Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 Fig. 189 Sé de Elvas, fachada lateral poente em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig. 190 Sé de Elvas, vista geral do interior em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010). 179

2 Fig. 191 Sé de Elvas, restauro do telhado em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig. 192 Sé de Elvas, aspecto dos arcobotantes antes do restauro em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) 180

3 Fig. 193 Sé de Elvas, restauro dos arcobotantes em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig. 194 Sé de Elvas, aspecto geral do telhado durante o seu restauro em 1942, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) 181

4 Fig. 195 Sé de Elvas, restauro do coruchéu em 1944, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig. 196 Sé de Elvas, restauro do campanário em 1944, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) 182

5 Fig. 197 Sé de Elvas, restauro do campanário em 1944, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig. 198 Sé de Elvas, obras de restauro na fachada lateral poente em 1945, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010). 183

6 Fig. 199 Sé de Elvas, vista geral da cobertura após o seu restauro em 1945, IHRU/DGEMN, Sistema de Informação, Fontes Documentais, Fotografias e Desenhos, Sé de Elvas/Igreja de Nossa Senhora da Assunção, FOTO , N.º IPA PT , (acedido em Outubro de 2010) Fig Luís de Morales e colaboradores, A Assunção da Virgem, técnica mista sobre madeira, painel pertencente ao antigo retábulo-mor da Sé de Elvas ( ), Museu de Arte Sacra Casa, Casa do Cabido de Elvas 184

7 Fig Luís de Morales e colaboradores, Encontro de Sant Ana e São Joaquim na Porta Dourada e A Anunciação, técnica mista sobre madeira, painéis pertencentes ao antigo retábulomor da Sé de Elvas ( ), Museu de Arte Sacra Casa, Casa do Cabido de Elvas Fig Luís de Morales e colaboradores, A Visitação, técnica mista sobre madeira, painel pertencente ao antigo retábulo-mor da Sé de Elvas ( ), sacristia da igreja do Salvador de Elvas (antiga igreja de Santiago da Companhia de Jesus) 185

8 Fig Luís de Morales e colaboradores, Adoração dos Reis Magos, técnica mista sobre madeira, painel pertencente ao antigo retábulo-mor da Sé de Elvas ( ), sacristia da igreja do Salvador de Elvas Fig Luís de Morales e colaboradores, Apresentação no Templo, técnica mista sobre madeira, painel pertencente ao antigo retábulo-mor da Sé de Elvas ( ), sacristia da igreja do Salvador de Elvas 186

9 Fig. 205 Igreja da Madalena de Olivença, fachada principal Fig. 206 Igreja da Madalena de Olivença, portal lateral (lado da Epístola) 187

10 Fig Igreja da Madalena de Olivença, vista geral do interior Fig. 208 Igreja da Madalena de Olivença, capela-mor 188

11 Fig. 209 Igreja do Salvador de Elvas (antiga igreja de Santiago da Companhia de Jesus), retábulo-mor de talha dourada da autoria de Manuel Francisco, Fig. 210 Igreja do Salvador de Elvas, pormenor da mísula do lado da Epístola do retábulo-mor 189

12 Fig. 211 Basílica de Mafra, parte superior do retábulo da capela-mor Fig. 212 Sé de Évora, retábulo da capela-mor 190

13 Fig. 213 Igreja de São João Baptista de Campo Maior, Fig. 214 Igreja de São João Baptista de Campo Maior, aspecto geral do interior 191

14 Fig. 215 Igreja de São João Baptista de Campo Maior, capela-mor Fig. 216 Hospital da Misericórdia de Elvas (hoje Museu de Arte Contemporânea de Elvas), portal principal da autoria de Gregório das Neves Leitão,

15 Fig. 217 Igreja do Santuário do Senhor Jesus da Piedade de Elvas, erguida a partir de 1753, fachada principal Fig. 218 Igreja do Santuário do Senhor Jesus da Piedade de Elvas, vista do interior 193

16 Fig Igreja do Convento de São Domingos de Elvas, altar lateral de Santa Maria Madalena, segunda metade do século XVIII Fig. 220 Igreja do Santuário de Nossa Senhora da Lapa de Vila Viçosa, erguida a partir de 1756, fachada principal 194

17 Fig Igreja do Santuário de Nossa Senhora da Lapa de Vila Viçosa, vista do interior Fig Igreja do Santuário de Nossa Senhora da Lapa de Vila Viçosa, retábulo da capelamor, 1759, da autoria de Gregório das Neves Leitão 195

18 Fig Igreja da Misericórdia de Évora, portal principal da autoria de Gregório das Neves Leitão,

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL

A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL A AZULEJARIA BARROCA NOS CONVENTOS DA ORDEM DO CARMO E DA ORDEM DOS CARMELITAS DESCALÇOS EM PORTUGAL Suzana Andreia do Carmo Carrusca Tese apresentada à Universidade de Évora para obtenção do Grau de Doutor

Leia mais

CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ

CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ CONVENTO DE SANTA MARIA DE MOSTEIRÓ Fig. 269 Localização e orientação do Convento de Santa Maria de Mosteiró. Fig. 270 - Planta do Convento de Santa Maria de Mosteiró, primeiro piso, 1980. IHRU: DGEMN/DREMN,

Leia mais

Casa do Mundo Rural de Prados

Casa do Mundo Rural de Prados Casa do Mundo Rural de Prados A Casa do Mundo Rural de Prados, pretende retratar uma época em que a agricultura, associada à pastorícia eram as principais actividades económicas da população, praticando

Leia mais

O Barroco no Brasil. Capitulo 11

O Barroco no Brasil. Capitulo 11 O Barroco no Brasil Capitulo 11 O Barroco no Brasil se desenvolveu do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado. Um só Brasil, vários Barrocos O

Leia mais

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina

Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Jesuítas : Arte e Ciência: o legado da Companhia de Jesus na América Latina Simpósio Nacional : Bicentenário da Restauração da Companhia de Jesus (1814-2014) Parte II Prof. Dr. Percival Tirapeli Instituto

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

REABILITAÇÃO DA ABÓBADA DA CAPELA-MOR DA IGREJA DE N.ª S.ª DA GRAÇA

REABILITAÇÃO DA ABÓBADA DA CAPELA-MOR DA IGREJA DE N.ª S.ª DA GRAÇA REABILITAÇÃO DA ABÓBADA DA CAPELA-MOR DA IGREJA DE N.ª S.ª DA GRAÇA J. MASCARENHAS L. BELGAS F.G. BRANCO Prof. Eng.ª Civil Prof. Eng.ª Civil Prof. Eng.ª Civil IPT IPT Univ. Lúrio Tomar; Portugal Tomar;

Leia mais

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Igreja Matriz de Almodôvar A matriz é o monumento mais visitado do Concelho de Almodôvar e é dedicada a Santo Ildefonso, sendo que D. Dinis doou-a à Ordem de Santiago,

Leia mais

Imóveis. ID_Imovel NInventario Designacao Distrito. Braga

Imóveis. ID_Imovel NInventario Designacao Distrito. Braga ID_Imovel NInventario Designacao Distrito 4 2298 Paço dos Duques de Bragança 5 2223 Igreja e Mosteiro de S. Martinho de Tibães 6 2051 Mosteiro de S. Paulo de Arouca Braga Braga Aveiro Page 1 of 48 02/01/2016

Leia mais

O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774

O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774 SUMÁRIO i O COLÉGIO DE S. LOURENÇO DA COMPANHIA DE JESUS NO PORTO: 1560-1774 1. Implantação da Companhia de Jesus no Porto 23 2. Primeiro domicílio dos Jesuítas no Porto 24 3. Fundação do Colégio de S.

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS E MONUMENTOS NACIONAIS

DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS E MONUMENTOS NACIONAIS DIRECÇÃO-GERAL DOS EDIFÍCIOS Página 1 de 7 Igreja e edifício da Misericórdia de Proença-a-Velha IPA Monumento Nº IPA PT020505110016 Designação Igreja e edifício da Misericórdia de Proença-a-Velha Localização

Leia mais

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo

Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal de Cultura Departamento do Patrimônio Histórico Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São

Leia mais

O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico

O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico O presépio Ibero-americano na coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo: um estudo tipológico Dr. Luciano Migliaccio* FAU / USP Doutoranda Eliana Ambrosio** UNICAMP Esta apresentação é parte de uma pesquisa

Leia mais

de São V. 3 LUSÍ U NIVE Faculd Sociais a da Arte Lisboa 2011 Realizado por: ão do Júri: Constituiçã Presidente Orientador r e Vogal: Arguente e Vogal:

de São V. 3 LUSÍ U NIVE Faculd Sociais a da Arte Lisboa 2011 Realizado por: ão do Júri: Constituiçã Presidente Orientador r e Vogal: Arguente e Vogal: U NIVE RSID ADE LUSÍ ADA DE L ISBO A Faculd ade d e Ciências Humanas e Sociais Doutoo rame nto e m Hii stóri a Área Científica de História a da Arte As Ordens Terceiras de São Francisco na Zona da Mata:

Leia mais

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS P7 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA OLIVEIRA P8 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DO

Leia mais

CONVENTO DE SÃO BENTO DE ARCOS DE VALDEVEZ

CONVENTO DE SÃO BENTO DE ARCOS DE VALDEVEZ CONVENTO DE SÃO BENTO DE ARCOS DE VALDEVEZ Fig. 2 Localização e orientação da Igreja de São Bento de Arcos de Valdevez. 1 Conceição São Bento Porta para o claustro 1 Capela-mor Capelas colaterais 2 3 Grades

Leia mais

Arquitetura Colonial

Arquitetura Colonial Arquitetura Colonial Introdução l Arquitetura colonial corresponde ao período de 1500 até 1822 l os colonizadores adaptaram as correntes estilísticas da Europa ao Brasil: l condições materiais e sócio-econômicas

Leia mais

Azulejo Coleção do Museu de Évora

Azulejo Coleção do Museu de Évora Azulejo Coleção do Museu de Évora De facto, é a força cenográfica da arte do Azulejo, a sua disponibilidade para animar espaços arquitetónicos (vejam-se os revestimentos integrais de padronagem do século

Leia mais

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA

JOSÉ DA CONCEIÇÃO E SILVA ENTALHADORES E SANTEIROS ENTALHADORES E SANTEIROS DO BARROCO 1 A. FASE FREI DOMINGOS DA CONCEIÇÃO Escultor, entalhador e santeiro, nasceu em Matosinhos, Portugal, em c. 1643. Aprendeu o ofício de escultor

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA I Contributo histórico Ancede, população que sé estende ao longo do rio Douro, tem raízes históricas

Leia mais

Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração

Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração Igrejinha no Centro de Itajaí (SC) passa por primeira restauração Investimento ultrapassa R$ 2,7 milhões e prazo de conclusão é de dois anos. Foto: Lucas Correia / Agencia RBS Antes mesmo de Itajaí se

Leia mais

CONVENTO DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA E SÃO BENTO DE MONÇÃO

CONVENTO DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA E SÃO BENTO DE MONÇÃO CONVENTO DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA E SÃO BENTO DE MONÇÃO Fig. 207 Planta do Forte de Monção, pormenor do Convento de Nossa Senhora da Glória e São Bento e respectiva cerca no interior. BPP, BRANDÃO, Gonçallo

Leia mais

Rota do Românico do Vale de Sousa. A Rota do Românico do Vale de Sousa Igreja de São Salvador de Aveleda. Lousada

Rota do Românico do Vale de Sousa. A Rota do Românico do Vale de Sousa Igreja de São Salvador de Aveleda. Lousada Rota do Românico do Vale de Sousa A Rota do Românico do Vale de Sousa Igreja de São Salvador de Aveleda Lousada 144 Rota do Românico do Vale de Sousa A Rota do Românico do Vale de Sousa Igreja de São Salvador

Leia mais

CONVENTO DE SÃO FRANCISCO DE ORGENS

CONVENTO DE SÃO FRANCISCO DE ORGENS CONVENTO DE SÃO FRANCISCO DE ORGENS Fig. 607 Localização e orientação da Igreja de São Francisco de Orgens. Porta para o claustro 1 Capela-mor 2 Capelas colaterais3 Grades dos confessionários Capela lateral

Leia mais

proposta e orçamento RETÁBULO da CAPELA MOR da SÉ CATEDRAL do FUNCHAL (restauro realizado pelo World Monuments Found)

proposta e orçamento RETÁBULO da CAPELA MOR da SÉ CATEDRAL do FUNCHAL (restauro realizado pelo World Monuments Found) ESPECIALMENTE ELABORADO PARA GRUPO DE AMIGOS DO MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA proposta e orçamento Visita CULTURAL ao Funchal Visita especialmente preparada para apreciar o RETÁBULO da CAPELA MOR da SÉ

Leia mais

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 8º ano. TURMA: NOME: nº BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX O barroco brasileiro desenvolve-se principalmente em Minas Gerais,

Leia mais

Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve

Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve Belo Horizonte (MG) - Capela do Colégio Sagrado Coração de Jesus ganha reforma e será reaberta em breve Escola é considerada um marco da história educacional de Belo Horizonte. Adriana Vilaça tinha 11

Leia mais

CASAS RELIGIOSAS DE SETÚBAL E AZEITÃO

CASAS RELIGIOSAS DE SETÚBAL E AZEITÃO LIGA DOS AMIGOS DE SETÚBAL E AZEITÃO CASAS RELIGIOSAS DE SETÚBAL E AZEITÃO COLÓQUIO 26, 27 e 28 de Novembro de 2014 Baluarte de Nossa Senhora da Conceição, Setúbal (Ex- RI 11) Avenida Luísa Todi, Baluarte

Leia mais

F i g u r a s : d e 1 a 299

F i g u r a s : d e 1 a 299 F i g u r a s : d e 1 a 299 Fig. 1 - Prainha, Santa Maria, segunda metade do Século XX. Postal, Colecção CEAM. Fig. 3 - Esboço morfológico da Ilha de Santa Maria. (MADEIRA, 1981: Fig.2). Fig. 4 - Esboço

Leia mais

Índice das imagens. Antiga igreja da Misericórdia de Estremoz 8. Igreja da Misericórdia de Évora

Índice das imagens. Antiga igreja da Misericórdia de Estremoz 8. Igreja da Misericórdia de Évora Índice das imagens Antiga igreja da Misericórdia de Estremoz 8 Fig. 1 - Esquema da planta da antiga igreja da Misericórdia de Estremoz, com a indicação da representação das obras de misericórdia... 9 Fig.

Leia mais

Roteiros Turísticos. [arte colonial]

Roteiros Turísticos. [arte colonial] Roteiros Turísticos [arte colonial] Ouro Preto [Arte Colonial] A Praça Tiradentes é o ponto central da cidade, como se fosse um divisor. A partir dela, podem-se programar as visitas. Como Ouro Preto possui

Leia mais

MISSIONAÇÃO NA CAPITANIA DE PERNAMBUCO:O CONVENTO DESÃO FRANCISCO EM OLINDA. PALAVRAS-CHAVE:Missões, Franciscanos, Colonização.

MISSIONAÇÃO NA CAPITANIA DE PERNAMBUCO:O CONVENTO DESÃO FRANCISCO EM OLINDA. PALAVRAS-CHAVE:Missões, Franciscanos, Colonização. MISSIONAÇÃO NA CAPITANIA DE PERNAMBUCO:O CONVENTO DESÃO FRANCISCO EM OLINDA RESUMO As missões religiosas exerceram um grande papel no processo colonizador do Brasil. Em especial, os Franciscanos que construíram

Leia mais

A ORDEM HOSPITALEIRA DE S. JOÃO DE DEUS EM PORTUGAL. 1550 João de Deus faleceu em Granada, na Casa dos Pisa, Espanha, e 8 de Março.

A ORDEM HOSPITALEIRA DE S. JOÃO DE DEUS EM PORTUGAL. 1550 João de Deus faleceu em Granada, na Casa dos Pisa, Espanha, e 8 de Março. 1 História de S. João de Deus S. João de Deus história A ORDEM HOSPITALEIRA DE S. JOÃO DE DEUS EM PORTUGAL 1495 João Cidade Duarte nasceu em Montemor-o-Novo. 1550 João de Deus faleceu em Granada, na Casa

Leia mais

1 Computação 2008-2009 (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto:

1 Computação 2008-2009 (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto: 1 N.º Nome completo: Curso: Foto: 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

Leia mais

A Iconografia e o Culto dos Santos Peregrinos e Guerreiros no Alentejo Meridional

A Iconografia e o Culto dos Santos Peregrinos e Guerreiros no Alentejo Meridional A Iconografia e o Culto dos Santos Peregrinos e Guerreiros no Alentejo Meridional JoséAntónio Falcão (Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja) Santiago combatendo os Mouros

Leia mais

Em 2016, viaje até aos Paradores mais apreciados pelos Amigos de Paradores em 2015

Em 2016, viaje até aos Paradores mais apreciados pelos Amigos de Paradores em 2015 Em 2016, viaje até aos Paradores mais apreciados pelos Amigos de Paradores em 2015 Segunda, 25 Janeiro, 2016 Paradores Parador de Santo Estevo Parador de Santiago de Compostela Parador de Melilla Parador

Leia mais

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego (+351) 254 600 230 mlamego@culturanorte.pt www.museudelamego.pt www.facebook.com/museu.de.lamego PORTEFÓLIO O Museu de Lamego...... está instalado no antigo

Leia mais

Os Vitrais da Capela-Mor do Mosteiro da Batalha 1.ª Parte

Os Vitrais da Capela-Mor do Mosteiro da Batalha 1.ª Parte Cadernos de Estudos Leirienses 1 Os Vitrais da Capela-Mor do Mosteiro da Batalha 1.ª Parte Os primeiros vitrais da Batalha Pedro Redol* Tanto quanto é hoje possível saber, os primeiros vitrais executados

Leia mais

O Museu dos Terceiros é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro.

O Museu dos Terceiros é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro. Atividades do Serviço 2012/2013 1 O é um museu de arte sacra, reaberto ao público em 2008 após obras significativas de restauro. O Serviço e de Comunicação do Museu proporciona diversas atividades destinadas

Leia mais

Mestra do Anúncio, Profecia do Amor. Hino do Centenário das Aparições de Fátima

Mestra do Anúncio, Profecia do Amor. Hino do Centenário das Aparições de Fátima Mestra do Anúncio, Profecia do Amor Hino do Centenário das Aparições de Fátima Mestra do Anúncio, Profecia do Amor Seguindo a secular convicção da Igreja coincidente, aliás, com a realidade antropológica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO PROGRAMA DA VISITA DE ESTUDO: POR TERRAS DA MACARONÉSIA ROTEIRO GEOLÓGICO E PAISAGÍSTICO EM S. MIGUEL E SANTA MARIA (AÇORES) ANO LECTIVO DE

Leia mais

Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva

Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva (Despacho 7187/MCOTA/2003) 2006/2009 Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve Direcção de Serviços de Apoio Jurídico e Administração

Leia mais

PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982)

PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982) PENSANDO JÁ O CENTRO HISTÓRICO? A INTERVENÇÃO DA DGEMN NA SÉ DO PORTO (1929-1982) MARIA LEONOR BOTELHO DCTP-FLUP mlbotelho@letras.up.pt 5 Dez 2013 17º Aniversário da Classificação do Centro Histórico do

Leia mais

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP

Barroco Mineiro. Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Barroco Mineiro Prof. Percival Tirapeli, Instituto de Artes da UNESP Mapa da Estrada Real, por onde escoava o ouro encontrado pelos bandeirantes paulistas em 1692. O Caminho Velho iniciava NO Rio de Janeiro

Leia mais

Fig. 1068 - Boyer, David S., The National Geographic magazine, Portugal's Gem of the Ocean: Madeira"; 1959, vol.cvx, nº.3; Washington, D.C, p.377.

Fig. 1068 - Boyer, David S., The National Geographic magazine, Portugal's Gem of the Ocean: Madeira; 1959, vol.cvx, nº.3; Washington, D.C, p.377. Fig. 1064 Fig. 1065 Fig. 1066 Fig. 1067 Figs. 1064, 1065, 1066 e 1067 - Vista sobre os silos da Tabua, Ponta do Sol. Fotos ES. Fig. 1068 - Boyer, David S., The National Geographic magazine, Portugal's

Leia mais

Perfil do artista LOURES. pintor & escultor. Revista Nós Cultura, Estética e Linguagens v.01 n.01-2016 ISSN 2448-1793

Perfil do artista LOURES. pintor & escultor. Revista Nós Cultura, Estética e Linguagens v.01 n.01-2016 ISSN 2448-1793 216 Perfil do artista LOURES pintor & escultor 217 Perfil escrito por José Loures Mestre em Arte e Cultura Visual 218 Loures, perfil biográfico José Rodrigues Loures, ou simplesmente Loures, nasceu em

Leia mais

Igrejas paulistas: barroco e rococó

Igrejas paulistas: barroco e rococó Igrejas paulistas: barroco e rococó Vanessa Proença Título da obra: Igrejas paulistas: barroco e rococó. Autor: Percival Tirapeli 1 Um grande catálogo: é essa a impressão que o livro nos passa. A proposta

Leia mais

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA. Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad

PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA. Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad PROPOSTA DE RESTAURAÇÃO PARA A IGREJA DE SANTO ANTÔNIO EM BELÉM/PA Aluna: Stephanie Mendes Orientadora: Profa. Dra. Thais Sanjad Século XVIII Brasil disseminação da a arquitetura Barroca Construções Religiosas

Leia mais

AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo

AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo AL - Obras restauram convento franciscano de Penedo Pintura original de Virgem Imaculada revela gestação do Cristo As obras em curso na Igreja de Nossa Senhora dos Anjos estão restaurando cores originais

Leia mais

GUIA DE FUNDOS. 1. Arquivos Públicos. GA: Administração Central

GUIA DE FUNDOS. 1. Arquivos Públicos. GA: Administração Central GUIA DE FUNDOS 1. Arquivos Públicos GA: Administração Central Fundos Datas Dimensão Observ. Junta Central das Casas do Povo: Distrito de Santarém 1934-1985 13 m.l. (2 mç., 141 cx.) GA: Administração Central

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE ACTA Nº. 2/2009 Reunião do Conselho Local de Acção Social de Castelo de Vide realizada no dia doze de Maio de dois mil e nove - - - - Aos doze dias do

Leia mais

Figura 8.4.11.4-14: Localização dos bens tombados / 2 subtrecho

Figura 8.4.11.4-14: Localização dos bens tombados / 2 subtrecho Figura 8.4.11.4-14: Localização dos bens tombados / 2 subtrecho EIA RIMA Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental LINHA 15 RANCA / Trecho Vila Prudente Dutra CAPÍTULO III 676 EM Nº

Leia mais

TOMBAMENTO. Museu de Arte Sacra da Boa Morte Cidade de Goiás

TOMBAMENTO. Museu de Arte Sacra da Boa Morte Cidade de Goiás TOMBAMENTO Museu de Arte Sacra da Boa Morte Cidade de Goiás LEGISLAÇÃO FEDERAL: Decreto-Lei n 25/37 (procedimentos dos estudos de tombamento e seus efeitos). Decreto-Lei n 3.866/41 (cancelamento de bens

Leia mais

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12)

Fig. 3 Mapa do percurso para a Igreja de São Pedro (12) Local nº: 12 Zona Histórica: Escadaria e Igreja de São Pedro Rua do Castelo Coordenadas GPS: 38º53 59.733 ; 9º2 19.614 38.899901, -9.038814 Fig. 1 Igreja de São Pedro Fig. 2 Quadro de azulejos da Igreja

Leia mais

Índice. 1 O Nascimento do Porto...30

Índice. 1 O Nascimento do Porto...30 Índice Parte I O Porto da Penaventosa...15 1 Introdução...16 2 O Portuense...18 3 A Cidade e as suas Mensagens...22 4 As Armas da Cidade...23 5 O Solo e os Recursos Hídricos do Porto...24 Capítulo I Da

Leia mais

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final

Módulo Estratégia RPG: Trabalho Final Pontifícia Universidade Católica Departamento de Artes & Design Curso de Especialização O Lugar do Design na Leitura Nome: Giselle Rodrigues Leal Matrícula: 072.997.007 Data: 19/05/08 Módulo Estratégia

Leia mais

HELDER ANTÓNIO GUERRA DE SOUSA SILVA Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Mafra

HELDER ANTÓNIO GUERRA DE SOUSA SILVA Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Mafra F Qualidade.4vida 1 CÂMARA MUNICIPAL EDITALN. ) 8 /2014 HELDER ANTÓNIO GUERRA DE SOUSA SILVA Presidente da Câmara Municipal do Concelho de Mafra Faz público que, para cumprimento do artigo 91.0 da Lei

Leia mais

UM OLHAR DO TURISMO HISTÓRICO SOBRE AS PRINCIPAIS IGREJAS CATÓLICAS EM CUIABÁ - MT. Natalie Borges D Elia PET Geografia; GECA/UFMT kinzes@hotmail.

UM OLHAR DO TURISMO HISTÓRICO SOBRE AS PRINCIPAIS IGREJAS CATÓLICAS EM CUIABÁ - MT. Natalie Borges D Elia PET Geografia; GECA/UFMT kinzes@hotmail. UM OLHAR DO TURISMO HISTÓRICO SOBRE AS PRINCIPAIS IGREJAS CATÓLICAS EM CUIABÁ - MT Natalie Borges D Elia PET Geografia; GECA/UFMT kinzes@hotmail.com Julyanne Adalgiza de Almeida e Silva GECA/UFMT julyanne_almeida@hotmail.com

Leia mais

CONJUNTOS RELIGIOSOS. referência cartográfica. Património Edificado CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA

CONJUNTOS RELIGIOSOS. referência cartográfica. Património Edificado CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA CONJUNTOS RELIGIOSOS CJR0 CÂMARA MUNICIPAL DA MAIA IGREJA DE BARCA E CAPELA DE N. SRa. DA STA CRUZ E CAPELAS DO CALVÁRIO CJR1 FOTO-REFERÊNCIA 143, 144 da Igreja, do Calvário, Avenida Sr. da Santa Cruz

Leia mais

Paula Bessa Departamento de História, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho Investigadora do CITCEM PINTURA MURAL NA ROTA DO ROMÂNICO

Paula Bessa Departamento de História, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho Investigadora do CITCEM PINTURA MURAL NA ROTA DO ROMÂNICO Paula Bessa Departamento de História, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho Investigadora do CITCEM PINTURA MURAL NA ROTA DO ROMÂNICO 1º CONGRESSO INTERNACIONAL DA ROTA DO ROMÂNICO Setembro

Leia mais

Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas

Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas Peças sacras centenárias são corroídas pelo tempo e atacadas por insetos em Minas Especialista sugere medidas seguras para proteção de acervo corroído pelo tempo. O que os olhos não veem, o patrimônio

Leia mais

Índice das imagens Fig. 1 - Saltério da rainha Melisenda, c. 1131-1144 Fig. 2 - Benedetto Antelami, Porta ocidental do Baptistério de Parma

Índice das imagens Fig. 1 - Saltério da rainha Melisenda, c. 1131-1144 Fig. 2 - Benedetto Antelami, Porta ocidental do Baptistério de Parma Índice das imagens Fig. 1 - Saltério da rainha Melisenda, c. 1131-1144 (imagem retirada de Geoffrey BARRACLOUGH, coord., The Christian World A Social and Cultural History of Christianity, 1981, p. 125)

Leia mais

Barroco. www.roginei.com.br

Barroco. www.roginei.com.br Barroco As origens da palavra são incertas. Talvez venha do português barroco ou do espanhol berrueco, que significa pérola de formato irregular. O Juízo Final (1536-1541) afresco de Michelangelo Capela

Leia mais

FERNANDO COSTA - CURRICULUM VITAE

FERNANDO COSTA - CURRICULUM VITAE FERNANDO COSTA - CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO Nome: Fernando Manuel da Conceição Costa fmccosta@ipt.pt Endereço: Rua Gil de Avô, 37 Tomar 2300-580 Telemóvel: 964.279.825 Data de Nascimento: 14/11/65

Leia mais

DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DA CASA DA FESTA DE JUCA SURDO

DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DA CASA DA FESTA DE JUCA SURDO DOSSIÊ DE TOMBAMENTO DA CASA DA FESTA DE JUCA SURDO Porteirinha MG Março de 2002 INTRODUÇÃO O dossiê aqui apresentado quer ser, em primeiro lugar, um registro documental da história e das características

Leia mais

Circuito Pedonal e Cultural da freguesia de Romãs

Circuito Pedonal e Cultural da freguesia de Romãs Romãs A atual freguesia de Romãs, data do século XVI, em resultado do desmembramento, da grande Paróquia de Santa Maria de Gulfar que formou ainda Decermilo, Vila Longa, Silvã de Baixo e Silva de Cima,

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÕES NA ZONA HISTÓRICA DA CIDADE E DEVESA

REGULAMENTO PROGRAMA RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÕES NA ZONA HISTÓRICA DA CIDADE E DEVESA REGULAMENTO DO PROGRAMA RECUPERAÇÃO DE HABITAÇÕES NA ZONA HISTÓRICA DA CIDADE E DEVESA INTRODUÇÃO O levantamento socioeconómico da população residente nas zonas antigas evidencia um significativo número

Leia mais

Zona Antiga. - Guia de Exploração

Zona Antiga. - Guia de Exploração Serviço Educativo e de Divulgação Zona Antiga - Guia de Exploração Planta do Castelo de Albufeira 1607-1617, in: IANTT - TTOnline Zona Antiga de Albufeira Guia de Exploração - Apresentação Este pequeno

Leia mais

Intervenções Posteriores: Detectaram-se várias repolicromias totais e parciais ocorridas em datas não determinadas.

Intervenções Posteriores: Detectaram-se várias repolicromias totais e parciais ocorridas em datas não determinadas. MENINO JESUS Identificação Categoria: Escultura Sub-categoria: Escultura de vulto perfeito Denominação/Título: Menino Jesus Autoria/Produção: Autor desconhecido/ Portugal Datação: Séc. XVIII? (justificação

Leia mais

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino

Arte Românica e Gótica. 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica e Gótica 6º Ano 2015 Artes Professor Juventino Arte Românica O estilo românico germinou, desde o final do século X até XIII. Sua denominação foi dada por arqueólogos do século XIX, quando

Leia mais

Museu Nacional de Arqueologia Feira de Réplicas

Museu Nacional de Arqueologia Feira de Réplicas Museu Nacional de Arqueologia Feira de Réplicas e Material Didáctico de Arqueologia 18 e 19 de Junho de 2005 Horário das 10h00 às 18h00 Objectivos Promover iniciativas de valorização e divulgação patrimonial

Leia mais

Notre Dame de Chartres: o esplendor em pedra e luz

Notre Dame de Chartres: o esplendor em pedra e luz Notre Dame de Chartres: o esplendor em pedra e luz Quando ouvimos a expressão gótico, geralmente nos lembramos de alguns jovens que são aficionados por roupas pretas, caveiras e cemitérios. Algo que remete

Leia mais

Classificação e Cadastro dos Caminhos Públicos do Município de Oliveira de Azeméis

Classificação e Cadastro dos Caminhos Públicos do Município de Oliveira de Azeméis Classificação e Cadastro dos Caminhos Públicos do Município de Oliveira de Azeméis Freguesia de Fajões Maio 2011 Índice Capa Listagem Planta da Freguesia. Listagem dos Caminhos 1 Listagem dos arruamentos

Leia mais

Algumas Fotos do Encontro Nacional do Turismo no Espaço Rural

Algumas Fotos do Encontro Nacional do Turismo no Espaço Rural Algumas Fotos do Encontro Nacional do Turismo no Espaço Rural Da esquerda para a direita, Doutor Manuel Barroso, Presidente da Escola Superior Agrária, Dr. Emanuel Marques Santos (IFT), Dr.ª Madalena Torres

Leia mais

a) Liceu e Basílica do Sagrado Coração de Jesus 1885/1901

a) Liceu e Basílica do Sagrado Coração de Jesus 1885/1901 265 a) Liceu e Basílica do Sagrado Coração de Jesus 1885/1901 Santuário do Sagrado Coração de Jesus Agosto de 2008 (foto do autor) Santuário do Sagrado Coração de Jesus Agosto de 2008 (foto do autor) Liceu

Leia mais

possuir um conjunto de bens históricos e artísticos razoavelmente bem preservado,

possuir um conjunto de bens históricos e artísticos razoavelmente bem preservado, 30 Objetivos centrais da Expedição Engenheiro Halfeld, o levantamento preliminar de edificações, monumentos e obras de interesse histórico ou artístico e a avaliação do seu estado de conservação foram

Leia mais

Património cultural Museus. http://www.cmpedrogaogrande.pt/index.php?option=com_content&view=a. rticle&id=132&itemid=123. rticle&id=132&itemid=123

Património cultural Museus. http://www.cmpedrogaogrande.pt/index.php?option=com_content&view=a. rticle&id=132&itemid=123. rticle&id=132&itemid=123 Atelier Túllio Victorino Sertã / Cernache do Bonjardim CASA MUSEU COMENDADOR MANUEL NUNES CORRÊA MUSEU PEDRO CRUZ MUSEU DE ARTE SACRA (Misericórdia) Museu Arqueologia Mação Centro Geodésico de Portugal

Leia mais

Município de Albufeira

Município de Albufeira Património arquitetónico religioso Município de Albufeira Igreja Matriz de Santa Maria antiga Igreja Matriz de Albufeira Localização: Rua do Cemitério Velho, Albufeira Elementos arquitetónicos e painel

Leia mais

Página CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.ENQUADRAMENTO 3 1.1.OBJECTIVOS..4 1.2.ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO...4

Página CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.ENQUADRAMENTO 3 1.1.OBJECTIVOS..4 1.2.ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO...4 ÍNDICE GERAL Página CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.ENQUADRAMENTO 3 1.1.OBJECTIVOS..4 1.2.ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO...4 CAPÍTULO 2 CARACTERIZAÇÃO DA ILHA E SUAS TIPOLOGIAS CONSTRUTIVAS 2.1.DESCRIÇÃO DAS CARACTERISTICAS

Leia mais

TELHADOS Novintelha TELHA SOBRE NATUROCIMENTO A tradição e a técnica. TELHADOS Novintelha TELHA SOBRE NATUROCIMENTO Suporte e isolamento de telhados tradicionais. Melhor isolamento térmico a um custo mais

Leia mais

1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO

1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO 1 1.º SIMPÓSIO DE ARQUEOLOGIA VIRTUAL, EM MONTEMOR-O-NOVO Entre os dias 6 e 10 de Maio de 2015, Montemor-o-Novo será o palco de um encontro entre profissionais da Arqueologia Virtual, nas suas várias vertentes,

Leia mais

FICHA DE IDENTIFICAÇÃO PRIORIDADE A

FICHA DE IDENTIFICAÇÃO PRIORIDADE A Rua Rodrigues Alves, 08 04 Comércio - Precário, instável, apresentando rachaduras e desagregação de revestimento da fachada. Moradores Transeuntes Intervenção: Recuperação do imóvel TÉCNICO: Danilo Alves

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas. Embu das Artes

Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas. Embu das Artes Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas Embu das Artes A produção literária referente à arquitetura e urbanismo sempre foi caracterizada pela publicação de poucos títulos, baixa

Leia mais

Pavilhão Multiusos de Gondomar Seniores Femininos 8 de Novembro de 2015

Pavilhão Multiusos de Gondomar Seniores Femininos 8 de Novembro de 2015 ALA NUN' ÁLVARES DE GONDOMAR ÉPOCA 2015 / 2016 Pavilhão Multiusos de Gondomar Seniores Femininos 8 de Novembro de 2015 Nº Control Nome N Licença C.N. 121 Marta Santos Ala de Gondomar 2 122 Mélanie Costa

Leia mais

A Pintura Mural na Rota do Românico

A Pintura Mural na Rota do Românico PAINEL V Artes do Românico II A Pintura Mural na Rota do Românico PAULA BESSA Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho Na Rota do Românico encontramos um notável património de pintura mural

Leia mais

SOLUÇÕES PARA COBERTURAS E FACHADAS

SOLUÇÕES PARA COBERTURAS E FACHADAS SOLUÇÕES PARA COBERTURAS E FACHADAS 001 PAINEL COBERTURA EM LÃ DE ROCHA PAINEL LÃ DE ROCHA COBERTURA REF: MC 1000 LR ESPESSURAS: 40 50 75 100 mm PAINEL LÃ DE ROCHA COBERTURA PERFURADO REF: MC 1000 LR/PF

Leia mais

Arte e Arquitetura Sacra

Arte e Arquitetura Sacra Arte e Arquitetura Sacra A história da Festa do Divino, considerada uma das festas de caráter popular mais antigas do Brasil, tem a sua origem nas festas religiosas da Europa, mais especificamente na tradição

Leia mais

Património Cultural: Maria da Luz Rosinha. Museu Municipal de Vila Franca de Xira. A Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

Património Cultural: Maria da Luz Rosinha. Museu Municipal de Vila Franca de Xira. A Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira 2 A exposição Percursos de Vialonga: Património Recuperado pretende dar a conhecer à comunidade em geral a riqueza do património cultural concelhio, bem como os trabalhos que foram desenvolvidos no âmbito

Leia mais

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues

Idade Média. Barroco RENASCIMENTO. Prof. Vinicius Rodrigues Idade Média, RENASCIMENTO Barroco e Prof. Vinicius Rodrigues LITERATURA MEDIEVAL Alta Idade Média TROVADORISMO (Século XI-XIV) Novelas de Cavalaria (PROSA) - O herói-cavaleiro carrega os ideias da Igreja

Leia mais

1.827.036,84 + IVA E APROVAÇÃO DE MINUTA DO CONTRATO...

1.827.036,84 + IVA E APROVAÇÃO DE MINUTA DO CONTRATO... PONTO 1 APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO ANTERIOR.... PONTO 2 PERÍODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA ASSUNTOS DE INTERESSE CONCELHIO.... PONTO 3 - INFORMAÇÃO PRESTADA PELO CHEFE DE DIVISÃO DE OBRAS MUNICIPAIS ENG.º

Leia mais

A Arqueologia da Arquitectura

A Arqueologia da Arquitectura Maria de Magalhães Ramalho Mestrado em Reabilitação da Arquitectura e Núcleos Urbanos FAUTL - 2006/2007 A Arqueologia da Arquitectura Maria de Magalhães Ramalho Departamento de Estudos-IPPAR 1 A maior

Leia mais

Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX Occidente Revista Illustrada de Portugal e do Estrangeiro, nº 317, 11 Outubro 1887 Encontros de Cultura e Património Mosteiro

Leia mais

CURRICULUM VITAE REFERÊNCIAS CONSERVAÇÃO E RESTAURO DE AZULEJOS

CURRICULUM VITAE REFERÊNCIAS CONSERVAÇÃO E RESTAURO DE AZULEJOS CURRICULUM VITAE REFERÊNCIAS CONSERVAÇÃO E RESTAURO DE AZULEJOS 2012 Diagnóstico, coordenação e execução da intervenção de inventariação e conservação e restauro do conjunto azulejar pombalino existente

Leia mais

MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA

MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA Veículo Editoria Página Data Site Época Viajologia Online 21/10/2015 O Rio de janeiro é uma das cidades mais fotogênicas do planeta e suas paisagens diversas

Leia mais

O sistema hidráulico superior na arquitectura sacra gótica. Casos de estudo na zona Norte de Portugal 1. Ana Patrícia R. Alho 2

O sistema hidráulico superior na arquitectura sacra gótica. Casos de estudo na zona Norte de Portugal 1. Ana Patrícia R. Alho 2 16 O sistema hidráulico superior na arquitectura sacra gótica. Casos de estudo na zona Norte de Portugal 1 Ana Patrícia R. Alho 2 Resumo Esta comunicação decorre da tese de doutoramento que desenvolvemos:

Leia mais

Comissão Diocesana de Arte Sacra e dos Bens Culturais da Igreja. Diocese de Bragança-Miranda REGULAMENTO

Comissão Diocesana de Arte Sacra e dos Bens Culturais da Igreja. Diocese de Bragança-Miranda REGULAMENTO Comissão Diocesana de Arte Sacra e dos Bens Culturais da Igreja Diocese de Bragança-Miranda REGULAMENTO Das Intervenções no Património Cultural da Diocese de Bragança-Miranda REGULAMENTO DAS INTERVENÇÕES

Leia mais

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo CASA DA BREIA A Casa da Breia situa-se no lugar da Breia, na freguesia de S. Paio de Jolda neste concelho de Arcos de Valdevez. Temos notícias da casa, como propriedade da família, através de um testamento

Leia mais

Caruaru (com jantar no Papangu de Bezerros incluso) Localizada no interior de Pernambuco, cerca de 135 km de Recife, Caruaru surpreende com um dos

Caruaru (com jantar no Papangu de Bezerros incluso) Localizada no interior de Pernambuco, cerca de 135 km de Recife, Caruaru surpreende com um dos Caruaru (com jantar no Papangu de Bezerros incluso) Localizada no interior de Pernambuco, cerca de 135 km de Recife, Caruaru surpreende com um dos mais importantes centros artesanais do Nordeste. A atração

Leia mais

De Miranda a Bragança: arquitectura religiosa de função paroquial na época moderna

De Miranda a Bragança: arquitectura religiosa de função paroquial na época moderna FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO LUIS ALEXANDRE RODRIGUES De Miranda a Bragança: arquitectura religiosa de função paroquial na época moderna Volume II Dissertação de DoutoramentoranHistória

Leia mais