Tornando Realidade a Rede do Futuro. Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tornando Realidade a Rede do Futuro. Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis"

Transcrição

1 Tornando Realidade a Rede do Futuro Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis

2 Introdução As energias renováveis estão tendo um papel importante na estratégia Global relacionada com a luta contra a mudança climática, a redução de emissões de CO2 e a dependência dos combustíveis fósseis. As companhias elétricas e muitas outras empresas como, por exemplo, empresas do setor de engenharia ou construção, estão focando na construção, instalação e operação de infraestruturas de energias renováveis, devido à crescente importância que as Instituições públicas de todo o mundo tem dado a estas energias. Contudo, a origem de algumas fontes renováveis, como por exemplo o vento, a água e o sol, apresentam grandes desafios operacionais, devido a fatores como a incerteza de sua disponibilidade localizações dispersas, regulação elétrica e controle, conectividade de rede, custos de operação e outros similares. Estes novos desafios requerem importantes desenvolvimentos tecnológicos nas áreas do controle, proteção, medida e comunicações de forma que as fontes de energia renovável sejam capazes de competir com as fontes tradicionais de energia como o carvão, o petróleo ou o gás natural. O grupo ZIV, como principal provedor do setor industrial elétrico, está imerso nos processos e mudanças que afetam ao mercado das energias renováveis, através de sua participação em fóruns, desenvolvendo e integrando os equipamentos solicitados nestas novas aplicações. A ZIV tem acumulado uma ampla experiência no mercado das energias renováveis em diferentes campos: 1. Equipamentos de Subestação de Proteção e Controle para parques solares e parques eólicos. 2. Sistemas de Telemedida inteligente para plantas fotovoltaicas. 3. PLC de Alta Tensão e sistemas para Teleproteção de subestação, destinados tanto a plantas solares quanto a parques eólicos. 4. Switches Ethernet especificamente desenhados para redes de fibra ótica, routers 3G para interconexão de plantas remotas com centros de controle, modems PLC e GPRS, assim como sincronizadores GPS. 5. Integração de equipamentos eletrônicos legacy solicitados em parques eólicos e plantas fotovoltaicas. O grupo ZIV proporciona soluções elétricas e de comunicações completas para todas as aplicações da indústria de energias renováveis. Os clientes da ZIV são, principalmente, as companhias elétricas, integradores especializados em energias renováveis e as principais companhias energéticas. Este catálogo mostra algumas das soluções ZIV aplicadas em diferentes sistemas de geração de energias renováveis, assim como os equipamentos e os sistemas disponíveis para estas aplicações. O grupo ZIV proporciona soluções elétricas e de comunicações completas para todas as aplicações da indústria de energias renováveis. Os clientes da ZIV são, principalmente, as companhias elétricas, integradores especializados em energias renováveis e as principais companhias energéticas.

3 Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis Desenvolvimento de uma Rede Gigabit Ethernet Network entre Parques Eólicos baseado em Fibra Ótica OPGW A ZIV tem sido selecionada como provedor de soluções de comunicação para um conjunto de parques eólicos localizados muito próximos entre si. O canal de comunicação de alta capacidade é utilizado para diferentes serviços. Em um dos parques eólicos está instalado um console de controle centralizado que permite ao funcionário o acesso ao serviço SCADA de todos os parques. Adicionalmente, o projeto pretende resolver os problemas de cobertura GPRS nos distintos parques eólicos. A maior parte das regiões nas quais costumam ser construídos os parques apresentam um nível de cobertura GPRS insuficiente para que modems e routers sem fio funcionem corretamente. Neste caso particular, alguns dos parques eólicos tem nível de sinal suficiente para usar modems GPRS, que permitem o acesso remoto a relés de proteção e contadores. Finalmente, dentro do projeto se requer, também, uma série de serviços secundários como VoIP, de forma que sejam implementados sobre a mesma rede Gigabit Ethernet para conectar os parques eólicos entre sí, utilizando a infraestrutura de cabos de fibra ótica monomodo existente. Esta rede Ethernet tem sido implementada utilizando switches Ethernet usyscom, SWT,equipados com portas de fibra de cobre. Trata-se de switches industriais robustos, desenhados especialmente para o mercado elétrico. Estes equipamentos tem sido homologados em aplicações de campo de várias companhias elétricas européias e americanas, tanto em subestações (clássicas e IEC 61850) como em centros de transformação. A rede consiste em diferentes anéis unidos por um nodo central, garantindo assim a redundância da arquitetura e dos equipamentos em caso de falha. Já a rede Ethernet se configura de acordo aos diferentes serviços solicitados. São dedicados diferentes VLANs para os serviços mais importantes (SCADA, proteção, e medida). Cada console SCADA tem seu próprio caminho privado desde o parque principal ao SCADA de cada parque. Para resolver o problema de cobertura GPRS instala-se um modem Ethernet SIP em um dos parques com disponibilidade de cobertura GPRS, e o sinal sem fio de entrada é transportado através da rede Ethernet aos diferentes relés e medidores dos diferentes parques eólicos. Outro equipamento SIP se utiliza como conversor Serie-Ethernet sem interface sem fio, de forma que os medidores e passarelas equipadas com portas série podem se conectar à rede Ethernet. Em resumo, somente é necessária uma única rede Ethernet para transportar todos os serviços presentes e futuros, utilizando um mínimo número de fibras de forma segura e redundante. Já a rede ethernet se configura de acordo aos distintos serviços solicitados.são dedicados diferentes VLANs para os serviços mais importantes (SCADA, proteção e medida). Cada console SCADA tem seu próprio caminho privado desde o parque eólico principal ao SCADA de cada parque.

