TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/12/2013 Valores expressos em Reais)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/12/2013 Valores expressos em Reais)"

Transcrição

1 TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/12/2013 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES FCL (PERÍODOS DE 7 DIAS OU FRAÇÃO) Fixo A período 210,18 0,65 % CIF A período 1,30 % CIF A período e subseqüentes 2,60 % CIF A 1.4 Valor mínimo, por Contêiner H/H, para o 1º período 210, , ,29 A 1.5 Valor mínimo, por Contêiner H/H, para o 2º período 2.679, ,26 A 1.6 Valor mínimo, por Contêiner H/H, por cada período subseqüente 4.374, ,16 No primeiro período de armazenagem será cobrada uma parcela fixa e uma parcela variável de armazenagem Para as cargas com excesso nas dimensões (OOG), sob rodas ou em contêiner, será cobrado um adicional de 200% nos itens de Armazenagem. A armazenagem e movimentação destas cargas deverão ser negociadas com 10 dias de antecedência a descarga do navio. Cargas químicas com classificação IMO, cargas sujeitas a autorização da ANVISA ou outros órgãos anuentes terão um acréscimo de 100% nos serviços de armazenagem e gerenciamento de risco. Para cargas desovadas para armazém (mudança de regime) será cobrado um adicional de 200% nos itens de armazenagem. A.2 CARGA CONSOLIDADA (PERÍODOS DE 7 DIAS OU FRAÇÃO): Fixo A período por lote B/L 147,12 0,65 % CIF A período por lote B/L 1,30 % CIF A período e subseqüentes por lote B/L 2,60 % CIF A 2.4 Carga solta por 01 (um) lote B/L 1º período, valor mínimo, por lote, B/L 147, ,07 A 2.5 Carga solta por 02 (dois) lotes - B/L 1º período, valor mínimo por lote B/L 147,12 612,47 A 2.6 Carga solta por 03 (três) ou mais lotes B/L 1º. Período valor mínimo por lote B/L 147,12 492,17 A 2.7 A 2.8 Carga solta por 01 (um) lote B/L por cada período subsequente valor mínimo por lote B/L Carga solta por 02 (dois) lotes B/L por cada período subsequente valor mínimo por lote - B/L 1.443,68 721,84 A 2.9 Carga solta por 03 ( três) ou mais lotes - B/L por cada período subsequente valor mínimo por lote B/L 623,41 No primeiro período de armazenagem será cobrada uma parcela fixa e uma parcela variável de armazenagem Para as cargas com excesso nas dimensões (OOG), carga solta será cobrado um adicional de 100% nos itens de Armazenagem. Cargas químicas com classificação IMO, cargas sujeitas a autorização da ANVISA ou outros órgãos anuentes, terão um acréscimo de 100% nos serviços de armazenagem e gerenciamento de risco.

2 B ARMAZENAGEM DE EXPORTAÇÃO: B.1 CONTÊINERES (POR CONTÊINER - PERÍODOS DE 5 DIAS OU FRAÇÃO) B 1.1 Período livre de pre-stacking de 07 dias (sujeito a alteração) B 1.2 2º período 681,19 828,20 B 1.3 3º período 741,63 880,52 B 1.4 4º e subseqüentes 839,66 962,18 B 1.5 Carga solta (sem período livre, sujeito à disponibilidade e autorização do terminal) 60,00 por MT B 1.6 Carga solta valor mínimo por lote por período (sujeito à disponibilidade e autorização do terminal) 375,76 B.2 ADICIONAL A ARMAZENAGEM DE EXPORTAÇÃO CONTÊINERES COM EXCESSO (POR CONTÊINER): B 2.1 Período livre de pre-stacking cobrança de cargas com excesso 844, ,49 B 2.2 2º período e subseqüentes de 5 dias ou fração (sujeito à disponibilidade e autorização do terminal) 1.281, ,62 B 2.3 Carga solta por período de cinco (05) dias ou fração (sem período livre): sujeito à disponibilidade e autorização do terminal 69,41 por t ou m³ NOTA: Valores cobrados cumulativamente ao item B.1 B.3 ADICIONAL ARMAZENAGEM DE EXPORTAÇÃO CONTÊINERES (CARGAS COM CLASSIFICAÇÃO IMO, CARGAS SUJEITAS A AUTORIZAÇÃO DA ANVISA OU OUTROS ÓRGÃOS ANUENTES POR CONTÊINER) B o ao 7 o dia de armazenagem após entrega do contêiner, inclusive dia da entrega 168,88 211,08 B 3.2 B o ao 12 o dia de armazenagem ou fração: sujeito à disponibilidade e autorização do terminal 184,73 232,20 13 o ao 17 o dia de armazenagem ou fração: sujeito à disponibilidade e autorização do terminal 204,24 249,09 B º ao 22 o dia de armazenagem ou fração e períodos subseqüentes de 05 dias: sujeito à disponibilidade e autorização do terminal 235,90 275,48 B 3.5 Carga solta por período de cinco (05) dias ou fração (sem período livre): sujeito à disponibilidade e autorização do terminal 19,39 por t ou m³ NOTA: Valores cobrados cumulativamente ao item B.1 B.4 RECEBIMENTO ANTECIPADO - CONTÊINERES (SUJEITO A AUTORIZAÇÃO PRÉVIA, por contêiner): B 4.1 Período de 07 dias (sujeito a alteração) 674,00 787,09

3 C SERVIÇOS COMPLEMENTARES: C.1 MOVIMENTAÇÃO DE CARGA (HANDLING IN / HANDLING OUT / RECEBIMENTO / ENTREGA): C 1.1 Movimentação rodoviária (contempla handling in e handling out), por contêiner cheio: 436,94 436,94 C 1.2 Contêiner adicional para cargas OOG (sem uso de equipamentos especiais) 46,68 por t ou m³ C 1.3 Valor mínimo a ser faturado no item C 1.2 (por contêiner) 217,36 C 1.4 Carga Solta, por lote B/L 46,68 por t ou m³ C 1.5 Valor mínimo a ser faturado no item C 1.4 ( por lote B/L) 217,36 C 1.6 Movimentação rodoviária, por contêiner vazio (após período livre de 24 horas): 58,81 75,85 C.2 DESOVA IMPORTAÇÃO (SUJEITO A AUTORIZAÇÃO PRÉVIA): C 2.1 Carga solta por lote - B/L 39,11 por t ou m³ C 2.2 Carga solta - valor mínimo de cobrança, por lote B/L 130,36 C 2.3 Desova mecânica de contêineres, com empilhadeiras de garfos até 4t 753,92 904,71 C 2.4 Não cumprimento da janela de agendamento (válido para agendamentos de desova de importação), por contêiner 150,78 194,51 C 2.5 Desova de contêineres processos judiciais (inclui movimentação interna, desova e devolução de contêiner vazio) 6.646, ,09 Desova de contêineres com equipamentos especiais Valores sob consulta. Cargas químicas com classificação IMO acréscimo de 100% nos serviços de desova. Em caso de desova total seguida de reunitização o item C 2.3 será cobrado duas vezes. C.3 POSICIONAMENTO DE CONTÊINERES / CARGA SOLTA C 3.1 Por contêiner 437,48 874,96 C 3.2 Contêiner - permanência na área de conferência (12 horas livres por períodos de 24 horas) 218,74 437,48 C 3.3 Carga solta por lote B/L 23,70 por t ou m³ C 3.4 Carga solta por lote B/L valor mínimo 136,28 C 3.5 Carga solta - por lote B/L - permanência na área de conferência (12 horas livres por períodos de 24 horas) 65,17 C.4 POSICIONAMENTO PARA INSPEÇÃO PARA VERIFICAÇÃO DE MADEIRA PORT. 499 C 4.1 Por contêiner 437,48 874,96 C 4.2 Contêiner - permanência na área de conferência (12 horas livres por períodos de 24 horas) 218,74 437,48 C 4.3 Carga solta por lote B/L 23,70 por t ou m³ C 4.4 Carga solta por lote B/L - valor mínimo 136,28 C 4.5 Carga solta por lote B/L - permanência na área de conferência (12 horas livres, por período de 24 horas) 65,17

4 C.5 SERVIÇOS DE EXPURGO: C 5.1 Por contêiner 667,22 902,44 C 5.2 Carga solta por lote B/L 47,40 por m³ C 5.3 Carga solta - por lote B/L - valor mínimo 355,51 C 5.4 C 5.5 Contêiner - permanência na área de conferência (12 horas livres por períodos de 24 horas) por contêiner 218,74 437,48 Carga solta - permanência na área de conferência (12 horas livres- por períodos de 24 horas) por lote B/L 142,20 C 5.6 Taxa fitossanitária por lote B/L 230,00 C.6 LIBERAÇÃO EM DTA C 6.1 DTA Pátio (carga pátio, até 48h da entrada IPA) 1.777,54 Unidade C 6.2 DTA Armazenagem 500,00 Unidade C 6.3 DTA Carga Solta por MT ou fração 38,49 Por MT Valor mínimo a ser faturado por lote 980,10 Por lote C 6.4 Adicional para cargas com excesso OOG 100% 100% C 6.5 Adicional para cargas com classificação IMO, cargas sujeitas a autorização da ANVISA ou outros órgãos anuentes. 45% 45 % No caso de documentação da DTA Pátio entregue FORA DO PRAZO de 48 horas ÚTEIS, serão cobrados os itens correspondentes à armazenagem da carga. No caso de solicitação de liberação em DTA posterior a armazenagem no terminal, o item C 6.2 será cobrado em adição aos demais serviços prestados. C.7 POSTERGADA DE IMPORTAÇÃO: C 7.1 Fechamento DTE posterior por contêineres 506,28 653,10 C 7.2 Segregação e entrega posterior, contêineres por períodos de 24 horas ou fração 506,28 653,10 C 7.3 Carga solta por períodos de 24 horas ou fração (por MT ou fração) 36,54 36,54 C.7.4 Valor mínimo a ser cobrado após 1º período de 24 horas 506,28 653,10 C 7.5 Adicional para cargas com excesso OOG 100% 100% C 7.6 Adicional para cargas com classificação IMO, cargas sujeitas a autorização da ANVISA ou outros órgãos anuentes. 45% 45% Item C.7.1 será cobrado cumulativo ao item C.7.2 caso o contêiner não seja retirado no prazo estipulado. Conforme o disposto na Lei 8.630/93 e GAB nº 29/96, cargas de importação devem ser descarregadas diretamente para veículos do operador do Recinto Alfandegado, evitando a sua permanência nas áreas de operação das embarcações. Entretanto, a Libra Terminais Santos se reserva o direito de conceder período de carência de 24 horas para a retirada.

5 C.8 TRANSFERÊNCIA DE CONTÊINERES E CARGAS EM REGIME DE DT C 8.1 Serviço de segregação e entrega imediata de contêiner 123,03 Por und. C 8.2 Serviço de segregação e entrega imediata de contêiner com cargas perigosas 163,63 Por und. O valor é faturado em obediência aos parâmetros estabelecidos pela CODESP e cobrado conforme autorização dada pelo Juízo da 3ª Vara Federal do Distrito Federal, no processo nº C.9 FORNECIMENTO DE CERTIFICADOS OU RELATÓRIOS: C 9.1 Por certificado 150,78 C 9.2 Emissão de ticket de pesagem por solicitação do cliente via website 72,37 C.10 CONEXÃO DE TOMADAS E MONITORAMENTO REEFER C 10.1 Por contêiner ao dia, 147,03 189,66 C 10.2 Adicional Hot-stuffing por contêiner ao dia, 147,03 189,66 Para contêineres em "hot-stuffing" (unidades admitidas no terminal apresentando temperatura acima da requerida pela carga, informada através de documentação fornecida, por tempo superior a 8 horas após admissão - 1º monitoramento) será cobrado um adicional diário para monitoramento/plug in/out de contêineres refrigerados, até que a temperatura atinja 1 grau acima do set-point. Nos dias subsequentes, a cobrança será pelo valor normal. Os valores do item C.10 poderão sofrer alterações em conseqüência de variações nas tarifas públicas de fornecimento de energia. C.11 PESAGEM UTILIZAÇÃO DE BALANÇAS C 11.1 Repesagem de contêiner 226,19 C 11.2 Pesagem carga solta - por lote B/L 7,70 por t ou m³ C 11.3 Pesagem carga solta - por lote B/L valor mínimo 23,70 C 11.4 Repesagem de carga solta - por lote B/L 47,40 Contêineres: nos casos de repesagem serão cobradas duas movimentações e o transporte interno. Carga solta: nos casos de repesagem serão cobradas duas movimentações. C.12 PALETIZAÇÃO DE CARGAS C 12.1 Por pallet 130,36 por unid. C 12.2 Re-embalagem de cargas/cintagem, 77,03 por unid. C 12.3 Streach mecanizado 88,87 por unid.

