Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN"

Transcrição

1 Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Volume V Versão 3.05 Brasília, 16 de dezembro de 2011.

2 Este documento foi desenvolvido pelo Grupo Técnico de Mensagens, constituído por representantes do Banco Central do Brasil BCB, Secretaria do Tesouro Nacional STN, Federação Brasileira das Associações de Bancos Febraban, Associação Brasileira de Bancos ABBC, Associação Brasileira de Bancos Internacionais ABBI, Associação Nacional de Bancos Asbace, Câmara de Custódia e Liquidação Cetip, Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros BM&F Bovespa e Câmara Interbancária de Pagamentos CIP. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 2/70

3 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 4 Utilização de Arquivos... 5 Mensagem de Estímulo com Opção de Resposta por Arquivo... 5 Mensagens de Solicitação e Aviso de Disponibilidade de Arquivo... 5 GRUPOS DE SERVIÇOS... 7 Grupo de Serviços BMA... 8 Grupo de Serviços CBL Grupo de Serviços CIR Grupo de Serviços CQL Grupo de Serviços CTP Grupo de Serviços DDA Grupo de Serviços GEN Grupo de Serviços PAG Grupo de Serviços PTX Grupo de Serviços RCO Grupo de Serviços SCG Grupo de Serviços SEL Grupo de Serviços STR Grupo de Serviços TES FLUXOS DE ARQUIVO Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 3/70

4 INTRODUÇÃO Este volume apresenta a relação de arquivos disponibilizados por mensagens e autorizados a trafegar na Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN). Os arquivos aqui relacionados estão agrupados por grupos de serviços, constando, para cada arquivo: descrição, tipo de fluxo, nome, emissor, destinatário, tipo de transmissão e leiaute. Ao final deste volume são apresentados os fluxos de envio de arquivo. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 4/70

5 Utilização de Arquivos Os participantes da RSFN que possuem o perfil de prestadores de serviço disponibilizarão para recuperação em servidor de arquivos próprio, conforme sistemática definida no Manual de Segurança da RSFN, os arquivos públicos e os solicitados por outros participantes. Os arquivos solicitados pelos participantes serão cifrados e assinados pelo Participante fornecedor do arquivo. Os arquivos públicos serão apenas assinados. Todos os arquivos estarão em codificação UNICODE UTF-16-BE. Os arquivos autorizados para trânsito na RSFN, bem como suas informações básicas, encontramse listados no volume V deste Catálogo. Com a finalidade de padronizar uma sistemática de utilização de arquivos entre os Participantes da RSFN, foram definidos os modelos descritos a seguir. Mensagem de Estímulo com Opção de Resposta por Arquivo Alguns eventos de consulta permitem múltiplas opções de retorno: mensagem, arquivo posicional ou arquivo com formatação XML. Esses eventos são caracterizados pela existência do campo Tipo Retorno na Mensagem de Estímulo. A descrição dos arquivos gerados como resposta a uma mensagem de consulta e seus respectivos leiautes, estão registrados nos volumes 1, 2 e 3 deste Catálogo. Mensagens de Solicitação e Aviso de Disponibilidade de Arquivo Utilizando mensageria, um participante da RSFN poderá solicitar um arquivo a outro participante, conforme serviço previamente acordado entre as partes. Esta solicitação será feita diretamente ao gerador do arquivo por meio da mensagem GEN0014, com resposta via GEN0015 ou utilizando um prestador de serviço por meio da mensagem GEN0016, com resposta via GEN0017. Caso aceite a requisição, o participante destino ou prestador de serviço responderá com a mensagem GEN0014R1 ou GEN0016R1 respectivamente. Caso contrário, rejeitará a solicitação, respondendo-a com a mensagem GEN0014E ou GEN0016E. Existe a possibilidade do participante fornecedor encaminhar o arquivo sem que tenha havido uma requisição prévia. Nesse caso, será enviada uma mensagem GEN0015 diretamente para o participante destino ou GEN0017 para o prestador de serviço, o qual irá enviar uma GEN0017R2 para o participante destino. No caso de envio de GEN0015 sem requisição prévia, o participante destinatário do arquivo poderá enviar outra GEN0015 em resposta, como forma de confirmação. Nesse caso, o Número de Requisição Original será preenchido com o Número de Controle constante da mensagem de envio do arquivo. Há nas mensagens GEN0014 e GEN0016 um campo opcional chamado critério seleção (CritSelec) que contém parâmetros para a geração do arquivo solicitado. Na hipótese de se desejar colocar uma mensagem XML dentro do campo critério seleção (CritSelec) ou utilizar palavras chaves da sintaxe XML, é necessário utilizar o recurso CDATA como descrito no seguinte exemplo: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 5/70

6 <CritSelec> <![CDATA[<Teste>Testando mensagem com tags dentro do CritSelec</Teste>]]> </CritSelec> O participante da RSFN, que tenha gerado um arquivo para outro participante, o avisará da disponibilidade do respectivo arquivo por meio da mensagem GEN0015 quando a requisição for feita via GEN0014; ou GEN0017, no caso da requisição ser feita via GEN0016, havendo alguns aspectos a serem observados: 01. O arquivo será referente a uma solicitação prévia ou será um estímulo para a captura, conforme serviço próprio do participante fornecedor do arquivo. 02. Quando o Tipo Transmissão indicar UserMsg, o participante fornecedor do arquivo o disponibilizará no segmento do usuário (USERMSG), limitando-se ao tamanho máximo estabelecido para o segmento. 03. Caso o Tipo Transmissão indicar Arquivo Externo, o participante fornecedor do arquivo o disponibilizará em formato e em ambiente por ele definido. Nesse caso, o campo Identificador Arquivo conterá o nome do arquivo gerado. 04. Caso o Tipo Transmissão indicar Arquivo Externo e USERMSG, o participante fornecedor do arquivo o disponibilizará tanto em ambiente externo por ele definido quanto no segmento USERMSG. O campo Identificador Arquivo conterá o nome do arquivo gerado. Os arquivos gerados pelos Participantes da RSFN dependem de acordo entre as partes (solicitante e fornecedor) e, dessa forma, o tipo de transmissão, o tamanho do arquivo, o formato, tipo de caractere separador, etc são de livre escolha. Os leiautes dos arquivos, em caso de arquivos XML, devem ser publicados pelo participante fornecedor do arquivo em local próprio acessível pelos demais participantes ou pelo Banco Central do Brasil na página da RSFN. O Grupo Técnico de Rede, conforme divulgado no Comunicado , de 2 de maio de 2003, fará avaliação prévia do impacto do tráfego dos dados na RSFN. Uma vez autorizado o trânsito do arquivo, ele passará a figurar no volume V do Catálogo, juntamente com todas as informações que o caracterizam, conforme indicado acima. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 6/70

7 GRUPOS DE SERVIÇOS Este Volume V do Catálogo abrange os seguintes grupos de serviços: BMA Câmara de Ativos da BM&F CBL Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia CBLC CIR Meio Circulante Mecir CQL Cheque Legal CTP Câmara de Custódia e Liquidação Cetip DDA Débito Direto Autorizado GEN Serviços Genéricos PAG Câmara Interbancária de Pagamentos CIP PTX Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros RCO Recolhimento Compulsório SCG Sistema de Controle de Garantias SEL Sistema Especial de Liquidação e Custódia Selic STR Sistema de Transferência de Reservas TES Tesouro Nacional Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 7/70

8 Grupo de Serviços BMA BMA - Câmara de Ativos da BM&F BMA - Câmara de Ativos da BM&F A Câmara de Ativos da Bolsa de Mercadorias e Futuros - BM&F é responsável pelo registro, compensação, liquidação e controle de risco de operações com títulos de renda fixa, tanto de emissão pública quanto de instituições financeiras. A implantação da Câmara de Ativos vem ao encontro dos anseios do mercado por um sistema que permita a liquidação diferida do resultado compensado do conjunto de operações normalmente praticadas com títulos públicos federais no mercado brasileiro e com títulos de renda fixa privada de emissão de instituições financeiras. O seu desenho operacional contempla, também, demandas antigas do nosso mercado, como a possibilidade de venda a descoberto e de lastreamento de operações compromissadas considerando o resultado líquido das operações, modalidades comuns em outros mercados desenvolvidos. Toda a troca de informações básicas entre a Câmara e seus participantes pode ser feita com a utilização de mensagens BMA e para este grupo de serviço definem-se: PNA - Participante de Negociação de Ativos; MC - Membro de Compensação; PLC - Participante com Liquidação Centralizada; ADM - Administrador do PLC; e PLM- PLC Master. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 8/70

9 Serviços e Eventos BMA - Câmara de Ativos da BM&F Liquidação de Operações de Títulos Públicos ABMA001 - Operações realizadas e registradas no Sisbex (compromissadas D0/D1) ABMA002 - Todas as operações realizadas e registradas no Sisbex ABMA003 - Saldo de recompra e revenda das operações compromissadas ABMA004 - Lançamentos substituídos por tratamento de falha ABMA005 - Operações a termo liquidadas ABMA006 - Títulos aceitos para lastro de operações compromissadas ABMA007 - Movimentação da câmara - Deban ABMA008 - Arquivo de diário de ofertas ABMA014 - Garantias exigidas ABMA015 - Movimentação BMA a liquidar ABMA016 - Relação de participantes cadastrados na Câmara de Ativos Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 9/70

10 BMA - Câmara de Ativos da BM&F Arquivo ABMA001 - Operações realizadas e registradas no Sisbex (compromissadas D0/D1) Descrição Serão informadas as operações compromissadas D0/D1 (somente as operações de ida) que não estejam canceladas. As operações com liquidação bruta serão enviadas se não estiverem com situação de pré-registro. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA002 - Todas as operações realizadas e registradas no Sisbex Descrição Serão informadas todas as operações do dia realizadas na câmara inclusive as operações informadas no arquivo ABMA0001. No caso das compromissadas serão enviadas as idas das operações que foram negociadas na data e a volta das operações que estão sendo liquidadas no dia. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA003 - Saldo de recompra e revenda das operações compromissadas Descrição Este arquivo contém o saldo de recompra e revenda das operações compromissadas realizadas e registradas no SISBEX para liquidação na Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA004 - Lançamentos substituídos por tratamento de falha Descrição A Câmara de Ativos BMA fornecerá ao Selic informações referentes aos lançamentos de participantes adimplentes que foram substituídos ou entregues com liquidação financeira, resultado do processo de tratamento de falha na liquidação. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 10/70

11 BMA - Câmara de Ativos da BM&F Arquivo ABMA005 - Operações a termo liquidadas Descrição Este arquivo contém todas as operações a termo (definitivas e compromissadas) liquidadas pela Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA006 - Títulos aceitos para lastro de operações compromissadas Descrição Este arquivo contém todos os títulos aceitos para lastro de operações compromissadas, bem como o respectivo PU de referência definido pela Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA007 - Movimentação da câmara - Deban Descrição Este arquivo contém todas as operações realizadas e registradas no SISBEX para liquidação na Câmara de Ativos. Somente serão informadas as operações que não foram canceladas até o envio do arquivo ao STR. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: STR Arquivo ABMA008 - Arquivo de diário de ofertas Descrição Este arquivo contém todas as ofertas de negócios registradas no SISBEX, realizadas pelos participantes da Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 11/70

12 BMA - Câmara de Ativos da BM&F Arquivo ABMA014 - Garantias exigidas Descrição Este arquivo contém as garantias exigidas de todos os participantes da Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: STR Arquivo ABMA015 - Movimentação BMA a liquidar Descrição Este arquivo contém todas as operações realizadas e registradas no SISBEX, a liquidar na janela de liquidação da Câmara de Ativos. Somente serão informadas as operações que não foram canceladas até o envio do arquivo ao SELIC. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Arquivo ABMA016 - Relação de participantes cadastrados na Câmara de Ativos Descrição Este arquivo contém a relação de participantes cadastrados na Câmara de Ativos. Emissor: Câmara BMA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo2 Destinatário: SELIC Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 12/70

13 Grupo de Serviços CBL CBL - Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) CBL - Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) A CBLC oferece ao mercado uma estrutura integrada para compensação, liquidação, custódia e controle de risco de operações realizadas com ações (BOVESPA e SOMA), títulos públicos (SISBEX e SISBEX Registro) e títulos de renda fixa privada (BOVESPA FIX). Para este grupo de serviços, foram utilizadas as seguintes definições: AC - Agente de Compensação IF - Instituição Participante (Bancos, Corretoras etc) BL - Banco Liquidante INT - Intermediário/Participante da Negociação PS - Participante no SELIC ACT - Agente de Custódia AGD - Agente Direcionado Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 13/70

14 Serviços e Eventos Controle CBLC DAFB - Aplicação de cotistas CBLC DCFB - Informação de saldo de custódia de cotista CBLC Detalhamentos dos Arquivos: CBL - Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 14/70

15 CBL - Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) Arquivo DAFB - Aplicação de cotistas CBLC Descrição Utilizado para IF participante informar à Câmara CBLC as aplicações de cotistas do fundo de garantias CBLC. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CBL Arquivo DCFB - Informação de saldo de custódia de cotista CBLC Descrição Utilizado para IF participante informar à Câmara CBLC o saldo de custódia de cotista do fundo de garantias CBLC. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CBL Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 15/70

16 Grupo de Serviços CIR CIR - Meio Circulante (Mecir) CIR - Meio Circulante (Mecir) Por intermédio deste grupo de serviços, a instituição financeira detentora de conta Reservas Bancárias comandará operações relacionadas com movimentação de numerário, com o Banco Central ou com o custodiante. Essas operações consistem em controles e consultas às remunerações ao custodiante e aos ajustes. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 16/70

17 Serviços e Eventos Controle de Custódia de Numerário ACIR002 - Remunerações que originaram crédito consolidado ACIR003 - Estoque de agências ACIR004 - Movimentação de numerário Detalhamentos dos Arquivos: CIR - Meio Circulante (Mecir) A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 17/70

18 CIR - Meio Circulante (Mecir) Arquivo ACIR002 - Remunerações que originaram crédito consolidado Descrição Destinado ao MECIR informar ao custodiante as remunerações que deram origem ao crédito consolidado. Emissor: MECIR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: Custodiante Arquivo ACIR003 - Estoque de agências Descrição Destinado ao MECIR informar ao custodiante o estoque de numerário de cada agência, por categoria, tipo de estoque e denominação. Emissor: MECIR Leiaute: TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: Custodiante Arquivo ACIR004 - Movimentação de numerário Descrição Destinado ao MECIR informar ao custodiante a movimentação de numerário por agência, número de controle CIR e por categoria. Emissor: MECIR Leiaute: TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: Custodiante Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 18/70

19 Grupo de Serviços CQL CQL - Cheque Legal CQL - Cheque Legal Este grupo se refere ao serviço de Cheque Legal - CQL. Esse serviço possibilitará à pessoa física ou jurídica consultar as ocorrências de um cheque emitido por uma instituição financeira mantenedora de contas de depósito à vista. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema MES02. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 19/70

20 Serviços e Eventos Consultas CQL ACQL001 - Extrato de consultas Detalhamentos dos Arquivos: CQL - Cheque Legal A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 20/70

21 Arquivo ACQL001 - Extrato de consultas Descrição Destinado ao CQL informar o extrato de consultas de uma IF. CQL - Cheque Legal Emissor: CQL Leiaute: TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: IF Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 21/70

22 Grupo de Serviços CTP CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) A Cetip atuará, a partir da implantação do novo SPB, como câmara de compensação e de liquidação das operações com títulos públicos e privados registradas em seus sistemas. Adicionalmente, a Cetip liquidará operações pelo valor bruto (LTR). A Cetip não assumirá a posição de contraparte central das operações cursadas por seu intermédio e, portanto, não atuará como câmara garantidora dessas operações. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 22/70

23 Serviços e Eventos Informativos CTP DMOVIMENTOPART - Arquivo de movimento DPOSICAOCUSTODIA - Arquivo de posição de custódia Emissão de Ativos CTP ACTPDOC11 - Registro e emissão de ativos no sistema CETIP ACTPSNA52 - Registro e emissão de ativos no sistema SNA CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) Registro de Operações CTP ACTPDOC12 - Registro de operações de negociação com ativos do sistema CETIP ACTPSIC00 - Cadastramento de comitentes ACTPSIC01 - Manutenção do cadastro de comitentes ACTPSNA11 - Registro de operações de negociação com ativos do sistema SNA ACTPSNA21 - Registro de operações de depósito e retirada com ativos do sistema SNA ACTPSNA59 - Registro de condição de resgate antecipado com ativos do sistema SNA Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 23/70

24 CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) Arquivo ACTPDOC11 - Registro e emissão de ativos no sistema CETIP Descrição Destinado ao sistema CETIP para que o participante possa registrar ativos. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPDOC12 - Registro de operações de negociação com ativos do sistema CETIP Descrição Destinado ao sistema CETIP para permitir a negociação de ativos. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPSIC00 - Cadastramento de comitentes Descrição Destinado ao sistema SIC para permitir o cadastramento de comitentes. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPSIC01 - Manutenção do cadastro de comitentes Descrição Destinado ao sistema SIC para permitir a manutenção dos comitentes cadastrados. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 24/70

25 CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) Arquivo ACTPSNA11 - Registro de operações de negociação com ativos do sistema SNA Descrição Destinado ao sistema SNA para permitir o registro de operações de negociação. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPSNA21 - Registro de operações de depósito e retirada com ativos do sistema SNA Descrição Destinado ao sistema SNA para permitir depósitos e retiradas. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPSNA52 - Registro e emissão de ativos no sistema SNA Descrição Destinado ao sistema SNA para permitir emissão de ativos. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Arquivo ACTPSNA59 - Registro de condição de resgate antecipado com ativos do sistema SNA Descrição Destinado ao sistema SNA para permitir operações de resgate antecipado. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara CTP Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 25/70

26 Arquivo DMOVIMENTOPART - Arquivo de movimento Descrição Contém as operações efetuadas pelo participante. CTP - Câmara de Custódia e Liquidação (Cetip) Emissor: Câmara CTP Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF e XML Arquivo DPOSICAOCUSTODIA - Arquivo de posição de custódia Descrição Contém as posições de carteira do participante. Emissor: Câmara CTP Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF e XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 26/70

27 Grupo de Serviços DDA DDA - Débito Direto Autorizado DDA - Débito Direto Autorizado Este grupo se refere ao serviço de Débito Direto Autorizado - DDA. Esse serviço possibilitará ao cliente bancário cadastrar-se como Sacado Eletrônico nos bancos em que possui conta e, dessa forma, consultar e pagar eletronicamente todos os títulos de cobrança registrada emitidos contra ele. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema MES01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 27/70

28 Serviços e Eventos Manutenção Cadastral de Sacados Eletrônicos ADDA001 - Manutenção de sacado eletrônico no dia ADDA003 - Manutenção de sacado eletrônico para IF ADDA109 - Títulos Calculados Manutenção Cadastral de Títulos ADDA101 - Manutenção de títulos - IF ADDA103 - Manutenção de títulos - DDA ADDA104 - Alteração no complemento do título - IF ADDA105 - Alteração do complemento de título - DDA ADDA108 - Baixa de títulos Consultas DDA ADDA002 - Base de sacados eletrônicos ADDA106 - Base de títulos ADDA107 - Títulos em aberto ADDA200 - Extrato de tarifas Detalhamentos dos Arquivos: DDA - Débito Direto Autorizado A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 28/70

29 DDA - Débito Direto Autorizado Arquivo ADDA001 - Manutenção de sacado eletrônico no dia Descrição Destinado à IF sacada informar inclusões, alterações e exclusões na base de sacado eletrônico. Emissor: IF-SACADA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: DDA Formato: XML Arquivo ADDA002 - Base de sacados eletrônicos Descrição Destinado ao DDA informar base de sacados eletrônicos. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ADDA003 - Manutenção de sacado eletrônico para IF Descrição Destinado ao DDA informar para os bancos cedentes, de forma reduzida, as inclusões, alterações e exclusões, na base de sacado eletrônico realizadas no dia. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF-CEDENTE Formato: XML Arquivo ADDA101 - Manutenção de títulos - IF Descrição Destinado à IF cedente requisitar atualizações na base de títulos, exceto a baixa. Emissor: IF-CEDENTE Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: DDA Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 29/70

30 DDA - Débito Direto Autorizado Arquivo ADDA103 - Manutenção de títulos - DDA Descrição Destinado ao DDA informar inclusões, alterações, exclusões e baixas na base de títulos vencidos ou a vencer, realizadas no dia, para os sacados registrados com opção de varredura. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ADDA104 - Alteração no complemento do título - IF Descrição Destinado à IF sacada requisitar ao DDA atualização nas alegações e disponibilização de consulta a terceiros. Emissor: IF-SACADA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: DDA Formato: XML Arquivo ADDA105 - Alteração do complemento de título - DDA Descrição Destinado ao DDA informar à IF cedente o aceite ou alegações do título. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF-CEDENTE Formato: XML Arquivo ADDA106 - Base de títulos Descrição Destinado ao DDA informar base de títulos a vencer ou vencidos com apresentação dos valores calculados a cobrar em resposta a solicitações de consulta com retorno por arquivo. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 30/70

31 DDA - Débito Direto Autorizado Arquivo ADDA107 - Títulos em aberto Descrição Destinado ao DDA informar base de títulos a vencer ou vencidos com apresentação dos valores calculados a cobrar em aberto para os clientes que deixaram de ser sacado eletrônico. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF-SACADA Formato: XML Arquivo ADDA108 - Baixa de títulos Descrição Destinado à IF informar a baixa na base de títulos Observação A IF Sacada informa baixas operacionais e a IF Cedente informa baixas efetivas. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: DDA Formato: XML Arquivo ADDA109 - Títulos Calculados Descrição Destinado ao DDA informar à IF sacada, registrada com opção de varredura, títulos calculados e atualizados no dia. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF-SACADA Formato: XML Arquivo ADDA200 - Extrato de tarifas Descrição Destinado ao DDA informar extrato de tarifas, mensalmente ou requisitadas por mensagem. Emissor: DDA Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 31/70

32 Grupo de Serviços GEN GEN - Serviços Genéricos GEN - Serviços Genéricos Este grupo se refere a serviços genéricos, não vinculados a sistemas de aplicação. Este grupo de serviços trafega nos domínios de sistema MES01 e SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 32/70

33 Serviços e Eventos Operações Genéricas AGEN001 - Arquivo de testes Detalhamentos dos Arquivos: GEN - Serviços Genéricos A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 33/70

34 Arquivo AGEN001 - Arquivo de testes Descrição Requisitado pelo participante, para testes de mensagens GEN0014/GEN0015. GEN - Serviços Genéricos Emissor: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Não disponível. TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: Participante Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 34/70

35 Grupo de Serviços PAG PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) Objetivando o processamento multilateral líquido de pagamentos, a CIP sempre será a contraparte garantidora dos pagamentos, cursando mensagens de pagamentos, levando em consideração o saldo do participante e os créditos oriundos de outros participantes. Não é permitido saldo negativo. A Câmara prevê pelo menos um ciclo principal para processamento das mensagens de pagamento, que tem início após o depósito obrigatório efetuado pelos bancos. Somente os bancos que efetivam o depósito obrigatório estão autorizados a enviar tais mensagens. Ao final de cada ciclo, a posição líquida multilateral de cada participante é liquidada em Reservas Bancárias via STR e, caso existam mensagens pendentes, o ciclo complementar é acionado. Do ciclo complementar somente participam os bancos que possuam mensagens pendentes, devendo estes depositar os valores brutos necessários à liquidação das mensagens ou efetuar o cancelamento das mesmas. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 35/70

36 Serviços e Eventos Consultas PAG ACIP Relação de participantes Resultado de Processamento PAG ACIP Extrato geral do SITRAF ACIP Extrato do SITRAF por IF ACIP Resultado financeiro bilateral da sessão de troca do dia ACIP Resultados multilaterais da grade SILOC Contingência PAG ACIP Extrato do SITRAF para contingência Informativos PAG ACIP Extrato de ressarcimento de custos operacionais ACIP Extrato de tarifas ACIP Posição analítica dos títulos em garantia Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 36/70

37 PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) Arquivo ACIP Extrato geral do SITRAF Descrição Destinado à CIP informar ao Bacen todo o movimento do dia no SITRAF. Emissor: Câmara PAG Leiaute: Não disponível. TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: STR Arquivo ACIP Extrato do SITRAF por IF Descrição Destinado à CIP informar às IF o movimento do dia no SITRAF. Emissor: Câmara PAG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Arquivo ACIP Extrato do SITRAF para contingência Descrição Arquivo com todas as mensagens processadas de um determinado período de tempo - SITRAF. Emissor: Câmara PAG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Arquivo ACIP Resultado financeiro bilateral da sessão de troca do dia Descrição Destinado ao executante informar a CIP o resultado do processamento CIP. Observação 1 - Arquivo ROC001 informa o resultado do processamento noturno. 2 - Arquivo ROC002 informa o resultado do processamento diurno. Emissor: Executante Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: Câmara PAG Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 37/70

38 Arquivo ACIP Resultados multilaterais da grade SILOC Descrição Detalhamento do resultado bilateral - extrato da LDL0021 do SILOC. PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) Emissor: Câmara PAG e Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ACIP Relação de participantes Descrição Relação com códigos de relacionamento entre ISPB x Código COMPE x Produto. Emissor: Câmara PAG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Arquivo ACIP Extrato de ressarcimento de custos operacionais Descrição Extrato de ressarcimento de custos operacionais - RCO. Emissor: Câmara PAG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Arquivo ACIP Extrato de tarifas Descrição Extrato das tarifas cobradas pela CIP. Emissor: Câmara PAG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 38/70

39 PAG - Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) Arquivo ACIP Posição analítica dos títulos em garantia Descrição Posição analítica dos títulos depositados em garantia para o produto TECBAN. Emissor: Câmara PAG Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 39/70

40 Grupo de Serviços PTX PTX - Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros PTX - Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros Este grupo se refere ao Sistema de Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros. Este sistema tem o propósito de divulgar boletins de câmbio e informativos de juros ao mercado, bem como de realizar o cálculo da cotação de fechamento do dólar, conhecida como cotação PTAX. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema MES01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 40/70

41 Serviços e Eventos Operações PTX APTX001 - Cotações finais da PTAX Detalhamentos dos Arquivos: PTX - Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 41/70

42 Arquivo APTX001 - Cotações finais da PTAX Descrição Contém as cotações de compra e de venda finais PTAX. Observação Este arquivo trafega apenas no domínio SPB01. PTX - Controle e Informações de Taxas de Câmbio e Juros Emissor: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: Todo Sistema Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 42/70

43 Grupo de Serviços RCO RCO - Recolhimento Compulsório RCO - Recolhimento Compulsório Estes serviços dizem respeito ao controle dos depósitos compulsórios, encaixes e direcionamentos obrigatórios. Permitem que as instituições financeiras detentoras de conta Reservas Bancárias ou de conta de liquidação consultem o calendário dos períodos de cálculo e de cumprimento, bem como os itens que compõem a base de incidência de cada compulsório. Há também serviços que permitem consultar ou alterar os demonstrativos de cada compulsório, além de consultar as multas associadas. Adicionalmente, as instituições financeiras detentoras de conta Reservas Bancárias ou de conta de liquidação podem movimentar as contas de recolhimento compulsório, consultar o cumprimento da exigibilidade, o extrato de movimentação, além de custos financeiros incorridos pelo eventual não cumprimento das obrigações. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 43/70

44 Serviços e Eventos Controle COMPE ARCO001 - Compe noturna ARCO002 - Compe diurna Detalhamentos dos Arquivos: RCO - Recolhimento Compulsório A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 44/70

45 RCO - Recolhimento Compulsório Arquivo ARCO001 - Compe noturna Descrição Destinado ao executante informar ao STR o resultado do processamento compe noturna. Emissor: Executante Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: RCO Arquivo ARCO002 - Compe diurna Descrição Destinado ao executante informar ao STR o resultado do processamento compe diurna. Emissor: Executante Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: RCO Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 45/70

46 Grupo de Serviços SCG SCG - Sistema de Controle de Garantias SCG - Sistema de Controle de Garantias O Sistema de Controle de Garantias - SCG tem como objetivo assegurar que os recebíveis, performados e a performar, de cartões de crédito e de débito do estabelecimento comercial, dados em garantia de empréstimos, sejam creditados no domicílio bancário escolhido, em comum acordo, entre o estabelecimento comercial e a instituição financeira, independentemente do credenciador que processar as transações. A criação de um modelo único e uma única entidade centralizadora permite a entrada de novos bancos ou credenciadoras sem a necessidade de adequações, desenvolvimento sistêmico ou conectividade entre bancos e credenciadores. O Sistema de Controle de Garantias - SCG tem a participação aberta a todas as instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil e aos credenciadores que processarem as transações de proprietários dos esquemas (bandeiras) participantes do sistema. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema MES01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 46/70

47 Serviços e Eventos Operações SCG ASCG005 - Resposta de requisição de consulta ASCG008 - Base de manutenção de domicílio próprio ASCG009 - Modificações do bloqueio de domicílio bancário ASCG011 - Inclusão de manutenção de domicílio bancário ASCG012 - Alteração de manutenção de domicílio bancário ASCG013 - Baixa de manutenção de domicílio bancário Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. SCG - Sistema de Controle de Garantias Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 47/70

48 SCG - Sistema de Controle de Garantias Arquivo ASCG005 - Resposta de requisição de consulta Descrição Destinado ao SCG informar a base de domicílio bancário em resposta a solicitação de consulta. Emissor: SCG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo4 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ASCG008 - Base de manutenção de domicílio próprio Descrição Destinado ao SCG informar a base de domicílio bancário ativo próprio. Emissor: SCG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo4 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ASCG009 - Modificações do bloqueio de domicílio bancário Descrição Destinado ao SCG informar inclusão, alteração ou baixa de registro de garantia, que ocorreram desde a execução anterior da varredura com a movimentação de cada registro modificado, para as instituições ativas. Observação Baixa e inclusão são consideradas registros distintos. Inclusão e alterações de um mesmo NumIdentcSCG será informado somente o último status para o registro. Emissor: SCG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: IF Formato: XML Arquivo ASCG011 - Inclusão de manutenção de domicílio bancário Descrição Destinado à IF requisitar inclusões de manutenção na base de domicílio bancário ocorridas no dia. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: SCG Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 48/70

49 SCG - Sistema de Controle de Garantias Arquivo ASCG012 - Alteração de manutenção de domicílio bancário Descrição Destinado à IF requisitar alterações de manutenção na base de domicílio bancário ocorridas no dia. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: SCG Formato: XML Arquivo ASCG013 - Baixa de manutenção de domicílio bancário Descrição Destinado à IF requisitar baixa de manutenção na base de domicílio bancário ocorridas no dia. Emissor: IF Leiaute: TipoFluxo: Fluxo3 Destinatário: SCG Formato: XML Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 49/70

50 Grupo de Serviços SEL SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Por meio destes serviços, o participante da RSFN poderá comandar todas as operações com títulos públicos permitidas no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. O campo Tipo Débito_Crédito nas mensagens do Selic se refere à posição de títulos. Portanto, um débito em títulos gera um crédito financeiro. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 50/70

51 Serviços e Eventos Controle de Operações SELIC ASEL001 - Preço de lastro de títulos para o redesconto ASEL002 - Taxa Selic ASEL003 - Eventos da pré-abertura ASEL004 - Recolhimento de compulsório e garantias ASEL005 - Valor financeiro da carteira dos bancos ASEL006 - Preço de lastro de títulos (preço unitário da 550) ASEL007 - Cadastro de títulos ASEL008 - Cadastro de participantes ASEL009 - Posição de custódia de conta para BM&FBovespa ASEL010 - Movimentação de conta para BM&FBovespa ASEL011 - Resultado de oferta pública (editais) ASEL012 - Tipos de títulos ASEL013 - Cadastro de contas ASEL014 - Solicitação de código ISIN ASEL015 - Eventos contábeis ASEL016 - Eventos contábeis (custódia especial) ASEL018 - Contas para BM&FBovespa Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 51/70

52 SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Arquivo ASEL001 - Preço de lastro de títulos para o redesconto Descrição Destinado ao Selic informar ao redesconto o preço de lastro dos títulos. TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL002 - Taxa Selic Descrição Destinado ao Selic informar ao participante a Taxa Selic do dia. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL003 - Eventos da pré-abertura Descrição Destinado ao Selic informar ao STR os eventos de pagamentos de juros, resgates, amortizações e retornos de operações compromissadas, efetuados na pré-abertura do Selic. TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL004 - Recolhimento de compulsório e garantias Descrição Destinado ao Selic informar ao STR a posição de custódia das contas de compulsório e de outras garantias, de interesse de outras unidades do Banco Central. TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 52/70

53 SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Arquivo ASEL005 - Valor financeiro da carteira dos bancos Descrição Destinado ao Selic informar ao STR o valor financeiro das carteiras de títulos dos bancos, no fechamento, calculada com base no preço de lastro. TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL006 - Preço de lastro de títulos (preço unitário da 550) Descrição Destinado ao Selic informar ao participante o preço de lastro dos títulos. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Arquivo ASEL007 - Cadastro de títulos Descrição Destinado ao Selic informar ao participante o cadastro de títulos. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Arquivo ASEL008 - Cadastro de participantes Descrição Destinado ao Selic informar ao participante o cadastro de participantes do Selic. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 53/70

54 SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Arquivo ASEL009 - Posição de custódia de conta para BM&FBovespa Descrição Destinado ao Selic informar à BM&FBovespa - Ativos a posição de custódia de uma determinada conta. TipoFluxo: Fluxo6 Emissor: SELIC Destinatário: Câmara BMA Leiaute: Arquivo ASEL010 - Movimentação de conta para BM&FBovespa Descrição Destinado ao Selic informar à BM&FBovespa - Ativos a movimentação de determinada conta. TipoFluxo: Fluxo6 Emissor: SELIC Destinatário: Câmara BMA Leiaute: Arquivo ASEL011 - Resultado de oferta pública (editais) Descrição Destinado ao Selic informar ao participante o resultado de leilões de oferta pública. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Arquivo ASEL012 - Tipos de títulos Descrição Destinado ao Selic informar ao participante as informações de tipos de título. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 54/70

55 SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Arquivo ASEL013 - Cadastro de contas Descrição Destinado ao Selic informar ao participante o cadastro de contas do Selic. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Todo Sistema Leiaute: Arquivo ASEL014 - Solicitação de código ISIN Descrição Destinado ao Selic solicitar à BM&FBovespa - CBLC o código ISIN para os novos títulos criados. TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Câmara CBL Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL015 - Eventos contábeis Descrição Destinado ao Selic informar para a Contabilidade os eventos contábeis das operações realizadas que envolvem pelo menos uma conta do Banco Central. TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Arquivo ASEL016 - Eventos contábeis (custódia especial) Descrição Destinado ao Selic informar ao STR os eventos contábeis das operações de pagamentos de juros, resgates e amortizações para as contas do tipo Custódia Especial Selic Enquadramento de Patrimônio Líquido, Custódia Especial Selic Aumento/constituição de Capital, Custódia Especial Selic - Por conta e ordem e "Garantia Proer - Deliq - NTN-A3". TipoFluxo: Fluxo3 Emissor: SELIC Destinatário: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 55/70

56 SEL - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) Arquivo ASEL018 - Contas para BM&FBovespa Descrição Destinado ao Selic informar à BM&FBovespa - Ativos todas as contas do tipo "Custódia Especial Câmara". TipoFluxo: Fluxo1 Emissor: SELIC Destinatário: Câmara BMA Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 56/70

57 Grupo de Serviços STR STR - Sistema de Transferência de Reservas STR - Sistema de Transferência de Reservas O STR (Sistema de Transferência de Reservas) é o módulo responsável por executar transferências em tempo real no SPB. O documento "Nota Técnica sobre a nova estrutura do SPB" especifica as premissas de funcionamento deste módulo, tais como: - mensagens STR destinam-se exclusivamente a movimentação entre contas de IFs junto ao STR, não se aplicando a transferências envolvendo contas de liquidação de câmaras ou outras contas transitórias; - apenas o titular pode comandar débitos em sua conta; - o STR possui limites de horário para cada tipo de operação; - antes de efetivar o débito, o STR verificará se há saldo suficiente na conta para suportá-lo. Não havendo saldo suficiente, a operação será rejeitada ou inserida na fila de pendências de acordo com a natureza da operação; - o titular da conta a ser creditada somente será informado do crédito após a sua efetivação. Os eventos deste grupo de serviços estão reunidos em três categorias: - eventos de interesse da IF, tal como o pagamento de uma operação interbancária de câmbio; - eventos de interesse de clientes, tal como a transferência da conta corrente de um cliente para a conta corrente de outro cliente, em outra IF; - eventos de transferências para devolução de ordens recebidas indevidamente ou não identificadas. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 57/70

58 Serviços e Eventos Comunicados STR ASPB Preços de títulos públicos para redesconto ASPB007 - Dicionário de Domínios ASPB020 - Relação de erros ASPB023 - Movimentação financeira de operações com garantia FGO ASTR003 - Relação de participantes do STR Detalhamentos dos Arquivos: A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. STR - Sistema de Transferência de Reservas Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 58/70

59 Arquivo ASPB Preços de títulos públicos para redesconto Descrição Destinado ao STR divulgar os preços de títulos públicos para redesconto. STR - Sistema de Transferência de Reservas Emissor: STR Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: Todo Sistema Arquivo ASPB007 - Dicionário de Domínios Descrição Destinado ao STR divulgar a nova versão do Dicionário de Domínios. Emissor: STR Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: Todo Sistema Formato: XML Arquivo ASPB020 - Relação de erros Descrição Destinado ao STR divulgar a nova versão da Relação de Erros. Emissor: STR Leiaute: TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: Todo Sistema Formato: XML Arquivo ASPB023 - Movimentação financeira de operações com garantia FGO Descrição Destinado ao Banco do Brasil informar aos Agentes Financeiros do FGO a sua movimentação financeira. TipoFluxo: Fluxo5 Emissor: IF-A Destinatário: IF-B Leiaute: Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 59/70

60 STR - Sistema de Transferência de Reservas Arquivo ASTR003 - Relação de participantes do STR Descrição Destinado ao STR informar ao participante a relação de participantes do STR. Emissor: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: Participante Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 60/70

61 Grupo de Serviços TES TES - Tesouro Nacional TES - Tesouro Nacional O grupo TES controlará os débitos e créditos das instituições financeiras relativos ao Tesouro Nacional. Este grupo de serviços pertence ao domínio de sistema SPB01. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 61/70

62 Serviços e Eventos Consulta Lançamentos TES ASTN031 - Extrato das subcontas do Tesouro ASTN160 - Taxas para o Tesouro Detalhamentos dos Arquivos: TES - Tesouro Nacional A seguir, a relação detalhada dos arquivos do Grupo de Serviço. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 62/70

63 Arquivo ASTN031 - Extrato das subcontas do Tesouro Descrição Destinado ao Bacen informar ao STN o extrato de suas subcontas. TES - Tesouro Nacional Emissor: STR Leiaute: Não disponível. TipoFluxo: Fluxo6 Destinatário: TESOURO Arquivo ASTN160 - Taxas para o Tesouro Descrição Destinado ao Bacen informar ao STN as taxas relevantes. Emissor: STR Tipo de Transmissão: Arquivo Anexado ao USERMSG Leiaute: Não disponível. TipoFluxo: Fluxo1 Destinatário: TESOURO. Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.05 Página 63/70

64 FLUXOS DE ARQUIVO Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.04 Página 64/70

65 Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.04 Página 65/70

66 Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.04 Página 66/70

67 Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.04 Página 67/70

68 Catálogo de Mensagens e de Arquivos da RSFN Versão 3.04 Página 68/70

Catálogo de Serviços do SFN

Catálogo de Serviços do SFN do SFN Volume V Versão 4.07 Brasília, 11 de dezembro de 2015. Este catálogo foi publicado pelo Comitê Gestor da Comunicação Eletrônica de Dados no Âmbito do SFN, conforme competência expressa na Circular

Leia mais

Catálogo de Serviços do SFN

Catálogo de Serviços do SFN do SFN Volume V Versão 4.06 Brasília, 30 de abril de 2015. Este catálogo foi publicado pelo Comitê Gestor da Comunicação Eletrônica de Dados no Âmbito do SFN, conforme competência expressa na Circular

Leia mais

Data Versão Descrição Responsável. Dezembro/2010 1.0 Elaboração str@bcb.gov.br. Setembro/2011 1.1 Atualização de Normativos str@bcb.gov.

Data Versão Descrição Responsável. Dezembro/2010 1.0 Elaboração str@bcb.gov.br. Setembro/2011 1.1 Atualização de Normativos str@bcb.gov. Histórico de Revisão Data Versão Descrição Responsável Dezembro/2010 1.0 Elaboração str@bcb.gov.br Setembro/2011 1.1 Atualização de Normativos str@bcb.gov.br Março/2012 1.2 Atualização de Normativos str@bcb.gov.br

Leia mais

MANUAL MAPX-OP016-2009

MANUAL MAPX-OP016-2009 MANUAL MANUAL DE Público CIP - 2010 OBJETIVO: Este documento tem como objetivo descrever os leiautes dos arquivos utilizados no DDA e as validações realizadas nos campos. A estrutura dos arquivos e o padrão

Leia mais

Catálogo de Serviços do SFN

Catálogo de Serviços do SFN do SFN Volume I Versão 4.05 Brasília, 12 de dezembro de 2014. Este catálogo foi publicado pelo Comitê Gestor da Comunicação Eletrônica de Dados no Âmbito do SFN, conforme competência expressa na Circular

Leia mais

Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB)

Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) Conceito e panorama geral O Sistema de Pagamentos Brasileiro é o conjunto de procedimentos, regras, instrumentos e operações integradas que dão suporte à movimentação

Leia mais

TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR. Dezembro/2014

TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR. Dezembro/2014 TUTORIAL ACESSO AO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA DE RESERVAS STR Dezembro/2014 1. Introdução... 2 2. Estrutura de contas no BC... 2 3. Formas de acesso ao STR... 3 Acesso via RSFN... 3 Acesso via Internet...

Leia mais

Clearing de Ativos BM&F. Fluxos operacionais de processos de Back Office

Clearing de Ativos BM&F. Fluxos operacionais de processos de Back Office Clearing de Ativos BM&F Fluxos operacionais de processos de Back Office Versão 21/05/2003 1.1 Versão 1.1 1 Início das rotinas de abertura da Clearing D-1 D0 D+1 00h00 23h59 Funcionamento da Clearing 18h30

Leia mais

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento.

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento. C A P Í T U L O I I I - C O M P E N S A Ç Ã O E L I Q U I D A Ç Ã O 1. A SPECTOS G ERAIS A CBLC é responsável pela Compensação e Liquidação das Operações com Ativos realizadas nos Sistemas de Negociação

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 3010. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002.

CARTA-CIRCULAR N 3010. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002. CARTA-CIRCULAR N 3010 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.040, de 30/08/2002, a partir de 09/09/2002. Esclarece procedimentos para operação de participante em regime de contingência no âmbito

Leia mais

Catálogo de Serviços do SFN

Catálogo de Serviços do SFN do SFN Volume III Versão 4.07 Brasília, 11 de dezembro de 2015. Este catálogo foi publicado pelo Comitê Gestor da Comunicação Eletrônica de Dados no Âmbito do SFN, conforme competência expressa na Circular

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Liquidação Normas e Regulamentos

Perguntas e Respostas sobre Liquidação Normas e Regulamentos Perguntas e Respostas sobre Liquidação Normas e Regulamentos 60 questões com gabarito FICHA CATALOGRÁFICA (Catalogado na fonte pela Biblioteca da BM&FBOVESPA Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros) LIQUIDAÇÃO

Leia mais

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio Orientação Técnica. Versão 1.0.1

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio Orientação Técnica. Versão 1.0.1 Orientação Técnica Versão 1.0.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 30/09/2010 1.0.0 Versão inicial. Bacen 03/02/2011 1.0.1 Atualização do item 2.2 Utilização do PSTA para troca de mensagens

Leia mais

CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES 1. Aspectos gerais 1.1 Apresentação de documentos

CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES 1. Aspectos gerais 1.1 Apresentação de documentos PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA CÂMARA DE COMPENSAÇÃO, LIQUIDAÇÃO E GERENCIAMENTO DE RISCOS DE OPERAÇÕES NO SEGMENTO BOVESPA, E DA CENTRAL DEPOSITÁRIA DE ATIVOS (CBLC) CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES

Leia mais

MANUAL MAPX-OP038-2012

MANUAL MAPX-OP038-2012 MANUAL MANUAL DE OPERAÇÕES CHEQUE LEGAL OBJETIVO: O Manual de Operações é parte integrante dos Documentos Correlatos a CHEQUE LEGAL e tem como objetivo descrever: (i) os requisitos técnicos e operacionais

Leia mais

São considerados Sistemas de Negociação os seguintes sistemas eletrônicos da BOVESPA:

São considerados Sistemas de Negociação os seguintes sistemas eletrônicos da BOVESPA: C A P Í T U L O I I - R E G I S T R O E A C E I T A Ç Ã O D E O P E R A Ç Õ E S 1. R EGISTRO DE O PERAÇÕES A CBLC registra Operações realizadas nos Sistemas de Negociação para os quais presta serviço.

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO GOLDMAN SACHS DO BRASIL CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Goldman Sachs do Brasil Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. ( Corretora ), em atenção à Instrução

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE O SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO Por: Carlos Augusto Messias Orientador Prof. Antonio Fernando Vieira Ney Niterói 2009 2

Leia mais

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA CÂMARA DE COMPENSAÇÃO, LIQUIDAÇÃO E GERENCIAMENTO DE RISCOS DE OPERAÇÕES NO SEGMENTO BOVESPA, E DA CENTRAL DEPOSITÁRIA

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA CÂMARA DE COMPENSAÇÃO, LIQUIDAÇÃO E GERENCIAMENTO DE RISCOS DE OPERAÇÕES NO SEGMENTO BOVESPA, E DA CENTRAL DEPOSITÁRIA PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA CÂMARA DE COMPENSAÇÃO, LIQUIDAÇÃO E GERENCIAMENTO DE RISCOS DE OPERAÇÕES NO SEGMENTO BOVESPA, E DA CENTRAL DEPOSITÁRIA DE ATIVOS (CBLC) Março 2011 GLOSSÁRIO ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A UMUARAMA S/A C.T.V.M, denominada simplesmente Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste

Leia mais

Projeto de Integração das Clearings

Projeto de Integração das Clearings Projeto de Integração das Clearings Início da Fase 2 Clearing de Renda Variável e Renda Fixa Privada A implantação da 2ª Fase do Projeto de Integração das Clearings depende da aprovação dos órgãos reguladores

Leia mais

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

Cheque Legal. Janeiro 2012. Cheque Legal. Resolução 3.972 artigo 9 º / BACEN 23.01.2012

Cheque Legal. Janeiro 2012. Cheque Legal. Resolução 3.972 artigo 9 º / BACEN 23.01.2012 Cheque Legal Resolução 3.972 artigo 9 º / BACEN 23.01.2012 Agenda Abertura O que é Cheque Legal? Fluxo de negócio Leiaute da tela de consulta Aspectos técnicos Cronograma Processo de adesão Plano homologatório

Leia mais

Concurso 2011. Prof. Cid Roberto. As bolsas de valores são instituições administradoras de mercados. prof.bancario@gmail.com

Concurso 2011. Prof. Cid Roberto. As bolsas de valores são instituições administradoras de mercados. prof.bancario@gmail.com Concurso 2011 Prof. Cid Roberto prof.bancario@gmail.com Bolsa de Valores As bolsas de valores são instituições administradoras de mercados. Comunidade Conhecimentos Bancários (orkut) 8ª aula Início da

Leia mais

Capítulo 11 Estrutura e Processo de Liquidação na CBLC

Capítulo 11 Estrutura e Processo de Liquidação na CBLC Capítulo 11 Estrutura e Processo de Liquidação na CBLC 11.1 Apresentação do capítulo O objetivo deste capítulo é apresentar definições, características, estrutura e aspectos operacionais de liquidação

Leia mais

CAPÍTULO II - REGISTRO E ACEITAÇÃO DE OPERAÇÕES... 23

CAPÍTULO II - REGISTRO E ACEITAÇÃO DE OPERAÇÕES... 23 GLOSSÁRIO... 9 CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES... 14 1. ASPECTOS GERAIS... 14 1.1. APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS... 14 1.2. CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES POR MERCADO E SISTEMAS

Leia mais

Sistema de Pagamentos Brasileiro. Manual de Acesso ao STR via Internet

Sistema de Pagamentos Brasileiro. Manual de Acesso ao STR via Internet Sistema de Pagamentos Brasileiro Manual de Acesso ao STR via Internet Versão 1.9 Abril/2015 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Responsável A partir da versão 1.9 22.4.2015 1.9 Alteração dos itens

Leia mais

Mirae Asset Securities (Brasil) C.T.V.M. Ltda www.miraeasset.com.br

Mirae Asset Securities (Brasil) C.T.V.M. Ltda www.miraeasset.com.br ENTIDADES AUTORREGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO BM&FBOVESPA A BM&FBOVESPA é uma companhia de capital brasileiro formada, em 2008, a partir da integração das operações da Bolsa de Valores

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 1 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BOVESPA TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. nº 4-3 com sede no Município de São

Leia mais

Sistema de Pagamentos Brasileiro. Manual de Acesso ao STR via Internet

Sistema de Pagamentos Brasileiro. Manual de Acesso ao STR via Internet Sistema de Pagamentos Brasileiro Manual de Acesso ao STR via Internet Versão 2.0 Outubro/2015 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Responsável A partir da versão 1.9 22.4.2015 1.9 20.10.2015 2.0

Leia mais

Prof. Cid Roberto. Concurso 2012

Prof. Cid Roberto. Concurso 2012 Prof. Cid Roberto Concurso 2012 Grupo Conhecimentos Bancários no Google http://goo.gl/gbkij Comunidade Conhecimentos Bancários (orkut) http://goo.gl/4a6y7 São realizadas por bancos de investimentos e demais

Leia mais

Código de Erros - Mensageria 20/09/2013

Código de Erros - Mensageria 20/09/2013 Histórico de Versões... 2 Erros Mensageria - SMP (tsmt.016.001.03)... 3 Erros Mensageria - Cadastro de Participantes e Contas... 3 Erros Mensageria - RTC... 11 Erros Mensageria - Tarifação... 20 1 Histórico

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Antonio Chagas Meirelles Diretor. Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen.

Antonio Chagas Meirelles Diretor. Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen. 1 CIRCULAR Nº 765 Comunicamos que a Diretoria do Banco Central, em sessão realizada em 09.03.83, aprovou nova sistemática para a escrituração centralizada, sob o regime de "caixa única", das contas de

Leia mais

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários

Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários Merrill Lynch S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários m Av. Brigadeiro Faria Lima, 3400 16º andar 04538-132 São Paulo, SP - Brasil Tel. (55 11) 2188-4000 Fax: (55 11) 2188-4074 Merrill Lynch S.A.

Leia mais

CIRCULAR Nº 2140. Documento normativo revogado pela Circular 2.462, de 10/08/1994.

CIRCULAR Nº 2140. Documento normativo revogado pela Circular 2.462, de 10/08/1994. CIRCULAR Nº 2140 Documento normativo revogado pela Circular 2.462, de 10/08/1994. Aos Bancos Múltiplos, Bancos Comerciais, Caixas Econômicas e Sociedades de Crédito Imobiliário Institui recolhimento compulsório/encaixe

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente;

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente; INSTRUÇÃO CVM N o 382, 28 DE JANEIRO DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e de

Leia mais

MANUAL MAPX-OPxxx-2011

MANUAL MAPX-OPxxx-2011 MANUAL MANUAL DE OPERAÇÕES CHEQUE LEGAL OBJETIVO: O Manual de Operações é parte integrante dos Documentos Correlatos a CHEQUE LEGAL e tem como objetivo descrever: (i) os requisitos técnicos e operacionais

Leia mais

CHEQUE. Exemplo para fins didáticos, sem valor! AULA Nº 2. 3) o sacado, que é o banco em que está depositado o dinheiro do emitente.

CHEQUE. Exemplo para fins didáticos, sem valor! AULA Nº 2. 3) o sacado, que é o banco em que está depositado o dinheiro do emitente. AULA Nº 2 CHEQUE Exemplo para fins didáticos, sem valor! Características do cheque O cheque é uma ordem de pagamento a vista, devendo ser pago no momento de sua apresentação ao banco sacado, descontando-se

Leia mais

PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO

PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO Nota Técnica 31/10/2000 Setor Bancário Sul, quadra 3, bloco B 70070-900 Brasília, DF www.bcb.gov.br ÍNDICE I - Prefácio... 1 II - Introdução...

Leia mais

DDA - VARREDURA DO SACADO

DDA - VARREDURA DO SACADO DDA - VARREDURA DO SACADO RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio

Leia mais

EXTRATO DE CONTA PARA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

EXTRATO DE CONTA PARA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA MANUAL TÉCNICO Padrão Febraban 240 Versão 3.2 Fevereiro/2010 PUBLIC ÍNDICE ASSUNTO PÁGINA Apresentação 02 Características Gerais do Arquivo 03 Lote de Serviço/Produto 04 Extrato de Conta para Conciliação

Leia mais

~ W SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

~ W SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A W SITA REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6 da Instrução no 387/03 da CVM, define através

Leia mais

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS

PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS Janeiro de 2007 GLOSSÁRIO... 9 CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES... 14 1. ASPECTOS GERAIS... 14 1.1 APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS... 14 2. CADASTRO DE PARTICIPANTES...

Leia mais

Câmara Interbancária de Pagamentos SELTEC Sistema Eletrônico de Liquidação de Títulos em Cartório

Câmara Interbancária de Pagamentos SELTEC Sistema Eletrônico de Liquidação de Títulos em Cartório Minuta - Manual de Leiautes de Mensagens e Arquivos do SELTEC CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP Leiautes de Mensagens do SELTEC Versão 09.06 Data atualização: 08.05.2009 PREFÁCIO O documento de

Leia mais

Letras Financeiras - LF

Letras Financeiras - LF Renda Fixa Privada Letras Financeiras - LF Letra Financeira Captação de recursos de longo prazo com melhor rentabilidade O produto A Letra Financeira (LF) é um título de renda fixa emitido por instituições

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003

INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003 INSTRUÇÃO CVM Nº 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e de

Leia mais

Nome do perfil: Empresa: Descrição: Empresa DDA U CNPJ: 046.494.291/3915-53. Perfil Master. Perfil para os masteres da empresa

Nome do perfil: Empresa: Descrição: Empresa DDA U CNPJ: 046.494.291/3915-53. Perfil Master. Perfil para os masteres da empresa Empresa: Empresa DDA U CNPJ: 046.494.291/3915-53 Nome do perfil: Perfil Master Descrição: Perfil para os masteres da empresa Permissões de acesso e autorizações por conta: Agência e Conta Carteira 3861

Leia mais

VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.

VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. VOTORANTIM CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A Corretora, em atendimento ao disposto no art 6 da Instrução n 387, de 28 de abril de 2003, da Comissão de Valores

Leia mais

Entenda o Novo Sistema de Pagamentos Brasileiro O Novo SPB O que muda com o novo SPB Saiba o que não muda com o novo SPB Saiba mais

Entenda o Novo Sistema de Pagamentos Brasileiro O Novo SPB O que muda com o novo SPB Saiba o que não muda com o novo SPB Saiba mais * Informações de janeiro/2002 * Sumário Entenda o Novo Sistema de Pagamentos Brasileiro O Novo SPB Benefícios do Novo SPB O que é Porque mudar O que muda O que muda com o novo SPB Transferências só com

Leia mais

O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite:

O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite: C A P Í T U L O V I - S E R V I Ç O D E E M P R É S T I M O D E A T I V O S - B T C O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite: O registro de ofertas e o fechamento de Operações contra as

Leia mais

COMUNICADO SIM Nº 010/03. Ref: Trata da realização de leilão de venda de Notas do Tesouro Nacional Série A3 NTN-A3.

COMUNICADO SIM Nº 010/03. Ref: Trata da realização de leilão de venda de Notas do Tesouro Nacional Série A3 NTN-A3. COMUNICADO SIM Nº 010/03 Aos Participantes do Sistema Integrado de Mercados SIM Ref: Trata da realização de leilão de venda de Notas do Tesouro Nacional Série A3 NTN-A3. A Central de Custódia e de Liquidação

Leia mais

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Contas a Pagar 2

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Contas a Pagar 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Protocolo de Arrecadação do DARF. Regras de Negócios para Preenchimento dos Campos da Mensagem TES0017 (Catálogo de Mensagens versão 3.

Protocolo de Arrecadação do DARF. Regras de Negócios para Preenchimento dos Campos da Mensagem TES0017 (Catálogo de Mensagens versão 3. Regras de Negócios para Preenchimento dos Campos da Mensagem TES0017 (Catálogo de Mensagens versão 3.00) ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 3 II ASPECTOS GERAIS... 4 III DESCRIÇÃO DOS CAMPOS - DARF NORMAL (PRETO)...

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente;

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente; INSTRUÇÃO CVM N o 387, DE 28 DE ABRIL DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e

Leia mais

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio. Manual Técnico do Sistema Câmbio

Projeto de Modernização do Sistema Câmbio. Manual Técnico do Sistema Câmbio Projeto de Modernização do Sistema Câmbio Manual Técnico do Sistema Câmbio Versão 1.2 19 de janeiro de 2012 Histórico de Revisão Data Versão Descrição 22/06/2011 0.1 Versão inicial 04/07/2011 0.2 Alterado

Leia mais

Módulo 11 Corretora de Seguros

Módulo 11 Corretora de Seguros Módulo 11 Corretora de Seguros São pessoas físicas ou jurídicas, que se dedicam a angariar e promover contratos entre as Sociedades Seguradoras e seus clientes. A habilitação e o registro do corretor se

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE BOLETO DE COBRANÇA

SEMINÁRIO SOBRE BOLETO DE COBRANÇA SEMINÁRIO SOBRE BOLETO DE COBRANÇA 3 Boletos Liquidados pelo Sistema de Compensação 4 Objetivo Apresentar e debater as mudanças nos produtos cobrança e pagamento, decorrentes da Circular Bacen 3.598/2012

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DO SEGMENTO BOVESPA: AÇÕES, FUTUROS E DERIVATIVOS DE AÇÕES. Capítulo Revisão Data

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DO SEGMENTO BOVESPA: AÇÕES, FUTUROS E DERIVATIVOS DE AÇÕES. Capítulo Revisão Data 4 / 106 DEFINIÇÕES AFTER-MARKET período de negociação que ocorre fora do horário regular de Pregão. AGENTE DE COMPENSAÇÃO instituição habilitada pela CBLC a liquidar operações realizadas pelas Sociedades

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA NEGOCIAÇÃO DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS NO SERVIÇO AÇÕES ONLINE CAIXA

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA NEGOCIAÇÃO DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS NO SERVIÇO AÇÕES ONLINE CAIXA A Caixa Econômica Federal, aqui simplesmente denominada CAIXA, como integrante do sistema de distribuição de títulos e valores mobiliários, oferece aos seus clientes serviço de intermediação de títulos

Leia mais

COMPE. I Situação atual

COMPE. I Situação atual Versão de 25.3.2002 COMPE I Situação atual O Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis, que a partir daqui será denominado Compe, atualmente tem papel preponderante no sistema de pagamentos. Os

Leia mais

atividade a prática de operações de arrendamento As sociedades de arrendamento mercantil são

atividade a prática de operações de arrendamento As sociedades de arrendamento mercantil são Arrendamento mercantil ou leasing é uma operação em que o proprietário de um bem cede a terceiro o uso desse bem por prazo determinado, recebendo em troca uma contraprestação. No que concerne ao leasing,

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO (DOCUMENTO DE ADERÊNCIA E CONSULTIVO)

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO (DOCUMENTO DE ADERÊNCIA E CONSULTIVO) REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO (DOCUMENTO DE ADERÊNCIA E CONSULTIVO) A PAX CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, - doravante denominada simplesmente Corretora em atendimento ao disposto no art. 6º da Instrução

Leia mais

CARTA CIRCULAR N.º 257. Ref.: trata dos procedimentos para abertura de conta individualizada por empresas vinculadas à SUSEP.

CARTA CIRCULAR N.º 257. Ref.: trata dos procedimentos para abertura de conta individualizada por empresas vinculadas à SUSEP. CARTA CIRCULAR N.º 257 Às Sociedades Seguradoras, Sociedades de Capitalização e as Entidades Abertas de Previdência Privada Ref.: trata dos procedimentos para abertura de conta individualizada por empresas

Leia mais

Reestruturação do Sistema de Pagamentos Brasileiro

Reestruturação do Sistema de Pagamentos Brasileiro Reestruturação do Sistema de Pagamentos Brasileiro (Organização e Pesquisa) Aquiles Ferraz Nunes Economista Novembro / 2001 1 Reestruturação do Sistema de Pagamentos Brasileiro Organização e Pesquisa Aquiles

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE O SISTEMA DE PAGAMENTOS BRASILEIRO Por: Simone Carvalho dos Santos Orientador Prof. Antonio Fernando Vieira Ney Niterói 2009

Leia mais

a) mercados de derivativos, tais como, exemplificativamente, índices de ações, índices de preços, câmbio (moedas), juros;

a) mercados de derivativos, tais como, exemplificativamente, índices de ações, índices de preços, câmbio (moedas), juros; CREDIT SUISSE HEDGINGGRIFFO 1. Públicoalvo LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o CSHG EQUITY HEDGE LEVANTE FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA

Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA Manual de Transferências de Arquivos Para o DDA - Março, 2009 - - 2 - DDA - Manual de transferência de arquivos CÂMARA INTERBANCÁRIA DE PAGAMENTOS - CIP Manual de Transferências de arquivos para o DDA

Leia mais

Classificação dos Títulos e Valores Mobiliários em Categorias

Classificação dos Títulos e Valores Mobiliários em Categorias Classificação dos Títulos e Valores Mobiliários em Categorias 1 - Os títulos e valores mobiliários adquiridos por instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central

Leia mais

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros

Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Diretoria de Assuntos Internacionais Gerência-Executiva de Normatização de Câmbio e Capitais Estrangeiros Thelma Lúcia Pacheco Gerente do Projeto - Gence Lucio Hellery Holanda Oliveira Gerente Alterno

Leia mais

REGULAMENTO TESOURO DIRETO

REGULAMENTO TESOURO DIRETO REGULAMENTO TESOURO DIRETO Brasília Março/2015 Página 1 Glossário 4 1. Capítulo I - Regras Gerais 7 2. Capítulo II-Procedimentos Operacionais 7 2.1. Cadastro 7 2.1.1. Aspectos gerais 7 2.1.2. Cadastro

Leia mais

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos:

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos: A sua Solução de Gestão Empresarial O Precision é a solução de Gestão Empresarial de baixo custo que a Maggiore Sistemas disponibiliza para pequenas e médias empresas. Desenvolvido e comercializado em

Leia mais

CARTA CIRCULAR N.º 252. Ref.: Trata da implantação do Sistema Integrado de Mercados SIM Módulo STN.

CARTA CIRCULAR N.º 252. Ref.: Trata da implantação do Sistema Integrado de Mercados SIM Módulo STN. CARTA CIRCULAR N.º 252 Aos Participantes de Todos os Sistemas Ref.: Trata da implantação do SIM Módulo STN. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos - CETIP comunica que, no dia 28/02/2000,

Leia mais

Fundo multimercado que tem como objetivo buscar rentabilidade acima do Certificado de Depósito Interbancário - CDI.

Fundo multimercado que tem como objetivo buscar rentabilidade acima do Certificado de Depósito Interbancário - CDI. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS 1. Público-alvo dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o CSHG VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO.

Leia mais

Instruções de preenchimento. Perfis para os Participantes da Câmara de Ativos. Perfis para os Participantes da Câmara de Câmbio

Instruções de preenchimento. Perfis para os Participantes da Câmara de Ativos. Perfis para os Participantes da Câmara de Câmbio Instruções de preenchimento O participante deve: 1. Assinalar com X o seu perfil (ou perfis) em cada câmara para realização dos testes do Novo Cadastro Selic, sendo que os participantes podem se cadastrar

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Compra

Leia mais

O ISS e as tarifas bancárias

O ISS e as tarifas bancárias O ISS e as tarifas bancárias No jargão bancário, tarifa é a contrapartida de uma prestação de serviço, é a receita decorrente do serviço prestado. Por conseguinte, sempre que o Banco registra uma receita

Leia mais

Perguntas realizadas na apresentação do Fundo Garantidor de Crédito

Perguntas realizadas na apresentação do Fundo Garantidor de Crédito Perguntas realizadas na apresentação do Fundo Garantidor de Crédito - O que significa DPEG? - O que é DPGE 1 e 2? Quais suas finalidades? Qual a diferença para o FGC? DPGEs são títulos de renda fixa representativos

Leia mais

Guia de Renda Fixa. 1. Principais Características

Guia de Renda Fixa. 1. Principais Características Guia de Renda Fixa Os títulos de renda fixa se caracterizam por possuírem regras definidas de remuneração. Isto é, são aqueles títulos cujo rendimento é conhecido previamente (juro prefixado) ou que depende

Leia mais

Versão: 09/09/2013 Atualizado em: 09/09/2013

Versão: 09/09/2013 Atualizado em: 09/09/2013 Versão: 09/09/2013 Atualizado em: 09/09/2013 Identificação de Comitentes Conteúdo Introdução à Identificação de Comitentes... 1 Conhecendo o Produto... 2 Ações dos Botões das Telas... 9 Cadastros... 11

Leia mais

Cenários Econômicos. Apostila: Parte 02 Prof. Jonas Barbosa. www.conquistadeconcurso.com.br

Cenários Econômicos. Apostila: Parte 02 Prof. Jonas Barbosa. www.conquistadeconcurso.com.br Apostila: Parte 02 UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS DO CURSO APROVAÇÃO

Leia mais

Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) (Administrado pelo Banco Cooperativo Sicredi S.A.

Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) (Administrado pelo Banco Cooperativo Sicredi S.A. Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma

Leia mais

Regras e Parâmetros de Atuação

Regras e Parâmetros de Atuação Regras e Parâmetros de Atuação Índice Introdução Regras e Parâmetros 1 - Cadastro 2 - Regras Quanto ao Recebimento de Ordens 3 - Regras Quanto ao Registro das Ordens de Operações 4 - Regras Quanto a Execução

Leia mais

No campo 'Nome do agente financeiro', digite o nome do agente a ser cadastrado. Ex: Banco Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Cartão Visa, etc;

No campo 'Nome do agente financeiro', digite o nome do agente a ser cadastrado. Ex: Banco Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Cartão Visa, etc; 1.1 Agentes Financeiros Nesse item do menu Cadastros são inseridos todas as Instituições Financeiras que o escritório ou empresa possuem. Para cadastrar um agente financeiro acione o botão novo e a seguinte

Leia mais

Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC. Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC

Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC. Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios - FIDC Uma alternativa de investimento atrelada aos créditos das empresas O produto O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Leia mais

Comunicado Cetip n 051/2015 de 16 de junho de 2015

Comunicado Cetip n 051/2015 de 16 de junho de 2015 Comunicado Cetip n 051/2015 de 16 de junho de 2015 Assunto: Etapa de Oferta Pública de NTN-B Leilão(ões) de Oferta de compra de títulos pela STN Secretaria do Tesouro Nacional Módulo Leilão STN Plataforma

Leia mais

Soluções em Recebimentos. Manual Técnico

Soluções em Recebimentos. Manual Técnico Soluções em Recebimentos CNAB400/CBR643 Manual Técnico Layout de Arquivo Retorno para convênios na faixa numérica entre 1.000.000 a 9.999.999 (Convênios de 7 posições) Orientações Técnicas Versão Jan/2014

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

Manual para o Preenchimento do Layout de Posição de Fundos e Carteiras

Manual para o Preenchimento do Layout de Posição de Fundos e Carteiras Manual para o Preenchimento do Layout de Posição de Fundos e Carteiras Versão 4.01 Outubro de 2009 13/10/2009 1 ÍNDICE Objetivo do Layout de posição... 03 Regras para o Nome do Arquivo...... 04 Estrutura

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS VERSÃO: 01/7/2008 2 / 11 MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO HOME BROKER V1. 04_2012. Títulos-Objeto. Todas as ações de emissão de empresas admitidas à negociação na BM&FBOVESPA.

GUIA DE UTILIZAÇÃO HOME BROKER V1. 04_2012. Títulos-Objeto. Todas as ações de emissão de empresas admitidas à negociação na BM&FBOVESPA. GUIA DE UTILIZAÇÃO HOME BROKER V1. 04_2012 O objetivo deste material é prestar ao investidor uma formação básica de conceitos e informações que possam auxiliá-lo na tomada de decisões antes da realização

Leia mais

Regras e Parâmetros de Atuação BM&FBOVESPA Versão 7 Máxima CCTVM Data rev: 251114

Regras e Parâmetros de Atuação BM&FBOVESPA Versão 7 Máxima CCTVM Data rev: 251114 Este documento é propriedade do, para uso exclusivo de seus Acionistas, Diretores e Colaboradores. Sua divulgação só é permitida internamente. Este documento, ou qualquer parte dele, não pode ser reproduzido,

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PLANO DE BENEFÍCIO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL Vigência: 01/01/2013 a 31/12/2017 1. OBJETIVOS A Política de Investimentos tem

Leia mais