Fundação SEADE.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundação SEADE. www.seade.gov.br"

Transcrição

1 Agosto de 0 N o 0 Fecundidade continua em queda em São Paulo A taxa de fecundidade, no Estado de São Paulo, chegou a, fi lho por mulher, em 009, o que representa metade da registrada em 980 (3, fi lhos por mulher). Essa e outras informações sobre o comportamento reprodutivo das paulistas encontram-se no quinto número do boletim SP Demográfi co. Região do Grande ABC contará com informações da PED A Fundação Seade retoma parceria com o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para produção e disponibilização de informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego PED. % Consulte 8 res Indicad d s e Dad Atualizações mais recentes Seade volta a ser responsável pelo conteúdo do Portal Cidadão.SP Os serviços oferecidos pelo Estado são divulgados para todos os cidadãos em um único sítio na Internet. s Veja também Divulgação da PED primeira transmissão ao vivo Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação realiza seminário Parceria com Ipea, Anipes, Emplasa e Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional resulta em seminário e lançamento de publicações Sobre o SEADE A informação a serviço da cidadania Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

2 Agosto de 0 N o 0 Fecundidade continua em queda em São Paulo A taxa de fecundidade, no Estado de São Paulo, chegou a, filho por mulher, em 009, o que representa metade da registrada em 980 (3, filhos por mulher). Essa e outras informações sobre o comportamento reprodutivo das paulistas encontram-se no quinto número do boletim SP Demográfico. Os dados originam-se do Sistema de Estatísticas Vitais (SEV) da Fundação Seade, elaborado a partir das informações enviadas mensalmente pelos cartórios de registro civil existentes no Estado de São Paulo. Além da fecundidade, a análise desses dados permite conhecer diversas características dos nascidos vivos, de suas mães e do acompanhamento da gravidez e do parto, proporcionando melhor entendimento sobre a situação da saúde reprodutiva nas diferentes regiões do Estado. Sob a ótica regional, por exemplo, os maiores níveis de fecundidade estão associados às mulheres residentes nas regiões ao sul do Estado, enquanto os menores correspondem às residentes em porções do noroeste paulista. Além disso, embora generalizada, a redução desse indicador foi mais intensa nas áreas onde se registravam as maiores taxas de fecundidade. Com isso, ainda que persistam diferenças regionais relevantes, elas são menores do que as observadas em 000, o que revela tendência à homogeneização da fecundidade nas regiões paulistas. As informações do SEV também mostram que a diminuição da fecundidade no Estado de São Paulo e suas regiões foi particularmente intensa entre as mulheres mais jovens, com idades até 30 anos. Nas demais faixas etárias, a retração foi menor, uma vez que, sobretudo entre aquelas com mais de 3 anos, as taxas específicas de fecundidade já eram reduzidas. Em algumas regiões, as taxas de fecundidade nas faixas etárias mais elevadas chegaram a aumentar ligeiramente. Quanto às jovens de a 9 anos, em 000, para cada mil moças nessa faixa etária, tornavam-se mães, número que se reduziu para, em 009, o que corresponde a decréscimo de 9% do indicador. Como consequência direta das mudanças no comportamento reprodutivo, a idade média das mulheres ao terem seus filhos aumentou no Estado de São Paulo, passando de, anos, em 000, para, anos, em 009. Na Região Metropolitana de São Paulo e particularmente na capital, registraram-se, em 009, as mais elevadas idades médias do Estado:, e, anos, respectivamente. O estudo foi divulgado em de julho e contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, do secretário da saúde, Giovanni Guido Cerri, da coordenadora do Programa de Saúde da Mulher, Tania Lago, da coordenadora do Programa Saúde do Adolescente, Albertina Duarte, além dos técnicos responsáveis pelo estudo e do diretor de Análise e Disseminação de Informações do Seade. Consulte a íntegra do boletim em: </produtos/spdemog/jul0/spdemog_jul0.pdf>. Região do Grande ABC contará com informações da PED A Fundação Seade retoma parceria com o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para produção e disponibilização de informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego PED. A PED é realizada pela Fundação Seade em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos Dieese nos municípios da Região Metropolitana de São Paulo RMSP desde Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

3 Agosto de 0 N o Por meio dessa pesquisa é possível obter informações conjunturais e estruturais sobre o mercado de trabalho na RMSP, decisivas para o conhecimento de sua dinâmica e da situação de segmentos específicos desse mercado. A parceria com o Consórcio do ABC permitirá produzir essas mesmas informações para a região compreendida pelos municípios: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Desse modo, serão disponibilizadas informações importantes para a avaliação dos impactos das políticas de geração de emprego e renda. Para viabilizar o projeto, a amostra mensal prevista para a PED na RMSP (3.000 domicílios) incorporou mais 300 domicílios localizados no ABC, permitindo a produção para a região dos mesmos indicadores divulgados para o total da RMSP, com representatividade estatística. Conheça o boletim da PED ABC em: </produtos/ped/abc>. Seade volta a ser responsável pelo conteúdo do Portal Cidadão.SP Os serviços oferecidos pelo Estado são divulgados para todos os cidadãos em um único sítio na Internet. A partir de novo contrato assinado com a Secretaria de Gestão Pública, a Fundação Seade retomou em junho o gerenciamento de conteúdo do Portal de Serviços Públicos do Governo do Estado de São Paulo. O contrato prevê a participação ativa do Seade na concepção de nova versão do Portal Cidadão.SP e no aperfeiçoamento da relação com os colaboradores dos diversos órgãos da administração pública paulista. Além disso, o Seade irá reformular o questionário usado na coleta de informações sobre os serviços públicos prestados via Internet. Essas informações também serão disponibilizadas aos cidadãos pela Internet, garantindo seu direito de conhecer e acessar os serviços oferecidos pelo governo. Com a reunião dessas informações num único portal, os cidadãos não precisarão percorrer os diversos sítios dos órgãos públicos nem utilizar outros meios de contato como telefone, visita presencial e . Divulgação da PED primeira transmissão ao vivo Em junho, a Fundação Seade realizou a primeira transmissão ao vivo de um evento, a coletiva de imprensa de divulgação da Pesquisa de Emprego e Desemprego, que integra o calendário permanente da instituição. A PED foi implantada na Região Metropolitana de São Paulo em 98 e paulatinamente ampliou sua cobertura geográfica. Atualmente, a pesquisa produz indicadores para duas regiões metropolitanas do Sudeste (São Paulo e Belo Horizonte), três do Nordeste (Recife, Salvador e Fortaleza), uma do Sul (Porto Alegre) e para o Distrito Federal (região Centro-Oeste). Os resultados são divulgados na última quarta-feira de cada mês, às 0h, e a partir deste mês a coletiva de imprensa poderá ser acompanhada ao vivo por um canal de streaming de vídeo, cujo endereço será divulgado na mesma data da coletiva, no sítio da Fundação Seade. Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

4 Agosto de 0 N o 0 Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação realiza seminário A Fundação Seade participou do terceiro seminário da rede, em Brasília, no início de julho. Representantes das três esferas de governo participaram do evento, assim como institutos de pesquisas, universidades e organizações não governamentais ligadas ao monitoramento e à avaliação de políticas públicas. Os trabalhos apresentados possibilitaram debater questões como a institucionalização do monitoramento e avaliação das políticas públicas e as especificidades dessas atividades nas fases de formulação e de implementação de políticas e programas. Em razão de 0 ser o ano de elaboração dos planos plurianuais estaduais e federal para o quadriênio 0-, organizou-se também mesa para apresentação de experiências em andamento. Sob a coordenação da Fundação Seade, as experiências debatidas foram as dos governos de Minas Gerais e de São Paulo, além da relativa ao governo federal. A Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação foi fundada em 008 com o propósito de promover o uso de práticas de monitoramento e avaliação e a troca de experiências e de recursos de gestão para o desenho, implementação, acompanhamento e controle de políticas e programas públicos. Desde sua criação, a Fundação Seade integra, ao lado de outras instituições, o comitê gestor dessa rede. Para mais informações sobre a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação, ver: < Parceria com Ipea, Anipes, Emplasa e Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional resulta em seminário e lançamento de publicações O seminário, realizado em agosto, foi organizado em duas sessões. Na primeira, foram lançados o livro Brasil em Desenvolvimento 00 e outras publicações resultantes de projetos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Ipea. Na segunda sessão foi lançado o livro Dinâmica Urbano-Regional, resultado de pesquisa coordenada pelo Ipea, desenvolvida por instituições filiadas à Associação Nacional das Instituições de Planejamento, Pesquisa e Estatística Anipes. Nessa sessão também foi lançado o livro Rede Urbana e Regionalização do Estado de São Paulo, que apresenta estudos desenvolvidos pela Fundação Seade e pela Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano SA Emplasa, fruto de acordo de cooperação técnica formalizado com a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional do governo do Estado de São Paulo. A diretora executiva da Fundação Seade e presidente da Anipes, Felícia Reicher Madeira, participou da abertura do seminário. Consulte o livro Rede Urbana e Regionalização do Estado de São Paulo em: </produtos/publicacoes/pub_redeurbanaregionalizacaoesp_0.pdf> e os relatórios intermediários do Estudo da Morfologia e da Hierarquia Funcional da Rede Urbana Paulista e da Regionalização do Estado de São Paulo em: < Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

5 Agosto de 0 N o 0 Relação de Nomes e Cargos e Endereços do Governo do Estado de São Paulo (RNC) A RNC resulta de levantamento realizado pela Fundação Seade sobre os ocupantes dos cargos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do governo estadual, até o terceiro escalão, e seus respectivos endereços. Para os municípios do Estado, os dados referem-se aos poderes Executivos e Legislativos. Sua base de dados é atualizada trimestralmente para o governo estadual e o Município de São Paulo, a partir de informações fornecidas por seus respectivos órgãos. A Fundação Seade também acompanha as alterações nos principais cargos e pastas por meio dos diários oficiais, jornais de maior circulação e páginas institucionais na Internet. São recebidas informações também por telefone, fax ou , as quais sempre são verificadas quanto à sua autenticidade. Para prefeituras e câmaras dos demais municípios do Estado, o levantamento tem periodicidade anual e é feito nos sítios institucionais dos municípios na Internet e por meio de telefone e . Consulte a RNC em: </produtos/rnc>. A informação a serviço da cidadania O Seade é uma fundação vinculada à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Governo do Estado de São Paulo. Utilizando metodologias inovadoras e tecnologias modernas, o Seade coleta, organiza, analisa, divulga e disponibiliza informações provenientes de diversas instituições, além daquelas que resultam de suas próprias pesquisas. Ao longo de mais de 30 anos de atuação, o Seade tem se constituído em uma segura e sempre atualizada fonte de dados sobre o Estado de São Paulo. Os dados estatísticos, os indicadores e os estudos elaborados pelo Seade abrangem largo espectro temático: caracterização do território, comunicações, condições de vida, economia, educação, energia, estatísticas vitais, finanças públicas, habitação, instituições financeiras, justiça e segurança, meio ambiente, movimento eleitoral, população, produto interno e renda, saneamento, saúde, serviços, trabalho, transporte, turismo, entre outros. Essas informações disponibilizadas pelo Seade em seu sítio na Internet auxiliam cidadãos, gestores públicos, empresários e jornalistas a compreender melhor as características específicas da realidade paulista, as mudanças sociais, as transformações econômicas e os impactos das políticas públicas nos municípios do Estado. Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

6 Agosto de 0 N o 0 Conheça as atualizações mais recentes de dados do sítio da Fundação Seade Tema Informação Alteração realizada Data da atualização Acesso Pesquisa de Emprego e Desemprego PED Região do ABC Pesquisa de Emprego e Desemprego PED Região Metropolitana de São Paulo Pesquisa de Emprego e Desemprego PED Sete Regiões Metropolitanas Atualização Junho/0 /0/0 /produtos/ped/abc Atualização Junho/0 /0/0 /produtos/ped Atualização Junho/0 /0/0 /produtos/ped/metropolitana Fecundidade continua em queda em São Paulo Publicação do estudo sobre Fecundidade no Estado de São Paulo. SP Demográfi co nº julho/0 /0/0 /produtos/spdemog $ Matrículas na educação infantil, especial, ensino fundamental e médio. Valor Adicionado Fiscal, segundo Setores de Atividade Econômica Atualização 00 9/0/0 /produtos/imp Atualização 009 9/0/0 /produtos/imp Produto Interno Bruto PIB Trimestral Atualização para o º trimestre/0 3/0/0 /produtos/pibtrimestral Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODM Relatório de Acompanhamento Atualização 00 /0/0 /produtos/mmilenio Av. Cásper Líbero, CEP São Paulo/SP PABX () Atendimento ao Usuário () 333-

Fundação Seade. www.seade.gov.br

Fundação Seade. www.seade.gov.br Maio de N o Diminui a migração no Estado de São Paulo A divulgou mais um número do SP Demográfico, o terceiro de. Dessa vez, são apresentadas estimativas inéditas dos saldos migratórios e das taxas de

Leia mais

Fundação Seade. www.seade.gov.br

Fundação Seade. www.seade.gov.br Julho de 00 N o 9 Parceria Seade-Agemcamp para gerenciamento dos portais na Internet Portais web para divulgação institucional, atração de investimentos e promoção da cultura e do turismo de negócios na

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Outubro de 0 N o Monitoramento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODMs Consulte A Fundação Seade disponibilizará, anualmente, as séries históricas do conjunto de indicadores dos ODMs

Leia mais

Aumenta a taxa de desemprego

Aumenta a taxa de desemprego PED JANEIRO DE 2012 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO DIVULGAÇÃO N o 326 Aumenta a taxa de desemprego Diminui o nível de ocupação na Indústria e no Comércio Pequeno crescimento

Leia mais

Panorama de 25 anos da mortalidade por Aids no Estado de São Paulo

Panorama de 25 anos da mortalidade por Aids no Estado de São Paulo Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo Ano 12 nº 2 Maio 2012 Panorama de 25 anos da mortalidade por Aids no Estado de São Paulo As estatísticas de mortalidade produzidas pela Fundação Seade,

Leia mais

Fundação Seade. www.seade.gov.br

Fundação Seade. www.seade.gov.br Janeiro de 0 N o 3 PIB municipal: dos 30 maiores municípios do país, localizam-se no Estado de São Paulo Região Metropolitana de São Paulo concentra a metade do PIB do Estado, e a capital paulista responde,

Leia mais

PED ABC Novembro 2015

PED ABC Novembro 2015 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO DO ABC 1 Novembro 2015 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO DO ABC Diferenciais de inserção de negros e não negros no mercado de trabalho em 2013-2014 Dia

Leia mais

O TRABALHO POR CONTA PRÓPRIA NA CONSTRUÇÃO CIVIL

O TRABALHO POR CONTA PRÓPRIA NA CONSTRUÇÃO CIVIL Nº 5 Fevereiro 2011 O TRABALHO POR CONTA PRÓPRIA NA CONSTRUÇÃO CIVIL O desenvolvimento capitalista no Brasil alcançou um impulso formidável no século passado, dotando, em curto espaço de tempo, uma economia

Leia mais

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA RMBH EM 2007

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA RMBH EM 2007 MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ESPECIAL NEGROS Novembro de 2008 NOVEMBRO de 2008 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA RMBH EM 2007 Na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Leia mais

BOLETIM. Taxa de desemprego anual na RMSP é a menor em 20 anos

BOLETIM. Taxa de desemprego anual na RMSP é a menor em 20 anos A taxa média anual de desemprego, na Região Metropolitana de São Paulo RMSP, diminuiu de 11,9% para 10,5%, entre 2010 e 2011, atingindo seu menor valor nos últimos 20 anos. Essa é uma das informações divulgadas

Leia mais

REGIÃO METROPOLITANA DE SALVADOR SETEMBRO DE 2008 TAXA DE DESEMPREGO MANTÉM DECLÍNIO NA RMS

REGIÃO METROPOLITANA DE SALVADOR SETEMBRO DE 2008 TAXA DE DESEMPREGO MANTÉM DECLÍNIO NA RMS REGIÃO METROPOLITANA DE SALVADOR SETEMBRO DE 2008 E TAXA DE DESEMPREGO MANTÉM DECLÍNIO NA RMS m setembro, a Pesquisa de Emprego e Desemprego, realizada na Região Metropolitana de Salvador (RMS), apresentou

Leia mais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais

BOLETIM. Produto Interno Bruto paulista continua no patamar de um trilhão de reais patamar de um trilhão Em ano atípico, o PIB do Estado de São apresentou redução real em 2009, mas ampliou sua participação no PIB brasileiro. Em 2009, o PIB, calculado pela Fundação Seade em parceria com

Leia mais

Fundação Seade. www.seade.gov.br

Fundação Seade. www.seade.gov.br Julho de 0 N o 9 Seade realiza Pesquisa Municipal sobre drenagem urbana Consulte Levantamento junto às prefeituras paulistas visa captar informações para construção do Índice de Drenagem Urbana. PIB paulista

Leia mais

CENSO ESCOLAR ESTADO DE SÃO PAULO INFORME 2014

CENSO ESCOLAR ESTADO DE SÃO PAULO INFORME 2014 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE INFORMAÇÃO, MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO EDUCACIONAL CENSO ESCOLAR ESTADO DE SÃO PAULO INFORME Governador do Estado de São

Leia mais

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007 O EMPREGO DOMÉSTICO Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Abril 2007 Perfil de um emprego que responde por 17,7% do total da ocupação feminina e tem 95,9% de seus postos de trabalho

Leia mais

Relatório Trimestral de Supervisão das Bases de Dados Desempenho das Atividades: Janeiro a Março de 2007

Relatório Trimestral de Supervisão das Bases de Dados Desempenho das Atividades: Janeiro a Março de 2007 Relatório Trimestral de Supervisão das Bases de Dados Desempenho das Atividades: Janeiro a Março de 2007 Convênio MTE/SPPE/CODEFAT 098/2005 Primeiro Termo Aditivo RELATÓRIO TRIMESTRAL DE SUPERVISÃO DAS

Leia mais

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA SETEMBRO /2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 1. Dimensão e características da ocupação no setor da construção civil no Brasil e na Bahia (2000 e 2010)...

Leia mais

Além da diversão e arte, o pão: o mercado de trabalho da cultura na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Além da diversão e arte, o pão: o mercado de trabalho da cultura na Região Metropolitana de Belo Horizonte Data de elaboração da ficha: Jul 2007 Fundação João Pinheiro Dados da organização Nome: Fundação João Pinheiro (FJP) Endereço: Alameda das Acácias 70, São Luiz Cep: 31.275-150 Belo Horizonte, MG Site:

Leia mais

INFORME INFRA-ESTRUTURA

INFORME INFRA-ESTRUTURA INFORME INFRA-ESTRUTURA ÁREA DE PROJETOS DE INFRA-ESTRUTURA MARÇO/96 N 8 Serviços de Saneamento Básico - Níveis de Atendimento O presente trabalho informa sobre o nível de atendimento em serviços de saneamento

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS PROGRAMA BPC TRABALHO PASSO A PASSO O QUE É O Programa de Promoção

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RECIFE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RECIFE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RECIFE RELATÓRIO DO PROCESSO DE DIÁLOGO SOCIAL COM OS CONSELHEIROS DA COMISSÃO MUNICIPAL DE EMPREGO DO RECIFE Contrato de Prestação de Serviços Nº 123 Prefeitura do Recife /

Leia mais

PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA

PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA OBJETIVO GERAL: Estimular o crescimento e o desenvolvimento econômico e social do DF, por meio do fortalecimento do Sistema Público de Emprego, garantindo

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU CAICÓ - RN COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ-PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Leia mais

PLANO SALVADOR 500 PLANO DE MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

PLANO SALVADOR 500 PLANO DE MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1. INTRODUÇÃO O Plano Salvador 500 surge com o compromisso de resgatar o planejamento de longo prazo e orientar o desenvolvimento de Salvador para uma visão de futuro que não seja a mera reprodução das

Leia mais

1ª Edição do Banco de Dados das PPPs

1ª Edição do Banco de Dados das PPPs 1ª Edição do Banco de Dados das PPPs Bruno Ramos Pereira Flávio Marques Prol Julho de 2011 Sumário 1. Sumário executivo... 2 2. Por que um banco de dados sobre as PPPs?... 3 3. Seleção dos editais e contratos...

Leia mais

11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 11. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL A educação profissional no Brasil já assumiu diferentes funções no decorrer de toda a história educacional brasileira. Até a promulgação da atual LDBEN, a educação profissional

Leia mais

Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados. Dados da organização

Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados. Dados da organização Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados Data de elaboração da ficha: Abr 2007 Dados da organização Nome: Fundação Seade Endereço: Av. Casper Líbero, 464, São Paulo, SP Site: www.seade.gov.br

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO DO TERRITÓRIO CANTUQUIRIGUAÇU - CONDETEC CAPÍTULO I DA NATUREZA

REGIMENTO DO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO DO TERRITÓRIO CANTUQUIRIGUAÇU - CONDETEC CAPÍTULO I DA NATUREZA REGIMENTO DO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO DO TERRITÓRIO CANTUQUIRIGUAÇU - CONDETEC CAPÍTULO I DA NATUREZA Art 1º - O Conselho de Desenvolvimento do Território CANTUQUIRIGUAÇU - CONDETEC é composto por entidades

Leia mais

PED-RMPA INFORME ESPECIAL IDOSOS

PED-RMPA INFORME ESPECIAL IDOSOS A POPULAÇÃO IDOSA NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE SETEMBRO - 2008 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE PED-RMPA INFORME ESPECIAL IDOSOS

Leia mais

Saúde. reprodutiva: gravidez, assistência. pré-natal, parto. e baixo peso. ao nascer

Saúde. reprodutiva: gravidez, assistência. pré-natal, parto. e baixo peso. ao nascer 2 Saúde reprodutiva: gravidez, assistência pré-natal, parto e baixo peso ao nascer SAÚDE BRASIL 2004 UMA ANÁLISE DA SITUAÇÃO DE SAÚDE INTRODUÇÃO No Brasil, as questões relativas à saúde reprodutiva têm

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios T RABALHO I NFANTIL 2 0 0 1 IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento,

Leia mais

Análise do mercado de trabalho

Análise do mercado de trabalho Análise do mercado de trabalho 1 Introdução Esta análise tem como propósito a apresentação do desempenho do mercado de trabalho brasileiro no primeiro trimestre de 2010 com base, principalmente, nos indicadores

Leia mais

SAÚDE DA MULHER, MORTALIDADE MATERNA E REDUÇÃO DE DANOS. Novembro de 2008

SAÚDE DA MULHER, MORTALIDADE MATERNA E REDUÇÃO DE DANOS. Novembro de 2008 PARAÍBA NEGO SAÚDE DA MULHER, MORTALIDADE MATERNA E REDUÇÃO DE DANOS Novembro de 2008 Atenção Básica Conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrangem a promoção e a proteção da

Leia mais

CRESCIMENTO DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL FAVORECE A EXPANSÃO DE POSTOS DE TRABALHO E DO RENDIMENTO

CRESCIMENTO DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL FAVORECE A EXPANSÃO DE POSTOS DE TRABALHO E DO RENDIMENTO Nº 4 Outubro CRESCIMENTO DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL FAVORECE A EXPANSÃO DE POSTOS DE TRABALHO E DO RENDIMENTO Em, a retomada do crescimento econômico em patamar superior ao verificado nos últimos anos

Leia mais

TAXA DE DESEMPREGO DIMINUIU PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO

TAXA DE DESEMPREGO DIMINUIU PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO DO ABC¹ Resultados de outubro² 1 de 2014 TAXA DE DESEMPREGO DIMINUIU PELO SEGUNDO MÊS CONSECUTIVO 1. As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego PED, realizada pela

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome O Brasil assume o desafio de acabar com a miséria O Brasil assume o desafio de acabar com a

Leia mais

Energia Elétrica: Previsão da Carga dos Sistemas Interligados 2 a Revisão Quadrimestral de 2004

Energia Elétrica: Previsão da Carga dos Sistemas Interligados 2 a Revisão Quadrimestral de 2004 Energia Elétrica: Previsão da Carga dos Sistemas Interligados 2 a Revisão Quadrimestral de 2004 Período 2004/2008 INFORME TÉCNICO PREPARADO POR: Departamento de Estudos Energéticos e Mercado, da Eletrobrás

Leia mais

:: SEI / MJ - 1098734 - Edital :: http://sei.mj.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir...

:: SEI / MJ - 1098734 - Edital :: http://sei.mj.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir... Boletim de Serviço em 17/09/2015 1098734 08004.001091/2015-67 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Esplanada dos Ministérios, Bloco T, Ed. Sede, 3º Andar, Sala 300-A - Bairro Zona Cívico Administrativa, Brasília/DF,

Leia mais

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade 6 jul 2006 Nº 3 Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade Por Antonio Marcos Ambrozio Economista da Secr. de Assuntos Econômicos Recuperação dos Houve um postos de trabalho grande aumento

Leia mais

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017)

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Consórcio Intermunicipal Grande ABC Brasília, 4 Dezembro 2015

Leia mais

PRODUTOS DO COMPONENTE 3. 3.1 - Modelo de Gestão Organizacional Formulado e Regulamentado

PRODUTOS DO COMPONENTE 3. 3.1 - Modelo de Gestão Organizacional Formulado e Regulamentado PRODUTOS DO COMPONENTE 3 3.1 - Modelo de Gestão Organizacional Formulado e Regulamentado A estruturação do atual modelo de gestão, caracterizou-se pela necessidade de alinhar permanentemente os órgãos

Leia mais

A taxa de desemprego do 3º trimestre de 2007 foi de 7,9%

A taxa de desemprego do 3º trimestre de 2007 foi de 7,9% Estatísticas do Emprego 3º trimestre de 2007 16 de Novembro de 2007 A taxa de desemprego do 3º trimestre de 2007 foi de 7,9 A taxa de desemprego estimada para o 3º trimestre de 2007 foi de 7,9. Este valor

Leia mais

ACOMPANHAMENTO E APOIO TÉCNICO À GESTÃO DESCENTRALIZADA DO SUAS

ACOMPANHAMENTO E APOIO TÉCNICO À GESTÃO DESCENTRALIZADA DO SUAS ACOMPANHAMENTO E APOIO TÉCNICO À GESTÃO DESCENTRALIZADA DO SUAS O ACOMPANHAMENTO E APOIO NO ÂMBITO DO SUAS LINHA DO TEMPO Acompanhamento e Apoio Técnico no SUAS 2005 2007 2008 NOB-SUAS Prevê a habilitação

Leia mais

Chamada de Propostas de Pesquisa. Convênio FAPESP-FAPEMIG

Chamada de Propostas de Pesquisa. Convênio FAPESP-FAPEMIG 20080702 1 Chamada de Propostas de Pesquisa Convênio FAPESP-FAPEMIG A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo FAPESP e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, tornam

Leia mais

3 O Panorama Social Brasileiro

3 O Panorama Social Brasileiro 3 O Panorama Social Brasileiro 3.1 A Estrutura Social Brasileira O Brasil é um país caracterizado por uma distribuição desigual de renda. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios

Leia mais

CADERNOS REGIONAIS SUDESTE

CADERNOS REGIONAIS SUDESTE CADERNOS REGIONAIS SUDESTE 2015 Apresentação Neste ano de 2015 se realiza o 12º CONCUT Congresso Nacional da Central Única dos Trabalhadores -, momento de suma importância para não só eleger a nova direção

Leia mais

Docente: Willen Ferreira Lobato willenlobato@yahoo.com.br

Docente: Willen Ferreira Lobato willenlobato@yahoo.com.br Docente: Willen Ferreira Lobato willenlobato@yahoo.com.br Natal 29/02/2012 1 Considerações Gerais; Principais conceitos demográficos; Gráficos de indicadores sociais; Estrutura das populações mundiais:

Leia mais

Compromisso com um plano de governo

Compromisso com um plano de governo Anexo 2 Compromisso com um plano de governo A partir de uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo, a capital paulista aprovou, em fevereiro de 2008, a Emenda nº 30 à Lei Orgânica do Município de São Paulo

Leia mais

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS RELATÓRIO DA REDE DE ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS Nome do Responsável: Seilani N. Almendros de Oliveira Cargo do Responsável: Coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas NETP/SEJUS

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO REGIMENTO INTERNO Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º O Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI/Campinas), criado pela Lei Municipal

Leia mais

Agendas Estaduais de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e de Educação de Jovens e Adultos

Agendas Estaduais de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e de Educação de Jovens e Adultos Agendas Estaduais de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e de Educação de Jovens e Adultos PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO As Agendas Estaduais de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e Educação

Leia mais

XII-015 ORÇAMENTO PARTICIPATIVO E SANEAMENTO AMBIENTAL A EXPERIÊNCIA DE SANTO ANDRÉ (SP) DE 1998 A 2003

XII-015 ORÇAMENTO PARTICIPATIVO E SANEAMENTO AMBIENTAL A EXPERIÊNCIA DE SANTO ANDRÉ (SP) DE 1998 A 2003 XII-015 ORÇAMENTO PARTICIPATIVO E SANEAMENTO AMBIENTAL A EXPERIÊNCIA DE SANTO ANDRÉ (SP) DE 1998 A 2003 Marcelo Bispo (1) Projetista Industrial Pós Graduado em Gestão Ambiental pela Faculdade de Saúde

Leia mais

Gráfico 1 Jovens matriculados no ProJovem Urbano - Edição 2012. Fatia 3;

Gráfico 1 Jovens matriculados no ProJovem Urbano - Edição 2012. Fatia 3; COMO ESTUDAR SE NÃO TENHO COM QUEM DEIXAR MEUS FILHOS? UM ESTUDO SOBRE AS SALAS DE ACOLHIMENTO DO PROJOVEM URBANO Rosilaine Gonçalves da Fonseca Ferreira UNIRIO Direcionado ao atendimento de parcela significativa

Leia mais

MATRIZ DOS INDICADORES

MATRIZ DOS INDICADORES MATRIZ DOS INDICADORES 1. DEMOGRAFIA Indicador: População infantojuvenil, de 0 a 19 anos, por sexo e cor/raça, residente nos setores urbano e rural. Definição: apresenta o número total de crianças e adolescentes,

Leia mais

Sistema de Monitoramento e avaliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em Belo Horizonte

Sistema de Monitoramento e avaliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em Belo Horizonte Sistema de Monitoramento e avaliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio em Belo Horizonte O Observatório do Milênio de Belo Horizonte é um espaço de produção, análise e disponibilização de informações

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC 1. CONTEXTO A Catho Educação Executiva é focada no desenvolvimento de talentos, na melhora do desempenho das organizações e na criação de processos

Leia mais

LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO

LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO Maria da Piedade Morais 1º Seminário Franco-Brasileiro sobre Saúde Ambiental Brasília, 28 de junho de 2011 Objetivos

Leia mais

LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO LAI. Lei Federal nº 12.527/11 - Lei Distrital nº 4.990/12

LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO LAI. Lei Federal nº 12.527/11 - Lei Distrital nº 4.990/12 LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO LAI Lei Federal nº 12.527/11 - Lei Distrital nº 4.990/12 RELATÓRIO 2013 / 2014 1. APRESENTAÇÃO O acesso a informações produzidas e armazenadas pelo Estado é um direito do cidadão,

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que o avanço tecnológico,

Leia mais

A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso. Fabio Ribas Recife, março de 2012

A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso. Fabio Ribas Recife, março de 2012 A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso Fabio Ribas Recife, março de 2012 Uma pauta para nosso diálogo: 1)Desafios para o fortalecimento

Leia mais

PLANEJAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Brasília, outubro de 2011

PLANEJAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Brasília, outubro de 2011 PLANEJAMENTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Brasília, outubro de 2011 PLANEJAMENTO DA SAÚDE INTEGRADO: ASPECTOS CONSIDERADOS PRESSUPOSTOS INSTRUMENTOS Plano de Saúde, Programação Anual de saúde e Programação

Leia mais

MUDANÇAS NA RELAÇÃO ENTRE A PME E A PED COM A NOVA METODOLOGIA DA PME

MUDANÇAS NA RELAÇÃO ENTRE A PME E A PED COM A NOVA METODOLOGIA DA PME MUDANÇAS NA RELAÇÃO ENTRE A PME E A PED COM A NOVA METODOLOGIA DA PME Maurício Cortez Reis Professor do Dept de Economia da PUC - Rio 1 INTRODUÇÃO A Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada pelo IBGE

Leia mais

Indicadores e Dados Básicos: situando Santa Catarina

Indicadores e Dados Básicos: situando Santa Catarina Secretaria da Saúde do Estado de Santa Catarina Diretoria de Planejamento e Coordenação Gerência de Estatística e Informática Setor de Mortalidadade Indicadores e Dados Básicos: situando Santa Catarina

Leia mais

Formalização das relações de trabalho

Formalização das relações de trabalho PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO MAIO DE 2015 Formalização das relações de trabalho SÚMARIO EXECUTIVO O aumento da proporção de ocupações com relações de trabalho formalizadas,

Leia mais

PREFEITURA DE PORTO VELHO

PREFEITURA DE PORTO VELHO LEI Nº. 1628, DE 27 DE OUTUBRO DE 2005. Institui a Política Municipal de fomento à Economia Popular e Solidária na Cidade de Porto Velho e estabelece outras disposições. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PORTO

Leia mais

Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda

Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda Mesa: Cadastro Único, Bolsa Família e Brasil sem Miséria. Cadastro Único É um mapa representativo

Leia mais

Comunicado de 1-9-2010 Aos Dirigentes Regionais, Supervisores de Ensino, Diretores de Escola e Professores O Secretário de Estado da Educação,

Comunicado de 1-9-2010 Aos Dirigentes Regionais, Supervisores de Ensino, Diretores de Escola e Professores O Secretário de Estado da Educação, Comunicado de 1-9-2010 Aos Dirigentes Regionais, Supervisores de Ensino, Diretores de Escola e Professores O Secretário de Estado da Educação, considerando o Acordo de Cooperação celebrado entre o Governo

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente Atratividade do Brasil: avanços e desafios Fórum de Atratividade BRAiN Brasil São Paulo, 03 de junho de 2011 Luciano Coutinho Presidente O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF MANUAL DE NAVEGAÇÃO MÓDULO DE TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS APLICATIVO UPLOAD/DOWNLOAD Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA. LEI 12.587 3 de janeiro de 2012

POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA. LEI 12.587 3 de janeiro de 2012 LEI 12.587 3 de janeiro de 2012 A POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA, INSTITUDA PELA LEI 12.587, É INSTRUMENTO DA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO URBANO, OBJETIVANDO A INTEGRAÇÃO ENTRE OS DIFERENTES MODOS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU LEI Nº 6.576, DE 23 DE OUTUBRO DE 2.014 P. 35.427/13 (4.599/13-Emdurb) Cria o Conselho Municipal de Mobilidade de Bauru e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE BAURU, nos termos do art. 51 da

Leia mais

Tecnologia em Gestão Ambiental. 1/2011 Retorna às Aulas

Tecnologia em Gestão Ambiental. 1/2011 Retorna às Aulas Tecnologia em Gestão Ambiental 1/2011 Retorna às Aulas Definição de Meio Ambiente O termo meio ambiente tem sido utilizado para indicar um espaço (com seus componentes bióticos e abióticos6 e suas interações)

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo - Pesquisa

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo - Pesquisa PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo - Pesquisa 1 Apresentação O CBCA Centro Brasileiro da Construção em Aço, no ano em que completa 10 anos de atividades, e a ABCEM Associação

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

Bolsa de Qualificação Profissional para Trabalhador com Contrato de Trabalho Suspenso

Bolsa de Qualificação Profissional para Trabalhador com Contrato de Trabalho Suspenso Programa 0099 Novo Emprego e Seguro-desemprego Objetivo Elevar o número de trabalhadores colocados pelo Sistema Nacional de Emprego - SINE, reduzir o tempo de espera do trabalhador por um posto de trabalho

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO ANÁLISES DO PERÍODO 1996/2014

CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO ANÁLISES DO PERÍODO 1996/2014 CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO ANÁLISES DO PERÍODO / BOLETIM: OUTUBRO/2015 PESQUISA DE PRODUTIVIDADE SOBRE A EQUIPE TÉCNICA DA FUNDAÇÃO DOM CABRAL (FDC) COORDENAÇÃO TÉCNICA DA PESQUISA DE PRODUTIVIDADE:

Leia mais

A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010

A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010 Estatísticas do Emprego 4º trimestre de 2010 16 de Fevereiro de 2011 A taxa de desemprego foi de 11,1% no 4º trimestre de 2010 A taxa de desemprego estimada para o 4º trimestre de 2010 foi de 11,1%. Este

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR EM RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS - 01

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR EM RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS - 01 TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR EM RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS - 01 N.º e Título do Projeto: Projeto OEI/BRA 09/002, Desenvolvimento de Processos Gerenciais e Operacionais no Ministério

Leia mais

BOLSA FAMÍLIA Relatório-SÍNTESE. 53

BOLSA FAMÍLIA Relatório-SÍNTESE. 53 CAPÍTULO6 BOLSA FAMÍLIA Relatório-SÍNTESE. 53 Aspectos de gênero O Programa Bolsa Família privilegia como titulares as mulheres-mães (ou provedoras de cuidados), público que aflui às políticas de assistência

Leia mais

Acesse o Termo de Referência no endereço: www.ibam.org.br e clique em Seleção de Profissionais.

Acesse o Termo de Referência no endereço: www.ibam.org.br e clique em Seleção de Profissionais. Programa Pará: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Assessoria à Supervisão Geral No âmbito do Programa Pará Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial de Políticas para

Leia mais

ANEXO 1 REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, SEDE E FORO

ANEXO 1 REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, SEDE E FORO ANEXO 1 REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, SEDE E FORO Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - Conarenf, criada pela

Leia mais

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros.

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros. Meta 1 - Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de quatro e cinco anos, e ampliar, até 2025, a oferta de Educação Infantil de forma a atender a 50% da população de até 3 anos. Estratégias:

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Agosto 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em julho, foram gerados 140 mil postos de trabalho formais no Brasil Com

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Setembro de 0 N o Mortalidade infantil diminui % em 00 e fica abaixo de óbitos por mil nascidos vivos, em São Paulo Consulte Resultado reafirma a posição de São Paulo como um dos Estados com menor risco

Leia mais

TOTAL 13.755 19.805 1 1 1.554 0 35.116

TOTAL 13.755 19.805 1 1 1.554 0 35.116 O Programa Bolsa Família (PBF) reconhecido nacional e internacionalmente como um dos programas de transferência condicionada de renda de maior êxito, atende hoje aproximadamente 110 mil famílias pobres

Leia mais

Edital do XI Concurso de Projetos. Direitos Humanos e Cidadania das Mulheres Jovens

Edital do XI Concurso de Projetos. Direitos Humanos e Cidadania das Mulheres Jovens Edital do XI Concurso de Projetos Direitos Humanos e Cidadania das Mulheres Jovens ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com outros 2 Fundos integrantes do Consórcio de Fundos de Mulheres da América

Leia mais

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social Apoio a Projetos de Tecnologias Social e Assistiva Documento de Referência para Apresentação, Habilitação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO OEI/TOR/FNDE/CGINF Nº 41/2012 1.

Leia mais

Mortalidade por Aids no Estado: redução contínua desde 1996

Mortalidade por Aids no Estado: redução contínua desde 1996 Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo Ano 5 nº 13 Novembro 2004 Mortalidade por Aids no Estado: redução contínua desde 1996 A quantificação dos óbitos por Aids revela que, no Estado de

Leia mais

LEI Nº 15.853 DE 11 DE OUTUBRO DE 2011.

LEI Nº 15.853 DE 11 DE OUTUBRO DE 2011. LEI Nº 15.853 DE 11 DE OUTUBRO DE 2011. 1 Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Economia Solidária e o Fundo Municipal de Fomento à Economia Solidária e dá outras providências. O Prefeito Municipal

Leia mais

QUEM FAZ O QUÊ? DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS

QUEM FAZ O QUÊ? DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS QUEM FAZ O QUÊ? SETTRAN - SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO E TRANSPORTES CTA ESTATÍSTICAS CTA - CONTROLE DE TRÁFEGO EM ÁREA AUTOR: AÍLTON BORGES SETTRAN- - Transporte coletivo na cidade... Quem faz o quê?

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016

EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016 EDITAL DE SELEÇÃO ARTÍSTICA PROJETO SEGUNDA MUSICAL 2016 A Secretaria da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais faz saber aos interessados que se encontram abertas, no período de 11 a 29 de fevereiro

Leia mais

Desemprego cresceu no conjunto das regiões

Desemprego cresceu no conjunto das regiões Desemprego cresceu no conjunto das regiões SETEMBRO DE 2015 As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego revelam que a taxa de desemprego aumentou nas cinco regiões pesquisadas. O DIEESE

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO UTRAMIG / Nº 11 / 2012. Processo de Credenciamento de Docentes Colaboradores Externos

EDITAL DE CREDENCIAMENTO UTRAMIG / Nº 11 / 2012. Processo de Credenciamento de Docentes Colaboradores Externos EDITAL DE CREDENCIAMENTO UTRAMIG / Nº 11 / 2012 Processo de Credenciamento de Docentes Colaboradores Externos A Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais UTRAMIG comunica a abertura do processo

Leia mais

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013.

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. Seleção de Projetos ou Programas para concessão de bolsas do Programa de Bolsa de Extensão da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (PROBEXT-UFCSPA)

Leia mais

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS TÍTULO DO PROJETO: PLANEJAMENTO E APLICAÇÃO DE CONTABILIDADE DE CUSTOS A MICROEMPREENDEDORES DO RAMO ALIMENTICIO DO TERCEIRO SETOR DA ECONOMIA BRASILEIRA. NOME DOS

Leia mais

Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência

Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência Introdução O panorama que se descortina para os próximos anos revela um quadro de grandes desafios para as empresas. Fatores como novas exigências dos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO GESTÃO DA TRANSVERSALIDADE DO RS NA PAZ

PLANO DE TRABALHO GESTÃO DA TRANSVERSALIDADE DO RS NA PAZ PLANO DE TRABALHO GESTÃO DA TRANSVERSALIDADE DO Secretaria de Estado da Saúde 1. Finalidade do Plano de Trabalho: Atender o Decreto Estadual nº 48.611, de 22 de novembro de 2011, que institui o Comitê

Leia mais