RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2008/2009 PROJECTO ECOXXI

2 1. O ECOXXI 2008/ O PROJECTO: objectivos e indicadores Os principais objectivos do Projecto são: Sensibilizar os municípios para uma maior integração das preocupações ambientais nas políticas municipais; Envolver os municípios no apoio à implementação de programas de Educação Ambiental âmbito da implementação da Agenda 21 Local; Motivar os municípios para a importância do seu papel como parceiros e como agentes do processo de educação ambiental formal, não formal e informal; Desenvolver acções concertadas com os municípios de (in)formação dirigida a diversos públicos alvo; Contribuir para elaboração de indicadores de sustentabilidade local Reconhecer as iniciativas/políticas em desenvolvimento no concelho, em prol do desenvolvimento sustentável; Contribuir para o aparecimento de Agendas 21 Locais; Contribuir para a implementação da Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Os 23 indicadores agrupam-se em torno de 13 temas-chave: Educação Ambiental/ para o Desenvolvimento Sustentável; Sociedade Civil; Instituições; Conservação da Natureza; Ar; Água; Energia; Resíduos; Mobilidade; Ruído; Agricultura; Turismo; Ordenamento do Território IMPLEMENTAÇÃO: antecedentes Desde a sua fundação (1990) que a ABAE, tem vindo a desenvolver, em Portugal, Campanhas, Projectos e Programas vocacionados para a mudança de comportamentos, através da sensibilização e educação ambiental, dirigidos a diversos públicos-alvo. O Projecto ECOXXI surge da ideia de criar um galardão que distinguisse os municípios que, quer através das suas práticas, quer do apoio prestado às suas escolas, valorizassem a mudança de atitudes e a educação para a sustentabilidade. Nascido de debates, workshops e acções de formação que no âmbito do Eco-Escolas se tem mantido com os diversos municípios do país desde 2000, este projecto procura integrar a experiência já existente, articulando-a com outros indicadores de desenvolvimento, de forma a criar modos de aferição do desempenho ambiental dos diferentes municípios na construção da sustentabilidade. O processo de implementação do ECOXXI passa por um consequente envolvimento efectivo de todos os parceiros, com especial ênfase nos municípios, destinatários últimos do Projecto, procurando constituir-se como uma plataforma estruturada deste tipo de ferramenta metodológica, passível de integrar aperfeiçoamentos provenientes de diferentes sectores. O projecto evoluiu depois de forma a incorporar outras dimensões da sustentabilidade tendo o processo sempre um cariz participativo e voluntarioso quer por parte dos municípios que a ele aderem quer das pessoas e instituições que compõem a Comissão Nacional. Lançado em 2005, o Projecto nasceu das recomendações, ideias e sugestões oriundas das workshops promovidas com técnicos de municípios, no contexto das acções de formação desenvolvidas no âmbito da implementação do Programa Eco-Escolas. Neste ano, o Projecto contou com a participação de 38 municípios, maioritariamente das Regiões de Centro e Norte. Desde então, o número de municípios candidatos tem-se mantido constante mas o número de bandeiras verdes atribuídas tem aumentado significativamente. 1

3 1.3 RESULTADOS ECOXXI 2008/2009 Lançado em 2005, o ECOXXI visa contribuir para o fortalecimento de acções continuadas em prol do desenvolvimento sustentável, através do reconhecimento dos compromissos assumidos por cada município relativamente à educação e qualidade ambientais, contou, no ano 2008/09, com 43 municípios candidatos: Águeda, Alandroal, Albufeira, Amadora, Angra do Heroísmo, Avis, Beja, Bragança, Caminha, Cantanhede, Cascais, Coimbra, Évora, Faro, Ferreira do Alentejo, Fundão, Gavião, Golegã, Lagos, Lisboa, Loulé, Loures, Lousã, Macedo de Cavaleiros, Maia, Manteigas, Matosinhos, Mealhada, Miranda do Corvo, Olhão, Peniche, Pombal, Portimão, Porto, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Setúbal, Tarouca, Tavira, Torres Novas, Torres Vedras, Trofa, Vila Nova de Gaia. Neste ano, 29 dos candidatos foram distinguidos com a Bandeira Verde ECOXXI, o que significa que obtiveram uma classificação igual ou superior a 50% da pontuação máxima possível, superando os resultados alcançados desde o ano do lançamento do Projecto (2005). Relativamente ao ano de 2007/2008, ocorreu uma evolução do número de candidatos e bandeiras verdes atribuídas em 2009, verificando-se 32 municípios reincidentes, 11 novos municípios participantes, ou seja, mais 6 municípios candidatos na totalidade e mais 6 bandeiras verdes atribuídas. A prestação dos municípios tem vindo a crescer progressivamente, verificando-se em 2008/2009 o maior número de municípios (cerca de 30%) com pontuação superior a 60%. Gráfico Resultados das Candidaturas a Município ECOXXI ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS Foram realizadas durante 2008/09: - quatro reuniões com a Comissão Nacional do projecto para avaliação e validação das candidaturas, em Lisboa. - cerimónia de entrega final dos resultados, Abril de 2009, em Évora. - uma sessão de formação e divulgação do projecto, em Lisboa DESENVOLVIMENTO DO PROJECTO O ECOXXI não pretende ser um Programa estático e hermético, mas sim um projecto em constante monitorização e evolução, de forma a poder corresponder da melhor maneira aos objectivos a que se propõe. Assim, quer pela avaliação anual do projecto e seus resultados quer através do contributo inestimável da Comissão Nacional, Municípios e restantes entidades envolvidas, tenderá o ECOXXI a aumentar o seu grau de eficácia. O ECOXXI 2005 (ano experimental) contou com a participação de 38 municípios, registando-se apenas 5 dos municípios com um índice inferior a 50%. Neste ano experimental não foram atribuídas bandeiras verdes, 2