6 C.13 ARMAZENAGEM DE CONTÊINERES VAZIOS: C 13.1 Armazenagem de contêineres vazios, por dia de estadia: 113,09 158,33 C 13.2 Armazenagem de contêineres tanque vazios, por dia de estadia 143,23 188,48 NOTA: Item C.13.1 e C.13.2 serão cobrados cumulativamente aos itens correspondentes à importação e à exportação. C.14 CANCELAMENTO DE EMBARQUE: C 14.1 Cancelamento de embarque de contêiner e retirada do terminal: 482,51 618,21 NOTA: Na desistência de embarque a carga perde todos os direitos do pre-stacking. C.15 ROLAGEM DE CONTÊINERES/MUDANÇA DE PORTO OU NAVIO: C 15.1 Contêineres 450,08 584,89 NOTA: Na falta de informação do novo navio no ato da rolagem, serão cobradas as rolagens adicionais. C.16 FORNECIMENTO DE FOTOGRAFIAS (ARQUIVO ELETRÔNICO): C 16.1 Por contêiner cheio ou vazio, veículo ou lote fotografado (Inclui 5 fotos). 280,45 C 16.2 Fotos adicionais (por foto) 65,05 C.17 ESTUFAGEM DE CONTÊINERES: C 17.1 Mecânica Sob Consulta C 17.2 Manual Sob Consulta C.18 SOBRESTADIA DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS COM CARGA: C 18.1 Permanência de veículo na área do terminal após término do carregamento, por razões alheias ao arrendatário, por hora ou fração 10,51 C.19 UTILIZAÇÃO DE PLATAFORMA DE CONTENÇÃO DE RESÍDUOS QUÍMICOS: C 19.1 Utilização de equipamentos do terminal na contenção emergencial de resíduos químicos vazando de contêineres ou lotes de exportação ou importação. Serão acrescentados os custos administrativos e despesas de redestinação dos resíduos, por dia ou fração ,21 C.20 ABERTURA DE CONTÊINER PARA VISTORIA C 20.1 Contêineres 98,01 C.21 RECEBIMENTO DE CARGAS EM REGIME ESPECIAL

7 C 21.1 Conclusão de trânsito aduaneiro / DTA Rodoviário 286,48 C.22 RECEBIMENTO DE CONTÊINER E DOCUMENTO APÓS FECHAMENTO DO DEADLINE LATE-ARRIVAL C 22.1 Contêineres 237,88 C.23 IMPORTAÇÃO: AGENDAMENTO DE ENTREGA C 23.1 Contêiner - entrega de cargas fora da janela agendamento expresso 654,85 por contêiner C 23.2 Contêiner - não cumprimento da janela de agendamento, por contêiner 150,78 194,51 C 23.3 Carga solta entrega de cargas fora da janela agendamento expresso por lote- B/L 441,28 C 23.4 Carga solta não cumprimento da janela de agendamento, por lote B/L 118,50 C.24 ETIQUETAGEM / ROTULAGEM C 24.1 Por evento 0,59 por unid. C.25 LIMPEZA SIMPLES C 25.1 Por Contêiner 124,43 142,20 C 25.2 Carga solta - por lote-b/l 8,29 por t ou m³ C 25.3 Carga solta - valor mínimo por lote- B/L 35,56 NOTA: Limpeza química se necessária será realizado no depot do armador. C.26 LONAGEM CARGA SOLTA FORA DE PADRÃO C 26.1 Carga solta - por lote B/L 17,77 m³ C 26.2 Carga solta - valor mínimo por lote-b/l 284,41 C.27 INSPEÇÃO NÃO INVASIVA DE CONTÊINERES C 27.1 Por contêiner FCL 310,00 310,00 C 27.2 Carga Solta por lote- B/L 180,00 C.28 PRESENÇA DE CARGA C 28.1 Presença de carga por lote B/L 150,00 C.29 CADASTRO DE BL PARA CARGA CAPTADA

8 C 29.1 Cadastro de BL para carga captada por lote B/L 130,00 D TRANSPORTE DE CONTÊINERES: D.1 TRANSPORTE CONTÊINERES CHEIOS D 1.1 Carga solta - transferência interna (Operador / IPA Libra) por lote-b/l 29,63 por t ou m³ D 1.2 Carga solta - transferência interna (Operador / IPA Libra) valor mínimo por lote-b/l 142,20 D 1.3 Carga solta - Santos / Santos por lote-b/l 35,56 por t ou m³ D 1.4 Carga solta - Santos / Santos valor mínimo por lote-b/l 414,76 D 1.5 Carga solta - Santos / Guarujá e Cubatão por lote- B/L 47,40 por t ou m³ D 1.6 Carga solta - Santos / Guarujá valor mínimo por lote-b/l 533,27 D 1.7 Contêiner segregação e transferência interna Libra (Operador / IPA) 173,26 247,67 D 1.8 Contêiner cheio Santos / Santos. 589,09 726,21 D 1.9 Contêiner cheio Santos / Guarujá 906, ,11 D 1.10 Contêiner cheio Santos / Cubatão 904, ,11 Ad Valorem: 0,20% do valor declarado da mercadoria. Pedágios: conforme concessionária. Impostos: serão acrescidos nos valores acima de acordo com a legislação vigente. Cargas químicas com classificação IMO acréscimo de 35% nos serviços de transporte. D.2 TRANSPORTE CONTÊINERES VAZIOS D 2.1 Carga solta - Santos / Santos ou Guarujá valor mínimo por lote-b/l 77,03 D 2.2 Contêiner vazio Santos / Santos 453,35 453,35 D 2.3 Contêiner vazio Santos / Guarujá 836,76 836,76 D 2.4 Contêiner vazio Santos / Cubatão 502,34 502,34 Pedágios: conforme concessionária. Impostos: serão acrescidos nos valores acima de acordo com legislação vigente. A Libra Terminais Santos terá até 02 (dois) dias úteis livres da cobrança de demurrage ou sobrestadia, subseqüentes à data da operação finalizada para a devolução do contêiner vazio no depósito designado pelo armador. E. DISPOSIÇÕES GERAIS: E.1 Da Tabela de Preços Esta tabela de preços é válida por prazo indeterminado, podendo sofrer alterações a qualquer momento sem prévio aviso. E.2 Do Pagamento Importação: o pagamento das faturas será à vista, contra a retirada da(s) mercadoria(s) ou contêiner(s) da Libra Terminais Santos. Exportação: o pagamento das faturas será à vista, contra prestação dos serviços à(s) mercadoria(s) ou contêiner(s) na Libra Terminais Santos. Cargas já nacionalizadas dentro do período de armazenagem que não forem retiradas no prazo de 07 dias sofrerão um acréscimo de 50% sobre o valor total de armazenagem.

