GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2"

Transcrição

1 Biocombustíveis

2 GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2 Balance of CO2 capture by sugar cane: D = C + E + F + G (3) Net avoided CO2 by sugar cane ethanol = H + H A B - C (4) A B C C D E F G H X equipments & buildings Plantation sugar cane Distillery ethanol Cars ars indirect fertilizers bagasse X H energy etc trash Industry biomass Electric generation Grid fossil fuels

3 The Energy Potential of Sugar Cane Energy from 1 Metric Ton of Sugar Cane Considering Heat Values Mcal/t of cane 92 litters of ethanol (best value) kg of bagasse with 50% of humidity kg of trash with 50% of humidity 596 Source: Braunbeck, Macedo and Cortez in [Silveira, 2005]

4 Brazilian consumption: ethanol vs gasoline Problem : Brazil imports now ethanol from USA (corn ethanol)

5 O Desafio da Mudança Climática

6 Enfrentamento da mudança climática Junto com o combate à pobreza, devendo-se cunhar a expressão justiça climática associada à inclusão social e à adaptação de populações vulneráveis. No Brasil o maior problema era o desmatamento, que se reduziu nos últimos anos. Novo modelo de produção e consumo, mais solidário (a crise mundial derrubou o mito do mercado desregulado). Prioridade às fontes alternativas (biocombustíveis, eólica, solar, oceânica) e à eficiência energética (inclui transporte público). Geração hidroelétrica deve ser de acordo com as restrições ambientais com minimização das termoelétricas. Posição sobre a questão do clima na Rio+20. ; Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas F

7

8

9 Emissões Emissões Desmatamento Energia Desmatamento Energia Êxito na redução do desmatamento Cumprimento do compromisso voluntário do Brasil em Copenhague - energia deixa de ser coadjuvante nas emissões e passa a principal - carros flex após 2003 etanol chegou a superar gasolina mas recuou + importamos etanol de milho dos EUA - energia elétrica expansão da hidreletricidade e forte entrada da eólica mas usinas a fio d água complementação térmica - necessidade de prioridade à tecnologia

10 O Desafio da Tecnologia

11 ETHANOL AND ITS DIFFERENT GENERATIONS 1 st GENERATION ETHANOL SUGAR CANE & GRAINS/CEREALS Fuels vs Food 2 nd GENERATION ETHANOL LIGNOCELLULOSIC BIOMASS Does not compete with food production 3 rd GENERATION ETHANOL ALGAE BIOMASS Faster growth than traditional crops; Does not compete with agricultural cultures.

12 Etanol de Segunda Geração Lab no Instituto Virtual (IVIG) da COPPE com o Instituto de Química da UFRJ (prof Elba Bon) Apoio da FINEP e do Japão

13 A COPPE participou dos estudos e da discussão internacional sobre responsabilidade histórica na Convenção do Clima da ONU foi pioneira no estudo de emissões de hidrelétricas em nível mundial contribuiu nos primeiros estudos que conduziram ao Programa Nacional do Biodiesel Professores da COPPE participam do IPCC e contribuíram para a proposta do Brasil de redução de emissões em Copenhague

14 Energia de Resíduos

15 APROVEITAMENTO ENERGÉTICO DE RESÍDUOS Converter lixo em energia elétrica com geração de emprego e redução da poluição a preço competitivo. No Brasil, potencial energético do lixo é maior que o das usinas do Complexo do Rio Madeira.

16 Electric Energy from Waste at Federal University of Rio de Janeiro 30 t/day

17 Hidrogênio e pilha a combustível Veículos Elétricos

18 Alternative Energy Sources Hydrogen powered bus COPPE has launched a Hydrogen powered bus Designed to have an autonomy of 300 km, using only the energy from: - a nationally manufactured hydrogen fuel cell, - electricity from kinetic energy regeneration in breaking and from the grid accumulated in batteries. The project stands out because of its innovative engineering and low cost, nearly 50% less than the price of the European version.

19

20 Levitação Magnética

21 TREM DE LEVITAÇÃO MAGNÉTICA Desenvolvimento de Trem de levitação magnética usando supercondutores de alta temperatura. Protótipo será instalado na Ilha do Fundão

22 Trecho em construção para o trem Magleve entre dois prédios da COPPE com recursos do BNDES, FINEP e de Empresas através da Fundação COPPETEC

23 Wave Power Plant COPPE has developed a Project for the implantation of the first ocean wave power plant in South America. A pilot plant was implanted in Ceará,. Includes a hyperbaric chamber ( developed in COPPE to simulate high pressure marine environments in offshore oil production) water pressure equivalent to 500 meter high waterfall, like that of a hydroelectric power plant Initial studies show that the Brazilian coast has the potential for supplying 15% of the total of the electricity consumed in the country Renewable and nonpolluting energy, which avoids CO2 emissions. Laboratory of Ocean enginnering at COPPE

24

25 Porto de Pecém Fortaleza Geração de Eletricidade a Partir de Ondas 1 m Conversor de Energia de Ondas em Elétrica, potência de pico = 50 kw 12 m

26 Usina de ondas do mar

27 Incubadora de Empresas

28 57 Parque Tecnológico

29 58 Parque Tecnológico GE Global Research Center

30 COPPE Rio de Janeiro Você será bem vindo Nos novos labs da COPPE no Campus da UFRJ Na Ilha do Fundão

7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques

7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques 7º Programa Quadro Tema ENERGIA Os próximos concursos: tópicos e destaques Helder Gonçalves Delegado Nacional tema Energia TÓPICOS DO TEMA ENERGIA WP 2012 ACTIVITY ENERGY 1; Hydrogen and Fuel Cells ACTIVITY

Leia mais

Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho

Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho Segen F. Estefen Diretor de Tecnologia e Inovação Caminhos para a Inovação Painel Mecanismos de Financiamento Senado Federal, Brasília, 14 de junho de 2012 UFRJ Ilha da Cidade Universitária Campus da Universidade

Leia mais

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ

Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais IVIG/COPPE/UFRJ Formação e Capacitação de Recursos Humanos p/exploração de Recursos Energéticos e Geração de Energia Prof. Marcos Aurélio Vasconcelos de Freitas (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) Instituto Virtual Internacional

Leia mais

Brazil: Wind Energy Opportunities

Brazil: Wind Energy Opportunities Brazil: Wind Energy Opportunities Anne McIvor, Cleantech Investor BWEC 2012 2-3 April - São Paulo Brazilian Wind Energy The Brazilian Wind States BAHIA BAHIA: Projects Focus on semi-arido (semi-desert)

Leia mais

AÇÃO AMBIENTAL 2015 - FIRJAN: Painel 1 Visão Geral sobre Mudança do Clima e Perspectivas para a COP21

AÇÃO AMBIENTAL 2015 - FIRJAN: Painel 1 Visão Geral sobre Mudança do Clima e Perspectivas para a COP21 AÇÃO AMBIENTAL 2015 - FIRJAN: Painel 1 Visão Geral sobre Mudança do Clima e Perspectivas para a COP21 Adriano Santhiago de Oliveira Diretor Departamento de Mudanças Climáticas Secretaria de Mudanças Climáticas

Leia mais

Energy Balance. Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista. Corporate Participation

Energy Balance. Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista. Corporate Participation XXVIII National Seminar on Large Dams Energy Balance Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista Director of Planning,, Business Manegement and Corporate Participation BRAZIL AND WORLD DATA

Leia mais

Luiz Pinguelli Rosa. SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015. O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática

Luiz Pinguelli Rosa. SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015. O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015 O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática Luiz Pinguelli Rosa Diretor da COPPE UFRJ * Secretário do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

Rede Clima Sub rede Energias Renováveis 2009 a 2013

Rede Clima Sub rede Energias Renováveis 2009 a 2013 Rede Clima Sub rede Energias Renováveis 2009 a 2013 COORDENADORES LUIZ PINGUELLI ROSA (lpr@adc.coppe.ufrj.br) MARCOS AURÉLIO VASCONCELOS DE FREITAS (mfreitas@ivig.coppe.ufrj.br) NSTITUIÇÃO COORDENADORA

Leia mais

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Low Carbon Scenarios for Brazil Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Project Team Co-ordinators Prof. Emilio La Rovere and Carolina Dubeux Technical team Amaro Pereira (Energy) Anamélia Medeiros (Agriculture)

Leia mais

Ciclo de Transposição de Bacias com Hidroelétricas e Biomassa Irrigada

Ciclo de Transposição de Bacias com Hidroelétricas e Biomassa Irrigada Ciclo de Transposição de Bacias com Hidroelétricas e Biomassa Irrigada Julian David Hunt 1 Resumo O Brasil gera a maior parte de sua eletricidade com usinas hidroelétricas. Isso torna o setor elétrico

Leia mais

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis Biocombustíveis Também chamados de agrocombustíveis Biomassa É o combustível obtido a partir da biomassa: material orgânico vegetal ou animal Uso tradicional: lenha, excrementos Etanol: álcool combustível.

Leia mais

Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO. Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil

Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO. Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil Organização AREVA Renewables Unidades de negócios AREVA Mineração Front End Reatores

Leia mais

Tecnologia para um futuro. sustentável. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia APOIO. 19 a 23 de outubro de 2011

Tecnologia para um futuro. sustentável. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia APOIO. 19 a 23 de outubro de 2011 Tecnologia para um futuro sustentável APOIO Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 19 a 23 de outubro de 2011 Conciliar a crescente demanda de energia e a necessidade cada vez mais urgente de conter a

Leia mais

Energia e Meio Ambiente Política de Energia e Mudança Climática: Histórico, Perspectivas e Alternativas. Luiz Pinguelli Rosa

Energia e Meio Ambiente Política de Energia e Mudança Climática: Histórico, Perspectivas e Alternativas. Luiz Pinguelli Rosa Luiz Pinguelli Rosa O BRASIL NO CONTEXTO DA AMÉRICA LATINA E A QUESTÃO DA ESQUERDA NO GOVERNO Superar a identificação da esquerda estritamente com o socialismo de tipo soviético O QUADRO POLÍTICO NACIONAL,

Leia mais

O Brasil e a Conferência de Paris

O Brasil e a Conferência de Paris O Brasil e a Conferência de Paris José Domingos Gonzalez Miguez Secretaria Execu8va Ministério do Meio Ambiente Dois Trilhos na Convenção sobre Mudança do Clima Grupo de Trabalho Ad Hoc sobre a Plataforma

Leia mais

Fontes energéticas alternativas e o panorama energético do estado da Bahia

Fontes energéticas alternativas e o panorama energético do estado da Bahia Fontes energéticas alternativas e o panorama energético do estado da Bahia entrevista ÉRIKA GARCEZ DA ROCHA MARCELO SILVA DE CARVALHO DELFINO doi: 10.7724/caititu.2013.v1.n1.d11 Alternative energy sources

Leia mais

ENERSUL Jerson Kelman A Expansão do Setor Elétrico e a Amazônia. 05 de junho de 2013

