Aline França a de Abreu, Ph.D

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aline França a de Abreu, Ph.D"

Transcrição

1 Aline França a de Abreu, Ph.D

2 igti.eps.ufsc.br 07 / 10/ 04

3 Núcleo de estudos Criado em UFSC/EPS Equipe multidisciplinar, com aproximadamente 20 integrantes OBJETIVO Gerar uma competência e uma base de conhecimento em inovação, gestão e tecnologia da informação, visando a obtenção de vantagens competitivas para as organizações ões.

4 Composição Multidisciplinar: Engenheiros; Analistas de Sistemas; Administradores, Economistas; Bibliotecários; Contadores; Jornalistas.

5 Tecnologia da Informação Inovação Gestão Integrada de TI Inteligência de Negócios Internet - Comércio Eletrônico Sistemas de Gestão Integrada Estratégias de Implantação Redes Interorganizacionais Geração de Idéias Difusão da Inovação Competências para Inovação Transferência de Tecnologia

6 Área de Competência Flexibilidade para a mudança Conjunto de conhecimentos aplicados à ação humana Base para gestão do conhecimento a) A geração de algo novo b) A inserção de algo novo em um dado ambiente social Inovação e Tecnologia da Informação aplicada à gestão de negócios cios

7 Os dados de que precisamos para refletir sobre o futuro estão disponíveis. Basta examiná-los com lentes adequadas Prahalad, Em busca do Novo, HSM Management, mar-abril/98, p.12

8 Contexto frequência e velocidade das mudanças; alta competitividade; ambiente de crescente concorrência global. Reação, adaptação e antecipação ao mercado Informação = conhecimento Recurso estratégico Postura pró-ativa, inovadora Estratégia de inovação

9 Diferencial competitivo acúmulo do conhecimento humano

10 Competição + Competência Boog, O Desafio da Competência, 1991

11 Análise de Posicionamento Foco: Indústria Recursos e Competências Foco: Competências Organizacionais Processos de Mercado Foco: Inovação Capacidades Dinâmicas Foco: Processos

12 Análise de Posicionamento Foco: Indústria Recursos e Competências Foco: Competências Organizacionais Processos de Mercado Foco: Inovação Capacidades Dinâmicas Foco: Processos

13 No início dos anos 80, a estratégia era um exercício de posicionamento. Hoje, não vejo nenhuma diferença entre estratégia e criatividade Prahalad, Em busca do Novo, HSM Management, mar-abril/98, p.8

14 Análise de Posicionamento Foco: Indústria Recursos e Competências Foco: Competências Organizacionais Processos de Mercado Foco: Inovação Capacidades Dinâmicas Foco:Processos

15 É um processo sistemático que transforma bits e partes de informações competitivas em conhecimento estratégico para tomada de decisão. Conhecimento sobre posição competitiva atual, desempenho, pontos fortes e fracos, e intenções específicas para o futuro. (Tyson)

16 Competidores Mercados Ambiente Produtos Clientes Tecnologia Fornecedores

17 Quem são os competidores? O que eles tem de recursos? Quem são seus clientes? Por que eles fazem sucesso? Quais seus pontos fortes e fracos? Quais seus planos futuros? Como eles responderiam a mudanças competitivas?

18 Ambiente Externo Ambiente Interno Necessidades dos clientes Estratégias dos concorrentes Tecnologias disponíveis Tecnologias em desenvmto. Oportunidades de mercado Auxílio no processo de tomada de decisão Apoio de Inovação Tecnológica na área de informática, coleta, tratamento, difusão das informações. Decisão pela adoção de uma inovação tecnológica (produtos, serviços, processos)

19 Análise de Posicionamento Foco: Indústria Recursos e Competências Foco: Competências Organizacionais Processos de Mercado Foco: Inovação Capacidades Dinâmicas Foco: Processos

20 A melhor maneira de descobrir as competências essenciais é entrevistando os clientes com um pergunta simples: O que você acha que nós temos de exclusivo e singular? Prahalad, Em busca do Novo, HSM Management, mar-abril/98, p.10

21 Aptidão suplementar Aptidão habilitadora Aptidão estratégica pouca muita Importância das aptidões estratégicas para a organização Aptidões Estratégicas: vantagens competitivas permanentes para as empresas, estabelecidas ao longo do tempo e não podem ser facilmente imitadas. Ex: conhecimento patenteado, não disponível em fontes públicas e superior aos concorrentes. Aptidões Habilitadoras: necessárias mas bastam por si só para distinguir competitivamente uma empresa. Ex: qualidade industrial. Aptidões Suplementares: adicionam valor às aptidões estratégicas, mas podem ser imitadas. Ex: canais de distribuição específicos.

22 presentes Solução de problemas internas externas Importação de conhecimentos Sistemas físicos Implementação e Integração Sistemas de gestão Qualificações e conhecimentos Valores Experimentação futuras

23 Características de Organizações Inovadoras!" # $ # % # & ' (

24 Análise de Posicionamento Foco: Indústria Recursos e Competências Foco: Competências Organizacionais Processos de Mercado Foco: Inovação Capacidades Dinâmicas Foco: Processos

25 Foco: Processos Objetivos: Monitoramento e avaliação do desempenho organizacional, considerando áreas de competitividade Equilíbrio entre áreas de resultado Importância do uso da informação e conhecimento na condução estratégica dos negócios.

26 Processos Internos da Organização Produção R.H Marketing Finanças Processo 1 Processo 2 Produto A Produto B Cliente A Cliente B Processo 3 Produto C Cliente C

27 Análise dos Macro-Processos de Negócio Entendo os requerimentos dos meus clientes? O que é necessário para atender aos requerimentos de meus clientes? Os meus fornecedores conhecem meus requerimentos? CLIENTE TODOS OS NÍVEIS DA EMPRESA FORNECEDORES Os meus clientes estão satisfeitos? Os meus fornecedores conhecem meus resultados?

28 CHEK-LIST INTERNO 1. Marketing - Qualidade do produto - Número de linhas do produto - Diferenciação do produto - Participação no mercado - Política de determinação do preço - Canais de distribuição - Programas promocionais - Serviço ao cliente - Pesquisa de marketing; - Propaganda; - Força de Vendas 2. Pesquisa e Desenvolvimento - Capacidade de P&D de produto - Capacidade de P&D de processo - Capacidade de fábrica piloto

29 3. Sistema de Informação Gerencial - Velocidade de resposta - Qualidade de informações correntes - Sistema orientado para o usuário 4. Time Gerencial - Habilidades - Congruência de valores - Espírito de equipe - Experiência - Coordenação de esforços 5. Operações - Controle de matérias-primas - Capacidade de produção - Estrutura do custo de produção - Instalações e equipamentos - Controle de estoques

30 - Controle de qualidade - Eficiência energética 6. Finanças - Alavancagem financeira - Alavancagem operacional - Proporções do balanço - Relações com acionistas - Situação fiscal 7. Recursos Humanos - Capacitação dos funcionários, - Turnover de pessoal, - Moral dos funcionários - Sistemas de pessoal, - Desenvolvimento dos funcionários

31 Informação externa (IC) Informação interna (SI)! " Inovação: qualidade, tempo, custo, originalidade CLIENTE

32 ! # $%&! " $ $& ' $ ( #$ $! $

33 Inteligência Empresarial = Pessoas x Conhecimento x Tecnologia # ) - estratégico tático +*, *, +* +. operacional # # *

34 Quais os Principais Papeis dos SIs? Apoio à Estratégia Empresarial: Alinhamento Apoio à Tomada de Decisão Gerencial: Controles; Indicadores Apoio às Operações Empresariais Integração

35 Arquitetura de Informação Convertendo dados corporativos em Informação Estratégica Achei! jan 1000 fev 1200 mar 1210 abr 900 mai 860 jun 750 ~INFORMAÇÃO concorrentes desempenho rentabilidade mercado

36 MODELO DE GESTÃO ATUAL empresa voltada para resultados gerenciamento por processos e não por funções visão do cliente interno e externo aumento da comunicação interna e externa, para eliminar barreiras ao fluxo de idéias, à informação sobre problemas e à propostas de melhoria para a empresa. empresa estruturada em rede, fundamentada na informação e no conhecimento. Integracao na cadeia de suprimentos.

37 Órgãos Internos Misssão Objetivos Estratégias Mercado/ concorrência Benchmark Regras Gestão Finanças Benchmark Fornecedores Informações Marketing e atendimento a clientes Informações Clientes Materiais e Equipamentos Órgãos Governo Decisões e Controle Informações Serviços contratados PROCESSOS Consumidor final Tecnologia Insumos Cadeia agregação valores Produtos Empresas Organização Informações COMUNIDADE (sociedade e meio ambiente)

38 Gestão da Informação Alinhada aos Processos de Negócios alinhar a tecnologia da informação aos negócios; automatizar os processos produtivos; construir uma arquitetura de informações alinhada com os negócios da empresa; integrar os clientes e fornecedores, através do uso das informações. construção dos sistemas com base em processos de negócios

39 -Normas/ Regulamentos Externos -Leis -Mercado Concorrência -Normas -Políticas -Culturas INTERNAS PROCESSOS ARQUITETURA DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS Contexto dos Negócios Gestão Empresarial RESULTADOS Competitividade Agilidade Flexibilidade Qualidade Informação Gerenciamento de riscos e oportunidades de negócios

40 !! " " Informatização X Informação Muito dado e pouca informação X

41 ! # # Integração A informação deve ser transportada, e não as pessoas

42 ! # # Informática apoiando a empresa, integrando-a através da informação Por favor, me consiga a Relação de vendas por trimestre, cruzado por região. Vai demorar um pouco. Estão em tabelas e formatos diferentes.

43 ! # # Qualidade na Informação A informação deve ser entregue na forma certa, no tempo certo, à pessoa certa.

44 SISTEMAS DE BUSINESS INTELLIGENCE Descrevem as habilidades das corporações para acessar dados e explorar as informações, analisando-as e desenvolvendo percepções e entendimentos a seu respeito, o que permite incrementar e tornar mais pautada em informações a tomada de decisão. É a utilização de uma série de ferramentas para coletar, analisar e extrair informações, que serão utilizadas no auxílio ao processo de gestão e tomada de decisão.

45 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE BI Extrair e integrar dados de múltiplas fontes Fazer uso da experiência Analisar dados contextualizados Trabalhar com hipóteses Procurar relações de causa e efeito Transformar os registros obtidos em informação útil para o conhecimento empresarial

46 BENEFÍCIOS DE UM SISTEMA FORMAL DE BI Antecipar mudanças no mercado Antecipar ações dos competidores Descobrir novos ou potenciais competidores Aprender com os sucessos e as falhas dos outros Conhecer melhor suas possíveis aquisições ou parceiros Conhecer novas tecnologias, produtos ou processos que tenham impacto no seu negócio Conhecer sobre política, legislação ou mudanças regulamentais que possam afetar o seu negócio Entrar em novos negócios Rever suas próprias práticas de negócio Auxiliar na implementação de novas ferramentas gerenciais

47 FERRAMENTAS DE BI Planilha Eletrônica Query and Reporting Consultas e Formatação de relatórios Decision Suppport System (DSS) Sistemas de Suporte à Decisão (SSD) Data Warehouse Data Mart Data Mining Executive ou Enterprise Information System (EIS) On-Line Analytical Processing (OLAP) Portais de Informação Empresarial (EIP)

48 DATA WAREHOUSE (DW) Banco de dados que armazena os dados dos sistemas de operação (ERP) em um modelo multidimensional, possibilitando a exploração direcionada dos mesmos, melhorando as possibilidades de análises operacionais e gerenciais. É o processo de integração dos dados corporativos da empresa em um repositório único a partir do qual os usuários finais podem facilmente executar consultas, fazer relatórios e realizar análises. Os dados antes de serem armazenados são filtrados, normalizados, reorganizados, sumarizados para constituírem uma base de dados confiável e íntegra. Ele é projetado para garimpar informações escondidas nas montanhas de dados de uma empresa.

49 DATA MART (DM) Trata-se de DW departamental, ou parcial, ou ainda orientado a uma área da empresa. É uma abordagem descentralizada do conceito de DW. A tecnologia usada tanto no DW como no DM é a mesma. A principal diferença é a de que os DM são voltados somente para um determinada área, já o DW é voltado para os assuntos da empresa toda.

50 DATA MINING MINERAÇÃO DE DADOS Técnica que utiliza ferramentas de software geralmente orientadas para o usuário que não sabe exatamente o que está pesquisando, mas procura identificar determinados padrões ou tendências. È um processo que separa grandes quantidades de dados de forma a identificar relacionamento entre eles. Explora a base de dados através de centenas de pontos de vistas diferentes. Toda a informação escondida relacionada ao comportamento dos clientes será mapeada e enfatizada

51 EXECUTIVE INFORMATION SYSTEM (EIS) Consiste na agregação das informações em uma estrutura multidimensional a fim de suportar as necessidades de informações do nível gerencial da corporação. Por meio de indicadores ou dimensões predefinidas, os dados do DW serão sumarizados possibilitando o acesso direto a informações que demonstram os resultados e as principais tendências da sua carteira de clientes ativos. São sistemas desenvolvidos para atender a camada executiva da corporação, e que normalmente fazem uso de interfaces gráficas muito amigáveis.

52 SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (e-ssd/e-dss) É um sistema de apoio à decisão. Nome genérico das ferramentas de BI. É a parte do e-business com inteligência embarcada (enhanced). É a parte do e-business que visa a integração total de informações dentro e fora da empresa, transformando-as em informações refinadas. A falta de informação leva os executivos a tomarem decisões erradas. O excesso de informações também.

53 PORTAIS DE INFORMAÇÕES EMPRESARIAIS (EIP) são aplicativos que permitem às empresas liberar informações armazenadas interna e externamente, provendo aos usuários uma única via de acesso à informação personalizada necessária para a tomada de decisão de negócios

54 $ % Camada de Apresentação - Personalização Taxonomia e Mecanismos de Busca Aplicações Web Conectores Ferramentas de Colaboração Docuemntos Desktop Gerenciamento de Conteúdo GED e Workflow CRM ERP Financeiros BI RH Legados WEB DW Tipo de Informação Digital Não-Estruturada Estruturada

55 ON-LINE ANALYTICAL PROCESSING (OLAP) É o processamento analítico em tempo real, ou seja, é a categoria de tecnologia de software que capacita os analistas, gerentes e executivos a conseguir obter discernimento nos dados através de um acesso rápido, consistente e interativo, para uma larga variedade de possibilidades de visões da informação. O OLAP proporciona as condições de análise de dados on-line necessárias para responder às possíveis torrentes de perguntas dos analistas, gerentes e executivos. O banco de dados de um DW deve ser projetado para processamento analítico on-line.

56 ON-LINE ANALYTICAL PROCESSING (OLAP) É uma categoria de software tecnológico que habilita analistas, administradores e executivos a extrair insights dos dados através de acesso rápido, consistente e interativo para uma enorme variedade de visões possíveis da informação, a qual foi transformada dos dados brutos para refletir a real dimensionalidade do negócio, como visto pelo usuário. OLAP Council Tecnologia projetada para permitir acessos e análises multidimensionais sobre as diversas visões dos negócios das empresas.

57 ! " # O.L.T.P. (Relacional) O.L.A.P. (Multidimensional) On Line Transactional Processing On Line Analytical Processing Presente Histórico 1 Registro N Registros Orientado ao Processo Orientado ao Assunto Operacional Estratégico

58 Análise Multidimensional $ Produto Região Vendas Calças Norte 50 Calças Central 60 Calças Sul 100 Camisas Norte 40 Camisas Central 70 Camisas Sul 80 Sapatos Norte 90 Sapatos Central 120 Sapatos Sul 140 Botas Norte 20 Botas Central 10 Botas Sul 30 Dimensão Produto Dimensão Região Norte Central Sul Calças Camisas Sapatos Botas

59 Análise Multidimensional $ Dimensão Região Dimensão Produto Revendas Norte Central Sul Magazines Norte Calças Central 80 Sul Calças Camisas Camisas Sapatos Sapatos Botas Botas Dimensão Cliente

60 & " ' ( ) Informática apoiando a empresa, integrando-a através da informação Por favor, me consiga a Relação de vendas por trimestre, cruzado por região. Vai demorar um pouco. Estão em tabelas e formatos diferentes.

61

62 *+

63 Esquema simplificado da Arquitetura de Informações DADOS OPERACIONAIS EXTRAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DADOS RELEVANTES DADOS TÁTICO / ESTRATÉGICOS SISTEMAS TRANSACIONAIS DADOS CONSOLIDADOS, TRANSFORMADOS, HISTÓRICOS e INTEGRADOS RELATÒRIOS CONSULTAS GRÁFICOS ANÁLISES SIST.INFORMAÇÕES EXECUTIVAS

64 *+,

65 PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO DE DADOS EM CONHECIMENTO Fase I Dados Armazenados Processamento Informação Fase II Informação Processo Decisório Conhecimento Feedback Conhecimento Armazenado Fase III Conhecimento Armazenado + SSD Informações Refinadas Novos Dados Fase IV Informações Refinadas Processo Decisório Conhecimento

66 % & Etapas: Transformação Data Mining Pós-proces. Conhecimento Seleção Limpeza Padrões Domínio Dados Dados Dados selecionados Dados Dados transformados processados

67

68 ,+/01-2)3/

69 $ ) * #+ Leonard-Barton, Nascentes do Saber, 1998

70 $ ) Integração das informações informais e externas ao Sistema de Inteligência Estratégica e este com os Sistemas de Informações já existentes na empresa

71 $ ) Escolha de softwares adequados para o tratamento e integração de informações de natureza diversa e com interfaces entre usuários e informações com as características desejáveis dos sistemas de informações e de apoio à decisão.

72 Conclusões Quanto mais inteligente a organização, mais chances ela terá de sobrevivência e crescimento. A Inteligência Empresarial é um processo contínuo, integrado e complexo. Um S.I.E. só será eficiente se os dados e informações obtidos através dele forem realmente utilizados nos processos decisórios.

73 O fator humano deve ser considerado em todas as etapas do planejamento e da implementação de um S.I.E. Para usar a TI disponível é preciso transformar a estrutura organizacional, seus processos, cultura e comunicação.

74 Cultura Conhecimento Inovação Competência Inteligência Competitividade

75 igti.eps.ufsc.br Obrigado pela atenção! Profa. Aline França de Abreu, Ph.D 07 / 10 / 04

e-business A IBM definiu e-business como: GLOSSÁRIO

e-business A IBM definiu e-business como: GLOSSÁRIO Através do estudo dos sistemas do tipo ERP, foi possível verificar a natureza integradora, abrangente e operacional desta modalidade de sistema. Contudo, faz-se necessário compreender que estas soluções

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 04 Conceito Sistema de Informação é uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo),

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani BI Business Intelligence A inteligência Empresarial, ou Business Intelligence, é um termo do Gartner Group. O conceito surgiu na década de 80 e descreve

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Sumário. Apresentação, xix Pre/dcio à 7 a edição, xxi Prefácio à 1 a edição, xxiii. Parte I - EMPRESA E SISTEMAS, l

Sumário. Apresentação, xix Pre/dcio à 7 a edição, xxi Prefácio à 1 a edição, xxiii. Parte I - EMPRESA E SISTEMAS, l Sumário Apresentação, xix Pre/dcio à 7 a edição, xxi Prefácio à 1 a edição, xxiii Parte I - EMPRESA E SISTEMAS, l l SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3

Leia mais

Resumo dos principais conceitos. Resumo dos principais conceitos. Business Intelligence. Business Intelligence

Resumo dos principais conceitos. Resumo dos principais conceitos. Business Intelligence. Business Intelligence É um conjunto de conceitos e metodologias que, fazem uso de acontecimentos e sistemas e apoiam a tomada de decisões. Utilização de várias fontes de informação para se definir estratégias de competividade

Leia mais

SAD. Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares

SAD. Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares SAD Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares DataWarehouse Armazena informações relativas a uma organização em BD Facilita tomada de decisões Dados são coletados de OLTP(séries históricas) Dados

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

Business Intelligence

Business Intelligence e-book Senior Business Intelligence 1 Índice 03 05 08 14 17 20 22 Introdução Agilize a tomada de decisão e saia à frente da concorrência Capítulo 1 O que é Business Intelligence? Capítulo 2 Quatro grandes

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA APOIO ÀS DECISÕES DE E-BUSINESS E SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES Conceito O conceito básico de e-business é simples: negócios

Leia mais

srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo CBSI Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação BI Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Faculdade de Computação Instituto

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios-

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, HUMANAS E SOCIAIS BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- Curso: Administração Hab. Sistemas de Informações Disciplina: Gestão de Tecnologia

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

Sobre o que falaremos nesta aula?

Sobre o que falaremos nesta aula? Business Intelligence - BI Inteligência de Negócios Prof. Ricardo José Pfitscher Elaborado com base no material de: José Luiz Mendes Gerson Volney Lagmman Introdução Sobre o que falaremos nesta aula? Ferramentas

Leia mais

Gestão de Performance por KPIs

Gestão de Performance por KPIs Gestão de Performance por KPIs Henrique Brodbeck Diretor, Brodbeck Consultores em Informática Henrique Brodbeck Brodbeck Consultores em Informática e UFRGS Business Intelligence - BI Termo guarda-chuva

Leia mais

Capítulo 5. 5.1 Laudon, Cap. 5

Capítulo 5. 5.1 Laudon, Cap. 5 Capítulo 5 Fundamentos da Inteligência de Negócios: Gerenciamento da Informação e de Bancos de Dados 5.1 Laudon, Cap. 5 OBJETIVOS DE ESTUDO Descrever como um banco de dados relacional organiza os dados

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

REVIE a Rede de Valor para Inteligência Empresarial. Este é o 1º dos artigos da série sobre o Método REVIE que foi publicado no portal Meta Análise.

REVIE a Rede de Valor para Inteligência Empresarial. Este é o 1º dos artigos da série sobre o Método REVIE que foi publicado no portal Meta Análise. REVIE a Rede de Valor para Inteligência Empresarial Daniela Ramos Teixeira Este é o 1º dos artigos da série sobre o Método REVIE que foi publicado no portal Meta Análise. Vamos começar apresentando o Método

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão

Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão Sistema Integrado de Gestão ERP Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema ERP; Processos de Desenvolvimento, Seleção, Aquisição, Implantação de ERP; Aderência e divergência

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Mining Os métodos tradicionais de Data Mining são: Classificação Associa ou classifica um item a uma ou várias classes categóricas pré-definidas.

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

Adriano Maranhão BUSINESS INTELLIGENCE (BI),

Adriano Maranhão BUSINESS INTELLIGENCE (BI), Adriano Maranhão BUSINESS INTELLIGENCE (BI), BUSINESS INTELLIGENCE (BI) O termo Business Intelligence (BI), popularizado por Howard Dresner do Gartner Group, é utilizado para definir sistemas orientados

Leia mais

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 A capacidade dos portais corporativos em capturar, organizar e compartilhar informação e conhecimento explícito é interessante especialmente para empresas intensivas

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

Estrutura Hierárquica de Planejamento e Controle da Produção Estratégico Entradas Ações Saídas Fonte

Estrutura Hierárquica de Planejamento e Controle da Produção Estratégico Entradas Ações Saídas Fonte Estratégico Previsão do Negócio Estrutura Hierárquica de Planejamento e Controle da Produção Estratégico Entradas Ações Saídas Fonte Mercados e demandas de longo prazo. Competidores. Fatores econômicos,

Leia mais

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de 1 Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Descrever

Leia mais

Data Warehousing Visão Geral do Processo

Data Warehousing Visão Geral do Processo Data Warehousing Visão Geral do Processo Organizações continuamente coletam dados, informações e conhecimento em níveis cada vez maiores,, e os armazenam em sistemas informatizados O número de usuários

Leia mais

Classificações dos SIs

Classificações dos SIs Classificações dos SIs Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Classificações dos SIs Classificações dos sistemas de informação Diversos tipo de classificações Por amplitude de suporte Por

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Conteúdo Gerenciais Direcionadores de Arquitetura de TI Tipologia dos sistemas da informação Prof. Ms. Maria C. Lage marialage.prof@gmail.com As preocupações corporativas Gerenciar Mudanças Crescimento

Leia mais

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2 CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2 RESUMO: O Customer Relashionship Management CRM ou

Leia mais

MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques

MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques Nr. DESCRIÇÃO DO PROBLEMA CONHECIMENTOS COMPE TÊNCIAS PERFIS AULA 1 Qual o comportamento da organização como

Leia mais

Este trabalho foi motivado basicamente por três fatores:

Este trabalho foi motivado basicamente por três fatores: Introdução à ITIL ITIL vem do inglês IT infra-structure library e, como o próprio nome diz, é uma biblioteca ou um conjunto de livros que apresenta melhores práticas para a gestão dos serviços de TI. Esta

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação de Tecnologia da Informação Profa. Célia Cristina Vicente celiacristina@victia.com.br MBA Governança de TI Onde Estamos no Curso??? Profa. Célia Cristina MBA Governança de TI 1 1 - Pode dizer-me que caminho

Leia mais

4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO

4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO 1 4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO A necessidade dos Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) ou Sistemas de Suporte à Decisão (SSD) surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada

Leia mais

Inteligência Empresarial. BI Business Intelligence. Business Intelligence 22/2/2011. Prof. Luiz A. Nascimento

Inteligência Empresarial. BI Business Intelligence. Business Intelligence 22/2/2011. Prof. Luiz A. Nascimento Inteligência Empresarial Prof. Luiz A. Nascimento BI Pode-se traduzir informalmente Business Intelligence como o uso de sistemas inteligentes em negócios. É uma forma de agregar a inteligência humana à

Leia mais

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas Este artigo foi publicado originalmente em abril de 2009 por Daniela Ramos Teixeira no portal Meta Análise. Este é o 1º dos artigos da série que Daniela

Leia mais

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI Matriz: Av. Caçapava, 527 CEP 90.460-130 Tecnopuc: Av. Ipiranga, 6681 Prédio 32 Sala 109 CEP 90.619-900 Porto Alegre - RS, Brasil Contate-nos: +55 (51) 3330.7777 contato@dbccompany.com.br www.dbccompany.com.br

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE APLICADO NA GESTÃO ACADÊMICA

BUSINESS INTELLIGENCE APLICADO NA GESTÃO ACADÊMICA BUSINESS INTELLIGENCE APLICADO NA GESTÃO ACADÊMICA Marcio Rodrigo Teixeira e Mehran Misaghi Instituto Superior Tupy (IST) / Sociedade Educacional de Santa Catarina (SOCIESC) Campus Boa Vista, Joinville,

Leia mais

Complemento I - Noções Introdutórias em Data Warehouses

Complemento I - Noções Introdutórias em Data Warehouses Complemento I - Noções Introdutórias em Data Warehouses Esse documento é parte integrante do material fornecido pela WEB para a 2ª edição do livro Data Mining: Conceitos, técnicas, algoritmos, orientações

Leia mais

Tópicos Avançados Business Intelligence. Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira. Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence.

Tópicos Avançados Business Intelligence. Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira. Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence. Tópicos Avançados Business Intelligence Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence Roteiro Introdução Níveis organizacionais na empresa Visão Geral das

Leia mais

As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva

As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva SEMINÁRIO TEMAS ESTRATÉGICOS DO AGROPENSA Pesquisa e Inovação em Automação e Tecnologias da Informação e Comunicação As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva Brasília, 12 de

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG)

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Faculdade de Engenharia - Campus de Guaratinguetá Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Prof. José Roberto Dale Luche Unesp Um SISTEMA DE INFORMAÇÃO é um conjunto de componentes inter-relacionados, desenvolvidos

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

Continuous Auditing & Continuous Monitoring

Continuous Auditing & Continuous Monitoring 01 de outubro de 2010 Continuous Auditing & Continuous Monitoring André Rangel Gerente Sênior KPMG Risk Advisory Services Conteúdo Contexto Definições e objetivos Dimensões Enterprise Risk Management Ambiente

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Prof. M.Sc. Diego Fernandes Emiliano Silva diego.femiliano@gmail.com Agenda Banco de dados Gerenciamento de banco de dados Sistemas de gerenciamento de banco de dados Como usar banco

Leia mais

Business Intelligence e ferramentas de suporte

Business Intelligence e ferramentas de suporte O modelo apresentado na figura procura enfatizar dois aspectos: o primeiro é sobre os aplicativos que cobrem os sistemas que são executados baseados no conhecimento do negócio; sendo assim, o SCM faz o

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Solução em Software e Automação Comercial

Solução em Software e Automação Comercial Solução em Software e Automação Comercial EMPRESA A Aps Informática é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltados para a gestão empresarial localizada em Recife, Pernambuco. Desde 1992 no mercado,

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4.

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4.1 Armazenamento... 5 4.2 Modelagem... 6 4.3 Metadado... 6 4.4

Leia mais

1. Serviços SAP Business Transformation and Plan Os serviços SAP Business Transformation and Plan atualmente incluem:

1. Serviços SAP Business Transformation and Plan Os serviços SAP Business Transformation and Plan atualmente incluem: Descrição de Serviços Serviços Business Transformation and Plan O SAP Business Transformation and Plan é um serviço de consultoria e prototipagem para promover a inovação e transformação da Licenciada

Leia mais

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Fernando Garre e Majela Fortes Especialistas em consultoria de Business Intelligence / Data Warehouse Consultoria focada nas Soluções de Business Intelligence

Leia mais

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto CURRÍCULO DO PROFESSOR Administradora com mestrado e doutorado em engenharia de produção

Leia mais

COMO OBTER VANTAGEM COMPETITIVA UTILIZANDO BUSINESS INTELLIGENCE?

COMO OBTER VANTAGEM COMPETITIVA UTILIZANDO BUSINESS INTELLIGENCE? COMO OBTER VANTAGEM COMPETITIVA UTILIZANDO BUSINESS INTELLIGENCE? Avanilde Kemczinski Dra. Resumo: Este artigo tem por objetivo definir Business Intelligence e identificar as tecnologias de informação

Leia mais

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização 1 Tipos de SI Depende do tipo de apoio a ser oferecido Deve-se levar em consideração: Usuários operações (entrada +processamento + saída) destino

Leia mais

MBA Executivo em Saúde

MBA Executivo em Saúde ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA EXECUTIVO

Leia mais

Portais corporativos: evolução, aplicação, tendências e casos. de implantação. Fernando Silva Parreiras

Portais corporativos: evolução, aplicação, tendências e casos. de implantação. Fernando Silva Parreiras Portais corporativos: evolução, aplicação, tendências e casos de implantação Fernando Silva Parreiras Fernando Silva Parreiras Mestrando em ciência da informação pela ECI UFMG Especialista em gestão financeira

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

Data Warehouse Processos e Arquitetura

Data Warehouse Processos e Arquitetura Data Warehouse - definições: Coleção de dados orientada a assunto, integrada, não volátil e variável em relação ao tempo, que tem por objetivo dar apoio aos processos de tomada de decisão (Inmon, 1997)

Leia mais

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira 239 RELATO DE PESQUISA TECNOLOGIAS APLICADAS À INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E O BRASIL? 1 INTRODUÇÃO Esse artigo mostra uma pequena amostra das nossas conclusões sobre a evolução

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação UNIDADE XI Sistema De Apoio à Gestão Empresarial Professor : Hiarly Alves www.har-ti.com Fortaleza - 2014 Tópicos Conceitos de software de gestão administrativas Principais softwares de gestão do mercado

Leia mais

Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence

Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence Juntamente com o desenvolvimento desses aplicativos surgiram os problemas: & Data Warehouse July Any Rizzo Oswaldo Filho Década de 70: alguns produtos de BI Intensa e exaustiva programação Informação em

Leia mais

Uma estrutura (framework) para o Business Intelligence (BI)

Uma estrutura (framework) para o Business Intelligence (BI) Uma estrutura conceitural para suporteà decisão que combina arquitetura, bancos de dados (ou data warehouse), ferramentas analíticas e aplicações Principais objetivos: Permitir o acesso interativo aos

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

Interatividade aliada a Análise de Negócios

Interatividade aliada a Análise de Negócios Interatividade aliada a Análise de Negócios Na era digital, a quase totalidade das organizações necessita da análise de seus negócios de forma ágil e segura - relatórios interativos, análise de gráficos,

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO-SUL FUNDASUL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Contabilidade Gerencial PROFESSOR - PAULO NUNES 1 1. Conceito e caracterização CONTABILIDADE GERENCIAL A Contabilidade

Leia mais

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br

Workflow como Proposta de. Workflow. O Gerenciamento de Processos. Prof. Roquemar Baldam roquemar@pep.ufrj.br Workflow como Proposta de Automação Flexível O Gerenciamento de Processos Planejamento do BPM Diretrizes e Especificações Seleção de processo críticos Alinhamento de processos à estratégia www.iconenet.com.br

Leia mais

157.78 9.467.2 568.036.8

157.78 9.467.2 568.036.8 class Sisloc { class Sisloc { Nos últimos anos, o mundo tem passado por profundas e aceleradas transformações sociais, econômicas e culturais influenciadas, principalmente, pelas conseqüências da globalização

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Ivan Gesteira Costa Baseado na aula de Ana Carolina & Fernando Fonseca Introdução Sistema de Informação (SI) Coleção de atividades que regulam o compartilhamento e a distribuição

Leia mais

CURSO. Master in Business Economics 1. vire aqui

CURSO. Master in Business Economics 1. vire aqui CURSO MASTER In Business Economics Master in Business Economics 1 vire aqui DISCIPLINAs O aluno poderá solicitar a dispensa das disciplinas básicas: Matemática Básica, Estatística Aplicada e Contabilidade.

Leia mais

APLICAÇÃO DA FERRAMENTA OLAP EM DIFERENTES MÓDULOS DE UM SISTEMA ERP MELHORANDO A TOMADA DE DECISÃO. Henrique César Gouveia 1 gouveia.henriq@gmail.

APLICAÇÃO DA FERRAMENTA OLAP EM DIFERENTES MÓDULOS DE UM SISTEMA ERP MELHORANDO A TOMADA DE DECISÃO. Henrique César Gouveia 1 gouveia.henriq@gmail. APLICAÇÃO DA FERRAMENTA OLAP EM DIFERENTES MÓDULOS DE UM SISTEMA ERP MELHORANDO A TOMADA DE DECISÃO Henrique César Gouveia 1 gouveia.henriq@gmail.com Muller Marciel Melo 2 muller_melo@hotmail.com Pedro

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 4.1 2 1 Material usado na montagem dos Slides BARBIERI,

Leia mais

O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1

O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1 O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1 Matheus Alberto Cônsoli* Lucas Sciência do Prado* Marcos Fava Neves* As revendas agropecuárias devem considerar não apenas preços, mas também as oportunidades

Leia mais

Trata-se de uma estratégia de negócio, em primeira linha, que posteriormente se consubstancia em soluções tecnológicas.

Trata-se de uma estratégia de negócio, em primeira linha, que posteriormente se consubstancia em soluções tecnológicas. CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT Customer Relationship Management CRM ou Gestão de Relacionamento com o Cliente é uma abordagem que coloca o cliente no centro dos processos do negócio, sendo desenhado

Leia mais

Uma peça estratégica para o seu negócio

Uma peça estratégica para o seu negócio Uma peça estratégica para o seu negócio INFORMAÇÃO GERAL DA EMPRESA CASO DE SUCESSO EM IMPLEMENTAÇÃO BI PERGUNTAS E RESPOSTAS Fundada em 1997, Habber Tec é uma empresa especializada na oferta de soluções

Leia mais

Sistemas de Apoio à Inteligência do Negócio

Sistemas de Apoio à Inteligência do Negócio Sistemas de Apoio à Inteligência do Negócio http://www.uniriotec.br/~tanaka/sain tanaka@uniriotec.br Visão Geral de Business Intelligence Evolução dos Sistemas de Informação (computadorizados) 1950 s:

Leia mais

Organização, Sistemas e Métodos. Estruturas Organizacionais Modernas

Organização, Sistemas e Métodos. Estruturas Organizacionais Modernas Organização, Sistemas e Métodos Estruturas Organizacionais Modernas A Qualidade na Estrutura Organizacional Acredita-se que uma empresa terá uma estrutura organizacional de qualidade, se os seus processos

Leia mais

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas BOLETIM INFORMATIVO Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas Oferecido por: HP Gard Little Julho de 2014 Elaina Stergiades OPINIÃO DA IDC Ao planejar a adoção de novas tecnologias

Leia mais

EIM. Em plena ebulição, o mundo. O Santo Graal. dos gestores da informação EIM. Por Ana Lúcia Moura Fé. o volume atingiu 1,2 zettabytes, especialistas

EIM. Em plena ebulição, o mundo. O Santo Graal. dos gestores da informação EIM. Por Ana Lúcia Moura Fé. o volume atingiu 1,2 zettabytes, especialistas Por Ana Lúcia Moura Fé EIM O Santo Graal dos gestores da informação Em plena ebulição, o mundo digital tem produzido fortes mudanças na forma como se pensa a informação corporativa. Nas empresas, o desafio

Leia mais

Sistemas ERP - 01. Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz

Sistemas ERP - 01. Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz Sistemas ERP - 01 Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz Tipos de Sistemas de Informação Empresariais Sistemas que abrangem toda a empresa Aplicativos Integrados Sistemas que abrangem todas as

Leia mais

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Prof a.:lillian Alvares Fóruns óu s/ Listas de discussão Espaços para discutir, homogeneizar e compartilhar informações, idéias

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Compartilhe. Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas

Compartilhe. Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas INTRODUÇÃO Compartilhe Este e-book tem a intenção de trazer algumas informações básicas sobre BI, características de tipos de arquitetura,

Leia mais

Fonte: Laudon & Laudon 5ª edição Administração de Sistemas de Informação

Fonte: Laudon & Laudon 5ª edição Administração de Sistemas de Informação ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL Fonte: Laudon & Laudon 5ª edição 1 OBJETIVOS Qual é o papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios competitivos existentes hoje? O que é, exatamente, um sistema

Leia mais

CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0

CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for Storage Management CA Mainframe Chorus for Storage Management Versão 2.0 Simplifique e otimize suas tarefas de gerenciamento de armazenamento, aumente a produtividade

Leia mais

Business Intelligence e Inteligência Analítica BUSINESS INTELLIGENCE

Business Intelligence e Inteligência Analítica BUSINESS INTELLIGENCE Business Intelligence e Inteligência Analítica BUSINESS INTELLIGENCE Sumário Conceitos/Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Teoria de Negócios... 5 3. Profi ssionais de BI... 6 4. Verdades e Mitos

Leia mais

Criação e uso da Inteligência e Governança do BI

Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Governança do BI O processo geral de criação de inteligência começa pela identificação e priorização de

Leia mais

Insights Antecipados Sobre os Consumidores Proporcionam Oportunidades de Crescimento de Receita aos Varejistas

Insights Antecipados Sobre os Consumidores Proporcionam Oportunidades de Crescimento de Receita aos Varejistas Insights Antecipados Sobre os Consumidores Proporcionam Oportunidades de Crescimento de Receita aos Varejistas De acordo com o relatório de referência de dezembro de 2010, intitulado Multi- Channel to

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios.

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios. Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 2 E-business: como as empresas usam os sistemas de informação

Leia mais

PLANO DE ENSINO DO 2º SEMESTRE LETIVO DE 2012

PLANO DE ENSINO DO 2º SEMESTRE LETIVO DE 2012 PLANO DE ENSINO DO 2º SEMESTRE LETIVO DE 2012 Curso: TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL Habilitação: TECNÓLOGO Disciplina: NEGÓCIOS INTELIGENTES (BUSINESS INTELLIGENCE) Período: M V N 4º semestre do Curso

Leia mais

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 AS EMPRESAS Mapa Estratégico Menos níveis hierárquicos Foco no Cliente Novas Lideranças Gestão por processos O RH parceiro da estratégia Terceirizações Foco no core

Leia mais

Bloco Administrativo

Bloco Administrativo Bloco Administrativo BI Business Intelligence Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Business Intelligence, que se encontra no Bloco Administrativo. Todas informações aqui

Leia mais

...estas abordagens contribuem para uma ação do nível operacional do design.

...estas abordagens contribuem para uma ação do nível operacional do design. Projetar, foi a tradução mais usada no Brasil para design, quando este se refere ao processo de design. Maldonado definiu que design é uma atividade de projeto que consiste em determinar as propriedades

Leia mais