Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação"

Transcrição

1 Dica Clínica Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Adriana Simoni Lucato* Eloísa Marcantônio Boeck* Silvia Amelia Scudeler Vedovello* João Sarmento Pereira Neto** Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani*** Resumo O tratamento da má oclusão de Classe II tem sido realizado por meio de várias técnicas e emprego de diversos aparelhos auxiliares, que conjuntamente com o aparelho corretivo promovem a correção do problema, proporcionando a melhora da função, estética, saúde e estabilidade dos tratamentos ortodônticos. Todos os tipos de aparelhos usados para a correção desta má oclusão trazem benefícios ao paciente desde que sejam corretamente indicados e utilizados. O objetivo deste trabalho é apresentar o método de confecção e o mecanismo de ação de um dispositivo ortodôntico auxiliar na movimentação dentária conhecido como Sliding Jig, que utilizado em associação com o aparelho fixo no tratamento da má oclusão de Classe II promove a distalização dos dentes. Palavras-chave: Classe II. Distalização. Sliding Jig. INTRODUÇÃO A má oclusão de Classe II foi descrita por Angle, no início do século XX, como sendo uma displasia ântero-posterior caracterizada pelo menor desenvolvimento mandibular em relação à maxila 12. Segundo McNamara Jr. 11 a má oclusão de Classe II não representa uma entidade clínica única, e sim o resultado de combinações de componentes dentários e esqueléticos. A correção da Classe II tem despertado grande interesse de parte dos ortodontistas, principalmente no que tange a utilização de aparelhos removíveis. A partir de Oppenheim (1936), que obteve sucesso ao corrigir a Classe II divisão 1 com o uso da ancoragem extrabucal, vários profissionais se empenharam em desenvolver novos aparelhos e novas técnicas para a correção da Classe II, demonstrando os efeitos dentários e ortopédicos que poderiam ser obtidos por meio destes aparelhos 7. A correção da Classe II pode ser realizada, também, por sistemas de forças como a utilização de fios, cursores e elásticos, no intuito de produzir a distalização dos molares para que ocorra o correto engrenamento em Classe I. Em casos que não se indica a extração de prémolares, a distalização dos molares por meio de dispositivos auxiliares é tida como meta do tratamento. Várias técnicas e aparelhos auxiliares têm sido desenvolvidos com o intuito de se corrigir a Classe II, seja ela esquelética, dentária ou uma combinação entre ambas. Porém, quando nos referimos ao uso de aparelhos extrabucais, entre eles, Kloehn, utilizado para movimentar dentes individualmente * Doutorandas em Ortodontia FOP-UNICAMP. ** Professor Doutor do Departamento de Odontologia Infantil da FOP-UNICAMP. *** Professora Doutora Departamento de Odontologia Infantil da FOP-UNICAMP. 10 R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan. 2004

2 Adriana Simoni Lucato, Eloísa Marcantônio Boeck, Silvia Amelia Scudeler Vedovello, João Sarmento Pereira Neto, Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani ou em grupo, nota-se rejeição de parte da maioria dos pacientes. Pesquisas recentes têm incentivado a busca de meios, através de aparelhos fixos inter ou intramaxilares, para a correção da má oclusão, sem depender da colaboração do paciente. Dentre as variações de aparelhos fixos interarcos encontram-se o Herbst, Jasper Jampers, Aparelho de Protração Mandibular, Eureka Spring que produzem efeitos ortodônticos e ortopédicos. Há também, neste grupo aparelhos que requerem pequena colaboração dos pacientes, tais como os elásticos com cursores e o arco de Wilson. Ainda na tentativa de distalizar molares, porém com força e ancoragem intra-arco encontram-se o Jones Jig, o aparelho de Nance Modificado com molas superelásticas, Barra Transpalatina, Magnetos Repelentes e o Pendulum, sendo que estes dependem menos ainda da cooperação dos pacientes 2. É dada preferência, portanto, à utilização de aparelhos intrabucais para correção das más oclusões, desde que com eficácia, segurança e menor desconforto ao paciente venha solucionar a má oclusão. Assim, demonstraremos a confecção e o mecanismo de ação de um dispositivo intrabucal, interarcos, conhecido como Sliding Jig que promove a distalização de dentes corrigindo a Classe II. CONFECÇÃO DO SLIDING JIG Para a confecção do Sliding Jig pega-se aproximadamente 10cm de fio de aço.020. Em uma das extremidades, deixando cerca de 1cm, dobra-se o fio ao redor do alicate 139, confeccionando uma gota, cujo tamanho em altura determinará a altura do cursor, o qual deve ser ao suficiente para ter liberdade de movimentação, não interferindo nos braquetes e na oclusão do paciente (Fig. 1-6 ). Em seguida, fecha-se a gota, determinando a altura, e vira-se o em fio em 90 o no sentido horizontal (Fig. 7-10), onde se marca o comprimento do cursor, que deve extender-se, por exemplo, da mesial do tudo do 2 o molar até a região interbraquetes do canino e incisivo lateral, não permanecendo muito próximo ao canino para evitar o movimento de deslize para a distal do molar e também para que o mesmo possa movimentar-se para a distal e continuar a mecânica de distalização, no caso do molar. A haste horizontal pode ser ligeiramente dobrada para acompanhar a anatomia da arcada dentária do paciente. Para se determinar o tamanho exato do cursor, com a ponta piramidal do alicate 139, dobra-se o fio novamente em 90 o para cima, no mesmo sentido que a primeira alça confeccionada, e inclina-se ligeiramente para que possa fazer parte da alça distal, que deve necessariamente ficar no mesmo plano que a Figura 1 Figura 2 Figura 3 Figura 4 Figura 5 Figura 6 R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan

3 Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Figura 7 Figura 8 Figura 9 Figura 10 primeira alça (Fig. 11). Faz-se então, uma 2 a alça em forma de gota, da mesma altura que a 1 a e para fechá-la, envolve-se o fio ao redor do início da gota e corta-se rente para que não fique ponta aguda ferindo o paciente (Fig ). Finalmente, à frente da 1 a alça, na sobra de 1cm deixado para sua confecção, determina-se um gancho em forma de U ou de anzol, aonde será engatado o elástico (Fig ). MECANISMO DE AÇÃO DO SLIDING JIG O uso do cursor deslizante associado a elásticos de Classe II foi descrito por Tweed 15 com a finalidade de distalizar os dentes superiores, mantendo um preparo prévio de ancoragem inferior. A mecânica de Sliding Jig faz uso de um cursor deslizante tracionado por um elástico intermaxilar sobre o fio de nivelamento que deve ser um fio de calibre.020 ou até mesmo um fio retangular que não ofereça atrito para o deslize 10. Este dispositivo pode ser utilizado como método auxiliar para distalização de dentes (molares, pré-molares e caninos) ou como ancoragem, e que pode ser aplicado em qualquer técnica ortodôntica. Podemos considerar que o elástico intermaxilar parte de um arco de estabilidade inferior ou superior, Classe II e Classe III respectivamente e são colocados no gancho dos cursores (Fig ). Ao se utilizar a mecânica de distalização com apoio de elásticos intermaxilares, deve-se ter em mente que os elásticos de Classe II e Classe III podem apresentar efeitos indesejáveis, como a componente de força vertical sobre o dente de apoio do elástico podendo causar extrusão e ou giro do mesmo e, uma componente mesial que tende a mesializar os dentes anteriores, resultando em inclinação vestibular dos incisivos superiores ou inferiores. Portanto, torna-se necessário o conhecimento de manobras ortodônticas que possam atuar minimizando ou neutralizando os efeitos colaterais decorrentes do uso de elásticos intermaxilares. 12 R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan. 2004

