Sobotta. Atlas Prático de Anatomia Humana. Friedrich Paulsen Jens Waschke. Tradução da 3ª Edição

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sobotta. Atlas Prático de Anatomia Humana. Friedrich Paulsen Jens Waschke. Tradução da 3ª Edição"

Transcrição

1 Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana Friedrich Paulsen Jens Waschke Tradução da 3ª Edição

2 F. Paulsen e J. Waschke Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana

3 Design da capa: Stefan Hilden, hildendesign, München; SpieszDesign, Neu-Ulm Ilustração da capa: Sonja Klebe, Löhne

4 Friedrich Paulsen e Jens Waschke (editores) Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana 3 a edição

5 2019 Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros. ISBN: ISBN versão eletrônica: SOBOTTA Präparieratlas 3.Auflage 2017 Elsevier GmbH, München Urban & Fischer Verlag é uma impressão de Elsevier GmbH This translation of Sobotta Präparieratlas 3rd Edition, by Friedrich Paulsen and Jens Waschke was undertaken by Elsevier Editora Ltda. and is published by arrangement with Elsevier GmbH. Esta tradução de Sobotta - Präparieratlas 3rd Edition, de Friedrich Paulsen e Jens Waschke foi produzida por Elsevier Editora. Ltda. e publicada em conjunto com a Elsevier GmbH. ISBN: Capa Adaptada Luciana Mello e Monika Mayer Editoração Eletrônica Thomson Digital Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua da Assembleia, n andar Sala Centro Rio de Janeiro RJ Av. Doutor Chucri Zaidan, n andar Brooklin Novo São Paulo SP Serviço de Atendimento ao Cliente Consulte nosso catálogo completo, os últimos lançamentos e os serviços exclusivos no site NOTA Esta tradução foi produzida por Elsevier Brasil Ltda. sob sua exclusiva responsabilidade. Médicos e pesquisadores devem sempre fundamentar-se em sua experiência e no próprio conhecimento para avaliar e empregar quaisquer informações, métodos, substâncias ou experimentos descritos nesta publicação. Devido ao rápido avanço nas ciências médicas, particularmente, os diagnósticos e a posologia de medicamentos precisam ser verificados de maneira independente. Para todos os efeitos legais, a Editora, os autores, os editores ou colaboradores relacionados a esta tradução não assumem responsabilidade por qualquer dano/ou prejuízo causado a pessoas ou propriedades envolvendo responsabilidade pelo produto, negligência ou outros, ou advindos de qualquer uso ou aplicação de quaisquer métodos, produtos, instruções ou ideias contidos no conteúdo aqui publicado. CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ P357s 3. ed. Paulsen, Friedrich Sobotta : atlas prático de anatomia humana / Friedrich Paulsen, Jens Waschke ; tradução Marcelo Narciso ed. - Rio de Janeiro : Elsevier, ; 31 cm. Tradução de: Sobotta : dissection atlas Inclui índice ISBN Anatomia humana - Atlas. 2. Neuroanatomia. I. Waschke, Jens. II. Narciso, Marcelo. III. Título CDD: CDU: 611(08.) Vanessa Mafra Xavier Salgado - Bibliotecária - CRB-7/66 28/03/ /03/2019

6 Revisão Científica e Tradução Revisão Científica Adilson Dias Salles Médico Mestre em Anatomia do Departamento de Anatomia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Doutor em Medicina da Faculdade de Medicina da UFRJ Professor Associado II do Programa de Anatomia do Instituto de Ciências Biomédicas do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ e do Departamento de Antropologia do Museu Nacional da UFRJ Tradução Marcelo Sampaio Narciso Doutor em Ciências Morfológicas pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Morfológicas (PCM) do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Mestre em Ciências Morfológicas pela UFRJ Especialista em Histologia e Embriologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Professor Adjunto do Programa de Histologia do ICB da UFRJ

7 Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana a peça central do curso de dissecção Nós estamos contentes em concluir o Atlas Sobotta de Anatomia Humana com o Sobotta - Atlas Prático de Anatomia Humana. Por muitas gerações, na profissão médica, tem sido natural a utilização de um atlas de anatomia, predominantemente no curso de dissecção, e também de forma intensa na dissecção de corpos doados para a produção de peças molhadas. Isso foi comprovado pelo fato de que, em vários outros trabalhos de anatomia, foram adotadas as inconfundíveis ilustrações produzidas há mais de 100 anos na tradição dos livros Sobotta. Ao longo dos anos, inúmeras ilustrações foram adicionadas para a visualização de estruturas anatomicamente importantes, que são difíceis de visualizar no curso de dissecção, ou para a explicação de referências clínicas com base em imagens. Estes aspectos, com um design de qualidade cada vez mais elevada, fez com que os atlas de anatomia fossem mais utilizados como livros auxiliares de aprendizagem para o estudo em casa, sem que precisassem ser levados para a sala de dissecção para que o aprendizado ocorresse diretamente a partir das preparações anatômicas. A 3ª edição do Sobotta - Atlas Prático de Anatomia Humana, com seu design e estrutura especiais, foi projetada para fornecer algo tangível para o estudo direto de cadáveres nas salas de dissecção. Nesta edição de volume único, o Sobotta - Atlas Prático de Anatomia Humana reúne as mais importantes ilustrações, essenciais para a dissecção. Juntamente com o Atlas Sobotta de três volumes, a tabela de músculos e o livro-texto do Sobotta, todos essencialmente projetados para estudos em casa, além do aplicativo Sobotta para o estudo em aparelhos celulares, uma linha Sobotta de recursos encontra-se agora disponível, de modo a atender todos os requisitos de anatomia, garantindo também satisfação e sucesso na preparação para exames orais e escritos. Devido à grande variedade de cursos de neuroanatomia em diferentes universidades (para as quais recomendamos o terceiro volume completo do Atlas Sobotta, com sua infinidade de ilustrações do SNC), nós limitamos deliberadamente as ilustrações no Atlas Prático de Anatomia Humana àquelas cruciais para o curso de anatomia macroscópica. Aproveite a 3 a edição do Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana não importando se ele será utilizado no curso de dissecção ou na atualização de seu conhecimento anatômico antes da cirurgia! Friedrich Paulsen Jens Waschke

8 Lista de ilustrações Salvo indicação em contrário, todas as ilustrações foram obtidas a partir de: Paulsen, F., Waschke, J.: Sobotta Atlas der Anatomie. 2ª ed., Elsevier GmbH, Munique, A referência ao autor ou à fonte da respectiva ilustração encontra-se adicionada ao final da legenda, entre colchetes, da seguinte forma: G618 Moses, K. P., Banks, J. C., Nava, P. B., Petersen, D.K.: Atlas of Clinical Gross Anatomy. 2 a ed., Elsevier Saunders, Filadélfia 2013 J803 Biederbick & Rumpf, Adelsdorf L127 Jörg Mair, Munique L238 Sonja Klebe, Löhne L20 Horst Ruß, Munique L266 Stephan Winkler, Munique L275 Martin, Hoffmann, Neu-Ulm L280 Johannes Habla, Munique L285 Anne-Katrin Hermanns, Art Ankats, Maastricht, Holanda (Países Baixos)

9 Sumário 1 Anatomia de Superfície Tronco Membro Superior Órgãos da Cavidade Torácica Órgãos da Cavidade Abdominal Espaço Retroperitoneal e Pelve Cabeça Olho Orelha Músculos do Pescoço Encéfalo e Medula Espinal Índice...22

10

11 Vasos sanguíneos superficiais e nervos da região inguinal e da coxa Artéria femoral Ramo cutâneo anterior (nervo ilio-hipogástrico) Artéria epigástrica superficial e veia epigástrica superficial Nervo ilioinguinal Nervo cutâneo femoral lateral Veia femoral Ramo femoral (nervo genitofemoral) Artérias pudendas externas e veias pudendas externas Artéria circunflexa ilíaca superficial e veia circunflexa ilíaca superficial Veia safena acessória (lateral) Veia safena magna Ramos cutâneos anteriores (nervo femoral) Ramos cutâneos (nervo obturatório) Artéria descendente do joelho Ramo infrapatelar (nervo safeno) Rede patelar Fig..1 Vasos sanguíneos epifasciais e nervos da região inguinal, da coxa (região femoral anterior) e do joelho (região genicular anterior) do lado direito ; vista anterior. 68

12 Vasos sanguíneos superficiais e nervos da região glútea e da coxa Nervos clúnios superiores (L1-L3) Ramo cutâneo lateral (nervo ilio-hipogástrico) Nervos clúnios médios (S1-S3) Sulco glúteo Nervos clúnios inferiores (nervo cutâneo femoral posterior) Nervo cutâneo femoral lateral Fáscia lata Ramo cutâneo (nervo obturatório) Nervo cutâneo femoral lateral Veia safena magna Veia safena parva Fig..2 Vasos sanguíneos epifasciais e nervos da região glútea, da coxa (região femoral posterior) e da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior. 69

13 Vasos sanguíneos superficiais e nervos da perna Patela Ramo infrapatelar (nervo safeno) Nervo safeno Veia safena magna Veia perfurante Ramos cutâneos crurais mediais (nervo safeno) Fáscia da perna Nervo fibular superficial Nervo cutâneo dorsal medial Nervo cutâneo dorsal intermédio a Veia marginal medial Fig..3 Veias epifasciais e nervos da perna (região crural) e do pé, lado direito ; vista medial. 70

14 Vasos sanguíneos superficiais e nervos da perna Veia safena magna Nervo safeno Nervo cutâneo sural lateral (nervo fibular comum) Veia perfurante Veia safena parva Nervo cutâneo sural medial (nervo tibial) Ramo comunicante fibular Nervo sural Fáscia da perna Veia marginal lateral Arco venoso dorsal do pé Rede venosa dorsal do pé b Nervo cutâneo dorsal lateral (nervo sural) Fig.. Veias epifasciais e nervos da perna (região crural) e do pé, lado direito ; vista posterolateral. 71

15 Vasos sanguíneos superficiais e nervos do dorso do pé Nervo safeno Nervo cutâneo crural medial (nervo safeno) Nervo fibular superficial Retináculo inferior dos músculos extensores Maléolo medial Maléolo lateral Nervo cutâneo dorsal medial Veia safena magna Nervo safeno Nervo cutâneo dorsal intermédio Veia safena parva Veia marginal medial Nervo cutâneo dorsal lateral Veia marginal lateral Veia perfurante Nervo fibular profundo, nervos digitais dorsais do pé Arco venoso dorsal do pé Veias digitais dorsais do pé Nervos digitais dorsais do pé Fig..5 Veias epifasciais e nervos do dorso do pé, lado direito ; vista do dorso do pé. 72

16 Vasos sanguíneos e nervos da coxa Artéria ilíaca externa Nervo cutâneo femoral lateral Ligamento inguinal Veia ilíaca externa Artéria ilíaca interna Artéria circunflexa ilíaca profunda Músculo ilíaco Nervo femoral Artéria femoral profunda Artéria femoral Músculo tensor da fáscia lata Músculo pectíneo Veia safena magna Ramo muscular (nervo femoral) Veia femoral Músculo adutor longo Músculo reto femoral Músculo grácil Músculo sartório Músculo vasto lateral Músculo vasto medial Ramo articular (artéria descendente do joelho) Rede patelar Ligamento da patela Fig..6 Vasos sanguíneos e nervos da coxa (região femoral anterior), lado direito ; vista anterior. 73

17 Vasos sanguíneos e nervos da coxa Nervo cutâneo femoral lateral Nervo femoral Nervo obturatório Artéria femoral Músculo pectíneo Músculo ilíaco Ramo acetabular (artéria obturatória) Artéria obturatória Nervo obturatório Artéria circunflexa femoral lateral Artéria circunflexa femoral medial Artéria femoral profunda Músculo sartório Ramo superficial (artéria circunflexa femoral medial) Músculo adutor longo Ramo descendente (artéria circunflexa femoral lateral) Veia femoral Artéria femoral Músculo reto femoral Ramo cutâneo (nervo obturatório) Nervo safeno Ramo muscular (nervo femoral) Músculo adutor magno Septo intermuscular vastoadutor Músculo grácil Nervo safeno Músculo vasto medial Músculo sartório Ramo articular (artéria descendente do joelho) Fig..7 Vasos sanguíneos e nervos da coxa (região femoral anterior), lado direito ; vista anterior, após remoção parcial do músculo sartório e secção do músculo pectíneo. 7

18 Vasos sanguíneos e nervos da coxa Veia ilíaca externa Artéria ilíaca externa Nervo obturatório Veia safena magna Artéria circunflexa femoral medial Nervo femoral Músculo ilíaco Nervo obturatório Artéria obturatória Artéria femoral profunda Veia femoral Artéria circunflexa femoral lateral Ramo ascendente Ramo descendente Veia femoral profunda Músculo adutor curto Músculo adutor longo Ramos musculares (nervo femoral) Artéria perfurante Músculo reto femoral Ramo cutâneo (nervo obturatório) Músculo adutor longo Artéria perfurante Veia femoral Músculo grácil Músculo vasto lateral Músculo adutor magno Artéria femoral Músculo reto femoral Hiato dos adutores Músculo vasto medial Nervo safeno Artéria descendente do joelho, ramo safeno Músculo sartório Artéria descendente do joelho Artéria superior medial do joelho Artéria poplítea Rede articular do joelho Artéria inferior medial do joelho Fig..8 Vasos sanguíneos e nervos da coxa (região femoral anterior), lado direito ; vista anterior, após remoção parcial do músculo sartório e do músculo reto femoral, e secção do músculo pectíneo e do músculo adutor longo. 75

19 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea e da coxa Músculo glúteo médio, fáscia Nervos clúnios médios (S1-S3) Músculo glúteo máximo Nervos clúnios inferiores (nervo cutâneo femoral posterior) Trato iliotibial Músculo grácil Nervo cutâneo femoral posterior Músculo semitendíneo Músculo vasto lateral Músculo semimembranáceo Músculo bíceps femoral Veia poplítea Músculo semimembranáceo Nervo tibial Nervo fibular comum Artéria poplítea Nervo cutâneo sural lateral (nervo fibular comum) Músculo gastrocnêmio Veia safena parva Nervo cutâneo sural medial Músculo bíceps femoral, tendão Fig..9 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea, da coxa (região femoral posterior), e da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior, após remoção da fáscia lata. 76

20 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea e da coxa Nervos clúnios superiores (L1-L3) Nervos clúnios médios (S1-S3) Fáscia glútea Músculo glúteo máximo Nervos clúnios inferiores (nervo cutâneo femoral posterior) Nervo isquiático Nervo cutâneo femoral posterior Artéria perfurante Músculo bíceps femoral, cabeça longa Nervo tibial Músculo semitendíneo Artérias perfurantes Hiato dos adutores Nervo fibular comum Músculo grácil Músculo semimembranáceo Artéria poplítea Músculo sartório Veia poplítea Artéria superior medial do joelho Nervo cutâneo sural lateral Nervo cutâneo sural medial Ramos musculares (nervo tibial) Músculo gastrocnêmio, cabeça medial Nervo sural Músculo gastrocnêmio, cabeça lateral Fig..10 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea, da coxa (região femoral posterior), e da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior, após remoção da fáscia lata e rebatimento lateral da cabeça longa do músculo bíceps femoral. 77

21 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea e da coxa Artéria glútea superior, ramo superficial Músculo glúteo máximo Forame infrapiriforme Nervo glúteo inferior Forame suprapiriforme Músculo glúteo médio Músculo piriforme Músculo gêmeo superior Músculo obturador interno Músculo gêmeo inferior Artéria glútea inferior Artéria pudenda interna e veia pudenda interna Nervo cutâneo femoral posterior Ramo ascendente (artéria circunflexa femoral medial) Ramo superficial (artéria circunflexa femoral medial) Músculo quadrado femoral Ramo profundo (artéria circunflexa femoral medial) Nervo isquiático Artéria perfurante Ramos musculares (nervo tibial) Músculo adutor magno Músculo bíceps femoral, cabeça longa Artérias perfurantes Músculo semitendíneo Músculo bíceps femoral, cabeça longa Músculo semimembranáceo Músculo bíceps femoral, cabeça curta Veia poplítea Artéria poplítea Nervo fibular comum Nervo tibial Nervo cutâneo sural medial Nervo cutâneo sural lateral Veia safena parva Fig..11 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea, da coxa (região femoral posterior), e da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior, após secção do músculo glúteo máximo e da cabeça longa do músculo bíceps femoral. 78

