Recife - Responsabilidades do Setor de Turismo na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo Qualificação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Recife - Responsabilidades do Setor de Turismo na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo Qualificação"

Transcrição

1 Recife - do Setor de Turismo na Prevenção Início e Termino Realizar mapeamento da demanda de formação profissional junto ao trade turístico (nas regiões turísticas 69 municípios). -SEBRAE - UFPE e outras IES (Instituições de Ensino Superior) - EMPETUR/SETUR - Childhood Eixo Qualificação Ampliar a formação de jovens nas 11 rotas turísticas do Estado, considerando o resultado do mapeamento. Formação não só técnica, mas de prevenção à exploração sexual, direitos humanos e LIBRAS. - Sistema S (ênfase no SENAC e SESI) - Childhood - IES/UFPE e outras - EMPETUR/SETUR Elaborar material didático para crianças, adolescentes e profissionais (na área de proteção) e empresários. - Childhood -SENAC - Secretaria de Educação - EMPETUR/SETUR atrativos turísticos atrativos turísticos atrativos turísticos hospedagem Hospedagem Hospedagem gastronomia Gastronomia Gastronomia agenciamento Agenciamento Agenciamento eventos Eventos Eventos transportes Transportes Transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento (EMPETUR/SETUR e secretarias de turismo dos municípios) (EMPETUR, MTur) organizações internacionais organizações internacionais organizações internacionais trabalhadores Trabalhadores Trabalhadores x Outros (ABIH, ABRASEL, Outros (Associações do ASTUR, ABEOC, SIGTUR e x trade, BNDES, BNB) outras) x Outros (associações, mídia) Fevereiro/2011: articulação dos responsáveis e parceiros Março/2011-Setetembro/2011: - Outubro/ Fevereiro a dezembro/2011 realização da coleta de dados e análise (Mapeamento) Empresas do trade turístico Adolescentes e jovens (16 a 26 anos) - Crianças, adolescentes, jovens e profissionais - Empresários

2 - Humanos: pesquisadores (Coleta); coordenador de pesquisa, especialista em análise de dados (estatística) - Material: software para tabulação, material para coleta, divulgação e sistematização. Publicação (gráfica e evento) - Financeiro: alimentação e passagens - realização do levantamento concluído no prazo - nº de empresas pesquisadas - nº de municípios envolvidos - humanos: professores, multiplicadores, coordenadores - material: didático para aulas, uniforme, refeição, insumos para aulas práticas, etc. - transporte, hospedagem e transporte para os multiplicadores, etc. - nº de alunos capacitados - nº de cursos oferecidos - nº de alunos inseridos no mercado de trabalho - nº de empresas que contratam os jovens - humanos - material - financeiro - cartilha educativa com temática para crianças e adolescentes - material específico para as formações dos profissionais (ver eixo anterior) 1 - kit para crianças, jovens e adolescentes: cd's, dvd's, material gráfico, etc. 1 Comentário/complementação adicionado(a) durante momento interativo (idem para todas as notas de rodapé): Do turismo e sistema de garantias de direitos; material para divulgação do projeto/ações para empresários e gestores de recursos humanos.

3 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo Qualificação Organizar formação continuada para os profissionais envolvidos na prevenção, na perspectiva de agentes multiplicadores. - Sistema S - Childhood - Instituições de Ensino Superior (IES) (UFPE e outros) - EMPETUR/SETUR atrativos turísticos hospedagem gastronomia agenciamento eventos transportes lazer e entretenimento Intensificar a temática nas universidades 2 no processo de formação profissional dos alunos dos cursos na área de turismo, hotelaria, gastronomia e eventos (e outros). Jornalismo/comunicação social, pedagogia, relações públicas. - EMPETUR/SETUR - IES atrativos turísticos hospedagem gastronomia agenciamento Eventos transportes lazer e entretenimento e Esportes organizações internacionais trabalhadores organizações internacionais trabalhadores x Outros (Associações, mídia) x Outros (Childhood) Início e Termino - Outubro/ Novembro/ Polícia Militar (ênfase da CIATUR, DBRV, Política do EPCSA, Turista) - mídia - taxistas, recepcionistas, garçons, vendedores de praia (ambulantes, barracas, etc.) e outros profissionais do trade - humanos - materiais - financeiros - nº de profissionais capacitados - nº de cursos oferecidos - realização de cursos no período proposto - alunos - professores - coordenadores de curso - humanos - materiais - financeiros - nº de instituições envolvidas com: * plano de ação estruturado * apenas receberam palestras de sensibilização - nº de participantes 2 E outras instituições de ensino técnico.

4 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Criação de um selo/certificado para empresas que absorverem adolescentes e jovens qualificados por projetos sociais de inclusão no mercado de trabalho turístico, respeitando a legislação vigente. Eixo Responsabilidade Social e Inclusão Campanha de sensibilização e mobilização para adesão dos empresários do setor turístico ao Fundo da Infância e Adolescência através de incentivos fiscais. Incentivar a criação de projetos comunitários em parceria com o trade turístico, tendo como objetivo o desenvolvimento econômico e social da comunidade. MTur, SETUR-PE, EMPETUR SETUR-PE, EMPETUR, CEDECA SETUR-PE, ONGs, OSCIPs atrativos turísticos atrativos turísticos atrativos turísticos hospedagem hospedagem Hospedagem gastronomia gastronomia Gastronomia agenciamento agenciamento agenciamento eventos eventos eventos transportes transportes transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento organizações internacionais organizações internacionais x organizações internacionais x trabalhadores trabalhadores trabalhadores Outros (Instituições outros x financeiras e outras secretarias) outros Início e Termino Janeiro/2011 Dezembro/2014 Janeiro/2011 Dezembro/2014 Janeiro/2011 Dezembro/2014 Equipamentos e serviços turísticos dos setores público e privado Empresas privadas de turismo Empresas privadas de turismo Equipe especializada financeiros Infra-estrutura Equipe especializada financeiros Infra-estrutura Equipe especializada financeiros Infra-estrutura - Quantidade de empresas que ganharam o selo/certificado. - Quantidade de adolescentes e jovens inseridos no mercado. - Grau de qualidade das atividades. Quantidade de empresas que aderiram à campanha. - Quantidade de empresas que apoiaram projetos comunitários - Quantidade de projetos criados efetivamente; associações e cooperativas

5 do Setor de Turismo em Recife na Prevenção Eixo Mobilização e Articulação Incentivar a campanha de prevenção à ESCCA junto aos empresários do trade turístico. Articular ações por parte do governo estadual na apresentação da temática da Incen ESCCA no município-sede da Copa e entorno. Promover ações de sensibilização junto às associações, sindicatos e equipamentos turísticos relacionadas à prevenção da exploração sexual. das campanhas e grupos participantes da oficina. Ministério do Turismo e Esporte Governo do Estado ONG EMPETUR atrativos turísticos x atrativos turísticos atrativos turísticos hospedagem hospedagem Hospedagem gastronomia gastronomia Gastronomia agenciamento agenciamento Agenciamento eventos Eventos Eventos transportes transportes Transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento x organizações internacionais organizações internacionais organizações internacionais trabalhadores trabalhadores Trabalhadores x outros x Outros x Outros Início e Termino Início da campanha Janeiro/2011 a Julho/2014 Janeiro/2011 a Julho/2014 Empresários do trade turístico Sociedade - Associações - Sindicatos - Equipamentos turísticos Material gráfico Material audio-visual financeiros e pessoal Material gráfico Material audio-visual financeiros e pessoal financeiros e pessoal Número de adesão ao código de conduta Número de pessoas sensibilizadas Número de instituições treinadas

6 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo Mobilização e Articulação Promover o lançamento internacional da campanha "Um gol pelos direito de crianças e adolescentes" Mobilizar as operadoras de telefonia celular tendo a prevenção da exploração sexual Promover cursos de capacitação de prevenção à ESCCA aos taxistas CTI/NE EMPETUR ABAV SDS atrativos turísticos atrativos turísticos atrativos turísticos hospedagem hospedagem Hospedagem gastronomia gastronomia Gastronomia agenciamento agenciamento Agenciamento eventos Eventos Eventos transportes transportes Transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento organizações internacionais organizações internacionais organizações internacionais trabalhadores trabalhadores trabalhadores x outros x Outros x outros Início e Termino Janeiro/2011 a Julho de 2014 Verão de 2011 até a 2014 Trade turístico Todos os clientes das operadoras Taxistas das cidades-sede e entorno financeiros e pessoal Articulação com as empresas de telefonia financeiros e pessoal Número de países atingidos na veiculação da campanha Nº de clientes que foram vinculados às ações Nº de treinados certificados pelo curso

7 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo Mobilização e Articulação Elaborar selo de certificação para empresas que aderirem condutas éticas de proteção à infância no turismo - EMPETUR - Childhood - IES (UFPE) - Sistema S atrativos turísticos hospedagem gastronomia agenciamento eventos transportes lazer e entretenimento organizações internacionais trabalhadores x Outros (Associações) Início e Termino - Dezembro/ Empresários do trade - associações do setor turístico - Humano - Material - Financeiro - nº de empresas que aderirem: a) ao Código de Conduta b) oferta de estágio de contratação de jovens e adolescentes c) manual de boas práticas d) nº de colaboradores com qualificação na temática de prevenção

8 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo Outros Mapear a realidade da exploração sexual no estado de Pernambuco. 3 Viabilizar disk denúncia local (link com Disk 100) Atrelar contratualmente a adesão de código de conduta no turismo como condição para acessar recursos junto ao Banco do Nordeste Início e Termino SETUR-PE/EMPETUR CEDECA-PE (articular com Ministério Público) Banco do Nordeste atrativos turísticos atrativos turísticos atrativos turísticos hospedagem hospedagem hospedagem gastronomia gastronomia gastronomia agenciamento agenciamento agenciamento eventos eventos eventos transportes transportes transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento organizações internacionais organizações internacionais organizações internacionais trabalhadores trabalhadores trabalhadores outros x Outros (Governo Federal) x Outros (CTI-Nordeste) Início: Janeiro de 2011 Término: janeiro de 2012 Associações e entidades de classe Todos os serviços públicos e trade turístico, ONGs, comunidades Início: janeiro de 2011 Término: julho de 2011 Conselho Tutelar Delegacias (SDS) Centros de defesa Início: janeiro de 2011 Término: dezembro de 2011 Empresas e estabelecimentos do setor turístico Estimativa de no mínimo R$ ,00 Estimativa de no mínimo R$ ,00 Estimativa de custo zero Pesquisa pronta publicada e divulgada para a sociedade em seminários específicos e através de mídia de massa Disque denúncia implantado no estado e funcionando com eficiência sendo acessível para a população Adesão ao código de conduta pelas empresas (Código de Pernambuco) 3 Observação acrescentada (post-it): mapear os "pontos" vulneráveis que favorecem a exploração sexual de crianças e adolescentes no estado de Pernambuco. : SDS e SEDH

9 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo Outros Criar e fixar placas divulgando a legislação da ESCA e do ECA de forma visual, criativa e atraente ao público Criar câmaras temáticas sobre o tema da ESCA nos fóruns regionais de turismo Constituir a frente parlamentar estadual em defesa dos direitos de crianças e adolescentes Início e Termino ABAV, ABIH, ABRASEL, SINDETUR, EMPETUR, SINGTUR, sindicato dos taxistas Childhood, SEBRAE CEDECA-PE, Ministério Público 4, Fórum Estadual DCH atrativos turísticos atrativos turísticos atrativos turísticos Hospedagem hospedagem hospedagem Gastronomia gastronomia gastronomia Agenciamento agenciamento agenciamento eventos eventos eventos transportes transportes transportes lazer e entretenimento lazer e entretenimento lazer e entretenimento organizações internacionais organizações internacionais organizações internacionais trabalhadores trabalhadores trabalhadores x Outros (Infraero) x outros x Outros (SGD) Início: janeiro de 2011 Término: dezembro de 2011 Empresas e estabelecimentos do setor turístico Início: outubro de 2011 Término: dezembro de 2011 Associações do trade turístico Estimativa de R$ ,00 Estimativa de R$ ,00 Custo zero Início: fevereiro de 2011 Término: dezembro de 2012 Assembléia legislativa de Pernambuco Sinalização nos estabelecimentos e empreendimentos / equipamentos turísticos Câmaras temáticas criadas e atuantes frente à ESCA Frente Parlamentar criada e atuante na prevenção e enfrentamento à ESCA 4 Observação acrescentada (post-it): não é competência do MP a articulação dos parlamentares. Incluir: Rede de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual; Fórum Estadual DCA/PE

10 do Setor de Turismo de Recife na Prevenção Eixo - Outros Mobilizar a juventude do litoral sul criando fóruns permanentes de discussão sobre protagonismo juvenil e ESCA Mobil Childhood Brasil e Plan Início e Termino atrativos turísticos hospedagem gastronomia agenciamento eventos transportes lazer e entretenimento organizações internacionais trabalhadores x outros Início: Fevereiro de 2011 Término: Fevereiro de 2013 Escolas comunitárias Jovens atuando no combate à ESCA e fóruns criados

Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Responsabilidade Multiplicadores* CMDCA, CEDCA, Minist. do Trabalho, Gestor de Política (SETUR

Leia mais

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação

FORTALEZA - Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Eixo 1- Qualificação FORTALEZA - do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Eixo 1- Qualificação Inserir a temática nos programas de formação e qualificação profissional na cadeia produtiva

Leia mais

Curitiba - Responsabilidades do Setor de Turismo de Curitiba na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Curitiba - Responsabilidades do Setor de Turismo de Curitiba na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Curitiba - do Setor de Turismo de Curitiba na Prevenção Capacitar os profissionais dos meios de hospedagem (hotéis/motéis) com a temática do ESCA ABIH, AMOPAR, Associação dos Hostels, Sindotel, Secretaria

Leia mais

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes 1 Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO ÀS VIOLÊNCIAS CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Ponta Grossa Paraná 2013

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

REGIÃO CENTRO OESTE. Grupo 1 TRABALHO INFORMAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Educação. Esporte e Lazer

REGIÃO CENTRO OESTE. Grupo 1 TRABALHO INFORMAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Educação. Esporte e Lazer REGIÃO CENTRO OESTE Eixos de Atuação 1. Informação e Mobilização Planejamento das Ações Intersetoriais 1.1 Conscientizar os envolvidos sobre o que é trabalho infantil e quais suas consequências. Grupo

Leia mais

Rede de Atenção à. Pessoa em Situação de Violência

Rede de Atenção à. Pessoa em Situação de Violência Rede de Atenção à Pessoa em Situação de Violência AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Art. 198 da CF/ 1988: A ações e os serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem

Leia mais

RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO

RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO Coordenadora Deputada Aline Corrêa Membros: Deputados Áureo e William Dib Propostas do grupo de trabalho sobre prevenção A partir dos trabalhos realizados

Leia mais

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local

Histórico Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) agosto de 2010 no Recife Transformando a sociedade a partir da igreja local Histórico Esta campanha tem sua origem no contexto do V Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) em agosto de 2010 no Recife PE. Nessa ocasião, o enfoque do evento foi: Transformando

Leia mais

EIXO I GESTÃO CULTURAL DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA

EIXO I GESTÃO CULTURAL DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA PLANO MUNICIPAL DE CULTURA DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ Comissão de Elaboração do Plano Municipal de Cultura: Anderson Beluzzo, Celso Peixoto, Dagma Castro, Elias Alcides Luciano, Guilhermina Stuker, João Alexandre

Leia mais

III CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL.

III CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL. III CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL. DOCUMENTO BASE: 1 - A comissão organizadora propõe aos delegados das pré conferências a aprovação das seguintes propostas de políticas e ações

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

Encontro do Comitê Estadual de Enfrentamento às Drogas do Ministério Público do Estado do Ceará. 14 de novembro de 2012

Encontro do Comitê Estadual de Enfrentamento às Drogas do Ministério Público do Estado do Ceará. 14 de novembro de 2012 Encontro do Comitê Estadual de Enfrentamento às Drogas do Ministério Público do Estado do Ceará 14 de novembro de 2012 Plenária: Conclusões e indicação de boas práticas e fluxos de atendimento a serem

Leia mais

ECONOMIA DA CULTURA. Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec MINISTÉRIO DA CULTURA

ECONOMIA DA CULTURA. Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec MINISTÉRIO DA CULTURA MINISTÉRIO DA CULTURA ECONOMIA DA CULTURA UM SETOR ESTRATÉGICO PARA O PAÍS Paula Porta Assessora especial do Ministro da Cultura e Coordenadora do Prodec A produção, a circulação e o consumo de bens e

Leia mais

MODELO DE GOVERNANÇA CTNDT AÇÕES EM CURSO NOMTur LINHAS DE FINANCIAMENTO

MODELO DE GOVERNANÇA CTNDT AÇÕES EM CURSO NOMTur LINHAS DE FINANCIAMENTO CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - CDES PLANO ESTRATÉGICO DO A COPA DO MUNDO FIFA 24/11/2010 PLANO ESTRATÉGICO DO TURISMO TURISMO BRASILEIRO BRASILEIRO PARA PARA A A COPA COPA DO DO MUNDO

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 928, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner)

PROJETO DE LEI N.º 928, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 928, DE 2011 (Do Sr. Paulo Wagner) Dispõe sobre o Programa Escola Aberta nas escolas públicas urbanas de educação básica. DESPACHO: APENSE-SE À(AO) PL-7157/2010.

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO. Número de participantes:

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO. Número de participantes: 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sistema OCB/SESCOOP-RR Data de realização do seminário: 17 de Junho de 2010 Local: Auditório do Sistema FAERR/SENAR-RR

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS

MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS Categorização dos Municípios das Regiões Turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro PERGUNTAS E RESPOSTAS

Leia mais

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95,

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLUÇÃO N 124/2006 O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLVE: Aprovar a utilização das definições de Programas

Leia mais

Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral. Ação: Capacitar em Gestão

Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral. Ação: Capacitar em Gestão Câmara temática de gestão: Capacitação, Tecnologia e Inovação Coord.: Aluísio Cabral Ação: Capacitar em Gestão 1. Palestras no Fórum com representantes ABRASEL e ABIH (nos seis municípios) 1. Associativismo

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE OBJETIVOS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS E PARCERIAS CRONOGRAMA (PRAZO) Realizar reuniões com Conselhos de Saúde,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS PROGRAMA ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTO-JUVENIL. Relatório de Ações 2010

DEPARTAMENTO DE CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS PROGRAMA ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTO-JUVENIL. Relatório de Ações 2010 Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social (Coordenação) Secretaria da Saúde Secretaria da Educação Secretaria da Segurança Pública Secretaria de Infra-estrutura e Logística Secretaria do Turismo,

Leia mais

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS"

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - A SANTA MARIA QUE QUEREMOS Elaborar o projeto do Plano Municipal de Projeto do Plano Projeto realizado Cultura com ampla participação dos setores da sociedade Conferência Municipal de Cultura Conferência realizada PLANILHA DE OBJETIVOS

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO

PROGRAMAS E PROJETOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO º PROGRAMAS E S PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO Programa de utilização sustentável dos atrativos turísticos naturais Implementação do Plano de Manejo do Parque do Cantão Garantir

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO

MINISTÉRIO DO TURISMO MINISTÉRIO DO TURISMO TURISMO SUSTENTÁVEL & INFÂNCIA-TSI Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva Ministra de Estado Marta Suplicy Coordenadora Elisabeth Bahia MINISTÉRIO DO TURISMO A missão do

Leia mais

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013 META NACIONAL 11 - Educação Profissional- Triplicar as matrículas da Educação Profissional Técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% da expansão no segmento público. Contexto

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

CREAS - Institucional. O que é o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social)?

CREAS - Institucional. O que é o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social)? CREAS - Institucional O que é o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social)? Considerando a definição expressa na Lei nº 12.435/2011, o CREAS é a unidade pública estatal de abrangência

Leia mais

integral de Crianças as e Adolescentes na Copa das Confederações e na Copa do Mundo

integral de Crianças as e Adolescentes na Copa das Confederações e na Copa do Mundo PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Proteção integral de Crianças as e Adolescentes na Copa das Confederações

Leia mais

PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ Conselho Municipal do Plano Diretor Lei Complementar nº 154, de 27 de setembro de 2011

PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ Conselho Municipal do Plano Diretor Lei Complementar nº 154, de 27 de setembro de 2011 RESOLUÇAO CMPD N.º 51/2012 Dispõe sobre a aprovação do Plano Setorial de Turismo O, usando as atribuições que lhe confere o artigo 143 da Lei Complementar n.º 154/2011, em consonância com o aprovado na

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 250

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 250 PROGRAMA Nº- 250 QUALIFICAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS E DEPENDENTES QUÍMICOS SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Realizar Cursos de Capacitação para Profissionais que atuam na área de reabilitação

Leia mais

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros.

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros. Meta 1 - Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de quatro e cinco anos, e ampliar, até 2025, a oferta de Educação Infantil de forma a atender a 50% da população de até 3 anos. Estratégias:

Leia mais

JOVEM HOMOSSEXUAL substituir por JOVENS GAYS, LÉSBICAS, BISSEXUAIS E TRANSGÊNEROS (GLBT) ou por JUVENTUDE E DIVERSIDADE SEXUAL

JOVEM HOMOSSEXUAL substituir por JOVENS GAYS, LÉSBICAS, BISSEXUAIS E TRANSGÊNEROS (GLBT) ou por JUVENTUDE E DIVERSIDADE SEXUAL JOVEM HOMOSSEXUAL substituir por JOVENS GAYS, LÉSBICAS, BISSEXUAIS E TRANSGÊNEROS (GLBT) ou por JUVENTUDE E DIVERSIDADE SEXUAL OBJETIVOS E METAS 1. Prover apoio psicológico, médico e social ao jovem em

Leia mais

RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM

RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM MISSÃO DO SESCOOP Promover o desenvolvimento do Cooperativismo de forma integrada e sustentável, por meio da formação profissional, da promoção social e

Leia mais

Nilson João Espindola Secretário de Assistência Social. DECRETO Nº. 1426, DE 29 DE AGOSTO DE 2012, com base na Lei Municipal nº. 2.755/2007.

Nilson João Espindola Secretário de Assistência Social. DECRETO Nº. 1426, DE 29 DE AGOSTO DE 2012, com base na Lei Municipal nº. 2.755/2007. 2014 PLANO DE AÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA Gestão 2012/2014 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE PALHOÇA Gestão 2012/2014 Avenida

Leia mais

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO

CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO CTNDT - CÂMARA TEMÁTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO PAUTA HISTÓRICO CTNDT / METODOLOGIA DE TRABALHO CTNDT / PROPOSTA DE TEMAS PARA DEBATE/EIXO TEMÁTICO HISTÓRICO BRASIL

Leia mais

Rua do Atendimento Protetivo. Municipalino:

Rua do Atendimento Protetivo. Municipalino: Rua do Atendimento Protetivo Municipalino: Esta é a Rua do Atendimento Protetivo. Esta rua tem como missão fundamental resgatar os direitos das crianças e dos adolescentes que foram violados ou ameaçados

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS PERNAMBUCO

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS PERNAMBUCO PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS PERNAMBUCO OBJETIVO GERAL DO PLANO ESTADUAL Enfrentar a epidemia do HIV/aids e das DST entre gays, outros HSH

Leia mais

Plano Intersetorial de Políticas sobre o Crack, Álcool e Outras Drogas

Plano Intersetorial de Políticas sobre o Crack, Álcool e Outras Drogas Plano Intersetorial de Políticas sobre o Crack, Álcool e Outras Drogas Estruturar e organizar a rede de serviços de prevenção, tratamento e acolhimento do município de São Paulo destinadas aos cuidados

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva Atingir as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação Projeto do Plano Municipal de Educação Conferência Municipal de Educação Projeto realizado Conferência realizada Elaborar o Plano Municipal

Leia mais

[Ano] TERMO DE REFERÊNCIA DO SEBRAE-SP DE ACESSO A MERCADOS PARA CIRCUITOS TURÍSTICOS

[Ano] TERMO DE REFERÊNCIA DO SEBRAE-SP DE ACESSO A MERCADOS PARA CIRCUITOS TURÍSTICOS TERMO DE REFERÊNCIA DO SEBRAE-SP DE ACESSO A MERCADOS PARA CIRCUITOS TURÍSTICOS Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Unidade Organizacional de Acesso a Mercados Unidade Organizacional

Leia mais

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 INTRODUÇÃO A Fundação Tide Setubal nasce em 2005 para ressignificar e inovar o trabalho pioneiro

Leia mais

Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal

Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal A infância, adolescência e juventude são fases fundamentais no desenvolvimento humano e na formação futura dos cidadãos. No plano social,

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE APRESENTAÇÃO: A violência sexual contra a criança e o adolescente tem sido um problema de difícil enfrentamento por

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO. OFICINA DA INOVAÇÃO Página 1 de 10 ÍNDICE DO PORTFOLIO Apresentação dos serviços da Oficina da Inovação... 3 Consultoria...

Leia mais

Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa

Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa 3 Secretaria de Turismo da Bahia Bahiatursa Secretaria de Turismo da Bahia

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a inclusão digital, instalando computadores nas escolas públicas de ensino fundamental

Leia mais

Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras

Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras VAMOS ACABAR COM A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NAS RODOVIAS BRASILEIRAS parceria estratégica parceria técnica Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração

Leia mais

Apoio à Valorização da Diversidade no Acesso e na Permanência na Universidade

Apoio à Valorização da Diversidade no Acesso e na Permanência na Universidade Programa 1377 Educação para a Diversidade e Cidadania Objetivo Combater as desigualdades étnico-racial, de gênero, orientação sexual, geracional, regional e cultural no espaço escolar. Justificativa Público

Leia mais

Conheça as propostas formuladas nos eventos preparatórios em todo o estado de SP

Conheça as propostas formuladas nos eventos preparatórios em todo o estado de SP Proposta: Propor mudanças nas leis que regem a publicação, desenvolvimento e divulgação dos testes no Brasil, de forma que se padronizem e ofereçam subsídios do alcance e limites dos testes. Proposta:

Leia mais

Secretaria. de Futebol de 2014

Secretaria. de Futebol de 2014 Secretaria Especial de Articulação para a Copa do Mundo de Futebol de 2014 SECOPA Assistir direta e indiretamente ao Prefeito na condução aos assuntos referentes a Copa do Mundo; Parcerias com a sociedade

Leia mais

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP - COMUNICADO DE PROGRESSO 2015. AX0003/00-Q5-RL-1001-15 Rev. 0 < MAIO 2015> ELABO.: SBMo VERIF.: CF APROV.

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP - COMUNICADO DE PROGRESSO 2015. AX0003/00-Q5-RL-1001-15 Rev. 0 < MAIO 2015> ELABO.: SBMo VERIF.: CF APROV. PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP - COMUNICADO DE PROGRESSO 2015 AX0003/00-Q5-RL-1001-15 Rev. 0 < MAIO 2015> ELABO.: SBMo VERIF.: CF APROV.: CK AX0003/00-Q5-RL-1001-15 2 ÍNDICE PÁG. 1 - INTRODUÇÃO...

Leia mais

Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs. Abril e Maio de 2014

Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs. Abril e Maio de 2014 Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs Abril e Maio de 2014 1. Criação do Ministério de Políticas para as Mulheres 1.1. Fortalecer o processo de implementação das políticas para as mulheres;

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES CNPJ: 08.148.488/0001-00 CEP: 59.5960-000 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES CNPJ: 08.148.488/0001-00 CEP: 59.5960-000 GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 277/2007. CEP: 5.50-000 Institui o Programa Casa da Família e dá outras providências. A Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito do Município de Pilões, sanciono e promulgo a seguinte lei: Art.

Leia mais

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 GESTÃO PÚBLICA Garantir ampla participação popular na formulação e acompanhamento das políticas públicas; Criação do SOS Oprimidos, onde atenda desde pessoas carentes

Leia mais

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Período de execução 2015/2019 EIXO PREVENÇÃO EIXO - PREVENÇÃO Objetivo: Assegurar ações preventivas

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS LINHAS DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS LINHAS DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS 1. SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - SENASP Gestão do Conhecimento e de Informações criminais; Formação e Valorização Profissional; Implantação

Leia mais

EIXOS E PROGRAMAS ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIX. EIXO 2 -Conhecimento e inovação tecnológica

EIXOS E PROGRAMAS ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIX. EIXO 2 -Conhecimento e inovação tecnológica ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIX EIXOS E PROGRAMAS EIXO 2 -Conhecimento e inovação tecnológica Programa de fortalecimento da capacidade de pesquisa e desenvolvimento tecnológico Programa de inovação

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA

POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA 1. Concepções e diretrizes políticas para áreas; Quando falamos de economia solidária não estamos apenas falando de geração de trabalho e renda através de empreendimentos

Leia mais

- Análise de consistência. Agosto Tabulação das adesões, proponente

- Análise de consistência. Agosto Tabulação das adesões, proponente Histórico de ações Dezembro 2008- Fortalecimento de Parceiros e Resgate de atores e mapeamento de novos atores Janeiro e Fevereiro 2009 - dimensionamento para detectar o potencial turístico e levantar

Leia mais

TIANGUÁ- CEARÁ. Plano Municipal das Ações Estratégicas Intersetoriais do PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil ANOS: 2015 À 2017

TIANGUÁ- CEARÁ. Plano Municipal das Ações Estratégicas Intersetoriais do PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil ANOS: 2015 À 2017 TIANGUÁ- CEARÁ Plano Municipal das Ações Estratégicas Intersetoriais do PETI Programa de Erradicação do Trabalho Infantil ANOS: 2015 À AÇÕES Formação da Comissão Intersetorial de prevenção e erradicação

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 4.059, DE 1º DE OUTUBRO DE 2008 CRIA OS NÚCLEOS DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NO ÂMBITO DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS

EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS Garantir a elaboração e implementação da política e do Plano Decenal

Leia mais

II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE II CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS TUTELARES E DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE SEDESE Belo Horizonte, 25 de Outubro de 2012. ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO-JUVENIL Maria de Lurdes Rodrigues Santa

Leia mais

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1 A Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas tem por finalidade estabelecer princípios, diretrizes

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio aos Fóruns, Comitês, Associações

Leia mais

Programa Nacional de Direitos Humanos 3

Programa Nacional de Direitos Humanos 3 A educação e a cultura em Direitos Humanos visam à formação de nova mentalidade coletiva para o exercício da solidariedade, do respeito às diversidades e da tolerância. Como processo sistemático e multidimensional

Leia mais

PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL. Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA INSTITUTO EQUIPAV

PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL. Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA INSTITUTO EQUIPAV 1 PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA & INSTITUTO EQUIPAV e 1 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL A Fundação Gol de Letra é uma organização sem fins lucrativos,

Leia mais

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL

Participação da União em Projetos de Infra-estrutura Turística no Âmbito do PRODETUR SUL Programa 0410 Turismo: a Indústria do Novo Milênio Objetivo Aumentar o fluxo, a taxa de permanência e o gasto de turistas no País. Público Alvo Turistas brasileiros e estrangeiros Ações Orçamentárias Indicador(es)

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

ESCOLA DO TRABALHO É A SOLUÇÃO!

ESCOLA DO TRABALHO É A SOLUÇÃO! O QUE É CONVIVÊNCIA E APRENDIZADO NO TRABALHO O Movimento Degrau, iniciativa conjunta da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP), da Associação Comercial de São Paulo (ACSP)

Leia mais

COMPROMISSO NACIONAL PARA APERFEIÇOAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014

COMPROMISSO NACIONAL PARA APERFEIÇOAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 2 APRESENTAÇÃO COMPROMISSO NACIONAL PARA APERFEIÇOAR AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 TM A realização da Copa do Mundo da FIFA 2014 TM no Brasil, muito mais do que uma oportunidade

Leia mais

Realizações e Metas. Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo

Realizações e Metas. Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo Realizações e Metas Secretaria Nacional de Programas de CRITÉRIOS PARA DEFINIÇÃO DO UNIVERSO Profissionais do setor de turismo ocupados e gerência média Profissionais atuantes nos 65 destinos priorizados

Leia mais

2º Prêmio de Reabilitação e Readaptação Profissional

2º Prêmio de Reabilitação e Readaptação Profissional Instituição: APAE - Belo Horizonte /MG Categoria: Escolas de Educação Profissional Trabalho Escola de Qualificação Profissional Básica: Dignidade, Autonomia e Renda A associação de pais e amigos dos excepcionais

Leia mais

Incentivar a comunidade escolar a construir o Projeto político Pedagógico das escolas em todos os níveis e modalidades de ensino, adequando o

Incentivar a comunidade escolar a construir o Projeto político Pedagógico das escolas em todos os níveis e modalidades de ensino, adequando o SELO DE EDUCAÇÃO PARA IGUALDADE RACIAL ANEXO 1: METAS NORTEADORAS DO PLANO NACIONAL DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E PARA O ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA

Leia mais

MUNICÍPIO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO - PE RELAÇÃO DOS PROGRAMAS VIGENTES NO EXERCÍCIO 2015 PLANO PLURIANUAL E ORÇAMENTO 2015

MUNICÍPIO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO - PE RELAÇÃO DOS PROGRAMAS VIGENTES NO EXERCÍCIO 2015 PLANO PLURIANUAL E ORÇAMENTO 2015 CódigoDenominação 1001 1002 1003 1004 1005 1006 1007 1008 1009 1011 1012 Objetivo 1013 PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO Promover o desenvolvimento pessoal e

Leia mais

DROGAS Estruturação da rede de atenção em saúde mental infanto-juvenil

DROGAS Estruturação da rede de atenção em saúde mental infanto-juvenil DROGAS Estruturação da rede de atenção em saúde mental infanto-juvenil Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Infância e Juventude Ministério Público do Estado de Pernambuco Adaptado de: Manual

Leia mais

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e ESPAÇO TRANSFORMADOR Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e comportamentos e especialmente na construção e aplicação dos conhecimentos apreendidos. Organização

Leia mais

PORTARIA FAIBI Nº 016/2008 de 08/10/2008 RESOLVE:

PORTARIA FAIBI Nº 016/2008 de 08/10/2008 RESOLVE: PORTARIA FAIBI Nº 016/2008 de 08/10/2008 O Diretor pro tempore da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga FAIBI, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a reformulação do Projeto

Leia mais

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR?

1 POR QUE EMPRESA JÚNIOR? Título: SOLUÇÃO ESTATÍSTICA JÚNIOR- PRIMEIRA DO GÊNERO NO RJ Autores:Regina Serrão Lanzillotti - lanzillotti@uol.com.br Aline Moraes da Silva alineuerj@zipmail.com.br Anna Paula Leite de Mattos anna.mattos@zipmail.com.br

Leia mais

RELATO DA PRÁTICA INOVADORA NA ASSISTÊNCIA SOCIAL

RELATO DA PRÁTICA INOVADORA NA ASSISTÊNCIA SOCIAL RELATO DA PRÁTICA INOVADORA NA ASSISTÊNCIA SOCIAL 1. NOME DA PRÁTICA OU IDÉIA INOVADORA Projeto De Volta Pra Casa - Linha de Cuidado Aplicada à Assistência Social - Fortalecendo a Convivência Familiar

Leia mais

Resolução nº 30/CONSUP/IFRO, de 03 de outubro de 2011.

Resolução nº 30/CONSUP/IFRO, de 03 de outubro de 2011. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CONSELHO SUPERIOR Resolução nº 30/CONSUP/IFRO, de 03 de outubro

Leia mais

CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDENAÇÃO DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA

CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDENAÇÃO DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA CARTA ABERTA DE INTENÇÕES DO II ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS PARA COORDEN DO ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE EM CASA Aos trinta dias do mês de novembro do ano de dois mil e sete, reuniram-se no município

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

Caderno Virtual de Turismo E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil

Caderno Virtual de Turismo E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil E-ISSN: 1677-6976 caderno@ivt-rj.net Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil Siems Forte, Ana Maria A C, vol. 3, núm. 3, 2003, pp. 7-13 Universidade Federal do Rio de Janeiro Río de Janeiro, Brasil

Leia mais

COMPATIBILIZAÇÃO DAS AÇÕES

COMPATIBILIZAÇÃO DAS AÇÕES PRINCÍPIOS DO PACTO GLOBAL Princípios de Direitos Humanos 1. Respeitar e proteger os direitos humanos; 2. Impedir violações de direitos humanos; COMPATIBILIZAÇÃO DAS AÇÕES Reeleita como membro integrante

Leia mais

Programas. Com Maior Cuidado. Segurança Viária para Idosos

Programas. Com Maior Cuidado. Segurança Viária para Idosos Programas Com Maior Cuidado Segurança Viária para Idosos www.fundacionmapfre.com.br 2013 Página 1 de 9 FUNDACIÓN MAPFRE A FUNDACIÓN MAPFRE no Brasil segue a diretriz internacional da FUNDACIÓN MAPFRE na

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral.

Articular o Conselho Escolar, os Grêmios Estudantis, os trabalhadores de educação, as Associações de Pais e Mestres e a comunidade em geral. EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente nos âmbitos federal, estadual,

Leia mais

Plano Setorial de Qualificação Copa do Mundo 2014

Plano Setorial de Qualificação Copa do Mundo 2014 Plano Setorial de Qualificação Copa do Mundo 2014 No âmbito do Plano Nacional de Qualificação - PNQ, nos termos da Resolução do CODEFAT nº 575, de 2008 PlanSeQ Copa do Mundo 2014 Contextualização PLANO

Leia mais

Legenda da priorização das propostas:

Legenda da priorização das propostas: Ações que já foram iniciadas, devemos MONITORAR o andamento. Articular para 2013 o inicio da execução das Propostas. Sem prazo definido. Articular o inicio a medida do possível. Legenda da priorização

Leia mais

2.2 Justificativa (técnica/econômica/social):

2.2 Justificativa (técnica/econômica/social): MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Gestão de Eventos: Planejamento, Organização e Execução. 1.2 Câmpus

Leia mais

ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013

ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013 LEGENDA: EM VERMELHO O QUE INCLUÍMOS NO FÓRUM EJA / RJ DE 17/6/2013 ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013 ILUMINADO DE VERDE PROPOSTA

Leia mais

Grupo Gestor Mar de Cultura XXV Breve Informativo 18 de março de 2010

Grupo Gestor Mar de Cultura XXV Breve Informativo 18 de março de 2010 Grupo Gestor Mar de Cultura XXV Breve Informativo 18 de março de 2010 Missão: Atuar para o desenvolvimento solidário e participativo de Paraty articulando a sociedade civil organizada e poder público para

Leia mais

COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016

COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016 COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL Implantar o Plano Diretor. Implantar o Orçamento participativo. Valorização pessoal do funcionário público municipal. Implantação

Leia mais