TROFÉU BRASIL OPEN FORCE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE"

Transcrição

1 TROFÉU BRASIL OPEN FORCE REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL ITEM 1. DISPOSIÇÕES PREMILIMARES O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar, e dirimir possíveis dúvidas, advertir sobre atitudes inadequadas dos presentes, durante a corrida para: segurança, confiabilidade, honestidade e transparência no decorrer do Campeonato para que o mesmo transcorra sem transtornos Qualquer dúvida, sugestões ou reclamações, em relação ao presente regulamento, os pilotos, preparadores, proprietários de pistas, lojistas ou representantes de clubes, deverão entrar em contato com a organização. 1

2 ITEM 2. CORRIDAS 2.1 A corrida será realizada no dia 12 de dezembro de 2.015, sábado. Local: Rato Raceway - Rua Padre José, 22 Centro - Mogi Mirim - SP ITEM 3. PROCEDIMENTOS O Campeonato será realizado em três categorias, Light, Semi-pró e pró. 3.2 A corrida iniciará as 12:00 horas, com a categoria Light, depois Semi-pró e pró. Após a corrida da categoria Light, somente os dois primeiros colocados da categoria light, poderá ter a opção de correr na categoria semi-pró. Após a corrida da categoria Semi-pró, somente os dois primeiros colocados da categoria semi-pró, poderá ter a opção de correr na categoria pró. Os pilotos da categoria pró, é vedado à participação nas categorias light e semipró A Organização poderá escolher o Diretor da Prova e o mesmo solicitará 01 (um) auxiliar, de preferência que participe da Comissão Organizadora; Pessoa qualificada a efetuar as vistorias de todos os modelos, para verificar se os carros estão de acordo com o presente Regulamento: 3.4 No dia do evento, a pista será liberada aos pilotos: Para treino e preparação dos carros, a partir das 08h00min até 11h00min, para todas as Categoria; Após o término do treino das Categorias, iniciam-se as vistorias e o início da tomada de tempo. 3.6 Todas as baterias serão formadas através do sistema (a,b,a,b) por categoria, para a formação das ordens de largada; A ordem de escolha de fenda em todas as Categorias será determinada pela ordem de sequência da classificação da tomada de tempo O tempo mínimo por fenda para as classificatórias será de 4 minutos e de 5 minutos para a final Para cada categoria, dependendo da quantidade de pilotos, seria feito uma corrida única final, podendo, dependente da quantia de pilotos, fazer duas ou três baterias, subindo sempre 2 pilotos por bateria, para que todos tenham chance, até chegar a final Os tempos mínimos acima poderão ser alterados por decisão do Diretor da Prova, conforme o número de pilotos inscritos; O tempo mínimo de intervalo será de 02 (dois) minuto por fenda, podendo ser alterado por decisão do Diretor da Prova, conforme o número de pilotos inscritos; Todos os pilotos correrão em todas as fendas de cada pista; Não haverá tempo de corte Os pilotos serão premiados com troféu por categoria: Do 1º (primeiro) ao 4º (quarto) colocado. 2

3 A taxa de inscrição do piloto em cada Categoria será da seguinte forma: R$ 60,00 (sessenta reais) para participar de apenas 01 (uma) categoria Para o piloto que optar em correr em outra categoria, conforme descrito no item 3.2, haverá um acréscimo de R$30,00 (trinta reais) para cada categoria. ITEM 6 - LIMPEZA DE PNEUS 6.1 Livre, a qualquer momento Liquido para limpeza dos pneus, é igual para todos os participantes. Vedado o uso de glub. ITEM 7 - MANUTENÇÃO Durante a corrida ou no intervalo de fenda é permitida a manutenção com reparos no carro, com ferramentas ou não, apenas no local onde o carro parou na pista, durante a troca de fenda, exceto que necessite de reparos onde o carro não tenha condições de rodagem, o mesmo, poderá ser feito junto a sala de manutenção. ITEM 8 RE- COLOCADORES O campeonato será realizado com re-colocadores; Todos os pilotos serão re-colocadores na categoria que estiver participando e viceversa, não podendo ser re-colocadores em categoria que não esteja participando, salvo se escalado pelo Diretor da Prova; A desobediência de qualquer dos itens acima, o piloto será punido com a perda de 05 (cinco) voltas a cada ocorrência. ITEM 9 - FENDA ERRADA 9.1 Em caso do re-colocador não conseguir recolocar o carro a tempo e o mesmo passar em fenda errada durante a corrida, não deverá ser retirada e nem acrescida volta a nenhum dos pilotos envolvidos; O programa de controle da corrida é configurado para marcar apenas 01 (uma) volta através do tempo mínimo de corte para esses casos; O carro que passou em fenda errada poderá ser recolocado atrás da linha do marcador de voltas, desde que seja comprovado pelo Diretor da Prova tal incidente. ITEM 10 - VISTORIA Todos os carros estarão sujeitos à vistoria para verificar se os carros estão de acordo com o presente Regulamento; Antes do inicio do sorteio da tomada de tempo; Antes do inicio de cada bateria; Em qualquer momento da corrida; Ao final da corrida em todos os carros das 03 (três) Categorias; Os carros deverão ser entregues no ato da inscrição ao Diretor da Prova para vistoria técnica inicial, não voltando mais para as mãos do piloto, e após a corrida os carros ficarão retidos no PARQUE FECHADO até o inicio da prova; 3

4 O Diretor da Prova marcará com esmalte ou outro meio disponível, os chassis e carrocerias dos carros; ITEM 11 PUNIÇÕES Carros: Se efetuada a vistoria durante a realização da corrida e for constatada qualquer irregularidade que infrinja o presente regulamento, o piloto será desclassificado Ao final da corrida, constatado qualquer irregularidade no carro do piloto na vistoria final, que infrinja qualquer item deste regulamento, o mesmo será desclassificado, dando a colocação obtida ao próximo na classificação da etapa em questão e assim sucessivamente Pilotos e Re-colocadores: O piloto ou re-colocador que praticar qualquer ato com característica ofensiva, tanto para com o Diretor da Prova, pilotos, re-colocadores ou qualquer pessoa presente a etapa, o mesmo será primeiramente advertido verbalmente, e na reincidência o mesmo será julgado pelo Diretor da Prova e pela Organização, que analisarão o caso e decidirão da melhor maneira possível, podendo ou não sofrer a punição de até 30 (trinta) voltas ao final da classificação geral; Cada piloto poderá trocar de motor, chassi, carroceria, carro completo, em caso comprovado de quebra, para as corridas classificatórias, entre uma e outra, até chegar na corrida final, ficando expressamente proibido a troca durante a corrida em andamento, ou na troca de fenda da bateria. ITEM 12 - DISPOSIÇÕES FINAIS O que não estiver contido nos itens acima é proibido e os casos omissos, serão analisados pela Organização do Campeonato e pelo Diretor da Prova, que analisarão o caso e decidirão da melhor maneira possível. Comissão Organizadora: Fernando José F. Bueno Sergio Luiz Del Grande Junior Pablo Pinheiro 4

5 REGULAMENTO TÉCNICO ITEM 13 - MODELOS PERMITIDOS Os carros homologados para este campeonato são os seguintes: Qualquer marca ou modelo específico para réplica, escala 1/32. ITEM 14 CARROCERIAS Todos os modelos deverão ser originais de acordo com o fabricante (espelhos dos faróis dianteiros e traseiros, vidro do carro original do modelo) sem nenhuma alteração, com interior completo e aerofólio dianteiro e traseiro, conforme o modelo, é permitido retirar apenas os espelhos e antenas; pequenas avarias serão toleradas na carroceria, não será permitido a falta de partes e pedaços grandes quebrados da carroceria Os carros deverão começar a corrida com os aerofólios dianteiros e traseiros conforme o modelo, com o auxilio de espuma ou fita adesiva e em caso de queda ou quebra durante a corrida não é necessário recoloca-lo Os carros deverão começar a corrida com as lentes de faróis originais e inteiras, para ajudar na fixação das lentes pode-se usar uma fita adesiva transparente de no máximo 2 mm de espessura e em caso de queda ou quebra durante a corrida não é necessário recoloca-la É obrigatório na colocação de no mínimo 01 (hum) número no carro que poderá ser pintado ou em adesivo, bem como o nome do piloto, que poderá ser pintado, em adesivo ou com caneta retro; É proibido o corte dos postes de fixação da carroceria, abertura dos pára-lamas dianteiros e traseiros ou qualquer outra modificação nos chassis ou carrocerias original do fabricante; 14.6 É permitido o uso de lexan (cockpit) do interior do carro da marca original pintado adequadamente ou da marca DFP. ITEM 17 - CHASSIS Original do fabricante da carroceria do carro. ITEM 18 - BERÇO DO MOTOR Original do fabricante somente para motores na transversal, vedado o uso de berço para motores em linha e angular. ITEM 19 - BUCHAS Qualquer fabricante. ITEM 20 - IMÃS Quantidade livre, sendo proibido que o imã fique abaixo do nível do berço do motor ou do chassi. 5

6 ITEM 21 - MOTORES Qualquer fabricante, especifico para réplica, e somente motores transversais de caixa pequena, vedado o uso de motores superiores a 180gcm³, e em linha ou angular. ITEM 22 TRANSMISSÃO Pinhão: Serão permitidos quaisquer tipos e modelos, específicos para réplicas Coroas: Serão permitidos quaisquer tipos e modelos, específicos para réplicas. ITEM 23 - EIXO Serão permitidos quaisquer tipos e modelos, fabricados específicos para réplicas. ITEM 24 - RODAS E PNEUS Rodas Traseiras e Dianteiras: Qualquer roda de fabricante específico para Réplicas Pneus Dianteiros e Traseiros: qualquer fabricante de borracha ou silicone específico para réplica As rodas dianteiras e traseiras deverão estar alinhadas com os pára-lamas do carro e não haverá nenhuma tolerância em relação a esse item do Regulamento Os pneus dianteiros deverão tocar na pista As rodas com o sistema air system (anel) não poderá ser rebaixado. ITEM 25 - GUIAS 25.1 Original do fabricante do chassi É Permitido o uso de calço entre o chassi e o guia. ITEM 26 - FIOS Qualquer fabricante. ITEM 27 - CONTATOS Qualquer fabricante ITEM 28 - VISTORIA TÉCNICA Antes do início da competição todos os carros deverão passar pela vistoria inicial. Todos os carros poderão ser vistoriados a qualquer momento durante a prova. Se alguns dos itens constantes deste regulamento não estiverem de acordo o competidor será desclassificado da prova. Ao término de cada bateria corrida, todos os carros serão vistoriados. 6

SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL

SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL SLOT IT CUP 2015 REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL ITEM 1. DISPOSIÇÕES PREMILIMARES 1.1 - O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar, e dirimir possíveis dúvidas, advertir

Leia mais

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall Fall 08 Regulamento: Brasil de GT SCX III Copa Americana Autorama Sedia o campeonato nacional de autorama de réplica GT SCX, será realizado nos dias 24 e 25 de setembro de 2011. 3 categorias de pilotos:

Leia mais

4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES

4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES 4º Campeonato Paulista de Protótipo Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES Tabela de pontuação: O Campeonato Paulista TURISMO 2014, será disputado em 6 etapas, conforme

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO XXIV PROVA DE ARRANCADA INTERNACIONAL DE CAMINHÕES EM BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA / SC 1 - DAS INSCRIÇÕES DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2014 REGULAMENTO GERAL 1.1 - As inscrições poderão

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS

REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS REGULAMENTO TÉCNICO MR-03 SPORTS INTRODUÇÃO Este regulamento visa orientar aos participantes das corridas de Mini-Z MR-03 Sports, quanto aos ajustes e modificações permitidos nos carros. A idéia principal

Leia mais

JEEP CLUBE DE MACEIÓ

JEEP CLUBE DE MACEIÓ JEEP CLUBE DE MACEIÓ R E G U L A M E N T O XIX Prova do Sururu A XIX PROVA DO SURURU de 4x4 será regida pelo presente regulamento e pelo Código Desportivo do Automobilismo. A XIX PROVA DO SURURU de 4x4

Leia mais

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 - Conj. 1 - Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 - Porto

Leia mais

CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014

CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014 CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014 JÚNIOR MENOR DE KART - ITAL SISTEM PMJK: Parágrafo 1º - Prova A duração da prova, será definido através do adendo 2 da etapa. Parágrafo 2º - Da Categoria - O Campeonato será

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 1 - TÍTULO E GENERALIDADES O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e supervisionado pela Confederação. Brasileira de Motociclismo, montado

Leia mais

I Dispositivos Gerais:

I Dispositivos Gerais: REGULAMENTO DESPORTIVO I Dispositivos Gerais: 1. ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO 1.1- O Campeonato de Arrancadas para Motos 2016 será supervisionado e organizado pela comissão organizadora e promotora de eventos

Leia mais

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO A Federação Paranaense de Automobilismo FPrA, e suas filiadas: AKRL Associação dos Kartistas da Região de Londrina, farão realizar

Leia mais

O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas :

O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas : 1 1. INTRODUÇÃO O Campeonato Paulista APPA 2013 - Stock 10,5 EP On-road será realizado em 08 (Oito) etapas : O Campeonato seguirá o Calendário Oficial da APPA, em anexo, sendo que a 1.a Etapa acontecerá

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 ART. 01 REGULAMENTO DESPORTIVO TEMPORADA 2015 A Pokemon Pneus, é a realizadora da Copa Paraná Superbike com 7 etapas, elabora o presente regulamento, entrando em vigor imediatamente

Leia mais

PN Slot Show Portugal. Regulamento

PN Slot Show Portugal. Regulamento Regulamento PN Slot Show Portugal Capitulo 1 Componente técnica 1. Disposições Gerais O presente Regulamento pretende regulamentar os aspectos técnico e desportivos para o PN Slot Show Portugal. É interdita

Leia mais

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2011, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão

Leia mais

WWW.GARAGEM83.COM.BR

WWW.GARAGEM83.COM.BR 1º EVENTO: DOMINGO - 15/03/2015 (APENAS TRACK DAY); 2º EVENTO: DOMINGO - 26/04/2015 (JUNTO COM MARCAS & PILOTOS); 3º EVENTO: DOMINGO - 17/05/2015 (APENAS TRACK DAY); 4º EVENTO: DOMINGO - 26/07/2015 (JUNTO

Leia mais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CAMPEONATO PAULISTA DE DRAG RACE 2014 REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DRAG RACE DIANTEIRA DD 1- REGULAMENTAÇÃO: Todos os veículos inscritos deverão passar por vistoria prévia. Todos os pilotos deverão ter

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL. F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition. Regulamento Desportivo

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL. F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition. Regulamento Desportivo 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition Regulamento Desportivo A CBA supervisionará técnica e desportivamente o torneio F3 BRAZIL OPEN, 2012 Edition, que é promovido pela empresa

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO E DESPORTIVO GAÚCHO CAMPEONATO GAÚCHO DE MARCAS E PILOTOS 2014 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Art. 1º - Introdução REGULAMENTO DESPORTIVO A Federação Gaúcha de

Leia mais

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO ESPIRITO SANTO ASSOCIAÇÃO ESPIRITOSSANTENSE DE PAIS E PILOTOS DE KART 1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART REGULAMENTO DESPORTIVO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO, DO CALENDÁRIO

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES:

REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES: REGULAMENTO TÉCNICO ENDURANCE CLASSICS SERIES: 1-. MODELOS ADMITIDOS: NSR Ford GT 40 MKIV Ford GT 40 MKII Ford P-68 Porsche 917 SLOT.IT Chaparral 2.E Alfa Romeo 33/3 Ferrari 312 PB 2-. CHASSIS A. É permitido

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA PROVAS DE RALLY - 2011

REGULAMENTO GERAL PARA PROVAS DE RALLY - 2011 REGULAMENTO GERAL PARA PROVAS DE RALLY - 2011 Art. 1 Da Organização O Classic Car Club - RS organiza as seguintes provas de rally durante o ano de 2011: IX Rally da Meia-Noite: 08 de abril X Rally da Serra:

Leia mais

REGULAMENTO CORRIDA DO DIA MUNDIAL DO DIABETES

REGULAMENTO CORRIDA DO DIA MUNDIAL DO DIABETES REGULAMENTO CORRIDA DO DIA MUNDIAL DO DIABETES I. DOS FINS 1. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Maranhão, inscrita CNPJ CNPJ 02.908.124/0001-03, daqui em diante denominada SBEM-MA,

Leia mais

SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300

SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300 SuperBike Brasil 2016 Atualizado 05/05/2016 v2 Regulamento Técnico Especifico Copa Kawasaki Ninja 300 O Regulamento técnico específico de cada categoria se sobrepõe ao texto do Regulamento Técnico Geral.

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE PARTE B CLASSE CUP REGULAMENTAÇÃO TÉCNICA 2016 INTRODUÇÃO Sempre que os presentes regulamentos se referirem à PROMOTORA, a DENER MOTORSPORT

Leia mais

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES 1.1.NORMAS TÉCNICAS PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES As categorias da Corrida de jerico deverão seguir as normas técnicas constantes neste regulamento específico. 1.2.DEFINIÇÃO

Leia mais

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança As normas e regras aqui estabelecidas são complementares aos regulamentos técnicos de cada categoria, portanto devem ser seguidas e obedecidas por competidores

Leia mais

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1. O Campeonato Brasileiro de Kart Indoor tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento

Leia mais

Rally de Inverno 23 A 24 DE JULHO DE 2016. CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 3ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally

Rally de Inverno 23 A 24 DE JULHO DE 2016. CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 3ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally Página1 Rally de Inverno 23 A 24 DE JULHO DE 2016 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 3ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA (RPP) Página2 1.1 Rally de Inverno

Leia mais

1º ENDURANCE NOTURNO 2015 210km 4 HORAS DE CORRIDA. REGULAMENTO: ORGANIZAÇÃO E SUPERVISÃO: Kartódromo RBC Racing APOIO: JORNAL E TV BALCÃO ORGUEL

1º ENDURANCE NOTURNO 2015 210km 4 HORAS DE CORRIDA. REGULAMENTO: ORGANIZAÇÃO E SUPERVISÃO: Kartódromo RBC Racing APOIO: JORNAL E TV BALCÃO ORGUEL 1º ENDURANCE NOTURNO 2015 210km 4 HORAS DE CORRIDA REGULAMENTO: ORGANIZAÇÃO E SUPERVISÃO: Kartódromo RBC Racing APOIO: JORNAL E TV BALCÃO ORGUEL 1 - PARTICIPAÇÃO: Para participar do Endurance RBC Racing,

Leia mais

R E G U L A M E N T O - 2015. COPA NORDESTE 4x4

R E G U L A M E N T O - 2015. COPA NORDESTE 4x4 R E G U L A M E N T O - 2015 COPA NORDESTE 4x4 A COPA NORDESTE DE RALLY 4x4 será regida pelo presente regulamento e pelo Código Desportivo do Automobilismo. A COPA NORDESTE DE RALLY 4x4 estará aberta a

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO DOS MARES REVEZAMENTO Praia de Copacabana - 2014

REGULAMENTO DESAFIO DOS MARES REVEZAMENTO Praia de Copacabana - 2014 REGULAMENTO DESAFIO DOS MARES REVEZAMENTO Praia de Copacabana - 2014 1. DA FINALIDADE Promover a pratica de Desafios Aquáticos entre os praticantes, Clubes, equipes, Academias e nadadores independentes.

Leia mais

2º Rally de São Luiz do Paraitinga

2º Rally de São Luiz do Paraitinga 2º Rally de São Luiz do Paraitinga 27 A 28 DE FEVEREIRO DE 2016 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 1ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA (RPP) Página1 1.1 2º

Leia mais

CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS

CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE SOM AUTOMOTIVO, TUNING E REBAIXADOS GTA EVENTOS EDIÇÃO 2015 REGRAS GERAIS 1- Os competidores e equipes, deverão obedecer rigorosamente às regras estipuladas para o campeonato,

Leia mais

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD 1 7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD REGULAMENTAÇÃO: Todos os veículos inscritos deverão passar por vistoria prévia. Todos pilotos deverão ter a cédula de piloto vigente no ano corrente para participar

Leia mais

REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015

REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015 REGULAMENTO 3ª COPA SPORT KART MG - EDIÇÃO 2016/01 VERSÃO 1 08/12/2015 Art. 1º - DA ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO. 1. Este campeonato de kart amador tem como idealizadora a COMISSÃO ORGANIZADORA SPORT KART

Leia mais

07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C )

07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C ) 07 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DIANTEIRA TURBO C (TURBO C ) 07.1 NORMAS TÉCNICAS: A categoria Dianteira Turbo C deverá seguir as normas técnicas constantes neste regulamento específico. 07.2 DEFINIÇÃO

Leia mais

Corrida Feminina 5K McDonalds 2015

Corrida Feminina 5K McDonalds 2015 REGULAMENTO Corrida Feminina 5K McDonalds 2015 1 - A Prova 1.1 - A Corrida M5K (a Prova ) será realizada no dia 04 de outubro de 2015, nos seguintes locais e horários: Brasília/DF: Torre de TV - Horário

Leia mais

SMSCROSS - Promoções e Eventos

SMSCROSS - Promoções e Eventos SMS SUPER VELOCROSS 2016 REGULAMENTO GERAL VELOCROSS. 06-01-2016 DEFINIÇÃO: Denomina-se, competição de VELOCROSS, aquelas que se desenrolam por vários tipos terrenos com trajetos pré-fixados e dificuldades

Leia mais

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2012, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão da FGA.

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA

REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA Art. 1º = DEFINIÇÃO DA PROVA 2º Etapa do Campeonato Brasileiro de Arrancada 402 m 2º Etapa do Campeonato Velopark Series de Arrancada 2016. Art. 2º = ORGANIZAÇÃO As provas

Leia mais

Regulamento Geral. 1.2 O evento será realizado no dia 29 de junho de dois mil e quatorze. 1.3 Poderão participar atletas amadores e profissionais.

Regulamento Geral. 1.2 O evento será realizado no dia 29 de junho de dois mil e quatorze. 1.3 Poderão participar atletas amadores e profissionais. Regulamento Geral 1.0 Organização 1.1 O primeiro desafio MTB Super Bike é um evento organizado pela loja Super Bike e terá como base o seu regulamento oficial descrito a seguir. 1.2 O evento será realizado

Leia mais

Regulamento Corrida Pedestre Unimed Caçapava

Regulamento Corrida Pedestre Unimed Caçapava Regulamento Corrida Pedestre Unimed Caçapava A Corrida Espaço Saúde Unimed Caçapava é uma iniciativa de caráter esportivo social dirigido ao publico praticante de corrida de rua e caminhada. Também pretende

Leia mais

R E G U L A M E N T O - 2014

R E G U L A M E N T O - 2014 R E G U L A M E N T O - 2014 COPA NORDESTE DE INDOOR 4x4 A COPA NORDESTE DE INDOOR 4x4 será regida pelo presente regulamento e pelo Código Desportivo do Automobilismo. A COPA NORDESTE DE INDOOR 4x4 estará

Leia mais

REGULAMENTO 1. DA PROVA

REGULAMENTO 1. DA PROVA REGULAMENTO O evento Sigma Run Corrida e Caminhada da Saúde é uma iniciativa da Clinica Sigma de caráter esportivo-social, dirigida ao público praticante de caminhada e corrida de rua. 1. DA PROVA 1.1

Leia mais

31/05/2015-1º Imbituba Marathon

31/05/2015-1º Imbituba Marathon 31/05/2015-1º Imbituba Marathon Regulamento e Apresentação O Iº Imbituba Marathon será disputado no formato de "maratona" (Mountain Bike de longa distância). Os circuitos serão PRO com 44 km e SPORT com

Leia mais

Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014

Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014 Campeonato Paranaense de Motovelocidade 2014 Regulamento Técnico ART. 1 - MOTOCICLETAS E CLASSES SUPERBIKE - Pró Motocicletas acima de 980cc, motor de 4 tempos e de 04 cilindros de até 1050cc, e 3 cilindros

Leia mais

FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID

FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID 1 FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA (off road) DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. REGULAMENTO PARA RAID FCJERJ, FEDERAÇÃO DE CLUBES DE JEEP E ENTIDADES DO ESPORTE FORA DE ESTRADA

Leia mais

XXVI 100 Milhas Piracicaba

XXVI 100 Milhas Piracicaba XXVI 100 Milhas Piracicaba Data: 01 e 02 de agosto de 2015. Autódromo: Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo Supervisão: FASP Federação de Automobilismo de São Paulo Apoio: Prefeitura Municipal de

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO:

CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO: CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2010 REGULAMENTO: OBJETIVO: ART.01 - A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MOTOCICLISMO, é a única entidade capacitada por lei a, autorizar, aprovar, coordenar, planificar e supervisionar

Leia mais

COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015

COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015 COPA DALBA DE ENDURO F.I.M. 2015 WWW.TCER.COM.BR REGULAMENTO 2015 ART.01 - PROMOTORES E ORGANIZADORES: TCER - TRAIL CLUBE ENTRE RIOS é a entidade promotora da Copa, os Moto Clubes: TRAIL CLUBE OS LAMEIROS

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1 DESCRIÇÃO E DEFINIÇÕES DO EVENTO

REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1 DESCRIÇÃO E DEFINIÇÕES DO EVENTO REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1 DESCRIÇÃO E DEFINIÇÕES DO EVENTO 1.1 A prova 500 MILHAS BRASIL será realizada no Autódromo José Carlos Pace Interlagos São Paulo SP Brasil. 1.2 Data de Realização: A prova

Leia mais

Índice. Capitulo I Disposições Gerais. pág.1. Capitulo II Disposições Técnicas... pág.1. Capitulo III Renovação e Filiação de Clubes... pág.

Índice. Capitulo I Disposições Gerais. pág.1. Capitulo II Disposições Técnicas... pág.1. Capitulo III Renovação e Filiação de Clubes... pág. Regras e Normas Competitivas - Época 2015 Índice Capitulo I Disposições Gerais. pág.1 Capitulo II Disposições Técnicas..... pág.1 Capitulo III Renovação e Filiação de Clubes... pág.1 Capitulo IV Filiação

Leia mais

8º CONGRESSO INTERNACIONAL DE ORTODONTIA De 26 a 28 de Março de 2015 Centro de Convenções de Goiânia MANUAL DO EXPOSITOR

8º CONGRESSO INTERNACIONAL DE ORTODONTIA De 26 a 28 de Março de 2015 Centro de Convenções de Goiânia MANUAL DO EXPOSITOR 8º CONGRESSO INTERNACIONAL DE ORTODONTIA De 26 a 28 de Março de 2015 Centro de Convenções de Goiânia MANUAL DO EXPOSITOR PROMOTORA ABOR-GOIÁS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL ALAMEDA

Leia mais

by d Avila, 2004 versão 1.0

by d Avila, 2004 versão 1.0 Versão 1.0 2 by d Avila, 2004 versão 1.0 O autor e o Grupo CB Brasil acreditam que todas as informações aqui apresentadas estão corretas e podem ser utilizadas para qualquer fim legal. Entretanto, não

Leia mais

RALLY CERAPIÓ BIKES 2014-27ª EDIÇÃO REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA DE BIKE

RALLY CERAPIÓ BIKES 2014-27ª EDIÇÃO REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA DE BIKE RALLY CERAPIÓ BIKES 2014-27ª EDIÇÃO REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA DE BIKE 1. REGULAMENTO GERAL 1.1. A prova será realizada em 04 (Quatro) etapas em dias diferentes e consecutivos em estradas pavimentadas

Leia mais

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I 4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de suas filiadas (FAUs), fará realizar o 4º CAMPEONATO BRASILEIRO

Leia mais

Guia de Instalação Pinhão de 18 dentes

Guia de Instalação Pinhão de 18 dentes 1 Guia de Instalação Pinhão de 18 dentes por d Avila, Edson. 2004, versão 1.0. Autorizada reprodução se mantido os créditos do autor 2 O autor acredita que todas as informações aqui apresentadas estão

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO

XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO 1 XXIV CAMPEONATO CATARINENSE DE MOTOVELOCIDADE NA TERRA EDIÇÃO 2005 R E G U L A M E N T O TÉCNICO E DESPORTIVO Art. 1º - A Federação Catarinense de Motociclismo - FCM, única Entidade por força de lei

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais

Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km

Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km Meia Maratona Estrada Real 2014 e prova de 10Km *O presente regulamento está sujeito a possíveis modificações conforme o procedimento previsto no mesmo. Artigo 1 - O Evento A Meia Maratona Estrada Real

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011

REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011 REGULAMENTO CAMPEONATO BRASILEIRO DE VELOCROSS 2011 OBJETIVO: ART.01 - A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE MOTOCICLISMO, é a única entidade capacitada por lei a, autorizar, aprovar, coordenar, planificar e supervisionar

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2

REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2 REGULAMENTO TÉCNICO PARA CLASSIC CUP DIVISÃO 2 2011 ARTIGO 1: VEÍCULOS E MODIFICAÇÕES PERMITIDAS ARTIGO 2: CATEGORIAS ARTIGO 3: IDENTIFICAÇÃO ARTIGO 4: CARROCERIA E DIMENSÕES ARTIGO 5: PESO ARTIGO 6: MOTOR

Leia mais

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - REGULAMENTO OBJETIVO Com o objetivo de desenvolver e difundir o ciclismo em toda a Região Norte

Leia mais

EQUIPE DE KART INDOOR RODA PRESA

EQUIPE DE KART INDOOR RODA PRESA EQUIPE DE KART INDOOR RODA PRESA REGULAMENTO -2015 1) A Categoria Principal será composta de 13 Etapas, a ser realizada conforme calendário estabelecido pela comissão organizadora, com início previsto

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASIL NORDESTE DE MOTOCROSS 2015

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASIL NORDESTE DE MOTOCROSS 2015 REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASIL NORDESTE DE MOTOCROSS 2015 1 - TÍTULO E GENERALIDADES O Campeonato Brasil Nordeste de Motocross é organizado e pela Edson Farias Indústria e Produção de Eventos Ltda,

Leia mais

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014

XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO XXXVII COPA NORTE/NORDESTE DE CICLISMO 2014 Art. 1º - REGULAMENTO OBJETIVO Com o objetivo de desenvolver e difundir o ciclismo em toda a Região Norte e Nordeste, bem

Leia mais

50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO

50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO 50 ANOS DE EMOÇÕES REGULAMENTO TÉCNICO 2013 1. DIMENSÕES 1.1 GT 1/24 As dimensões dos carros de GT1/24 são as seguintes Dimensão máxima (eixo do patilhão / eixo traseiro) (a): a do original do chassis

Leia mais

a) Dividido em dois percursos, terá a distância aproximada de 5km e 9km.

a) Dividido em dois percursos, terá a distância aproximada de 5km e 9km. CORRIDA A 2ª Corrida da Avosos será realizada no dia 22 de novembro de 2015 e terá sua largada na sede da Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) localizada na Rua Leonel

Leia mais

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP 1. A PROVA A Corrida Rústica da Base Aérea de Guarulhos será realizada no dia 22 de maio de 2016, na cidade de Guarulhos no estado de São

Leia mais

-Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring).

-Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring). Regulamento Rally Grupo N GT 1.MODELOS ADMITIDOS: -Admitem se réplicas de carros 1/32 de qualquer fabricante de Slot com especificações de GT (Grand Touring). 1.1.Lista de Modelos: Avant Slot -Lotus Elise

Leia mais

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR TOP KART Brasil 2016 GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR 1 REGULAMENTAÇÃO: Este evento estará submetido ao CDI, ao CDA, ao Regulamento

Leia mais

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1 O Torneio de Verão 2013 tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento com a finalidade

Leia mais

1º CIRCUITO DE RUA LEÃO FIDELENSE REGULAMENTO

1º CIRCUITO DE RUA LEÃO FIDELENSE REGULAMENTO REGULAMENTO O I Circuito de Rua Leão Fidelense será realizado no dia 15 DE NOVEMBRO DE 2015, na cidade de São Fidélis RJ. 1. INSCRIÇÕES VAGAS: As vagas serão limitadas a 100 (cem) atletas. PERÍODO DE INSCRIÇÃO

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO SLOT.IT

CAMPEONATO BRASILEIRO SLOT.IT CAMPEONATO BRASILEIRO SLOT.IT 1 2013 2 REGULAMENTO GERAL ITEM 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 - O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar dirimir possíveis dúvidas,

Leia mais

Regulamento da. Copa UniBH de. Futsal

Regulamento da. Copa UniBH de. Futsal Regulamento da Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 9ª Copa UniBH de Futsal, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

I RALLY DE PESCA À TILÁPIA

I RALLY DE PESCA À TILÁPIA I RALLY DE PESCA À TILÁPIA REGULAMENTO ARTIGO 1º - DA ORGANIZAÇÃO O I Rally de Pesca à Tilápia é uma realização de Farol Eventos no qual participarão qualquer pessoa que se enquadre neste regulamente e

Leia mais

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO

ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO ANEXO I EDITAL CONVITE nº 007/2005-ANATEL-ER01 PROCESSO nº 53504.018.436/2005 PROJETO BÁSICO CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS ELEVADORES ESCRITÓRIO REGIONAL DA

Leia mais

3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo. 4.3 Interiores (estofado/couro, painéis, comandos, etc.)

3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo. 4.3 Interiores (estofado/couro, painéis, comandos, etc.) Índice 1. Recompra Garantida 2. Agendamento da inspeção 3. Recompra do Veículo 3.1 Estado geral do veículo 3.2 Mecânica 3.3 Análise Detalhada do Estado de Conservação do Veículo 4. Danos permitidos/não

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 1ª CORRIDA VERÃO FORTALEZA

REGULAMENTO GERAL 1ª CORRIDA VERÃO FORTALEZA REGULAMENTO GERAL 1ª CORRIDA VERÃO FORTALEZA Art. 1-1ª Corrida Verão Fortaleza 2014, tem como objetivo de superar e transpor todas as expectativas de alegria na paixão desportivas, surgiu como uma grande

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO METROPOLITANO DE MOUNTAIN BIKE 2016

REGULAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO METROPOLITANO DE MOUNTAIN BIKE 2016 REGULAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO METROPOLITANO DE MOUNTAIN BIKE 2016 APRESENTAÇÃO Art. 1º O Campeonato Metropolitano de Mountain Bike é realizado pela empresa Pro Bike Adventure, que já está à frente deste

Leia mais

1.3. A adesão ao Programa de Relacionamento implica na aceitação total das condições e normas descritas no presente Regulamento.

1.3. A adesão ao Programa de Relacionamento implica na aceitação total das condições e normas descritas no presente Regulamento. REGULAMENTO OI MAIS Condições Gerais 1.1.A Telemar Norte Leste ( Telemar ) inscrita no CNPJ/MF sob o nº 33.000.118/0001-79, com sede na Rua General Polidoro, nº 99, Botafogo, na Cidade e Estado do Rio

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO. Descrição do evento:

REGULAMENTO TÉCNICO. Descrição do evento: Descrição do evento: REGULAMENTO TÉCNICO A Corrida ÁPICE - 2015 acontecerá no dia 07 de novembro de 2015 às 20h00. e tem como finalidade promover a saúde, o esporte a cidadania através da corrida e da

Leia mais

24 HORAS TROFA 13/14 JULHO 2013 Regulamento Técnico

24 HORAS TROFA 13/14 JULHO 2013 Regulamento Técnico 1. MODELOS ADMITIDOS Os modelos admitidos no campeonato são as réplicas de modelos que se enumeram abaixo, já comercializados. SCALEAUTO Mercedes SLS GT3 Pagani Zonda Honda HSV-010 BMW Z4 GT3 ARROW SLOT

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 6 - CATEGORIA DIANTEIRA TURBO A - DT-A 6.1) DEFINIÇÃO: a) Participam

Leia mais

CPRH CAMPEONATO PARANAENSE DE RALLY DE REGULARIDADE HISTÓRICA REGULAMENTO GERAL

CPRH CAMPEONATO PARANAENSE DE RALLY DE REGULARIDADE HISTÓRICA REGULAMENTO GERAL CPRH CAMPEONATO PARANAENSE DE RALLY DE REGULARIDADE HISTÓRICA REGULAMENTO GERAL DEFINIÇÃO E REGRAS Artº 1 O RPMC Rally e Pista Motor Clube organiza o Campeonato Paranaense de Regularidade Histórica, que

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE DTM SCX - CARRERA

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE DTM SCX - CARRERA DTM SCX - CARRERA 2015 Página2 Índice 1. Objetivos... 3 1.1. Âmbito... 3 1.2. Exceção... 3 1.3. Modelos Admitidos... 3 2. Definições... 3 2.1. Carroçaria... 3 2.2. Chassis e Bancada... 4 2.3. Motor...

Leia mais

Leia atentamente as condições antes de participar do leilão

Leia atentamente as condições antes de participar do leilão Leia atentamente as condições antes de participar do leilão LANCES ONLINE A venda será realizada a quem maior lance oferecer através da Internet ou Presencial, reservando-se exclusivamente ao COMITENTE

Leia mais

FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR

FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR A ASSEPAK Associação Espiritossantense de Pais e Pilotos de Kart organizará

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015

CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 CAMPEONATO BRASILEIRO DE DRIFT 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 Capítulo I Definição Art.01. No ano de 2015, será organizado pela PODIUM RACE EVENTS o campeonato Brasileiro de DRIFT, com a supervisão da

Leia mais

14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C

14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C 14 - REGULAMENTO TÉCNICO DA CATEGORIA TURBO C 14 DEFINIÇÃO Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, coupê ou sedan, de 2, 3, 4 ou 5 portas Veículos de tração dianteira

Leia mais

11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR

11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR 11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de suas filiadas (FAUs), fará realizar a prova aberta denominada "11ª COPA BRASIL DE KART"

Leia mais

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015

COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 COPA FEEVALE - 11ª EDIÇÃO - 2015 OBJETIVOS - PROMOVER UMA COMPETIÇÃO COM CUSTOS BAIXOS; - PROPORCIONAR JOGOS EM AMBIENTES FAVORÁVEIS AO CRESCIMENTO TÉCNICO, TÁTICO E EMOCIONAL, UTILIZANDO O ESPORTE COMO

Leia mais

Artigo 3º. Poderá haver diferenciação de modalidades de uma etapa para outra, ficando a critério da organização de cada etapa determiná-las.

Artigo 3º. Poderá haver diferenciação de modalidades de uma etapa para outra, ficando a critério da organização de cada etapa determiná-las. Circuito Unimed Unimed Federação do Estado de Santa Catarina CEMM - Comissão Estadual de Mercado e Marketing Regulamento Geral do Circuito Unimed Edição 2015 PROVA Artigo 1º. O Circuito Unimed será realizado

Leia mais

Especificações dos Robôs: 1. O robô deverá caber em um quadrado cujas dimensões internas serão de 20 cm por 20 cm.

Especificações dos Robôs: 1. O robô deverá caber em um quadrado cujas dimensões internas serão de 20 cm por 20 cm. Nome da Modalidade: Sumô controlado por fio Número de robôs por partida: Dois (2) Duração da partida: 3 minutos Classe de peso dos robôs: 3,005 kg Dimensões dos robôs: Conforme abaixo Especificações do

Leia mais

Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015

Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015 Minas Olímpica/ Jogos de Minas 2015 Regulamento Específico Ciclismo Art. 1º - A competição de ciclismo do Minas Olímpica/Jogos de Minas obedecerá as regras da Confederação Brasileira de Ciclismo e Federação

Leia mais

Regulamento Locomotiva Race Corrida de 6 Km de obstáculos 27 de Setembro de 2015.

Regulamento Locomotiva Race Corrida de 6 Km de obstáculos 27 de Setembro de 2015. Regulamento Locomotiva Race Corrida de 6 Km de obstáculos 27 de Setembro de 2015. O evento é organizado pela Chelso Sports e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Piracicaba Destina-se a atleta e desportista

Leia mais

15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR

15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR 1 15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR A CBA, através de sua filiada FMA fará realizar a prova aberta denominada "15ª COPA BRASIL DE KART" 2013, de acordo CODE SPORTIF INTERNATIONAL

Leia mais