22 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea Ramos profundos (artéria glútea superior; e veia glútea superior) Nervo glúteo superior Ramo cutâneo lateral (nervo ilio-hipogástrico) Músculo oblíquo externo do abdome Crista ilíaca Músculo glúteo médio Nervo glúteo inferior Artéria glútea inferior e veia glútea inferior Músculo glúteo máximo Nervo cutâneo femoral posterior Nervo isquiático Artéria pudenda interna e veia pudenda interna Ligamento sacrotuberal Músculo glúteo mínimo Músculo glúteo médio Músculo glúteo máximo Músculo piriforme Músculo gêmeo superior Músculo obturador interno Músculo gêmeo inferior Músculo obturador externo Músculo quadrado femoral Trocanter menor Ramos profundos (artéria circunflexa femoral medial) Músculo adutor magno Fig..12 Vasos sanguíneos e nervos da região glútea e da coxa (região femoral posterior), lado direito ; vista posterior, após secção e liberação parcial dos músculos glúteos máximo e médio e após remoção do nervo isquiático logo após a sua emergência do forame infrapiriforme. 79

23 Vasos sanguíneos e nervos da perna Artéria superior lateral do joelho Artéria superior medial do joelho Artéria inferior lateral do joelho Rede articular do joelho Nervo fibular comum Músculo fibular longo Ligamento da patela Músculo extensor longo dos dedos Artéria recorrente tibial anterior Nervo fibular profundo Artéria tibial anterior Nervo fibular superficial Músculo fibular longo Músculo extensor longo dos dedos Músculo tibial anterior Nervo fibular superficial Nervo fibular profundo Músculo fibular curto Músculo extensor longo dos dedos Músculo extensor longo do hálux Artéria fibular, ramo perfurante Retináculo inferior dos músculos extensores Rede maleolar lateral Artéria maleolar anterior lateral Nervo fibular profundo Músculo extensor curto dos dedos Artéria dorsal do pé Músculo fibular terceiro, tendão Nervos digitais dorsais do pé Artérias metatarsais dorsais Fig..13 Vasos sanguíneos e nervos da perna (região crural anterior), lado direito ; vista anterior, após remoção da fáscia da perna e após a secção dos músculos extensor longo dos dedos e fibular longo. 80

24 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea Músculo grácil Músculo bíceps femoral Músculo semitendíneo Músculo semimembranáceo Nervo tibial Veia poplítea Artéria poplítea Artéria superior medial do joelho Veia safena parva Ramos musculares (nervo tibial) Nervo fibular comum Artéria superior lateral do joelho Nervo cutâneo sural lateral Artérias surais Nervo cutâneo sural medial Músculo gastrocnêmio, cabeça medial Músculo gastrocnêmio, cabeça lateral Fig..1 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior, após remoção total da fáscia. 81

25 Artérias da fossa poplítea Artéria perfurante Músculo semimembranáceo Músculo semitendíneo Músculo grácil Músculo bíceps femoral Artéria descendente do joelho Fêmur, face poplítea Artéria superior medial do joelho Músculo semimembranáceo Artéria média do joelho Músculo gastrocnêmio, cabeça medial Artérias surais Artéria inferior medial do joelho Músculo sóleo Artéria tibial anterior (Tronco tibiofibular) Artéria superior lateral do joelho Músculo bíceps femoral Artéria poplítea Músculo plantar Músculo gastrocnêmio, cabeça lateral Artéria inferior lateral do joelho Músculo poplíteo Músculo sóleo Artéria recorrente tibial posterior Membrana interóssea da perna Músculo sóleo Artéria tibial posterior Artéria fibular Fig..15 Artérias da fossa poplítea, lado direito ; vista posterior, após ressecção parcial dos músculos suprajacentes. 82

26 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea e da perna Músculo semitendíneo Artéria poplítea Músculo semimembranáceo Artéria sural e veia sural Músculo gastrocnêmio, cabeça medial Músculo bíceps femoral Nervo tibial Veia poplítea Veia safena parva Músculo gastrocnêmio, cabeça lateral Artéria sural e veia sural Ramos musculares (nervo tibial) Nervo fibular comum Artéria inferior medial do joelho Veias tibiais posteriores Músculo sóleo Arco tendíneo do músculo sóleo Músculo plantar, tendão Músculo gastrocnêmio Nervo tibial Artéria tibial posterior e veia tibial posterior Músculo tibial posterior, tendão Retináculo dos músculos flexores Tendão calcâneo Músculo fibular longo Canal maleolar Músculo fibular curto Maléolo lateral Retináculo dos músculos fibulares Fig..16 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea e da perna (região crural posterior), lado direito ; vista posterior, após remoção da fáscia da perna e secção do músculo gastrocnêmio. 83

27 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea e da perna Nervo fibular comum Veia poplítea Artéria inferior medial do joelho Músculo sóleo Artéria poplítea Músculo plantar Músculo sóleo Artéria fibular Artéria tibial posterior Nervo tibial Músculo tibial posterior Músculo flexor longo dos dedos Músculo flexor longo do hálux Canal maleolar Músculo tibial posterior, tendão Maléolo medial Retináculo dos músculos flexores Maléolo lateral Retináculo dos músculos fibulares Tendão calcâneo Fig..17 Vasos sanguíneos e nervos da fossa poplítea e da perna (região crural posterior), lado direito ; vista posterior, após secção dos músculos gastrocnêmio e sóleo. 8

28 Vasos sanguíneos e nervos da perna Artéria poplítea Artéria inferior medial do joelho Músculo plantar Músculo poplíteo Artéria tibial anterior (Tronco tibiofibular) Músculo sóleo Músculo sóleo Músculo tibial posterior Artéria tibial posterior Artéria fibular Nervo tibial Músculo flexor longo dos dedos Músculo fibular longo Músculo flexor longo do hálux Músculo fibular curto Músculo tibial posterior, tendão Ramos maleolares mediais Músculo flexor longo do hálux Ramos maleolares laterais Tendão calcâneo Ramos calcâneos Rede do calcâneo Fig..18 Vasos sanguíneos e nervos da perna (região crural posterior), lado direito ; vista posterior, após remoção da fáscia da perna e secção dos músculos gastrocnêmio, sóleo e flexor longo do hálux. 85

29 Vasos sanguíneos e nervos da região plantar Artérias digitais plantares próprias Nervos digitais plantares próprios Nervos digitais plantares comuns Artérias metatarsais plantares Nervo plantar lateral, ramo superficial Nervo digital plantar próprio Aponeurose plantar Retináculo dos músculos flexores Canal maleolar Ramos calcâneos mediais (nervo tibial) Nervo plantar medial Artéria tibial posterior Nervo plantar lateral Fig..19 Camada superficial das artérias e nervos da região plantar, lado direito ; vista plantar. 86

30 Vasos sanguíneos e nervos da região plantar Músculo flexor curto dos dedos, tendões Artérias digitais plantares próprias Artérias digitais plantares comuns Nervos digitais plantares comuns Músculo flexor longo do hálux, tendão Músculo flexor curto do hálux Ramo superficial Músculos lumbricais Nervo plantar lateral Ramo profundo Músculo abdutor do hálux Músculo quadrado plantar Artéria plantar lateral Músculo abdutor do dedo mínimo Aponeurose plantar Nervo plantar medial Retináculo dos músculos flexores Músculo flexor curto dos dedos Artéria tibial posterior Canal maleolar Nervo plantar lateral Rede do calcâneo Músculo abdutor do hálux Fig..20 Camada média das artérias e nervos da região plantar, lado direito ; vista plantar. 87

31 Vasos sanguíneos e nervos da região plantar Nervos digitais plantares próprios Músculo flexor longo do hálux, tendão Nervos digitais plantares comuns Artérias metatarsais plantares Cabeça transversa Cabeça oblíqua Músculo adutor do hálux Arco plantar profundo Músculo flexor curto do hálux Nervo plantar lateral Ramo superficial Ramo profundo Artéria plantar medial, ramo superficial Músculo flexor longo do hálux, tendão Músculo adutor do hálux, cabeça oblíqua Músculo flexor longo dos dedos, tendão Artéria plantar lateral Músculo abdutor do dedo mínimo Músculo quadrado plantar Músculo abdutor do hálux Músculo flexor curto dos dedos Aponeurose plantar Nervo plantar medial Retináculo dos músculos flexores Artéria tibial posterior Canal maleolar Nervo plantar lateral Músculo abdutor do hálux Rede do calcâneo Fig..21 Camada profunda das artérias e nervos da região plantar, lado direito ; vista plantar. 88

32 Sobotta Atlas Prático de Anatomia Humana 3ª Edição Este conveniente atlas do Sobotta agora à disposição compila todas as imagens anatômicas fundamentais e necessárias para uma dissecção bem-sucedida. Sua organização especial torna este atlas o companheiro ideal para o laboratório de dissecção combinável com todos os outros atlas ou anotações de aula. Imagens particularmente detalhadas e realistas tornam mais fácil e mais claro o reconhecimento das estruturas anatômicas, permitindo assim o domínio da real situação no laboratório de dissecção. Passo a passo: Todas as áreas do corpo são agrupadas por capítulo, de acordo com a ordem em seu curso. Camada por camada: Imagens sucessivas permitem a compreensão sem esforço de cada etapa no processo de dissecção. Aproveite mais este recurso inigualável Sobotta, ideal para suas aulas práticas de anatomia! Classificação de Arquivo Recomendada Anatomia Anatomia Humana

OSSOS DO MEMBRO INFERIOR

OSSOS DO MEMBRO INFERIOR OSSOS DO MEMBRO INFERIOR ARTICULAÇÕES DO MEMBRO INFERIOR Articulação SacroiIíaca: Ligamento sacrotuberal Lig. sacroespinal Lig. Sacroilíacos post. e ant. Lig. Sacroilíacos interósseos Articulação

Leia mais

Músculos do membro inferior. Carlomagno Bahia

Músculos do membro inferior. Carlomagno Bahia Músculos do membro inferior Carlomagno Bahia Ossos do quadril Superficiais; Região glútea: Profundos. Músculos do membro inferior Coxa: Compartimento anterior; Compartimento medial; Compartimento posterior.

Leia mais

MEMBROS INFERIORES. Anatomia Humana Segmentar Profª. Kátia Nóbrega Profª. Terezinha Nóbrega

MEMBROS INFERIORES. Anatomia Humana Segmentar Profª. Kátia Nóbrega Profª. Terezinha Nóbrega MEMBROS INFERIORES Anatomia Humana Segmentar Profª. Kátia Nóbrega Profª. Terezinha Nóbrega INTRODUÇÃO A Anatomia Segmentar divide o corpo humano em diferentes segmentos para melhor analisá-los. Considerando

Leia mais

Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em grupos principais: Músculo Origem Inserção Ação Psoas maior proc.

Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em grupos principais: Músculo Origem Inserção Ação Psoas maior proc. MIOLOGIA DO ESQUELETO APENDICULAR MIOLOGIA DO MEMBRO INFERIOR Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em grupos principais: Iliopsoas MÚSCULOS QUE ACIONAM A COXA Psoas maior

Leia mais

Músculos do Quadril e Coxa. Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP

Músculos do Quadril e Coxa. Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP Músculos do Quadril e Coxa Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP Movimentos da Articulação do Quadril (ou Coxa) -Flexão e Extensão -Adução e Abdução -Rotação Medial e Rotação

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior NERVOS Os nervos que inervam o membro inferior originam-se do plexo lombar, situado no abdome, e do plexo sacral, situado na pelve. Plexo Lombar: Plexo Sacral: Nervos

Leia mais

AVALIAR A ANATOMIA DE SUPERFÍCIE DO MEMBRO PÉLVICO DO CÃO.

AVALIAR A ANATOMIA DE SUPERFÍCIE DO MEMBRO PÉLVICO DO CÃO. AVALIAR A ANATOMIA DE SUPERFÍCIE DO MEMBRO PÉLVICO DO CÃO. Orientar o membro em relação a sua posição in vivo. Usando os esqueletos da sala de dissecação, como auxílio, orientar o membro e decidir se você

Leia mais

Anatomia Humana. A- Anatomia Geral e do Aparelho Locomotor. B- Anatomia do Aparelho Cardiorespiratório

Anatomia Humana. A- Anatomia Geral e do Aparelho Locomotor. B- Anatomia do Aparelho Cardiorespiratório Anatomia Humana A- Anatomia Geral e do Aparelho Locomotor B- Anatomia do Aparelho Cardiorespiratório C- Anatomia dos Sistemas Endócrino e Digestório D- Anatomia do Aparelho Genitourinário E- Anatomia do

Leia mais

MÚSCULOS DO OMBRO. Músculos do Ombro

MÚSCULOS DO OMBRO. Músculos do Ombro MÚSCULOS DO OMBRO Músculos do Ombro Deltóide Supra-espinhal Infra-espinhal Redondo Menor Redondo Maior Subescapular DELTÓIDE Ombro Inserção Proximal: 1/3 lateral da borda anterior da clavícula, acrômio

Leia mais

Profa. Elen H. Miyabara

Profa. Elen H. Miyabara UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia MÚSCULOS DO QUADRIL E COXA Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br Movimentos da Articulação do Quadril (ou Coxa) -Flexão

Leia mais

Dr. Ricardo Anatomia dos membros inferiores junho site recomendado para estudar anatomia KENHUB

Dr. Ricardo Anatomia dos membros inferiores junho site recomendado para estudar anatomia KENHUB WWW.cedav.com.br Dr. Ricardo Anatomia dos membros inferiores junho 2017 site recomendado para estudar anatomia KENHUB Ossos da bacia Sacro Ilíacos Crista ilíaca Espinhas ilíacas anteriores Ísquios Espinhas

Leia mais

Miologia e anatomia funcional do abdômen, quadril e membros inferiores

Miologia e anatomia funcional do abdômen, quadril e membros inferiores Miologia e anatomia funcional do abdômen, quadril e membros inferiores Profª Esp.Flávia Medeiros M. Oblíquo Externo Origem: Margem inferior e face anterior da 5ª à 12ª costela Inserção: lábio externo da

Leia mais

MÚSCULO ORIGEM INSERÇÃO INERVAÇÃO 1 SUPRA-ESPINHAL FOSSA SUPRA-ESPINHAL TUBÉRCULO > DO ÚMERO 2 INFRA-ESPINHAL SUPERFÍCIE INFERIOR DA ESPINHA

MÚSCULO ORIGEM INSERÇÃO INERVAÇÃO 1 SUPRA-ESPINHAL FOSSA SUPRA-ESPINHAL TUBÉRCULO > DO ÚMERO 2 INFRA-ESPINHAL SUPERFÍCIE INFERIOR DA ESPINHA 6MOD205 LOCOMOÇÃO E PREENSÃO MÚSCULOS DO MEMBRO SUPERIOR OMBRO MANGUITO ROTADOR 1 SUPRA-ESPINHAL FOSSA SUPRA-ESPINHAL TUBÉRCULO > DO 2 INFRA-ESPINHAL SUPERFÍCIE INFERIOR DA ESPINHA TUBÉRCULO > DO 3 SUBESCAPULAR

Leia mais

MODELO ANATÓMICO ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA. Maria Alexandre Bettencourt Pires (MD; PhD) Lisboa -2015

MODELO ANATÓMICO ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA. Maria Alexandre Bettencourt Pires (MD; PhD) Lisboa -2015 MODELO ANATÓMICO ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA Auzoux, Paris- 1853 José António nio Esperança a Pina (MD; PhD) Maria Alexandre Bettencourt Pires (MD; PhD) Lisboa -2015 1. ANATOMIA HUMANA DA LOCOMOÇÃO

Leia mais

COMPLEXO SUPERIOR CINTURA ESCAPULAR

COMPLEXO SUPERIOR CINTURA ESCAPULAR CINESIOLOGIA FASAR 2015 Prof. Msd. Ricardo L. Pace Jr. 1 COMPLEXO SUPERIOR CINTURA ESCAPULAR ELEVAÇÃO: TRAPÉZIO PORÇÃO SUPERIOR (PARTE DESCENDENTE), ELEVADOR (LEVANTADOR) DA ESCÁPULA, ROMBÓIDES. DEPRESSÃO:

Leia mais

Fémur Acidentes Anatómicos

Fémur Acidentes Anatómicos Fémur Acidentes Anatómicos Osso mais longo e mais pesado do corpo Transmite o peso do corpo do osso do quadril para a tíbia quando a pessoa está de pé Comprimento osso = ¼ Comprimento do indivíduo Possui

Leia mais

10/17/2011. Conhecimento Técnico. Construir Argumentos

10/17/2011. Conhecimento Técnico. Construir Argumentos Conhecimento Técnico Construir Argumentos 1 Manhã (9:00 12:00) 04/10 (terça-feira) Principais 05/10 Lesões das 06/10 (quarta-feira) Modalidades Esportivas (quinta-feira) (Corrida e Futebol) Ms Andrea Bloco

Leia mais

Miologia. Mio Músculo Logia Estudo Quatrocentos músculos esqueléticos 40 50% da massa corporal.

Miologia. Mio Músculo Logia Estudo Quatrocentos músculos esqueléticos 40 50% da massa corporal. Prof. Amir Curcio Miologia Mio Músculo Logia Estudo Quatrocentos músculos esqueléticos 40 50% da massa corporal. Miologia Funções Geração de força para locomoção e respiração. Sustentação postural. Geração

Leia mais

Músculos da Perna e Pé

Músculos da Perna e Pé UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia Músculos da Perna e Pé Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br Dorsiflexão Flexão plantar Dorsiflexão Flexão Plantar Art.

Leia mais

Músculos da Perna e Pé. Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Ferreira Departamento de Anatomia Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo

Músculos da Perna e Pé. Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Ferreira Departamento de Anatomia Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo Músculos da Perna e Pé Profa. Dra. Cecília H A Gouveia Ferreira Departamento de Anatomia Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo Movimentos Angulares do Tornozelo e Pé Dorsiflexão Flexão

Leia mais

Anatomia de superfície e palpatória da perna, tornozelo e pé

Anatomia de superfície e palpatória da perna, tornozelo e pé 2010 Anatomia de superfície e palpatória da perna, tornozelo e pé http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentos palpatórios simples para a perna, tornozelo

Leia mais

MÚSCULOS DO QUADRIL. Glúteo Máximo (Maior) Músculos dos Membros Inferiores. Inervação: Ação: Músculos do Quadril T12 L1 PLEXO LOMBAR.

MÚSCULOS DO QUADRIL. Glúteo Máximo (Maior) Músculos dos Membros Inferiores. Inervação: Ação: Músculos do Quadril T12 L1 PLEXO LOMBAR. Músculos dos Membros Inferiores Marcelo Marques Soares Prof.Didi PLEXO LOMBAR T12 L1 MÚSCULOS DO QUADRIL L2 L3 L4 L5 Glúteo Máximo Glúteo Médio Glúteo Mínimo Piriforme Gêmeo Superior Interno Gêmeo Inferior

Leia mais

CINESIOLOGIA. Músculos vs Movimentos. Prof. Msd. Ricardo L. Pace Jr.

CINESIOLOGIA. Músculos vs Movimentos. Prof. Msd. Ricardo L. Pace Jr. CINESIOLOGIA Músculos vs Movimentos Prof. Msd. Ricardo L. Pace Jr. CINESIOLOGIA FASAR 2015 Prof. Msd. Ricardo L. Pace Jr. 1 COMPLEXO SUPERIOR TRAPÉZIO: PORÇÃO SUPERIOR (PARTE DESCENDENTE) Na Cervical:

Leia mais

Medicina Tradicional Chinesa

Medicina Tradicional Chinesa MEMBROS SUPERIIORES E INFERIIORES 1 IV - MEMBROS SUPERIORES E INFERII IORES 1 1 MEMBROS SUPERIORES 5 Ombro Deltóide 5 5 MANGUITO ROTADOR: 5 Músculos do Ombro - Vista Anterior 7 Músculos do Ombro - Vista

Leia mais

Anatomia de superfície e palpatória da coxa e joelho

Anatomia de superfície e palpatória da coxa e joelho 2010 Anatomia de superfície e palpatória da coxa e joelho http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentos palpatórios simples para a coxa e articulação

Leia mais

Anatomia Geral. http://d-nb.info/1058614592. 1 Filogênese e Ontogênese Humanas. 5 Músculos. 6 Vasos. 2 Visão Geral do Corpo Humano

Anatomia Geral. http://d-nb.info/1058614592. 1 Filogênese e Ontogênese Humanas. 5 Músculos. 6 Vasos. 2 Visão Geral do Corpo Humano Anatomia Geral 1 Filogênese e Ontogênese Humanas 1.1 Filogênese Humana 2 1.2 Ontogênese Humana: Visão Geral, Fecundação e Estágios Iniciais do Desenvolvimento 4 1.3 Gastrulação, Neurulação e Formação dos

Leia mais

Cinesiologia Aplicada. Quadril, Joelho e tornozelo

Cinesiologia Aplicada. Quadril, Joelho e tornozelo Cinesiologia Aplicada Quadril, Joelho e tornozelo Cintura Pélvica - Ossos Ossos Pélvicos: Ílio Isquio Púbis Femúr Cintura Pélvica - Movimentos Movimentos da Cintura Pélvica Rotação Pélvica posterior Retroversão

Leia mais

28/03/2018 MIOLOGIA. Prof. Maurício Mandalozzo Ruppel. GENERALIDADES Propriedades. Contratilidade Elasticidade

28/03/2018 MIOLOGIA. Prof. Maurício Mandalozzo Ruppel. GENERALIDADES Propriedades. Contratilidade Elasticidade MIOLOGIA Prof. Maurício Mandalozzo Ruppel 1 GENERALIDADES Propriedades Contratilidade Elasticidade 2 1 3 4 2 5 Classificação das fibras musculares Fibras estriadas esqueléticas Fibras estriadas cardíacas

Leia mais

É importante compreender a biomecânica do joelho (fêmoro tibial e patelo femoral ao prescrever exercícios para o joelho em um programa de

É importante compreender a biomecânica do joelho (fêmoro tibial e patelo femoral ao prescrever exercícios para o joelho em um programa de É importante compreender a biomecânica do joelho (fêmoro tibial e patelo femoral ao prescrever exercícios para o joelho em um programa de reabilitação, seja qual for o diagnóstico Fêmur Tíbia Fíbula Patela

Leia mais

Os membros inferiores são formados por cinco segmentos ósseos, que apresentamos a seguir. Todos os ossos desses segmentos são pares.

Os membros inferiores são formados por cinco segmentos ósseos, que apresentamos a seguir. Todos os ossos desses segmentos são pares. ESQUELETO APENDICULAR INFERIOR OSTEOLOGIA DOS MEMBROS INFERIORES Os membros inferiores são formados por cinco segmentos ósseos, que apresentamos a seguir. Todos os ossos desses segmentos são pares. Cintura

Leia mais

MEMBROS INFERIORES: OSSOS. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP

MEMBROS INFERIORES: OSSOS. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP MEMBROS INFERIORES: OSSOS Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP FUNÇÃO DOS MMII LOCOMOÇÃO SUSTENTAÇAO DE PESO OSSOS DO MEMBRO INFERIOR (62) OSSO DO QUADRIL (ILÍACO) (2)

Leia mais

Análise do movimento Caindo nas molas

Análise do movimento Caindo nas molas Análise do movimento Caindo nas molas 1 Projeto de Pesquisa Trançados musculares saúde corporal e o ensino do frevo Análise do movimento Observador: Giorrdani Gorki Queiroz de Souza (Kiran) Orientação

Leia mais

Anatomia Comparativa dos nervos do membro pélvico de Cebus libidinosus (Rylands et al. 2000)

Anatomia Comparativa dos nervos do membro pélvico de Cebus libidinosus (Rylands et al. 2000) Anatomia Comparativa dos nervos do membro pélvico de Cebus libidinosus (Rylands et al. 2000) Giovanna Felipe Cavalcante 1 ; Tales Alexandre Aversi-Ferreira 2 1 Aluno do Curso de Enfermagem; Campus de Palmas;

Leia mais

Sumário. Anatomia Geral

Sumário. Anatomia Geral Anatomia Geral 1 Filogênese e Ontogênese Humanas 1.1 Filogênese Humana................................. 2 1.2 Ontogênese Humana: Visão Geral, Fecundação e Estágios Iniciais do Desenvolvimento.................................

Leia mais

1 2 PSOAS O = PROCESSOS TRANSVERSOS / CORPOS E DISCOS INTERVERTEBRAIS DE TODAS AS VÉRTEBRAS LOMBARES N. FEMURAL I = TROCANTER MENOR ILIACO O = FOSSA ILIACA N. FEMURAL I = TROCANTER MENOR RETO FEMURAL O

Leia mais

Esqueleto Apendicular e Axial, e articulação do joelho. Marina Roizenblatt 75 Monitora de Anatomia

Esqueleto Apendicular e Axial, e articulação do joelho. Marina Roizenblatt 75 Monitora de Anatomia Esqueleto Apendicular e Axial, e articulação do joelho Marina Roizenblatt 75 Monitora de Anatomia Coluna Vertebral Canal Vertebral Forames intervertebrais Características de uma vértebra típica Corpo vertebral

Leia mais

Apostila de Cinesiologia

Apostila de Cinesiologia 1 FACIS - Faculdade de Ciências da Saúde Fisioterapia Apostila de Cinesiologia Aula Prática Coxo Femoral Este material é fruto do trabalho iniciado na monitoria de 2009. Ainda esta em fase de construção.

Leia mais

Parede abdominal Ântero-lateral. Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges

Parede abdominal Ântero-lateral. Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Parede abdominal Ântero-lateral Anatomia Aplicada a Medicina IV Prof. Sérvulo Luiz Borges Abdome A parte do tronco entre o tórax e a pelve, possui paredes musculotendíneas, exceto posteriormente onde a

Leia mais

08/08/2016 CINESIOLOGIA E BIOMECÂNICA DOS SEGMENTOS ARTICULARES DO MEMBRO INFERIOR COMPONENTES DO COMPLEXO DO QUADRIL

08/08/2016 CINESIOLOGIA E BIOMECÂNICA DOS SEGMENTOS ARTICULARES DO MEMBRO INFERIOR COMPONENTES DO COMPLEXO DO QUADRIL CINESIOLOGIA E BIOMECÂNICA DOS SEGMENTOS ARTICULARES DO MEMBRO INFERIOR COMPONENTES DO COMPLEXO DO QUADRIL PELVE (isquio, ilio, pubis) FÊMUR 1 COMPLEXO DO QUADRIL ARTICULAÇÃO SINOVIAL, TIPO ESFERÓIDE 3

Leia mais

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA ANATOMIA HUMANA O conhecimento da Anatomia é de fundamental importância na hora de prescrever o exercício... Ossos e músculos; Tipos de articulações;

Leia mais

Anatomia do membro inferior

Anatomia do membro inferior Reabilitação 2008/2009 Anatomia do membro inferior 2007/2008-1 - Osteologia Osso coxal osso chato constituído por 3 porções: ílion, púbis e ísquion. a superfície lateral tem uma superfície articular profunda

Leia mais

ANATOMIA APLICADA. Roteiro de Dissecação do Abdome. 1- Região Abdominal Ventral

ANATOMIA APLICADA. Roteiro de Dissecação do Abdome. 1- Região Abdominal Ventral ANATOMIA APLICADA Roteiro de Dissecação do Abdome 1- Região Abdominal Ventral O abdômen é constituído por três regiões: região xifóidea ou abdominal cranial, é delimitada pelo arco costal cranialmente.

Leia mais

Membro inferior Osteologia e Miologia

Membro inferior Osteologia e Miologia Membro inferior Osteologia e Miologia Nome: Turma: PL1/PL2 1. Osteologia do fémur 6-7- 8-9- 10-11- 12 - Membro Inferior - Serviço Patologia Experimental @ FMUC - UC - PT - 2013.2014! 1/10 B. Legende a

Leia mais

28/08/2015 CINTURA PÉLVICA E QUADRIL INTRODUÇÃO. Transmissão do peso da cabeça, tronco e MMSS para os MMII INTRODUÇÃO ÍNDICE DE ASSUNTOS

28/08/2015 CINTURA PÉLVICA E QUADRIL INTRODUÇÃO. Transmissão do peso da cabeça, tronco e MMSS para os MMII INTRODUÇÃO ÍNDICE DE ASSUNTOS ÍNDICE DE ASSUNTOS CINTURA PÉLVICA E QUADRIL PROF. DR. Wouber Hérickson de B. Vieira DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA - UFRN hericksonfisio@yahoo.com.br INTRODUÇÃO ANATOMIA FUNCIONAL Estrutura óssea Estrutura

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul ESCOLA DE CIÊNCIAS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul ESCOLA DE CIÊNCIAS ESCOLA DE CIÊNCIAS 1 DADOS DO IDENTIFICAÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO 1.1 FACULDADE BIOCIÊNCIAS PLANO DE DISCIPLINA 1. DEPARTAMENTO CIÊNCIAS MORFOFISIOLÓGICAS

Leia mais

1) ESTUDO DOS OSSOS DO MEMBRO PÉLVICO 1

1) ESTUDO DOS OSSOS DO MEMBRO PÉLVICO 1 1) ESTUDO DOS OSSOS DO MEMBRO PÉLVICO 1 O membro pélvico é constituído de quatro segmentos: cintura pelvina, coxa, perna e pé. 1.1 CINTURA PÉLVICA OU CÍNGULO DO MEMBRO PÉLVICO O cíngulo pélvico, popular

Leia mais

Ossos da Perna Vista Anterior

Ossos da Perna Vista Anterior TORNOZELO Ossos da Perna Vista Anterior FÍBULA TÍBIA MALÉOLO LATERAL MALÉOLO MEDIAL Ossos do Pé Vista Lateral TÁLUS CALCÂNEO NAVICULAR CUBÓIDE TARSO METATARSO FALANGES Ossos do Pé Vista Dorsal FALANGES

Leia mais

ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII. Prof.: Gustavo Martins Pires

ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII. Prof.: Gustavo Martins Pires ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII Prof.: Gustavo Martins Pires OSSOS DO MEMBRO INFERIOR OSSOS DO MEMBRO INFERIOR Tem por principal função de locomoção e sustentação do peso. Os ossos do quadril, constituem

Leia mais

Adutores da Coxa. Provas de função muscular MMII. Adutor Longo. Adutor Curto. Graduação de força muscular

Adutores da Coxa. Provas de função muscular MMII. Adutor Longo. Adutor Curto. Graduação de força muscular Provas de função muscular MMII Graduação de força muscular Grau 0:Consiste me palpar o músculo avaliado e encontrar como resposta ausência de contração muscular. Grau 1:Ao palpar o músculo a ser avaliado

Leia mais

Anatomia para Colorir

Anatomia para Colorir Anatomia para Colorir Oliver Kretz Tradução da 3 a Edição Oliver Kretz Sobotta Anatomia para Colorir Sobotta Anatomia para Colorir Oliver Kretz Huber lab Clinical Research Center Division Department of

Leia mais

Antebraço, Fossa Cubital e Mão

Antebraço, Fossa Cubital e Mão Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Ciências Básicas da Saúde Departamento de Ciências Morfológicas Curso de Fisioterapia DISCIPLINA DE ANATOMIA HUMANA Antebraço, Fossa Cubital e Mão

Leia mais

Análise do movimento Parafuso

Análise do movimento Parafuso Análise do movimento Parafuso 1 Projeto de Pesquisa Trançados musculares saúde corporal e o ensino do frevo Análise do movimento Observador: Giorrdani Gorki Queiroz de Souza (Kiran) Orientação para realização

Leia mais

Tornozelo - Pé. Tornozelo - Pé Cinesiologia. Renato Almeida

Tornozelo - Pé. Tornozelo - Pé Cinesiologia. Renato Almeida Tornozelo - Pé Questão de Concurso Treinando... (SERTANEJA - PR) Os músculos fibular longo, fibular curto e terceiro fibular realizam qual movimento? a) Flexão do joelho. b) Eversão do pé. c) Plantiflexão

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI. Sistema Muscular

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI. Sistema Muscular 1 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI EEFMT Professora Maria Theodora Pedreira de Freitas Av. Andrômeda, 500 Alphaville Barueri SP CEP 06473-000 Disciplina: Educação Física 6ª Série Ensino Fundamental

Leia mais

ANATOMIA DO MOVIMENTO HUMANO RELACIONADA AOS MOVIMENTOS DA MANIFESTAÇÃO FOLCLÓRICA QUADRILHA 1

ANATOMIA DO MOVIMENTO HUMANO RELACIONADA AOS MOVIMENTOS DA MANIFESTAÇÃO FOLCLÓRICA QUADRILHA 1 ANATOMIA DO MOVIMENTO HUMANO RELACIONADA AOS MOVIMENTOS DA MANIFESTAÇÃO FOLCLÓRICA QUADRILHA 1 MARTINS, Yasmin Guedes 1 ; SILVA, Daliny Lima da 2 ; ARANTES, Leonardo Jesus Fróes 3 ; MATA, Matheus Araújo

Leia mais

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função dos Nervos Periféricos Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos

Leia mais

Quadril. Quadril Cinesiologia. Renato Almeida

Quadril. Quadril Cinesiologia. Renato Almeida Quadril Questão de Concurso Treinando... (QUEIMADAS - PB) A capacidade do corpo de transformar movimentos angulares estereotipados das articulações em movimentos curvilineares mais eficientes das partes

Leia mais

ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES

ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES 2 SISTEMA MUSCULAR MÚSCULOS DO MEMBRO SUPERIOR 3 MÚSCULOS MOVIMENTOS OMOPLATA 4 MÚSCULOS TRAPÉZIO MOVIMENTOS OMOPLATA 5 ELEVADOR DA OMOPLATA Origem: Apófises transversas

Leia mais

18/03/2018. Avaliação Ortopédica MEMBROS INFERIORES. Hugo Leonardo Miranda Coelho Ortopedista Médico do Trabalho Perito Médico

18/03/2018. Avaliação Ortopédica MEMBROS INFERIORES. Hugo Leonardo Miranda Coelho Ortopedista Médico do Trabalho Perito Médico Avaliação Ortopédica MEMBROS INFERIORES Hugo Leonardo Miranda Coelho Ortopedista Médico do Trabalho Perito Médico 1 Quadril Diagnósticos a considerar: Coxartrose Impacto femoroacetabular Osteonecrose da

Leia mais

MÚSCULOS DOS MEMBROS INFERIORES

MÚSCULOS DOS MEMBROS INFERIORES MÚSCULOS DOS MEMBROS INFERIORES Músculos Anteriores da Coxa Flexores de Quadril Músculo Origem Inserção Inervação Ação Pectíneo Psoas Maior Psoas menor Ilíaco Sartório Ramo Superior do púbis Processos

Leia mais

Introdução ao Estudo da Anatomia Humana. Prof. Dr.Thiago Cabral

Introdução ao Estudo da Anatomia Humana. Prof. Dr.Thiago Cabral Introdução ao Estudo da Anatomia Humana Conceito de Anatomia É a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição dos seres organizados. Especializações da anatomia Citologia (Biologia celular)

Leia mais

Avaliação do Quadril

Avaliação do Quadril Avaliação do Quadril Anatomia -Ossos do quadril constituem a cintura pélvica e unem-se anterior//e na sínfise púbica e posterior//te articulam-se com a parte superior do sacro. Anatomia - Ossos do quadril

Leia mais

QUADRIL / PELVE. Prof. Gabriel Paulo Skroch

QUADRIL / PELVE. Prof. Gabriel Paulo Skroch QUADRIL / PELVE Prof. Gabriel Paulo Skroch 1. ANATOMIA Mulher Homem Ilíaco e extremidade superior do fêmur Vista anterior Vista posterior Superfícies articulares da articulação coxo-femural, cápsula e

Leia mais

Anatomia de superfície e palpatória do quadril e da região glútea http://www.imagingonline.com.br/

Anatomia de superfície e palpatória do quadril e da região glútea http://www.imagingonline.com.br/ 2010 Anatomia de superfície e palpatória do quadril e da região glútea http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentos palpatórios simples para o quadril

Leia mais

OSSOS DE MEMBRO INFERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1

OSSOS DE MEMBRO INFERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1 OSSOS DE MEMBRO INFERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1 1 OSSOS DO CÍNGULO DO MEMBRO INFERIOR Também chamado de cintura pélvica forma a raiz de implantação do membro inferior, sendo constituído

Leia mais

AVALIAÇÃO DO JOELHO. Clique para adicionar texto

AVALIAÇÃO DO JOELHO. Clique para adicionar texto AVALIAÇÃO DO JOELHO Clique para adicionar texto ANATOMIA PALPATÓRIA Fêmur Côndilos femurais ( Medial e Lateral ) Sulco Troclear ou Fossa Intercondiliana Epicôndilos femurais ( Medial e Lateral ) Tíbia

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior OSSOS Os membros inferiores são mais estáveis, devido a fixação de duas fortes articulações, anteriormente, a sínfise púbica (é uma articulação cartilagínea) e posteriormente

Leia mais

CADEIAS MUSCULARES E AVALIAÇÃO POSTURAL

CADEIAS MUSCULARES E AVALIAÇÃO POSTURAL CADEIAS MUSCULARES E AVALIAÇÃO POSTURAL Françoise Mézières - supremacia do tônus muscular da cadeia posterior em função da necessidade de sustentação Herman Kabat Movimentos em espirais para levar ao completo

Leia mais

Membro Superior. Sistema Esquelético. Cintura Escapular. Membro Superior. 1 Segmento ESCÁPULA E CLAVÍCULA 24/02/2016 CLAVÍCULA. CLAVÍCULA Articulações

Membro Superior. Sistema Esquelético. Cintura Escapular. Membro Superior. 1 Segmento ESCÁPULA E CLAVÍCULA 24/02/2016 CLAVÍCULA. CLAVÍCULA Articulações ANATOMIA PALPATÓRIA Marcelo Marques Soares Prof. Didi Jonas Wecker Douglas Lenz 1 Segmento Cintura Escapular E CLAVÍCULA Membro Superior Sistema Esquelético CLAVÍCULA Membro Superior 1 Segmento - Cintura

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Anatomia humana de estruturas reunidas em um mesmo território anatômico e suas representações em exames de imagem normais.

PLANO DE ENSINO. Anatomia humana de estruturas reunidas em um mesmo território anatômico e suas representações em exames de imagem normais. NOME: ANATOMIA TOPOGRÁFICA E IMAGEM Código: IMA002 Carga horária: 120 HORAS-AULA (30 HORAS TEÓRICAS E 90 HORAS PRÁTICAS) Créditos: 08 Período do curso: 4 PERÍODO Pré-requisitos: FIB040 EMENTA PLANO DE

Leia mais

MEMBROS INFERIORES: OSSOS E ARTICULAÇÕES. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP

MEMBROS INFERIORES: OSSOS E ARTICULAÇÕES. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP MEMBROS INFERIORES: OSSOS E ARTICULAÇÕES Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP FUNÇÃO DOS MMII LOCOMOÇÃO SUSTENTAÇAO DE PESO OSSOS DO MEMBRO INFERIOR (62) OSSO DO QUADRIL

Leia mais

JOELHO INTRODUÇÃO ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA 28/08/2015. Mais complexa articulação do corpo

JOELHO INTRODUÇÃO ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA ESTRUTURA ÓSSEA 28/08/2015. Mais complexa articulação do corpo INTRODUÇÃO Mais complexa articulação do corpo JOELHO PROF. DR. Wouber Hérickson de B. Vieira DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA - UFRN hericksonfisio@yahoo.com.br Local mais comum de lesões desportivas Resiste

Leia mais

79 Vias de acesso ao membro inferior

79 Vias de acesso ao membro inferior 1652 Ortopedia e traumatologia: princípios e prática 79 Vias de acesso ao membro inferior Ivo Schmiedt Carlos Roberto Schwartsmann O objetivo deste capítulo é fornecer informações práticas, com diagramas

Leia mais

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório

Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro. Sistema Circulatório Centro Universitário Maurício de Nassau Prof. Douglas Monteiro Sistema Circulatório Coração Conceito: É um órgão muscular central do aparelho circulatório, que funciona como uma bomba dupla de sucção e

Leia mais

AVALIAÇÃO DO JOELHO. Articulação Tibiofibular Superior: É uma articulação sinovial plana entre a tíbia e a cabeça da fíbula.

AVALIAÇÃO DO JOELHO. Articulação Tibiofibular Superior: É uma articulação sinovial plana entre a tíbia e a cabeça da fíbula. AVALIAÇÃO DO JOELHO 1. Anatomia Aplicada: Articulação Tibiofemoral: É uma articulação em dobradiça modificada que possui 2 graus de liberdade; Posição de repouso: 25 de flexão; Posição de aproximação máxima:

Leia mais

Anatomia Humana Módulo 02 Conceitos Gerais do Sistema Osteomioarticular

Anatomia Humana Módulo 02 Conceitos Gerais do Sistema Osteomioarticular Anatomia Humana 1 Profª Fabíola Claudia Henrique da Costa Parte 01 Osteologia Partedaanatomiaque estuda o esqueleto, o qual é constituído por ossos e cartilagens. 1 Axial Ossos da cabeça, pescoço e tronco

Leia mais

1ª CAMADA 4 MÚSCULOS ANTEBRAÇO E MÃO DIVISÃO MÚSCULOS DOS MEMBROS SUPERIORES MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO

1ª CAMADA 4 MÚSCULOS ANTEBRAÇO E MÃO DIVISÃO MÚSCULOS DOS MEMBROS SUPERIORES MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO MÚSCULOS DOS MEMBROS SUPERIORES Dica Do Didi 4121 Número bom ANTEBRAÇO E MÃO Marcelo Marques Soares Prof. Didi DIVISÃO MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO - Região Anterior (8 Músculos) - - Região Posterior (8 Músculos)

Leia mais

Características Gerais. Anatomia do Joelho INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO MOVIMENTOS. Curso Reabilitação nas Lesões do Joelho

Características Gerais. Anatomia do Joelho INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO MOVIMENTOS. Curso Reabilitação nas Lesões do Joelho INTRODUÇÃO Anatomia do Joelho Marcelo Marques Soares Prof. Didi Jonas Wecker Douglas Lenz O complexo do joelho localiza-se na transição entre a coxa e a perna e é considerado a mais complexa articulação

Leia mais

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária

Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Sistema Circulatório II Artérias Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I 1 Objetivos da Aula Diferenciar: Veia X

Leia mais

Estudos Avançados da Ginástica Artística

Estudos Avançados da Ginástica Artística Estudos Avançados da Ginástica Artística 1 Estudos das Ações Motoras - Abertura - Fechamento - Antepulsão - Retropulsão - Repulsão 2 Análise do Movimento Ginástico - Identificação dos músculos e articulações

Leia mais

ENFERMAGEM ANATOMIA. SISTEMA CARDIOVASCULAR Aula 3. Profª. Tatiane da Silva Campos

ENFERMAGEM ANATOMIA. SISTEMA CARDIOVASCULAR Aula 3. Profª. Tatiane da Silva Campos ENFERMAGEM ANATOMIA SISTEMA CARDIOVASCULAR Aula 3 Profª. Tatiane da Silva Campos Artérias Como as artérias participam ativamente da circulação sanguínea, suas paredes devem possuir certa flexibilidade

Leia mais

MÁQUINAS ELÉTRICAS E ACIONAMENTO

MÁQUINAS ELÉTRICAS E ACIONAMENTO E D S O N B I M MÁQUINAS ELÉTRICAS E ACIONAMENTO 4 a E D I Ç Ã O Máquinas elétricas e acionamento Edson Bim Máquinas elétricas e acionamento 4 a edição 2018, Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados

Leia mais

Técnicas Adicionais de Estudo dos Nervos (Nervos que Raramente São Estudados)

Técnicas Adicionais de Estudo dos Nervos (Nervos que Raramente São Estudados) Técnicas Adicionais de Estudo dos Nervos (Nervos que Raramente São Estudados) Sergey Nickolaev www.neurosoftbrasil.com.br Estudo do Nervo Cutâneo Lateral do Antebraço Anatomia: O nervo cutâneo do antebraço

Leia mais

Exame do Joelho. -A maior das junturas sinoviais do corpo humano, bem como uma das mais complexas e discutidas.

Exame do Joelho. -A maior das junturas sinoviais do corpo humano, bem como uma das mais complexas e discutidas. Exame do Joelho Joelho -A maior das junturas sinoviais do corpo humano, bem como uma das mais complexas e discutidas. - Principais movimentos: flexão e extensão, além de rotação (em peq. ADM). 1 Anatomia

Leia mais

Ossos. Quadril. EXAME FÍSICO DO MEMBRO INFERIOR Leonardo Griseli

Ossos. Quadril. EXAME FÍSICO DO MEMBRO INFERIOR Leonardo Griseli EXAME FÍSICO DO MEMBRO INFERIOR Leonardo Griseli Revisão anatômica: O membro inferior tem função de sustentação do peso corporal, locomoção, tem a capacidade de mover-se de um lugar para outro e manter

Leia mais

Generalidades sobre os Músculos Estriados Esqueléticos

Generalidades sobre os Músculos Estriados Esqueléticos UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia Generalidades sobre os Músculos Estriados Esqueléticos Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br 1 Tipos de músculo Liso Tipos

Leia mais

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima

ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima Sistema Cardiovascular ANATOMIA SISTÊMICA Profa.Ms. Marcelo Lima INTRODUÇÃO: CONCEITO: O sistema cardiovascular ou circulatório é formado por uma vasta rede de tubos, que põe em comunicação todas as partes

Leia mais

LISTA DE ACIDENTES ANATÔMICOS ÓSSEOS

LISTA DE ACIDENTES ANATÔMICOS ÓSSEOS LISTA DE ACIDENTES ANATÔMICOS ÓSSEOS 1. Base do crânio - Visão externa Canal Carótico Canal do Hipoglosso Canal e fossa condilar Canal incisivo Coana Côndilo Occipital Dorso da sela turca Espinha nasal

Leia mais

INDICAÇÕES DE ALONGAMENTO

INDICAÇÕES DE ALONGAMENTO INDICAÇÕES DE ALONGAMENTO B493i Berg, Kristian. Indicações de alongamento : eliminando a dor e prevenindo as lesões / Kristian Berg ; tradução: Regina Machado Garcez ; revisão técnica: Claudia Tarragô

Leia mais

PROPOSTA DO MAWASHI GERI DO KARATÊ SHOTOKAN COM PRINCÍPIOS DA BIOMECÂNICA

PROPOSTA DO MAWASHI GERI DO KARATÊ SHOTOKAN COM PRINCÍPIOS DA BIOMECÂNICA PROPOSTA DO MAWASHI GERI DO KARATÊ SHOTOKAN COM PRINCÍPIOS DA BIOMECÂNICA CAMPOS, Yuri Michael Rodrigues de 1 SERPA, Erica Paes 2 1 Acadêmico do curso de Graduação em Educação Física da Faculdade de Ciências

Leia mais

ANATÔMIA RADIOLÓGICA SECCIONAL DO ESQUELETO APENDICULAR

ANATÔMIA RADIOLÓGICA SECCIONAL DO ESQUELETO APENDICULAR Disciplina: Anatomia e Fisiologia ANATÔMIA RADIOLÓGICA SECCIONAL DO ESQUELETO APENDICULAR Rafael Carvalho Silva Ombro Visão Coronal (anterior/posterior) Módulo I Trapézio Clavícula Ligamento coracoacromial

Leia mais

importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma

importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma Estudado por um ramo da ciência MIOLOGIA Células altamente especializadas importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma maior quantidade

Leia mais

Avaliação Integrada. Prof. Silvio Pecoraro

Avaliação Integrada. Prof. Silvio Pecoraro Avaliação Integrada slpecoraro@yahoo.com.br Prof. Silvio Pecoraro Corrente cinética: sistema muscular + sistema articular + sistema neural. Anatomia Funcional Biomecânica Funcional Educação Motora Definições

Leia mais

2.1 Tíbia Fíbula Talus Calcâneo Navicular Cubóide Cuneiformes... 11

2.1 Tíbia Fíbula Talus Calcâneo Navicular Cubóide Cuneiformes... 11 Índice 1 INTRODUÇÃO... 7 2 ANATOMIA ÓSSEA DE TORNOZELO E PÉ... 8 2.1 Tíbia... 8 2.2 Fíbula... 9 2.3 Talus... 9 2.4 Calcâneo... 10 2.5 Navicular... 10 2.6 Cubóide... 11 2.7 Cuneiformes... 11 2.8 Metatarsos...

Leia mais

Roteiro da Aula Prática - Generalidades sobre Ossos, Articulações e Músculos

Roteiro da Aula Prática - Generalidades sobre Ossos, Articulações e Músculos BMA129 Anatomia do Aparelho Locomotor/Curso: Educação Física Departamento de Anatomia Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo Roteiro da Aula Prática - Generalidades sobre Ossos, Articulações

Leia mais

Músculo Origem Inserção Inervação Ação

Músculo Origem Inserção Inervação Ação Músculos Toracoapendiculares Anteriores Músculo Origem Inserção Inervação Ação Peitoral Maior Porção clavicular: Face anterior da metade anterior da clavícula; Porção esternocostal: face anterior do esterno

Leia mais

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia

Sistema Circulatório. Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular. Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular. Angiologia Sistema Circulatório Aparelho Circulatório Aparelho cárdio-vascular Sistema Vascular Sistema Cárdio-Vascular Angiologia Sistema Circulatório Funções Meio de transporte Ligação metabólica entre diferentes

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS TERRITÓRIOS NERVOSOS E MUSCULATURA DO MEMBRO PÉLVICO EM Puma concolor

DESCRIÇÃO DOS TERRITÓRIOS NERVOSOS E MUSCULATURA DO MEMBRO PÉLVICO EM Puma concolor DESCRIÇÃO DOS TERRITÓRIOS NERVOSOS E MUSCULATURA DO MEMBRO PÉLVICO EM Puma concolor EBONE, Christian 1 ; BRITO, Matheus Cândano 2 ; WILGES, Carlos Henrique de Mello 3 ; SILVA, Aline Alves 3, MARTINEZ-PEREIRA,

Leia mais

ANATOMIA. SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Aula 3. Profª. Tatianeda Silva Campos

ANATOMIA. SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Aula 3. Profª. Tatianeda Silva Campos ANATOMIA SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Aula 3 Profª. Tatianeda Silva Campos Ossos da coluna vertebral coluna vertebral = eixo do esqueleto e sustentação do corpo. É formada pela superposição de 33 vértebras:

Leia mais

Músculos da Perna. Músculos da Perna. Músculos. Membros Inferiores. Músculos da Perna. Regiões. Perna e Pé. Tibial Anterior. Divisão.

Músculos da Perna. Músculos da Perna. Músculos. Membros Inferiores. Músculos da Perna. Regiões. Perna e Pé. Tibial Anterior. Divisão. Regiões Músculos dos Membros Inferiores Perna e Pé Marcelo Marques Soares Prof. Didi Região Anterior Região Lateral Região Posterior Superficial Região Posterior Profunda Músculos da Perna Região Anterior

Leia mais