9 Após o pagamento das taxas devidas, as mercadorias ou contêineres deverão ser retirados pelo consignatário ou preposto até o final do período acordado e seguindo as regras de agendamento, não havendo franquia para carregamento. Caso a mercadoria não seja retirada, será cobrada a perda de agendamento e nos casos de solicitação de janela, acrescido da nova armazenagem em dobro. No caso da impossibilidade da retirada de lotes grandes no período da franquia, deverá ser feita uma comunicação por escrito a Libra Terminais Santos, a qual analisará as justificativas e eventualmente concederá prorrogação do prazo normal. Gerenciamento de risco para carga captada: será cobrado 0,5% do valor declarado da mercadoria armazenada por período de armazenagem ou fração. Serão integralmente repassadas as taxas cobradas pelos Operadores Portuários na retirada de cargas (entrega imediata, postergada e outros). Os valores acima serão acrescidos de 1,65% de PIS, 7,60% de COFINS e ISS conforme legislação vigente. E.3 Notas Complementares Quaisquer casos não diretamente contemplados nas tabelas de preços aqui apresentadas serão objetos de negociação específica entre as partes interessadas. Não ocorrendo saída da carga no prazo máximo de 90 dias, contados da entrada na Libra Terminais Santos, serão cobrados os valores mínimos da tabela de armazenagem e serviços adicionais nesta proposta. Os valores devidos a Libra Terminais Santos em razão do abandono de mercadorias serão cobrados dos respectivos proprietários, inclusive os ressarcimentos por despesas incorridas na prestação dos serviços em questão de Leilão ou na eventual destruição das mercadorias que a repartição aduaneira determine. A Libra Terminais Santos não se responsabiliza por atrasos na liberação de mercadorias caso seja constatada a ausência de recolhimento de tributos legais ou por causa do não atendimento às outras disposições legais vigentes.

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços para Contêineres de Exportação.... 9 Serviços para Contêineres

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais)

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES FCL/FCL (PERÍODOS DE 7 DIAS OU FRAÇÃO) Fixo A

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres de Exportação.... 7 Serviços para Contêineres

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 25/02/2014 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 01/07/2012 Valores expressos em Reais) A ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO: A.1 CONTÊINERES / CARGA GERAL (períodos de 7 dias ou fração): Fixo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO)

CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) CONTRATO DE PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM TERMINAL ALFANDEGADO MEDIANTE CONDIÇÕES ABAIXO. SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) Transporte - Remoção Costado Navio Operador Portuário até a Transbrasa

Leia mais

Tabela Pública de Serviços

Tabela Pública de Serviços Tabela Pública de Serviços Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 5 Serviços para Contêineres e Cargas Soltas de Exportação... 7 Serviços

Leia mais

ECOPORTO SANTOS S.A. TERMARES TERMINAIS MARÍTIMOS ESPECIALIZADOS LTDA. TABELA GERAL DE PREÇOS DE SERVIÇOS VIGÊNCIA A PARTIR DE 01/07/2015

ECOPORTO SANTOS S.A. TERMARES TERMINAIS MARÍTIMOS ESPECIALIZADOS LTDA. TABELA GERAL DE PREÇOS DE SERVIÇOS VIGÊNCIA A PARTIR DE 01/07/2015 ECOPORTO SANTOS S.A. TERMARES TERMINAIS MARÍTIMOS ESPECIALIZADOS LTDA. TABELA GERAL DE PREÇOS DE SERVIÇOS VIGÊNCIA A PARTIR DE 01/07/2015 1. ARMAZENAGEM DE EXPORTAÇÃO 1.1 CONTÊINERES EMBARCADOS NO ECOPORTO

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2016

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2016 TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2016 Av. Beira Mar 5, n 2900 - Figueira do Pontal - Cep: 89249-000 ITAPOÁ / SANTA CATARINA IMPORTANTE: Após dois anos sem reajustes nos valores da Tabela de Preços e Serviços,

Leia mais

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS

Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no TECON SANTOS Tabela de Preços Aplicados pela Santos Brasil no A partir de 01.01.2013 Rev1 Esta tabela de preços será aplicada a todos os usuários que, na data da prestação do serviço, não possuírem acordo individual

Leia mais

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS APM TERMINALS ITAJAÍ. (vigência a partir de 01/01/2015 Valores Expressos em Reais)

TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS APM TERMINALS ITAJAÍ. (vigência a partir de 01/01/2015 Valores Expressos em Reais) TABELA DE SERVIÇOS BÁSICOS APM TERMINALS ITAJAÍ (vigência a partir de 01/01/2015 Valores Expressos em Reais) A Armazenagem de Importação (carga contêinerizada) www.apmterminals.com.br 1º Período Período

Leia mais

Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015

Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015 Tabela de preços dos serviços oferecidos e prestados pela Bandeirantes Logística Integrada. Vigência a partir de 02/01/2015 IMPORTAÇÃO CONTAINER LCL/FCL PERÍODO DE 10 DIAS OU FRAÇÃO. 1. Armazenagem FCL

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232;

Leia mais

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00

Armazenagem Container 20 Pés Container 40 Pés Cadastramento por B/L R$ 210,00 R$ 210,00 TABELA DE PREÇOS SERVIÇOS DE TERMINAL ALFANDEGADO (IMPORTAÇÃO) Transporte Costado Navio Operador Portuário até a Transbrasa Container 20 Pés Container 40 Pés Margem Direita R$ 430,00 R$ 460,00 Margem Esquerda

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS Esta TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS será aplicada a todos os usuários que na data da prestação do serviço não tenham assinado um acordo individual com a BTP - Brasil Terminal Portuário.

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232;

Leia mais

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS

PREÇOS ARMAZENAGEM E SERVIÇOS 1. IMPORTAÇÃO 1.1. ARMAZENAGEM: A Contêineres (R$/Contêiner) Até o 10º dia (por período) 290,00 355,00 Do 11º ao 15º dia (por período) 275,00 325,00 Do 16º ao 20º dia (por período) 305,00 357,00 Do 21º

Leia mais

Tabela de Preços dos serviços oferecidos e prestados pelo ECOPORTO SANTOS, Vigência a partir de 01/06/2014

Tabela de Preços dos serviços oferecidos e prestados pelo ECOPORTO SANTOS, Vigência a partir de 01/06/2014 1. ARMAZENAGEM Tabela de Preços dos serviços oferecidos e prestados pelo ECOPORTO SANTOS, Vigência a partir de 01/06/2014 1.1. ARMAZENAGEM DE IMPORTAÇÃO 1.1.1 CONTÊINERES MUDANÇA DE REGIME/CARGA LCL Pelo

Leia mais

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS

LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS LOCALFRIO S.A. ARMAZÉNS GERAIS FRIGORÍFICOS TARIFA DE SERVIÇOS Matriz: CNPJ: 58.317.751/0001-16 NIRE: 35.300.117.441; Filial: São Paulo SP Armazém Frigorífico CNPJ: 58.317.751/0007-01 NIRE: 35.902.660.232

Leia mais

TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS RIO. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS RIO. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS RIO (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) SUMÁRIO SERVIÇOS PARA CONTÊINERES DE IMPORTAÇÃO... 3 SERVIÇOS PARA CARGA DESUNITIZADA DE IMPORTAÇÃO...

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2014

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2014 TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2014 Av. Beira Mar 5, n 2900 - Figueira do Pontal - Cep: 89249-000 ITAPOÁ / SANTA CATARINA Prezados clientes, Esta tabela de preços e serviços será aplicada a todos os usuários

Leia mais

R I O G R A N D E S. A.

R I O G R A N D E S. A. ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) A.1. Ocupação do cais de acostagem por embarcação, incluindo serviços de atracação, desatracação e uso de defensas.

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS Vigência: 15/03/2014 a 14/03/2015 ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS OPERAÇÃO PORTUÁRIA - Tarifas devidas pelo armador, agente de navegação ou requisitante - A. OPERAÇÃO

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2015

TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2015 TABELA DE PREÇOS E SERVIÇOS 2015 Av. Beira Mar 5, n 2900 - Figueira do Pontal - Cep: 89249-000 ITAPOÁ / SANTA CATARINA Prezados clientes, Esta tabela de preços e serviços será aplicada a todos os usuários

Leia mais

A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1.

A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1. A. UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM (CAIS/DEFENSAS) Pág. 1 B. MOVIMENTAÇÃO DE CONTAINERS NAS OPERAÇÕES DE NAVIOS Pág. 2 B.1. Operação a bordo Pág. 2 B.2. Operação em terra Pág. 3 B.3. Utilização

Leia mais

Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Tabela de Preços - Longo Curso e Cabotagem, conforme abaixo.

Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Tabela de Preços - Longo Curso e Cabotagem, conforme abaixo. CONVICON - CONTEINERES DE VILA DO CONDE S/A CNPJ: 06.013.760/0001-10 I.E: 15.235.534-0 End. Rod. PA. 481 S/N Km21 - Barcarena - Cep.: 68447-000 - Cx. P.: 82 Tel: (091) 3322-7575 Home page: www.santosbrasil.com.br

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2389 - ANTAQ, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 2389 - ANTAQ, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 2389 - ANTAQ, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2012. APROVA A NORMA QUE ESTABELECE PARÂMETROS REGULATÓRIOS A SE- REM OBSERVADOS NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM DE CONTÊINERES

Leia mais

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 ARMAZENAGEM 1 - Armazenagem de Importação - Contêiner e Carga Solta Do Valor CIF 1º período de 7 dias ou fração

Leia mais

TABELA DE PREÇOS DO TERMINAL PORTUÁRIO DO PECÉM Vigência: 01 DE JULHO DE 2015

TABELA DE PREÇOS DO TERMINAL PORTUÁRIO DO PECÉM Vigência: 01 DE JULHO DE 2015 TABELA DE PREÇOS DO Vigência: 01 DE JULHO DE 2015 TABELA A - PREÇOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS OU DISPONIBILIZADOS PELA CEARÁPORTOS 100.000 SERVIÇOS OPERACIONAIS O prestador de serviço credenciado deverá pagar

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20" STD R$ 241,22 40" STD R$ 411,94 20" OOG R$ 360,85 40" OOG R$ 617,93 20" IMO R$ 241,22 40" IMO R$ 411,94

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2014 20 STD R$ 241,22 40 STD R$ 411,94 20 OOG R$ 360,85 40 OOG R$ 617,93 20 IMO R$ 241,22 40 IMO R$ 411,94 Tabela de Preços Máximos TCP Válida a partir de 01/01/2014 Esta Tabela de Preços de Serviços será aplicada a todos os usuários, que, na data do faturamento do serviço, não possuírem acordo individual com

Leia mais

Tabela de Preços - Serviços prestados pela EMBRAPORT

Tabela de Preços - Serviços prestados pela EMBRAPORT Tabela de Preços - Serviços prestados pela EMBRAPORT ITEM DESCRIÇÃO UNIDADE 1 CARGAS DE IMPORTAÇÃO - REGIME FCL 1.1 Armazenagem 1.1.1 1º Período 7 dias corridos 0,50% % CIF 1.1.2 2º Período 7 dias corridos

Leia mais

TERMINAL DE VILA VELHA TVV ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS Válida a partir de 18/02/2013 Versão 01.2013

TERMINAL DE VILA VELHA TVV ESTRUTURA DE SERVIÇOS E PREÇOS Válida a partir de 18/02/2013 Versão 01.2013 A. SERVIÇOS INTEGRADOS DE MOVIMENTAÇÃO DE CONTÊINERES BOX RATE Este serviço inclui todos os custos envolvidos para a operação básica de contêineres de importação ou exportação, em navios full container,

Leia mais

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015

GRUPO Serviço Valores Janeiro 2015 01. Movimentação de Contêineres 20" Std R$ 257,12 40" Std R$ 439,09 20" OOG R$ 384,63 40" OOG R$ 658,65 20" IMO R$ 257,12 40" IMO R$ 439,09 Observações dos serviços do Grupo 01: 01.1 - Os preços acima

Leia mais

Tabela de preços pag 1. Atracação. TABELA B Tarifa de operação por conteiner Preço (R$)

Tabela de preços pag 1. Atracação. TABELA B Tarifa de operação por conteiner Preço (R$) Tabela de preços pag 1 TABELA A Utilização Instalação e Acostamento Preço (R$) Atracação *Por metro Linear/Navio per de 12h ; A taxa mínima a cobrar será de 60 metros por periodo, por embarcação 5,00 TABELA

Leia mais

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTOS PARA O TRANSPORTE DE CONTÊINER julho-11 Percurso de ida e volta Contêiner até 25 t Contêiner acima de 25 t até 30

Leia mais

DE PREÇOS APLICADOS. pela Santos Brasil no TECON SANTOS

DE PREÇOS APLICADOS. pela Santos Brasil no TECON SANTOS TABELA DE PREÇOS APLICADOS pela Santos Brasil no Santos Brasil no A partir de 01.01.2015 Rev1 (29.01.2015) Esta tabela de preços será aplicada a todos os usuários que, na data da prestação do serviço,

Leia mais

Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S)

Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) Papel Timbrado da Empresa TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) À MAERSK LINE (ARMADOR) MAERSK BRASIL (BRASMAR) LTDA (AGENTE) Pelo presente TERMO DE

Leia mais

PORTO DE VITÓRIA Abaixo estão as Tabelas com as tarifas referentes à utilização da infra-estrutura portuária dos portos da Codesa.

PORTO DE VITÓRIA Abaixo estão as Tabelas com as tarifas referentes à utilização da infra-estrutura portuária dos portos da Codesa. PORTO DE VITÓRIA Abaixo estão as Tabelas com as tarifas referentes à utilização da infra-estrutura portuária dos portos da Codesa. - TABELA I - Proteção e Acesso ao Porto - TABELA II - Instalações de Acostagem

Leia mais

Tabela de Preços para Serviços de Pátio, Armazenagem, Complementares e Correlatos

Tabela de Preços para Serviços de Pátio, Armazenagem, Complementares e Correlatos Tabela de Preços para Serviços de Pátio, Armazenagem, Complementares e Correlatos ITEM DESCRIÇÃO UNIDADE 1 CARGAS DE IMPORTAÇÃO - REGIME FCL 1.1 Armazenagem 1.1.1 1º Período 7 dias corridos 0,50% % CIF

Leia mais

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado

Por tonelada líquida de registro (TLR) de embarcação destinada ao transporte de passageiros, turismo e recreio, na área do Porto Organizado Tabela I Utilização da Infraestrutura de Acesso Aquaviário (Taxas devidas pelo armador ou agente) No. Espécie Incidência Valor() 1. Carregamento, descarga ou baldeação, por tonelada ou fração 3,73 2. Carregamento,

Leia mais

TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias Comerciais

TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias Comerciais DOCAS DO RIO AUTORIDADE PORTUARIA TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias Comerciais TABELA I - PROTEÇÃO E ACESSO AO PORTO - TABELA II - INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM - TABELA III - INSTALAÇÕES

Leia mais

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS Página 1 de 5 Acesso de Veículos ao Pátio de Manobras Permissão de entrada e saída de veículos ao pátio de manobras para fins de entrega ou retirada de carga. Cobrança única por caminhão por acesso. Alteração

Leia mais

Tarifa Aprovada a partir de 01.01.2008 - O. S. nº. 212/07 (Última Atualização: 30/07/2009)

Tarifa Aprovada a partir de 01.01.2008 - O. S. nº. 212/07 (Última Atualização: 30/07/2009) Tarifa Aprovada a partir de 01.01.2008 - O. S. nº. 212/07 (Última Atualização: 30/07/2009) TABELA I UTILIZAÇÃO DA INFRA ESTRUTURA MARÍTIMA E FACILIDADES PORTUÁRIAS INFRAMAR. (TARIFAS DEVIDAS PELO ARMADOR,

Leia mais

TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS SANTOS. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS SANTOS. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) TABELA PÚBLICA DE SERVIÇOS LIBRA TERMINAIS SANTOS (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) SUMÁRIO SERVIÇOS PARA CONTÊINERES DE IMPORTAÇÃO... 3 SERVIÇOS PARA CARGA DESUNITIZADA DE IMPORTAÇÃO...

Leia mais

TARIFAS DO PORTO DO RIO DE JANEIRO Operações Portuárias

TARIFAS DO PORTO DO RIO DE JANEIRO Operações Portuárias DOCAS DO RIO AUTORIDADE PORTUARIA TARIFAS DO PORTO DO RIO DE JANEIRO Operações Portuárias TABELA I UTILIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA PORTUÁRIA - PROTEÇÃO E ACESSO AO PORTO - TABELA II UTILIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA

Leia mais

TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias

TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias DOCAS DO RIO AUTORIDADE PORTUARIA TARIFAS DO PORTO DE ANGRA DOS REIS Operações Portuárias TABELA I - PROTEÇÃO E ACESSO AO PORTO - TABELA II - INSTALAÇÕES DE ACOSTAGEM - TABELA III - INSTALAÇÕES TERRESTRES

Leia mais

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço 1 - Aplicação Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço Plano Nº 045 - Claro Online Sem internet Requerimento de Homologação Nº 8879 Este Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço é aplicável pela autorizatária

Leia mais

CATEGORIA A - SERVIÇOS EM OPERAÇÃO DE IMPORTAÇÃO DE CONTAINER E DE CARGA SOLTA 1. TRANSPORTE

CATEGORIA A - SERVIÇOS EM OPERAÇÃO DE IMPORTAÇÃO DE CONTAINER E DE CARGA SOLTA 1. TRANSPORTE A Estrutura de Serviços e Preços (Tabela Pública 2014) da HIPER EXPORT, descreve os serviços prestados pelo terminal e os preços máximos que poderão ser cobrados. A Tabela Pública 2014 está dividida em

Leia mais

Art. 1 Aprovar a revisão da tarifa do porto de São Sebastião - SP, que passa a ter a estrutura e os valores apresentados a seguir:

Art. 1 Aprovar a revisão da tarifa do porto de São Sebastião - SP, que passa a ter a estrutura e os valores apresentados a seguir: RESOLUÇÃO Nº 4090 -ANTAQ, DE 7 DE MAIO DE 2015. APROVA A REVISÃO DA TARIFA DO PORTO DE SÃO SEBASTIÃO - SP. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ, no uso da competência

Leia mais

ATA DE REUNIÃO ENTRE TRANSPORTADORES RODOVIÁRIOS E TERMINAL LIBRA RIO

ATA DE REUNIÃO ENTRE TRANSPORTADORES RODOVIÁRIOS E TERMINAL LIBRA RIO Rio de janeiro, 21 de agosto de 2013. ATA DE REUNIÃO ENTRE TRANSPORTADORES RODOVIÁRIOS E TERMINAL LIBRA RIO Em 07 de agosto de 2013 às 10h00, nas dependências do TERMINAL LIBRA RIO no porto do Rio de janeiro,

Leia mais

TABELA I. Por tonelada de porte bruto das embarcações que adentrarem ao Porto com outros fins que não a movimentação de cargas, atracadas ou não.

TABELA I. Por tonelada de porte bruto das embarcações que adentrarem ao Porto com outros fins que não a movimentação de cargas, atracadas ou não. TABELA I UTILIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE PROTEÇÃO E ACESSO AQUAVIÁRIO PORTUÁRIA TAXAS DEVIDAS PELO ARMADOR 1. Por Tonelagem de Porte Bruto das Embarcações Por unidade 1.1 Na movimentação de contêineres

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 09/01/2018 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 09/01/2018 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 09/01/2018 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços

Leia mais

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço 1 - Aplicação Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço Plano Nº 044 - Claro Online 5GB Requerimento de Homologação Nº 8876 Este Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço é aplicável pela autorizatária CLARO S.A.,

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 11/09/2017 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 11/09/2017 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 11/09/2017 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação... 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação... 6 Serviços

Leia mais

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais)

Tabela Pública de Serviços. (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Tabela Pública de Serviços (vigência a partir de 16/01/2016 Valores expressos em Reais) Sumário Serviços para Contêineres de Importação........................ 3 Serviços para Carga Desunitizada de Importação...................

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 24170-3 (FL. 1/4) SF 06/11 Via única CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Estas são as condições gerais do Empréstimo Pessoal, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições

Leia mais

PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015.

PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015. 1 SOCIEDADE DE PORTOS E HIDROVIAS DO PORTO ORGANIZADO DE PORTO VELHO TARIFA PORTUÁRIA VIGÊNCIA: 07/05/2015. RESOLUÇÃO Nº 4.093-ANTAQ, DE 07/05/2015. (ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviário) PORTO

Leia mais

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço

Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço Plano Nº 102 - PLANO OI MAIS CELULAR Requerimento de Homologação Nº 11514 (R1), 11488(R2) e 11490 (R3) 1. Aplicação Este Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço é aplicável

Leia mais

Os INCOTERM s ou International Comercial Terms são nomenclaturas representativas de cláusulas contratuais padronizadas internacionalmente para

Os INCOTERM s ou International Comercial Terms são nomenclaturas representativas de cláusulas contratuais padronizadas internacionalmente para Os INCOTERM s ou International Comercial Terms são nomenclaturas representativas de cláusulas contratuais padronizadas internacionalmente para facilitar o comércio. Elas tratam das condições e responsabilidades

Leia mais

3. Critérios e forma de aplicação de cada item de cobrança deste Plano de Serviço

3. Critérios e forma de aplicação de cada item de cobrança deste Plano de Serviço PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE RASTREMANETO TMW GPS TRACKER DENOMINADO Basic 1. Aplicação A TECMIDIAWEB LTDA é uma empresa que presta SCM (Serviço de Comunicação Multimídia). A TMW Telecom que vem agregando

Leia mais

OBS: o que está grifado em amarelo foi suprimido da resolução na versão do dia 29/02.

OBS: o que está grifado em amarelo foi suprimido da resolução na versão do dia 29/02. NORMA QUE ESTABELECE PARÂMETROS REGULATÓRIOS A SEREM OBSERVADOS NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM DE CONTÊINERES E VOLUMES, EM INSTALAÇÕES DE USO PÚBLICO, NOS PORTOS ORGANIZADOS -

Leia mais

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Restrita Nº 14 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1.

Condições Contratuais Seguro Transporte Internacional Cobertura Básica Restrita Nº 14 Processo SUSEP nº 15414.901332/2014-22 Versão 1. Cobertura Básica Restrita Nº 14 PARA CARVÃO (EMBARQUES AQUAVIÁRIOS E TERRESTRES) Cláusula 1 Riscos Cobertos 1.1. A presente cobertura tem por objetivo indenizar, ao Segurado, os prejuízos que venha a sofrer

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA. De um lado, a contratada, doravante designada simplesmente de AGÊNCIA NITRO;

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA. De um lado, a contratada, doravante designada simplesmente de AGÊNCIA NITRO; CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO FOTOGRÁFICA Que entre si fazem: De um lado, a contratada, doravante designada simplesmente de AGÊNCIA NITRO; - Nitro Imagens Ltda - sediada à Rua Marques

Leia mais

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Versão 6.04.00 Abril/2015 SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Passo a Passo: Cadastros, Configurações e Operações SPED Contribuições O SPED Contribuições é um arquivo digital instituído no Sistema Publico

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 350, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 350, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 350, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014. Dispõe sobre o modelo de regulação tarifária, do reajuste dos tetos das tarifas aeroportuárias e estabelece regras para arrecadação e recolhimento. A DIRETORIA

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP 20 Anos I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP 20 ANOS MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900585/2015-60

Leia mais

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS Página 1 de 6 Acesso de Veículos ao Pátio de Manobras Permissão de entrada e saída de veículos ao pátio de manobras (área restrita) para fins de descarregamento ou carregamento de cargas. Cobrança por

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 4 DO CONTRATO TARIFAS

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 4 DO CONTRATO TARIFAS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 4 DO CONTRATO TARIFAS 1 Sumário 1. Informações iniciais... 3 1.1. Introdução... 3 1.2. Definições... 3 2. Tarifas... 6 2.1. Considerações... 6 2.2. Tarifas Aeroportuárias...

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 2Mbps Internet Popular Plano de Serviço 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação Multimídia é aplicável a

Leia mais

ANUT ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE DE CARGA

ANUT ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE DE CARGA CAPÍTULO II Das Disposições Preliminares Art. 2º Para os efeitos desta Norma, considerase: VI Box Rate: preço cobrado pelo serviço de movimentação das cargas entre o portão do terminal portuário e o porão

Leia mais

Modelo de Casos de Uso (Casos de Uso Expandidos + Diagrama de Casos de Uso) Modelo Conceitual Diagramas de Sequência de Eventos do Sistema

Modelo de Casos de Uso (Casos de Uso Expandidos + Diagrama de Casos de Uso) Modelo Conceitual Diagramas de Sequência de Eventos do Sistema Sistema para uma biblioteca A biblioteca a ser automatizada trabalha com os seguintes tipos de obra: livros e periódicos. Para cada periódico são mantidos: nome, volume, mês, ano; para cada livro são mantidos

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Benefícios do Módulo Comercial Permite a visualização em tempo real e o acompanhamento do fechamento de novos negócios, através do controle de cotações e pedidos de venda.

Leia mais

PORTO 24 HORAS. Complexo portuário santista

PORTO 24 HORAS. Complexo portuário santista FIESP/CONSIC PORTO 24 HORAS Complexo portuário santista José Cândido Senna, Coordenador do Comitê de Usuários dos Portos e. Aeroportos do Estado de São Paulo - COMUS São Paulo, 16 de agosto de 2011 Participação

Leia mais

Incluir, além das instalações portuárias, as áreas de fundeio próximas aos portos.

