Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período )"

Transcrição

1 Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período ) 1 Período GEXT Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas Relacionadas, Teoremas de Rolle, do Valor Médio e L Hôpital, Funções crescentes e decrescentes, convexidade, Máximos e Mínimos, Traçados de Gráficos, Integrais, Anti- Derivada, Soma de Riemman, Técnicas de Integração, Integrais Definidas, Integrais Impróprias, Aplicações de Integrais: áreas e volumes de sólidos de revolução. GEXT ÁLGEBRA LINEAR I Álgebra de Vetores no Plano e no Espaço. Retas. Planos. Cônicas e Quádricas. Sistemas Lineares. Matrizes. Produtos Interno, vetorial, misto GEXT QUIMICA Estrutura Atômica. Partículas Fundamentais. Atomo de Rutherford. Números Quânticos. Princípio de Heisenberg. Tabela Periódica: Histórico. Distribuição periódica e propriedades. Ligação Química : Princípio Energético das Ligações. Propriedades Físicas, Químicas e Físico-Químicas dos compostos em função das ligações. Núcleo Atômico. Constituição. Forças atuantes. Estabilidade Nuclear. Emissões Radioativas. Cinética das Emissões. Aplicações da energia nuclear ( reatores). GCIV 8102 ADMINISTRAÇÃO Fundamentos da Administração. Evolução da Administração. Desafios Atuais. Planejamento e Estratégia. Organização da Empresa. Liderança. Controle. GCIV HUMANIDADES E CIENCIAS SOCIAIS Noções gerais de Direito. O Sistema constitucional Brasileiro.Noções de Direito Civil. Noções de Direito Comercial. A propriedade industrial. Sistemas de patentes. A marca.transferência de tecnologia. Noções de Direito Administrativo. Noções de Direito do Trabalho Noções de Direito Tributário. A regulamentação profissional. GCIV INTRODUÇÃO À ENGENHARIA Engenharia e Engenharia Civil; Histórico, evolução, ecossistema e qualidade. Ciência, tecnologia, pesquisa e desenvolvimento. Processos de comunicação. Tomada de decisão.

2 Modelos e simulações. Otimização. Projetos. Campos de atuação e modalidade de Engenharia Civil. GCIV 8103 DESENHO (4.0.0) Desenho técnico como linguagem universal. Adestramento no uso de material e instrumentos de desenho. Padronização e normalização. Desenho de letras e símbolos. Dimensionamento. Cotagem de desenhos. Esboço cotado. Projeções ortogonais. Vistas ortográficas principais. Vistas auxiliares. Perspectivas paralelas e axométricas. Leitura e interpretação de desenho. Elementos básicos de geometria descritiva. Sistema projetivo de Gaspard Monge. Estudo projetivo do ponto, da reta e do plano. Métodos descritivos. 2 Período GEXT CÁLCULO A VÁRIAS VARIÁVEIS (4.0.0) Funções reais de várias variáveis; Derivação de Funções de várias variáveis; Gradiente; Máximos e Mínimos; Multiplicadores de Lagrange. Integrais Duplas e Triplas. GEXT ÁLGEBRA LINEAR II Espaço vetorial. Transformação linear, Autovalores e autovetores. Produto interno. GEXT MECÂNICA BÁSICA (3.2.0) Medidas Físicas. Cinemática em uma dimensão e duas dimensões. Dinâmica da partícula. Energia e transferência de energia. Sistema de partículas. Movimento rotacional. Gravitação. Movimento oscilatório. GEXT COMPUTAÇÃO Conceitos básicos de computação. Aplicações típicas de computadores digitais. Linguagens básicas e sistemas operacionais. Algoritmos, técnicas de programação. Estudo de uma linguagem de alto nível e execução de programas. Simulação e otimização aplicadas em sistemas de engenharia. GEXT CIÊNCIAS DO AMBIENTE Noções Gerais de Ecologia. Energia nos Sistemas Ecológicos. Ciclos bioquímicos. Crescimento das Populações. Comunidades e Ecossistemas. Relação entre os Seres Vivos. Principais Biomas da Terra. Biociclos Dulcícola e Marinho. Fitogeografia do Brasil. GCIV SISTEMAS E OBRAS DE ENGENHARIA PARA CIDADES A cidade enquanto espaço de intervenção e o papel do engenheiro civil. O homem e o ambiente físico. Percepção espacial. As várias concepções de cidades. Demografia Urbana. Arranjos Produtivos Locais APLs. A configuração da cidade moderna e a relação com impactos ambientais. Estudo da evolução das intervenções na organização do espaço das

3 cidades brasileiras e sua problematização em finais do século XIX e XX e as políticas urbanas no contexto brasileiro no século XXI. As intervenções no espaço urbano com a construção de Sistemas e obras de engenharia a partir da correlação entre desenvolvimento sócioeconômico-ambiental, densidade populacional e habitação operária; edifícios verticais residenciais e comerciais; áreas e construções industriais; traçado de ruas e trânsito, movimentos sociais e intervenções estratégicas para a construção de sistemas: de transporte, energia, comunicação e saneamento básico. Construções estratégicas para as cidades. Teoria de sistemas GCIV DESENHO TÉCNICO Normas de desenho técnico e de arquitetura. Desenho a mão livre. Escalas. Projeto de arquitetura: situação, planta baixa, telhado, cortes, fachada e detalhes. GCIV METODOLOGIA CIENTÍFICA Apreensão do conhecimento como compreensão do mundo e como fundamentação as ação. Conhecimento filosófico e científico. Método de investigação cientifica. Ciência, técnica e tecnológica. Pesquisa científica. Expressão escrita na elaboração de trabalhos científicos. Normas para a produção de trabalhos científicos. 3 Período GEXT CÁLCULO VETORIAL Integrais de Linha; Integrais de Superfície; Teorema de Green; Teorema de Gauss; Teorema de Stokes. GEXT EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS (EDO) (4.0.0) Aspectos gerais de uma Equação Diferencial Ordinária (EDO): definição, classificação e soluções, modelagem; Equações diferenciais de primeira ordem, Teorema de existência e unicidade e métodos de resolução; Equações lineares de segunda ordem; Equações lineares de ordem superior; sistemas lineares ; Equações lineares de segunda ordem; A Transformada de Laplace e resolução de equações diferenciais; Noções de Equações não lineares e Estabilidade. GEXT ELETRICIDADE BÁSICA (3.2.0) Introdução ao estudo do campo eletromagnético. Carga e matéria. Eletrostática. O campo elétrico. Lei de Gauss. Potencial elétrico. Capacitores e dielétricos. Corrente e resistência. Força eletromotriz e circuitos de corrente contínua. Malhas. Circuitos equivalentes. Eletromagnetismo - O campo magnético. Lei de Ampére. Lei de Faraday. Indutância. Propriedades magnéticas da matéria. Circuitos de corrente alternada. Correntes de deslocamento. As equações de Maxwell. GEXT ESTATÍSTICA

4 O Papel da Estatística em Engenharia, Sumário e Apresentação de Dados, Variáveis Aleatórias e Distribuições de Probabilidades, Intervalos de Confiança, Teste de Hipótese, Regressão Linear Simples, CEP, Introdução ao Planejamento de Experimentos. GEXT CÁLCULO NUMÉRICO Erros, Série de Taylor, Determinação de Raízes de Equações, Método da Bisseção,Método da Posição Falsa,, Método de Newton-Raphson, Solução Numérica de Equações Lineares, Método de Gauss, Fatoração LU, Método de Gauss-Jacobi,, Método de Gauss-Seidl, Integração Numérica, Regra do Trapézios, Regra de Simpson, Fórmulas de Newton-Cotes, Interpolação Polinomial, Solução Numérica das Equações Diferenciais, Método de Euler, Método de Runge-Kutta, Métodos de Previsão-Correção,Método das Diferenças Finitas. GCIV FUNDAMENTOS DE DESENHO DE PROJETO Conceito e representação gráfica de projetos de estruturas, fundações, instalações hidráulicas, elétricas, de esgoto, de águas pluviais, de gás e representação do desenho topográfico. GCIV PROJETO ESTRUTURANTE I (0.2.0) Conceitos de integração e multidisciplinaridade. Conceito de projeto. A estrutura multidisciplinar de uma empresa de Engenharia Civil. Conceitos de Pessoa Física e Pessoa Jurídica. Impostos fededrais, estaduais e municipais. A visão empresarial na administração de uma empresa de Engenharia Civil. Desenvolvimento de projeto integrando o conhecimento das disciplinas cursadas. Visitas técnicas. GCIV MECÂNICA GERAL Estática da partícula. Estática dos Corpos Rígidos. Centróides e Baricentros. Cinemática das Partículas. Dinâmica das Partículas. 4 Período GEXT 7304-EQUAÇÕES DIFERENCIAIS PARCIAIS E SÉRIES (EDPS) Sequências e Séries Numéricas, Série de Funções, resolução de EDO s por séries de potências, Equações de Bessel, Série de Fourier, Equações do Calor,Laplace e da Onda e problemas de valores de contorno, Separação de variáveis e soluções por série de fourier. GEXT 7002 FÍSICA TÉRMICA Fluidos, Termodinâmica, Teoria Cinética dos Gases.

5 GCIV 8401 ECONOMIA objetivo e conceitos da economia. noções de macroeconomia e microeconomia. noções de produção, preçoe lucro. engenharia econômica; juros e quivalência. análise de investimentos. a indústria da construção como setor econômico. A importância da construção no desenvolvimento econômico e social do país. Contratação de obras. Características da oferta: empresas, materiais, força de trabalho. Características da demanda: demanda pública e privada, sistema financeiro de habitação, mercado imobiliário. Número - índices e a evolução dos preços dos insumos. Viabilidade de empreendimentos. GCIV ARQUITETURA E URBANISMO I O homem e os espaços construídos. Metodologia de projeto e planejamento urbano e regional. condicionantes que interagem na elaboração de um projeto arquitetônico. análise e composição de um projeto arquitetônico. organização dos espaços arquitetônicos. projeto arquitetônico: interior/exterior, interior/interior, prédio/cidade. GCIV TOPOGRAFIA E GEODÉSIA Conceitos fundamentais de topografia e batimetria, sistemas de coordenadas, unidades de medidas plano topográfico local, efeito de curvatura da Terra, escalas. Planimetria: medições de distancias e ângulos; taqueometria, topometria. Altimetria. Métodos de representação do relevo. Locação de obras de engenharia. Astronomia de posição. Cartografia (sistemas de projeções; sistema universal de Mercator UTM). Geodésia por satélite. Sistema de posicionamento global GPS. Geoprocessamento. Georreferenciamento, fotogrametria. GCIV GESTÃO DA QUALIDADE Importância da normalização técnica para a qualidade. Principais entidades de normalização. Controle e garantia da qualidade na construção. Círculos de controle da qualidade, custos da qualidade, psicologia das organizações e treinamento da mão de obra. Planejamento estratégico em empresas de construção civil. Sistemas de gestão em empresas de construção civil. abordagens em marketing, projetos, suprimentos, recursos humanos, processo produtivo, operação e manutenção. GCIV PROJETO ESTRUTURANTE II (0.2.0) Ementa: integração do desenho técnico aos projetos de engenharia civil. Uso de metodologia científica aos projetos de engenharia. Integração dos sistemas multidisciplinares nos projetos voltados para as grandes cidades. Desenvolvimento de projeto integrando o conhecimento das disciplinas cursadas. Visitas técnicas. GCIV RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS Tensão e deformação; propriedades mecânicas dos materiais; carregamento axial; análise de tensões e deformações. Flexões noções de flambagem. GCIV FUNDAMENTOS DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA

6 legislação e normas. implantação da segurança do trabalho. controle de acidentes. equipamentos de proteção individual e coletivo. iluminação. Ruídos. umidade. sinalização e cor. condições sanitárias e de confronto.

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrotécnica

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrotécnica Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrotécnica 1 Período GEXT 7301- Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas Relacionadas,

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CICLO BÁSICO 1º BIMESTRE INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 40 horas Fundamentos da Engenharia e Suas Grandes Áreas; Inovação e Desenvolvimento de Produto; O Modo

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓREITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Fase Cód. Disciplina I II III IV V VI Matriz Curricular do curso de Engenharia Civil PréReq.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MA026- CALCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 OBRIG 60 0 60 4.0 LIMITES E CONTINUIDADE DE FUNÇÕES. DERIVADAS. APLICAÇÕES DA DERIVADA. TEOREMA DE ROLLE, TEOREMA DO VALOR MÉDIO E TEOREMA DO VALOR MÉDIO

Leia mais

Ementas Disciplinas Obrigatórias

Ementas Disciplinas Obrigatórias Ementas Disciplinas Obrigatórias INFORMÁTICA Algoritmos I Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos: análise do problema, estratégias de solução e representação. Estruturação e modularização.

Leia mais

2FIS023 FÍSICA GERAL III

2FIS023 FÍSICA GERAL III 1ª Série 2MAT032 CÁLCULO E GEOMETRIA ANALÍTICA I A derivada: números reais. Planos cartesianos e gráficos de funções. Limite e continuidade de funções reais. Diferenciação de funções reais e aplicações.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTA DAS DISCIPLINAS 1º Período GEXT 7501 - ÁLGEBRA LINEAR I (2.0.0)2 Álgebra de Vetores no Plano e no Espaço. Retas. Planos. Cônicas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2014/1 Fase

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Fase Cód. Disciplina Prérequisitos Carga Horária

Leia mais

DINÂMICA DOS FLUIDOS COMPUTACIONAL. CFD = Computational Fluid Dynamics

DINÂMICA DOS FLUIDOS COMPUTACIONAL. CFD = Computational Fluid Dynamics DINÂMICA DOS FLUIDOS COMPUTACIONAL CFD = Computational Fluid Dynamics 1 Problemas de engenharia Métodos analíticos Métodos experimentais Métodos numéricos 2 Problemas de engenharia FENÔMENO REAL (Observado

Leia mais

Ementário do curso de Tecnologia Têxtil

Ementário do curso de Tecnologia Têxtil 01 ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL Fase: VI Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Visão Geral da administração. Evolução e conceitos de administração. Estrutura organizacionais. Visão geral das funções de administração:

Leia mais

ENGENHARIA ELÉTRICA. 1. TURNO: Integral HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos

ENGENHARIA ELÉTRICA. 1. TURNO: Integral HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos ENGENHARIA ELÉTRICA 1. TURNO: Integral HABILITAÇÃO: Bacharelado GRAU ACADÊMICO: Engenheiro Eletricista PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos Máximo = 9 anos 2. HISTÓRICO DO CURSO No desenvolvimento industrial

Leia mais

EMENTAS DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO

EMENTAS DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO EMENTAS DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO 1 Período GEXT 7301- CÁLCULO A UMA VARIÁVEL (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) FÍSICA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) FÍSICA EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) FÍSICA 01 Comunicação e Expressão CÓDIGO: 990101 Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não-verbal. Linguagem literária.

Leia mais

FEAMIG FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINAS PERIODIZAÇÃO - EMENTAS

FEAMIG FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINAS PERIODIZAÇÃO - EMENTAS FEAMIG FACULDADE DE ENGENHARIA DE MINAS GERAIS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINAS PERIODIZAÇÃO - EMENTAS CÁLCULO I DISCIPLINAS DO 1 PERÍODO 6 0 6 108 0 108 90 0 90 Ementa: O conjunto dos números Reais.

Leia mais

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrônica

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrônica Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Eletrônica 1 Período GEXT 7301- Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas Relacionadas,

Leia mais

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03 MATRIZ CURRICULAR Curso: ENGENHARIA CIVIL Graduação: BACHARELADO Regime: SERIADO ANUAL - MATUTINO Duração: 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

ESTATÍSTICA. 1. TURNO: Vespertino e Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

ESTATÍSTICA. 1. TURNO: Vespertino e Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos ESTATÍSTICA 1. TURNO: Vespertino e Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado GRAU ACADÊMICO: Estatístico PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 8 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO De

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Profª Silvia Martini de Holanda Janesch 37219652

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Profª Silvia Martini de Holanda Janesch 37219652 Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Renovação Atual de Reconhecimento - Port. nº286/mec de 21/12/12-DOU 27/12/12.Curso reconhecido pelo Decreto Federal 75590 de 10/04/1975, publicado no Diário

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE 3.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE 3.ª SÉRIE MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: ARQUITETURA E URBANISMO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 05 (CINCO) ANOS LETIVOS MÍNIMO: 05 (CINCO) ANOS LETIVOS A) TEMPO TOTAL:

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia Civil para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº CIV- 574/2012, aprovou e eu

Leia mais

2ª ETAPA - TURMA P e R

2ª ETAPA - TURMA P e R CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PAIE 3 1ª ETAPA - TURMA P e R INTRODUÇÃO À ENGENHARIA

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas 5/8/15 16:57 Centro de Ciências Tecnológicas Curso: 19 Engenharia Mecânica (Noturno) Currículo: 15/ 1 EDU.5.-5 Universidade, Ciência e Pesquisa Ementa: A função da Universidade como instituição de produção

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

ENGENHARIA DE ALIMENTOS ENGENHARIA DE ALIMENTOS Campus Regional de Umuarama 1. TURNO: Integral HABILITAÇÃO: Bacharelado GRAU ACADÊMICO: Engenheiro de Alimentos PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 5 anos Máximo = 9 anos 2. HISTÓRICO

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de 2016 - NOT

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 1º Semestre de 2016 - NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016 Cálculo Fundamental 72.00 Não ofertada no 1º semestre de 2016

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 228 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE

Leia mais

Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral

Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral Matriz curricular do curso de graduação em Engenharia Ambiental campus de Chapecó Turno integral 1 a 01 Matemática C 4 60-02 Geometria Analítica 4 60-03 Biologia Geral 3 45-04 Produção Textual Acadêmica

Leia mais

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira EMENTAS DAS DISCIPLINAS DOS CURSOS DA ÁREA DE GESTÃO Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira Sociedade e Cultura no Mundo Contemporâneo As mudanças nas relações entre

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 148/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 148/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 148/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia Aeronáutica para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MEC-480/2012, aprovou

Leia mais

EMENTAS ENGENHARIA CIVIL PRIMEIRO SEMESTRE GEOMETRIA ANALÍTICA E ALGEBRA LINEAR

EMENTAS ENGENHARIA CIVIL PRIMEIRO SEMESTRE GEOMETRIA ANALÍTICA E ALGEBRA LINEAR EMENTAS ENGENHARIA CIVIL PRIMEIRO SEMESTRE GEOMETRIA ANALÍTICA E ALGEBRA LINEAR EMENTA: Matrizes. Determinantes. Sistemas de Equações Lineares. Vetores: Tratamento Geométrico, Tratamento Algébrico. Espaços

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I 1 Funções de uma variável 2 Funções reais 3 Conceito, cálculo e aplicações de limites, continuidade, derivadas e diferenciais 4 Cálculos de pontos de máximos, mínimos

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA Turno: INTEGRAL/ NOTURNO Integral Currículo nº 2 Noturno Currículo nº 7 Reconhecido pelo Decreto Federal n. 32.242, de 10.02.53, D.O.U nº 42 de 20.02.53. Renovação de

Leia mais

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira

Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira EMENTAS DAS DISCIPLINAS DOS CURSOS DA ENGENHARIA Disciplinas Obrigatórias do Núcleo Básico Geral Comum do Campus de Limeira Sociedade e Cultura no Mundo Contemporâneo As mudanças nas relações entre cultura

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

Cod.Disc Requisito Administração 252 2 Matemática Financeira 3114 Matemática 3531

Cod.Disc Requisito Administração 252 2 Matemática Financeira 3114 Matemática 3531 Curso Grade Periodo Disciplina Cod.Disc Disciplina Requisito Cod.Disc Requisito Administração 22 2 Matemática Financeira 11 Matemática 1 22 Total Contabilidade Gerencial 111 Contabilidade Geral 09 Administração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG BR 267 - Rodovia José Aurélio Vilela, nº 11.999 Cidade Universitária - Poços de Caldas- MG. DINÂMICA CURRICULAR E EMENTÁRIO DO BACHARELADO

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 145/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 145/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 145/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº CIV- 575/2012,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MA026- CALCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 OBRIG 60 0 60 4.0 LIMITES E CONTINUIDADE DE FUNÇÕES. DERIVADAS. APLICAÇÕES DA DERIVADA. TEOREMA DE ROLLE, TEOREMA DO VALOR MÉDIO E TEOREMA DO VALOR MÉDIO

Leia mais

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011 Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Comissão Permanente de Magistério - COPEMA Edital nº 06/2011 Retificação de 07 de julho de 2011 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO FUNDAMENTOS EM EDUCAÇÃO (Comum

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA PRODUÇÃO 1º TERMO Aulas Teóricas Práticas Total Comunicação e Expressão 40-40 Cálculo Diferencial e Integral I 80-80 Fundamentos da Administração 40-40 Introdução

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Engenharia de Petróleo MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia de Petróleo da ESTACIO UNIRADIAL tem por missão formar profissionais com sólidos conhecimentos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 096/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 096/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 096/2015 Altera a Deliberação CONSEP Nº 148/2012, que altera o Currículo do Curso de Engenharia Aeronáutica para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Primeiro Semestre Introdução a Engenharia de Controle e Automação Carga Horária: 36 horas Objetivo:

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS - FORMA INTEGRADA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS - FORMA INTEGRADA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS - FORMA INTEGRADA Habilitação Profissional: Técnico em Recursos Humanos Eixo

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:02. Centro de Ciências Tecnológicas Curso:

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 15:02. Centro de Ciências Tecnológicas Curso: Centro de Ciências Tecnológicas Curso: Engenharia Química (Noturno) Ano/Semestre: 11/1 9/5/11 15: s por Curso EQU.7.1.1-5 FIS...-7 MAT.7.1.1-3 MAT.9.1.-7 MAT.9..9- MAT.9.3.- MAT.9..-3 EDU.5..- EQU...-9

Leia mais

Ementas Disciplinas Eletivas

Ementas Disciplinas Eletivas Ementas Disciplinas Eletivas INFORMÁTICA Administração de Redes CH: 60 h Créditos: 2.1.0 Pré-requisito(s): Redes de Computadores II Conceitos e políticas de administração de redes. Gerência de redes e

Leia mais

Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período.

Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período. Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período. Período MEC001 Introdução à Engenharia Mecânica 2 30 30 MEC002 Cálculo I 6 90 90 MEC003 Geometria Analítica 1º MEC004 Química Geral e Experimental

Leia mais

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Telecomunicações

Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Telecomunicações Ementas do Curso de Engenharia Elétrica de Telecomunicações 1 Período GEXT 7301- Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas Relacionadas,

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CICLO PROFISSIONAL 9º BIMESTRE PESQUISA OPERACIONAL I 80 horas Modelagem de Problemas; Noções de otimização; Introdução a Programação Linear;

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Código TAS 501 DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS - PPGTAS Denominação/Ementa Estatística Aplicada Conceitos de probabilidade. Variáveis aleatórias. Função de distribuição e propriedades. Função probabilidade. Variáveis

Leia mais

Rediscussão do BC&T. Eixo de Representação e Simulação

Rediscussão do BC&T. Eixo de Representação e Simulação Rediscussão do BC&T Eixo de Representação e Simulação Resumo 1ª Reunião Proposta Ideal Principais Alterações: GA - 4 créditos IPE - 4 créditos FUV - 6 créditos 6-0-6 ou 4-2-6 Plano B - retirada de FVV

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA CAMPUS DE BAURU DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Bauru/SP Maio/2010 SUMÁRIO 2 1. Objetivos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Ambiental da IES tem por missão a graduação de Engenheiros Ambientais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 051/2015 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Área das Engenharias

Área das Engenharias Engenharia de Alimentos Área das Engenharias Unidade: Escola Agronomia e Engenharia Alimentos - (EAEA) www.agro.ufg.br Duração: 10 semestres O Engenheiro de Alimentos é, atualmente, um dos profissionais

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 1 MATRIZ CURRICULAR 2016.1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 DESENHO TÉCNICO... 4 02 FÍSICA GERAL... 4 03 INTRODUÇÃO À ENGENHARIA CIVIL... 4 04 INTRODUÇÃO AO CÁLCULO...

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no mundo e no Brasil.

Leia mais

TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015

TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015 TEMAS DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 2ª FASE EDITAL nº 233, DE 17 DE ABRIL DE 2015 CAMPUS ÁREA TEMA EDUCAÇÃO Jogo cooperativo, competitivo e lúdico, como meio educador na escola. ARARAQUARA PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Leia mais

EDITAL: EXAME DE PROFICIÊNCIA 2016.1 ANEXO 1. Página 1 de 13

EDITAL: EXAME DE PROFICIÊNCIA 2016.1 ANEXO 1. Página 1 de 13 TIPO DE AVALIAÇÃO ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA CH CÓDIGO TEÓRICA PRÁTICA LOCAL COMUNICAÇÃO COMUN. SOCIAL - HABILIT. EM PUBLIC. E PROPAGANDA 2012.1 7ª MARKETING POLÍTICO E ESTRATÉGIAS ELEITORAIS

Leia mais

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE 1. TURNO: Noturno MODALIDADE: Saneamento ÁREA: Meio Ambiente e Tecnologia da Saúde GRAU ACADÊMICO: Tecnólogo em Meio Ambiente PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 3 anos Máximo =

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2016.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO AO CÁLCULO... 4 02 INTRODUÇÃO A... 4 03 QUÍMICA GERAL... 4 04 DESENHO TÉCNICO... 4 05 FÍSICA GERAL...

Leia mais

Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17

Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17 Portaria Inep nº 219 de 26 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 27 de julho de 2011, Seção 1, págs. 16 e 17 O Presidente, Substituto, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA 2º ANO Nome da disciplina: Física Geral II Carga horária: 90h Acústica e Ondas. Óptica Física e Geométrica. Lei de Coulomb; Campo Elétrico. Lei de Gauss. Potencial. Capacitância.

Leia mais

Componente curricular: Topografia e Cartografia. Curso: Técnico em Agroecologia Professor: Janice Regina Gmach Bortoli

Componente curricular: Topografia e Cartografia. Curso: Técnico em Agroecologia Professor: Janice Regina Gmach Bortoli Componente curricular: Topografia e Cartografia Curso: Técnico em Agroecologia Professor: Janice Regina Gmach Bortoli 1. Introdução a Topografia. 1.1. Definição. Como seria uma cidade se os donos de propriedades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária Matriz Curricular válida a partir de 2016_3 Reestruturação Aprovada em janeiro de 2016 Natureza Horas-aula Disciplinas

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

3 Administração de Materiais

3 Administração de Materiais 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de d) DOCENTES Inclusão da Jornada UNIDADE: CAMPUS AVANÇADO ARCOS Engenharia Mecânica - Bacharelado em Engenharia Mecânica, com Doutorado em Engenharia

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais 01 ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO Fase: VI (Tec. em ) Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 EMENTA: Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o

Leia mais

Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios na forma integrada ao Ensino Médio

Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios na forma integrada ao Ensino Médio ESTADO DE SANTA CATARINA Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Educação Básica e Profissional Gerência de Ensino Médio Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios

Leia mais

FÍSICA. Modalidade: Educação a Distância. 1. TURNO: Educação a Distância HABILITAÇÃO: Licenciatura em Física. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

FÍSICA. Modalidade: Educação a Distância. 1. TURNO: Educação a Distância HABILITAÇÃO: Licenciatura em Física. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos FÍSICA Modalidade: Educação a Distância 1. TURNO: Educação a Distância HABILITAÇÃO: Licenciatura em Física GRAU ACADÊMICO: Licenciado em Física PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 8 anos 2.

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano letivo de 2001, para os matriculados na 3ª e na 4ª séries.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano letivo de 2001, para os matriculados na 3ª e na 4ª séries. RESOLUÇÃO CONSEPE 60/00 ALTERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL MODALIDADE MECÂNICA ÊNFASES EM AUTOMOBILÍSTICA E EM FABRICAÇÃO, REGIME SERIADO ANUAL, DO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS,

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 4 05

Leia mais

2º semestre - Ciências Exatas (noturno)

2º semestre - Ciências Exatas (noturno) 2º semestre - Ciências Exatas (noturno) Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira 18:50 às 19:45 Geometria Analítica Geometria Analítica Energia Energia Bases Experimentais na Química

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade

Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Centro de Engenharia da Mobilidade CEM Campus Joinville Grade Curricular 2011/2 Bacharelado Interdisciplinar em Mobilidade Julho/2011 2 1 - Grade Curricular 2011/2

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Faculdades Integradas de Taquara

Curso de Engenharia de Produção. Faculdades Integradas de Taquara Curso de Engenharia de Produção Áreas de Atuação Sistema de Produção Engenheiros de Produção Empresa Gestão do Negócio Sistema Técnico Administradores Engenheiros Tradicionais Indústria, Comércio e Serviços

Leia mais

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - - 2016 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO

DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - - 2016 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO UNP - Universidade Potiguar EDITAL DE OFERTA DE DISCIPLINAS EM TURMA ESPECIAL - 2016 JANEIRO A JUNHO ANEXO: DISCIPLINAS EM OFERTA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO e PARA CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO Curso Disciplina

Leia mais

Conselho Universitário - Consuni

Conselho Universitário - Consuni PRIMEIRA FASE 01 ECONOMIA Definições e conceitos de economia; macroeconomia; microeconomia; a organização econômica; a atividade de produção; a moeda; a formação de preços; economia de mercado: consumo,

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS PONTOS PARA CONCURSO PÚBLICO DE DOCENTES DO ENSINO SUPERIOR EDITAL 001/2009 Matéria/Área do Conhecimento: MATEMÁTICA 1. Transformações Lineares e Teorema do Núcleo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º CIVL0080- CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 OBRIG 60 0 60 4.0 Fórmula: MATM0001 OU PROD0001 MATM0001- CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 PROD0001- CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 PROPRIEDADES

Leia mais

Disciplinas Fundamentais 2009 (2º quadrimestre)

Disciplinas Fundamentais 2009 (2º quadrimestre) Disciplinas Fundamentais 2009 (2º quadrimestre) Aplicações da Estatística na Transmitir conceitos e técnicas de gestão de projetos, relevantes desde a concepção, desenvolvimento e entrega dos resultados

Leia mais

CAMPUS CRUZ DAS ALMAS Edital 01/2010. Área de Conhecimento

CAMPUS CRUZ DAS ALMAS Edital 01/2010. Área de Conhecimento CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR CAMPUS CRUZ DAS ALMAS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS - CETEC Área de Conhecimento Materiais, Estrutura e Sistemas Eletromecânicos PONTOS DO

Leia mais

Curso de Engenharia Civil UFPel EMENTAS

Curso de Engenharia Civil UFPel EMENTAS Curso de Engenharia Civil UFPel EMENTAS 1º SEMESTRE Introdução à Engenharia Civil (0570095) Organização do curso de Engenharia Civil. Outras engenharias na UFPel. Atividades de ensino e pesquisa propostos.

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil 1º Semestre 1. Cálculo Diferencial e Integral I 2. Desenho Básico 3. Física I 4. Laboratório de Física I 1º Básica 5. Química Geral 6. Introdução a Engenharia

Leia mais

UNIFEB - CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEB EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTES

UNIFEB - CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEB EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTES UNIFEB - CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEB EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONTRATAÇÃO DE DOCENTES A Pró-Reitora de Graduação do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE 2005 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA FLORESTAL EMENTAS DE DISCIPLINAS

CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA FLORESTAL EMENTAS DE DISCIPLINAS A MADEIRA NA CONSTRUÇÃO Ementa: Introdução ao material madeira. Potencialidades da madeira e o seu emprego na construção civil. Valor ecológico-ambiental das madeiras no ciclo do carbono. Aplicação como

Leia mais

CURSO. Master in Business Economics 1. vire aqui

CURSO. Master in Business Economics 1. vire aqui CURSO MASTER In Business Economics Master in Business Economics 1 vire aqui DISCIPLINAs O aluno poderá solicitar a dispensa das disciplinas básicas: Matemática Básica, Estatística Aplicada e Contabilidade.

Leia mais

GRADE HORÁRIA 2º SEMESTRE DE 2015

GRADE HORÁRIA 2º SEMESTRE DE 2015 1 º PERÍODO - 2 º SEMESTRE TURNO:Noite SALA: N º DE ALUNOS: Introdução à Química Geral Geometria Analítica e Álgebra Linear Química Geral Geometria Analítica e Álgebra Linear PROFESSOR Introdução à Química

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: Administração MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2016/1 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2016/1 Matemática FASE: 1ª Fase CARGA HORÁRIA: 60h Revisão de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA II SEMESTRE I SEMESTRE 1- Ementas das disciplinas obrigatórias do curso com Carga horária, Crédito e Código CÓDIGO DISCIPLINA CR. CH EMENTA CET160 Cálculo Diferencial e Limite e continuidade de funções.

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 39/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 22/04/2013 I - RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 39/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 22/04/2013 I - RELATÓRIO: INTERESSADA: ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO - POLI / UPE ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO RELATORA: CONSELHEIRA NELLY MEDEIROS DE CARVALHO

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares Matriz 842 - Engenharia Mecânica Industrial (2002/1) Curso EM - Engenharia Mecânica Industrial Nível Periodicidade Regime Situação Superior Período Não-seriado Matriz em Vigor Per. Letivo Inicial 2002/1

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Diretoria do Campus Curitiba Gerência de Ensino e Pesquisa Departamento Acadêmico de Eletrônica CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

PRIMEIRO PERÍODO EMENTA. A comunicação e seus elementos; conceituar, compreender e interpretar os conceitos de linguagem, língua, fala e discurso;

PRIMEIRO PERÍODO EMENTA. A comunicação e seus elementos; conceituar, compreender e interpretar os conceitos de linguagem, língua, fala e discurso; PRIMEIRO PERÍODO CÓDIGO 1749 PERÍODO 1º CARGA HORÁRIA 60h DISCIPLINA Língua Portuguesa I A comunicação e seus elementos; conceituar, compreender e interpretar os conceitos de linguagem, língua, fala e

Leia mais

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA

FAHOR - FACULDADE HORIZONTINA Ciências Econômicas - 1º Semestre de 2016 EC2013 0094 - Economia Internacional II - EC04 0094 - Economia Internacional II - EC04 0093 - Econometria - EC04 0093 - Econometria - EC04 0097 - Trabalho de Conclusão

Leia mais