DIREITO PENAL II PROGRAMA. 3º Ano, Turma da Noite

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIREITO PENAL II PROGRAMA. 3º Ano, Turma da Noite"

Transcrição

1 DIREITO PENAL II PROGRAMA 3º Ano, Turma da Noite Professor Doutor João Curado Neves Professora Doutora Carlota Pizarro Almeida I A. A teoria geral do crime: validade e funções B. Evolução histórica da dogmática do crime II A. O facto típico 1. Ação (e omissão) 1.1. O conceito de ação típica. 1.2 Ação e omissão como objeto das normas penais 1.3 A posição de garante (art.10º nº2) 1.4 Fontes da posição de garante; fontes formais e fontes materiais.

2 2. Causalidade e imputação objetiva 2.1 Teoria da conditio sine qua non 2.2 Imputação objetiva. Teoria da adequação e teoria do risco 2.3 Comportamento lícito alternativo 2.4 Causa virtual 2.5 Desvio do processo causal 2.6 Imputação nos crimes comissivos por omissão 3. O tipo subjetivo 3.1 Elementos do dolo 3.2 Modalidades do dolo 3.3 O problema da distinção entre dolo eventual e negligência consciente 3.4 O erro sobre os elementos objetivos do tipo (art.16º nº1) 3.5 O erro sobre a identidade da vítima 3.6 A aberratio ictus ou erro na execução 3.7 O erro sobre proibições 3.8 Distinção entre o erro sobre proibições (art.16º) e o erro sobre a ilicitude (art.17º) 3.9 A negligência B. O facto ilícito e a justificação 1.1. A ilicitude 1.2 Fundamentos e princípios da exclusão da ilicitude 1.3 A legítima defesa (art.32º do CP) 1.4 O direito de necessidade (art.34º do CP) 1.5 O conflito de deveres (art.36º nº1 do CP) 1.6 O consentimento (art.38º) 1.7 A obediência hierárquica (art.36º) 1.8 Outras causas de exclusão da ilicitude 1.9 O elemento subjetivo nas causas de justificação 1.10 O erro sobre os pressupostos de uma causa de justificação (art.16º nº 2) C. O facto culposo 1.1 Conceções de culpa 1.2 A capacidade de culpa. A inimputabilidade (art.20º) 1.3 A falta de consciência da ilicitude (art.17º) 1.4 O estado de necessidade (art.35º) 1.5 O excesso de legítima defesa (art.33º) 1.6 A obediência indevida desculpante (art.37º)

3 D. A tentativa 1.1 Fundamento da punibilidade da tentativa 1.2 Atos de execução. Distinção entre atos preparatórios e atos de execução 1.3 A tentativa impossível 1.4 O regime da desistência E. A comparticipação criminosa 1.1. Autoria e participação 1.2. Formas de autoria (art.26º do CP): autoria singular; coautoria; autoria mediata 1.3. A participação 1.4 Teorias da acessoriedade (mínima, limitada e extrema) 1.5 As formas de participação (instigação e cumplicidade) III A. Consequências jurídicas do crime 1.1 Penas e medidas de segurança 1.2 Espécies de penas BIBLIOGRAFIA 1. Manuais e Lições CAVALEIRO DE FERREIRA, Manuel Lições de Direito Penal - Parte Geral, I, ed. Verbo, Lisboa, 1992 CORREIA, Eduardo Direito Criminal, 2 vols., ed. Almedina, Coimbra, 1971 FARIA COSTA, José Noções fundamentais de Direito Penal, 3ª ed., Coimbra Editora, 2012 FIGUEIREDO DIAS, Jorge Direito Penal, Parte Geral, I, 2ª ed., Coimbra Editora, 2007 MARQUES DA SILVA, Germano Direito Penal Português teoria do crime, Universidade Católica editora, Lisboa, 2012 PALMA, Maria Fernanda Direito Penal Parte Geral: a teoria geral da infracção como teoria da decisão penal, ed. AAFDL, 2013 TAIPA DE CARVALHO, Américo Direito Penal, Parte Geral, Coimbra Editora, 2008

4 JAKOBS, Gunther Strafrecht - AT, 2ª ed., ed. de Gruyter, 1993 (trad. cast. Derecho Penal - Parte General, trad. cast. de Cuello Contreras e Serrano González de Murillo ed. Marcial Pons, Madrid, 1997 JESCHECK/WEIGEND) Lehrbuch des Strafrechts - AT, 5ª ed., ed.duncker & Humblot, Berlin (trad. cast. De Miguel Olmedo Cardenete Tratado de Derecho Penal, ed. Comares, Granada, 2003) ROXIN, Claus Strafrecht - AT, Bd.I, 4ª ed., ed. Beck, München, 2003 (trad. cast. da 2ª ed. de Diego-Manuel Luzón Peña e Javier de Vicente Remesal, Derecho Penal Parte General, CIVITAS, Madrid, 1997) STRATENWERTH/KUHLEN Strafrecht AT: Die Straftat, 6ª ed., ed. Vahlen, 2011 (trad. cast. da 4ª edição de Manuel Cancio Meliá e Marcelo A. Sancinetti, Derecho penal Parte general: el hecho punible, CIVITAS, Madrid, 2005) 2. Monografias AGUILAR, Francisco Dos comportamentos ditos neutros na cumplicidade, AAFDL, 2014 ALBUQUERQUE, Paulo Pinto de Introdução à actual discussão sobre o problema da culpa em Direito Penal, ed. Almedina, Coimbra, 1994 ALMEIDA, Carlota Pizarro de Modelos de inimputabilidade: da teoria à prática, ed. Almedina, Coimbra, 2000 ANDRADE, Manuel da COSTA Consentimento e acordo em Direito Penal, Coimbra Editora, 1991 ANTUNES, Maria João Medida de segurança de internamento e facto de inimputável em razão de anomalia psíquica, Coimbra Editora, 2003 Consequências jurídicas do crime, Coimbra editora, Coimbra, 2013 BELEZA, Teresa/PINTO, Frederico da Costa O regime legal do erro e as normas penais em branco, ed. Almedina, Coimbra, 1999 BRITO, Teresa Quintela de O direito de necessidade e a legítima defesa no Código Civil e no Código Penal, ed. Lex, Lisboa, 1994 A tentativa nos crimes comissivos por omissão: um problema de delimitação da conduta típica, Coimbra Editora, 2000 CARVALHO, Américo Taipa de A legítima defesa, Coimbra Editora, 1995 COSTA, José Faria Tentativa e dolo eventual, reimpressão, Coimbra, 1984 O perigo em direito penal, Coimbra editora, 1992 DIAS, Augusto Silva A relevância jurídico-penal das decisões de consciência, ed. Almedina, Coimbra, 1986 «Delicta in se» e delicta mere prohibita», Coimbra Editora, 2008 Ramos emergentes do Direito Penal relacionados com a protecção do futuro, Coimbra Editora, 2008 DIAS, Jorge Figueiredo O problema da consciência da ilicitude em Direito Penal, 3ª ed., Coimbra Editora, 1987 Liberdade, culpa, Direito Penal, 3ª ed., Coimbra Editora, 1987 Temas básicos da doutrina penal, Coimbra Editora, 2001 Direito Penal Português, As consequências jurídicas do crime (reimpressão), Coimbra editora, 2009

5 ESER, Albin/BURKHARDT, Björn Strafrecht. Schwerpunkt. Allgemeine Verbrechenselemente, G.H.Beck, Munique, 1992 (trad. cast. De Silvina Bacigalupo e Manuel Cancio Meliá, Derecho Penal: Cuestiones fundamentales de la teoria de delito sobre la base de casos de sentencias, ed. COLEX, Madrid, 1995 FARIA, Maria Paula Ribeiro de A adequação social da conduta no direito penal, Pub Universidade Católica, Porto, 2005 FONSECA, Jorge Carlos Crimes de empreendimento e tentativa, ed. Almedina, Coimbra, 1986 GOMES, Júlio A desistência da tentativa - novas e velhas questões, Ed. Notícias, Lisboa, 1993 GRECO, Luís Um panorama da teoria da imputação objectiva, ed. AAFDL, 2005 LEITE, André As posições de garantia na omissão impura, Coimbra editora, 2007 MENDES, Paulo Sousa de O torto intrinsecamente culposo como condição necessária da imputação da pena, Coimbra Editora, 2007 Sobre a capacidade de rendimento da ideia de diminuição de risco, ed. AAFDL, Lisboa, 2007 MONTEIRO, Henrique Salinas A comparticipação em crimes especiais no Código Penal, ed. Univ. Católica, 1999 MORÃO, Helena Da instigação em cadeia, Coimbra Ed., Coimbra, 2006 Autoria e execução comparticipadas, ed. Almedina, 2014 MOURA, Bruno A não-punibilidade do excesso na legítima defesa, Coimbra Editora, 2013 NEVES, João Curado Comportamento lícito alternativo e concurso de riscos, ed. AAFDL, Lisboa, 1989 A problemática da culpa nos crimes passionais, Coimbra Editora, 2008 PALMA, Maria Fernanda Justificação por legítima defesa como problema de delimitação de direitos, 2 vols., ed. AAFDL, Lisboa, 1990 O princípio da desculpa em Direito Penal, ed. Almedina, Coimbra 2005 Da tentativa possível em direito penal, ed. Almedina, Coimbra 2006 PALMA/ALMEIDA/VILALONGA (Coords.) Casos e materiais de Direito Penal, ed. Almedina, Coimbra, 2000 PEREIRA, Margarida Silva Nexo de acessoriedade entre autoria e participação?, Lisboa, 1993 PEREIRA, Rui Carlos O dolo de perigo, LEX, Lisboa, 1995 PINTO, Frederico da Costa A relevância da desistência em situações de comparticipação, ed. Almedina, Coimbra, 1992 A categoria da punibilidade na teoria do crime, 2 vols., ed. Almedina, Coimbra, 2013 RODRIGUES, Anabela A determinação da medida da pena privativa da liberdade, Coimbra Editora, 1995 RODRIGUES, Marta A teoria penal da omissão e a revisão crítica de Jakobs, ed. Almedina, Coimbra, 2000 ROXIN, Claus Problemas fundamentais de direito penal, ed. Vega, Lisboa, 1986 SERRA, Teresa Problemática do erro sobre a ilicitude, ed. Almedina, Coimbra, 1985 VALDÁGUA, Maria da Conceição Início da tentativa do co-autor (2ª edição), ed. LEX, Lisboa, 1993

6 VELOSO, José António Erro em Direito Penal, ed. AAFDL, Lisboa, 1993.

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA DA INFRACÇÃO PENAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA DA INFRACÇÃO PENAL Ano Lectivo 2014/2015 UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA Programa da Unidade Curricular TEORIA DA INFRACÇÃO PENAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

MESTRADO EM CIÊNCIAS JURÍDICO-FORENSES 2.º CICLO. DIREITO PENAL IV. Turma A 2014/2015-2.º Semestre. Regência: Prof.ª Doutora Teresa Quintela de Brito

MESTRADO EM CIÊNCIAS JURÍDICO-FORENSES 2.º CICLO. DIREITO PENAL IV. Turma A 2014/2015-2.º Semestre. Regência: Prof.ª Doutora Teresa Quintela de Brito MESTRADO EM CIÊNCIAS JURÍDICO-FORENSES 2.º CICLO DIREITO PENAL IV. Turma A 2014/2015-2.º Semestre Regência: Prof.ª Doutora Teresa Quintela de Brito RESPONSABILIDADE PENAL DE ENTES COLECTIVOS (ASPECTOS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA DA LEI PENAL Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA DA LEI PENAL Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular TEORIA DA LEI PENAL Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA DA LEI PENAL (02317)

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO LICENCIATURA EM DIREITO (Língua Portuguesa) DIREITO E PROCESSO CRIMINAL (4.º Ano) COORDENADOR CIENTÍFICO: Professor Doutor Jorge de Figueiredo Dias ASSISTENTES:

Leia mais

DIREITO DAS OBRIGAÇÕES 2.º Ano Turma B (2014/2015)

DIREITO DAS OBRIGAÇÕES 2.º Ano Turma B (2014/2015) DIREITO DAS OBRIGAÇÕES 2.º Ano Turma B (2014/2015) Regente: Pedro Romano Martinez INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA (Obras gerais) CORDEIRO, António Menezes Direito das Obrigações, Tratado de Direito Civil, Vols.

Leia mais

Plano de Ensino de Disciplina

Plano de Ensino de Disciplina UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Faculdade de Direito Departamento de Direito e Processo Penal Plano de Ensino de Disciplina DISCIPLINA: DIREITO PE AL I CÓDIGO: DIN101 PRÉ-REQUISITO: DIT027 DEPARTAMENTO:

Leia mais

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Faculdade de Direito da Universidade de Macau Plano de Curso de Direito das Obrigações Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Ano Lectivo 2010/2011 Regente: Manuel M. E. Trigo Assistente: João

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO LICENCIATURA EM DIREITO (Língua Portuguesa) DIREITO E PROCESSO CRIMINAL (4.º Ano) COORDENADOR CIENTÍFICO: Professor Doutor Jorge de Figueiredo Dias ASSISTENTES:

Leia mais

Sumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29

Sumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29 XXSumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29 1. Conceito de direito penal... 29 1.1. Relação entre Direito Penal e Direito Processual Penal... 32 1.2. Conceito

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Licenciatura em Direito (Língua Portuguesa) DIREITO CRIMINAL 3 Ano Ano Lectivo de 2013/2014

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Licenciatura em Direito (Língua Portuguesa) DIREITO CRIMINAL 3 Ano Ano Lectivo de 2013/2014 UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO Licenciatura em Direito (Língua Portuguesa) DIREITO CRIMINAL 3 Ano Ano Lectivo de 2013/2014 PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA Parte I Questões Fundamentais Título I O Direito

Leia mais

O CONSENTIMENTO DO OFENDIDO

O CONSENTIMENTO DO OFENDIDO O CONSENTIMENTO DO OFENDIDO Rodrigo Fragoso O consentimento do ofendido constitui objeto de intenso debate entre os penalistas que, divergindo quanto à sua posição na estrutura do delito, atribuem efeitos

Leia mais

Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância. Dia 18 de setembro 2015 6.

Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância. Dia 18 de setembro 2015 6. Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância Dia 18 de setembro 2015 6.ª feira 09h00 Jardim de Infância Buarcos Vila Verde Educadora Titular

Leia mais

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas.

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. Programa de DIREITO PENAL I 2º período: 4h/s Aula: Teórica EMENTA Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. OBJETIVOS Habilitar

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 Disciplina: Direito Penal II Departamento III Penal e Processo Penal Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 3º ano Docente Responsável: José Francisco Cagliari

Leia mais

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 PLANO DE ENSINO

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 PLANO DE ENSINO CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 DISCIPLINA: DIREITO PENAL I PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: * Compreender as normas e princípios gerais previstos na parte do Código

Leia mais

Índice. 5. A escola moderna alemã 64 6. Outras escolas penais 65

Índice. 5. A escola moderna alemã 64 6. Outras escolas penais 65 Índice Prefácio à 2ª edição Marco Aurélio Costa de Oliveira 7 Apresentação à 2ª edição Marco Antonio Marques da Silva 9 Prefácio à 1ª edição Nelson Jobim 11 Apresentação à 1ª edição Oswaldo Lia Pires 13

Leia mais

Mestrado: Forense. Disciplina: Responsabilidade Civil. Docente: Maria da Graça Trigo. Ano lectivo: 2010/2011. Semestre: 1º Semestre

Mestrado: Forense. Disciplina: Responsabilidade Civil. Docente: Maria da Graça Trigo. Ano lectivo: 2010/2011. Semestre: 1º Semestre Mestrado: Forense Disciplina: Responsabilidade Civil Docente: Maria da Graça Trigo Ano lectivo: 2010/2011 Semestre: 1º Semestre 1. Programa da disciplina [sujeito a alterações] I Parte Geral 1. Introdução

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Ano lectivo de 2014/2015 DIREITO PENAL II PROGRAMA TEORIA GERAL DO CRIME

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Ano lectivo de 2014/2015 DIREITO PENAL II PROGRAMA TEORIA GERAL DO CRIME FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Ano lectivo de 2014/2015 DIREITO PENAL II Regente: Prof. Doutor Augusto Silva Dias PROGRAMA TEORIA GERAL DO CRIME I. Introdução 1. Conceito sociológico, antropológico

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO LICENCIATURA EM DIREITO (Língua Portuguesa) DIREITO E PROCESSO CRIMINAL (4º Ano) COORDENADOR: Professor Doutor Jorge de Figueiredo Dias ASSISTENTES: Nuno Fernando

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias

CURRICULUM VITAE. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão. Dados pessoais. Habilitações literárias CURRICULUM VITAE Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão Dados pessoais Data de Nascimento: 8 de Abril de 1973 Local de Nascimento: Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: Casada Habilitações

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13-

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13- FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13- PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA DE FORMAÇÃO FUNDAMENTAL,

Leia mais

Germano Marques da Silva. Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa

Germano Marques da Silva. Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2012 PREFÁCIO Publiquei em 1998 o Direito Penal Português, II, Teoria do

Leia mais

I Curso Pós-Graduado de Atualização

I Curso Pós-Graduado de Atualização I Curso Pós-Graduado de Atualização sobre DIREITO DA MEDICINA & JUSTIÇA PENAL Coordenadores: JOÃO LOBO ANTUNES (Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da MARIA FERNANDA PALMA (Professora Catedrática

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Mestrado em Ciências Jurídico-forenses. Ano lectivo de 2015/2016 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Mestrado em Ciências Jurídico-forenses. Ano lectivo de 2015/2016 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Mestrado em Ciências Jurídico-forenses Ano lectivo de 2015/2016 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES Regência: Prof. Doutor Augusto Silva Dias PROGRAMA Introdução

Leia mais

Direito Penal Aula 3 1ª Fase OAB/FGV Professor Sandro Caldeira. Espécies: 1. Crime (delito) 2. Contravenção

Direito Penal Aula 3 1ª Fase OAB/FGV Professor Sandro Caldeira. Espécies: 1. Crime (delito) 2. Contravenção Direito Penal Aula 3 1ª Fase OAB/FGV Professor Sandro Caldeira TEORIA DO DELITO Infração Penal (Gênero) Espécies: 1. Crime (delito) 2. Contravenção 1 CONCEITO DE CRIME Conceito analítico de crime: Fato

Leia mais

Mestre Luís Miguel Figueiredo Coroado - Cessação do contrato de estágio profissional, com efeitos a 10.02.2016.

Mestre Luís Miguel Figueiredo Coroado - Cessação do contrato de estágio profissional, com efeitos a 10.02.2016. PESSOAL NÃO DOCENTE ADMISSÕES Mestre Ana Carina Simão de Sousa - Autorizada a celebração de contrato individual de trabalho por tempo indeterminado, na categoria de Técnico Superior com efeitos a partir

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

FATO TÍPICO CONDUTA. A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico.

FATO TÍPICO CONDUTA. A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico. TEORIA GERAL DO CRIME FATO TÍPICO CONDUTA A conduta é o primeiro elemento integrante do fato típico. Na Teoria Causal Clássica conduta é o movimento humano voluntário produtor de uma modificação no mundo

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre. CH total: 72h

DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre. CH total: 72h DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR121 1. EMENTA: Princípios atinentes às penas e às medidas de segurança. Tratamento penal

Leia mais

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António 20 / 20 16 - Agrupamento de Escolas de Santo António 40246 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António Turma : A 304 1 Ana Beatriz da Silva Costa 6668 2 Ana Carolina Pedroso Coimbra 6391 3 Ângelo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA MATRÍCULAS ESPECIAS 2014/II ANEXO II DO EDITAL Nº. 027/2014 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CURSO DE DIREITO 1 E 2 PERÍODOS: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

Leia mais

Capítulo 1 Notas Preliminares...1

Capítulo 1 Notas Preliminares...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Preliminares...1 1. Introdução... 1 2. Finalidade do Direito Penal... 2 3. A Seleção dos Bens Jurídico-Penais... 4 4. Códigos Penais do Brasil... 5 5. Direito Penal Objetivo

Leia mais

PONTO 1: Concurso de Crimes PONTO 2: Concurso Material PONTO 3: Concurso Formal ou Ideal PONTO 4: Crime Continuado PONTO 5: PONTO 6: PONTO 7:

PONTO 1: Concurso de Crimes PONTO 2: Concurso Material PONTO 3: Concurso Formal ou Ideal PONTO 4: Crime Continuado PONTO 5: PONTO 6: PONTO 7: 1 PROCESSO PENAL PONTO 1: Concurso de Crimes PONTO 2: Concurso Material PONTO 3: Concurso Formal ou Ideal PONTO 4: Crime Continuado PONTO 5: PONTO 6: PONTO 7: 1. CONCURSO DE CRIMES 1.1 DISTINÇÃO: * CONCURSO

Leia mais

DIREITO PENAL DO TRABALHO

DIREITO PENAL DO TRABALHO DIREITO PENAL DO TRABALHO ÍNDICE Prefácio à 1º Edição Nota à 4º Edição Nota à 3º Edição Nota à 2º Edição 1. CONCEITOS PENAIS APLICÁVEIS AO DIREITO DO TRABALHO 1.1. DoIo 1.1.1. Conceito de dolo 1.1.2. Teorias

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Mestrado em Ciências Jurídico-forenses. Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Mestrado em Ciências Jurídico-forenses. Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Mestrado em Ciências Jurídico-forenses Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES Regência: Prof. Doutor Augusto Silva Dias PROGRAMA Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular DIREITO PENAL (AVANÇADO) Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Direito (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Direito 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular DIREITO PENAL

Leia mais

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM

INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM INQUÉRITOS DOCENTE/UC ADM Anexo Unidades Curriculares / Docentes Distribuição de Serviço Docente 2º Semestre do ano lectivo 2009-2010 fornecida pela Área Departamental 1 ADEC 1036 1176 1230 1286 1395 1629

Leia mais

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro Leitão

Leia mais

ATESTADOS DE FORMAÇÃO

ATESTADOS DE FORMAÇÃO Hélio Luís Coelho Nogueira 01/2012 22/11/2012 22/11/2019 Mário João Rodrigues Matias 02/2012 22/11/2012 22/11/2019 Nuno Miguel Gonçalves Saraiva 03/2012 22/11/2012 22/11/2019 Paulo Alexandre Gonçalves

Leia mais

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano

PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo 2014-2015 Introdução PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Professor Doutor Nuno Cunha Rodrigues DIREITO DA ECONOMIA PROGRAMA Setembro 2014

Leia mais

TEORIAS DA CONDUTA DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco

TEORIAS DA CONDUTA DIREITO PENAL. Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco TEORIAS DA CONDUTA DIREITO PENAL Cléber Masson + Rogério Sanches + Rogério Greco TEORIAS CAUSALISTA, CAUSAL, CLÁSSICA OU NATURALISTA (VON LISZT E BELING) - CONDUTA É UMA AÇÃO HUMANA VOLUNTÁRIA QUE PRODUZ

Leia mais

TEMA: CONCURSO DE CRIMES

TEMA: CONCURSO DE CRIMES TEMA: CONCURSO DE CRIMES 1. INTRODUÇÃO Ocorre quando um mesmo sujeito pratica dois ou mais crimes. Pode haver um ou mais comportamentos. É o chamado concursus delictorum. Pode ocorrer entre qualquer espécie

Leia mais

PONTO 1: Teoria da Tipicidade PONTO 2: Espécies de Tipo PONTO 3: Elementos do Tipo PONTO 4: Dolo PONTO 5: Culpa 1. TEORIA DA TIPICIDADE

PONTO 1: Teoria da Tipicidade PONTO 2: Espécies de Tipo PONTO 3: Elementos do Tipo PONTO 4: Dolo PONTO 5: Culpa 1. TEORIA DA TIPICIDADE 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Teoria da Tipicidade PONTO 2: Espécies de Tipo PONTO 3: Elementos do Tipo PONTO 4: Dolo PONTO 5: Culpa 1.1 FUNÇÕES DO TIPO: a) Função garantidora : 1. TEORIA DA TIPICIDADE b) Função

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Da punibilidade da tentativa

Da punibilidade da tentativa FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Da punibilidade da tentativa Vítor de Jesus Ribas Pereira Dissertação para a obtenção do grau de mestre em direito penal sob a orientação do Professor Doutor

Leia mais

9089 Engenharia Civil Vagas para Mudança de Curso 3 Vagas para Transferência 3 Total 6 ATENÇÃO

9089 Engenharia Civil Vagas para Mudança de Curso 3 Vagas para Transferência 3 Total 6 ATENÇÃO 9089 Engenharia Civil Vagas para Mudança de Curso 3 Vagas para Transferência 3 Total 6 No ato de matrícula/inscrição, os candidatos que frequentaram ou cncluíram Cursos não lecionados no IPBeja, têm obrigatoriamente

Leia mais

www.apostilaeletronica.com.br

www.apostilaeletronica.com.br DIREITO PENAL PARTE GERAL I. Princípios Penais Constitucionais... 003 II. Aplicação da Lei Penal... 005 III. Teoria Geral do Crime... 020 IV. Concurso de Crime... 027 V. Teoria do Tipo... 034 VI. Ilicitude...

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar ao aluno contato com toda a teoria do delito, com todos os elementos que integram o crime.

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar ao aluno contato com toda a teoria do delito, com todos os elementos que integram o crime. DISCIPLINA: Direito Penal II SEMESTRE DE ESTUDO: 3º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR118 1. EMENTA: Teoria Geral do Crime. Sujeitos da ação típica. Da Tipicidade. Elementos.

Leia mais

Teoria Geral do Direito Civil I

Teoria Geral do Direito Civil I Universidade de Macau Faculdade de Direito Teoria Geral do Direito Civil I Programa da disciplina Referências bibliográficas Ano lectivo de 2015/2016 Disciplina semestral do 2 ano jurídico Carga horária:

Leia mais

13 QUEIROZ, P. Direito penal: introdução crítica. São Paulo: Saraiva, 2001. 14. Direito penal: parte geral. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p.

13 QUEIROZ, P. Direito penal: introdução crítica. São Paulo: Saraiva, 2001. 14. Direito penal: parte geral. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 6 Referências bibliográficas 1 FALCONI, R. Lineamentos de direito penal. 2. ed. São Paulo: Cone, 1997. p. 23-43. 2 MACHADO, H. B. Estudos de direito penal tributário. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 3 MACHADO,

Leia mais

Erro e interpretação na teoria do negócio jurídico. Coimbra : Arménio Amado, 1939.

Erro e interpretação na teoria do negócio jurídico. Coimbra : Arménio Amado, 1939. Obras de Direito de António de Arruda Ferrer Correia Erro e interpretação na teoria do negócio jurídico. Coimbra : Arménio Amado, 1939. 5-56-3-40 Sociedades fictícias e unipessoais. Coimbra: Livraria Atlântida,

Leia mais

FATO TÍPICO PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES

FATO TÍPICO PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES FATO TÍPICO PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES Fato típico é o primeiro substrato do crime (Giuseppe Bettiol italiano) conceito analítico (fato típico dentro da estrutura do crime). Qual o conceito material

Leia mais

http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses

http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses http://www.advocatus.pt/sociedade-de-advogados/9500-legal-500-destaca-85- advogados-portugueses Legal 500 destaca 85 advogados portugueses A edição de 2014 do diretório The Legal 500 destaca 85 advogados

Leia mais

PONTO 1: Conduta PONTO 2: Resultado PONTO 3: Nexo Causal PONTO 4: Tipicidade 1. CONDUTA. 1.1.1 CAUSALISMO ou NATURALÍSTICA Franz Von Liszt

PONTO 1: Conduta PONTO 2: Resultado PONTO 3: Nexo Causal PONTO 4: Tipicidade 1. CONDUTA. 1.1.1 CAUSALISMO ou NATURALÍSTICA Franz Von Liszt 1 DIREITO PENAL PONTO 1: Conduta PONTO 2: Resultado PONTO 3: Nexo Causal PONTO 4: Tipicidade 1.1 TEORIAS DA CONDUTA 1. CONDUTA 1.1.1 CAUSALISMO ou NATURALÍSTICA Franz Von Liszt Imperava no Brasil até a

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

TEMA: CONCURSO DE PESSOAS (concursus delinquentium) CONCURSO DE AGENTES / CONCURSO DE DELINQUENTES / CO-AUTORIA/ CODELINQÜÊNCIA/PARTICIPAÇÃO

TEMA: CONCURSO DE PESSOAS (concursus delinquentium) CONCURSO DE AGENTES / CONCURSO DE DELINQUENTES / CO-AUTORIA/ CODELINQÜÊNCIA/PARTICIPAÇÃO TEMA: CONCURSO DE PESSOAS (concursus delinquentium) CONCURSO DE AGENTES / CONCURSO DE DELINQUENTES / CO-AUTORIA/ CODELINQÜÊNCIA/PARTICIPAÇÃO INTRODUÇÃO Normalmente, os tipos penais referem-se a apenas

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TRANCOSO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE TRANCOSO Horário da turma: 5.º A 12 9 12 12 12 9 12 12 9 12 9 12 9 12 9 12 9 12 12 12 12 12 12 RC 12 12 12 12 RC Anabela Maria Fonseca Machado e Cunha, Graça Maria Almeida Diogo,,, Paula Isabel Pereira Marques,

Leia mais

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas.

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. Programa de DIREITO PENAL I 2º período: 80 h/a Aula: Teórica EMENTA Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. OBJETIVOS Habilitar

Leia mais

BANCAS DE QUALIFICAÇÃO 2015/2 ORIENTADORA: PROFª GOIACYMAR CAMPOS DATA: 14/10/2015 QUARTA FEIRA DATAS. Data: 14/10

BANCAS DE QUALIFICAÇÃO 2015/2 ORIENTADORA: PROFª GOIACYMAR CAMPOS DATA: 14/10/2015 QUARTA FEIRA DATAS. Data: 14/10 07:40h 08:00h 08:30h 09:00h 09:30h 10:00h ORIENTADORA: PROFª GOIACYMAR CAMPOS DATA: 14/10/2015 ACADÊMICO (A): Erica Martins Leal TÍTULO DO PROJETO: Dos Crimes Sexuais ontra menores de 14 anos: Estupro

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

A inimputabilidade por alcoolismo crónico versus imputabilidade diminuída Crime continuado no âmbito da fraude fiscal

A inimputabilidade por alcoolismo crónico versus imputabilidade diminuída Crime continuado no âmbito da fraude fiscal Maria João Mimoso A inimputabilidade por alcoolismo crónico versus imputabilidade diminuída Crime continuado no âmbito da fraude fiscal PARECER JURÍDICO VERBO JURIDICO VERBO JURÍDICO Inimputabilidade por

Leia mais

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor Doutor José Melo Alexandrino

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor Doutor José Melo Alexandrino PROGRAMA DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor Doutor José Melo Alexandrino (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2015/2016 INTRODUÇÃO 1. O objecto e o método do Direito constitucional

Leia mais

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira 7º ano Nomes Escola de Origem IMPORTANTE Rodrigo Fernandes Neves Informa-se os novos alunos que devem acompanhar os Bruna Filipa Soares Farinha Encarregados de Educação afim de se poder tirar Brenda Renata

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA JAIME MONIZ

ESCOLA SECUNDÁRIA JAIME MONIZ Professor: 1 (NOME) Horário: 4.ª feira, 16:30 18:00 Nível QECRL: A2 1. Beatriz Sofia A. Vasconcelos 9.5 2. Carolina Veríssimo Perestrelo 8.5 3. Marta Cristina Spínola Almada 9.5 4. Nuno Duarte Alves 9.0

Leia mais

O CENTRO DE ESTUDOS Vogal com o Pelouro: Dr. António Raposo Subtil (Vice Presidente)

O CENTRO DE ESTUDOS Vogal com o Pelouro: Dr. António Raposo Subtil (Vice Presidente) A criação do Centro de Estudos decorreu da necessidade identificada, no âmbito da estrutura administrativa do Conselho Distrital de Lisboa, de desenvolver um departamento vocacionado exclusivamente para

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Infantil até 7 Anos Masculino Nível C Pos. Atleta Clube Resultado Final 1º Tiago Valente CFA 96,5 2º Bruno Cavaleiro CDESSC 77,6 3º João França CKC

Infantil até 7 Anos Masculino Nível C Pos. Atleta Clube Resultado Final 1º Tiago Valente CFA 96,5 2º Bruno Cavaleiro CDESSC 77,6 3º João França CKC Infantil até 7 Anos Masculino Nível C 1º Tiago Valente CFA 96,5 2º Bruno Cavaleiro CDESSC 77,6 3º João França CKC 72,1 4º Manuel Moreira CKC 68,65 5º Diogo Martins CKC 63,75 6º Rodrigo Bettencourt CKC

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015. Carga

PLANO DE ENSINO. Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015. Carga 1 PLANO DE ENSINO Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015 Unidade Carga Horária Sub-unidade Introdução ao estudo do Direito Penal 04 hs/a - Introdução. Conceito

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA Mestrado: Agricultura Tropical António Alberto Pascoal Alves Jorge André Torres Dias Décio Camisa Muquinha Mestrado: Agroecologia António Alberto Pascoal Alves António Manuel Teixeira

Leia mais

Disciplina Turma Dia Hora início Duração Sala Docente Curso Informações. Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima

Disciplina Turma Dia Hora início Duração Sala Docente Curso Informações. Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima Segunda-feira 08:30 1h Anfiteatro 1.1 Quinta-feira 08:30 1h Anfiteatro 1.1 Terça-feira 11:30 1h Anfiteatro 3.1 Quinta-feira 10:30 1h Anfiteatro 3.1 Maria Teresa dos Reis Pedroso de Lima Maria Teresa dos

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

IMPORTÂNCIA DAS CLASSIFICAÇÕES, EXCESSOS E ANÁLISE DO DOLO, DA CULPA E DO ERRO EM MATÉRIA JURÍDICO-CRIMINAL

IMPORTÂNCIA DAS CLASSIFICAÇÕES, EXCESSOS E ANÁLISE DO DOLO, DA CULPA E DO ERRO EM MATÉRIA JURÍDICO-CRIMINAL SIDIO ROSA DE MESQUITA JÚNIOR http://www.sidio.pro.br http://sidiojunior.blogspot.com sidiojunior@gmail.com IMPORTÂNCIA DAS CLASSIFICAÇÕES, EXCESSOS E ANÁLISE DO DOLO, DA CULPA E DO ERRO EM MATÉRIA JURÍDICO-CRIMINAL

Leia mais

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Internacional Público. Tema geral: Direito Internacional Penal

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Internacional Público. Tema geral: Direito Internacional Penal I Curso de Doutoramento em Direito Ramo de Direito Público Direito Internacional Público Tema geral: Direito Internacional Penal Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia Prof. Doutor André Víctor Luanda, 20

Leia mais

5IJmário. Sumário PRIMEIRA PARTE FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL. Capítulo I - Introdução... 1. Conceito de direito penal...

5IJmário. Sumário PRIMEIRA PARTE FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL. Capítulo I - Introdução... 1. Conceito de direito penal... 5IJmário Sumário Nota do Autor............... PRIMEIRA PARTE FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL Capítulo I - Introdução...... 1. Conceito de direito penal........... 1.1. Relação entre Direito Penal e Direito

Leia mais

Julgados de Paz Lista de Mediadores

Julgados de Paz Lista de Mediadores 1 Julgados de Paz Lista de Mediadores Julgado de Paz de Lisboa Alexandra Isabel Duarte Fernandes dos Santos Rosa Ana Luisa Vicente Barbosa Andréa Ferreira Arruda Seixas Queiroz António Pedro Dias Lopes

Leia mais

PAULO OLAVO CUNHA FUNÇÃO

PAULO OLAVO CUNHA FUNÇÃO PAULO OLAVO CUNHA FUNÇÃO Professor Auxiliar Coordenador do Mestrado em Direito Empresarial e co-coordenador da Pós-Graduação em Direito das Sociedades Comerciais CONTACTOS Tel. +351 217 214 170 / +351

Leia mais

CRIMES DE PERIGO (Breves notas, a propósito do Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa de 21 de Abril de 1999)

CRIMES DE PERIGO (Breves notas, a propósito do Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa de 21 de Abril de 1999) CRIMES DE PERIGO (Breves notas, a propósito do Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa de 21 de Abril de 1999) Rui Patrício* No Boletim do Ministério da Justiça n.º 486, de Maio de 1999, a páginas 358,

Leia mais

Sumário. Lista de abreviaturas 25. Apresentação 31. Introdução 35. 1. Origens e precedentes históricos do instituto. A legislação comparada 41

Sumário. Lista de abreviaturas 25. Apresentação 31. Introdução 35. 1. Origens e precedentes históricos do instituto. A legislação comparada 41 Sumário Lista de abreviaturas 25 Apresentação 31 Introdução 35 1. Origens e precedentes históricos do instituto. A legislação comparada 41 1.1. Do surgimento do Instituto 41 1.2. O Instituto na legislação

Leia mais

L G E ISL S A L ÇÃO O ES E P S EC E IAL 1ª ª-

L G E ISL S A L ÇÃO O ES E P S EC E IAL 1ª ª- DIREITO PENAL IV LEGISLAÇÃO ESPECIAL 1ª - Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 TEORIA GERAL DO CRIME REVISÃO CRIME É : FATO TÍPICO CONDUTA - DOLO E CULPA NEXO CAUSAL/NEXO DE IMPUTAÇÃO RESULTADO TIPICIDADE

Leia mais

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F Lista de Resultados da ase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 106 2165 02291253122165975318 Abílio Fernando Bragança Milheiro 15,250 14,050 18,400 12,000 12,900

Leia mais

Direito Penal Emerson Castelo Branco

Direito Penal Emerson Castelo Branco Direito Penal Emerson Castelo Branco 2014 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. DIREITO PENAL CONCEITO DE CRIME a) material: Todo fato humano que lesa ou expõe a perigo

Leia mais

Enunciado do trabalho

Enunciado do trabalho Nome: Bruno José de Oliveira Santos 27363 Comprimento: 5.5 m, Altura de cada piso: 2.7 m, Lado de secção transversal do pilar: 33.3 cm, do piso: 25.4 cm, Módulo de Young do betão armado: 35.9 GPa, Número

Leia mais

DIREITO DO DESPORTO. PÓS-GRADUAÇÃO 1ª edição 14 de outubro de 2016 a 25 fevereiro de 2017 PARCEIROS

DIREITO DO DESPORTO. PÓS-GRADUAÇÃO 1ª edição 14 de outubro de 2016 a 25 fevereiro de 2017 PARCEIROS DIREITO DO DESPORTO PÓS-GRADUAÇÃO 1ª edição 14 de outubro de 2016 a 25 fevereiro de 2017 PARCEIROS 12016-2017 DIREITO DO DESPORTO PÓS-GRADUAÇÃO 1ª edição 2016-2017 O desporto é um dos fenómenos mais presentes

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos 1642 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 3406 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova : A Processo Nome Idade EMR. Rep. LE1 LE2 NEE 440 1 André Daniel Almeida Pimentel 98 2 Daniel Gonçalves Tomé

Leia mais

Título: AS FUNÇÕES DO DIREITO PENAL E AS FINALIDADES DA SANÇÃO CRIMINAL NO ESTADO SOCIAL DEMOCRÁTICO DE DIREITO

Título: AS FUNÇÕES DO DIREITO PENAL E AS FINALIDADES DA SANÇÃO CRIMINAL NO ESTADO SOCIAL DEMOCRÁTICO DE DIREITO Título: AS FUNÇÕES DO DIREITO PENAL E AS FINALIDADES DA SANÇÃO CRIMINAL NO ESTADO SOCIAL DEMOCRÁTICO DE DIREITO Vanderson Roberto Vieira 1 SUMÁRIO: 1- AS FUNÇÕES DO DIREITO PENAL; 2- AS FINALIDADES DA

Leia mais

Sumário ÍNDICE DE PERGUNTAS... 21

Sumário ÍNDICE DE PERGUNTAS... 21 Sumário Sumário ÍNDICE DE PERGUNTAS... 21 Prefácio de um Amigo-Editor a um Amigo-Autor... 25 PARTE 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PENAL CAPÍTULO 1 NOÇÕES GERAIS DE DIREITO PENAL... 29 1. Definição... 29 2. Direito

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 4 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I I (2ª PARTE TEORIA DA PENA) NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA Das Penas:

Leia mais

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30%

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30% Técnicos Especializados da Escola : Agrupamento de Escolas de Santo António, Barreiro Nº Escola : 121216 Data final da candidatura : 214-1-29 Nº Horário : 41 Disciplina Projeto: Gabinete GISP Nº Horas:

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura em Direito

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura em Direito Unidade curricular Direito Penal II 3.º Ano / Noite / 2.º Semestre Ficha de unidade curricular Curso de Licenciatura em Direito Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

LISTA DE MANUAIS ESCOLARES ADOTADOS 2015/2016

LISTA DE MANUAIS ESCOLARES ADOTADOS 2015/2016 Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário 1.º, 2.º E 3.º CICLOS DO ENSINO BÁSICO LISTA DE MANUAIS ESCOLARES ADOTADOS 2015/2016 Disciplina/ Estudo do Meio 1.º Ano 978-972-0-12301-5 Alfa 1 - Estudo do Meio

Leia mais

DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FICHA DA DISCIPLINA -

DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES FICHA DA DISCIPLINA - DIREITO DAS CONTRA-ORDENAÇÕES 2008-2009 - FICHA DA DISCIPLINA - SUMÁRIO: I - Objectivos; II - Programa; III - Método de ensino; IV - Método de avaliação; V - Bibliografia I OBJECTIVOS Dentro do quadro

Leia mais

Responsabilidade Civil

Responsabilidade Civil Responsabilidade Civil Trabalho de Direito Civil Curso Gestão Nocturno Realizado por: 28457 Marco Filipe Silva 16832 Rui Gomes 1 Definição: Começando, de forma, pelo essencial, existe uma situação de responsabilidade

Leia mais

1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00

1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00 1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00 Prova 1 Masc., 100m Estilos Cad B 06-11-2010-16:00 Resultados 1. Lucas Pereira BASTOS 00 Nautico/Matobra 1:25.91 206 2. Miguel Diogo AGOSTINHO 00 Fundacao Beatriz Santos 1:27.64

Leia mais

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho

Listagem de contactos e ramos/áreas de especialidade dos Professores Doutorados na Escola de Direito da Universidade do Minho Departamento de Ciências Jurídicas Gerais Profª. Doutora Maria Clara da Cunha Calheiros de Carvalho Profª. Associada, Com Agregação Email: claracc@direito.uminho.pt Profª. Doutora Patrícia Penélope Mendes

Leia mais