Promoção: Feira: 13h às 20h Congresso: 9h às 18h30

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Promoção: Feira: 13h às 20h Congresso: 9h às 18h30"

Transcrição

1 Promoção: Feira: 13h às 20h Congresso: 9h às 18h30

2 BEJE C= 11 M= 16 Y= 18 K= 32 CINZA K = 90% Logo FENASAN ª Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente 25º Encontro Técnico AESABESP 25 anos de tecnologia a serviço do saneamento ambiental Local Expo Center Norte - Pavilhão Azul Rua José Bernardo Pinto, Vila Guilherme São Paulo - SP Data 30 de julho a 1 de agosto de 2014 Horários Feira: 13h00 às 20h00 Encontro Técnico - Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente: 09h00 às 18h30 Realização apoio Local Organização apoio institucional ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE GEOLOGIA DE ENGENHARIA E AMBIENTAL COOPERATIVA DE CRÉDITO 2

3 Palavra do Presidente Prezados Associados, Congressistas, Expositores e Visitantes Comemoramos em 2014 um momento especial: a celebração de 25 anos de realização do Encontro Técnico da Associação dos Engenheiros da, em caráter simultâneo com a Fenasan - Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente. Recordamos que, em agosto de 1990, nosso 1º Encontro Técnico foi realizado no Auditório Augusto Ruschi da Cetesb e os estandes com os nossos primeiros expositores foram reunidos numa pequena feira, montada sob a marquise da sede da, no Complexo Costa Carvalho, em Pinheiros. Apesar desse início modesto, a missão da AE era grande e exigia, a cada ano, espaços cada vez maiores para abrigar os objetivos de difundir novos estudos e conceitos, bem como promover a inovação tecnológica, o intercâmbio de conhecimentos e a abertura do mercado brasileiro. Após a sua primeira edição nosso evento ganhou novo rumo e instalou-se no Instituto de Engenharia de São Paulo; no Centro de Convenções do Hotel Transamérica, passou também pelo prédio principal da Bienal do Ibirapuera e finalmente, em 2003, veio para o Expo Center Norte, nos diversos e modernos pavilhões onde permanece até hoje, tornando este o maior evento técnico e mercadológico em saneamento ambiental da América Latina. E novamente aqui estamos celebrando um dos momentos mais importantes e significativos de nossa história e da história das pessoas que construíram este presente. Agradecemos nesta oportunidade aos nossos expositores, entre os quais estão as maiores empresas brasileiras do setor de saneamento ambiental e muitas de outros países, que enxergam no Brasil um novo mercado. Da mesma forma, agradecemos aos nossos associados e dirigentes que compõem a Comissão Organizadora, aos congressistas e visitantes, público formado pelos mais capacitados profissionais do setor. Finalmente, esperamos que todos tenham uma ótima permanência em São Paulo e continuem sempre ao lado da AE, que em 2014 comemora os seus 25 Anos de Tecnologia a Serviço do Saneamento Ambiental. Eng. Reynaldo E. Young Ribeiro Presidente da AE expediente Diretoria Executiva Presidente - Reynaldo Eduardo Young Ribeiro Vice-presidente - Viviana Marli Nogueira de Aquino Borges 1º Secretário - João Augusto Poeta 2º Secretário - Aram Kemechiam 1º Tesoureiro - Walter Antonio Orsatti 2º Tesoureiro - Nelson Cesar Menetti Diretoria Adjunta Cultural - Sonia Maria Nogueira e Silva Esportes - Evandro Nunes de Oliveira Marketing - Paulo Ivan Morelli Franceschi Polos - Antônio Carlos Gianotti Projetos Socioambientais - Maria Aparecida Silva de Paula Social - Viviana Marli Nogueira de Aquino Borges Técnica - Olavo Alberto Prates Sachs Conselho Deliberativo Antonio Carlos Gianotti Benemar Movikawa Tarifa Carlos Alberto de Carvalho Carlos Augusto Pleul Cid Barbosa Lima Junior Dejair José Zampieri Evandro Nunes de Oliveira Gilberto Alves Martins Iara Regina Soares Chao Ivan Norberto Borghi Luciomar Santos Werneck Maria Aparecida de Paula Paulo Ivan Morelli Franceschi Rodrigo Pereira de Mendonça Sonia Maria Nogueira e Silva Yazid Naked Conselho Fiscal Helieder Rosa Zanelli Gilberto Margarido Bonifácio Nelson Luiz Stabile Conselho Editorial - Jornal AE e Revista Saneas Coordenador: Luciomar Santos Werneck Colaboradores: Luiz Yukishigue Narimatsu, Nivaldo Rodrigues da Costa Jr e Paula Rosolino Coordenador de Assuntos Tecnológicos Marcia de Araújo Barbosa Nunes Comissão Organizadora do 25 o Encontro Técnico AE-Fenasan 2014 Presidente da Comissão - Gilberto Alves Martins Coordenador do Encontro Técnico AE - Sonia Maria Nogueira e Silva Coordenador da Fenasan - Olavo Alberto Prates Sachs Membros da Comissão João Augusto Poeta Maria Aparecida Silva de Paula Nélson César Menetti Paulo Ivan Morelli Reynaldo Eduardo Young Ribeiro Sonia Maria Nogueira e Silva Tarcisio Luis Nagatani Walter Antonio Orsatti Equipe de apoio Maria Flávia S. Baroni Maria Lúcia da Silva Andrade Monique Funke Paulo Oliveira Rodrigo Cordeiro Vanessa Hasson Polos AE da Região Metropolitana de São Paulo-RMSP Coordenador dos Polos da RMSP - Rodrigo Pereira de Mendonça Polo AE Costa Carvalho e Centro - Claudia Bittencourt Polo AE Leste - Antonio Carlos Roda Menezes Polo AE Norte - Eduardo Bronzatti Morelli Polo AE Oeste - Francisco Marcelo Menezes Polo AE Ponte Pequena - Alisson Gomes de Moraes Polo AE Sul - Antonio Ramos Batagliotti Polos AE Regionais Diretor de Polos - Antonio Carlos Gianotti Polo AE Baixada Santista - Zenivaldo Ascenção dos Santos Polo AE Botucatu - Leandro Cesar Bizelli Polo AE Caraguatatuba - Sidney Morgado da Costa Polo AE Franca - Mizue Terada Polo AE Lins - Marco Aurélio Saraiva Chakur Polo AE Presidente Prudente - Gilmar José Peixoto Polo AE Vale do Paraíba - Sérgio Domingos Ferreira 3

4 planta da fenasan 4

5 5

6 quarta-feira 30 de julho manhã 9h00 9h20 9h20 9h40 9h40 10h00 10h00 10h20 10h20 10h40 10h40 11h00 11h00 12h30 12h30 14h00 Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde Avaliação de eficiência de leito de secagem modificado utilizando piso de blocos drenantes. Sabrina Mariel Corrêa da Silva Unesp Remoção de gosto e odor de águas de abastecimento pela técnica de UV+H2O2 - testes em unidade piloto. Allan Saddi Arnesen Pesquisa de vazamentos de água com correlacionador de ruídos - estudo de caso na RMSP. Allan Saddi Arnesen Prospecção tecnológica aplicada à remoção de nutrientes do esgoto sanitário. Allan Saddi Arnesen Recuperação de volumes e valores - caça fraudes e combate a irregularidades contribuição na redução do índice de perdas no município de Franca. Welton de Araujo Cintra Junior 100 anos de lodos ativados no mundo. Américo de Oliveira Sampaio Pedro Além Sobrinho USP / Poli Adrianus Cornelius Van Haandel UFPb Delimitação das áreas de preservação permanente da bacia hidrográfica do Rio Santa Maria do Doce ES. Gustavo Cetto Roberto Vieira IFES Gestão de resíduos sólidos perigosos: lâmpadas fluorescentes. Renato Augusto da Silva Alexandre Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Avaliação da qualidade da água da Lagoa Tramandaí/RS. Brunna Castilhos Petersen Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Remoção biológica de corante, matéria orgânica e nitrogênio de efluente têxtil sintético em reator de fluxo contínuo com inóculo de Aspergillus Niger AN 400. Carolina de Oliveira Marinho Instituto Federal do Ceará Desenvolvimento de ações inclusivas para o mercado de trabalho - casos de sucesso. Guirlanda M. M. de Castro Benevides Ministério de Trabalho e Emprego Arlete Silva Ministério de Trabalho e Emprego Cláudia Brondi Pepa-Projeto Especial para Adolescentes e Adultos Cacilda Costa Paranhos Costa Paranhos Consultoria Usinas hidrelétricas sem barragens, o comprometimento da geração de energia elétrica, no século XXI. Pedro José da Silva Instituto Mauá de Tecnologia Eficiência energética e o ponto de melhor eficiência (BEP) de bombas centrífugas. Marcos Tadeu Pereira IPT Diagnóstico ambiental e elaboração de uma proposta de sistema de gestão ambiental em uma instituição de ensino superior com base nos requisitos na ABNT NBR ISO Sulamita França Santos Gestão do programa Córrego Limpo por meio de zeladoria instrumentada utilizandose de equipamento multiparamétrico nas medições de corpos d água. Aristides Abrantes S. Neto Implantação de análises marinhas nos emissários submarinos do litoral Norte. Antonio Dirceu Pigatto Azevedo Coffee-break Gestão de recursos hídricos, escassez, abastecimento da macrometrópole - quais as alternativas? João Comparini - Devanir Garcia- ANA Roberta Baptista Rodrigues RB Recursos Hídricos UAM Adriana Cuartas Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais Antonio Carlos Zuffo Unicamp Intervalo para almoço Aplicação do guia D simplificação Gespública. Renato de Sousa Avila Sustentações de qualidade para contratações públicas. Marina de Moura Campos Metodologia para despoluição de córregos em áreas urbanas - Programa Córrego Limpo. Gilmar Massone Plano de empreendimentos da adução. Luis Felipe Macruz A regulação dos contratos de parceria públicoprivada: a experiência da agência reguladora PCJ. Carlos Roberto de Oliveira Agência Reguladora de Saneamento das Bacias PCJ Como acessar recursos para projetos públicos e privados em saneamento e preservação ambiental? Vanessa Hasson AE Cristiane Coelho Associação Brasileira de Captadores de Recursos Roberto Amaro IBAGE Introdução às execuções de obras, de redes de águas e esgotos por Método Não Destrutivo (MND). Sérgio Palazzo ABRATT - Associação Brasileira de Tecnologia não Destrutiva Continuação do Curso 6

7 25º Encontro Técnico AE Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente quarta-feira 30 de julho tarde Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde 14h00 15h00 15h00 16h00 16h00 17h00 17h30 18h30 DAE - Especial - Histórico do Saneamento na RMSP e seus ilustres personagens Américo de Oliveira Sampaio Tratamento anaeróbico de efluentes tecnologias avançadas José Luiz Papa ADI Acqua Engenharia e Consultoria Projeto Ecoeventus e Prêmio Jovem Profissional comunicação integrada para ampliar sua rede de comunicação Maria Aparecida Silva de Paula e Flávio Pascoal AE Sistema Hobas para separação de águas pluviais na rede de esgoto Barbara Prommegger Hobas América Latina Tubulações Visita à IFAT (Munique, Alemanha) a maior feira de saneamento e meio ambiente do mundo AE Modelo de análise de vulnerabilidades climáticas - aplicação em empresas de saneamento Henrique Pereira WayCarbon Trekking para a sua saúde Leonard Camargo F. de Almeida Perspectivas e cenários para o setor energético brasileiro. Camila Schoti Abrace Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres Palestra de encerramento do dia ROLANDO BOLDRIN Melhoria do desempenho dos empreendimentos a partir da utilização das metodologias de Gestão Sheila Raquel Bindo Cooperação técnica para a regulação do setor de saneamento convênio BID x ABES Dante Ragazzi Pauli ABES Melhoria energética performance de estações elevatórias Wagner Ragazzo Flowserve do Brasil Introdução às execuções de obras, de redes de águas e esgotos por Método Não Destrutivo (MND). Sérgio Palazzo ABRATT - Associação Brasileira de Tecnologia não Destrutiva Palestra de encerramento 17h30 às 18h30 - Salas Jaçanã Rolando Boldrin O espetáculo segue intercalando histórias engraçadas e pitorescas dos tipos humanos brasileiros, com os antológicos e clássicos números musicais de todos os tempos: sambas, toadas, canções, emboladas, etc. 7

8 quinta-feira 31 de julho manhã Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde 9h00 9h20 9h20 9h40 9h40 10h00 10h00 10h20 10h20 10h40 10h40 11h00 11h00 12h30 12h30 14h00 Remoção de matéria orgânica de água dopada com pesticida organoclorado por Aspergillus niger AN 400 em regime de batelada. Priscila Colares de Sousa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Dimensionamento otimizado de adutoras por gravidade através da microgeração. Gustavo Meirelles Lima Unifei Cálculo do índice de estado trófico em reservatório com estudo de caso no Açude Gavião - CE. Ana Carolina de Carvalho Cagece Acoplamento puramente magnético - uma nova promessa para substituição de acionamentos tipo inversor de frequencia e Soft Start!? Samuel Francisco de Souza Ensaio de tratabilidade da água da estação de tratamento pureza com uso de Jar-test, Itabira - Minas Gerais. Joana Ferreira Peixoto Univ. Federal de Itajubá Contratos de performance e eficiência para empresas de saneamento. Gesner Oliveira GO Associados Dilma Seli Pena - Ricardo Simões Campos Copasa Álvaro Menezes - Casal Fernando Reis Odebrecht Ambiental Jorge Luiz Sellin Assalie - BNDES Roland Liemberger - Myia Diego de Carvalho Frade FINEP Erros do uso do coeficiente de correlação e desenvolvimento de um novo método de ajuste matemático mais eficiente usando a modificação de dados originais - aplicação na criação de uma fórmula direta de cálculo da altura. Bruno Miguel Ledezma Roman - Uninove Lei /2013 desoneração na construção civil, impactos e burocracia na administração dos contratos com recursos PAC. Roger Gregorio Semasa Sistema supervisório de consumo. Felipe Beneti Fundação Santo André Reservatórios metálicos, problema ou solução? Adilson Menegatte de Mello Campos Pró-acessibilidade: uma inovadora experiência de cidadania na Companhia Águas de Joinville. João Abeid Filho Companhia Águas de Joinville Como ser sustentável e competitivo depois da publicação da lei /10 que institui a PNRS - Política Nacional de Resíduos Sólidos. Uladyr Ormindo Nayme ASEC André Saraiva - PRAC - Programa de Responsabilidade Compartilhada José Valverde - Instituto Cidadania Ambiental Previsão e predição da qualidade das águas do Rio Cotia, estado de São Paulo, Brasil, por regressão linear, utilizando o IQA e seus parâmetros. Claudionor Alves da Santa Rosa Faculdade de Tecnologia de São Paulo Victor Civita Abordagem socio-técnica para redução das perdas de água num sistema de distribuição em área de habitação subnormal do município de Santos - caso do dique da Vila Gilda. Marcio Antonio Milhoratti Formação de comitês de bacias hidrográficas interestaduais. Vania Lucia Rodrigues Ações para controle e redução de perdas físicas - estudo de caso da cidade de Presidente Epitácio - SP. Erivelton Bortoli dos Santos Operação do sistema de abastecimento e os fatores que determinam o sucesso no alcance dos resultados. Fernando Flores Cattapreta Coffee-break Sustentabilidade do Sistema Cantareira Alceu Guérios Bittencourt ABES-SP Francisco Nascimento de Brito Prefeito de Embu das Artes Fernando de Castro Reinach Fundo Pitanga Intervalo para almoço Estudo de setorização e zoneamento de pressão com foco em redução de perdas e eficiência energética. Pedro Alves Silva Avaliação da variação da demanda e do faturamento pela aplicação de tarifa residencial / social. Erivelton Bortoli dos Santos Recuperação das estruturas de concreto e substituição da laje de cobertura do reservatório R18 - Jd. Satélite, integrante do sistema de abastecimento de água da cidade de São José dos Campos / SP. Gustavo Sousa Nilo Bahia Diniz - Prospecção tecnológica: remoção de MIB e geosmina nos sistemas de tratamento de água. Lidia Harumi Endo Reabilitação de redes e adutoras na Unidade de Negócio Centro da. Roberto Abranches As formas de contratação como impulso à tecnologia Helio Padula Tarcísio Gomes Freitas DNIT Luciano Afonso Borges APECS Obras de biogás em aterros sanitários beneficiando aspectos ambientais e energéticos. Rodrigo Chimenti Cabral Continuação do Curso 8

9 25º Encontro Técnico AE Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente quinta-feira 31 de julho tarde Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde 14h00 15h00 Jovens Profissionais do Saneamento ABES Floresta e água - biodiversidade e serviços ambientais para gestores de recursos hídricos José Roberto Manna e Sueli Nicolau Fundepag Benefícios cooperativos para os profissionais do CREA Pérsio Faulim Menezes Mútua 15h00 16h00 16h00 17h00 Aumento da capacidade de tratamento biológico de ETEs utilizando a tecnologia Cleartec Geanne Brito BF Dias Elevatória unifamiliar de esgotos sanitários Cesar Augusto Arenhart UNIS BSA Membranas Pentair para tratamento de águas, efluentes e reuso Joaquim Marques de Filho Pentair Uso de membranas poliméricas de ultrafiltração para tratamento e recuperação de água Vanessa Brusius Koch Membrane Systems Soluções para sistema de bombeamento Greco Tusset de Moura Higra A inovação tecnológica como aliada no combate às perdas Mariano Bergman Itron Soluções para Energia e Água Gestão de ativos e transportes em empresas de utilidade pública Alípio Teixeira dos Santos Neto e Luiz Henrique Cappellano Obras de biogás em aterros sanitários beneficiando aspectos ambientais e energéticos. Rodrigo Chimenti Cabral 17h30 18h30 Palestra de encerramento do dia LARS GRAEL Palestra de encerramento 17h30 às 18h30 - Salas Jaçanã Lars Grael Detentor de 2 Medalhas Olímpicas (Seul 88 e Atlanta 96), é o atual tri-campeão brasileiro e tri-campeão sul-americano da Classe olímpica Star. Lars Grael motiva e inspira contando a sua história de vida, proporcionando um momento de reflexão e paralelo com as vidas de todos nós. Sua trajetória com muita garra, determinação, e trabalho duro para conquistar suas medalhas olímpicas (Seul 88 e Atlanta 96) mostram que não é fácil, mas o sonho pode se tornar realidade. No auge, pronto para tentar a sua sonhada medalha da ouro, a tragédia o alcança em plena competição. A sua recuperação após perder a perna direita, e a volta às competições, para voltar a figurar entre os dez melhores do mundo numa classe olímpica, emociona. Sempre positivo, com leveza e bom humor, Lars Grael demonstra todo o profissionalismo, ética, disciplina, consciência social e alegria de viver que o fazem cada mais feliz. 9

10 sexta-feira 1 de agosto manhã 9h00 9h20 9h20 9h40 9h40 10h00 10h00 10h20 10h20 10h40 10h40 11h00 11h00 11h20 11h20 11h40 Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde O aprimoramento da gestão para estabelecimento do sistema de tratamento de esgotos no município de Mogi Mirim. Eliane Rodrigues de Almeida Florio - Avaliação comparativa da eficiência no tratamento de esgoto sanitário a partir da caracterização físicoquímica de dois sistemas utilizados no oeste do estado do Paraná. Thiara Reis Lopes Universidade Tecnológica Federal do Paraná Caracterização de uma bacia hidrográfica urbana na região metropolitana de Belém PA. Layse de Oliveira Portéglio Universidade Federal do Pará Modelagem e simulação dos processos de reciclagem e recuperação dos metais contidos nas placas eletrônicas. Renato de Castro Vivas Universidade Estadual de Santa Cruz Remoção de contaminantes emergentes por processos convencionais de tratamento de esgoto. Igor Cardoso Pescara Universidade Estadual de Campinas Bolsas de resíduos no Brasil e na Alemanha: oportunidades de contribuição à sustentabilidade. Raquel de Paula Soares Universidade Federal do Paraná Degradação de efluente têxtil sintético por Aspergillus Niger AN 400 em reator de bateladas sequenciais. Alyce Hélida Bastos de Sousa Inst. Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará Diagnóstico e ensaios a redes de saneamento, e renovação por Métodos Não Destrutivos (MND). Nuno Miguel Gonçalves Lopes Tubo Ambiente TDT - Time de Desenvolvimento Tecnológico - recomposição de pavimentos com agregados reciclados. Nélson César Menetti Medição do consumo de água em intervalos reduzidos de tempo por meio da telemetria para avaliação da intermitência da distribuição de água. Werner Siegfried Hanisch Unifesp Sistemática rápida e fácil de validar seus métodos e estimar a incerteza. Odair Katsutomo Augusto Otimização de tarefas e padronização de informações, utilizando modelo de aplicativo em VBA no Microsoft Excel, em centro de controle operacional. André Luis dos Santos Financiamento de projetos de inovação tecnológica no setor de saneamento - iniciativas da. Francisco Corrêa Ramos Junior Centro de controle de contratos: uma ferramenta de inovação da gestão pública integrada na implantação de infraestrutura e melhoria da qualidade de vida e ambiental. Leonardo Rafael Musumeci Universidade de São Paulo Projeto + eficiência - ações práticas para redução de perdas na cidade de Caraguatatuba. Bruno Rafael Dmitruk Aplicação do conceito Lean na gestão dos sistemas públicos de abastecimento de água potável para controle e redução de perdas. Rosemara Augusto Pereira Studio Monitora Engenharia e Serviços Associação entre características climáticas e parâmetros físico-químicos e microbiológicos da água em final de tratamento. Sergio Augusto Rodrigues Fatec Botucatu Estimativas de ganhos ambientais para a bacia hidrográfica do Rio Tavares a partir da implantação do sistema de coleta e tratamento de esgotos na região. Alexandre Bach Trevisan Casan Programa Sanear Meu Bairro. Francisca Adalgisa da Silva Coffee-break Redução do consumo de energia elétrica para geração de ar comprimido através da otimização de linhas pneumáticas. Filipe Abubakir Braga Metal Work Pneumática do Brasil Concentração de metais tóxicos em lodos de esgotos sanitários desaguados em bags. Welliton Leandro de Oliveira Boina Ufscar Controle da corrosão e odor em sistemas de esgotamento sanitário com aplicação de produtos químicos. Helvecio Carvalho de Sena Economia de energia, confiabilidade técnica e operacional, solução simplificada para transientes e otimização de estações elevatórias de esgotos de grande vazão e elevada altura manométrica. Renato Pereira Rosa - Prospecção tecnológica do mecanismo de redução de lodo: Lise Celular - desintegração de lodo. Rosane Ebert Miki Melhorias no sistema de coleta da bacia de esgotamento do Anhangabaú utilizando software de modelagem hidrodinâmica. André Ricardo Miguel Redução da concentração de fósforo do esgoto doméstico em sistema por lodos ativados com adição de lodo ETA contendo cloreto férrico, e seus impactos no processo aeróbio. Luciano Reami - Gestão de bacia de esgotamento utilizando Calha Palmer como dispositivo de monitoramento e tomada de decisão. João Claro de Souza Neto Comparativo entre a metodologia de operação e manutenção de rede coletora de esgoto do Brasil e da Alemanha. Carolina de Barros Baggio Hoperações Consultoria Aprendendo a operar sistemas de abastecimento de água para reduzir perdas reais - case MASPP III. Mário Augusto Baggio e Ary Maóski Hoperações - Consultoria em Gerenciamento Ltda. Continuação do Curso 10

11 25º Encontro Técnico AE Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente sexta-feira 1 de agosto manhã/tarde Vila Guilherme Jaçanã 1 Jaçanã 2 Jaçanã 3 Casa Verde 11h40 12h00 12h00 12h20 Garantia da qualidade na calibração de grandes medidores de água na região metropolitana de São Paulo (RMSP). Allan Soares Torres Causas e consequências da formação do bulking viscoso em lodo biológico de uma ETE de fábrica de celulose. Joselaine Broetto Lombardi Aplysia Estudo de prospecção tecnológica voltado a métodos não destrutivos para tubulações de água e esgoto. Bruno Sidnei da Silva Gerenciamento da manutenção eletromecânica estruturada nas melhores práticas em gestão de projetos. Renato Takahashi Semae São José do Rio Preto O valor do lodo de esgoto. Luciano Reami Priorização da renovação de redes de distribuição de água através de análises espaciais com camadas. Natally Annunciato Siqueira Eficiência energética em tratamento de efluentes - renascimento da tecnologia de filtros percoladores. André Manuel Campos Martins Guimarães Gomes Gea Sistemas de Resfriamento Programa de universalização da Unidade de Negócios Leste ML. Marcos José Lomonico Continuação do Curso 12h20 14h00 Intervalo para almoço TARDE 14h00 15h00 15h00 16h00 Estratégias para Gestão Metodológica do Sistema Produtor São Lourenço Arisnandes Antonio da Silva Água e meio ambiente: uma agenda para os próximos 4 anos. GO Associados, Instituto Trata Brasil, ABES, IFC, Banco Mundial Obras para recuperação do volume estratégico operacional das barrgens do Jacareí e Atibainha do Sistema Cantareira Renato Hochgreb Frazão A experiência da Suécia em tratamento de esgoto e efluentes como usar tecnologia e inovação na prática. Staffan Filipsson Swedish Environmental Research Institute Workshop sobre Métodos Não Destrutivos AE Abes Apecs Abratt Os desafios da preservação do patrimônio histórico do saneamento no estado de São Paulo Rita Martins Fundação Patrimônio Histórico da Energia e do Saneamento O legado da Copa na visão do saneamento Márcio Gonçalves Aprendendo a operar sistemas de abastecimento de água para reduzir perdas reais case MASPP III. Mário Augusto Baggio e Ary Maóski Hoperações - Consultoria em Gerenciamento Ltda. 16h30 18h00 Encerramento do 25º Encontro Técnico AESABESP Prêmio Aesabesp 16h30 às 18h00 Salas Jaçanã 2 e 3 11

12 AAPS Rua A José Luis de Melo Pereira Presidente Jairo Bonifácio Diretor Administrativo Armando Silva Filho Diretor Previdenciário Nossa história - 25 anos de lutas e conquistas! A Associação dos Aposentados e Pensionistas da AAPS, fundada em 22 de junho de 1989, conta atualmente com cerca de associados e figura entre as mais conceituadas e atuantes entidades de representação de aposentados e pensionistas no estado de São Paulo. A missão da AAPS é a defesa incondicional dos interesses e direitos dos aposentados e pensionistas da, bem como a melhoria da qualidade de vida dos mesmos. São 25 anos de lutas e realizações na defesa dos interesses dos aposentados e pensionistas da. Abimaq Ilha Sindesam Lariza Pio Gerente de Marketing Vilma Barros Gerente de Feiras Fundada em 1975, a Abimaq Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos é uma das mais importantes entidades do setor industrial brasileiro. Com a missão de promover o desenvolvimento sustentado do setor brasileiro de máquinas e equipamentos, a Abimaq mantém uma estrutura de abrangência nacional, que inclui sua sede em São Paulo, um escritório em Brasília e mais 9 sedes regionais. Para atender a todos os segmentos que representa está dividida em 27 câmaras setoriais, tais como: máquinas agrícolas, máquinas e equipamentos gráficos, equipamentos pesados, máquina ferramenta entre outras. ABNT Rua L Roberto Silva Santos Gerente de Articulação Nacional Rafael Antonio Sorrija Coordenador do Centro de Informações Tecnologia e Negócios Regiane Contier Gerente Comercial (11) Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) responsável pela normalização técnica no país. Entidade privada, sem fins lucrativos, reconhecida único Foro Nacional de Normalização através da Resolução n.º 07 do CONMETRO. Abratt Rua B Paulo Dequech Presidente Liberal Ramos 1 Vice Presidente Hélio Rosas 2 Vice Presidente A Abratt é uma associação sem fins lucrativos, voltada para divulgação, desenvolvimento e implantação de Métodos Não Destrutivos (MND) nos segmentos de instalação e recuperação de redes subterrâneas (telecomunicações, gás e óleo, água e esgoto, energia e outros serviços). Fundada em 1999, seus objetivos compreendem a evolução da ciência e da prática do MND para o benefício do público, e a promoção da educação, treinamento, estudo e pesquisa, bem como o incentivo ao desenvolvimento de novas técnicas e à utilização de método não destrutivo de eficiência comprovada, para instalação e recuperação de redes subterrâneas, o mapeamento e a locação dessas redes. Através da ISTT (International Society for Trenchless Technology) sediada em Londres, mãe e comandante de todas as Associações de Tecnologia por MND no mundo, a ABRATT se junta, com o mesmo propósito, a mais de 20 países, divulgando e dando suporte a essas tecnologias, em conjunto com universidades do mundo inteiro e também de institutos, focando na formação de profissionais de todos os níveis. ADI Acqua Rua K Luiza Gondolo Papa Gerente Comercial José Luiz Papa Diretor Pedro Henrique Zibordi Gerente de Engenharia ADI Systems é uma empresa especializada no fornecimento de sistemas de tratamento de efluentes industriais há mais de trinta anos. Com mais de duzentas instalações em todo o mundo e décadas de experiência de aplicação, a ADI Systems oferece uma ampla gama de tecnologias de tratamento de efluentes, incluindo a digestão anaeróbia, aeróbia e tratamento e utilização de biogás. Tratamento de efluentes é o foco principal da empresa, com ênfase em efluentes industriais de alta DBO, produção de 12

13 bioenergia (tratamento e utilização do biogás) e tecnologias de reuso de água. ADI Systems tem escritórios localizados em todo o mundo, incluindo os Estados Unidos, Canadá, Brasil, Austrália e Nova Zelândia e tem experiência de trabalho em mais de 30 países. Nossa missão: sucesso através de clientes satisfeitos Aerzen Rua C Rainer von Siegert Diretor João Mario Cappellini Departamento de Marketing Hiroshi Itami Vendas Confiando na experiência de projetos e fabricação de sopradores lobulares desde 1868, e de compressores parafuso desde 1943, a Aerzen continuamente define padrões de qualidade e inovação no campo de equipamentos de deslocamento positivo rotativos. A Aerzener Maschinenfabrik, fundada em 1864, está entre os pioneiros da tecnologia de compressores, sendo na atualidade um dos fabricantes líderes mundiais nesta área. Nossas máquinas têm aplicações desde em plantas de tratamento de efluentes e outras áreas ambientais, como o biogás, até transporte pneumático de materiais a granéis sólidos e aplicações químicas e de processos. Trouxemos duas máquinas inovadoras para a Fenasan 2014: o Delta Hybrid, que é uma sinergia entre a tecnologia dos sopradores lobulares e dos compressores parafuso, oferecendo possibilidades inovadoras pela combinação das vantagens técnicas de ambos os conceitos; e o K1, produzido no Brasil, mas com o coração alemão, possui a melhor relação preço x performance, assistência técnica local e prazo de entrega reduzido, é a solução econômica para seu segmento. Venha conhecer a Aerzen e descobrir porque somos os melhores no segmento em que atuamos. Aesabesp Rua A A AE (Associação dos Engenheiros da ), fundada em 15 de setembro de 1986, é reconhecida por reunir profissionais técnicos, com atendimento voltado à excelência e à inovação tecnológica, por meio da promoção de incentivos, como bolsas de estudos, cursos especializados e grandes eventos, como seu Congresso Técnico e Fenasan (Feira Nacional de Meio Ambiente), qualificados como a maior realização técnica mercadológica da América Latina. A partir de maio de 2008, também abriu as suas portas a toda sociedade sob a qualificação de OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Dessa forma, toda pessoa física ou jurídica pode, hoje, se tornar associada da AE e ter o seu projeto adotado e incentivado por esta entidade, que contribui efetivamente para o desenvolvimento do setor de saneamento ambiental. Mais informações estão disponíveis no site: Agru Tecnologia em Plástico Brasil Ltda. Rua G Georg Perchtold Diretor Agru Brasil Michael Lenz Diretor Hürner Schweisstechnik (21) A empresa austríaca Agru, fornecedora de soluções em plásticos para engenharia, está completando 15 anos no Brasil, sempre atendendo aos clientes e parceiros com agilidade e dedicação, com material de altíssima qualidade como de costume. A Agru fabrica conexões em PEAD para termofusão e eletrofusão de 20 até 2250 milímetros de diâmetro, mantendo as em grande quantidade em seu estoque no Rio de Janeiro. Em parceria com a empresa alemã Hürner Schweisstechnik, fabricante de máquinas de solda com tecnologia de ponta, a Agru torna se o fornecedor mais completo de soluções em plástico, garantindo aos clientes excelentes resultados. AgSolve Rua E Mauro Banderali Diretor Ag Solve Adriana Artoni Coordenadora de Vendas Ag Solve Patricia Vilas Gerente Geo Acqua A AgSolve e a GeoAcqua são especializadas em oferecer equipamentos e soluções tecnológicas para as áreas de hidrologia, remediação e investigação, meteorologia e gases. Há 15 anos no mercado de instrumentação ambiental, a AgSolve oferece projetos, equipamentos, instalação e softwares de ponta para o monitoramento. Sediada em Indaiatuba (SP), desenvolve projetos personalizados para um único equipamento ou sistemas mais complexos. A locação dos equipamentos da AgSolve é realizada através da parceria com a GeoAcqua, empresa do mesmo grupo. Localizada em São Paulo SP, a GeoAcqua possui 13

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Reunião Técnica Plano de Segurança da Água. 23 de novembro de 2010 - OPAS

Reunião Técnica Plano de Segurança da Água. 23 de novembro de 2010 - OPAS Reunião Técnica Plano de Segurança da Água 23 de novembro de 2010 - OPAS Introdução Qualidade da água e saneamento inadequados provocam 1,8 milhão de mortes infantis a cada ano no mundo (OMS, 2004), o

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Tecnologias em tratamentos de água, esgoto e lodos como forças motivadoras para acelerar a universalização do Saneamento no Brasil

Tecnologias em tratamentos de água, esgoto e lodos como forças motivadoras para acelerar a universalização do Saneamento no Brasil Tecnologias em tratamentos de água, esgoto e lodos como forças motivadoras para acelerar a universalização do Saneamento no Brasil Palestrante: Valdir Folgosi Dez/2010 Índice Abimaq / Sindesam Tecnologias

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

MISSÃO, VISÃO E VALORES

MISSÃO, VISÃO E VALORES 2015 A EMPRESA A HIDRÁULICA E SANEAMENTO é uma empresa de consultoria e projetos de instalações hidráulicas, infraestrutura urbana e meio ambiente. Pioneira em Diadema/SP com objetivo de suprir a demanda

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

Colaboração no setor ambiental e de sustentabilidade fomenta parcerias no eixo Brasil-Itália

Colaboração no setor ambiental e de sustentabilidade fomenta parcerias no eixo Brasil-Itália Colaboração no setor ambiental e de sustentabilidade fomenta parcerias no eixo Brasil-Itália Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade recebe quatro empresas italianas que trazem

Leia mais

1986 2000 2013 VALORES

1986 2000 2013 VALORES HISTÓRIA Motivado pelo espírito empreendedor e acreditando num futuro de oportunidades, em 1986 o fundador da JDF deu início a suas atividades como uma pequena oficina de manutenção de máquinas. No início

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Amanda Cardoso de Melo

Amanda Cardoso de Melo Aime Pinheiro Pires participou da palestra: Empreendedor De Sucesso, Amanda Cardoso de Melo Amanda Loschiavo Amoiré Santos Ribeiro Ana Carolina Pereira Pires Ana Carolina Pioto Magalhães Ana Cristina Angelo

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo

Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo Apresentamos neste case a implantação do software E3 para monitorar o processo realizado na Estação de Tratamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO 2014 VISÃO CORPORATIVA PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

APRESENTAÇÃO 2014 VISÃO CORPORATIVA PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS VISÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO 2014 PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS EMPRESA Presente no mercado desde 1999, a PETROENGE é uma empresa de engenharia focada na maximização

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015.

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015. Certifico que, Ademir dos Santos Ferreira, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Certifico que, Almir Junio Gomes Mendonça, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Engenheiro

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

A empresa. A estrutura. A flutrol

A empresa. A estrutura. A flutrol A flutrol A empresa A Flutrol é uma empresa 100% Brasileira e totalmente voltada a produção de soluções avançadas em controle de fluidos. É fabricante de equipamentos para geração de pressão hidráulica

Leia mais

Sumário. Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. www.amboretto.com.br. Quem Somos?...4. Política de Qualidade...

Sumário. Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. www.amboretto.com.br. Quem Somos?...4. Política de Qualidade... Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. Sumário Quem Somos?...4 Política de Qualidade...5 Amboretto Bombas...6 Amboretto Corporation...8 Centro de Engenharia e Projetos...

Leia mais

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual - 103 Hugo Neves Dão Nelas Btt/Livestrong Individual

Leia mais

Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP

Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP Hotel e Golf Clube dos 500 Guaratinguetá SP APOIO e INCENTIVO APOIO INSTITUCIONAL APOIO DE MÍDIA ORGANIZAÇÃO GERAL E REALIZAÇÃO APRESENTAÇÃO Ao longo da década de 90, cresceu no País a idéia de que o Estado

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

Capacitação das empresas de tecnologias e fabricantes de água e esgoto por nossas associadas. Palestrante: Valdir Folgosi

Capacitação das empresas de tecnologias e fabricantes de água e esgoto por nossas associadas. Palestrante: Valdir Folgosi Capacitação das empresas de tecnologias e fabricantes de água e esgoto por nossas associadas Palestrante: Valdir Folgosi Maio-2010 Índice Abimaq / Sindesam Relação do nosso setor com o setor industrial

Leia mais

##ATO EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO RESULTADO FINAL CONCURSO NCP 001/2010 PROVA PRÁTICA REPUBLICAÇÃO

##ATO EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO RESULTADO FINAL CONCURSO NCP 001/2010 PROVA PRÁTICA REPUBLICAÇÃO ##ATO EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO RESULTADO FINAL CONCURSO NCP 001/2010 PROVA PRÁTICA REPUBLICAÇÃO ##TEX Nos termos do Subitem 5.3. Provas Práticas do Item 5. PROCESSO SELETIVO e da segunda parte do subitem

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais

P 10.108.1/09.14. Componentes, Sistemas e assistência para a indústria de papel e celulose.

P 10.108.1/09.14. Componentes, Sistemas e assistência para a indústria de papel e celulose. Componentes, Sistemas e assistência para a indústria de papel e celulose. Problemas com o fluido podem causar elevados custos. Envelhecimento do óleo Água em óleo Nos lhe ajudaremos em achar a solução.

Leia mais

VESTIBULAR 1º SEM 2015

VESTIBULAR 1º SEM 2015 Ampla Concorrência Curso : 012 Engenharia de Computação 1º 1448967 JOAO PAULO TINOCO ALVARENGA 93,0 Convocado 2º 1464090 GABRIEL BARROSO RUBIAO 89,0 Convocado 3º 1441526 ITALO NICOLA PONCE PASINI JUDICE

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

Resultado dos Processos Seletivos do Sescoop-RJ 2010

Resultado dos Processos Seletivos do Sescoop-RJ 2010 Resultado dos Processos Seletivos do Sescoop-RJ 2010 1ª Etapa: Análise Curricular INSTRUÇÕES GERAIS PARA TODOS OS CANDIDATOS a) O candidato deverá chegar ao local com uma hora de antecedência do i nício

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES Somos uma empresa brasileira, especializada em soluções de automação de máquinas e processos industriais, instalação, comissionamento e segurança de infraestrutura elétrica e de máquinas, microgeração

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO E ECONÔMICO PARA IMPLANTAÇÃO DE REÚSO DE ÁGUA EM UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES SANITÁRIOS DE UMA INDÚSTRIA ELETRÔNICA.

ESTUDO TÉCNICO E ECONÔMICO PARA IMPLANTAÇÃO DE REÚSO DE ÁGUA EM UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES SANITÁRIOS DE UMA INDÚSTRIA ELETRÔNICA. ESTUDO TÉCNICO E ECONÔMICO PARA IMPLANTAÇÃO DE REÚSO DE ÁGUA EM UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES SANITÁRIOS DE UMA INDÚSTRIA ELETRÔNICA. Nilton de Paula da Silva 1 Ederaldo Godoy Junior 2 José Rui

Leia mais

Relatório de Resultado por Curso 3,00 54,00 56,00 60,00 70,00 58,00 9,00 10,00 11,00 12,00 21,00

Relatório de Resultado por Curso 3,00 54,00 56,00 60,00 70,00 58,00 9,00 10,00 11,00 12,00 21,00 Av. Professor Mário Werneck, 25 Buritis 3050 Belo Horizonte/MG 1º Vestibular e Exame de Seleção de 15 do IFMG Campus Santa Luzia Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo 54 139 13 5423 3 57 191 117 2 2 172

Leia mais

Opersan Resíduos Industriais Sociedade Ltda. 3º Prêmio FIESP de Conservação e Reuso de Água

Opersan Resíduos Industriais Sociedade Ltda. 3º Prêmio FIESP de Conservação e Reuso de Água Opersan Resíduos Industriais Sociedade Ltda. 3º Prêmio FIESP de Conservação e Reuso de Água Projeto de Reuso de Água Eng. Juliano Saltorato Fevereiro 2008 1) Identificação da Empresa: Endereço completo

Leia mais

Tratamento de Efluentes

Tratamento de Efluentes Tratamento de Efluentes A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO DE EFLUENTES E A REGULAMENTAÇÃO DO SETOR INTRODUÇÃO Conservar a qualidade da água é fundamental, uma vez que apenas 4% de toda água disponível no mundo

Leia mais

Telefones: (31) 3471-9659/8896-9659 E-mail: vendas@marcosultoria.com Site: www.marconsultoria.com

Telefones: (31) 3471-9659/8896-9659 E-mail: vendas@marcosultoria.com Site: www.marconsultoria.com Telefones: (31) 3471-9659/8896-9659 E-mail: vendas@marcosultoria.com NOSSA EMPRESA A MAR Consultoria Ambiental, sediada em Belo Horizonte, Minas Gerais, foi criada em 2002 para atender às lacunas existentes

Leia mais

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação Programação Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação 1ª PALESTRA DO DIA: 19h As perspectivas mercadológicas na era da Tecnologia da Informação para Utilização de Software nas Empresas

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O Declaramos, para os devidos fins, que ADEMARIO FÉLIX DE ARAÚJO FILHO, participou da palestra O FUTURO DO BRASIL, proferida por MAÍLSON FERREIRA DA NÓBREGA, por ocasião da Aula Magna de abertura do Mestrado

Leia mais

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA 1- DO CURSO O Curso de Especialização em Gestão em Análise Sanitária destina-se a profissionais com curso superior em áreas correlatas

Leia mais

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Colocação : 25 Aluno : Matheus Rodrigues Cavalcante Colocação : 26 Aluno : Ana Paula Santos Lira Colocação : 27 Aluno

Leia mais

O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES

O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES O IMPORTANTE PAPEL DA GESTÃO DA QUALIDADE EM LABORATÓRIOS DE ANÁLISE CONTROLE DE EFLUENTES Natália de Freitas Colesanti Perlette (1) Engenheira Ambiental formada na Universidade Estadual Paulista Júlio

Leia mais

Construídos para toda a vida. Uma visão geral... Produtos para sistemas de ar comprimido

Construídos para toda a vida. Uma visão geral... Produtos para sistemas de ar comprimido Construídos para toda a vida Uma visão geral... Produtos para sistemas de ar comprimido Kaeser Compressores Nós oferecemos uma linha completa de produtos para sistemas de ar, incluindo compressores de

Leia mais

Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados)

Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados) Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Mostra Local de: Araruna Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados) Nome da Instituição/Empresa: Empresa Máquinas Agrícolas Jacto S/A,

Leia mais

CORRELAÇÃO ENTRE OS VALORES DE DBO E DQO NO AFLUENTE E EFLUENTE DE DUAS ETEs DA CIDADE DE ARARAQUARA

CORRELAÇÃO ENTRE OS VALORES DE DBO E DQO NO AFLUENTE E EFLUENTE DE DUAS ETEs DA CIDADE DE ARARAQUARA CORRELAÇÃO ENTRE OS VALORES DE DBO E DQO NO AFLUENTE E EFLUENTE DE DUAS ETEs DA CIDADE DE ARARAQUARA Paulo Sergio Scalize (1) Biomédico formado pela Faculdade Barão de Mauá. Graduando em Engenharia Civil

Leia mais

USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES Pontos Principais... A Sabesp tem compromisso com a política pública e com critérios de eficiência de mercado O novo marco regulatório do saneamento encerra

Leia mais

Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances

Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances Mobilidade urbana Eficiência energética Edifícios e suas appliances O futuro do uso do Gás Natural no novo desenho urbano das cidades Gás na cidade 1872-1999 1872 1890 1900 1900 Missão Possível O desafio

Leia mais

APOIO REALIZAÇÃO. www.abes-dn.org.br Tel: +55 (21) 2210-3221 / Fax: +55 (21) 2262-6838 - sibesa@abes-dn.org.br

APOIO REALIZAÇÃO. www.abes-dn.org.br Tel: +55 (21) 2210-3221 / Fax: +55 (21) 2262-6838 - sibesa@abes-dn.org.br Data: 12/02/2010 Boletim Informativo nº 1 28 fev - 03 mar, 2010 Ritz Lagoa da Anta Urban Resort Maceió, AL - Brasil Veja aqui a programação dos paínéis e visitas técnicas Waste Management: Challenges and

Leia mais

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO Inscrição GILBRAN COSTA GUIMARÃES 003020851100087 662,64 Cirurgia Geral 1 * MARCELA SILVA VIEIRA 003027851100098 655,49 Cirurgia Geral 2 * GUTENBERG DINIZ BORBOREMA 003021851100096 619,4 Cirurgia Geral

Leia mais

SISTEMAS DE FILTRAÇÃO

SISTEMAS DE FILTRAÇÃO SISTEMAS DE FILTRAÇÃO CONCEITO DE FILTRAÇÃO Filtração é o processo de remoção de partículas sólidas de um meio líquido que passa através de um meio poroso. Desta forma, os materiais sólidos presentes no

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

ABES recebe missão indiana no Rio

ABES recebe missão indiana no Rio PROJETO DO BANCO MUNDIAL ABES recebe missão indiana no Rio A ABES vai receber no Rio de Janeiro a visita de uma missão de técnicos de saneamento de diversas regiões da Índia, que vêm ao Brasil por sugestão

Leia mais

ULTRAVIOLETA DESINFECÇÃO DE ÁGUA E EFLUENTES COM RAIOS. Sistema de decantação. Fenasan 2013. tratamento de água e efluentes

ULTRAVIOLETA DESINFECÇÃO DE ÁGUA E EFLUENTES COM RAIOS. Sistema de decantação. Fenasan 2013. tratamento de água e efluentes revista especializada em tratamento de DESINFECÇÃO DE ÁGUA E EFLUENTES COM RAIOS ULTRAVIOLETA Sistema de decantação Ação dos decantadores em tratamento de água Fenasan 2013 9 772236 261064 junho/julho-2013

Leia mais

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Estrutura do grupo Reed Elsevier REED EXHIBITIONS Alcance Global 500 eventos por ano 43 países 43 setores da economia 7 milhões de visitantes

Leia mais

ETE do Baldo - Natal/RN

ETE do Baldo - Natal/RN ETE do Baldo - Natal/RN A Estação de Tratamento de Esgoto do Sistema Central de Natal, localizada no bairro do Baldo, na rua Capitão Silveira Barreto S/N, constitui-se num investimento de aproximadamente

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

Inscrição Nome Opção de Curso Status. 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado

Inscrição Nome Opção de Curso Status. 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado Processo Seletivo 2016/1 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado 000000004960 VALERIA DIAS MIRANDA EDUCACAO FISICA Aprovado 000000005764 BRUNNO DE PAULA SILVA BARBOSA EDUCACAO FISICA

Leia mais

As Diretrizes de Sustentabilidade a serem seguidas na elaboração dos projetos dos sistemas de abastecimento de água são:

As Diretrizes de Sustentabilidade a serem seguidas na elaboração dos projetos dos sistemas de abastecimento de água são: OBJETIVO A SANEPAR busca prestar serviços de Saneamento Ambiental de forma sustentável, a fim de contribuir com a melhoria da qualidade de vida. Portanto evidencia-se a necessidade de considerar o conceito

Leia mais

SUMARÉ RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO TÉCNICA DOS SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO DO MUNICÍPIO DE. Relatório R3 Continuação do Diagnóstico e Não Conformidades

SUMARÉ RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO TÉCNICA DOS SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO DO MUNICÍPIO DE. Relatório R3 Continuação do Diagnóstico e Não Conformidades RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO TÉCNICA DOS SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ PRESTADOR: DAE DEPARTAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO Relatório R3 Continuação do Diagnóstico e Não Conformidades Americana,

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DO SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTOS - 2011

RELATÓRIO ANUAL DO SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTOS - 2011 RELATÓRIO ANUAL DO SISTEMA DE TRATAMENTO DE ESGOTOS - 2011 INTRODUÇÃO: O objetivo deste relatório é apresentar os resultados, do ano de 2011, de qualidade dos efluentes da estação de tratamento de esgotos

Leia mais

Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO

Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO Formulário de Entrada de Dados - PARTE A - IDENTIFICAÇÃO DO SISTEMA OU SOLUÇÃO ALTERNATIVA

Leia mais

RELAÇÃO DE VIGILANTES Plano de Saúde - SINDESV REF. JUNHO/2013

RELAÇÃO DE VIGILANTES Plano de Saúde - SINDESV REF. JUNHO/2013 RELAÇÃO DE VIGILANTES Plano de Saúde - SINDESV REF. JUNHO/2013 1 ADERVAL MATIAS DOS SANTOS 2 ADRIANA MARTINS DE JESUS MATOS 3 ALBA VALERIA SANTANA DA SILVA 4 ALDEMIR FERNANDES DA SILVA 5 ALESSANDRO LELIS

Leia mais

A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG

A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG J.M. Borges - SAAE - Itabira UFMG/DESA - Universidade Federal

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DOS RECURSOS DOS CANDIDATOS AO ESTÁGIO

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

Ana Carolina Pereira Pires

Ana Carolina Pereira Pires Aimê Pinheiro Pires universidades e centros de pesquisa na geração de novos negócios, Ana Carolina Pereira Pires Ana Cristina Angelo Rocha Ana Paula Andrade Galvão Andre Araujo André Lopes Andre Luiz Santos

Leia mais

Melhorias na Estação de Tratamento de Água e Esgoto para combate ao stress hídrico

Melhorias na Estação de Tratamento de Água e Esgoto para combate ao stress hídrico Melhorias na Estação de Tratamento de Água e Esgoto para combate ao stress hídrico Sr. Sylvio Andraus Vice- Presidente SINDESAM Agosto/2015 Índice ABIMAQ / SINDESAM Exemplos de Melhoria em Plantas de Água

Leia mais

II-070 - REUSO DE ÁGUA NO ZOOLÓGICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

II-070 - REUSO DE ÁGUA NO ZOOLÓGICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO II-070 - REUSO DE ÁGUA NO ZOOLÓGICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Gandhi Giordano (1) Engenheiro Químico (UERJ), D.Sc. Enga Metalúrgica e de Materiais (PUC-Rio). Diretor Técnico da Tecma - Tecnologia em

Leia mais

Tanques Sépticos e Disposição de Efluentes de Tanques Sépticos

Tanques Sépticos e Disposição de Efluentes de Tanques Sépticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DECIV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Tanques Sépticos e Disposição de Efluentes de Tanques Sépticos DISCIPLINA: SANEAMENTO PROF. CARLOS EDUARDO F MELLO e-mail: cefmello@gmail.com

Leia mais

Agnoax Augusto Rodrigues Pereira Padronização e a Gestão de Risco. Desenvolvimento Mobile: Padrões, filosofia e ferramentas

Agnoax Augusto Rodrigues Pereira Padronização e a Gestão de Risco. Desenvolvimento Mobile: Padrões, filosofia e ferramentas Nome palestrante Nome palestra Adoniran Coelho Gerenciamento de Riscos Geotécnicos em Obras Subterrâneas de Túneis Agnoax Augusto Rodrigues Pereira Padronização e a Gestão de Risco Alexandre de Oliveira

Leia mais

Referência na gestão otimizada de recursos na América Latina

Referência na gestão otimizada de recursos na América Latina Referência na gestão otimizada de recursos na Renovando o mundo O mundo desenvolve-se e necessita de novos recursos: recursos naturais, econômicos e humanos. A nossa contribuição consiste em conceber e

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE

CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE CRISE HÍDRICA PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE 14/03/2014 Jonas Age Saide Schwartzman Eng. Ambiental Instituições Afiliadas SPDM SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina OSS

Leia mais

Tecitec implanta Estação de Tratamento Biológico

Tecitec implanta Estação de Tratamento Biológico Matéria de Capa Tecitec implanta Estação de Tratamento Biológico Este sistema de tratamento de efluentes desenvolvido pela empresa constitui um passo importante rumo ao reuso não-potável de água, com baixos

Leia mais

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Piracicaba, 07 de Agosto de 2013 Atuação da CAIXA Missão: Atuar na promoção da cidadania e do desenvolvimento sustentável

Leia mais

Trabalhamos para que você não Pare. Sistema de incêndio (hidrantes) / Sprinklers ; Redes de ar comprimido / vapor / gases ; Sistema de Água Industrial ; Infra Estrutura em Geral ; Transportes Pneumáticos

Leia mais

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA A PERDA DE ÁGUA NO ABASTECIMENTO PÚBLICO O índice de perdas é um dos principais indicadores da eficiência da operação dos

Leia mais

CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS DO JORDÃO

CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS DO JORDÃO CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS Descrição Faixa Coloc. Num. Nome Idd. Equipe Tempo Masculino de 0 até 15 anos idade inválida 1 488 TROCA DE NÚMERO. DE: 488 PARA: 628 0 00:47:33 Masculino de 16 até 19 anos 1

Leia mais

LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PROJETOS COMPLEMENTARES

LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PROJETOS COMPLEMENTARES LOCAIS DE TRABALHO COM QUALIDADE E PRODUTIVIDADE 01 NOSSOS SERVIÇOS Após 35 anos de experiência na área de edificações para o mercado imobiliário gaúcho, a BENCKEARQUITETURA, juntamente com a BENCKECONSTRUÇÕES,

Leia mais

People. Passion. Performance.

People. Passion. Performance. People. Passion. Performance. Apresentando Chicago Pneumatic É simples assim. Você tem trabalho a fazer e clientes a atender. A CP está aqui para ajudá-lo a realizar seu trabalho, sem compromisso. Nosso

Leia mais

Inovação em processos e tecnologias nas instalações operacionais para o tratamento de água e esgotos. André Lermontov, D.

Inovação em processos e tecnologias nas instalações operacionais para o tratamento de água e esgotos. André Lermontov, D. Inovação em processos e tecnologias nas instalações operacionais para o tratamento de água e esgotos André Lermontov, D.Sc Junho 2013 Inovar: é imaginar o que ninguém pensou; é acreditar no que ninguém

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2012 14472273 ANA CARLA MELO VALADÃO Colocada em 0911 14595437 ANA ISABEL TERRA SILVA Colocada em 3101 9084 14541457 ANA MARIA DE SOUSA MARTINS Colocada em 7220 8149 14314779 ANDRÉ ALVES HOMEM Colocado em 0130

Leia mais

RELATÓRIO DE CANDIDATOS CLASSIFICADOS NA 2ª CHAMADA BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL - GOIÂNIA BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL - GOIÂNIA

RELATÓRIO DE CANDIDATOS CLASSIFICADOS NA 2ª CHAMADA BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL - GOIÂNIA BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL - GOIÂNIA 1 BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL - GOIÂNIA 1 4446 ANA KELLY DE AQUINO 2 1219 ADIVANIA CARDOSO DA SILVA 3 1230 BYANCA RODRIGUES DOURADO 4 6052 LAYANA ALENCAR LIMA 5 5220 NATHALIA SANTOS ARAUJO 6 6118

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A Diretoria Técnica Gerência de Produção e Operação

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A Diretoria Técnica Gerência de Produção e Operação TÍTULO: Estudo de reúso para Efluente de ETE s da SANASA/Campinas Nome dos Autores: Renato Rossetto Cargo atual: Coordenador de Operação e Tratamento de Esgoto. Luiz Carlos Lima Cargo atual: Consultor

Leia mais

Portfólio. www.vortice.com.br

Portfólio. www.vortice.com.br Portfólio 2012 www.vortice.com.br A EMPRESA Fundada em 1996, a VÓRTICE Engenharia de Projetos SS Ltda. tem como objetivo elaborar projetos de engenharia no segmento industrial. A VÓRTICE busca constantemente

Leia mais

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 Crédito no dia 30/07/15 Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 NOME Nº DE PROCESSO ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0012546-17.2012.8.19.0211 ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0007033-68.2012.8.19.0211

Leia mais

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO Certificamos para os devidos que ESTEVÃO JÚNIOR participou da atividade de extensão de Simulado da OAB, promovida pelas Faculdades Kennedy de Minas Gerais, no dia 07 de outubro de 2015, com carga horária

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E OPERACIONAL EM EMPRESAS DE SANEAMENTO

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E OPERACIONAL EM EMPRESAS DE SANEAMENTO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E OPERACIONAL EM EMPRESAS DE SANEAMENTO MARCOS ANTONIO DANELLA Quem Somos Engenheiro, Administrador, professor PUC Campinas Gerente Regional de Operações no Setor Elétrico (29 anos)

Leia mais

Seminário Nacional AESBE 30 anos

Seminário Nacional AESBE 30 anos Experiências de Sucesso nas Empresas Estaduais de Saneamento TELEMETRIA 26/08/2015 Silvana Corsaro Candido da Silva de Franco, Gerente do Departamento de Planejamento, Gestão e Operação da Produção Seminário

Leia mais

EXAME CLASSIFICATÓRIO EAD 2014.2 TERESINA - DIRCEU CANDIDATOS CONVOCADOS PARA MATRÍCULA - 2ª CHAMADA

EXAME CLASSIFICATÓRIO EAD 2014.2 TERESINA - DIRCEU CANDIDATOS CONVOCADOS PARA MATRÍCULA - 2ª CHAMADA EXAME CLASSIFICATÓRIO EAD 2014.2 TERESINA - DIRCEU CANDIDATOS CONVOCADOS PARA MATRÍCULA - 2ª CHAMADA CURSO NOME SISTEMAS DE COTAS EDSON DE LIMA BRITO CYNTIA ELENICE OLIVEIRA SOUSA LIMA TIAGO LOPES DOS

Leia mais

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 List of Players Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 No Name Feder Club 1. Alexandre Aranda, Ini Conservatório de Música 2. Alexandre Alves, InfA Conservatório de Música 3. Alexandre Magalhães, InfA

Leia mais

DELTA AMBIENTAL Grupo Delta Vinil Estações Compactas de Tratamento de Esgotos Sanitários. Estações Compactas de Tratamento de Esgoto - ECTE

DELTA AMBIENTAL Grupo Delta Vinil Estações Compactas de Tratamento de Esgotos Sanitários. Estações Compactas de Tratamento de Esgoto - ECTE Estações Compactas de Tratamento de Esgoto - ECTE 1) APRESENTAÇÃO A Delta Ambiental oferece diversas opções de, com o intuito de poder adequar a melhor solução em termos de custo/benefício para cada situação

Leia mais

VISÃO 2011 Estar entre as 03 empresas do Brasil que mais avançaram na universalização dos serviços de água e esgotamento sanitário.

VISÃO 2011 Estar entre as 03 empresas do Brasil que mais avançaram na universalização dos serviços de água e esgotamento sanitário. MISSÃO Garantir o acesso aos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, em cooperação com os municípios, buscando a universalização de modo sustentável, contribuindo para a melhoria da

Leia mais