Incluir, além das instalações portuárias, as áreas de fundeio próximas aos portos. Empresa: Astromaritima Navegação Contribuinte: Abílio Mello CAPÍTULO I - Do Objeto Parágrafo único. Aplica-se a presente norma aos serviços prestados em instalações portuárias de uso público; em terminais

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

CONTROLE DA CADEIA LOGÍSTICA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS: ARMAZENAGEM E TRANSPORTE. Walkíria A. Amorim

CONTROLE DA CADEIA LOGÍSTICA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS: ARMAZENAGEM E TRANSPORTE. Walkíria A. Amorim CONTROLE DA CADEIA LOGÍSTICA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS: ARMAZENAGEM E TRANSPORTE Walkíria A. Amorim CLASSES ATIVIDADES Distribuidoras (comércio atacadista) Importadoras/exportadoras Armazéns logísticos

Leia mais

CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON

CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON CONTRATO PADRÃO DE ADESÃO DO CARTÃO SICREDICARD VISA ELECTRON Administradora de Cartões SICREDI Ltda., com sede, foro e administração em Brasília/DF, no SCS Qd. 06, BL. A, Nº. 141, Ed. Presidente, inscrito

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO AÇÃO BÔNUS CELULAR CARTÃO PAN

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO AÇÃO BÔNUS CELULAR CARTÃO PAN REGULAMENTO DA PROMOÇÃO AÇÃO BÔNUS CELULAR CARTÃO PAN 1. OBJETO 1.1. Este Regulamento estabelece as condições da Promoção Ação Bônus Celular Cartão Pan ( PROMOÇÃO ), promovida pelo BANCO PAN S.A., destinada

Leia mais

b) Guia DARE devidamente recolhida de acordo com a Deliberação Jucesp nº 01 de 18/03/2015;

b) Guia DARE devidamente recolhida de acordo com a Deliberação Jucesp nº 01 de 18/03/2015; PROCEDIMENTOS PARA ESTABELECIMENTO DE ARMAZÉNS GERAIS E ALTERAÇÕES POSTERIORES, NOS TERMOS DO DECRETO Nº 1102/1903 E DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 17/2013 DO DREI. A empresa regularmente constituída e com

Leia mais

Cheques - créditos e débitos de cheques compensados e/ou pagos no caixa serão enviados no dia seguinte da ocorrência em conta.

Cheques - créditos e débitos de cheques compensados e/ou pagos no caixa serão enviados no dia seguinte da ocorrência em conta. TERMO DE ADESÃO PARA O SERVIÇO INFOEMAIL: ENVIO DE DEMONSTRATIVOS DE DESPESAS EFETUADAS NA CONTA CORRENTE, CONTA POUPANÇA E CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO VIA ENDEREÇO ELETRÔNICO. Pelo presente instrumento,

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS RESOLUÇÃO DP Nº 83.2014, DE 11 DE JUNHO DE 2014. ESTABELECE REGRAMENTO PARA O ACESSO TERRESTRE AO PORTO DE SANTOS O DIRETOR PRESIDENTE da COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP, na qualidade de

Leia mais

ANEXO II TABELA DE TAXAS DE SERVIÇOS METROLÓGICOS. Seção 1. Verificação inicial e verificação subsequente

ANEXO II TABELA DE TAXAS DE SERVIÇOS METROLÓGICOS. Seção 1. Verificação inicial e verificação subsequente ANEXO II TABELA DE TAXAS DE SERVIÇOS METROLÓGICOS Seção 1 Verificação inicial e verificação subsequente Valor R$ da classe de exatidão M3 (peso comercial) 1 até 50 g 1,70 1,70 2 de 100 g até 1 kg 3,90

Leia mais

12 Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia

12 Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia 12 Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia 13 a 15 de maio de 2015 Hotel InterCity Premium - Caxias do Sul RS Brasil REGULAMENTOS E NORMAS ESPECÍFICAS PARA EXPOSITORES I. INFORMAÇÕES

Leia mais

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 056/2015

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 056/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO - DIRAB SUPERINTENDÊNCIA DE LOGÍSTICA OPERACIONAL - SULOG GERÊNCIA

Leia mais

Portaria nº 255, de 03 de julho de 2007.

Portaria nº 255, de 03 de julho de 2007. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria nº 255, de 03 de julho de 2007.

Leia mais

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO NORMA Nº: NIE-CGCRE-0 APROVADA EM MAR/20 Nº 01/09 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Histórico das

Leia mais

TARIFA PORTO DE SANTOS

TARIFA PORTO DE SANTOS COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP TARIFA DO PORTO DE SANTOS Considera reajuste de 44% sobre os preços vigentes em 30/09/2001, exceto para os itens 1 Fornecimento de Água e 2 - Fornecimento

Leia mais

TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185

TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185 TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185 A, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, torna público que realizará COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS, consoante

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009

REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009 REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009 1. DO OBJETIVO. Estabelecer, exclusivamente para a safra 2008/2009, as condições

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS 1 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACÁCIO JOSÉ SANTA ROSA CAPÍTULO I DO ACESSO E DO FUNCIONAMENTO Artigo 1º A Biblioteca destina-se especialmente ao corpo docente e discente,

Leia mais

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 164/2015

AVISO CONAB/DIRAB/SULOG/GEMOV Nº 164/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO - DIRAB SUPERINTENDÊNCIA DE LOGÍSTICA OPERACIONAL - SULOG GERÊNCIA

Leia mais

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização Nova Sistemática de Contabilização Impactos financeiros, contábeis, operacionais e fiscais Lycia Braz Moreira (lycia@fblaw.com.br) Assessoria Jurídica Unimed Federação Rio Definição O que é Intercâmbio?

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA COORDENAÇÃO DE COMPRAS COSCOM (GESUS) 1 de 9 OBJETIVO: Este Termo de Referência tem por objetivo definir o escopo do processo licitatório de constituição de Registro de Preço para eventual contratação

Leia mais

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Sumário - Objetivo -1/6 - Conceitos Básicos -1/6 - Competências - 2/6 - Condições para o Financiamento - 2/6 - Disposições Gerais - 6/6 - Vigência - 6/6 Objetivo.

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011)

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) Junta de Freguesia de Guadalupe REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou

Leia mais

PROTEÇÃO ACIDENTES PESSOAIS SOB MEDIDA

PROTEÇÃO ACIDENTES PESSOAIS SOB MEDIDA PROTEÇÃO ACIDENTES PESSOAIS SOB MEDIDA Í N D I C E 1. ACIONAMENTO DO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA.... 2 2. INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA ASSISTÊNCIA 24 HORAS.... 2 3. ASSISTÊNCIA FUNERAL INDIVIDUAL. (LIMITADO

Leia mais

PAPEL TIMBRADO DO CONSIGNATÁRIO

PAPEL TIMBRADO DO CONSIGNATÁRIO TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S) Pelo presente TERMO DE RESPONSABILIDADE POR PERÍODO ESTENDIDO SOBRE DEVOLUÇÃO DE CONTAINER(S) RETIRADO(S), doravante

Leia mais

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING

NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING NORMAS E CONDIÇÕES GERAIS DE FUNCIONAMENTO LOW COST PARKING 1ª) DEFINIÇÕES 1) Para todos os efeitos as partes acordam as seguintes definições A) Empresa: Low Cost, Estacionamos por Si Lda. B) Parque Low

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais