Oportunidades para os mais atentos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Oportunidades para os mais atentos"

Transcrição

1

2

3 editorial Oportunidades para os mais atentos Desde que o mundo é mundo sempre foi assim: aqueles que prestam atenção são mais perspicazes, conseguem farejar novas tendências e saem na frente. É óbvio que não poderia ser diferente no mercado de seguros. Algumas empresas estão começando a criar uma identificação com o público de baixa renda de olho nos seguros populares e microsseguro. Este, aliás, é um tema pujante do mercado. Durante a 7ª Conferência Internacional de Microsseguro, o superintendente da Susep, Luciano Portal Santanna, anunciou que o projeto de microsseguro será apresentado ao CNSP no dia 29 de novembro. Este é um dos motivos pelo qual dez seguradoras já fazem parte do projeto Estou Seguro, elaborado pela CNseg, cujo objetivo é levar microsseguros ao Morro Dona Marta, no Rio de Janeiro. Em outro projeto, a Bradesco Seguros passará a vender seguros populares via celular ou POS (aquelas máquinas de cartão de crédito) nas bancas de jornais paulistanas, a partir do mês de dezembro. Apoiando uma iniciativa do Instituto Palmas, a Zurich Seguros já vendeu mais de 1900 apólices de seguro de vida vinculadas ao microcrédito. Este é um tremendo bonde que as seguradoras estão preocupadas em não perder. Agora, cabe aos corretores de seguros um sentimento visionário para não deixar escapar novidades que podem torná-los parte da história do mercado. A venda de seguros via internet será, em breve, uma realidade. Por isso, está na hora de começar a investir tempo e energia na pesquisa de como desenvolver projetos integrados com as seguradoras ou com outros corretores. O microsseguro também é uma oportunidade. Mesmo que o projeto seja vendido via representantes da comunidade, alguém será o responsável legal pela venda ou pelo treinamento deste novo preposto. Nesta edição, a matéria de capa aponta os novos objetivos das pessoas que adquirem os produtos de previdência. Vale ressaltar que a venda destes produtos representa praticamente uma renda vitalícia ao corretor. Que tal começar a ver o mundo com outros olhos? Boa leitura! Diretora de Redação Mande suas dúvidas, críticas e sugestões para Esta revista é uma publicação independente da Correcta Editora Ltda e de público dirigido Acesse nosso site www. revistaapolice.com.br Siga nosso twitter.com/revistaapolice Curta nosso Ano 16 - nº 157 Novembro 2011 Diretora de Redação: Kelly Lubiato - MTB Diretor Executivo: Francisco Pantoja Repórter: Jamille Niero Redatora: Gabriela Ferigato Diagramação e Arte: Paloma Bessa Viviane Kohl Articulistas: Denise Bueno J. B. Oliveira Richard Hessler Furck Tiragem: exemplares Circulação: Nacional Periodicidade: Mensal CORRECTA EDITORA LTDA Administração, Redação e Publicidade: CNPJ: / Rua Loefgreen, cj. 133 V. Clementino Cep São Paulo/SP Telefones (11) / Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores, não representando, necessariamente, a opinião desta revista. Revista Apólice 3

4 sumário 24 Brasileiros capitalização Apesar de não ser novidade, títulos para garantir o aluguel se destacam no setor e recebem investimentos das companhias que atuam no ramo. Reformulações nos produtos e novas parcerias movimentam o mercado 26 capa que não se imaginam parados após a aposentadoria investem em previdência privada para garantir a continuidade de suas atividades. Já o público de classes emergentes aposta nos produtos para menores para acumular capital 16 entrevista Armando Vergilio dos Santos Junior aborda o funcionamento da máquina política, a inclusão dos corretores no Simples e a criação da entidade autorreguladora roteiro de cursos A sexta edição traz informações para corretores e securitários sobre cursos técnicos, de especialização e graduação que serão realizados no próximo ano 36 resseguro Encontro realizado no Rio de Janeiro mostra que há muitas possibilidades de avanço para o mercado brasileiro, que deve amadurecer mais rápido do que se imagina saúde Qualificar melhor o atendimento e informar corretamente as coberturas disponíveis são pontos a serem melhorados para aumentar a satisfação do usuário painel gente opinião eventos ABGR fórum da longevidade tecnologia qualidade de vida corretora negociação comunicação e expressão 4

5

6 painel seguros populares CSP-MG discute microsseguros O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) realizou, no dia 27 de setembro, mais um importante evento direcionado ao mercado. Desta vez, foram convidados para debater o tema microsseguros o diretor executivo do Bradesco Vida e Previdência, Eugênio Velasques, e o idealizador e presidente do Plano de Amparo Social Imediato (PASI), Alaor da Silva Júnior. O interesse pelo assunto levou mais de 90 profissionais do setor a lotar o auditório do Sindseg MG/GO/MT/DF (Sindicato das Seguradoras). Quem não esteve presente pôde acompanhar as discussões em tempo real pela internet. A transmissão foi disponibilizada pelo PASI. Foram contabilizados quase 30 mil acessos em várias partes do Brasil. Esse evento marca definitivamente a inserção de Minas Gerais nas discussões em torno do microsseguro. Sabemos que o momento nacional é muito promissor para o mercado. Precisamos agora é transformar as promessas em realidade. E isso só depende da nossa vontade e do nosso trabalho. Precisamos nos preparar e estar abertos às novas oportunidades que se desenham à nossa frente, enfatizou o presidente do CSP- MG, Hélio Loreno. O diretor executivo da Bradesco Vida e Previdência, Eugênio Velasques, confirmou o bom momento vivido pelo mercado segurador e ressaltou que o segmento de microsseguros poderá inserir no mercado brasileiro algo em torno de 100 milhões de consumidores nos próximos 20 anos. Segundo o executivo, a expectativa é que a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) salte dos atuais 3,5% para 7,5% até Enquanto Velasques traçou um panorama do microsseguro no país, coube ao empresário Alaor da Silva Júnior apresentar o case do bem-sucedido Plano de Amparo Social Imediato (PASI), projeto que se tornou referência em seguro popular no Brasil há 23 anos. A história do PASI começou quando Alaor Júnior atuava como agenciador de seguros e teve a ideia de desenvolver um produto inovador voltado para as classes Alaor Júnior mais pobres da e Hélio Loreno população. O desafio era criar um seguro de vida e acidentes em grupo simplificado, eficaz e de baixo preço, mas que pudesse oferecer formas de proteção que atendessem as necessidades dos trabalhadores e de suas famílias, conta. Para viabilizar o projeto, o executivo explica que buscou a parceria das entidades de classe. Dessa forma, o PASI passou a integrar as convenções coletivas de trabalhadores de vários segmentos da economia. Atualmente o plano contabiliza mais de 2 milhões de segurados e um volume de indenizações que ultrapassa R$ 75 milhões. produto Tecnologia móvel para venda de seguro A partir de dezembro, a Bradesco Seguros começa o projeto piloto de venda de seguros de baixo tíquete via celular ou POS (point of sales). Em parceria com a Vayon Insurance Solution, a seguradora investiu cerca de R$ 4 milhões na iniciativa que integra o Projeto Fácil Acesso. O corretor de microsseguro, ou o correspondente bancário, ou qualquer pessoa que esteja devidamente familiarizada com o celular ou POS, poderá realizar a venda de produtos de vida, acidentes pessoais, assistência funeral, somente enviando o número de CPF e o CEP do proponente via SMS para a central, que confirmará a contratação com o segurado. De acordo com Wlademir Chinchio, diretor de operações da Vayon, é que qualquer aparelho 6 celular pré ou pós pago está habilitado a realizar esta transação. A aceitação e a subscrição é feita respeitando os parâmetros estabelecidos pela seguradora, avisou durante a coletiva de imprensa de lançamento do produto. O diretor executivo da Bradesco, Eugênio Velasques, disse que esta não é uma ferramenta de marketing direto e que, portanto, não haverá venda direta. Neste primeiro momento nós buscaremos os clientes bancarizados. Ele destacou o avanço que representa este tipo de venda, pois é a grande oportunidade do mercado de seguros atingir um público realmente novo, com produtos populares, com tíquetes a partir de R$ 3,50. A expectativa é levar os benefícios do seguro a milhões de brasileiros. São Wladimir Chinchio, da Vayon do Grupo Bradesco Seguros Insurance Solutions, Eugênio Velasques produtos simples de ser entendidos e fáceis de adquirir, ressaltou Velasques. Em São Paulo, as vendas começam em bancas de jornais. A intermediação será realizada por corretores e o comissionamento é o mesmo de produtos de tíquetes mais altos. Em janeiro, o projeto será expandido para o Morro Dona Marta e, até o final de 2012, todos os 30 mil correspondentes bancários brasileiros estarão aptos a comercializar estes produtos.

7 start-up 1 Joint venture cria nova seguradora O Grupo BMG e a Icatu Seguros se uniram para criar uma seguradora que atuará no mercado nacional. A companhia atuará com o nome de BMG Seguradora no segmento de pessoas. Com a aliança criada, a expectativa é figurar entre as 10 maiores companhias no segmento em cinco anos. A ideia é aliar a experiência da Icatu com o canal de distribuição e a ampla base de clientes do Banco BMG. A oferta inicial de produtos focará em seguros de vida e de acidentes pessoais. A conclusão da operação está sujeita à aprovação das autoridades supervisoras do mercado e de proteção à concorrência. A Icatu comemorou em outubro seus 15 anos de parceria com a Swiss Life, durante um almoço realizado em São Paulo. atendimento Call Center transferido para sede A Central de Relacionamento da Seguros Unimed, marca que representa a Unimed Seguradora e sua controlada, a Unimed Seguros Saúde, acaba de mudar para o edifício sede da companhia. A decisão de transferir o call center para o mesmo prédio que abriga a alta direção da empresa representa uma inovação em relação à prática habitual das corporações, que terceirizam essa atividade. Com a transferência da nossa equipe de call center para o edifício central da companhia, a Seguros Unimed quer sublinhar a importância que damos ao atendimento premium aos nossos clientes, destaca Rafael Moliterno Neto, presidente da Seguros Unimed. O call center conta com 56 posições de atendimento distribuídas em três andares, especialmente projetados para receber esse serviço. Todos os funcionários do setor têm acesso ao refeitório e ao chamado espaço de descompressão, onde podem descansar. O prédio, construído na década de 70, foi totalmente reformado e incorpora a conceitos de sustentabilidade.

