Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 EXPEDIENTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 EXPEDIENTE"

Transcrição

1 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos Mês de referência: junho/2015

2 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 DIRETORIA PRESIDENTE Aarão Ruben de Oliveira VICE-PRESIDENTE Jorge Alberto Taiar SECRETÁRIO GERAL Antonio Roberto Marchiori Diretor Mauricio Carlos Colin Diretor Josinaldo José de Barros EXPEDIENTE ANÁLISE E REDAÇÃO Dr. Devanildo Damião ECONOMISTA Priscila Aguiar SUPORTE TÉCNICO Valdir Lira Luciano Grosso ESTAGIÁRIO Fernando Padilha Os números apresentados nesta edição podem ser atualizados na próxima, conforme ajustes do Ministério do Trabalho. Núcleo de Pesquisa AGENDE A AGENDE tem como missão promover informações qualificadas para a sociedade, contribuindo para o entendimento da conjuntura social, produtiva e econômica da Cidade. Para facilitar o acesso a essas informações, foi institucionalizado o Núcleo de Pesquisa no início do mês de abril, no qual estarão centralizados os estudos realizados pela Agência, tais como os boletins do emprego, aeroportuários e a Revista Análise Guarulhos, além de outras publicações de interesse da Cidade. Este Núcleo é o braço de pesquisa e desenvolvimento da AGENDE Guarulhos, contando com especialistas em administração, estatística, matemática, economia, produção, educação e pesquisa. Todos os trabalhos realizados pela AGENDE podem ser acessados diretamente no site: www. agendeguarulhos.org.br/nucleo-pesquisa.php 2

3 Considerações Gerais Julho de 2015 O País atravessa um momento de transição econômica, afetada por fatores externos de diminuição do apetite de compra, como evidenciado nas edições anteriores. Os fatores macroeconômicos como diminuição de crédito, controle fiscal e diminuição de transações internacionais afetam os investimentos na escala microeconômicas das empresas. A trajetória ascendente de políticas sociais, desde a constituição de 1988, elevou a necessidade de receitas governamentais, em parte, sanadas com o aumento de arrecadação superior a 35% do PIB. Todavia, os efeitos da curva demográfica do País, com aumento da expectativa de vida das pessoas, provoca a necessidade de mais fundos para as contas de benefícios sociais. As políticas sociais meritórias, na essência, ocasionam a necessidade de mais arrecadação do Governo, porém a sociedade tem limitações nas contribuições, inibindo mais ações neste sentido. Especificamente, relacionado ao setor produtivo, os ganhos de produtividade não foram significativos, dificultando a concorrência com outros países e aumentando os custos de trabalho, visto que as políticas de valorização do trabalho permaneceram inalteradas até o ano de Esse cenário precisa ser superado com maior qualificação de mão de obra e incentivo às atividades inovativas, refletindo na produtividade do País. O Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CPT) é um projeto mantido pela AGENDE. Os projetos e programas objetivam o desenvolvimento tecnológico e profissional de Guarulhos. A escola possui caráter comunitário com objetivo na formação de profissionais qualificados, oferecendo cursos de qualidade sem esquecer o público alvo menos favorecido com o intuito de: Contribuir para o desenvolvimento de uma política educacional, por meio da integração escola, empresa e comunidade e da qualidade de ensino; Considerar a demanda do setor produtivo da região e formar profissionais capacitados; Consolidar um modelo de gestão democrático e participativo, garantindo ao cidadão o direito ao desenvolvimento de aptidões, tanto na vida profissional quanto na sociedade. 3

4 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Visão Geral Brasil e Estado de São Paulo Setores IBGE Jun-15 Extrativa mineral -659 Indústria de transformação O saldo de emprego nacional apresentou queda no mês de junho, foram empregos, onde a maior baixa está na indústria de transformação com postos de trabalho. Serviços Indust. de Utilidade Pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública -704 Agropecuária, extr. vegetal, caça e pesca Total Saldo de empregos no Brasil Até Junho Extrativa mineral Indústria de transformação Serviços industriais de utilidade pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropec., extr.veg., caça e pesca Total Estoque de empregos Brasil [em milhares] 4

5 Julho de 2015 A agropecuária, extração vegetal, caça e pesca foi o único setor a apresentar saldo positivo de emprego no período, foram novas vagas criadas. Em relação ao estoque de empregos, atualmente há empregos formais em todo o Brasil e a maioria dos empregados está nos setores de serviços, comércio e administração pública. Setores IBGE Jun-15 Analisando os últimos cinco anos, a maioria dos setores, exceto administração pública, apresentaram crescimento constante até o ano de 2013, administração pública teve evolução em seu estoque até o ano de Comparando o estoque total com o mesmo período em 2014, houve um decréscimo de 1,21%. No estado de São Paulo, a agropecuária, extração vegetal, caça e pesca também foi o único setor com saldo positivo no período (11.847). Indústria de transformação e 5000 serviços foram os 0 setores com quedas 5000 mais acentuadas de postos de trabalho Extrativa mineral -89 Indústria de transformação Serviços industriais de utilidade pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública -760 Agropec., extr.veg., caça e pesca Total Saldo de empregos no Estado de São Paulo Extrativa mineral Indústria de transformação Serviços Industr de Utilidade Pública Construção Civil Comércio Servicos Administração Pública Agropecuária, extr vegetal, caça e pesca Gráfico 1: Saldo por setores IBGE junho Estado de São Paulo 5

6 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 O estoque de emprego, em comparação com os meses de junho dos últimos cinco anos, evoluiu até o ano de 2014, sendo que apenas a indústria de transformação e a agropecuária apresentaram redução de seu estoque neste período. Em 2015, somente o setor de serviços teve variação positiva de seu estoque. Até junho Extrativa mineral Indústria de transformação Serv. industriais de util. pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropec., extr.veg., caça e pesca Total Estoque de empregos no estado de São Paulo [em milhares] Até junho o estoque no estado de São Paulo era de postos de trabalho, ou seja, -1,64% em relação ao mesmo período em O ranking dos municípios com os maiores estoques de empregos segue inalterado em relação a maio deste ano. São Luís do Maranhão segue com evolução positiva de seu estoque total, no mês de maio cresceu 0,16% em relação a abril, na relação junho/ maio cresceu 0,52%, seguido de Goiânia (GO), 0,14% e Fortaleza (CE), 0,08%. As maiores quedas ocorreram em Guarulhos (-0,98%), Salvador (-0,77%) e Campinas (-0,59). Na indústria de transformação, apenas duas cidades apresentaram percentual positivo em comparação com maio, Belém teve evolução de 0,40% e 6