4 apenas diplomas de participação. Em 2006, o ECOXXI contou com a participação de 41 municípios, 20 dos quais obtiveram, pela primeira vez, a bandeira verde. No ano seguinte ocorreu uma ligeira diminuição do número de município candidatos, contudo, a pontuação obtida foi significativamente melhor do que no ano anterior, verificando-se que 62% dos municípios obtiveram uma pontuação superior a 50%. Em 2008, os candidatos a município ECOXXI atingiram o seu valor mais elevado, 43, e foram atribuídas 23 bandeiras verdes, verificando-se um incremento relevante de municípios com classificação superior a 60% (ver tabela e gráfico). Anos de candidatura Municípios participantes Nº % nacional 2005/ % Com bandeira (nº e % dos participantes) participantes no Projecto ECOXXI ( ) Nº % dos participantes Ano experimental; Sem bandeiras 2006/ % 20 49% 2007/ % 23 62% 2008/ % 29 67% Tabela e Gráfico Evolução do n.º de municípios 2.2. DIVULGAÇÃO/COMUNICAÇÃO Todos os municípios interessados em candidatar-se ao ECOXXI podem consultar a informação fundamental Base de Dados, Projecto e Guião de Recomendações -, bem como links interessantes com informação relevante relacionada do Projecto em: Antes da abertura das candidaturas, são desenvolvidas acções de divulgação e comunicação nas páginas de internet das entidades que constituem a Comissão Nacional. Aquando do lançamento do Projecto, todos os municípios são informados por fax e da possibilidade de poderem concorrer. A divulgação dos resultados é realizada via postal, via electrónica e para a comunicação social, sendo realizada uma cerimónia de entrega dos prémios ECOXXI num município que demonstre interesse em acolher este evento. 2.3 ACÇÃO DE FORMAÇÃO Antes do lançamento do projecto é realizada todos os anos uma acção de formação dirigida aos municípios com interesse em candidatar-se ao projecto. Esta iniciativa visa dar a conhecer o projecto, informar sobre os indicadores que sofreram melhorias face aos anos anteriores e, transmitir de forma detalhada os objectivos e conteúdos de indicadores específicos. A acção de formação realizada no âmbito do Projecto ECOXXI 2008/2009, em Julho de 2009, na Agência Portuguesa de Ambiente, contou com a participação dos júris especializados responsáveis pela definição e avaliação de alguns indicadores nas temáticas: água, resíduos, conservação da natureza e da floresta, sociedade civil, mobilidade e turismo e reuniu aproximadamente 80 técnicos de municípios oriundos de todo o país (ver figuras). Registo fotográfico da Acção de Formação ECOXXI 2008/2009, Agência Portuguesa de Ambiente, Alfragide 3

5 Este ano, para além da documentação habitual, foi ainda editado e distribuído um guião de apoio ao preenchimento da base de dados, com informações sobre o Projecto, incluindo definições e recomendações GALARDÃO A cerimónia de entrega das bandeiras verdes ECOXXI 2009 decorreu no Palácio D. Manuel, em Évora, evento que contou com a presença do Professor Doutor João Ferrão, Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, e do professor António Gonçalves Henriques, Director-Geral da Agência Portuguesa de Ambiente. Neste evento foram apresentadas 6 boas práticas de sustentabilidade, dos municípios que mais se destacaram no projecto em diversas áreas, bem como o balanço e entrega de bandeiras, medalhas e certificados ECOXXI 2008/09 (ver foto). - Cerimónia de Entrega das Bandeiras Verdes ECOXXI 2008/2009 Como o ECOXXI é um projecto dinâmico que tem como objectivo último o reconhecimento do trabalho realizado pelos municípios durante o ano, foram atribuídos, pela primeira vez, dois prémios suplementares: um prémio de participação a todos os municípios candidatos que consistiu num equipamento de recolha de resíduos eléctricos e electrónicos, da responsabilidade da ERP Portugal; e um prémio no âmbito do tema mobilidade sustentável, que visa reconhecer as melhores práticas desenvolvidas durante o ano 2008/2009 (ver fotos). Analisando a pontuação final de todos os municípios, Beja, Évora e Loulé destacaram-se pela positiva no indicador 20 (mobilidade sustentável), optando-se por premiar Évora por ser um município com uma participação constante no Projecto, pela quantidade e qualidade das acções desenvolvidas nesta temática, e por ser o município que acolheu a cerimónia de entrega das bandeiras verdes ECOXXI Este prémio foi atribuído pela RDPE Desenvolvimento de Projectos Empresariais, e consistiu numa auditoria técnica para a elaboração de plano de turismo acessível. Equipamento de Recolha de REEE Entrega do Prémio no âmbito da Mobilidade Sustentável ao município de Évora 3. APOIOS E PARCERIAS O projecto conta com a participação activa de um conjunto de entidades que constituem a Comissão Nacional que integra todos os Juris Especializados dos indicadores: Agência Portuguesa de Ambiente; Agência para a Energia; Associação Bandeira Azul da Europa; Comissões de Coordenação Regional do: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve; Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Direcção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural; Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular Ministério da Educação; Direcção Geral de Energia e Geologia; Direcção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano; Direcção Geral de Ambiente da Madeira; Direcção Regional de Ambiente dos Açores; Instituto da Água; Instituto da 4

6 Conservação da Natureza e Biodiversidade; Instituto das Ciências Sociais da Universidade de Lisboa; Instituto do Emprego e Formação Profissional; Instituto Nacional de Estatística; Instituto Português da Qualidade; Instituto Regulador de Águas e Resíduos; Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres; Instituto de Tecnologia Comportamental; Instituto de Turismo de Portugal; Sociedade Ponto Verde; Universidade de Lisboa Centro de Estudos Geográficos; Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia; Universidade do Algarve. É financeiramente apenas financiado pelo valor do serviço de candidatura que assegura o trabalho técnico e os Galardões atribuídos: bandeiras, medalhas, certificados. Tem-se ainda procurado desenvolver o conceito de Prémios Anuais para os municípios envolvidos, que possam constituir apoios a uma gestão mais sustentável do município. O Prémio Especial Anual é atribuído mediante uma boa performence em determinado(s) indicadores. O Prémio de Participação é extensível a todos os candidatos a municípios ECOXXI Em 2009 foram atribuídos pela primeira vez estes prémios com o apoio da ERP Portugal, entidade gestora de REEE; e da RDPE, empresa de Consultoria, especializada nas áreas de Turismo & Lazer, Desenvolvimento Local, Saúde e Bem-Estar e Imobiliário, para a atribuição de prémios especiais aos municípios candidatos. 4. PLANO DE ACTIVIDADES 2009 /2010 O mais importante balanço da implementação do projecto ECOXXI em 2009/2010 é o facto de terem sido lançadas as pistas, para que os municípios possam desenvolver medidas necessárias para trilhar o caminho da sustentabilidade. É esta preocupação, que nos pareceu assimilada, que nos motiva para a continuação deste trabalho, que iniciará o ano de 2010 com um período de reflexão e avaliação do projecto, bem como recepção e análise dos contributos de todos os que se queiram envolver neste projecto. Data de Realização Calendarização ECOXXI 2009 Acção desenvolvida/a desenvolver Dezembro de Março de 2009 Avaliação das candidaturas ECOXXI 2008 Março de 2009 Divulgação dos resultados ECOXXI de Abril de 2009 Entrega do galardão 2008/09. Évora Maio de 2009 Reformulação de indicadores e revisão do Projecto 18 de Maio de 2009 Reunião da Comissão Nacional 25 de Junho de 2009 Reunião da Comissão Nacional 15 Julho de 2009 Acção de formação ECOXXI 2009 Julho de 2009 Abertura das candidaturas 2009/10 Julho a Setembro de 2009 Esclarecimento de dúvidas sobre as candidaturas ECOXXI 2009/ de Outubro de 2009 Data limite para entrega das candidaturas ECOXXI 2009/2010 Dezembro de Março de 2010 Avaliação das candidaturas ECOXXI 2009/2010 Março a Abril de 2010 Divulgação dos resultados ECOXXI 2009/ O ECO-FREGUESIAS XXI A Associação Bandeira Azul da Europa (A.B.A.E.) concorreu ao Prémio Ideias Verdes Fundação Luso Expresso, uma iniciativa conjunta da Fundação Luso e da Sojornal - Jornal Expresso, cujo objectivo é dar expressão a potenciais valores na concretização de projectos inovadores e relevantes para a sociedade portuguesa na área do Ambiente. De um conjunto de 115 projectos concorrentes, o ECO Freguesias 21, da responsabilidade da Dra. Margarida Gomes, foi o projecto vencedor, subordinado ao tema Educação e Sensibilização Ambiental. Este Projecto, constitui uma adaptação a nível micro do projecto desenvolvido pela ABAE a nível dos municípios (ECOXXI) e consiste na promoção da educação e sensibilização ambiental e da difusão de boas práticas de sustentabilidade, através do envolvimento das freguesias na definição de um conjunto de indicadores de monitorização de sustentabilidade e qualidade de vida ao nível local. 5

7 O Prémio Ideias Verdes Fundação Luso Expresso foi constituído por um troféu, um Diploma e uma dotação em dinheiro, no valor de (cinquenta mil euros). A cerimónia de entrega do Prémio realizou-se na sede do Jornal Expresso, no Auditório Luíz de Vasconcellos, edifício São Francisco de Sales, em Paço de Arcos. 6. ANEXOS Anexo I - Notícias da Cerimónia de Entrega do Galardão 2009, Évora Anexo II - Notícias da entrega de Prémio ECO Freguesias 21 6

melhoria e inovação da contratação colectiva; dignificação e melhoria das condições de trabalho.

melhoria e inovação da contratação colectiva; dignificação e melhoria das condições de trabalho. REGULAMENTO O Prémio Manuel Lopes foi instituído 1 pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade no sentido de homenagear Manuel Lopes considerando a sua dedicação à implementação da contratação colectiva

Leia mais

- a educação no sentido da sustentabilidade; - a qualidade ambiental.

- a educação no sentido da sustentabilidade; - a qualidade ambiental. O Projecto ecoxxi procura reconhecer as boas práticas de sustentabilidade desenvolvidas ao nível do município, valorizando um conjunto de aspectos considerados fundamentais à construção do Desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO

REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO REGULAMENTO DO PRÉMIO INOVEMPREENDE PREÂMBULO A Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria (AIP-CCI) no âmbito do projeto INOVEMPREENDE, uma iniciativa QREN com o apoio da União

Leia mais

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Versão 2.0 de 4 de Junho de 2007 Promotores: Co-financiamento: Introdução A Agenda 21 do Vale do Minho é um processo de envolvimento dos cidadãos

Leia mais

Programa Eco-Escolas

Programa Eco-Escolas Agrupamento de Escolas das Taipas Programa Eco-Escolas 1. Estrutura organizacional Coordenador: Ivone Antunes e Cláudia Vieira Grupo de Recrutamento: 520 e 230 Departamento: MCE Composição do grupo de

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

LIPOR. IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE AMBIENTE Preparar o Porto para um futuro sustentável EMPRESA

LIPOR. IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE AMBIENTE Preparar o Porto para um futuro sustentável EMPRESA LIPOR IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DE AMBIENTE Preparar o Porto para um futuro sustentável EMPRESA A LIPOR Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto é a entidade responsável

Leia mais

Futuro Sustentável [Fase de alargamento]

Futuro Sustentável [Fase de alargamento] Futuro Sustentável [Fase de alargamento] Relatório síntese da sondagem à população Versão para consulta pública Abril de 2008 Promotor Equipa técnica Índice Índice... 2 1. Equipa técnica... 3 2. Introdução...

Leia mais

Candidaturas até 6 de Novembro 2015 REGULAMENTO

Candidaturas até 6 de Novembro 2015 REGULAMENTO Candidaturas até 6 de Novembro 2015 REGULAMENTO ENQUADRAMENTO E INFORMAÇÃO GERAL O Concurso de Ideias de Negócio é um projecto da ANJE, criado em 1997, com o apoio do Instituto de Emprego e Formação Profissional

Leia mais

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa INOVAÇÃO e I&DT Lisboa Prioridades, Impactos, Próximo Quadro MIGUEL CRUZ Aumentar a capacidade competitiva no mercado internacional Reforçar as competências estratégicas Apoiar as PME no reforço das suas

Leia mais

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Documento explicativo sobre o artigo 18.º que estabelece as obrigações dos operadores económicos - Informação aos consumidores sobre as entidades de Resolução Alternativa

Leia mais

Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2010

Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2010 Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2010 REGULAMENTO I. Do Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 1. A Fundação EDP, no âmbito das suas actividades nas áreas da solidariedade social, promove uma iniciativa anual

Leia mais

Direcção de Assistência Empresarial

Direcção de Assistência Empresarial Direcção de Assistência Empresarial Lisboa, 11 de Agosto de 2011 Missão das lojas da exportação Prestar apoio às empresas nas suas estratégias de exportação, facilitando e simplificando o acesso informação,

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 26/2007/A de 19 de Novembro de 2007 Regulamenta o Subsistema de Apoio ao Desenvolvimento da Qualidade e Inovação O Decreto Legislativo Regional

Leia mais

Co-Financiado por: EQUAL. Regulamento

Co-Financiado por: EQUAL. Regulamento Co-Financiado por: EQUAL Regulamento IQA Inovar para a Qualidade Alimentar 07/05/2009 ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO... 3 Localização do projecto por região:... 4 Localização do projecto por distrito:... 4 2- OBJECTIVOS...

Leia mais

Portaria 560/2004, de 26 de Maio

Portaria 560/2004, de 26 de Maio Portaria 560/2004, de 26 de Maio Aprova o Regulamento Específico da Medida «Apoio à Internacionalização da Economia A Resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2002, de 17 de Junho, publicada em 26 de

Leia mais

FUNCHAL 500 Maiores e Melhores Prémio de Responsabilidade Social REGULAMENTO. Preâmbulo

FUNCHAL 500 Maiores e Melhores Prémio de Responsabilidade Social REGULAMENTO. Preâmbulo FUNCHAL 500 Maiores e Melhores Prémio de Responsabilidade Social REGULAMENTO Preâmbulo Num mercado cada vez mais globalizado, a iniciativa das 500 Maiores e Melhores pretende dinamizar e enaltecer o núcleo

Leia mais

Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2009

Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2009 Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 2009 REGULAMENTO I. Do Programa EDP SOLIDÁRIA BARRAGENS 1. A Fundação EDP, no âmbito das suas actividades nas áreas da solidariedade social, promove uma iniciativa anual

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS QREN: uma oportunidade para a Igualdade entre homens e mulheres

Leia mais

Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE

Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE O Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE, visa dar a conhecer a forma como a CMMN pretende continuar a divulgar os resultados obtidos ao longo do projecto GAPS. Dividido em duas partes, a primeira tem

Leia mais

Critérios de Atribuição

Critérios de Atribuição PRÉMIO MUNICIPAL JOVENS EMPRESÁRIOS DO CONCELHO DE MOURA Critérios de Atribuição Preâmbulo Os Jovens Empresários têm um papel muito importante no Concelho de Moura, pois são o futuro deste Concelho e desempenham

Leia mais

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE

UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE UMA BOA IDEIA PARA A SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS (Aberto a todos os Cidadãos) 1. O QUE É: O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de

Leia mais

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável O seu parceiro de confiança! Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável A NOSSA EMPRESA 2 A CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS é uma empresa pluridisciplinar focalizada

Leia mais

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Artigo 18.º - Obrigações dos operadores económicos - Informação aos consumidores sobre as entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo SOU UMA EMPRESA OU

Leia mais

A dinamização da Rede Social, constitui uma das preocupações/ dificuldades sentidas a nível local. Tendo em conta os vários princípios da acção

A dinamização da Rede Social, constitui uma das preocupações/ dificuldades sentidas a nível local. Tendo em conta os vários princípios da acção A dinamização da Rede Social, constitui uma das preocupações/ dificuldades sentidas a nível local. Tendo em conta os vários princípios da acção previstos na Rede Social (Subsidiariedade, Integração, Articulação,

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRANSPORTE PÚBLICO DE ALUGUER EM VEÍCULOS AUTOMÓVEIS LIGEIROS DE PASSAGEIROS Nota Justificativa A Lei n.º 18/97, de 11 de Junho, concedeu ao Governo autorização para legislar no

Leia mais

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental.

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental. Regulamento PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1º Âmbito 1. O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe a dinamização de um concurso de ideias, denominado Concurso 50/50, destinado

Leia mais

REGULAMENTO. Preâmbulo

REGULAMENTO. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo O espírito de iniciativa, a criatividade, a capacidade de detectar e aproveitar oportunidades, de assumir o risco e formar decisões, constituem premissas essenciais para o sucesso

Leia mais

Empreendedorismo Negócios

Empreendedorismo Negócios CONCURSO DE IDEIAS Empreendedorismo Negócios Enquadramento O Concurso de Ideias apresenta como objetivo desenvolver o espírito empreendedor da população em geral, contribuindo desta forma para a promoção

Leia mais

RELATÓRIO e CONTAS EXERCÍCIO DE 2014 Sociedade Portuguesa para a Qualidade na Saúde

RELATÓRIO e CONTAS EXERCÍCIO DE 2014 Sociedade Portuguesa para a Qualidade na Saúde RELATÓRIO E CONTAS Exercício de 2014 Submissão em Assembleia Geral de 31/ 03 /2015 RELATÓRIO e CONTAS EXERCÍCIO DE 2014 Sociedade Portuguesa para a Qualidade na Saúde A SPQS foi criada no dia 6 de Janeiro

Leia mais

NOTÍCIAS COSEC DISTINGUIDA COMO "MELHOR SEGURADORA"

NOTÍCIAS COSEC DISTINGUIDA COMO MELHOR SEGURADORA NESTA EDIÇÃO Melhor Seguradora 1 A COSEC mais perto de si 2 Acordo COSEC e Mapfre 2 Revisão Favorável 2 Produtos COSEC 3 NOTÍCIAS Carregamento de Balanços 4 Análise COSEC 5 Nº 4. 2014 COSEC DISTINGUIDA

Leia mais

CRIAR 2008 Regulamento. Capítulo I Disposições gerais

CRIAR 2008 Regulamento. Capítulo I Disposições gerais CRIAR 2008 Regulamento Capítulo I Disposições gerais Artigo 1.º Organização 1. O CRIAR 2008 é uma iniciativa da Liberty Seguros, S.A., com o objectivo de identificar e apoiar ideias de negócio inovadoras

Leia mais

Certificação ISO 22000 motivações e desafios

Certificação ISO 22000 motivações e desafios Certificação ISO 22000 motivações e desafios SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais Maria Isabel Carvalho Setembro de 2008 Apresentação QUEM SOMOS ÁREAS DE NEGÓCIO SOMOS NUTRIÇÃO 2 Visão Ser referência

Leia mais

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 LINHA DE CRÉDITO PARA ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR COM GARANTIA MÚTUA ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 Comissão de Acompanhamento 29 de Maio de 2008 Introdução, e principais conclusões Este documento

Leia mais

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO Foram entregues 328 inquéritos dos quais foram validados 309. Os inquéritos validados possuem a seguinte distribuição: Famílias com menos de 5 anos 10 Famílias entre

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 2 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

ECOXXI 2015. Um Programa da: Associação Bandeira Azul da Europa secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE)

ECOXXI 2015. Um Programa da: Associação Bandeira Azul da Europa secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE) Um Programa da: Associação Bandeira Azul da Europa secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE) Um Projeto da: Associação Bandeira Azul da Europa (FEE Portugal) Elaboração: Margarida

Leia mais

Normas de Participação no Concurso Jovens Talentos - «Almada, Cidade Educadora»

Normas de Participação no Concurso Jovens Talentos - «Almada, Cidade Educadora» Normas de Participação no Concurso Jovens Talentos - «Almada, Cidade Educadora» 1. Disposições Gerais A Câmara Municipal de Almada promove o «Concurso Jovens Talentos 2012 - Almada, Cidade Educadora» com

Leia mais

ANEXO TURISMO SUSTENTÁVEL BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL -

ANEXO TURISMO SUSTENTÁVEL BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL - ANEXO BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE TURISMO SUSTENTÁVEL VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL - ANEXO AO RELATÓRIO 3 ANEXO AO RELATÓRIO 3_ PROGRAMA DE EXECUÇÃO

Leia mais

Investir na Educação, Construir o Futuro. Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada

Investir na Educação, Construir o Futuro. Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada Investir na Educação, Construir o Futuro Filomena Pinheiro Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mealhada Caracterização do Concelho de Mealhada - Área: 111 Km 2 - População: 22 099 habitantes - Território

Leia mais

Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas

Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas Cascais, 26 de Agosto de 2010 1 P á g i n a ÍNDICE 1.ENQUADRAMENTO... 1 2.METAS E OBJECTIVOS... 2 3.MEDIDAS A IMPLEMENTAR...

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

A Eurodesk é uma rede com acesso à informação europeia para os jovens e para os profissionais da área de juventude.

A Eurodesk é uma rede com acesso à informação europeia para os jovens e para os profissionais da área de juventude. www.eurodesk.eu O que é? A Eurodesk é uma rede com acesso à informação europeia para os jovens e para os profissionais da área de juventude. No sítio da rede Eurodesk podes aceder às tuas oportunidades.

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS PROFESSOR JOÃO DE MEIRA CONCURSO: CRESCER SAUDÁVEL

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS PROFESSOR JOÃO DE MEIRA CONCURSO: CRESCER SAUDÁVEL AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS PROFESSOR JOÃO DE MEIRA CONCURSO: CRESCER SAUDÁVEL INTRODUÇÃO: O concurso Crescer Saudável pretende premiar trabalhos desenvolvidos pelos alunos do agrupamento na área de

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto. Orquestra Geração

Ficha de Caracterização de Projecto. Orquestra Geração Ficha de Caracterização de Projecto Orquestra Geração 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto(s) Orquestras Sinfónicas Juvenis - Orquestra Geração Sigla Orquestra Geração Morada Rua dos Caetanos

Leia mais

Politicas Municipais de Apoio à Criança

Politicas Municipais de Apoio à Criança Politicas Municipais de Apoio à Criança MUNICIPIO DA MOITA DASC / Divisão de Assuntos Sociais Projectos Dirigidos à Comunidade em Geral Bibliotecas - Biblioteca Fora d Horas - Pé Direito Juventude - Férias

Leia mais

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius.

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius. Projecto Factor PME Junho 2011 O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME www.factorpme.aip.pt www.trigenius.pt factorpme@trigenius.pt Âmbito e Objectivos

Leia mais

P L A N O D E A C T I V I D A D E S

P L A N O D E A C T I V I D A D E S Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo P L A N O D E A C T I V I D A D E S = 2008 = Janeiro de 2008 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACTIVIDADES A DESENVOLVER NO ANO DE 2008... 5

Leia mais

Detalhe de Oferta de Emprego

Detalhe de Oferta de Emprego Detalhe de Oferta de Emprego Código da Oferta: OE201507/0294 Tipo Oferta: Procedimento Concursal para Cargos de Direção Estado: Activa Nível Orgânico: Câmaras Municipais Organismo Câmara Municipal de Matosinhos

Leia mais

PROJECTO PME SOCIAL O PROJECTO PME SOCIAL

PROJECTO PME SOCIAL O PROJECTO PME SOCIAL O Sensibilizar e incentivar as empresas a assumirem uma postura social, ambiental e energética mais responsável, adoptando medidas e estratégias de actuação mais eficientes e sustentáveis. Pretende-se

Leia mais

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct CENTROS Europe Direct 9 de Maio 20 anos de adesão Primavera da Europa Estratégia de Lisboa (Crescimento & Emprego)

Leia mais

Regulamento Interno do Conselho Local de Acção Social de Alenquer

Regulamento Interno do Conselho Local de Acção Social de Alenquer Programa 1 Regulamento Interno do Conselho Local de Acção Social de Preâmbulo Os rápidos processos de modernização que Portugal tem conhecido nas últimas décadas, se por um lado trouxeram consigo uma melhoria

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros

Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros NOTA DE IMPRENSA Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros PROGRAMAÇÃO CULTURAL EM REDE A NORTE RECEBE NOVOS APOIOS DO ON.2 A autoridade de gestão do ON.2 O Novo Norte (Programa Operacional

Leia mais

Parque Tecnológico de Óbidos

Parque Tecnológico de Óbidos Parque Tecnológico de Óbidos Julho de 2009 Parque Tecnológico de Óbidos Óbidos Requalifica, E.E.M. Casa do Largo da Porta da Vila, 1.º Tel: +351 262 955 440 obidos.requalifica@mail.telepac.pt 2510-089

Leia mais

Prémio Redes para o Desenvolvimento

Prémio Redes para o Desenvolvimento Prémio Redes para o Desenvolvimento Regulamento 6 de outubro de 2015 www.redesparaodesenvolvimento.org Este Prémio é lançado no âmbito do Projeto Redes para o Desenvolvimento: Educação Global para uma

Leia mais

Identificação da empresa

Identificação da empresa Identificação da empresa Missão e Visão A Missão da Parque Expo consiste na promoção da qualidade da vida urbana e da competitividade do território. Para cumprimento desta Missão, a empresa realiza operações

Leia mais

GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico

GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO GESTÃO CURRICULAR Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico Relatório 008-009 Colecção Relatórios FICHA TÉCNICA Título Gestão Curricular na Educação Pré-Escolar e no

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

1º trimestre 09. Microcrédito para o Auto-emprego e a. Portel e Mourão.

1º trimestre 09. Microcrédito para o Auto-emprego e a. Portel e Mourão. Desenvolvimento Alentejo Central, A.C.E. notícias do monte 1º trimestre 09 SIM Sistema de Microcrédito para o Auto-emprego e a Criação de Empresas Criação do Snack Bar Divas, Lda [Évora] Promotoras: Diana

Leia mais

10. Equipamentos e Serviços Sociais

10. Equipamentos e Serviços Sociais 68 10. Equipamentos e Serviços Sociais A rede de equipamentos e serviços sociais existentes no concelho de Vidigueira constitui uma realidade resultante do esforço e envolvimento de entidades de diversa

Leia mais

ANEXO III 15-03-2013 RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL

ANEXO III 15-03-2013 RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL ANEXO III RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL -- ÍNDICE ÍNDICE. OBJECTIVOS E ÂMBITO DO ESTUDO. METODOLOGIA. RESUMO. INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL. INOVAÇÃO NOS ÚLTIMOS 6 ANOS 6. APRENDIZAGEM

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA

AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA PROGRAMA DE DOUTORAMENTO RESEARCH AND DEVELOPMENT OF DRUGS (DRUGS R&D) Ref.ª PDE/00017/2013 INTRODUÇÃO O

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS. Reforçar a Competitividade das Empresas

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS. Reforçar a Competitividade das Empresas AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PROGRAMA OPERACIONAL DA 2014-2020 (MADEIRA 14-20) EIXO PRIORITÁRIO 3 Reforçar a Competitividade das Empresas PRIORIDADE DE INVESTIMENTO (PI) 3.b Desenvolvimento

Leia mais

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Março 2015 (FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP) DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA

Leia mais

PREMIAMOS OS NOSSOS LUTADORES: PRÉMIO REALIZAR'12

PREMIAMOS OS NOSSOS LUTADORES: PRÉMIO REALIZAR'12 nº 2 - dezembro 2012 PREMIAMOS OS NOSSOS LUTADORES: PRÉMIO REALIZAR'12 O Millennium bcp Microcrédito acaba de eleger os vencedores da 1ª Edição do Prémio Realizar, iniciativa que irá decorrer anualmente,

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E

M O D E L O E U R O P E U D E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Correio electrónico FONSECA DE MOURA COTA, TÂNIA SOFIA Rua das Descobertas, Nº 32, 2º Dto. Telefone 91 627 97

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

Plano de Acção Ano 2011. Avaliação

Plano de Acção Ano 2011. Avaliação Rede Social de Pombal de Pombal Plano de Acção Ano 2011 Avaliação Prioridade 1- (PNAI) (Combater a pobreza das crianças e dos idosos, através de medidas que asseguremos seus direitos básicos de cidadania)

Leia mais

EARLY DRIVE 1 FUNDO DE CAPITAL DE RISCO. Fundo para Investidores Qualificados. Actualização em Abril de 2006 APRESENTAÇÃO.

EARLY DRIVE 1 FUNDO DE CAPITAL DE RISCO. Fundo para Investidores Qualificados. Actualização em Abril de 2006 APRESENTAÇÃO. EARLY DRIVE 1 FUNDO DE CAPITAL DE RISCO Fundo para Investidores Qualificados Actualização em Abril de 2006 APRESENTAÇÃO 1 Sujeito a autorização e à supervisão pela CMVM (Comissão do Mercado de Valores

Leia mais

CONCURSO. A nossa escola pela não violência

CONCURSO. A nossa escola pela não violência CONCURSO A nossa escola pela não violência O concurso A nossa escola pela não violência pretende premiar produtos e acções de sensibilização produzidos por alunos e alunas do 3º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade

Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade Acampamento ocasional Câmara Municipal de Braga Acampamento

Leia mais

GEMINAÇÔES e ACORDOS ACTUALIZADOS ENTRE MUNICÍPIOS DE CABO - VERDE E CONGÉNERES ESTRANGEIRAS

GEMINAÇÔES e ACORDOS ACTUALIZADOS ENTRE MUNICÍPIOS DE CABO - VERDE E CONGÉNERES ESTRANGEIRAS GEMINAÇÔES e ACORDOS ACTUALIZADOS ENTRE MUNICÍPIOS DE CABO - VERDE E CONGÉNERES ESTRANGEIRAS Municípios de Cabo Verde S. NICOLAU SAL Municípios Geminados / Cooperação País / Região Objecto ou áreas dos

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de 2012. ENQUADRAMENTO 2ºs PRÉMIOS DE JORNALISMO CEPSA ESTRADAS

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CONSERVAÇÃO AMBIENTAL RURAL EXCEPCIONAL, CARE 2012.

REGULAMENTO CONCURSO CONSERVAÇÃO AMBIENTAL RURAL EXCEPCIONAL, CARE 2012. REGULAMENTO CONCURSO CONSERVAÇÃO AMBIENTAL RURAL EXCEPCIONAL, CARE 2012. O Concurso Conservação Ambiental Rural Excepcional, CARE 2012, está enquadrado no projecto Recuperação Integral e Sustentável da

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

Educação Financeira em Angola, um projecto do Banco Nacional de Angola. WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013

Educação Financeira em Angola, um projecto do Banco Nacional de Angola. WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013 001 WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013 002 ÍNDICE 1. Programa de Educação Financeira Objectivos Metas 2. Estratégias de actuação 3. Resultados obtidos 4. Perspectivas

Leia mais

RELATÓRIO DO PROCESSO DE CONCERTAÇÃO

RELATÓRIO DO PROCESSO DE CONCERTAÇÃO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE ODIVELAS FASE PROPOSTA DE PLANO VERSÃO PARA DISCUSSÃO PÚBLICA NOVEMBRO 2014 ÍNDICE GERAL 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENQUADRAMENTO DO PROCESSO DE CONCERTAÇÃO 7 3. ALTERAÇÕES AOS ELEMENTOS

Leia mais

Promoção da Propriedade Industrial

Promoção da Propriedade Industrial 1 Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME (SI Qualificação de PME) Projectos Individuais Dezembro de 2011 2 1- Enquadramento 2- Âmbito Sectorial Enquadramento Aviso n.º 14/SI/2011

Leia mais

P l a n o 2 0 1 5 FUNDAÇÃO LUSO

P l a n o 2 0 1 5 FUNDAÇÃO LUSO P l a n o 2 0 1 5 FUNDAÇÃO LUSO 1 Ações diferenciadoras no Plano de 2015 Ambiente Protocolo da Fundação Luso & Quercus Neste 2º ano do protocolo, iremos continuar a desenvolver ações de valorização do

Leia mais

Freguesia de Gouveia

Freguesia de Gouveia PROGRAMA DE OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES DA FREGUESIA REGULAMENTO 1º Objecto O Programa de Ocupação de Tempos Livres promovido pela Junta de Freguesia, tem por objectivo proporcionar a ocupação saudável dos

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PLANO DE ATIVIDADES 2013 PROGRAMA DEEDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE INTRODUÇÃO Tendo como linha orientadora a estratégia definida pelo município de Esposende no que diz respeito à sensibilização e formação

Leia mais

Introdução. Artigo 1.º Objecto e âmbito de aplicação

Introdução. Artigo 1.º Objecto e âmbito de aplicação 1 REGULAMENTO DA VENDA DE LOTES PARA CONSTRUÇÃO DE HABITAÇÃO EM LOTEAMENTOS MUNICIPAIS A JOVENS NATURAIS OU RESIDENTES NO CONCELHO DAS CALDAS DA RAINHA Introdução Com o objectivo de fixar jovens nas freguesias

Leia mais

1ª GERAÇÃO DE PLANOS DE PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE DE PENICHE

1ª GERAÇÃO DE PLANOS DE PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE DE PENICHE Pág. 1/6 1ª GERAÇÃO DE PLANOS DE PROMOÇÃO DA ACESSIBILIDADE DE PENICHE Os Planos que resultarão do desenvolvimento dos Programas de Promoção da Acessibilidade terão como objectivo a eliminação de barreiras

Leia mais

Alexandra Serra Membro do Conselho de Administração da PPA

Alexandra Serra Membro do Conselho de Administração da PPA Alexandra Serra Membro do Conselho de Administração da PPA Hoje, divulgamos a P3LP Em Maio deste ano, no Porto, lançámos a ideia Hoje, divulgamos a P3LP Em 2014, a PPA entra oficialmente na rede GWOPA

Leia mais

Sistema Interno de Garantia da Qualidade

Sistema Interno de Garantia da Qualidade ISEL Sistema Interno de Garantia da Qualidade RELATÓRIO Inquérito Novos Alunos Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Gabinete de Avaliação e Qualidade Janeiro 2014 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 4 1.1

Leia mais

Mostra de Projetos Inovadores em Educação e Formação

Mostra de Projetos Inovadores em Educação e Formação Mostra de Projetos Inovadores em Educação e Formação Regulamento para Apresentação de Projetos Artigo 1º Enquadramento A Mostra de Projetos Inovadores em Educação e Formação insere-se no âmbito do Programa

Leia mais

Manual de Certificação

Manual de Certificação Manual de Certificação PARTE I Certificado de Aptidão Profissional Técnico Instalador de Sistemas Solares Térmicos SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ÍNDICE INTRODUÇÃO PARTE I CERTIFICAÇÃO

Leia mais

DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS 1 ASSOCIADOS POR ESPECIALIDADE E CONSELHO REGIONAL

DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS 1 ASSOCIADOS POR ESPECIALIDADE E CONSELHO REGIONAL DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS Notas: 1 O conselho geral deliberou, em reunião de 15 de outubro, nos termos do n.º 2 do artigo 11.º do EOSAE, agregar as delegações distritais de Beja, Évora e Portalegre numa

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS

SISTEMA DE INCENTIVOS Organismo Intermédio Formação Ação SISTEMA DE INCENTIVOS PROJETOS CONJUNTOS FORMAÇÃO-AÇÃO FSE O objetivo específico deste Aviso consiste em conceder apoios financeiros a projetos exclusivamente de formação

Leia mais

Concurso de Ideias e Projectos

Concurso de Ideias e Projectos Concurso de Ideias e Projectos Regulamento Promotor Colaboração Apoios CONCURSO DE IDEIAS E PROJECTOS EMPREENDEDORISMO COMÉRCIO E SERVIÇOS Regulamento Art. 1º - Entidade Promotora O concurso de ideias

Leia mais

LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO. Maria José Catarino. Loulé,, 5 Fevereiro de 2009

LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO. Maria José Catarino. Loulé,, 5 Fevereiro de 2009 LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO Maria José Catarino Loulé,, 5 Fevereiro de 2009 LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE ÍNDICE 1 OBJECTO 2 PME INVESTE II - Protocolo celebrado a 14 Outubro 2008 LINHA +RESTAURAÇÃO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL +

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + Estratégia de Desenvolvimento Local Eixos Estratégicos Qualificação e diversificação da Economia Rural através da valorização do potencial económico

Leia mais

PROJECTO ESCOLA ACTIVA

PROJECTO ESCOLA ACTIVA PROJECTO ESCOLA ACTIVA INTRODUÇÃO A obesidade infantil tornou-se, desde os princípios dos anos 80 a doença nutricional pediátrica mais prevalente a nível mundial, não atingindo apenas os países desenvolvidos

Leia mais

Literacia Estatística ao serviço da Cidadania. Portal do INE e Projeto ALEA Uma primeira abordagem

Literacia Estatística ao serviço da Cidadania. Portal do INE e Projeto ALEA Uma primeira abordagem Serviço de Difusão Literacia Estatística ao serviço da Cidadania Portal do INE e Projeto ALEA Uma primeira abordagem Rede de Bibliotecas Escolares Formação para Professores fevereiro - maio.2012 Itinerário

Leia mais

Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval.

Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval. Uma entidade privada sem fins lucrativos constituída em 1994, por entidades colectivas denaturezapúblicaeprivada,comsedenaviladocadaval. GAL Grupo de Acção Local, reconhecido pelo Ministério da Agricultura

Leia mais

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade.

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade. Reitoria Circular RT-05/2009 Programa Qualidade 2009 Apesar dos constrangimentos financeiros impostos pelo orçamento atribuído para 2009, é importante garantir que são apoiadas as experiências e os projectos

Leia mais

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Lisboa, 29 de Março de 2011 1. A aicep Portugal Global 2. Acompanhamento Integrado 3. Intervenção da aicep A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global

Leia mais