Projeto Quintais Amazônicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto Quintais Amazônicos"

Transcrição

1 Projeto Quintais Amazônicos BOLETIM INFORMATIVO DO PROJETO QUINTAIS AMAZÔNICOS - MAIO - Nº.01 CONHEÇA 0 PROJETO QUE IRÁ GERAR NOVAS OPORTUNIDADES ECONÔMICAS, INCLUSÃO SOCIAL E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL PARA AGRICULTORES FAMILIARES NA AMAZÔNIA.

2 EDITORIAL Caro leitor, seja bem vindo ao projeto Quintais Amazônicos, realizado pelo Centro de Estudos Rioterra com apoio financeiro do Banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social/ BNDES através do Fundo Amazônia. Este boletim será um dos meios de disseminarmos informações, não apenas como forma de nos comunicarmos com beneficiários e interessados nos diversos temas que abarcamos, mas para darmos transparência à sociedade sobre as ações do projeto. A proposta para os próximos quatro anos, tempo de duração dos Quintais Amazônicos é realizar a recuperação de áreas alteradas/degradadas em reservas legais e áreas de preservação permanente utilizando Sistemas Agroflorestais/SAFs como forma de gerar renda alternativa a partir de arranjos produtivos com elevado potencial para fixação de carbono a agricultores familiares para contribuir com a estabilidade dos sistemas ambientais. Entre as principais metas estão distribuir mais de um milhão de mudas de espécies florestais e frutíferas aos produtores rurais dos municípios de Itapuã do Oeste, Machadinho do Oeste e Cujubim/RO, beneficiários do projeto. Recuperar 500 hectares de áreas degradadas ou alteradas. Apoiar a regularização ambiental de propriedades mediante realização do Cadastro Ambiental Rural para agricultores familiares e promover cursos de capacitação voltados a geração de renda. Para conhecer melhor como os trabalhos serão desenvolvidos leia mais informações nas próximas páginas deste informativo e saiba como participar e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico dos produtores familiares desta região. Boa leitura! Direção CES Rioterra Boletim Informativodo Projeto Quintais Amazônicos Ano 01 - Edição 01 Maio 2014 Material produzido pelo setor de Comunicação do CES Rioterra Jornalista Responsável Malu Calixto MTB 03125B Tiragem: exemplares Distribuição Gratuita Fotos: Centro de Estudos Rioterra Rua Padre Chiquinho, 1651 B. São João Bosco CEP: Porto Velho - Rondônia - Brasil Fone: (55)(69) EXPEDIENTE facebook.com/cesrioterra youtube.com/cesrioterra

3 POR DENTRO DO QUINTAIS AMAZÔNICOS EM QUATRO ANOS, PROJETO BENEFICIARÁ MAIS DE SEIS MIL PESSOAS LIGADAS A AGRICULTURA FAMILIAR EM RONDÔNIA O Quintais Amazônicos é um projeto idealizado pelo Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - Rioterra, com apoio financeiro do Fundo Amazônia, administrado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Ü 63 W Porto Velho Econômico e Social (BNDES). Este é o resultado dos esforços conjuntos de vários parceiros: Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (SEDAM); Prefeituras de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho do Oeste; Universidade Federal de Rondônia (UNIR); Instituto 62 W Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia/ INPA; e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária/INCRA. 61 W MAPA DE LOCALIZAÇÃO DA ÁREA DO PROJETO QUINTAIS AMAZÔNICOS Localização de Rondônia Candeias do Jamari 30 S 60 W 40 W 9 S 9 S Itapuã do Oeste Cujubim Machadinho D'Oeste Alto Paraíso Rio Crespo Vale do Anari 10 S 10 S 10 S Localização dos municípios do projeto no estado de Rondônia Porto Velho!H 12 S 9 S 66 W 63 W 60 W Legenda Itapuã do Oeste Cujubim Machadinho d'oeste Km 1 cm = 8 km 63 W PRINCIPAIS AÇÕES DO PROJETO As ações são exclusivas para agricultores familiares, ou seja, aqueles com propriedades de no máximo 240 hectares localizadas nos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho do Oeste, no Estado de Rondônia. Apoio à regularização ambiental de propriedades mediante a realização do Cadastramento Ambiental Rural (CAR) Recuperação de áreas degradadas ou alteradas, com implantação de sistemas agroflorestais, SAFs; Produção de mudas de espécies nativas e exóticas de interesse ecológico e econômico; Capacitações para promover a geração de renda e emprego, segurança alimentar, inclusão social, conservação, valorização e recuperação de áreas degradadas das propriedades nos municípios beneficiários; Doação de mudas, assistência técnica e extensão rural; Pagamento por serviços Ambientais para agricultores familiares apoiados pelo projeto 62 W 61 W Ficou interessado? Saiba mais sobre o projeto e como participar, acesse:

4 TUDO COMEÇA COM O CADASTRO ÚNICO DO CES RIOTERRA SEM CUSTO, O PRODUTOR RURAL TERÁ ACESSO A BENEFÍCIOS COMO ASSISTÊNCIA TÉCNICA, DOAÇÃO DE MUDAS, RECUPERAÇÃO DE ÁREAS E CAPACITAÇÕES VEJA O QUE É NECESSÁRIO PARA PARTICIPAR DO PROJETO Através do Cadastro Único o produtor poderá receber, dentre outros benefícios, doação de mudas, recuperar áreas de mata ciliar e reservas legais de sua propriedade, participar de cursos de capacitação e receber orientação em assistência técnica e extensão rural. A equipe de técnicos do CES Rioterra fará visitas aos agricultores que possuem propriedades nos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho do Oeste. Nestas visitas os agricultores serão convidados a participar do projeto. Os interessados deverão preencher o cadastro único e a partir daí já começarão a receber os benefícios do projeto Quintais Amazônicos. Os agricultores e agricultoras também poderão fazer seus cadastros no Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste ou agendar uma visita com os técnicos nos locais de apoio, conforme lista abaixo. INFORMAÇÕES SOBRE O CADASTRAMENTO VIVEIRO MUNICIPAL DE ITAPUÃ DO OESTE FONE: (69) STTR DE CUJUBIM FONE: (69) CES RIOTERRA PORTO VELHO FONE:

