I-18-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I-18-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar"

Transcrição

1 I-18-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES PARA A LAVRATURA, A APOSTILA E A EXPEDIÇÃO DE CARTAS PATENTES, FOLHAS DE APOSTILA E CERTIDÕES AFINS Setor Gráfico do CSM/M Int 1ª Edição Impresso em 1988 Tiragem: exemplares Publicado Bol G PM 036/88

2 POLICIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO COMANDO GERAL São Paulo, 04 de junho de DESPACHO N PM1-810/02/87 O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, usando das atribuições que lhe conferem os artigos 16 e 43 das I-1-PM, aprova, manda por em execução e autoriza a impressão das Instruções Policiais Militares (I-18-PM) INSTRUÇÕES PARA A LAVRATURA, A APOSTILA E A EXPEDIÇÃO DE CARTAS PATENTES, FOLHAS DE APOSTILAS E CERTIDÕES AFINS. Fica sem efeito a publicação contida no item 18 do Boletim Geral n.º 100/79. WILSON CORRÊA LEITE Cel PM Comandante Geral -2-

3 D I S T R I B U I Ç Ã O 1. Órgãos de Direção a. Geral: Cmt G... 2 S Cmt/PM... 2 S Ch EM/PM... 2 EM/P... 1 Seç do EM/PM (cada)... 2 CJ... 2 Comissões... 1 b. Setorial Dir. ( cada)... 2 C Adm Órgãos de Apoio a. Órgãos de Apoio de Ensino e Instrução: CAES, APMBB e CFAP (cada)... 6 EEF, CIPM e CFSd (cada)... 2 b. Órgãos de Apoio de Saúde: C Farm, C Med, C Med-Vet e C Odont (cada)... 2 c. Órgãos de Apoio Logístico: CSM/MB, CSM/M Int, CSM/O, CSM/M Subs e CSM/M Tel (cada)... 2 d Órgãos de Apoio de Pessoal: CASRJ, CDP, CSAEP, PMRG (cada)... 2 e. órgãos Especiais de Apoio: AG,... 3 CPD, C Mus e Ctg Ap/QCG (cada) Órgãos de Execução a. Grandes Comandos (CPM. CPI e CCB) (cada)... 3 b. Cmdo de Área ( CPA/M, CPA/I, CPT e CPRv) ( cada)... 3 c. UOp ( cada )... 2 d. Cia PM (cada)... 1 e Dst PM (cada)... 1 f. OPM Especiais de Execução ( CPChq, RPMon, BPGE e GRPAe) (cada) Casa Militar Reserva a. No EM/PM (1ª Seção) Para venda a. No CSM/M Int

4 ÍNDICE DOS ASSUNTOS Capítulo I - GENERALIDADES Seção I - Das Finalidades Seção II - Dos Documentos Seção III - Dos Direitos Seção IV - Das Promoções Capítulo II -DAS CARACTERISTICAS DOS DOCUMENTOS Seção I - Das características da Carta Patente de Oficial Seção II - Das características da Carta Patente de Oficial Superior Seção III - Das características da Apostila por Carimbo Seção IV - Das características da Folha de Apostila Seção V - Das características da Certidão Capítulo III - DO PREENCHIMENTO Seção I - Do Preenchimento da Carta Patente Seção II - Do Preenchimento da Apostila por Carimbo Seção III - Do Preenchimento da Folha de Apostila Seção IV - Do Preenchimento da Certidão Capítulo IV-DA COMPETÊNCIA E ATRIBUIÇÕES Seção I - Das Assinaturas Seção II - Da Diretoria de Pessoal Seção III - Das Organizações Policiais Militares Capítulo V - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Seção I - Da Indenização Seção II - Das Prescrições Diversas Capítulo VI -DAS DISPOSICÕES FINAIS ANEXOS I a VII (Modelos) a 19 Pág. OBS: Devido a atualização sofrida pela presente Instrução, o número da página poderá não corresponder com o assunto. -4-

5 CAPÍTULO I GENERALIDADES Seção I Das Finalidades Artigo 1º - As presentes instruções, atendendo o disposto no Decreto , de 03Jun86, têm por finalidade: 1) Regular a lavratura e expedição de Folha de Apostila, de Carta Patente, Certidão, e respectivas apostilas, aos Oficiais da Polícia Militar. 2) Estabelecer procedimentos para distribuição, controle, utilização, indenização e recolhimento dos documentos confirmatórios dos postos dos Oficiais da Polícia Militar. Seção II Dos Documentos Artigo 2º - Carta Patente é o diploma confirmatório dos postos e quadros dos Oficiais da Polícia Militar e, dos direitos e prerrogativas peculiares aos mesmos nos termos da legislação vigente. Parágrafo único - As patentes, com as vantagens, prerrogativas e deveres a elas inerentes são asseguradas, em toda a plenitude, aos Oficiais da ativa e da reserva, assim como os reformados. Artigo 3º - Apostila é o registro, mediante carimbo no anverso da Carta Patente, das promoções aos postos subsequentes, até a efetivação da transferência para a reserva, ou reforma do Oficial. Parágrafo único - Mediante o uso de apostilas serão registradas as alterações correspondentes ao histórico da Carta Patente, até a efetivação da transferência para a reserva ou reforma do Oficial. Artigo 4º - Folha de Apostila é o diploma confirmatório da passagem para a inatividade dos Oficiais da Polícia Militar. Artigo 5º - Certidão é o documento substituto da Carta Patente ou Folha de Apostila, quando extraviada ou inutilizada. Seção III Dos Direitos Artigo 6º - Têm direito à Carta Patente os Oficiais da ativa. da reserva e os reformados da Polícia Militar. -5-

6 Artigo 7º - As Cartas Patentes serão conferidas aos Oficiais por agrupamentos hierárquicos, nas promoções a os postos iniciais destes e nos casos de nomeação, na forma seguinte: 1) Carta Patente de Oficial, para o posto de 2º Tenente; 2) Carta Patente de Oficial Superior, para o posto de Major. Parágrafo único - Aqueles que ingressarem no Oficialato em posto acima de 2º Tenente ou Major receberão Cartas Patentes do posto em que forem apostilados. Seção IV Das Promoções Artigo 8º - As promoções aos postos subsequentes serão confirmadas mediante apostila por carimbo no anverso da Carta Patente ou Certidão, ou por substituição da Folha de Apostila, se já for inativo. CAPÍTULO II DAS CARACTERÍSTICAS DOS DOCUMENTOS Seção I Das Características da Carta Patente de Oficial Artigo 9º - A Carta Patente de Oficial Anexo I possui as seguintes características: 1) Composto de duas folhas das dimensões 215 mm X 280 mm em papel apergaminhado. 2) No anverso da 1ª folha: a) Escudo retangular com medidas aproximadas de 180 mm X 250 mm, impresso ao centro, disposto simetricamente as margens da folha, com bordadura de 15 mm de largura. b) Na bordadura: - ao alto, no centro, brasão do Estado de São Paulo; - embaixo, no centro, o brasão da Polícia Militar do Estado de São Paulo; e - o centro, em torno de 9 mm, do campo da bordadura será tracejado no sentido de sua largura, sobreposto por folhas de louro e insígnia de Oficial, alternadamente, tudo em cor preta. c) No campo do escudo: - impressão dos dizeres conforme anexo I; - no lado inferior direito, um traço situado a distância aproximada a 5 (cinco) espaços verticais da última linha do texto, para a assinatura do Comandante Geral; e 3) No verso da 1ª folha, conterá (Anexo III): a) Impressos, os dizeres: «Registrada no livro de registro»; b) Logo abaixo, o número da Carta Patente e a folha do livro em que foi registrada; c) situada a lado do item b, a data do registro; -6-

7 d) sobposto e acerca de 5 (cinco) espaços da data do registro uma linha para a assinatura do Chefe de Divisão da Diretoria de Pessoal; e) no mesmo alinhamento de assinatura de Chefe de Divisão e aproximadamente a 7 (sete) intervalos à esquerda deste uma linha para a assinatura do Chefe da Seção de Mobilização. Seção II Das Características da Carta Patente de Oficial Superior Artigo 10 - A Carta Patente de Oficial Superior é constituída de um impresso específico de acordo com o modelo do Anexo II. Parágrafo único - A Carta Patente de Oficial Superior é diferenciada dos demais somente no que se refere aos dizeres no impresso no campo do escudo e às insígnias sobreposta à bordadura, que nesta são de Oficiais Superiores, sendo suas demais características iguais às descritas no artigo 9º. Seção III Das Características da Apostila por Carimbo Artigo 11 - É um carimbo nas dimensões aproximadas de 120 mm X 150 mm, de acordo com o modelo (Anexo VI), aposto no anverso da Carta Patente ou Certidão. Parágrafo único - O carimbo será aposto acerca de 15 mm do lado superior, e a 30 mm das laterais do anverso da folha da Carta Patente para a 1ª promoção, e a 27 mm do carimbo superior com a mesma distância das laterais para a 2ª promoção. Seção IV Das Características da Folha de Apostila Artigo 12 - A Folha de Apostila é constituída de um impresso específico de acordo com o modelo (Anexo V), com as seguintes características: 1) uma folha de papel apergaminhado nas mesmas dimensões do Art. 9º, item 1; 2) na parte superior, em torno de 25 mm da margem, ao centro, brasão do Estado de São Paulo; 3) abaixo do brasão a expressão «Polícia Militar do Estado de São Paulo», e abaixo desta, «Diretoria de Pessoal», colocadas ao centro e equidistantes à margem lateral; 4) no lado inferior direito, um traço situado à distância aproximada a 05 (cinco) espaços verticais da última linha do texto, para a assinatura do Diretor de Pessoal; 5) No verso da Folha de Apostila, será impresso o Anexo IV, conforme disposto no item 3 do artigo 9º; e 6) sinete com o brasão do Estado de São Paulo, sobre a assinatura do Diretor de Pessoal. -7-

8 Seção V Das Características da Certidão Artigo 13 - A Certidão é constituída de um impresso específico de acordo com o modelo (Anexo VII), com as seguintes características: 1) caderno composto de duas folhas nas mesmas dimensões do Art. 9º. item 1; 2) no anverso da 1ª folha: a) situado no centro, do lado superior, brasão do Estado de São Paulo; b) logo abaixo do brasão, em destaque, os dizeres: «O DIRETOR DE PESSOAL DA POLICIA MILITAR»; c) o texto terá início acerca de 30 mm abaixo dos dizeres da letra b; d) no lado inferior direito, um traço situado à distância aproximada a 5 (cinco) espaços verticais da última linha do texto, para a assinatura do Diretor de Pessoal. CAPITULO III Do Preenchimento do Documentos Seção I Do Preenchimento da Carta Patente Artigo 14 - O preenchimento da Carta Patente obedecerá às seguintes normas: 1) NOME - Transcrição literal do nome, por extenso e em letras maiúsculas; 2) REGISTRO ESTATÍSTICO (RE) - Conjunto numérico separado pelo hífen do digito conferidor: 3) POSTO - Transcrição por extenso, em letras maiúsculas do Posto; 4) QUADRO - Transcrição do quadro por extenso; 5) DATAS DO DECRETO OU PORTARIA E DIÁRIO OFICIAL - Conjunto expressando dia, mês e ano do Decreto ou Portaria e do Diário Oficial do Estado que publicou a promoção; 6) DATA DA EXPEDIÇÃO - Conjunto expressando dia, mês e ano da expedição da Carta Patente; e 7) ASSINATURA - Sobposto ao traço destinado para a assinatura, o nome do Cmt Geral em uma linha e, em outra, logo abaixo, a abreviatura do posto, seguida das abreviaturas do cargo. -8-

9 Seção II Do Preenchimento da Apostila por Carimbo Artigo 15 - O preenchimento da apostila por carimbo obedecerá as seguintes normas: 1) DATA DO DECRETO OU PORTARIA E PUBLICAÇÃO EM D.O.E. - nos termos do nº 5 do art. 14 2) POSTO - nos termos do nº 3 do art ) NOME E POSTO ANTERIOR A PROMOCÃO 4) DATA DA EXPEDIÇÃO nos termos do nº 6 do art ) ASSINATURA - nos termos do nº 7 do art. 14, variando apenas a autoridade, que será o Diretor de Pessoal e a abreviatura da função. Seção III Do Preenchimento da Folha de Apostila Artigo 16 - O preenchimento da Folha de Apostila obedecerá as seguintes normas: 1) DATAS DA PORTARIA E DIÁRIO OFICIAL Conjunto expressando dia, mês e ano da Portaria e Diário Oficial do Estado que publicou a passagem para a inatividade; 2) POSTO Transcrição por extenso, em letras maiúsculas do posto; 3) REGISTRO ESTATÍSTICO (RE) - Conjunto numérico separado pelo hífen do dígito conferidor; 4) NOME - Transcrição literal do nome, por extenso e em letras maiúsculas; 5) DATA DE EXPEDIÇÃO Conjunto expressando dia, mês e ano da expedição da Folha de Apostila; 6) ASSINATURA Sobposto ao traço destacado para a assinatura, o nome do Diretor de Pessoal sendo os demais procedimentos idênticos ao nº 7 do artigo 14; 7 ) REGISTRO O registro será feito conforme o estabelecido no nº 3 do artigo 9º da presente instrução. Seção IV Do Preenchimento da Certidão Artigo 17 - O preenchimento da Certidão obedecerá o disposto no artigo 14 ou 16 destas instruções, exceto: 1) no caso de Certidão de Carta Patente, quanto ao impresso em destaque, abaixo do brasão do Estado de São Paulo: onde consta «O COMANDANTE GERAL -9-

10 DA POLICIA MILITAR», constará «O DIRETOR DE PESSOAL DA POLÍCIA MILITAR»: 2) quanto ao impresso no início do texto; onde consta a expressão «Faz saber que», constará «Certifica que». CAPÍTULO IV DA COMPETÊNCIA E ATRIBUIÇÕES Seção I Das Assinaturas Artigo 18 - São autoridades competentes para a assinatura: 1 ) Das Cartas Patentes, o Comandante Geral da Corporação. 2 ) Das Folhas de Apostilas, apostila por Carimbo, Certidões e Certidões de Situação Militar, O Diretor de Pessoal da Corporação. Seção II Da Diretoria de Pessoal Artigo 19 - Compete à Diretoria de Pessoal, através da Seção de Mobilização, a lavratura, expedição, distribuição, controle, utilização e indenização de Cartas Patentes e respectivas apostilas, bem como o fornecimento de Certidões aos Oficiais que tiverem sua Carta Patente extraviada ou inutilizada, e Certidão de Situação Militar aos Oficiais que perderem o posto e a patente. 1º - A Diretoria de Pessoal, por ocasião da publicação em Boletim Geral da promoção aos postos iniciais dos grupamentos hierárquicos, lavrará a respectiva Carta Patente e a expedirá ao interessado, através de sua unidade, depois de devidamente registrada. 2º - A Diretoria de Pessoal, por ocasião da publicação em Boletim Geral da promoção aos postos subsequentes de cada grupo hierárquico, aguardará a remessa das Cartas Patentes pelas OPM que tiverem seus Oficiais promovidos e aporá o carimbo em seu anverso, providenciando o seu preenchimento e restituição às OPM. 3º - Quando da passagem do Oficial para a inatividade, a DP providenciará o preenchimento da Folha de Apostila que, depois de registrada, será encaminhada à OPM. 4º - A Diretoria de Pessoal expedirá Certidão mediante requerimento do interessado e após o pagamento da taxa, ao Oficial que teve sua Carta Patente ou Folha de Apostila extraviada ou inutilizada. 5º - A Diretoria de Pessoal expedirá Certidão de Situação Militar aos Oficiais que tiverem seu posto e patente cassados, mediante o recolhimento e encaminhamento da Carta Patente ou Folha de Apostila pela OPM dos interessados. -10-

11 Artigo 20 - Os documentos seguirão para as Unidades acompanhados de uma ficha de controle, que deverá ser restituída à Diretoria de Pessoal. Seção III Das Organizações Policiais Militares Artigo 21 - Compete às OPM: 1) Executar a entrega, aos interessados, da Carta Patente ou Folha de Apostila, restituindo à Diretoria de Pessoal a ficha de controle devidamente recibada. 2) Recolher a Carta Patente dos Oficiais que forem promovidos enviando-as à Diretoria de Pessoal, afim de serem apostiladas. 3) Recolher a Carta Patente ou Folha de Apostila pertencente ao Oficial que perdeu o posto ou patente. CAPÍTULO V DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Seção I Da Indenização Artigo 22 - A Carta Patente e a Folha de Apostila, quando extraviada ou inutilizada, será substituída por Certidão fornecida pelo Diretor de Pessoal, mediante requerimento do interessado e após o pagamento de taxa destinada ao FEPOM - Fundo Especial da Polícia Militar. Parágrafo único - É obrigatório o ressarcimento através de guia, em caso de extravio ou inutilização, conforme tabela a ser publicada. Seção II Das Prescrições Diversas Artigo 23 - Não será fornecida segunda via de Carta Patente ou Folha de Apostila. 1º - Carta Patente não será anexada a processo de qualquer natureza, ressalvados os casos de suspeita de fraude. 2º - Para os fins do parágrafo anterior, poderá ser fornecida fotocópia devidamente autenticada pelo Diretor de Pessoal. Artigo 24 - É vedada a aposição, na Carta Patente ou Folha de Apostila, de anotações, assinaturas, carimbos ou registros não previstos nestas instruções. Artigo 25 - Os Oficiais que não possuírem Carta Patente ou Folha de Apostila -11-

12 de que tratam estas instruções, deverão comparecer à Diretoria de Pessoal, Seção de Mobilização. Artigo 26 - A lavratura e expedição de Carta Patente e Folha de Apostila serão feitas «ex-ofício», salvo os casos de perda ou inutilização. Artigo 27 - As atuais Cartas Patentes e Folhas de Apostilas expedidas com base em instruções normativas do Comandante Geral continuam em pleno vigor. Artigo 28 - As Cartas Patentes e Folhas de Apostilas que se encontram à disposição dos interessados na Diretoria de Pessoal, desde 30Mai79 serão remetidas através das OPM respectivas. Artigo 29 O Oficial que vier a ser promovido na inatividade, deverá comparecer à Diretoria de Pessoal para atualizar sua Folha de Apostila. Artigo 30 A Praça que foi apostilada no posto de Oficial da Polícia Militar, já na inatividade, terá direito à Folha de Apostila de passagem para a inatividade (reserva). Artigo 31 As Folhas de Apostilas de Policiais Militares que venham a ser promovidos já na inatividade, deverão ser retiradas pelos interessados na Diretoria de Pessoal Seção de Mobilização. Artigo 32 A Carta Patente, de acordo com o item 6 do artigo 209 do Regulamento da LSM (Decreto Federal nº , de 20 de janeiro de 1966), é documento comprobatório de Situação Militar do Oficial. CAPÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Artigo 33 Os casos omissos serão resolvidos pelo Comandante Geral mediante proposta fundamentada do Diretor de Pessoal. Artigo 34 As guias das importâncias destinadas ao reembolso das despesas referentes a Certidão serão recolhidas pela DP-DP/2 e encaminhadas à DF- FEPOM, subtítulo «DP-DP/2». Artigo 35 O controle da lavratura e expedição das Cartas Patentes e Folhas de Apostilas será mantido pela DP-DP/2, Seção de Mobilização, através de Ficha de Controle e Livros de Registros de Cartas Patentes e Folhas de Apostilas. -12-

13 Artigo 36 As presentes instruções entrarão em vigor na data de sua publicação em Boletim Geral, ficando revogadas as determinações publicadas no item 18, do Boletim Geral nº 100, de 30 de maio de

14 Anexo I -14-

15 Anexo II -15-

16 Anexo III Registrada no livro de registro de. Cartas Patentes nº... fl.... São Paulo,... de... de... Chefe da Seção Chefe da Divisão Anexo IV Registrada no livro de registro de. Folhas de Apostilas nº... fl.... São Paulo,... de... de... Chefe da Seção Chefe da Divisão -16-

17 Anexo V POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PESSOAL FOLHA DE APOSTILA O DIRETOR DE PESSOAL DA POLÍCIA MILITAR, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo Decreto nº 7.290, de 15 de dezembro de 1975, expede a presente Folha de Apostila a fim de declarar que -17-

18 Anexo VI POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PESSOAL A P O S T I L A Por... de... de...de..., publicad... em Diário Oficial do Estado de... de... de..., foi promovido ao posto de... o... de quem trata esta Carta Patente. São Paulo,... de... de

19 Anexo VII O DIRETOR DE PESSOAL DA POLÍCIA MILITAR CERTIFICA que RE é Oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo no posto de do Quadro em virtude... de... de... de..., publicad... no Diário Oficial do Estado de... de... de..., e por isso lhe confere, de acordo com o Decreto n , de 03 de junho de 1986, a presente Certidão confirmatória do posto, das vantagens, prerrogativas e direitos inerentes, nos termos da lei. São Paulo,... de... de

20 ÍNDICE ALFABÉTICO Art. Pag. Apostila... 3º 05 Apostila por carimbo Assinaturas Autoridades Carta Patente... 2º 05 Carta Patente de Oficial... 9º 06 Carta Patente de Oficial Superior Certidão... 5º e 13 5 e 8 Competência da Diretoria de Pessoal Competência das OPM Controle Diretoria de Pessoal Documentos... 2º 05 Dos Direitos... 6º 05 Expedição Finalidades... 1º 05 Folha de Apostila... 4º e 12 5 e 7 Guias de Recolhimento e e 13 Inatividade Indenização OPM Preenchimento da Apostila por carimbo Preenchimento da Carta Patente Preenchimento da Certidão Preenchimento da Folha de Apostila Promoção... 8º 06 Recolhimento Segunda Via OBS: Devido a atualização sofrida pela presente Instrução, o número da página poderá não corresponder com o assunto. -20-

I-24-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar

I-24-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar I-24-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS INTEGRANTES DA POLÍCIA MILITAR Setor Gráfico do CSM/M Int Impresso em 2001

Leia mais

I-33-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE DADOS DA POLÍCIA MILITAR

I-33-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE DADOS DA POLÍCIA MILITAR I-33-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE DADOS DA POLÍCIA MILITAR Setor Gráfico do CSM/M Int Impresso em novembro de 2003 1ª Edição Tiragem:

Leia mais

MÓDULO D- CONCLUINTE

MÓDULO D- CONCLUINTE Grupo de Supervisão Educacional GSE/Gestão de Vida Escolar MÓDULO D- CONCLUINTE Histórico Escolar 1 D3 Revisado em JAN/2014 Material Necessário Xerox do RG do aluno. Fichas individuais das séries / módulos

Leia mais

PORTARIA MINISTERIAL Nº 3.347 de 30 setembro de 1986

PORTARIA MINISTERIAL Nº 3.347 de 30 setembro de 1986 PORTARIA MINISTERIAL Nº 3.347 de 30 setembro de 1986 (Alterada pela Portaria n 446 de 19 de agosto de 2004 - ver abaixo) PORTARIA MINISTERIAL Nº 3.347 de 30 setembro de 1986 Aprova modelos de contrato

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETRIZ POLICIAL MILITAR DIRETRIZ DE INFORMÁTICA DA POLÍCIA MILITAR

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETRIZ POLICIAL MILITAR DIRETRIZ DE INFORMÁTICA DA POLÍCIA MILITAR D-1-PM POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETRIZ POLICIAL MILITAR DIRETRIZ DE INFORMÁTICA DA POLÍCIA MILITAR -1- Seção Gráfica do CSM/M Int 1983 2ª Edição Publicado Bol G PM 153/83-2- POLÍCIA MILITAR

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO LOGÍSTICO PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2002

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO LOGÍSTICO PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2002 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO LOGÍSTICO PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2002 Aprova as Normas Reguladoras da Aquisição, Venda, Registro, Cadastro e Transferência de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009 Publicada no Boletim de Serviço nº 7 em 7/7/2009. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009 Dispõe sobre o controle de acesso, a utilização de crachá e a proteção das dependências internas no âmbito

Leia mais

Secretaria de Gestão de Pessoas

Secretaria de Gestão de Pessoas PORTARIA Nº 125, DE8DEAGOSTODE 2013 Revoga a Instrução Normativa nº 03/2008. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE : Diretor-Geral. Art.1º Fica revogada

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO DE CERTIFICADO DA FACULDADE DE INHUMAS (FACMAIS) INHUMAS, GOIÁS REGULAMENTO DE EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE DIPLOMA E EXPEDIÇÃO

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 107-CEPE/UNICENTRO, DE 22 DE SETEMBRO DE 2008. Aprova o Regulamento de registro de diplomas da UNICENTRO e de instituições conveniadas não-universitárias. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL

ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL ESTADO DE PERNAMBUCO POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL SEXTA-FEIRA - RECIFE, - SUNOR Nº G 1.0.00.018 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009 ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009 Regula os afastamentos temporários na PMPR O Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR MEDALHA SERVIÇO BOMBEIRO MILITAR ESTADO DO MARANHÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DECRETO Nº 18.428 São Luís, 03 de dezembro de 2001. Regulamenta o art. 158,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 48.697, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011. (publicado no DOE nº 241 de 16 de dezembro de 2011) Dispõe sobre os

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 109, DE 28 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 109, DE 28 DE OUTUBRO DE 2008. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DE COMÉRCIO E SERVIÇOS DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 109, DE 28 DE OUTUBRO DE 2008. Dispõe

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 012/99/SEFAZ/CRE Porto Velho, 07 de junho de 1999. PUBLICADA NO DOE Nº 4269, DE 21/06/99

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ ESTADO MAIOR INTEGRADO 3.ª SEÇÃO. PMPR CURITIBA, 05 Janeiro de 1999 DIRETRIZ Nº 006/99 - PM/3

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ ESTADO MAIOR INTEGRADO 3.ª SEÇÃO. PMPR CURITIBA, 05 Janeiro de 1999 DIRETRIZ Nº 006/99 - PM/3 POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ ESTADO MAIOR INTEGRADO 3.ª SEÇÃO PMPR CURITIBA, 05 Janeiro de 1999 EM DIRETRIZ Nº 006/99 - PM/3 NORMAS PARA MARCAÇÃO DE CONSULTAS NO HPM. 1. FINALIDADE Regular os procedimentos

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Comando Geral - Estado-Maior

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Comando Geral - Estado-Maior POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Comando Geral - Estado-Maior DIRETRIZ POLICIAL-MILITAR DIRETRIZ GERAL DE ENSINO 2010 Publicado em anexo ao Bol G PM /10 NÚMERO DO RECIBO DISTRIBUÍDO EM VALOR.../.../...

Leia mais

1ª PARTE LEIS E DECRETOS 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO

1ª PARTE LEIS E DECRETOS 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO 1ª PARTE LEIS E DECRETOS Sem alteração. 2ª PARTE ATOS ADMINISTRATIVOS COMANDANTE DO EXÉRCITO PORTARIA Nº 813, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012. Aprova as Normas para a Realização das Atividades de Auditoria e

Leia mais

PORTARIA DETRAN/RS Nº 456, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2010. Institui a Biblioteca do DETRAN/RS e dá outras disposições. O DIRETOR-PRESIDENTE DO

PORTARIA DETRAN/RS Nº 456, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2010. Institui a Biblioteca do DETRAN/RS e dá outras disposições. O DIRETOR-PRESIDENTE DO PORTARIA DETRAN/RS Nº 456, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2010. Institui a Biblioteca do DETRAN/RS e dá outras disposições. O DIRETOR-PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Leia mais

DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL PORTARIA Nº 142-DGP, DE 10 DE JULHO DE 2007.

DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL PORTARIA Nº 142-DGP, DE 10 DE JULHO DE 2007. DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL PORTARIA Nº 142-DGP, DE 10 DE JULHO DE 2007. Aprova as Instruções Reguladoras para a Execução da Evacuação e do Traslado de Corpos (IR 30-51). O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2754, DE 24 DE AGOSTO DE 1992

RESOLUÇÃO Nº 2754, DE 24 DE AGOSTO DE 1992 RESOLUÇÃO Nº 2754, DE 24 DE AGOSTO DE 1992 Dispõe sobre a confecção, tramitação e arquivamento de pastas funcionais de servidores da Corporação e dá outras providências. O CORONEL PM COMANDANTE-GERAL DA

Leia mais

CÂMARA DE FISCALIZAÇÃO E REGISTRO. REGULAMENTO DE FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA CFA/CRAs

CÂMARA DE FISCALIZAÇÃO E REGISTRO. REGULAMENTO DE FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA CFA/CRAs CÂMARA DE FISCALIZAÇÃO E REGISTRO REGULAMENTO DE FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA CFA/CRAs JANEIRO DE 2015 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) C755r Conselho Federal de Administração. Regulamento

Leia mais

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas registradas

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA No 2, DE 30 DE JANEIRO DE 2013 (*)

INSTRUÇÃO NORMATIVA No 2, DE 30 DE JANEIRO DE 2013 (*) INSTRUÇÃO NORMATIVA No 2, DE 30 DE JANEIRO DE 2013 (*) O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS (IBAMA), no uso das atribuições que lhe confere o art. 22º,

Leia mais

Decreto executivo n.º 27/03 de 6 de Maio Regulamento do Boletim de Registo de Hóspedes

Decreto executivo n.º 27/03 de 6 de Maio Regulamento do Boletim de Registo de Hóspedes Decreto executivo n.º 27/03 de 6 de Maio Regulamento do Boletim de Registo de Hóspedes e-mail: geral@info-angola.com portal: www.info-angola.com Página 1 / 8 A Lei n.º 3/94, de 21 de Janeiro, no seu artigo

Leia mais

www.dfpc.eb.mil.br/index.php/legislacao/61

www.dfpc.eb.mil.br/index.php/legislacao/61 PORTARIA N o 004 - D Log, DE 08 DE MARÇO DE 2001. Aprova as Normas que Regulam as Atividades dos Atiradores. O CHEFE DO DEPARTAMENTO LOGÍSTICO, no uso das atribuições previstas no inciso XV do art. 27

Leia mais

PORTARIA Nº 047, DE 25 DE JULHO DE 2014. ALTERADA PELA NORMA: Portaria nº 71, de 19 de agosto de 2014.

PORTARIA Nº 047, DE 25 DE JULHO DE 2014. ALTERADA PELA NORMA: Portaria nº 71, de 19 de agosto de 2014. PORTARIA Nº 047, DE 25 DE JULHO DE 2014. ALTERADA PELA NORMA: Portaria nº 71, de 19 de agosto de 2014. M A TO G R O S S O. E STA D O D E T R ANS F O R M A Ç Ã O. Dispõe sobre a emissão e obrigatoriedade

Leia mais

CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL

CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL Art. 4º Determinar que as organizações militares atualizem a situação dos militares licenciados no Sistema Eletrônico de Recrutamento Militar (SERMIL), com a finalidade de viabilizar a apresentação do

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001 de 29 de Abril de 2011. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Disciplina no âmbito da UDESC o controle dos serviços de postagem e remessa

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 191, DE 27 DE MARÇO DE 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 191, DE 27 DE MARÇO DE 2015 Publicada no Boletim de Serviço, n. 4, p. 6-12 em 10/4/2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 191, DE 27 DE MARÇO DE 2015 Disciplina a formação de processos administrativos no âmbito do Supremo Tribunal Federal

Leia mais

RESOLUÇÃO CONFE No 87, de 26 de dezembro de 1977.

RESOLUÇÃO CONFE No 87, de 26 de dezembro de 1977. RESOLUÇÃO CONFE No 87, de 26 de dezembro de 1977. DÁ NOVA REDAÇÃO À RESOLUÇÃO N o 18, DE 10.02.72, DO CONSELHO FEDERAL DE ESTATÍSTICA, PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DE 27.03.72. CONSELHO FEDERAL DE ESTATÍSTICA

Leia mais

Gen Ex ERON CARLOS MARQUES Secretário de Economia e Finanças

Gen Ex ERON CARLOS MARQUES Secretário de Economia e Finanças MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DO EXÉRCITO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS PORTARIA N o 046 - SEF, DE 01 DE JULHO DE 2005. Estabelece Normas Complementares para Consignação de Descontos em Folha de Pagamento.

Leia mais

Portaria nº 008 -SEF, de 23 de Dezembro de 2003

Portaria nº 008 -SEF, de 23 de Dezembro de 2003 Portaria nº 008 -SEF, de 23 de Dezembro de 2003 Aprova as Normas para a Apuração de Irregularidades Administrativas. O SECRETÁRIO DE ECONOMIA E FINANÇAS, de acordo com o que prescreve o art. 117 das Instruções

Leia mais

NORMA DE AUTUAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS - NOR 206

NORMA DE AUTUAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS - NOR 206 MANUAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS COD. 200 ASSUNTO: AUTUAÇÃO, MOVIMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 109/2013, de 01/07/2013 VIGÊNCIA: 01/07/2013 NORMA DE AUTUAÇÃO E CONTROLE

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional

Diário Oficial Imprensa Nacional INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 13, DE 22 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre a documentação para regularização de equipamentos médicos das Classes de Risco I e II. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância

Leia mais

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Gerais 1ª EDIÇÃO DO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS DE SUCESSO PROFESSOR NOTA 10 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Art. 1º - O Prêmio Experiências de Sucesso 2015 Professor Nota 10, é uma promoção da Secretaria

Leia mais

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 Disciplina a celebração de convênios e operações de crédito com previsão de ingresso de recursos financeiros que beneficiem órgãos e entidades da Administração

Leia mais

ATO (N) Nº 230/00 PGJ, de 03 de março 2000 (PT. 7.719/00)

ATO (N) Nº 230/00 PGJ, de 03 de março 2000 (PT. 7.719/00) ATO (N) Nº 230/00 PGJ, de 03 de março 2000 (PT. 7.719/00) Texto compilado até Ato (N) nº 710/2011 PGJ, de 16/09/2011 Regulamenta os procedimentos administrativos a serem adotados nos casos de arrolamento

Leia mais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais Instrução Normativa DPG nº 02 de 23 de outubro de 2014 Dispõe sobre a gestão operacional e patrimonial da frota de veículos oficiais da Defensoria Pública do Estado do Paraná e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2005. (Publicado BE 50, 16.12.05)

PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2005. (Publicado BE 50, 16.12.05) PORTARIA Nº 021 - D LOG, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2005 (Publicado BE 50, 16.12.05) Aprova as Normas Reguladoras da Aquisição, Registro, Cadastro e Transferência de Propriedade de Armas de Uso Restrito, por

Leia mais

RESOLUÇÃO N 1832. Art. 3º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Francisco Roberto André Gros Presidente

RESOLUÇÃO N 1832. Art. 3º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Francisco Roberto André Gros Presidente RESOLUÇÃO N 1832 Divulga regulamento que disciplina a constituição e a administração de carteira de valores mobiliários mantida no país por investidores institucionais constituídos no exterior. O BANCO

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

ESTATUTO DO PECÚLIO RESERVA DOS POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES DO ESTADO DO TOCANTINS

ESTATUTO DO PECÚLIO RESERVA DOS POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES DO ESTADO DO TOCANTINS ESTATUTO DO PECÚLIO RESERVA DOS POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES DO ESTADO DO TOCANTINS GENERALIDADES O Pecúlio Reserva criado originalmente pela Portaria nº 086 de 22/07/1991 e modificado pela

Leia mais

PORTARIA Nº 615, DE 28 DE AGOSTO DE 2012 - DOU de 30/08/2012

PORTARIA Nº 615, DE 28 DE AGOSTO DE 2012 - DOU de 30/08/2012 PORTARIA Nº 615, DE 28 DE AGOSTO DE 2012 - DOU de 30/08/2012 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS 7ª REGIÃO FISCAL A SUPERINTENDENTE REGIONAL DA RECEITA

Leia mais

SECRETRIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS I SÉRIE - N.º 48-27-11-2003 1397. Assim, determina-se:

SECRETRIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS I SÉRIE - N.º 48-27-11-2003 1397. Assim, determina-se: I SÉRIE - N.º 48-27-11-2003 1397 Assim, determina-se: 1. A taxa a que se refere o n.º 2 da cláusula 5.ª dos anexos I, II e III do Despacho Normativo n.º 89/98, de 26 de Março bem como do Anexo I do Despacho

Leia mais

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PROJETO DE RESOLUÇÃO 03-00023/2011 da Mesa Diretora Institui no âmbito da Câmara Municipal de São Paulo Sistema de Consignação Facultativa em Folha de Pagamento na modalidade

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO, no exercício de suas atribuições, e considerando:

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO, no exercício de suas atribuições, e considerando: Resolução 11/2014 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO, no exercício de suas atribuições, e considerando: - a autorização dada por meio do art. 18 da Lei nº 11.419, de 19 de dezembro

Leia mais

RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral.

RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. RESOLUÇÃO 23.190 INSTRUÇÃO Nº 127 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre pesquisas eleitorais (Eleições de 2010).

Leia mais

Ano 2010, Número 043 Brasília, quinta-feira, 4 de março de 2010

Ano 2010, Número 043 Brasília, quinta-feira, 4 de março de 2010 Ano 2010, Número 043 Brasília, quinta-feira, 4 de março de 2010 Página 66 AYRES BRITTO, PRESIDENTE- ARNALDO VERSIANI, RELATOR RICARDO LEWANDOWSKI CÁRMEN LÚCIA- FELIX FISCHER- MARCELO RIBEIRO. PUBLICAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA. Capítulo 1. Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º. Artigo 2º. Capítulo II Da Recolha

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA. Capítulo 1. Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º. Artigo 2º. Capítulo II Da Recolha 1 REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA Capítulo 1 Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º O Arquivo Municipal da Câmara Municipal de Gouveia (C.M.G.) compreende o âmbito, funções

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 24

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 24 MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SECRETARIA - EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE GESTÃO E INOVAÇÃO DIVISÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LEGISLAÇÃO ESCOLAR COORDENAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO ESCOLAR ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS CURITIBA SEED/PR

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 711, de 17 de fevereiro de 1961. CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE: Faço saber

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO BIBLIOTECA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO BIBLIOTECA PRESIDÊNCIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. Uniformiza procedimentos de atendimento às partes e advogados no âmbito das secretarias judiciárias do TRF4. O PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

PORTARIA ANAC Nº /SRE, DE DE DE 2014.

PORTARIA ANAC Nº /SRE, DE DE DE 2014. PORTARIA ANAC Nº /SRE, DE DE DE 2014. Estabelece os procedimentos de apresentação das informações econômico-financeiras requeridas por organismos internacionais. O SUPERINTENDENTE DE REGULAÇÃO ECONÔMICA

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PRESIDÊNCIA PORTARIA CNMP-PRESI N.º 88 DE 26 DE OUTUBRO DE 2010.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO PRESIDÊNCIA PORTARIA CNMP-PRESI N.º 88 DE 26 DE OUTUBRO DE 2010. PORTARIA CNMP-PRESI N.º 88 DE 26 DE OUTUBRO DE 2010. Regulamenta a utilização, manutenção e controle do Sistema de Telefonia fixa e móvel, no âmbito do Conselho Nacional do Ministério Público. O PRESIDENTE

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DO CENTRO DE ESTUDOS EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE

REGULAMENTO DOS CURSOS DO CENTRO DE ESTUDOS EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE CAPÍTULO I CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO ORDENAMENTO, DO URBANISMO E DO AMBIENTE Artigo 1.º (Constituição do Curso) 1. O Curso de Especialização em Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010 Publicada no Boletim de Serviço, nº 8 em 6/8/2010. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010 Dispõe sobre a administração de bens móveis patrimoniais no âmbito da Secretaria do Supremo Tribunal

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE MATERIAL BÉLICO (Dir G de MB/1952) PORTARIA N o 036-DMB, DE 09 DE DEZEMBRO DE 1999 Aprova as normas que regulam o comércio de armas e munições.

Leia mais

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA I - CONCEITO, DENOMINAÇÃO, REALIZAÇÃO Art. 1º A 2ª Feira Nacional de Ciências

Leia mais

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF PORTARIA Nº 19, DE 20 DE MARÇO DE 2015. Dispõe sobre o modelo, as características e os demais critérios para a emissão, uso, controle e

Leia mais

II - Anexo II - Termo de comunicação de morte ou doença de bovino importado;

II - Anexo II - Termo de comunicação de morte ou doença de bovino importado; MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 13, DE 14 DE MAIO DE 2014 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA, DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA,

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009

RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009 RESOLUÇÃO CONSU Nº 05/2009 Cria o Núcleo de Inovação Tecnológica da UESC - NIT O Presidente do Conselho Universitário CONSU - da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, em

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2012 VALE TRANSPORTE

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2012 VALE TRANSPORTE INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 06/2012 VALE TRANSPORTE A GERENTE GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, no uso de suas atribuições deliberadas pela Portaria SE Nº 1495, de 01/03/2011, resolve tornar pública esta

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL COMANDO GERAL PORTARIA Nº 019 /2014 GAB CMDO CBMRN. (BGCB Nº 019, de 04 de fevereiro de 2014) Aprova

Leia mais

Art. 2º - Aprovar o Regulamento Geral do Programa de Assistência à Saúde dos Servidores do Detran/DF, que acompanha esta Instrução de Serviço.

Art. 2º - Aprovar o Regulamento Geral do Programa de Assistência à Saúde dos Servidores do Detran/DF, que acompanha esta Instrução de Serviço. Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ INSTRUÇÃO Nº 12, DE 21 DE JANEIRO 2008 Cria o Programa de Assistência à Saúde dos Servidores do Departamento de Trânsito do Distrito Federal

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA/BA Nº 04, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009.

RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA/BA Nº 04, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009. RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA/BA Nº 04, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009. Aprova os procedimentos a serem adotados para criação e funcionamento de Delegacias Regionais e Representações, e nomeação de Delegados Regionais

Leia mais

PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015

PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015 PORTARIA Nº 79, 26 DE maio DE 2015 Institui, no âmbito da Autoridade Pública Olímpica APO, o Serviço de Informação ao Cidadão SIC, e revoga a Portaria nº 41, de 2013, que instituíra e disciplinava o Serviço

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 70.436, DE 18 DE ABRIL DE 1972. Regulamenta a aquisição pelos portugueses, no Brasil, dos direitos e obrigações previstos

Leia mais

I-31-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar

I-31-PM. Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar I-31-PM Polícia Militar do Estado de São Paulo Instrução Policial Militar INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO CORREIO ELETRÔNICO (E-MAIL) NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Setor Gráfico do CSM/M Int

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 (Processo nº 10342/2010) (O Presidente do Tribunal, no uso de suas atribuições legais e regimentais, apresenta diversas considerações e submete ao Pleno desta Corte proposta

Leia mais

P-1 BOLETIM INTERNO N.º 136. Mossoró/RN, em 25 de Julho de 2014. (Sexta-feira)

P-1 BOLETIM INTERNO N.º 136. Mossoró/RN, em 25 de Julho de 2014. (Sexta-feira) RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR QUARTEL DO COMANDO GERAL 12º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR 01 P-1 BOLETIM INTERNO N.º 136 Mossoró/RN, em 25

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DECRETO Nº 1.153, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2015. Aprova o Regimento Interno do Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas do município de Palmas. O PREFEITO DE PALMAS, no uso das atribuições

Leia mais

392A Disposições de Aplicação do Código Aduaneiro Comunitário ANEXOS

392A Disposições de Aplicação do Código Aduaneiro Comunitário ANEXOS 392A ANEXOS (Inserido pelo Regulamento (CE) n.º 1192/2008 de 17 de Novembro, publicado no JO n.º L 329 de 6 de Dezembro de 2008 e alterado pelo Regulamento (CE) n.º 414/2009 de 30 de Abril, publicado no

Leia mais

EDITAL Nº 157, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 PROCESSO SELETIVO 2013/1 PARA INGRESSO DE ALUNOS NO IF FARROUPILHA CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO

EDITAL Nº 157, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 PROCESSO SELETIVO 2013/1 PARA INGRESSO DE ALUNOS NO IF FARROUPILHA CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Faixa Nova Camobi - 97110-767 Santa

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH -

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS - CEP-CH - SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS Estrada de São Lázaro, 197. Federação. Salvador/Bahia. CEP.: 40210-730. Tel/Fax: +55 71 3331-2755 REGIMENTO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 8 DE JULHO DE 2008

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 8 DE JULHO DE 2008 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 8 DE JULHO DE 2008 Dispõe sobre a participação de servidores do Supremo Tribunal Federal em ações de treinamento. O DIRETOR-GERAL DA SECRETARIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012.

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012. MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012. Aprova o Regulamento Interno da Biblioteca da PR/TO. O PROCURADOR-CHEFE DA PROCURADORIA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.111, DE 16 DE MAIO DE 2012. (publicado no DOE nº 095, 17 de maio de 2012) Regulamenta, no âmbito da Administração Pública Estadual, a Lei Federal nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, que

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 Altera a denominação do Curso de Especialização em Redes de Computadores, criado pela Resolução CEPEC nº 422, e aprova o novo

Leia mais

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO.

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. Acrescentado pelo Decreto 24.441 de 14 de agosto de 2008. Publicado no DOE de 14.08.2008 Convênio ICMS nº 143/02 e

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS RESOLUÇÃO Nº 79/2009

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS RESOLUÇÃO Nº 79/2009 RESOLUÇÃO Nº 79/2009 Dispõe sobre a aquisição, locação e uso de veículos oficiais no âmbito da Justiça Militar do Estado de Minas Gerais e dá outras providências. O PLENO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR

Leia mais

V - Anexo V - solicitação de cancelamento ou atualização de habilitação.

V - Anexo V - solicitação de cancelamento ou atualização de habilitação. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 22, DE 20 DE JUNHO DE 2013 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁ- RIA E ABASTECIMENTO, no uso das atribuições

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 A Diretoria da FACULDADE CARAJÁS, no uso de suas atribuições regimentais, na conformidade do que dispõe a legislação educacional vigente, torna público que as inscrições

Leia mais

2.º SUPLEMENTO II SÉRIE ÍNDICE. Ministério da Educação e Ciência PARTE C. Quinta-feira, 12 de abril de 2012 Número 73

2.º SUPLEMENTO II SÉRIE ÍNDICE. Ministério da Educação e Ciência PARTE C. Quinta-feira, 12 de abril de 2012 Número 73 II SÉRIE Quinta-feira, 12 de abril de 2012 Número 73 ÍNDICE 2.º SUPLEMENTO PARTE C Ministério da Educação e Ciência Gabinetes do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar e da Secretária

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA SDA Nº 25, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012 O

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA SDA Nº 25, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012 O MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA SDA Nº 25, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA, SUBSTITUTO, DO MINISTÉRIO

Leia mais

EDITAL Nº 16/2012 PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGA DE PROFESSOR SUBSTITUTO POR PRAZO DETERMINADO

EDITAL Nº 16/2012 PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGA DE PROFESSOR SUBSTITUTO POR PRAZO DETERMINADO Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha Campus Santo Augusto EDITAL Nº 16/2012 PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO

Leia mais

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias torna público para conhecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Regulamento Específico do Curso de Especialização em Gestão e Tecnologia de Produção de Edifícios - CEGT CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas

FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas FACITEC - Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas IESST Instituto de Ensino Superior Social e Tecnológico Credenciada pela portaria: MEC 292, de 15.02.2001 DOU Nº 35-E, de 19.02.2001, Seção 1 RESOLUÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016 1 DO CURSO, MODALIDADE,DURAÇÃO EM SEMESTRES,ATOSAUTORIZATIVOS,VAGA

EDITAL Nº 001/2016 1 DO CURSO, MODALIDADE,DURAÇÃO EM SEMESTRES,ATOSAUTORIZATIVOS,VAGA Vestibular 2016.1 EDITAL Nº 001/2016 A Diretora da Faculdade Afonso Mafrense (FAM), no uso de suas atribuições legais e regimentais, baseada no Regimento Geral da FAM, após aprovar o curso e respectivas

Leia mais

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO REGIMENTO INTERNO DAS JUNTAS ADMINISTRATIVAS DE RECURSOS DE INFRAÇÕES JARI DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ MT. O prefeito Municipal de Cuiabá-MT,

Leia mais

Ato nº 99/GP/TRT 19ª, de 16 de junho de 2015.

Ato nº 99/GP/TRT 19ª, de 16 de junho de 2015. PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO Ato nº 99/GP/TRT 19ª, de 16 de junho de 2015. Institui o porte de arma de fogo para uso dos Agentes de Segurança Judiciária

Leia mais

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 ASSOCIAÇÃO LENÇOENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA - ALEC FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 Usando as atribuições que lhe confere o regimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 119, DE 1º DE MARÇO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 119, DE 1º DE MARÇO DE 2011 Publicada no Boletim de Serviço nº 3, de 9 mar. 2011, p. 7-10 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 119, DE 1º DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre o fornecimento e a autenticação de cópias e impressões e dá outras providências.

Leia mais

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE I APRESENTAÇÃO Este manual tem o objetivo de esclarecer aspectos práticos da bolsa, tais como: a obtenção

Leia mais

LEI Nº 11.126, DE 27 DE JUNHO DE 2005

LEI Nº 11.126, DE 27 DE JUNHO DE 2005 LEI Nº 11.126, DE 27 DE JUNHO DE 2005 Dispõe sobre o direito do portador de deficiência visual de ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhado de cão-guia. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais