REVISTA Nº 52 EXPOSIÇÃO ESTREANTES. Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REVISTA Nº 52 EXPOSIÇÃO ESTREANTES. Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores"

Transcrição

1 REVISTA Nº A 24ª EDIÇÃO DO MAIOR EVENTO DE TECNOLOGIA PARA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DA AMÉRICA LATINA JOGA LUZ SOBRE ESTRATÉGIA DIGITAL EM UM MUNDO HIPERCONECTADO EXPOSIÇÃO Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores ESTREANTES Espaço para pequenas e médias empresas e área de fornecedores internacionais têm novos participantes tes

2

3

4 sumário 12 Exposição Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores; conheça tecnologias que ainda não chegaram ao mercado 6 Editorial 8 Artigo: big data Estratégias para um mundo conectado 26 Perfis dos palestrantes 18 Congresso Especialistas explicam como a hiperconectividade está mudando também as relações de consumo e transformando a atuação de instituições financeiras 30 Destaques da programação 33 Patrocinadores e expositores 22 Espaços temáticos O Ciab FEBRABAN oferece condições especiais para que empresas de diversos perfis possam apresentar suas soluções COMISSÃO ORGANIZADORA: PRESIDENTE: Gustavo de Souza Fosse Banco do Brasil. VICE-PRESIDENTE: Keiji Sakai Banco BM&FBovespa. MEMBROS: Adauto Del Fávero HSBC, Armando Corrêa Citibank, Eliane Grotti Borges Caixa Econômica Federal, Jorge Fernando Krug Santos Banrisul, Jorge Luiz Viegas Ramalho Itaú Unibanco, Jorge Vacarini Deutsche Bank, Paulo César Duarte Cherberle Bradesco, Ricardo Shigueaki Nozuma Santander Brasil, Ronei Maranssati Banco do Brasil. DIRETORIA DE EVENTOS: Nair Macedo (diretora), Marcelo Assumpção (gerente de relacionamento), Hilda Nishijima Solera (assessora). DIRETORIA DE POLÍTICAS DE IMAGEM E COMUNICAÇÃO: Pedro Luiz Rodrigues (diretor), Cleide Sanchez Rodriguez (gerente), Danilo Gregório (assessor). DIRETORIA DE POLÍTICAS DE NEGÓCIOS E OPERAÇÕES: Leandro Vilain João (diretor), Nilton César Gratão (assessor), Vitor Lee Harris (assessor). MARKETING: Silvia Fernanda Mazzola (assessora) Revista Ciab FEBRABAN: EDIÇÃO: Danilo Gregório. PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO: Ideia Visual. JORNALISTA RESPONSÁVEL: Cleide Sanchez Rodriguez (MTb ) Esta é uma publicação da Federação Brasileira de Bancos FEBRABAN, Av. Brigadeiro Faria Lima, º andar Torre Norte São Paulo SP Copyright maio. Todos os direitos reservados 4 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

5

6 editorial Gustavo Fosse Diretor Setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN Conecte-se agora O CIAB FEBRABAN CHEGA À SUA 24ª edição. E mais uma vez temos a convicção de estar proporcionando aos seus participantes um panorama dos temas mais atuais envolvendo a tecnologia da informação, particularmente quanto à sua aplicação no setor bancário. Destaque para os canais digitais, como mostra a Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2013: no ano passado, a soma das transações bancárias de internet e mobile banking representaram 47% do total, consolidando-se como os canais mais representativos, mais que a participação conjunta de agências, contact centers e ATMs (37%). Os canais digitais e a mobilidade estão provocando mudanças nas próprias instituições financeiras, que têm como desafio levar os bancos para os diversos ambientes, às casas das pessoas, por exemplo, evoluindo para novas funcionalidades, que permitam ao cliente fazer uma melhor gestão de seus recursos financeiros em um ambiente de comodidade, segurança e rapidez. O Ciab2014 apresenta quase 40 painéis, alguns dos quais tratarão de questões como o cliente no banco digital, a internet das coisas a revolução bancária na era da informação, mobile payments, dinheiro digital, entre outros temas que estão diretamente relacionados ao consumidor. Além, é claro, de trazer para o debate os esforços e inovações de TI para atender esse mundo hiperconectado, como analytics e big data, cloud computing, cyber security, os desafios das telecomunicações, etc. Em uma área de quase 4 mil m², mais de cem expositores de startups e pequenas e médias empresas a grandes companhias escolheram exibir produtos, serviços e soluções inovadores para impressionar uma audiência selecionada de visitantes. Para garantir alta visibilidade em um evento de tamanhas proporções, 18 empresas (até o fechamento desta edição) aceitaram associar suas marcas ao Ciab como patrocinadoras. São elas: Accenture, Capgemini, Cetip, CIP, EMC, HP, IBM, Bull, CNseg, Cisco, Deloitte, Grupo New Space, OKI Brasil, Scopus, Multiplus, Oi, Oracle e Telefônica Vivo. Vale destacar ainda o Espaço Internacional do Ciab FEBRABAN, destinado à exposição de empresas que não têm sede no Brasil, que este ano cresceu 28% em número de empresas expositoras. O avanço, certamente, é consequência da expansão do mercado financeiro brasileiro e da maior atratividade provocada pela Copa do Mundo. Também não poderíamos deixar de lembrar o Espaço Inovação, uma iniciativa da FEBRA- BAN e do Instituto de Tecnologia de Software (ITS) que completa dez anos e, mais uma vez, vai reunir as inovações de startups nacionais. Tanto no congresso como na feira, o Ciab2014 tem muito a mostrar. 6 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

7

8 artigo Big data: estratégias para um mundo conectado Por Paschoal Pipolo* Ao interagirmos com o mundo digital passamos, ainda que inconscientemente, a deixar marcas de quem somos O ADVENTO DA INTERNET FEZ COM que as mais variadas informações, antes só disponíveis sobre personalidades públicas, passassem a existir para um grupo cada vez maior de pessoas, espalhando-se na rede para quem se dispuser a procurá-las. Aplicativos sociais como Facebook, Twitter, Linkedin, Waze, Foursquare, YouTube, TripAdvisor, permitem que nos expressemos livremente e que nossas opiniões possam ser vistas e ouvidas em qualquer lugar do planeta. Ao interagirmos com esse mundo digital passamos, ainda que inconscientemente, a deixar marcas e revelar quem somos, como agimos e como nos posicionamos perante qualquer assunto, permitindo o estabelecimento de conexões em todos os níveis. O que antes era circunscrito ao nosso círculo de relacionamentos como receber indicações de livros, viagens e até caminhos alternativos no trânsito expandiu seus limites de maneira impressionante. Refl ita por um momento: você vai a um restaurante sobre o qual todos os comentários feitos pelos usuários por meio do Foursquare são pouco abonadores? Da mesma forma, você se hospeda num hotel no qual pessoas declaram pelo TripAdvisor não terem recebido um bom serviço? Você não se arrepende de não ter utilizado o Waze quando você se vê preso num congestionamento por causa de um acidente no percurso? Vivemos de modo diferente. E esse nosso novo modo de agir, influenciado por novos aplicativos e viabilizado pelo uso intensivo de redes de comunicação e aparelhos móveis, demanda não só uma enorme capacidade de armazenamento dessas informações, como também uma contrapartida em velocidade de processamento. Dados são gerados por diversas fontes a uma velocidade impressionante, sendo que alguns ainda precisam ser analisados em tempo real para se transformarem em informação. Além disso, precisamos lidar com uma variedade muito grande de tipos de dados e formatos para representá-los. Na casa dos bilhões Para se ter uma dimensão do momento de transição pelo qual estamos passando, em termos do crescimento de volumes de dados, está previsto que ao fim de 2014 teremos atingido 7 bilhões de celulares mes- 8 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

9 artigo mo número de habitantes do planeta e 2,1 bilhões de assinantes de internet móvel, segundo dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT). Tablets, que hoje já superam as vendas dos computadores pessoais (PCs), são utilizados por 34% dos adultos, facilitando ainda mais a criação e o compartilhamento de informações nas redes sociais. Diariamente, por meio desses dispositivos e conexões, compartilhamos 30 bilhões de informações, 10 bilhões da quais relativas a novas mensagens no Facebook e 500 milhões de tweets. O último dado reportado pelo Facebook em novembro de 2013 dá conta de uma base de dados de 300 petabytes, contendo 250 bilhões de fotos e 350 milhões uplodas por dia. Não podemos nos esquecer também de que outra revolução está a caminho: a internet das coisas, em que os objetos, animais ou pessoas poderão ser equipados com identificadores únicos com a capacidade de transferir automaticamente os dados entre si e pela rede. Nesse cenário, a quantidade de conexões vai crescer de maneira exponencial frente à comunicação máquina a máquina (M2M) e máquina a pessoa (M2P), alavancada pela popularização de sensores em aplicações diversas. Essa mudança de paradigma está transformando o cenário das empresas no que diz respeito a velocidade, variedade e volumes de criação de dados e a necessidade de se incorporá-los à tomada de decisão. O volume de dados não estruturados supera largamente o de dados estruturados que as empresas se acostumaram a processar. Extrair valor deste big data o grande universo de dados criado pelas transações e compartilhamentos de informações para aumentar a competitividade das empresas, ao mesmo tempo em que proporciona diferenciação num mercado saturado de produtos similares, requer soluções específicas. Neste contexto, torna-se extremamente relevante o uso de analytics, um conjunto de técnicas sofisticadas de análise quantitativa e estatística aliada ao uso de modelos preditivos. BA e BI A aplicação dessas técnicas ao negócio concentra-se no desenvolvimento de insights a partir de uma análise detalhada da performance passada e da atual, o que permite planejamento e posicionamento de mercado substancialmen- Pipolo: O volume de dados não estruturados supera largamente o de dados estruturados que as empresas se acostumaram a processar junho de 2014 revista Ciab FEBRABAN 9

10 artigo te superiores. Assim, enquanto o conjunto de business intelligence nos ajuda a entender o que aconteceu, com que frequência, qual o problema e ações necessárias, o business analytics dá um passo adicional ao propor a identificação dos motivos pelos quais as coisas acontecem, confirmar se é uma tendência e prever o que vai ocorrer, possibilitando planejamentos muito mais efetivos. É importante ressaltar que analytics tanto pode ser utilizada como input para a tomada de decisão manual como alimentar sistemas automatizados de decisão, alcançando níveis mais altos de automação e consequente redução de custos. Outra adição importante à capacidade de entender e interpretar as muitas conexões e dados associados ao big data está presente numa categoria relevante de novas ferramentas denominada visualização. Seguindo a máxima de que uma imagem vale mais do que mil palavras, novos softwares, como por exemplo, o tableau, tornam possível que as próprias áreas de negócio atuem desde a descoberta e exploração visual de padrões até a identificação de relacionamentos, de maneira eficiente e sem necessidade de programação. Reconhecendo a relevância desse tema, a Deloitte mantém em Washington DC o Deloitte Analytics HIVE - Highly Immersive Visual Environment um centro de pesquisa, desenvolvimento e tecnologia que reúne uma ampla gama das mais recentes tecnologias para análise de dados. O assunto em questão também gera polêmica quanto às regras e os limites para utilização do big data vis-à-vis os riscos relacionados à perda de privacidade. Aqui muitas das discussões ainda têm sido muito mais emocionais do que racionais ao se contrapor pessoas geradoras de informação e instituições que fazem uso do dados. No estudo publicado recentemente pela Deloitte The Personalized and the Personal, os autores James Guszcza, David Schweidel e Shantanu Dutta jogam uma luz sobre esse tema ao trazerem análises relacionadas à inovação socialmente responsável por meio do big data. Uma interessante constatação é a de que indivíduos e órgãos reguladores raramente serão contrários à inovação no uso de dados se, na essência, perceberem que existe uma relação satisfatória entre a perda de privacidade e o que se está recebendo em troca. Dois exemplos típicos dessa situação já estão consolidados no mercado: os serviços gratuitos de e os cartões fidelidade de lojas, postos e supermercados. No primeiro caso, a aceitação do serviço de gratuito ocorre mesmo sabendo que esses s podem ter seu texto minerado para permitir a colocação de anúncios direcionados, enquanto no segundo permitimos que nossos hábitos de consumo sejam conhecidos e utilizados em troca de descontos e ofertas personalizadas. Em ambos, falamos de modelos de negócio bem estabelecidos e que não sofrem nenhum tipo de questionamento, seja da mídia ou dos órgãos reguladores. Os exemplos mostram um caminho possível e responsável para exploração de inovações relacionadas ao big data: basta que sejamos capazes de garantir o equilíbrio entre o fornecedor das informações e quem faz uso delas. Agora, cabe a nós pavimentarmos esse caminho, definindo as melhores estratégias de negócio com foco no cliente e criando inovações que nos tornem ainda mais adaptados a esse novo mundo conectado. * Paschoal Pipolo é diretor da área de Consultoria para a área financeira e especialista em Tecnologia da Informação da Deloitte. 10 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

11

12 exposição Para ver e sentir Andar pelos corredores da exposição do Ciab é como ter uma visão privilegiada do futuro próximo dos serviços financeiros com a vantagem de poder provar de verdade tecnologias que ainda nem chegaram ao mercado NO ANO PASSADO, A HESS Latam demonstrou pela primeira vez no Ciab FEBRABAN um terminal de autoatendimento para câmbio, capaz de trocar cédulas de moeda estrangeira por reais. Hoje, um exemplar desse modelo de ATMs funciona normalmente no Aeroporto Internacional do Recife (PE), em parceria com uma corretora de câmbio, e a HESS negocia com outras instituições financeiras o fornecimento do produto. A empresa promete fazer uma apresentação bem mais interativa desse mesmo caixa eletrônico no Ciab 2014, para que, desta vez, os visitantes possam não só observar, como de fato trocar dólares ou euros por reais. Segundo André Salvador, gerente comercial da HESS, a ideia é fisgar principalmente o interesse de estrangeiros, cuja presença no evento tende ser maior neste ano por causa da Copa do Mundo. De ATMs a soluções de software para operações de back-office, não faltam novidades tecnológicas para o mundo financeiro nos corredores da área de exposição do Ciab. Muitas ainda nem chegaram oficialmente ao mercado e usam o maior evento de tecnologia da América Latina para instituições financeiras para testar o apetite dos clientes corporativos. A plateia, claro, impõe respeito. Em 2013, pessoas percorreram os pavilhões do Ciab no Transamerica Expo Center, centro de convenções localizado em São Paulo. Quase 30% do público é formado por tomadores de decisão, presidentes executivos (CEOs, na sigla em inglês), executivos de tecnologia (CIOs), diretores e superintendentes. Conteúdo importa Para garantir alta visibilidade em um evento de tamanhas proporções, 18 instituições (até o fechamento desta edição) aceitaram associar suas marcas ao Ciab como patrocinadoras. Além disso, são mais de cem expositores de startups e pequenas e médias empresas a grandes companhias que escolheram exibir produtos, serviços e soluções inovadores para impressionar essa audiência selecionada. Para os expositores, a preocupação com o conteúdo e as mensagens transmitidas pelo evento não é em vão, já que o Ciab, ressalte- -se, não é apenas uma feira de tecnologia, mas também um congresso com uma riquíssima 12 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

13 exposição programação de palestras e painéis sobre as últimas tendências em tecnologia para o setor financeiro e o empresarial como um todo. Como uma das patrocinadoras do evento, a Accenture, consultoria global de gestão, serviços de tecnologia e outsourcing planeja explorar estudos e conteúdos relacionados a um mundo cada vez mais conectado, o que inclui experiência digital dos clientes, pagamentos móveis, casos de sucesso de bancos internacionais, entre outros assuntos. A característica do Ciab de aliar conhecimento à realidade da indústria é valorizada por Paulo Kurpan, superintendente da Central de Serviços (CESER) da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg). Na sua avaliação, a edição deste ano, que abordará novas estratégias digitais, marca uma tendência que o setor de seguros não poderia ignorar: a adaptação do mundo corporativo à realidade virtual. O engajamento em relação à qualificação cada vez maior das operações financeiras é compromisso da entidade, e se mostra fundamental no atual cenário de constantes transformações tecnológicas, diz Kurpan. A realização anual do Ciab é importante para o debate e a apresentação de tecnologias focadas em inovação e segurança do sistema financeiro, valores fundamentais compartilhados pela Cetip, acrescenta o diretor executivo comercial e de produtos da unidade de títulos e valores mobiliários e de marketing e comunicação da Cetip, Carlos Ratto. Em todas as edições do Ciab de que participamos, pudemos colaborar com a discussão sobre efi- junho de 2014 revista Ciab FEBRABAN 13

14 exposição ciência para o setor financeiro e compreender ainda mais as necessidades de infraestrutura deste mercado, representado pelos participantes que tradicionalmente acompanham o evento, completa Ratto. Conhecendo o cliente A OKI Brasil, resultado da parceira da OKI Electric Japan e da Itautec, orgulha-se de fazer parte do Ciab desde sua primeira edição (antes sob o nome Itautec), em Como sempre, a qualidade e a experiência dos participantes fazem desse evento uma importante ferramenta de debates de tendências e levantamento nas necessidades reais do setor, contribuindo sobremaneira para a convergência de esforços na busca de soluções efetivas que tragam valor agregado perceptível não só aos bancos, como também a seus clientes, afirma Wilton Ruas, vice-presidente de automações da OKI Brasil. No Ciab deste ano, a companhia pretende enfatizar produtos e conceitos do uso da reciclagem de dinheiro e seus benefícios para a melhoria operacional, redução de custos e aumento de segurança. O maior benefício propiciado pelo evento é a proximidade dos nossos profissionais com os clientes do segmento financeiro, pois assim, conseguimos ter uma visão integral de suas necessidades, como os principais objetivos, novos projetos e processos a serem aprimorados, diz José Ricardo Munhoz, diretor da Bull, outra provedora de soluções de TI veterana em edições do Ciab: está é a 22ª. Na prateleira montada no Ciab de 2014, o objetivo é apresentar soluções de eficiência operacional, desmaterialização de documentos, prevenção a fraudes (documental, ideológica, transacional e interna), conferência de assinaturas por imagem, entre outros, além de toda a linha de produtos de propriedade intelectual da própria Bull (segurança da informação, infraestrutura e cloud computing). Mais recente na história do Ciab, estreando em 2012, o Grupo New Space também já criou forte vínculo com o evento e integra o time de patrocinadores pelo segundo ano consecutivo. Participar do Ciab tem um valor muito representativo para qualquer empresa e pessoa que milita no ramo da tecnologia, diz Emilio Cominato, presidente da empresa. Neste ano, o grupo quer destacar suas soluções para segurança, área em que investiu mais recentemente por meio da aquisição de uma empresa especializada. Como trabalhamos muito com BPO (terceirização de processos) na área de crédito, a necessidade de auxiliar nossos clientes na prevenção a fraudes é muito importante, explica o executivo. Mundo móvel Procura aplicações que mexem diretamente no dia a dia do consumidor final? Um dos temas mais palpitantes é o da mobilidade, popular também entre os expositores do Ciab. A desenvolvedora Scopus é uma das que apostam nesse segmento. No ano passado, levou uma solução para saques em ATMs usando a tecnologia de near field communication (NFC, algo como comunicação por aproximação) presente nos smartphones de última geração. Neste ano, projetos voltados à carteira eletrônica continuam no foco. Um exemplo é um aplicativo que permite localizar restaurantes credenciados a uma rede de benefícios. No Ciab, temos esse viés de mostrar uma série de soluções em que estamos trabalhando na vanguarda, diz Mauro Cremm, superintendente executivo da Scopus Tecnologia. Outra temática bastante pelo fornecedores de tecnologia é a eficiência operacional. Entre as tecnologias desenvolvidas pela P3Image, 14 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

15

16 exposição Marcelo Araújo, diretor da empresa, destaca atributos como segurança e agilidade nas solicitações de documentos, a gestão documental específica para Fundos de Investimentos de Direitos Creditórios (FIDCs) e funções diversificadas no portal All Store, que, além da consulta online de todas as certificações, permite a criação de relatórios e uma série de funcionalidades para facilitar o dia a dia das instituições financeiras. Estamos com crescimento médio de 50% ao ano e o setor financeiro representa grande fatia para esta rápida expansão, revela Araújo. No estande da Agility Networks, os visitantes poderão conhecer e se atualizar sobre as soluções da marca para gestão de entrega de aplicações, podendo assim melhorar o desempenho e a segurança dessa atividade, independentemente do tipo de conexão e dispositivo do usuário, além de distribuir a carga dinamicamente entre data centers, servidores e links de comunicação. A Agility Networks apresentará no Ciab as soluções de segurança que permitem que bancos, seguradoras e corretoras reforcem suas barreiras de proteção, fazendo uso das últimas inovações da área e colocando- -se um passo à frente dos ataques, diz Carlos Teixeira, diretor executivo da empresa. A era da hiperconetividade, naturalmente, não poderia fi car de fora da exposição. Um dos destaques da Spread Tecnologia é um conjunto de soluções baseado em inteligência artificial. Em parceria com a ITyx, a empresa fornece tecnologias que absorvem o comportamento dos funcionários durante o processamento de comunicação digital e passam automaticamente a responder chats, s, SMS e redes sociais. As ferramentas não se limitam ao roteamento de processos, contatos e diálogos, mas também reconhecem e compreendem o seu conteúdo. Contando sua história Em 2013, a Resource IT Solutions conseguiu fechar importantes contratos no Ciab, revela o vice-presidente comercial da empresa, Solemar Andrade. Para aproveitar ao máximo a aproximação com o setor fi - nanceiro durante o evento, a Resource, além de promover seu portfólio para as áreas de computação em nuvem e business analytics, por exemplo, também divulga sua expansão internacional. Em abril, entrou em operação uma unidade da empresa no Vale do Silício, o eldorado high-tech da Califórnia. A proposta é buscar ainda mais inspiração para desenvolver, lançar e implementar soluções que possam continuar a superar as expectativas de seus clientes, diz Andrade. Inicialmente, a equipe que está à frente da unidade tem como missão identifi car e propor inovações que tenham aplicação no mercado latino-americano. Ciente da representatividade do Ciab, no qual assegura seu espaço há dez anos, a TOTVS aproveita a edição de 2014 para comunicar oficialmente ao mercado a conclusão do desenvolvimento de sua nova plataforma para gestão de fundos de investimentos. Desenvolvida ao longo dos últimos cinco anos, a solução traz diversas melhorias em relação à atual solução da TOTVS, tanto no aspecto tecnológico quanto funcional. Avançou em usabilidade, otimização de processos de negócios e performance de processamento. Como a solução foi desenvolvida em Java, a partir de agora é possível o uso em mainframes. A plataforma atual da TOTVS já participa do processamento de 75% dos fundos de investimento do País, de acordo com David Terra, diretor do segmento de serviços financeiros da provedora de software de gestão empresarial. 16 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

17

18 Conexão permanente Por Kátia Arima e Felipe Falleti Avanço das redes móveis, centrais de dados e dos dispositivos para conexão à web já mudaram o estilo de vida e o comportamento das pessoas no mundo todo. No Ciab FEBRABAN 2014, especialistas explicam como a hiperconectividade está mudando também as relações de consumo e transformando a atuação de instituições financeiras QUANDO STEVE WOZNIAK CRIOU O Apple I, primeiro computador pessoal do mundo, em 1976, projetou uma máquina que pudesse realizar cálculos, executar games quando plugada a uma TV e armazenar dados, como arquivos de textos, em formato digital. O fato de seu sócio e cofundador da Apple, Steve Jobs, vender 400 unidades do modelo a um lojista de Palo Alto, na Califórnia, mais deu dores de cabeça que alegrias a Wozniak. Fazíamos aquilo artesanalmente e Jobs não tinha ideia da complexidade do trabalho ao comprometer-se com uma produção de 400 peças, diria décadas depois ao biógrafo de seu ex-sócio, Walter Isaacson. Na hora em que subir no palco do Ciab, em São Paulo, no dia 4 de junho de 2014, quase 38 anos depois de produzir com as próprias mãos seu computador pessoal, Wozniak vai discorrer sobre um mundo radicalmente alterado, em parte, por sua invenção pioneira, mas também por avanços que mal poderia sonhar nos anos Como imaginar, lá atrás, dispositivos móveis (ou vestíveis ) conectados a redes de telefonia celular de quarta geração, trafegando dezenas de megabits por segundo e consultando dados armazenados em centrais tão poderosas que são capazes de nos oferecer dados sem que sequer os tenhamos solicitado? É o que faz a Siri, assistente de voz dos iphones que informa sobre o trânsito entre sua casa e o trabalho ou, ainda, lê s de seu chefe enquanto você prepara o café da manhã. Também sob o ponto de vista do acesso à tecnologia, a mudança é radical: há hoje 6,5 bilhões de dispositivos com acesso à web em um mundo com 7 bilhões de habitantes, segundo a consultoria IDC. Não é à toa que o tema central do Ciab deste ano é Estratégia Digital no mundo hiperconectado. De acordo com Gustavo Tamaki, gerente de virtualização da EMC, a possibilidade de estarmos permanentemente conectados e acessando informações que nos são contextualmente úteis como o limite de crédito disponível na hora de fazer uma compra à vista ou, ainda, quanto tempo levará a viagem de sua casa até o aeroporto, por exemplo só é possível, graças à integração de diferentes tecnologias consolidadas há pouquíssimo tempo. Entre elas, estão o desenvolvimento de aplicações em nuvem, a fabricação de gadgets móveis com alto poder de processamento e, claro, o fenômeno do big data, que permite a análise de um grande volume de informações em tempo real. O comportamento das pessoas mudou 18 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

19 após a integração dessas tecnologias e o modo como as companhias fazem negócios também se transformou para sempre, afirma Tamaki. Nuvem de dados Exemplos disso são o surgimento de grandes companhias de internet, como o Facebook e startups de aplicações móveis, como o serviço de mapas Waze ou o aplicativo de mensagens WhatsApp os dois últimos negócios vendidos por alguns bilhões de dólares por seus criadores. Esses serviços de software, que mantêm os jovens consumidores com os olhos vidrados em seus smartphones longas horas a cada dia, seriam inimagináveis sem a infraestrutura de nuvem e big data a lhes oferecer suporte. Para Roy Mantelarc, professor de economia digital da Universidade de São Paulo (USP), o fenômeno da hiperconectividade pode ser compreendido como uma nova etapa do processo de revolução industrial e deve transformar a atuação das companhias de varejo e serviços, incluindo o setor financeiro, ao longo dos próximos anos. A partir do momento em que o deslocamento geográfico, as transações financeiras e os dados compartilhados com amigos deixam rastros digitais que podem ser acessados e analisados em massa, passa a existir subsídio para ofertas totalmente inovadoras de serviços aos consumidores que, por estarem hiperconectados, poderão se relacionar com fornecedores e prestadores de serviço em tempo real, com um toque sobre a tela sensível ou um comando de voz, afirma o pesquisador da USP. Na avaliação de Mantelarc, a primeira indústria a se beneficiar desses fenômenos foi a publicidade, que passou a ser muito mais específica. Griggs Candler, o empresário que tornou a Coca-Cola uma marca global, costumava dizer que 50% do dinheiro que investia em marketing era inútil. Apesar disso, ele continuava gastando dinheiro inutilmente porque não tinha como saber qual era a metade que lhe traria resultados, diz o professor da USP. Com o surgimento das ferramentas de coleta, armazenamento e análise de dados é possível saber com precisão o que cada consumidor precisa e que dado faz sentido para ele em cada momento, o que mudou a forma de planejar investimentos em marketing. Análise eficiente Para as empresas do setor financeiro, faz toda a diferença saber o comportamento de seus clientes, suas necessidades e desejos de cur- junho de 2014 revista Ciab FEBRABAN 19

20 to, médio e longo prazos. Para Sérgio Losa, diretor de analytics da IBM no Brasil, ter acesso a essas informações e analisá-las corretamente permitirá às empresas de todos os setores, especialmente as companhias do setor financeiro. melhorar sua eficiência nos próximos anos. Embora muitas ferramentas já estejam disponíveis, por diversas razões que incluem até uma certa resistência cultural dos gestores, ainda há casos em que as empresas perdem clientes por não conseguirem entender suas necessidades básicas, o que poderia ser revertido se soubessem coletar e analisar seus dados, afirma Losa. Um exemplo já vivenciado por qualquer consumidor é ligar para um call center e precisar relatar, inúmeras vezes, seu problema, sem encontrar ninguém que possa efetivamente ajudá-lo. Se a empresa em questão soubesse analisar as informações de seus consumidores, poderia se antecipar à reclamação, ligar para o cliente e oferecer uma solução que resolvesse sua necessidade. Em um futuro próximo, quem não agir assim perderá competitividade no mercado, diz o diretor da IBM. Segundo Loza, é provável que as empresas do setor financeiro e de seguros liderem esses processos nos próximos anos, em função de sua maior capacidade de investimento em novas tecnologias. Computação cognitiva Um dos desdobramentos da evolução desses serviços tende a acontecer quando as máquinas tiverem a capacidade de aprender e tomar suas próprias decisões, o que pode ser considerado um segundo passo do big data. É o que se tem chamado de computação cognitiva ou deep learning, tema da palestra de Mike Rhodin, cientista da IBM no Ciab Essa tecnologia é a que permitirá, por exemplo, o desenvolvimento de carros autônomos, aqueles capazes de analisar as informações de trânsito e condições das rodovias para se moverem sem o comando do motorista. No caso das instituições financeiras, uma máquina que aprenda por si só poderá propor novos e mais eficazes modelos para analisar riscos com base no comportamento de um segurado ou, ainda, oferecer juros mais baixos a consumidores que, em uma análise rica de dados, demonstre potencial decrescente de inadimplência. Imagine o impacto que analisar dados de forma mais inteligente não terá na redução de fraudes ou no cálculo mais preciso dos riscos envolvidos em uma apólice de seguros, diz o executivo. Em um mercado emergente como o Brasil, com carências de infraestrutura como banda larga eficiente e redes móveis de quarta geração, o salto tecnológico oferecido pelos serviços de hiperconectividade pode demorar um pouco, se comparado aos mercados mais avançados, como Japão, Estados Unidos ou Coreia do Sul. Mesmo assim, especialistas como Tamaki avaliam que é uma questão de tempo sua introdução em toda a indústria global. Naturalmente, as empresas que se movimentarem antes para tirar proveito dessas novas tecnologias terão diferenciais competitivos, diz o gerente de virtualização da EMC. Quando criou o Apple I, Wozniak não poderia prever que a empresa que estava fundando terminaria por apresentar ao mundo também os iphones e ipads. Mas, certamente, Wozniak sabia que a evolução da tecnologia só se aceleraria dali para frente. Nesse sentido, 2014 não difere muito de 1976: com mais pessoas conectadas, a única certeza é que a inovação vai se acelerar progressivamente, afetando todos os setores da economia. 20 revista Ciab FEBRABAN junho de 2014

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

REVISTA Nº 52 EXPOSIÇÃO ESTREANTES. Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores

REVISTA Nº 52 EXPOSIÇÃO ESTREANTES. Mais de cem expositores apresentam hardware, software, soluções e serviços inovadores REVISTA Nº 52 2014 A 24ª EDIÇÃO DO MAIOR EVENTO DE TECNOLOGIA PARA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DA AMÉRICA LATINA JOGA LUZ SOBRE ESTRATÉGIA DIGITAL EM UM MUNDO HIPERCONECTADO 2014 EXPOSIÇÃO Mais de cem expositores

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO 01. O QUE É? O Curso de Desenvolvimento de Websites é um curso de graduação tecnológica de nível superior com duração de dois anos e meio. Este curso permite a continuidade dos estudos em nível de bacharelado

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

Universo Online S.A 1

Universo Online S.A 1 Universo Online S.A 1 1. Sobre o UOL HOST O UOL HOST é uma empresa de hospedagem e serviços web do Grupo UOL e conta com a experiência de mais de 15 anos da marca sinônimo de internet no Brasil. Criado

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra:

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra: MBA Pós - Graduação QUEM SOMOS Para pessoas que têm como objetivo de vida atuar local e globalmente, ser empreendedoras, conectadas e bem posicionadas no mercado, proporcionamos uma formação de excelência,

Leia mais

Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil

Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil A parceria estratégica global estabelecida entre a Capgemini e a EMC acelera o desenvolvimento e o fornecimento de soluções de última geração

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação Objetivo da Aula Tecnologia e as Organizações, importância dos sistemas de informação e níveis de atuação dos sistemas de informação Organizações & Tecnologia TECNOLOGIA A razão e a capacidade do homem

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Terceira aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com Maio -2013 Governança

Leia mais

Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco.

Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco. Este documento foi classificado pelo Bradesco Dia & Noite e o acesso está autorizado, exclusivamente, a colaboradores da Organização Bradesco. Fatores que contribuem para conectar os Clientes na Era Digital

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking Perspectivas, impactos e desafios Nilton Omura (nilton.omura@br.ey.com) Abril, 2012 As condições estruturais para viabilizar a massificação de smartphones e tablets no Brasil estão criadas, e irão transformar

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 10 Fato Real A batalha pelos dados Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative

Leia mais

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL DAS AMÉRICAS Washington D. C - março 2014 NOME CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA TEMA PALAVRAS-CHAVE REDE SOCIAL EMPRESARIAL : CONNECT AMERICAS PRÁTICA INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Itaú Unibanco Banco Digital Pedro Donati

Itaú Unibanco Banco Digital Pedro Donati Itaú Unibanco Banco Digital Pedro Donati Agenda Evolução digital Construindo um banco digital Evolução digital 90% dos dados de hoje foram criados apenas nos dois últimos anos 10% de todas as fotos do

Leia mais

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Rápido, Fácil e Barato! TEMPOS DE CRISE REQUEREM PRAGMATISMO E SOLUÇÕES

Leia mais

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Maximize o desempenho das suas instalações Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Sua empresa oferece um ambiente de trabalho com instalações eficientes e de qualidade? Como você consegue otimizar

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO A tecnologia ocupa papel de destaque no atual cenário socioeconômico mundial, presente em todos os setores e atividades econômicas. Essa revolução transformou o mundo

Leia mais

Introdução. A Internet de Todas as Coisas está pronta para gerar pelo menos US$ 613 bilhões em lucros empresariais mundiais no. ano de 2013.

Introdução. A Internet de Todas as Coisas está pronta para gerar pelo menos US$ 613 bilhões em lucros empresariais mundiais no. ano de 2013. Internet de Todas as Coisas (IoE). 10 principais descobertas da Pesquisa Índice de valor da IoE da Cisco com 7.500 responsáveis pela tomada de decisão em 12 países Joseph Bradley Jeff Loucks Andy Noronha

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Estratégia de TI Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio 2011 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Quantidade de Profissionais e Empresas participantes nos eventos de 2011

Quantidade de Profissionais e Empresas participantes nos eventos de 2011 calendário virtualização auditoria de ti monitoração segurança da informação sustentabilidade riscos governança cloud computing planejamento estratégico saas compliance gestão de processos As organizações

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Como sua empresa pode

Como sua empresa pode Como sua empresa pode [ O guia de segmentação por IP ] Tecnologia de Inteligência de IP e de geolocalização O método de encontrar a localização física e geográfica de um usuário com base unicamente em

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? As ofertas de cloud pública proliferaram e a cloud privada popularizou-se. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista. Guia de Profissões - Tecnologia. Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi

1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista. Guia de Profissões - Tecnologia. Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi 1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista Guia de Profissões - Tecnologia Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi Breve Currículo Marcelo Pereira Bergamaschi -> Bergamaschi Bacharelado em

Leia mais

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise

Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise CUSTOMER SUCCESS STORY Dezembro 2013 Dataprev Aumenta a Eficiência na Entrega de Projetos em 40% com CA Clarity on Premise PERFIL DO CLIENTE Indústria: Setor público Companhia: Dataprev Empregados: 3.000+

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

Horizons. O impacto financeiro da consumerização de TI As 10 principais percepções do Cisco IBSG Horizons Study. Introdução

Horizons. O impacto financeiro da consumerização de TI As 10 principais percepções do Cisco IBSG Horizons Study. Introdução O impacto financeiro da consumerização de TI As 10 principais percepções do Study Jeff Loucks/Richard Medcalf Lauren Buckalew/Fabio Faria O número de dispositivos de consumerização de TI nos seis países

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Daniel Pfannemüller Superintendente do Instituto Educacional BM&FBOVESPA Mar/2015 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE

NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE NÃO DEIXE A FRAUDE ON-LINE ATRAPALHAR SEUS NEGÓCIOS SIMPLIFIQUE A GESTÃO DE PAGAMENTO WWW.CYBERSOURCE.COM BRASIL@CYBERSOURCE.COM COMO SER MAIS EFICIENTE, RÁPIDO E SEGURO PARA QUE OS CLIENTES PREFIRAM COMPRAR

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

Visão global, especialização local Consultoria para a indústria financeira

Visão global, especialização local Consultoria para a indústria financeira Visão global, especialização local Consultoria para a indústria financeira Como uma das empresas líderes em serviços profissionais no Brasil, a Deloitte entende de maneira única os desafios enfrentados

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Fontoura SOLUÇÕES CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CATÁLOGO DE

Fontoura SOLUÇÕES CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO CATÁLOGO DE 96 CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fontoura e d u c a t i o n Empresa de Consultoria e Auditoria em TIC e implantação das melhores práticas em Governança, Risco e Compliance. Avaliação

Leia mais

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina Blois, Marlene Montezi e-mail: mmblois@univir.br Niskier, Celso e-mail: cniskier@unicarioca.edu.br

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

Tradição, pioneirismo e credibilidade.

Tradição, pioneirismo e credibilidade. Tradição, pioneirismo e credibilidade. A Converge Comunicações desenvolve serviços convergentes com foco em novas tecnologias, soluções e tendências. Nosso portfólio inclui a organização de feiras, congressos

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO BM&FBOVESPA A BM&FBOVESPA é muito mais do que um espaço de negociação: lista empresas e fundos; realiza negociação de ações, títulos, contratos derivativos; divulga cotações; produz índices de mercado;

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

TIC em Grandes Eventos - Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

TIC em Grandes Eventos - Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. TIC em Grandes Eventos - Brasil Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. As Mega Tendências de TI no Brasil para 2011 se aplicam também para a Copa Consolidação,

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações 24 de Março de 2011 As exigências de infraestrutura de TIC para a Copa do Mundo e Olimpíada no Brasil Desafios e Oportunidades na construção do IBC. A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

Leia mais

Educação além dos limites da sala de aula

Educação além dos limites da sala de aula Educação além dos limites da sala de aula Como a Brightspace passou a fazer parte da vida de 20.000 alunos da Universidade Tiradentes Visão Geral Com mais de 50 anos de tradição e reconhecido pioneirismo

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

Seguros em um mundo conectado. As novas gerações e as novas formas de negócio

Seguros em um mundo conectado. As novas gerações e as novas formas de negócio Seguros em um mundo conectado As novas gerações e as novas formas de negócio A IBM realiza investimentos significativos em pesquisa e desenvolvimento para trazer pensamento inovador IBM Industry Models

Leia mais

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com SUMÁRIO Introdução... 4 Nuvem pública: quando ela é ideal... 9 Nuvem privada: quando utilizá-la... 12 Alternativas de sistemas

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

Itaú Unibanco Holding S.A. APIMEC 2012 APIMEC 2012

Itaú Unibanco Holding S.A. APIMEC 2012 APIMEC 2012 Itaú Unibanco / Desafios novo perfil do cliente Ambiente Regulatório Controle de Riscos Alto Volume de Informações Agilidade Desafios Qualidade Disponibilidade Internacionalização 2 Infraestrutura e Operações

Leia mais

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS CIAB FEBRABAN 2015 25 Anos XXV Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras Transamérica Expo Center 16 a 18 Junho de 2015 INTRODUÇÃO O ITS com apoio da FEBRABAN organizará,

Leia mais

Porque Educação Executiva Insper

Porque Educação Executiva Insper 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial Sumário executivo À medida que as organizações competem e crescem em uma economia global dinâmica, um novo conjunto de pontos cruciais

Leia mais

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara

As Novas Profissões em Computação. Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara As Novas Profissões em Integrantes Eder Leão Leonardo Jorente Rafael Stéfano Vinícius Akihiro Kuwabara Tópicos Contextualização Novas Profissões Impacto Conclusões Referências Contextualização (Histórico

Leia mais

É viável terceirizar o ambiente de backup de dados?

É viável terceirizar o ambiente de backup de dados? É viável terceirizar o ambiente de backup de dados? Na era da informação, o próprio nome sugere que o ativo mais valioso da organização são os dados que geram as informações. Em alguns casos esses dados

Leia mais

Somos uma agência de soluções online, especializada em marketing digital e inovações.

Somos uma agência de soluções online, especializada em marketing digital e inovações. Somos uma agência de soluções online, especializada em marketing digital e inovações. Nós criamos marcas, desenvolvemos estratégias, produzimos conteúdo, além de cuidar do posicionamento estratégico da

Leia mais

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Geral Executiva Nome da Suzano Papel e Celulose Indústria Papel e celulose Produtos e Serviços Celulose de eucalipto,

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014

IT SERVICES. 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014 IT SERVICES 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Rio de Janeiro -RJ 13/02/2014 TEMA DA PALESTRA: Desafios da Gestão de TI no Mercado Jurídico

Leia mais

Adicionando valor na produção

Adicionando valor na produção Adicionando valor na produção Em um mercado global altamente competitivo e em constantes transformações, a otimização do resultado dos processos de produção é fundamental. Pressões ambientais e de custo,

Leia mais