ENERSUL Jerson Kelman A Expansão do Setor Elétrico e a Amazônia. 05 de junho de 2013 ENERSUL Jerson Kelman A Expansão do Setor Elétrico e a Amazônia 05 de junho de 2013 A hidroeletricidade é renovável graças à energia solar Guta é uma gotinha de água que mora dentro de uma nuvem. Ela anda

Leia mais

Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis

Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis 1 2 Tecnologia Alternativa Combustíveis renováveis Portaria nº 3-A/2007 de 2 de Janeiro Promoção da utilização de biocombustíveis nos transportes foi objecto do Decreto - Lei nº 62/2006 Decreto - Lei nº

Leia mais

Perspectivas da BIOENERGIA: Mundo e Brasil. Alberto Villela DSc. Planejamento Energético Pesquisador IVIG/COPPE/UFRJ

Perspectivas da BIOENERGIA: Mundo e Brasil. Alberto Villela DSc. Planejamento Energético Pesquisador IVIG/COPPE/UFRJ Perspectivas da BIOENERGIA: Mundo e Brasil Alberto Villela DSc. Planejamento Energético Pesquisador IVIG/COPPE/UFRJ Emissões Globais de CO2 (Energia) no Cenário INDC COPPE/UFRJ Orçamento de C para >50%

Leia mais

Congresso EcoGerma 2011

Congresso EcoGerma 2011 Congresso EcoGerma 2011 Veículos Comeciais de Baixo Carbono para Aplicações Urbanas Soluções para Mercados Emergentes Painel 6 Mobilidade Urbana de Baixo Carbono São Paulo, 01 de Julho de 2011 Gian Gomes

Leia mais

DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN PLANT PERFORMANCE PHOTOVOLTAIC OF CAMPUS CEARÁ-

DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN PLANT PERFORMANCE PHOTOVOLTAIC OF CAMPUS CEARÁ- DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 RESUMO: A região nordeste do Brasil dispõem

Leia mais

Papel do setor sucroenergético na mitigação das mudanças climáticas

Papel do setor sucroenergético na mitigação das mudanças climáticas Ethanol Summit Painel: Biocombustíveis e a Mitigação das Mudanças Climáticas Papel do setor sucroenergético na mitigação das mudanças climáticas Géraldine Kutas International Advisor, Brazilian Sugarcane

Leia mais

Mariana de Lemos Alves. Carro Flex Fuel: Uma Avaliação por Opções Reais. Dissertação de Mestrado

Mariana de Lemos Alves. Carro Flex Fuel: Uma Avaliação por Opções Reais. Dissertação de Mestrado Mariana de Lemos Alves Carro Flex Fuel: Uma Avaliação por Opções Reais Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre pelo Programa de Pós- Graduação

Leia mais

Águas de Minas e Energia a Contribuição de Minas para o Sistema Elétrico Importância dos Reservatórios de Cabeceira.

Águas de Minas e Energia a Contribuição de Minas para o Sistema Elétrico Importância dos Reservatórios de Cabeceira. Águas de Minas e Energia a Contribuição de Minas para o Sistema Elétrico Importância dos Reservatórios de Cabeceira. 1 Sumário Produção de Energia Elétrica no Brasil e o no Mundo Características de Usinas

Leia mais

País necessita de política estável e permanente para o etanol

País necessita de política estável e permanente para o etanol País necessita de política estável e permanente para o etanol Laís Forti Thomaz é mestre e doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas, oferecido em conjunto para

Leia mais

CREEM 2005. Energia de Biomassa. I C Macedo NIPE/UNICAMP. UNESP, Ilha Solteira 22/26 Agosto 2005

CREEM 2005. Energia de Biomassa. I C Macedo NIPE/UNICAMP. UNESP, Ilha Solteira 22/26 Agosto 2005 CREEM 2005 Energia de Biomassa I C Macedo NIPE/UNICAMP UNESP, Ilha Solteira 22/26 Agosto 2005 Energia de biomassa no mundo 45±10 EJ/ano (~16 comercial; 7 moderna ); em ~400 EJ Pode crescer para 100-300

Leia mais

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Perspectivas Futuras e Evolução do Mercado de Biocombustíveis no Brasil e no Mundo Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Prof.

Leia mais

INSERÇÃO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS PLUG-IN NO SETOR DE TRANSPORTES BRASILEIRO: UMA OPORTUNIDADE PARA A REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA

INSERÇÃO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS PLUG-IN NO SETOR DE TRANSPORTES BRASILEIRO: UMA OPORTUNIDADE PARA A REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Revista Brasileira de Energia, Vol. 19, N o. 2, 2 o Sem. 2013, pp. 225-236 225 INSERÇÃO DE VEÍCULOS HÍBRIDOS PLUG-IN NO SETOR DE TRANSPORTES BRASILEIRO: UMA OPORTUNIDADE PARA A REDUÇÃO DAS EMISSÕES DE

Leia mais

ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA

ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA CNICA Energia: o Passado e os Desafios e do Futuro José P. Sucena Paiva Técnico Lisboa 2 MICHAEL FARADAY, o experimentalista 1791-1867 1867 3 JAMES MAXWELL, o cientista 1831-1879

Leia mais

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies?

Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Organization: Cooperation: Workshop 2 Changes in Automotive Industry: New Markets Different Technologies? Volkswagen do Brasil Cologne, August 25 th, 2008 Volkswagen do Brasil Present in Brazil since 1953

Leia mais

Desafios e Estratégias para o mercado de GLP numa economia Global de baixo carbono

Desafios e Estratégias para o mercado de GLP numa economia Global de baixo carbono Desafios e Estratégias para o mercado de GLP numa economia Global de baixo carbono Dezembro - 2015 Alberto J. Fossa ABRINSTAL Dir. Executivo Newen Sócio Diretor Visão e Estratégias para o GLP Justificativas

Leia mais

Projeto PIBIC 2015/2016

Projeto PIBIC 2015/2016 Projeto PIBIC 2015/2016 Revisão do estado da arte, simulação e avaliação técnica, econômica e ambiental de ciclos de cogeração com turbina a gás integrados a uma biorrefinaria de cana-de-açúcar Responsável:

Leia mais

Fluxo de Energia e Emissões de Carbono dos Biocombustíveis de Cana e Milho

Fluxo de Energia e Emissões de Carbono dos Biocombustíveis de Cana e Milho Fluxo de Energia e Emissões de Carbono dos Biocombustíveis de Cana e Milho Workshop International: As Biorrefinarias de Biomassa para Biocombustíveis Sustentabilidade & Importancia Socio-Economica Sociedad

Leia mais

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Rio de Janeiro - 2012 June 18th. Eng. Celso Ribeiro Barbosa de Novais CTO - Sustainable Electrical Mobility ITAIPU BINACIONAL Historical

Leia mais

BRAZILIAN RESEARCH, DEVELOPMENT AND DEMONSTRATION ACTIVITIES

BRAZILIAN RESEARCH, DEVELOPMENT AND DEMONSTRATION ACTIVITIES Ministry of Mines and Energy BRAZILIAN RESEARCH, DEVELOPMENT AND DEMONSTRATION ACTIVITIES 5 th STEERING COMMITTEE MEETING João de Nora Souto Deputy Minister for Oil, Natural Gas and Renewable Fuels SPGMME

Leia mais

WORKSHOP BIOMASSA E AGROENERGIA NA ÓTICA DAS AÇÕES DA SUFRAMA A JICA E SEU PAPEL NO CONTEXO DE PROJETOS DE MEIO AMBIENTE, BIOMASSA E AGROENERGIA

WORKSHOP BIOMASSA E AGROENERGIA NA ÓTICA DAS AÇÕES DA SUFRAMA A JICA E SEU PAPEL NO CONTEXO DE PROJETOS DE MEIO AMBIENTE, BIOMASSA E AGROENERGIA WORKSHOP BIOMASSA E AGROENERGIA NA ÓTICA DAS AÇÕES DA SUFRAMA A JICA E SEU PAPEL NO CONTEXO DE PROJETOS DE MEIO AMBIENTE, BIOMASSA E AGROENERGIA INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE JICA LINHA DE ATUAÇÃO DA JICA

Leia mais

Climate Change - Coal Overview

Climate Change - Coal Overview CSLF : Capacity Building Climate Change - Coal Overview Fernando Luiz Zancan President - Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM Salvador - 08 September 2008 BRAZILIAN COAL INDUSTRY Resources: 31,7

Leia mais

Matriz Energética Brasileira e o. Hidrogênio. Amilcar Guerreiro Diretor de Estudos Econômicos e Energéticos Empresa de Pesquisa Energética - EPE

Matriz Energética Brasileira e o. Hidrogênio. Amilcar Guerreiro Diretor de Estudos Econômicos e Energéticos Empresa de Pesquisa Energética - EPE 1 Encontro Brasileiro de Energia do Hidrogênio Matriz Energética Brasileira e o Hidrogênio Amilcar Guerreiro Diretor de Estudos Econômicos e Energéticos Empresa de Pesquisa Energética - EPE São Paulo,

Leia mais

Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte

Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte Scientific Electronic Archives Volume 5 p. 57-62 2014 Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte Availability of Own Electricity Generation

Leia mais

Inovação como uma das principais fontes de crescimento: marcos do Brasil

Inovação como uma das principais fontes de crescimento: marcos do Brasil Abordagens Pragmáticas para Transferência e Comercialização de Tecnologia em Produto Inovação como uma das principais fontes de crescimento: marcos do Brasil Evando Mirra de Paula e Silva CGEE Centro de

Leia mais

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos

9o. Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Motores de combustão interna para os veículos elétricos híbridos Waldyr Luiz Ribeiro Gallo DE FEM - UNICAMP São Paulo, 12 de setembro de 2013 Sumário 1. Por que não veículos elétricos? 2. O papel do veículos

Leia mais

POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE FONTES ALTERNATIVAS NO BRASIL

POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE FONTES ALTERNATIVAS NO BRASIL POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE FONTES ALTERNATIVAS NO BRASIL Mauricio T. Tolmasquim CENERGIA COPPE Centro em Economia Energética e Ambiental Coordenaçã ção o de Pós-GraduaP Graduação o em Engenharia Da

Leia mais

Como o Brasil pode contribuir para o esforço internacional de redução das emissões. Allan Kardec Duailibe Diretor

Como o Brasil pode contribuir para o esforço internacional de redução das emissões. Allan Kardec Duailibe Diretor Como o Brasil pode contribuir para o esforço internacional de redução das emissões Allan Kardec Duailibe Diretor Apostar nos BIOcombustíveis! Apostar no conceito BIcombustível Matriz múltipla O Brasil

Leia mais

Biofuels in Brazil The Ethanol Experience. Paulo C. R. Lima, M.Sc., Ph.D. Energy Consultant for Brazilian Congress

Biofuels in Brazil The Ethanol Experience. Paulo C. R. Lima, M.Sc., Ph.D. Energy Consultant for Brazilian Congress Biofuels in Brazil The Ethanol Experience Paulo C. R. Lima, M.Sc., Ph.D. Energy Consultant for Brazilian Congress Main biofuels in Brazil > Ethanol (present and future) > Biodiesel (future) > Sugarcane

Leia mais

4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER

4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER 4º Congresso Internacional de Bioenergia e 1º Congresso Brasileiro de GD e ER Painel II BIOMASSA: Disponibilidade Energética para uma Civilização Sustentável Departamento de Desenvolvimento Energético

Leia mais

Resumo. Palavras chave: Gases poluentes; Efeito estufa; Sucroenergéticas. Lucas Schwerz 1 ; Eduardo Mirko Velenzuela Turdera 2

Resumo. Palavras chave: Gases poluentes; Efeito estufa; Sucroenergéticas. Lucas Schwerz 1 ; Eduardo Mirko Velenzuela Turdera 2 Balanço das emissões de gases do efeito estufa (CO 2 ) em usinas sucroenergéticas, de Mato Grosso do Sul de acordo com a potência instalada em suas centrais de cogeração. Lucas Schwerz 1 ; Eduardo Mirko

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas 1 MAL KHANOV, V. P.; STEPANETS, A. A.; SHAK, V. N. Expandinggenerating sets developed by the joint-stock company Kriokor for utilization of excess natural gas pressure, Chemical

Leia mais

III SEMINÁRIO MERCADOS DE ELETRICIDADE E GÁS NATURAL

III SEMINÁRIO MERCADOS DE ELETRICIDADE E GÁS NATURAL III SEMINÁRIO MERCADOS DE ELETRICIDADE E GÁS NATURAL Tema central Investimento, risco e regulação Seção B. A Indústria Investimento em energias renováveis no Brasil. A oportunidade da energia eólica Amilcar

Leia mais

Climate Change, Energy and Food Security 13 de novembro de 2008 Rio de Janeiro

Climate Change, Energy and Food Security 13 de novembro de 2008 Rio de Janeiro Climate Change, Energy and Food Security Rio de Janeiro Mudanças Climáticas Amazônia, Problemas Ambientais e Proteção da Biomassa Israel Klabin F U N D A Ç Ã O B R A S I L E I R A P A R A O D E S E N V

Leia mais

Eficiência Energética: Cidades e Indústrias conectando redes inteligentes

Eficiência Energética: Cidades e Indústrias conectando redes inteligentes Eficiência Energética: Cidades e Indústrias conectando redes inteligentes 11/11/2015 Hitachi South America, Ltda. Agenda 1. Cenário Mundial e Brasil 2. Tendências em Energia, Renováveis e Eficiência 3.

Leia mais

ECOGERMA 2013 ENERGIAS RENOVÁVEIS COMPLEMENTAM A MATRIZ ENERGÉTICA... MAS PODEM NÃO SUPRIR A DEMANDA

ECOGERMA 2013 ENERGIAS RENOVÁVEIS COMPLEMENTAM A MATRIZ ENERGÉTICA... MAS PODEM NÃO SUPRIR A DEMANDA ECOGERMA 2013 ENERGIAS RENOVÁVEIS COMPLEMENTAM A MATRIZ ENERGÉTICA... MAS PODEM NÃO SUPRIR A DEMANDA Lineu Belico dos Reis 27 de junho de 2013 MATRIZ ENERGÉTICA MUNDIAL Perspectivas e Estratégias Estudos

Leia mais

A geração distribuída no contexto das mudanças climáticas

A geração distribuída no contexto das mudanças climáticas A geração distribuída no contexto das mudanças climáticas Ricardo J. Fujii Programa de Mudanças Climáticas e Energia WWF-Brasil Natal, 03 de Outubro de 2015 Contexto atual Produção nacional de eletricidade

Leia mais

Workshop (6) Energy Efficiency

Workshop (6) Energy Efficiency Member of the Executive Board, MAN Diesel Blumenau, November 19 th th 2007 The MAN Group today Business areas Internationally active manufacturer of vehicles, engines and machinery Approx. 13 billion in

Leia mais

Células de combustível

Células de combustível Células de combustível A procura de energia no Mundo está a aumentar a um ritmo alarmante. A organização WETO (World Energy Technology and Climate Policy Outlook) prevê um crescimento anual de 1,8 % do

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO SOBRE GERAÇÃO EÓLICA

MATERIAL DIDÁTICO SOBRE GERAÇÃO EÓLICA MATERIAL DIDÁTICO SOBRE GERAÇÃO EÓLICA Paulo C. M. Carvalho carvalho@dee.ufc.br Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade Federal do Ceará Campus do Pici Caixa Postal 6001 CEP 60455-760 Fortaleza

Leia mais

O profissional da química no século XXI

O profissional da química no século XXI 16 de maio de 2013 O profissional da química no século XXI Fernando Figueiredo Associação Brasileira da Indústria Química ABIQUIM Sonhar o sonho impossível, Pisar onde os bravos não ousam, Amar um amor

Leia mais

Etanol de milho em Mato Grosso: alguns pontos para debate. João Martines Peter Goldsmith Guilherme Signorini Carlos F. Bueno Jr.