4 Equipamentos de comunicações para plantas Eólicas e Solares A ZIV oferece uma ampla gama de produtos de networking para redes Ethernet em plantas eólicas e solares. A topologia mais utilizada consiste em um conjunto de anéis de fibra ótica monomodo ou multimodo, de 100Mbps de banda larga, conectando assim os switches instalados nas turbinas. O controlador PLC da turbina está conectado a seu switch através de uma conexão 10/100BaseT ou série. Os switches ZIV estão disponíveis em formato trilho DIN ou rack de 19, com até 40 portas 10/100baseT ou 100 BaseFX, 4 portas SFP Gigabit, fonte de alimentação redundante e 4 portas PoE. Também, está disponível um switch especialmente desenhado para as turbinas dos moinhos, equipados completamente com as interfaces de fibra ótica habitualmente utilizados neste campo, portas 10/100BaseT e funcionalidade de segurança especial para estas aplicações. A ZIV oferece ambos tipos de switches para parques eólicos, switches para as turbinas de vento e switches para o ponto central dos anéis LAN. A ZIV também dispõe de equipamentos de comunicações adicionais, necessários nos parques eólicos, como por exemplo conversores série a IP, routers 3G, modems Ethernet GPRS, sincronizadores GPS, terminal servers, modems GPRS de duplo SIM para SCADA, comunicações por linha de potência, etc. O modem GPRS de duplo SIM é utilizado por algumas elétricas para todas as plantas renováveis conectadas à sua rede. Utilizando este modem, a elétrica pode enviar um sinal de controle para ativar um comando. Devido à importância desta função, um modem de duplo SIM é utilizado para prover redundância. Caso o primeiro provedor de telefonia móvel esteja indisponível por alguma razão, o modem automaticamente conecta a um segundo provedor.

5 Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis Terminais de Teleproteção em Plantas de Cogeração de Energia para a Interconexão de Redes Elétricas A ZIV tem atuado no mercado das energias renováveis desde os primórdios, fornecendo equipamentos de teleproteção para um grande número de instalações. A interconexão para qualquer tipo de planta de cogeração, incluindo aquelas baseadas em energias renováveis (eólica, solar, biomassa e outras) está regulada na maioria de seus aspectos econômicos e técnicos pela legislação local. Em geral, e algumas vezes dependendo do nível de energia gerada, se requer o uso de terminais de teleproteção para assegurar a desconexão da planta em condições de falha. Esta prática evita o fornecimento direto de energia desde a cogeração à rede, evita o fechamento reiterado da planta em condições de falha ou falta de sincronismo e assegura a desconexão automática ou manual da subestação quando for necessário. A teleproteção da ZIV garante comunicações confiáveis entre os relés de proteção que supervisionam a interconexão entre a planta de cogeração e a subestação da companhia elétrica. Habitualmente, os terminais de teleproteção ZIV são utilizados para a transmissão de comandos desde a subestação (modo teleproteção), para assegurar a desconexão da cogeração e para evitar a reconexão da planta em condições de falha ou falta de sincronismo. A teleproteção também se utiliza como corte principal de supervisão, transmitindo sua posição desde a planta à subestação (modo tele-sinalização). O alto grau de flexibilidade dos equipamentos de teleproteção da ZIV permite a transmissão de até 8 comandos de teleproteção independentes sobre canais digitais e 4 comandos sobre canais analógicos, estando disponíveis interfaces elétricos a 64 kbps como, por exemplo, recomendações G.703, V.35, V.11 ou X.21, a 2 Mbps para recomendação G.703, ou interfaces óticos a 64 kbps para fibra ótica em canais digitais e interfaces elétricos a 4 fios para canais analógicos. As duas linhas de comunicação incluídas permitem a implementação de configurações de backup para recuperação diante de falhas do canal, ou dispor de 2 linhas de comunicações independentes para 3 configurações terminais, onde é útil receber comandos de teleproteção desde os dois extremos independentemente, ou enviar a informação de sinalização a ambos os extremos ao mesmo tempo. Já a configuração com duas linhas independentes também permite que os comandos viajem entre os extremos da linha, assim como a implementação de topologia em anéis. O alto grau de flexibilidade dos equipamentos de teleproteção da ZIV permite a transmissão de até 8 comandos de teleproteção independentes sobre canais digitais e 4 comandos sobre canais analógicos.

6 Soluções de Telemedida para Plantas de Geração baseadas em Energias Renováveis A geração de energia baseada em fontes de energia renováveis como a água, o vento e o sol tem características comuns que dificultam a leitura das medidas de dados. A dispersão geográfica ou a localização remota complicam a aquisição dos dados requeridos com fins operacionais (faturamento de medidas). As novas tecnologias de informação e comunicação se converteram em um aliado muito potente para sobrepor as dificuldades de acessibilidade das localizações remotas. A ZIV tem desenhado soluções de medida de dados remotos adaptados às distintas topologias através de diferentes meios de comunicação PSTN,GSM, ETHERNET, FO, etc..). A ZIV tem acumulado uma grande base como referencia de plantas de energia fotovoltaica, eólica e mini-plantas de águas, utilizando equipamentos e sistemas ZIV de forma satisfatória. É importante destacar que este tipo de instalação requer equipamentos de comunicações e medida muito robustos para garantir um alto grau de disponibilidade. A ZIV tem acumulado uma grande base como referencia de plantas de energia fotovoltaica, eólica e mini plantas de águas, utilizando equipamentos e sistemas ZIV de forma satisfatória. A ZIV tem desenvolvido uma solução de telemedida avançada para plantas solares. Esta solução consta de medidores digitais com um modem PLC integrado (um por painel solar) conectado por PLC a um concentrador de medida (um por centro de transformação). Os concentradores estão conectados a um anel Ethernet de fibra ótica, implementado com switches industriais ZIV e com um roteador 3G que permite conectividade remota com a planta. O seguinte esquema descreve o sistema.

7 Soluções Completas para o setor de Energias Renováveis Projetos de Automatização e Comunicações Turn Key O forte compromisso da ZIV com o desenvolvimento de energias verdes se reflete no número de projetos de energia nos campos eólico, solar e plantas hidroelétricas de pequena escala. Atualmente, a ZIV está comprometida com distintos parceiros no desenho e construção de parques eólicos, plantas solares e desenvolvimento de plantas hidrográficas nos rios. O objetivo da ZIV é complementar e adaptarse aos requerimentos das companhias elétricas, engenharias, integradores, construtores, e clientes industriais, dependendo das características e particularidades de cada projeto, oferecendo ao mesmo tempo a melhor solução no aspecto elétrico, civil e de comunicações do projeto. Junto com os próprios serviços de engenharia, a ZIV tem a capacidade de converter-se em gestor de projetos para a definição e colocando juntos a engenharia elétrica, civil e de comunicações. Na ZIV nos esforçamos em nos tornar os melhores em suporte de projetos de Proteção, Controle, Medida e Comunicações. O objetivo da ZIV é proporcionar aos usuários soluções personalizada eficientes. Soluções para automatização/melhora de instalações elétricas, tanto para elétricas como para sistemas de energia industriais. Soluções como o melhor custo / qualidade / beneficio, integrando alta tecnologia nos produtos de comunicações, como multiplexores SDH/ PDH, rádio ou linha de potencia. Na ZIV também proporcionamos consultoria nas áreas de Proteção, Controle, Medida e Comunicações, direcionando estes serviços com esforço, dedicação e experiência, independentemente do tamanho do projeto e procurando a melhor solução em cada caso. A oferta da ZIV compreende desde estudos especializados a projetos completos Turn Key. A ZIV tem participado em mais de 200 projetos de parques eólicos, 200 projetos de subestações para instalações elétricas na Espanha, mais de 150 projetos para elétricas a nível internacional e várias subestações para plantas de cimento, plantas de tratamento de água, aço, papel, etc. A ZIV tem participado em mais de 200 projetos de parques eólicos, 200 proyectos de subestações para instalações elétricas na Espanha, e em mais de 150 projetos para elétricas a nível internacional e várias subestações para plantas em cimento, plantas de tratamento de águas, aço, papel, etc.

8 Espanha Matriz (Grupo ZIV): Parque Tecnológico, Zamudio, Vizcaya T: F: Madrid: Parque Tecnológico de Leganés C/ Diego Marín Aguilera Leganés, Madrid T: F: Barcelona: C/ Antonio Machado, 78 Edificio Australia Viladecans, Barcelona T: F: Sevilla: Av. de la Aeronáutica nº 10 (Edificio Helios) Planta 7ª, módulo Sevilla T: F: Las Palmas: Fernando Guanarteme 16. Ofic. 1º A Las Palmas de Gran Canaria T: USA e Canadá: ZIV USA, Inc. Chicago Offices 2340 River Road, Suite 210 Des Plaines, IL T: F: Brasil: Av. Padre Natuzzi, 200 CEP , São Francisco, Niterói, Rio de Janeiro T: F: Cingapura: 10 Anson Road #25-07 International Plaza. Singapore T: F: Rússia: Krimsky Val, d.3 str. 2, office Moscow T: Para outros países, por favor consulte em nossa página web o nome do nosso distribuidor mais próximo A ZIV se esforça constantemente na melhoria de seus produtos e serviços. Conseqüentemente, a informação técnica que contêm este documento está sujeita a mudanças sem aviso prévio.

Faziendo realidade a Rede do futuro. Supervisão e Automação da rede de Baixa Tensão

Faziendo realidade a Rede do futuro. Supervisão e Automação da rede de Baixa Tensão Faziendo realidade a Rede do futuro Supervisão e Automação da rede de Baixa Tensão AMI Os sistemas que permitem a comunicação unidirecional com o medidor AMR (Automated Metering Reading) evoluíram para

Leia mais

Tornando realidade as redes do futuro. Soluções completas para Redes Inteligentes (Smartgrids)

Tornando realidade as redes do futuro. Soluções completas para Redes Inteligentes (Smartgrids) Tornando realidade as redes do futuro Soluções completas para Redes Inteligentes (Smartgrids) soluções completas para redes inteligentes Durante as últimas décadas a Energia global vem sofrendo o desafio

Leia mais

Tornando Realidade da Rede do futuro. Supervisão e Automação da Rede de Média Tensão

Tornando Realidade da Rede do futuro. Supervisão e Automação da Rede de Média Tensão Tornando Realidade da Rede do futuro Supervisão e Automação da Rede de Média Tensão Supervisão e Automação da Rede de Média Tensão Supervisão remota. Operação remota (Automação). A questão sobre o que

Leia mais

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local SUBESTAÇÕES Comando de controle e Scada local COMANDO DE CONTROLE E SCADA LOCAL A solução fornecida pela Sécheron para o controle local e para o monitoramento das subestações de tração é um passo importante

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas

Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Soluções Completas para Pequenas Centrais Hidrelétricas Answers for energy. Turbina Francis, gerador síncrono e unidade hidráulica Cubículos de média tensão Transformadores de distribuição Uma completa

Leia mais

Faziendo realidade a Rede do Futuro. Sistema de Telegestão baseado em tecnologia PRIME

Faziendo realidade a Rede do Futuro. Sistema de Telegestão baseado em tecnologia PRIME Faziendo realidade a Rede do Futuro Sistema de Telegestão baseado em tecnologia PRIME AMI Durante os últimos anos, as companhias de distribuição elétrica (DSO s), vem implantando instalações piloto, de

Leia mais

Conhecimento e experiência a seu serviço. Guia de Produto

Conhecimento e experiência a seu serviço. Guia de Produto Conhecimento e experiência a seu serviço Guia de Produto DIMAT Oentorno das companhias elétricas tem experimentado grandes mudanças durante os últimos cinco anos. Um claro exemplo das novas tendências

Leia mais

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA A nova era de Smart Grids inteligentes exige subestações que possuam sistemas de automação mais sofisticados, permitindo aos operadores de

Leia mais

Rede Corporativa. Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro. Introdução

Rede Corporativa. Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro. Introdução Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro Rede Corporativa Introdução Rede corporativa é um sistema de transmissão de dados que transfere informações entre diversos equipamentos de uma mesma corporação, tais

Leia mais

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com.

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com. 2015 Apresentação Institucional Apresentação Formada por profissionais qualificados que atuam no mercado desde 2007, a Projexa oferece soluções em Automação de Processos Industriais e Eficiência Energética.

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA ATMC LTDA

APRESENTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA ATMC LTDA APRESENTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA ATMC LTDA A ATMC Automação e Comunicação Ltda desenvolve há mais de 14 anos diversos produtos voltados a automação industrial e transmissão de dados. Apresentamos os equipamentos

Leia mais

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade.

ENTERPRISE EUROPE NETWORK. Título: Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade. Tipo de parceria:joint venture Empresa da Eslováquia certificada especializada na produção de painéis fotovoltaicos de alta qualidade. Empresa da Eslováquia certificadaespecializada na produção de painéis

Leia mais

Folha de Especificações ASTRO 25 Core

Folha de Especificações ASTRO 25 Core CONFIGURAÇÕES FLEXÍVEIS E ESCALÁVEIS ASTRO 25 CORE Um pequeno povoado ou uma grande cidade um único departamento ou vários órgãos seu sistema de rádio deve adaptar-se às suas necessidades e ao seu orçamento.

Leia mais

Case Study. Wireless como uma rede de comunicações alternativa em Parques Eólicos

Case Study. Wireless como uma rede de comunicações alternativa em Parques Eólicos Wireless como uma rede de comunicações alternativa em Parques Eólicos Cliente A Vestas foi fundada em 1979, ganhando uma posição de líder de mercado com mais de 58 GW de turbinas eólicas instaladas, o

Leia mais

Radiocrafts Embedded Wireless Solutions

Radiocrafts Embedded Wireless Solutions Radiocrafts Embedded Wireless Solutions Módulos sem fio para Smart Metering Por Peder Martin Evjen, M.Sc.E.E., Managing Director, Radiocrafts AS A tendência em AMR e Smart Metering é utilizar tecnologia

Leia mais

EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE

EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE EXPERIÊNCIA DA ALSTOM NA IMPLANTAÇÃO DE UM COG PARA OPERAÇÃO REMOTA DE PCH s ATRAVÉS DE COMUNICAÇÃO VIA SATÉLITE Autores: Orlando Fernandes de Oliveira Neto Sebastião Gomes Neto Edson Ricardo da Rocha

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com 2/16 Nível Físico Tem a função de transmitir uma seqüência de bits através de um canal e comunicação. Este nível trabalha basicamente

Leia mais

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence

Avaya Networking. Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Avaya Networking Rafael Rocha, Sales Engineer Westcon Convergence Programação 1. Introdução (02/set - 10:00) 2. Conceitos básicos I (16/set - 10:00) 3. Conceitos básicos II (07/out - 10:00) 4. Conhecimento

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 26430 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC.S.PERNAMBUCANO 158149 - INST.FED.EDUC.CIENC.E TEC.SERTãO PERNAMBUCANO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00008/2015-001 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - EQUIPAMENTO

Leia mais

Meios Físicos de Transmissão

Meios Físicos de Transmissão Meios Físicos de Transmissão O meios de transmissão diferem com relação à banda passante, potencial para conexão ponto a ponto ou multiponto, limitação geográfica devido à atenuação característica do meio,

Leia mais

esip- Sistema Integrado de Processo

esip- Sistema Integrado de Processo esip- Sistema Integrado de Processo Geração Distribuição Transmissão www.ecilenergia.com.br Integração dos dispositivos da SE na rede do esip Criação de uma Base de Dados Unificada Otimização no Deslocamento

Leia mais

Tornando Realidade a Rede do Futuro. Comunicações ópticas com amplos benefícios

Tornando Realidade a Rede do Futuro. Comunicações ópticas com amplos benefícios Tornando Realidade a Rede do Futuro Comunicações ópticas com amplos benefícios Introdução Muitas companhias elétricas têm apostado nos investimentos em cabos com fibra óptica incorporada (OPGW). A Internet

Leia mais

Batalha, 2015.05.20. Participação na

Batalha, 2015.05.20. Participação na Batalha, 2015.05.20 Participação na Weidmüller - Quem Somos? A nossa Empresa Os nossos Mercados e Soluções Os nossos Produtos Weidmüller em números Crescemos de forma contínua e sustentável Somos um Parceiro

Leia mais

ACCESSNET -T IP Técnica do sistema TETRA da Hytera. www.hytera.de

ACCESSNET -T IP Técnica do sistema TETRA da Hytera. www.hytera.de Técnica do sistema TETRA da Hytera é a solução abrangente e eficiente para todas as aplicações em transmissão móvel profissional. www.hytera.de Num piscar de olhos Para comunicação TETRA profissional TETRA

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 16 MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Microeletrônica equipamentos microprocessados necessidade

Leia mais

Projeto InovCity Status de execução e principais aprendizados para o desenvolvimento futuro das smart grids no Brasil

Projeto InovCity Status de execução e principais aprendizados para o desenvolvimento futuro das smart grids no Brasil Projeto InovCity Status de execução e principais aprendizados para o desenvolvimento futuro das smart grids no Brasil São Paulo, 27 de Novembro de 2013 Agenda Grupo EDP Apresentação do projeto Status de

Leia mais

RMS Sistema de gestão de energias renováveis. Solução de mobilidade para análise de desempenho de operações em tempo real

RMS Sistema de gestão de energias renováveis. Solução de mobilidade para análise de desempenho de operações em tempo real Solução de mobilidade para análise de desempenho de operações em tempo real RMS Sistema de gestão de energias renováveis Uma plataforma para monitorar e controlar, em tempo real e de forma eficiente, todo

Leia mais

Formas de CONECTAR a sua empresa

Formas de CONECTAR a sua empresa SAIBA COMO: Aumentar a produtividade Melhorar a segurança e o atendimento ao cliente Reduzir os custos Para Pequenas Empresas Se você está no mundo dos negócios, está conectado à maior rede pública do

Leia mais

1 de 6 25/08/2015 10:22

1 de 6 25/08/2015 10:22 1 de 6 25/08/2015 10:22 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano Termo de Adjudicação

Leia mais

Tecnologia da Informação Apostila 02

Tecnologia da Informação Apostila 02 Parte 6 - Telecomunicações e Redes 1. Visão Geral dos Sistemas de Comunicações Comunicação => é a transmissão de um sinal, por um caminho, de um remetente para um destinatário. A mensagem (dados e informação)

Leia mais

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores ATIVIDADE 1 Definição de redes de computadores As redes de computadores são criadas para permitir a troca de dados entre diversos dispositivos estações de trabalho, impressoras, redes externas etc. dentro

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E Prof. Luís Rodolfo Unidade I REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO C Redes de computadores e telecomunicação Objetivo: apresentar os conceitos iniciais e fundamentais com relação às redes de computadores

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Rede É um conjunto de computadores chamados de estações de trabalho que compartilham recursos de hardware (HD,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta DIMETRA IP Compact uma solução TETRA completa e compacta MOTOROLA - SEU PARCEIRO DE TECNOLOGIA CONFIÁVEL E ATUANTE Uma herança que dá orgulho As soluções TETRA da Motorola alavancam mais de 75 anos de

Leia mais

Redes Inteligentes. Como passo inicial do Conceito Smart Grid. Belo Horizonte - 11/08/2010

Redes Inteligentes. Como passo inicial do Conceito Smart Grid. Belo Horizonte - 11/08/2010 Redes Inteligentes Como passo inicial do Conceito Smart Grid Belo Horizonte - 11/08/2010 A Rede Elétrica ONS Mercado De Energia NOSSO FOCO Geração Geração renovável Armazenamento Rede de Distribuição Negócio

Leia mais

Hytera Mobilfunk GmbH Soluções de comunição móvel profissionais sob medida

Hytera Mobilfunk GmbH Soluções de comunição móvel profissionais sob medida Hytera Mobilfunk GmbH Soluções de comunição móvel profissionais sob medida www.hytera.de Comprovado mundialmente Sistemas de telefonia móvel Hytera Mobilfunk GmbH oferecem a mais alta flexibilidade e confiança

Leia mais

Projetos InovCityEDP. Rio de Janeiro, 15 de Maio de 2014

Projetos InovCityEDP. Rio de Janeiro, 15 de Maio de 2014 Projetos InovCityEDP Rio de Janeiro, 15 de Maio de 2014 Agenda Soluções Smart Grid implantadas na EDP Projeto InovCity Aparecida Projeto InovCity ES Desafios para o Setor Elétrico Barreiras à serem vencidas

Leia mais

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway LGW4000 é um Media Gateway desenvolvido pela Labcom Sistemas que permite a integração entre

Leia mais

Introdução à família Aprisa SR. Confidencial da empresa

Introdução à família Aprisa SR. Confidencial da empresa Introdução à família Aprisa SR Confidencial da empresa Os produtos Aprisa Duas famílias de produtos Aprisa XE: Conexões por micro-ondas ponto-aponto a longa distância para aplicações exigentes. Aprisa

Leia mais

4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através desta Tecnologia? 6. O Adaptador PLC causa um aumento no consumo de Energia Elétrica?

4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através desta Tecnologia? 6. O Adaptador PLC causa um aumento no consumo de Energia Elétrica? 1. O que significa PLC - PowerLine Communications? 2. Quais são as características técnicas do PLC? 3. Quais são as vantagens da Tecnologia PLC? 4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através

Leia mais

Automação de Subestações

Automação de Subestações Automação de Subestações Geração Distribuição Transmissão Indústria Produtos e Serviços: Merging Units Gateway DNP -IEC 61850 Projeto, Integração, TAF, TAC Montagem de Painéis Configuração de Sistemas

Leia mais

Arquiteturas e redundâncias em redes Ethernet Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL)

Arquiteturas e redundâncias em redes Ethernet Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) 56 Capítulo IV Arquiteturas e redundâncias em redes Ethernet Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) As atuais soluções de automação de subestações um relé de proteção 99,9945%

Leia mais

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo profissionalismo, velocidade, qualidade e conhecimento

Leia mais

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é VOIP Se você nunca ouviu falar do VoIP, prepare-se para mudar sua maneira de pensar sobre ligações de longa distância. VoIP, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é um método para pegar sinais de áudio analógico,

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente? CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CÓDIGO 05 UCs de Eletrônica e/ou de Telecomunicações 26. Dentre as dimensões a seguir, núcleo/casca, quais representam tipicamente fibras monomodo e fibras multimodos, respectivamente?

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO II ESPECIFICAÇÕES PARA UCD / CONCENTRADOR DE DADOS A2. Unidade Controle Digital Remota / Concentrador de Dados 2.1. Introdução Esta seção tem a finalidade de especificar tecnicamente a Unidade de

Leia mais

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO Sistema de rádio bidirecional digital profissional A solução de comunicação em rádios bidirecionais de próxima geração está aqui, com melhor desempenho, produtividade e preço e mais oportunidades para

Leia mais

MY HOME INTRODUÇÃO TOUCH SCREEN. Comando de Automação

MY HOME INTRODUÇÃO TOUCH SCREEN. Comando de Automação TOUCH SCREEN Comando de Automação Central de Cenário 54 ÍNDICE DE SEÇÃO 56 A casa como você quer 62 As vantagens de 66 Dispositivos BUS 68 Integração das funções My Home 70 Vantagens da instalação BUS

Leia mais

1. Descrição do Produto

1. Descrição do Produto 1. Descrição do Produto Os repetidores óticos FOCOS/PROFIBUS AL-2431 e AL-2432 destinam-se a interligação de quaisquer dispositivos PROFIBUS, assegurando altíssima imunidade a ruídos através do uso de

Leia mais

A 1ª Cidade Inteligente da América Latina

A 1ª Cidade Inteligente da América Latina A 1ª Cidade Inteligente da América Latina Imagine... gerar somente a energia que precisamos em nossas casas através de fontes renováveis... saber o consumo de energia de cada aparelho elétrico conectado

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Divisão de Telecomunicações. Composição da Divisão 7 Engenheiros 14 Técnicos 9 Assistentes Técnicos 2 Assistentes Administrativos 4 Estagiários

Divisão de Telecomunicações. Composição da Divisão 7 Engenheiros 14 Técnicos 9 Assistentes Técnicos 2 Assistentes Administrativos 4 Estagiários 6,67(0$'(7(/(&2081,&$d (6'$&((( $7',9,6 2'(7(/(&2081,&$d (6 Divisão de Telecomunicações Composição da Divisão 7 Engenheiros 14 Técnicos 9 Assistentes Técnicos 2 Assistentes Administrativos 4 Estagiários

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

Redes de Computadores IEEE 802.3

Redes de Computadores IEEE 802.3 Redes de Computadores Ano 2002 Profª. Vívian Bastos Dias Aula 8 IEEE 802.3 Ethernet Half-Duplex e Full-Duplex Full-duplex é um modo de operação opcional, permitindo a comunicação nos dois sentidos simultaneamente

Leia mais

CONTROLADORES ELETRÔNICOS SICES. Linha de Produtos

CONTROLADORES ELETRÔNICOS SICES. Linha de Produtos CONTROLADORES ELETRÔNICOS SICES Linha de Produtos FAMÍLIA GC XXX GC 310: Controlador Simples AMF-ATS-SPM Emergência, falha dos canos principais, comutação GC 350: Controlador Avançado AMF-ATS-SPM Emergência,

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M MORAES, C. C. Engenharia de Automação Industrial, Cap. 6 Tanenbaum, Redes de Computadores, Cap. 1.2 AGUIRRE, L. A. Enciclopédia da Automática, Volume II, Cap. 15.3 Escravo é um

Leia mais

XXSNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XXSNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XXSNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 XXX.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO PARA

Leia mais

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Tecnologias de Banda Larga

Tecnologias de Banda Larga Banda Larga Banda larga é uma comunicação de dados em alta velocidade. Possui diversas tecnologia associadas a ela. Entre essas tecnologias as mais conhecidas são a ADSL, ISDN, e o Cable Modem. Essas tecnologias

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Redes de Computadores. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com

Redes de Computadores. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com Redes de Computadores Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliams.wordpress.com wylliamss@gmail.com Agenda Introdução a Rede de Computadores Classificação Tipos de Redes Componentes de Rede Internet,

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

TECNOLOGIA DE ACESSO A REDES Prof. André Ciriaco andreciriaco@hotmail.com Aula 02 Objetivo da Aula Apresentação da Atividade PO última aula 1.5. Redes WAN Conceitos 1.5.1 Redes Wan -História 1.5.2 Elementos

Leia mais

Comunicado à Imprensa

Comunicado à Imprensa Brazil Windpower 2012 Página 1 de 5 Beckhoff na Brazil Windpower 2012: Segundo pavimento, Estande 261, 262 Tecnologia para turbinas: Soluções abertas de automação para energia eólica A Brazil Windpower

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia

Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia 56 Apoio Automação de subestações Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) O desenvolvimento das facilidades de comunicação

Leia mais

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Redes de Computadores. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2011 1 / 41

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Redes de Computadores. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2011 1 / 41 Informática Prof. Macêdo Firmino Redes de Computadores Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2011 1 / 41 Sistema Computacional Macêdo Firmino (IFRN) Informática Novembro de 2011 2 / 41 O que é

Leia mais

Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS

Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS Tutorial NEGER Telecom COMO IMPLANTAR REDES WIFI EM VEÍCULOS Julho/2010 Objetivo Este tutorial tem como objetivo fornecer informações técnicas e recomendações na utilização de roteadores 3G para implantação

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com COMUTAÇÃO CIRCUITOS PACOTES É necessário estabelecer um caminho dedicado entre a origem e o

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES

EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES EVOLUÇÃO DAS SUBESTAÇÕES O caminho percorrido pelas subestações de energia elétrica até alcançar as modernas instalações de hoje. 1 Cem anos não são nada se comparados com o tempo em que o homem vem vagando

Leia mais

: O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio

: O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio : O Novo Padrão em Banda Larga Sem Fio As soluções de banda larga sem fio epmp da Cambium Networks são as primeiras a trazer confiabilidade comprovada em campo, sincronização por GPS, escabilidade e desempenho

Leia mais

Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet

Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet Alternativas de aplicação do serviço GPRS da rede celular GSM em telemetria pela Internet Marcos R. Dillenburg Gerente de P&D da Novus Produtos Eletrônicos Ltda. (dillen@novus.com.br) As aplicações de

Leia mais

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10 Neste número: Novos Dispositivos para PROFIBUS HARTING amplia a sua gama de dispositivos para PROFIBUS, Repetidores e Conversores RS-485, para oferecer maiores possibilidades de instalação de uma rede

Leia mais

CAPÍTULO 13. Conectividade Linhas Privativas Comercias LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS

CAPÍTULO 13. Conectividade Linhas Privativas Comercias LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS CAPÍTULO 13 LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS Todos os serviços de conectividade e comunicação de dados oferecidos por qualquer operadora de telecomunicações, devem terminar nos pontos finais de utilização

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

SOLUÇÕES PARA SALAS DE CONTROLE MOTOTRBO

SOLUÇÕES PARA SALAS DE CONTROLE MOTOTRBO SOLUÇÕES PARA SALAS DE CONTROLE MOTOTRBO SMARTPTT PLUS SOLUÇÕES PREMIUM DE SALAS DE CONTROLE PARA OS SISTEMAS DE RÁDIOS DIGITAIS BIDIRECIONAIS MOTOTRBO. SOLD AND SUPPORTED PELA MOTOROLA MÓDULOS SOLUTIONS

Leia mais

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira

Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira Redes Locais. Prof. Luiz Carlos B. Caixeta Ferreira 2. Padrões de Redes Locais 2.1 - Criação da Ethernet 2.2 - Padrões IEEE 802.x 2.3 - Especificações 802.3 2.4 - Token Bus 2.5 - Token Ring 2.1 - Criação

Leia mais

APLICAÇÕES DE TELECOMUNICAÇÃO PARA MODERNOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO FERROVIÁRIA

APLICAÇÕES DE TELECOMUNICAÇÃO PARA MODERNOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO FERROVIÁRIA PAINÉIS DE SINALIZAÇÃO APLICAÇÕES DE TELECOMUNICAÇÃO PARA MODERNOS SISTEMAS 08 Novembro 2006 APLICAÇÕES DE TELECOMUNICAÇÃO PARA MODERNOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO FERROVIÁRIA APRESENTADOR: ASHOK SAMGI 1

Leia mais

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA 1 Banda Estreita A conexão de banda estreita ou conhecida como linha discada disponibiliza ao usuário acesso a internet a baixas velocidades,

Leia mais

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel BGAN Transmissão global de voz e dados em banda larga Banda larga para um planeta móvel Broadband Global Area Network (BGAN) O firm das distâncias O serviço da Rede Global de Banda Larga da Inmarsat (BGAN)

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 1 Ambiente de Data Center Os serviços de comunicação em banda larga estão mais

Leia mais

ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel

ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel Comentários MINUTA TERMO DE REFERENCIA Lote 9A ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel Resposta: Fica mantido o texto da minuta do TR. 2.2 O provimento

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Redes de Computadores Possibilita a conexão entre vários computadores Troca de informação Acesso de múltiplos usuários Comunicação de dados

Leia mais

ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 24/2014

ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 24/2014 ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 24/2014 NOME DA INSTITUIÇÃO: Associação UTC América Latina AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: Audiência Pública nº 024/2014

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Aplicação de SNMP no Centro de Controle da Automação da Eletrosul. Brasil

Aplicação de SNMP no Centro de Controle da Automação da Eletrosul. Brasil Aplicação de SNMP no Centro de Controle da Automação da Eletrosul Pablo Humeres Flores Eletrosul Brasil Diogo Vargas Marcos Eletrosul RESUMO O trabalho apresenta uma aplicação do protocolo SNMP na gerência

Leia mais

Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis

Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis Centro de Operação Integrado da Queiroz Galvão Energias Renováveis Resumo A Spin Engenharia participou da implantação do Centro de Operações Integrado (COI) da Queiroz Galvão Energias Renováveis (QGER).

Leia mais

REDES ETHERNET. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Redes de Comunicação 10º Ano

REDES ETHERNET. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Redes de Comunicação 10º Ano REDES ETHERNET Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Redes de Comunicação 10º Ano Nome: Marcelo Filipe Rocha Assunção 2013/2014 ÍNDICE Introdução... 2 Arquitetura

Leia mais

Projeto Megawatt Solar Usina Solar Fotovoltaica no Edifício Sede da ELETROSUL

Projeto Megawatt Solar Usina Solar Fotovoltaica no Edifício Sede da ELETROSUL Projeto Megawatt Solar Usina Solar Fotovoltaica no Edifício Sede da ELETROSUL Luis Felipe Pozzatti Chefe do Setor de Estudos de Novos Potenciais luis.pozzatti@eletrosul.gov.br Eletrosul Segmentos: transmissão

Leia mais

Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação

Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação Estudo de caso do cliente Empresa de energia garante locais físicos e rede de subestação A First Wind implementou vigilância por vídeo com base em IP, controles de acesso físicos e soluções de grade conectadas.

Leia mais

Elementos ativos de rede e meios de transmissão. Eduardo Max A. Amaral Aula 5

Elementos ativos de rede e meios de transmissão. Eduardo Max A. Amaral Aula 5 Elementos ativos de rede e meios de transmissão Eduardo Max A. Amaral Aula 5 Hub Os hubs são dispositivos concentradores, responsáveis por centralizar a distribuição dos quadros de dados em redes fisicamente

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais