Linguagem SQL. ENG1518 Sistemas de Informação Gerenciais Prof. Marcos Villas

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linguagem SQL. ENG1518 Sistemas de Informação Gerenciais Prof. Marcos Villas"

Transcrição

1 Linguagem SQL ENG1518 Sistemas de Informação Gerenciais Prof. Marcos Villas

2 SQL Linguagem padrão de acesso tabelas em um banco de dados relacional Permite definir e manipular dados DML Linguagem de Manipulação de Dados SELECT, INSERT, UPDATE, DELETE DDL Linguagem de Definição de Dados CREATE TABLE, ALTER TABLE, CREATE INDEX,...

3 SQL Básico

4 Select Forma Básica: SELECT nome das colunas desejadas FROM lista de tabelas WHERE condições

5 Select Exemplo: SELECT placa, modelo, ano FROM carro WHERE marca = 'Saipa' AND ano > 2015 Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

6 Select Exemplo: SELECT * FROM carro WHERE marca = 'Saipa' AND ano > 2015 Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

7 Select SELECT [ distinct ] [ * / expr 1, expr 2,... ] onde as expressões expr i (i = 1, 2, ) podem ser: coluna tabela.coluna expressão (, +, -, *, / ) função literal

8 Select Exemplo: SELECT COUNT(*) FROM carro WHERE marca = 'Saipa' AND ano > 2015 Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

9 Select Exemplos: SELECT marca FROM carro SELECT DISTINCT (marca) FROM carro Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

10 From A cláusula FROM tem a seguinte forma: FROM tabela1 ( alias 1 ) [, tabela2 ( alias 2 ),... ] alias designa o sinônimo da tabela correspondente. se mais de uma tabela é especificada, será feito o produto cartesiano das mesmas. um alias só pode ser usado uma vez.

11 Select Exemplo: SELECT c.placa, c.modelo, c.marca FROM carro c WHERE c.valor > Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

12 Where Define uma condição de pesquisa através dos operadores lógicos AND, OR e NOT. WHERE [ NOT] predicado 1 { AND OR } [ NOT] predicado 2... Cada predicado especifica uma condição que pode ser verdadeira ou valsa Ordem de avaliação dos predicados: condições entre parênteses not and or

13 Predicado Predicado básico: xpressão 1 oper { expressão 2 / subselect } oper pode ser: =, >, <, >=, <=, <> BETWEEN V 1 AND V 2 IN (V 1, V 2, V 3 )

14 Select Exemplo: SELECT MAX(valor) FROM carro WHERE marca = 'Saipa' AND ano IN (2013, 2015, 2017) AND valor BETWEEN 5000 AND 7000 Carro (placa, marca, modelo, ano, valor)

15 Exercícios Funcionário (matrícula, nome, UFnascimento, CV) Projeto (código, título, CNPJcliente) datainício) datainício) a) Matrícula dos funcionários nascidos no Acre b) CNPJs dos clientes que têm projeto (sem repetições) c) Todas as colunas de Trabalha onde o código de projeto é 123

16 Junção Retorna colunas procedentes de várias tabelas em um único SELECT. Especificado na cláusula FROM do SELECT.

17 Ilustrando Junção SELECT * FROM tab1, tab2 WHERE tab1.col x = tab2.col y (a) (b) (c) (d) tab col x (e) (f) (g) (h) (i) (j) tab (a+h) (d+i) resultado col y

18 Exercícios Funcionário (matrícula, nome, UFnascimento, CV) Projeto (código, título, CNPJcliente) datainício) datainício) a) Matrícula e nome dos funcionários que trabalham no projeto de código 123 b) Código e título dos projetos onde trabalham funcionários nascidos no Acre

19 Like Procura por um certo padrão (pattern) de caracteres. O padrão é caracterizado por: ocorrência de caracteres alfanuméricos. caracteres especiais % ou _. O caractere porcento substitui de 0 a muitos caracteres alfanuméricos O caractere underscore substitui um número exato de caracteres alfanuméricos

20 Order by Ordena logicamente as linhas da tabela resultado. A ordenação pode ser obtida por um sort interno ou pelo uso de um índice adequado. A performance do sort interno depende do número de linhas, da quantidade e do tamanho das colunas referenciadas no ORDER BY.

21 Exercícios Funcionário (matrícula, nome, UFnascimento, CV) Projeto (código, título, CNPJcliente) datainício) datainício) a) Nomes de funcionário que tenham o texto mestrado em seu CV; os nomes devem ser apresentados em ordem crescente.

22 União Gera uma tabela resultado combinando duas outras tabelas resultado. Cada comando select é processado separadamente, produzindo uma tabela resultado; No final elas serão combinadas em uma única tabela resultado.

23 Ilustrando União tab1 resultado tab2 select * from tab1 UNION [ ALL ] select * from tab2

24 Interseção select * from tab1 INTERSECT select * from tab2 tab1 tab2

25 Diferença Relacional select * from tab1 EXCEPT select * from tab2 tab1 tab2

26 Exercícios Funcionário (matrícula, nome, UFnascimento, CV) Projeto (código, título, CNPJcliente) datainício) datainício) a) Matrícula dos funcionários que trabalham e gerenciam projetos.

27 Funções de cálculo COUNT (*) - conta total de tuplas MAX(x) - valor máximo de uma coluna MIN (x) - valor mínimo de uma coluna AVG (x) - valor médio de uma coluna SUM (x) - somatório dos valores de uma coluna

28 Group By & Having GROUP BY aglutina logicamente várias linhas em grupos baseado no valor de uma ou mais colunas especificadas HAVING impõe condições às linhas agrupadas só há Having se houver Group By é análogo às condições impostas às tuplas das tabelas na cláusula From especificadas na cláusula Where

29 Group by / Having tabela abc null xyz ijk ijk spdf col1 col2 col3 col4 select col1, min(col2), avg(col3), max(col4) from tabela1 group by col xyz ijk spdf

30 Exercícios Funcionário (matrícula, nome, UFnascimento, CV) Projeto (código, título, CNPJcliente) datainício) datainício) a) Quantidade de projetos por cliente b) Quantidade de funcionários que trabalham por projeto, apenas para os projetos com mais de 10 funcionários

31 Insert Adiciona uma ou várias linhas a uma tabela do banco de dados. Cada comando atualiza uma única tabela.

32 Update Atualiza uma ou várias linhas de uma tabela do banco de dados. Cada comando atualiza uma única tabela.

33 Delete Exclui uma ou várias linhas/tuplas de uma tabela do banco de dados. Cada comando atualiza uma única tabela.

34 SQL Avançado

35 Padrão ANSI atual: SQL:2016 Padrões anteriores: SQL-86 SQL-89 SQL SQL A cada novo padrão foram adicionadas novas funcionalidades a linguagem, tais como: triggers stored procedures queries recursivas

36 JOINS Formalizados no SQL-92 Inner Join Outer Join LEFT OUTER JOIN RIGHT OUTER JOIN FULL OUTER JOIN Cross Join Natural Join Column name Join

37 Inner Join O inner join de duas ou mais tabelas pode ser explicitado da seguinte forma: from tabela1 INNER JOIN tabela2 Utilizando o INNER JOIN, devemos colocar os predicados de join em uma cláusula ON select nome_empregado, nome_departamento from empregado a inner join departamento b on a. cod_dept = b. cod_dept where...

38 Inner Join O INNER JOIN de duas tabelas traz somente as linhas que possuem correspondentes nas duas tabelas: select nome_empregado, nome_dependente from empregado a, dependente b where a. matricula = b. matricula select nome_empregado, nome_dependente from empregado a inner join dependente b on a. matricula = b. matricula

39 Inner Join Utilizando a esta sintaxe, separamos os predicados locais dos predicados de join: predicados locais: predicados de join: cláusula Where cláusula ON A sintaxe fica mais complexa em joins com mais de duas tabelas: select a. nome, a. matricula, b. cargo, c. nome_dept from empregado a inner join cargo b inner join departamento c on a. cod_cargo = b. cod_cargo on a. cod_dept = c. cod_dept

40 Outer Join A cláusula FROM tem a seguinte forma: FROM tabela1 [ LEFT / RIGHT / FULL ] OUTER JOIN tabela2 Utilizando o OUTER JOIN, devemos colocar os predicados de join em uma cláusula ON.

41 Ilustrando OUTER JOIN SELECT * FROM tab1 LEFT OUTER JOIN tab2 ON tab1.col x = tab2.col y ORDER BY tab1.col x (a) (b) (c) (d) tab tab2 (e) (f) (g) (h) (i) (j) col x col y (a+h) (b) (c) (d+i)

42 Left Outer Join O Left Outer Join traz linhas da tabela especificada à esquerda, mesmo que não existam linhas correspondentes na tabela da direita. Quando não há correspondência, as colunas procedentes da tabela da direita são preenchidas com nulos. select matricula, nome, nome_dependente from empregado a left outer join dependente b on a. matricula = b. matricula where...

43 Right Outer Join O Right Outer Join traz linhas da tabela especificada à direita, mesmo que não existam linhas correspondentes na tabela da esquerda. Quando não há correspondência, as colunas procedentes da tabela da esquerda são preenchidas com nulos. b select matricula, nome, nome_departamento from empregado a right outer join departamento on a. cod_dept = b. cod_dept where...

44 Full Outer Join O Full Outer Join traz linhas de qualquer uma das duas tabelas, mesmo quando elas não possuem correspondentes na outra tabela. As colunas sem correspondência são preenchidas com nulos. select matricula, nome, nome_departamento from empregado a full outer join departamento b on a. cod_dept = b. cod_dept where...

45 Subqueries Comandos select na cláusula select ou having de outro comando sql. Podem ser: correlacionados: o query interno faz referência à coluna(s) do query externo ( outer ). não correlacionados: não há referências entre os queries interno e externo

46 Subqueries correlacionados select matricula, nome from empregado t1 where exists ( select * from dependentes t2 where t2. matricula = t1. matricula ) select matricula, nome from empregado t1 where not exists ( select * from dependentes t2 where t2. matricula = t1. matricula )

47 Subqueries não correlacionados select matricula, nome, salario from empregado where salario > ( select avg ( salario ) from empregado ) order by 3 desc select cod_dept, nome_dept from departamento where cod_dept in ( select cod_dept from empregado group by cod_dept having count (*) < 5 )

IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE DADOS

IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE DADOS IMPLEMENTAÇÃO DE BANCO DE DADOS MODULO 2 LINGUAGEM SQL CONTEÚDO 2. LINGUAGEM SQL 2.1 Linguagens de Definição de Dados (DDL) 2.1.1 Criação de tabela: CREATE 2.1.2 Alteração de Tabela: ALTER 2.1.3 Exclusão

Leia mais

Rápida revisão do Modelo Relacional

Rápida revisão do Modelo Relacional Rápida revisão do Modelo Relacional Conceito de relação Tuplas e atributos Rápida revisão do Modelo Relacional Regras de integridade Entidade: Deve existir uma chave primária com valor único e não-nulo.

Leia mais

ANÁLISE E PROJETO DE BANCO DE DADOS

ANÁLISE E PROJETO DE BANCO DE DADOS ANÁLISE E PROJETO DE BANCO DE DADOS SQL FELIPE G. TORRES SQL A linguagem SQL (Struct Query Language) é utilizada como padrão em bancos de dados relacionais. Seu desenvolvimento foi originalmente no início

Leia mais

Linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional; 1ª Versão - Desenvolvida pela IBM no laboratório de pesquisa de San José;

Linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional; 1ª Versão - Desenvolvida pela IBM no laboratório de pesquisa de San José; MySQL SQL (Structured Query Languagem ) Linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional; 1ª Versão - Desenvolvida pela IBM no laboratório de pesquisa de San José; Inicialmente - Sequel

Leia mais

SQL (Tópicos) Structured Query Language

SQL (Tópicos) Structured Query Language SQL (Tópicos) Structured Query Language ISI Introdução aos Sistemas de Informação SQL (Tópicos) 1 SQL: componentes SQL / DDL (Data Definition Language) Permite definir os Esquemas de Relação Permite definir

Leia mais

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL.

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. LINGUAGEM SQL SQL CREATE DATABASE MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. SQL CREATE TABLE SQL NOT NULL O valor NOT NULL obriga que o campo contenha sempre

Leia mais

PCS3413. Engenharia de So-ware e Banco de Dados. Aula 17. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

PCS3413. Engenharia de So-ware e Banco de Dados. Aula 17. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo PCS3413 Engenharia de So-ware e Banco de Dados Aula 17 Escola Politécnica da Universidade de São Paulo 1 SQL STRUCTURED QUERY LANGUAGE Manipulação de dados operações de modificam o estado das tabelas:

Leia mais

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Manipulação de Dados Banco de Dados SQL DML SELECT... FROM... WHERE... lista atributos de uma ou mais tabelas de acordo com alguma condição INSERT INTO... insere dados em uma tabela DELETE

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

MODELAGEM DE DADOS - INTRODUÇÃO AO SQL: DML. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

MODELAGEM DE DADOS - INTRODUÇÃO AO SQL: DML. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. MODELAGEM DE DADOS - INTRODUÇÃO AO SQL: DML Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza DML Data Manipulation Language Linguagem de Manipulação de Dados Comandos básicos: Insert Update

Leia mais

DDL DML DCL DTL Tipos Numéricos: INT FLOAT DOUBLE Tipos String: CHAR VARCHAR BINARY BLOB TEXT Tipos Data e Hora: DATE TIME TIMESTAMP YEAR

DDL DML DCL DTL Tipos Numéricos: INT FLOAT DOUBLE Tipos String: CHAR VARCHAR BINARY BLOB TEXT Tipos Data e Hora: DATE TIME TIMESTAMP YEAR SQL Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada, foi desenvolvida pela IBM nos anos 70 para demonstrar a viabilidade do modelo relacional para bancos de dados. No final dos anos 80

Leia mais

Projeto de Banco de Dados

Projeto de Banco de Dados Projeto de Banco de Dados Laboratório de Banco de Dados Prof. Luiz Antônio Vivacqua C. Meyer (luiz.vcm@gmail.com) Sintaxe Geral SELECT [ALL/DISTINCT] coluna1, coluna2,..., colunan FROM nome_tabela1, nome_tabela2,...,

Leia mais

Introdução ao PostgreSQL

Introdução ao PostgreSQL Introdução ao PostgreSQL Fontes Karine Reis Ferreira karine@dpi.inpe.br Gilberto Câmara gilberto@dpi.inpe.br Gilberto Ribeiro de Queiroz gribeiro@dpi.inpe.br Marcos André Gonçalves - UFMG Parte 3 Aula

Leia mais

SQL Linguagem de Manipulação de Dados SQL DML SQL DML. Exemplo Modelo Relacional. Exemplo ME-R SQL DML CONTINUAÇÃO...

SQL Linguagem de Manipulação de Dados SQL DML SQL DML. Exemplo Modelo Relacional. Exemplo ME-R SQL DML CONTINUAÇÃO... Ciência da Computação GBC043 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Manipulação de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@facom.ufu.br Bloco B - sala 1B137 SQL DML CONTINUAÇÃO...

Leia mais

E-BOOK GUIA RÁPIDO DE SQL W W W. T R E I N A W E B.C O M. B R

E-BOOK GUIA RÁPIDO DE SQL W W W. T R E I N A W E B.C O M. B R 101010101 001010101 101010100 E-BOOK GUIA RÁPIDO DE SQL INTRODUÇÃO Este é um guia rápido de SQL criado pela equipe do TreinaWeb e serve principalmente para iniciantes na linguagem. SQL é a sigla em inglês

Leia mais

Exercício Aula Passada. SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada

Exercício Aula Passada. SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada Ciência da Computação GBC043 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Manipulação de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufu.br Bloco B - sala 1B137 1 semestre de 2018 2 Escreva

Leia mais

Introdução ao Banco de Dados. Banco de Dados

Introdução ao Banco de Dados. Banco de Dados Introdução ao Banco de Dados Prof. Tiago Garcia de Senna Carneiro UFOP Prof. Técnicas de Programação II 2006 PARTE 1: Conceitos Básicos Banco de Dados SGDB: Sistema Gerenciador de Banco de Dados Definição:

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Laboratório de Computação para Ciências Módulo II Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino

Leia mais

Revisão de Bancos de Dados

Revisão de Bancos de Dados Revisão de Bancos de Dados Conceitos Básicos 1. Defina o que é um banco de dados e o que é um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD). 2. Defina as arquiteturas de software em duas camadas (cliente/servidor)

Leia mais

Bases de Dados 2005/2006. Aula 5

Bases de Dados 2005/2006. Aula 5 Bases de Dados 2005/2006 Aula 5 Sumário -1. (T.P.C.) Indique diferenças entre uma tabela e uma relação. 0. A base de dados Projecto 1. SQL Join (variantes) a. Cross Join b. Equi-Join c. Natural Join d.

Leia mais

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL Banco de Dados Exercícios SQL 1 TRF (ESAF 2006) 32. Analise as seguintes afirmações relacionadas a Bancos de Dados e à linguagem SQL: I. A cláusula GROUP BY do comando SELECT é utilizada para dividir colunas

Leia mais

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br Os comandos SQL podem ser agrupados em 3 classes: DDL Data Definition Language Comandos para a Definição

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

Ordenação de tuplos order by

Ordenação de tuplos order by Bases de Dados Elementos da linguagem SQL Ordenação de tuplos order by A cláusula order by permite ordenar tuplos exemplo: listar por ordem alfabética os nomes dos clientes com empréstimo na agência de

Leia mais

BCD29008 Banco de dados

BCD29008 Banco de dados BCD29008 Banco de dados Linguagem SQL Prof. Emerson Ribeiro de Mello Instituto Federal de Santa Catarina IFSC campus São José mello@ifsc.edu.br http://docente.ifsc.edu.br/mello/bcd 21 de agosto de 2017

Leia mais

Revisão Banco de Dados

Revisão Banco de Dados Revisão Banco de Dados Carlos Henrique - Aula 2 Descoberta de Conhecimento e Mineração de Dados Tópicos Abordados Conceitos Básicos Características Arquitetura Lógica Usuários Finais Modelo E/R Linguagens

Leia mais

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados.

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS Compreender e utilizar a linguagem SQL, na construção e manutenção de uma base de dados. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.ºH CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO MULTIMÉDIA ANO LECTIVO 2013/2014 6. LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO IV Pré-requisitos: - Planificar e estruturar bases

Leia mais

SQL - Perguntas. André Restivo. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. February 24, 2012

SQL - Perguntas. André Restivo. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. February 24, 2012 SQL - Perguntas André Restivo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto February 24, 2012 André Restivo (FEUP) SQL - Perguntas February 24, 2012 1 / 46 Sumário 1 Introdução 2 Seleccionar e Filtrar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Banco de Dados I Professor: Prof. Me. Everton

Leia mais

Bases de Dados. Álgebra Relacional II Junções, agregações, vistas. P. Serendero,

Bases de Dados. Álgebra Relacional II Junções, agregações, vistas. P. Serendero, Bases de Dados Álgebra Relacional II Junções, agregações, vistas P. Serendero, 2011-13 1 JUNÇÕES OU JOINS em SQL - R S A condição do JOIN é especificada na claúsula ON ou USING,, ou implicitamente

Leia mais

Álgebra Relacional e SQL

Álgebra Relacional e SQL Álgebra Relacional e SQL Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri Álgebra Relacional Maneira teórica de se manipular o banco de dados relacional Linguagem de consulta procedural usuários

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) PRONATEC - Programador de Sistemas Banco de Dados 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando INSERT INTO INSERT INTO tabela [ ( coluna [, coluna,...] ) ] VALUES

Leia mais

Sumário SELECT + FROM

Sumário SELECT + FROM Sumário 1 Introdução SQL - Perguntas André Restivo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto October 18, 2010 2 3 Operadores de Conjuntos 4 5 Agregações 6 Ordenações e Limites 7 Sub-perguntas 8

Leia mais

AULA 8. Ambientes Visuais 8.1. OBJETIVO DA AULA SQL (Structured Query Language)

AULA 8. Ambientes Visuais 8.1. OBJETIVO DA AULA SQL (Structured Query Language) AULA 8 8.1. OBJETIVO DA AULA Relembrar conceitos e recursos básicos apresentados nas aulas anteriores, dar continuidade nas codificações iniciadas e ainda não finalizadas, explorar acesso a banco de dados

Leia mais

A U L A 3 S U B G R U P O S D M L E D Q L : I N S E R I N D O E P E S Q U I S A N D O D A D O S E M U M A T A B E L A

A U L A 3 S U B G R U P O S D M L E D Q L : I N S E R I N D O E P E S Q U I S A N D O D A D O S E M U M A T A B E L A BANCO DE DADOS GERENCIAL 1 A U L A 3 S U B G R U P O S D M L E D Q L : I N S E R I N D O E P E S Q U I S A N D O D A D O S E M U M A T A B E L A CONCEITOS LINGUAGEM DE MANIPULAÇÃO DE DADOS (DML) A linguagem

Leia mais

- SQL Linguagem de Manipulação de Dados

- SQL Linguagem de Manipulação de Dados - SQL Linguagem de Manipulação de Dados Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SELECT SELECT FROM [ WHERE predicado

Leia mais

SQL BÁSICO. Luiz Antônio Vivacqua Corrêa Meyer

SQL BÁSICO. Luiz Antônio Vivacqua Corrêa Meyer SQL BÁSICO Luiz Antônio Vivacqua Corrêa Meyer SQL (Structured Query Language) Início na década de 70 pela IBM com o nome de SEQUEL. Em 1980 o produto mudou seu nome para SQL. American National Standards

Leia mais

Banco de Dados I. Aula 16 - Prof. Bruno Moreno 04/11/2011

Banco de Dados I. Aula 16 - Prof. Bruno Moreno 04/11/2011 Banco de Dados I Aula 16 - Prof. Bruno Moreno 04/11/2011 Plano de Aula O comando DELETE Cláusula CHECK Comparações utilizando NULL Funções agregadas Junções de tabelas em SQL Visões Comando DELETE DELETE

Leia mais

Roteiro. SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada

Roteiro. SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada. Exercício Aula Passada 1 Ciência da Computação GBC043 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Manipulação de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufu.br Bloco B - sala 1B137 Roteiro s aulas passadas SQL

Leia mais

Projeto de Banco de Dados

Projeto de Banco de Dados Projeto de Banco de Dados SQL-Consultas Comando SELECT Prof. Luiz Antônio Vivacqua C. Meyer (la.vivacqua@gmail.com) Sintaxe Geral SELECT [ALL/DISTINCT] coluna1, coluna2,..., colunan FROM nome_tabela1,

Leia mais

Apresentação Modelo e SQL. André Luiz Montevecchi

Apresentação Modelo e SQL. André Luiz Montevecchi Apresentação Modelo e SQL André Luiz Montevecchi andreluiz@unipacbomdespacho.com.br Conceitos básicos de um modelo de dados Primary Key Foreign Key Padronização Modelo Sist. Odontológico Revisão SQL -

Leia mais

SQL. Prof. Roger Cristhian Gomes

SQL. Prof. Roger Cristhian Gomes SQL Prof. Roger Cristhian Gomes SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de acesso e manipulação de sistemas de base de dados computacionais que segue o padrão ANSI Existem diferenças entre as versões

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INTRODUÇÃO A SQL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INTRODUÇÃO A SQL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INTRODUÇÃO A SQL Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 02/06/2016 SUMÁRIO SQL DDL DML SQL (STRUCTURED

Leia mais

Sintaxe do comando SELECT

Sintaxe do comando SELECT Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Ciência da Computação Banco de Dados Prof. Nilton nilton@comp.uems.br Sintaxe do comando SELECT SELECT FROM [WHERE ]

Leia mais

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real.

PROGRAMA. Aquisição dos conceitos teóricos mais importantes sobre bases de dados contextualizados à luz de exemplos da sua aplicação no mundo real. PROGRAMA ANO LECTIVO: 2005/2006 CURSO: LICENCIATURA BI-ETÁPICA EM INFORMÁTICA ANO: 2.º DISCIPLINA: BASE DE DADOS DOCENTE RESPONSÁVEL PELA REGÊNCIA: Licenciado Lino Oliveira Objectivos Gerais: Aquisição

Leia mais

SQL DML. SQL Linguagem de Manipulação de Dados SELECT SELECT SELECT SELECT

SQL DML. SQL Linguagem de Manipulação de Dados SELECT SELECT SELECT SELECT Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados SQL Linguagem de Manipulação de Dados Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre

Leia mais

SQL Básica DML. Prof. Marcos A. Schreiner. 22 de outubro de Curso de Licenciatura em Computação

SQL Básica DML. Prof. Marcos A. Schreiner. 22 de outubro de Curso de Licenciatura em Computação SQL Básica DML Prof. Marcos A. Schreiner Curso de Licenciatura em Computação 22 de outubro de 2015 Prof. Marcos A. Schreiner (UFPR) 22 de outubro de 2015 1 / 16 1 Introdução 2 SQL DML INSERT SELECT UPDATE

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Licenciatura em Informática

Licenciatura em Informática Licenciatura em Informática Unidade Curricular Sistemas de Gestão de Bases de Dados Database Management Systems Objetivos -Administrar, criar e manter mecanismos de segurança em bases de dados SQL; -Criar,

Leia mais

BANCO DE DADOS. Araújo Lima. Set / Araújo

BANCO DE DADOS. Araújo Lima. Set / Araújo BANCO DE DADOS Lima Set / 2018 1 Índice 10.Linguagens de Consulta a Banco de Dados CONSULTAS MAIS COMPLEXAS 2 Consultas mais complexas... DML- Linguagem de Manipulação de Dados func (mat, nom, sal, cdd)

Leia mais

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com SQL Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com Material dos professores Ana Carolina Salgado, Fernando Foncesa e Valéria Times (CIn/UFPE) SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta

Leia mais

PROGRAMA. 3.SQL Básico. 3.1 Criação de tabelas 3.2 Queries simples 3.3 Subqueries 3.4 Agregação. Prof. Dr. Marcos Tsuzuki

PROGRAMA. 3.SQL Básico. 3.1 Criação de tabelas 3.2 Queries simples 3.3 Subqueries 3.4 Agregação. Prof. Dr. Marcos Tsuzuki PROGRAMA 3.SQL Básico 3.1 Criação de tabelas 3.2 Queries simples 3.3 Subqueries 3.4 Agregação 1 3.SQL Básico A linguagem SQL foi desenvolvida para o ambiente relacional, podendo ser adaptada a ambientes

Leia mais

Implementação de Banco de Dados. Cassio Diego cassiodiego.com/bd

Implementação de Banco de Dados. Cassio Diego cassiodiego.com/bd Implementação de Banco de Dados Cassio Diego cassiodiego.com/bd 1 Aula 5 UNIDADE 2: LINGUAGEM SQL (CONTINUAÇÃO) 3. Comando SELECT (CONTINUAÇÃO) 3.6. Comandos de Junção 3.7. SubConsultas Aninhadas e Correlatas.

Leia mais

saída durante o runtime Usando Functions de uma Única Linha para Personalizar Relatórios Mostrar as diferenças entre as functions SQL de uma única

saída durante o runtime Usando Functions de uma Única Linha para Personalizar Relatórios Mostrar as diferenças entre as functions SQL de uma única Tópicos do Curso: Introdução Listar os principais recursos do Banco de Dados Oracle 10g Apresentar uma visão geral de: componentes, plataforma de internet, servidor de aplicações e suite do desenvolvedor

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Fundamentos de SQL Structured Query Language Aula2 Apresentado por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685

Leia mais

Structured Query Language (SQL) SQL é uma linguagem normalizada (ANSI) para consultas e actualizações de bases de dados relacionais.

Structured Query Language (SQL) SQL é uma linguagem normalizada (ANSI) para consultas e actualizações de bases de dados relacionais. Structured Query Language (SQL) SQL é uma linguagem normalizada (ANSI) para consultas e actualizações de bases de dados relacionais. A instrução SELECT As consultas a uma base de dados relacional fazem-se

Leia mais

Bancos (Bases) de Dados

Bancos (Bases) de Dados Bancos (Bases) de Dados Aula #8 SQL Prof. Eduardo R. Hruschka * Slides baseados no material elaborado pelas professoras: Cristina D. A. Ciferri Elaine P. M. de Souza SQL (Structured Query Language) Linguagem

Leia mais

Page 1. Prof. Constantino Jacob

Page 1. Prof. Constantino Jacob Tópicos Introdução à SQL Definição Tipos de Operações Instrução SELECT Sintaxe básica Operações relacionais de restrição, projeção e junção Instruções DML Delete, Update e Insert Instruções DDL Create

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados II Aula 04. Prof. Érick de Souza Carvalho

Laboratório de Banco de Dados II Aula 04. Prof. Érick de Souza Carvalho Laboratório de Banco de Dados II Aula 04 Prof. Érick de Souza Carvalho 1 SQL (Structured Query Language ) Prof. Érick de Souza Carvalho 2 SQL Structured Query Language - Introdução É uma Linguagem para

Leia mais

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação. O Departamento de Pesquisas da IBM desenvolveu a SQL como forma de interface para

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM INFORMÁTICA - PLANO DE DISCIPLINA MODELAGEM DE DADOS 2 - MD2

CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO EM INFORMÁTICA - PLANO DE DISCIPLINA MODELAGEM DE DADOS 2 - MD2 1. COMPETÊNCIAS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Modelar corretamente um sistema de dados. Interpretar e analisar o resultado da modelagem de dados. Conhecer técnicas de modelagem de dados. Compreender

Leia mais

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável.

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. SQL (Structured Query Language) SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. Além de permitir a realização de consultas, SQL possibilita: definição

Leia mais

Banco de Dados I 5 Linguagens de Consulta

Banco de Dados I 5 Linguagens de Consulta Banco de Dados I 5 Linguagens de Consulta Grinaldo Lopes de Oliveira (grinaldo( grinaldo@gmail.com) Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas * Material com créditos de colaboração

Leia mais

Utilizando o Postgres - comandos SQL para a manipulação de dados

Utilizando o Postgres - comandos SQL para a manipulação de dados Utilizando o Postgres - comandos SQL para a manipulação de dados SELECT A declaração SELECT é utilizada para selecionar os dados de um banco de dados. SELECT nome FROM clientes WHERE A cláusula WHERE é

Leia mais

BANCO DE DADOS. Para a criação de um banco de dados, através de scripts SQL, deve-se usar a seguinte sintaxe: CREATE DATABASE <nome_banco_de_dados>

BANCO DE DADOS. Para a criação de um banco de dados, através de scripts SQL, deve-se usar a seguinte sintaxe: CREATE DATABASE <nome_banco_de_dados> BANCO DE DADOS 1. Scripts de criação de banco de dados Para a criação de um banco de dados, através de scripts SQL, deve-se usar a seguinte sintaxe: CREATE DATABASE Onde:

Leia mais

SQL Básico Comandos. Inserção de linhas UPDATE Atualização de linhas Apagamento de linhas. Roberto Harkovsky

SQL Básico Comandos. Inserção de linhas UPDATE Atualização de linhas Apagamento de linhas. Roberto Harkovsky Linguagem SQL DML SQL - Histórico 1986 SQL-86 (SQL1) - padrão originalmente desenvolvido pela ANSI posteriormente adotado pela ISO 1989 SQL-89 - extensão do SQL-86 publicado em 89 OMG - criação do Object

Leia mais

- Um "query block" permite a implementação das operações de selecção, projecção e junção da álgebra relacional.

- Um query block permite a implementação das operações de selecção, projecção e junção da álgebra relacional. 2.3 Linguagens relacionais (continuação) SQL Structured Query Language 1) "Query block" Select From Where - Um "query block" permite a implementação

Leia mais

António Rocha Nuno Melo e Castro

António Rocha Nuno Melo e Castro António Rocha Nuno Melo e Castro SQL- Strutured Query Language é a linguagem mais usada nas bases dados relacionais. Originalmente desenvolvida pela IBM Actualmente é um standard, o mais recente é o SQL:2003

Leia mais

Fundamentos de SQL. Curso: Técnico em Redes de Computadores Disciplina: Tecnologias e Linguagem de Banco de dados Professor: Rodrigo da Rocha

Fundamentos de SQL. Curso: Técnico em Redes de Computadores Disciplina: Tecnologias e Linguagem de Banco de dados Professor: Rodrigo da Rocha Fundamentos de SQL Curso: Técnico em Redes de Computadores Disciplina: Tecnologias e Linguagem de Banco de dados Professor: Rodrigo da Rocha SQL - Introdução SQL-Structured Query Language (Linguagem de

Leia mais

Definida pelo American National Standard Institute (ANSI) em 1986

Definida pelo American National Standard Institute (ANSI) em 1986 2.3. Linguagens Relacionais SQL Structured Query Language Linguagem para o modelo relacional: Definida pelo American National Standard Institute (ANSI) em 1986 Adoptada em 1987 como um standard internacional

Leia mais

SQL DML. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br

SQL DML. Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br Banco de Dados I SQL DML Frederico D. Bortoloti freddb@ltc.ufes.br SQL - DML Os exemplos da aula serão elaborados para o esquema de dados a seguir: Empregado(matricula, nome, endereco, salario, supervisor,

Leia mais

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL Objetivo: No curso Oracle 11G Introdução ao Oracle, SQL, PL/SQL será abordado desde a introdução da tecnologia do banco de dados em questão como todos os conceitos

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) SQL Histórico Structured Query Language (SQL) Foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language) para suas primeiras tentativas

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

Agenda. Linguagem de Consulta SQL. 1. Introdução Histórico. 1. Introdução BD Relacionais

Agenda. Linguagem de Consulta SQL. 1. Introdução Histórico. 1. Introdução BD Relacionais Linguagem de Consulta SQL Profa. Carla A. Lima Reis SQL Agenda Introdução Histórico BD relacionais Linguagem SQL Definição de BD Manipulação de BD com SQL Consultas SQL Consultas com várias tabelas Subconsultas

Leia mais

STRUCTURED QUERY LANGUAGE (SQL)

STRUCTURED QUERY LANGUAGE (SQL) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL DE MINAS GERAIS Câmpus Inconfidentes STRUCTURED QUERY LANGUAGE () Sistemas de Informações Geográficas O QUE É É uma linguagem normalizada para DEFINIÇÃO,

Leia mais

As Instruções DML. As Instruções de manipulação de dados(dml) em SQL são representados por: Modificam o estado do banco de dados:

As Instruções DML. As Instruções de manipulação de dados(dml) em SQL são representados por: Modificam o estado do banco de dados: As Instruções DML As Instruções de manipulação de dados(dml) em SQL são representados por: Modificam o estado do banco de dados: o INSERT - permite a inclusão de novos registros (linhas) nas tabelas o

Leia mais

Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3

Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3 ÍNDICE o -INTRODUÇÃO Sumário 1 0.1 Introdução 1 0.2 Breve História da Linguagem SQL l 0.3 Características da Linguagem SQL 3 0.4 A Composição deste Livro 3 0.5 Sistemas Utilizados 6 0.5.1 Access 2003 (Microsoft)

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Dr. Joel da Silva SQL - Introdução

Banco de Dados. Prof. Dr. Joel da Silva SQL - Introdução 1 Banco de Dados Prof. Dr. Joel da Silva SQL - Introdução 2 SQL - Introdução SQL-Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada) Apesar do QUERY, não é apenas de consulta (inclusão, alteração,...)

Leia mais

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 Exercícios Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 1. A linguagem SQL apresenta uma série de comandos que permitem a definição dos dados, chamada de DDL (Data Definition Language). Assinale a alternativa

Leia mais

S Q L 31/03/2010. SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada

S Q L 31/03/2010. SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Robson Fidalgo SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada Apesar do QUERY no nome, não é apenas de consulta,

Leia mais

Banco de Dados. Diego Silveira Costa Nascimento. 20 de março de Instituto Federal do Rio Grande do Norte

Banco de Dados. Diego Silveira Costa Nascimento. 20 de março de Instituto Federal do Rio Grande do Norte Banco de Dados Diego Silveira Costa Nascimento Instituto Federal do Rio Grande do Norte diego.nascimento@ifrn.edu.br 20 de março de 2015 Ementa do Curso 1 Introdução 2 Abordagem Entidade-relacionamento

Leia mais

MySql. Introdução a MySQL. Andréa Garcia Trindade

MySql. Introdução a MySQL. Andréa Garcia Trindade MySql Introdução a MySQL Andréa Garcia Trindade Introdução O que é Banco de Dados SGBD MYSQL Tipos de Tabelas Tipos de Dados Linguagem SQL Comandos SQL O que é um Banco de Dados? Conjuntos de dados Grupo

Leia mais

Curso de Banco de Dados. Prof. Rone Ilídio

Curso de Banco de Dados. Prof. Rone Ilídio Curso de Banco de Dados Prof. Rone Ilídio Introdução BD 1 BD 2 SQL BD 3 Dados Aplicação Sistemas de Gerência de Banco de Dados -SGBD Introdução Aplicação que controla os dados Drives ODBC, BDE, ect SQL

Leia mais

DML - SELECT Agrupando Dados

DML - SELECT Agrupando Dados DML - SELECT Agrupando Dados 1. Apresentação Já conhecemos os comandos básicos de manipulação de dados: insert; delete; update e select. O comando de consulta select utilizado até aqui era aplicado sobre

Leia mais

Consulta sobre múltiplas relações

Consulta sobre múltiplas relações Consulta sobre múltiplas relações BCD29008 Engenharia de Telecomunicações Prof. Emerson Ribeiro de Mello http://docente.ifsc.edu.br/mello/bcd 25 DE ABRIL DE 2019 Esquema usado nos próximos exemplos 1/36

Leia mais

Escola Secundária de Albufeira. Comandos MySQL. (Páginas Web Dinâmicas: PHP e MySQL) Carlos Nunes

Escola Secundária de Albufeira. Comandos MySQL. (Páginas Web Dinâmicas: PHP e MySQL) Carlos Nunes Escola Secundária de Albufeira Comandos MySQL (Páginas Web Dinâmicas: PHP e MySQL) (csmnunes@gmail.com) 2009/2010 Criar Base de Dados CREATE DATABASE basededados; Apagar Base de Dados DROP DATABASE basededados;

Leia mais

S Q L 15/01/2013. Enfoques de SQL. Enfoques de SQL SQL. Usos de SQL. SQL - Origem/Histórico. Gerenciamento de Dados e Informação

S Q L 15/01/2013. Enfoques de SQL. Enfoques de SQL SQL. Usos de SQL. SQL - Origem/Histórico. Gerenciamento de Dados e Informação Enfoques de SQL Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Valeria Times Bernadette Loscio Linguagem interativa de consulta (ad-hoc): usuários podem definir consultas independente

Leia mais

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas:

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas: Álgebra Relacional Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída operação (REL 1 ) REL 2 operação (REL 1,REL 2 ) REL 3 Operações básicas: seleção projeção

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

Banco de Dados I Introdução SQL

Banco de Dados I Introdução SQL Banco de Dados I Introdução SQL Frederico Queiroga fredericoqueiroga@gmail.com https://sites.google.com/site/fredericoqueiroga/ Linguagem SQL Aspectos Gerais: Independência do fabricante: Está incorporada

Leia mais

Banco de Dados I. Prof. Diego Buchinger. Profa. Rebeca Schroeder Freitas Prof. Fabiano Baldo.

Banco de Dados I. Prof. Diego Buchinger. Profa. Rebeca Schroeder Freitas Prof. Fabiano Baldo. Banco de Dados I Prof. Diego Buchinger diego.buchinger@outlook.com diego.buchinger@udesc.br Profa. Rebeca Schroeder Freitas Prof. Fabiano Baldo DML Data Manipulation Language Parte II Consultas Básicas

Leia mais

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL SQL TGD/JMB 1 Projecto de Bases de Dados Linguagem SQL SQL TGD/JMB 2 O que é o SQL? SQL ("ess-que-el") significa Structured Query Language. É uma linguagem standard (universal) para comunicação com sistemas

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL Complementos da Linguagem SQL - Eliminando Tuplas Repetidas Exemplo: Obter o código das editoras que têm livros publicados CodEditora Titulo Publicacao... 04 Banco de Dados 1989 02 Análise 2000 01 XML

Leia mais

Banco de dados. Aula 22 O Comando SELECT. 1 Wedson Quintanilha da Silva -

Banco de dados. Aula 22 O Comando SELECT. 1 Wedson Quintanilha da Silva - Banco de dados Aula 22 O Comando SELECT 1 O comando SELECT O comando SELECT serve para recuperarmos os dados armazenados no banco de dados. Sua estrutura BASICA é: SELECT FROM WHERE campo1, campo2, campo3,

Leia mais

Banco de Dados Notas de Aula Consultas em SQL Prof. Dr. Daniel A. Furtado

Banco de Dados Notas de Aula Consultas em SQL Prof. Dr. Daniel A. Furtado Banco de Dados Notas de Aula Consultas em SQL Prof. Dr. Daniel A. Furtado Forma geral: SELECT FROM [WHERE ] [GROUP BY ]

Leia mais

TLBD II Instruções SQL

TLBD II Instruções SQL TLBD II Instruções SQL Os comandos SQL podem dividir-se em três grandes categorias: DML - Data Manipulation Language - trabalha com linhas; DDL - Data Definition Language - trabalha com objetos; DCL -

Leia mais

SQL S Q L. Introdução. Enfoques de SQL. SQL - Origem/Histórico. Usos de SQL. SQL - Vantagens. Gerenciamento de Dados e Informação

SQL S Q L. Introdução. Enfoques de SQL. SQL - Origem/Histórico. Usos de SQL. SQL - Vantagens. Gerenciamento de Dados e Informação Introdução Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Fonseca Ana Carolina Robson Fidalgo - Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada Apesar do QUERY no nome, não é apenas de consulta,

Leia mais

ALTERANDO O NOME DA TABELA ALTER TABLE DEPTO RENAME TO TAB_DEPARTAMENTO

ALTERANDO O NOME DA TABELA ALTER TABLE DEPTO RENAME TO TAB_DEPARTAMENTO --CRIACAO DE TABELAS CREATE TABLE TAB_PAIS (COD_PAIS VARCHAR2 (2) NOT NULL, NOME_PAIS VARCHAR2(50) NOT NULL, POP_PAIS NUMBER (12,2), CONSTRAINT PK_PAIS PRIMARY KEY (NOME_PAIS) ); CREATE TABLE TAB_ESTADO

Leia mais