HARTING News. Fevereiro Introdução

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HARTING News. Fevereiro 2006. Introdução"

Transcrição

1 Fevereiro 2006 Neste número: - Switches Ethernet IP30 - Switches para rack de 19 - Outlets metálicos e plásticos - Isolante Han 3A SC - Conectores RJ Industrial Introdução: Para ampliar a gama de soluções actualmente fornecidas para o ambiente de Ethernet Industrial e, como sempre, fiel à sua filosofia de inovação e apoio às necessidades dos clientes, a HARTING apresenta-lhes os novos designs para soluções no ambiente de Ethernet Industrial. Introdução Tradicionalmente os ambientes de gestão e de produção estavam suportados por plataformas diferentes. Enquanto que a Ethernet era e continua a ser apresentada como o sistema de comunicação standard a nível de gestão, definia-se uma variedade de buses de campo (CANopen, PROFIBUS,...) como as plataformas que suportavam a comunicação no ambiente industrial. Actualmente, a evolução das instalações requer cada vez mais uma comunicação consistente entre todos os níveis do processo de fabrico automatizado para o acesso à informação desde os níveis de gestão (stocks, ordens de produção, etc.) até ao nível de maquinaria (alarmes, actuadores, etc.). Ambiente administrativo Ambiente industrial HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 1/6

2 Em resposta à necessidade crescente de comunicação entre a área produtiva e a administrativa, a Ethernet aparece como uma alternativa sólida para facilitar a consistência na comunicação de dados entre estes dois ambientes. Fruto desta necessidade e baseando-se na sua comprovada experiência na interligação de buses industriais, a HARTING desenvolveu um extenso programa de soluções composto por conectores, cablagens, outlets e dispositivos que permitem configurar uma rede Ethernet num ambiente industrial. Switches Ethernet IP67 Outlets industriais Conectores HARTING RJ Industrial Han-Brid RJ45 ou conector Híbrido (sinal + alimentação 24 v) até IP68 Esta gama de produtos vê-se ampliada com as seguintes novidades, que pode encontrar detalhadas a seguir: Switches Ethernet IP30 Outlets metálicos e plásticos Isolantes Han 3A SC Switches para Rack de 19 polegadas Switch Ethernet IP30 Esta família de Switches caracteriza-se pelo seu design compacto (forma construtiva estreita), com uma largura de apenas 22,5 mm, o que permite optimizar o espaço no interior do quadro de controlo. Este Switch está disponível em várias versões com opção de ligar até 6 ou 8 portos via RJ45 e apresenta a possibilidade de até quatro portos de ligação em Fibra Óptica com interface SC e proximamente também em ST. Estes dispositivos funcionam como Switches não geridos no modo de comutação Store and Forward e suportam Auto-Crossing, Auto- Negotation e Auto-Polarity. Todos os dispositivos suportam Ethernet (10Mbits/s) e Fast Ethernet (100 Mbits/s). Os LEDs integrados nos diferentes portos facilitam e agilizam o diagnóstico. Dentro desta família podemos encontrar os seguintes produtos: Switch Ethernet ESC TP08 HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 2/6

3 ESC TP08: 8 portos RJ45 ESC TP08/FX02-SC 8 portos RJ45+ 2 portos fibra óptica com tecnologia SC ESCTP06/FX02-SC 6 portos RJ portos fibra óptica ESCTP06/FX04-SC 6 portos RJ portos fibra óptica Proximamente apresentaremos os desenvolvimentos com interface óptica tipo ST. Switch para Rack de 19 polegadas IP20 (SC20-19) Este Switch está especificamente concebido para ser montado em racks de 19 polegadas. Suporta Ethernet (10 Mbit/s) e Fast Ethernet (100 Mbits/s). Os Comutadores Ethernet apresentam LEDs integrados nos diferentes portos, com o qual se facilita e agiliza o diagnóstico. Consta de 8 portos (7 do tipo M12 code D e a interface para painel do tipo DIN 41612) que suportam Auto-Negotation e Auto-Polarity e apresenta a opção de ser ou não gerido no modo de comutação Store and Forward. ESC TP07/01M: Switch gerido ESC TP07/01M: Switch sem gestão Industrial Outlet IP67 Adaptador para sair de ambiente protegido para ambiente industrial Para facilitar a saída do bus de ambientes protegidos (escritório ou calha porta-cabos) para o ambiente industrial, a HARTING desenvolveu os componentes Industrial Outlets dos quais se poderá distribuir a rede para os diversos switches situados ao lado das máquinas. O dito componente encontrase disponível em versão plástica (cor negro e branco) e em versão metálica. Ethernet Switch ESC TP-07 Outlet Metálico RJ HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 3/6

4 A versão metálica está disponível com conectores RJ Industriais integrados em carcaças Han 3A e com conectores M12 para Ethernet. A versão plástica utiliza conectores HARTING RJ Industrial Push Pull, recentemente especificados, juntamente com o conector Han-MAX, pela nova normativa de instalações para Ethernet na Industria ISO/IEC24702 Industrial Outlet Push Pull Módulo HAN 3A SC Isolante para Fibra óptica Adicionalmente ao módulo Han Modular para 4 contactos SC, este isolante permite até 4 contactos do tipo SC para fibra óptica de vidro e HCS. Os seus conectores estão fabricados com casquilhos cerâmicos para minimizar as perdas por inserção (Insertion Loss). Este isolante está disponível para carcaças de tamanho Han 3A nas suas diferentes versões standard. Modulo Han 3A SC Macho: Fêmea: Conectores HARTING RJ Industrial 4 e 8 pólos RJ45 Industrial IP20 4 Pólos A família de conectores HARTING RJ Industrial é uma gama de conectores para Ethernet Industrial baseada no standard RJ45. Há versões disponíveis para ambientes IP20 e IP67. A HARTING também oferece a versão híbrida que combina potência e sinal num único conector. Estes conectores estão disponíveis em versões de 4 e 8 pólos. HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 4/6

5 Conectores de 4 pólos Na versão de quatro pólos destes conectores os cabos industriais podem ser facilmente montados sem a necessidade de nenhuma ferramenta especial, graças à sua tecnologia de terminação rápida. O conceito de terminação rápida também inclui a terminação da blindagem, já que não requer a operação de engaste nem flanges adicionais. O conector dispõe de uma caixa metálica interna com fecho de clip que cobre os 360º da blindagem. Estes conectores permitem montar cabos industriais com secções de até AWG22. A montagem é efectuada mediante a técnica de lâmina IDC. A família de conectores HARTING RJ Industrial de 4 pólos foi especialmente concebida para cobrir a necessidade de 100Mbps Ethernet em aplicações industriais (Cat. 5). A família de conectores HARTING RJ Industrial de 8 pólos foi especialmente concebida para cobrir a necessidade de Gigabit Ethernet em aplicações industriais (Cat. 6). A existência de dois tipos de conectores diferentes (branco e azul) permite que nos cabos préconectorizados o cruzamento dos pólos se dê no conector e não no cabo, garantindo a Cat. 6. IP67 3 A 8 pólos Conectores de 8 pólos Estes conectores permitem montar cabos industriais com secções de até AWG24 e a montagem é realizada mediante a técnica de piercing. IP67 Híbrido 4 pólos IP20 IP 67 Push Pull IP 67 Data 3A IP67 Híbrido Família de Conectores Tanto para os conectores de 8 como de 4 pólos dispomos das seguintes opções: IP 67 Híbrido 4 Pólos HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 5/6