8 painel aniversário Maioridade no mercado de seguros A Academia Nacional de Seguros e Previdência completou, no dia 30 de setembro, 18 anos de atividades. Fundada em 1993 por um grupo de idealistas, a ANSP dedica-se exclusivamente ao desenvolvimento dos valores institucionais do seguro de modo a evidenciar o seu papel como agente do bem. Desde o projeto idealizado pelo jornalista Fernando Silveira até os dias de hoje, a ANSP procurou posicionar-se de maneira isenta e não-corporativa, sempre a favor da cultura seguradora. Sempre buscamos o aperfeiçoamento institucional do seguro, da previdência privada e das atividades correlatas. Sem dúvida, é um trabalho desafiador, que aplicamos e continuaremos a desenvolver na prática, buscando cada vez mais avançar e escrever novos capítulos, afirma Mauro César Batista, presidente da ANSP e do Sindseg-SP. A Academia se organizou em cátedras, cujos coordenadores desenvolvem pesquisas e trocam informações com a sociedade, em geral, acerca do papel do seguro como um instrumento reparador de perdas. Indispensável para a humanidade contemporânea, o seguro deve ser considerado como uma preciosa conquista para o significativo avanço dos povos. Por isso, a busca desse aperfeiçoamento tem que ser vista como um inestimável serviço prestado à sociedade, afirmam os acadêmicos catedráticos. As cátedras são núcleos de estudos permanentes e desenvolvem pesquisas científicas sobre os temas pertinentes ao seguro, previdência complementar, capitalização e atividades afins. O corpo de acadêmicos da ANSP representa um extraordinário capital intelectual, composto por personalidades que atuam em todos os Estados da Federação, informa Batista, que também ocupa importantes cargos em outras instituições do Sistema Nacional de Seguros. Presidentes de grandes companhias, diretores das mais variadas áreas do mercado de seguros, advogados, atuários e prestadores de serviços intensificam a troca de informações e idéias e enriquecem o trabalho acadêmico produzido pela instituição. É esta diversidade que dá à ANSP uma perspectiva ampla e abrangente da cultura seguradora. Este trabalho realizado por profissionais do setor e autoridades constituídas é de extrema importância para a sociedade brasileira, enfatiza o presidente. Espaço GR Cargas urbanas roubadas x agulha num palheiro Os roubos de cargas nas regiões urbanas representam a maioria dos eventos. Em regra geral, as estatísticas demonstram que as ocorrências sucedem-se quando os veículos estão parados, situação comum nos grandes centros em razão dos semáforos, ruas estreitas, fluxo elevado de veículos que culminam nos rotineiros congestionamentos. Gerenciar as operações de coletas e entregas nos grandes centros requer muitos cuidados prévios, regras específicas, acompanhamentos criteriosos e tecnologia embarcada. Todo cuidado é pouco, porque depois da mercadoria roubada, localizá-la será como achar uma agulha num palheiro. Se fizermos uma analogia entre as dificuldades de localizar uma mercadoria roubada na região urbana e localizar uma agulha num palheiro, esta segunda tarefa torna-se relativamente fácil, pois em nosso ditado temos como ambiente um palheiro e elementos distintos palha e agulha, para localizarmos a agulha basta acharmos uma forma pratica de diferenciá-la de um pedaço de palha, buscar um local de fácil acesso ao palheiro, utilizar os recursos tecnológicos de um detector de metais e um simples imã para a recuperação. Já nos centros urbanos temos ambientes formados por residências, imóveis comercias, galpões entre outros que comportam uma carga, que muitas vezes são de difícil acesso seja pela sua localização ou por imposições legais, tendo como elementos as mercadorias com suas mais variadas formas. Ações preventivas como: definição minuciosa das rotas, criação de alvos por latitude/longitude, mapeamento, sequência de entregas e coletas priorizando as mercadorias de maior interesse e maior valor agregado, inserção de tecnologia transmissora com sistema de localização por celular ou rádio frequência nas mercadorias, são ações que reduzem as variáveis, sendo responsáveis por aproximadamente 58% na localização das cargas roubadas. Com isto podemos concluir que a tecnologia auxilia efetivamente no controle e recuperação das cargas roubadas, interfere na segurança e prevenção das operações logísticas, facilitando nossas vidas a ponto de desafiar o sentido do nosso simpático ditado popular, simplificando a maneira de localizarmos uma simples agulha num palheiro. Abraços a todos! Eliel Fernandes Diretor Comercial Buonny Projetos e Serviços 8

9

10 painel Pedro Purm, CEO da empresa e um dos responsáveis pela implantação no País, anunciou que o Grupo Argo, com sede nas Bermudas e atuação nos mercados seguradores americano e europeu, se prepara para iniciar operação no Brasil. Ele afirma que a Argo será uma seguradora com subscrição altamente especializada, que vai oferecer uma ampla gama de produtos e serviços para empresas de todos os portes, com especial foco nas médias. Queremos ser reconhecidos como uma seguradora diferenciada, inovadora, especializada nos segmentos de mercado que definimos como foco. Nosso portfolio de produtos será bastante completo, incluindo Transportes, Patrimoniais, Engenharia, Garantia, Responsabilidade Civil, D&O e E&O, dentre outros. Buscaremos uma atuação muito próxima a clientes e parceiros de negócios, para entender suas necessidades e viabilizar as soluções que melhor os atendam, sempre privilegianstart-up 2 Seguradora inicia operação no Brasil do construir relações de longo prazo, afirma Purm, que está na indústria de seguros há 27 anos, tendo atuado 17, como CEO do Grupo Zurich no Brasil. Para a operação no Brasil, a empresa buscou colaboradores alinhados com a filosofia de negócios da Argo e que tivessem destacada atuação nos segmentos em que irá atuar. O economista suíço Christoph David Glatz é o diretor de Operações e Finanças. Para o cargo de diretor de Linhas Financeiras & Desenvolvimento de Negócios, o Grupo Argo trouxe Eduardo Pitombeira. Como diretor da área de transportes, a empresa conta com Salvatore Lombardi Junior. Para comandar a diretoria de patrimoniais e engenharia, a empresa contratou Ana Carolina Mello. São profissionais jovens, mas já experientes, reconhecidos no mercado e plenamente engajados no projeto de construção de uma seguradora diferenciada. Dos 18 profissionais previstos para a fase inicial, 15 já foram contratados. A Argo Seguros Brasil SA foi formalmente constituída por seus acionistas no início de setembro e estamos, no momento, aguardando a necessária aprovação da Superintendência de Seguros Privados SUSEP para iniciar a operação do Grupo Argo no Brasil, finaliza Purm. grandes riscos Seguro para atraso em início de empreendimentos Em evento realizado em São Paulo, Angelo Colombo, diretor de grandes riscos da Allianz Seguros, apresentou o projeto Delay in Start-up. Na ocasião, o executivo falou sobre esta modalidade de seguro, que visa garantir financeiramente o início de um empreendimento em caso de acidente. Qualquer ocorrência que possa atrasar o startup de uma fábrica, estádios de futebol ou até um shopping, por exemplo, representa perdas que podem comprometer o projeto, como os lucros cessantes pelo atraso na obtenção da receita esperada com o projeto e as consequências financeiras com as despesas fixas existentes, agravadas com os custos financeiros por empréstimos contraídos, disse Colombo. O executivo explicou que muitos dos equipamentos utilizados na obra e maquinários que serão instalados para a produção da empresa após o inicio de suas atividades são adquiridos no exterior e, às vezes, construídos especificamente para determinada finalidade, o que demanda longo tempo para a sua fabricação. Esses equipamentos têm valores expressivos e são expostos a riscos de perdas e danos materiais durante toda a viagem, desde a saída do recinto do fornecedor, em qualquer parte do território brasileiro em se tratando de transporte nacional e de outros países no caso de transporte internacional, até a entrega no local do projeto, ressaltou. Atentas a esta realidade, seguradoras brasileiras especializadas e resseguradores internacionais apresentam as coberturas de seguros denominadas Delay in Start-up. A ideia é apresentar as particularidades deste seguro destinado a cobrir prejuízos decorrentes de sinistros com os objetos segurados, resultando atraso na data do startup previsto para o início das atividades do empreendimento, finalizou. 10

11

12 gente Nova liderança da área atuarial O Grupo Aplub apresentou ao mercado os novos líderes responsáveis pela área atuarial. Recentemente, nomeou a colaboradora Thaís Arnéz como atuária responsável pelos segmentos de Previdência e Seguros, e Leonardo Herrera, pelo de Capitalização. Os dois jovens atuários, com 24 e 26 anos de idade, respectivamente, iniciaram na Aplub como aprendizes. Comissão de Saúde do Sincor-RJ O diretor da Golden Insurance e especialista em gestão de saúde, Horácio Cata Preta, irá coordenar a recém criada Comissão Técnica de Saúde do Sincor-RJ. O executivo, ao longo de sua carreira, atuou em operadoras como a Golden Cross, ou dirigindo áreas relevantes na estrutura da Fenaseg e CNseg, como a Central de Serviços. Hoje se dedica à gestão de saúde através de empresa de consultoria, a HVCP, e à direção da corretora, que acaba de completar nove anos de atuação no mercado. A nossa missão é agregar valor para os clientes a partir da oferta dos benefícios mais adequados para os empregados. A meta é aumentar a produtividade e reduzir o absenteísmo da empresa, afirma o consultor. Mudanças na diretoria A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos anunciou a contratação de dois novos executivos para as áreas financeira e jurídica. A advogada Fabiane Reschke assume a diretoria jurídica da companhia enquanto o contabilista André Lauzana ficará responsável pela diretoria financeira da seguradora, sendo responsável pelos setores de tesouraria e relacionamento com fornecedores. Fabiane Reschke possui 18 anos de experiência à frente de áreas jurídicas em empresas de grande porte. Formada em Ciências Jurídicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Fabiane possui MBA em Direito da Empresa e da Economia na Fundação Getúlio Vargas (FGV-RS) e mestrado em Direito Comercial na USP. Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Lauzana também é pós-graduado Seguros pela IAG/PUC-Rio e possui MBA Executivo pelo Instituto COPPEAD de Administração da UFRJ. Ambas as diretorias estarão vinculadas à vice-presidência de Controle e Relações com Investidores, posição ocupada por Arthur Farme d Amoed Neto. 12

13

14 painel gente Divisão internacional A Marsh anunciou a nomeação de David Batchelor como líder da sua divisão internacional. O negócio compreende todas as operações da Marsh fora da América do Norte, inclui a Europa, Oriente Médio e África (EMEA), América Latina & Caribe, Ásia e Pacífico. Batchelor, que se mudará de Londres para Nova Iorque no início do ano que vem, permanecerá como CEO da Marsh na região da EMEA até Ele se reportará a Peter Zaffino, Presidente e CEO da Marsh, Inc. Segundo Batchelor, as empresas em todo o mundo estão enfrentando uma variedade cada vez maior e mais interligada de riscos. Com a enorme força advinda das habilidades do nosso pessoal, o alcance da nossa base de clientes e nossa presença geográfica, estou ansioso para liderar a equipe internacional para atender as necessidades em evolução de nossos clientes. Batchelor começou sua carreira em 1976 com a Bowring, adquirida pela Marsh & McLennan Companies em Desde então, ocupou diversos cargos de liderança na região da Ásia- Pacífico, América do Norte, Bermudas e Europa antes de retornar a Hong Kong para liderar as operações da Marsh na Ásia, tendo sido nomeado CEO da região da Ásia-Pacífico em Assumiu suas responsabilidades mais recentes como CEO da Marsh EMEA em abril de Presidente para a operação brasileira O Conselho de Administração da Generali Brasil Seguros indicou Carmelo Furci para a sua presidência, e Giovanni Perissinotto, CEO do Grupo, para a vice-presidência. Furci, de 58 anos, é um executivo com experiência na liderança de empresas e organizações internacionais no Brasil. O Brasil, assim como os mercados asiáticos, é uma das regiões de alto potencial que o Grupo considera estratégicas para o seu crescimento internacional. Hoje queremos preparar a base para fortalecer as nossas operações no Brasil, buscando o crescimento no mercado interno e consolidar uma posição relevante no País, afirma Perissinotto. Unidade de Porto Alegre é renovada A Zurich Seguros promoveu Mário Fernando Gomes à gerência comercial de Seguros Gerais de sua Filial em Porto Alegre. Com 13 pontos de atendimento na região Sul, entre filiais e unidades Zurich Atendimento ao Corretor (ZAC), a companhia está presente nas cidades de Blumenau, Cascavel, Caxias do Sul, Chapecó, Curitiba, Florianópolis, Joinvile, Maringá, Novo Hamburgo e Porto Alegre. Mário Fernando Gomes será responsável pela gestão da filial e de sua equipe, pelo desenvolvimento das ações comerciais, além de promover o crescimento da seguradora no mercado gaúcho. Movimentação interna Anderson Fernandes assume a posição de Gerente de Property, da Chubb Seguros do Brasil, empresa mais antiga no segmento em operação no país. Em sua nova função, Fernandes será responsável pela gestão e desenvolvimento da linha de Property, envolvendo riscos de engenharia, equipamentos agrícolas, energia, riscos diversos e entretenimento. Administrador de empresas pela UMC Universidade de Mogi das Cruzes e com MBA em Seguros pela FMU. O executivo atua na companhia há 21 anos. 14

15

16 entrevista Armando Vergilio dos Santos Junior O braço político do mercado de seguros APÓLICE: Como é ser o representante do mercado no Congresso Nacional? Isso faz diferença para o mercado? Armando Vergilio dos Santos Junior: Ter uma pessoa que conhece o mercado de forma tão detalhada e pormenorizada é positiva. O meu principal papel como Deputado Federal para o mercado de seguros como um todo é ser um disseminador da importância que o setor tem para a economia e para o equilíbrio social do País. Minha missão é despertar em meus pares interesse pelas causas do setor para que ele continue crescendo e desenvolvendo, com marcos regulatórios adequados. O Deputado Federal conversou com a Revista Apólice sobre os principais temas que afetam os corretores de seguros e o mercado de forma geral. Profundo conhecedor do funcionamento da máquina política, ele falou sobre a inclusão dos corretores no Super Simples e sobre a criação da entidade autorreguladora. Kelly Lubiato APÓLICE: O mercado nunca teve apoio político de deputados e senadores. A culpa era do mercado por falta de diálogo político? Armando Vergilio dos Santos Junior: Existe um mea culpa que deve ser feito pelas lideranças do setor, que nunca interagiram de forma sinérgica no sentido de evidenciar esta importância. Mas existe parcela de culpa do Governo Federal, que simplesmente não tem interesse, que demonstra que o setor está sempre em segundo, terceiro plano. Este desinteresse é histórico. Mas está na hora de mudar, principalmente porque o setor de seguros (incluindo resseguros, previdência privada, saúde e capitalização) já representa 4% do PIB com grande potencial de crescimento. APÓLICE: Como deve ser esta ação integrada com o Governo? Armando Vergilio dos Santos Junior: Em primeiro lugar tem que ter vontade política do setor privado de se mostrar para o Governo, buscar autoridades com efetividade. Não adianta ficar aguardando que o Ministro da Fazenda 16

17 chame para reuniões. Os executivos têm que exigir que o Governo cumpra o seu papel. Estão paradas no Ministério da Fazenda questões como o Prev-Saúde e o Prev-Educação que não se justificam, a não ser pelo próprio desinteresse do Governo, porque são coisas tão positivas, inclusive para ele, porque vão desopilar a ação social que o Governo deve ter, e eles não dão a mínima. Temos que motivar o diálogo para estabelecer uma agenda e para que o Governo coloque o setor de seguros como prioridade. APÓLICE: Esta ação junto ao Governo poderia reverter, por exemplo, as resoluções 224, 225 e 232 sobre o resseguro? Armando Vergilio dos Santos Junior: Eu acredito que sim. Elas não foram debatidas, o que mostra o desrespeito com o setor e com a comunidade investidora. APÓLICE: Como membro do Congresso, agora, o senhor acha possível evitar novas medidas como as regulamentações do mercado de resseguro, que mudaram as regras no meio do jogo? Armando Vergilio dos Santos Junior: Não resta a menor dúvida que, no caso do resseguro, mudanças de regras no meio do jogo sempre tem como consequência, danosa e imediata, a desconfiança, a instabilidade e a insegurança nas relações com resseguradores que investiram no nosso País e acreditaram num marco regulatório concebido, de forma clara e transparente, para um novo cenário após o advento da abertura do resseguro. É necessário compreender, por outro lado, que essas mudanças nas regras do resseguro ocorreram no âmbito e competência do Conselho Nacional de Seguros Privados CNSP, na condição de órgão regulador de seguros privados, resseguros, capitalização e previdência complementar aberta. Evidentemente, quaisquer mudanças que tenham como propósito alterações no marco regulatório de quaisquer atividades deveriam ser previamente submetidas à audiência pública, permitindo, assim, ampla e salutar discussão com o mercado. APÓLICE: O senhor acredita que possa aumentar o diálogo entre os setores político e de seguros? Armando Vergilio dos Santos Junior: Acredito que sim. É necessário que se busque o alcance de um alinhamento perfeito e duradouro entre os setores político e de seguros, para que se tenha condições mais favoráveis de desenvolvimento, levando em consideração a importância do setor de seguros para o nosso País e o que ele efetivamente representa como instrumento de incremento econômico e importante fonte de geração de poupança interna, de reservas técnicas, de empregos diretos e indiretos e meio de inclusão social. APÓLICE: Há como o mercado ser mais participativo nas questões políticas brasileiras? Armando Vergilio dos Santos Junior: É evidente que sim, considerando que o mercado de seguros é um setor que muito pode contribuir para questões pontuais diretamente a ele relacionadas, principalmente quando se trata de inclusão social. APÓLICE: A inclusão dos corretores de seguros no Simples foi barrada novamente? Armando Vergilio dos Santos Junior: O que aconteceu agora foi uma confusão de pessoas que ficam querendo jogar para a plateia. O Simples não foi nem analisado agora. Eu já disse reiteradas vezes: nós aprendemos, ao longo do tempo, o caminho correto de se fazer as coisas. Existe a necessidade de um acordo com a Receita Federal que está sendo construído no sentido de que as empresas corretoras de seguros possam ser incluídas em 2012, para que isso passe a valer a partir de APÓLICE: Quais são os benefícios da inclusão no Simples? Armando Vergilio dos Santos Junior: Pode-se afirmar que a inclusão das sociedades corretoras de seguros no Simples Nacional possibilitaria uma redução do custo tributário para a maior parte das empresas e, consequentemente, diminuição da burocracia. O resultado seria o aumento da empregabilidade formal e incentivo ao crescimento do número de empresas que atuam no segmento. O Governo Federal precisa entender que a inclusão da maior parte das empresas corretoras de seguros no Simples Nacional não resultará em queda da arrecadação da contribuição previdenciária patronal e nem do ISS (no âmbito municipal). Isto porque há elevada concentração de faturamento em poucas empresas do segmento, bem como pela baixa empregabilidade formal. APÓLICE: Quais são as questões mais preocupantes para o setor neste momento? Armando Vergilio dos Santos Junior: É a falta do interesse do Governo de conhecer o setor e de se inteirar da sua importância. A falta de interlocução do Ministério da Fazenda com o setor. APÓLICE: E quais são os maiores problemas dos corretores de seguros, especificamente? Armando Vergilio dos Santos Junior: É a falta de supervisão preventiva. São 70 mil corretores de seguros espalhados por mais de 3 mil municípios deste país com dimensão continental. APÓLICE: Esta supervisão seria da Entidade Autorreguladora? Armando Vergilio dos Santos Junior: Claro. É por isso que uma lei complementar tem que ser analisada de forma adequada. É uma lei que mudou o organograma do mercado de seguros brasileiro, incluindo no Decreto-Lei 73 as autorreguladoras da corretagem, como um agente auxiliar da Susep. Ou seja, para se ganhar capilaridade e condições materiais, agilidade e possibilidade concreta de uma supervisão preventiva no sentido de se barrar ou de se eliminar os bandidos. A Susep hoje, muito mal, consegue fazer uma supervisão punitiva. O Brasil é o único país no mundo em que uma categoria profissional é fiscalizada por um órgão regulador do mercado. APÓLICE:Como está a criação da Entidade Autorreguladora dos corretores de seguros? 17

18 entrevista Armando Vergilio dos Santos Junior 18 Armando Vergilio dos Santos Junior: No âmbito da Fenacor e de seus Sindicatos filiados, à exceção do Sincor/ RJ, existe a pretensão de criação de uma única Entidade Autorreguladora, de atuação em todo o território nacional, conforme definido em Assembleia Geral. Embora a Susep ainda não tenha editado Circular específica regulamentando disposições contidas na Resolução nº 233, de 1º de abril de 2011, do CNSP, mesmo assim, a Fenacor encaminhou àquela Autarquia pedido de aprovação prévia de constituição de Entidade Autorreguladora. APÓLICE: O que falta para ela entrar em ação? Armando Vergilio dos Santos Junior: No mês de maio, a Fenacor entregou na Susep um projeto completo e muito bem estruturado de criação e de viabilidade de uma autorreguladora em âmbito nacional. A Lei Complementar 137 já foi promulgada e sancionada. APÓLICE:Quem comandará esta entidade? As mesmas pessoas que lideram os Sindicatos, hoje, serão as responsáveis pelas autorreguladoras? Armando Vergilio dos Santos Junior: Eu tenho um entendimento cristalino sobre isso: a autorreguladora não pode ter qualquer tipo de viés político. Tem que ser entidade técnica, autônoma, que não tenha nenhuma vinculação com qualquer sindicato de corretores ou, muito menos, com a Federação. Ele tem que ser independente. O formato de constituição de Entidade Autorreguladora previsto na Resolução nº 233, de 1º de abril de 2011, do CNSP, estabelece na sua estrutura orgânica, no mínimo, Diretoria Administrativa, Diretoria de Fiscalização, Diretoria de Julgamentos, Conselho Fiscal e Ouvidoria. No caso da Entidade Autorreguladora aprovada no âmbito da Fenacor, ela própria e seus Sindicatos serão os mantenedores fundadores, tudo conforme disposição contida em estatuto social. No caso, a Entidade Autorreguladora terá como órgão deliberativo interno a Assembleia Geral, constituída de associados mantenedores fundadores, ou

19

20 entrevista Armando Vergilio dos Santos Junior seja, a Fenacor e Sindicatos de Corretores de Seguros localizados nas unidades federativas do País, discriminados em seu Estatuto Social, cabendo a este órgão deliberativo interno a indicação de profissionais para gerir a entidade. Segundo deliberação do Conselho de Representantes da Fenacor, aqueles que exercerem cargos nos Sindicatos e na Federação não podem acumular, conjuntamente, cargos na Entidade Autorreguladora. APÓLICE: Qual papel caberá à Fenacor e aos Sindicatos neste processo? Armando Vergilio dos Santos Junior: O papel deles é viabilizar a existência da autorreguladora, o que demanda uma grande estrutura e investimento de recursos que devem vir da própria categoria. Se ela for uma sucursal de uma federação ou se ela for uma delegacia de um sindicato, ela vai ser instrumento ou de compadrio, para não fiscalizar ou punir quem deve, ou de perseguição, para fiscalizar ou punir a oposição. APÓLICE: E quanto aos seguros piratas? Eles existem para suprir uma lacuna do mercado para produtos mais acessíveis financeiramente falando? Até onde pode chegar a atuação destas associações? Armando Vergilio dos Santos Junior: Esta é uma questão que preocupa muito. Em primeiro lugar, dizer seguro pirata é um desserviço para o setor, porque se desperta o interesse de algumas pessoas que acham que não podem 20 adquirir um produto original de uma seguradora, mas é um seguro. Este é um mercado marginal, operado por empresas não autorizadas, que comercializam um produto como se fosse seguro. O que está sendo cometido é um crime. Em segundo lugar, é muito positiva a disposição da autarquia de incrementar as ações contra estas associações e cooperativas ilegais. Chegamos a obter uma liminar, durante a minha gestão, contra a atuação de uma. Isso tem que ser feito com muito cuidado e muita segurança porque uma ação impetrada de forma equivocada pode produzir no Judiciário efeito negativo, o que abriria jurisprudência contrária aos interesses do mercado. É um caso que tem que envolver o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e, por outro lado, deve haver uma discussão sincera e madura do setor sobre o que ele faz de errado para permitir que estas entidades se proliferem. APÓLICE: Como o senhor vê os corretores de seguros hoje? Armando Vergilio dos Santos Junior: O profissional mudou muito. Mais de 85% da distribuição de seguros é feita por corretores de seguros independentes. O resto é venda direta ou canais alternativos. Os corretores têm procurado se informar, se qualificar e é muito necessário que isso continue. Ele será o consultor que o cliente tanto necessita no fechamento de um contrato. APÓLICE: O senhor acredita que hoje os corretores conseguem ter uma relação mais independente das seguradoras? Armando Vergilio dos Santos Junior: Acredito que sim. Os seguradores reconheceram, no curso do tempo, que o corretor de seguros continua sendo o principal e mais importante canal de distribuição de seus produtos e negócios, sendo peça fundamental, inclusive, na alavancagem de novos nichos de mercado. APÓLICE: O corretor de seguros está atento à nova realidade da economia e do setor? Armando Vergilio dos Santos Junior: O corretor precisa quebrar dogmas e paradigmas. Nós temos que entender esta nova dinâmica do mercado e começar a buscar novas ferramentas, como os canais digitais, novos produtos que podem ser distribuídos pelo corretor e que agregam valor à sua atividade, como cartões de crédito, certificação digital. APÓLICE: Quais são as possibilidades de novos negócios para os corretores de seguros? Armando Vergilio dos Santos Junior: As possibilidades de novos negócios sempre surgem e acontecem num mercado em franca expansão e cheio de oportunidades em função das necessidades de coberturas securitárias, demandadas por classes sociais emergentes. Vejo, também, como uma grande oportunidade para o corretor de seguros investir na saúde suplementar (incluindo o dental), traduzindo-se, em verdade, numa oportunidade ímpar. Inclusive, neste Congresso de Corretores de Seguros, de forma inovadora, este importante tema será debatido, de modo que o Corretor possa conhecer, saber e se contextualizar sobre este mercado que possui um crescimento vertical extremamente alto. APÓLICE: Qual é o papel do corretor de seguros na divulgação do lado social do seguro? Armando Vergilio dos Santos Junior: Na realidade, o papel do corretor de seguros tem sido de suma importância não só na divulgação do lado social do seguro, oferecendo as melhores condições e opções de coberturas securitárias aos seus clientes, assim como um elemento essencial na propagação e na disseminação da própria imagem e cultura do seguro. Vale acrescentar que os corretores de seguros estão presentes em quase três mil municípios, e a profissão, além de muito bonita e apaixonante, tem sua essência baseada na vocação social, em função da sua missão de cuidar da vida e do patrimônio das pessoas, do seu futuro, da sua segurança e da sua tranquilidade.

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao.

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao. QUEM É A HUAWEI A Huawei atua no Brasil, desde 1999, através de parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telefonia móvel e fixa no país e é líder no mercado de banda larga fixa e móvel.

Leia mais

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard:

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard: Mercearia Amigo varejista, A partir deste mês outubro - o Tribanco traz novidades no Projeto Capitão Varejo, pois conta agora com a parceria do Instituto Redecard. Juntos, irão levar até você mais informação

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na Visão das Seguradoras: Uma análise da distribuição de seguros no Brasil Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), membro do Conselho Editorial da FUNENSEG, catedrático pela ANSP e sócio da empresa "Rating

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga Inovação em seguros edição 2012 CONTEÚDO 1 Introdução... 2 2 Objetivo... 3 3 Desenvolvimento do trabalho... 4 Parceria entre as duas áreas

Leia mais

Teste sua empregabilidade

Teste sua empregabilidade Teste sua empregabilidade 1) Você tem noção absoluta do seu diferencial de competência para facilitar sua contratação por uma empresa? a) Não, definitivamente me vejo como um título de cargo (contador,

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Agora gostaria de passar a palavra ao Sr. Heráclito Brito Gomes, que fará a abertura da teleconferência. Por favor, Sr. Gomes, pode prosseguir.

Agora gostaria de passar a palavra ao Sr. Heráclito Brito Gomes, que fará a abertura da teleconferência. Por favor, Sr. Gomes, pode prosseguir. Boa tarde, senhoras e senhores, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Qualicorp para discussão da aquisição da Aliança Administradora de Benefícios de Saúde Ltda. Estão presentes

Leia mais

Jornada de Aprendizado. Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg)

Jornada de Aprendizado. Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) Jornada de Aprendizado Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) Promovendo os microsseguros: Educação Financeira Conteúdo

Leia mais

Empresas de. 5 Capitalização. Melhores Práticas das. 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização.

Empresas de. 5 Capitalização. Melhores Práticas das. 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização. Melhores Práticas das Empresas de Capitalização 2 Apresentação 4 Introdução 5 Composição do Sistema de Capitalização 5 Capitalização 6 Missão da Capitalização 7 Valores da Capitalização 7 Melhores Práticas

Leia mais

Questionário de entrevista com o Franqueador

Questionário de entrevista com o Franqueador Questionário de entrevista com o Franqueador O objetivo deste questionário é ajudar o empreendedor a elucidar questões sobre o Franqueador, seus planos de crescimento e as diretrizes para uma parceria

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 O RISCO DOS DISTRATOS O impacto dos distratos no atual panorama do mercado imobiliário José Eduardo Rodrigues Varandas Júnior

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado. alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para

No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado. alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para QUAL NEGÓCIO DEVO COMEÇAR? No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para então definir seus objetivos e sonhos.

Leia mais

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES PRÊMIO DE EMPREENDEDORISMO JAMES McGUIRE EDITAL DE SELEÇÃO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1. O Prêmio James McGuire de Empreendedorismo é uma competição

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Cartilha. Ourocap Fiador

Cartilha. Ourocap Fiador Faz diferença ter Ourocap Fiador na hora de alugar um imóvel. Cartilha Ourocap Fiador O Ourocap Fiador* é o título de capitalização que funciona como uma garantia de aluguel, facilitando sua vida na hora

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

Cadastro das Principais

Cadastro das Principais 46 Cenário Econômico Cadastro das Principais Corretoras de Seguros Primeiras conclusões Francisco Galiza O estudo ESECS (Estudo Socioeconômico das Corretoras de Seguros), divulgado pela Fenacor em 2013,

Leia mais

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA ABRAMGE-RS Dr. Francisco Santa Helena Presidente da ABRAMGE-RS Sistema ABRAMGE 3.36 milhões de internações; 281.1 milhões de exames e procedimentos ambulatoriais; 16.8

Leia mais

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros

Welcome Call em Financeiras. Categoria Setor de Mercado Seguros Categoria Setor de Mercado Seguros 1 Apresentação da empresa e sua contextualização no cenário competitivo A Icatu Seguros é líder entre as seguradoras independentes (não ligadas a bancos de varejo) no

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2013 REGULAMENTO Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2013 é uma competição interna da Laureate International

Leia mais

"O MEC não pretende abraçar todo o sistema"

O MEC não pretende abraçar todo o sistema "O MEC não pretende abraçar todo o sistema" Data: 30/11/2008 Veículo: O Globo Editoria: Boa Chance Ministro diz que governo não vai regular MBAs e que empresas já mantêm certo controle sobre a qualidade

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais

Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos

Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos Julio César Paneguini Corrêa A filosofia lean não mais se restringe às empresas de manufatura. Muitos setores

Leia mais

Mercado de Capitais. O Processo de Investir. Professor: Roberto César

Mercado de Capitais. O Processo de Investir. Professor: Roberto César Mercado de Capitais O Processo de Investir Professor: Roberto César PASSOS PARA INVESTIR NA BOLSA 1 - Defina um Objetivo 2 - Formas de Investir 3 - Encontre a melhor Corretora para você 4 - Abra sua conta

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014 ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL Guia Prático de Compra Edição de julho.2014 O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO Í n d i c e 6 perguntas antes de adquirir um sistema 4 6 dúvidas de quem vai adquirir

Leia mais

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Manual de Educação Financeira MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Dicas para planejar e poupar seu dinheiro 1 A filosofia da Manual de Educação Financeira 2 Um dos princípios básicos das Cooperativas de Crédito

Leia mais

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC).

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). São Paulo, 21 de março de 2013. Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). Senhoras e senhores É com grande satisfação que

Leia mais

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil?

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil? Perguntas Frequentes 1. O que é a Funpresp Exe? É a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo, criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004 REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor Brasília, outubro de 2004 FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS FENAJ http://www.fenaj.org.br FÓRUM NACIONAL DOS PROFESSORES DE JORNALISMO - FNPJ

Leia mais

Rodobens é destaque no website Infomoney

Rodobens é destaque no website Infomoney Rodobens é destaque no website Infomoney Por: Conrado Mazzoni Cruz 19/04/07-09h55 InfoMoney SÃO PAULO - Atualmente, falar sobre o mercado imobiliário brasileiro é entrar na discussão sobre um possível

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais.

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais. Você sabia que o Whatsapp está presente em quase 50% dos smartphones no Brasil? O aplicativo virou febre rapidamente, seguindo a tendência de crescimento anual das vendas de smartphones no país. Quem ainda

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO

DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO DICAS PARA SEU PROCESSO SELETIVO Você tem um real interesse em mudar de emprego? O headhunter entende que quando o candidato toma a decisão de avaliar o mercado, ele está à procura de uma oportunidade

Leia mais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais TRADUÇÃO (Fornecida pela DIGAN-MRECIC) Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos convidados, senhoras e senhores: É para mim uma grande honra dirigir-me, hoje, aos senhores.

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Investimento para Mulheres

Investimento para Mulheres Investimento para Mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO?

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? ORGANIZE SUA VIDA POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? - Para planejar melhor como gastar os nossos recursos financeiros QUAIS OS BENEFÍCIOS DE TER UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO? - Para que possamos

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Os fundos de previdência privada, sejam fechados ou abertos, têm características próprias e vantagens tributárias em relação aos investimentos

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

análise da sequência de

análise da sequência de Laila Vanetti - Setembro de 2014 Laila Vanetti - Setembro de 2014 último encontro análise da sequência de vendas de Conrado adolpho 1º E-mail Conrado adolpho Assunto: O que fizemos aqui na Webliv... Oi,

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata?

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Atualização Monetária Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Na realidade, não houve um aumento

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO

CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO Em 03 de março de 2010, foi realizada no Rio de Janeiro a 1ª CONFERENCIA INTERATIVA DE PROTEÇAO DO CONSUMIDOR DE SEGURO Reunidos sob

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver.

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver. CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO PROJETO DE INCENTIVO AO PEQUENO NEGÓCIO 7ª EDIÇÃO, 2015 Realização: SEBRAE/SC e RICTV Record REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O concurso MEU SONHO MEU NEGÓCIO é um projeto realizado

Leia mais

4 - Como faço para convidar pessoas? Todo consultor independente tem acesso a um escritório virtual (BackOffice)

4 - Como faço para convidar pessoas? Todo consultor independente tem acesso a um escritório virtual (BackOffice) PERGUNTAS FREQUENTES 1 - Recebo os produtos em casa ou preciso buscar em algum lugar? Para toda compra efetuada, o cliente ou consultor poderá escolher receber os produtos em casa ou retirar no CD (Centro

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO BM&FBOVESPA A BM&FBOVESPA é muito mais do que um espaço de negociação: lista empresas e fundos; realiza negociação de ações, títulos, contratos derivativos; divulga cotações; produz índices de mercado;

Leia mais

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira?

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? - Tem alguém com quem você gostaria de fazer contato? - Porque você não o fez até agora? - Por que é importante aprender a fazer esses contatos?

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital 8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital Empreender em negócios de marketing digital seguramente foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Além de eu hoje poder ter minha

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais