KOTRA-RJ promove o Fórum de Aliança Tecnológica Brasil Coréia do Sul com 20 empresas sul-coreanas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "KOTRA-RJ promove o Fórum de Aliança Tecnológica Brasil Coréia do Sul com 20 empresas sul-coreanas"

Transcrição

1 KOTRA-RJ promove o Fórum de Aliança Tecnológica Brasil Coréia do Sul com 20 empresas sul-coreanas Deputy Minister Sr. Kwon, Pyung-oh Nesta sexta-feira dia 25 de outubro, a KOTRA-RJ recebeu uma delegação de empresários sul-coreanos, liderados pelo Deputy-Minister da Coréia do Sul, para a realização do Fórum de Aliança Tecnológica Brasil Coréia do Sul no Hotel Pestana em Copacabana. O evento com rodada de negócios foi organizado pelo próprio Ministério de Comércio, Indústria e Energia da Coréia do Sul, Kotra - RJ e KCCI Câmara de Comércio e Indústria da Coréia e com apoio institucional da CNC Confederação Nacional de Comércio e do SEBRAE-RJ, foi um grande sucesso. Este Fórum Brasil - Korea foi o primeiro do Programa de Aliança tecnológica promovido pelo escritório da Kotra RJ, Divisão Comercial da Embaixada da República da Coréia e agência de investimento e promoção de negócios entre empresas coreanas e brasileiras. Seu objetivo é estimular a transferência tecnológica e pesquisa conjunta entre as empresas brasileiras e coreanas. O evento teve uma sessão de abertura com o Deputy-Minister do MOTIE e o Secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro, Sr. Julio Bueno, seguido dos Fóruns em 3 sessões com diversos palestrantes brasileiros e coreanos. Foco nas áreas de Energias Renováveis & Eletricidade, Meio Ambiente & Saneamento, Óleo&Gas, Construção Civil & Naval entre outros. As sessões do Fórum contaram com a presença da Posco E&C, Hynday Welding, Kepco, Steel Flower, Bn Bip, Daewoo, SLC Sudokwon, Keiti entre outras. A soma do faturamento anual destas empresas é estimado em U$ 500 Milhões.

2 Na sessão Renewable energy & Electricity o Sr. Ruberval Baldini / Presidente da ABEAMA discutiu As perspectivas para energia solar e eólica no Brasil hoje com a platéia coreana em total concentração e o Sr. Huyoung Lee / Diretor da KEPCO explicou sobre A situação atual do Smart-grid na Coréia do Sul. Enquanto as políticas governamentais coreanas de redução de consumo de energia foram abordadas pelo Sr. Jechan Lee / Presidente da Hanil T&C na apresentação Solar Generation & Energy Saving e pelo Sr. Woongate Chung / Diretor de pesquisa do KEEI na apresentação Policies and Industries of Renewable Energy in Korea A apresentação sobre A gestão do lixo & as políticas de crescimento verde na Coréia do Sul do Sr. Heedong Kwon na sessão Environmental equipment & Waste Management suscitou várias perguntas dos participantes brasileiros que mostraram grande interessante na forma de atuação da empresa pública SUDOKWON Landfill Management Corp. Nessa sessão o Sr. Gelson Serva / Coordenador do PSAM da Secretaria de Estado do Ambiente também apresentou Os Projetos de Saneamento no Rio / Lixo Zero + Recicla Rio e o Sr. Sangsik Lee / Gerente regional do KEITI América Latina sobre As atividades do KEITI e seu programa internacional de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para o meioambiente. Apresentação do Sr. Hee Dong Kwon Já na sessão Shipbuilding, Construction & Others o Sr. Junhoo Jeong / Gerente da KR (Korean Register of Shipping) fez um discurso sobre A cooperação para a consultoria de engenharia de navios e plataformas Offshore e o Sr. Sergio Leal / Secretário Executivo do SINAVAL mostrou o potencial no mercado brasileiro em seu discurso A situação atual da indústria brasileira de construção naval e suas perspectivas. Por fim a Sra. Esther Shin / Advogada sócia da Tauil & Chequer explicou às empresas coreanas A legislação brasileira e as obrigações das corporações que se instalam no Brasil.

3 Moderador coreano Sr. Mauricio, representantes da Eletrobras Sr. Alex e Sr. Claudio, CEO da Hanil T&C Sr. David Lee, Diretor Geral da Kotra Sr. Jong-kyung Kim e Mestre Kim RODADA DE NEGÓCIOS 15 empresas sul-coreanas As rodadas de negócios aconteceram na parte da tarde onde 15 empresas coreanas receberam várias empresários brasileiros para a discussão de possível parcerias tecnológicas. Veja a lista completa abaixo e o perfil de cada uma. Representantes da KR Shipping recebendo empresa brasileira durante a rodada de negócios O Brasil é o país no qual as empresas coreanas mais têm buscado novos mercados, com grande interesse em expandir suas relações comerciais, através de parcerias estratégicas em termos tecnológicos e produtivos. Estes encontros são oportunos para o fortalecimento da cooperação nos negócios, reforçando a compreensão e a confiança entre as empresas brasileiras e coreanas.

4 Para mais informações sobre as empresas coreanas, veja seus catálogos e contatos em nosso website e entre em contato diretamente com elas. Renewable energy & Electricity Sector KEPCO Hanil TNC Unison Co., Ltd Geração, transmissão e distribuição de energia. Foco em smart-grid e energias renováveis. Energia solar e iluminação LED Turbinas eólicas 4 Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Turbinas eólicas Environmental equipment & Waste Management Sector 5 SLC Sudokwon Landfill Site management Corp Instalação, Gerenciamento e monitoramento de aterros sanitários e tratamento de esgoto. 6 7 Keiti Korea Environmental Industry & Technology Institute Korea Brasil Economic Association Gerenciamento de tecnologias verdes e gestão ambiental Representantes das empresas de tratamento de resíduos sólidos Shipbuilding, Construction & Others 8 Bn Bip (BN Group) 9 Flowbus 10 Steel Flower Painéis de parede e teto, pavimentos flutuantes e toda parte de banheiro para acomodação marítima Atuadores de válvulas industriais, válvulas de controle e sistemas de segurança. Tubos para Transporte (condução e distribuição de petróleo e gás natural); Usinas e estação Indústria Petroquímica; Estruturas (no mar ou superfície)

5 11 KG Inc. Gruas, Cabos de Guincho Elétrico, Engrenagem de Motores 12 KR (Korean Register of Shipping) Classificação de Navios - estabelecem requisitos mínimos quanto à qualidade do navio, no que se refere à segurança das pessoas, da embarcação, da carga e do meio ambiente. 13 Paul Trading Corp (GS Caltex) Lubrificantes para Carro, transformadores, máquinas pesadas e moto 14 Hyundai Welding Materiais de soldagem 15 POSCO E&C Engenharia e Construção

As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais.

As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais. As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais. Em uma era cada vez mais digital, é o único canal onde o comprador, o vendedor e o produto se encontram fisicamente.

Leia mais

Voltar a explorar o mar

Voltar a explorar o mar Voltar a explorar o mar Voltar a explorar o mar Com uma visão de longo prazo, a EDP está constantemente a analisar as tecnologias de aproveitamento das energias renováveis, com vista à futura comercialização

Leia mais

TRADIÇÃO E REPRESENTATIVIDADE A SERVIÇO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE AUTOPEÇAS

TRADIÇÃO E REPRESENTATIVIDADE A SERVIÇO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE AUTOPEÇAS TRADIÇÃO E REPRESENTATIVIDADE A SERVIÇO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE AUTOPEÇAS FOCO EM INICIATIVAS E OPORTUNIDADES PARA ASSOCIADOS DE PEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTES Mais do que representar legitimamente

Leia mais

I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável

I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável Balanço e perspectivas no Brasil Beneficios para as construtoras e consumidores finais São Paulo, 19 de agosto de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer

Leia mais

I FLAE Fórum Latino Americano de Engenharia Perspectiva para integração, educação e desenvolvimento

I FLAE Fórum Latino Americano de Engenharia Perspectiva para integração, educação e desenvolvimento I FLAE Fórum Latino Americano de Engenharia Perspectiva para integração, educação e desenvolvimento Engenheiro civil Geraldo Canci Gerente da Regional de Cascavel/CREA-PR 13/11/2013 Índice O CREA-PR/CONFEA

Leia mais

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Painel: A CADEIA PRODUTIVA - desenvolvimento da indústria do petróleo e gás no Brasil e o desenvolvimento da indústria de equipamentos e ferramentas

Leia mais

Palestrante: Ruberval Baldini. Rio de Janeiro - 2015

Palestrante: Ruberval Baldini. Rio de Janeiro - 2015 Palestrante: Ruberval Baldini A ABEAMA iniciou suas atividades no Brasil em 1992 durante a Rio 92 com a Missão de Difundir, Apoiar, Incentivar e Implementar o uso de Energia Renovável das fontes com 98

Leia mais

Investindo em inovação nacional, Atlas Copco comemora 60 anos de comprometimento com o desenvolvimento do País

Investindo em inovação nacional, Atlas Copco comemora 60 anos de comprometimento com o desenvolvimento do País Investindo em inovação nacional, Atlas Copco comemora 60 anos de comprometimento com o desenvolvimento do País ESPECIAL ano VII - n 77 Área externa da fábrica da Atlas Copco Construction Technique em Sorocaba

Leia mais

Soluções de Eficiência Energética

Soluções de Eficiência Energética Soluções de Eficiência Energética Leandro de Oliveira Diretor Soluções de Eficiência Energética Cliente Oliver Efficiency Technology Economia de Energia 1 Empresa A Oliver Efficiency Technology busca sempre

Leia mais

Demuth Energy: nova fabricante de turbinas e hidromecânicos. Páginas 2 a 7

Demuth Energy: nova fabricante de turbinas e hidromecânicos. Páginas 2 a 7 Parque fabril Demuth em Portão/RS: área de 17 mil m², corpo técnico qualificado e, agora, atuação em um novo segmento Demuth Energy: nova fabricante de turbinas e hidromecânicos Há 28 anos desenvolvendo

Leia mais

Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral

Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral Imprensa São Paulo, 16 de junho de 2015 Digitalização pode impulsionar competitividade brasileira, segundo estudo feito pela Siemens e pela Fundação Dom Cabral O estudo foi baseado em uma pesquisa realizada

Leia mais

Pré-Sal: Desafios e Oportunidades Tecnológicas

Pré-Sal: Desafios e Oportunidades Tecnológicas Pré-Sal: Desafios e Oportunidades Tecnológicas Aloisio Nóbrega Superintendente ONIP CCT do Senado Federal Outubro de 2008 Introdução Província Pré-Sal Fonte: Petrobras Situação da Perfuração dos Poços

Leia mais

Elevador. Cremalheira

Elevador. Cremalheira Elevador Cremalheira Shandong Yongli Industry Science & Technology Development Co., Ltd Shandong Yongli Industry Hois ng Machinery Co., Ltd Área de Montagem Vista da Oficina A INDÚSTIA Shandong Yongli

Leia mais

Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural

Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural Programa Paulista de Petróleo e Gás Natural Antonio Henrique Gross Subsecretaria de Petróleo e Gás - Secretaria de Energia 8ª Reunião 06 de Dezembro de 2011

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR - CASA ALEMÃ: A CASA ECOEFICIENTE

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR - CASA ALEMÃ: A CASA ECOEFICIENTE PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR - CASA ALEMÃ: A CASA ECOEFICIENTE * Programação sujeita a disponibilidade dos palestrantes SEMINÁRIO: ENERGIA SOLAR 13 de abril de 2010 09h00-09h15 09h15-09h45 09h45-10h15 10h15-10h45

Leia mais

Realização. Outubro 4, 2012

Realização. Outubro 4, 2012 Realização Outubro 4, 2012 Outubro 4, 2012 O evento. A terceira edição do Brazil Infrastructure Investments Forum será realizada no dia 4 de Outubro de 2012, no Harvard Club em Nova York (Estados Unidos).

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

Boletim Informativo do CEPA Edição de Setembro de 2011 Número 38 Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau

Boletim Informativo do CEPA Edição de Setembro de 2011 Número 38 Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau Boletim Informativo do CEPA Edição de Setembro de 2011 Número 38 Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau Índice: 1. Seminário sobre a Promoção da Cidade-Modelo (Zona) no âmbito do CEPA,

Leia mais

Energy Waste Brazil 2013

Energy Waste Brazil 2013 2º edição Energy Waste Brazil 2013 Competitividade e Viabilidade Técnica e Econômica dos Projetos BIOGÁS BIOMASSA RSU TRATAMENTO TÉRMICO 05 de novembro de 2013 - Blue Tree Faria Lima - São Paulo Carlos

Leia mais

Seminário debate eficiência energética e apresenta projetos para economia e uso racional na indústria

Seminário debate eficiência energética e apresenta projetos para economia e uso racional na indústria FIEG ANÁPOLIS Seminário debate eficiência energética e apresenta projetos para economia e uso racional na indústria presidente da Fieg Regional O Anápolis, Wilson de Oliveira participou, na última sexta-feira,07,

Leia mais

5º Congresso Fluminense de Municípios & I Encontro Regional Edição Sudeste

5º Congresso Fluminense de Municípios & I Encontro Regional Edição Sudeste MACUCO SÃO SEBASTIÃO DO ALTO FRIBURGO CACHOEIRAS DE MACACU SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS BARRA MANSA RIO CLARO BARRA DO PIRAÍ VALENÇA 5º Congresso Fluminense de

Leia mais

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Junho 2009 www.abinee.org.br Entidade representativa do complexo eletroeletrônico do Brasil Missão Assegurar o desenvolvimento competitivo no complexo

Leia mais

NOVABOARD. Portfolio de Palestras e Treinamentos - 2013. Estratégia Gestão Carreira RH Liderança Pessoas

NOVABOARD. Portfolio de Palestras e Treinamentos - 2013. Estratégia Gestão Carreira RH Liderança Pessoas Portfolio de Palestras e Treinamentos - 2013 Estratégia Gestão Carreira RH Liderança Pessoas Descritivo Palestras e mini CV atualizado 06Abr2013 Pg 1 Arthur Lavieri Liderança e Carreira por quem vive as

Leia mais

16 Eficiência Energética

16 Eficiência Energética 16 Eficiência 412 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Contextualização A eficiência energética pode ser definida como o desempenho de conversão de um sistema energético. Em outras palavras, representa o quanto de energia

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs NOME: Ivan

Leia mais

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore

O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore. Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore O potencial do Rio Grande do Sul na indústria de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore Porto Alegre, 27 de julho de 2011 Panorama Brasileiro Novo

Leia mais

A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de Recursos Hídricos do Rio das Pérolas 17 de Maio 2011

A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de Recursos Hídricos do Rio das Pérolas 17 de Maio 2011 O que quer que possuamos, duplica o seu valor quando temos a oportunidade de o partilhar com outros. JEAN-NICOLAS BOUILLY (1763-1842) A PARCERIA PORTUGUESA PARA A ÁGUA Visita da Delegação da Comissão de

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa Introdução Empresa Palbit Empresa Fundada em 1916, na exploração mineira, tornou-se produtor de ferramentas de metal duro em 1952. A nossa experiência permite-nos ser um fornecedor

Leia mais

Estudo de Viabilidade Econômica na Implantação de Incineradores de RSU com Aproveitamento Energético em Consórcio de Municípios

Estudo de Viabilidade Econômica na Implantação de Incineradores de RSU com Aproveitamento Energético em Consórcio de Municípios Estudo de Viabilidade Econômica na Implantação de Incineradores de RSU com Aproveitamento Energético em Consórcio de Municípios Adailton Pereira de Brito Prof. Dr.Alcides Padilha Prof.Dr.Celso Luiz da

Leia mais

A Tecnologia CLC de produção de Chapas Grossas aplicada à indústria de Petróleo e Gás

A Tecnologia CLC de produção de Chapas Grossas aplicada à indústria de Petróleo e Gás A Tecnologia CLC de produção de Chapas Grossas aplicada à indústria de Petróleo e Gás Leonardo de Oliveira Turani MSc, Especialista de Marketing Apresentação ao II Seminário de Óleo, Gás e Energia Renováveis

Leia mais

O Governo da República Federativa do Brasil. O Governo dos Estados Unidos da América (doravante denominados as "Partes"),

O Governo da República Federativa do Brasil. O Governo dos Estados Unidos da América (doravante denominados as Partes), AJUSTE COMPLEMENTAR ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PARA A COOPERAÇÃO NA ÁREA DE TECNOLOGIA ENERGÉTICA O Governo da República Federativa do Brasil e O Governo dos

Leia mais

MANUAL DO EXPOSITOR I SIMPÓSIO DE HEPATOLOGIA DO NORDESTE

MANUAL DO EXPOSITOR I SIMPÓSIO DE HEPATOLOGIA DO NORDESTE 1 INFORMAÇÕES GERAIS MANUAL DO EXPOSITOR I SIMPÓSIO DE HEPATOLOGIA DO NORDESTE LOCAL DO EVENTO Período realização do Evento: 25 a 27 de Setembro de 2014 Local de realização: Hotel Tropical Tambaú Fone

Leia mais

BAZICO TECNOLOGIA Soluções Inteligentes para um Mundo Sustentável. Business A to Z S m a r t S o l u t i o n s

BAZICO TECNOLOGIA Soluções Inteligentes para um Mundo Sustentável. Business A to Z S m a r t S o l u t i o n s Business A to Z S m a r t S o l u t i o n s SOLUÇÃO COMPLETA EPC USINAS ECOLOGICAMENTE CORRETAS CONCEITO EFLUENTE ZERO QUEM SOMOS NÓS? Um grupo de empresas Brasileiras e Indianas com a finalidade de colocar

Leia mais

GS Inima Brasil Água, o Princípio de todas as coisas

GS Inima Brasil Água, o Princípio de todas as coisas GS Inima Brasil Água, o Princípio de todas as coisas GS Inima Brasil Água, o Princípio de todas as coisas A Empresa Holding GS Inima Brasil está localizada na cidade São Paulo possuindo cinco empresas

Leia mais

Centro de Pesquisa da GE no Brasil

Centro de Pesquisa da GE no Brasil Centro de Pesquisa da GE no Brasil Industrial Internet Marcelo Blois Ribeiro, PhD Líder de Integração de Sistemas 09/05/2013 A GE é uma companhia de tecnologia, serviços e finanças, que busca solucionar

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Projetos da Comgas no Setor de Climatização e Cadeia do Gás Natural

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO. Projetos da Comgas no Setor de Climatização e Cadeia do Gás Natural COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Projetos da Comgas no Setor de Climatização e Cadeia do Gás Natural Alexandre Breda Gerente de Cogeração & Climatização 26 de Maio de 2010. Matriz Energética Brasileira 2

Leia mais

A Solcial faz com que os benefícios da energia solar cheguem até aqueles que mais precisam.

A Solcial faz com que os benefícios da energia solar cheguem até aqueles que mais precisam. A Solcial faz com que os benefícios da energia solar cheguem até aqueles que mais precisam. Solcial é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, focada no desenvolvimento da energia elétrica

Leia mais

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2)

PROMINP Programa de Mobilizaçã. Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) PROMINP Programa de Mobilizaçã ção o da Indústria Nacional de Petróleo e Gás G s Natural Pernambuco 28 de Novembro de 2005 (parte 2) Resultados do Programa ABAST E&P GE&TD IND P&G TM Metodologia de Criação

Leia mais

Indústria de construção naval brasileira. Cenário Mundial

Indústria de construção naval brasileira. Cenário Mundial Indústria de construção naval brasileira Apresentação ao BNDES Cenário Mundial Paulo de Tarso Rolim de Freitas Julho de 2003 1 Situação da frota mundial Frota mundial: 825 milhões de TPB. Novas construções

Leia mais

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 126 feam engebio 127 feam engebio 128 feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 130 feam engebio 131 feam engebio 132 feam engebio 133 REFERÊNCIAS ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

e Saúde no IERB. 6) Revista TUBO & Cia. contará com um artigo de capa da INSPEBRAS. 7) Obras com atuação direta da INSPEBRAS.

e Saúde no IERB. 6) Revista TUBO & Cia. contará com um artigo de capa da INSPEBRAS. 7) Obras com atuação direta da INSPEBRAS. Ano I, número 2 (Mar./2014) Nesta edição: Introdução 1) INSPEBRAS fortalece estrutura operacional. 2) Início da temporada 2014 dos cursos de soldagem ER e TIG. 3) Sede recebe visita de representantes da

Leia mais

Energy Storage Seminário ABAQUE. 05 de novembro de 2015

Energy Storage Seminário ABAQUE. 05 de novembro de 2015 Energy Storage Seminário ABAQUE 05 de novembro de 2015 Tópicos I II III IV V Evolução da Matriz Elétrica Brasileira Transmissão no Brasil Energy Storage (no Mundo e na AES) Experiências Regulatórias e

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade

Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Técnicas e Ferramentas de Mercado Objetivo Este curso tem como objetivo consolidar conhecimentos sobre as principais técnicas e ferramentas de Gerenciamento da Qualidade utilizadas

Leia mais

Comunicação Estatal. Todas ações de comunicação produzidas e/ou gerenciadas por órgãos estatais, de todos os poderes e esferas

Comunicação Estatal. Todas ações de comunicação produzidas e/ou gerenciadas por órgãos estatais, de todos os poderes e esferas Comunicação Estatal Todas ações de comunicação produzidas e/ou gerenciadas por órgãos estatais, de todos os poderes e esferas A comunicação dos órgãos da administração pública, sob as mais diferentes formas

Leia mais

PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS

PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS OFICINA TEMÁTICA PLANEJAMENTO & CONTROLE DE OBRAS PRAZOS, CUSTOS, QUALIDADE & MEIO AMBIENTE ROBERTO DE SOUZA CONSULTORIA E GERENCIAMENTO NA CADEIA PRODUTIVA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EMPREENDIMENTOS PROJETOS

Leia mais

Seminário discute o desenvolvimento de sonares com tecnologia nacional

Seminário discute o desenvolvimento de sonares com tecnologia nacional Seminário discute o desenvolvimento de sonares com tecnologia nacional Inaugurado em julho deste ano, o Laboratório de Tecnologia Sonar (LabSonar) do Instituto de Pós- Graduação e Pesquisa de Engenharia

Leia mais

Energy Generated Technology. Perfil da Empresae 5 Conjuntos de MOTOR A GÁS PJT de 350 KW 2015. 05. 19

Energy Generated Technology. Perfil da Empresae 5 Conjuntos de MOTOR A GÁS PJT de 350 KW 2015. 05. 19 Energy Generated Technology Perfil da Empresae 5 Conjuntos de MOTOR A GÁS PJT de 350 KW 2015. 05. 19 1 Índice 1. Apresentação da Empresa 1) Resumo em Números 2) Linha do Tempo 3) Organização 4) Sede e

Leia mais

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros

Empresa #1. O que a empresa busca no Brasil. Parceiros Empresa #1 A empresa oferece a gama completa de serviços de engenharia, do design ao fornecimento de peças de protótipos. Entre os serviços prestados, estão o desenvolvimento e a construção, simulação,

Leia mais

Projeto da Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia do PR CPPGeE

Projeto da Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia do PR CPPGeE Projeto da Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia do PR CPPGeE 04/11/2008 PREVISTOS NO BRASIL 2008-2012 PETROBRAS DEMAIS OPERADORAS Fonte: PETROBRAS e IBP PRIMEIRO PASSO Entender como funciona a cadeia

Leia mais

Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas

Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento de Grandes Hidrelétricas CIER Comisión de Integración Energética Regional www.cier.org.uy Global Sustainable Electricity Partnership www.globalelectricity.org Diálogo Latino-Americano para as Melhores Práticas no Desenvolvimento

Leia mais

AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO

AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO SEMINÁRIO IAAC AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO ERNANI TURAZZI Gerente do Cadastro de Fornecedores e FABIANO GONÇALVES MARTINS Gerente de Avaliação Técnica de

Leia mais

ABES/RS em defesa da água

ABES/RS em defesa da água 1º de OVEMBRO de 2006 ABES/RS em defesa da água EVETOS Fitabes 2007: espaço à disposição Mais de 20 empresas já reservaram espaço na Expominas para a Fitabes 2007, a feira... Pág. 4 AIDIS em Punta del

Leia mais

3. TURISMO EM AMBIENTES AQUÁTICOS. 3.3 Mercado de turismo náutico no Brasil;

3. TURISMO EM AMBIENTES AQUÁTICOS. 3.3 Mercado de turismo náutico no Brasil; 3. TURISMO EM AMBIENTES AQUÁTICOS 3.3 Mercado de turismo náutico no Brasil; Breve panorama do mercado de turismo náutico (ou das atividades de lazer náutico?) no Brasil O mercado náutico de lazer envolve

Leia mais

Conselho de Defesa e Segurança da FIRJAN Comitê Naval de Defesa. Por que desenvolver um Arranjo Produtivo Local Naval de Defesa no Rio de Janeiro?

Conselho de Defesa e Segurança da FIRJAN Comitê Naval de Defesa. Por que desenvolver um Arranjo Produtivo Local Naval de Defesa no Rio de Janeiro? Conselho de Defesa e Segurança da FIRJAN Comitê Naval de Defesa Por que desenvolver um Arranjo Produtivo Local Naval de Defesa no Rio de Janeiro? Nos últimos anos, o planejamento governamental, tendo como

Leia mais

SITE DW Made For Minds, 24 de Julho de 2015

SITE DW Made For Minds, 24 de Julho de 2015 SITE DW Made For Minds, 24 de Julho de 2015 BRASIL Data 24.07.2015 Autoria Marcio Pessôa Link permanente http://dw.com/p/1g4a8 Metas de redução de resíduos estão atrasadas no Brasil Movimentos sociais

Leia mais

À FEIRA INDUSTRIAL DE HANNOVER

À FEIRA INDUSTRIAL DE HANNOVER MISSÃO PROSPECTIVA À FEIRA INDUSTRIAL DE HANNOVER 23 a 30 de abril de 2016 Hannover Alemanha REALIZAÇÃO Confederação Nacional da Indústria - CNI Rede Brasileira dos Centros Internacionais de Negócios ARTICULAÇÃO

Leia mais

diretamente na fatura energética, o que equivale a mais de 23GWh de energia.

diretamente na fatura energética, o que equivale a mais de 23GWh de energia. Save: to Compete 1 Save: to Compete Num contexto económico exigente, com elevada concorrência, pressão de custos e reduzido acesso a financiamento, as empresas necessitam de se tornar mais eficientes e

Leia mais

Fazer mais utilizando cada vez menos do nosso planeta. Schneider Electric Buildings/Eco Business fev/14

Fazer mais utilizando cada vez menos do nosso planeta. Schneider Electric Buildings/Eco Business fev/14 Fazer mais utilizando cada vez menos do nosso planeta 1 Schneider Brasil 2 Schneider Electric Brasil em números Líder global na gestão de energia 66 anos de presença local Mais de 5000 colaboradores 13

Leia mais

SEMINARIO gosto 200Aproveitamento Energético de biogás de aterros. Uma solução para dois problemas? MEIO AMBIENTE E ENERGIA ALTERNATIVA

SEMINARIO gosto 200Aproveitamento Energético de biogás de aterros. Uma solução para dois problemas? MEIO AMBIENTE E ENERGIA ALTERNATIVA SEMINARIO gosto 200Aproveitamento Energético de biogás de aterros Uma solução para dois problemas? MEIO AMBIENTE E ENERGIA ALTERNATIVA manoel antonio avelino 26/04/2011 QUESTÕES COLOCADAS Sustentabilidade

Leia mais

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental.

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 2. Caracterização da situação anterior: O município de Glória de Dourados possui 9.927 habitantes (IBGE-2011),

Leia mais

Utilidades. Com. Garantia Resultados

Utilidades. Com. Garantia Resultados Operação E Manutenção Das Utilidades Com Garantia De Resultados Dalkia: Líder L Europeu de Serviços Energéticos 2 Os Acionistas N 1 no mundo em serviços ambientais energia água resíduos transporte 28,6

Leia mais

Mercados informação sectorial

Mercados informação sectorial Mercados informação sectorial Alemanha Energias Renováveis Dezembro 2010 Índice 1. Energias renováveis 3 2. Energia eólica 4 3. Biomassa 4 4. Energia solar 5 5. Mobilidade eléctrica 6 6. Biogás 7 7. Dicionário

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

Leia mais

Aquisição da Refinaria de Pasadena: Anatomia do Negócio

Aquisição da Refinaria de Pasadena: Anatomia do Negócio Aquisição da Refinaria de Pasadena: Anatomia do Negócio NESTOR CUÑAT CERVERÓ AUDIÊNCIA PÚBLICA À COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 16-04-2014 Porque comprar uma refinaria no exterior?

Leia mais

Relato Almoço com Embaixador Valdemar Carneiro Leão

Relato Almoço com Embaixador Valdemar Carneiro Leão Relato Almoço com Embaixador Valdemar Carneiro Leão SP, 09 de abril de 2013 Agradecemos o apoio da PwC pela parceria na realização deste evento. O Conselho Empresarial Brasil China (CEBC) realizou, no

Leia mais

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G

Agentes Governamentais. Indústria Nacional. Operadoras de P&G Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Promover a maximização dos benefícios decorrentes da expansão da indústria petrolífera para toda a sociedade brasileira Estimular novos

Leia mais

Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná

Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná Gabriel Assef Fernandes SENAI Centro Internacional de Inovação Federação das Indústrias do Paraná EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA Custo da energia elétrica no Brasil é um dos mais caros do mundo. Crescimento

Leia mais

Green Ports (portos verdes): Conceitos e Certificação para Projetos e Operação no Brasil

Green Ports (portos verdes): Conceitos e Certificação para Projetos e Operação no Brasil Ciclo de palestras Certificação Ambiental Green Ports (portos verdes): Conceitos e Certificação para Projetos e Operação no Brasil Dr. Newton Narciso Pereira Centro de Inovação em Logística e Infraestrutura

Leia mais

Motivação para Eficiência Energética

Motivação para Eficiência Energética Eficiência Energética em Edifícios O potencial de redução de consumo de energia em edifícios antigos e as perspectivas dos novos projetos Palestrante: Engº Profº Luiz Amilton Pepplow UTFPR-CT Motivação

Leia mais

Óleo & Gás. Por que Santos Offshore Industrial? Foco no Desenvolvimento do Pré-Sal e indústrias relacionadas. Petroquímico. Químico. Portuário.

Óleo & Gás. Por que Santos Offshore Industrial? Foco no Desenvolvimento do Pré-Sal e indústrias relacionadas. Petroquímico. Químico. Portuário. O Evento Por que Santos Offshore Industrial? Petroquímico Químico Óleo & Gás Portuário Foco no Desenvolvimento do Pré-Sal e indústrias relacionadas Naval Siderúrgico Meio- Ambiente Proposta Santos Offshore

Leia mais

LIXO ELETRÔNICO: UMA QUESTÃO AMBIENTAL

LIXO ELETRÔNICO: UMA QUESTÃO AMBIENTAL LIXO ELETRÔNICO: UMA QUESTÃO AMBIENTAL Luiz Felipe Borges Martins (*), Lis Ângela De Bortoli, Patrícia Nascimento da Silva, Érica Luiza de Oliveira, Tays Zanolla * Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

Subsecretaria de Economia Verde. Subsecretaria de Economia

Subsecretaria de Economia Verde. Subsecretaria de Economia Subsecretaria de Economia Verde Atual Conjuntura O Estado do Rio de Janeiro apresenta forte crescimento econômico, porém agora é o momento de posicioná-lo como uma liderança dentro uma inoxorável tendência:

Leia mais

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações

Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Desafios na avaliação da eficiência energética em edificações Encontro de Lideranças 2011 Sistema CONFEA/CREA s Departamento de Desenvolvimento Energético

Leia mais

Construção no Reino Unido. Situação Actual e Perspectivas de Futuro

Construção no Reino Unido. Situação Actual e Perspectivas de Futuro Construção no Reino Unido Situação Actual e Perspectivas de Futuro Construção no Reino Unido 100 mil milhões /ano 8% PIB 3 milhões de trabalhadores Sector público: representa 1/3 do mercado Situação Actual

Leia mais

PROJETO EXPORTAR BRASIL

PROJETO EXPORTAR BRASIL CNPJ: 10692.348/0001-40 PROJETO EXPORTAR BRASIL Apresentação da GS Educacional A GS Educacional faz parte de um grupo que trabalha há vários anos com cursos e serviços na área de comércio exterior e vem

Leia mais

V Mid & Small Cap Conference

V Mid & Small Cap Conference V Mid & Small Cap Conference A Tenaris 2 Tenaris em Números Capacidade Anual Tubos de aço sem costura: 3,320 milhões de tons Tubos de aço soldados: 2,420 milhões de tons Colaboradores 25.422 (dezembro

Leia mais

que precisam de soluções para problemas de choque, vibração e ruído.

que precisam de soluções para problemas de choque, vibração e ruído. Perfil da Empresa O que fazemos? A Vibratec Akustikprodukter é um dos fornecedores líderes de soluções de ruído e vibração da Escandinávia. A ambição da Vibratec é tornar-se a escolha preferida dos clientes

Leia mais

Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos

Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos 1 Energia Sustentável para Todos: grande oportunidade e caminhos a serem seguidos António Farinha, Managing Partner São Paulo, 11 de junho de 2012 2 As medidas do Sustainable Energy for All endereçam as

Leia mais

COMPLEXO AMBIENTAL DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA

COMPLEXO AMBIENTAL DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA COMPLEXO AMBIENTAL FIAT DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA VALORES EQUIPE DA GESTÃO AMBIENTAL ALTA ADMINISTRAÇÃO ENGENHARIA AMBIENTAL e ENERGIA U. OP. PRENSAS U. OP. FUNILARIA

Leia mais

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com O que nos move Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15 www.voestalpine.com Contribuímos para a segurança e a mobilidade no mundo Como grupo produtor de tecnologia e bens industriais baseados

Leia mais

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente 1 Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente O Corinthia Hotel Lisbon está implementado num edifício com mais de 30 anos em que a

Leia mais

Curso Prático de Introdução às Células a combustível de Hidrogênio, Energia Solar Fotovoltaica e Energia Eólica

Curso Prático de Introdução às Células a combustível de Hidrogênio, Energia Solar Fotovoltaica e Energia Eólica Curso Prático de Introdução às Células a combustível de Hidrogênio, Energia Solar Fotovoltaica e Energia Eólica Dias 29, 30/04 e 1/05 de 2011, em Curitiba-PR. O objetivo do curso é oferecer contato direto

Leia mais

PLANTAS PARA FABRICAÇÃO DE TUBOS HELICOIDAIS. Soluções sob medida com benefícios mensuráveis para o cliente

PLANTAS PARA FABRICAÇÃO DE TUBOS HELICOIDAIS. Soluções sob medida com benefícios mensuráveis para o cliente PLANTAS PARA FABRICAÇÃO DE TUBOS HELICOIDAIS Soluções sob medida com benefícios mensuráveis para o cliente SMS GROUP Líder na fabricação de equipamentos e máquinas Sob o amparo da SMS Holding GmbH, o SMS

Leia mais

para gruas e aplicações de elevação

para gruas e aplicações de elevação SOLUÇÕES SEM FIOS INOVADORAS para gruas e aplicações de elevação WWW.LOADSYSTEMS.COM O QUE ACREDITAMOS SEGURANÇA PRODUTIVIDADE FLEXIBILIDADE QUALIDADE EFICÁCIA Nos sectores das gruas e da elevação, a SEGURANÇA

Leia mais

Inovação Tecnológica na WEG

Inovação Tecnológica na WEG Seminário Inovação e Desenvolvimento Econômico Como superar a dependência tecnológica brasileira? Inovação Tecnológica na WEG Siegfried Kreutzfeld Diretor Superintendente WEG Equipamentos Elétricos S.A.

Leia mais

Solicitação de Resumos

Solicitação de Resumos 24 a 26 de setembro de 2013 Transamerica Expo Center São Paulo, Brasil Solicitação de Resumos PRAZO DO RESUMO: 28 de Janeiro de 2013 w w w. hy drov i si onb rasil.com Propriedade e produção de: Apresentado

Leia mais

PIB Nominal Países Selecionados

PIB Nominal Países Selecionados PIB Nominal Países Selecionados PIB NOMINAL - 2007 - US$ Bilhões 1.400 1.200 1.000 800 1.314 893 Se o Rio de Janeiro fosse um país independente, ele teria o 5º maior PIB da América Latina, equivalente

Leia mais

Figura 1- Fabricação de carrocerias de automóveis. Os aços microligados ao nióbio apresentam ótimas propriedades mecânicas e soldabilidade.

Figura 1- Fabricação de carrocerias de automóveis. Os aços microligados ao nióbio apresentam ótimas propriedades mecânicas e soldabilidade. HISTÓRIA DO NIÓBIO O nióbio foi descoberto na Inglaterra em 1801 por Charles Hatchett, que na época o denominou de colúmbio. Posteriormente, o químico alemão Heinrich Rose, pensando haver encontrado um

Leia mais

Tecnologias, Oportunidades e Estudos para o Incremento da Cogeração de Energia no Setor Sucroalcooleiro

Tecnologias, Oportunidades e Estudos para o Incremento da Cogeração de Energia no Setor Sucroalcooleiro Tecnologias, Seminário Internacional Oportunidades de Energias e Estudos Renováveis veis, para Limpas o Incremento e Cogerada e Cogeração ITM Expo Feiras e Convenções São Paulo (SP) 27 a 29/11/2007 Palestra

Leia mais

Apresentação Workshop São Paulo, 20/10/09 A.Laufer laufer@parque.ufrj.br

Apresentação Workshop São Paulo, 20/10/09 A.Laufer laufer@parque.ufrj.br Apresentação Workshop São Paulo, 20/10/09 A.Laufer laufer@parque.ufrj.br O que é um Parque Tecnológico (PT)? Histórico de PT. Exemplo de PT no Rio. PT da UFRJ Competências &Vocações da UFRJ e Parceiros

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS 2 0 1 5

CATÁLOGO DE PRODUTOS 2 0 1 5 CATÁLOGO DE PRODUTOS. 2 0 5 GERANDO SOLUÇÕES PARA O CONFORTO DOS BRASILEIROS A Ventisol está há 8 anos no mercado desenvolvendo, produzindo e distribuindo produtos para o mercado brasileiro. É uma empresa

Leia mais

EMPRESAS COREANAS NO BRASIL: DIFICULDADES E IMPACTOS DA CRISE ASIÁTICA. Gilmar Masiero * Resumo

EMPRESAS COREANAS NO BRASIL: DIFICULDADES E IMPACTOS DA CRISE ASIÁTICA. Gilmar Masiero * Resumo EMPRESAS COREANAS NO BRASIL: DIFICULDADES E IMPACTOS DA CRISE ASIÁTICA Gilmar Masiero * Resumo Com a maior abertura comercial e financeira dos anos 90, tanto na Coréia do Sul quanto no Brasil, o relacionamento

Leia mais

SUSTENTABILIDADE COM REDUÇÃO DA EMISSÃO DE CO 2 E AUTOSUFICIÊNCIA DA ENERGIA CONSUMIDA PELA PLANTA FABRIL DE SUMARÉ/SP

SUSTENTABILIDADE COM REDUÇÃO DA EMISSÃO DE CO 2 E AUTOSUFICIÊNCIA DA ENERGIA CONSUMIDA PELA PLANTA FABRIL DE SUMARÉ/SP SUSTENTABILIDADE COM REDUÇÃO DA EMISSÃO DE CO 2 E AUTOSUFICIÊNCIA DA ENERGIA CONSUMIDA PELA PLANTA FABRIL DE SUMARÉ/SP Celso Shinohara 1, Arthur Signorini 1, Regis Itikawa 1, Edivaldo Simão 1, Carmen Lucia

Leia mais

Automation Engineering and Technical Support

Automation Engineering and Technical Support Automation Engineering and Technical Support SKM é uma empresa de engenharia, fabricação e serviço, 100% brasileira e, desde 1992, esta focada em fornecer soluções abrangentes e serviços para a Marinha

Leia mais

Proposta Técnica Para Fornecimento de 10mW de Energia Eólica e 10mW de Geração Elétrica Térmica em Sao Domingos, Santiago.

Proposta Técnica Para Fornecimento de 10mW de Energia Eólica e 10mW de Geração Elétrica Térmica em Sao Domingos, Santiago. Cape Verde Wind, LLC Proposta Técnica Para Fornecimento de 10mW de Energia Eólica e 10mW de Geração Elétrica Térmica em Sao Domingos, Santiago Apresentado ao: Ministério da Energia Elaborado por: Cape

Leia mais

Prêmio ANTP-ABRATI de Boas Práticas

Prêmio ANTP-ABRATI de Boas Práticas Prêmio ANTP-ABRATI de Boas Práticas Viação Garcia Ltda. Despoluir - Motores desligados para poupar o planeta Projeto iniciado em 2009, sem previsão de encerramento Categoria 03: Responsabilidade Sócio-ambiental

Leia mais

MARCO AURÉLIO R. G. MOREIRA GERENTE DA DIVISÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR PRIVADO SUPERINTENDÊNCIA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ELETROBRAS

MARCO AURÉLIO R. G. MOREIRA GERENTE DA DIVISÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR PRIVADO SUPERINTENDÊNCIA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ELETROBRAS MARCO AURÉLIO R. G. MOREIRA GERENTE DA DIVISÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO SETOR PRIVADO SUPERINTENDÊNCIA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ELETROBRAS Programa do Governo Federal vinculado ao Ministério das Minas

Leia mais

Clipping, Quarta-feira, 25 de Junho de 2008 Rede Energia Blog - (12/06/08) - Online. Cerona fecha contrato com a ENGEVIX

Clipping, Quarta-feira, 25 de Junho de 2008 Rede Energia Blog - (12/06/08) - Online. Cerona fecha contrato com a ENGEVIX Rede Energia Blog - (12/06/08) - Online Cerona fecha contrato com a ENGEVIX A Cerona - Companhia de Energia Renovável acaba de anunciar a escolha da ENGEVIX como gestora de todo o processo de instalação

Leia mais

21 a 23. novembro 2012. 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br

21 a 23. novembro 2012. 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br 21 a 23 novembro 2012 13h00 20h30 São Paulo - Brasil www.itechfair.com.br O Grupo Cipa Fiera Milano O Grupo A organização da itech - Feira Internacional de Tecnologia da Informação, é do Grupo Cipa Fiera

Leia mais

Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO. Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil

Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO. Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil Geração de Excedentes de Energia no Setor SUCROENERGÉTICO Nicolas Dupaquier Gerente de Projetos Areva Renewables Brasil Organização AREVA Renewables Unidades de negócios AREVA Mineração Front End Reatores

Leia mais