Continental Fisheries of Brazil Sustainable livelihoods and conservation G-5

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Continental Fisheries of Brazil Sustainable livelihoods and conservation G-5"

Transcrição

1 Continental Fisheries of Brazil Sustainable livelihoods and conservation G-5

2 Projeto PPAgua ordinação: SCar deração de Pescadores Artesenais de MG BAMA,? IEF Parceiros 29 Brasil, 15 Canadá (pesca, universidade, comunidades, industria, governos municipais, estaduais e federais)

3 Pesca Artesenal sustentavel no Brasil: Familias resistentes, com modas de vida diversas e redes de apoio locais e regionais; Meio Ambiente saudavel

4 Bacia do São Francisco e guns parceiros do projeto

5 Pilot Communities 1.Ibiaí 2.Barra do Guacuí 3. Pirapora, Buritizeiro 4. São Gonçalo do Abaeté (Beira Rio, Pontal do Abaeté) 5. Três Marias

6 Industria nidades da Pesca ixe e o meio ambiente o geral; pesca amadora Governo Facilitacao, manejo de conflitos, treinamento Melhor qualidade de vida nas comunidades de pesca Sustentabilidade socioambiental Peixes de alta qualidade para Transferencias bi-laterais de tecnologias Integracao de objetivos entre parceiros e projetos Identificacao participativa dos desafias e potencialidades

7 tividades do projeto eminarios + Oficinas + Foruns + Visitas de ntercambio + Cursos + Educacao ambiental + esposta aos assuntos/demandas locais bjetivos romocao/criacao de relacionamentos, apacidades, e conhecimentos necessario ara a construcao e manutencao de omunidades sustentaveis da pesca. sultados adania empoderada e capaz, ideias as, governanca reconhecendo e alhando juntos comunidades: novas iniciativas de co-gestao e policiamento comunitario novas atividades comunitarios de recuperacao/cuidado ambiental - por ex. Revitalização do Corrego Barreiro Grande

8 Feramentas para manejo de conflitos e sustentabilidade de resultados Parcerias inclusivas Atividades participativas baseadas em potencialidades Construção o de confiança Valorização o do indivíduo duo

9 RESULTADOS Co-gestão: Decreto da Lei estadual ;2002 revisado e modificado por pescadores 2 novas Colônias em areas sub-representados Grupo de Trabalho da Pesca formado grupo multi-institucional

10 eduzindo Impactos Ambientais: Pescadores monitorando mortalidade de peixes e oblemas ambientais Forum inter-instit. e comunitario Set Rede Cooperação e Monitoramento São Gonçalo do Abaeté faz accordo de tratamento de ua e esgoto em Beira Rio Revisão de estratégia de redução e monitoramento de ntaminação Compromisso da Votorantim de modificar as operações

11 Desenvolvimento Comunitário e Educação Ambiental: Jovens construindo maquete de bacia hidrografico Educação transversal do meio ambiente iniciado Mercado regional iniciado em Barra do Guaicuí Produtos de beneficiamento iniciado em Três Marias, Beira Rio and Ibiaí

12 CIDA Accordo bilateral Canadá tecnologia Visitas puntuais Custos Canadá: Viagens no Canadá iagens por canadenses onsultarias canadenses Gestão canadense Brasil Tecnologia (Contrapartida) Situação Brasileira Melhoria (1a equidade) Contrapartida Brasil: Viagens no brasil Salários brasileiros Gestão brasileiro Espaço brasileiro material

13 Desafios Contrapartida 2003/4 2004/5 2005/6 Total Alvo stos totais ntrapartida Canada ntrapartida Brasil ntrapartida total % dos gastos 85% 56% 50% 61% 109%

14 Lições Aprendidas Intervenção (workshop, curso, etc.) Encaminhamentos (Comunidade, instituição, Governo) Hora, situação certo Monitoramento Tambem Implementação

15 Respostas - Ajustes Projeto de IDRC para ajudar com custos brasileiras Cobertura temporario de gastos brasileiras com $ Can Procura continua de contrapartida e engagamento maior do governo Maior equipe canadense nas comunidades Mudança da UFSCar à comunidade Contratação temporário de Brasileiros chaves com $ Can Maior investimentos nos encaminhamentos

16 Conseqüencias encias 2006/7 Falta de trabalhos no sub-projeto 3 Corte de outras atividades (da proposta inicial e de propostas mais recentes) Corte de time WFT Possivelmente parar atividades com $ Can no dezembro do 2006, se não haver contrapartidas

17 Sub-projeto /7 Re-Avalia Avaliação de estratégias de co-gestão e necessidades da pesca Apoio ao GTPesca para desenvolver Apoio ao processo de criar policia ambiental humanitária Missão conjunto ao Canadá para promover estratégias

18 Sub-projeto Desenvolvimento participativa de projetos de desenvolvimento comunitario com pescadoras e pescadores; ; treinamento de como fazer-lo Intercambio com Sto. André organização e incentivos Consultores canadense e brasileiros Introdução de Incubadores da Economia Solidaria? Aquicultura???

19 Sub-projeto Treinamento e montar equipe para estudos de monitoramento e diagnostica de contaminação e mortalidade de peixes (inclusivo comunidade) Manejo de disputas de recursos naturais Ed Donaldson no assunto de riscos de aquicultura Apoio e colaboração aos trabalhos de habitat de IBAMA, IEF, CODEVASF Missão conjunto ao Canadá para promover estratégias (IEF, IGAN, Pescadora e o, Votorantins?)

20 Tema A politica Conferências internacionais: - jovens no Canadá,, Bali com IDRC, Nordest

21 Tema B Educação Replicação de experiênça de maquetes Apoio na educação transversal nas escolas Educação comunitário de contaminação?educação comunitário da pesca e do meio ambiente filme participativa? Manual de orientador de programas de jovens

22 Tema C Genêro e Família Revisão do impacto do projeto e direitos humanos Revisão com prefeituras das políticas Contratação da Thais Madeira fazer encaminhamentos Evento sumário de pesquisas e lançamento amento de políticas? Replicação de beneficiamento e alternativas Missão de jovens ao Canadá Forum regional dos jovens para ver necessidades

23 Contrapartida Procurado IEF/IBAMA - engagamento na co-gest gestão; ; proposta de como fazer - bancar Ana The - bancar processo de GTPesca ou alternativa - colaborar na comunicação, estrategia do projeto - ajudar projetos de jovens Federação, colônias - apoiar trabalhos de GTPesca - buscar outras parcerias - apoio no desenvolvimento economica e social MMA - colaboração, dinheiro - educação ambiental SEAP - organização, desenvolvimento economico Universidades - colaboração, projetos, treinamento local Prefeituras desenvolvimento economico,, educação, gênero

24 Conclusao

25 Main Project Challenges: Managing Conflicts and Achieving Sustainability of Results Conflitos multiplos Multiple sources of conflict Conflicts can make partner engagement difficult

Visita sobre Desenvolvimento Comunitário

Visita sobre Desenvolvimento Comunitário RELATÓRIO DE VIAGEM Visita sobre Desenvolvimento Comunitário Minas Gerais, Brasil 14 de novembro - 1 o de dezembro, 2004 e 15-28 de fevereiro, 2005 Erika de Castro University of British Columbia 1 Relatório

Leia mais

Projeto Rumo a Co-Gestão da Pesca no Vale do São Francisco IARA/UFSCar Financiamento: IDRC e CIDA

Projeto Rumo a Co-Gestão da Pesca no Vale do São Francisco IARA/UFSCar Financiamento: IDRC e CIDA Apêndice C-2 Projeto Rumo a Co-Gestão da Pesca no Vale do São Francisco IARA/UFSCar Financiamento: IDRC e CIDA Atividade Oficina para implementação do Grupo de Trabalho da Pesca - GTpesca Data: 22 a 25/11

Leia mais

SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DAS ATIVIDADES DE FISCALIZAÇÃO DA PESCA, COM ENFOQUE NO POLICIAMENTO COMUNITÁRIO

SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DAS ATIVIDADES DE FISCALIZAÇÃO DA PESCA, COM ENFOQUE NO POLICIAMENTO COMUNITÁRIO SEMINÁRIO DE INTERCÂMBIO DAS ATIVIDADES DE FISCALIZAÇÃO DA PESCA, COM ENFOQUE NO POLICIAMENTO COMUNITÁRIO Belo Horizonte, 06 de junho de 2005 Moderadora: Magda Salles de Moura I - INTRODUÇÃO No período

Leia mais

C-6b. Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust

C-6b. Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust Nome: Ana Paula Glinfskoi Thé Contrato: WFT-06-TC-01 Mês: De 01 a 31 de maio de 2006. 1. Cronologia de atividades Data Atividade Resultados/Encaminhamentos

Leia mais

Reunião de Planejamento do Atividades do Projeto. Três Marias, MG Bras il 13 de s etemb ro, 2 0 0 4

Reunião de Planejamento do Atividades do Projeto. Três Marias, MG Bras il 13 de s etemb ro, 2 0 0 4 RELATÓRIO DA REUNIÃO Reunião de Planejamento do Atividades do Projeto Três Marias, MG Bras il 13 de s etemb ro, 2 0 0 4 ATIVIDADES PREVISTOS PROJETO PEIXES, PESSOAS E ÁGUA Este relatório trata - se de

Leia mais

F-15 CIDADANIA & DIVERSIDADE

F-15 CIDADANIA & DIVERSIDADE F-15 CIDADANIA & DIVERSIDADE Promovendo a Inclusão do Conceito de Gênero na Pesca Artesanal no Brasil A PERSPECTIVA INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS Inclusão de direitos humanos e responsabilidades sociais

Leia mais

C-6a. Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust

C-6a. Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust Relatório Mensal de Atividades Consultora do World Fisheries Trust Nome: Ana Paula Glinfskoi Thé Contrato: WFT-06-TC-01 Mês: De 01 a 30 de abril de 2006. 1. Cronologia de atividades Data Atividade Resultados/Encaminhamentos

Leia mais

Relatório Narrativo Semi-Anual V

Relatório Narrativo Semi-Anual V Relatório Narrativo Semi-Anual V Pesca Continental no Brasil: Modo de Vida e Conservação Sustentáveis Projeto CIDA A-020911 1 de abril, 2005 a 30 de setembro, 2005 Photos: Camila Michelluci PESCA CONTINENTAL

Leia mais

Apêndice E-12 R E G I M E N T O. Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, FINALIDADE, JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA

Apêndice E-12 R E G I M E N T O. Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, FINALIDADE, JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA Apêndice E-12 Rede de Cooperação Interinstitucional em pesquisas e ações relacionadas à mortandade de peixes e ao monitoramento ambiental na Bacia do Alto-Médio São Francisco R E G I M E N T O Capítulo

Leia mais

G-2a. Papel do participante: estudante visitante externo para compreender o processo de desenvolvimento do projeto.

G-2a. Papel do participante: estudante visitante externo para compreender o processo de desenvolvimento do projeto. Branden Beatty, Recipiente da Bolsa Millenium Visitante na região do projeto PPA em Minas Gerais, Brasil. Outubro, 2006 9 de agosto de 2006 21 de agosto de 2006. Papel do participante: estudante visitante

Leia mais

Apêndice F-15d CURSO DE EXTENSÃO Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas: diagnósticos sócio-ambientais e construção de maquetes RELATÓRIO PARCIAL

Apêndice F-15d CURSO DE EXTENSÃO Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas: diagnósticos sócio-ambientais e construção de maquetes RELATÓRIO PARCIAL Apêndice F-15d CURSO DE EXTENSÃO Educação Ambiental em Bacias Hidrográficas: diagnósticos sócio-ambientais e construção de maquetes Segundo módulo RELATÓRIO PARCIAL 07 de novembro de 2005 Associação Comercial

Leia mais

Relatório das Atividades de outubro da Aliança Jovem Ambiental relativo ao Projeto de engajamento dos Jovens no PPA Minas Gerais, Brasil

Relatório das Atividades de outubro da Aliança Jovem Ambiental relativo ao Projeto de engajamento dos Jovens no PPA Minas Gerais, Brasil Apêndice F-21a Relatório das Atividades de outubro da Aliança Jovem Ambiental relativo ao Projeto de engajamento dos Jovens no PPA Minas Gerais, Brasil Grupo Jovem de Barra do Guaicui- AJA Preparado para:

Leia mais

Educação Ambiental no Vale do Rio São Francisco

Educação Ambiental no Vale do Rio São Francisco Educação Ambiental no Vale do Rio São Francisco Uma revisão dos recursos, requisitos e recomendações para o desenvolvimento de programas de educação ambiental de apoio à pesca e comunidades sustentáveis

Leia mais

F-15d Relatório Mensal de Atividades Consultoria a World Fisheries Trust

F-15d Relatório Mensal de Atividades Consultoria a World Fisheries Trust Nome: Barbara Johnsen (WFT-05-BJ-02) Data: JuLho de 2006 1-8 F-15d Relatório Mensal de Atividades Consultoria a World Fisheries Trust A. Cronograma de atividades Data Atividades Produto Contribuições/Parcerias

Leia mais

Apêndice F-19 Í N D I C E

Apêndice F-19 Í N D I C E Apêndice F-19 Í N D I C E SUMÁRIO EXECUTIVO:... 2 SEÇÃO 1: INTRODUÇÃO... 3 1.1 VISÃO GERAL DO PROJETO PEIXES, PESSOAS E ÁGUA (PPA)... 3 1.2 CONTEXTO DO ENGAJAMENTO DOS JOVENS... 4 SEÇÃO II: METODOLOGIA...

Leia mais

Claudemir Oliveira da Silva

Claudemir Oliveira da Silva RELATÓRIO DO BANCO DE DADOS ACCESS Claudemir Oliveira da Silva 1 Relatório de Consultoria Censo Comunitário das Comunidades Ribeirinhas de São Francisco - Minas. por Claudemir Oliveira da Silva INTRODUÇÃO

Leia mais

Relatório Mensal de Atividades de Campo

Relatório Mensal de Atividades de Campo Relatório Mensal de Atividades de Campo Consultora para o World Fisheries Trust Nome: Elaine Ward Relatório do Mês de: Maio de 2006 Data de Conclusão do Relatório: 1 de junho de 2006 Registro de Atividades

Leia mais

PESCA CONTINENTAL NO BRASIL

PESCA CONTINENTAL NO BRASIL PESCA CONTINENTAL NO BRASIL Modo de vida e conservação sustentáveis Projeto CIDA A-020911 RELATÓRIO NARRATIVO SEMI-ANUAL REFERENTE AO PERÍODO de 31 de janeiro a 30 de setembro de 2003 Agência Canadense

Leia mais

Carta de Princípios do Comitê das Agendas 21 Locais na Região do Conleste (ComARC)

Carta de Princípios do Comitê das Agendas 21 Locais na Região do Conleste (ComARC) Carta de Princípios do Comitê das Agendas 21 Locais na Região do Conleste (ComARC) Apresentação Em 2007, a Petrobras criou o Projeto Agenda 21 Comperj, como parte de seu Programa de Relacionamento nos

Leia mais

Projeto Água Doce. Três Marias, MG Brazil. Barbara Johnsen SEMEIA - PMTM (Secretária Municipal de Meio Ambiente, Prefeitura Municipal Três Marias)

Projeto Água Doce. Três Marias, MG Brazil. Barbara Johnsen SEMEIA - PMTM (Secretária Municipal de Meio Ambiente, Prefeitura Municipal Três Marias) PROJECT PROPOSAL Projeto Água Doce Três Marias, MG Brazil Barbara Johnsen SEMEIA - PMTM (Secretária Municipal de Meio Ambiente, Prefeitura Municipal Três Marias) Projeto Água Doce Duração 2º Semestre de

Leia mais

RIO DE MARIAS, FRANCISCAS E JANUÁRIAS: DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COMUNITÁRIO COM MULHERES EM UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA NO ALTO-MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO

RIO DE MARIAS, FRANCISCAS E JANUÁRIAS: DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COMUNITÁRIO COM MULHERES EM UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA NO ALTO-MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO RIO DE MARIAS, FRANCISCAS E JANUÁRIAS: DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COMUNITÁRIO COM MULHERES EM UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA NO ALTO-MÉDIO RIO SÃO FRANCISCO Thais Fernanda Leite Madeira Universidade Federal

Leia mais

Fortalecendo a REDE PAULISTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Fortalecendo a REDE PAULISTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Resultados do projeto Fortalecendo a REDE PAULISTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL e diagnóstico da EA em São Paulo A natureza se organiza em rede Onde quer que encontremos sistemas vivos organismos, partes de organismos

Leia mais

ROTEIRO PARA UM PLANO ESTRATÉGICO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO PROJETO PEIXES, PESSOAS E ÁGUAS PLANO DE AÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 6 MESES

ROTEIRO PARA UM PLANO ESTRATÉGICO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO PROJETO PEIXES, PESSOAS E ÁGUAS PLANO DE AÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 6 MESES Apêndice D-3 ROTEIRO PARA UM PLANO ESTRATÉGICO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO PROJETO PEIXES, PESSOAS E ÁGUAS PLANO DE AÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 6 MESES PREPARADO POR: M. JOHN WOJCIECHOWSKI, BES,

Leia mais

REDE SOLIDÁRIA DA PESCA: CONSTRUÇÃO E DESAFIOS i

REDE SOLIDÁRIA DA PESCA: CONSTRUÇÃO E DESAFIOS i 1 REDE SOLIDÁRIA DA PESCA: CONSTRUÇÃO E DESAFIOS i Tecnologia e Sustentabilidade Sidney Lianza, Dsc DEI-POLI/UFRJ - lianza@ufrj.br - SOLTEC/UFRJ Vicente Nepomuceno PEP/COPPE/UFRJ nepomucenovi@yahoo.com.br

Leia mais

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG EIXOS E PROGRAMAS EIXO 1 - Uso sustentável dos recursos naturais Programa de fortalecimento do sistema de gestão ambiental Programa de formação e manutenção

Leia mais

Visa, como objetivo final, a promoção do desenvolvimento sustentável da região.

Visa, como objetivo final, a promoção do desenvolvimento sustentável da região. Agenda 21 Comperj Iniciativa voluntária de relacionamento da Petrobras para contribuir para que o investimento na região retorne para a população, fomentando a formação de capital social e participação

Leia mais

Seminário de Lições Aprendidas em Desenvolvimento Comunitário do Projeto CIDA

Seminário de Lições Aprendidas em Desenvolvimento Comunitário do Projeto CIDA RELATÓRIO DO SEMINÁRIO Seminário de Lições Aprendidas em Desenvolvimento Comunitário do Projeto CIDA Guarulhos, SP, Brasil 5 e 6 de outubro, 2004 1 ÍNDICE Relatório de Viagem elaborado por Ceiça Maria

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria da Educação Secretaria do Meio Ambiente Órgão Gestor da Política Estadual de Educação Ambiental PROJETO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Leia mais

FISHES AND STONES TO IMPLEMENT FISHERY CO-MANAGEMENT IN THE UPPER SÃO FRANCISCO RIVER, MINAS GERAIS, BRAZIL 1

FISHES AND STONES TO IMPLEMENT FISHERY CO-MANAGEMENT IN THE UPPER SÃO FRANCISCO RIVER, MINAS GERAIS, BRAZIL 1 FISHES AND STONES TO IMPLEMENT FISHERY CO-MANAGEMENT IN THE UPPER SÃO FRANCISCO RIVER, MINAS GERAIS, BRAZIL 1 Presentation type: Invited Symposium (Community-based conservation in Brazilian fisheries:

Leia mais

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo

Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo Centro de Iniciação ao Esporte Gestão de Equipamento Esportivo SNEAR/ME DEZ/14 Objetivo: orientar os entes selecionados a desenvolver o Plano de Gestão. IMPORTÂNCIA PLANO DE GESTÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

Leia mais

Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil

Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil Apêndice F-21C Relatório das Atividades de Dezembro do projeto de educação ambiental PPA para AJA Minas Gerais, Brasil Groupo AJ na demonstração do modelo de bacia hidrográfica. Preparado para: Susan Kurbis,

Leia mais

PRÉ-DIAGNÓSTICO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS

PRÉ-DIAGNÓSTICO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PRÉ-DIAGNÓSTICO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS RELATÓRIO DA VISITA TÉCNICA DA EQUIPE SOLTEC/UFRJ AO PROJETO PEIXES PESSOAS E ÁGUA NA REGIÃO DO ALTO-MÉDIO SÃO FRANCISCO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. II Encontro Brasil-Canadá de Educação Profissional e Tecnológica

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. II Encontro Brasil-Canadá de Educação Profissional e Tecnológica MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO II Encontro Brasil-Canadá de Educação Profissional e Tecnológica Novembro de 2011 2 Descrição 2 Ação anual realizada para promoção do intercâmbio de instituições de educação profissional

Leia mais

Relatório Mensal de Atividade de Campo Consultor para o World Fisheries Trust

Relatório Mensal de Atividade de Campo Consultor para o World Fisheries Trust Relatório Mensal de Atividade de Campo Consultor para o World Fisheries Trust Nome: John Wojciechowski N o do Contrato: WFT06 JW/01 Relatório do mês de: abril, 2006 Data de conclusão do relatório: 1 o

Leia mais

Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal

Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal Ações para o turismo de base comunitária na contenção da degradação do Pantanal TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO - IMAGENS Abril de 2011 DETALHAMENTO DO TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

Apêndice F-5a Sumário Conscientização Pública e Educação

Apêndice F-5a Sumário Conscientização Pública e Educação Apêndice F-5a Sumário Conscientização Pública e Educação Atividades 13 out / nov 2005 Consultora: Barbara Johnsen 1. Resultados e Mudanças Propôs e realizou-se reunião de professoras do II Módulo de Educação

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. COMISSÃO ESPECIAL PARA ELABORAÇÃO DA PEÇAS ORÇAMENTÁRIAS PLANOPLURIANUAL /2009. UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO PROGRAMA : ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO :Manter as

Leia mais

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012 Meta superior (RIABM 2011): A Floresta Modelo é um processo em que grupos que representam uma diversidade de atores trabalham juntos para uma visão comum de desenvolvimento sustentável em um território

Leia mais

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA)

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações: Agenda Água na Escola (SEA); Cartilha de atividades de sensibilização, pesquisa

Leia mais

Comunidades preparadas e comprometidas com a superação de seus desafios.

Comunidades preparadas e comprometidas com a superação de seus desafios. Apresentação O Instituto Camargo Corrêa, criado em dezembro de 2000 para orientar o investimento social privado das empresas do Grupo Camargo Corrêa, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público

Leia mais

Programa Brasil-Canadá para a Promoção da Eqüidade

Programa Brasil-Canadá para a Promoção da Eqüidade Programa Brasil-Canadá para a Promoção da Eqüidade PIPE Multiplicação e Disseminação Folheto 4 Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional (ACDI/CIDA) Promenade du Portage, 200 K1A 0G4 Gatineau,

Leia mais

ESTRATÉGIA PARA PROPOSIÇÃO DE ARRANJOS REGIONAIS DE MANEJO RESÍDUOS SÓLIDOS NO ESTADO DA BAHIA: AS OFICINAS DE PERCEPÇÃO JUNTA A ATORES SOCIAIS

ESTRATÉGIA PARA PROPOSIÇÃO DE ARRANJOS REGIONAIS DE MANEJO RESÍDUOS SÓLIDOS NO ESTADO DA BAHIA: AS OFICINAS DE PERCEPÇÃO JUNTA A ATORES SOCIAIS I COBESA ESTRATÉGIA PARA PROPOSIÇÃO DE ARRANJOS REGIONAIS DE MANEJO RESÍDUOS SÓLIDOS NO ESTADO DA BAHIA: AS OFICINAS DE PERCEPÇÃO JUNTA A ATORES SOCIAIS Maria Valéria Gaspar de Queiroz Ferreira Sandra

Leia mais

RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM.

RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM. RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM. Andréa Viviana Waichman* João Tito Borges** INTRODUÇÃO Nas últimas décadas

Leia mais

COORDENAÇÃO. ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA

COORDENAÇÃO. ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA COORDENAÇÃO ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA Ministério Público - Procuradoria Regional dos Direitos

Leia mais

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

Técnicas de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos Financeiros

Técnicas de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos Financeiros Técnicas de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos Financeiros VICTOR ALEXANDRE BITTENCOURT SUCUPIRA Superintendente Adjunto de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos Agencia Nacional de Aguas ANA

Leia mais

Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II. Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010

Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II. Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010 Projeto Nacional de Ações Integradas Público Privadas para Biodiversidade PROBIO II Missão de Supervisão do Banco Mundial Junho de 2010 COMPONENTE 1 Integração da biodiversidade em setores públicos e econômicos

Leia mais

Missão de Gerenciamento e Implementação de Projeto

Missão de Gerenciamento e Implementação de Projeto RELATÓRIO DE VIAGEM Missão de Gerenciamento e Implementação de Projeto Brasil, 30 de julho a 23 de setembro de 2003 Joachim Carolsfeld World Fisheries Trust Agenda da viagem... 3 Resumo contextual dos

Leia mais

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 1.Perspectiva Desenvolvimento de Pessoas Objetivo: Implantar Cursos de Idiomas para os servidores e alunos, de modo especifico em Frances. RESPONSÁVEL: Profª Ana Celia Said, Assessora

Leia mais

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances

Indicadores: Nº de Servidores e alunos por Campus que tem a pretensão de participar do curso básico em Frances MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 1.Perspectiva Desenvolvimento de Pessoas Objetivo: Implantar Cursos de Idiomas para os servidores e alunos, de modo especifico em Frances. RESPONSÁVEL: Profª

Leia mais

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem I Oficina de Restauração de Paisagens Florestais Rio Branco Acre - Brasil Articulação entre atores na ação e aprendizagem para a restauração de paisagens florestais A abordagem de paisagem não é algo novo...

Leia mais

Solicitud de Coordinación Comisión de Economía Social y Solidaria PROPUESTA DE PROYECTO DE TRABAJO PERIODO 2015-2016

Solicitud de Coordinación Comisión de Economía Social y Solidaria PROPUESTA DE PROYECTO DE TRABAJO PERIODO 2015-2016 Solicitud de Coordinación Comisión de Economía Social y Solidaria ---------------------------------------------------------------------------------------------- Presentada por la Ciudad de: Osasco, Sp,

Leia mais

Conectando Comunidades e Mercados Questionário sobre as Famílias Diagnóstico Gurupá PA (março-abril 2008)

Conectando Comunidades e Mercados Questionário sobre as Famílias Diagnóstico Gurupá PA (março-abril 2008) Conectando Comunidades e Mercados Questionário sobre as Famílias Diagnóstico Gurupá PA (março-abril 2008) Público-alvo: Pequenos produtores agro-extrativistas do município de Gurupá Entrevistador: Data:

Leia mais

Levantamento sobre Educação Ambiental

Levantamento sobre Educação Ambiental RELATÓRIO DE LEVANTAMENTO Levantamento sobre Educação Ambiental Três Marias, MG, Brasil outubro, 2004 Barabara Johnsen 1 Relatório de Levantamento Educação Ambiental Esses gerais em serras planas, beleza

Leia mais

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL Programa 0410 Turismo: a Indústria do Novo Milênio Objetivo Aumentar o fluxo, a taxa de permanência e o gasto de turistas no País. Público Alvo Turistas brasileiros e estrangeiros Ações Orçamentárias Indicador(es)

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.272, DE 25 DE AGOSTO DE 2010. Regulamenta a Lei n o 11.346, de 15 de setembro de 2006, que cria o Sistema Nacional de

Leia mais

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Nome: Janet Strauss, Consultora do World Fisheries Trust Relatório Relativo ao Mês de: Março de 2006 Resumo Executivo Entre 6 e 26 de março de 2006,

Leia mais

PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS

PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS PROJETO MAIS PEIXES EM NOSSAS ÁGUAS Promover o desenvolvimento socioambiental e econômico na região de influência do reservatório da EMPRESA por meio de ações de inclusão social e produtiva e melhoria

Leia mais

Estratégia de Mobilização de Recursos do CPF (Matrix B)

Estratégia de Mobilização de Recursos do CPF (Matrix B) Estratégia de Mobilização do CPF (Matrix B) Matriz de Resultados B Área Prioritária 1: Indicação Necessários (US$ Milhões de Dólares) Estimativa Recursos Meta de do total de Disponíveis Mobilização (Gap)

Leia mais

PROGRAMA BRASIL-CANADÁ PARA A PROMOÇÃO DA EQÜIDADE - PIPE. Iniciativas de Longo Prazo Proposta de Projeto

PROGRAMA BRASIL-CANADÁ PARA A PROMOÇÃO DA EQÜIDADE - PIPE. Iniciativas de Longo Prazo Proposta de Projeto PROGRAMA BRASIL-CANADÁ PARA A PROMOÇÃO DA EQÜIDADE - PIPE Iniciativas de Longo Prazo Proposta de Projeto Country: Project Title: BRAZIL Coastal Communities Development in Bahia e Pernambuco Project Number:

Leia mais

Comissão Nacional de Meio Ambiente Abril/2013

Comissão Nacional de Meio Ambiente Abril/2013 Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Comissão Nacional de Meio Ambiente Abril/2013 Wilson A. Bonança Consultor em Recursos Hídricos wilson.bonanca@cna.org.br Confederação da Agricultura e Pecuária

Leia mais

I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo -

I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo - I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo - Projeto Executivo - Itabuna - julho de 2015. 1/3 I FÓRUM SOCIAL DA UFSB-2015 Universidade e Sociedade em diálogo Objetivo Geral: Fortalecer

Leia mais

Abordagem territorial e o Desenvolvimento da aqüicultura e pesca no. Seap/pr 2008/2011

Abordagem territorial e o Desenvolvimento da aqüicultura e pesca no. Seap/pr 2008/2011 Abordagem territorial e o Desenvolvimento da aqüicultura e pesca no Brasil Seap/pr 2008/2011 BRASÍLIA, JUNHO DE 2008 ABORDAGEM TERRITORIAL E AS POLÍTICAS PARA A AQÜICULTURA E PESCA MOMENTOS DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda Secretaria Nacional de Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda PLANEJAMENTO E CONTROLE SOCIAL COMO ESTRATÉGIAS PARA UNIVERSALIZAR O SANEAMENTO Marcelo

Leia mais

Sumário Executivo Bacia Hidrográfica Guariroba

Sumário Executivo Bacia Hidrográfica Guariroba Sumário Executivo Bacia Hidrográfica Guariroba 2 SUMÁRIO EXECUTIVO Nome da bacia: Bacia do Guariroba Mapa da bacia e do recorte espacial escolhido: Municípios integrantes: Campo Grande/MS Caracterização

Leia mais

Definição de Educação Ambiental*:

Definição de Educação Ambiental*: Programa de Educação Ambiental PEA Sabesp Planejamento e Gestão da Educação Ambiental na Sabesp Superintendência de Gestão Ambiental TA Programa de Educação Ambiental PEA Sabesp Definição de Educação Ambiental*:

Leia mais

NOVOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS

NOVOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS NOVOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS PARA GOVERNANÇA METROPOLITANA SEMINÁRIO NOVOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS: ALTERNATIVAS PARA A GESTÃO DO SANEAMENTO AMBIENTAL Santarém 19 e 20 de junho de 2008 Cid Blanco Junior Ministério

Leia mais

Saneamento Básico e Saúde

Saneamento Básico e Saúde Conferência Nacional de Segurança Hídrica Uberlândia - MG Saneamento Básico e Saúde Aparecido Hojaij Presidente Nacional da Assemae Sobre a Assemae A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento

Leia mais

Princípios ref. texto nº de votos N

Princípios ref. texto nº de votos N Princípios N G A E Estimular os processos de articulação de políticas públicas nos territórios, garantindo canais de diálogo entre os entes federativos, suas instituições e a sociedade civil. Desenvolvimento

Leia mais

Três Marias, MG Brazil

Três Marias, MG Brazil COMMUNITY ENVIRONMENTAL EDUCATION CONTEST Três Marias, MG Brazil Barbara Johnsen SEMEIA - PMTM (Secretaria Municipal de Meio Ambiente - Prefeitura Municipal de Três Marias) PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS

Leia mais

Recife (Pernambuco), Brazil

Recife (Pernambuco), Brazil Recife (Pernambuco), Brazil Relatório do progresso local sobre a implementação do Quadro de Ação de Hyogo (2013-2014) Prefeito: Geraldo Julio de Melo Filho Nome do ponto focal: Adalberto Freitas Ferreira

Leia mais

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura)

TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) TÍTULO: Validação e Introdução de Tecnologia Apropriada à Produção de Tambaqui (Piscicultura) 1. IDENTIFICAÇÃO: Nome do Programa ao qual pertence: PROTA Data de início: Previsão de duração: Nome do responsável:

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

Carta do Lago Caracaranã Fórum Permanente Binacional Yanomami Ye kwana Brasil/Venezuela

Carta do Lago Caracaranã Fórum Permanente Binacional Yanomami Ye kwana Brasil/Venezuela Carta do Lago Caracaranã Fórum Permanente Binacional Yanomami Ye kwana Brasil/Venezuela 02 de novembro de 2014 Durante o II Encontro Binacional Yanomami Ye kwana foi criado o Fórum Permanente Binacional

Leia mais

OBJETIVO 2: Medidas em relação aos produtos e artigos em uso, e os resíduos POPs e áreas contendo ou contaminadas com POPs

OBJETIVO 2: Medidas em relação aos produtos e artigos em uso, e os resíduos POPs e áreas contendo ou contaminadas com POPs OBJETIVO 2: Medidas em relação aos produtos e artigos em uso, e os resíduos POPs e áreas contendo ou com POPs Tabela Resumo das atividades do projeto NIP, ações a serem desenvolvidas, identificação dos,

Leia mais

A Cooperação UE no Estado de São Paulo

A Cooperação UE no Estado de São Paulo A Cooperação UE no Estado de São Paulo Informações gerais: Superficië (km²): 248.209,426 População (IBGE 2012): 41.901.219 Produto Interno Bruto - PIB (2008) em R$ milhões: 1.003.016 Indice de Desenvolvimento

Leia mais

OFICINAS DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA: Porto Velho, 26 de agosto de 2006.

OFICINAS DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA: Porto Velho, 26 de agosto de 2006. Fórum Rondoniense de Economia Solidária Projeto de Desenvolvimento Local e Economia Solidária OFICINAS DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA: Porto Velho, 26 de agosto de 2006. OBJETIVO GERAL: Levar a todas

Leia mais

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 A ESTÁCIO HÁ 45 ANOS NOSSA VIDA É TRANSFORMAR A SUA. Somos uma empresa que tem na Educação o motivo

Leia mais

CONFERÊNCIA TEMÁTICA DE COOPERATIVISMO SOLIDÁRIO

CONFERÊNCIA TEMÁTICA DE COOPERATIVISMO SOLIDÁRIO CONFERÊNCIA TEMÁTICA DE COOPERATIVISMO SOLIDÁRIO DOCUMENTO PROPOSITIVO Página 1 1. IMPORTÂNCIA DO TEMA PARA A II CONFERÊNCIA NACIONAL 1.1. A construção de um novo Brasil pautado na justiça, equidade e

Leia mais

INFORME CyMA BRASIL Abril 2006. PROJETO CyMA COMPETITIVIDADE E MEIO AMBIENTE. SGT N 6 Meio Ambiente GTZ

INFORME CyMA BRASIL Abril 2006. PROJETO CyMA COMPETITIVIDADE E MEIO AMBIENTE. SGT N 6 Meio Ambiente GTZ INFORME CyMA BRASIL Abril 2006 PROJETO CyMA COMPETITIVIDADE E MEIO AMBIENTE SGT N 6 Meio Ambiente GTZ SITUAÇA0 A0 INSTITUCIONAL.Coordenação Nacional do CyMA encontra-se na SQA/MMA.Coordenadora Nacional:

Leia mais

SÍNTESE JUINA. Meio Ambiente

SÍNTESE JUINA. Meio Ambiente SÍNTESE JUINA Aperfeiçoar mecanismos controle ambiental Meio Ambiente Instalação de viveiros de distribuição de mudas para o reflorestamento e matas ciliares Ampliar aceso aos programas de crédito de Capacitar

Leia mais

I Fórum Sustentabilidade da Cadeia do Cacau

I Fórum Sustentabilidade da Cadeia do Cacau I Fórum Sustentabilidade da Cadeia do Cacau Produção e Mercado de Cacau com Responsabilidade Socioambiental: Criação de Capacidades em Boas Práticas e Certificação na Cadeia do Cacau do Brasil. Missão:

Leia mais

Agenda Regional de Desenvolvimento Sustentável Eixo 4: Gestão Regional Integrada

Agenda Regional de Desenvolvimento Sustentável Eixo 4: Gestão Regional Integrada Agenda Regional de Desenvolvimento Sustentável Eixo 4: Gestão Regional Integrada 1 O Projeto Litoral Sustentável 1ª Fase (2011/2012): Diagnósticos municipais (13 municípios) Diagnóstico regional (Já integralmente

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH

PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH Objetivo Geral PROPOR PROGRAMAS, AÇÕES E ESTRATÉGIAS, INTERSETORIAIS E INTERINSTITUCIONAIS, VISANDO ASSEGURAR O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DOS USOS

Leia mais

Clique para editar o título mestre

Clique para editar o título mestre Clique para XIV editar Reunião o título do mestre Núcleo de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira - NIFFAM Secretaria Executiva Adjunta de Relações Internacionais - SEARI Manaus, 23 de outubro

Leia mais

Capacitação para o Desenvolvimento Sustentável na Amazônia

Capacitação para o Desenvolvimento Sustentável na Amazônia Programa 0502 Amazônia Sustentável Objetivo Promover o desenvolvimento da Amazônia, mediante o uso sustentável de seus recursos naturais. Indicador(es) Número de Ações 9 Taxa de participação de produtos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Cursos itinerantes sobre REDD+

TERMO DE REFERÊNCIA. Cursos itinerantes sobre REDD+ TERMO DE REFERÊNCIA Cursos itinerantes sobre REDD+ 1. Código: TDR_RRB_03 2. Título: Desenho e facilitação de cursos itinerantes sobre REDD+ para comunidades rurais de São Felix do Xingu 3. The Nature Conservancy

Leia mais

SOLUÇÕES COMPLETAS EM PRODUTOS E SERVIÇOS PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SOLUÇÕES COMPLETAS EM PRODUTOS E SERVIÇOS PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SOLUÇÕES COMPLETAS EM PRODUTOS E SERVIÇOS PARA AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SN de Estratégia para Micro e Pequeno Empreendedorismo GN Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental Outubro - 2014 153

Leia mais

MINUTA DE LEI DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CARIACICA

MINUTA DE LEI DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CARIACICA MINUTA DE LEI DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CARIACICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Fica instituída a Política Municipal de Educação Ambiental, seus objetivos, princípios

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS

REVITALIZAÇÃO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS REVITALIZAÇÃO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS Câmara Temática de Infraestrutura e Logística do Agronegócio Brasília-DF, 03 de março de 2010 Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano OBJETIVO Revitalizar

Leia mais

Síntese e Resultados. III Conferência das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres. 14-18 Março de 2015, Sendai, Japão

Síntese e Resultados. III Conferência das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres. 14-18 Março de 2015, Sendai, Japão Síntese e Resultados III Conferência das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres 14-18 Março de 2015, Sendai, Japão Resultados & Avanços Resultados Implementaçao de Hyogo revista e avaliada*

Leia mais

RELATÓRIO DESCRITIVO E AVALIATIVO DAS ATIVIDADES REALIZADAS

RELATÓRIO DESCRITIVO E AVALIATIVO DAS ATIVIDADES REALIZADAS 1. PERÍODO: de _02_/_03_/2009_ a _15_/_08_/2009 2. RESUMO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA INSTITUIÇÃO, DURANTE O PERÍODO, NO AMBITO DO PROJETO CRIANÇA ESPERANÇA: Por meio das ações do Projeto foi possível

Leia mais

A ATA DE CRIAÇÃO DO NUCLEO DE PESQUISA APLICADA A PESCA E AQUICULTURA NORTE 5 DO IF-TOCANTINS 24 a 25 de março de 2009

A ATA DE CRIAÇÃO DO NUCLEO DE PESQUISA APLICADA A PESCA E AQUICULTURA NORTE 5 DO IF-TOCANTINS 24 a 25 de março de 2009 A ATA DE CRIAÇÃO DO NUCLEO DE PESQUISA APLICADA A PESCA E AQUICULTURA NORTE 5 DO IF-TOCANTINS 24 a 25 de março de 2009 Às nove horas do dia vinte e quatro de março de dois mil e nove, no auditório do Instituto

Leia mais

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação :: LINHAS DE AÇÃO Apoio aos Municípios Tecnologia e Informação em Resíduos Capacitação Promoção e Mobilização Social :: PRESSUPOSTOS DA COLETA SELETIVA Gestão participativa Projeto de Governo Projeto da

Leia mais