Etanol de milho em Mato Grosso: alguns pontos para debate. João Martines Peter Goldsmith Guilherme Signorini Carlos F. Bueno Jr. Etanol de milho em Mato Grosso: alguns pontos para debate João Martines Peter Goldsmith Guilherme Signorini Carlos F. Bueno Jr. Matriz Energética Mundial e Brasileira Consumo per capita de petróleo, 2006

Leia mais

Oportunidades no Mercado de Biocombustíveis

Oportunidades no Mercado de Biocombustíveis 4 e 5 de junho de 2007 World Trade Center São Paulo, Brasil SÃO PAULO ETHANOL SUMMIT Novas Fronteiras do Etanol: Desafios da Energia no Século 21 Oportunidades no Mercado de Biocombustíveis Arnaldo Walter

Leia mais

Etanol brasileiro: estratégia complementar para Petróleo e Gás

Etanol brasileiro: estratégia complementar para Petróleo e Gás Etanol brasileiro: estratégia complementar para Petróleo e Gás Por José de Sá e Fernando Martins Etanol brasileiro: estratégia complementar para Petróleo e Gás José de Sá e Fernando Martins são sócios

Leia mais

APREN - Associação Portuguesa de Energias Renováveis Impacto eletricidade renovável Portugal APREN. Associação Portuguesa de Energias Renováveis

APREN - Associação Portuguesa de Energias Renováveis Impacto eletricidade renovável Portugal APREN. Associação Portuguesa de Energias Renováveis Impacto macroeconómico do setor daeletricidade de origem em renovável Macroeconomic impact of the renewable electricity sector in Portugal Portugal Ficha técnica. Credits Título. Title Impacto macroeconómico

Leia mais

TECH 20º Seminário ANPROTEC Tendências e Oportunidades para as MPEs Inovadoras no setor Clean Technology 23 de setembro de 2010

TECH 20º Seminário ANPROTEC Tendências e Oportunidades para as MPEs Inovadoras no setor Clean Technology 23 de setembro de 2010 20º Seminário ANPROTEC Tendências e Oportunidades para as MPEs Inovadoras no setor Clean Technology 23 de setembro de 2010 Grupo Stratus Brasileira, fundada em 1999 Gestora de Fundos de Growth Capital

Leia mais

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA. Metodologia, resultados e ações

INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA. Metodologia, resultados e ações INVENTÁRIO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Metodologia, resultados e ações CARTA ABERTA AO BRASIL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS CARTA ABERTA AO BRASIL Compromissos Assumidos A. Publicar anualmente o

Leia mais

António Vidigal. Presidente da EDP Inovação

António Vidigal. Presidente da EDP Inovação António Vidigal Presidente da EDP Inovação EDP Inovação A EDP é uma empresa Global com presença em diversos Continentes. USA Europa Wind Power Brasil Portugal Espanha O Core Business da EDP é energia renovável

Leia mais

Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal. Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo

Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal. Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo Alguns desafios no Brasil Biodiesel e Pré-Sal Paulo César Ribeiro Lima Consultor Legislativo Biodiesel BIODIESEL no Brasil Jatropha Lei nº 11.097 / 2005 - Introduziu o biodiesel na matriz energética brasileira

Leia mais

13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. Mudanças. Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável

13º Encontro Internacional de Energia - FIESP. Mudanças. Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável 13º Encontro Internacional de Energia - FIESP Mudanças Geopolítica Energética: Energia no Contexto da Economia Sustentável Rodrigo C. A. Lima Gerente-geral do ICONE www.iconebrasil.org.br São Paulo 6 de

Leia mais

Hidrogénio - Células de Combustível

Hidrogénio - Células de Combustível Hidrogénio - Células de Combustível Aníbal Traça de Almeida ISR Universidade de Coimbra Dep. Engenharia Electrotécnica 3030 Coimbra, Portugal Email: adealmeida@isr.uc.pt A economia do hidrogénio É uma

Leia mais

Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector

Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector Prof. Roberto Schaeffer (with Alexandre Szklo and Andre Lucena) Energy Planning Program, COPPE

Leia mais

A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades

A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades A inserção da Biomassa no Setor Elétrico: avanços e oportunidades Celso Zanatto Jr, Diretor, Crystalsev Bioenergia, SP, Brasil Energy Trading Brasil 2009, Sao Paulo, Brazil Oferta Interna de Energia Brasil

Leia mais

Sustentabilidade da cana-deaçúcar, etanol e energia no Brasil Prof. Dr. Edgar G. F. de Beauclair Departamento de Produção Vegetal ESALQ / USP

Sustentabilidade da cana-deaçúcar, etanol e energia no Brasil Prof. Dr. Edgar G. F. de Beauclair Departamento de Produção Vegetal ESALQ / USP Sustentabilidade da cana-deaçúcar, etanol e energia no Brasil Prof. Dr. Edgar G. F. de Beauclair Departamento de Produção Vegetal ESALQ / USP Universidade de São Paulo MATRIZ ENERGETICA Biomassa e outros

Leia mais

Resumos do V CBA - Outras temáticas

Resumos do V CBA - Outras temáticas Cálculo da área de floresta necessária para mitigar o impacto ambiental de uma indústria gráfica: comparação entre a metodologia emergética e a análise de energia bruta Forest area calculation to mitigate

Leia mais

Impactes Económicos, Ambientais e Conflitos de Uso. Custos e Barreiras ao Desenvolvimento. Medidas de Apoio e Iniciativas em PT

Impactes Económicos, Ambientais e Conflitos de Uso. Custos e Barreiras ao Desenvolvimento. Medidas de Apoio e Iniciativas em PT O problema que se nos coloca oca Impactes Económicos, Ambientais e Conflitos de Uso Custos e Barreiras ao Desenvolvimento Medidas de Apoio e Iniciativas em PT Conclusões Módulo I Formação dirigentes e

Leia mais

REUNIÓN PROYECTO BID ATN/OC-10062-RG. Retos y Perspectivas para las Energias Renovables

REUNIÓN PROYECTO BID ATN/OC-10062-RG. Retos y Perspectivas para las Energias Renovables REUNIÓN PROYECTO BID ATN/OC-10062-RG Retos y Perspectivas para las Energias Renovables Osvaldo Soliano Pereira, Ph.D., CBEM Dra. Suani Teixeira Coelho, CENBIO Barranquilla Agosto 2011 Primary energy sources

Leia mais

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DO PROTOCOLO DE QUIOTO PARA O SEGMENTO DE PAPEL E CELULOSE

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DO PROTOCOLO DE QUIOTO PARA O SEGMENTO DE PAPEL E CELULOSE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DO PROTOCOLO DE QUIOTO PARA O SEGMENTO DE PAPEL E CELULOSE Silvia M. S. G. Vélazquéz, IEE/USP Suani Teixeira Coelho, CENBIO - Centro Nacional de Referência em Biomassa, IEE/USP

Leia mais

Fortaleza, junho de 2015

Fortaleza, junho de 2015 Fortaleza, junho de 2015 All About Energy 2015 Política de Energia e Mudança Climática Luiz Pinguelli Rosa Diretor da COPPE UFRJ * Secretário do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas Membro da Academia

Leia mais

and the Municipality of SERTÃ

and the Municipality of SERTÃ RETS Launch Conference 3rd February 2010 Casa da Cultura da Sertã SERTÃ, Portugal Renewable Energies and the Municipality of SERTÃ, Mayor The participation of Sertã in RETS is the continuation of its journey

Leia mais

Perspectiva das tecnologias de energia

Perspectiva das tecnologias de energia Campus da FEUP Rua Dr. Roberto Frias, 378 4200-465 Porto Portugal T +351 222 094 000 F +351 222 094 050 www@inescporto.pt www.inescporto.pt Perspectiva das tecnologias de energia Manuel Matos - INESC Porto

Leia mais

Produção de Energia versus Produção de Alimentos

Produção de Energia versus Produção de Alimentos 1 o Seminário do Centro-Oeste de Energias Renováveis e suas Conseqüências Produção de Energia versus Produção de Alimentos Prof. Suani Coelho Centro Nacional de Referência em Biomassa Universidade de São

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO 2010 QUESTÃO 1 Com a finalidade de diminuir

Leia mais

Agenda Elétrica Sustentável 2020

Agenda Elétrica Sustentável 2020 Congresso Eficiência Energética Casa Alemã A Casa Ecoeficiente São Paulo, 14 de Abril de 2010 Agenda Elétrica Sustentável 2020 Estudo de Cenários para um Setor Elétrico Brasileiro Eficiente, Seguro e Competitivo

Leia mais

PLANO NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA PNMC

PLANO NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA PNMC PLANO NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA PNMC 14 de Maio de 2009 Politica Nacional sobre Mudança do Clima Plano Nacional Mudança do Clima Fundo de Mudança Climática (funded by a share of oil royalties)? Fundo

Leia mais

Mudanças Climáticas: O Papel da C&T. Carlos A Nobre Centro de Ciência do Sistema Terrestre

Mudanças Climáticas: O Papel da C&T. Carlos A Nobre Centro de Ciência do Sistema Terrestre Mudanças Climáticas: O Papel da C&T Carlos A Nobre Centro de Ciência do Sistema Terrestre Brasília, 08 de Setembro de 2009 Parte I A Ciência aponta para a necessidade e urgência de ações para mitigar as

Leia mais

Eficiência e Inovação no sector da energia. Jorge Cruz Morais

Eficiência e Inovação no sector da energia. Jorge Cruz Morais Eficiência e Inovação no sector da energia Jorge Cruz Morais Paradigma do século XX Energia abundante Energia barata factores da alteração Preço dos combustíveis fósseis Aumento da Procura Emissões de

Leia mais

APROVEITAMENTO DE BIOGÁS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DE DEJETOS DE BOVINOS LEITEIROS: UM ESTUDO DE CASO NA EAFMUZ

APROVEITAMENTO DE BIOGÁS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DE DEJETOS DE BOVINOS LEITEIROS: UM ESTUDO DE CASO NA EAFMUZ APROVEITAMENTO DE BIOGÁS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DE DEJETOS DE BOVINOS LEITEIROS: UM ESTUDO DE CASO NA EAFMUZ Santos, I.A.* 1, Morais, M.A. 2 1 Técnica de Nível Superior da Escola Agrotécnica

Leia mais

BALANÇO, ANÁLISE DE EMISSÃO E SEQÜESTRO DE CO 2 NA GERAÇÃO DE ELETRICIDADE EXCEDENTE NO SETOR SUCRO- ALCOOLEIRO

BALANÇO, ANÁLISE DE EMISSÃO E SEQÜESTRO DE CO 2 NA GERAÇÃO DE ELETRICIDADE EXCEDENTE NO SETOR SUCRO- ALCOOLEIRO BALANÇO, ANÁLISE DE EMISSÃO E SEQÜESTRO DE CO 2 NA GERAÇÃO DE ELETRICIDADE EXCEDENTE NO SETOR SUCRO- ALCOOLEIRO 1 FELIPE MORETON CHOHFI 2 FRANCISCO ANTONIO DUPAS 3 ELECTO EDUARDO SILVA LORA 1 Eng. MSc,

Leia mais

Produção de biocombustíveis A questão do balanço energético

Produção de biocombustíveis A questão do balanço energético Produção de biocombustíveis A questão do balanço energético Segundo Urquiaga 1 Bruno José Rodrigues Alves 2 Roberto Michael Boodey 3 Resumo Atualmente existe um crescente interesse por fontes alternativas

Leia mais

V Seminário Ética Sustentabilidade e Energia MUDANÇAS CLIMÁTICAS. Maio/2015 08/06/2016 1

V Seminário Ética Sustentabilidade e Energia MUDANÇAS CLIMÁTICAS. Maio/2015 08/06/2016 1 V Seminário Ética Sustentabilidade e Energia MUDANÇAS CLIMÁTICAS Maio/2015 1 Alícia Amancio"A COP 21 simbolizou um momento histórico para a humanidade, mas a sociedade civil será a responsável pela grande

Leia mais

SETOR SUCROALCOOLEIRO: ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

SETOR SUCROALCOOLEIRO: ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS SETOR SUGAR AND ALCOHOL SECTOR: ANALYSIS OF BRAZILIAN EXPORTS Henrique Kiyoshi Iriya Cláudio Moço de Oliveira 1 André Rogério Berto 2 RESUMO: O presente estudo tem como objetivo abordar o crescimento do

Leia mais

CleanDrive - An Educational Simulator for Safe and Environmental Driving

CleanDrive - An Educational Simulator for Safe and Environmental Driving CleanDrive - An Educational Simulator for Safe and Environmental Driving João A. Madeiras Pereira INESC-ID/IST Pavilhão Atlântico, Lisboa, 20 Maio 2009 Apresentação Criar um simulador de condução económica

Leia mais

SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS

SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS DOMINGOS SÁRVIO MAGALHÃES VALENTE 1 CRISTIANO MÁRCIO ALVES DE SOUZA 2 DANIEL MARÇAL DE QUEIROZ 3 RESUMO - Um programa computacional para simular

Leia mais

Brazil China Energy Dialogue

Brazil China Energy Dialogue LETS -THE INFRASTRUCTURE WEEK Brazil China Energy Dialogue Mauricio Aredes COPPE/UFRJ discuss the Chinese presence in the Brazilian energy sector and what are the prospects of this strategic partnership

Leia mais

International Networking Event Brazil. Florianópolis Santa Catarina - Brazil. Project is funded by the European Union

International Networking Event Brazil. Florianópolis Santa Catarina - Brazil. Project is funded by the European Union International Networking Event Brazil Florianópolis Santa Catarina - Brazil Applied research in RE and technology transfer to the private sector The Role of the Academia Prof. Youssef Ahmad Youssef Prof.

Leia mais

A VISÃO O ATUALIZADA DA QUESTÃO O ETANOL. Maurílio Biagi Filho

A VISÃO O ATUALIZADA DA QUESTÃO O ETANOL. Maurílio Biagi Filho A VISÃO O ATUALIZADA DA QUESTÃO O ETANOL Maurílio Biagi Filho Roteiro Evolução e perspectivas da indústria sucroalcooleira no Brasil. Brasil: potencial para aumento da produção e produtividade. Expansão

Leia mais

Bioenergia e Sustentabilidade: a perspectiva da indústria. FAPESP 18 de Novembro de 2013. Paulo Artaxo Instituto de Física Universidade de São Paulo

Bioenergia e Sustentabilidade: a perspectiva da indústria. FAPESP 18 de Novembro de 2013. Paulo Artaxo Instituto de Física Universidade de São Paulo Bioenergia e Sustentabilidade: a perspectiva da indústria. FAPESP 18 de Novembro de 2013 Paulo Artaxo Instituto de Física Universidade de São Paulo O que é segurança ambiental e climática? Quais os driving

Leia mais

Fontes Alternativas de Energia

Fontes Alternativas de Energia Fontes Alternativas de Energia Fontes de Energia Fontes Primárias Fontes Renováveis Fontes Não Renováveis Geotérmica Gravitacional Solar Nuclear Oceânica Eólica Hidráulica Fontes Secundárias Madeira Cana

Leia mais

Energias Renováveis e Eficiência Energética

Energias Renováveis e Eficiência Energética Energias Renováveis e Eficiência Energética Unidades de Negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Argentina Chile

Leia mais

Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd.

Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd. Seminário Internacional de Energia da AUGM Prof. Mario Eduardo Santos Martins, Phd. Universidade Federal de Santa Maria Grupo de Pesquisa em Motores, Combustíveis e Emissões Necessidade de energia Iluminação

Leia mais

O complexo agroindustrial da cana-de-açúcar no Brasil: uma discussão sobre aspectos atuais relacionados ao etanol biocombustível

O complexo agroindustrial da cana-de-açúcar no Brasil: uma discussão sobre aspectos atuais relacionados ao etanol biocombustível O complexo agroindustrial da cana-de-açúcar no Brasil: uma discussão sobre aspectos atuais relacionados ao etanol biocombustível Márcia França Ribeiro F. dos Santos * Suzana Borschiver ** Maria Antonieta

Leia mais

Economia de Energia com recursos de Conversores de Frequência VLT AQUADrive

Economia de Energia com recursos de Conversores de Frequência VLT AQUADrive Economia de Energia com recursos de Conversores de Frequência VLT AQUADrive II Simposio de Reúso de Águas da ABES/SANEPAR Quarta feira, 28 de abril de 2015 1 Corporate presentation, September 2014 Presença

Leia mais

GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA POR ONDAS SONORAS (UMA PROPOSTA DE SUSTENTABILIDADE)

GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA POR ONDAS SONORAS (UMA PROPOSTA DE SUSTENTABILIDADE) 154 Engenharia/Engeineerring 1 GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA POR ONDAS SONORAS (UMA PROPOSTA DE SUSTENTABILIDADE) FREITAS, R.¹; MACIEL JUNIOR, V.A.² Pós-Graduado em Geração de Energia, Faculdades Associadas

Leia mais