5 COMO O TRABALHO SERÁ DESENVOLVIDO PROPRIEDADES PODERÃO SER REGULARIZADAS AMBIENTALMENTE OS BENEFÍCIOS DA ADESÃO AO CAR: Simplificação do processo de regularização ambiental do imóvel rural possibilitando o acesso ao crédito rural; Suspensão da cobrança de multas aplicadas pelo IBAMA, previstas nos artigos 43, 48, 51 e 55 do Decreto nº 6.514/2008 e sua conversão em serviços de recuperação da qualidade do meio ambiente; Isenção da aplicação de multas nos artigos mencionados para infrações cometidas até 10 de dezembro de 2009; Prazo para recuperar passivos ambientais das áreas de APP e RL do imóvel; Apoio do Poder Público com os subprogramas de Assistência Técnica e Extensão Rural, Produção e Distribuição de Sementes e Mudas, Capacitação e Educação Ambiental; Apoio aos beneficiários especiais no georreferenciamento do perímetro do imóvel e das áreas de APP, RL e Remanescentes de Vegetação Nativa; Comercialização de Cotas de Reserva Ambiental/CRA. O PROJETO PREVÊ APOIO AOS AGRICULTORES FAMILIARES QUE ADERIREM AO CADASTRO AMBIENTAL RURAL/CAR Os agricultores familiares que se cadastrarem no projeto também receberão o auxílio dos técnicos do CES Rioterra no processo de regularização ambiental de suas propriedades rurais. Sem custo, os produtores poderão aderir ao CAR Cadastro Ambiental Rural, banco de dados que faz parte do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente do Ministério do Meio Ambiente. O CES Rioterra junto com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), realizará o cadastramento ambiental rural de propriedades com até 240 hectares dos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho do Oeste. Com esse documento além de dar um passo para ter sua propriedade regularizada ambientalmente o produtor rural passa a ter muitas vantagens como a possibilidade de acesso à créditos para financiamento rural e assistência técnica, acrescenta Leonardo Pool, responsável pelo CAR no CES Rioterra. Gerido pelo Setor de Geotecnologia do Centro de Estudos Rioterra, o trabalho será dividido em etapas que começam com a promoção de reuniões com os agricultores onde os técnicos do CES Rioterra explicam como o projeto funciona e seus benefícios sociais, econômicos e ambientais. Os agricultores que se interessam são cadastrados. Somente aqueles que possuem CAR podem ser beneficiados com as atividades de recuperação de áreas degradadas pela instituição. Criaremos mapas com as informações da propriedade para auxiliar os técnicos do setor de Recuperação de Áreas Degradadas na escolha das espécies adequadas ao plantio, locais prioritários como nascentes de rios e áreas de erosão, entre outros aspectos, explica Fabiana Gomes, presidente do CES Rioterra e responsável pelo setor de Geotecnologia.

6 RECUPERAÇÃO DE 500 hectares AS PROPRIEDADES QUE SE ENQUADRAREM NO PERFIL DO PROJETO TERÃO ÁREAS DEGRADADAS RECUPERADAS GRATUITAMENTE COM SISTEMAS AGROFLORESTAIS. Escolhidas as áreas onde as ações serão implementadas, é hora de desenvolver e executar um plano de ação em parceria com o produtor rural. Para a escolha da área que será trabalhada e quais espécies serão plantadas é preciso considerar o valor de mercado das espécies disponibilizadas, a aptidão do produtor e seus recursos para trabalhar com a terra. Isso feito, o CES Rioterra entra com a doação de mudas, cercas, mão de obra e insumos necessários para limpar, preparar o solo e plantar, o produtor só terá o trabalho de manter depois, detalha Adriano Ramos, responsável pelo RAD. Implantados os SAFs entra em ação a equipe de Assistência Técnica e Extensão Rural/ATER do CES Rioterra. Técnicos agrícolas e engenheiros agrônomos acompanham o desenvolvimento da produção. Orientam o agricultor sobre como cuidar de sua propriedade, irrigar corretamente e controlar pragas para que tenham as melhores possiblidades na hora da colheita. Temos essa missão: ajudar o produtor rural a alavancar sua produção de forma sustentável, ter condições de gerar renda e assim, oferecer mais qualidade de vida para sua família, completa Ueliton Pinheiro, responsável pela ATER. PRODUÇÃO DE MAIS DE 1 MILHÃO DE MUDAS PARA DOAÇÃO COM OBJETIVO DE RECUPERAR ÁREAS E PROMOVER SEGURANÇA ALIMENTAR E GERAÇÃO DE RENDA PARA OS AGRICULTORES CADASTRADOS NO PROJETO. O QUE SÃO SAFS? Os SAFs são formas de uso ou manejo da terra em que se combinam espécies de árvores com cultivos agrícolas. O objetivo é fazer com que a recuperação de áreas degradadas, por meio de culturas com diferentes ciclos produtivos, resulte na produção de alimentos em prazos variados, conjugando, assim, melhoria ambiental com geração de renda e segurança alimentar. Os três municípios de abrangência do projeto têm a maior parte de suas florestas conservadas, mas estão situados no limite da fronteira de desmatamento no Estado, que tem 36% de sua área desmatada, o maior percentual da Amazônia. Inseridos no chamado Arco do desmatamento onde cerca de 80% do desmatamento de toda Amazônia ocorre. Dessa forma, além de contribuir para melhorar o acesso a alimentos, o bem-estar e o poder econômico das famílias beneficiadas, a estratégia é formar uma barreira de proteção no entorno dos remanescentes florestais, priorizando áreas próximas de unidades de conservação e de maior fragilidade ambiental desses municípios.

7 CURSOS DE CAPACITAÇÃO SERÃO REALIZADOS CURSOS DE FORMAÇÃO DESTINADOS A INCLUSÃO SOCIAL, GERAÇÃO DE RENDA E CRIAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO. Promover a conscientização dos produtores rurais envolvidos no projeto para os benefícios socioeconômicos gerados pelos serviços ambientais decorrentes da preservação e recuperação de áreas de suas propriedades é uma das principais propostas do eixo Educação. A proposta é desenvolver espaços onde a comunidade possa refletir sobre novas possibilidades de atuação coletiva e formas positivas de expressar suas potencialidades individuais, desencadeando na comunidade uma relação de identidade com o espaço no qual convive. O projeto Quintais Amazônicos propõe também desempenhar a missão de difundir informações como forma de democratizar o acesso a conhecimentos na busca pelo desenvolvimento socioeconômico da região através de visitas as escolas e destas aos locais de atuação do projeto, palestras, dias de campo, intercâmbios e distribuição de materiais informativos/educativos sobre a importância da floresta. Os cursos foram desenvolvidos para aplicação dos conhecimentos pelos agricultores em suas propriedades visando melhorar aspectos de conservação, geração de renda e valorização da propriedade. MAIS DE 600 PESSOAS SERÃO BENEFICIADAS ATRAVÉS DE CURSOS E ATIVIDADES EDUCATIVAS PARA PROMOVER O EMPODERAMENTO DAS COMUNIDADES E GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA AOS AGRICULTORES CADASTRADOS NO PROJETO ALGUNS CURSOS PREVISTOS NO PROJETO Compostagem para agricultura familiar de base agroecológica; Produção de mudas; Viveirismo; Zoneamento de propriedades rurais; Manejo e conservação de solos; Agroecologia e permacultura; Técnicas de coleta de sementes florestais; Técnicas de germinação de sementes florestais.

8 O CES RIOTERRA 15 ANOS DE ASSISTÊNCIA E GESTÃO DE PROJETOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS EM RONDÔNIA MISSÃO: DEFENDER A IDENTIDADE AMAZÔNICA, VALORIZAR A CULTURA E O USO SUSTENTÁVEL DO MEIO AMBIENTE E CONTRIBUIR PARA UMA SOCIEDADE JUSTA, DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA. O Centro de Estudos RIOTERRA é uma OSCIP, sem fins lucrativos, criada em 1999 com a missão de defender a identidade amazônica, valorizando a cultura e o uso sustentável do meio ambiente, contribuindo para uma sociedade justa, democrática e participativa. Atuamos nas áreas de meio ambiente, educação e cultura. Possuímos um corpo técnico multidisciplinar com graduados e pósgraduados (mestres e doutorandos). Desenvolvemos projetos voltados para o uso sustentável da floresta em comunidades tradicionais de Rondônia, tendo como foco a atuação fortemente voltada para questões socioambientais. Atrelamos sempre o desenvolvimento econômico às atividades de fortalecimento do capital social. Nos últimos quinze anos, realizamos projetos com indígenas, ribeirinhos, pescadores e agricultores familiares, prezando pela participação e valorização do conhecimento tradicional. O Centro de Estudos Rioterra acredita que ao contribuir com processos de melhoria de geração de renda, práticas alternativas e mais eficazes de produção às populações tradicionais amazônicas, valorizamos a utilização dos recursos existentes na região como forma de diminuir a pressão sobre os recursos naturais e melhorar aspectos de conservação na Amazônia. Trabalhamos para a formação de uma sociedade crítica, consciente de seu contexto socioeconômico e ambiental, capaz de propor um modelo de desenvolvimento para região amazônica que valorize o conhecimento das populações tradicionais, que alie conservação e sustentabilidade. O projeto Quintais Amazônicos em uma ação do CES Rioterra voltada para fixação de carbono a partir de recuperação de áreas de proteção permanente para agricultores familiares associadas a trabalhos de identificação de espécies nativas, regularização fundiária e fortalecimento do capital social de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho do Oeste, no intuito de estudar modelos que possam ser replicados em outros pontos da Amazônia que tenham características de meio físico semelhantes a região estudada. Este projeto recebe recursos do

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia RIOTERRA

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia RIOTERRA 1 Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia RIOTERRA Rua Pe. Chiquinho, nº 1651, B. São João Bosco - CEP 76.803-786 Porto Velho/RO CNPJ: 03.721.311/0001-38 www.rioterra.org.br rioterra@rioterra.org.br

Leia mais

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Conceito de Tecnologia Social aplicada a Municípios Sustentáveis: "Compreende técnicas, metodologias e experiências

Leia mais

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O II CURSO ECOLOGIA DA FLORESTA. Porto Velho e Itapuã do Oeste/RO 27 a 30 de novembro de 2013

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O II CURSO ECOLOGIA DA FLORESTA. Porto Velho e Itapuã do Oeste/RO 27 a 30 de novembro de 2013 PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O II CURSO ECOLOGIA DA FLORESTA Porto Velho e Itapuã do Oeste/RO 27 a 30 de novembro de 2013 INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 08/11/2013 Porto Velho, 22 de

Leia mais

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural CEFIR Cadastro Estadual Ambiental Rural Dezembro.2013 SISEMA SISTEMA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE DESAFIO Tornar o Sistema mais ágil e compatibilizá-lo com as demandas da sociedade sem perder o foco na qualidade

Leia mais

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL Porto Velho/RO 20 a 22 de março de 2014 INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 10/03/2014 Porto

Leia mais

Carta à sociedade referente à participação no Plano de Investimentos do Brasil para o FIP

Carta à sociedade referente à participação no Plano de Investimentos do Brasil para o FIP Carta à sociedade referente à participação no Plano de Investimentos do Brasil para o FIP Prezado(a)s, Gostaríamos de agradecer por sua participação e pelas contribuições recebidas no âmbito da consulta

Leia mais

Você atingiu o estágio: Recomendações. NOME: MUNICIPIO: Ipiranga Data de preenchimento do guia: 2012-02-14 Data de devolução do relatório:

Você atingiu o estágio: Recomendações. NOME: MUNICIPIO: Ipiranga Data de preenchimento do guia: 2012-02-14 Data de devolução do relatório: Guia de sustentabilidade na produção de soja na Agricultura Familiar Relatório individual NOME: Prezado senhor (a), Em primeiro lugar, no nome dacoopafi, da Gebana e da Fundação Solidaridad,gostaríamos

Leia mais

CAR Cadastro Ambiental Rural

CAR Cadastro Ambiental Rural Secretaria de Meio Ambiente CAR Cadastro Ambiental Rural E SUA IMPORTÂNCIA PARA O PRODUTOR RURAL C R I S T I N A A Z E V E D O C O O R D E N A D O R A D E B I O D I V E R S I D A D E E R E C U R S O S

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA MONITORAMENTO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES DESENVOLVIDOS POR MEIO DE SISTEMAS AGRO- FLORESTAIS 1. IDENTIFICAÇÃO DOS

Leia mais

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS ESTUDO LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS ESTUDO DEZEMBRO/2014 Rodrigo Hermeto Corrêa Dolabella Consultor Legislativo da Área

Leia mais

DISPOSIÇÕES PERMANENTES

DISPOSIÇÕES PERMANENTES Revista RG Móvel - Edição 31 DISPOSIÇÕES PERMANENTES CADASTRO AMBIENTAL RURAL (CAR): O novo Código Florestal determina a criação do CAR (Cadastro Ambiental Rural) e torna obrigatório o registro para todos

Leia mais

Proposta para que o PAA possa apoiar a regularização ambiental

Proposta para que o PAA possa apoiar a regularização ambiental Proposta para que o PAA possa apoiar a regularização ambiental Considerando a Diretriz 2 do Plano Nacional de Segurança Alimentar: Promoção do abastecimento e estruturação de sistemas descentralizados,

Leia mais

FICHA PROJETO - nº383-mapp

FICHA PROJETO - nº383-mapp FICHA PROJETO - nº383-mapp Mata Atlântica Pequeno Projeto 1) TÍTULO: Restauração da Região Serrana RJ: assistência técnica para consolidar uma rede de produtores rurais e viveiros comunitários. 2) MUNICÍPIOS

Leia mais

A ECOAR E O DESENVOLVIMENTO FLORESTAL JUNTO À PEQUENA E MÉDIA PROPRIEDADE RURAL. Atuação e abordagem dos trabalhos desenvolvidos pela ECOAR

A ECOAR E O DESENVOLVIMENTO FLORESTAL JUNTO À PEQUENA E MÉDIA PROPRIEDADE RURAL. Atuação e abordagem dos trabalhos desenvolvidos pela ECOAR A ECOAR E O DESENVOLVIMENTO FLORESTAL JUNTO À PEQUENA E MÉDIA PROPRIEDADE RURAL Eduardo S. Quartim. João C. S. Nagamura. Roberto Bretzel Martins. Atuação e abordagem dos trabalhos desenvolvidos pela ECOAR

Leia mais

Senado Federal. Senador. Brasília DF

Senado Federal. Senador. Brasília DF Senado Federal Senador Brasília DF Apresentação O Cadastro Ambiental Rural CAR é um instrumento de reconhecimento e regularização das propriedades rurais. Foi criado pelo novo Código Florestal Brasileiro,

Leia mais

Tema: Reserva Legal. Familiar/MMA

Tema: Reserva Legal. Familiar/MMA Tema: Reserva Legal Norma atual Proposta 1 Proposta Agricultura Proposta Movimento MAPA/ruralistas Familiar/MMA Socioambientalista Recuperação de RL: exige a Reconhecimento de Não aceitar anistia para

Leia mais

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - RIOTERRA

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - RIOTERRA EDITAL nº 12/PTCRO/ O Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia, doravante neste edital será nominado como CENTRO DE ESTUDOS, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP,

Leia mais

Módulo fiscal em Hectares 20 10 16 12

Módulo fiscal em Hectares 20 10 16 12 CÓDIGO FLORESTAL COMO SE REGULARIZAR O QUE É CÓDIGO FLORESTAL? O Código é uma lei que estabelece limites e obrigações no uso da propriedade,, que deve respeitar a vegetação existente na terra, considerada

Leia mais

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado:

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado: PPCerrado Brasília, 28 de novembro de 2011. 1 O que é o PPCerrado: É um Plano de Ação (tático-operacional) que reúne ações para a redução do desmatamento no Cerrado e a viabilização de alternativas de

Leia mais

Cadastro Ambiental Rural e Programa de Regularização Ambiental

Cadastro Ambiental Rural e Programa de Regularização Ambiental Cadastro Ambiental Rural e Programa de Regularização Ambiental Segundo a Lei Federal 12.651/2012 e Decreto Federal 7.830/2012 ESALQ Março/Abril de 2014 Caroline Vigo Cogueto Centro de Monitoramento e Avaliação

Leia mais

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Contribuições ao debate na XI Plenária do Consea Agosto de 2013 Aprimoramento da estratégia de identificação e caracterização das famílias pertencentes a povos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

Agricultura Familiar e Alimentação Escolar no município de Registro.

Agricultura Familiar e Alimentação Escolar no município de Registro. Rua José Antônio de Campos, nº 250 Centro Registro/SP 11900-000 Fone (13) 3828.1000 Fax (13) 3821.2565 CNPJ: 45.685.872/0001-79 Agricultura Familiar e Alimentação Escolar no município de Registro. Marcos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA A ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO II ENCONTRO PAULISTA DE BIODIVERSIDADE 1. IDENTIFICAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA NÚMERO: 23/2010 ÁREA

Leia mais

Pesquisa e Desenvolvimento em Agricultura Familiar na Embrapa Arroz e Feijão

Pesquisa e Desenvolvimento em Agricultura Familiar na Embrapa Arroz e Feijão Pesquisa e Desenvolvimento em Agricultura Familiar na Embrapa Arroz e Feijão ISSN 1678-9644 Dezembro, 2004 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Arroz e Feijão Ministério

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES NO ESTADO DE SÃO PAULO. Programa Operacional do GEF: OP#15 (sustainable land management)

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES NO ESTADO DE SÃO PAULO. Programa Operacional do GEF: OP#15 (sustainable land management) PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES NO ESTADO DE SÃO PAULO Proposta para obtenção de recursos do GEF (doação sem encargos de US$7,05 milhões) Programa Operacional do GEF: OP#15 (sustainable land management)

Leia mais

O Código Florestal e a contribuição dos trabalhadores de pesquisa e desenvolvimento

O Código Florestal e a contribuição dos trabalhadores de pesquisa e desenvolvimento O Código Florestal e a contribuição dos trabalhadores de pesquisa e desenvolvimento agropecuário Vicente Almeida Presidente do SINPAF O que é o SINPAF? É o Sindicato Nacional que representa os trabalhadores

Leia mais

PROGRAMA VIDA AO MARINHEIRINHO RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VOTUPORANGA-SP

PROGRAMA VIDA AO MARINHEIRINHO RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VOTUPORANGA-SP PROGRAMA VIDA AO MARINHEIRINHO RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VOTUPORANGA-SP Simone Neiva Rodella (1) Bióloga especializada em administração e educação ambiental é atualmente, diretora da divisão de meio

Leia mais

Projeto: SEMENADO O BIOMA CERRADO RELATÓRIO DE VIAGEM A CRITALINA/GO

Projeto: SEMENADO O BIOMA CERRADO RELATÓRIO DE VIAGEM A CRITALINA/GO Projeto: SEMENADO O BIOMA CERRADO RELATÓRIO DE VIAGEM A CRITALINA/GO Assunto: Reuniões de Programação de Eventos. 2011. Pessoas que participaram das reuniões: Luiz Carlos Simon Coordenador Geral do Instituto

Leia mais

Recursos Naturais e Biodiversidade

Recursos Naturais e Biodiversidade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Florestas Gestão dos Recursos Hídricos Qualidade e Ocupação do Solo Proteção da Atmosfera e Qualidade

Leia mais

AMBIENTAL E NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS SOBRE O CADASTRO AMBIENTAL RURAL - ( CAR )

AMBIENTAL E NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS SOBRE O CADASTRO AMBIENTAL RURAL - ( CAR ) AMBIENTAL E NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS 29/04/2015 27 PERGUNTAS E RESPOSTAS DIRETAS E ESSENCIAIS SOBRE O CADASTRO AMBIENTAL RURAL - ( CAR ) ÍNDICE POR ASSUNTO ITENS Nº Informações Gerais 1, 4, 9 Responsabilidade

Leia mais

Assistência Técnica e Extensão Rural no Brasil: Um debate nacional sobre as realidades e novos rumos para o desenvolvimento do País

Assistência Técnica e Extensão Rural no Brasil: Um debate nacional sobre as realidades e novos rumos para o desenvolvimento do País Assistência Técnica e Extensão Rural no Brasil: Um debate nacional sobre as realidades e novos rumos para o desenvolvimento do País Cenário 66 ANOS DE EXTENSÃO RURAL A agricultura como via estratégica

Leia mais

Município de Colíder MT

Município de Colíder MT Diagnóstico da Cobertura e Uso do Solo e das Áreas de Preservação Permanente Município de Colíder MT Paula Bernasconi Ricardo Abad Laurent Micol Julho de 2008 Introdução O município de Colíder está localizado

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC Programa ABC Linha de Crédito para Agricultura de Baixa Emissão de Carbono Sidney

Leia mais

CONQUISTAS AOS AGRICULTORES NO CÓDIGO FLORESTAL

CONQUISTAS AOS AGRICULTORES NO CÓDIGO FLORESTAL CONQUISTAS AOS AGRICULTORES NO CÓDIGO FLORESTAL 1. DISPENSA AOS PROPRIETÁRIOS DE ÁREAS CONSOLIDADAS DE RECOMPOSIÇÃO DA RESERVA LEGAL Art. 61 a. Área rural consolidada: é a área de imóvel rural com ocupação

Leia mais

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO Termo de Referência CONSULTORIA PARA AVALIAÇÃO DOS FINANCIAMENTOS DO BANCO DA AMAZÔNIA BASA, PARA FORTALECIMENTO DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COM DESTAQUE PARA

Leia mais

Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA

Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA Índice O que o agricultor brasileiro deve saber sobre o Novo Código Florestal?...1 Começando a regularizar o imóvel rural...2

Leia mais

Legislação Ambiental Brasileira: Entraves, Sucessos e Propostas Inovadoras no Âmbito da Pequena Propriedade

Legislação Ambiental Brasileira: Entraves, Sucessos e Propostas Inovadoras no Âmbito da Pequena Propriedade Legislação Ambiental Brasileira: Entraves, Sucessos e Propostas Inovadoras no Âmbito da Pequena Propriedade Fórum sobre Área de Preservação Permanente e Reserva Legal na Paisagem e Propriedade Rural Piracicaba,

Leia mais

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE DEPARTAMENTO DE FLORESTAS

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE DEPARTAMENTO DE FLORESTAS MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE DEPARTAMENTO DE FLORESTAS Referência: Agenda para a criação de instrumentos de financiamentos e crédito para o setor florestal Interessado: DFLOR/SBF/MMA. 1. ANTECEDENTES: O

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA BACIA DO RIO TAQUARI

PROGRAMA DE AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA BACIA DO RIO TAQUARI Manutenção e recuperação da capacidade produtiva da região do Médio e Baixo Apoiar o desenvolvimento de atividades produtivas com espécies adaptadas a região (fauna e flora) Identificar as potencialidades

Leia mais

Educação Ambiental em apoio à Nova Lei Florestal. Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente

Educação Ambiental em apoio à Nova Lei Florestal. Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente Educação Ambiental em apoio à Nova Lei Florestal Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente Contextualização O Decreto Nº 7.029/09, que instituía o Programa Mais Ambiente foi revogado

Leia mais

Reflexões sobre legislação, conservação e a sociobiodiversidade

Reflexões sobre legislação, conservação e a sociobiodiversidade Reflexões sobre legislação, conservação e a sociobiodiversidade Priscila Facina Monnerat Engenheira Florestal Instituto Contestado de Agroecologia - ICA A devastação histórica das florestas no Paraná 1890

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE AUDIÊNCIA PRÉVIA SOLICITAÇÃO DE PROPOSTAS N.º 9420/2010

ATA DA REUNIÃO DE AUDIÊNCIA PRÉVIA SOLICITAÇÃO DE PROPOSTAS N.º 9420/2010 Às nove horas e quarenta minutos do dia dezenove de abril de dois mil e dez reuniram-se, na sede do PNUD Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em Brasília (DF), representantes do PNUD, do Ministério

Leia mais

CONSIDERAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DE NASCENTES

CONSIDERAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DE NASCENTES CONSIDERAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DE NASCENTES Este modelo foi desenvolvido visando à recuperação de Áreas de Preservação Permanente de Nascentes

Leia mais

ANEXO III TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO III TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO III TERMO DE REFERÊNCIA Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável Departamento de Zoneamento Territorial Projeto GCP/BRA/080/EC PROJETO PACTO MUNICIPAL

Leia mais

Cadastro Ambiental Rural CAR Programa de Regularização Ambiental- PRA

Cadastro Ambiental Rural CAR Programa de Regularização Ambiental- PRA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Cadastro Ambiental Rural CAR Programa de Regularização Ambiental- PRA Belém- Pará Jun/2015 EVOLUÇÃO DO CAR NO PARÁ 2012-

Leia mais

blico-privada ( PPP ): Sinergia de sucesso no Fomento Florestal em Minas Gerais.

blico-privada ( PPP ): Sinergia de sucesso no Fomento Florestal em Minas Gerais. Parceria PúblicoP blico-privada ( PPP ): Sinergia de sucesso no Fomento Florestal em Minas Gerais. João Cancio de Andrade Araújo Superintendente Florestal ASIFLOR BRASÍLIA MARÇO/2010 ASSOCIAÇÃO DAS SIDERÚRGICAS

Leia mais

Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de propriedades rurais brasileiras

Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de propriedades rurais brasileiras Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Nº 39/2013 maio Informativo digital sobre temas da cadeia produtiva da soja Meio Ambiente propõe mutirão nacional para regularização ambiental de

Leia mais

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia

22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 22 o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Garoto acompanhando a evolução da árvore que plantou, na primeira e na segunda visita após o plantio Fotos: Projeto: Meio Ambiente - Eu Cuido! Organização:

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 097-MA

FICHA PROJETO - nº 097-MA FICHA PROJETO - nº 097-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: Construindo Estratégias Participativas e Projetos Demonstrativos de Conservação da Mata Atlântica na Região do Corredor de Biodiversidade

Leia mais

Semeando Sustentabilidade em Apuí. Realizações e Perspectivas 2011-2012

Semeando Sustentabilidade em Apuí. Realizações e Perspectivas 2011-2012 Semeando Sustentabilidade em Apuí Realizações e Perspectivas 2011-2012 PA Rio Juma Semeando Sustentabilidade em Apuí, iniciado em março de 2011, completa um ano de atividades. O Oprojeto está apenas começando,

Leia mais

ADILTON DOMINGOS SACHETTI. 19 de agosto de 2009

ADILTON DOMINGOS SACHETTI. 19 de agosto de 2009 ADILTON DOMINGOS SACHETTI 19 de agosto de 2009 Programa Mato-Grossense de Regularizaçã ção o Ambiental Rural MT-LEGAL O que é o Licenciamento Ambiental Atual É o Instrumento da Política Nacional do Meio

Leia mais

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014 Programa ABC Banco do Brasil Safra 2013/2014 Balanço da Safra 2012/2013 Plano Safra 2012/2013 Crédito Rural - Desembolsos R$ 61,5 bilhões CRESCIMENTO de 28% em relação à safra anterior R$ 6,5 bilhões acima

Leia mais

www.institutoproterra.org.br

www.institutoproterra.org.br APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Missão O Instituto Pró Terra é uma entidade sem fins lucrativos criada em 1997 sob o CNPJ: 04728488/0001-29, que reúne amigos, educadores, técnicos e pesquisadores com a missão

Leia mais

Plano ABC vai financiar 265 mil hectares

Plano ABC vai financiar 265 mil hectares Plano ABC vai financiar 265 mil hectares Uma linha de crédito com dinheiro farto, juro abaixo da inflação e prazo atraente, além de carência longa. Tudo isso para financiar a adoção de práticas sustentáveis

Leia mais

Financiamentos para o Agronegócio

Financiamentos para o Agronegócio Financiamentos para o Agronegócio Banco do Brasil Maior Parceiro do Agronegócio Carteira em Dez/2012 R$ 100 bilhões Banco do Brasil Sustentabilidade e Meio Ambiente Programa ABC Em Dezembro de 2012 R$

Leia mais

APRESENTACAO SUB-PROJETOS CONTEXTO SÓCIO-AMBIENTAL DO PROJETO SUB-PROJETO REFLORESTAMENTO SUB-PROJETO EDUCACAO SOCIO-MBIENTAL

APRESENTACAO SUB-PROJETOS CONTEXTO SÓCIO-AMBIENTAL DO PROJETO SUB-PROJETO REFLORESTAMENTO SUB-PROJETO EDUCACAO SOCIO-MBIENTAL "Palestra apresentada no Seminário Nacional Restauração de APPs, Brasilia DF, julho de 2006 Mauricio Lobo, M.Sc engª ambiental - UERJ, presidente do IEF/RJ e da Câmara Técnica de UCs e Demais Áreas Protegidas

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA MONITORAMENTO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES DESENVOLVIDOS POR MEIO DE TÉCNICAS DE NUCLEAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DOS TERMOS

Leia mais

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa PMS-MT Cartilha Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes Fortalecimento da gestão ambiental municipal Contexto e benefícios Tarefas Regularização ambiental e fundiária

Leia mais

PISA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Diversificar para produzir com sustentabilidade alimentos seguros e de qualidade

PISA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Diversificar para produzir com sustentabilidade alimentos seguros e de qualidade PISA Programa de Produção Integrada de Sistemas Agropecuários em Microbacias Hidrográficas Diversificar para produzir com sustentabilidade alimentos seguros e de qualidade Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

www.assentamentosustentavel.org.br

www.assentamentosustentavel.org.br INFORMATIVO DO PROJETO ASSENTAMENTOS SUSTENTÁVEIS NA AMAZÔNIA (PAS) NÚMERO 2 SETEMBRO DE 2013 O QUE MUDOU PARA O PEQUENO PRODUTOR RURAL NA AMAZÔNIA? RESERVA LEGAL: são áreas de floresta que devem ser mantidas.

Leia mais

É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios

É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios MÃOS À OBRA!!! Prefeito e Prefeita, seguem sugestões de Programas e Ações a serem inseridos

Leia mais

PROJETO VALE SUSTENTÁVEL: RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VISANDO A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA CAATINGA NA REGIÃO DO VALE DO AÇU RN.

PROJETO VALE SUSTENTÁVEL: RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VISANDO A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA CAATINGA NA REGIÃO DO VALE DO AÇU RN. PROJETO VALE SUSTENTÁVEL: RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS VISANDO A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA CAATINGA NA REGIÃO DO VALE DO AÇU RN. Elisângelo Fernandes da Silva (E-mail: elisangelo.silva@bol.com.br);

Leia mais

ANEXO II HISTÓRICO DAS FEIRAS DE TROCA DE SEMENTES TRADICIONAIS E CRIOULAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

ANEXO II HISTÓRICO DAS FEIRAS DE TROCA DE SEMENTES TRADICIONAIS E CRIOULAS DO ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO II HISTÓRICO DAS FEIRAS DE TROCA DE SEMENTES TRADICIONAIS E CRIOULAS DO ESTADO DE SÃO PAULO JUSTIFICATIVA Após a organização do 1 Seminário de Acesso a Sementes Crioulas e Orgânicas em abril de 2010

Leia mais

Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais

Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais Instrumentos Legais de Proteção Ambiental em Propriedades Rurais Uberlândia Minas Gerais Abril de 2015 Índice Introdução... 2 Instrumentos de planejamento e gestão do uso do solo... 2 Zoneamento Ecológico-

Leia mais

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR O QUE É O CAR O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de âmbito

Leia mais

Mais informações e a lista completa de signatários estão disponíveis no site da iniciativa, em www.dialogoflorestal.org.br.

Mais informações e a lista completa de signatários estão disponíveis no site da iniciativa, em www.dialogoflorestal.org.br. APRESENTAÇÃO Este documento apresenta em detalhes as propostas consolidadas pelo Diálogo Florestal como contribuição ao debate sobre a revisão do Código Florestal Brasileiro, em curso no Congresso Nacional.

Leia mais

Plano Anual de Aplicação Regionalizada

Plano Anual de Aplicação Regionalizada Plano Anual de Aplicação Regionalizada PAAR - 2015 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO FLORESTAL Introdução PLANO ANUAL DE APLICAÇÃO REGIONALIZADA

Leia mais

O que é o CAR? CAR- Cadastro Ambiental Rural

O que é o CAR? CAR- Cadastro Ambiental Rural O que é o CAR? O CAR é um instrumento para gerar e integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais. Esse cadastro é o registro eletrônico de abrangência nacional junto ao órgão ambiental

Leia mais

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO Conciliando Biodiversidade e Agricultura DESAFIO Compatibilizar a Conservação e a Agricultura O crescimento da população global e a melhoria dos padrões de vida aumentaram

Leia mais

Relatório Final. Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal

Relatório Final. Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal Relatório Final Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal Maio 2010 FBDS-Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável Rua Eng. Álvaro

Leia mais

VERDADES E MENTIRAS SOBRE O PROJETO DE LEI QUE ALTERA O CÓDIGO FLORESTAL

VERDADES E MENTIRAS SOBRE O PROJETO DE LEI QUE ALTERA O CÓDIGO FLORESTAL VERDADES E MENTIRAS SOBRE O PROJETO DE LEI QUE ALTERA O CÓDIGO FLORESTAL 1. Por que o código florestal precisa ser mudado? O Código Florestal de 1965 é uma boa legislação. Aliás, caso fosse exigido o cumprimento

Leia mais

DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS E FOCOS DE ATUAÇÃO PARA O BIÊNIO 2013 E 2014

DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS E FOCOS DE ATUAÇÃO PARA O BIÊNIO 2013 E 2014 DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS E FOCOS DE ATUAÇÃO PARA O BIÊNIO 2013 E 2014 Projetos no Bioma Amazônia A Critérios Orientadores B C D E F Condicionantes Mínimos para Projetos Modalidades

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 045-MA

FICHA PROJETO - nº 045-MA FICHA PROJETO - nº 045-MA Mata Atlântica Grande Projeto 1) TÍTULO: Floresta Legal corredores florestais conectando habitats e envolvendo pessoas 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Silva Jardim, Rio Bonito,

Leia mais

Linhas de Financiamento Setor Florestal. 1º Encontro Paulista de Biodiversidade São Paulo, 18 de novembro de 2009 Eduardo Canepa Raul Andrade

Linhas de Financiamento Setor Florestal. 1º Encontro Paulista de Biodiversidade São Paulo, 18 de novembro de 2009 Eduardo Canepa Raul Andrade Linhas de Financiamento Setor Florestal 1º Encontro Paulista de Biodiversidade São Paulo, 18 de novembro de 2009 Eduardo Canepa Raul Andrade Política Ambiental do BNDES O BNDES entende que investimentos

Leia mais

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Eu, ( ) (sigla do partido) me comprometo a promover os itens selecionados abaixo

Leia mais

Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental

Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental Andrea Pitanguy de Romani 20º Reunião do COGES, 9 de março Boas práticas são iniciativas bem sucedidas que: apresentam impacto tangível na melhoria da qualidade

Leia mais

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará.

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. TERMO DE REFERÊNCIA Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. 1. Título: Diagnóstico de oportunidades para

Leia mais

30/09/13 Imprimir Documento DECRETO 45113, DE 05/06/2009 - TEXTO ORIGINAL

30/09/13 Imprimir Documento DECRETO 45113, DE 05/06/2009 - TEXTO ORIGINAL DECRETO 45113, DE 05/06/2009 - TEXTO ORIGINAL Estabelece normas para a concessão de incentivo financeiro a proprietários e posseiros rurais, sob a denominação de Bolsa Verde, de que trata a Lei nº 17.727,

Leia mais

CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais

CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais Proposição de Reforma Estruturante do Sistema Tornar o Sistema mais ágil e compatibilizá-lo com as demandas da sociedade sem perder o foco na qualidade

Leia mais

Código Florestal contexto.problemas.propostas

Código Florestal contexto.problemas.propostas Código Florestal contexto.problemas.propostas tasso.azevedo@gmail.com 1. Contexto 2. Problemas 3. Propostas 1 Regulamentação sobre florestas Constituição Federal (1988) Código Florestal (1965) Lei de Crimes

Leia mais

Universidade Federal do Ceara UFC Centro de Ciências Agrárias Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola Disciplina: Seminário IA

Universidade Federal do Ceara UFC Centro de Ciências Agrárias Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola Disciplina: Seminário IA Fortaleza CE Janeiro/2013 Universidade Federal do Ceara UFC Centro de Ciências Agrárias Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola Disciplina: Seminário IA Renata Nayara Câmara M. Silveira Engenheira

Leia mais

APPA Associação de Proteção e Preservação Ambiental de Araras A natureza, quando agredida, não se defende; porém,ela se vinga.

APPA Associação de Proteção e Preservação Ambiental de Araras A natureza, quando agredida, não se defende; porém,ela se vinga. O desmatamento, ao longo dos anos, no município de Araras, contribuiu para a redução no suprimento de água potável, devido à formação geológica local, que resulta nos aqüíferos do grupo Passa Dois e Basalto

Leia mais

PROMOVENDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL INCENTIVANDO A CIDADANIA

PROMOVENDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL INCENTIVANDO A CIDADANIA CRIANDO OPORTUNIDADES PROMOVENDO O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL INCENTIVANDO A CIDADANIA Caros parceiros É com muito orgulho que olhamos para os 11 anos da existência da GERAR e temos a certeza de que oferecemos

Leia mais

O Crédito e a. no BB

O Crédito e a. no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB Para efeito de concessão de crédito, os produtores são divididos da seguinte forma: Agricultura Familiar: Agricultores e Pecuaristas

Leia mais

CAR Cadastro Ambiental Rural

CAR Cadastro Ambiental Rural CAR Cadastro Ambiental Rural CADASTRO AMBIENTAL RURAL CAR Lei nº 12.651 / 2012 Novo Código Florestal Art. 29. É criado o Cadastro Ambiental Rural - CAR, no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre

Leia mais

INTRODUÇÃO: NOVO CÓDIGO FLORESTAL, UM MOMENTO DECISIVO PARA O BRASIL

INTRODUÇÃO: NOVO CÓDIGO FLORESTAL, UM MOMENTO DECISIVO PARA O BRASIL RESUMO PARA POLÍTICA PÚBLICA NOVO CÓDIGO FLORESTAL PARTE II: CAMINHOS E DESAFIOS PARA A REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL INTRODUÇÃO: NOVO CÓDIGO FLORESTAL, UM MOMENTO DECISIVO PARA O BRASIL A aprovação do novo

Leia mais

AMC AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DA CABRUCA. Hermann Rehem Rosa da Silva Eng. Agrônomo - Especialista em Meio Ambiente e Recursos Hídricos INEMA/IOS

AMC AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DA CABRUCA. Hermann Rehem Rosa da Silva Eng. Agrônomo - Especialista em Meio Ambiente e Recursos Hídricos INEMA/IOS AMC AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DA CABRUCA Hermann Rehem Rosa da Silva Eng. Agrônomo - Especialista em Meio Ambiente e Recursos Hídricos INEMA/IOS Decreto Estadual Nº 15180 DE 02/06/2014 Regulamenta a gestão

Leia mais

PROJETO DE LEI N O, DE 2015

PROJETO DE LEI N O, DE 2015 PROJETO DE LEI N O, DE 2015 (Do Sr. Ronaldo Carletto) Cria o Fundo Nacional de Recuperação de Nascentes de Rios (FUNAREN), define os recursos para seu financiamento e estabelece os critérios para sua utilização.

Leia mais

Rede Brasileira de Sementes Florestais

Rede Brasileira de Sementes Florestais PLANO NACIONAL DE PRODUÇÃO DE SEMENTES E MUDAS FLORESTAIS NATIVAS Rede Brasileira de Sementes Florestais Adriana Dias Trevisan Dra. Gestão Ambiental Redes Regionais de Sementes Rede Semente Sul Rede de

Leia mais

Agricultura de Baixo Carbono e Extensão Rural: O contexto da Agricultura Familiar. Brasília, Junho 2013

Agricultura de Baixo Carbono e Extensão Rural: O contexto da Agricultura Familiar. Brasília, Junho 2013 Agricultura de Baixo Carbono e Extensão Rural: O contexto da Agricultura Familiar Brasília, Junho 2013 A AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL Fonte: Censo Agropecuário 2006 - IBGE A AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL

Leia mais

olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita

olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita Indução de reflorestamento no Rio de Janeiro: Das compensações ambientais ao desafio olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita Seminário Reflorestamento da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

Projeto de Recuperação de Matas Ciliares

Projeto de Recuperação de Matas Ciliares PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DA AGRICULTURA E ABASTECIMENTO 120 mil km de cursos d água desprotegidos 13,7% de vegetação

Leia mais

Contribuições do MAPA para a Implantação da Nova Lei Florestal

Contribuições do MAPA para a Implantação da Nova Lei Florestal MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO E SUSTENTABILIDADE DEPROS Contribuições do

Leia mais

CADASTRO AMBIENTAL RURAL -CAR- RONDÔNIA

CADASTRO AMBIENTAL RURAL -CAR- RONDÔNIA CADASTRO AMBIENTAL RURAL -CAR- RONDÔNIA DECRETO n.º 17.281, de 14 de novembro de 2012 dispõe sobre o Cadastramento Ambiental Rural CAR integrante do Sistema Nacional de Informações sobre Meio Ambiente

Leia mais

BANCO DO BRASIL. Seminário de Sensibilização do Programa ABC

BANCO DO BRASIL. Seminário de Sensibilização do Programa ABC BANCO DO BRASIL Seminário de Sensibilização do Programa ABC LINHAS DE CRÉDITO Crédito Rural; Pronaf; Fundos Constitucionais. CRÉDITO RURAL Suprimento de recursos financeiros, disponibilizados por instituições

Leia mais

A Suzano e o Fomento na Bahia

A Suzano e o Fomento na Bahia A Suzano e o Fomento na Bahia Como é a atuação da Suzano na região? Fundada há 85 anos, a Suzano começou a produzir papel em 1940 e celulose em 1950 sempre abastecendo o mercado brasileiro e os de diversos

Leia mais

Histórico. Decreto 7.029/2009 (Decreto Mais Ambiente) Lei Federal 12.651/2012 Decreto 7.830/2012

Histórico. Decreto 7.029/2009 (Decreto Mais Ambiente) Lei Federal 12.651/2012 Decreto 7.830/2012 Histórico Decreto 7.029/2009 (Decreto Mais Ambiente) Lei Federal 12.651/2012 Decreto 7.830/2012 É criado o Cadastro Ambiental Rural - CAR, no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente

Leia mais

Interessantíssima pesquisa fez Benedito Ferreira Marques 1, que em sua obra muito bem lembrou que:

Interessantíssima pesquisa fez Benedito Ferreira Marques 1, que em sua obra muito bem lembrou que: 1 CADASTRO AMBIENTAL RURAL, CONTAGEM REGRESSIVA: Definições Importantes e a Demanda do Agronegócio Sul-Mato-Grossense 1. SOBRE O CAR, DEFINIÇÕES, VANTAGENS E DESVANTAGENS Em 06 de Maio deste ano de 2014,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEIN. 2.302, DE 11 DE AGOSTO DE 2010 Institui a Política Estadual de Assistência Técnica e Extensão Agroflorestal Rural para a Produção Familiar - PEATER. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO

Leia mais