CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA"

Transcrição

1 CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II Orientações aos Alunos Julho de 2010

2 NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Supervisionado I e II são disciplinas integrantes do currículo do Curso de Bacharelado em Hotelaria. 1º Considera-se Estágio Supervisionado, para os efeitos previstos pela proposta curricular do curso de Bacharelado em Hotelaria, as atividades de cunho acadêmico que complementam, do ponto de vista prático, os conhecimentos teóricos adquiridos no decorrer do curso. 2º A disciplina de Estágio Supervisionado I prevê a realização de 195 (cento e noventa e cinco) horas em atividades, sendo 150 horas compreendidas nas áreas e subáreas descritas no Anexo I desta Norma, as quais poderão ser realizadas pelo aluno a partir do nível II, e 45 horas cumpridas em sala de aula, abrangendo orientações metodológicas para elaboração do relatório final de estágio, que compõe uma das etapas da avaliação. 3º A disciplina de Estágio Supervisionado II prevê a realização de 195 (cento e noventa e cinco) horas em atividades, sendo 150 horas compreendidas nas áreas e subáreas descritas no Anexo II desta Norma, as quais poderão ser realizadas pelo aluno a partir do nível V, e 45 horas cumpridas em sala de aula, incluindo orientações metodológicas para elaboração do relatório final do estágio, que compõe uma das etapas de avaliação. 4º O Estágio Supervisionado I e II serão realizados individualmente. Art. 2º O Estágio Supervisionado I e II devem consolidar os seguintes objetivos, dentre outros: proporcionar ao estudante oportunidades de desenvolver suas habilidades, analisar situações e propor mudanças no ambiente e nas atividades das organizações hoteleiras; complementar o processo de ensino e aprendizagem, através da conscientização das deficiências e potencialidades individuais, incentivando a busca do aprimoramento pessoal e profissional; atenuar o impacto da passagem da vida de estudante para a vida profissional, abrindo ao estagiário mais oportunidades de conhecimento da filosofia, diretrizes, organização e funcionamento das organizações hoteleiras e da comunidade; facilitar o processo de atualização de conteúdos disciplinares profissionalizantes, permitindo adequá-lo às constantes inovações tecnológicas, políticas, sociais e econômicas a que estão sujeitos; incentivar o desenvolvimento das potencialidades individuais, propiciando o surgimento de novas gerações de profissionais empreendedores internos e externos, capazes de adotar modelos de gestão, métodos e processos inovadores, novas tecnologias e metodologias alternativas. 2

3 Art. 3º Ao aluno do Curso de Bacharelado em Hotelaria, matriculado nas disciplinas de Estágio Supervisionado I ou II compete: comparecer às reuniões previstas no cronograma da disciplina; apresentar o Plano de Estágio ao professor responsável por seu acompanhamento e orientação. Este detalhará as atividades a serem desenvolvidas, as quais deverão estar em conformidade com o Anexo I (para Estágio Supervisionado I) ou Anexo II (para Estágio Supervisionado II); elaborar os Relatórios Parciais solicitados pelo professor da disciplina; cumprir os prazos estabelecidos determinados para entrega dos Relatórios Parciais no cronograma da disciplina; desempenhar satisfatoriamente as atividades previstas em seu Plano de Estágio na empresa; entregar o Relatório Final de Estágio ao professor que faz o acompanhamento e a orientação, nas datas limites fixada no cronograma da disciplina; cumprir efetivamente a realização do Estágio Supervisionado nos termos desta Norma, sendo condição indispensável à colação de grau. Art. 4º A avaliação do aluno será realizada pelo professor responsável pela supervisão do estágio, baseada nos seguintes critérios: freqüência do aluno às reuniões agendadas com o professor; adequação do Plano de Estágio do aluno às áreas e atividades especificadas no Anexo I ou II desta Norma, correspondente à disciplina que está cursando; observação e análise do desempenho do aluno durante as visitas realizadas pelo professor à empresa em que o aluno estagia; cumprimento dos prazos determinados para entrega dos relatórios parciais; avaliação do desempenho e aprendizagem do aluno pela empresa em que estagiou; apresentação do Relatório Final de Estágio de acordo com os critérios estabelecidos para conteúdo, linguagem, apresentação, sistematização das informações, organização das idéias, compatibilidade entre o Plano de Estágio e o relatório executado e avaliação do aluno em relação ao seu próprio desempenho e aprendizagem durante o estágio. Art. 5º A avaliação do aluno será expressa através de uma nota, compreendida entre 0 e 10. Será considerado aprovado o aluno que obtiver grau G1 igual ou superior a sete e freqüência não inferior a 75%. Nas disciplinas de Estágio Supervisionado I e II não está prevista a avaliação G2. Art. 6º. Os Estágios Supervisionados somente poderão ser realizados durante o semestre letivo. 3

