Semana movimentada com saturação da tendência atual e novidades macroeconômicas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Semana movimentada com saturação da tendência atual e novidades macroeconômicas"

Transcrição

1 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 Semana movimentada com saturação da tendência atual e novidades macroeconômicas Nos mercados futuros internacionais, a quarta semana de junho mostrou uma breve pausa vendedora durante os três últimos pregões do período, principalmente em Nova York, mas ainda assim, em pequena escala em Londres. Para as negociações do açúcar bruto, Outubro/14 conseguiu encontrar apoio na sua Média Móvel Exponencial de 9 dias (MME-9) em US$/cents 18,49 durante as mínimas do dia. A sobreposição da MME-9 junto a uma linha de suporte natural (US$/cents 18,50) reforçou ainda mais a região como um ponto de compra Apesar da surpresa negativa, autoridades do Federal Reserve indicaram que não houve qualquer alteração na percepção de recuperação da economia norte americana e de redução gradual dos estímulos por parte da instituição. Com isto, todos os demais fatores continuam constantes, pelo menos por enquanto, o que deve acalmar os ânimos vendedores nos mercados acionários e de commodities agrícolas consequentemente. Graficamente podemos alertar ainda que a resistência de médio prazo de US$/cents 18,90 de curto prazo. Podemos destacar também que a lateralidade que tende a ocorrer após a saturação da tendência de Alta em Solavanco que está em plena atividade. A observamos através das máximas e mínimas laterais após três pregões consecutivos. Outro fator determinante para a estabilidade de curtíssimo prazo é a questão da forte revisão negativa do PIB norte americano. GESTÃO ESTRATÉGICA NA COMERCIALIZAÇÃO DE AÇÚCAR E ETANOL 07 de agosto de Ribeirão Preto, SP Inscreva-se já! Vagas limitadas Inscrições on-line: - por via fone: por fax:

2 Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 e a resistência natural de US$/cents 19,00 não devem ser alcançadas durante esta investida. Como falamos, a tendência de Alta em Solavanco já se encontra saturada. Ainda no decorrer do período, foi registrado um amplo leque de novidades externas ao mercado que, direta ou indiretamente, acabam refletindo de alguma maneira no setor produtivo. Primeiramente podemos citar a Índia que desde a semana anterior já figurava nos radares do mercado em função da expectativa de sua temporada de Monções mais fraca do que a média histórica do período. Além do mercado de clima, a Índia tem centrado o foco das atenções devido às medidas de estimulo que o governo local tem desprendido ao setor produtivo. Depois de ter anunciado na segundafeira anterior, 23, uma elevação na tarifa de importação de açúcar de 15% para 40%, agora o governo revelou, na quartafeira, dia 25, que pretende aumentar o nível de anidro misturado à gasolina local. O blend nos postos indianos passaria de 5% para 10%. Este pacote de estímulos é uma maneira de aliviar as pressões de custos que incidem sobre o setor produtivo local, que se encontra em uma situação bem mais complicada que o brasileiro. Lá os preços da venda de cana são controlados, ao passo que as cotações de açúcar e etanol acompanham as flutuações do mercado externo, o qual, no longo prazo, se encontra dentro do velho vetor de baixa observado desde Apesar de a Índia ter um papel reduzido nas exportações mundiais, ela é a maior consumidora mundial da commodity e a segunda maior produtora. A mistura de um mercado, por um lado, controlado nos preços da matéria prima e nas autorizações de exportação, e por outro, aberto às oscilações da commodity no cenário internacional, tem gerado insatisfações crescentes do setor produtivo indiano que, ao que parece, somente agora estão sendo atenuadas pelo governo local. Outro fator externo ao mercado de açúcar é a Açucar e Etanol é um boletim Semanal especializado de Safras & Mercado. Editor Responsável: Dylan Della Pasqua Diagramação: Carlos Soares Endereço: Av. Independencia,1299 Sala 403 4º andar CEP Porto Alegre RS Telefones: 0(XX) FAX 0(XX) Todos os direitos reservados. Reprodução proibida, exceto mediante permissão por escrito e citada a fonte. Circulação reservada e exclusiva para assinantes.

3 Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 questão de aumento do blend de anidro à gasolina de 25% para 27,5% no Brasil. Dentro de todos os argumentos já conhecidos e amplamente debatidos surgiu uma importante novidade que pode ser a luz no fim do túnel do setor, uma novidade que promete solucionar de uma vez por todas a histórica, repetitiva e cansativa briga que existe do setor produtivo com a gasolina [ou com a detentora do monopólio de venda e distribuição deste combustível no Brasil]. Em recentre entrevista, o Ministro Chefe da Casa Civil afirmou que além de todos os testes que devem ser feitos com o novo blend, o governo busca executar uma política de elevação no desempenho dos motores movidos a etanol. A ideia é que a relação de competitividade seja elevada para além de 75%, eventualmente até 85%. Isto garantiria uma área muito ampla de ajuste positivo nos preços do etanol por parte das unidades produtoras, as quais compensariam alguns anos de margens apertadas em função da contínua [e em alguns casos, exponencial] elevação nos custos de produção como arrendamento de terras, fertilizantes, etc. Este programa governamental que busca a elevação na eficiência dos motores movidos a etanol contaria com uma verba integrante do Inovar Auto, que é uma política industrial de estímulo voltada às montadoras. Com isto, além de mudar fortemente a balança da matriz de consumo de combustíveis no Brasil, esta mudança traria uma pressão maior sobre a disponibilidade de oferta de cana para a fabricação de açúcar, podendo eventualmente no longo prazo, levar á formação de um vetor de alta aos preços da commodity no mercado físico. Isto se agrava diante da tendência de estabilidade na oferta de cana logo abaixo da marca de 600 milhões de toneladas na região centro-sul do Brasil. Mas estes são reflexos de longo prazo de discussões que estão sendo feitas agora e que, até agosto, não devem ser concluídas. Outra noticia externa ao mercado de açúcar foi a forte contração de 2,9% no PIB do primeiro trimestre deste ano dos Estados Unidos, divulgada na manhã da quarta-feira, 25. Este valor, além de ser muito abaixo do que fora antecipado pelos modelos do Departamento de Comercio local [-1,0%] e

4 Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 pelo mercado de modo geral [-1,8%], também neutraliza totalmente o crescimento registrado no quarto trimestre de 2013 [período imediatamente anterior] que fora de 2,6%. Outro fator que impactou negativamente o psicológico dos agentes foi a curiosidade de que este ajuste negativo foi o maior feito desde 1976, extrapolando estatisticamente até mesmo aqueles momento tensos registrados durante o auge da crise dos sub prime em 2007/08. De modo geral esta negatividade acentuada no PIB norte americano deve minar a moral dos compradores os quais devem pensar duas vezes antes de entrar [até mesmo] no mercado acionário [o que dirá então do mercado de derivativos e de commodities?]. Com isto, novas quedas podem ser esperadas nas commodities, entre elas as agrícolas. No meio delas o açúcar também deve enfrentar ondas maiores de realizações de lucros, mesmo frente às perspectivas positivas fundamentais e climáticas de médio e longo prazo [maiores informações verificar este mesmo espaço do relatório do dia 25]. Este relatório foi preparado pela SAFRAS & MERCADO para uso exclusivo por parte dos seus clientes, sendo proibida sua reprodução, mesmo que parcial, sob qualquer forma, exceto mediante autorização prévia e por escrito. Este relatório é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, indicação, sugestão ou ainda oferta de compra e venda de qualquer instrumento financeiro ou serviço. As informações contidas neste relatório são obtidas no mercado de fontes confiáveis na data na qual este relatório foi publicado, entretanto, a SAFRAS & MERCADO não garante que as informações aqui contidas estejam isentas de erros das fontes primárias. As opiniões contidas neste relatório são meras avaliações de mercado e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças e não representam nenhuma recomendação.

5 Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 INDICADORES AÇÚCAR e ETANOL - Parte I SAFRA 2014/15 Cana-de-açúcar: Quantidade produzida (Toneladas), Área plantada Cotações Diárias - Açúcar Bruto NY 2014 (Hectares) e Produtividade (Tonelada/Hectare) Maio SA FRA 2014/15 VAR (%) Data AbertMáxima Mínima Fech Media Quantidade (Toneladas) antada (Hectares) (Ton/Ha) (To neladas)ntada (Hectares) 30-mai-14 17,50 17,54 17,25 17,38 17,35 Brasil ,95 3,62 29-mai-14 17,17 17,57 17,17 17,48 17,43 Norte ,27 7,83 28-mai-14 17,02 17,18 17,01 17,11 17,09 Nordeste ,07-2,96 27-mai-14 17,32 17,34 16,95 17,02 17,22 Centro-Oeste ,30 7,30 26-mai-14 17,37 17,37 17,37 17,37 17,33 Sudeste ,54 2,99 23-mai-14 17,34 17,45 17,26 17,37 17,32 Sul ,23 9,90 22-mai-14 17,46 17,54 17,36 17,38 17,43 Centro-Sul ,79 4,47 21-mai-14 17,59 17,59 17,35 17,44 17,47 Rondô nia ,46 47,47 20-mai-14 17,75 17,87 17,53 17,58 17,77 Acre ,98 108,47 19-mai-14 17,92 17,99 17,72 17,77 17,94 A mazo nas ,84-3,24 16-mai-14 18,15 18,23 17,86 17,91 18,16 Ro raima mai-14 18,21 18,25 17,81 18,20 18,06 Pará ,17 1,01 14-mai-14 17,84 18,28 17,83 18,25 18,03 A mapá mai-14 17,31 17,84 17,30 17,80 17,51 Tocantins ,70 3,53 12-mai-14 17,20 17,32 17,13 17,29 17,26 M aranhão ,64-1,95 9-mai-14 17,20 17,30 17,16 17,20 17,23 P iauí ,09-3,59 8-mai-14 17,27 17,36 17,07 17,24 17,15 Ceará ,28 2,27 7-mai-14 17,17 17,38 17,11 17,26 17,18 Rio Grande do Norte ,37 2,10 6-mai-14 17,45 17,55 17,15 17,20 17,28 Paraíba ,69 2,40 5-mai-14 17,41 17,54 17,27 17,47 17,39 P ernambuco ,61-2,42 2-mai-14 17,84 17,85 17,40 17,45 17,77 A lagoas ,77-6,48 1-mai-14 17,76 17,85 17,64 17,80 17,78 Sergipe ,44 0,99 Media 17,51 17,65 17,35 17,50 17,51 B ahia ,08 0,50 Nova Yo rk - M édia M ensal Co ntratos Futuros Açúcar B ruto n 11 M inas Gerais ,68 1,16 em US$/cents por libra-peso Espírito Santo ,37 12,11 Mês ensal (%) Rio de Janeiro ,20 3,00 Janeiro -17,58 15,42 18,71 23,40 25,40 São Paulo ,50 3,17 Fevereiro -8,53 16,66 18,21 23,69 25,38 P araná ,24 9,93 Março -4,15 17,58 18,35 23,77 24,66 Santa Catarina Abril -0,27 17,61 17,66 22,80 23,78 Rio Grande do Sul ,40-4,93 Maio 2,46 17,50 17,08 20,72 21,82 M ato Grosso do Su ,38 8,84 Junho 0,00 0,00 16,91 20,10 24,92 M ato Grosso ,77 3,00 Julho 0,00 0,00 16,38 22,75 29,47 Goiás ,08 7,32 Agosto 0,00 0,00 16,70 20,56 28,87 Distrito Federal Setembro 0,00 0,00 17,05 20,25 26,64 Expectativa de Moagem das principais Outubro 0,00 0,00 18,81 20,47 26,30 Usinas no Brasil (em Toneladas de cana-de-açúcar) Novembro 0,00 0,00 17,77 19,31 24,52 Usina Safra 2013/14Safra 2014/15 Dezembro 0,00 0,00 16,41 19,20 23,42 Coopersucar ,00 0,00 Média Anual -5,81 16,95 17,50 21,42 25,43 Raisen Energia (Shell, Cosan) , ,00 Açúcar Cristal Ribeirão Preto - Louis Dreyfus (Biosev) , ,00 Saca de 50 kg com até 150 Icunsa Pbio (Petrobras Biocombustivel) ,00 0,00 Mês Var (% ETH Bioenergia (Odebrecht Agroindustrial) ,00 0,00 Janeiro 3,49 50,24 48,55 60,55 76,22 Bunge ,00 0,00 Fevereiro 5,91 50,00 47,21 57,63 73,00 Tereos (Guarani) , ,00 Março 14,02 51,37 45,05 57,18 68,14 São Martinho , ,00 Abril 16,91 51,50 44,05 56,00 62,42 Infinity (Bertin) ,00 0,00 Maio 15,95 51,52 44,43 54,50 56,68 BP Biocombustiveis ,00 0,00 Junho 0,00 0,00 44,10 55,15 54,55 Grupo Adecoagro ,00 0,00 Julho 0,00 0,00 44,67 55,95 65,17 Tonon Bioenergia , ,00 Agosto 0,00 0,00 43,26 56,74 67,43 Usinas Itamarati ,00 0,00 Setembro 0,00 0,00 44,75 47,39 60,57 Shree Renuca , ,00 Outubro 0,00 0,00 50,04 50,24 61,30 Grupo Farias ,00 0,00 Novembro 0,00 0,00 51,75 49,79 62,55 Abengoa Bioenergia Brasil , Dezembro 0,00 0,00 51,28 48,50 60,24 Grupo Clealco , Média Anual 11,05 50,92 46,59 54,13 64,02 * Projeções de Mercado até Junho/2014 Fonte: Dados Oficiais do Governo, Banco Central, Ministério da Fazenda Elaboração: SAFRAS & Mercado Departamento de Análise de Mercado de Açúcar & Etanol MERCADOS FUTUROS

6 Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014

7 INDICADORES AÇÚCAR - Parte III Açúcar Relatório de Posições de Agentes na ICE em NY Nº 527 Ano XVI 30/junho/2014 Contratos Futuros Não-Comerciais* SPREAD Comerciais Não-Declaradas Número Compra Venda Compra Venda Compra Venda Contrato Aberto 24/jun /jun Variação POSIÇÕES LÍQUIDAS Não-Comerciais Comerciais Não-Declaradas 24/jun /jun Variação Opções e Futuros Combinados Não-Comerciais* SPREAD Comerciais Não-Declaradas Número Compra Venda Compra Venda Compra Venda Contrato Aberto 24/jun /jun Variação POSIÇÕES LÍQUIDAS Não-Comerciais Comerciais Não-Declaradas 24/jun /jun Variação *Não-comerciais - fundos e grandes especuladores Calendário Semanal de Eventos Economicos Segunda-Feira - 30/06 Quarta-Feira - 02/07 08:00 FGV: Sondagem da Indústria (jun) 06:00 Área do Euro: Índice de preços ao produtor (mai) 08:30 Bacen: Boletim Focus (semanal) 09:15 EUA: Geração de vagas de trabalho - pesquisa ADP (jun) 09:30 Bacen: Nota à Imprensa - Política Fiscal (mai) 11:00 EUA: Encomendas à indústria (mai) 15:30 Tesouro: Relatório mensal da dívida pública federal (mai) 22:45 China: Índice PMI Markit do setor de serviços (jun) 03:00 Alemanha: Vendas no varejo (mai) Polônia: Banco Central anunciará decisão de política monetária 06:00 Área do Euro: Índice de preços ao consumidor (preliminar) Quinta-Feira - 03/07 10:45 EUA: Índice dos gerentes de compras de Chicago (jun) 10:00 Markit: Índice PMI do setor de serviços (jun) 11:00 EUA: Vendas de imóveis pendentes (mai) Serasa Experian: Indicador de atividade do comércio (jun) 11:30 EUA: Índice de atividade do Fed Dallas (jun) CNI: Indicadores industriais (mai) 22:00 China: Índice PMI da indústria de transformação (jun) 04:55 Alemanha: Índice PMI Markit do setor de serviços (jun) - final 22:45 China: Índice PMI Markit da indústria de transformação (jun) - final 04:55 Alemanha: Índice PMI Markit composto (jun) - final 20:50 Japão: Produção industrial (mai) - preliminar 05:00 Área do Euro: Índice PMI Markit do setor de serviços (jun) - final 05:00 Área do Euro: Índice PMI Markit composto (jun) - final Terça-Feira - 01/07 08:00 FGV: IPC-S (semanal) 05:30 Reino Unido: Índice PMI composto (jun) 08:00 FGV: Sondagem de Serviços (jun) 05:30 Reino Unido: Índice PMI Markit do setor de serviços (jun) 10:00 Markit: Índice PMI da indústria de transformação (jun) 06:00 Área do Euro: Vendas no varejo (mai) 15:00 MDIC: Balança comercial mensal (jun) 08:45 Área do Euro: Banco Central anunciará decisão de política monetária 01:30 Austrália: Banco Central anunciará decisão de política monetária 09:30 EUA: Balança comercial (mai) 04:55 Alemanha: Taxa de desemprego (jun) 09:30 EUA: Variação na folha de pagamentos (jun) 04:55 Alemanha: Índice PMI Markit da indústria de transformação (jun) - fina09:30 EUA: Taxa de desemprego (jun) 05:00 Área do Euro: Índice PMI Markit da indústria de transformação (jun) - f 09:30 EUA: Pedidos de auxílio desemprego (semanal) 05:30 Reino Unido: Índice PMI Markit da indústria de transformação (jun) 11:00 EUA: Índice ISM do setor de serviços (jun) 06:00 Área do Euro: Taxa de desemprego (mai) Sexta-Feira - 04/07 10:45 EUA: Índice PMI Markit da indústria de transformação (jun) final 03:00 Alemanha: Encomendas à indústria (mai) 11:00 EUA: Índice ISM da indústria de transformação (jun) 05:10 Alemanha: Índice PMI Markit do varejo (jun) 11:00 EUA: Gastos com construção (mai) 05:10 Área do Euro: Índice PMI Markit do varejo (jun) EUA: Venda total de veículos (jun) EUA: Feriado Nacional - Mercados fechados Quarta-Feira - 02/07 05:00 FIPE: IPC (mensal) (jun) 09:00 IBGE: Pesquisa Industrial Mensal (mai) 12:30 Fenabrave: Emplacamentos de veículos (jun) 12:30 Bacen: Índice Commodities Brasil (IC-Br) (jun) 12:30 Bacen: Fluxo cambial (semanal) 15:00 Fiesp/Ciesp: Indicadores industriais - INA e NUCI (mai) Fonte: Dados Oficiais do Governo, Banco Central, Ministério da Fazenda; FMI; U.S. Commodity Futures Trading Commission Elaboração: SAFRAS & Mercado Departamento de Análise de Mercado de Açúcar & Etanol

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 406 Ano IX 24/julho/2014 GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Nos últimos dias começaram a ocorrer no mercado boatos

Leia mais

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 395 Ano IX 08/maio/2014 HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA No mercado físico de etanol a segunda semana de

Leia mais

Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais

Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 514 Ano XVI 03/março/2014 Fevereiro é finalizado com grande volatilidade nos mercados futuros internacionais A ultima semana de fevereiro foi marcada por

Leia mais

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO

COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVI 10/novembro/2014 n. 550 COTAÇÕES CAEM 12% EM NOVA YORK DURANTE OUTUBRO Encerrado o mês de outubro foi possível notar uma queda de 12,42% na média de

Leia mais

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Diante da acentuada depreciação das cotações do açúcar em Nova York, que no

Leia mais

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8%

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 519 Ano XVI 05/maio/2014 Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Nos mercados futuros internacionais, a última semana

Leia mais

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 547 Ano XVI 20/outubro/2014 Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar A recente desvalorização observada nas

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 16/março/2015 n. 566 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Os dados mais recentes de exportação de açúcar disponibilizados pela Secretaria de

Leia mais

Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco

Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 526 Ano XVI 23/junho/2014 Nova York supera US$/cents 18,00 com tendência de Alta em Solavanco Nos mercados futuros internacionais a finalização da terceira

Leia mais

Calendário de Eventos Econômicos

Calendário de Eventos Econômicos Calendário de Eventos Econômicos Horário Eventos Previsão Comentários SegundaFeira 05/10 08:25 Bacen: Boletim Focus (semanal) 10:00 Markit: Índice PMI composto 15:00 MDIC: Balança comercial (semanal) 04:55

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 08/junho/2015 n. 578 ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES O segundo maior produtor mundial da

Leia mais

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 15/janeiro/2015 n. 428 HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Os dados mais recentes referentes aos preços dos combustíveis

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 07/setembro/2015 n. 591 AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO A finalização da primeira semana de setembro

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 2/2 - Janeiro de 2014

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 2/2 - Janeiro de 2014 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 2/2 - Janeiro de 2014 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 17/agosto/2015 n. 588 DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO A quinta-feira foi iniciada com a atualização de um importante

Leia mais

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 31/agosto/2015 n. 590 AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK A finalização do mês de agosto traz consigo mais um registro de forte

Leia mais

Relatório Mensal - Julho

Relatório Mensal - Julho Relatório Mensal - Julho (Este relatório foi redigido pela Kapitalo Investimentos ) Cenário Global A economia global apresentou uma relevante desaceleração nos primeiros meses do ano. Nosso indicador de

Leia mais

Prazo das concessões e a crise econômica

Prazo das concessões e a crise econômica Prazo das concessões e a crise econômica ABCE 25 de Setembro de 2012 1 1. Economia Internacional 2. Economia Brasileira 3. O crescimento a médio prazo e a infraestrutura 2 Cenário internacional continua

Leia mais

set/12 mai/12 jun/12 jul/11 1-30 jan/13

set/12 mai/12 jun/12 jul/11 1-30 jan/13 jul/11 ago/11 set/11 out/11 nov/11 dez/11 jan/12 fev/12 mar/12 abr/12 mai/12 jun/12 jul/12 ago/12 set/12 out/12 nov/12 1-30 jan/13 jul/11 ago/11 set/11 out/11 nov/11 dez/11 jan/12 fev/12 mar/12 abr/12

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sexta-feira, 13 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,70 0,00 0,00-0,55 SET13 116,25 116,10 115,75-0,20

Leia mais

REGIONAL CENTRO-OESTE

REGIONAL CENTRO-OESTE REGIONAL CENTRO-OESTE SOJA DESPONTA NO CENTRO-OESTE, REDUZINDO ÁREAS DE MILHO VERÃO E ALGODÃO A produção de soja despontou no Centro-Oeste brasileiro nesta safra verão 2012/13, ocupando áreas antes destinadas

Leia mais

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis EDIÇÃO N o 91 Agosto/2015 BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Cana de açúcar e Sucroalcooleiro - Prognóstico (março de 2013)

DERAL - Departamento de Economia Rural. Cana de açúcar e Sucroalcooleiro - Prognóstico (março de 2013) Cana de açúcar e Sucroalcooleiro - Prognóstico (março de 2013) 1.SINOPSE E ESTIMATIVA Oferta/Demanda: Apenas 7 países produtores de açúcar concentram 70% da oferta mundial, o Brasil, Índia, a soma da União

Leia mais

BALANÇO ECONÔMICO 2013 & PERSPECTIVAS 2014

BALANÇO ECONÔMICO 2013 & PERSPECTIVAS 2014 BALANÇO ECONÔMICO 2013 & PERSPECTIVAS 2014 Porto Alegre, 4 de fevereiro de 2014 a CENÁRIO INTERNACIONAL CRESCIMENTO ANUAL DO PIB VAR. % ESTADOS UNIDOS: Focos de incerteza Política fiscal restritiva Retirada

Leia mais

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo.

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP 25 de maio de 2011 Volume 1, Edição 22 Açúcar: Informativo Quinzenal Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo DATA Valor

Leia mais

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a economia nacional registra um de seus piores momentos

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou o terceiro pregão em alta na terça-feira, (+1,53%) fechando aos 50.890 pontos, mais uma vez ajudada pelas ações de Petrobras e Vale. O volume financeiro fraco (R$ 4,56

Leia mais

A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009

A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009 A crise financeira global e as expectativas de mercado para 2009 Luciano Luiz Manarin D Agostini * RESUMO - Diante do cenário de crise financeira internacional, o estudo mostra as expectativas de mercado

Leia mais

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 390 Ano IX 03/abril/2014 ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO No mercado físico de etanol, a primeira semana de abril foi marcada pelo abrandamento

Leia mais

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise A crise econômica afeta o setor sucroenergético principalmente, dificultando e encarecendo o crédito

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 14/maio/2015 n. 445 EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Dando continuidade á análise dos dados de exportação de abril, disponibilizados

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Resultados e Análises Rodada de. Referente ao 2º Trimestre de 2015

Resultados e Análises Rodada de. Referente ao 2º Trimestre de 2015 Resultados e Análises Rodada de Maio de 2015 Referente ao 2º Trimestre de 2015 Ano 5, n 20, Maio de 2015 Ribeirão Preto Índice de Confiança dos Fornecedores do Setor Sucroenergético (ICFSS) Reed Exhibitions

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junio 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 30/abril/2015 n. 443 CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS A disponibilidade de dados feita pela Secretaria de Energia Ambiental

Leia mais

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 30/novembro/2015 n. 603 USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Com o título já enfático sobre o futuro dos preços

Leia mais

Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2016. DESTAQUES

Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2016. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa cai ao menor nível desde março de 2009 "Pedaladas" podem virar crédito IPCA subiu 10,78% em 2015 ADRs da Gerdau fecham cotados a US$ 1 Queda pode levar Petrobras a rever preço da gasolina

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 398 Ano IX 29/maio/2014 MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS No mercado físico de etanol a última semana de maio foi encerrada

Leia mais

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 13/agosto/2015 n. 458 VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Os dados mais atualizados disponibilizados pela ANP sobre a venda de combustíveis

Leia mais

Edição 39 (Março/2014)

Edição 39 (Março/2014) Edição 39 (Março/2014) Cenário Econômico: Governo atrasa pagamentos para melhorar situação fiscal Para tornar os dados de fevereiro melhores, governo atrasou os pagamentos às construtoras dos imóveis do

Leia mais

Edição 38 (Março/2014)

Edição 38 (Março/2014) Edição 38 (Março/2014) Cenário Econômico: A atividade do comércio varejista registrou crescimento de 6,1% em fevereiro ante o mesmo período do ano anterior, na terceira aceleração consecutiva do resultado

Leia mais

Resumo Quinzenal do Biodiesel

Resumo Quinzenal do Biodiesel Tel: (21) 3547-1539 / (21) 9565-0444 Resumo Quinzenal do Biodiesel 16/06 à 30/06/11 Este relatório é confidencial e de uso exclusivo do destinatário, e não pode ser enviado ou compartilhado com terceiros

Leia mais

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024 As projeções de produção de cana, açúcar e etanol para a safra 2023/24 da Fiesp/MB Agro No Brasil, a cana-de-açúcar experimentou um forte ciclo de crescimento da produção na década passada. A aceleração

Leia mais

Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco. Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do. Congresso Nacional

Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco. Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do. Congresso Nacional Brasília, 18 de setembro de 2013. Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional Exmas. Sras. Senadoras e Deputadas

Leia mais

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015 18/05/2015 EconoWeek DESTAQUE INTERNACIONAL Semana bastante volátil de mercado, com uma agenda mais restrita em termos de indicadores macroeconômicos. Entre os principais destaques, os resultados de Produto

Leia mais

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Em geral as estatísticas sobre a economia brasileira nesse início de ano não têm sido animadoras

Leia mais

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO A soja é a commodity mais importante do Brasil, pelo valor da produção obtida de grão, óleo e farelo, significativa parcela na receita cambial, área plantada, consumo de

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 COMMODITIES AGRÍCOLAS RESUMO DOS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO DE COMMODITIES AGRÍCOLAS SUMÁRIO OFERTA 4 8 VARIAÇÕES HISTÓRICAS E FORECAST 6 DEMANDA 9 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária 1 Comentário Semanal A semana começa ainda sob impacto do debate acerca da evolução do quadro fiscal e seus possíveis efeitos sobre o crescimento da economia e, conseqüentemente, sobre os juros em 2010.

Leia mais

Calendário de Eventos Econômicos

Calendário de Eventos Econômicos Calendário de Eventos Econômicos Horário Eventos Previsão Comentários SegundaFeira 06/06 08:25 Bacen: Boletim Focus (semanal) 11:20 Anfavea: Produção e venda de veículos 15:00 MDIC: Balança comercial (semanal)

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

Conjuntura Dezembro. Boletim de

Conjuntura Dezembro. Boletim de Dezembro de 2014 PIB de serviços avança em 2014, mas crise industrial derruba taxa de crescimento econômico Mais um ano de crescimento fraco O crescimento do PIB brasileiro nos primeiros nove meses do

Leia mais

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 27 de abril de 2016 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 ROTEIRO I. Considerações sobre a atual situação do setor sucroenergético II. Bioeletricidade III. Condições climáticas e agronômicas

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Soluções estratégicas em economia

Soluções estratégicas em economia Soluções estratégicas em economia Cenário macroeconômico e perspectivas para 2014/2018 maio de 2014 Perspectivas para a economia mundial Perspectivas para a economia brasileira Perspectivas para os Pequenos

Leia mais

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 Minha Casa Minha Vida 3 será lançado dia 10 de Setembro. Nas duas primeiras edições do Minha Casa Minha Vida foram entregues 2,3 milhões de moradias para famílias de baixa

Leia mais

INFORME ECONÔMICO 24 de abril de 2015

INFORME ECONÔMICO 24 de abril de 2015 RESENHA SEMANAL E PERSPECTIVAS Economia global não dá sinais de retomada da atividade. No Brasil, o relatório de crédito apresentou leve melhora em março. Nos EUA, os dados de atividade seguem compatíveis

Leia mais

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens.

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens. 1 de 5 31/5/2011 15:17 Página Rural Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens Ads by Google Leilão Gado Soja Festa Safra Boa tarde!

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sábado, 14 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,00 0,00 0,00-0,70 SET13 115,55 115,70 115,70-0,70

Leia mais

Conjuntura Global Dá uma Guinada Rumo ao Desenvolvimento

Conjuntura Global Dá uma Guinada Rumo ao Desenvolvimento Volume 11, Number 4 Fourth Quarter 2009 Conjuntura Global Dá uma Guinada Rumo ao Desenvolvimento As economias pelo mundo estão emergindo da recessão, embora em diferentes velocidades. As economias em desenvolvimento

Leia mais

Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial

Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial Associado à Fundação Armando Alvares Penteado Rua Ceará 2 São Paulo, Brasil 01243-010 Fones 3824-9633/826-0103/214-4454 Fax 825-2637/ngall@uol.com.br O Acordo

Leia mais

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL Açúcar MERCADO INDUSTRIAL PRODUÇÃO CANA, AÇÚCAR E ETANOL As unidades produtoras do Centro-Sul processaram 149.271 toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de fevereiro, volume 3,8% menor ante as

Leia mais

DERAL-Departamento de Economia Rural A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO

DERAL-Departamento de Economia Rural A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO PROGNÓSTICO 2014/15 Maio de 2014 A previsão ao setor sucroalcooleiro no Paraná é de um pequeno crescimento ao longo da safra 2014, confirmando a recuperação ocorrida

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta do começo da tarde e terminou o dia em queda de 0,15% aos 53.100 pontos, com baixo volume financeiro de R$ 4,7 bilhões, acumulando

Leia mais

Cenários. Cenário Internacional. Cenário Nacional

Cenários. Cenário Internacional. Cenário Nacional Ano 7 Edição: maio/2015 nº 57 Informações referentes a abril/2015 Cenários Cenário Internacional No mês de abril, o crescimento dos EUA se mostrou enfraquecido, com criação de empregos abaixo do esperado

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Novembro 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL

NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL Agosto de 2015 O CEMEC não se responsabiliza pelo uso dessas informações para tomada de decisões

Leia mais

Revisão Mensal de Commodities

Revisão Mensal de Commodities Revisão Mensal de Commodities segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Oferta maior e desempenho misto A estabilização do crescimento na China e riscos geopolíticos também afetaram os preços das commodities.

Leia mais

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC)

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Situação da economia e perspectivas Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Recessão se aprofunda e situação fiscal é cada vez mais grave Quadro geral PIB brasileiro deve cair 2,9% em 2015 e aumentam

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICO-FISCAIS

INDICADORES ECONÔMICO-FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA - SEF DIRETORIA DE PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO DIOR NOTA EXPLICATIVA: A DIOR não é a fonte primária das informações disponibilizadas neste

Leia mais

BRASIL: SUPERANDO A CRISE

BRASIL: SUPERANDO A CRISE BRASIL: SUPERANDO A CRISE Min. GUIDO MANTEGA Setembro de 2009 1 DEIXANDO A CRISE PARA TRÁS A quebra do Lehman Brothers explicitava a maior crise dos últimos 80 anos Um ano depois o Brasil é um dos primeiros

Leia mais

RELATÓRIO ECONÔMICO MENSAL JANEIRO DE 2013

RELATÓRIO ECONÔMICO MENSAL JANEIRO DE 2013 RELATÓRIO ECONÔMICO MENSAL JANEIRO DE 2013 1 TÓPICOS Economia Americana: GDP...Pág.3 Economia Global: Europa...Pág.4 Economia Brasileira: A Inflação, o Setor Elétrico e a Gasolina...Pág.5 Mercados:Bolsas,RendaFixaeMoedas...Págs.6,7,8

Leia mais

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015 RESENHA SEMANAL E PERSPECTIVAS Setor de construção surpreende positivamente nos EUA. Cenário de atividade fraca no Brasil impacta o mercado de trabalho. Nos EUA, os indicadores do setor de construção registraram

Leia mais

Turbulência Internacional e Impacto para as Exportações do Brasil

Turbulência Internacional e Impacto para as Exportações do Brasil Brasil África do Sul Chile México Coréia do Sul Rússia Austrália Índia Suíça Turquia Malásia Europa China Argentina São Paulo, 26 de setembro de 2011. Turbulência Internacional e Impacto para as Exportações

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

Relatório Econômico. Bonança (quase) perfeita. Maio de 2015. bigstockphoto

Relatório Econômico. Bonança (quase) perfeita. Maio de 2015. bigstockphoto Bonança (quase) perfeita bigstockphoto Ambiente Global Alertamos em nosso último relatório para alguns riscos associados à economia norte-americana que podem implicar em um adiamento do início do ciclo

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2016. Fábio Silva fabio.silva@bcb.gov.br

PERSPECTIVAS PARA A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2016. Fábio Silva fabio.silva@bcb.gov.br PERSPECTIVAS PARA A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2016 Fábio Silva fabio.silva@bcb.gov.br 27 de janeiro de 2016 Estrutura da apresentação PIB Inflação Mercado de Trabalho 1901 1907 1913 1919 1925 1931 1937 1943

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil FACT-SHEET Cana-de-Açúcar, Milho e Soja Programa Agricultura e Meio Ambiente WWF - Brasília Março 28 WWF- Secretaria Geral Denise Hamú Superintendência de Conservação de Programas Temáticos Carlos Alberto

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal A pesquisa Focus desta semana trouxe uma nova rodada de elevação das projeções para o IPCA, tanto para este ano como para 2011. Para 2010, a mediana das estimativas subiu para 5,29%

Leia mais

POR QUE INVESTIR EM LISBOA? ESPECIALISTA IMOBILÁRIO EUROPEU

POR QUE INVESTIR EM LISBOA? ESPECIALISTA IMOBILÁRIO EUROPEU POR QUE INVESTIR EM LISBOA? ESPECIALISTA IMOBILÁRIO EUROPEU Introdução Portugal está começando a emergir da crise financeira. Nos últimos anos, o governo reestabeleceu suas estruturas organizacionais e,

Leia mais

1. Atividade Econômica

1. Atividade Econômica Julho/212 O Núcleo de Pesquisa da FECAP apresenta no seu Boletim Econômico uma compilação dos principais indicadores macroeconômicos nacionais que foram publicados ao longo do mês de referência deste boletim.

Leia mais

BRASIL Julio Setiembre 2015

BRASIL Julio Setiembre 2015 Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julio Setiembre 2015 Prof. Dr. Rubens Sawaya Assistente: Eline Emanoeli PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 Mercado Internacional Em 2007, a produção anual de milho atingiu quase 720 milhões de tonelada (Tabela 1), quando os Estados Unidos,

Leia mais

ACOMPANHAMENTO SEMANAL DO MERCADO DE COMMODITIES Departamento de Assuntos Financeiros e Serviços MRE BOLETIM N 63

ACOMPANHAMENTO SEMANAL DO MERCADO DE COMMODITIES Departamento de Assuntos Financeiros e Serviços MRE BOLETIM N 63 ACOMPANHAMENTO SEMANAL DO MERCADO DE COMMODITIES Departamento de Assuntos Financeiros e Serviços MRE BOLETIM N 63 (SEMANA DE 31 DE JULHO A 7 DE AGOSTO DE 2009) O Índice de Commodities Bloomberg/CMCI atingiu

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio. 1.2. Sondagem do comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio. 1.2. Sondagem do comércio Nº 45- Maio/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em fevereiro de 2015, alta de 0,8% em relação ao mesmo

Leia mais

Responsáveis Técnicos: SILVIO ISOPO PORTO AROLDO ANTONIO DE OLIVEIRA NETO FRANCISCO OLAVO BATISTA DE SOUSA

Responsáveis Técnicos: SILVIO ISOPO PORTO AROLDO ANTONIO DE OLIVEIRA NETO FRANCISCO OLAVO BATISTA DE SOUSA Safra 2013/2014 Segundo Levantamento Agosto/2013 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia SPAE Departamento de CanadeAçúcar e Agroenergia DCAA Companhia

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 Data: 10/08/2015 Participantes Efetivos: Wagner de Jesus Soares Presidente, Mariana Machado de Azevedo Economista, Rosangela Pereira

Leia mais

Calendário de Eventos Econômicos

Calendário de Eventos Econômicos Calendário de Eventos Econômicos Horário Eventos Previsão Comentários SegundaFeira 29/08 08:00 FGV: Sondagem da Indústria final 08:00 FGV: Sondagem de Serviços 08:25 Bacen: Boletim Focus (semanal) 15:00

Leia mais

As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real?

As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real? As exportações brasileiras ficaram mais competitivas com a desvalorização do real? Paulo Springer de Freitas 1 No final de 2007, o saldo da balança comercial começou a apresentar uma trajetória declinante,

Leia mais

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015 TRIGO Período de 2 a 6/0/205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,5 34,0 35,42 35,94 Semana Atual

Leia mais

Indicadores de Desempenho Junho de 2014

Indicadores de Desempenho Junho de 2014 Junho de 2014 PANORAMA CONJUNTURAL FIEA Lenta recuperação da economia global Os dados do último relatório World Economic Outlook do FMI, como podem ser observado nos gráficos nº 1 e 2, deixam claro que

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Maio de 2013. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Maio de 2013. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Maio de 2013 Turim Family Office & Investment Management TÓPICOS Economia Global: Estados Unidos...Pág.3 Europa...Pág.4 Economia Brasileira: Produto Interno Bruto...Pág.5 Política

Leia mais

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE ALAGOAS

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE ALAGOAS SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE ALAGOAS Indicadores dos Níveis de Atividade e Emprego continuam em tendência de queda na Indústria da Construção de Alagoas e do Nordeste no 2º Trimestre de 2015 2º

Leia mais