4 Adriana Simoni Lucato, Eloísa Marcantônio Boeck, Silvia Amelia Scudeler Vedovello, João Sarmento Pereira Neto, Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani Figura 11 Figura 12 Figura 13 Figura 14 Figura 15 Figura 16 O padrão facial do paciente deve ser levado em consideração. Entre eles, o padrão dolicofacial é considerado como o menos indicado para o uso de elásticos e movimentos distais pela componente de forças verticais. Na mecânica de Sliding Jig têm-se um arco de nivelamento que recebe o cursor, o qual deverá receber o efeito de distalização, e um arco de estabilização, que deve proporcionar ao sistema uma certa rigidez, dificultando os efeitos colaterais do uso dos elásticos. Considerando-se que o arco estabilizador tem como objetivo proporcionar um sistema rígido deve-se utilizar um fio retangular.021 x.025 e conjugar todos os elementos dentários. Indica-se ainda, em casos extremos de necessidade de ancoragem, a colocação de meios auxiliares como o Botão de Nance ou R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan

5 Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Figura 17 Figura 18 Figura 19 Figura 20 Figura 21 Figura 22 Barra Transpalatina no arco superior e Arco Lingual no arco inferior. Deve-se salientar que é recomendado não apoiar o elástico nos dentes terminais do arco de estabilização, pela possibilidade de giroversões. Finalmente, para evitar a força mesial nos incisivos, pode-se inserir torque lingual resistente não região de incisivos, e aplicar força do elástico de 6 onças (180 gramas), otimizando assim a mecânica. Certamente, procura-se relacionar um grande número de manobras que possam contribuir para o controle máximo da mecânica, sendo responsabilidade do ortodontista optar por qual ou quais manobras serão necessárias para a individualização do tratamento. Após os cuidados do arco de estabilização e da confecção do cursor, faz-se o encaixe do elástico e inicia-se a mecânica desejada, que pode ser de distalização ou de controle de ancoragem. Vale ressaltar que na mecânica de distalização de molares através do cursor, deve-se distalizar primeiro o 2 o molar e, para tanto se faz necessário observar a presença ou não do 3 o molar e, se indicado deve-se solicitar a extração do mesmo. Em seguida, pode-se ancorar os 2 o molares e iniciar a distalização do 1 o, confeccionando novo cursor no 1 o molar. Outra opção é colocar o cursor até 2 o molar, remover o braquete do 2 o pré-molar, colocar um gurim e mola aberta, distalizando simultaneamente o 2 o e o 1 o molar (Fig. 25). 14 R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan. 2004

6 Adriana Simoni Lucato, Eloísa Marcantônio Boeck, Silvia Amelia Scudeler Vedovello, João Sarmento Pereira Neto, Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani Figura 23 Figura 24 Figura 25 DISCUSSÃO Na tentativa de se corrigir a Classe II e obter uma relação molar de Classe I há várias terapias a serem empregadas. Porém torna-se imprescindível diferenciar as várias formas de má oclusão de Classe II para que se empregue a mecanoterapia correta. Tem-se que considerar, também, se haverá aceitação do paciente frente o aparelho escolhido. Um dos primeiros métodos utilizados para distalização de molares foi o aparelho extrabucal que com seu efeito ortodôntico e ortopédico se mostra eficiente até os dias de hoje, porém quanto ao seu uso há resistência por grande parte dos pacientes. Assim, começaram a ser empregadas as técnicas intrabucais que exigem menor colaboração dos pacientes que apresentam melhor estética. Muse 13 usou um arco lingual como ancoragem inferior e com um arco de Wilson conseguiu uma distalização de 0,56mm dos molares ao mês, na fase de dentadura mista. O aparelho de Herbst que foi reintroduzido por Pancherz 14 proporciona 6,7mm da correção da relação molar em um período de seis meses. Os aparelhos Jasper Jampers, Eureka Spring e Aparelho de Protração Mandibular são eficientes na correção da Classe II, apresentando efeitos ortodôntico e ortopédico. Já os aparelhos intra-arco limitam-se a promover alterações dentárias e necessitam de ancoragem anterior. O aparelho de Nance com molas de NiTi e alça ômega distalizam os molares até 1mm por mês. O Distal Jet 8 promove distalização, sem inclinação, de 3 a 5mm dos molares superiores, no prazo de 4 meses. O Jones Jig é acoplado por vestibular, e é acompanhado por molas de NiTi e ancorado nos dentes adjacentes ao primeiro molar superior, que recebem como ancoragem o botão de Nance Modificado. Este dispositivo corrige a Classe II por meio da rotação do molar superior e, tendo ou não erupcionado os segundos molares. Com pouca cooperação dos pacientes e utilizando molas superelásticas, Gianelly et al. 5 descreveram uma terapia semelhante à adotada com magnetos e ancoragem de Nance Modificado, que pode distalizar molares de 1 a 1,5mm por mês. Bondemark e Kurol 1 utilizaram Magnetos Repelentes na distalização de primeiros e segundos molares simultaneamente, usando como R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan

7 Sliding Jig: confecção e mecanismo de ação Figura 26 Figura 27 ancoragem o botão de Nance nos segundos pré-molares e, conseguindo em 16 semanas uma correção de 4,2mm da relação molar. Concluíram que a distalização com molas superelásticas é mais efetiva e de menor custo. Hilgers 6 introduziu um aparelho para correção da Classe II em pacientes não colaboradores que além de rotar e distalizar os primeiros molares, também promoveu a expansão da maxila. Conhecido como Pendex, é uma adaptação de um parafuso na linha média do botão de Nance, o que o torna diferente do tradicional expansor Pendulum. O seu efeito é somente dentário e sua parte ativa é proporcionada por uma mola de fio TMA, que promove a distalização dos molares em curto espaço de tempo e com a mínima colaboração do paciente 2. A mecânica do Sliding Jig nada mais é do que o uso de cursores deslizantes com elásticos de Classe II ou Classe III, como proposto por Tweed 15 que promovem a distalização de dentes (molares, pré-molares ou caninos) superiores ou inferiores, necessitando de um preparo de ancoragem no arco oposto, sendo uma mecânica de fácil e rápido manuseio. Dada as mais diferentes formas de se conseguir distalização dentária o aparelho de escolha deve ser aquele que o profissional domine sua construção e instalação, conheça sua forma de ação e seus efeitos colaterais, que seja confortável ao paciente, e eficiente na correção da má oclusão. O aparelho no qual demonstramos a confecção e o mecanismo de ação parece ser uma boa opção. CONCLUSÃO 1) O dispositivo Sliding Jig é de fácil confecção e baixo custo, principalmente por dispensar a fase laboratorial. 2) A mecânica com Sliding Jig é simples e eficiente e pode ser usada para movimentar molares e também outros dentes, uni ou bilateralmente. 3) Durante a mecânica com Sliding Jig são necessárias manobras que visam eliminar os efeitos colaterais decorrentes do uso de elástico intermaxilar. 4) A mecânica de Sliding Jig requer colaboração do paciente. 5) O Sliding Jig é bem aceito pelo paciente por ser um dispositivo intrabucal. Sliding Jig Construction and action mechanism Abstract The Class II treatment has been realized with many techniques joins to orthodontic appliance. There re many types of appliances being used to correct class II malocclusion, and its should has success when well indicated. The purpose of this study is to introduce the method of construction and the mechanism of orthodontic apparatus called Sliding Jig, that promoves with orthodontic appliance the maxillary unilateral molar distalization. Key words: Class II. Distalization. Sliding Jig. 16 R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan. 2004

8 Adriana Simoni Lucato, Eloísa Marcantônio Boeck, Silvia Amelia Scudeler Vedovello, João Sarmento Pereira Neto, Maria Beatriz Borges de Araújo Mangnani REFERÊNCIAS 1. BONDEMARK, L.; KUROL, J. Repelling magnets versus superelastics nickel-titanium cils in simultaneous distal movement of maxillary first and second molars. Angle Orthod, Appleton, v. 64, no. 3, p , BORTOLOZO, M. et al. Distalização de Molares Superiores com o Pendulum/Pendex: o Aparelho, seu modo de ação e possibilidade e limitações. R Dental Press Ortodon Ortop Facial, Maringá, v. 6, n. 4, p , jul./ago CARANO, A.; TESTA, M. The lingual distalization system. Eur J Orthod, London, v.18, no. 5, p , Oct GIANELLY, A. A. Distal movement of maxillary molars. Am J Orthod Dentofacial Orthop, St. Louis, v.114, no.1, p , July GIANELLY, A. A. et al. Distalization of molars with repelling magnets case report. J Clin Orthod, Boulder, v. 22, no. 1, p , Jan HILGERS, J. J. The pendulum appliance for class II noncompliance therapy. J Clin Orthod, Boulder, v. 26, no.11, p , Nov INTERLANDI, S. Ortodontia: bases para a iniciação. 4. ed. São Paulo: Artes Médicas, JONES, R. D.; WHITE, J. M. Rapid class II molar correction with an open coil jig. J Clin Orthod, Boulder, v. 26, no.10, p , Oct KELES, A. Maxillary unilateral molar distalization with sliding mechanics: a preliminary investigation. Eur J Orthod, London, v. 23, p , LUCATO, A. S. Sliding Jig: um dispositivo auxilia na movimentação dentária. In:. Nova visão em ortodontia e ortopedia facial. Ed. Santos: São Paulo, cap. 28, p McNAMARA Jr., J.A. Components of class II malocclusion in children 8-10 years of age. Angle Orthod, Appleton, v.51, no.3, p , July MOYERS, R. E. Classificação e terminologia da má oclusão. In:.Ortodontia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap. 9, p MUSE, D. S. Molar and incisor changes with Wilson rapid molar distalization. Am J Orthod Dentofacial Orthop, St. Louis, v.104, no.6, p , Dec PANCHEZ, H. Treatment of class II malocclusion by jumping the bite with the Herbest appliance: a cephalometric investigation. Am J Orthod, St. Louis, v. 76, no.3, p , Mar TWEED, C. H. Clinical Orthodontics. 6 th ed. St. Louis: Mosby, Endereço para correspondência: Adriana Simoni Lucato Departamento de Odontologia Infantil - Ortodontia Avenida Limeira, n.901 CEP: Piracicaba-SP R Clín Ortodon Dental Press, Maringá, v. 2, n. 6, p dez. 2003/jan

Série Aparelhos Ortodônticos

Série Aparelhos Ortodônticos Série Aparelhos Ortodônticos Em geral, o protocolo de tratamento nos casos de Classe III, principalmente naqueles com deficiência maxilar, tem sido a disjunção, seguida pela protração da ma-xila. De acordo

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO 474 UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO Fábio André Werlang 1 Marcos Massaro Takemoto 2 Prof Elton Zeni 3 RESUMO

Leia mais

Série Aparelhos Ortodônticos: Barra Transpalatina

Série Aparelhos Ortodônticos: Barra Transpalatina Série Aparelhos Ortodônticos barra transpalatina INTRODUÇÃO A barra transpalatina (BTP) tem sido aplicada na mecânica ortodôntica de forma crescente e em muitas situações clínicas. Isto pela característica

Leia mais

ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA

ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA 1 ANÁLISE DA DENTIÇÃO MISTA INTRODUÇÃO O período da dentição mista inicia-se por volta dos 6 anos de idade com a erupção dos primeiros molares permanentes, e termina ao redor dos 12 anos de idade, com

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3 Série Aparelhos Ortodônticos EXTRABUCAL INTRODUÇÃO A ancoragem extrabucal ainda é um dos recursos mais utilizados e recomendados no tratamento da má oclusão de Classe II, primeira divisão, caracterizada

Leia mais

FECHAMENTO DE ESPAÇOS

FECHAMENTO DE ESPAÇOS FECHAMENTO DE ESPAÇOS Rua 144, n 77 - Setor Marista - Goiânia (GO) - CEP 74170-030 - PABX: (62) 278-4123 - 1 - Introdução Podemos definir essa etapa do tratamento ortodôntico como aquela onde o principal

Leia mais

ATO DELIBERATIVO Nº 43, DE 19 DE JUNHO DE 2012.

ATO DELIBERATIVO Nº 43, DE 19 DE JUNHO DE 2012. ATO DELIBERATIVO Nº 43, DE 19 DE JUNHO DE 2012. Dispõe sobre o auxílio para tratamento ortodôntico e ortopédico dos maxilares. O PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO DO PLANO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE E BENEFÍCIOS

Leia mais

RODRIGO PADILHA DE CARVALHO DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES

RODRIGO PADILHA DE CARVALHO DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES 0 RODRIGO PADILHA DE CARVALHO DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES ITAPERUNA/RJ 2011 0 RODRIGO PADILHA DE CARVALHO DISTALIZAÇÃO DE MOLARES SUPERIORES Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de

Leia mais

Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção

Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção Aparelhos Ortodônticos Removíveis com Alta Retenção Um novo conceito de ver e atuar com os aparelhos ortodônticos removíveis José Roberto Ramos Na maioria dos casos, o emprego dos aparelhos ortodônticos

Leia mais

Aparelho distalizador intra-bucal Distal Jet: confecção laboratorial e manejo clínico

Aparelho distalizador intra-bucal Distal Jet: confecção laboratorial e manejo clínico Dica Clínica Aparelho distalizador intra-bucal Distal Jet: confecção laboratorial e manejo clínico Giordani Santos Silveira*, Luiz Fernando Eto** Resumo Nas últimas décadas têm-se observado o surgimento

Leia mais

RECUPERADORES DE ESPAÇO

RECUPERADORES DE ESPAÇO RECUPERADORES DE ESPAÇO Conceito Recuperadores de espaço são usados para recuperar o espaço perdido nas arcadas dentárias. Eles verticalizam os dentes que inclinaram, depois que outros foram perdidos.

Leia mais

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa o superiores e splint removível vel inferior MORO, A.; et al. Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de aço superiores

Leia mais

Tratamento ortodôntico-cirúrgico da má oclusão de Classe III

Tratamento ortodôntico-cirúrgico da má oclusão de Classe III Caso Clínico Tratamento ortodôntico-cirúrgico da má oclusão de Classe III Eloísa Marcântonio Boeck*, Silvia Amelia S. Vedovello**, Adriana Simoni Lucato***, Maria Beatriz Borges de Araújo Magnani****,

Leia mais

Aparelho de Protração Mandibular: uma nova abordagem na confecção do aparelho

Aparelho de Protração Mandibular: uma nova abordagem na confecção do aparelho Dica Clínica parelho de Protração Mandibular: uma nova abordagem na confecção do aparelho Luciano lvim Costa*, Rosely Suguino** Resumo má oclusão de Classe II com retrognatismo mandibular tem sido largamente

Leia mais

Correção da relação sagital entre os arcos dentais Classe II

Correção da relação sagital entre os arcos dentais Classe II Correção da relação sagital entre os arcos dentais Classe II CAPÍTULO 13 Karyna Martins do Valle-Corotti Danilo Furquim Siqueira INTRODUÇÃO Angle 1 definiu a maloclusão de Classe II como uma relação mesiodistal

Leia mais

ATIVADOR FIXO BIOPEDIC: INDICAÇÕES E INSTALAÇÃO

ATIVADOR FIXO BIOPEDIC: INDICAÇÕES E INSTALAÇÃO ATIVADOR FIXO BIOPEDIC: INDICAÇÕES E INSTALAÇÃO Luiz Fernando Eto*; Eneida Guimarães de Menezes Venuto**; Paula Moura Nagem** Luiz Fernando Eto - Especialista e Mestre em Ortodontia pelo COP-PUCMG; Professor

Leia mais

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

BOARD BRASILEIRO DE ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL Montagem das Pastas As pastas devem estar organizadas na seguinte ordem: I- Externo Página Título: colocar na capa frontal da pasta (a capa tem um envelope plástico para esta finalidade). BOARD BRASILEIRO

Leia mais

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso Caso Clínico Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso José Euclides Nascimento* Luciano da Silva

Leia mais

Setup: um Auxílio no Diagnóstico Ortodôntico

Setup: um Auxílio no Diagnóstico Ortodôntico Setup: um Auxílio no Diagnóstico Ortodôntico CASO CLÍNICO Setup: a Diagnosis Assistance in Orthodontics Michelle Santos VIANNA* Armando Yukio SAGA** Fernando Augusto CASAGRANDE*** Elisa Souza CAMARGO****

Leia mais

Programa Laboratorial (hands on em Manequim)

Programa Laboratorial (hands on em Manequim) PROGRAMA DE CURSO DE EXCELÊNCIA EM ORTODONTIA COM 8 MÓDULOS DE 2 DIAS MENSAIS Prof. ROQUE JOSÉ MUELLER - Tratamento Ortodôntico de alta complexidade em adultos : diagnóstico, planejamento e plano de tratamento.

Leia mais

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1)

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Artigo de Divulgação Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Treatment of a Class III, Subdivision Malocclusion: A Case Report (Part 1) Guilherme R.

Leia mais

Pêndulo Higiênico de Prieto

Pêndulo Higiênico de Prieto Dica Clínica Pêndulo Higiênico de Prieto Marcos Gabriel do Lago Prieto*, Acácio Fuziy**, Érika Nana Ishikawa***, Lucas Prieto**** Resumo Dos dispositivos de cooperação mínima, o aparelho pêndulo é um dos

Leia mais

Extração Seriada, uma Alternativa

Extração Seriada, uma Alternativa Artigo de Divulgação Extração Seriada, uma Alternativa Serial Extraction, an Alternative Procedure Evandro Bronzi Resumo A extração seriada é um procedimento ortodôntico que visa harmonizar

Leia mais

Aparelho Herbst: Protocolos de tratamento precoce e tardio

Aparelho Herbst: Protocolos de tratamento precoce e tardio A RTIGO I NÉDITO Aparelho Herbst: Protocolos de tratamento precoce e tardio Omar Gabriel da Silva Filho*, Carlos Alberto Aiello*, Marcelo Veloso Fontes** Resumo Até que ponto o crescimento mandibular pode

Leia mais

Confecção e instalação do Sky Hook

Confecção e instalação do Sky Hook Dica Clínica Confecção e instalação do Sky Hook Preparing and fitting the Sky Hook Laurindo Zanco Furquim * Resumo Nos casos de Classe III, principalmente naqueles com deficiência maxilar, o protocolo

Leia mais

A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão

A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão A eficiência do distalizador de Carrière na correção da má-oclusão Classe llr de Angle, Divisão 1, Subdivisão Angle C l a s s I I malocclusion, s u b d i v i s i o n c o r r e c t i o n with Carriorr D

Leia mais

APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR.

APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR. INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS APM: APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR. RODRIGO LOPES ROCHA Monografia apresentada ao Programa de Especialização em Ortodontia do ICS FUNORTE/SOEBRÁS NÚCLEO

Leia mais

APRESENTAÇÃO DAS BANDAS TIPOS:

APRESENTAÇÃO DAS BANDAS TIPOS: 1 2 BANDAS ORTODÔNTICAS Introdução Para entendermos a real importância destes componentes de um aparelho ortodôntico, devemos inicialmente compreender qual a função da bandagem frente à um complexo sistema

Leia mais

BARRA TRANSPALATINA 1. INTRODUÇÃO

BARRA TRANSPALATINA 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO BARRA TRANSPALATINA Para o ortodontista, no planejamento do tratamento de uma má oclusão, um dos fatores importantes a ser observado é o posicionamento dos primeiros molares e as relações

Leia mais

Reginaldo César Zanelato

Reginaldo César Zanelato Reginaldo César Zanelato Nos pacientes portadores da má oclusão de Classe II dentária, além das opções tradicionais de tratamento, como as extrações de pré-molares superiores e a distalização dos primeiros

Leia mais

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Caso Clínico O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Alexandre de Almeida Ribeiro* Resumo A morfologia do arco dentário está relacionada diretamente com as demais partes

Leia mais

Jones Jig e Barra Transpalatina - Tratamento Alternativo na Correção Unilateral da Má Oclusão Classe II, Divisão 2, Subdivisão

Jones Jig e Barra Transpalatina - Tratamento Alternativo na Correção Unilateral da Má Oclusão Classe II, Divisão 2, Subdivisão rtigo de Divulgação Jones Jig e arra Transpalatina - Tratamento lternativo na Correção Unilateral da Má Oclusão Classe II, Divisão 2, Subdivisão Jones Jig and the Palatal ar - lternative Treatment in the

Leia mais

INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS

INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS Miguel da Nóbrega Médico Especialista em Estomatologia DUO Faculdade de Cirurgia Dentária Universidade Toulouse miguel.nobrega@ortofunchal.com INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS ETIOLOGIA Aos anos, na maior

Leia mais

Abordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: Biomecânica do Arco Base de Três Peças

Abordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: Biomecânica do Arco Base de Três Peças rtigo Traduzido bordagem Segmentada para Intrusão Simultânea ao Fechamento de Espaço: iomecânica do rco ase de Três Peças Segmented pproach to Simultaneous Intrusion and Space Closure: iomechanics of the

Leia mais

Aplicação da versatilidade do aparelho pré-ajustado MBT, nos casos que apresentam os incisivos laterais superiores em linguoversão

Aplicação da versatilidade do aparelho pré-ajustado MBT, nos casos que apresentam os incisivos laterais superiores em linguoversão Caso Clínico Aplicação da versatilidade do aparelho pré-ajustado MBT, nos casos que apresentam os incisivos laterais superiores em linguoversão Reginaldo César Zanelato*, Sáverio Mandetta**, Cássia Terezinha

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / IFAP MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES COM USO DE MINI PARAFUSO ORTODÔNTICO Feira de Santana- Ba 2015 MICHELI DE SOUZA CAMPOS DISTALIZAÇÃO DE MOLARES

Leia mais

MANTENEDORES DE ESPAÇO

MANTENEDORES DE ESPAÇO MANTENEDORES DE ESPAÇO Conceito São aparelhos ortodônticos usados para manter o espaço nas arcadas dentárias, por perda precoce de dentes decíduos. Classificação Quanto ao uso: fixos semifixos removíveis

Leia mais

Descrição de Técnica. Leopoldino Capelozza Filho*, José Antonio Zuega Capelozza** Palavras-chave: Diagrama. Straight-wire.

Descrição de Técnica. Leopoldino Capelozza Filho*, José Antonio Zuega Capelozza** Palavras-chave: Diagrama. Straight-wire. Descrição de Técnica DIAO: Diagrama individual anatômico objetivo. Uma proposta para escolha da forma dos arcos na técnica de Straight-Wire, baseada na individualidade anatômica e nos objetivos de tratamento

Leia mais

AVALIAÇÃO RADIOGRÁFICA DOS EFEITOS DO APARELHO DISTAL JET NAS DISTALIZAÇÕES INTRA-BUCAIS: Um estudo piloto

AVALIAÇÃO RADIOGRÁFICA DOS EFEITOS DO APARELHO DISTAL JET NAS DISTALIZAÇÕES INTRA-BUCAIS: Um estudo piloto AVALIAÇÃO RADIOGRÁFICA DOS EFEITOS DO APARELHO DISTAL JET NAS DISTALIZAÇÕES INTRA-BUCAIS: Um estudo piloto * Giordani Santos Silveira; ** Luiz Fernando Eto Resumo da Monografia de Especialização em Ortodontia

Leia mais

Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores

Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores Tratamento da Má Oclusão de Classe II com Extração de Pré -Molares Superiores Adriano César Trevisi Zanelato Coordenador do curso de especialização em Ortodontia pela Escola de Odontologia Cuiabá (MT).

Leia mais

Modificação do Aparelho Pendulum/Pend-X. Descrição do Aparelho e Técnica de Construção

Modificação do Aparelho Pendulum/Pend-X. Descrição do Aparelho e Técnica de Construção Artigo Inédito Modificação do Aparelho Pendulum/Pend-X. Descrição do Aparelho e Técnica de Construção Pendulum/Pend-X Appliance Modification. Its Description and Construction Techniques Renato Rodrigues

Leia mais

Placa Lábio Ativa: versatilidade e simplicidade no tratamento ortodôntico

Placa Lábio Ativa: versatilidade e simplicidade no tratamento ortodôntico Caso Clínico Placa Lábio Ativa: versatilidade e simplicidade no tratamento ortodôntico Marcio Rodrigues de Almeida*, Alex Luiz Pozzobon Pereira**, Renato Rodrigues de Almeida***, Renata Rodrigues de Almeida-Pedrin****

Leia mais

Aparelho Arco E-1886E. Partes do aparelho

Aparelho Arco E-1886E. Partes do aparelho BRÁQUETES Aparelho Arco E-1886E Partes do aparelho Aparelho Arco E -1886 APARELHO PINO E TUBO - 1912 Arco Cinta -1915 Aparelho Edgewise - 1925 Braquete original Os primeiros bráquetes eram.022 de uma liga

Leia mais

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente,

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente, Série Aparelhos Ortodônticos MÁSCARA FACIAL INTRODUÇÃO Inúmeras formas de tratamento têm sido relatadas para a correção precoce da má oclusão de Classe III. No entanto, talvez por muitos casos necessitarem

Leia mais

O uso de distalizadores para a correção da má oclusão de. The use of distalization for the correction of Class II malocclusion

O uso de distalizadores para a correção da má oclusão de. The use of distalization for the correction of Class II malocclusion para a correção da má oclusão de Classe II * The use of distalization for the correction of Class II malocclusion Milene Azevedo Portela Lopes** Dênis Clay Lopes Santos*** Daniel Negrete**** Everton Flaiban*****

Leia mais

COMPARAÇÃO DO DIAGNÓSTICO RADIOGRÁFICO DE ANÁLISES CEFALOMÉTRICAS DISTINTAS *Luciano Sampaio Marques; **Luiz Fernando Eto

COMPARAÇÃO DO DIAGNÓSTICO RADIOGRÁFICO DE ANÁLISES CEFALOMÉTRICAS DISTINTAS *Luciano Sampaio Marques; **Luiz Fernando Eto 1 COMPARAÇÃO DO DIAGNÓSTICO RADIOGRÁFICO DE ANÁLISES CEFALOMÉTRICAS DISTINTAS *Luciano Sampaio Marques; **Luiz Fernando Eto Resumo da monografia apresentada no curso de especilização em Ortodontia da Universidade

Leia mais

Aparelho de Herbst Pma Passo a Passo

Aparelho de Herbst Pma Passo a Passo Capítulo Aparelho de Herbst Pma Passo a Passo 1 Alexandre Moro A Ortodontia contemporânea tem exigido que os clínicos utilizem aparelhos que tenham a sua eficiência clínica comprovada cientificamente.

Leia mais

Aparelhos ortodônticos distalizadores de molares superiores intra-orais

Aparelhos ortodônticos distalizadores de molares superiores intra-orais Darcísio Rodrigues da Matta Aparelhos ortodônticos distalizadores de molares superiores intra-orais Monografia apresentada a Faculdades Unidas do Norte de Minas, como requisito parcial à obtenção do Título

Leia mais

Proposta para a Padronização das Tomadas Fotográficas Intrabucais, com Finalidade Ortodôntica

Proposta para a Padronização das Tomadas Fotográficas Intrabucais, com Finalidade Ortodôntica Artigo Inédito Relatos clínicos e de técnicas, investigações científicas e revisões literárias Proposta para a Padronização das Tomadas Fotográficas Intrabucais, com Finalidade Ortodôntica A fotografia

Leia mais

O setup ortodôntico como método auxiliar de diagnóstico e planejamento

O setup ortodôntico como método auxiliar de diagnóstico e planejamento Dica Clínica O setup ortodôntico como método auxiliar de diagnóstico e planejamento Hallissa Simplício*, Ary dos Santos-Pinto**, Marcus Vinicius Almeida de Araújo***, Sergei Godeiro Fernandes Rabelo Caldas****,

Leia mais

A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria

A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria The importance of early diagnosis and intervention in the treatment of malocclusion in pediatric dentistry

Leia mais

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS Informações ao paciente Contém: 1. Explicação geral sobre cirurgias ortognáticas, 2. Perguntas e respostas, A cirurgia ortognática, também chamada de ortodontia cirúrgica, é um tipo

Leia mais

Artigo Traduzido. Arild Stenvik, DDS, MSD, PhD* Björn U. Zachrisson, DDS, MSD, PhD** Palavras-chave: Autotransplante. Agenesia.

Artigo Traduzido. Arild Stenvik, DDS, MSD, PhD* Björn U. Zachrisson, DDS, MSD, PhD** Palavras-chave: Autotransplante. Agenesia. Artigo Traduzido Um Caso de Difícil Solução, Facilitado pelo Autotransplante: Agenesia de um Incisivo e de Dois Pré-molares Inferiores, com Trespasse Vertical Acentuado A Difficult Agenesis Case Made Easier

Leia mais

Procedimentos adotados pelos ortodontistas para fechamento de espaços e controle de ancoragem

Procedimentos adotados pelos ortodontistas para fechamento de espaços e controle de ancoragem Procedimentos adotados pelos ortodontistas para fechamento de espaços e controle de ancoragem André da Costa Monini 1, Luiz Gonzaga Gandini Júnior 2, Ary dos Santos-Pinto 2, Luiz Guilherme Martins Maia

Leia mais

O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo

O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo O aparelho de Herbst com Cantilever (CBJ) Passo a Passo çã APARELHO DE HERBST COM CANTILEVER (CBJ) MAYES, 1994 Utiliza quatro coroas de açoa o nos primeiros molares e um cantilever,, a partir dos primeiros

Leia mais

(VTO dentário) Resumo Este presente artigo teve por finalidade demonstrar, simplificadamente, o manejo

(VTO dentário) Resumo Este presente artigo teve por finalidade demonstrar, simplificadamente, o manejo iagnóstico Análise da Movimentação entária (VTO dentário) Adriano César Trevisi Zanelato*, Hugo José Trevisi**, Reginaldo César Trevisi Zanelato***, André César Trevisi Zanelato*, Renata Chicarelli Trevisi****

Leia mais

TÁGIDES Saúde e Bem-Estar

TÁGIDES Saúde e Bem-Estar TÁGIDES Saúde e Bem-Estar Estrada Nacional 1,Urbanização Quinta do Cabo, lojas 8 e 9, Povos 2600-009, Vila Franca de Xira Tel; 263209176 914376214 924376162 Email: tagides.sbe@gmail.com Ortodontia- Bases

Leia mais

Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior

Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior TRABALHO DE PESQUISA Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior Palatine Bar as an Auxiliary Measure to Close Anterior Open Bite Sérgio Rúbio Pinto Bastos* Bastos SRP. Grade

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOEBRÁS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOEBRÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOEBRÁS PLACA LÁBIO ATIVA INDICAÇÕES, VANTAGENS E DESVANTAGENS ROBERTA HOFFERT Monografia apresentada ao programa de Especialização em Ortodontia do ICS - FUNORTE/SOEBRÁS

Leia mais

TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO

TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO FUNORTE-FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS NÚCLEO NITERÓI-SMILE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA TRATAMENTO DA MÁ OCLUSÃO CLASSE II COM APARELHO DE HERBST CAIO MÁRCIO DE TEVES MORENO

Leia mais

UNIODONTO BELÉM - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS - NOMENCLATURA DOS ATOS - PREVENÇÃO R$ 81000073

UNIODONTO BELÉM - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS - NOMENCLATURA DOS ATOS - PREVENÇÃO R$ 81000073 UNIODONTO BELÉM COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS NOMENCLATURA DOS ATOS PREVENÇÃO R$ 81000073 CONSULTA ODONTOLÓGICA PARA AVALIAÇÃO TÉCNICA DE AUDITORIA 130,00

Leia mais

Ortho In Lab. Resumo PROSTHESIS

Ortho In Lab. Resumo PROSTHESIS Planejamento e individualização da aparatologia ortodôntica conjugada aos mini-implantes ( DATs) Parte I Sítios de instalação uma área de risco controlado. Individualization of planning and orthodontic

Leia mais

EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA.

EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA. 1 EXTRAÇÕES DE DOIS PRÉ-MOLARES SUPERIORES NA MÁ OCLUSÃO DE CLASSE II: PARÂMETROS DE DIAGNÓSTICO E NOVOS RECURSOS NA MECÂNICA. EWALDO LUIZ DE ANDRADE Especialista em Ortodontia Mestre em Diagnóstico Bucal

Leia mais

Tratamento da transposição de canino e pré-molar superior unilateral: abordagem por meio de mecânica segmentada

Tratamento da transposição de canino e pré-molar superior unilateral: abordagem por meio de mecânica segmentada Caso Clínico Tratamento da transposição de canino e pré-molar superior unilateral: abordagem por meio de mecânica segmentada Leopoldino Capelozza Filho*, Mauricio de Almeida Cardoso**, João Cardoso Neto***

Leia mais

Tratamento da classe II, com aparelho de herbst modificado relato de caso clínico

Tratamento da classe II, com aparelho de herbst modificado relato de caso clínico 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 Class II malocclusion treatment with modified Herbst appliance A Case Report Resumo

Leia mais

Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio

Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio Capítulo Tratamento da Classe II com Distalização do Arco Superior Utilizando Microparafusos Ortodônticos de Titânio 1 Henrique Mascarenhas Villela Andréa Lacerda Santos Sampaio Évelin Rocha Limoeiro Introdução

Leia mais

Diagnóstico da transposição dentária na ótica da clinica ortodôntica: utilização de tomografia computadorizada com

Diagnóstico da transposição dentária na ótica da clinica ortodôntica: utilização de tomografia computadorizada com RELATO DE CASO Diagnóstico da transposição dentária na ótica da clinica ortodôntica: utilização de tomografia computadorizada com feixe cônico Tooth transposition diagnosis in the perspective of orthodontics:

Leia mais

Aparelho de protração mandibular: uma abordagem em Ortodontia Lingual

Aparelho de protração mandibular: uma abordagem em Ortodontia Lingual caso clínico parelho de protração mandibular: uma abordagem em Ortodontia Lingual Mandibular protraction appliance: a lingual orthodontics approach Marcos Gabriel do Lago Prieto* Lucas Tristão Prieto**

Leia mais

Araki AT. Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo a terapia bioprogressiva.

Araki AT. Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo a terapia bioprogressiva. caso clínico 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 Tratamento da má oclusão de Classe II, subdivisão direita, segundo

Leia mais

Como a palavra mesmo sugere, osteointegração é fazer parte de, ou harmônico com os tecidos biológicos.

Como a palavra mesmo sugere, osteointegração é fazer parte de, ou harmônico com os tecidos biológicos. PRINCIPAIS PERGUNTAS SOBRE IMPLANTES DENTÁRIOS. O que são implantes osseointegrados? É uma nova geração de implantes, introduzidos a partir da década de 60, mas que só agora atingem um grau de aceitabilidade

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 23, DE 29 DE SETEMBRO DE 2009

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 23, DE 29 DE SETEMBRO DE 2009 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO 23, DE 29 DE SETEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a assistência odontológica na especialidade de Ortodontia. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Avaliação da Precisão da Acuidade Visual no Posicionamento dos Acessórios Ortodônticos

Avaliação da Precisão da Acuidade Visual no Posicionamento dos Acessórios Ortodônticos Artigo Inédito Avaliação da Precisão da Acuidade Visual no Posicionamento dos Acessórios Ortodônticos Accuracy Assessment of Visual Acuity in Orthodontic Accessories Placement Arnaldo Pinzan Resumo O propósito

Leia mais

INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE TEMPERATURA TERMÔMETROS DE RESISTÊNCIA

INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE TEMPERATURA TERMÔMETROS DE RESISTÊNCIA INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS MEDIÇÃO DE TEMPERATURA TERMÔMETROS DE RESISTÊNCIA Introdução O uso de termômetros de resistência esta se difundindo rapidamente devido a sua precisão e simplicidade

Leia mais

Tratamento Precoce da Mordida Cruzada Posterior com o Quadrihélice de Encaixe

Tratamento Precoce da Mordida Cruzada Posterior com o Quadrihélice de Encaixe Materiais Ortodônticos Tratamento Precoce da Mordida Cruzada Posterior com o Quadrihélice de Encaixe Márcio Antonio de Figueiredo*, Danilo Furquim Siqueira**, Silvana Bommarito***, Marco Antonio Scanavini****

Leia mais

Aparelho de Protrusão Mandibular FLF

Aparelho de Protrusão Mandibular FLF Aparelho de Protrusão Mandibular FLF FLF Mandibular Protusion Apparates Coluna Como Se Faz José Fernando Castanha Henriques 1 Deborah Brindeiro 2 Wilana Moura 3 Introdução A má oclusão de Classe II é a

Leia mais

Úmero Proximal. Sistema de Placa Úmero Proximal

Úmero Proximal. Sistema de Placa Úmero Proximal Indicações Fraturas de 2, 3 e 4 fragmentos. Fraturas reconstituíveis da cabeça do úmero. Fraturas Patológicas. Indicações especiais tais como Pseudo-artroses e Osteotomias de correção. 1 Propriedades do

Leia mais

Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica

Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica Mini-implante como ancoragem absoluta: ampliando os conceitos de mecânica ortodôntica Absolute anchorage with mini-implants: improving the concepts of the orthodontic mechanics Leonardo Alcântara Cunha

Leia mais

Mesialização de molares com ancoragem em mini-implantes

Mesialização de molares com ancoragem em mini-implantes A r t i g o In é d i t o Mesialização de molares com ancoragem em mini-implantes Marcos Janson*, Daniela Alcântara Fernandes Silva** Resumo Introdução: é muito comum, na rotina do consultório odontológico,

Leia mais

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes?

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes? Implantes Dentários O que são implantes ósseos integrados? São uma nova geração de implantes, introduzidos a partir da década de 6O, mas que só agora atingem um grau de aceitabilidade pela comunidade científica

Leia mais

TESE DE DOUTORADO SIMULAÇÃO TRIDIMENSIONAL DE MOVIMENTOS ORTODÔNTICOS EM ARCADAS DENTÁRIAS SUPERIORES PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS

TESE DE DOUTORADO SIMULAÇÃO TRIDIMENSIONAL DE MOVIMENTOS ORTODÔNTICOS EM ARCADAS DENTÁRIAS SUPERIORES PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS TESE DE DOUTORADO SIMULAÇÃO TRIDIMENSIONAL DE MOVIMENTOS ORTODÔNTICOS EM ARCADAS DENTÁRIAS SUPERIORES PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS NORMAN DUQUE PENEDO ORIENTADORES Prof. D.C. JAYME PEREIRA DE GOUVÊA

Leia mais

UNIVERSIDADE POSITIVO MESTRADO PROFISSIONAL EM ODONTOLOGIA CLÍNICA

UNIVERSIDADE POSITIVO MESTRADO PROFISSIONAL EM ODONTOLOGIA CLÍNICA UNIVERSIDADE POSITIVO MESTRADO PROFISSIONAL EM ODONTOLOGIA CLÍNICA ESTUDO COMPARATIVO DAS OCORRÊNCIAS DE COMPLICAÇÕES ENTRE OS APARELHOS DE HERBST COM SPLINT DE ACRÍLICO INFERIOR REMOVÍVEL E COM CANTILEVER

Leia mais

Má oclusão Classe I de Angle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes*

Má oclusão Classe I de Angle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes* C a s o C l í n i c o O Má oclusão Classe I de ngle, com acentuada biprotrusão, tratada com extrações de dentes permanentes* Marco ntônio Schroeder** Resumo Este relato de caso descreve o tratamento de

Leia mais

Alternativa Clínica para Recuperação de Espaço de Dentes Impactados

Alternativa Clínica para Recuperação de Espaço de Dentes Impactados CASO CLÍNICO Alternativa Clínica para Recuperação de Espaço de Dentes Impactados Clinical Alternative to Space Gain for Impacted Teeth Paulo Cesar Raveli CHIAVINI* Luiz Gonzaga GANDINI JR** Ary dos SANTOS-PINTO**

Leia mais

Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes

Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes Caso Clínico Distalização de molares utilizando microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes Henrique Mascarenhas Villela*, Andréa Lacerda Santos Sampaio**, Leandro Neiva Lemos***, Évelin Rocha

Leia mais

essa soldagem; entretanto, ele FIGURA 3 - Confecção do arco transpalatino.

essa soldagem; entretanto, ele FIGURA 3 - Confecção do arco transpalatino. avaliar a posição inicial do côndilo em relação à fossa mandibular. 2 a consulta: escolha das coroas superiores, utilizando-se o kit para prova de coroas de aço da Ormco 16. Caso não deseje adquirir todo

Leia mais

Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso

Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso Caso Clínico Utilização de mini-implantes como ancoragem esquelética para desimpacção de segundos molares inferiores - relato de caso Yasushi Inoue Miyahira*, Liliana Ávila Maltagliati**, Danilo Furquim

Leia mais

Uso do aparelho de Thurow no tratamento da má oclusão esquelética de Classe II

Uso do aparelho de Thurow no tratamento da má oclusão esquelética de Classe II A r t i g o I n é d i t o Uso do aparelho de Thurow no tratamento da má oclusão esquelética de Classe II Maíra Massuia de Souza*, Talita Mathes de Freitas*, Adriana Sasso Stuani**, Andréa Sasso Stuani***,

Leia mais

5 Discussão dos Resultados

5 Discussão dos Resultados 87 5 Discussão dos Resultados No procedimento de análises das imagens gráficas obtidas nas simulações pelo método de elementos finitos, comparou-se a distribuição das tensões nas restaurações com material

Leia mais

TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO.

TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO. TIP-EDGE e a TÉCNICA DIFERENCIAL DO ARCO RETO....Tip-Edge é um braquete com um slot edgewise modificado, pré-ajustado, que permite inclinação da coroa em uma direção e ainda cria ancoragem através de movimento

Leia mais

TYPODONT. 1 - Partes Constituintes: 1.1 - Bases 1.2 - Plataformas de Suporte

TYPODONT. 1 - Partes Constituintes: 1.1 - Bases 1.2 - Plataformas de Suporte TYPODONT 1 - Partes Constituintes: 2 - Preparo: 3 - Finalidade: 4 - Dentes: 1.1 - Bases 1.2 - Plataformas de Suporte 1.3 - Hastes 1.4 - Parafusos de Fixação das Bases 1.5 - Parafusos de Fixação dos Guias

Leia mais

Instruções para uso do peso de bater automático

Instruções para uso do peso de bater automático Este equipamento foi desenvolvido com as finalidades de: 1) Agilizar e otimizar o tempo necessário para os testes de penetração de solo; 2) Melhorar a ergonomia do procedimento, evitando esforços físicos

Leia mais

Instrução de Uso. Tubos. Tubo Simples Indicado para primeiros e segundos molares. Possui um único slot para alojar o arco intraoral.

Instrução de Uso. Tubos. Tubo Simples Indicado para primeiros e segundos molares. Possui um único slot para alojar o arco intraoral. Instrução de Uso Tubos Os Tubos tem por finalidade transferir os esforços de: Arcos Intra e extra orais; Molas e Elásticos; Distalizadores; Barras transpalatinas e Quad Helix ; Placas Lábioativas. Promovem

Leia mais

Neste início de século observamos no mundo uma economia

Neste início de século observamos no mundo uma economia Nutrição, Prevenção e Qualidade de Vida DRA. CHRISTIANNE DE VASCONCELOS AFFONSO 1 INTRODUÇÃO Neste início de século observamos no mundo uma economia de interdependência, denominada globalização, caracterizada

Leia mais

Breve Panorama Histórico

Breve Panorama Histórico Análise Facial Breve Panorama Histórico Norman Kingsley Kingsley (final do séc.xix): s a articulação dos dentes secundária à aparência facial. Breve Panorama Histórico Edward Angle (in (início séc. s XX)

Leia mais

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967 Instruções complementares Centragem para VEGAFLEX Série 80 Document ID: 44967 Índice Índice 1 Descrição do produto 1.1 Vista geral... 3 1.2 Centragens... 3 2 Montagem 2.1 Informações gerais... 10 2.2 Estrelas

Leia mais

Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética

Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética Caso Clínico BBO Tratamento cirúrgico da má oclusão de Classe III dentária e esquelética Ione Helena Vieira Portella Brunharo 1 O preparo ortodôntico para tratamento cirúrgico do padrão esquelético de

Leia mais

O uso de miniimplantes como ancoragem ortodôntica planejamento ortodôntico/cirúrgico

O uso de miniimplantes como ancoragem ortodôntica planejamento ortodôntico/cirúrgico Dica Clínica O uso de miniimplantes como ancoragem ortodôntica planejamento ortodôntico/cirúrgico Ana Cláudia Moreira Melo*, Lucila Largura Zimmermann**, Paulo César Raveli Chiavini***, Eleise Sosnoski

Leia mais

Verticalização de Molares

Verticalização de Molares Curso de Aperfeiçoamento em Ortodontia Verticalização de Molares Prof.: Paulo César Principais causas 1. Perdas precoce de molares decíduos Principais causas 2. Anodontia de 2 pré-molares !"#$"$%&'()*(+,($%-"%.+/0.+"123!

Leia mais

Borracha Natural - conservação amônia. vulcanizado. Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais TIPOS DE ELÁSTICOS

Borracha Natural - conservação amônia. vulcanizado. Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais TIPOS DE ELÁSTICOS Curso de Aperfeiçoamento em Ortodontia Elásticos TIPOS DE ELÁSTICOS Borracha Natural - conservação amônia sensível ao ozônio vulcanizado Sintéticos carvão,petróleo e álcoois vegetais Elasticidade é a propriedade

Leia mais

Método Alternativo de Tracionamento de Caninos Superiores Impactados

Método Alternativo de Tracionamento de Caninos Superiores Impactados CASO CLÍNICO Método Alternativo de Tracionamento de Caninos Superiores Impactados An Alternative Method of the Impacted Maxillary Canines Traction Ernani Menezes MARCHIORO* Luciane HAHN** MARCHIORO, E.M.;

Leia mais