DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2007

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2007"

Transcrição

1 DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2007 Título e Mês da recepção do Projeto pela CPGPE Despacho Final da Presidência CPGPE ou Curso de Graduação JANEIRO / 07 Justiça e Paz CPGPE FEVEREIRO / 07 Fisioterapia Gerontológica: melhoria da qualidade de vida Fisioterapia MARÇO / 07 Ação Mulher CPGPE ABRIL / 07 II Encontro de hipertensos e diabéticos da UBS Nova Esperança Enfermagem ABRIL / 07 Aprimoramento Profissional em Osteopatia e Curso de Mobilização Neural Fisioterapia

2 MAIO/07 V Semana de Enfermagem: A enfermagem em busca da Interdisciplinaridade Enfermagem MAIO/07 - FACIEPI Medicina MAIO/07 Dia Mundial da luta contra o Tabagismo CPGPE MAIO/2007 Forma Cidadãos CPGPE Maio/2007 Atualização em Urgência e Emergência Médica nas Unidades Hospitalares CPGPE MAIO/2007 AutoCad 2D e 3D CPGPE JUNHO/2007 Centro de Psicologia Aplicada (Clínica-Escola) Psicologia JUNHO/2007 Núcleo de Psicologia do Desenvolvimento da Aprendizagem Psicologia

3 JUNHO/2007 Capacitação dos profissionais responsáveis pelas Farmácias das Unidades Básicas de Saúde do município de Cacoal Farmácia e Bioquímica JUNHO / 2007 Atenção farmacêutica em Unidade Básica de Saúde Farmácia e Bioquímica JUNHO/2007 Criança Cidadã II Farmácia e Bioquímica e Enfermagem JUNHO/2007 Divulgação dos cursos da Facimed e Cetec na EEEFM Josino Brito Todos os Cursos de Graduação JULHO/2007 XX Encontro da Amizade dos Servidores da FUNASA Educação Física AGOSTO/2007 Conscientização ambiental através de peça teatral para crianças do Ensino Fundamental das escolas públicas e particulares de Cacoal Ciências Biológicas

4 AGOSTO/2007 IX Expoac: Avaliação Física dos Peões de Rodeio Educação Física AGOSTO/2007 1º. Encontro Científico da Educação Física e 3ª. Semana da Educação Física Educação Física SETEMBRO/2007 Programa Institucional de Nivelamento: Língua Portuguesa, Matemática, Física ou Química Institucional SETEMBRO/2007 Libras: Língua Brasileira de Sinais CPGPE SETEMBRO/2007 Metodologia Científica CPGPE SETEMBRO/2007 Jogos Abertos de Cacoal Educação Física SETEMBRO/2007 Orientação Vocacional Psicologia

5 SETEMBRO/2007 Implantação de laboratório especializado em feridas crônicas Enfermagem / Medicina SETEMBRO/2007 I Facifarma Farmácia e Bioquímica OUTUBRO/2007 Dia da Responsabilidade Social Facimed NOVEMBRO/2007 IV Simpósio de Iniciação Científica Facimed

6 DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO DESCRIÇÃO DOS CURSOS DE EXTENSÃO Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2007 Número e Título do Projeto S/N Justiça e Paz Resumo e População-Alvo Os juizados especiais de Cacoal, no atendimento às diretrizes traçadas pelo Conselho Nacional de Justiça, projetou uma ação social destinada às cidades de Cacoal e Ministro Andreazza. Tal ação diz respeito a duas questões primordiais: educação jurídica das comunidades e cidadania pela prestação de serviços relacionado à educação geral, cultura, saúde, documentação, esporte e lazer.

7 11/2007 Fisioterapia Gerontológica: melhoria da qualidade de vida O envelhecimento traz consigo o declínio de algumas funções orgânicas do indivíduo, tornando-o alvo de maior vulnerabilidade em relação a alguns tipos de enfermidades. Assim, professores e acadêmicos implementam ações nesse campo, com o intuito de reabilitar e garantir qualidade de vida ao morador idoso do Lar São Camilo em Cacoal, por meio de atendimento fisioterápico calcado em exercícios seja na redução como na prevenção a incapacidades provocadas por diversos tipos de enfermidades. S/N Ação Mulher Desenvolvimento de ações integradoras como forma de propiciar à comunidade externa, especialmente mulheres, um espaço de ação-reflexão acerca das suas conquistas sociais, além de uma série de atividades, tais como: coletas de preventivo, exame de mamas, oficinas e palestras acerca de sexualidade e DST. Menopausa e climatério, utilização de plantas medicinais e sensibilização ambiental, qualidade de vida, auto-imagem, postura e relacionamento com o próprio corpo. 10/2007 II Encontro de hipertensos e diabéticos da UBS Nova Esperança Esclarecimentos à comunidade de Nova Esperança sobre a forma de convívio com a diabete. 12/2007 Aprimoramento Profissional em Osteopatia e Curso de aprimoramento profissional para fisioterapeutas do

8 Curso de Mobilização Neural Estado de Rondônia concomitante a extensão de mobilização neural aberto a profissionais da área e acadêmicos. 16/2007 V Semana de enfermagem: a enfermagem em busca da interdisciplinaridade Qualificação do profissional da Enfermagem em termos de multiprofissionalismo e interdisciplinaridade. 901/07 Atualização em Urgência e Emergência Médica nas Unidades de Hospitalares O atendimento de urgência e emergência funciona hoje como uma desvirtuada porta de entrada ao SUS. Além das urgências, acolhe pacientes desgarrados da atenção primária e está sobrecarregado pela falta de resolutividade nas curtas instâncias da rede assistencial. Paradoxalmente, o atendimento complexo e de risco é feito por profissionais recém-formados e residentes, em geral mal remunerados e não valorizados. 020/07 FACIEPI Laboratório experimental do Curso de Medicina. S/N Forma Cidadãos Fórum de debates institucional sobre questões atinentes às esferas da vida social. 024/07 Dia Mundial da luta contra o Tabagismo Os malefícios do fumo para os indivíduos. O AutoCad é um produto orientado para a criação de projetos

9 17/2007 AutoCad 2D e 3D de qualquer área (engenharia, mecânica, arquitetura, etc), destacando-se a precisão, o rigor e a rapidez de execução quer no ato da criação como na edição. Destacam-se a excelente capacidade de modelação e a representação tradicional. 027/07 Centro de Psicologia Aplicada (Clínica-Escola) A formação do psicólogo requer a associação entre e a teoria e a prática. O Centro é um núcleo que agrega intervenções clínicas junto à comunidade, com a conseqüente realização de estágios supervisionados por parte dos acadêmicos. 026/07 Núcleo de Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Estabelece como diretriz as atividades disciplinares a fim de prevenir e remediar dificuldades de aprendizagem e problemas associados, ampliando-se conhecimentos sobre essa temática, a partir da pesquisa. 899 Capacitação dos profissionais responsáveis pelas farmácias das Unidades Básicas de Saúde do município de Cacoal Orientação farmacêutica na distribuição de medicamentos aos usuários do SUS como forma de diminuição de riscos de PRM. 25/07 Atenção farmacêutica em Unidade Básica de Saúde Assistência farmacêutica enquanto atividade estratégica na atenção à saúde e ação interdisciplinar e multiprofissional, compreendendo: seleção, programação, aquisição, armazenamento, distribuição, controle de qualidade e utilização

10 22/07 Criança Cidadã II Triagem de 600 alunos da Escola Municipal Augustinho Góes com problemas visuais, posteriormente encaminhados para consultas e aquisição gratuita de óculos. Divulgação dos cursos da Facimed e Cetec na EEEFM Josino Brito Feira de Profissões: palestras, oficinas e políticas de apoio à matrícula em cursos de graduação da FACIMED XX Encontro da Amizade dos Servidores da FUNASA Atividades recreativas, lúdicas e esportivas junto a crianças de 0 a 12 anos. 1420/07 Integração Família-Escola Incentivar e capacitar participantes a atuarem no sentido de tornar as relações entre pais e professores mais produtivas, na promoção do desenvolvimento acadêmico e social das crianças, possibilitando à comunidade o exercício da cidadania. 1391/07 IX Expoac: Avaliação Física dos Peões de Rodeio Avaliação e acompanhamento das condições físicas dos peões de rodeio. 26/07 1º. Encontro Científico da Educação Física e 3ª. Semana da Educação Física Apresentação oral de trabalhos científicos, cursos de capacitação, mesas redondas e palestras.

11 23/07 Programa Institucional de Nivelamento: Língua Portuguesa, Matemática, Física ou Química As dificuldades de ensino-aprendizagem dos estudantes do Ensino Médio refletem-se nos cursos de graduação. Para minorá-las, o programa de nivelamento é um dos instrumentos necessários e recomendados. 22/07 Libras: Língua Brasileira de Sinais A necessidade de aprendizagem e domínio de LIBRAS faz-se presente como componente curricular das licenciaturas de graduação. 827/07 Metodologia da Pesquisa Científica Instrumentalização teórica, técnica e crítica para elaboração de projetos de pesquisa, monografias e outros trabalhos acadêmicos para capacitação na apropriação e (re)elaboração do conhecimento nos respectivos cursos de forma interdisciplinar. 17/2007 Jogos Abertos de Cacoal Participação acadêmica da Facimed nos Jogos Abertos do município de Cacoal. S/N - Atendimento Psicoterápico aos acadêmicos e funcionários da Facimed: contextualizações e emergências terapêuticas Atendimento institucional psicopedagógico entre SAPP e Psicologia a acadêmicos e funcionários. S/N - Orientação Vocacional Auxílio a jovens da cidade de Cacoal no processo de escolha da

12 carreira profissional e espaço para estagiários. 1436/07 Implantação de laboratório especializado em feridas crônicas Parceria entre os Cursos de Enfermagem e Medicina para o tratamento especializado de feridas crônicas no espaço ambulatorial Facimed. 1439/07 I Facifarma Encontro do Curso de Farmácia e Bioquímica, destinado a acadêmicos e comunidade, com palestras e mini-cursos de atualização. Parcerias da Equipomed e do Conselho Federal de Farmácia S/N Dia da Responsabilidade Social Programa institucionalizado em dia do ano em que, de acordo com a Associação Brasileira de Mantenedores do Ensino Superior, são prestados serviços às comunidades carentes do Brasil, caracterizando-se como Ensino Responsável. Escolhida uma escola que possua um entorno de carência, todos os cursos de graduação desenvolvem uma série de atividades educacionais e de saúde. S/N IV Simpósio de Iniciação Científica Programa Institucional de Iniciação Científica

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2006

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2006 DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2006 Título e Mês da recepção do Projeto pela CPGPE Despacho Final da Presidência CPGPE ou Curso de Graduação

Leia mais

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2008

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2008 DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2008 Título e Mês da recepção do Projeto pela CPGPE Despacho Final da Presidência CPGPE ou Curso de Graduação

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Educação. Saúde. Fisioterapia. Qualidade de vida. Programa Saúde da Família.

PALAVRAS-CHAVE: Educação. Saúde. Fisioterapia. Qualidade de vida. Programa Saúde da Família. RESUMO DESCRIÇÃO DO FOCO NORTEADOR DAS AÇÕES SOCIAIS REALIZADAS NO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UCB COM ÊNFASE NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE Michelle Guiot Mesquita* e Juliana Veiga Cavalcanti** 1 Este editorial tem

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA EDITAL N.º 002/ 2010. ANEXO III DESCRIÇÃO DOS CARGOS CARGO: 012- Ajudante Geral Requisitos: Conhecimentos gerais na área Atribuições do cargo: Proceder a limpeza

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE 9ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO FINAL

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE 9ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO FINAL 9ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL RELATÓRIO FINAL TEMA CENTRAL Saúde e Qualidade de Vida: Política de Estado e Desenvolvimento DIRETRIZES PROPOSTAS PELAS OFICINAS TEMÁTICAS PARA COLOMBO, BIÊNIO 2007-2009, APROVADAS

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS DA ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE

ESPECIALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS DA ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE ESPECIALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS DA ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE Objetiva ampliar os estudos científicos acerca da Atividade Física e do Exercício Físico, da Saúde Pública e da Saúde Coletiva, instrumentalizando

Leia mais

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I

EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO NÍVEL I EMENTAS DE DISCIPLINAS - BACHARELADO 31157-04 Anatomia Humana NÍVEL I Estudo sobre a estruturação do organismo humano com ênfase nas características morfológicas dos sistemas anatômicos respiratório, cardiovascular,

Leia mais

3.ª SÉRIE MODALIDADE DE OFERTA 00-8658-02 PESQUISA EM PSICOLOGIA 80 0 080 00-8664-03 PROCESSOS GRUPAIS 80 40 120 00-9675-03

3.ª SÉRIE MODALIDADE DE OFERTA 00-8658-02 PESQUISA EM PSICOLOGIA 80 0 080 00-8664-03 PROCESSOS GRUPAIS 80 40 120 00-9675-03 Curso: Graduação: Ênfase: Regime: Duração: PSICOLOGIA MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO / FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO I PSICOLOGIA E PROCESSOS PSICOSSOCIAIS II PSICOLOGIA E PROCESSOS CLÍNICOS SERIADO ANUAL - NOTURNO

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Extensão PROGRAMA DE EXTENSÃO EDITAL 01/2010 O Pró-reitor de Pesquisa, Extensão,

Leia mais

Apoio à Valorização da Diversidade no Acesso e na Permanência na Universidade

Apoio à Valorização da Diversidade no Acesso e na Permanência na Universidade Programa 1377 Educação para a Diversidade e Cidadania Objetivo Combater as desigualdades étnico-racial, de gênero, orientação sexual, geracional, regional e cultural no espaço escolar. Justificativa Público

Leia mais

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA RELATÓRIO DE 2013 Tenho a satisfação de encaminhar-lhe o relatório das atividades realizadas no Centro de Extensão Universitária em 2013. Neste ano participaram 6 faculdades (Direito, Educação, Enfermagem,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR MATUTINO 01 Introdução à informática 02 Matemática instrumental 03 Leitura e produção textual I 1 a Introdução ao curso de Pedagogia e à

Leia mais

PLANO DE AULA. DELIBERATO, P. Fisioterapia. Preventiva. São Paulo: Manole, 2002.

PLANO DE AULA. DELIBERATO, P. Fisioterapia. Preventiva. São Paulo: Manole, 2002. PLANO DE AULA Disciplina: Pratica clinica supervisionada de fisioterapia Preventiva e Saúde Coletiva Professor(a): Sheila de Melo Borges Curso: Fisioterapia Semestre/Ano Turma: : 4º ano Atividades temáticas

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA FACULDADE DE APUCARANA FAP Regulamento do Curricular Supervisionado do Curso de Graduação em Pedagogia - Licenciatura Faculdade de

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPE/FAME AÇÕES DE EXTENSÃO Programa - Conjunto articulado de projetos e outras ações de extensão - cursos, eventos, prestação de serviços -, de caráter educativo, social,

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES - Monitor de Marcenaria, Monitor de Artesanato, Monitor de Música e/ou Violão e Monitor de Patinação e/ou Dança Ministrar aulas teóricas e práticas, conforme a atividade

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação Complementar para Formação de Professores de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação Complementar para Formação de Professores de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2 1.1.1 Matriz Curricular MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA (Com Formação de Psicologia) MATRIZ PSICOLOGIA 2011/2 1º TRE Anatomia Humana e Fisiologia 20 Bases Filosóficas da Psicologia

Leia mais

EMENTA: Dispõe sobre a Política Municipal de Atenção ao Idoso e da outras providências.

EMENTA: Dispõe sobre a Política Municipal de Atenção ao Idoso e da outras providências. LEI Nº 2.066/2012. EMENTA: Dispõe sobre a Política Municipal de Atenção ao Idoso e da outras providências. A MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, ESTADO DE PERNAMBUCO,

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2 1ª FASE 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL A Biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão neurológica nos processos básicos: os sentidos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo tecnológico: Ambiente e Saúde.

Leia mais

ATIVIDADES DE ENSINO

ATIVIDADES DE ENSINO RELATÓRIO DE 2006 Em 2006 o Vila Fátima ampliou suas instalações físicas, possibilitando assim uma melhor organização das atividades de ensino-serviço. Contudo, esta ampliação não será suficiente, caso

Leia mais

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA

CENTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA VILA FÁTIMA RELATÓRIO DE 2011 Em 2011, o Vila Fátima deu continuidade aos seus programas de ensino-serviço. Esta unidade acadêmica descentralizada é uma projeção da Universidade ao seu meio, e, como tal, oferece um

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA PERÍODO DISCIPLINAS Carga Horária Créditos 1º Psicologia da Educação I 40 20 3 Metodologia de Pesquisa em Educação I 20 20 2 Filosofia 40 0 2 Língua Portuguesa 60 0 3 História da Educação 60 0 3 Informática

Leia mais

INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA PROPOSTA DE CURSOS DE EXTENSÃO E APERFEIÇOAMENTO SAÚDE E EDUCAÇÃO

INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA PROPOSTA DE CURSOS DE EXTENSÃO E APERFEIÇOAMENTO SAÚDE E EDUCAÇÃO INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA PROPOSTA DE CURSOS DE EXTENSÃO E APERFEIÇOAMENTO SAÚDE E EDUCAÇÃO PARA REALIZAÇÃO COM RECURSOS ORIUNDOS DO FNDE, PRÓPRIOS DO MUNICÍPIO E/OU INVESTIMENTO

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2012.2 BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA... 4 02 BIOLOGIA HUMANA... 4 03 NATAÇÃO... 4 04 ESPORTE

Leia mais

A ATUAÇÃO DA ASSISTENTE SOCIAL NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FACULDADE 1

A ATUAÇÃO DA ASSISTENTE SOCIAL NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FACULDADE 1 A ATUAÇÃO DA ASSISTENTE SOCIAL NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FACULDADE 1 Vanice Maria Schaedler 2 INTRODUÇÃO: A profissão do Serviço Social é regulamentada pela Lei nº 8.662/93, sendo o seu exercício profissional

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO CNE/CES 4, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002. (*)

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO CNE/CES 4, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002. (*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO CNE/CES 4, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002. (*) Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Fisioterapia. O Presidente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS MINISTÉRIO DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA RESUMO DAS ATIVIDADES DO PRÓ-SAÚDE NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA UFG As atividades do Pró-Saúde para o primeiro ano de desenvolvimento

Leia mais

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h Programa e Projetos Secretaria Municipal de Assistência Social Rua José Teodoro Ramos, nº 16 - Fones (18) 3341-1412 - 3341-4681 Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial RELATÓRIO DE ATIVIDADES O CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2005. Regulamenta a Lei n o 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O REGIMENTO GERAL DA UFRGS:

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O REGIMENTO GERAL DA UFRGS: PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O REGIMENTO GERAL DA UFRGS: 1. Qual a finalidade dos Órgãos Especiais de Apoio? Cumprir objetivos especiais de coordenação e integração com as comunidades interna e externa

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Antes mesmo de inaugurar seu hospital, em 1971, a Sociedade já se dedicava ao exercício da responsabilidade social, atendendo crianças carentes da comunidade na área de Pediatria

Leia mais

Instruções Específicas para Desenvolvimento de Trabalho Social em Intervenções de Urbanização de Assentamentos Precários

Instruções Específicas para Desenvolvimento de Trabalho Social em Intervenções de Urbanização de Assentamentos Precários MININSTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Habitação Instruções Específicas para Desenvolvimento de Trabalho Social em Intervenções de Urbanização de Assentamentos Precários Programa: Urbanização Regularização

Leia mais

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - Tel. 0** (42) 220-3000 - Ponta Grossa Pr. - www.uepg.br

Av. Gen. Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - Tel. 0** (42) 220-3000 - Ponta Grossa Pr. - www.uepg.br CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Turno: MATUTINO/NOTURNO MATUTINO CURRICULO Nº 1 NOTURNO CURRICULO Nº 1 Reconhecido pelo Decreto nº 3.554 de 15.02.01, D.O.E. de 16.02.01. Renovação de Reconhecimento

Leia mais

HISTÓRIA. 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Licenciatura. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

HISTÓRIA. 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Licenciatura. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos HISTÓRIA 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Licenciatura GRAU ACADÊMICO: Licenciado em História PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 8 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO A definição

Leia mais

Art. 1º Aprovar as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exercito, que com esta baixa.

Art. 1º Aprovar as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exercito, que com esta baixa. PORTARIA NR 07/DGP, DE 27 DE JANEIRO DE 2009 (Aprova as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exército) - Transcrição O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACUCO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACUCO GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 493/09 ALTERA A LEI MUNICIPAL Nº 302/05 - PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

QUESTOES DE CONCURSO

QUESTOES DE CONCURSO QUESTOES DE CONCURSO 1. Com o envelhecimento populacional, um dos maiores desafios das políticas de saúde é alcançar um equilíbrio entre o apoio ao autocuidado, o apoio informal (familiares e amigos) e

Leia mais

UNIVERSIDADE IGUAÇU FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA. Estrutura curricular ou matriz curricular

UNIVERSIDADE IGUAÇU FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA. Estrutura curricular ou matriz curricular UNIVERSIDADE IGUAÇU FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA Estrutura curricular ou matriz curricular O curso foi estruturado com base nas Diretrizes Curriculares para Fisioterapia

Leia mais

Decreto Lei de LIBRAS

Decreto Lei de LIBRAS Decreto Lei de LIBRAS Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2005. Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

Centro Universitário Newton Paiva Curso de Psicologia. Manual de Estágios Currículo 2009.02

Centro Universitário Newton Paiva Curso de Psicologia. Manual de Estágios Currículo 2009.02 Centro Universitário Newton Paiva Curso de Psicologia Manual de Estágios Currículo 2009.02 Belo Horizonte Dezembro de 2009 1 FICHA TÉCNICA CORPO ADMINISTRATIVO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Presidente

Leia mais

- organização de serviços baseada nos princípios de universalidade, hierarquização, regionalização e integralidade das ações;

- organização de serviços baseada nos princípios de universalidade, hierarquização, regionalização e integralidade das ações; PORTARIA N 224/MS, DE 29 DE JANEIRO DE 1992. item 4.2 alterada(o) por: Portaria nº 147, de 25 de agosto de 1994 O Secretário Nacional de Assistência à Saúde e Presidente do INAMPS, no uso das atribuições

Leia mais

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9.1 ORGANIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO INDÍGENA 9.1.1 Objetivos gerais A Constituição Federal assegura às comunidades indígenas o direito de uma educação escolar diferenciada e a utilização

Leia mais

ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE

ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE 1. Conhecimentos sobre o SUS - Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988(Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA PARECER COREN/SC Nº 020/CT/2013 Assunto: Solicitação de parecer técnico sobre a solicitação de mamografia de rastreamento por Enfermeiro nas instituições de saúde. I - Do Fato Trata-se de expediente encaminhado

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 25 DE MAIO DE 2015

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 25 DE MAIO DE 2015 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 25 DE MAIO DE 2015 Regulamenta os requisitos mínimos dos programas de residência médica em Medicina Geral de Família e Comunidade - R1 e R2 e dá outras

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

e-mail: jose.marques@ufjf.edu.br

e-mail: jose.marques@ufjf.edu.br PROGRAMA DE CAMINHADA ORIENTADA Prof.Dr. José Marques Novo Júnior 1 (*) Prof.Dr. Jorge Roberto Perrout de Lima 1 Prof.Ms. Marcelo de Oliveira Matta 1 Profa.Ms. Lílian Pinto da Silva 2 Profa.Dra. Elizabeth

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORÂNIA ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL NORMATIVO DE CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2014 PMF/RN RETIFICAÇÃO DO EDITAL NORMATIVO DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2014 PMF/RN II DOS CARGOS

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO AO DOCENTE E DISCENTE - NADD

NÚCLEO DE APOIO AO DOCENTE E DISCENTE - NADD 1 Fundação de Ensino Superior de Mangueirinha Faculdade Unilagos Rua Saldanha Marinho, 85 www.unilagos.com.br C.N.P.J 05.428.075/0001-91 NÚCLEO DE APOIO AO DOCENTE E DISCENTE - NADD MANGUEIRINHA PARANÁ

Leia mais

CAMPUS: SÃO PAULO CURSO TURNO SEM. DISCIPLINA DATA HORÁRIO SALA PRÉDIO

CAMPUS: SÃO PAULO CURSO TURNO SEM. DISCIPLINA DATA HORÁRIO SALA PRÉDIO Prezados(as) alunos (as), Segue as orientações para realizção das provas: A prova é PRESENCIAL e SEM CONSULTA; ADMINISTRAÇÃO MATUTINO 6.M.A METODOLOGIA CIENTÍFICA 30/mai 08h às 9h ADMINISTRAÇÃO MATUTINO

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS A Lei Complementar nº 395, de 26 de dezembro de 1996, e alterações posteriores, é uma das mais importantes leis do nosso Município, por definir a forma com que o Executivo Municipal

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 010 /CME/2011 (*) APROVADA EM 28.07.2011. O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MANAUS, no uso de suas atribuições legais e;

RESOLUÇÃO N. 010 /CME/2011 (*) APROVADA EM 28.07.2011. O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MANAUS, no uso de suas atribuições legais e; RESOLUÇÃO N. 010 /CME/2011 (*) APROVADA EM 28.07.2011 Institui os procedimentos e orientações para Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva no Sistema Municipal de Ensino de Manaus. O CONSELHO

Leia mais

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 - Histórico. 4.1.3 - Objetivos Específicos

4 - Seu Curso. 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso. 4.1.1 - Histórico. 4.1.3 - Objetivos Específicos 4 - Seu Curso 4.1 - Informações Específicas sobre o Curso 4.1.1 - Histórico A Universidade Federal de Uberlândia, num esforço coletivo liderado pela atual gestão vem trabalhando na excelência de ensino,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA CURSO ENFERMAGEM PRIMEIRO SEMESTRE BASES HISTÓRICAS DA ENFERMAGEM A D D A C A A A A C BIOLOGIA GERAL A A B B A E C B D E HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA C A D D B D B C B D LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO B A B E

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO I ( INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA)

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS TEOR PRAT CHA PRÉ-REQUISITO PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO I ( INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA) Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO NAS QUATRO PRIMEIRAS SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL SERIADO ANUAL - NOTURNO 04 (QUATRO)

Leia mais

Cuidado. Prevenção. Autoridade. Crack, é possível vencer 2011-2014. Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários

Cuidado. Prevenção. Autoridade. Crack, é possível vencer 2011-2014. Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Prevenção Educação, Informação e Capacitação Cuidado Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Autoridade Enfrentamento ao tráfico de drogas e às organizações criminosas Crack, é

Leia mais

CURSO: EDUCAR PARA TRANSFORMAR. Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

CURSO: EDUCAR PARA TRANSFORMAR. Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Fundação Carmelitana Mário Palmério Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Educação de Qualidade ao seu alcance EDUCAR PARA TRANSFORMAR O CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO: LICENCIATURA

Leia mais

Capacitação de Profissionais em Prevenção, Controle e Assistência Oncológica

Capacitação de Profissionais em Prevenção, Controle e Assistência Oncológica Programa 0011 PREVENÇÃO E CONTROLE DO CÂNCER E ASSISTÊNCIA ONCOLÓGICA Objetivo Indicador(es) Promover a prevenção, a detecção precoce dos tipos de câncer prevalentes e a assistência à população para reduzir

Leia mais

ATENDIMENTO PEDAGÓGICO DOMICILIAR RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA OCORRIDA EM ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO EM LONDRINA

ATENDIMENTO PEDAGÓGICO DOMICILIAR RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA OCORRIDA EM ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO EM LONDRINA ATENDIMENTO PEDAGÓGICO DOMICILIAR RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA OCORRIDA EM ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO EM LONDRINA GODOY,Shirley Alves -NRE/Londrina 1 shirley.alvesgodoy@gmail.com Eixo Temático: Pedagogia

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Minuta de Projeto de Resolução para audiência pública de 11/12/2015 Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Educação

Leia mais

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom ATIVIDADES 01 - I 01 a 06 - 04 -

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom ATIVIDADES 01 - I 01 a 06 - 04 - JANEIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 01 Confraternização Universal 12 AnIversário da cidade de Belém (feriado municipal) 18 Dia da fotografia 18 Dia

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA 1) Justificativa Os estágios, curriculares ou não, têm a finalidade de proporcionar a complementação da formação universitária e constam de atividades de prática

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA RESPOSTA TÉCNICA COREN/SC Nº 026/CT/2015/RT Assunto: Testes Rápidos I Solicitação recebida pelo Coren/SC: Gostaríamos de tirar algumas duvidas referente aos testes rápido da rede cegonha. O enfermeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 08/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 08/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 08/2013 Regulamenta os critérios de concessão, no âmbito da UFBA, da gratificação por encargos de cursos e concursos e dá outras providencias.

Leia mais

Caminhos na estratégia. de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos

Caminhos na estratégia. de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos Caminhos na estratégia de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos Erica Rosalba Mallmann: Escola de Enfermagem - UFRGS Lenice Ines Koltermann: Enfermeira Supervisora da Saúde da Família da

Leia mais

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS:

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: Art. 3º - A Escola oferece os seguintes níveis de ensino: I. Educação Infantil: de 0 a 05 anos de idade. Educação Precoce de 0 a 03 anos Educação

Leia mais

VIII JORNADA DE EXTENSÃO Mostra de Trabalhos Grupo 4 - Área: Saúde 13/11 13:00 Hall do Centro Educacional

VIII JORNADA DE EXTENSÃO Mostra de Trabalhos Grupo 4 - Área: Saúde 13/11 13:00 Hall do Centro Educacional VIII JORNADA DE EXTENSÃO Mostra de Trabalhos Grupo 4 - Área: Saúde 13/11 13:00 Hall do Centro Educacional Nº CAVALETE TÍTULO 01 INTEGRAÇÃO NO BAIRRO: AÇÕES EDUCATIVAS EM TUBERCULOSE 02 INTERVENÇÃO BREVE

Leia mais

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS CURSO DE PEDAGOGIA Currículo novo 2008/01 Reconhecido pela Portaria Ministerial Nº 4.327, de 22/12/2004. Duração: 188 créditos 2.820h, acrescidas de 110h de atividades de prática de ensino, 100h de atividades

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Ilha Solteira SP REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA

Leia mais

RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE RESOLVE

RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE RESOLVE Conselho de Administração, Ensino, Pesquisa e Extensão CAEPE RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE DISPÕE SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DOS CURSOS SUPERIORES DA FACULDADE FTEC. O Conselho de Administração,

Leia mais

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF.

EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. EDITAL SGP Nº 001/2014 CADASTRAMENTO INTERNO DE INSTRUTORES PARA MINISTRAR CURSOS DE CAPACITAÇÃO. PLANO DE CAPACITAÇÃO/2014 DA UNIVASF. A Secretária de Gestão de Pessoas, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES

MANUAL DO ALUNO (A) ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES A formação complementar é fruto da participação do aluno, durante o período de realização do seu curso superior, em atividades que não estão inseridas na grade curricular, mas que reconhecidamente contribuem

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2014 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS CHA MODALIDADE 00-7157-02 DIDÁTICA 080

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2014 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINAS CHA MODALIDADE 00-7157-02 DIDÁTICA 080 Curso: Graduação: Regime: EDUCAÇÃO FÍSICA MATRIZ CURRICULAR LICENCIATURA SERIADO ANUAL NOTURNO Duração: 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS - MÁXIMO =

Leia mais

A VISITA DOMICILIAR COMO INSTRUMENTO PARA AÇÕES EDUCATIVAS EM ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA RESUMO

A VISITA DOMICILIAR COMO INSTRUMENTO PARA AÇÕES EDUCATIVAS EM ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA RESUMO A VISITA DOMICILIAR COMO INSTRUMENTO PARA AÇÕES EDUCATIVAS EM ENFERMAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA Cibelle Ferreira Nunes 1 Cíntia do Socorro Matos Pantoja 1 Gabriela Lima da Costa 1 Newton Andrey Pinto Monteiro

Leia mais

Matriz 2007... 02. Matriz 2010... 04. Matriz 2013... 07

Matriz 2007... 02. Matriz 2010... 04. Matriz 2013... 07 Página 1 Sumário Matriz 2007... 02 Matriz 2010... 04 Matriz 2013... 07 Página 2 MATRIZ CURRICULAR 2007 1º Período 2º Período 3º Período Biologia Celular 54 Química Geral 54 Zoologia de Invertebrados I

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS E/OU PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA UNIDADES VILA VELHA / VITÓRIA / SERRA

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS E/OU PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA UNIDADES VILA VELHA / VITÓRIA / SERRA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS E/OU PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA UNIDADES VILA VELHA / VITÓRIA / SERRA A REDE DOCTUM torna público à comunidade acadêmica de todas as suas unidades a abertura do processo

Leia mais

Evento de extensão do dia 29/09/2012

Evento de extensão do dia 29/09/2012 PROGRAMA DE ETENSÃO UNIVERSITÁRIA: UNIVERSIDADE A SERVIÇO DA SOCIEDADE Autores: alunos da Especialização em Docência do Ensino Universitário Professora Organizadora: Drª Andréia Cristina Fregate Baraldi

Leia mais

Plano de Governo 2013/2016 Secretaria Municipal de Saúde

Plano de Governo 2013/2016 Secretaria Municipal de Saúde Secretaria Municipal de Saúde Garantir o bom funcionamento e reais condições de atendimento a população em toda Rede de Serviços de Saúde, de forma eficiente; Fortalecer o Conselho Municipal de Saúde,

Leia mais

Serviços, Programas e Projetos em execução no Município. Diretos e Indiretos

Serviços, Programas e Projetos em execução no Município. Diretos e Indiretos Serviços, Programas e Projetos em execução no Município Diretos e Indiretos Prevenção, Tratamento Reinserção Social Órgãos e Instituições com Atuação Direta Secretaria de Saúde Entidades Ambulatoriais

Leia mais

CALENDÁRIO PROMUDI 2015

CALENDÁRIO PROMUDI 2015 CALENDÁRIO PROMUDI 2015 Previsão das atividades a serem desenvolvidas pelo PROMUD em 2015. Além destas atividades fixas outras serão oferecidas ao longo do ano. Informações detalhadas no www.mudi.uem.br;

Leia mais

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, por meio da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários PROEX tem desenvolvido inúmeros

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, por meio da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários PROEX tem desenvolvido inúmeros A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, por meio da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários PROEX tem desenvolvido inúmeros programas e projetos de extensão e intervenção social nas

Leia mais

3. EIXOS DE DESENVOLVIMENTO (*):

3. EIXOS DE DESENVOLVIMENTO (*): PAC UFSCar 2016 1.INTRODUÇÃO A Política de Capacitação da UFSCar estabelece as diretrizes para capacitação de servidores com vistas ao desenvolvimento de um processo de educação continuada e permanente

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade

A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade A Organização da Atenção Nutricional: enfrentando a obesidade Introdução Há cerca de 20 anos, a Secretaria de Saúde de um grande município começou a desenvolver e implantar iniciativas relacionadas à Alimentação

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE MINORIAS ÉTNICAS E SOCIAIS DELIBERAÇÃO Nº 291, DE 14 DE SETEMBRO DE 2004. Estabelece normas

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA: DOCÊNCIA E GESTÃO EDUCACIONAL (Currículo iniciado em 2009)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA: DOCÊNCIA E GESTÃO EDUCACIONAL (Currículo iniciado em 2009) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA: DOCÊNCIA E GESTÃO EDUCACIONAL (Currículo iniciado em 2009) CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO BÁSICA 2171 C/H 102 Fundamentos e concepções sobre a organização curricular

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFSP/CJO Campos do Jordão 2015 SUMÁRIO 1 - APRESENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO... 3 a) Definição... 3 b) Legislação...

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA SAÚDE DO IDOSO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA SAÚDE DO IDOSO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA SAÚDE DO IDOSO LUIZA MACHADO COORDENADORA Objetivo estratégico do MS relacionado ao envelhecimento

Leia mais

ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO. RSC I RSC II RSC III Data de ingresso no Ifes: Nº de documentos de comprovação:

ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO. RSC I RSC II RSC III Data de ingresso no Ifes: Nº de documentos de comprovação: ANEXO I RESOLUÇÃO Nº 13, DE 23 DE MAIO DE 2014. REQUERIMENTO Nome do Servidor: SIAPE: Lotação: Email: Telefone: Graduação: Titulação: Nível de RSC pretendido (marque com x o perfil pretendido) RSC I RSC

Leia mais

Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário

Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário Componentes Curriculares CH Ementa Avaliação do Processo de Ensino- Aprendizagem Cultura Clássica Didática (40 horas de estágio supervisionado) Educação de

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA Turno: VESPERTINO Currículo nº 2 Reconhecido pelo Decreto nº. 3.598, de 14.10.08, D.O.E. nº 7.827 de 14.10.08, e complementação do reconhecimento pelo Decreto nº. 5.395,

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA

RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA I - INTRODUÇÃO A residência em Psiquiatria tem como meta formar profissionais capazes de prestar assistência à população, com a visão de que o homem é um ser biológico,

Leia mais

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Programa de Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados Área Temática de Saúde Resumo

Leia mais