7 Julho de 2015 UF Município Ind. Transf. Rank Ind. Serv. Rank Serv. Total Rank Total SP São Paulo RJ Rio de Janeiro MG Belo Horizonte DF Brasília PR Curitiba CE Fortaleza BA Salvador RS Porto Alegre PE Recife GO Goiânia AM Manaus PA Belém SP Campinas SP Guarulhos MA São Luís Ranking do estoque de empregos nos municípios brasileiros. Goiânia 0,15%. A maior queda ocorreu em Manaus, com decréscimo de 2,33%, seguido de Guarulhos com -1,39% e Campinas (-1,08%). Das quinze cidades, quatro apresentaram percentual positivo no setor de serviços. Fortaleza teve o maior incremento, com 0,27%, seguida de Brasília (0,19%), Goiânia (0,15%) e São Luís (0,13%). Guarulhos e Recife tiveram o mesmo percentual negativo (-0,90%), Campinas teve queda de 0,63%, seguida de Salvador com -0,59%. 7

8 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Guarulhos Setores IBGE Jun-15 Extrativa mineral -15 Indústria de transformação Serv. industriais de util. pública -3 Guarulhos teve redução de vagas de trabalho, todos os setores ficaram negativos na Cidade. Indústria de transformação e serviços apresentaram as maiores quedas no período. Construção Civil -342 Comércio -427 Serviços Administração Pública -42 Agropec., extr.veg., caça e pesca -5 Total Saldo de empregos em Guarulhos Em relação às atividades que mais empregaram no mês, oito do ranking de dez pertencem ao setor de serviços, sendo os serviços combinados para apoio a edifícios a atividade que mais empregou, com 88 novos postos de trabalho [tabela 7]. 15 Extrativa mineral Indústria de transformação Serviços Industr de Utilidade Pública Construção Civil Comércio Servicos Gráfico 2: Saldo de empregos por setores IBGE Guarulhos junho 2015 Na contramão, o transporte rodoviário de cargas foi a atividade que mais demitiu, com -472 postos. Atividades de teleatendimento teve -234 vagas e fabricação de peças e acessórios para veículos automotores -224 [tabela 8]. 8

9 Julho de 2015 Atividades que mais empregaram Jun-15 Serviços Combinados para Apoio a Edifícios 88 Restaurantes e Outros Serviços de Alimentação e Bebidas 77 Atividades de Limpeza 68 Fabricação de Brinquedos e Jogos Recreativos 46 Atividades de Vigilância, Segurança Privada e Transporte de Valores 40 Atividades Profissionais, Científicas e Técnicas não Especificadas Anteriormente 39 Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos, Perfumaria e Cosméticos 26 Hotéis e Similares 21 Atividades Auxiliares dos Transportes Aéreos 20 Atividades de Contabilidade, Consultoria e Auditoria Contábil e Tributária 20 7 Atividades que mais empregaram em Guarulhos em junho de 2015 Atividades que mais demitiram em Guarulhos Jun-15 Transporte Rodoviário de Carga -472 Atividades de Teleatendimento -234 Fabricação de Peças e Acessórios para Veículos Automotores -224 Outros Serviços Especializados para Construção -187 Fabricação de Produtos de Metal não Especificados Anteriormente -133 Atividades dos Serviços de Tecnologia da Informação -130 Transporte Rodoviário de Passageiros -106 Fabricação de Produtos de Borracha -92 Comércio Varejista de Produtos Novos não Especificados Anteriormente -87 Fabricação de Artigos de Malharia e Tricotagem Atividades que mais demitiram em Guarulhos em junho de

10 10 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Em relação ao estoque por setores, serviços, comércio e agropecuária, extração vegetal, caça e pesca apresentam crescimento em todos os anos na série 2010 a 2015, comparando junho de 2015 com 2014, os setores tiveram evolução de 1,12%, 1,47% e 8,33% respectivamente. Até junho Extrativa mineral Indústria de transformação Serv. industriais de util. pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropec., extr.veg., caça e pesca Total Estoque de empregos em Guarulhos nos meses de junho A indústria de transformação tinha estoque de postos de trabalho em 2012, após esse período o estoque vem sofrendo redução constante. O total de empregos formais teve decréscimo de 2,18% se comparado com a mesma época em O gráfico ao lado mostra o comportamento dos três principais setores da Cidade em números de postos de trabalho na série 2010 a Indústria de transformação Comércio Serviços

11 Indústria em Guarulhos Julho de 2015 A indústria de transformação segue sendo o setor que sente com maior intensidade os ciclos da economia. O estoque de empregos em relação ao mês de maio sofreu redução de 1,39%, e fabricação de peças e acessórios para veículos automotores foi a atividade que mais demitiu na indústria nos seis primeiros meses do ano, contabilizando -699 vagas de trabalho sem a inclusão dos lançamentos fora do prazo no CAGED. Grupos CNAE Jun-15 1º semestre Fabricação de Peças e Acessórios para Veículos Automotores Fabricação de Produtos de Metal não Especificados Anteriormente Fabricação de Produtos de Borracha Fabricação de Artigos de Malharia e Tricotagem Forjaria, Estamparia, Metalurgia do Pó e Serviços de Tratamento de Metais Fabricação de Produtos de Material Plástico Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios Fabricação de Cabines, Carrocerias e Reboques para Veículos Automotores Fabricação de Artefatos Têxteis, Exceto Vestuário Fabricação de Embalagens de Papel, Cartolina, Papel-Cartão e Papelão Ondulado Atividades que mais demitiram na indústria em Guarulhos em junho de 2015 Outra atividade do segmento de automotores, fabricação de cabines, carrocerias e reboques para veículos automotores, acumula nos seis primeiros meses do ano -264 postos de trabalho. Fabricação de produtos de metal não especificados anteriormente tem -406 postos no primeiro semestre do ano. 11

12 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Entre as atividades que mais empregaram no período, fabricação de brinquedos e jogos recreativos ocupa o primeiro lugar do ranking com 46 novos postos de trabalho. Esse grupo econômico teve oscilações de contratações nos cinco primeiros meses do ano, ficando com saldo negativo em quatro destes. As novas contratações no mês de junho podem indicar preparação para eventos sazonais. Grupos CNAE Jun-15 1º semestre Fabricação de Brinquedos e Jogos Recreativos Fabricação de Produtos Farmacêuticos Tecelagem, Exceto Malha 9-84 Fabricação de Produtos e Preparados Químicos Diversos 8 22 Fabricação de Caminhões e ônibus Preparação e Fiação de Fibras Têxteis 6 18 Fabricação de Produtos de Madeira, Cortiça e Material Trançado, Exceto Móveis 4-86 Moagem, Fabricação de Produtos Amiláceos e de Alimentos para Animais 3 8 Fabricação de Artigos para Viagem e de Artefatos Diversos de Couro 3-89 Fabricação de Produtos Diversos de Papel, Cartolina, Papel-Cartão e Papelão Ondulado Atividades que mais admitiram na indústria em Guarulhos em junho de 2015 Deste grupo, a fabricação de produtos farmacêuticos é a atividade que acumula o maior saldo no 1º semestre, criando 103 novas vagas de empregos na Cidade, seguida da fabricação de produtos e preparados químicos diversos (22) e preparação de fibras têxteis (18). 12

13 Julho de 2015 Fabricação de tintas, vernizes, esmaltes, lacas Confecção de artigos do vestuário e acessórios Forjaria, estamparia, metalurgia do pó e Serviços de catering, bufê e outros serviços Fabricação de produtos de borracha Fabricação de outros produtos alimentícios Fabricação de produtos farmacêuticos Fabricação de produtos de metal não Fabricação de peças e acessórios para Fabricação de produtos de material plástico Gráfico 3: Maiores estoques por grupos econômicos da indústria de transformação O setor de Serviços em Guarulhos Grupos CNAE Jun-15 1º semestre Serviços Combinados para Apoio a Edifícios Restaurantes e Outros Serviços de Alimentação e Bebidas Atividades de Limpeza Atividades de Vigilância, Segurança Privada e Transporte de Valores Atividades Profissionais, Científicas e Técnicas não Especificadas Anteriormente Hotéis e Similares Atividades Auxiliares dos Transportes Aéreos Ativ. de Contabilidade, Consultoria e Auditoria Contábil e Tributária Outras Atividades de Serviços Pessoais Atividades de Assistência Psicossocial e à Saúde a Portadores de Distúrbios Psíquicos, Deficiência Mental e Dependência Química Atividades que mais admitiram no setor de Serviços em Guarulhos em junho de

14 14 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 O setor de serviços apresentou no mês de junho saldo negativo de empregos. No entanto, as dez atividades que mais empregaram criaram 402 novos postos de trabalho. Serviços combinados para apoio a edifícios foi a atividade com o maior saldo no período, as atividades seguintes foram restaurantes e outros serviços de alimentação e bebidas (77) e atividades de limpeza (68). No acumulado dos seis primeiros meses, as atividades de vigilância, segurança privada e transporte de valores criou 669 novas vagas de trabalho no município. Atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente criaram 233 postos e restaurante e outros serviços de alimentação e bebidas criou 203. Atividades auxiliares dos transportes aéreos teve 501 vagas extintas. Transporte rodoviário de cargas foi quem mais demitiu, com -472 vagas no período, o que equivale a uma redução de 2% de seu estoque. Em seis meses acumula perda de 693 vagas. Atividades de teleatendimento foi a segunda que mais dispensou funcionários, com extinção de 324 postos de trabalho, obtendo como saldo do semestre -180 vagas. Grupos CNAE Jun-15 1º semestre Transporte Rodoviário de Carga Atividades de Teleatendimento Atividades dos Serviços de Tecnologia da Informação Transporte Rodoviário de Passageiros Educação Infantil e Ensino Fundamental Atividades Relacionadas à Organização do Transporte de Carga Atividades Auxiliares dos Transportes Terrestres Locação de Mão-De-Obra Temporária Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais Educação Superior Atividades que mais demitiram no setor de Serviços em Guarulhos em junho de 2015

15 Julho de 2015 Destas atividades, educação infantil e ensino fundamental e atividades de associações de defesa de direitos sociais apresentam saldo positivo no semestre, com 286 e 12 postos, respectivamente. Geração de salários em Guarulhos Em junho, deixou de circular na Cidade a quantia de R$ ,00 e, por consequência dos saldos para o mês, os setores da indústria de transformação e serviços tiveram as maiores quedas no período. No acumulado do primeiro semestre são R$ ,00, onde apenas o setor da agropecuária, extrativa vegetal, caça e pesca obteve saldo positivo na geração de salários (R$ ,00). IBGE Setor Jan-15 Fev-15 Mar-15 Abr-15 Mai-15 Jun-15 Total Extrativa mineral 0,04-0,01 0,01-0,01-0,04-0,02-0,04 Indústria de transformação -0,19-1,77-3,26-2,25-3,31-3,50-14,28 Serv. indl de util. pública 0,01-0,49-0,06-0,05-0,05-0,02-0,67 Construção Civil 0,26-0,22-0,51 0,15-0,21-0,67-1,20 Comércio -0,60-0,70-0,26 0,18-0,18-1,04-2,59 Serviços -1,25 0,12 0,04-0,51-1,19-2,12-4,90 Administração Pública 0,08 0,15-0,13-0,06-0,37-0,11-0,44 Agropec.,..., caça e pesca -0,00-0,00 0,00 0,01 0,01-0,01 0,02 Total -1,66-2,93-4,17-2,53-5,34-7,48-24,10 14 Geração de salários em Guarulhos [Reais X ] 15

16 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Ocupações Jan-15 Fev-15 Mar-15 Abr-15 Mai-15 Jun-15 Total Escriturários em Geral, Agentes, Assistentes e Auxiliares Administrativos 14,23-386,34 24,15-104,28-248,30-433, ,74 Alimentadores de Linhas de Produção -91,48-126,49 20,20-217,16-166,21-410,38-991,51 Motoristas de Veículos de Cargas em Geral -228,28-154,34-30,08-34,14-155,80-302,08-904,71 Trabalhadores de Cargas e Descargas de Mercadorias -262,40 48,33 83,01-46,09-313,21-310,49-800,84 Escriturários de Apoio À Produção -92,07-151,31-72,28-92,63-151,45-222,18-781,93 Supervisores de Serviços Administrativos (Exceto Contabilidade, Finanças e Controle) -127,64-145,83 1,12-132,79-98,55-130,99-634,68 Operadores de Maquinas a Vapor e Utilidades -20,04-73,80-196,92-66,14-104,11-128,46-589,47 Preparadores e Operadores de Maquinas-Ferramenta Convencionais -52,51-86,49-129,75-51,22-101,81-147,79-569,57 Vendedores e Demonstradores em Lojas ou Mercados -456,93-64,24-120,84 60,44 81,24-54,85-555,18 Técnicos de Controle da Produção 58,72-104,06-115,60-110,57-157,36-112,44-541,31 15 Maiores perdas na massa salarial em Guarulhos por ocupações [Reais X 1000] 16

17 Julho de 2015 Analisando por grupos econômicos, o transporte rodoviário de carga (serviços) foi a atividade com a maior queda, perdendo R$ ,00 da geração de renda; fabricação de peças e acessórios para veículos automotores (indústria de transformação) vem em seguida com R$ ,00 Dos segmentos que tiveram saldos positivos de emprego, o maior gerador de salários foi fabricação de produtos farmacêuticos, com R$ ,00 e atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente, com R$ ,00. Também é possível analisar a quantidade de renda que ainda circula e que deixou de circular na Cidade a partir da CBO (Classificação Brasileira de Ocupações). Algumas das ocupações, como escriturários em geral, agentes, assistentes e auxiliares administrativos, por exemplo, não têm um setor definido, podendo pertencer à indústria de transformação, serviços, comércio, entre outros. Esta atividade foi a profissão que teve a maior perda salarial no período de seis meses com R$ ,00 [tabela14]. O ranking também apresenta funções ligadas à indústria e ao transporte de carga, como os alimentadores de linha de produção, que teve baixa de R$ ,00 em junho e no acumulado do semestre R$ ,00 e motoristas de veículos de cargas em geral com R$ ,00 em junho e R$ ,00 nos seis primeiros meses do ano. Em relação às profissões com saldos positivos, apesar da função cuidadores de crianças, jovens, adultos e idosos ter ficado com saldo negativo de salários no mês de junho, é a que acumula maiores rendimentos no semestre [tabela 16 - página 18]. Profissões ligadas à educação, como professores e inspetores, também figuram no ranking dos maiores acumulados salariais do primeiro semestre deste ano. Nos mês de junho, porteiros, guardas e vigias teve maior incremento salarial, seguido de diretores de marketing, comercialização e vendas e operadores de instalações de refrigeração e ar condicionado. 17

18 Boletim Informativo - Emprego em junho de 2015 Ocupações Jan-15 Feb-15 Mar-15 Apr-15 May-15 Jun-15 Total Cuidadores de Crianças, Jovens, Adultos e Idosos 121,39 120,21 97,75 76,95 50,90-8,78 458,42 Vigilantes e Guardas de Segurança -150,79 619,96-8,73-52,55-56,78 4,80 355,90 Técnicos em Transportes Intermodais -107,84-168,21 8,11 355,48 175,88-73,17 190,24 Trabalhadores de Embalagem e de Etiquetagem 75,32 20,41 48,39 53,56 3,14-57,96 142,87 Recepcionistas 20,97 9,97 29,76 59,27-26,29 31,46 125,14 Trabalhadores nos Serviços de Manutenção de Edificações -19,36-2,82 134,51 22,38-33,24 12,90 114,37 Advogados 49,68 8,80 4,02 2,02 8,26 27,02 99,80 Professores de Nível Superior na Educação Infantil 18,52 59,13 15,87 2,16 5,95-22,05 79,58 Professores de Nível Superior do Ensino Fundamental (Primeira a Quarta Series) 47,02 96,00-2,09-6,28 1,90-64,01 72,55 Inspetores de Alunos e Afins 3,47 32,66 33,08 9,25 1,86-11,84 68,48 16 Maiores ganhos na massa salarial em Guarulhos por ocupações [Reais X 1000] 18

19 Julho de , , , , , ,00 0,00 Profissões com os maiores saldos salariais do mês de junho em Guarulhos CONSIDERAÇÕES FINAIS A diminuição no estoque de empregos da Indústria, que é inferior a 100 mil postos, afeta todos os segmentos econômicos, provocando, no ano, diminuição da massa salarial em mais de 24 mi. Este aspecto prejudica os demais segmentos econômicos, sobretudo, comércio e serviços. Em junho, deixou de circular na Cidade a quantia de R$ ,00. No acumulado do primeiro semestre são R$ ,00, onde apenas o setor da agropecuária, extrativa vegetal, caça e pesca obteve saldo positivo na geração de salários (R$ ,00). A indústria de transformação tinha estoque de postos de trabalho em 2012, após essa data o estoque vem sofrendo redução constante. O total de empregos formais teve decréscimo de 2,18% se comparado com o mesmo período em Positivamente, o segmento de serviços tem incorporado parte desta mão de obra. Todavia, pela diminuição da massa salarial, fica evidente a diminuição da qualidade dos empregos. No segmento de serviços, o tradicional segmento de transporte rodoviário de cargas foi quem mais demitiu, com -472 vagas no período. Em seis meses acumula perda de 693 vagas. Atividades de teleatendimento foi a segunda que mais dispensou funcionários, com extinção de 324 postos de trabalho no mês, tendo como saldo do semestre -180 vagas. 19

20 Realização:

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos: Panorama de 2014. Análise de Dezembro de 2014 2 Boletim Informativo - Emprego em Dezembro de 2014 Janeiro de 201 Análise e Redação Dr. Devanido Damião Suporte

Leia mais

Diretoria. Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015. Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar. Dr.

Diretoria. Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015. Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar. Dr. Boletim Informativo Emprego em Guarulhos Mês de referência: abril/2015 Boletim Informativo - Emprego em Abril de 2015 Diretoria Presidente Aarão Ruben de Oliveira Vice-Presidente Jorge Alberto Taiar Secretário

Leia mais

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014

Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014 Boletim Informativo Emprego em Guarulhos nos primeiros 7 meses de 2014 2 Boletim Informativo - Emprego Janeiro a Julho de 2014 Análise e Redação Dr. Devanido Damião Suporte Técnico Priscila Aguiar, Valdir

Leia mais

Considerações iniciais

Considerações iniciais Boletim Informativo Maio de 2015 Repasses tributários do Estado para Guarulhos Repasses tributários do Estado para Guarulhos Considerações iniciais 1. Dada a mudança de cenário econômico, baseado no aumento

Leia mais

EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS

EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS EVOLUÇÃO DO EMPREGO POR SUBSETORES DE ATIVIDADES ECONÔMICAS ESPÍRITO SANTO - SALDO DE EMPREGOS O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou o saldo de empregos dos principais setores da economia, através

Leia mais

BOLETIM MENSAL Julho/2011

BOLETIM MENSAL Julho/2011 Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho BOLETIM MENSAL Julho/2011 DADOS: CAGED (MTE) Mês/Ano RAIS (MTE) 2010 Este número do Boletim do Observatório do Emprego e do Trabalho da Secretaria do Emprego

Leia mais

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4)

APRESENTAÇÃO DESTAQUES. 1. Índice de crescimento do emprego formal em Campinas é maior que na RMC (pág. 4) Secretaria Municipal de Trabalho e Renda NOVEMBRO DE 2011 Boletim Informativo do Mercado de Trabalho em Campinas Dezembro de 2011 APRESENTAÇÃO A geração de postos de trabalho tem mostrado sinais de desaceleração

Leia mais

Saldo de Empregos Celetistas Cearense - Fevereiro de 2014

Saldo de Empregos Celetistas Cearense - Fevereiro de 2014 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO. SECRETÁRIO DE ESTADO Rafael de Góes Brito. SECRETÁRIO ADJUNTO Lailson Ferreira Gomes

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO. SECRETÁRIO DE ESTADO Rafael de Góes Brito. SECRETÁRIO ADJUNTO Lailson Ferreira Gomes ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DO TRABALHO E EMPREGO Rua: Dr. Silvério Jorge, 368 Jaraguá - Maceió - AL - CEP 57022-110 Fone: (82) 3315-1872 - CNPJ: 03.589.899/0001-18 OBSERVATÓRIO DO TRABALHO SECRETÁRIO

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação

Coeficientes de Exportação e Importação Coeficientes de Exportação e Importação Resultados do 1º trimestre de 2012 DEREX Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Maio de 2012 1.

Leia mais

Indicadores Conjunturais

Indicadores Conjunturais Ano 25 número 07 agosto 2010 Indicadores Conjunturais SISTEMA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ - DEPARTAMENTO ECONÔMICO Resultados de Julho de 2010 Vendas Industriais página 04 O resultado

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Os números do mês de agosto - Macaé De acordo com os dados do CAGED em setembro de 2015, foram suprimidos

Leia mais

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade

Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade 6 jul 2006 Nº 3 Cresce o emprego formal em todos os setores de atividade Por Antonio Marcos Ambrozio Economista da Secr. de Assuntos Econômicos Recuperação dos Houve um postos de trabalho grande aumento

Leia mais

AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS

AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS AS MELHORES OPORTUNIDADES DE EMPREGO NO SETOR DE SERVIÇOS O setor de serviços é, tradicionalmente, a principal porta de entrada no mercado de trabalho. Responsável por aproximadamente 60% do produto interno

Leia mais

CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados julho/15 21 de agosto de 2015 Secretaria de Política Econômica CRIAÇÃO LÍQUIDA DE POSTOS DE TRABALHO (variação mensal absoluta do emprego*) Critério

Leia mais

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%)

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%) 1,96 1,96 1,76 1,73 1,54 1,47 1,37 0,92 0,85 0,74 0,50 0,46 0,31 Nº 17 / 14 Embora o cenário macroeconômico aponte perda de dinamismo para setores importantes da economia brasileira, os resultados do emprego

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE Análise do Mercado de Trabalho Formal em Porto Alegre Fevereiro de 2013 Termo de Contrato Nº. 48918/2012 - Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego (SMTE) Secretaria

Leia mais

Região Zona da Mata. Regional Dezembro 2013

Região Zona da Mata. Regional Dezembro 2013 O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Zona da Mata engloba a Fiemg Regional Zona da Mata. Região Zona da Mata GLOSSÁRIO Setores que fazem

Leia mais

ECONOMIA PARANAENSE Evolução do emprego e renda na economia brasileira e paranaense: 2003-2007

ECONOMIA PARANAENSE Evolução do emprego e renda na economia brasileira e paranaense: 2003-2007 ECONOMIA PARANAENSE Evolução do emprego e renda na economia brasileira e paranaense: 2003-2007 1. Introdução Marcio José Vargas da Cruz * Luciano Nakabashi ** Beatrice Aline Zimmermann *** O objetivo do

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2016. PME Retrospectiva 2003-2015 13 anos Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento 1 (IBGE / DPE / COREN) 1 Rio de Janeiro,

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense encerrou mais um mês com redução liquida de postos de trabalho. Em março, o conjunto

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Estado de São Paulo 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE Análise do Mercado de Trabalho Formal em Porto Alegre Maio de 2012 Termo de Contrato Nº. 48918/2012 - Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego (SMTE) Secretaria

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil. Dieese. Subseção Força Sindical. Elaboração: 21/07/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil. Dieese. Subseção Força Sindical. Elaboração: 21/07/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego 1º semestre de 2015 - Brasil Dieese. Subseção Força Sindical Elaboração: 21/07/2015 De acordo com os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DA RORAIMA Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 224.118 2,64% 5,82% População - mil (1)

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 22 de Dezembro de 2015

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 22 de Dezembro de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº59 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 22 de Dezembro de 2015 Supermercados mostram queda de -1,61% até novembro Desemprego e renda

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense apresentou pequena recuperação em fevereiro de 2015 com a abertura de 350 vagas. No acumulado

Leia mais

CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE 2.999 VAGAS NO MÊS DE JUNHO

CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE 2.999 VAGAS NO MÊS DE JUNHO Informativo Caged nº 07/2011 19/07/2011 CAGED REGISTRA A CRIAÇÃO DE 2.999 VAGAS NO MÊS DE JUNHO No primeiro semestre foram criados 54.386 postos de trabalho em Santa Catarina Em junho, o emprego com carteira

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL 3 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo, no

Leia mais

SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro

SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro NOTA CONJUNTURAL SETOR DE ALIMENTOS: estabelecimentos e empregos formais no Rio de Janeiro OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, DEZEMBRO DE 2012 18 2012 PANORAMA GERAL

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 25º Edição - Abril de 2014 SUMÁRIO Conjuntura - Saúde Suplementar Apresentação 3 Seção Especial 5 Nível de Atividade 8 Emprego 9 Emprego direto em planos de saúde 10 Renda

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL 3 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo, no

Leia mais

Informativo PIB Trimestral

Informativo PIB Trimestral Informativo PIB Trimestral v. 1 n. 1 abr. jun. 2010 ISSN 2178-8367 Economia baiana cresce 10,4% no segundo trimestre e acumula alta de 10,0% no 1º semestre No segundo trimestre de 2010, a economia baiana

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e EMPREGO FORMAL Sorocaba 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

EMPRESAS DO BRASIL E NORDESTE Ano IV N O 20

EMPRESAS DO BRASIL E NORDESTE Ano IV N O 20 O nosso negócio é o desenvolvimento EMPRESAS DO BRASIL E NORDESTE Ano IV N O 20 ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE Superintendente José Narciso Sobrinho Ambiente de Estudos, Pesquisas

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Noroeste Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Julho- 2015 Os números do mês de agosto - Macaé De acordo com os dados do CAGED em agosto de 2015, foram suprimidos

Leia mais

Produção Industrial Setembro de 2014

Produção Industrial Setembro de 2014 Produção Industrial Setembro de 2014 PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE SANTA CATARINA - SETEMBRO/14 Conforme esperado, o segundo semestre está sendo melhor do que o primeiro. Estamos no terceiro mês consecutivo de

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Registro 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Novembro 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em outubro, foram gerados 126 mil postos de trabalho formais no Brasil

Leia mais

Mercado de Trabalho Formal do Recife

Mercado de Trabalho Formal do Recife Boletim Informativo Agosto 2011 Mercado de Trabalho Formal do Recife Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Em julho, foram gerados 140 mil postos de trabalho formais no Brasil Com

Leia mais

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR Situação Atual do Setor Têxtil e de Confecção Aguinaldo Diniz Filho Presidente da Abit Brasília, 19 de junho de 2013 PERFIL DO SETOR ESTRUTURA DA CADEIA TEXTIL E DE CONFECÇÃO

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Sorocaba 3 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

PAINEL 16,0% 12,0% 8,0% 2,5% 1,9% 4,0% 1,4% 0,8% 0,8% 0,0% 5,0% 3,8% 2,8% 3,0% 2,1% 1,0% 1,0% -1,0%

PAINEL 16,0% 12,0% 8,0% 2,5% 1,9% 4,0% 1,4% 0,8% 0,8% 0,0% 5,0% 3,8% 2,8% 3,0% 2,1% 1,0% 1,0% -1,0% Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 58 1 a 15 de setembro de 2010 PIB TRIMESTRAL Segundo os dados

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL São Paulo 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São

Leia mais

Indicadores de Desempenho Publicado em Novembro de 2015

Indicadores de Desempenho Publicado em Novembro de 2015 Publicado em Novembro de 2015 Fatos Relevantes Agosto/2015 Vendas Industriais As vendas industriais registraram expansão de 28,40% em agosto. Trata-se do maior aumento dos últimos três meses e aponta para

Leia mais

RESULTADOS DOS INDICADORES EMPRESARIAS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA PAEP/2001

RESULTADOS DOS INDICADORES EMPRESARIAS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA PAEP/2001 RESULTADOS DOS INDICADORES EMPRESARIAS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA PAEP/2001 Indicadores Setoriais de Inovação Indústria A Paep 2001 pesquisou um universo de 41

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RM do Vale do Paraíba e Litoral Norte 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente Atratividade do Brasil: avanços e desafios Fórum de Atratividade BRAiN Brasil São Paulo, 03 de junho de 2011 Luciano Coutinho Presidente O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia

Leia mais

O gráfico 1 mostra a evolução da inflação esperada, medida pelo IPCA, comparando-a com a meta máxima de 6,5% estabelecida pelo governo.

O gráfico 1 mostra a evolução da inflação esperada, medida pelo IPCA, comparando-a com a meta máxima de 6,5% estabelecida pelo governo. ANO 4 NÚMERO 31 OUTUBRO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1-CONSIDERAÇÕES INICIAIS O gerenciamento financeiro do governo, analisado de forma imparcial, se constitui numa das

Leia mais

Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014

Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014 Número 6 Setembro/2014 1º semestre de 2014 Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014 Rede Bancários 2 DESEMPENHO DOS BANCOS DESEMPENHO DOS BANCOS 1º semestre de 2014

Leia mais

PAINEL. US$ Bilhões. nov-05 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1

PAINEL. US$ Bilhões. nov-05 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 68 1 a 15 de fevereiro de 211 ANÚNCIOS DE INVESTIMENTOS De

Leia mais

Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013

Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013 SINDIFERN Nota Técnica Número 03 fevereiro 2013 Arrecadação de ICMS no Estado do Rio Grande do Norte: uma análise da evolução em anos recentes Introdução O presente estudo dedica-se a informação e análise

Leia mais

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014 Introdução A seguir são apresentados os últimos resultados disponíveis sobre o emprego no Brasil, com foco no ramo Metalúrgico. Serão utilizadas as bases de dados oficiais, são elas: a RAIS (Relação Anual

Leia mais

Capital Humano em Supermercados. Outubro/2014

Capital Humano em Supermercados. Outubro/2014 Capital Humano em Supermercados Outubro/2014 Metodologia e Amostra A quinta edição da pesquisa Capital Humano em Supermercados 2014 foi realizada nos meses de setembro e outubro. O estudo contou com a

Leia mais

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010

Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Notas sobre a divulgação do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) JUNHO/2010 Dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego para junho de 2010 confirmam a recuperação do emprego

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Setembro de 2015

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Setembro de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº56 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Setembro de 2015 Ritmo de vendas do autosserviço diminui em agosto Resultado do mês

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Franca 4 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

Perfil Municipal de Fortaleza. Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década. Edição Especial. Nº 45 Novembro 2012

Perfil Municipal de Fortaleza. Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década. Edição Especial. Nº 45 Novembro 2012 Nº 45 Novembro 2012 Edição Especial Perfil Municipal de Fortaleza Tema X: A Dinâmica das Classes Sociais na Última Década 4 1 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes de

Leia mais

CONTRATO Nº 068/2009 RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO DE TRABALHO DO MUNICÍPIO DE OSASCO - MARÇO DE 2011 -

CONTRATO Nº 068/2009 RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO DE TRABALHO DO MUNICÍPIO DE OSASCO - MARÇO DE 2011 - PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E INCLUSÃO (SDTI) DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS (DIEESE) PROGRAMA OSASCO DIGITAL OBSERVATÓRIO

Leia mais

Análise dos investimentos industriais previstos para a Bahia por Territórios de Identidade e setores de atividade econômica entre 2008 e 2012

Análise dos investimentos industriais previstos para a Bahia por Territórios de Identidade e setores de atividade econômica entre 2008 e 2012 ARTIGOS Análise dos investimentos industriais previstos para a Bahia por Territórios de Identidade e setores de atividade econômica entre 2008 e 2012 Fabiana Karine S. Andrade* Os investimentos industriais

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC)

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Situação da economia e perspectivas Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Recessão se aprofunda e situação fiscal é cada vez mais grave Quadro geral PIB brasileiro deve cair 2,9% em 2015 e aumentam

Leia mais

Indicadores de Desempenho Maio/2014. Fatos Relevantes RESUMO EXECUTIVO. Vendas Industriais

Indicadores de Desempenho Maio/2014. Fatos Relevantes RESUMO EXECUTIVO. Vendas Industriais Fatos Relevantes Maio/2014 Maio/2008 Vendas Industriais A Variável Indústria apresenta Química recuo com de (- aumento 8,42%), de incluso 9,16% em o maio setor fornece sucroenergético a maior contribuição

Leia mais

Relatório TÊXTIL E CONFECÇÃO VOLUME III. Julho de 2009

Relatório TÊXTIL E CONFECÇÃO VOLUME III. Julho de 2009 Relatório de Acompanhamento Setorial TÊXTIL E CONFECÇÃO VOLUME III Julho de 2009 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO SETORIAL TÊXTIL E CONFECÇÃO Volume III Equipe: Célio Hiratuka Samantha Cunha Pesquisadores e

Leia mais

Análise do mercado de trabalho

Análise do mercado de trabalho Análise do mercado de trabalho 1 Introdução Esta análise tem como propósito a apresentação do desempenho do mercado de trabalho brasileiro no primeiro trimestre de 2010 com base, principalmente, nos indicadores

Leia mais

Empreendedorismo do Rio de Janeiro: Conjuntura e Análise n.5 Marolinha carioca - Crise financeira praticamente não chegou ao Rio

Empreendedorismo do Rio de Janeiro: Conjuntura e Análise n.5 Marolinha carioca - Crise financeira praticamente não chegou ao Rio Empreendedorismo do Rio de Janeiro: Conjuntura e Análise n.5 Marolinha carioca - Crise financeira praticamente não chegou ao Rio Equipe: André Urani (editor responsável) Adriana Fontes Luísa Azevedo Sandro

Leia mais

ipea PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA INTRODUÇÃO

ipea PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA INTRODUÇÃO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Sachiko Araki Lira* Paulo Roberto Delgado** INTRODUÇÃO O objetivo desta nota é fazer uma breve apresentação do comportamento do mercado de

Leia mais

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem.

Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história. Gráfico 1 Cesta Básica DIEESE/PROCON Valor Diário (EM URV/Real) 190,00 2º. Sem. ANOTE Informativo Eletrônico do DIEESE Ano 4, N.º. 38 Maio de 2.003 1 CONJUNTURA Cesta Básica DIEESE/PROCON atinge o maior valor de sua história Calculada diariamente desde março de 1990, ou seja, a mais

Leia mais

XVIIIª. Conjuntura, perspectivas e projeções: 2014-2015

XVIIIª. Conjuntura, perspectivas e projeções: 2014-2015 XVIIIª Conjuntura, perspectivas e projeções: 2014-2015 Recife, 18 de dezembro de 2014 Temas que serão discutidos na XVIII Análise Ceplan: 1. A economia em 2014: Mundo Brasil Nordeste, com ênfase em Pernambuco

Leia mais

TRIBUNA IMPRESSA (ARARAQUA E REGIÃO)

TRIBUNA IMPRESSA (ARARAQUA E REGIÃO) TRIBUNA IMPRESSA (ARARAQUA E REGIÃO) Agosto / 2014 Mês: Setembro/2014 Edição Especial: 35ª Ano: 4 +55 (16) 3397.0226 +55 (11) 3280.0226 +55 (21) 3942.0226 METODOLOGIA Para garantir a confidencialidade

Leia mais

Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano. Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas

Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano. Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas Saldo positivo no mercado de trabalho em maio de 2013 Sete Lagoas gerou 474 vagas líquidas no ano Adriana Noce 1 Karina Moura 2 Economistas O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro Tema: Emprego

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro Tema: Emprego Boletim de Conjuntura Econômica Outubro Tema: Emprego Brasil Atinge mais de 2 milhões de Emprego em 2010 Setor de Serviços lidera com 35% dos empregos Gerados no período Em setembro foram gerados 246.875

Leia mais

Emprego Industrial Março de 2015

Emprego Industrial Março de 2015 Emprego Industrial Março de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de março de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina cresceu em relação ao estoque de fevereiro (3.948 postos e variação de 0,2%). A indústria

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 19/03/2015 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

Conjuntura Dezembro. Boletim de

Conjuntura Dezembro. Boletim de Dezembro de 2014 PIB de serviços avança em 2014, mas crise industrial derruba taxa de crescimento econômico Mais um ano de crescimento fraco O crescimento do PIB brasileiro nos primeiros nove meses do

Leia mais

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Brasília, Novembro/ 2013 Unidade de Políticas Públicas NOTA TÉCNICA IMPACTOS DAS DISTORÇOES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Este estudo

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RM do Vale do Paraíba e Litoral Norte 4 o trimestre de 2013 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais

Leia mais

PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007

PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007 PIB DO ESTADO DE RONDÔNIA 2007 Para o ano de 2007, o Produto Interno Bruto PIB do Estado de Rondônia apresentou um crescimento de 5,2% em relação ao ano anterior, ficando assim com 16ª a colocação no ranking

Leia mais

Distinto ao apresentado para os demais setores no país, Agropecuária registra crescimento

Distinto ao apresentado para os demais setores no país, Agropecuária registra crescimento SETE LAGOAS DESTRÓI 656 VAGAS LÍQUIDAS EM JUNHO DE 2015 Cynara Quintão Karina Moura Economistas 1 O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, registrou

Leia mais

BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL

BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO (SEPLAG) Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) BOLETIM DE CONJUNTURA INDUSTRIAL 3º TRIMESTRE DE 2011 Fortaleza-CE

Leia mais

Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo

Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo Estrutura Produtiva e Evolução da Economia de São Paulo Este boxe apresenta a estrutura da economia paulista e sua evolução nos últimos dez anos, comparando-as com a do país. Gráfico 1 PIB Variação real

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 27/2015-BNDES Rio de Janeiro, 07 de julho de 2015. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 08/2012 1 16/08/2012 EM SANTA CATARINA SÃO CRIADAS 3.227 VAGAS DE EMPREGO EM JULHO Com isso se interrompe a trajetória

Leia mais

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Ano 6 - Edição 25 Agosto 2014 VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Por Prof. Dr. Sergio De Zen, Pesquisador; Equipe Pecuária de Corte As cotações praticadas em todos os elos da cadeia pecuária

Leia mais

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS DEZEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Desempenho da Economia de Caxias do Sul Dezembro de 2015

Desempenho da Economia de Caxias do Sul Dezembro de 2015 Dezembro/2015 1- Desempenho da Economia de Caxias do Sul A economia de Caxias do Sul, em dezembro, apresentou indicador com leve recessão no mês (-0,3%). Foi a Indústria que puxou o índice para baixo,

Leia mais

BAURU. Ensino Fundamental Ensino Fundamental Outros 1 Eletricista de instalações C.L.T. Barra Bonita Curso Técnico 3

BAURU. Ensino Fundamental Ensino Fundamental Outros 1 Eletricista de instalações C.L.T. Barra Bonita Curso Técnico 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Agropecuária, Extrativa Vegetal, Regime de Contratação Local de Trabalho 2 Alimentador de linha de produção Bariri Comércio 1 Atendente de lanchonete Bariri Escolaridade

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 I - Resultados do mês Em junho de 2012 as exportações

Leia mais

O CUSTO DOS DESLOCAMENTOS NAS PRINCIPAIS ÁREAS URBANAS DO BRASIL

O CUSTO DOS DESLOCAMENTOS NAS PRINCIPAIS ÁREAS URBANAS DO BRASIL PUBLICAÇÕES SISTEMA FIRJAN PESQUISAS E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS AMBIENTE DE NEGÓCIOS O CUSTO DOS DESLOCAMENTOS NAS PRINCIPAIS ÁREAS URBANAS DO BRASIL Setembro/2015 Esta publicação contempla os seguintes

Leia mais

Informe Econômico SEFAZ/RJ

Informe Econômico SEFAZ/RJ Economia Mundial. Em julho, o cenário geopolítico internacional apresentou-se bastante conturbado. Entre os acontecimentos que têm gerado grande apreensão internacional, são destaques: (i) o aumento das

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº58 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Índice de Vendas acumula queda de -1,02% até outubro Vendas do setor

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Informativo da Confederação Nacional da Indústria Indústria tem queda da atividade em novembro Os dados de horas trabalhadas, faturamento e utilização da capacidade instalada mostraram

Leia mais

Nível de Atividade: Investimento Desaba e Arrasta o PIB Trimestral

Nível de Atividade: Investimento Desaba e Arrasta o PIB Trimestral 6 análise de conjuntura Nível de Atividade: Investimento Desaba e Arrasta o PIB Trimestral Brasileiro Vera Martins da Silva (*) As perspectivas sombrias sobre a economia brasileira se confirmaram e houve

Leia mais

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados 101/15 30/06/2015 Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Junho de 2015 Sumário 1. Perspectivas do CenárioEconômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março

Leia mais

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS NOVEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais