Dr. Mário Sérgio Advogado/sócio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dr. Mário Sérgio Advogado/sócio"

Transcrição

1 NIII Ambiental e sustentabilidade: 02/09/2009 Aspectos jurídicos da gestão ambiental no ramo da construção civil Dr. Mário Sérgio Advogado/sócio 1

2 I Introdução II O Direito Ambiental 1 Definição Sumário 2 O Direito Ambiental Internacional 3 O Direito Ambiental Brasileiro 4 A Política Nacional de Meio Ambiente (PNMA); 5 Responsabilidade Jurídica Ambiental; 6 Normas Ambientais; 7 Licenciamento Ambiental; 8 Fiscalização Ambiental; III Considerações Finais 2

3 NIII I Introdução 3

4 Consciência: A lei fundamental - O atributo pelo qual o homem pode conhecer e julgar sua própria realidade; - faculdade de estabelecer julgamentos morais dos atos realizados; - conhecimento imediato de sua própria atividade psíquica; - cuidado com que se executa um trabalho, se cumpre um dever; - senso de responsabilidade; - noção. (Dicionário Aurélio, 1993: p.140). 4

5 Por que tanta legislação? Por que tanta burocracia?... tantas taxas e multas? 5

6 Se a sociedade mudou... 6

7 Acidente no Reator Nuclear Chernobyl (URSS 1986) Dados: 1,7 milhões de pessoas afetadas; 200 bilhões de dólares em indenizações 7

8 Buraco na Camada de Ozônio Antártida Dados: 17,4 milhões de km2 em agosto de 2003 Piper Alpha Oil Rig Abeerdeen, Escócia 1988 Dados: Piper Alpha Oil Rig - U$ 3,4 bilhões 8

9 Teste Atômico Francês Atol de Mururoa (1995) Dados: 210 testes nucleares; 10 milhões de euros em indenizações(diagnóstico de câncer) 9

10 Desastre do Prestige Largo de Galiza(Espanha 2002) Dados: 77 mil toneladas de petróleo e 12 bilhões de dólares em indenizações 10

11 AS TRÊS GARGANTAS RIO YANGTSE (CHINA ) -Foram inundadas 13 cidades e aldeias; -Foram extintos 162 sítios arqueológicos; -Deslocamento de 2 milhões de pessoas; -Pressão na placa tectônica e rompimento ameaçam 15 milhões de habitantes em Xangai; -Erosão no torno do rio de 4 Km² / ano (Fauna e flora ameaçados). 11

12 DESMATAMENTO DA AMAZÔNIA (2008) 680 mil Km² = + 10% da área total = tamanho do Estado do Alagoas 12

13 Dados do aquecimento global: -1 bilhão de pessoas ameaçadas = 1/6 população mundial milhões de pessoas afetadas por inundações -25 mil mortos por ano em inundações -Transbordamento, por chuvas, sobre o Rio Mississipi (EUA 1993) = 50 bilhões de dólares -Inundações Europa (2002) = 20 bilhões de dólares em prejuízos -Furacão Katrina (New Orleans, EUA ) = 81 bilhões de dólares -Inundações no Brasil(2009) = 350 municípios; 200 mil desabrigados; 1 bilhão reais 13

14 ...o direito tem que mudar! O planeta PRECISAVA de ajuda!...e ainda PRECISA. 14

15 NIII II O Direito Ambiental 15

16 1 - Definição de Direito Ambiental O conjunto de princípios e normas que têm o objetivo de regular as atividades humanas capazes de afetar direta ou indiretamente a qualidade do meio ambiente, tendo em vista a sustentabilidade das presentes e futuras gerações(edis Milaré); Bem tutelado: A vida. Vida com qualidade e sustentabilidade; Objeto de estudo: O meio ambiente; Destinatário: O ser humano; Visão: Interesse coletivo sobre o particular; 16

17 Para saber o real significado da palavra evolução, devemos voltar no tempo e observar como a História nos moldou 17

18 2 - O Direito Ambiental Internacional Primeiro período ( ): -Silent Spring (Primavera Silenciosa) por Rachel Carson; -Conferência da ONU para o Meio Ambiente(Estocolmo, Noruega 1972); Segundo período ( ): -Criação das primeiras legislações ambientais nacionais(grécia 1975) -Desastre ecológico de Chernobyl (URSS 1986); Terceiro período ( ): -Buraco na camada de ozônio(antártica 1985); -Desastre da EXXON VALDEZ; -A internacionalização dos problemas ambientais; Quarto período ( ): -ECO92 e o Desmatamento da Amazônia; -A sustentabilidade como fator de desenvolvimento; Quinto período ( ): -Protocolo de Kyoto(1997) e Agenda 21(2002); -Aquecimento Global; Assassinato do ativista ambiental Ken Saro-Wiva; 18

19 3 - O Direito Ambiental Brasileiro A)Fase Fragmentária ( ): -Inexiste preocupação do Estado para com o meio ambiente; -Normas esparsas e inócuas (proteção de árvores frutíferas); -Código Criminal(1830); B)Fase Setorial ( ): -Normas setoriais de preservação(água, fauna, flora) = Independentes; -Proteção dos recursos naturais mais valiosos economicamente(utilitarismo); -A Conferência de Estocolmo(1973) - Internacionalização do Direito Ambiental; C)Fase Universal ou Holística ( ) -Preocupação ambiental global e integrada(universalismo); -Lei 6.938/81: Política Nacional do Meio Ambiente; -Lei 9605/98: Crimes Ambientais(sansões penais e administrativas); 19

20 4 Política Nacional do Meio Ambiente (Lei nº 6.938/81) Definição: Trata-se de uma declaração com o propósito de expressar, através de princípios e intenções, a preocupação com a qualidade e o desempenho ambientais, estabelecendo estruturas e os cronogramas para consecução de objetivos e metas ambientais. Preservação + Melhoria de Vida + Recuperação = Qualidade Ambiental Lucro + Social + Ambiental = Sustentabilidade Qualidade Ambiental + Sustentabilidade = PNMA Princípios: Preservação; Recuperação; Racionalização; Planejamento; Fiscalização; Conscientização; Ensino/Pesquisa. Instrumentos: Padronização; Zoneamento; Licenciamento; Incentivos; Informação; Relatório; Cadastramento; Penalização; AIA (EIA). 20

21 Sistema Nacional de Meio Ambiente (SISNAMA): IBAMA ÓRGÃO EXECUTOR FEDERAL Lei 6983/81 CONAMA(237) CPRH ÓRGÃO SECCIONAL EXECUTOR ESTADUAL Lei /05 DIRMAM ÓRGÃO LOCAL EXECUTOR MUNICIPAL Lei /96 21

22 5 Responsabilidade Jurídica Ambiental (Art. 225, 3º, CF) É a obrigação que tem o autor de indenizar os prejuízos causados ao meio ambiente, bem como, o ônus de suportar a sansões penais e administrativas, advindas da ilegalidade de sua conduta. Responsabilidade Civil - Contratual Ambiental (Art.14, 10, Lei 6.938/81) Indenizatória; Extracontratual; Objetiva e Solidária Responsabilidade Penal Ambiental (Art.225, 3º,CF c/c. Lei. 9605/98) Punitiva e Subjetiva Responsabilidade Administrativa Ambiental (Art.70, Lei 9.605/98) Punitiva e Indenizatória; Afronta ao Poder de Polícia 22

23 6 - Normas Ambientais Federais: CF/88; Lei 6.938/81 (PNMA); Lei 9.605/98 (Crimes Ambientais); Lei 9.985/00 (Unidades de Conservação); Lei /01 (Estatuto das Cidades); CONAMA 237 (Licenciamento Ambiental); 303 (APP); 307 (Resíduos Construção Civil); 341 (Amianto); 369 (Supressão Vegetação de APP s); 412 (Conj. Hab.) Estaduais: CE; Lei 12916/05 (Licenciamento); Lei /01 (PERS); D.E /02 (RG. PERS); CPRH: IN-003/06 (RARSG); CONSEMA: 003/02 (APP s R. Metropolitana) MUNICIPAL: Lei Orgânica Municipal (LOM); Lei de Ocupação e Uso do Solo (LOUS); Lei /96 (Código Municipal de Meio Ambiente); Lei /05 (Licenciamento). 23

24 7 - Licenciamento Ambiental (Art.10,Lei 6938/81 c/c Art.1º, R. 237/97 CONAMA) - DEFINIÇÃO - LICENÇA AMBIENTAL - - AVALIAÇÕES DE IMPACTO AMBIENTAL(AIA) - - AÇÃO SUPLETIVA - - INEXISTÊNCIA DE DÉBITOS E CRIMES AMBIENTAIS - - (Autorização Licença) - 24

25 Quadro de Licenças Ambientais: PROJETO INSTALAÇÃO FUNCIONAMENTO COMPLEXA CPRH DIRMAM 25

26 Lista de prazos: IBAMA AP 30 dias; LP:270 dias ; LI:150 dias; LO:90 dias (Ato de Protocolo até Def. ou Indef.) EIA-RIMA: 12 meses // Deliberação Suspensão(Prazo) > EIA/RIMA/Esclarecimentos Informações Complementares // 120 dias (notificação) // Deliberação CPRH 90 dias (Ato de Protocolo até Def. ou Indef.) // EIA-RIMA: 12 meses // Deliberação Suspensão(Prazo) > EIA/RIMA/Esclarecimentos Informações Complementares // 90 dias (notificação) // Deliberação DIRMAM Média: 30 dias (Ato de Protocolo até Def. ou Indef.) *Publicação EIA-RIMA: 12 meses // Deliberação - Suspensão(Prazo) > EIA/RIMA/Esclarecimentos Informações Complementares // 30 dias (notificação) // Deliberação 26

27 Lista de valores: IBAMA: LP de R$ 2.000,00 a R$ ,00 LI de R$ 5.600,00 a R$ ,00 LO de R$ 2.800,00 a R$ ,00 CPRH: LP de R$ 51,80 a R$ 5.526,38 LI de R$ 69,08 a R$ ,76 LO/AA de R$ 34,53 a R$ 8.842,20 DIRMAM: LS de R$ 50,00 a R$ 100,00 LP de R$ 50,00 a R$ 3.000,00 LI de R$ 100,00 a R$ 5.000,00 LO de R$ 35,00 a R$ 4000,00 AA de R$ 81,00 a R$ 2500,00 *Variável em função do AIA (Avaliação de Impacto Ambiental) * - 50% Microempresas VL DAS MULTAS: IBAMA: R$ 50,00 a R$ 50 Milhões; CPRH: R$ 50,00 a R$ 10 Milhões. DIRMAM: R$ 50,00 a R$ 250 mil; IBAMA: R$ 3,25 bi > Autos/Infração > + 38% de 2007(R$ 2,37 bilhões). 27

28 Quadro de classes de licenciamento ambiental (DIRMAM): 28

29 8 Da fiscalização ambiental CARACTERIZAÇÃO Descumprimento das Normas Ambientais RESPONSABILIZAÇÃO Civil, Penal e Administrativa TERMO DE COMPROMISSO Benefício de Regularização Ambiental CRIMES AMBIENTAIS Causar Poluição (Art.54, Lei 9605/98) Pena: 1 a 4 anos + Multa Construir...(Art.60, Lei 9605/98) Pena: 1 a 6 meses; Multa GRADAÇÃO DA PENA E DA MULTA 29

30 Aspectos Jurídicos Relevantes MUNICÍPIO - DIRMAM Art. 75, 5º, CAM Permissão de Supressão de Vegetação em APP s; Art. 79, CAM Implantação de Setores de Sustentabilidade Ambiental SSA; Art. 80, 6º, CAM A concessão do habite-se mediante revitalização de SSA; Art 114, CAM O livre acesso dos Técnicos e Fiscais Ambientais; Art 118, CAM Responsabilidade Objetiva por Dano de Terceiros Solidariedade; Art 139, CAM - O prazo de 15 ( quinze ) dias, para oferecer defesa ou impugnação; Art. 127, 3º, LOM Vedação de Contratação e Benefícios por irregularidade ambiental; Art. 9º, LEI /03: 3º. Renovação da licença ambiental = 75% do valor original da licença; 4º. Segunda Via de licença expedida = a 20% do menor valor da taxa de licenciamento; 5º. Isenção de Condomínios Habitacionais = sem elevadores; 1 banheiro; 60 m² de área; Art. 108, Lei /96 A não expedição de alvará >> Danos/Indícios de danos ambientais; Art.5ºA, 2º, LEI Nº /04-2º - AIA por Profissionais Habilitados em Conselhos de Classe; 30

31 E o futuro? E se ele estiver no horizonte? Nuvem de poluição Pequim - China 31

32 NIII III Considerações Finais 32

33 SUSTENTABILIDADE 33

34 Vantagens da sustentabilidade na construção civil - Aumento da Eficiência - - Satisfação (funcionários; acionistas; colaboradores) - - Diminuição dos Riscos e Autuações - - Redução de Custos e da Pressão Governamental - - Qualificar a Empresa - - Obtenção de Linhas de Crédito - - Aumento da Fatia de Mercado - - Proteção e Valorização da Marca - 34

35 Diga: Você... você é sustentável? ou ESTÁ sustentável? Seus clientes? Fornecedores? Funcionários? Sua empresa é sustentável? 35

36 Sustentabilidade é diminuir custos, é evitar o desperdício, obtendo economia. É uma forma legítima de ganhar mais dinheiro, fazendo a coisa certa e preservando o meio ambiente. Ray Anderson Empresário da Interface Corp. 28/05/

37 Sustentabilidade é ter consciência......é ter consciência política e consciência econômica. Sustentabilidade é ter consciência social e ter consciência AMBIENTAL... 37

38 SUSTENTABILIDADE É PENSAR NO AMANHÃ......É SORRIR PARA A NATUREZA......E ESPERAR ELA SORRIR DE VOLTA... 38

39 39

40 40

41 41

42 42

43 Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser, muda-se a confiança; Tudo no mundo é composto de mudanças. Camões 43

44 Nosso site: Referências

45 Bibliografia -AYALA, Patryck de Araújo e LEITE; MORATO, José Rubens. Direito Ambiental na Sociedade de Risco. 1. ed. Rio de Janeiro: Forense, ALONSO JR. Hamilton; FINK, Daniel Roberto. Aspectos Jurídicos do Licenciamento Ambiental. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense. -CAMPOS, Édson Tele; NASCIMENTO Daniel Trento do; SCHEMINI, Pedro Carlos. Planejamento Urbano e Meio Ambiente á Luz do Estatuto da Cidade. Disponível em: <HTTP://geodesia.ufsc.br/geodesiaonline/ arquivolcobrac _2002/1 05/1 05.htm>. -CAPPELLI, Silvia. Legislação Ambiental. Disponível em: <http://www.coolméia.com.br/rs> -CRETELLA JR. José. Tratado de Direito Administrativo. 1. ed. Rio de Janeiro: Forense, MACHADO. Paulo Affonso Leme. Direito Ambiental Brasileiro. 1. ed. São Paulo. Malheiros, MASCARENHAS. Rodrigo Tostes de Alencar. Ação Direta de Inconstitucionalidade nº : -O STF, O Direito Ambiental e a Competência Legislativa Concorrente na Constituição Federal de Disponível em: <http://www.puc-rio.br/direito/revista/online/rev08_rodrigo.html> -MILARÉ. Edis. Direito do Ambiente. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, PINTO. Antonio Carlos Brazil. Direito Ambiental. -SIQUEIRA. André Boccasius. Revista eletrônica Mestrado Educação Ambiental. ISSN v. 09, jul./dez

46 Aviso legal O presente material foi gerado com base em informações próprias e/ou coletadas a partir dos diversos veículos de comunicação existentes, inclusive a Internet, contendo ilustrações adquiridas de banco de imagens de origem privada ou pública, não possuindo a intenção de violar qualquer direito pertencente à terceiros e sendo voltado para fins acadêmicos ou meramente ilustrativos. Portanto, os textos, fotografias, imagens, logomarcas e sons presentes nesta apresentação se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual. Ao usar este material, o usuário deverá respeitar todos os direitos de propriedade intelectual e industrial, os decorrentes da proteção de marcas registradas da mesma, bem como todos os direitos referentes a terceiros que por ventura estejam, ou estiveram, de alguma forma disponíveis nos slides. O simples acesso a este conteúdo não confere ao usuário qualquer direito de uso dos nomes, títulos, palavras, frases, marcas, dentre outras, que nele estejam, ou estiveram, disponíveis. É vedada sua utilização para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra que contrarie a realidade para o qual foi concebido. Sendo que é proibida sua reprodução, distribuição, transmissão, exibição, publicação ou divulgação, total ou parcial, dos textos, figuras, gráficos e demais conteúdos descritos anteriormente, que compõem o presente material, sem prévia e expressa autorização de seu titular, sendo permitida somente a impressão de cópias para uso acadêmico e arquivo pessoal, sem que sejam separadas as partes, permitindo dar o fiel e real entendimento de seu conteúdo e objetivo. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. O usuário assume toda e qualquer responsabilidade, de caráter civil e/ou criminal, pela utilização indevida das informações, textos, gráficos, marcas, enfim, todo e qualquer direito de propriedade intelectual ou industrial deste material.

47 Mário Sérgio Cel.: Obrigado! NIII ADVOGADOS. Este documento está protegido pelas leis de Direito Autoral e não deve ser copiado, divulgado ou utilizado para outros fins que não os pretendidos pelos seus responsáveis. 47

a) Órgãos Superiores Conselho de governo, servindo para assessorar ao Presidente da República sobre assuntos que tratam do Meio Ambiente.

a) Órgãos Superiores Conselho de governo, servindo para assessorar ao Presidente da República sobre assuntos que tratam do Meio Ambiente. OAB MODULAR I - REPETIÇÃO Disciplina: Direito Ambiental Prof. : Juliana Lettière Data: 12/08/2009 Aula nº 01 TEMAS TRATADOS EM AULA ESPÉCIES DE MEIO AMBIENTE São quatro: - Meio ambiente natural/físico,

Leia mais

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E FLORESTAL PROFESSORA ENG. FLORESTAL CIBELE ROSA GRACIOLI OUTUBRO, 2014. OBJETIVOS DA DISCIPLINA DISCUTIR PRINCÍPIOS ÉTICOS QUESTÃO AMBIENTAL CONHECER A POLÍTICA E A LEGISLAÇÃO VOLTADAS

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. RESPONSABILDADE CIVIL DO DANO AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO Evolução da sociedade: séc. XX (novas tecnologias x modelo de vida); Inércia do Estado: auto-tutela;

Leia mais

L E I N.º 162/2002, de 28 de janeiro de 2003.

L E I N.º 162/2002, de 28 de janeiro de 2003. 1 L E I N.º 162/2002, de 28 de janeiro de 2003. Dispõe sobre a Organização do Sistema Municipal de Proteção Ambiental, a elaboração, implementação e controle da Política Ambiental do Município de Coqueiro

Leia mais

Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu a sanciono a seguinte Lei:

Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu a sanciono a seguinte Lei: Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Faço saber

Leia mais

14º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental do Instituto O Direito por um planeta verde

14º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental do Instituto O Direito por um planeta verde 14º Congresso Brasileiro de Direito Ambiental do Instituto O Direito por um planeta verde O licenciamento ambiental e o licenciamento urbanístico no Projeto de Lei nº 3.057/2000 Lei de responsabilidade

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL

INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL 1. NOMENCLATURA DA DISCIPLINA JURÍDICA Direito ambiental, direito do meio ambiente, direito do desenvolvimento sustentável, direito verde, direito ecológico, direito de

Leia mais

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves

Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Legislação brasileira sobre meio ambiente - tópicos Fabricio Gomes Gonçalves Contextualizando... Adaptação do produtor rural sem condições novos critérios de uso da terra impostos aleatoriamente sem alicerces

Leia mais

O Licenciamento Ambiental Municipal

O Licenciamento Ambiental Municipal O licenciamento ambiental é um dos instrumentos da política nacional do meio ambiente, sendo definido como o procedimento administrativo utilizado pelo órgão ambiental competente para licenciar a localização,

Leia mais

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART 225 - Todos tem o direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial a sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE DIRETORIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL GERÊNCIA DE PROJETOS MINERÁRIOS

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE DIRETORIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL GERÊNCIA DE PROJETOS MINERÁRIOS GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE DIRETORIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL GERÊNCIA DE PROJETOS MINERÁRIOS ITAITUBA PA Junho/2012 O QUE É O LICENCIAMENTO AMBIENTAL? O Licenciamento

Leia mais

Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97 7/10/2010

Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97. Resolução Conama 237/97 7/10/2010 LICENCIAMENTO AMBIENTAL NA ATIVIDADE DE MINERAÇÃO: ASPECTOS LEGAIS E TÉCNICOS GEÓLOGO NILO SÉRGIO FERNANDES BARBOSA Art. 1º - Para efeito desta Resolução são adotadas as seguintes definições: I - Licenciamento

Leia mais

MANUAL DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS Gerência de Controle da Poluição GCP : PASSO A PASSO

MANUAL DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS Gerência de Controle da Poluição GCP : PASSO A PASSO MANUAL DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS Gerência de Controle da Poluição GCP : PASSO A PASSO O QUE É O LICENCIAMENTO AMBIENTAL? O Licenciamento Ambiental é um procedimento

Leia mais

PATRIMÔNIO AMBIENTAL

PATRIMÔNIO AMBIENTAL PATRIMÔNIO AMBIENTAL PATRIMÔNIO Conjunto de direitos e obrigações de uma pessoa PATRIMÔNIO Bem ou conjunto de bens culturais ou naturais valor reconhecido para determinada localidade, região, país, ou

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS SOCIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS SOCIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS SOCIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DISCIPLINA: DIREITO AMBIENTAL I CÓDIGO: CARGA HORÁRIA: 80 h.a. N.º DE CRÉDITOS: 04 PRÉ-REQUISITO:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Termo de Uso A AGENDA SUSTENTABILIDADE única e exclusiva proprietária do domínio www.agenda SUSTENTABILIDADE.com.br, doravante denominado AGENDA SUSTENTABILIDADE, estabelece o presente TERMO DE USO para

Leia mais

Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA.

Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 379, de 19/10/2006 Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal no âmbito do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176

RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176 RESOLUÇÃO CONAMA n o 379, de 19 de outubro de 2006 Publicada no DOU nº 202, de 20 de outubro de 2006, Seção 1, página 175 e 176 Cria e regulamenta sistema de dados e informações sobre a gestão florestal

Leia mais

Portaria IEF nº 30, de 03 de fevereiro de 2015.

Portaria IEF nº 30, de 03 de fevereiro de 2015. Portaria IEF nº 30, de 03 de fevereiro de 2015. Estabelece diretrizes e procedimentos para o cumprimento da compensação ambiental decorrente do corte e da supressão de vegetação nativa pertencente ao bioma

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO CNPJ: 18.602.037/0001-55 Insc. Est. Isento São Gotardo Minas Gerais LEI Nº. 1.945, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2012. INSTITUI O PROGRAMA DE ADOÇÃO DE PRAÇAS PÚBLICAS E DE ESPORTES E ÁREA VERDES - PAPPE, ESTABELECE SEUS OBJETIVOS E PROCESSOS, SUAS ESPÉCIES E LIMITAÇÕES DAS RESPONSABILIDADES

Leia mais

VEREADOR MARIO NADAF - PARTIDO VERDE - PV PROJETO DE LEI

VEREADOR MARIO NADAF - PARTIDO VERDE - PV PROJETO DE LEI PROJETO DE LEI "INSTITUI O PROGRAMA DE ADOÇÃO DE PRAÇAS, CANTEIROS, JARDINS, PARQUES, LOGRADOUROS E ÁREAS VERDES PÚBLICOS, ESTABELECENDO SEUS OBJETIVOS, LIMITAÇÕES DAS RESPONSABILIDADES E DOS BENEFÍCIOS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA RESOLUÇÃO COEMA N 116, DE 03 DE JULHO DE 2014. Dispõe sobre as atividades de impacto ambiental

Leia mais

Responsabilidade dos bancos por riscos/danos ambientais Demarest & Almeida Advogados Associados

Responsabilidade dos bancos por riscos/danos ambientais Demarest & Almeida Advogados Associados Responsabilidade dos bancos por riscos/danos ambientais Demarest & Almeida Advogados Associados São Paulo, 17 de maio de 2012 I. Apresentação II. Legislação Federal Básica III. Responsabilidade Ambiental

Leia mais

Art. 5 - A Carta de Intenção do interessado deverá vir acompanhada da proposta resumo.

Art. 5 - A Carta de Intenção do interessado deverá vir acompanhada da proposta resumo. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO ROBERTO CLAUDIO RODRIGUES BEZERRA, Prefeito Municipal de Fortaleza, no uso das suas atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município, com a finalidade de viabilizar

Leia mais

Órgãos Estaduais de Meio Ambiente:

Órgãos Estaduais de Meio Ambiente: Órgãos Estaduais de Meio Ambiente: Licenciamento Ambiental Simone Anhaia Melo Simone Anhaia Melo Superintendência de Promoção de Licitações Agência Nacional do Petróleo Tópicos abordados Objetivos Articulação

Leia mais

MUNICÍPIOS E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

MUNICÍPIOS E LICENCIAMENTO AMBIENTAL MUNICÍPIOS E LICENCIAMENTO AMBIENTAL SUELY MARA VAZ GUIMARÃES DE ARAÚJO Consultora Legislativa da Área XI Meio ambiente e direito ambiental, desenvolvimento urbano e interior OUTUBRO/2015 Suely Mara Vaz

Leia mais

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Legislação Federal LEI N 7.804, de 18 de julho de 1989 Altera a Lei n 6.938 de 31 de agosto de 1981, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação

Leia mais

TERMOS DE USO DO SITE WWW.DAYCOVALINVESTE.COM.BR

TERMOS DE USO DO SITE WWW.DAYCOVALINVESTE.COM.BR TERMOS DE USO DO SITE WWW.DAYCOVALINVESTE.COM.BR Este site é de propriedade do Banco Daycoval S/A e foi desenvolvido com a finalidade de disponibilizar informações para sua correta utilização e reserva-se

Leia mais

Fit+ Termo e Condições de Uso v.1. Publicação dia 16 de Setembro de 2015.

Fit+ Termo e Condições de Uso v.1. Publicação dia 16 de Setembro de 2015. Fit+ Termo e Condições de Uso v.1 Publicação dia 16 de Setembro de 2015. Qualquer pessoa que se utilize dos serviços denominados Fit+ (registrada sob CNPJ 23.128.926/0001-62 e localizada à Rua Cassilândia,387,

Leia mais

Curso E-Learning Licenciamento Ambiental

Curso E-Learning Licenciamento Ambiental Curso E-Learning Licenciamento Ambiental Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Objetivos do Curso

Leia mais

TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS

TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS TERMO DE DISPONIBILIZAÇÃO DE ESPAÇO VIRTUAL PARA DIVULGAÇÃO DE MARCA, PRODUTOS E/OU SERVIÇOS Pelo presente Termo, em que são partes, de um lado SHAPE.I e, de outro, PARCEIRO, regularmente cadastrado em

Leia mais

O PAPEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO P NA DEFESA DO MEIO AMBIENTE

O PAPEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO P NA DEFESA DO MEIO AMBIENTE O PAPEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO P NA DEFESA DO MEIO AMBIENTE DAS DISPOSIÇÕES CONSTITUCIONAIS RELATIVAS ÀS FUNÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO Art. 129. São funções institucionais do Ministério Público: I- promover,

Leia mais

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI FEDERAL N 6.938, de 02 de setembro de 1981 DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, SEUS FINS E MECANISMOS DE FORMULAÇÃO E APLICAÇÃO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SOFTWARE E PARTICIPAÇÃO AO PROGRAMA DE RECOMENDAÇÃO REMUNERADA SKYDOO (PRRS)

CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SOFTWARE E PARTICIPAÇÃO AO PROGRAMA DE RECOMENDAÇÃO REMUNERADA SKYDOO (PRRS) Entre si fazem, de um lado "SKYDOO", e, de outro lado, a pessoa física no cadastro eletrônico do site (WWW.skydoo.b22.us), doravante denominada "Contratante", "Divulgador Independente", "Membro", "Participante",

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO) Este Contrato disciplina os termos e condições mediante as quais o Liceu Braz Cubas com sede em

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM

TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM TERMOS E CONDIÇÕES DO WEBSITE ROSETTASTONEBRASIL.COM ATENÇÃO: Esses termos e condições ( Condições ) se aplicam a todo o conteúdo deste website sob o nome de domínio www.rosettastonebrasil.com ( Website

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL NO BRASIL

DIREITO AMBIENTAL NO BRASIL DIREITO NO BRASIL CONTEXTO NACIONAL Ordenamento Jurídico; O meio ambiente na constituição federal; Política Nacional do Meio Ambiente; SISNAMA; Responsabilidades civil; Responsabilidade penal ambiental;

Leia mais

14/05/2010. Sistema Integrado de Gestão Ambiental SIGA-RS. Sistema Integrado de Gestão Ambiental SIGA-RS. Niro Afonso Pieper. Diretor Geral - SEMA

14/05/2010. Sistema Integrado de Gestão Ambiental SIGA-RS. Sistema Integrado de Gestão Ambiental SIGA-RS. Niro Afonso Pieper. Diretor Geral - SEMA 14/05/2010 Niro Afonso Pieper Diretor Geral - SEMA 1 O Sistema Integrado de Gestão Ambiental no Rio Grande do Sul Concepção e Histórico Requisitos para a Habilitação Princípio da Melhoria Contínua Enfoque

Leia mais

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais.

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais. TERMOS DE USO Estes Termos de Uso regulam o acesso a páginas de Internet controladas pela Abbott Laboratories, suas subsidiárias e afiliadas (doravante denominadas, em conjunto, Abbott ), e para as quais

Leia mais

Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo. Dra. CRISTINA SLEIMAN. Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva

Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo. Dra. CRISTINA SLEIMAN. Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva Comissão de Direito eletrônico E Crimes de Alta Tecnologia Aspectos Jurídicos no Uso de Dispositivos Pessoais no Ambiente Corporativo Dra. CRISTINA SLEIMAN Dra. Cristina Sleiman Diretora Executiva SP,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 859/2009, de 16-12-09.

LEI MUNICIPAL Nº 859/2009, de 16-12-09. 1 LEI MUNICIPAL Nº 859/2009, de 16-12-09. INSTITUI AS TAXAS DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL E FLORESTAL, DENTRE OUTROS. LUÍS CARLOS MACHADO PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS FORNECEDOR: WORKSOFT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 08.707.221/0001-06, com sede

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 8.267 Dispõe sobre o licenciamento ambiental no Município de Porto Alegre, cria a Taxa de Licenciamento Ambiental e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE. Faço saber que a

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais

Leia mais

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves

Legislação Pesqueira e Ambiental. Prof.: Thiago Pereira Alves Técnico em Aquicultura Legislação Pesqueira e Ambiental Prof.: Thiago Pereira Alves DIREITO AMBIENTAL NO BRASIL Política Nacional do Meio Ambiente Direito Ambiental Constitucional Direito Ambiental Constitucional

Leia mais

LEI FEDERAL Nº. 6.938 DE 31 DE AGOSTO DE 1981

LEI FEDERAL Nº. 6.938 DE 31 DE AGOSTO DE 1981 LEI FEDERAL Nº. 6.938 DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Já alterada pela Lei nº 7804 de 18 de julho de 1989. O Presidente da Republica. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de

Leia mais

Política Nacional de Meio Ambiente

Política Nacional de Meio Ambiente Política Nacional de Meio Ambiente O Brasil, maior país da América Latina e quinto do mundo em área territorial, compreendendo 8.511.996 km 2, com zonas climáticas variando do trópico úmido a áreas temperadas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE TECNOLOGIA E RECURSOS NATURAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: CIÊNCIAS DO AMBIENTE Docência assistida: Prof.º Fábio Remy de Assunção Rios

Leia mais

Concurso Mandando bem no Trânsito - 2014

Concurso Mandando bem no Trânsito - 2014 Concurso Mandando bem no Trânsito - 2014 O que é O concurso Mandando bem no trânsito é uma ação lançada no ano de 2012 pela Concessionária Nascentes das Gerais, empresa responsável pela administração do

Leia mais

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA

Introdução. Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira. Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA Gestão Ambiental Prof. Carlos Henrique A. de Oliveira Introdução à Legislação Ambiental e Política Nacional de Meio Ambiente - PNMA O mar humildemente coloca-se abaixo do nível dos rios para receber, eternamente,

Leia mais

Atribuições estaduais e municipais na fiscalização ambiental

Atribuições estaduais e municipais na fiscalização ambiental Atribuições estaduais e municipais na fiscalização ambiental Rodolfo Torres Advogado Assessor Jurídico do INEA Especialista em Direito Ambiental pela PUC/RJ Fiscalização: noções gerais Manifestação do

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Instrumento preventivo de tutela do meio ambiente (art. 9º, IV da Lei nº. 6.938/81)

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Instrumento preventivo de tutela do meio ambiente (art. 9º, IV da Lei nº. 6.938/81) POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 1. LICENCIAMENTO AMBIENTAL 1.1 NATUREZA JURÍDICA: Instrumento preventivo de tutela do meio ambiente (art. 9º, IV da Lei nº. 6.938/81) 1.2 CONCEITO: Segundo o art. 1º,

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COLETA, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E PRODUTOS

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COLETA, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E PRODUTOS ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 03.00 GRUPO/ATIVIDADES RESÍDUOS SÓLIDOS E PPD Armazenamento Temporário de Resíduos A 03.01 das Classes I Perigoso ou A Serviço de Saúde 03.02 Armazenamento Temporário

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 03.00 GRUPO/ATIVIDADES RESÍDUOS SÓLIDOS E PPD Armazenamento Temporário de Resíduos A 03.01 das Classes I Perigoso ou A Serviço de Saúde 03.02 Armazenamento Temporário

Leia mais

Licenciamento Ambiental

Licenciamento Ambiental Conceito Licenciamento Ambiental Procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadoras

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VIA INTERNET - PESQUISA NO BANCO DE TALENTOS E DIVULGAÇÃO DE VAGAS DE TRABALHO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VIA INTERNET - PESQUISA NO BANCO DE TALENTOS E DIVULGAÇÃO DE VAGAS DE TRABALHO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VIA INTERNET - PESQUISA NO BANCO DE TALENTOS E DIVULGAÇÃO DE VAGAS DE TRABALHO 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1. A contratada SANDRA MARTINS MOREIRA MEI, localizada na Avenida

Leia mais

DECRETO N.º 21.120 DE 20 DE JUNHO DE 2000.

DECRETO N.º 21.120 DE 20 DE JUNHO DE 2000. DECRETO N.º 21.120 DE 20 DE JUNHO DE 2000. Regulamenta a Lei N.º 4.335, de 16 de dezembro de 1981, modificada pela Lei 6.757, de 08 de julho de 1999, que dispõe sobre a prevenção e controle da poluição

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE Com a edição da Lei nº 6.938/81 o país passou a ter formalmente uma Política Nacional do Meio Ambiente, uma espécie de marco legal para todas as políticas públicas de

Leia mais

Os acessos do usuário a este site e sua utilização estão sujeitos à concordância dos termos e condições abaixo.

Os acessos do usuário a este site e sua utilização estão sujeitos à concordância dos termos e condições abaixo. Termos de uso Os acessos do usuário a este site e sua utilização estão sujeitos à concordância dos termos e condições abaixo. Dos objetivos Este site foi desenvolvido pela Saiteria (http://www.saiteria.com.br/)

Leia mais

TERMOS DE USO DO WANNADOO Versão 01.02 08/06/2014

TERMOS DE USO DO WANNADOO Versão 01.02 08/06/2014 TERMOS DE USO DO WANNADOO Versão 01.02 08/06/2014 O QUE É E PARA QUE SERVE ESTE DOCUMENTO? Estes Termos de Uso definem as condições pelas quais você, Usuário, pode fazer uso do Wannadoo (https://www.wannadoo.com.br/),

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS PARA CRIAÇÃO DE CURRÍCULO NO SITE CURRICULOAGORA.COM.BR

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS PARA CRIAÇÃO DE CURRÍCULO NO SITE CURRICULOAGORA.COM.BR TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS PARA CRIAÇÃO DE CURRÍCULO NO SITE CURRICULOAGORA.COM.BR Os termos e condições abaixo se aplicam aos benefícios e ferramentas disponibilizados pelo CURRÍCULO AGORA para inclusão

Leia mais

RESPONSABILIDADES DOS AGENTES NA GESTÃO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

RESPONSABILIDADES DOS AGENTES NA GESTÃO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL RESPONSABILIDADES DOS AGENTES NA GESTÃO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL Antonio Fernando Pinheiro Pedro Pinheiro Pedro Advogados OBRIGAÇÕES LEGAIS As empresas de construção civil estão sujeitas a elaboração

Leia mais

As palavras grafadas neste instrumento com letras maiúsculas terão o significado que a elas é atribuído de acordo com o estabelecido abaixo:

As palavras grafadas neste instrumento com letras maiúsculas terão o significado que a elas é atribuído de acordo com o estabelecido abaixo: Termo e Condições de Uso Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, entidade associativa sem fins lucrativos, CNPJ 04.481.317/0001-48, situada à Rua Bela Cintra, 756, 9 andar, conjunto 91, CEP 041415-000,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL Carga Horária: 28 h/a

INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL Carga Horária: 28 h/a Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Ambiental e Recursos Hídricos INTRODUÇÃO AO DIREITO AMBIENTAL Carga Horária: 28 h/a

Leia mais

Legislação Anterior Novo Código Florestal Avanços

Legislação Anterior Novo Código Florestal Avanços A APP era computada a partir das margens de rio ou cursos d água, pelo nível mais alto do período de cheia. Várzeas eram consideradas parte dos rios ou cursos d água, porque são inundadas durante o período

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ

REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ Art. 1 - O Arquivo Público Municipal de Bagé, criado pela lei nº 3.399/97, de julho/97 alterado e complementado pelas leis 3.817/2001 e 3.935/2002,

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM UMA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

SUSTENTABILIDADE EM UMA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA SUSTENTABILIDADE EM UMA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA Fabíola Santos Silva 1 Márcio Santos Godinho 1 Sara Floriano 1 Vivian Alves de Lima 1 Akira Yoshinaga 2 Helio Rubens Jacintho Pereira Junior 2 RESUMO Este trabalho

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO PROJETO DE LEI N o 7.018, DE 2013 Dispõe sobre o armazenamento de imagens em dispositivos de monitoramento e gravação eletrônica por meio de

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/01 DISCIPLINA: DIREITO AMBIENTAL PROFESSORA: PATRICIA MARQUES GAZOLA TURMA: 9ª CN TOTAL DE ENCONTROS PREVISTOS: 21 (42 AULAS) obs. Esta é uma previsão que poderá ser alterada no decorrer

Leia mais

Termos e Condições de Utilização do Portal ZOOM

Termos e Condições de Utilização do Portal ZOOM Termos e Condições de Utilização do Portal ZOOM 1. Objeto, Âmbito e Finalidade Este documento define as regras gerais de utilização do Portal ZOOM, cuja propriedade e administração compete à CASES COOPERATIVA

Leia mais

TERMO E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DA PLATAFORMA HELLO FARM

TERMO E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DA PLATAFORMA HELLO FARM TERMO E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DA PLATAFORMA HELLO FARM J HELLO FARM SERVIÇOS DE TECNOLOGIA LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 23.694.884/0001-27, doravante denominada simplesmente como Hello Farm, adota

Leia mais

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES.

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. SIGMA SISTEMA GERENCIAL DE MANUTENÇÃO CONTRATO DE LICENÇA DE USO E GARANTIA A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. 1.0. INDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

GILMAR LUIZ ELY, Prefeito Municipal em Exercício de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul.

GILMAR LUIZ ELY, Prefeito Municipal em Exercício de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. 1 GILMAR LUIZ ELY, Prefeito Municipal em Exercício de Almirante Tamandaré do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. Faço saber que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL

Leia mais

João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com

João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com 30 de Junho de 2010 João Gonçalves de Assunção joao.g.assuncao@abreuadvogados.com 1 LOCAL : AB - PORTO DATA : 01-07-2010 CIBERCRIME Lei 109/2009, de 15 de Setembro Disposições penais materiais: Falsidade

Leia mais

LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981

LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE USO DA TERRA EM ÁREAS PROTEGIDAS (APPs, RLs E APAs) E MICROBACIAS HIDROGRÁFICAS Alice Nardoni Marteli, Edson Luís Piroli Unesp Campus de Ourinhos Geografia alicenmart@gmail.com;

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

Código de Conduta Ética da Hix Investimentos Ltda.

Código de Conduta Ética da Hix Investimentos Ltda. Código de Conduta Ética da Hix Investimentos Ltda. Objetivo O presente Código de Conduta Ética tem por objetivo estabelecer os aspectos e postura exigidos de administradores, colaboradores e funcionários

Leia mais

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Texto Atualizado Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução. Os princípios Éticos que formam a consciência e fundamentam nossa imagem no segmento de recuperação de crédito e Call Center na conduta de nossa imagem sólida e confiável. Este

Leia mais

1 FONTES DO DIREITO AMBIENTAL

1 FONTES DO DIREITO AMBIENTAL Sumário Sumário NOTA DO AUTOR À 5ª EDIÇÃO... 21 PREFÁCIO... 23 ABREVIATURAS UTILIZADAS... 28 1 FONTES DO DIREITO AMBIENTAL 1. Introdução... 31 2. Principais questões ambientais contemporâneas (fontes materiais

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE CONTEÚDO ON-LINE A EDITORA GAZETA DO POVO S.A., pessoa jurídica de direito privado com sede em Curitiba, Estado do Paraná, na Praça Carlos Gomes, nº. 04, CEP 80.010-140, devidamente

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e Regulamento mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO EMENTA 1. Noções e princípios fundamentais de Direito Ambiental. 2. Tutela constitucional do meio ambiente. 3. Competências ambientais. 4. Política Nacional do Meio Ambiente. 5. Política Nacional de Recursos

Leia mais

Dr. Guilherme Augusto Gonçalves Machado advogado mestrando em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito Milton Campos

Dr. Guilherme Augusto Gonçalves Machado advogado mestrando em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito Milton Campos $ 5(63216$%,/,'$'( &,9,/ '2 3529('25 '( $&(662,17(51(7 Dr. Guilherme Augusto Gonçalves Machado advogado mestrando em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito Milton Campos A Internet se caracteriza

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL "DESAFIO de Análise Forense

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL DESAFIO de Análise Forense REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL "DESAFIO de Análise Forense DESCRIÇÃO O Concurso Cultural, denominado DESAFIO de Análise Forense será realizado no dia 05 de fevereiro de 2015, durante o evento Campus

Leia mais

SÚMULA: Regulamenta o disposto na Lei Municipal nº 10.966/2010 e estabelece normas e procedimentos para parcerias entre o Poder Público Municipal e

SÚMULA: Regulamenta o disposto na Lei Municipal nº 10.966/2010 e estabelece normas e procedimentos para parcerias entre o Poder Público Municipal e O DECRETO Nº 1257, DE 24 DE SETEMBRO DE 2015, PUBLICADO NA EDIÇÃO Nº 2820, DE 30 DE SETEMBRO DE 2015, PGS. 4 A 6, PASSA A VIGORAR COM A SEGUINTE PUBLICAÇÃO: DECRETO Nº 1257, DE 24 DE SETEMBRO DE 2015 SÚMULA:

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA NORMAS DE USO I - DA NATUREZA (da finalidade) art 1 - O Laboratório caracteriza-se por sua natureza didático-pedagógica, servindo de complemento aos

Leia mais

COIFFEUR BRASIL. Termo e Condições de Uso v.1. Publicação dia 03 de Junho de 2015.

COIFFEUR BRASIL. Termo e Condições de Uso v.1. Publicação dia 03 de Junho de 2015. COIFFEUR BRASIL Termo e Condições de Uso v.1 Publicação dia 03 de Junho de 2015. Qualquer pessoa que se utilize dos serviços denominados Coiffeur Brasil (registrada sob CNPJ 20.402.266/0001 78 e localizada

Leia mais

Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências.

Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber

Leia mais

Profa. Margarita Ma. Dueñas O. margarita.unir@gmail.com

Profa. Margarita Ma. Dueñas O. margarita.unir@gmail.com Profa. Margarita Ma. Dueñas O. margarita.unir@gmail.com Meio ambiente é o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ROBERTO DOS SANTOS FLAUSINO GESTÃO AMBIENTAL PORTUÁRIA

CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ROBERTO DOS SANTOS FLAUSINO GESTÃO AMBIENTAL PORTUÁRIA CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ROBERTO DOS SANTOS FLAUSINO GESTÃO AMBIENTAL PORTUÁRIA SANTOS 2005 ÍNDICE 01.Introdução...3 02. Gestão Ambiental Portuária...6 03. Referências Bibliográficas...12 2 01. INTRODUÇÃO

Leia mais

Meio Ambiente Como iniciar a gestão ambiental no Município?

Meio Ambiente Como iniciar a gestão ambiental no Município? Meio Ambiente Meio Ambiente Como iniciar a gestão ambiental no Município? Tendo vontade política Buscando apoio da CNM, das Federações, e Associações Regionais Criando as Leis Capacitando os técnicos Sistema

Leia mais

LEI Nº 1766/10 De 16 de novembro de 2010. LEO MIGUEL WESCHENFELDER, Prefeito Municipal de Porto Lucena, Estado do Rio Grande do Sul,

LEI Nº 1766/10 De 16 de novembro de 2010. LEO MIGUEL WESCHENFELDER, Prefeito Municipal de Porto Lucena, Estado do Rio Grande do Sul, LEI Nº 1766/10 De 16 de novembro de 2010. DISPÕE SOBRE O LICENCIAMENTO AMBIENTAL, AS INFRAÇÕES E PENALIDADES AMBIENTAIS NO MUNICÍPIO DE PORTO LUCENA E INSTITUI TAXAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL. LEO MIGUEL

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL coletivo).

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL coletivo). COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA (ART.5º, 6º, da Lei n.º 7.347, de 24.07.85) O Ministério Público do Estado do Maranhão, por seu representante legal abaixo assinado, titular da 1ª Promotoria de Justiça

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente

Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente Minuta de Lei para criação do Sistema Municipal do Meio Ambiente Faço saber que a Câmara Municipal de, Estado de Goiás, decreta e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: Art. 1.º - Esta lei, com

Leia mais