4 ETAPAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1. Comparecer ao primeiro dia de aula da disciplina de estágio a fim de receber as orientações gerais sobre o Estágio Supervisionado (I ou II) em que está matriculado. 2. Identificar, junto ao mercado, uma oportunidade de estágio em que deseje atuar, atentando para que esta seja compatível com aquelas propostas no Anexo I (para matriculados em Estágio Supervisionado I) ou II (para matriculados em Estágio Supervisionado II). 3. Após identificar a empresa onde pretende estagiar o aluno deve entregar ao professor supervisor de estágio o Formulário de Identificação da Empresa e o Formulário de Identificação do Estagiário devidamente preenchidos, assinados e carimbados pela empresa (Anexo III e IV), para que o professor possa validá-la. 4. Caso o estágio seja considerado válido pelo Professor Supervisor: a empresa deverá (caso já não o possua) firmar um convênio com a Universidade, visando acolher o aluno que realizará estágio curricular obrigatório, ou seja, o Estágio Supervisionado I ou II 5. Após esta etapa, o aluno elabora, em conjunto com a empresa um Plano de Estágio Supervisionado ( Anexo V) e o entrega ao professor Supervisor de estágio junto com uma cópia de seu histórico escolar. 6. Ao entregar o Plano de Estágio ao professor, o aluno recebe o Termo de Compromisso de Estágio, já assinado pela Universidade (3 vias), o qual deve ser levado até a empresa para a devida assinatura. Após assinado deve deixar uma cópia na empresa, ficar com uma cópia consigo e devolver uma cópia ao professor supervisor de estágio que o arquivará na pasta de documentação do aluno. 7. Uma vez cumpridas essas etapas o aluno poderá iniciar seu estágio respeitando as cláusulas firmadas no Termo de Compromisso de Estágio. 8. Ao final do Estágio o aluno deverá entregar o Relatório Final de Estágio, conforme detalhado no Manual de Estágio, juntamente com os anexos previstos: Formulário de Controle de Freqüência do Estagiário na Empresa e Formulário de Avaliação do Estagiário pela Empresa (Anexo VI e VII). 4

5 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO FINAL Apresentar de maneira clara e objetiva a seguinte seqüência de itens: a) Folha de rosto b) Introdução: Nesse item deve-se apresentar o plano de trabalho aprovado. Expor justificativas e os objetivos do trabalho, bem como o contexto onde se insere o assunto a ser tratado e desenvolvido durante a realização do estágio. Descrever brevemente o que se quer realizar. c) Caracterização da empresa: Nesse item deve-se fazer um breve histórico da instituição que está sendo realizado o estágio. Objetivo, ramo de atividade, estrutura organizacional, clientes, produtos, atividades realizadas pelo estagiário, além de outros dados considerados relevantes. d)desenvolvimento: Esse item visa relatar de forma detalhada o desenvolvimento do plano de trabalho, ou seja, o desenvolvimento do tema escolhido pelo aluno para mostrar a relação entre os conhecimentos construídos ao longo do curso com a prática exercida no estágio. e) Desafios enfrentados: Descrever os desafios e dificuldades enfrentadas durante a realização do estágio, do plano de trabalho e as soluções encontradas. f) Conclusão: Devem ser relatados os principais resultados encontrados, enfatizando a importância do desenvolvimento do estágio para a formação profissional do estagiário. g) Referências Bibliográficas. 5

6 ANEXO I - ATIVIDADES DE HOSPITALIDADE Estágio Supervisionado I O Estágio Supervisionado I tem por objetivo proporcionar a vivência do aluno em atividades de cunho operacional, disponíveis em estabelecimentos de hospedagem (hotéis e hospitais), gastronômicos e eventos, conforme se descreve a seguir. 1. ATUAÇÃO EM ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM 1.1. Recepção Participar e auxiliar nas atividades de recepção; Atendimento telefônico; Fornecer informações turísticas e de serviços ao hóspede; Efetuar reservas com tarifas já acertadas por funcionários do hotel; Realizar os procedimentos de check in; Realizar procedimentos de check out, sem receber qualquer pagamento, Preencher formulários internos; Efetuar processos de controle e guarda de bagagens; Entregar objetos de empréstimos a hóspedes; Realizar tarefas de wake up call (chamada de despertar); Fornecer informações sobre o hotel para hóspedes; Elaborar e atualizar banco de dados estatísticos e relatórios 1.2. Alimentos e Bebidas (garçom) Servir bebidas aos hóspedes; Servir alimentos aos hóspedes; Colocar e retirar louça das mesas; Efetuar a montagem e desmontagem de buffet ou outro serviço; Efetuar a montagem desmontagem de coffee break; Realizar a montagem das mesas para receber hóspedes; Oferecer cardápio; Realizar a montagem de pratos para room service; Entregar pedidos de room service; Organizar salão de refeições ou sala de eventos. 6

7 1.3. Governança Realizar tarefas junto com às camareiras; Fazer reposição de frigobar; Realizar a supervisão de apartamentos; Participar do trabalho dos arrumadores de áreas sociais; Enviar roupa de hóspede para a lavanderia; Participar da rotina de trabalho da rouparia central; Acompanhar a montagem de apartamentos para VIP; Acompanhar a montagem de apartamentos para noite de núpcias Eventos Realiza a montagem e desmontagem do ambiente; Acompanha a elaboração das ordens de serviço de eventos; Acompanha a negociação e fechamento de eventos; Acompanha o desenvolvimento do evento; Acompanha a montagem de coffee break; Participa como apoio, no desenvolvimento do evento. 2. ATUAÇÃO EM HOSPITAIS 2.1 Participa de atividades do setor de recepção; 2.2 Fornece informações a clientes; 2.3 Encaminha solicitações de exames laboratoriais; 2.4 Participa de atividades do setor de higienização, sem efetuar limpeza de áreas contaminadas ou áreas fechadas; 2.5 Participa de atividades do setor de eventos (organização de congressos e reuniões médicas); 2.6 Participa de atividades do setor de cozinha, sem realizar atendimento a pacientes ( nutrição); 2.7 Participa de atividades do setor de Recursos Humanos: Treinamentos, acompanhamento de processo seletivo e endomarketing. 2.8 Participa de processos do setor de rouparia: dobra de enxoval e entrega dos mesmos; 2.9 Participa de processos do setor de marcação de consultas e exames. 7

8 ANEXO II - ATIVIDADES DE HOSPITALIDADE Estágio Supervisionado II O Estágio Supervisionado II tem por objetivo proporcionar a vivência do aluno em atividades de apoio a atividades gerenciais, disponíveis em estabelecimentos de hospedagem (hotéis e hospitais) e gastronômicos, conforme se descreve a seguir. 1 ATUAÇÃO EM ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM 1.1 Vendas e Marketing Acompanha visitas a clientes; Participa do estudo e posicionamento de mercado; Sugere novos clientes; Ajuda na elaboração de relatórios de visita; Alimenta software de vendas ou planilhas de controle; Participa da discussão de tarifas. 1.2 Administração e Controladoria (Compras e Almoxarifado) Realiza conferencia de relatórios noturnos; Acompanha os processos de contas a pagar ( organização de notas e conferência); Acompanha os processos de contas a receber ( cobrança de clientes e emissão de faturas); Auxilia nos processos de conciliações contábeis; Auxilia nos processos de organização e guarda de documentos; Participa da organização do almoxarifado; Realiza processos de cotação de materiais; 2 ATUAÇÃO EM RESTAURANTES 2.1 Organizar salão de refeições 2.2 Realizar a montagem das mesas para receber hóspedes; 2.3 Efetuar a montagem e desmontagem de Buffet ou outro serviço; 2.4 Acolher/recepcionar hóspedes; 2.5 Oferecer cardápio; 2.6 Sugerir pratos e bebidas; 2.7 Servir e retirar mesas (loucas, bebidas e alimentos); 2.8 Participar das reuniões de sugestão de cardápio; 2.9 Sugerir formas e métodos de controle de custos; 2.10 Sugerir melhorias de processos de realização dos serviços. 8

9 ANEXO III FICHA DE CADASTRO DA EMPRESA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA DEPARTAMENTO DE HOTELARIA FICHA DE CADASTRAMENTO DA EMPRESA Razão social: Nome comercial/fantasia: Ramo de atividade principal: Endereço completo: Bairro: Cidade: UF: CEP: Telefone: Fax: Empresa: CNPJ : Insc. Estadual/Munic: Home Page: DADOS DO ORIENTADOR DO ESTÁGIO NA EMPRESA Responsável pela assinatura de termos de compromisso Nome: Cargo/função: - Responsável por recursos humanos Nome: Cargo/função: Contato imediato para informações Nome: Cargo/função: Professor Orientador (PUCRS/FACE) Supervisores do Estagiário Orientador local (Empresa) Carimbo da empresa Tel: (51) Visto: Tel: Visto: 9

10 ANEXO IV FICHA DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA DEPARTAMENTO DE HOTELARIA FICHA DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO Aluno: Telefone : Ano de Ingresso no Curso de Hotelaria (Anexar Histórico): Empresa: Principais Atividades da Empresa: CNPJ : Cargo/função: Com carteira assinada ( ) Sem Carteira Assinada ( ) Estagiário ( ) Autônomo( ) Número de horas trabalhadas atualmente/semana: Apresenta domínio de recursos de TI: ( ) Sim ( ) Não Quais recursos? Domínio de Língua Estrangeira: ( ) Sim ( )Não Qual (s)? Contato (orientador local) no departamento em que o estágio está sendo exercido: Função: Titulação: Tel/ramal: Descrição das atividades: Seguir o anexo I ATIVIDADES DE HOSPITALIDADE. Escolha uma área e função e detalhe as atividades que serão desenvolvidas durante seu estágio. 10

11 ANEXO V PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA DEPARTAMENTO DE HOTELARIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL Aluno: Nº Matrícula: Empresa: Modalidade Interna ( ) Área escolhida e justificativa: Objetivos: Cronograma e descrição das atividades a serem desenvolvidas: Bibliografia de Apoio: 11

12 ANEXO VI FORMULÁRIO DE CONTROLE DE FREQÜÊNCIA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA DEPARTAMENTO DE HOTELARIA FORMULÁRIO PARA CONTROLE DE FREQUENCIA DO ESTAGIÁRIO Aluno: Depto/área: DIA ENTRADA SAÍDA ENTRADA SAÍDA TOTAL HORAS RUBRICA DO ESTAGIÁRIO Total de Horas: Carimbo da Empresa Assinatura Supervisor Técnico: 12

13 ANEXO VII FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA DEPARTAMENTO DE HOTELARIA Nome do Estagiário: FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO DO ESTÁGIÁRIO PELA EMPRESA Período do Estágio: DADOS DA EMPRESA E DOS RESPONSÁVEIS Empresa: Departamento/Área/Setor do Estágio: AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO ELEMENTOS GRAU Atitude (freqüência, pontualidade, apresentação pessoal, responsabilidade, comprometimento) PESO 3,0 Habilidades (trabalho em equipe, pró-atividade, receptividade, dinamicidade) PESO 2,0 Competência Técnica (desempenho das atividades previstas no Plano de Estágio) PESO 5,0 GRAU FINAL Observações: Assinatura dos Responsáveis na Empresa Responsável Técnico Responsável RH Carimbo da empresa Observações Observações 13

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio do Curso de Turismo da Universidade Estadual do Centro- Oeste, UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO:

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DAS CATARATAS - FIC ESTÁGIO CURRICULAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE INTEGRADA DAS CATARATAS - FIC ESTÁGIO CURRICULAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESTÁGIO CURRICULAR NO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO De acordo com o Currículo Mínimo do Curso de Graduação em Administração aprovado pelo Decreto de 06.09.94, da Presidência na República, publicado no DOU de

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 3 ANEXO 5 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1.1 Disposições Preliminares Artigo 1 o - As atividades de Estágio Supervisionado que integram a Matriz Curricular do Curso de Administração, da Faculdade

Leia mais

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo.

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo. 1 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2. OBJETIVO Resolução nº 01 de 02/02/2004 do Conselho Nacional de Educação CNEC/CN/MEC. Proporcionar ao estudante oportunidade de desenvolver suas habilidades, analisar situações

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA1 1

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA1 1 o MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS FLORIANÓPOLIS CONTINENTE REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO

Leia mais

Art. 1º Aprovar o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do ANEXO.

Art. 1º Aprovar o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do ANEXO. RESOLUÇÃO Nº 77/2010, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2010 Aprova o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior, na forma do Anexo. O Reitor da Fundação Universidade

Leia mais

a) Estar regularmente matriculados no curso;

a) Estar regularmente matriculados no curso; (35) 3690-8900 / 3690-8958 (fax) br ESTÁGIO CURRÍCULAR SUPERVISIONADO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ANO LETIVO 2014) 1 Caracterização Os cursos de Engenharia de Produção do Brasil são regidos pelas

Leia mais

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º Estágio Supervisionado em Administração (ESA), é a disciplina

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA INICIAÇÃO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS A Diretora da Faculdade Béthencourt da Silva com base na Proposta Nacional de Conteúdo para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral Coordenadores de estágios: - Prof. Marcos

Leia mais

Recife/PE 2010 ESTÁGIO REGULAMENTO

Recife/PE 2010 ESTÁGIO REGULAMENTO ESTÁGIO REGULAMENTO Recife/PE 2010 2 CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS DO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1.º O presente regulamento visa cumprir a Política de estágios da Escola Superior de Marketing-ESM

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Aprovado pela Resolução Consuni nº 26/10, de 08/09/2010. CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º O presente regulamento disciplina

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Capítulo I Da Definição e Finalidade Art. 1º Entende-se como Estágio Supervisionado o conjunto de atividades práticas direcionadas para o aprendizado e o desenvolvimento

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

TÍTULO I. Da definição, finalidade e objetivos do Estágio Curricular Supervisionado

TÍTULO I. Da definição, finalidade e objetivos do Estágio Curricular Supervisionado REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Normatiza o Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Administração e Ciências Contábeis, a qual consiste em atividade obrigatória que deve ser realizada

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I - OBJETIVOS Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades de Estágio Supervisionado desenvolvidas no da

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO GERAL PARA OS ESTÁGIOS CURRICULARES (DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO) ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS E CIÊNCIAS CONTÁBEIS CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Nutrição é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO 1 SUMÁRIO Lista de Anexos... 3 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL... 5 3. DEFINIÇÕES... 5 4. OBJETIVOS... 6 5. PLANEJAMENTO E COMPETÊNCIAS...

Leia mais

Biomedicina - Bacharelado Nome do Aluno: Coordenador do Curso: Ano de início do Curso:

Biomedicina - Bacharelado Nome do Aluno: Coordenador do Curso: Ano de início do Curso: Biomedicina - Bacharelado Nome do Aluno: Coordenador do Curso: Ano de início do Curso: PASTA DE ESTÁGIO Biomedicina Unidade de Gestão da Educação Presencial Gedup ORIENTAÇÕES 1. Considera-se Estágio Curricular

Leia mais

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004.

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004. SUPERVISÃO DE ESTAGIO EMENTA Articulação entre teoria e prática das várias possibilidades de atuação profissional docontador. Identificação e avaliação dos procedimentos contábeis e aplicação dosinstrumentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 57/2001, DE 12 DE SETEMBRO DE 2001

RESOLUÇÃO Nº 57/2001, DE 12 DE SETEMBRO DE 2001 RESOLUÇÃO Nº 57/2001, DE 12 DE SETEMBRO DE 2001 Altera o Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso de Turismo e Lazer, na forma do Anexo, e dá outras providências. O REITOR DA UNIVERSIDADE REGIONAL

Leia mais

UNIBRASIL Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO

UNIBRASIL Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO UNIBRASIL Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CURITIBA 2011 CURSO DE TURISMO ESCOLA DE NEGÓCIOS MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ao fazer o

Leia mais

CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU. Normas do estágio supervisionado. CURSO: Enfermagem

CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU. Normas do estágio supervisionado. CURSO: Enfermagem CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU Normas do estágio supervisionado CURSO: Enfermagem Sumário 1. Boas Vindas...3 2. Vestimenta para o campo de estágio...3 3. Frequência...4 4. Em caso de acidentes...5 5. Material

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE INTRODUÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado do Curso Superior Tecnológico em Gastronomia está organizado

Leia mais

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE BARRETOS Mantido pelo Centro de Educação e Idiomas de Barretos Autorizado pela Portaria 71 de 11/01/2005 DOU Pedagogia Reconhecido pela portaria nº 663 de 11/05/2009 DOU

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 153/2005-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 153/2005-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 153/2005-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio Curricular do Curso de Comunicação Social/Publicidade e Propaganda da UNICENTRO e dá outras providências. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CURSO DE BIOMEDICINA - BACHARELADO. Ji-Paraná Rondônia Junho, 2014.

REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CURSO DE BIOMEDICINA - BACHARELADO. Ji-Paraná Rondônia Junho, 2014. REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CURSO DE BIOMEDICINA - BACHARELADO Ji-Paraná Rondônia Junho, 2014. REGULAMENTO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM BIOMEDICINA - BACHARELADO TÍTULO I APRESENTAÇÃO A programação

Leia mais

AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DO LIMOEIRO-AESLI FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DO LIMOEIRO-FACAL

AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DO LIMOEIRO-AESLI FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DO LIMOEIRO-FACAL AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DO LIMOEIRO-AESLI FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DO LIMOEIRO-FACAL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CEPE RESOLUÇÃO N 001/2012 Limoeiro, junho de 2012 SUMÁRIO I Regulamento...03

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 CAPÍTULO I Da Definição e Finalidades. Artigo 1 - O Estágio Supervisionado constitui-se no desenvolvimento, pelo aluno, de atividades práticas, exercidas mediante

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO ESCOLAR INTEGRADORA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO ESCOLAR INTEGRADORA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO ESCOLAR INTEGRADORA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO por PROFª Ms. Maria Rosa Silva Lourinha Rio de Janeiro, MARÇO / 2013. 1 ÍNDICE Apresentação 1.

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 PALMAS TO 2011 APRESENTAÇÃO Este Regulamento de Estágio do Curso de Administração visa servir de referência

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2007 Diretor Geral Ednilton Gomes de Soárez Diretor Acadêmico Ednilo Gomes de Soárez Elaboradores Prof. Ismael Furtado

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 88/2009

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 88/2009 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 88/2009 O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições, considerando o deliberado na 80ª. Reunião Ordinária do CONSEPE, realizada

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCACAO FÍSICA Da Definição e dos Objetivos do Estágio Art. 1º O estágio curricular obrigatório do curso de Licenciatura em Educação

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Administração é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

Regulamento de Estágio. Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG

Regulamento de Estágio. Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG Regulamento de Estágio Bacharelado em Sistemas de Informação Unileste-MG Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVOS... 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL... 1 4 ATRIBUIÇÕES... 2 4. LOCAIS DE ESTÁGIO E AGENTES

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIARIA QUÍMICA

NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIARIA QUÍMICA NORMAS DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIARIA QUÍMICA NOVEMBRO/2012 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO É considerado estágio, de acordo com o Decreto nº 87.497/82, "As atividades de aprendizagem social, profissional

Leia mais

COOPERAÇÃO PARANÁ UTAH PROCESSO SELETIVO: CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PELO ESTADO DE UTAH (USA)

COOPERAÇÃO PARANÁ UTAH PROCESSO SELETIVO: CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PELO ESTADO DE UTAH (USA) COOPERAÇÃO PARANÁ UTAH PROCESSO SELETIVO: CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PELO ESTADO DE UTAH (USA) Considerando o Memorando de Entendimento entre a Secretaria de Educação do Estado de Utah, EUA, e a Secretaria

Leia mais

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE CURSO SUPERIOR EM BACHAREL EM SITEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av. Presidente Wilson, 1013 Centro

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 APRESENTAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia de Produção da Faculdade Birigui, com 360h de duração, esta

Leia mais

NORMA ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

NORMA ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NORMA ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARÇO/2009 SUMÁRIO 1. Apresentação... 03 2. A realização do estágio supervisionado... 04 2.1. Dimensão Legal... 04 2.2. Dimensão operacional... 07 2.3.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 44/15, de 09/12/2015. CAPÍTULO I AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Art.1º - Disposições legais: lei 11.788/2008; Decreto 87.497/1982; Decreto 2.080/1996; Resolução CONSUNI Nº 06/2002; Resolução CEPEC 0880/2008; Resolução

Leia mais

Regulamento do Estágio Pastoral do Curso de Bacharelado em Teologia

Regulamento do Estágio Pastoral do Curso de Bacharelado em Teologia Regulamento do Estágio Pastoral do Curso de Bacharelado em Teologia I Das considerações gerais Art. 1 o Os estágios dos cursos de graduação da PUC-SP fundamentam-se na Lei 11.788/2008, na Lei de Diretrizes

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica:

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: Estágio Curricular Obrigatório 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: 1.1 O estágio Curricular é a atividade acadêmica obrigatória para obtenção do Certificado de Conclusão

Leia mais

Manual de Estágio. Serviço Social

Manual de Estágio. Serviço Social Manual de Estágio Serviço Social Sumário Manual de Estágio SERVIÇO SOCIAL INTRODUÇÃO... 03 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL... 03 2. INFORMAÇÕES INICIAIS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ES...

Leia mais

Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos

Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos Regulamento do Estágio Supervisionado do Curso Superiores de Tecnologia em Recursos Humanos Cacoal- 2014 SUMÁRIO 1 Regulamento do Estágio Supervisionado 3 1.1 Introdução 3 1.2 Caracterização 3 1.3 Conceito

Leia mais

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica)

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av Presidente Wilson,

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado. Curso de Engenharia Civil da UFC

Manual de Estágio Supervisionado. Curso de Engenharia Civil da UFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Manual de Estágio Supervisionado Curso de Engenharia Civil da UFC Fortaleza Ceará Março/2006 SUMÁRIO 1. Introdução...3

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 Prezado(a) Aluno(a): Estas normas foram elaboradas com o objetivo de fornecer subsídios

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Elaboração: Bruno Márcio Agostini, M. Sc. São João del Rei - MG Julho de 2010 TÍTULO I DAS DEFINIÇÕES PRELIMINARES O presente

Leia mais

IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010

IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010 IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010 APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O presente Manual de Estágio apresenta as orientações básicas para o desenvolvimento das atividades

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular Supervisionado do da

Leia mais

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado 1 Manual de Estágio Curricular Supervisionado Bacharelado 2 APRESENTAÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado está organizado de forma objetiva e prática, buscando definir informações e conceitos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio Supervisionado de Graduação do Curso de Administração da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG.

RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG. RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX VITÓRIA 2013 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 INTRODUÇÃO... 3 3 OBJETIVOS... 4 2.1 OBJETIVO GERAL... 4 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS...

Leia mais

REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO REGIMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO Res. CONSUN nº 49/03, 10/12/03 Art. 1 o O presente documento objetiva fornecer as orientações

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial

ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CEFET-MG UNIDADE ARAXÁ COORDENAÇÃO DE PROGRAMA DE ESTÁGIO - 3ºGRAU ESTÁGIO SUPERVISIONADO Engenharia de Automação Industrial GUIA DO ESTAGIÁRIO CEFET-MG

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia de Alimentos é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO. REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III

FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO. REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III FACULDADE CATÓLICA DE ANÁPOLIS CURSO ADMINISTRAÇÃO, BACHARELADO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I, II e III Anápolis-GO REVISADO EM: 2013 APRESENTAÇÃO Frente à necessidade de um processo

Leia mais

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO ORIENTAÇÕES GERAIS FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br 2 Prezados(as) Alunos(as), do

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CURSO DE JORNALISMO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CURSO DE JORNALISMO Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Normatiza a organização e funcionamento do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Normatiza a organização e funcionamento do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO ESPECIAL

ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO ESPECIAL ASSOCIAÇÃO TABOÃO DA SERRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO ESPECIAL Diretrizes e Orientações Coordenador de Estágio Profª Adil

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Departamento Regional de São Paulo GUIA DE REFERÊNCIA RÁPIDA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GUIA DO ALUNO Cubatão SP SUMÁRIO página 1. O QUE É ESTÁGIO SUPERVISIONADO?

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração

Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração Rio de Janeiro RJ 1 SUMÁRIO 1 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO... 3 2 LEGISLAÇÃO CONSIDERADA... 4 3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO...

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS 1 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS TÍTULO I NATUREZA E OBJETIVO Art. 1º Os estágios curriculares supervisionados previstos

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado Graduandos Curso de Turismo

Manual de Estágio Supervisionado Graduandos Curso de Turismo Manual de Estágio Supervisionado Graduandos Curso de Turismo REGULAMENTO TÍTULO I Das Disposições Iniciais e Finalidades Artigo 1º - O presente regulamento tem por finalidade normatizar o Sistema de estágios

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito dos Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Cursos de Tecnologia da Faculdade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº 43/2016

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS JUNHO/2011 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA COORDENAÇÃO DE INTERAÇÃO SERVIÇO ESCOLA-EMPRESA MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO COLINAS

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIOMEDICINA DA FAAPE

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIOMEDICINA DA FAAPE REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE BIOMEDICINA DA FAAPE NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º. O estágio curricular do Curso de Biomedicina da Faculdade do Agreste de Pernambuco ASCES constitui um

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO COORDENNAÇAO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Profª Msc Liana Maria Ibiapina do Monte SUMÁRIO APRESENTAÇÃO CARACTERIZAÇÃO TERMINOLOGIA

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1. O Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura é uma disciplina obrigatória, com carga horária de 180 horas, que pode ser realizada junto a uma

Leia mais

NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO DE PSICOPEDAGOGIA

NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO DE PSICOPEDAGOGIA NORMAS GERAIS DE ESTÁGIO DE PSICOPEDAGOGIA I - APRESENTAÇÃO Este manual destina-se a orientação dos procedimentos a serem adotados durante o estágio supervisionado. Procuramos ser objetivos e práticos

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Bacharelado em Administração Modalidade a Distância é uma

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente instrumento

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING (Ato de Aprovação: Resolução

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Barretos SP 2014 APRESENTAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Ciências Contábeis da FACULDADE BARRETOS é um componente curricular

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Camaçari 2010 SUMÁRIO 1 DIRETRIZES 3 2 DEFINIÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO E SUAS

Leia mais

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado

Educação Profissional Cursos Técnicos. Regulamento de Estágio Supervisionado Educação Profissional Cursos Técnicos Regulamento de Estágio Supervisionado CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente Regulamento de Estágio Supervisionado refere-se à formação do aluno

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DA FAIBI CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - O presente conjunto de normas da Faculdade de Filosofia, Ciências

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ. Manual de Estágio Supervisionado

INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ. Manual de Estágio Supervisionado INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ Manual de Estágio Supervisionado 2012 2 Prezados(as) Alunos(as), dos cursos de Engenharia Civil. Com o intuito de atender

Leia mais

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA NUAPE COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA NUAPE COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA NUAPE COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MANUAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Teresina 2015 DIRETORIA

Leia mais

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO 001/2014 Dispõe sobre o Estágio Curricular Supervisionado do curso em atendimento ao que prevê o Projeto Pedagógico do Curso de Administração. A Coordenação do Curso de Administração, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE

RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE Aprova as Normas de Estágio Curricular Obrigatório

Leia mais

FAIN FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

FAIN FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO VITÓRIA DA CONQUISTA 2007 COMPOSIÇÃO INSTITUCIONAL

Leia mais

CONSIDERANDO os pronunciamentos contidos no Processo nº 39460/2006:

CONSIDERANDO os pronunciamentos contidos no Processo nº 39460/2006: DELIBERAÇÃO CÂMARA DE GRADUAÇÃO Nº 04/2007 Aprova o Regulamento de Estágios Curriculares Obrigatório e não Obrigatório do Curso de Letras Modalidade: Licenciatura Habilitações: Língua Inglesa e Respectivas

Leia mais

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR Título do Projeto: Práticas Profissionais em Gastronomia: Restaurante Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Práticas Profissionais

Leia mais

Estágio Supervisionado Educação Básica - Matemática

Estágio Supervisionado Educação Básica - Matemática Estágio Supervisionado Educação Básica - Matemática Não se pretende que o estágio se configure como algo com finalidade em si mesmo, mas sim que se realize de modo articulado com o restante do curso. Para

Leia mais

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos.

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos. Memo 04/15 Coordenação São Carlos, 26 de Fevereiro de 2015. Orientações Gerais aos Discentes Assunto: Estágio obrigatório e não obrigatório O estágio é regulamentado pela legislação através da LEI DO ESTÁGIO

Leia mais