4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES"

Transcrição

1 4º Campeonato Paulista de Protótipo Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES Tabela de pontuação: O Campeonato Paulista TURISMO 2014, será disputado em 6 etapas, conforme calendário descrito ao final do regulamento: A sexta prova será realizada na pista que durante o campeonato conseguir levar o maior numero de pilotos inscritos pela loja, excluindo-se o numero de pilotos

2 inscritos na loja onde se realiza o evento. A pontuação nesta sexta etapa será com pontuação dobrada. A contagem dos pilotos inscritos será pelo evento e não por participação em cada uma das corridas das categorias FALCON E G 12. O piloto inscrito por uma determinada loja seguirá assim até o final caso ele se desligue da loja por qualquer motivo continuará no campeonato como SEM LOJA (S/ L) e a sua inscrição não contará para nenhuma loja. O piloto que se inscrever como SEM LOJA (S/L), poderá se inscrever por qualquer loja a qualquer momento mas só poderá fazer isto uma única vez se após feito a inscrição quiser se deligar da loja volta a condição de SEM LOJA (S/L) e a sua inscrição não contará para nenhuma loja. Será descartado o pior resultado, Não haverá necessidade de que o piloto se inscreva na prova, para descartá-la. Não será descartada a etapa em que o piloto estiver cumprindo pena de desclassificação,exclusão ou suspensão. O grid para a largada será determinado através de tomada de tempode 60 segundos, na fenda central (laranja) Serão montadas quantas baterias forem necessárias para que todos os pilotos inscritos possam correr a etapa. As baterias serão montadas em ordem sequencial dos piores tempos para os melhores tempos ou seja os piores tempos andarão primeiro e os melhores por ultimo. O piloto terá o direito de escolher qual fenda irá andar na bateria respeitando a escolha do melhor tempo para o pior em cada bateria. Poderá ter baterias com deck desde que a diretoria de prova entenda que seja conveniente para o andamento do evento. Todas as baterias serão final. A pista deverá estar limpa e glubada quando da abertura da loja e depois disto a pista não será mais alterada. A diluição do glub será de 1,5 lts de gasolina para um frasco de glub.

3 A glubagem da pista será feita somente nas freadas que antecedem as curvas no espaço compreendido de 1 metro. é expressamente proibido o uso de glub, em qualquer forma, incluindo os diluídos em quaisquer tipos de solventes - o piloto será desclassificado da prova automaticamente. para limpeza dos pneus, a LPA fornecerá a gasolina. a pista será glubada de forma a privilegiar a pilotagem, ou seja, pouquíssimo glub DURAÇÃO DA PROVA Cada etapa será composta de baterias tipo final onde o piloto percorrerá todas as fendas em sistema de rodízio tipo americano. Para pistas com 8 fendas o tempo destinado a cada fenda será de 3 mins. de corrida por 1 minuto de intervalo e para as pistas de 6 fendas será 4 mins. De corrida por 1 minuto de intervalo. No caso do carro precisar de algum reparo o mesmo só poderá ser realizado com pista ligada. No intervalo entre as fendas para troca da etiqueta da cor da fenda o carro não sairá da pista, podendo ser feito ajustes que sejam possíveis apenas com as mãos (arrumar bolha, ajuste de alfinetes, arrumar contato) qualquer reparo que seja necessário a utilização de alguma ferramenta o mesmo só poderá ser feito com pista ligada. A colocação de óleo e braid só poderá ser feita com pista ligada. Não é permitido a colocação de braid em pasta na fenda. PREMIAÇÃO LOJA A loja onde será realizado o evento fornecerá troféus de boa qualidade, de 1 a 3 para o Falcon Turismo e para o G12 Turismo sendo facultativo a distribuição de medalhas do 4 ao 8. Ao final do campeonato a Comissão organizadora premiará os 8 (oito) primeiros colocados de cada categoria.. COMISSÃO ORGANIZADORA LPA

4 A premiação será do seguinte modo. primeiro lugar: 2 motores falcon segundo lugar: 1 bolha terceiro lugar: 1 par de pneus primeiro lugar: 1 induzido segundo lugar: 1 bolha terceiro lugar: 1 par de pneus FALCON G 12 INSCRIÇÃO: FALCON e G12: R$ 40,00 por prova REGULAMENTO TÉCNICO MOTORES FALCON: O motor deve ser totalmente original. Nenhuma modificação que altere as características originais sera permitida GRUPO 12 Preparação: a)caixas deverão ser nacionais B52, TWP ou RED FOX, sem qualquer tipo de retrabalho,exceto solda de bucha. b) Cabeçotes deverão ser os mesmos dos set-ups acima, sem qualquer tipo de retrabalho. Será permitido, colagem de bucha, substituição dos postes de molas por modelos de qualquer material ou procedência e o re-trabalho das ferragens porta-escovas originais. c) Proibido o uso de rabicho. d) Imã nacionais, das marcas B52, Twp ou Red Fox e) Buchas poderão ser trocadas por original ou similar, mas não poderão ser em resina (permitido o uso de rolamento na caixa). f)será permitido o uso de qualquer tipo de cola para fixação dos imãs e ferragens na preparação do motor. g) Será permitido qualquer marca de induzido g12 homologado pela USRA entre. 510 e.555 de diâmetro por.350 de stack. h)qualquer item não mencionado acima é proibido. CHASSIS:

5 MODELOS HOMOLOGADOS: B52, Lynx, Proparts, Red Fox e TWP(2005, 2008 e 2011) - Slot Speed Delta (2012). Só poderão ser utilizados os modelos produzidos até 2013 não será permitido nenhum chassi das marcas acima mencionadas que sejam produzidos a partir de É permitido somente o uso de um (01) chassis, motor, e carroceria por prova. Preparação: Não será permitida nenhuma alteração nas características do chassis, ou seja, não se pode eliminar ou substituir qualquer um de seus componentes. Só serão permitidos ajustes de folga e re-trabalhos de solda. Será permitido alterar o posicionamento dos pintubes dentro da mesma superfície inicialmente soldada. Para qualquer chassi o comprimento deverá estar entre 110 mm e 115 mm. A altura livre em relação à pista deverá ser de 0,7 mm na largada. CARROCERIAS Falcon Astra 2011 Proparts G12 Turismo Nissan GTR ABCD

6 Os vidros não poderão ser pintados. Altura máxima do carro será de 40mm esta altura será considerada medindo o carro colado ao solo até extremidade superior do mesmo. PNEUS O pneu permitido para o torneio será B52 Wonder (lacre Laranja somente), este jogo de pneus poderá ser adquirido em qualquer loja participante do evento. O pneu a ser utilizado deverá ter o lacre do fabricante e somente nestas condições poderá ser utilizado na competição. A bitola máxima do carro deverá ser de 82.6 mm. O eixo será de livre procedência metálico e não poderá ser vazado. Será proibido o uso de eixos de 2mm nas 2 categorias. TRANSMISSÃO Pinhão: Serão permitidos quaisquer tipos e modelos de pinhões, inclusive os angulares, em pitch 48 e 64. Coroas: 1) Serão de livre procedência, em pitch 48 e 64, com parte externa em nylon.

7 COMPONENTES DIVERSOS O guia a ser utilizado será de livre procedência. As buchas poderão ser de livre procedência, sendo vetado o uso de rolamentos no eixo traseiro. Os fios não poderão ser do tipo rígido. PESO O peso mínimo do carro pronto para largada, devera ser de 72 gramas, para as 2 categorias. VISTORIAS Antes do início da competição todos os carros deverão passar pela vistoria e serão devidamente lacrados. Todos os carros poderão ser vistoriados a qualquer momento durante a prova. Se alguns dos itens constantes deste regulamento não estiverem de acordo o competidor será desclassificado da prova. Ao término da corrida os três primeiros carros serão vistoriados e seus motores abertos. Ao final da prova o comissário técnico poderá escolher aleatoriamente qualquer participante para ser vistoriado. Inspeção: a) Inspeção e lacração da carroceria verificando o nome do piloto. b) Inspeção da altura total da carroceria em relação ao solo. c) Inspeção e lacração do chassis. d) Inspeção da altura da parte traseira do chassis em relação à pista. e) Inspeção da bitola das rodas traseiras. f) Inspeção e lacracão do motor soldado no chassis verificando-se a caixa, cabeçote, imã e induzido. Casos omissos a este regulamento serão analisados e julgados pela comissão organizado. HORÁRIOS: Categoria FALCON: Abertura loja às 8 hs e pista desligada as 11:00 hs., em seguida será feita vistoria dos carros, tomada de tempo montagem das baterias e corrida. Durante o período de treinos, a comissão organizadora poderá determinar o deligamento de fendas desde que entenda que a mesma já tenha atingido uma

8 aderencia acima do que é pretendido para a corrida. Durante o período de treino só será permitido a utilização de carro da categoria e com a bolha correspondente. Categoria G 12 após a liberação da pista ao termino da categoria FALCON treino livre de uma hora a pista será desligada em seguida será feita vistoria dos carros, tomada de tempo montagem das baterias e corrida. Calendário: 16/03 Talladega (blue king) 13/04 Nascar (plana) 18/05 Gt Autorama 17/08 Octopus 14/09 Monza (plana) 26/10 DEFINIDA POR CONTA DO REGULAMENTO.

TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE

TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL ITEM 1. DISPOSIÇÕES PREMILIMARES 1.1 - O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar, e dirimir possíveis

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO XXIV PROVA DE ARRANCADA INTERNACIONAL DE CAMINHÕES EM BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA / SC 1 - DAS INSCRIÇÕES DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2014 REGULAMENTO GERAL 1.1 - As inscrições poderão

Leia mais

O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas :

O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas : 1 1. INTRODUÇÃO O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas : O Campeonato seguirá o Calendário Oficial da APPA, em anexo, sendo que a 1.a Etapa acontecerá

Leia mais

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall Fall 08 Regulamento: Brasil de GT SCX III Copa Americana Autorama Sedia o campeonato nacional de autorama de réplica GT SCX, será realizado nos dias 24 e 25 de setembro de 2011. 3 categorias de pilotos:

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS

REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS INTRODUÇÃO Este regulamento visa orientar aos participantes das corridas de Mini-Z MR-03 Sports, quanto aos ajustes e modificações permitidos nos carros. A idéia principal

Leia mais

CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014

CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014 CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014 JÚNIOR MENOR DE KART - ITAL SISTEM PMJK: Parágrafo 1º - Prova A duração da prova, será definido através do adendo 2 da etapa. Parágrafo 2º - Da Categoria - O Campeonato será

Leia mais

CAMPEONATOS NASCAR FEVEREIRO e MARÇO DE 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO

CAMPEONATOS NASCAR FEVEREIRO e MARÇO DE 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO CAMPEONATOS NASCAR FEVEREIRO e MARÇO DE 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO Serão 6 categorias, BOLHA 1/24; BOLHA 1/32; FALCON; GRUPO 12; REPLICA 1/32 MONOPOSTO e REPLICA 1/32 1) SISTEMA DE DISPUTA ( valido para

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 ART. 01 REGULAMENTO DESPORTIVO TEMPORADA 2015 A Pokemon Pneus, é a realizadora da Copa Paraná Superbike com 7 etapas, elabora o presente regulamento, entrando em vigor imediatamente

Leia mais

07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C )

07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C ) 07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C ) 07.1 NORMAS TÉCNICAS: A categoria Dianteira Turbo C deverá seguir as normas técnicas constantes neste regulamento específico. 07.2 DEFINIÇÃO

Leia mais

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2011, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão

Leia mais

-Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring).

-Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring). Regulamento Rally Grupo N GT 1.MODELOS ADMITIDOS: -Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring). 1.1.Lista de Modelos: Avant Slot -Lotus Elise

Leia mais

Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014

Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014 Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014 Regulamento Técnico ART. 1 - MOTOCICLETAS E CLASSES SUPERBIKE - Pró Motocicletas acima de 980cc, motor de 4 tempos e de 04 cilindros de até 1050cc, e 3 cilindros

Leia mais

14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C

14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C 14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C 14 DEFINIÇÃO Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, coupê ou sedan, de 2, 3, 4 ou 5 portas Veículos de tração dianteira

Leia mais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CAMPEONATO PAULISTA DE DRAG RACE 2014 REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DRAG RACE DIANTEIRA DD 1- REGULAMENTAÇÃO: Todos os veículos inscritos deverão passar por vistoria prévia. Todos os pilotos deverão ter

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016 INTRODUÇÃO Sempre que os presentes regulamentos se referirem à PROMOTORA, a DENER MOTORSPORT

Leia mais

I Dispositivos Gerais:

I Dispositivos Gerais: REGULAMENTO DESPORTIVO I Dispositivos Gerais: 1. ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO 1.1- O Campeonato de Arrancadas para Motos 2016 será supervisionado e organizado pela comissão organizadora e promotora de eventos

Leia mais

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 - Conj. 1 - Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 - Porto

Leia mais

SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL

SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL ITEM 1. DISPOSIÇÕES PREMILIMARES 1.1 - O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar, e dirimir possíveis dúvidas, advertir

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO E DESPORTIVO GAÚCHO CAMPEONATO GAÚCHO DE MARCAS E PILOTOS 2014 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Art. 1º - Introdução REGULAMENTO DESPORTIVO A Federação Gaúcha de

Leia mais

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO A Federação Paranaense de Automobilismo FPrA, e suas filiadas: AKRL Associação dos Kartistas da Região de Londrina, farão realizar

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES:

REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES: REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES: 1-. MODELOS ADMITIDOS: NSR Ford GT 40 MKIV Ford GT 40 MKII Ford P-68 Porsche 917 SLOT.IT Chaparral 2.E Alfa Romeo 33/3 Ferrari 312 PB 2-. CHASSIS A. É permitido

Leia mais

50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO

50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO 50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO 2013 1. DIMENSÕES 1.1 GT 1/24 As dimensões dos carros de GT1/24 são as seguintes Dimensão máxima (eixo do patilhão / eixo traseiro) (a): a do original do chassis

Leia mais

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES 1.1.NORMAS TÉCNICAS PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES As categorias da Corrida de jerico deverão seguir as normas técnicas constantes neste regulamento específico. 1.2.DEFINIÇÃO

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL. F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition. Regulamento Desportivo

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL. F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition. Regulamento Desportivo 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition Regulamento Desportivo A CBA supervisionará técnica e desportivamente o torneio F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition, que é promovido pela empresa

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011

REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011 REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011 OBJETIVO: ART.01 - A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MOTOCICLISMO, é a única entidade capacitada por lei a, autorizar, aprovar, coordenar, planificar e supervisionar

Leia mais

SMSCROSS - Promoções e Eventos

SMSCROSS - Promoções e Eventos SMS SUPER VELOCROSS 2016 REGULAMENTO GERAL VELOCROSS. 06-01-2016 DEFINIÇÃO: Denomina-se, competição de VELOCROSS, aquelas que se desenrolam por vários tipos terrenos com trajetos pré-fixados e dificuldades

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO:

CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO: CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO: OBJETIVO: ART.01 - A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MOTOCICLISMO, é a única entidade capacitada por lei a, autorizar, aprovar, coordenar, planificar e supervisionar

Leia mais

REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015

REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015 REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015 Art. 1º - DA ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO. 1. Este campeonato de kart amador tem como idealizadora a COMISSÃO ORGANIZADORA SPORT KART

Leia mais

Os comissários podem solicitar a qualquer momento que sejam feitas as verificações necessárias em qualquer veiculo inscrito no evento.

Os comissários podem solicitar a qualquer momento que sejam feitas as verificações necessárias em qualquer veiculo inscrito no evento. REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA ADAPTADO TURBO 1-REGULAMENTAÇÃO Todos os veículos inscritos deveram passar por vistoria prévia. Os competidores deverão provar ao comissário técnicos e desportivos do evento,

Leia mais

Regulamento. Técnico

Regulamento. Técnico Regulamento Turismo 1/24 1 GENERALIDADES 1.1 Este regulamento será válido durante todo o ano de. 1.2 É permitido durante as corridas substituir todas as peças do carro excepto o chassis e a carroçaria.

Leia mais

Manual de Instruções Aparelho Abdominal

Manual de Instruções Aparelho Abdominal Manual de Instruções Aparelho Abdominal Parabéns, você acabou de adquirir o Aparelho Abdominal! Um produto ideal para você cuidar da sua saúde e do seu corpo no conforto da sua casa. Temos certeza que

Leia mais

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares ou mais. c) A denominação desta categoria será Dianteira Turbo A.

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares ou mais. c) A denominação desta categoria será Dianteira Turbo A. 6 - CATEGORIA DIANTEIRA TURBO A - DT- A 6.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, nacionais ou importados, coupê, sedan ou pick- up, de 2, 3, 4 ou 5

Leia mais

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD 1 7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD REGULAMENTAÇÃO: Todos os veículos inscritos deverão passar por vistoria prévia. Todos pilotos deverão ter a cédula de piloto vigente no ano corrente para participar

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA CATEGORIA MINI-FÓRMULA TUBULAR CATEGORIAS A E B REGULAMENTO TÉCNICO 2013 CATEGORIAS MINI

Leia mais

Lista Completa de Peças

Lista Completa de Peças Lista Completa de Peças Carta ao Proprietário Parabéns pela escolha!!! Você adquiriu um dos Equipamentos Paletrans para movimentação de carga, desenvolvido com tecnologia mundial, de fácil manutenção e

Leia mais

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO ESPIRITO SANTO ASSOCIAÇÃO ESPIRITOSSANTENSE DE PAIS E PILOTOS DE KART 1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART REGULAMENTO DESPORTIVO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO, DO CALENDÁRIO

Leia mais

JEEP CLUBE DE MACEIÓ

JEEP CLUBE DE MACEIÓ JEEP CLUBE DE MACEIÓ R E G U L A M E N T O XIX Prova do Sururu A XIX PROVA DO SURURU de 4x4 será regida pelo presente regulamento e pelo Código Desportivo do Automobilismo. A XIX PROVA DO SURURU de 4x4

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 6 - CATEGORIA DIANTEIRA TURBO A - DT-A 6.1) DEFINIÇÃO: a) Participam

Leia mais

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1. O Campeonato Brasileiro de Kart Indoor tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento

Leia mais

I. Disposições Gerais. Características do Torneio. Regulamento da Competição

I. Disposições Gerais. Características do Torneio. Regulamento da Competição I. Disposições Gerais O Torneio de Robótica da UNIUBE, organizado por docentes e discentes da instituição, visa incentivar os alunos a buscarem conhecimentos teóricos e práticos relacionados à área de

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO CANASTRA Art. 1º. O torneio de Canastra do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C DT-C 4.1) - DEFINIÇÃO: a) Participam desta

Leia mais

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2012, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão da FGA.

Leia mais

1º CAMPEONATO BRASIL RACE DE GT S - S1/2015

1º CAMPEONATO BRASIL RACE DE GT S - S1/2015 1º CAMPEONATO BRASIL RACE DE GT S - S1/2015 A BRASILRACE realizará no 1º semestre de 2015, durante os meses de janeiro/2015 a maio/2015 o Campeonato de GT s com base no simulador GSC Extreme/Reiza. REQUISITOS:

Leia mais

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO REGULAMENTO APRESENTAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Espírito Santo SESCOOP/ES está promovendo o 1º FUTCOOP INFANTIL MASCULINO, que será realizado no mês de julho

Leia mais

PARTE B REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA

PARTE B REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA PARTE B REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA INTRODUÇÃO No GT3 Cup Challenge Brasil serão utilizados carros tecnicamente idênticos (modelos Porsche 911 GT3 Cup) de uma série limitada construída com base no modelo convencional

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015

CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 Capítulo I Definição Art.01. No ano de 2015, será organizado pela PODIUM RACE EVENTS o campeonato Brasileiro de DRIFT, com a supervisão da

Leia mais

Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS)

Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS) Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS) CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO ARTIGO 1º - A supervisão do CAMPEONATO DE PAULÍNIA - 2015, será exercida pelo Departamento

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 2 - CATEGORIA DIANTEIRA ORIGINAL DO 2.1) DEFINIÇÃO: a) Participam

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2

REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2 REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2 2011 ARTIGO 1: VEÍCULOS E MODIFICAÇÕES PERMITIDAS ARTIGO 2: CATEGORIAS ARTIGO 3: IDENTIFICAÇÃO ARTIGO 4: CARROCERIA E DIMENSÕES ARTIGO 5: PESO ARTIGO 6: MOTOR

Leia mais

SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300

SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300 SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300 O Regulamento técnico específico de cada categoria se sobrepõe ao texto do Regulamento Técnico Geral.

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE GRAN TURISMO ( GT ) 2012 SUMÁRIO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE GRAN TURISMO ( GT ) 2012 SUMÁRIO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE GRAN TURISMO ( GT ) 2012 SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES... 2 2. REGULAMENTO... 3 3. CARROCERIA... 4 4. PESO... 5 5.

Leia mais

Manual de Usuário. (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000)

Manual de Usuário. (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000) AUTOMATIZADORES PARA PORTAS DE ENROLAR IMPORTAÇÃO E SUPORTE TÉCNICO NA INSTALAÇÃO Manual de Usuário (Y-200, Y-300, Y-400, Y-500, Y-550, Y- 600, Y-700, Y-850, Y-1200, Y-1500 e Y- 2000) SAC: 55 + 11 3088

Leia mais

CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS

CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS 1- Os competidores e equipes, deverão obedecer rigorosamente às regras estipuladas para o campeonato,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 1 - TÍTULO E GENERALIDADES O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e supervisionado pela Confederação. Brasileira de Motociclismo, montado

Leia mais

14 - CATEGORIA STREET TRAÇÃO TRASEIRA STT

14 - CATEGORIA STREET TRAÇÃO TRASEIRA STT 14 - CATEGORIA STREET TRAÇÃO TRASEIRA STT 14.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, coupê, sedan ou pick-up, de 2, 3, 4 ou 5 portas de tração traseira

Leia mais

LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO

LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO 2014 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 INFORMAÇÕES TÉCNICAS... 3 3 CALIBRAGEM DOS MÓDULOS LASER (AFERIÇÃO E TEMPORIZAÇÃO)... 3 3.1 AFERIÇÃO DO LASER PONTO LONGITUDINAL...3 3.2

Leia mais

FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015

FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015 FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015 REGULAMENTO PARTICULAR Capítulo I A CONFEDERACAO BRASILEIRA

Leia mais

GUDUXU'S TRACK REGULAMENTO CAMPEONATO TURISMO 1/32 - TEMPORAD

GUDUXU'S TRACK REGULAMENTO CAMPEONATO TURISMO 1/32 - TEMPORAD GUDUXU'S TRACK REGULAMENTO CAMPEONATO TURISMO 1/32 - TEMPORAD 1 1.1 1.2 2 2.1 TEMPORADA: A TEMPORADA DE 2016, NA CATEGORIA TURISMO 1/32 SERÁ DISPUTADA NA MODALIDA E 2' DE BOX AS ETAPAS SERÃO DISPUTADAS

Leia mais

XXVI 100 Milhas Piracicaba

XXVI 100 Milhas Piracicaba XXVI 100 Milhas Piracicaba Data: 01 e 02 de agosto de 2015. Autódromo: Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo Supervisão: FASP Federação de Automobilismo de São Paulo Apoio: Prefeitura Municipal de

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2014 REGULAMENTO TÉCNICO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2014 REGULAMENTO TÉCNICO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2014 REGULAMENTO TÉCNICO 10 - CATEGORIA TURBO TRASEIRA TT 10.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria

Leia mais

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes Período: 06/09 a 29/11 11 datas Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes COORDENAÇÃO: Prof. Eurico Gaspar de Oliveira CREF 0124 - G/BA CONTATO: (75) 8307-1261 / 9165-4938 / 3223.4158

Leia mais

Este regulamento está organizado conforme o CDI Código Desportivo Internacional e CDA Código Desportivo do Automobilismo.

Este regulamento está organizado conforme o CDI Código Desportivo Internacional e CDA Código Desportivo do Automobilismo. 15 - CATEGORIA TRASEIRA STREET TURBO. Este regulamento está organizado conforme o CDI Código Desportivo Internacional e CDA Código Desportivo do Automobilismo. 15.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE DTM SCX - CARRERA

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE DTM SCX - CARRERA DTM SCX - CARRERA 2015 Página2 Índice 1. Objetivos... 3 1.1. Âmbito... 3 1.2. Exceção... 3 1.3. Modelos Admitidos... 3 2. Definições... 3 2.1. Carroçaria... 3 2.2. Chassis e Bancada... 4 2.3. Motor...

Leia mais

REGULAMENTO RALLY DE REGULARIDADE CATEGORIAS: CARROS: GRADUADO TURISMO CIDADE MOTOS: GRADUADO

REGULAMENTO RALLY DE REGULARIDADE CATEGORIAS: CARROS: GRADUADO TURISMO CIDADE MOTOS: GRADUADO REGULAMENTO RALLY DE REGULARIDADE CATEGORIAS: CARROS: GRADUADO TURISMO CIDADE MOTOS: GRADUADO - INTRODUÇÃO: O Rally de Regularidade consiste em percorrer um determinado caminho demarcado pela planilha

Leia mais

ANEXO II CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ARQUIVOS DESLIZANTES

ANEXO II CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ARQUIVOS DESLIZANTES ANEXO II CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ARQUIVOS DESLIZANTES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ARQUIVOS DESLIZANTES DESTINADOS À EDIFICAÇÃO DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL RIO GRANDE DO SUL,

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO CAMPEONATO GAÚCHO DE MINI FÓRMULA TUBULAR EM PISTA DE TERRA REGULAMENTO DESPORTIVO E TÉCNICO 2014 Art. 1º - DEFINIÇÃO: A Federação Gaúcha de Automobilismo, com a colaboração

Leia mais

Campeonato de Carros Nacionais

Campeonato de Carros Nacionais Campeonato de Carros Nacionais Resumo POTENCIA Ver na lista de carros (em média, 280 CV) PESO 1.200 KG + lastro (lastro dado pelo sistema de lastro, explicado abaixo) PNEU DESPORTIVO MACIO AFINAÇAO PERMITIDA

Leia mais

VIBRADOR DE IMERSÃO. Quaisquer dúvidas ou informações adicionais dirigir-se ao Assistente mais próximo de sua região, ou a:

VIBRADOR DE IMERSÃO. Quaisquer dúvidas ou informações adicionais dirigir-se ao Assistente mais próximo de sua região, ou a: VIBRADOR DE IMERSÃO ADVERTÊNCIA IMPORTANTE: Para evitar possíveis danos ao equipamento, antes de executar quaisquer operações é indispensável ter conhecimento de todo o manual de instruções. Quaisquer

Leia mais

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I 4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de suas filiadas (FAUs), fará realizar o 4º CAMPEONATO BRASILEIRO

Leia mais

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR TOP KART Brasil 2016 GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR 1 REGULAMENTAÇÃO: Este evento estará submetido ao CDI, ao CDA, ao Regulamento

Leia mais

Desafio Tecnológico Carro Mecatrônico

Desafio Tecnológico Carro Mecatrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO Desafio Tecnológico Carro Mecatrônico 1. Descrição e Objetivos Propõe um desafio tecnológico

Leia mais

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 Art. 1º - REGULAMENTO OBJETIVO Com o objetivo de desenvolver e difundir o ciclismo em toda a Região Norte e Nordeste, bem

Leia mais

TROFÉU CLUBE DESPORTIVO NACIONAL PROMERCH PUBLICIDADE 2011 REGULAMENTO TÉCNICO

TROFÉU CLUBE DESPORTIVO NACIONAL PROMERCH PUBLICIDADE 2011 REGULAMENTO TÉCNICO TROFÉU CLUBE DESPORTIVO NACIONAL PROMERCH PUBLICIDADE 2011 REGULAMENTO TÉCNICO 1. TODAS AS VIATURAS DEVERÃO ESTAR OBRIGATORIAMENTE EQUIPADAS COM: 1.1. - Armação de Segurança constituída por: a) Arco Principal:

Leia mais

COPA JEEP CLUB JUIZ DE FORA 2011 RALLY DE REGULARIDADE 4X4 - TIPO RAID

COPA JEEP CLUB JUIZ DE FORA 2011 RALLY DE REGULARIDADE 4X4 - TIPO RAID COPA JEEP CLUB JUIZ DE FORA 2011 RALLY DE REGULARIDADE 4X4 - TIPO RAID REGULAMENTO GERAL 1 MODALIDADE 1.1 - A Copa Jeep Club Juiz de Fora de Rally de Regularidade 4x4 2011 é uma competição esportiva automobilística

Leia mais

RANKING EM UMA CATEGORIA

RANKING EM UMA CATEGORIA RANKING SHB - 2015 REGULAMENTO 1. PARTICIPAÇÃO : 1.1 Pontuarão no RANKING 2015 da SHB, sócios registrados e cavalos registrados (pontuação atribuída ao cavaleiro), exceto cavalos novos) com as taxas de

Leia mais

CUIDADO O tempo de carregamento não deve exceder 3 5 horas. ESPECIFICAÇÃO Chave de fenda: Velocidade: 200rpm;

CUIDADO O tempo de carregamento não deve exceder 3 5 horas. ESPECIFICAÇÃO Chave de fenda: Velocidade: 200rpm; MANUAL DE INSTRUÇÕES Por favor, leia as instruções de operação meticulosamente, prestar especial atenção às instruções de segurança. Guarde as instruções de operações junto com o equipamento CUIDADO O

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI)

CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI) CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI) REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º - DO CAMPEONATO O Farroupilha Kart Clube (FKC) realizará nesta temporada o Campeonato Regional

Leia mais

como a DT200 da Yamaha.

como a DT200 da Yamaha. Para os iniciantes, é melhor optar por uma moto de menor potência, como a 125cc, porque elas são mais leves e dão mais chances. As 250cc são mais violentas e qualquer erro pode causar um tombo. Para o

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO POTIGUAR INTERIORANO DE XADREZ

REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO POTIGUAR INTERIORANO DE XADREZ REGULAMENTO GERAL DO CAMPEONATO POTIGUAR INTERIORANO DE XADREZ Das disposições iniciais. ART. 1º - A finalidade do Campeonato Potiguar Interiorano de Xadrez Interiorano é declarar o campeão do interior

Leia mais

TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Atualizado em 24/02/2005 DOS OBJETIVOS Art. 1 o.- Promover o desporto educacional através de várias modalidades esportivas, dando a

Leia mais

Campeonato Etapa Local Status Dia da Semana Data Etapa Horário da Bateria Tipo de Kart

Campeonato Etapa Local Status Dia da Semana Data Etapa Horário da Bateria Tipo de Kart ARTIGO 1º ORGANIZAÇÃO: A Temporada 2016 da categoria GPCKA KART INDOOR será realizada pelo GRUPO Circuito de Kart Amador. ARTIGO 2º CRONOGRAMA: A Temporada 2016 será disputada em 6 etapas e as etapas estão

Leia mais

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança As normas e regras aqui estabelecidas são complementares aos regulamentos técnicos de cada categoria, portanto devem ser seguidas e obedecidas por competidores

Leia mais

XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO

XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO 1 XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO Art. 1º - A Federação Catarinense de Motociclismo - FCM, única Entidade por força de lei

Leia mais

O campeonato. Era o primeiro passo para um desejo antigo e que ganhava força cada vez maior: a criação de um campeonato nacional de Spyder Race.

O campeonato. Era o primeiro passo para um desejo antigo e que ganhava força cada vez maior: a criação de um campeonato nacional de Spyder Race. Introdução Inicialmente criados para provas de longa duração, os protótipos Spyder participaram das mais diferentes provas pelo Brasil, competindo contra diversos modelos. Por existirem em grande número,

Leia mais

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - REGULAMENTO OBJETIVO Com o objetivo de desenvolver e difundir o ciclismo em toda a Região Norte

Leia mais

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1 O Torneio de Verão 2013 tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento com a finalidade

Leia mais

a) Dividido em dois percursos, terá a distância aproximada de 5km e 9km.

a) Dividido em dois percursos, terá a distância aproximada de 5km e 9km. CORRIDA A 2ª Corrida da Avosos será realizada no dia 22 de novembro de 2015 e terá sua largada na sede da Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) localizada na Rua Leonel

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO

MANUAL DO PROPRIETÁRIO MANUAL DO PROPRIETÁRIO Mini Moto 49cc 2T Modelo DB710 MANUAL DO PROPRIETÁRIO (06 PÁGINAS) Para o bom funcionamento de seu produto siga corretamente as instruções deste manual. ATENÇÃO! É proibido o tráfego

Leia mais

Regulamento 1ª Corrida Cidade de Americana Corrida de 5 km e 10 km e caminhada de 5 km 28 de Fevereiro de 2016

Regulamento 1ª Corrida Cidade de Americana Corrida de 5 km e 10 km e caminhada de 5 km 28 de Fevereiro de 2016 Regulamento 1ª Corrida Cidade de Americana Corrida de 5 km e 10 km e caminhada de 5 km 28 de Fevereiro de 2016 O evento é uma realização da THF Propaganda e Marketing com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE RALLY RALLY CROSS COUNTRY DE VELOCIDADE 2013 REGULAMENTO TÉCNICO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE RALLY RALLY CROSS COUNTRY DE VELOCIDADE 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE RALLY RALLY CROSS COUNTRY DE VELOCIDADE 2013 REGULAMENTO TÉCNICO ARTIGO 1 - PRESCRIÇÕES GERAIS... 2 ARTIGO 2 - CATEGORIAS... 8 ARTIGO 3 - CATEGORIA

Leia mais

A sua melhor amiga nas deslocações pela cidade

A sua melhor amiga nas deslocações pela cidade A sua melhor amiga nas deslocações pela cidade Opte por conduzir na cidade com elegância e estilo. Prática e fiável, a Neo's faz com que todas as viagens sejam simples, permitindo-lhe concentrar-se apenas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALINHADOR DE FAROL AUTOMOTIVO

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALINHADOR DE FAROL AUTOMOTIVO MANUAL DE INSTRUÇÕES ALINHADOR DE FAROL AUTOMOTIVO KA-068 ÍNDICE: PG. INTRODUÇÃO----------------------------------------------3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS-------------------------3 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO-----------------------3

Leia mais

Manual de Instruções e Catálogo de Peças

Manual de Instruções e Catálogo de Peças 1 Manual de Instruções e Catálogo de Peças Mk-GT 800 2 ÍNDICE Apresentação... 03 Normas de Segurança... 04 Componentes... 07 Engate / Montagem... 08 Preparação p/trabalho... 09 Cuidados... 10 Manutenção...11

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID

FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID 1 FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID FCJERJ, FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA

Leia mais

COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015

COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015 COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015 WWW.TCER.COM.BR REGULAMENTO 2015 ART.01 - PROMOTORES E ORGANIZADORES: TCER - TRAIL CLUBE ENTRE RIOS é a entidade promotora da Copa, os Moto Clubes: TRAIL CLUBE OS LAMEIROS

Leia mais

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES Capítulo 1 Da Finalidade Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem como objetivo incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário e promover o intercâmbio,

Leia mais