Características SÉRIE 7E

Série 7E - Medidor de energia. Características SÉRIE 7E Série 7 - Medidor de energia SÉRI 7 7.23.8.230.0001 7.23.8.230.00x0 kwh Medidor de nergia Monofásico com display LCD retroiluminado multifunção Tipo 7.23 5(32) - largura de 1 módulo Conforme as normas

Leia mais

SISTEMA DE ULTRASONS PUNDIT LAB Em conformidade com norma EN 12504-4 Medição da velocidade de propagação dos ultra-sons

SISTEMA DE ULTRASONS PUNDIT LAB Em conformidade com norma EN 12504-4 Medição da velocidade de propagação dos ultra-sons SISTEMA DE ULTRASONS PUNDIT LAB Em conformidade com norma EN 12504-4 Medição da velocidade de propagação dos ultra-sons Além da medição do tempo de trânsito e velocidade do pulso tradicional, o Pundit

Leia mais

MAC122 Princípios de Desenvolvimento de Algoritmos EP no. 1

MAC122 Princípios de Desenvolvimento de Algoritmos EP no. 1 MAC122 Pricípios de Desevolvimeto de Algoritmos EP o. 1 Prof. Dr. Paulo Mirada 1 Istituto de Matemática e Estatística (IME) Uiversidade de São Paulo (USP) 1. Estrutura dos arquivos de images o formato

Leia mais

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Catálogo técnico PERFIL INDÚSTRIAS PRODUTOS APLICAÇÕES EXPERIÊNCIA PARCEIROS SERVIÇOS Conversores de frequência componentes ABB O que é um

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO DE ESTUDO DE PRODUÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS - GPT

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GRUPO DE ESTUDO DE PRODUÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS - GPT XX SNPEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E RANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉRICA XXX.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Refe - PE GRUPO GP GRUPO DE ESUDO DE PRODUÇÃO ÉRMICA E FONES NÃO CONVENCIONAIS - GP OBENÇÃO E ANÁLISE

Leia mais

M = C (1 + i) n. Comparando o cálculo composto (exponencial) com o cálculo simples (linear), vemos no cálculo simples:

M = C (1 + i) n. Comparando o cálculo composto (exponencial) com o cálculo simples (linear), vemos no cálculo simples: PEDRO ORBERTO JUROS COMPOSTOS Da capitalização simples, sabemos que o redimeto se dá de forma liear ou proporcioal. A base de cálculo é sempre o capital iicial. o regime composto de capitalização, dizemos

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES, ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E AMBIENTE Instituto do Ambiente PROCEDIMENTOS ESPECÍFICOS DE MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENTE

MINISTÉRIO DAS CIDADES, ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E AMBIENTE Instituto do Ambiente PROCEDIMENTOS ESPECÍFICOS DE MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENTE MINISÉRIO DAS CIDADES, ORDENAMENO DO ERRIÓRIO E AMBIENE Istituto do Ambiete PROCEDIMENOS ESPECÍFICOS DE MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENE Abril 2003 . Equadrameto O presete documeto descreve a metodologia a seguir

Leia mais

Maxiva UAX. Transmissor de TV UHF Refrigerado a Ar para Multimídia. Detalhes do Produto. Características. PowerSmart de GatesAir

Maxiva UAX. Transmissor de TV UHF Refrigerado a Ar para Multimídia. Detalhes do Produto. Características. PowerSmart de GatesAir Maxiva UAX Transmissor de TV UHF Refrigerado a Ar para Multimídia O transmissor Maxiva UAX de estado sólido UHF refrigerado a ar incorpora as tecnologias PowerSmart de GatesAir e do excitador multimídia

Leia mais

Linha RECon. Inversores para Energias Renováveis

Linha RECon. Inversores para Energias Renováveis Linha RECon Inversores para Energias Renováveis FRIEM, Conteúdo 1 Inversores String RECon S 12 líder no 2 Inversores Centralizados Inversores Centralizados RECon 16 setor Inversores Centralizados US Inversores

Leia mais