MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA PROCURADORIA REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA PROCURADORIA REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO"

Transcrição

1 RECOMENDAÇÃO Nº 005/2012/MPF/RR "O problema fundamental em relação aos direitos humanos, hoje, não é tanto o de justificá-los, mas de protegê-los. Trata-se de um problema não filosófico, mas político." Norberto Bobbio. O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pela Procuradora da República que esta subscreve, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa dos direitos humanos fundamentais, mormente quando houver interesse social, difuso, coletivo ou individual indisponível (artigos 127, caput, 129, II e III, da Constituição da República, c/c artigos 5º, I, c, III, e, e arts. 6º, VII, a, e d, XIV, a, da LC 75/93); CONSIDERANDO que o Congresso Nacional aprovou, por meio do Decreto Legislativo n o 231, de 29 de maio de 2003, o texto do Protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional Relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas, em Especial Mulheres e Crianças, adotado em Nova York em 15 de novembro de 2000; CONSIDERANDO que a República Federativa do Brasil se comprometeu internacionalmente em estabelecer políticas abrangentes, programas e outras medidas para prevenir e combater o tráfico de pessoas;

2 CONSIDERANDO que a República Federativa do Brasil assumiu o compromisso internacional, nos termos do referido Protocolo, de reforçar os controles fronteiriços necessários para prevenir e detectar o tráfico de pessoas; CONSIDERANDO a instituição do Plano Estratégico de Fronteiras, pelo Decreto nº 7.496, de 8 de junho de 2011, para o fortalecimento da prevenção, controle, fiscalização e repressão dos direitos transfronteiriços e dos delitos praticados em faixa de fronteira brasileira; CONSIDERANDO que o tráfico de seres humanos, especialmente o de mulheres, adolescentes e crianças para exploração sexual viola uma série de direitos fundamentais, notadamente, o direito à dignidade humana; CONSIDERANDO que o Estado de Roraima constitui, atualmente, rota do tráfico internacional de pessoas, em especial, mulheres, adolescentes e crianças para exploração sexual; CONSIDERANDO que a maior parte dessas vítimas são levadas para a República Bolivariana da Venezuela e para a República Cooperativista da Guyana, ambas fronteiriças com o Estado de Roraima; CONSIDERANDO que essas pessoas, notadamente mulheres, adolescentes e crianças, uma vez retiradas do país, são submetidas a situações degradantes, análogas às de escravo e exploradas sexualmente em garimpos e boates nos países vizinhos; CONSIDERANDO que as vítimas e seus algozes cruzam livremente a fronteira, sem que lhes seja apresentada quaisquer dificuldades por parte das instituições que deveriam fazer o controle das fronteiras do país; CONSIDERANDO que as cidades brasileiras de Pacaraima e Bonfim, que fazem fronteira com a Venezuela e com a Guyana, respectivamente, não contam

3 com controle de fronteira efetivo, muito disso em razão do número insuficiente de policiais federais e rodoviários federais lotados no Estado de Roraima; CONSIDERANDO que a cidade de Bonfim conta apenas com um Posto Avançado da Polícia Federal que, atualmente, não possui lotação própria, recebendo semanalmente dois policiais em missão; CONSIDERANDO que dois policiais federais, em missão, são evidentemente insuficientes para controlar o trânsito internacional de pessoas com a Guyana, uma vez que tal função é desempenhada em concomitância com as demais funções da Polícia Federal. CONSIDERANDO que, segundo informações da própria Superintendência da Polícia Federal em Roraima, o controle das fronteiras no Estado de Roraima não é contínuo; CONSIDERANDO que a situação de descaso em que se encontram as fronteiras do país no Estado de Roraima podem ser atribuídas à falta de efetivo policial no Estado. CONSIDERANDO que a Polícia Rodoviária Federal em Roraima conta com apenas 14 (quatorze) policiais que respondem pelo policiamento de todo o Estado de Roraima e que trabalham em escala de revezamento 24 x 72; CONSIDERANDO que, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o único posto da PRF em funcionamento em todo o Estado de Roraima encontra-se na saída da cidade de Boa Vista, na BR-174; CONSIDERANDO que a BR-401, rodovia federal que faz ligação entre o Brasil e a República Cooperativista da Guyana, está sem policiamento rodoviário permanente, em razão da inexistência de posto da PRF em funcionamento na mencionada rodovia;

4 CONSIDERANDO que, em inspeção in loco realizada por esta Procuradoria da República em Roraima a fim de agregar elementos probatórios ao Inquérito Civil Público nº / , foi observado que o referido posto da PRF na BR- 174, único supostamente em funcionamento, também encontrava-se fechado; CONSIDERANDO que, assim agindo, a União viola tratados internacionais de direitos humanos, nos quais se comprometeu em combater o tráfico de seres humanos, inclusive por meio do fortalecimento do controle das fronteiras; CONSIDERANDO que, não obstante o Estado de Roraima estar na rota do tráfico internacional de pessoas para exploração sexual, o Estado não conta com um Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas; CONSIDERANDO a importância desses núcleos no combate ao tráfico de seres humanos, visto que têm por principal função articular e planejar as ações para o enfrentamento ao tráfico de pessoas, no âmbito estadual; CONSIDERANDO que o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania PRONASCI prevê, dentre suas metas, o apoio ao desenvolvimento de Núcleos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas; CONSIDERANDO que, a teor do art. 1º da Portaria nº 31, de 20 de agosto de 2009, editada pela Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, os referidos Núcleos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas são implementados por meio de parceria entre o Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Justiça, e os governos estaduais; CONSIDERANDO que a situação de abandono das fronteiras brasileiras no Estado de Roraima faz desse ente da federação local propício para o estabelecimento de rota internacional de tráfico de seres humanos; CONSIDERANDO que, assim agindo, o Ministério da Justiça, por meio da ausência do Estado no controle da região de fronteira no Estado de

5 Roraima, nega vigência aos compromissos internacionais assumidos pela República, sobretudo no que diz respeito à medidas de prevenção e repressão ao tráfico internacional de seres humanos; CONSIDERANDO, ainda, que é atribuição do Ministério Público Federal, conforme dispõe o art. 6 º, XX, da Lei Complementar 75/93, expedir recomendações, visando à melhoria dos serviços públicos e de relevância pública, bem como ao respeito, aos interesses, direitos e bens cuja defesa lhe cabe promover, fixando prazo razoável para a adoção das providências cabíveis; CONSIDERANDO que o direito aqui tutelado está dentre aqueles cuja proteção compete ao Ministério Público Federal, qual seja, direito à segurança pública e à dignidade da pessoa humana, de inegável relevância social, nos termos dos artigos 129 da CF/88 e 5º da Lei Complementar 75, de CONSIDERANDO que o tráfico de pessoas para fins de exploração sexual, tipificado no artigo 231 do Código Penal, é crime inserido nas atribuições deste Ministério Público Federal, notadamente, pela transnacionalidade do delito e pelo fato de a República Federativa do Brasil ter assumido compromissos internacionais quanto ao tema. RESOLVE, nos termos do art. 6º, inciso XX, da Lei Complementar nº 75/93, RECOMENDAR à União Federal, por meio do Ministério da Justiça, que dê cumprimento ao compromisso assumido no art. 11 do Protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional Relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas, em especial Mulheres e Crianças, atendendo às seguintes recomendações: a) adote as medidas necessárias para o controle efetivo da saída e entrada de brasileiros e estrangeiros no país pelas fronteiras do Estado de Roraima.

6 b) promova lotação permanente, e em número adequado, de Policiais Federais no Posto Avançado da Polícia Federal na cidade de Bonfim, apresentando projeto de execução em 90 dias e implementação da lotação em 180 dias; c) promova a instalação e funcionamento de, pelo menos, dois novos postos da Polícia Rodoviária Federal no Estado de Roraima, um em Pacaraima, fronteira com a Venezuela, e outro na BR-401, ligação com a Guyana, apresentando projeto de execução em 90 dias e implementação da instalação e funcionamento em 180 dias; d) promova a lotação de Policiais Rodoviários Federais no Estado de Roraima em número adequado e suficiente para atender todas as rodovias federais e os novos postos a serem criados, apresentando projeto de execução em 90 dias e implementação da lotação em 180 dias; e) promova, junto ao governo estadual, a instalação e funcionamento de Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, apresentando proposta em 90 dias e implementação do Núcleo de Enfrentamento em 180 dias; e) promova campanhas permanentes por meio dos veículos de comunicação (rádio, TV, jornal, internet) esclarecendo à população, em especial à parcela da população em maior situação de vulnerabilidade, sobre o tráfico de pessoas; Nos termos do art. 8º, 5º, da Lei Complementar n.º 75, de 1993, fica estabelecido o prazo de 15 (quinze) dias úteis para que se manifeste sobre o acatamento da presente recomendação. Advirta-se que a recomendação constitui em mora os destinatários quanto às providências solicitadas, além de o seu descumprimento poder implicar o manejo de medidas administrativas e ações judiciais cabíveis contra os que se mantiverem inertes. A presente recomendação deve ser enviada ao Exmo. Procurador-Geral da República, solicitando-se que este a encaminhe ao Exmo. Ministro de Estado da Justiça, conforme determina o 8º do artigo 9º da Resolução CSMPF nº 87, de 06

7 de abril de 2010, acompanhada da portaria de instauração do ICP nº / Encaminhe-se cópia desta recomendação à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, para ciência e adoção das providências de sua alçada. Encaminhe-se, ainda, cópia desta recomendação à Comissão Parlamentar de Inquérito sobre Tráfico de Pessoas, à Secretaria de Políticas para Mulheres e à Secretaria dos Direitos Humanos. Boa Vista/RR, 3 de outubro de CINTHIA GABRIELA BORGES Procuradora da República Procuradora Regional dos Direitos do Cidadão.

RECOMENDAÇÃO. Ref. Inquérito Civil MPF/PR/RJ nº 1.30.001.002641/2013-27

RECOMENDAÇÃO. Ref. Inquérito Civil MPF/PR/RJ nº 1.30.001.002641/2013-27 RECOMENDAÇÃO Ref. Inquérito Civil MPF/PR/RJ nº 1.30.001.002641/2013-27 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelas Procuradoras da República que subscrevem, no uso de suas atribuições constitucionais e legais,

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO N 3431

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO N 3431 RESOLUÇÃO N 3431 O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Complementar Estadual n 85, de 27 de dezembro de 1999, tendo em vista o contido

Leia mais

Política Nacional de Imigração e Proteção ao(a) Trabalhador(a) Migrante

Política Nacional de Imigração e Proteção ao(a) Trabalhador(a) Migrante ANEXO II Política Nacional de Imigração e Proteção ao(a) Trabalhador(a) Migrante (Proposta aprovada pelo Conselho Nacional de Imigração em 12/05/2010 para avaliação pública e sujeita a alterações) DISPOSIÇÕES

Leia mais

CONSIDERANDO que a moradia é um direito social expressamente reconhecido pela Constituição, bem como que é competência comum da União, dos

CONSIDERANDO que a moradia é um direito social expressamente reconhecido pela Constituição, bem como que é competência comum da União, dos IC n.º 1.14.002.000019/2015-80 RECOMENDAÇÃO Nº /2015, de 09 de março de 2015 Síntese: Recomendação dirigida ao Município de Senhor do Bonfim, no Estado da Bahia, com o objetivo de efetivar a aplicação

Leia mais

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1 A Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas tem por finalidade estabelecer princípios, diretrizes

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA Nº XX/20XX

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA Nº XX/20XX - Minuta de Recomendação Administrativa - Saúde - Necessidade de o Município, por intermédio do órgão responsável pelo setor de saúde, disponibilizar atendimento especializado a crianças e adolescentes

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 01/2010

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. R E C O M E N D A Ç Ã O nº 01/2010 R E C O M E N D A Ç Ã O nº 01/2010 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no exercício de suas funções constitucionais e legais, em especial o artigo 6º, inciso VII, b e

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007.

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007. CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO (Alterada pelas Resoluções nº 65/2011 e 98/2013) RESOLUÇÃO Nº 20, DE 28 DE MAIO DE 2007. Regulamenta o art. 9º da Lei Complementar nº 75, de 20 de maio de 1993 e

Leia mais

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 Regulamenta a Lei Complementar nº 121, de 9 de fevereiro de 2006, para instituir a Política Nacional de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas e para

Leia mais

Promulga o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados.

Promulga o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados. DECRETO Nº 5.006, DE 8 DE MARÇO DE 2004. Promulga o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Cáceres Mato Grosso RECOMENDAÇÃO N. 32/2014

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Cáceres Mato Grosso RECOMENDAÇÃO N. 32/2014 IC n. 1.20.001.000046/2014-84 RECOMENDAÇÃO N. 32/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, nos autos dos Inquérito Civil n.º 1.20.001.000046/2014-84, pela Procuradora da República signatária, no cumprimento de

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre os parâmetros para a criação e o funcionamento dos Fundos Nacional, Estaduais e Municipais

Leia mais

Marco legal. da política indigenista brasileira

Marco legal. da política indigenista brasileira Marco legal da política indigenista brasileira A política indigenista no país tem como base a Constituição Federal de 1988, o Estatuto do Índio (Lei nº 6.001/1973) e instrumentos jurídicos internacionais,

Leia mais

RECOMENDAÇÃO n. 03/2014 PDDC - CNDH

RECOMENDAÇÃO n. 03/2014 PDDC - CNDH RECOMENDAÇÃO n. 03/2014 PDDC - CNDH Ao Excelentíssimo Senhor Governador do Distrito Federal, Considerando que é atribuição do Ministério Público zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 7 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.332, DE 19 DE OUTUBRO DE 2010. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10 INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 1.22.003.000316/2011-10 RECOMENDAÇÃO N 36/2013/PRM/UDI/3 OFÍCIO O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio do Procurador da República signatário, no cumprimento de suas atribuições

Leia mais

Ressarcimento de danos elétricos em equipamentos

Ressarcimento de danos elétricos em equipamentos AO SENHOR NELSON JOSÉ HUBNER MOREIRA DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL SGAN 603, MÓDULO J, CEP: 70830-030 BRASÍLIA/DF RECOMENDAÇÃO 1. CONSIDERANDO que o Ministério Público é instituição

Leia mais

RECOMENDAÇÃO MPF/PRM/DRS Nº 16/2011

RECOMENDAÇÃO MPF/PRM/DRS Nº 16/2011 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE DOURADOS/MS RECOMENDAÇÃO MPF/PRM/DRS Nº 16/2011 CONSIDERANDO que, nos termos do Art. 127, caput, da Constituição Federal, o Ministério

Leia mais

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO No- 1, DE 9 DE JUNHO DE 2015 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional dos Direitos Humanos - CNDH. O PLENÁRIO DO CONSELHO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL Processo PGT/CCR/REP/Nº 18369/2013

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL Processo PGT/CCR/REP/Nº 18369/2013 Câmara de Coordenação e Revisão Origem: PRT 11ª Região. Interessados: 1. Secretaria de Direitos Humanos 2. Negão e Outros Assunto: Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente. 07.01.02 Procurador

Leia mais

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 115, DE 2015 (Do Sr. Alfredo Kaefer)

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 115, DE 2015 (Do Sr. Alfredo Kaefer) *C0054094A* C0054094A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 115, DE 2015 (Do Sr. Alfredo Kaefer) Susta a aplicação da Resolução nº 12, de 16 de Janeiro de 2015, da Secretaria de Direitos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 23 DE JANEIRO DE 2008.

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 23 DE JANEIRO DE 2008. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 416, DE 23 DE JANEIRO DE 2008. Altera a Lei no 11.530, de 24 de outubro de 2007, que institui o Programa Nacional

Leia mais

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de Santa Cecília Gabinete do Prefeito

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de Santa Cecília Gabinete do Prefeito Lei nº176/2014 Dispõe sobre o Conselho e Fundo Municipal de Políticas sobre Drogas do Município de Santa Cecília e dá outras providências. A Câmara Municipal de Santa Cecília, estado da Paraíba, aprovou

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.179, DE 20 DE MAIO DE 2010. Institui o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, cria o seu Comitê Gestor,

Leia mais

Apoiando Entidades EXTRAÍDO

Apoiando Entidades EXTRAÍDO Apoiando Entidades EXTRAÍDO ANO CXLIII N.º 138 - BRASÍLIA - DF, 20 DE JULHO DE 2006. REPRODUZIDO DE CONFORMIDADE COM A PORTARIA 209 DE 10.09.2003/I.N. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA GABINETE DO MINISTRO PORTARIA

Leia mais

Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico

Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico As competências constitucionais Competência para prestação de serviços públicos locais (CF, art. 30) Compete aos Municípios:... V - organizar e

Leia mais

O Licenciamento Ambiental Municipal

O Licenciamento Ambiental Municipal O licenciamento ambiental é um dos instrumentos da política nacional do meio ambiente, sendo definido como o procedimento administrativo utilizado pelo órgão ambiental competente para licenciar a localização,

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO

COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO PROJETO DE LEI N o 7.018, DE 2013 Dispõe sobre o armazenamento de imagens em dispositivos de monitoramento e gravação eletrônica por meio de

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 O MINISTÉRIO PÚBLICO, neste ato representado pela Promotora de Justiça da Comarca Sanclerlândia - GO, Dra. Andréia Zanon Marques Junqueira que subscreve ao final, no uso de suas

Leia mais

Iniciativas para o enfrentamento ao tráfico de migrantes

Iniciativas para o enfrentamento ao tráfico de migrantes Cooperação Internacional como ferramenta para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas Iniciativas para o enfrentamento ao tráfico de migrantes 1 Por meio do Decreto n. 5.017, de 12 de março de 2004, foi

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 22/10/2008 16:54 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Mensagem de veto Conversão da Medida Provisória nº 416-08 LEI Nº 11.707, DE 19 DE JUNHO DE 2008. Altera a Lei

Leia mais

Recomendação Conjunta

Recomendação Conjunta Recomendação Conjunta OFÍCIO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO E SOCIAL O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por intermédio dos Procuradores da República signatários, no uso de suas atribuições legais e constitucionais,

Leia mais

Plano de Execução de Mandados Judiciais de Reintegração de Posse Coletiva.

Plano de Execução de Mandados Judiciais de Reintegração de Posse Coletiva. Plano de Execução de Mandados Judiciais de Reintegração de Posse Coletiva. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO RIO DEPARTAMENTO DE OUVIDORIA AGRÁRIA RIA E MEDIAÇÃ ÇÃO O DE CONFLITOS Fones (61) 2191.9904/9906

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ANÁPOLIS-CMDCA

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ANÁPOLIS-CMDCA CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE ANÁPOLIS-CMDCA RESOLUÇÃO Nº. 007/11, de 29 DE NOVEMBRO DE 2011. Dispõe sobre a Captação de Recursos através do Fundo da Infância e Adolescência

Leia mais

II criação e fortalecimento de redes sociais e comunitárias;

II criação e fortalecimento de redes sociais e comunitárias; LEI 11.530, DE 24 DE OUTUBRO DE 2007 Institui o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania PRONASCI e dá outras providências. * V. Portaria MJ 1.411/2007 (Instrumentos de cooperação federativa

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RORAIMA RECOMENDAÇÃO Nº 58/2014 MPF/RR Referência: procedimento administrativo nº Excelentíssima Senhora Governadora eleita do Estado de Roraima,

Leia mais

Esfera: 10 Função: 06 - Segurança Pública Subfunção: 422 - Direitos Individuais, Coletivos e Difusos UO: 30101 - Ministério da Justiça

Esfera: 10 Função: 06 - Segurança Pública Subfunção: 422 - Direitos Individuais, Coletivos e Difusos UO: 30101 - Ministério da Justiça Programa 0698 Gestão e Apoio Institucional na Área da Justiça Numero de Ações 8 Ações Orçamentárias 1B30 do Plano Nacional de Combate à Pirataria Produto: Ação implementada Esfera: 10 Função: 06 - Segurança

Leia mais

ENUNCIADOS DA ASSESSORIA DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS DE 2009

ENUNCIADOS DA ASSESSORIA DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS DE 2009 O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o procedimento nº 2009.000.30103, da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Planejamento Institucional, AVISA aos Membros

Leia mais

LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006.

LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006. LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006. Institui a Política Estadual de fomento à Economia Popular Solidária no Estado do Rio Grande do Norte e estabelece outras disposições. O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA

Leia mais

LEI Nº 2.525, DE 18 DE JUNHO DE 2009.

LEI Nº 2.525, DE 18 DE JUNHO DE 2009. LEI Nº 2.525, DE 18 DE JUNHO DE 2009. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia / / JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= Dispõe sobre autorização

Leia mais

DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013

DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013 DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013 Publicado no DOE(Pa) de 02.04.13. Institui o Programa de Parcerias Público-Privadas PPP/PA e regulamenta o Conselho Gestor de Parcerias Público- Privadas do Estado

Leia mais

DECRETO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

DECRETO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DECRETO Nº 2.537 DE 13 DE MARÇO DE 2013 REGULAMENTA O FUNDO MUNICIPAL DE APOIO Á POLÍTICA DO IDOSO-FUMAPI, CRIADO PELA LEI COMPLEMENTAR Nº 033/2003, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito do Município de

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 398, DE 2003

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 398, DE 2003 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 398, DE 2003 Dispõe sobre a vedação de toda e qualquer forma de discriminação em relação aos portadores do vírus HIV e aos atingidos

Leia mais

PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Ministério da Justiça Polícia Rodoviária Federal Comissão Nacional de Direitos Humanos/PRF PROJETO MAPEAR MAPEAMENTO DOS PONTOS VULNERÁVEIS À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Capilaridade 2.

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2007

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2007 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2007 Redação final das Emendas do Senado ao Projeto de Lei de Conversão nº 32, de 2007 (Medida Provisória nº 384, de 2007). A Comissão Diretora apresenta a redação final

Leia mais

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição, tendo

Leia mais

PREFEITURA DE PORTO VELHO

PREFEITURA DE PORTO VELHO LEI Nº. 1628, DE 27 DE OUTUBRO DE 2005. Institui a Política Municipal de fomento à Economia Popular e Solidária na Cidade de Porto Velho e estabelece outras disposições. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PORTO

Leia mais

Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente

Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente Resolução 113/Conanda/2006 Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente Resolução 113/Conanda/2006 Centro de Defesa dos Direitos

Leia mais

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 479, DE 2008

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 479, DE 2008 COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N o 479, DE 2008 Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Tratado de Extradição entre a República Federativa do Brasil e o Governo

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 06/2015-MP/PGJ/CGMP

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 06/2015-MP/PGJ/CGMP PROVIMENTO CONJUNTO Nº 06/2015-MP/PGJ/CGMP Dispõe sobre os instrumentos de controle de atuação funcional quanto à fiscalização periódica do controle externo da atividade policial, adequando-os, no que

Leia mais

O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais,

O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, RESOLUÇÃO N.º102 /97 - P.G.J. Estabelece normas para o exercício do controle externo da atividade de Polícia Judiciária pelo Ministério Público, previsto no artigo 129, inciso VII, da Constituição Federal

Leia mais

P.A. (MPF) n 1.16.000.000924/2006-94

P.A. (MPF) n 1.16.000.000924/2006-94 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA ª VARA DA JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL P.A. (MPF) n 1.16.000.000924/2006-94 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por intermédio da Procuradora

Leia mais

PROJETO PARCERIA COM A POLÍCIA

PROJETO PARCERIA COM A POLÍCIA PROJETO PARCERIA COM A POLÍCIA CAPACITAÇÃO SOBRE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA PARA A POLÍCIA MILITAR E CIVIL 1) INTRODUÇÃO: O Ministério Público desempenha um papel fundamental quando colabora com a capacitação

Leia mais

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DO Origem: PRT 4ª Região Interessado(s) 1: Departamento de Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos Secretaria de Direitos Humanos União Federal. Interessado(s) 2: Não Informado Interessado(s) 3: Ministério

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PIRACICABA Estado de São Paulo Procuradoria Geral

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PIRACICABA Estado de São Paulo Procuradoria Geral PROJETO DE LEI No. 104/08 Dispõe sobre a criação de empregos de Agente Comunitário de Saúde, junto ao Quadro de Pessoal da Prefeitura do Município de Piracicaba, nos termos da Lei Federal nº 11.350/06

Leia mais

*C38FEB74* PROJETO DE LEI

*C38FEB74* PROJETO DE LEI ** PROJETO DE LEI Altera a Lei nº 12.850, de 2 de agosto de 2013, e a Lei nº 10.446, de 8 de maio de 2002, para dispor sobre organizações terroristas. O CONGRESSO NACIONAL decreta: alterações: Art. 1º

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 100, DE 2013

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 100, DE 2013 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 100, DE 2013 Institui o Programa Nacional de Apoio ao Tratamento da Dependência Química. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Fica instituído o Programa Nacional

Leia mais

NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA

NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA WELTOM A. DE CARVALHO NOÇÕES DE GESTÃO PÚBLICA TEORIA 140 Questões Gabaritadas da FCC por Tópicos (2013 2004) A apostila abrange o conteúdo programático cobrado em alguns concursos púbicos, organizados

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.871, DE 20 DE MAIO DE 2004. Conversão da MPv nº 155, de 2003 Texto compilado Dispõe sobre a criação de carreiras e organização

Leia mais

PNDH - 3 DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE

PNDH - 3 DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE CURSO NEON PNDH - 3 DECRETO Nº 7.037, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009. Profª Andréa Azevêdo Disciplina: DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ANDRÉA AZEVÊDO Professora. e-mail: professoraandreaazevedo@yahoo.com.br

Leia mais

MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo)

MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo) CÂMARA DOS DEPUTADOS MENSAGEM N.º 164, DE 2015 (Do Poder Executivo) Aviso nº 209/2015 - C. Civil Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos

Leia mais

RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 09/2015

RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 09/2015 RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 09/2015 O e o, pelo Promotor de Justiça e pelo Procurador da República signatários, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, CONSIDERANDO que o Ministério Público

Leia mais

Da Política Municipal dos Direitos da Cidadania

Da Política Municipal dos Direitos da Cidadania PROCESSO Nº 950/03 - PROJETO DE LEI Nº 82 INTERESSADO: Vereador Idelso Marques de Souza Paraná ASSUNTO: Institui a Política Municipal dos Direitos da Cidadania, contra as discriminações e violências, cria

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N.º /2005. (DO SR. RENATO COZZOLINO)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N.º /2005. (DO SR. RENATO COZZOLINO) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO N.º /2005. (DO SR. RENATO COZZOLINO) Solicita informações ao Sr. Ministro da Educação sobre Cursos Superiores Fora da Sede da Universidade. Senhor Presidente: Com fundamento

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO Autor: Poder Executivo. LEI N 1.328/2016. CRIA O CONSELHO E FUNDO MUNICIPAL E POLÍTICAS SOBRE DROGAS DO MUNICÍPIO DE ARIPUANÃ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. EDNILSON LUIZ FAITTA, Prefeito Municipal de Aripuanã,

Leia mais

Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948

Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948 PARTE A Módulo I Acordos/Convenções Internacionais 1. Declaração Universal dos Direitos Humanos Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de

Leia mais

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO CGM

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO CGM PODER EXECUTIVO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO CGM INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 07 DE 05 DE SETEMBRO DE 2014 Dispõe sobre orientações aos Órgãos/Entidades do Poder

Leia mais

PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL.

PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL. PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL. A PROVA FOI MUITO BEM ELABORADA EXIGINDO DO CANDIDATO UM CONHECIMENTO APURADO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 4.799, DE 4 DE AGOSTO DE 2003. Dispõe sobre a comunicação de governo do Poder Executivo Federal e dá outras providências.

Leia mais

NORMAS REGIMENTAIS BÁSICAS PARA AS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL

NORMAS REGIMENTAIS BÁSICAS PARA AS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL CONSELHO MUNICIPAL Conselho Municipal de Educação de Praia Grande DELIBERAÇÃO Nº 02/2001 Normas regimentais básicas para as Escolas de Educação Infantil. NORMAS REGIMENTAIS BÁSICAS PARA AS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO

Leia mais

o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, por I

o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, por I MINISTÉRIO PÚBLICO DA o, por I inter~édio do seu Procurador-Geral de Justiça e dos Promotores que abaixo subscrevem, no uso das atribuições que lhes são conferidas pelos artigos 127 c/c 129, incisos 111

Leia mais

3ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE VOTORANTIM PORTARIA DE INQUÉRITO CIVIL N

3ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE VOTORANTIM PORTARIA DE INQUÉRITO CIVIL N 3ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE VOTORANTIM PORTARIA DE INQUÉRITO CIVIL N O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO, pela Promotora de Justiça que esta subscreve, com fundamento nos artigos 127 e 129, incisos

Leia mais

HOMOLOGADA PELO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM 09/12/2004 RESOLUÇÃO Nº 145/04. Palmas, 08 de dezembro de 2004

HOMOLOGADA PELO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM 09/12/2004 RESOLUÇÃO Nº 145/04. Palmas, 08 de dezembro de 2004 HOMOLOGADA PELO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM 09/12/2004 REVOGADA RESOLUÇÃO Nº 145/04 Palmas, 08 de dezembro de 2004 Fixa normas para criação e autorização de funcionamento de instituições de educação

Leia mais

RESOLUÇÃO N 08/2013 TCE, DE 23 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO N 08/2013 TCE, DE 23 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO N 08/2013 TCE, DE 23 DE ABRIL DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados em auditoria operacional no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte. O TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

PORTARIA N.º 249, DO DIA 13 DE FEVEREIRO DE 2014

PORTARIA N.º 249, DO DIA 13 DE FEVEREIRO DE 2014 PODER JUDICIÁRIO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RORAIMA Seção de Biblioteca "Amazônia, patrimônio dos brasileiros" Este texto não substitui o original publicado no DJE PORTARIA N.º 249, DO DIA 13 DE

Leia mais

EDITAL Nº 01, de 18 de março de 2015.

EDITAL Nº 01, de 18 de março de 2015. EDITAL Nº 01, de 18 de março de 2015. Convocação de Audiência Pública sobre as providências cabíveis relacionadas às mortes de jovens negros, ocorridas em maio de 2006, no Estado de São Paulo, fato conhecido

Leia mais

PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO

PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ/PR Procedimento Administrativo nº 1.25.011.000031/2013-30 PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO Trata-se de Procedimento Administrativo

Leia mais

Secretaria do Meio Ambiente

Secretaria do Meio Ambiente Secretaria do Meio Ambiente PORTARIA SEMA n 79 de 31 de outubro de 2013. Reconhece a Lista de Espécies Exóticas Invasoras do Estado do Rio Grande do Sul e demais classificações, estabelece normas de controle

Leia mais

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE

INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO. Capítulo I - FINALIDADE INSTITUTO FENASBAC DE EXCELÊNCIA PROFISSIONAL - I.FENASBAC REGIMENTO INTERNO Capítulo I - FINALIDADE Artigo 1º - O Instituto FENASBAC tem as seguintes finalidades: I. promover a geração de conhecimento,

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Relatório Quadrimestral da Saúde e sua apresentação em audiência pública nas Casas do Congresso Nacional (art. 36 da Lei Complementar nº 141, de 2012) Nota Técnica n.º 05/2015 Elaboração: Área Temática

Leia mais

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 Autoriza o Poder Executivo a criar a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares EBSERH; acrescenta dispositivos ao Decreto-Lei

Leia mais

ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CASA CIVIL E DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS RELATÓRIO

ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CASA CIVIL E DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS RELATÓRIO 1 Procedência: Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais Interessado: Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais Número : 15.116 Data : 22 de setembro de 2011

Leia mais

RECOMENDAÇÃO MPF/PRM-STM/PA/GAB1 n.º /2014

RECOMENDAÇÃO MPF/PRM-STM/PA/GAB1 n.º /2014 RECOMENDAÇÃO MPF/PRM-STM/PA/GAB1 n.º /2014 Inquérito Civil n.º 1.23.002.000043/2014-29 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, Procuradoria da República no Município de Santarém, por intermédio do seu representante

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 003-2012 90ª PJ

RECOMENDAÇÃO nº 003-2012 90ª PJ Registro Geral nº: 2011200314743 Registro Administrativo nº: PA 976 Natureza: Inquérito Civil Público RECOMENDAÇÃO nº 003-2012 90ª PJ O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS, pela Promotora de Justiça

Leia mais

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher

Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo de Gênero Pró-Mulher MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Coordenação dos Núcleos de Direitos Humanos - CNDH Núcleo de Gênero Pró-Mulher Relatório de atividades 2011-2012 Núcleo

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro

Leia mais

Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009

Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO PARÁ Recomendação PRDC/PR/PA nº 10/2009 O Ministério Público Federal, por meio da Procuradora da República subscrita, no regular exercício de suas

Leia mais

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DE ITIQUIRA- MT

PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DE ITIQUIRA- MT INSTRUÇÃO NORMATIVA SCS Nº 002/2012, DE 31 DE OUTUBRO DE 2012. Versão nº 01 Aprovação em: 31/10/2012 Ato de Aprovação: Decreto Municipal nº 053/2012 Unidade Responsável: Departamento de Comunicação I -

Leia mais

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes

Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes 1 Comissão Municipal Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO ÀS VIOLÊNCIAS CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Ponta Grossa Paraná 2013

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 4.781, DE 29 DE MAIO DE 2015.

RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 4.781, DE 29 DE MAIO DE 2015. RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 4.781, DE 29 DE MAIO DE 2015. Dispõe sobre a adoção de procedimentos preventivos, repressivos e articulados dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, no que se refere

Leia mais

LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990

LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990 LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990 Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a

Leia mais

PORTARIA CVS 05 de 05 de fevereiro de 2010

PORTARIA CVS 05 de 05 de fevereiro de 2010 PORTARIA CVS 05 de 05 de fevereiro de 2010 Atualização do fluxo de notificações em farmacovigilância para os Detentores de Registro de Medicamentos no Estado de São Paulo e dá providências correlatas;

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N /2016

RECOMENDAÇÃO N /2016 RECOMENDAÇÃO N /2016 Síntese: DIA D PELO FORTALECIMENTO DO CONTROLE SOCIAL NA SAÚDE INDÍGENA. Recomenda a adoção de práticas visando coibir a contratação de parentes dos membros do CONDISI pela(o) ONG/DSEI.

Leia mais

RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015. ESTABELECE NORMAS SOBRE OS RELATÓRIOS DOS ÓRGÃOS LOCAIS E SETORIAIS DO SISTEMA JURÍDICO E REVOGA A RESOLUÇÃO PGE Nº 2.928, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2011. A PROCURADORA-GERAL

Leia mais

LEI Nº 2.011, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008. Publicado no Diário Oficial nº 2.801

LEI Nº 2.011, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008. Publicado no Diário Oficial nº 2.801 LEI Nº 2.011, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008. Publicado no Diário Oficial nº 2.801 Dispõe sobre o Selo de Fiscalização dos Serviços Extrajudiciais, institui o Fundo Especial de Compensação da Gratuidade dos

Leia mais

Fixa normas para a educação infantil no Sistema Municipal de Ensino de Belo Horizonte.

Fixa normas para a educação infantil no Sistema Municipal de Ensino de Belo Horizonte. Diário Oficial do Município - Belo Horizonte Ano V - Nº: 1.252-11/11/2000 Poder Executivo Conselho Municipal de Educação - CME Resolução CME/BH nº 01/2000 RESOLUÇÃO CME/BH Nº 01/2000 Fixa normas para a

Leia mais

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO 1 PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO Altera a Lei nº 1456/2013, que dispõe sobre as taxas de serviços ambientais, institui seus valores, dispõem sobre sanções pelas

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 5.570, DE 2013 (Do Sr. Alexandre Leite)

PROJETO DE LEI N.º 5.570, DE 2013 (Do Sr. Alexandre Leite) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 5.570, DE 2013 (Do Sr. Alexandre Leite) Regulamenta a obrigatoriedade da Neutralização de carbono em eventos realizados as margens de represas, lagos, rios, córregos,

Leia mais

DATA 05 DE FEVEREIRO DE 2015

DATA 05 DE FEVEREIRO DE 2015 ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CANTANHEDE/MA RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 002-2015 DESTINATÁRIO: CHEFE DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DA CIDADE DE CANTANHEDE. DATA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 134/2014. NOSSO MUNICÍPIO. O PREFEITO MUNICIPAL,

PROJETO DE LEI Nº 134/2014. NOSSO MUNICÍPIO. O PREFEITO MUNICIPAL, PROJETO DE LEI Nº 134/2014. ALTERA A LEI Nº 11.304, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2013, QUE CRIA O SERVIÇO VOLUNTÁRIO, COM OBJETIVOS CÍVICOS, CULTURAIS, CIENTÍFICOS, EDUCACIONAIS, OU DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM NOSSO

Leia mais