Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio"

Transcrição

1 Roteador Sem Fio Prof. Marciano dos Santos Dionizio

2 Roteador Sem Fio Um roteador wireless é um dispositivo de redes que executa a função de um roteador mas também inclui as funções de um access point. Ele é normalmente usado para criar um acesso para Internet ou uma rede de computadores sem a necessidade de cabos para conectá-los.

3 Roteador Sem Fio

4 Roteador Sem Fio Access Point ou em Português Ponto de Acesso é um dispositivo em uma rede sem fio que realiza a interconexão entre todos os dispositivos móveis. Em geral se conecta a uma rede cabeada servindo de ponto de acesso para uma outra rede, como por exemplo a Internet. Esta ligado a camada de Enlace.

5 Roteador Sem Fio Pontos de acesso Wi-Fi estão se tornando populares. Muitos estabelecimentos comerciais que oferecem o acesso a internet através de um ponto de acesso como serviço ou cortesia aos clientes, tornando-se hotspots. Também é prático pois a implantação de uma rede sem fio interligada por um ponto de acesso economiza o trabalho de instalar a infra-estrutura cabeada.

6 Roteador Sem Fio Vários pontos de acesso podem trabalhar em conjunto para prover um acesso em uma área maior. Esta área é subdividida em áreas menores sendo cada uma delas coberta por um ponto de acesso, provendo acesso sem interrupções ao se movimentar entre as áreas através de roaming.

7 Roteador Sem Fio Também pode ser formada uma rede ad hoc onde os dispositivos móveis passam a agir intermediando o acesso dos dispositivos mais distantes ao ponto de acesso caso ele não possa alcançá-lo diretamente. Estes pontos de acesso precisam implementar a segurança da comunicação entre eles e os dispositivos móveis que estão em contato.

8 Roteador Sem Fio No caso do Wi-Fi, isso foi inicialmente tentado com o WEP que atualmente é comprometido facilmente. Surgiram então o WPA e o WPA2 que são considerados seguros caso seja utilizada uma senha.

9 Roteador Sem Fio Os primeiros roteadores Wi-Fi eram baseados no padrão b, que transmitia a apenas 11 megabits, com uma taxa real de transferência de pouco mais de 5 megabits com um sinal bom. O g oferece uma taxa de transmissão teórica de 54 megabits, que resultam em pouco mais de 25 megabits na prática.

10 Roteador Sem Fio A velocidade decai rapidamente conforme aumenta a distância entre o AP e o cliente (ou caso existam obstáculos entre os dois) e pode também ser reduzida drasticamente caso existam fontes de interferência pelo caminho, como outras redes Wi-Fi dividindo a mesma faixa de freqüência ou fornos de microondas ligados.

11 Roteador Sem Fio Os roteadores n por sua vez são capazes de transmitir a 150 ou 300 megabits, de acordo com a configuração das antenas, mas deles dependem que o cliente também suportam o padrão para que ele possa usufruir do avanço. A velocidade também não é necessariamente bidirecional, já que depende também do arranjo de antenas do cliente. Com isso, é muito comum ter 300 megabits de download e apenas 150 megabits de upload por exemplo.

12 Roteador Sem Fio Assim como nos padrões anteriores, não espere obter muito mais do que 50% das velocidades anunciadas na prática, já que o n continua operando essencialmente da mesma forma, apesar de todos os avanços e tweaks para melhorar a velocidade bruta. Isso faz com que mesmo um cliente conectado a um roteador transmitindo a "300 megabits" raramente condiga obter a mesma velocidade de transmissão que um cliente conectado à porta de "100 megabits" do mesmo roteador via cabo.

13 Roteador Sem Fio Isso acontece por que, diferente do Wi-Fi, as portas Ethernet cabeadas são capazes de oferecer uma taxa real de conexão muito próxima dos 100 ou 1000 megabits anunciados. Conectar alguns clientes às portas cabeados traz também uma vantagem secundária, que é o fato de reduzir o número de clientes disputando a banda do transmissor Wi-Fi.

14 Roteador Sem Fio Como no wireless a banda é dividida entre todos os clientes transmitindo ao mesmo tempo, ter menos clientes disputando a banda resulta em velocidades mais altas para os demais. Tipicamente, os roteadores Wi-Fi possuem apenas 4 portas cabeadas (mais a porta WAN), mas você pode adicionar mais portas caso necessário conectando um switch a uma das portas e conectando mais clientes a ele.

15 Roteador Sem Fio Os roteadores atuais são computadores completos, que trazem processadores de 32 bits, 8 MB ou mais de memória RAM e memória de armazenamento para o firmware, que faz o papel do sistema operacional. Por motivos óbvios, o roteador não possui teclado, nem mouse, muito menos monitor, por isso toda a configuração é feita através de uma interface web, que você acessa através do navegador em qualquer PC conectado a ele.

16 Roteador Sem Fio O primeiro acesso é feita usando o login e senha padrão do fabricante, que você deve alterar assim que tiver chance. Além das portas Ethernet e do transmissor wireless, um roteador por via de regra oferece um conjunto de serviços de rede, com destaque para o servidor DHCP, que é responsável por distribuir endereços IP para os clientes conforme eles se conectam à rede.

17 Roteador Sem Fio

18 Freqüência A grande maioria dos roteadores encontrados nas lojas trabalham com a freqüência de 2,4 GHz. Isso pode ser um problema para as pessoas que moram em prédios que possuam muitas redes Wi-Fi. Em média, cada roteador pode trabalhar em 16 canais diferentes mas, se vários roteadores trabalharem no mesmo canal, poderá ocorrer interferência e o sinal da rede será prejudicado.

19 Freqüência Para que isso não ocorra é recomendável escolher roteadores que trabalham em duas freqüências: 2,4 GHz e 5 GHz. Apesar de serem um pouco mais caros eles evitam que o sinal perca eficiência e seja prejudicado por interferências de outros roteadores ou aparelhos domésticos, como o micro-ondas e telefones sem fio.

20 Segurança Segurança em redes sem fio é algo mais crítico do que em redes cabeadas, pois como é transmitida pelo ar, qualquer um pode capturar suas informações. Mas a tecnologia foi bem planejada e conta com protocolos que a tornam mais segura. Dentre esses, destacam-se o WEP (Wired Equivalent Privacy ou Privacidade Equivalente à de Redes com Fios ) e o WPA (Wi-Fi Protected Access ou Acesso sem fio protegido).

21 Segurança Mesmo com todos os cuidados, nem sempre é possível evitar que as informações em redes sem fio sejam capturadas. O que pode ser feito é criptografar, ou seja, transmitir as informações de um jeito que, mesmo que elas sejam capturadas, não possam ser compreendidas.

22 Segurança Esse trabalho de criptografia é feito por protocolos de segurança, que codificam os dados que navegam entre o PC e o roteador para impedir que alguém além desses dois pontos entenda o que está sendo transmitido.

23 WEP Este protocolo foi lançado como um padrão de segurança em 1997 e tornou-se o pioneiro no assunto de proteção de redes sem fio. Ele utiliza o algoritmo RC4 para criptografar os pacotes que serão trocados numa rede sem fios e usa também uma função detectora de erros que verifica se a mensagem recebida foi corrompida ou alterada no meio do caminho. Entretanto, depois de vários estudos e testes realizados com este protocolo, descobriu-se algumas vulnerabilidades e falhas que fizeram com que o WEP perdesse quase toda a sua credibilidade.

24 WEP O próprio algoritmo de criptografia RC4 foi apontado como o principal calcanhar de Aquiles do protocolo, e mesmo sendo indicadas outras opções para substituí-lo, o WEP caiu em descrédito e deixou de ser usado em aplicações sérias. Apesar disso, o protocolo ainda é muito usado ainda hoje, principalmente em instalações residenciais.

25 WEP Isso ocorre em parte por pura falta de informação dos usuários de redes sem fio e também pela insistência de fabricantes de pontos de acesso em permitir que esses equipamentos ainda suportem este padrão de segurança.

26 WEP

27 WPA O WPA pode ser considerado um protocolo WEP melhorado, já que ele surgiu a partir de um esforço conjunto de membros da Aliança Wi-Fi e do IEEE para combater algumas das vulnerabilidades do WEP e aumentar o nível de segurança das redes sem fio. O WPA possui características interessantes que o tornam uma ótima opção para quem precisa de segurança. Por exemplo: é possível usar WPA em uma rede híbrida que tenha WEP instalado e migrar para WPA requer apenas uma atualização de software.

28 WPA Lançado em 2003, esse protocolo utilizava criptografia TKIP e era chamado de WEP2 por algumas pessoas, por ele ser uma medida intermediária da Wi-Fi Aliance para substituir o WEP. Logo em 2004 ele recebeu uma atualização, quando passou a ser chamado de WPA2 e a utilizar uma criptografia mais forte chamada AES.

29 WPA Ele também ficou conhecido como IEEE i Para melhorar a criptografia de dados, o WPA utiliza uma chave-mestra compartilhada. Por causa disso, em se tratando de método de distribuição de chaves de autenticação, o WPA pode ser classificado como WPA-Personal, WPA-Enterprise e Wi-Fi Protected Setup.

30 WPA No primeiro método, também conhecido como modo WPA-PSK (chave précompartilhada), cada dispositivo de rede wireless autentica com o ponto de acesso utilizando a mesma chave de 256 bits gerada a partir de uma senha ou frase secreta. Esse método foi projetado o uso em redes pequenas e não requer um servidor de autenticação.

31 WPA Já o WPA-Enterprise é conhecido como modo WPA-802.1x, e às vezes apenas WPA (em oposição ao WPA-PSK). Esse método foi projetado para redes corporativas e, por isso, requer um servidor de autenticação RADIUS, o que exige uma configuração mais complexa, porém fornece segurança adicional contra, por exemplo, ataques de dicionário de senhas curtas. O modo WPA-Personal e o WPA-Enterprise estão disponíveis tanto com WPA quanto WPA2.

32 WPA O Wi-Fi Protected Setup é um método de distribuição de chaves de autenticação alternativa que visa simplificar e fortalecer o processo, mas que, como é amplamente implementada, cria uma grande falha de segurança. Por este motivo ele é considerado inseguro.

33 WPA

34 Sites de Emuladores Emulador TP-Link Draytek om_k2&view=item&layout=item&id=2562&it emid=302&lang=en

35 Várias Marcas

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos 2013 Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos Protocolos de Segurança de Redes WI-FI Este documento destina-se a ser uma resenha crítica tendo como base o texto Entenda WEP e WPA, protocolos de

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt Redes sem fio modo de infraestrutura estação-base conecta hospedeiros móveis à rede com fio infraestrutura de

Leia mais

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Equipamento: O equipamento utilizado nesta demonstração é um roteador wireless D-Link modelo DI-524, apresentado na figura abaixo. A porta LAN desse

Leia mais

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57 Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio Objetivos Descrever como funciona o controle de acesso baseado em filtros de endereços; Definir o que é criptografia e qual a sua importância;

Leia mais

Depois, seguem as respostas, com meus comentários. A ênfase na avaliação serão os assuntos lecionados nas três primeiras apresentações.

Depois, seguem as respostas, com meus comentários. A ênfase na avaliação serão os assuntos lecionados nas três primeiras apresentações. Home Expert Redes e Novas Tecnologias Instrutor: Julio Cohen Simulado da Avaliação Final, 4 o módulo novembro de 2011 Caros(as) amigos(as), Elaborei vinte questões que mostram qual será a linha utilizada

Leia mais

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva Segurança em Redes IEEE 802.11 Ienne Lira Flavio Silva REDES PADRÃO IEEE 802.11 O padrão IEEE 802.11 define as regras relativas à subcamada de Controle de Acesso ao Meio (MAC) e camada física (PHY). Da

Leia mais

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com Wireless Leandro Ramos www.professorramos.com Redes Wireless Interferências Access-Point / ROUTER Wireless Ponto de Acesso Numa rede wireless, o hub é substituído pelo ponto de acesso (access-point em

Leia mais

Redes Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Redes Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Redes Sem Fio Prof. Marciano dos Santos Dionizio Redes Sem Fio Um roteador wireless é um dispositivo de redes que executa a função de um roteador mas também inclui as funções de um access point. Ele é

Leia mais

Manual de Configuração de Rede sem Fio.

Manual de Configuração de Rede sem Fio. IFBA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA Manual de Configuração de Rede sem Fio. 2010 T U R M A : 93631. IFBA - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Prof.: Rafael Reale Disciplina:

Leia mais

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões As redes locais sem fio (WLANs) constituem-se como uma alternativa às redes convencionais com fio, fornecendo as mesmas funcionalidades, mas de forma flexível,

Leia mais

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA Routerboard RB 433 Routerboard RB 750 Routerboard RB 1100 AH Redes Wireless Wireless, provém do inglês: wire (fio, cabo); less (sem); ou seja: sem fios. Utiliza

Leia mais

Comunicação Sem Fio REDES WIRELES. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio 06/05/2014

Comunicação Sem Fio REDES WIRELES. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio 06/05/2014 REDES WIRELES Prof. Marcel Santos Silva Comunicação Sem Fio Usada desde o início do século passado Telégrafo Avanço da tecnologia sem fio Rádio e televisão Mais recentemente aparece em Telefones celulares

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 2 Redes Sem Fio Tecnologias Atuais de Redes - Redes Sem Fio 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Alcance Interferência Padrões Segurança Tecnologias Atuais de Redes - Redes

Leia mais

Segurança em Redes.

Segurança em Redes. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Redes Agenda Riscos Cuidados gerais a serem tomados Configurando o acesso Internet da sua casa Configurando uma rede Wi-Fi doméstica Cuidados: ao se conectar

Leia mais

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens:

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: Redes Sem Fio Instalação Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: O Projetista é o responsável: Cálculo dos link e perdas Site survey (levantamento em campo das informações)

Leia mais

IEEE 802.11a. IEEE 802.11b. IEEE 802.11a/b/g. IEEE 802.11g. IEEE 802.11n 23/09/2015. Histórico Funcionamento Padrões Equipamentos Wimax PLC

IEEE 802.11a. IEEE 802.11b. IEEE 802.11a/b/g. IEEE 802.11g. IEEE 802.11n 23/09/2015. Histórico Funcionamento Padrões Equipamentos Wimax PLC Redes de Computadores Fabricio Alessi Steinmacher Histórico Funcionamento Padrões Wimax PLC H I S T Ó R I C O Wire (cabo, fio) + Less (sem) IEEE 802.11a IEEE 802.11b IEEE 802.11g IEEE 802.11n Faixa 5GHZ

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos.

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos. Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Camada Física: Redes Sem Fio Equipamentos de Rede O que já conhecemos. Cabos; Atenas; Tipos de transmissão; 1 O que vamos conhecer. Equipamentos

Leia mais

Prática de Redes Wireless. Criando rede modo INFRAESTRUTURA

Prática de Redes Wireless. Criando rede modo INFRAESTRUTURA Prática de Redes Wireless Criando rede modo INFRAESTRUTURA Introdução INFRAESTRTURA: existe um equipamento capaz de gerenciar as conexões de rede sem fio dos clientes. As tarefas de gerenciamento podem

Leia mais

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Wireless LAN (IEEE 802.11x)

Wireless LAN (IEEE 802.11x) Wireless LAN (IEEE 802.11x) WLAN: Wireless LAN Padrão proposto pela IEEE: IEEE 802.11x Define duas formas de organizar redes WLAN: Ad-hoc: Sem estrutura pré-definida. Cada computador é capaz de se comunicar

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

Quem somos. - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites

Quem somos. - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites Quem somos - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites Nome: Alan Sanches Graduação: Superior em Tecnologia de Redes de

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

Segurança em Redes Sem Fio

Segurança em Redes Sem Fio Segurança em Redes Sem Fio Nós finalmente podemos dizer que as redes sem fio se tornaram padrão para a conexão de computadores. Placas de rede sem fio já são um acessório padrão nos notebooks há algum

Leia mais

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos O conceito de rede segundo Tanenbaum é: um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações

Leia mais

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações Exigências de Sistema 1. Processador Pentium 200MHZ ou mais 2. Windows 98SE, Windows Me, Windows 2000, Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 3. 64MB de RAM ou mais. 4. 25MB de espaço livre no disco Significado

Leia mais

Redes Sem Fio. 1. Introdução. 2. Conceitos e Terminologias. 2.1. Rede Sem Fio. 2.2. Zona de Cobertura. Tecnologias Atuais de Redes Redes Sem Fio

Redes Sem Fio. 1. Introdução. 2. Conceitos e Terminologias. 2.1. Rede Sem Fio. 2.2. Zona de Cobertura. Tecnologias Atuais de Redes Redes Sem Fio 1. Introdução Geralmente, a forma mais rápida de se implementar uma rede de computadores é por meio da utilização de cabos, sejam eles de par trançado ou de fibra óptica. Para pequenas redes, com poucos

Leia mais

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1 Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Redes Sem Fio (Wireless) 1 INTRODUÇÃO Redes Sem Fio (Wireless) 2 INTRODUÇÃO Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Base da segurança: Confidencialidade Controle

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br I Workshop do POP-MG Rede sem fio Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br Sumário Introdução Principais aplicações O padrão IEEE 802.11 Segurança e suas diferentes necessidades Conclusão 2/36

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Padrão 802.11 Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Arquitetura Wireless Wi-Fi

Leia mais

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores AYLSON SANTOS EDFRANCIS MARQUES HEVERTHON LUIZ THIAGO SHITINOE AYLSON SANTOS EDFRANCIS

Leia mais

WPAN ZigBee & Bluetooth SDIC Cap6. Redes Sem Fios

WPAN ZigBee & Bluetooth SDIC Cap6. Redes Sem Fios Redes Sem Fios As recomendações do IEEE (Institute of Electrical and Eletronics Engineers), particularmente as recomendações da série IEEE 802.11, são os exemplos mais conhecidos para os padrões de redes

Leia mais

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos)

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Guia do Usuário Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas da Microsoft Corporation nos

Leia mais

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão

Guia de conexão. Sistemas operacionais suportados. Instalando a impressora. Guia de conexão Página 1 de 5 Guia de conexão Sistemas operacionais suportados Com o CD de Software e documentação, você pode instalar o software da impressora nos seguintes sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7

Leia mais

Módulo 16 Redes sem Fio (Wireless)

Módulo 16 Redes sem Fio (Wireless) Módulo 16 Redes sem Fio (Wireless) A comunicação sem o uso de cabo já existe a milhares de anos, como exemplo mais antigo temos a fala e a comunicação através de gestos. No mundo computacional o conceito

Leia mais

Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos)

Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos) Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos) Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos.

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03 X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/0 SEGURANÇA EM REDES WIRELESS Bruno Marques Amaral Engenharia de Telecomunicações, UERJ o Período Orientador: Márcio Portes de Albuquerque Co-orientadora:

Leia mais

Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi

Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 55 Roteiro Definição Benefícios Tipos de Redes Sem Fio Métodos de Acesso Alcance Performance Elementos da Solução

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA Nome: Micaella Coelho Valente de Paula Matrícula: 201207115071 2 o Período Contents 1 Introdução 2 2 802.11 3 3 Seu Funcionamento 3 4 História 4

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet

A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet Otávio Augusto G. Larrosa 1, Késsia Rita Da Costa Marchi 1, Jaime Willian Dias 1 Julio Cesar Pereira 1 1 Universidade Paranaense

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação A camada de enlace, cujo protocolo é utilizado para transportar um datagrama por um enlace individual, define o formato dos pacotes trocados entre os nós nas extremidades, bem como

Leia mais

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6 Índice 1. Introdução 1.1 Conteúdo da Embalagem...3 1.2 Descrição...3 1.3 Principais Recursos...4 1.4 Especificações...5 2. Instalação 2.1 Conexão do Hardware...6 2.2 Configuração do Computador...8 3. Assistente

Leia mais

Enviar imagens para um serviço da Web registrado

Enviar imagens para um serviço da Web registrado Observe que, neste documento, as páginas no manual Wi-Fi do produto são referenciadas. Consulte o site da Canon para baixar o PDF completo. O procedimento geral para enviar imagens para um serviço da Web

Leia mais

Voz em ambiente Wireless

Voz em ambiente Wireless Voz em ambiente Wireless Mobilidade, acesso sem fio e convergência são temas do momento no atual mercado das redes de comunicação. É uma tendência irreversível, que vem se tornando realidade e incorporando-se

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 8: Segurança de Redes Sem Fio Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Uma Wireless LAN (WLAN) é uma rede local sem fio padronizada pelo IEEE 802.11.

Leia mais

Manual do Usuário - Repetidor M300EW

Manual do Usuário - Repetidor M300EW ÍNDICE 1. Introdução... 1 1.1.Sobre o Repetidor Wireless M300EW... 1 1.2..Ethernet / Fast Ethernet... 1 1.3.Wireless LAN... 1 1.4..Conteúdo da Embalagem... 1 1.5.Características... 1 1.6..Requisitos de

Leia mais

Projeto AirStrike: Um Sistema com Acesso Seguro e Gerenciamento Integrado para Redes sem Fio Baseadas no padrão 802.11

Projeto AirStrike: Um Sistema com Acesso Seguro e Gerenciamento Integrado para Redes sem Fio Baseadas no padrão 802.11 Projeto AirStrike: Um Sistema com Acesso Seguro e Gerenciamento Integrado para Redes sem Fio Baseadas no padrão 802.11 Airon Fonteles da Silva Bruno Astuto A. Nunes Luciano R. de Albuquerque Sumário Aspectos

Leia mais

Wireless Red e e d s e s s e s m e m fi f o

Wireless Red e e d s e s s e s m e m fi f o Wireless Redes sem fio A tecnologia Wireless (sem fio) permite a conexão entre diferentes pontos sem a necessidade do uso de cabos (nem de telefonia, nem de TV a cabo, nem de fibra óptica), através da

Leia mais

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Giovan Carlo Germoglio Mestrado em Informática Departamento de Informática Universidade do Minho 1 Contextualização Padrão IEEE 802.11 Wireless LAN: Estabelecido em

Leia mais

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes de comunicação. de Dados. Network) Area. PAN (Personal( Redes de. de dados

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes de comunicação. de Dados. Network) Area. PAN (Personal( Redes de. de dados Fundamentos de Estrutura de um Rede de Comunicações Profa.. Cristina Moreira Nunes Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação Utilização do sistema de transmissão Geração de sinal Sincronização Formatação

Leia mais

Para isso, selecione as duas interfaces no "Painel de Controle > Conexões de rede" e ative a opção "Conexões de ponte":

Para isso, selecione as duas interfaces no Painel de Controle > Conexões de rede e ative a opção Conexões de ponte: Para criar uma rede ad-hoc no Windows XP, acesse o "Painel de Controle > Conexões de rede". Dentro das propriedades da conexão de redes sem fio, acesse a aba "Redes sem fio" e clique no "adicionar". Na

Leia mais

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos Redes Wireless 26/1/07 Rui Santos Índice Introdução Classificação das redes sem fios Padrões Wi-Fi Equipamento necessário Segurança Links 05-02-2007 2 Introdução http://pt.wikipedia.org/wiki/rede_sem_fios

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Sumário. Introdução... 15. 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17. 2 Autenticação e Criptografia em uma Rede Wi-Fi.. 31

Sumário. Introdução... 15. 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17. 2 Autenticação e Criptografia em uma Rede Wi-Fi.. 31 Sumário Introdução... 15 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17 1.1 Padronização do Wi-Fi... 18 1.1.1 Spread Spectrum... 19 1.1.1.1 Frequency Hopping Spread Spectrum (FHSS)... 19 1.1.1.2 Direct-Sequence

Leia mais

Capítulo 1: Redes de computadores e a Internet. Capítulo1. Redes de. computadores. computador. e a Internet. es e a Internet

Capítulo 1: Redes de computadores e a Internet. Capítulo1. Redes de. computadores. computador. e a Internet. es e a Internet Redes de computadores e a Internet Capítulo : Capítulo Redes de Redes de computadores computador e a Internet es e a Internet O que é a Internet? Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros

Leia mais

Seu manual do usuário COMPAQ TOUCHSMART TX2-1040BR http://pt.yourpdfguides.com/dref/3195512

Seu manual do usuário COMPAQ TOUCHSMART TX2-1040BR http://pt.yourpdfguides.com/dref/3195512 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para COMPAQ TOUCHSMART TX2-1040BR. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson Vulnerabilidades em Redes Wifi Palestrante: Jeann Wilson Sumário Introdução Principais Utilizações Padrões de rede sem fio Vulnerabilidades Tipos de autenticação Problemas de configuração Tipos de ataques

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Redes Sem Fio Fabricio Breve Tipos de transmissão sem fio Rádio Infravermelho Laser Aplicações Em ambientes internos: Ideal para situações onde não é possível utilizar cabeamento

Leia mais

Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios

Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios Dartagnan Dias de Farias¹, Eduardo Maronas Monks¹ Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas ¹Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

Estrutura de um Rede de Comunicações

Estrutura de um Rede de Comunicações Fundamentos de Profa.. Cristina Moreira Nunes Estrutura de um Rede de Comunicações Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação Utilização do sistema de transmissão Geração de sinal Sincronização Formatação

Leia mais

LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO!

LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO! LEIA O MANUAL ANTES DE USAR O PRODUTO! Manual de uso Interface Lumikit WiFi 2015 Lumikit Sistemas para Iluminação rev 0 15/03/2015 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 Considerações importantes,

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO WISLIY LOPES JULIANO PIROZZELLI TULIO TSURUDA LUIZ GUILHERME MENDES PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS GOIÂNIA JUNHO DE 2014 Sumário 1.

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS)

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS) SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS) Leandro Rodrigues Silva Pós Graduação em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, abril de 2010 Resumo A necessidade de maior

Leia mais

1.1 CONCEITOS BÁSICOS

1.1 CONCEITOS BÁSICOS 1.1 CONCEITOS BÁSICOS PADRÕES 802.11a 802.11b 802.11g 802.11n TRANSMISSÃO VIA RÁDIO E INTERFERÊNCIA - ALCANCE DA REDE SEM FIO SEGURANÇA WEP (WIRED EQUIVALENT PRIVACY) - - - - - - WPA E WPA2 (WI-FI PROTECTED

Leia mais

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo.

Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Vigilância IP Axis. Infinitas possibilidades para a vigilância por vídeo. Desafios da vigilância por vídeo hoje O mercado de vigilância por vídeo está crescendo, impulsionado por preocupações de segurança

Leia mais

Conexão Sem Fio Guia do Usuário

Conexão Sem Fio Guia do Usuário Conexão Sem Fio Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos. Bluetooth é marca comercial dos respectivos

Leia mais

Segurança em Redes Sem Fio

Segurança em Redes Sem Fio Segurança em Redes Sem Fio Prof. Rafael Guimarães Redes sem Fio Aula 17 Aula 17 Rafael Guimarães 1 / 60 Sumário Sumário 1 Motivação e Objetivos 2 Segurança 3 Princípios da Criptografia 4 Criptografia Simétrica

Leia mais

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP USB(LAN) WIRELESS WIRELESS USB LAN L/MONO R L/MONO R SELECT 3D REFORM AUTO ADJUST SOURCE AUDIO IN COMPUTER / COMPONENT 2 IN PC CONTROL Security HDMI IN AUDIO IN AC IN USB LAMP STATUS Projector Portátil

Leia mais

Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos) Guia do Usuário

Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos) Guia do Usuário Comunicação Sem Fio (Somente em Determinados Modelos) Guia do Usuário Copyright 2008 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos.

Leia mais

Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia)

Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia) Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia) Cartilha disponibilizada em atendimento ao disposto na Resolução Anatel n.º 574/2011 Página

Leia mais

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam

Leia mais

Professor Rodrigo. 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003):

Professor Rodrigo. 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003): 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003): Selecionar as células de B1 até B4 e depois arrastar essa seleção pela alça de preenchimento para a célula B5, fará com que o valor correspondente

Leia mais

Seu manual do usuário NOKIA C111 http://pt.yourpdfguides.com/dref/824109

Seu manual do usuário NOKIA C111 http://pt.yourpdfguides.com/dref/824109 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Implementação do Protocolo 802.1x. Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira. Thyago Ferreira Almeida

Implementação do Protocolo 802.1x. Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira. Thyago Ferreira Almeida Implementação do Protocolo 802.1x Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira Thyago Ferreira Almeida Vilmar de Sousa Junior Projeto de Redes de Computadores Professor

Leia mais

Sistemas de informação (S.I.)

Sistemas de informação (S.I.) Sistemas de informação (S.I.) Índice geral: Contents Índice geral: 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de Gestão Empresarial 3 TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 5 SEGURANÇA NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 6 Noções

Leia mais

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP.

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. VANTAGENS DAS SOLUÇÕES DE VIGILÂNCIA DIGITAL IP É verdade que o custo de aquisição das câmeras digitais IP, é maior que o custo de aquisição das câmeras

Leia mais

Roteador Wireless N 300MBPS

Roteador Wireless N 300MBPS Roteador Wireless N 300MBPS Manual do Usuário IP: 192.168.1.1 Login: admin Senha: admin Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste

Leia mais

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Pergunta O que é o teste de velocidade? Quem é o público alvo? O que oferece? Como funciona? Por onde é o acesso? Resposta Um teste de qualidade de banda

Leia mais

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação.

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação. Este produto pode ser configurado utilizando qualquer navegador web atual, como por ex. Internet Explorer 6 ou Netscape Navigator 7 ou superior. DSL-2730B Roteador ADSL Wireless Antes de começar Certifique-se

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 WPS Roteador Wireless 300N GWA-101 5dBi Bi-Volt GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 Roteador Wireless 300Mbps Guia de Instalação Rápida REV. 2.0 1. Introdução: O Roteador Wireless 300Mbps, modelo 682-0

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO

CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO CONFIGURAÇÃO KIT PROVEDOR DE INTERNET SEM FIO IMPORTANTE: Não instale o KIT no mastro sem antes conhecer bem o SOFTWARE (firmware) de gerenciamento. Configure a placa AP e faça todos os testes possíveis,

Leia mais

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 Segurança em WLANs (802.11) Parte 03 Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Protocolos de Segurança para Redes sem Fio WPA (Wi-Fi Protected Access)

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO AC2400 ROTEADOR WI-FI GIGABIT DE BANDA DUPLA. Modelo# E8350

GUIA DO USUÁRIO AC2400 ROTEADOR WI-FI GIGABIT DE BANDA DUPLA. Modelo# E8350 GUIA DO USUÁRIO AC2400 ROTEADOR WI-FI GIGABIT DE BANDA DUPLA Modelo# E8350 Sumário Visão geral do produto E8350..................................... 1 Configurando seu roteador E-Series Onde posso obter

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

Capítulo 6. Estudo de casos

Capítulo 6. Estudo de casos Capítulo 6 Estudo de casos Você quer encontrar a solução Sem ter nenhum problema Insistir em se preocupar demais Cada escolha é um dilema Como sempre estou mais do seu lado que você Siga em frente em linha

Leia mais

Rede de Computadores II

Rede de Computadores II Rede de Computadores II Slide 1 WPA2 / IEEE 802.11i - Wi-Fi Protected Access 2 Devido a algumas falhas de implementação o WPA foi substituído, em 2004, pelo padrão IEEE 802.11i ou WPA2. Slide 2 WPA 2 /

Leia mais

Aula Prática Wi-fi Professor Sérgio Teixeira

Aula Prática Wi-fi Professor Sérgio Teixeira Aula Prática Wi-fi Professor Sérgio Teixeira INTRODUÇÃO Os Access Points ou ponto de acesso wi-fi são os equipamentos empregados na função de interconexão das redes sem fio e com fio (infraestrutura).

Leia mais

Soluções de Rede para Médias Empresas

Soluções de Rede para Médias Empresas Soluções de Rede para Médias Empresas Vantagem em usar Equipamentos DrayTek O segmento de negócio de médias empresas, dependem fortemente da rede de forma a ficar à frente da concorrência, tanto a nível

Leia mais

Guia de configuração

Guia de configuração Guia de configuração Este guia fornece informações para configurar uma conexão de rede para a impressora. Conexão de rede Conexão sem fio Preparação para a conexão Configuração da impressora Seleção do

Leia mais

Aviso antes da instalação

Aviso antes da instalação Aviso antes da instalação Desligue a Câmara de Rede se vir fumo ou sentir cheiros estranhos. Não coloque a câmara de rede próximo de fontes de calor como, por exemplo, um televisor ou um forno. Mantenha

Leia mais