6 Se desejar ampliar esta informação, consulte o documento que a HARTING publicou recentemente titulado Solutions for Industrial Ethernet. Nesse documento pode encontrar informação sobre os conceitos básicos de Ethernet e sobre os requisitos específicos da rede Ethernet Industrial, bem como detalhes sobre as novidades de produto HARTING e as suas características técnicas. Empresa:... Nome:... Apelidos:... Cargo: Tel.:... Por favor indique com os sistemas de rede que utiliza habitualmente nas suas aplicações industriais: ASi Interbus Profinet CAN Profibus Ethernet Devicenet Outros:... Se estiver interessado na implementação de Ethernet na indústria e nas soluções que lhe pode fornecer a HARTING, preencha o questionário incluído nesta página e envie-o ao nº de fax indicado ou envie o seu pedido por para Enviar-lhe-emos em breve um exemplar do documento Solutions for Industrial Ethernet, bem como qualquer nova informação que o grupo HARTING desenvolver sobre este tema. Se não desejar receber mais Notícias HARTING no futuro, envie-nos uma mensagem com a indicação "Please do not send a Harting news/não enviem a Harting new para: A escolha do tipo de bus deve-se a: Decisão própria Especificado pelos seus clientes Indique qual é o seu grau de interesse na aplicação de Ethernet Industrial no futuro: Baixo Médio Elevado Outros comentários que deseje acrescentar: FAX: HARTING Iberia, S.A. c/ Josep Tarradellas, 20-30, 4º-6ª Barcelona Pág. 6/6

HARTING News. Junho, 2003. Do controlo centralizado até à inteligência distribuída. arquitectura de instalação com inteligência distribuída.

HARTING News. Junho, 2003. Do controlo centralizado até à inteligência distribuída. arquitectura de instalação com inteligência distribuída. Neste número: Novos desenvolvimentos HARTING para Industrial Ethernet e PROFInet Durante a passada edição da feira de Hannover, o grupo tecnológico HARTING apresentou diversos desenvolvimentos para o ambiente

Leia mais

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10 Neste número: Novos Dispositivos para PROFIBUS HARTING amplia a sua gama de dispositivos para PROFIBUS, Repetidores e Conversores RS-485, para oferecer maiores possibilidades de instalação de uma rede

Leia mais

HARTING News. A tecnologia HARAX tem sido aplicada a sistemas de interconexão do tipo:

HARTING News. A tecnologia HARAX tem sido aplicada a sistemas de interconexão do tipo: Neste número: Novidades HARAX Novos HARAX M8-S e M12-S Novos HARAX M12-L blindados para Profibus, PROFINet e Ethernet IP. Novidades Han-Snap Novo suporte articulado Desde o lançamento da terminação rápida

Leia mais

Soluções de Interconexão. HARTING Iberia S.A. Apresentação geral. Apresentação. Pág. 1

Soluções de Interconexão. HARTING Iberia S.A. Apresentação geral. Apresentação. Pág. 1 HARTING Iberia S.A. Pág. 1 HARTING Iberia. Conexão Eléctrica e Electrónica. Serviços de Tecnologia Corporativa (CTS) Design, montagem e teste de Backpanels Conectores Eléctricos e Electrónicos CLIENTES

Leia mais

A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon.

A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon. A HARTING obteve a certificação DET NORSKE VERITAS para os comutadores Ethernet industrial das famílias econ, scon e mcon. Os comutadores Ethernet da HARTING, concebidos para serem aplicados nos ambientes

Leia mais

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores:

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores: Classificação quanto ao meio de transmissão Os meios físicos de transmissão são os cabos e as ondas (luz, infravermelhos, microondas) que transportam os sinais que, por sua vez, transportam a informação

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

SAI - Interface de Distribuição Sensor-Atuador

SAI - Interface de Distribuição Sensor-Atuador SAI - Interface de Distribuição Sensor-Atuador Linha SAI Os distribuidores da linha SAI (Sensor-Atuador-Interface) levam os sinais onde você precisar. Isto reduz os custos com instalação pois trabalha

Leia mais

HARTING News. Introdução:

HARTING News. Introdução: Neste número E3/21.4: Introdução: CONECTORES ELECTRÓNICOS Especificações técnicas Série conectores a cabo plano SEK Para atender a necessidade de alguns mercados e clientes de um sistema de conexão de

Leia mais

PLUSCON Cablagem para sensores / actuadores IP 65/67

PLUSCON Cablagem para sensores / actuadores IP 65/67 PLUSCO IP 6/67 Cabos SC pré-preparados em M1 para sensores/actuadores SC P M1 MS 1, PUR M1 FR L B SCO Descrição da referência SC= cabo pré-preparado P= número de (,,, 6,, 1, 17) M1= tipo de conector (M1,

Leia mais

Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET

Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET ValveConnectionSystem Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET P20.PT.R0a O SISTEMA V.C.S. O sistema VCS é um conjunto

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Produtos de segurança Linha Safety

Produtos de Baixa Tensão. Produtos de segurança Linha Safety Produtos de Baixa Tensão Produtos de segurança Linha Safety Linha Safety PLUTO - CLP de segurança Simplifica os sistemas de proteção de seu sistema, garantindo o mais alto nível de segurança, categoria

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas EQUIPAMENTOS PASSIVOS DE REDES Ficha de Trabalho nº2 José Vitor Nogueira Santos FT13-0832 Mealhada, 2009 1.Diga

Leia mais

Soluções em sistemas de segurança, automação e comunicação industrial

Soluções em sistemas de segurança, automação e comunicação industrial Soluções em sistemas de segurança, automação e comunicação industrial Segurança de máquinas e processos Comando e sinalização industrial Sensores e sistema de visão Controladores programáveis e interfaces

Leia mais

Motores Lineares Industriais

Motores Lineares Industriais Motores Lineares Industriais Sistema de accionamento puramente eléctrico Controlo de posição livre ao longo de todo o curso Para tarefas de posicionamento precisas e dinâmicas Vida útil maior com a tecnologia

Leia mais

Torres Luminosas Compactas e Modulares

Torres Luminosas Compactas e Modulares Torres Luminosas Compactas e Modulares Safe solutions for your industry Índice TLC-60 Torre Luminosa Compacta Página 4 TLM-70 Torre Luminosa Modular Página 10 3 TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida

Leia mais

Os principais componentes de uma Rede Habitacional

Os principais componentes de uma Rede Habitacional Os principais componentes de uma Rede Habitacional Bastidor de Distribuição de Cabelagem Estruturada Conector OmniMedia para bastidor Módulo Rádio/Televisão Módulo Telefone/Fax Portal Internet Extensões

Leia mais

Chave de segurança codifi cada por transponder CTP com bloqueio

Chave de segurança codifi cada por transponder CTP com bloqueio Chave de segurança codifi cada por transponder CTP com bloqueio A chave de segurança CTP A chave de segurança CTP combina o comprovado princípio de funcionamento das chaves de segurança eletromecânicas

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Projecto de cablagem estruturada Adriano Lhamas, Berta Batista, Jorge Pinto Leite Março de 2007 Projecto de cablagem Metodologia 1. Definição de requisitos 2. Planeamento 3. Projecto 2 Exemplo Empresa

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 21 de maio de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1 Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio MAC- IBIRAPUERA

Leia mais

PROFINET R e d e d e c o m u n i c a ç õ e s p r e p a r a d a p a r a o f u t u r o

PROFINET R e d e d e c o m u n i c a ç õ e s p r e p a r a d a p a r a o f u t u r o PROFINET R e d e d e c o m u n i c a ç õ e s p r e p a r a d a p a r a o f u t u r o» Redundância de meio» R e d e a b e r t a» C o n f i g u ra ç ã o f á c i l PROFINET Ethernet Industrial aberta para

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. Electrotécnica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº1 Cablagem estruturada 1 Introdução Vivemos em plena segunda revolução industrial.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

ATI Modular: um novo conceito

ATI Modular: um novo conceito ATI Modular: um novo conceito A SOLUÇÃO IDEAL PARA OS SEUS PROJECTOS Todos os produtos estão de acordo com as exigências do novo manual ITED ed.2 O novo conceito de ATI O novo ATI - Armário de Telecomunicações

Leia mais

FAdC Frauscher Advanced Counter

FAdC Frauscher Advanced Counter FAdC Frauscher Advanced Counter PT FAdC FRAUSCHER Advanced Counter A detecção de via livre do futuro O Frauscher Advanced Counter (FAdC) é a mais nova geração de sistemas de contagem de eixos com base

Leia mais

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida CAIXA DE PISO FLEXIBILIDADE DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO acabamento diferenciado instalação rápida ii LEGRAND SOLUÇÕES INTEGRADAS Comprometida com a melhoria

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos.

É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. REDES DE COMPUTADORES CABO COAXIAL É um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. Topologias de rede A topologia de uma rede é um diagrama que descreve como

Leia mais

Distribuidores Pneumáticos

Distribuidores Pneumáticos Estamos presentes onde precisar de nós! Pneumáticos Série 2002 Séries 2005 / 2012 / 2035 Adaptadores segundo ISO 15407-2 Série ISO 5599/2 Electrónica G2 Série Mark 3 Série CL Série ISO 5599/1 Série HF

Leia mais

SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas. integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES

SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas. integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES SIMATIC Sistemas de visão Produtividade e qualidade asseguradas integrador certificado: SOLUCOES INTELIGENTES Sistemas de visão Visão geral da linha de produtos Série SIMATIC VS720A - As câmeras inteligentes

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES

PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES PLANEAMENTO E PROJECTO DE REDES Engenharia de Sistemas e Informática Bibliografia: Engenharia de Redes Informáticas; Edmundo Monteiro e Fernando Boavida; FCA 1 Conteúdo programático Equipamento Passivo

Leia mais

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS

ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS ORKAN AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LINHA GERAL DE PRODUTOS SYSTEM SLIO Sistema de I/Os Remotos Simples e inteligente, o System Slio é um sistema de I/O s descentralizado, eficaz e moderno. Foi especialmente projetado

Leia mais

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II Modos de programação de registo; Intervalos de registo programáveis; Capacidade de memória para 240.000 medidas; Alimentação por pilhas alcalinas; Ligação a computador

Leia mais

ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER

ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER ITMAX SOLUÇÃO DATA CENTER DATA CENTER A Furukawa apresenta a solução ITMAX para Data Center, com produtos especialmente desenvolvidos para atender este mercado que requer componentes de alta performance.

Leia mais

Blocos de aferição. Os Blocos de Aferição

Blocos de aferição. Os Blocos de Aferição Blocos de aferição Os Blocos de Aferição São indicados em circuitos onde se requer a inserção de instrumentos do tipo amperímetro, voltímetro, etc., como também operações de seccionamento elétrico, além

Leia mais

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS

DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS DTN WEBEX NOVOS PRODUTOS Conectividade 6A Linha de Bandejas Ópticas HDX Linha de Racks ITMAX Linha de Racks Fechados Acessórios de Organização Produtos de alta densidade FTP UTP Descarregado Azul/Branco/Bege

Leia mais

Catálogo Compacto 2014

Catálogo Compacto 2014 Catálogo Compacto 2014 mundialmente em contacto com clientes e parceiros A Phoenix Contact é líder mundial no setor de eletrotécnica, eletrónica e automação. Fundada em 1923, a empresa familiar emprega

Leia mais

Componentes Físicos. Jun.08. Luis Garcia

Componentes Físicos. Jun.08. Luis Garcia Componentes Físicos Jun.08 Luis Garcia 1 INTRODUÇÃO 1(2) Para montar uma rede informática são necessários vários dispositivos, que ligados entre si permitem tirar partido de todas as potencialidades das

Leia mais

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 Fibra Óptica fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 24 FIBRA ÓPTICA Fibra Óptica é um pedaço de vidro com capacidade de transmitir luz. Tal filamento

Leia mais

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL SEGURANÇA NR12 SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA INDUSTRIAL. Comando e Sinalização. Sinalização Áudio Visual

AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL SEGURANÇA NR12 SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA INDUSTRIAL. Comando e Sinalização. Sinalização Áudio Visual SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA INDUSTRIAL Comando e Sinalização Sinalização Áudio Visual Sensores e Sistema de Visão Movimentação de Cargas Controle, Posicionamento e Visualização Controladores de Movimento

Leia mais

A mais completa linha de Terminais de Válvulas

A mais completa linha de Terminais de Válvulas A mais completa linha de Terminais de Válvulas Inovações para perfomance otimizada e economia A linha de terminais de válvulas Ampla e variada linha de terminais de válvulas para todas as aplicações Instalação

Leia mais

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessórios de Fibra Óptica Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 68 Adaptadores de Fibra Óptica Adaptador de Fibra Óptica

Leia mais

Soluções em Sensores e Sistemas

Soluções em Sensores e Sistemas Soluções em Sensores e Sistemas Balluff 30 anos no Brasil Com uma história de sucesso de mais de 90 anos, iniciada em 1921, em Neuhausen, Alemanha, a Balluff é especializada na fabricação de sensores e

Leia mais

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking MODELO 827 Controlador Trunking CARACTERÍSTICAS Obedece completamente ao Standard MPT1327/1343 e é compatível com os radiotelefones MPT1352/1327. Tem estrutura modular e o seu sistema de controlo com informação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) 05/10/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração LatinoAmericana Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

Leia mais

Eng.º Domingos Salvador dos Santos. email:dss@isep.ipp.pt

Eng.º Domingos Salvador dos Santos. email:dss@isep.ipp.pt Sistemas e Planeamento Industrial DOMÓTICA REDES DE CAMPO Eng.º Domingos Salvador dos Santos email:dss@isep.ipp.pt Outubro de 2010 Outubro de 2010 2/20 REDES DE CAMPO Fieldbus Fieldbus Estrutura da Apresentação

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch 16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch Manual do utilizador DN-80100 DN-80110 Conteúdo da embalagem Devem estar incluídos os seguintes itens na embalagem: Comutador Ethernet Gigabit

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00

Unidade Remota CANopen RUW-04. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: 10002081798 / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-04 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002081798 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Regular a tensão com conforto. REGSys. com funções adicionais inteligentes: Nós efectuamos a regulação.

Regular a tensão com conforto. REGSys. com funções adicionais inteligentes: Nós efectuamos a regulação. Nós efectuamos a regulação. REGSys Regular a tensão com conforto com funções adicionais inteligentes: Registador Logbook Modo conversor Estatiscista Monitorização do transformador ParaGramer Programação

Leia mais

1. Descrição do Produto

1. Descrição do Produto 1. Descrição do Produto Os repetidores óticos FOCOS/PROFIBUS AL-2431 e AL-2432 destinam-se a interligação de quaisquer dispositivos PROFIBUS, assegurando altíssima imunidade a ruídos através do uso de

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. CANespecial 1 SCA06. Manual do Usuário

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. CANespecial 1 SCA06. Manual do Usuário Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas CANespecial 1 SCA06 Manual do Usuário Manual do Usuário CANespecial 1 Série: SCA06 Idioma: Português N º do Documento: 10002922105 /

Leia mais

FAdC i Frauscher Advanced Counter i

FAdC i Frauscher Advanced Counter i FAdC i Frauscher Advanced Counter i PT FAdC i FRAUSCHER Advanced Counter i Detecção de via livre para requisitos especiais O FAdCi é uma variante especialmente econômica da mais nova geração de contagem

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES TEXTOS DE REFORÇO Michel da Rocha Fragoso 2010 2 Saudações Olá, meus caros alunos. Esta é uma série de textos de reforço de minha autoria sobre o nosso próximo módulo a ser estudado

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00034/2015 (SRP) Às 10:47 horas do dia 25 de setembro de 2015,

Leia mais

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks

Tecnologia em redes de computadores. Estudos de casos. Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Tecnologia em redes de computadores Estudos de casos Nome: Felipe santos do santos Disciplina: Redes I Professor: Eduardo Maroñas Monks Contratante: Ademar de Barros Jr. (pessoa física) Exigências do cliente

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Informática Arquitectura de Computadores 2 João Eurico Rosa Pinto jepinto@student.dei.uc.pt Filipe Duarte da Silva

Leia mais

Componentes para suas aplicações Conexão, transmissão e condicionamento de potência, sinal e dados

Componentes para suas aplicações Conexão, transmissão e condicionamento de potência, sinal e dados Componentes para suas aplicações Conexão, transmissão e condicionamento de potência, sinal e dados Portfólio de Produtos Componentes para suas aplicações A Weidmüller é fornecedor líder de soluções para

Leia mais

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Redes Industriais. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Industriais Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Ementa Proposta CAP: 1 - INTRODUÇÃO ÀS REDES INDUSTRIAIS ; CAP: 2 - MEIOS FÍSICOS ; CAP: 3 - REDES

Leia mais

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico Honeywell Life Safety Iberia C/Pau Vila, 15-19 08911 BADALONA (BARCELONA) Tel.: 93 497 39 60 Fax: 93 465 86 35 www.honeywelllifesafety.es Dispositivo de diagnóstico POL-100 Verificação do loop analógico

Leia mais

1 Indicações de segurança. 2 Estrutura do aparelho. Facility Pilot Server. N.º art. : FAPV-SERVER-REG N.º art. : FAPVSERVERREGGB. Manual de instruções

1 Indicações de segurança. 2 Estrutura do aparelho. Facility Pilot Server. N.º art. : FAPV-SERVER-REG N.º art. : FAPVSERVERREGGB. Manual de instruções Facility Pilot Server N.º art. : FAPV-SERVER-REG Facility Pilot Server N.º art. : FAPVSERVERREGGB Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas

Leia mais

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabeamento Estruturado Cabos Montados Conectores DIO Racks FTTx Acessórios Conteúdo Geral A família

Leia mais

SIMATIC S7-1200. É a interacção que faz a diferença. Controlador SIMATIC. Answers for industry.

SIMATIC S7-1200. É a interacção que faz a diferença. Controlador SIMATIC. Answers for industry. SIMATIC S7-1200 É a interacção que faz a diferença Controlador SIMATIC Answers for industry. Modular Potente Fácil de usar O que faz a diferença são as interfaces, a comunicação, e um sistema integrado

Leia mais

Datasheet. Solução de DATACENTER Bastidores 19 e Acessórios

Datasheet. Solução de DATACENTER Bastidores 19 e Acessórios Datasheet Solução de DATACENTER Bastidores 19 e Acessórios 2011 Armários 19 de Pavimento Qualidade de construção Desde o conceito até ao mais pequeno pormenor. Os produtos Facemate são cuidadosamente projectados

Leia mais

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados.

Apresenta suas funções, como utilizar testes e como interpretar os resultados encontrados. Prefácio: Este manual descreve como utilizar o Switch Conversor de Mídia da GTS Network dos seguintes Modelos: 75.1806C - 75.1806T - 75.1806C.S25-75.3107S - 75.1906C.SWA25-75.1906C.SWB25-75.3006C.SWA20

Leia mais

A plac a a c a de e re r d e e

A plac a a c a de e re r d e e Placa de rede A placa de rede Este é o primeiro requisito para um PC poder operar em rede. Essas placas têm hoje preços bastante acessíveis. As genéricas funcionam muito bem, e custam abaixo de 50 reais.

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 4 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE...2 1. INTRODUÇÃO...3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS APLICADOS...3

Leia mais

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada é composta, (1) normalmente, por dois itens principais : Extensão Óptica:

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

TEKA ELECTRONICS 81 UTP

TEKA ELECTRONICS 81 UTP 81 UTP CABO U/UTP CAT 5e Cabo com performances até os 100MHz (ANSI/TIA/EIA-568-C2), frequentemente utilizado para redes de voz e dados (100Mbit/s e Gigabit Ethernet). Pares em CCA sólido: 0,51mm (24AWG)

Leia mais

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto Padrão TeraLan RoHS Compliant Descrição Os kits de adaptadores ópticos são compostos por adaptadores ópticos, monofibra ou duplex,

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

L05 - Novas Soluções em Proteção e Acionamento de Motores

L05 - Novas Soluções em Proteção e Acionamento de Motores L05 - Novas Soluções em Proteção e Acionamento de Motores Tiago Fonseca Gerente de Produto Controles Industriais, Sensores e Segurança - 5058-CO900H Agenda Apresentação do E300 Configuração Ferramentas

Leia mais

open Manual Resumido Sistema de Accionamento para Instalações Descentralizadas Interfaces e Distribuidores de Campo DeviceNet/CANopen

open Manual Resumido Sistema de Accionamento para Instalações Descentralizadas Interfaces e Distribuidores de Campo DeviceNet/CANopen Engenharia de Accionamentos \ Drive Automation \ Integração de Sistemas \ Serviços Manual Resumido open Sistema de Accionamento para Instalações Descentralizadas Interfaces e Distribuidores de Campo DeviceNet/CANopen

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

Soluções completas de segurança em vídeo IP

Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com IndigoVision Visão geral A solução empresarial de segurança IP IndigoVision garante o monitoramento

Leia mais

SISTEMA DIDÁTICO PARA ESTUDO DE CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS

SISTEMA DIDÁTICO PARA ESTUDO DE CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS DLB CLP 642S SISTEMA DIDÁTICO PARA ESTUDO DE CONTROLADORES LÓGICOS PROGRAMÁVEIS Sistema didático para estudos e práticas em controladores lógicos programáveis, de constituição modular e possibilita a montagem

Leia mais

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre SOLUÇÃO DE CONECTIVIDADE Introdução pag 2 Acessórios de FO pag 3 FIBRA ÓPTICA LC pag 4 SC pag 5 ST pag 6 FC pag 7 DATASHEETS Cat 5E pag 8

Leia mais

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE LOTE 01 ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE 1.1 Ponto de rede CAT.5E utilizando ponto de consolidação. Os equipamentos e materiais incluem, cabo UTP 4 pares, tomada RJ45 fêmea (obedecendo padrões

Leia mais

Comunicações por Computador

Comunicações por Computador Comunicações por Computador António Nabais Grupo de Sistemas e Tecnologias de Informação Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico do Cávado e do Ave anabais@ipca.pt 2006/2007 Componentes de

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

TECNOLOGIA AEROESPACIAL

TECNOLOGIA AEROESPACIAL INDÚSTRIA AUTOMOTIVA TELECOMUNICAÇÕES TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA AEROESPACIAL INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ELETRÔNICA DE ENTRETENIMENTO ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA TECNOLOGIA MÉDICA INGUN PRÜFMITTELBAU

Leia mais

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Setembro 2006 Conceitos fundamentais Evolução das Redes (parte I) Sumário???? Módulo I: Conceitos fundamentais Evolução das redes Tipos de Redes Sistemas de Cablagem

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Cablagem estruturada Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Abril de 2006 Os problemas Porquê organizar as cablagens? É fácil manter a organização

Leia mais

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE

LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LUMIKIT PRO X4 / RACK INTERFACE QUICK GUIDE LEIA O MANUAL ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO! Considerações importantes, leia antes de usar o produto: A diferença entre a interface Lumikit PRO X4 e Lumikit PRO

Leia mais

Dispositivos de rede. roteador bridge. switch. switch ATM. transceiver repetidor

Dispositivos de rede. roteador bridge. switch. switch ATM. transceiver repetidor Dispositivos de rede roteador bridge switch switch ATM transceiver repetidor hub 1 Meios físicos Os meios físicos são considerados componentes da camada 1. Tudo de que se encarregam são bits (por exemplo,

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI MANUAL ITED 2ª EDIÇÃO Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 2 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS

Leia mais

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso.

Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Devido ao contínuo aperfeiçoamento de nossos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir estarão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Antes de utilizar o equipamento verifique a disponibilidade

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Moto-redutores \ Accionamentos Electrónicos \ Drive Automation \ Serviços P R O F I PROCESS FIELD BUS B U S Sistema de accionamento para instalações descentralizadas Interfaces e distribuidores de bus

Leia mais

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA Subitem Característica Especificação Exigência CONEXÕES DESEMPENHO 1.1 Portas RJ-45 1.2 Portas GBIC 1.3 Autoconfiguraçã

Leia mais