ATSC - O melhor padrão para a TV DIGITAL do Brasil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATSC - O melhor padrão para a TV DIGITAL do Brasil"

Transcrição

1 ATSC - O melhor padrão para a TV DIGITAL do Brasil Câmara dos Deputados Seminário Internacional TV Digital obstáculos e desafios para uma nova comunicação Sávio Pinheiro Brasília-DF 16 de Maio de 2006

2 ATSC nos EUA estações em 211 cidades cobrindo todo o país Nas maiores cidades até 23 estações digitais no ar, sem interferências Alta Definição - HD é a aplicação principal Terrestre E cabo E satélite Definição Sandard SD com multiprogramação também importante, principalmente para Emissoras Educativas Dados e Serviços de Informação Combinações possíveis Por exemplo, HD programa principal, mais 24-horas de noticiário em SD, mais mapa de condições climáticas num único canal de 6 MHz Radiodifusores agora buscando acrescentar serviços móveis e portáteis

3 Explosão de produtos DTV e vendas Mais de 775 produtos de DTV, maioria HD Vendas crescendo exponencialmente 31 milhões de unidades até 2005, no valor de US$48 bi 16 milhões de unidades em 2006, no valor de US$23 bi Set Top Box com saída HD por US$89 Receptores com tela de 27 : SDTV por US$299 HDTV por US$428 Preços HDTV convergindo para preços TV analógica Em 3-4 anos, todas as TVs vendidas no EUA serão HDTV!

4 Concluindo Transição da TVD nos EUA Recuperação e novos usos para 108 MHz em todo o país Possibilidade de novos serviços sem-fio gerando crescimento econômico nas próximas décadas Todas as TVs devem ser digitais a partir de 1º Março milhões de produtos ATSC em 2007! 152 milhões em 2009! ATSC garantirá ao Brasil os melhores preços em razão da escala Transmissões analógicas se encerram em 17 fevereiro 2009 Possível por conversores de baixo custo Protótipos já disponíveis e com custo estimado de US$50 em 2008 O CONVERSOR de BAIXO CUSTO permitirá a inclusão das classes sociais menos favorecidas

5 ATSC em outros países Coréia do Sul - Cobertura Nacional Milhões de produtos vendidos, no valor de bilhões de dólares Líder mundial em serviços interativos para TVD Canada - HDTV nas maiores cidades Venda de produtos HD similar aos EUA. Mexico - Serviços comerciais 34 estações na iminência ou em operação, em 9 cidades, cobrindo 34% dos lares Na fronteira com os EUA as maiores cidades terão serviço até o final de 2006 Serviços Interativos usando ACAP Argentina - adotou ATSC em 1998 Desde 1999 os radiodifusores transmitem experimentalmente Chile, Colombia, República Dominicana, Panamá e Ecuadorexpectativa de adoção do ATSC em futuro próximo

6 Benefícios de um padrão nas Américas Mercado comum de 830 milhões de pessoas oferecendo significante economia de escala Mais equipamentos de múltiplos fabricantes a menor preço A adoção pelo Brasil do ATSC permitirá: Estabelecimento de padrão para as Américas, criando vasto mercado para exportações brasileiras Aumento de exportação, criação de empregos e crescimento econômico Baixa probabilidade de exportação significativa se outro padrão for escolhido

7 Vantagens Técnicas do para o Brasil Melhor cobertura Maior taxa de transmissão, para mesma cobertura Maior taxa transmissão = mais serviços Menor número de repetidores Melhor adaptação ao plano de frequencia digital Mais eficiente com relação ao consumo de energia Menor custo de aquisição de transmissores e menores custos operacionais Mais adequado para utilizar torres existentes Permite completo uso das faixas de UHF e VHF Áudio Dolby 6-canais intrínseco

8 ATSC: Mais Dados = Mais Serviços Taxa de Transmissão (Mbps) Outros* Baseada na Implementação feita no Reino Unido ATSC

9 Benefícios Sociais da TVD ATSC Acesso sem fio de banda larga Entrega de conteúdo da Internet para cidadãos sem microcomputadores Aplicações interativas para Saúde e Educação Educação à distância Serviços para desenvolvimento pré-escolar Treinamento à distância Diagnósticos Serviços para Deficientes Informações de Governo e Segurança Clima Segurança Tráfego

10 Perspectivas para Mobilidade e Portabilidade Mobilidade e Portabilidade no padrão ATSC: BREVE Quatro empresas ATSC trabalham em soluções para mobilidade e portabilidade Zenith demonstrará sua solução em junho 2006 Samsung e Rohde & Schwarz propuseram modificações no sistema de transmissão ATSC/VSB favorecendo mobilidade e portabilidade. Demonstrada na NAB (abril 2006) e testes de campo no Canadá programados para junho 2006

11 Vantagens Economicas do ATSC para o Brasil ATSC/ EUA é o líder mundial na implantação de HDTV Os menores preços possíveis para receptores e conversores Plano de frequencia em canis de 6 MHz Economia de escala mercado norte americano Evitar o erro digital do PAL-M Melhor escolha visando a Criação de empregos e crescimento do desenvolvimento econômico Melhor escolha para incorporar P&D brasileiros

12 Oportunidades de liderança para o Brasil ATSC ofereçe ao Brasil as melhores oportunidades de liderança no futuro desenvolvimento e na implantação da tecnologia da TVD Oprtunidades imediatas: Comercialização de aplicações móveis e portáteis Implementação de codificação avançada de vídeo Desenvolvimento de aplicações de interatividade para o Brasil e outros países ATSC é completamente aberto para total participação de instituições e empresas brasileiras.

13 Compromissos pela adoção do ATSC Compromissos dos Membros do Forum ATSC, exemplos: Custo substancialmente menor, comparado ao aplicável na América do Norte, no licenciamento de patentes essenciais Contribuições para Fundo de Desenvolvimento da TVD no Brasil Compartilhamento de projetos de referência para equipamentos de transmissão e produtos de consumo Ampliação de fábricas no Brasil para produção de equipamentos de transmissão e produtos de consumo Programas de formação para radiodifusores e revendedores Descontos de volume para equipamentos de transmissão Governo EUA comprometeu-se a financiar US$150 milhões para desenvolvimento de projetos no Brasil, incluindo a TVD Empréstimos a taxas reduzidas através do Ex-Im Bank para a construção de estações de TVD

14 ATSC: A melhor escolha para o BRASIL TV Brasileira tem estrutura similar a TV na América do Norte Menores preços possíves para receptores e conversores Melhor cobertura Maior taxa de transmissão, significando mais serviços Mobilidade e Portabilidade em futuro próximo Melhores perspectivas para aumento do desenvolvimento industrial, exportação, empregos e crescimento econômico Melhores perspectivas para introdução de inovações desenvolvidas por brasileiros DE LONGE, A MELHOR PERSPECTIVA PARA O SUCESSO DA TVD NO BRASIL

TV Dig ital - S ocial

TV Dig ital - S ocial Edson Luiz Castilhos Gerente Célula Software Livre - RS Marco Antonio Munhoz da Silva Gestor Projeto TV Digital Social 1 AGENDA O que é TV Digital? Histórico TV Analógica x TV Digital Sistema de TV Digital

Leia mais

TV DIGITAL APLICADA NA EDUCAÇÃO. Email: fujio.yamada@mackenzie.br

TV DIGITAL APLICADA NA EDUCAÇÃO. Email: fujio.yamada@mackenzie.br II SIMPOSIO INTERNACIONAL SOBRE NOVAS COMPETENCIAS EM TECNOLOGIA DIGITAL INTERATIVAS NA EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE TV DIGITAL DR. PROF. FUJIO YAMADA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Email: fujio.yamada@mackenzie.br

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA TELEVISÃO DIGITAL NO BRASIL

IMPLANTAÇÃO DA TELEVISÃO DIGITAL NO BRASIL IMPLANTAÇÃO DA TELEVISÃO DIGITAL NO BRASIL Walkyria M. Leitão Tavares Consultora Legislativa da Área XIV Comunicação Social, Telecomunicações, Sistema Postal, Ciência e Tecnologia ESTUDO SETEMBRO/2001

Leia mais

Comunicação Digital. Prof. Ângelo Augusto Ribeiro, Dr.

Comunicação Digital. Prof. Ângelo Augusto Ribeiro, Dr. Prof. Ângelo Augusto Ribeiro, Dr. UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Pós-Graduação em Gestão da Comunicação Pública e Empresarial 2010/2011 A disciplina Comunicação Digital Objetivo: Compreender o ambiente

Leia mais

A escolha do padrão de TV digital no Brasil

A escolha do padrão de TV digital no Brasil OPINIÃO A escolha do padrão de TV digital no Brasil Wellington Pereira A televisão sempre foi objeto de cobiça e esteve presente, com destaque, nos lares dos brasileiros. Mais de 90% das residências no

Leia mais

O Panorama da TV Digital no Brasil. Leandro Miller Leonardo Jardim

O Panorama da TV Digital no Brasil. Leandro Miller Leonardo Jardim O Panorama da TV Digital no Brasil Leandro Miller Leonardo Jardim Tópicos Abordados TV Aberta no Brasil Vantagens da TV Digital Padrões de TV Digital Sistema Brasileiro de TV Digital Oportunidades na TV

Leia mais

Comissão de Ciência e Tecnologia,

Comissão de Ciência e Tecnologia, Seminário de Rádio R Digital Comissão de Ciência e Tecnologia, Informática e Inovação Brasília 22 de novembro de 2007 Ronald Siqueira Barbosa O O pobre e o emergente de hoje são aqueles que no passado,

Leia mais

Relatório Final da Subcomissão Especial de Rádio Digital destinada a estudar e avaliar o modelo de rádio digital a ser adotado no Brasil.

Relatório Final da Subcomissão Especial de Rádio Digital destinada a estudar e avaliar o modelo de rádio digital a ser adotado no Brasil. COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA Relatório Final da Subcomissão Especial de Rádio Digital destinada a estudar e avaliar o modelo de rádio digital a ser adotado no Brasil. Presidente:

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social Desenvolvimento de Aplicações Interativas GINGA NCL e LUA Projeto TV Digital Social Marco Antonio Munhoz da Silva DATAPREV Gestor do Proejeto TV Digital Social AGENDA Divisão dos assuntos em quatro partes

Leia mais

Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD

Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD Rio de Janeiro, 10 de dezembro 2009 Rede Nacional de TV Pública Digital Cobertura em todos os municípios com mais de 100 mil

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA. TIPOS DE RECEPTORES DE TV e SISTEMAS

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA. TIPOS DE RECEPTORES DE TV e SISTEMAS PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA TIPOS DE RECEPTORES DE TV e SISTEMAS Como tudo em nossa vida e em nosso mundo evolui, com a tecnologia não é diferente, agora você pode contar com alta definição

Leia mais

www.philips.com/welcome

www.philips.com/welcome Register your product and get support at www.philips.com/welcome SDV1225T/55 PT Manual do Usuário Sumário 1 Importante 4 Segurança 4 Aviso para os EUA 4 Aviso para o Canadá 4 Reciclagem 4 Português 2

Leia mais

Ações do Ministério das Comunicações

Ações do Ministério das Comunicações Ações do Ministério das Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Brasília, março de 2012. Crescimento do setor alguns destaques Serviço Número de Acessos Taxa de Crescimento

Leia mais

AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHz, NO BRASIL, ATUALMENTE OCUPADA PELA TV ABERTA, PARA SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G

AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHz, NO BRASIL, ATUALMENTE OCUPADA PELA TV ABERTA, PARA SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G SENADO FEDERAL AS CONSEQUÊNCIAS DA DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHz, NO BRASIL, ATUALMENTE OCUPADA PELA TV ABERTA, PARA SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G Brasília DF, 19 de novembro de 2013 HISTÓRICO: CONSULTA

Leia mais

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006 7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa 21 e 22 de agosto de 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados

Leia mais

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Agenda Central de Atendimento - Índices NII e Nextel Brasil Qualidade Técnica Conclusão Central de Atendimento Própria Serviço não

Leia mais

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Brasília/DF Julho/2013 CENÁRIO ATUAL

Leia mais

Redes sem Fio 2016.1. WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio 2016.1. WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Redes sem Fio Onde Estamos? Sistemas de comunicação wireless Redes locais wireless

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Audiência Pública CCTCI/Câmara dos Deputados PROJETOS E AÇÕES DO MINISTÉRIO PARA O ANO DE 2013 Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília, 24 de abril de 2013 Dados setoriais 2 O

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A TV DIGITAL: UMA ABORDAGEM DO POTENCIAL DA INTERATIVIDADE

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A TV DIGITAL: UMA ABORDAGEM DO POTENCIAL DA INTERATIVIDADE 1 EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E A TV DIGITAL: UMA ABORDAGEM DO POTENCIAL DA INTERATIVIDADE Bauru, 05/2011 Valquiria Santos Segurado UNESP - valquiria.segurado@mstech.com.br Profª Drª Vânia Cristina Pires Nogueira

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - TV Digital Via IP (IPTV) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito IPTV - TV Digital Via IP A IPTV (Internet Protocol TeleVision) é um novo método de transmissão

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

SWITCH OFF DO SINAL ANALÓGICO

SWITCH OFF DO SINAL ANALÓGICO Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática Câmara dos Deputados Brasília, 22 de outubro de 2013 CENÁRIO DE ESTAÇÕES ANALÓGICAS TOTAL: 10.991* 41% 4.555 Est. 5% 521 Est. 54% 5.915 Est.

Leia mais

Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Entretenimento e Interatividade para TV Digital Entretenimento e Interatividade para TV Digital Desenvolvimento de Aplicativos para TV Digital Interativa Rodrigo Cascão Araújo Diretor Comercial Apresentação da Empresa A EITV desenvolve software e provê

Leia mais

Uso do dividendo digital para aplicações comunitárias e universalização da banda larga: oportunidades e desafios

Uso do dividendo digital para aplicações comunitárias e universalização da banda larga: oportunidades e desafios Uso do dividendo digital para aplicações comunitárias e universalização da banda larga: oportunidades e desafios C.A.Afonso março 2013 CGI.br Instituto Nupef www.nupef.org.br Sudeste e Sul: população,

Leia mais

O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz)

O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz) O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz) Marconi Thomaz de Souza Maya Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática

Leia mais

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07 NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Resultados do 4T07 Destaques 2 Lançamento do NET Digital HD, que combina as funções de gravador e conversor de alta definição; Aquisição da BIGTV traz 12 importantes cidades

Leia mais

RÁDIO DIGITAL NO BRASIL: INDEFINIÇÃO E IMPASSE APÓS DEZ ANOS DE DISCUSSÃO. Nelia R. Del Bianco (UnB)

RÁDIO DIGITAL NO BRASIL: INDEFINIÇÃO E IMPASSE APÓS DEZ ANOS DE DISCUSSÃO. Nelia R. Del Bianco (UnB) RÁDIO DIGITAL NO BRASIL: INDEFINIÇÃO E IMPASSE APÓS DEZ ANOS DE DISCUSSÃO Nelia R. Del Bianco (UnB) Digitalização: ameaças e oportunidades 2 Perda ou mudança de status Reposicionamento dos atores tradicionais

Leia mais

Capítulo III Descrição geral dos testes de campo

Capítulo III Descrição geral dos testes de campo Capítulo III Descrição geral dos testes de campo A) Teste de Campo de Cobertura para Comparação de Desempenho dos Sistemas ATSC, DVB-T e ISDB-T A1. Objetivo Este teste tem como objetivo comparar o desempenho

Leia mais

Digital no Brasil Audiência PúblicaP 12 de julho de 2007 Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, - CCT

Digital no Brasil Audiência PúblicaP 12 de julho de 2007 Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, - CCT Implantação do Rádio R Digital no Brasil Audiência PúblicaP Brasília 12 de julho de 2007 Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática - CCT Ronald Siqueira Barbosa Lembrando a importância

Leia mais

2008 Crescimento líquido de RGUs de 144,4 mil no 4T08 100 mil ZON Boxes instaladas

2008 Crescimento líquido de RGUs de 144,4 mil no 4T08 100 mil ZON Boxes instaladas ZON Multimédia Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. 5 de Outubro, n.º 208, Lisboa Capital Social: 3.090.968,28 Euros Número de Matrícula na Conservatória do

Leia mais

REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL

REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL 51º. Painel Telebrasil Ricardo Knoepfelmacher Brasil Telecom Junho /2007 0 REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES Os limites e diferenças atualmente existentes

Leia mais

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão Os meios físicos de transmissão são compostos pelos cabos coaxiais, par trançado, fibra óptica, transmissão a rádio, transmissão via satélite e são divididos em duas

Leia mais

6 Cálculo de cobertura de sistemas de TV Digital

6 Cálculo de cobertura de sistemas de TV Digital 6 Cálculo de cobertura de sistemas de TV Digital Neste capítulo, os modelos desenvolvidos serão utilizados para a avaliação da cobertura de sistemas de TV digital na cidade de São Paulo. Partindo dos limiares

Leia mais

Espectro de Radiofreqüências TV Digital

Espectro de Radiofreqüências TV Digital QUESTÕES REGULATÓRIAS Espectro de Radiofreqüências TV Câmara dos Deputados Seminário Internacional TV - obstáculos e desafios para uma nova comunicação Brasília - 16/05/2006 Regulamentação Pertinente LGT

Leia mais

1 O Problema 1.1 Introdução

1 O Problema 1.1 Introdução 1 O Problema 1.1 Introdução As teorias de adoção e de difusão de novos produtos em tecnologia sustentam que, no lançamento, os produtos ainda são acessíveis a apenas poucos consumidores que estão dispostos

Leia mais

O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO

O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática Brasília, 20 de outubro de 2009 O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO Prof.

Leia mais

Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios

Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios Impacto da TV Digital no Futuro dos Negócios Congresso SUCESU-SP 2007 Integrando Tecnologia aos Negócios 29/11/07 Juliano Castilho Dall'Antonia Diretor de TV Digital w w w. c p q d. c o m. b r 1 Sumário

Leia mais

Anatel publica regulamento para destinação da faixa de 700 MHz

Anatel publica regulamento para destinação da faixa de 700 MHz 4G/700 MHZ Anatel publica regulamento para destinação da faixa de 700 MHz Enquanto a SET e outras entidades do setor discutem no Congresso Nacional a hipótese de interferência de sinal para as emissões

Leia mais

O Mercado de TV Assinatura

O Mercado de TV Assinatura STA O Mercado de TV Assinatura André Sanches - NET Serviços Bem vindo! Dados do setor; Tecnologias; Evolução tecnologia/serviços; 3 Play ; Pirataria. Objetivo Dados do setor Fonte ABTA Dez/ 2,7 Milhões

Leia mais

Conectores de Vídeo Radiofreqüência (RF)

Conectores de Vídeo Radiofreqüência (RF) 15 Conectores de Vídeo Existem vários tipos de conexões de vídeo que você pode encontrar no PC e em aparelhos eletrônicos como TVs, aparelhos de DVD e videoprojetores. Apesar de a finalidade geral desses

Leia mais

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br Jornalismo Multiplataforma Tecnologias Redes e Convergência eduardo.barrere@ice.ufjf.br Panorama Em 2011, a TV atingiu 96,9% (http://www.teleco.com.br/nrtv.asp) TV Digital Uma novidade???? TV Digital Resolve

Leia mais

CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT. La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales

CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT. La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales Valderez de Almeida Donzelli Leite 01/10/2014 La Televisión Universitaria - SET Sociedade Brasileira de

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STRS 2 MOURA LACERDA A TV digital O surgimento da TV digital se deu em função do desenvolvimento da TV de alta definição (HDTV) no Japão e na Europa, há mais de duas décadas,

Leia mais

2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital

2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital 2 TV digital e TV de alta definição 2.1. A tecnologia digital Neste capítulo, serão abordados os aspectos principais da tecnologia digital e suas conseqüências em termos de mercado consumidor (telespectadores).

Leia mais

Cobertura de RF em Redes WI-FI

Cobertura de RF em Redes WI-FI Cobertura de RF em Redes WI-FI Este tutorial apresenta as alternativas para estender a área de cobertura de redes locais sem fio com ênfase na utilização de cabos irradiantes. Marcelo Yamaguchi Pós-graduado

Leia mais

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television TV Digital : Convergência e Interatividade. A TELEVISÃO. A Televisão... o mais subversivo instrumento da comunicação deste século!" Assis Chateaubriand (1950). A Televisão Sem TV é duro de dizer quando

Leia mais

Admirável. 24 2006 diga lá nº 46

Admirável. 24 2006 diga lá nº 46 Admirável 24 2006 diga lá nº 46 TV nova Cena 1: O espectador, acomodado no sofá de casa, assiste ao filme Matrix, e se apaixona pelos óculos escuros usados por Neo, o protagonista da trama interpretado

Leia mais

A Tecnologia Digital na Radiodifusão

A Tecnologia Digital na Radiodifusão A Tecnologia Digital na Radiodifusão Painel Setorial de Telecomunicações INMETRO/XERÉM-RJ 27 de outubro de 2006 Ronald Siqueira Barbosa O O pobre e o emergente de hoje são s o aqueles que no passado, perderam

Leia mais

Rádio Digital. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Senado Federal

Rádio Digital. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Senado Federal Rádio Digital Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal Roberto Pinto Martins Secretário rio de Telecomunicações Ministério das Comunicações Sumário 1. Cenário

Leia mais

TECNOLOGIA DE DIGITALIZAÇÃO DO SISTEMA RADIOFÔNICO BRASILEIRO

TECNOLOGIA DE DIGITALIZAÇÃO DO SISTEMA RADIOFÔNICO BRASILEIRO Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília DF, 17 de setembro de 2013 Rádio: O serviço de radiodifusão sonora em ondas médias é realizado entre 525 khz

Leia mais

1. O Contexto do SBTVD

1. O Contexto do SBTVD CT 020/06 Rio de Janeiro, 27 de janeiro de 2006 Excelentíssimo Senhor Ministro Hélio Costa MD Ministro de Estado das Comunicações Referência: Considerações sobre o Sistema Brasileiro de Televisão Digital

Leia mais

APIMEC SP Maio 2006 1

APIMEC SP Maio 2006 1 APIMEC SP Maio 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 29, DE 2007 (APENSOS OS PROJETOS DE LEI Nº 70, DE 2007, Nº 332, DE 2007 E Nº 1908, DE 2007) Dispõe sobre a comunicação audiovisual eletrônica

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 1 DESTAQUES DO 2T09 2 Base de Clientes TV a Cabo: 3,5 milhões Base de Clientes Net Vírtua: 2,6 milhões Base de Clientes em Voz: 2,3 milhões ARPU: oportunidade

Leia mais

Aspectos Sociais e Econômicos da Sociedade da Informação. Eduardo Navarro de Carvalho Brasília, 14 de Novembro de 2003 47º Painel Telebrasil

Aspectos Sociais e Econômicos da Sociedade da Informação. Eduardo Navarro de Carvalho Brasília, 14 de Novembro de 2003 47º Painel Telebrasil Aspectos Sociais e Econômicos da Sociedade da Informação Eduardo Navarro de Carvalho Brasília, 14 de Novembro de 2003 47º Painel Telebrasil Proposta A infra-estrutura de telecomunicações e da informação,

Leia mais

SISTEMA BRASILEIRO DE TELEVISÃO DIGITAL

SISTEMA BRASILEIRO DE TELEVISÃO DIGITAL SISTEMA BRASILEIRO DE TELEVISÃO DIGITAL Questões Centrais Manoel Rangel, Diretor da Agência Nacional do Cinema. Esta apresentação: De que maneira a tecnologia deve ser ponderada na decisão? O uso do espectro

Leia mais

UM PASSEIO PELA NAB 2011. Geraldo Cesar de Oliveira Star One

UM PASSEIO PELA NAB 2011. Geraldo Cesar de Oliveira Star One UM PASSEIO PELA NAB 2011 Geraldo Cesar de Oliveira Star One NAB 2011 em Números Mais de 1500 Expositores 151 países representados 92.708 visitantes cadastrados 25.601 visitantes internacionais Brasil uma

Leia mais

Radiodifusão Sonora Digital

Radiodifusão Sonora Digital 1 Radiodifusão Sonora Digital Lúcio Martins da Silva AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL ASSUNTO: A ADOÇÃO DE UMA NOVA TECNOLOGIA PARA

Leia mais

SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007

SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007 SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007 Juliana Baroni em Dance Dance Dance : Band e Globo já produzem novelas digitais Guia de compras Como escolher melhores TVs, conversores e antenas Tudo o que você precisa

Leia mais

PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel

PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel Workshop sobre PowerLineCommunications PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel RFCEE/RFCE/SRF Sumário Definições Aspectos importantes da tecnologia PLC Testes realizados pela Anatel Abordagem internacional

Leia mais

Fundamentos de Rede e Cabeamento Estruturado. A camada Física

Fundamentos de Rede e Cabeamento Estruturado. A camada Física Fundamentos de Rede e Cabeamento Estruturado A camada Física Largura de banda Compartilhada ou shared bandwidth Comutada ou switched bandwidth Banda base e banda larga Banda base existe a possibilidade

Leia mais

4 CARACTERÍSTICA DE DESEMPENHO DE RECEPÇÃO

4 CARACTERÍSTICA DE DESEMPENHO DE RECEPÇÃO 4 CARACTERÍSTICA DE DESEMPENHO DE RECEPÇÃO Este bloco de ensaios visa a avaliar as características dos sistemas de TV Digital ATSC, DVB-T e ISDB-T para recepção dos sinais. 4.1 Limiar da relação portadora

Leia mais

Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço. João Batista de Rezende Anatel

Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço. João Batista de Rezende Anatel Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço João Batista de Rezende Anatel Brasília/DF Dezembro/2012 Medida Cautelar Contextualização Suspensão

Leia mais

Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações. Lisboa, 6 de Novembro de 2002

Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações. Lisboa, 6 de Novembro de 2002 Telecom Televisão Digital Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações Lisboa, 6 de Novembro de 2002 Televisão Digital Terrestre na Europa Aposta clara da UE na Televisão Digital Terrestre

Leia mais

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações

2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Introdução às Telecomunicações 2- Conceitos Básicos de Telecomunicações Elementos de um Sistemas de Telecomunicações Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Telecomunicações 2 1 A Fonte Equipamento que origina

Leia mais

Modulação COFDM Uma proposta atrativa para os padrões de TV Digital

Modulação COFDM Uma proposta atrativa para os padrões de TV Digital Modulação COFDM Uma proposta atrativa para os padrões de TV Digital ANA LUIZA RODRIGUES REGINA MISSIAS GOMES Instituto de Ensino Superior de Brasília - IESB analurr@hotmail.com.br regina_missias@pop.com.br

Leia mais

Ligação à Internet. Conceitos de Sistemas Informáticos. Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho

Ligação à Internet. Conceitos de Sistemas Informáticos. Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho Maio de 2004 Sumário 1 2 TV Cabo Bragatel Sapo Clix OniNet Telepac Tipos de ligações actualmente disponibilizadas

Leia mais

b) Políticas, normas e meios para assegurar pluralidade e diversidade de conteúdos;

b) Políticas, normas e meios para assegurar pluralidade e diversidade de conteúdos; Estratégia do PT na Confecom RESOLUÇÃO SOBRE A ESTRATÉGIA PETISTA NA CONFECOM 1 - Preâmbulo A Conferência Nacional de Comunicação convocada pelo governo Lula é uma importante conquista dos movimentos que

Leia mais

TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro

TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro O conteúdo deste tutorial foi obtido do trabalho elaborado pelos autores Aldilenice e Rodrigo para a etapa de classificação do III Concurso Teleco de Trabalhos

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

TV Digital no Brasil

TV Digital no Brasil APRESENTAÇÃO FINAL PROGRAMA DE IMERSÃO RÁPIDA EM CONSULTORIA TV Digital no Brasil Impactos para as Emissoras e Consumidores EQUIPE DE PROJETO Caio Taborda Gregor Matsuda Tavares Nelson Gramacho Thiago

Leia mais

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços.

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. Construção Civil Construção Civil Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. edificações residenciais; edificações

Leia mais

Proposta de Inclusão Digital e Social através de Aplicações Desenvolvidas para a TV Digital

Proposta de Inclusão Digital e Social através de Aplicações Desenvolvidas para a TV Digital Proposta de Inclusão Digital e Social através de Aplicações Desenvolvidas para a TV Digital Flávio Ricardo Dias 1, Ivaldir de Farias Júnior 1,2, Marcelo M. Teixeira 3 1 Centro de Informática(CIn) - Universidade

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco da Banda Larga Introdução Você está recebendo a nova edição do Barômetro Cisco da Banda Larga, indicador

Leia mais

Final da Transição ao Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD)

Final da Transição ao Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD) Final da Transição ao Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD) Início das transmissões 100% digitais Conselheiro Rodrigo Zerbone Loureiro Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 07 de abril

Leia mais

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis 2.1. Histórico e Evolução dos Sistemas Sem Fio A comunicação rádio móvel teve início no final do século XIX [2], quando o cientista alemão H. G. Hertz demonstrou que as

Leia mais

Qualidade. Confiança. Inovação.

Qualidade. Confiança. Inovação. Qualidade. Confiança. Inovação. Soluções em Radiodifusão, Vídeo e Comunicação do Brasil para o mundo. Transmissores Excitadores Multiplexadores Encoders Gap-fillers Micro-ondas Rádio Digital Câmeras Broadcast

Leia mais

TV / ACESSÓRIOS. Pasin Distribuidora

TV / ACESSÓRIOS. Pasin Distribuidora TV / ACESSÓRIOS Produto: ANTENA DIG. HDTV EXT. C/10mCAB0+SUPORTE- DTV-1500 Modelo: 001600 Produto: ANTENA DIG. HDTV EXT.16 ELEMENTOS.+UHF - REF.881 Modelo: 001602 Produto: ANTENA DIG. HDTV+FM+UHF+VHF /

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Considerações Futuras Eventuais declarações que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções

Leia mais

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL Ranieri Alves dos Santos 1 Vitor Freitas Santos 2 Marcos Paes Peters 3 Resumo: O presente trabalho apresenta uma abordagem interativa

Leia mais

OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES

OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES Rosa Costa Jornada de Direito Empresarial, Silveira Clemente & Rojas Advogados Associados 05/10/2007 - FIRJAN MARCO REGULATÓRIO DE TELECOMUNICAÇÕES Após uma década do

Leia mais

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Prática em Redes de Computadores Meios de Transmissão Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Sumário Introdução Meios de Transmissão Cabo coaxial Cabo Par Trançado Fibra Óptica Interferências

Leia mais

Introdução redes sociais mulheres Digg

Introdução redes sociais mulheres Digg O século XIX ficou conhecido como o século europeu; o XX, como o americano. O século XXI será lembrado como o Século das Mulheres. (Tsvi Bisk, Center for Strategic Futurist Thinking, 2008) A Sophia Mind,

Leia mais

CONSIDERAÇÕES O ESPECTRO COMO PATRIMÔNIO DA SOCIEDADE; OS ÓRGÃOS PÚBLICOS SÃO MAIS LENTOS NA PRODUÇÃO DE SOLUÇÕES ALTERNATIVAS;

CONSIDERAÇÕES O ESPECTRO COMO PATRIMÔNIO DA SOCIEDADE; OS ÓRGÃOS PÚBLICOS SÃO MAIS LENTOS NA PRODUÇÃO DE SOLUÇÕES ALTERNATIVAS; CONSIDERAÇÕES O ESPECTRO COMO PATRIMÔNIO DA SOCIEDADE; OS ÓRGÃOS PÚBLICOS SÃO MAIS LENTOS NA PRODUÇÃO DE SOLUÇÕES ALTERNATIVAS; O SETOR PÚBLICO, COM DEMANDAS MENORES QUE O SETOR PRIVADO, TERÃO QUE SUPORTAR

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR Lei nº 11.487/2007: Problema: produção científica crescente SEM reflexo no setor produtivo e industrial Produção Científica

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

Comissão Especial - LGT Gerson Sebastião de Souza Dir. de Relacionamento com o Mercado

Comissão Especial - LGT Gerson Sebastião de Souza Dir. de Relacionamento com o Mercado Comissão Especial - LGT Gerson Sebastião de Souza Dir. de Relacionamento com o Mercado Quem somos? Empresa de Telecomunicações com mais de 60 anos de existência com mais de 3,5 mil associados (colaboradores)

Leia mais

Canal de Interatividade: Conceitos, Potencialidades e Compromissos

Canal de Interatividade: Conceitos, Potencialidades e Compromissos Canal de Interatividade: Conceitos, Potencialidades e Compromissos Por Marcus Manhães e Pei Jen Shieh 1. Introdução O Decreto Presidencial [1] 4.901, de 26 de novembro de 2003, instituiu o Projeto do Sistema

Leia mais

TESTES DE INTERFERÊNCIA DO SINAL LTE NA RECEPÇÃO DE TV DIGITAL NA FAIXA DE UHF

TESTES DE INTERFERÊNCIA DO SINAL LTE NA RECEPÇÃO DE TV DIGITAL NA FAIXA DE UHF TESTES DE INTERFERÊNCIA DO SINAL NA RECEPÇÃO DE TV DIGITAL NA FAIXA DE UHF As preocupações com a interferência da na TV digital operando em faixas adjacentes vêm crescendo nos últimos anos, com o desenvolvimento

Leia mais

6 Simulação do Canal de TV Digital

6 Simulação do Canal de TV Digital 6 Simulação do Canal de TV Digital 6.1. Simulação com os Programas SIRCIM e SMRSIM O Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD) irá operar basicamente em duas configurações: - Antena transmissora externa

Leia mais

Qualidade. Confiança. Inovação.

Qualidade. Confiança. Inovação. Qualidade. Confiança. Inovação. Soluções em Radiodifusão, Vídeo e Comunicação do Brasil para o mundo. Transmissores Excitadores Multiplexadores Encoders Gap-fillers Micro-ondas Rádio Digital Câmeras Broadcast

Leia mais

AVISO DE COBRANÇAS NOS PLANOS SOLOS

AVISO DE COBRANÇAS NOS PLANOS SOLOS CTMD TI Serviços em Engenharia de Computação & Telecomunicações RELAÇÃO DE PLANOS NET SP PESSOA JURÍDICA (distribuído por CTMD TI) AVISO DE COBRANÇAS NOS PLANOS SOLOS Na contratação de planos Net para

Leia mais

Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy

Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy Fields marked with are mandatory. Os campos assinalados com um asterisco () são de preenchimento obrigatório.

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Comunicação Social

Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Comunicação Social Universidade Federal de Juiz de Fora Faculdade de Comunicação Social O SISTEMA DE RÁDIO DIGITAL: A MODERNIZAÇÃO DO M.C.M. MAIS POPULAR DO PLANETA Texto redigido para embasar apresentação de seminário na

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Analítico sobre Regras Regularórias n.º 14 COGCM/SEAE/MF

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Analítico sobre Regras Regularórias n.º 14 COGCM/SEAE/MF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Analítico sobre Regras Regularórias n.º 14 COGCM/SEAE/MF Brasília, 25 de agosto de 2008. Assunto: Contribuições à Consulta Pública da

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013. Rio de Janeiro Maio 2013

AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013. Rio de Janeiro Maio 2013 AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013 Rio de Janeiro Maio 2013 A Oi TEM PAPEL FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS, INVESTINDO, GERANDO IMPOSTOS E EMPREGOS E DISTRIBUINDO SEUS RESULTADOS R$

Leia mais

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil Pós-Graduação MDD Mídias Interativas A Evolução da TV no Brasil Apresentações Profª. Graciana Simoní Fischer de Gouvêa Email: graciana.fischer@prof.infnet.edu.br Evolução da TV Evolução do Homem x TV Evolução

Leia mais

TELEFÔNICA VIVO. Câmara dos Deputados Audiência Pública Comissão Especial da Lei Geral de Telecomunicações PL 6789/2013 25 de Agosto de 2015

TELEFÔNICA VIVO. Câmara dos Deputados Audiência Pública Comissão Especial da Lei Geral de Telecomunicações PL 6789/2013 25 de Agosto de 2015 TELEFÔNICA VIVO Câmara dos Deputados Audiência Pública Comissão Especial da Lei Geral de Telecomunicações PL 6789/2013 25 de Agosto de 2015 Telefônica Vivo 95,4 milhões Clientes (linhas + Banda Larga +

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) Dispõe sobre a outorga de canais de televisão no Sistema Brasileiro de Televisão Digital para as entidades que menciona. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais