Fonte Imagem: h-p://lh4.ggpht.com/- WOsV_wAKcRo/UAlmiDXCFfI/AAAAAAAAAIc/RxauwtXK6sM/s720/bigstockphoto_Internet_Security_98254.jpg

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fonte Imagem: h-p://lh4.ggpht.com/- WOsV_wAKcRo/UAlmiDXCFfI/AAAAAAAAAIc/RxauwtXK6sM/s720/bigstockphoto_Internet_Security_98254.jpg"

Transcrição

1

2 Fonte Imagem: h-p://lh4.ggpht.com/- WOsV_wAKcRo/UAlmiDXCFfI/AAAAAAAAAIc/RxauwtXK6sM/s720/bigstockphoto_Internet_Security_98254.jpg

3 Quem sou eu? Nome: Gustavo Gobi Martinelli Graduado em Ciência da Computação pela FAESA; Atuando há 11 anos na Área de TI, sendo 8 destes como Analista de Sistemas pela Accenture, com foco em Gerenciamento Eletrônico de Documentos; Graduado em Direito pela UVV; Advogado (OAB/ES ) especialista em Direito Digital, membro do escritório Martinelli Advocacia. 3

4 O que é Direito Digital? A Era da Informação; O Anonimato na Internet (art. 5º, IV CF) e o Pseudônimo (art. 19 CC); O que é Direito-Dever Digital? à A necessidade / obrigação do Direito em tutelar a Informação; O Surgimento do Direito Digital *; A Testemunha-Máquina; Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva,

5 O surgimento do Direito Digital: O entendimento da doutrina: Lawrence Lessig; Nosso entendimento: o Direito Digital começou a ser formulado, em 1950, por Isaac Asimov com suas Leis da Robótica: 1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por omissão, permitir que um ser humano sofra algum mal; 2ª lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei; 3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência, desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e/ou Segunda Leis. 5 5

6 O que é Direito Digital? A Era da Informação; O Anonimato na Internet (art. 5º, IV CF) e o Pseudônimo (art. 19 CC); O que é Direito-Dever Digital? à A necessidade / obrigação do Direito em tutelar a Informação; O Surgimento do Direito Digital; A Testemunha-Máquina *; Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva,

7 A Testemunha-Máquina 7 7

8 Marco Civil da Internet Projeto de Lei 2126/2011; Objetivo Geral: estabelecer princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil; Alguns objetivos específicos: A guarda de registros; A defesa do consumidor; A atuação do Poder Público; 8 8

9 Responsabilidade Civil X Crime Aquele que, por ato ilícito, causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo. (art. 927 do CC/02); O Homem Médio virou Internauta Médio (Squarcini, 2008); A Responsabilidade Civil do Internauta; A Responsabilidade Civil dos Provedores; A Responsabilidade Civil dos Profissionais de TI; Crime ou Crime Digital; A Prescrição; A Perícia Forense e o Assistente Técnico Processual; 9 9

10 10 10 A Responsabilidade Civil dos Internautas Internautas: pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, que utilizam a Internet (Anderson Furtado); Pesquisa Symantec: 30% das Pequenas e Médias empresas do País não usam antivírus; 47% não possuem ferramentas de segurança na máquina do usuário; Fonte: Exemplo: a responsabilidade com senhas de acesso a contas bancárias;

11 11 11 A Responsabilidade Civil dos Provedores Classificação dos Provedores: De Acesso; De Serviços; De Informações ou Conteúdo; O MPU arrolou as seguintes responsabilidades aos provedores, dentre outras: Identificação adequada do usuário; Preservação de evidências; Informar ao usuário o uso não criminoso da Internet;

12 12 12 A Responsabilidade Civil dos Profissionais de TI É a mesma que a de um especialista no assunto; Pode variar conforme sua função dentro da organização, seu contrato de trabalho e seu poder de decisão; É quem possui a maior parcela de Responsabilidade no uso de TI;

13 13 13 Crime Conceito formal: Crime é uma conduta (ação ou omissão) contrária ao Direito, a que a lei atribui uma pena. (Mirabete, apud Manoel Pedro Pimentel); A diferença entre Crime e Responsabilidade Civil; O Computador como ferramenta de apoio ao crime; O Computador como meio para a realização do crime; A Perícia Forense O que é? * O Assistente Técnico Processual; Crimes comumentes cometidos;

14 14 14 Crime A Perícia Forense: Perícia Forense aplicada a Tecnologia da Informação é a ciência que visa a proteção, investigação, recuperação, coleta, identificação e análise de evidências aplicadas dentro de um processo legal. Estes procedimentos visam, dentro do possível, determinar o curso das ações executadas pelo Agente, recriando assim, o cenário completo acerca dos fatos ocorridos no mundo digital. (Gilberto Sudré)

15 15 15 Crime Conceito formal: Crime é uma conduta (ação ou omissão) contrária ao Direito, a que a lei atribui uma pena. (Mirabete, apud Manoel Pedro Pimentel); A diferença entre Crime e Responsabilidade Civil; O Computador como ferramenta de apoio ao crime; O Computador como meio para a realização do crime; A Perícia Forense; O Assistente Técnico Processual; Crimes comumentes cometidos;

16 Crimes comumente cometidos: Conduta Envia dizendo que vai pegar a pessoa depois da aula. Crime Ameaça. (art. 147 CP) Copiar conteúdo sem autorização ou sem mencionar a fonte, baixar MP3 ilegalmente, usar software ou jogo sem licença. Violação de Direito Autoral e Pirataria. (art. 184 CP e art. 12 da lei 9609/98) Enviar com remetente falso ou fazer cadastro em loje virtual com nome de terceiros. Devolver com vírus um spam que você tenha recebido. Criar uma comunidade virtual que ridicularize pessoas por suas religiões. Fonte: h-p://www.criancamaissegura.com.br/carvlha_guiaredessociais.pdf Falsa identidade. (art. 307 CP) Exercício arbitrário das próprias razões. (art. 345 CP) Escárnio por motivo religioso. (art. 208 CP) 16 16

17 17 17 Prescrição É o tempo que a Vítima tem para buscar a reparação do dano (material ou moral) ou o Estado para punir alguém; Na esfera penal esse prazo varia de 3 a 20 anos; Na esfera cível esse prazo varia de 1 a 10 anos; Vale lembrar que a citação válida interrompe a prescrição.

18 Fui Vítima de uma Conduta ou Crime Digital. O que fazer? Tente, se possível, identificar quem praticou; Procure produzir o máximo de provas possível (printscreens, s, websites, etc); Em determinados casos, a produção de algumas provas dependerão de uma ação rápida; Não se manifeste acerca do ocorrido alertando o Suposto Autor do Fato; Procure a delegacia especializada, se houver. Caso contrário, procure a mais próxima de você

19 Estou sendo acusado de uma Conduta ou Crime Digital. O que fazer? Seu computador será o seu maior aliado nesse momento, disponibilize-o, protamente, para a perícia; Entenda o motivo e realize buscas na Internet sobre todos os elementos envolvidos. Você poderá, realmente, achar o verdadeiro culpado; Em determinados casos, a produção de algumas provas dependerão de uma ação rápida; Não retruque ou se manifeste na Internet sobre a acusação; Mas para evitar essas situações, vamos conferir as melhores práticas de Conduta Digital

20 Melhores práticas de Conduta Digital Conduta, Reputação e Colheita Digital; As Redes Sociais possuem Vantagens e Desvantagens; Quanto mais utilizamos a Internet, mais nossas informações ficam nela; Princípio da Identidade Reflexa: não há mais uma separação clara entre nossa vida pessoal e profissional, pois tudo se interliga no Mundo Digital; Não divulgue informações ou fotos muito íntimas; 20 20

21 Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, Melhores práticas de Conduta Digital Cuidado ao aceitar fazer parte de alguma comunidade ou retwittar algum conteúdo: Diga-me com quem navegas e eu te direi quem és. (Dra. Patricia Peck); Não responda desmedidamente a conteúdo ofensivo publicado contra você: Não faça justiça com o próprio mouse. (Dra. Patricia Peck); Se estiver em outro país, observe as leis antes de se manifestar na Internet; Cuidado ao permitir que seus filhos menores utilizem a Internet. Os pais analógicos são responsáveis pelo que seus filhos digitais fizerem. (Dra. Patricia Peck);

22 Consequências que poderiam ter sido evitadas Fonte: h-p://www.migalhas.com.br/quentes/17,mi150915, JusVca+condena+pais+de+meninas+que+invadiram+Orkut+de+colega 22 22

23 Consequências que poderiam ter sido evitadas Fonte: h-p://rockntech.com.br/ingleses- sao- presos- e- expulsos- dos- eua- apos- divulgarem- palavras- terroristas- no- twi-er/ 23 23

24 Consequências que poderiam ter sido evitadas Fonte: h-p://radiocirandeira.files.wordpress.com/2012/02/soldado.jpg?w=

25 Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, Comércio Eletrônico O Comércio Eletrônico pode ser, basicamente, definido como: operações comerciais via Internet; e-business e os Metamercados; Uma problemática do Direito Digital é comprovar a veracidade das operações eletrônicas; É aconselhável a transparência com Políticas de Uso, de Privacidade, Disclaimers, exibição de endereço físico; (art. 186 CC culpa in omittendo); Gerenciamento da Reputação Digital da Marca; PL 1.589/1999 e PL A/2001; A manifestação objetiva do *;

26 26 26 Manifestação Objetiva do Fonte: h-p://www.revistamercado.com.br/imagens/conteudo/44/markevng_2.jpg

27 Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, O CDC e o Direito Digital As regras do CDC aplicam-se ao Mundo Virtual; Há a ampliação da responsabilidade solidária abrangendo o site que expõe a propaganda, pois ele é um dos fornecedores que fez com que o produto chegasse ao clique do usuário; Há situações em que se aplica a regra da devolução em 7 dias; Nasce a preocupação de guarda adequada de logs ou provas eletrônicas pelos fornecedores em caso de inversão do ônus da prova;

28 28 28 Decisões sobre Comércio Eletrônico AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. COMÉRCIO PELA INTERNET. "BUSCAPÉ". LEGITIMIDADE PASSIVA DA RÉ. DESCUMPRIMENTO AO DEVER DE INFORMAÇÃO. INOCORRÊNCIA DE DANOS MORAIS. ILEGITIMIDADE PASSIVA DO BANCO BRADESCO. (TJRS-1ªTurma Recursal-DJ: 31/08/2011);

29 29 29 Decisões sobre Comércio Eletrônico CONSUMIDOR. SERVIÇO DE INTERNET 3G. REDUÇÃO DA VELOCIDADE DE TRÁFEGO APÓS O CONSUMO DE 1GB. CIÊNCIA DO AUTOR ACERCA DAS CONDIÇÕES DO PLANO CONTRATADO. IMPROCEDÊNCIA DA AÇÃO. (TJRS-1ªTurma Recursal-DJ:11/08/2011);

30 Referência: PINHEIRO, P. P. Direito Digital. 4 ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, Publicidade na Internet É o seguimento que mais paga na Internet: Blogs, Sites pessoais, Sites de busca como Google, Yahoo, todos lucram com Publicidade; Ao alcance de um simples Clique; Problema para o Direito Digital: a privacidade das informações comportamentais dos usuários; regular o poder invasivo da mídia digital; A história do Botão ; O SPAM e o PLS 21/2004;

31 Decisões sobre SPAM OBRIGAÇÃO DE NÃO FAZER. ENVIO DE S. SPAM: a parte demandada foi condenada a se abster de enviar SPAM. (TJRS-3ª Turma Recursal- DJ: ); INTERNET. ENVIO DE MENSAGENS ELETRÔNICAS SPAM. POSSIBILIDADE DE RECUSA POR SIMPLES DELETAÇÃO DANO MORAL NÃO CONFIGURADO. RECURSO ESPECIAL NÃO CONHECIDO. (STJ- Resp DJ: ); 31 31

32 32 32 A CLT e o Direito Digital A lei /2011 alterou o art. 6º da CLT para a seguinte redação: Art. 6º Não se distingue entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do empregado e o realizado a distância, desde que estejam caracterizados os pressupostos da relação de emprego. Parágrafo único. Os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio.

33 A CLT e o Direito Digital O empregador deve rever alguns comportamentos, por exemplo: Fornecer notebook e celulares somente para quem, realmente, estiver de plantão; Suspender os acessos a rede e aos s de funcionários que estejam de férias; Elaborar políticas específicas de uso dos recursos de TI; Treinar o Corpo Gerencial a fim de se ter aderência as novas políticas; Fonte: hfp://www.pppadvogados.com.br/handlers/handler.ashx?arq=banco_arquivos/nopcia/ _ppp_considera%c3%a7%c3%b5es%20iniciais_novaleitrabalhista.pdf 33 33

34 Melhores práticas de Conduta Digital Enquanto empregado você não deve colocar na Internet: Organização interna da empresa; Nomes de pessoas, equipes ou sistemas; Classificação e hierarquia dos cargos; Áreas usuárias ou clientes; Tenha cautela ao exprimir uma opinião sobre sua empresa; Não exponha nenhum cliente ou parceiro; Não utilize a Internet pelo seu smartphone em horário de expediente; 34 34

35 Tendências do Direito Digital Guarda de provas ou evidências eletrônicas; Data loss/leak prevetion; Eliminação de papel (paperless ou GED); Cloud Computing; Mobilidade; Governo Eletrônico; Judiciário Digital; e-eleições; 35 35

36 Fonte: h-p://1.bp.blogspot.com/_bdpglfwxp1y/sqnmwuqmz2i/aaaaaaaaboc/j5qnrov_rzq/s400/duvidas+(1).jpg Dúvidas?

37

38 Contato Gustavo Gobi Martinelli (27) gustavo.gobi.martinelli gustavomartinelli ggobimartinelli 38 38

A Internet depois do Marco Civil

A Internet depois do Marco Civil Direito Digital Marco Civil da Internet A Internet depois do Marco Civil Gustavo Gobi Martinelli Quem sou eu? Nome: Gustavo Gobi Martinelli Graduado em Ciência da Computação; Graduado em Direito; Mestrando

Leia mais

CONTEÚDOS PARA TREINAMENTOS, CURSOS DE CAPACITAÇÃO, PALESTRAS

CONTEÚDOS PARA TREINAMENTOS, CURSOS DE CAPACITAÇÃO, PALESTRAS CONTEÚDOS PARA TREINAMENTOS, CURSOS DE CAPACITAÇÃO, PALESTRAS Os conteúdos listados abaixo são uma prévia dos temas e podem ser adequados ao cliente de acordo com o perfil e demanda da empresa/instituição.

Leia mais

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO DIREITO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Prof. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com Bens jurídicos peculiares à informática Crimes digitais e suas modalidades Relações

Leia mais

Questões Jurídicas. Camilla do Vale Jimene. Título da apresentação 01/02/2013. Nome do Autor nomel@opiceblum.com.br

Questões Jurídicas. Camilla do Vale Jimene. Título da apresentação 01/02/2013. Nome do Autor nomel@opiceblum.com.br Questões Jurídicas Camilla do Vale Jimene INTRODUÇÃO Existe legislação específica para o ambiente eletrônico? Ambiente eletrônico é um novo território ou apenas um meio de praticar atos jurídicos? Precisamos

Leia mais

Questões Jurídicas no Marketing Digital

Questões Jurídicas no Marketing Digital Questões Jurídicas no Marketing Digital Camilla do Vale Jimene INTRODUÇÃO Existe legislação específica para o ambiente eletrônico? Ambiente eletrônico é um novo território ou apenas um meio de praticar

Leia mais

Tendências dos Crimes Cibernéticos. Marcos Vinicius G. R. Lima Perito Criminal Federal Instituto Nacional de Criminalística Polícia Federal

Tendências dos Crimes Cibernéticos. Marcos Vinicius G. R. Lima Perito Criminal Federal Instituto Nacional de Criminalística Polícia Federal Tendências dos Crimes Cibernéticos Marcos Vinicius G. R. Lima Perito Criminal Federal Instituto Nacional de Criminalística Polícia Federal Tópicos Crimes cibernéticos e vestígios digitais Dificuldades,

Leia mais

O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS. Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller

O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS. Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller Rede Social é um grupo de pessoas/empresas conectadas através da internet e de interesses em comum. Esse grupo forma

Leia mais

STJ00096558. Patricia. Pinheiro. Editora. Saraiva

STJ00096558. Patricia. Pinheiro. Editora. Saraiva STJ00096558 Patricia Pinheiro I I 5ª edição revista, atualizada e ampliada de acordo com as Leis n. 12.735 e 12.737, de 2012 2013 Editora Saraiva ç.s!t:~iva Rua Henrique Schaumonn, 270, CerQueira CéSOf

Leia mais

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA fls. 1 Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada> faço estes autos conclusos à(o) MM. Juiz(a) de Direito. Eu,, Escrevente, Subsc. SENTENÇA Processo

Leia mais

RONY VAINZOF rony@opiceblum.com.br

RONY VAINZOF rony@opiceblum.com.br RONY VAINZOF rony@opiceblum.com.br 1 A INTERNET NÃO É UM MUNDO SEM LEIS!!! 11/7/2014 2 INVASÃO FÍSICA OU ELETRÔNICA? X X 11/7/2014 3 Lei 12.737/12 CRIME DE INVASÃO Violação de domicílio Pena - detenção,

Leia mais

Perícia Computacional Forense. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Perícia Computacional Forense. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Perícia Computacional Forense gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Perícia Computacional Forense gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br 3 Agenda» A nova Economia» Segurança da

Leia mais

SUBSTITUTIVO. (ao PLS 76/2000, PLS 137/2000 e PLC 89/2003) O CONGRESSO NACIONAL decreta:

SUBSTITUTIVO. (ao PLS 76/2000, PLS 137/2000 e PLC 89/2003) O CONGRESSO NACIONAL decreta: 20 SUBSTITUTIVO (ao PLS 76/2000, PLS 137/2000 e PLC 89/2003) Altera o Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), o Decreto-Lei nº 1.001, de 21 de outubro de 1969 (Código Penal Militar),

Leia mais

SENTENÇA. Tutela antecipada concedida às fls. 182.

SENTENÇA. Tutela antecipada concedida às fls. 182. fls. 1 SENTENÇA Processo nº: 0102487-25.2012.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Espécies de Contratos Requerente: Valdirene Aparecida de Marchiori Requerido: Google Brasil Internet Ltda

Leia mais

Felipe Perin. AUV surveyor. Consultor de TI. Desenvolvedor web. Entusiasta em software livre. Segurança em Redes de Computadores.

Felipe Perin. AUV surveyor. Consultor de TI. Desenvolvedor web. Entusiasta em software livre. Segurança em Redes de Computadores. Felipe Perin E-mail: Linkedin: Sites: AUV surveyor Consultor de TI Desenvolvedor web Entusiasta em software livre Segurança em Redes de Computadores Palestrante perin.ng@gmail.com http://br.linkedin.com/in/felipeperin

Leia mais

4 NOÇÕES DE DIREITO E LEGISLAÇÃO EM INFORMÁTICA

4 NOÇÕES DE DIREITO E LEGISLAÇÃO EM INFORMÁTICA 4 NOÇÕES DE DIREITO E LEGISLAÇÃO EM INFORMÁTICA 4.1 Legislação aplicável a crimes cibernéticos Classifica-se como Crime Cibernético: Crimes contra a honra (injúria, calúnia e difamação), furtos, extorsão,

Leia mais

Monitoramento Eletrônico. Sugestões para controle de e-mails e recursos tecnológicos

Monitoramento Eletrônico. Sugestões para controle de e-mails e recursos tecnológicos Monitoramento Eletrônico Sugestões para controle de e-mails e recursos tecnológicos Monitoramento Eletrônico Sugestões para controle do uso de e-mails e recursos tecnológicos em benefício da empresa e

Leia mais

F@mília Digital Protegida

F@mília Digital Protegida Colégio Rio Branco F@mília Digital Protegida Dra. Patricia Peck Pinheiro Educar, capacitar e conscientizar sobre o uso ético, seguro e legal da tecnologia! 1 Sejam Bem Vindos! Fonte Imagem: adrianapinheiro.blogspot.com

Leia mais

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista

E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista E-COMMERCE: implicações jurídicas das relações virtuais * : entrevista RUY ROSADO DE AGUIAR JÚNIOR** Ministro do Superior Tribunal de Justiça O Ministro Ruy Rosado de Aguiar, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS)

POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS) POLÍTICA DE PRIVACIDADE DA DIXCURSOS (ANEXO AOS TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO SITE E CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS) 1. A aceitação a esta Política de Privacidade se dará com o clique no botão Eu aceito

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACADÊMICOS Palestras e Cursos de Atualização. Carga horária: Haverá adequação de carga horária conforme conteúdo contratado.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACADÊMICOS Palestras e Cursos de Atualização. Carga horária: Haverá adequação de carga horária conforme conteúdo contratado. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACADÊMICOS Palestras e Cursos de Atualização Carga horária: Haverá adequação de carga horária conforme conteúdo contratado. 1. Privacidade Online, Monitoramento eletrônico e Quebra

Leia mais

Legislação. Roteiro. Legislação

Legislação. Roteiro. Legislação Legislação Marcos Aurelio Pchek Laureano laureano@ppgia.pucpr.br Roteiro Legislação Brasileira e Instituições Padronizadoras Crime Digital Legislação específica para o meio digital Prova de autoria 2 Legislação

Leia mais

Legislação para TI uma abordagem das Leis Carolina Dieckmann, Azeredo, Marco Civil da Internet Decreto de Segurança da Informação.

Legislação para TI uma abordagem das Leis Carolina Dieckmann, Azeredo, Marco Civil da Internet Decreto de Segurança da Informação. Legislação para TI uma abordagem das Leis Carolina Dieckmann, Azeredo, Marco Civil da Internet Decreto de Segurança da Informação. Prof. Marcos Monteiro te ...pode ser tipificado como : Falsidade ideológica

Leia mais

PORTARIA 028/2006 REGULAMENTA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DA FESP E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

PORTARIA 028/2006 REGULAMENTA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DA FESP E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PORTARIA 028/2006 REGULAMENTA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DA FESP E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Presidente do Conselho Curador da FESP, no uso de suas atribuições, faz regulamentar o uso da rede de computadores

Leia mais

Fraudes no E-commerce

Fraudes no E-commerce Fraudes no E-commerce 10/11/2010 Victor Auilo Haikal Twitter: @patriciapeckadv http://www.youtube.com/pppadvogados Blog: http://idgnow.uol.com.br/blog/digitalis Blog: http://www.itweb.com.br/blogs/blog.asp?cod=153

Leia mais

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ALLAN ARDISSON COSSET DIEGO ALVES DE PAIVA ERICK SOUSA DAMASCENO HUGO NASCIMENTO SERRA RICARDO FRANÇA RODRIGUES Legislação Aplicada à Computação Crimes de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POR MEIO ELETRÔNICO DE CADASTRO DE CURRÍCULO E VAGAS (USUÁRIO GRATUITO) Este Contrato disciplina os termos e condições mediante as quais o Liceu Braz Cubas com sede em

Leia mais

TÍTULO: CRIMES VIRTUAIS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE

TÍTULO: CRIMES VIRTUAIS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE TÍTULO: CRIMES VIRTUAIS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE AUTOR(ES): NÁDIA CRISTIANE DA SILVA ORIENTADOR(ES):

Leia mais

Emails colmeia login senha

Emails colmeia login senha Emails O que é e-mail? Correio eletrônico, ou e-mail, é atualmente uma das práticas mais comuns da Internet. O correio eletrônico permite que qualquer pessoa com acesso à Internet envie mensagens escritas,

Leia mais

MARCO CIVIL DA INTERNET LEI Nº 12.965, DE 23/04/2014

MARCO CIVIL DA INTERNET LEI Nº 12.965, DE 23/04/2014 MARCO CIVIL DA INTERNET LEI Nº 12.965, DE 23/04/2014 1. EMENTA A Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014, estabeleceu princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil, conhecido

Leia mais

ANUCIANTE declara que aquiesceu com todas as condições apresentadas no presente Termo de Uso.

ANUCIANTE declara que aquiesceu com todas as condições apresentadas no presente Termo de Uso. O website e domínio www.busquecursos.co, bem como seus subdomínios, funcionalidades, conteúdo e demais aplicações e serviços (incluindo aplicações mobile) estão sujeitos aos termos e condições deste termo

Leia mais

JORNADA DIVERSIDADE CULTURAL E NOVAS TECNOLOGIAS VERA KAISER SANCHES KERR

JORNADA DIVERSIDADE CULTURAL E NOVAS TECNOLOGIAS VERA KAISER SANCHES KERR SOMOS PRIVACIDADE ANÔNIMOS DE NA DADOS INTERNET? VERA KAISER SANCHES KERR SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Características Redução considerável do custo da transmissão de dados Uso das tecnologias de armazenamento

Leia mais

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à

O acesso ao Site é gratuito, através de qualquer dispositivo com acesso à Termos de Uso Sobre o Site Este site e seu conteúdo (o Site ) são de propriedade exclusiva da ROIA COMÉRCIO DE BIJUTERIAS E ACESSORIOS LTDA., sociedade limitada, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.252.911/0001-83

Leia mais

Conheça os crimes virtuais mais comuns em redes sociais e proteja-se

Conheça os crimes virtuais mais comuns em redes sociais e proteja-se MENU MENU 13/08/2013 07h45 - Atualizado em 21/11/2013 09h48 Conheça os crimes virtuais mais comuns em redes sociais e proteja-se Com 94,2 milhões de pessoas utilizando a internet no Brasil e 45% delas

Leia mais

SOCIEDADE VIRTUAL: UMA NOVA REALIDADE PARA A RESPONSABILIDADE CIVIL

SOCIEDADE VIRTUAL: UMA NOVA REALIDADE PARA A RESPONSABILIDADE CIVIL SOCIEDADE VIRTUAL: UMA NOVA REALIDADE PARA A RESPONSABILIDADE CIVIL FABRICIO DOS SANTOS RESUMO A sociedade virtual, com suas relações próprias vem se tornando uma nova realidade para a responsabilidade

Leia mais

Responsabilidades do Empregador

Responsabilidades do Empregador Responsabilidades do Empregador RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA trabalhador poderá exigir que a obrigação seja satisfeita integralmente por um dos coobrigados (p.ex.: grupo de empresas, empreiteiros) RESPONSABILIDADE

Leia mais

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan www.bradesco.com.br Índice Versão 01-2007 Introdução 2 Ameaças à Segurança da Informação 12 Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa 3 E-Mail 14 Procuradores e Níveis de Acesso 6 Como Identificar

Leia mais

Utilização das redes sociais e suas repercussões

Utilização das redes sociais e suas repercussões Utilização das redes sociais e suas repercussões O papel da escola : @ Orientação aos professores, alunos e pais @ Acompanhamento de situações que repercutem na escola @ Atendimento e orientação a pais

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE

TERMO DE RESPONSABILIDADE TERMO DE RESPONSABILIDADE Pelo presente instrumento particular, declaro assumir a total responsabilidade pela utilização do CARTÃO FUNCIONAL e SENHA ELETRÔNICA, doravante chamados de IDENTIDADE DIGITAL

Leia mais

Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying

Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying O Que Veremos Neste Encontro? Quais são as consequências legais do bullying ou cyberbullying e como lidar com os alunos, nos mesmos moldes dos critérios para

Leia mais

Responsabilidade na Internet

Responsabilidade na Internet Responsabilidade na Internet Papos em Rede 26/01/2012 Glaydson Lima Advogado e Analista de Sistema @glaydson glaydson.com http://delicious.com/glaydsonlima/paposemrede Responsabilidade por publicação direta

Leia mais

Segurança de Dados. Relatório de Segurança de Dados, Inteligência de Mercado

Segurança de Dados. Relatório de Segurança de Dados, Inteligência de Mercado Segurança de Dados Segurança de dados e sigilo de informações ainda é um tema longe de ser solucionado no Brasil e no Mundo. A cada novo dispositivo lançado, cada nova transação bancária ou a cada novo

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade Este documento tem por objetivo definir a Política de Privacidade da Bricon Security & IT Solutions, para regular a obtenção, o uso e a revelação das informações pessoais dos usuários

Leia mais

AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO

AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO AS RESPONSABILIDADES NAS TRANSAÇÕES REALIZADAS ATRAVÉS DO E- COMMERCE ROFIS ELIAS FILHO ADVOGADO Copyleft é livre o uso desta apresentação para fins não comerciais, desde que a fonte e a autoria sejam

Leia mais

Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet

Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet 2 Não há lei brasileira que regule a atividade de navegação na internet ou traga disposições específicas e exclusivas sobre os dados que circulam

Leia mais

Ref.: Política de uso de Internet e correio eletrônico

Ref.: Política de uso de Internet e correio eletrônico Ref.: Política de uso de Internet e correio eletrônico Introdução A PROVÍNCIA LA SALLE BRASIL-CHILE, através de seu setor de Tecnologia da Informação, tem como objetivo o provimento de um serviço de qualidade,

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO 1 TERMOS E CONDIÇÕES DE USO 1. A plataforma on-line 2study, disponibilizada a você, doravante usuário, por meio do endereço: http://2study.com.br/, é desenvolvida e provida pela LCA Consulting LTDA, pessoa

Leia mais

Novembro/2013. Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança

Novembro/2013. Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança Novembro/2013 Segurança da Informação BYOD/Redes Sociais Marco Vinicio Barbosa Dutra Coordenador de Segurança Segurança da Informação BYOD/Consumerização Redes Sociais Perguntas Não vendo cofres, vendo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2013.0000396566 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0266410-42.2012.8.26.0000, da Comarca de Guarujá, em que é agravante GOOGLE BRASIL INTERNET

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE AUTENTICAÇÃO DO SPEEDY GRÁTIS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE AUTENTICAÇÃO DO SPEEDY GRÁTIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE AUTENTICAÇÃO DO SPEEDY GRÁTIS O presente instrumento disciplina os termos e condições mediante os quais o PROVEDOR BCMG Internet Ltda, regularmente inscrita no CNPJ/MF

Leia mais

Proteger a informação de uma ameaça inclui evitar o seu corrompimento, o seu acesso às pessoas não autorizadas e seu furto ou deleção indevida.

Proteger a informação de uma ameaça inclui evitar o seu corrompimento, o seu acesso às pessoas não autorizadas e seu furto ou deleção indevida. Segurança da Informação é a proteção das informações contra os vários tipos de ameaças as quais estão expostas, para garantir a continuidade do negócio, minimizar o risco ao negócio, maximizar o retorno

Leia mais

BOAS PRÁTICAS LEGAIS NO USO DA TECNOLOGIA DENTRO E FORA DA SALA DE AULA Guia rápido para as instituições educacionais

BOAS PRÁTICAS LEGAIS NO USO DA TECNOLOGIA DENTRO E FORA DA SALA DE AULA Guia rápido para as instituições educacionais Dra. Patrícia Peck Pinheiro Dra. Cristina Moraes Sleiman BOAS PRÁTICAS LEGAIS NO USO DA TECNOLOGIA DENTRO E FORA DA SALA DE AULA Guia rápido para as instituições educacionais 2007 Apresentação Os avanços

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO

CONTRATO DE LICENÇA DE USO CONTRATO DE LICENÇA DE USO *Atenção: ISTO É UMA LICENÇA, NÃO UMA VENDA. Este contrato de licença de uso de um sistema representa a prova de licença e deve ser tratado como propriedade valiosa, fundamentado

Leia mais

AULA 01. Direito Civil, vol.4, Silvio Rodrigues, editora Saraiva.

AULA 01. Direito Civil, vol.4, Silvio Rodrigues, editora Saraiva. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Responsabilidade Civil / Aula 01 Professora: Andréa Amim Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 01 CONTEÚDO DA AULA: Bibliografia. Estrutura da Responsabilidade

Leia mais

PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00

PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 01 02 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 PIG 001 Gestão de Recursos Humanos Data: 20/08/2013 Rev 00 03 04 PIG 001 Gestão

Leia mais

Call Centers Virtuais: Visão Jurídica. Palestrante. Dr. Wolnei Tadeu Ferreira 26 SETEMBRO 2013

Call Centers Virtuais: Visão Jurídica. Palestrante. Dr. Wolnei Tadeu Ferreira 26 SETEMBRO 2013 Call Centers Virtuais: Visão Jurídica Palestrante Dr. Wolnei Tadeu Ferreira 26 SETEMBRO 2013 TÓPICOS Conceitos gerais, análise da legislação trabalhista, possível regulamentação e jurisprudência. Caracterização

Leia mais

USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO

USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO 2 Fique atento! Não acredite em tudo o que lê A internet é segura? Você não deve

Leia mais

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação Processo : 2013.01.1.151018-6 Classe : Procedimento do Juizado Especial Cível Assunto : Contratos de Consumo Requerente : CELSO VIEIRA DA ROCHA JUNIOR Requerido : EMPRESA EBAZAR Sentença 1. Relatório Relatório

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE E DE ACEITE PARA UTILIZAÇÃO DO ATENDIMENTO WEB DO CREA-RJ

TERMO DE RESPONSABILIDADE E DE ACEITE PARA UTILIZAÇÃO DO ATENDIMENTO WEB DO CREA-RJ TERMO DE RESPONSABILIDADE E DE ACEITE PARA UTILIZAÇÃO DO ATENDIMENTO WEB DO CREA-RJ 1. Aceitação dos Termos e Condições de Uso O uso do Atendimento Web oferecido pela CREA-RJ está condicionado à aceitação

Leia mais

INTERNET COM EDUCAÇÃO RISCOS JURÍDICOS

INTERNET COM EDUCAÇÃO RISCOS JURÍDICOS INTERNET COM EDUCAÇÃO RISCOS JURÍDICOS Cristina Sleiman Advogada, pedagoga, mestre em sistemas eletrônicos. Especialista em Direito Digital e sócia do escritório Patrícia Peck Pinheiro Advogados. 1. Cenário

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL NONA CÂMARA CÍVEL Apelação nº 0455812-71.2011.8.19.0001 Apelante: RADIO PANAMERICANA SA Apelado: HI MIDIA SA Relator: Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA DIREITO AUTORAL. USO INDEVIDO DE MARCA. VIOLAÇÃO

Leia mais

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 2 - Olá, eu sou o Zé Virtual e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 3 - JUIZADO CENTRAL uma Justiça mais rápida e acessível O Juizado Central foi criado para solucionar, de

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0035092-08.2012.8.19.0004 APELANTE: BANCO BRADESCO S/A APELADO: BRUNO GARCIA DE SÁ RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO DO CONSUMIDOR AÇÃO SOB O RITO SUMÁRIO

Leia mais

O home office, o teletrabalho e a lei nº 12.551 de 15.12.2011

O home office, o teletrabalho e a lei nº 12.551 de 15.12.2011 O home office, o teletrabalho e a lei nº 12.551 de 15.12.2011 O artigo 3o da CLT conceitua empregado como... toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência

Leia mais

Segurança na Informática

Segurança na Informática Navegar é preciso... Segurança na Informática Segurança Digital Navegar é Preciso Tipos de Vírus Tipos de Vírus Cuidados na Internet Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: www.oxnar.com.br/2bmas

Leia mais

TERMOS DE USO / RESTRIÇÕES O QUE VOCÊ DEVE SABER

TERMOS DE USO / RESTRIÇÕES O QUE VOCÊ DEVE SABER TERMOS DE USO / RESTRIÇÕES O QUE VOCÊ DEVE SABER Bem-Vindo ao site na Internet (o Site ) da RCI, LLC. (originalmente denominada como Resort Condominiums International, LLC), sucursais, filiais e/ou subsidiárias

Leia mais

# internauta. Leg@ l. Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet

# internauta. Leg@ l. Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet # internauta Leg@ l Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet ~ 1 CONHEÇA seus novos amigos ÎÎ Neninha - sou a representante do Instituto Martinelli Solidariedade (IMS), uma entidade sem fins

Leia mais

A R E R S E PONS N A S B A ILID I A D D A E D E C I C VIL N O N

A R E R S E PONS N A S B A ILID I A D D A E D E C I C VIL N O N A RESPONSABILIDADE CIVIL NO DIREITO DE FAMÍLIA 06.09.2014 Dimas Messias de Carvalho Mestre em Direito Constitucional Promotor de Justiça aposentado/mg Professor na UNIFENAS e UNILAVRAS Advogado Membro

Leia mais

I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações

I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações I Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações OBJETIVO Identificar os aspectos jurídicos e éticos relacionados à Segurança da Informação e Comunicações que impliquem em responsabilidades civil,

Leia mais

Mobilidade Corporativa e os Riscos Trabalhistas

Mobilidade Corporativa e os Riscos Trabalhistas Mobilidade Corporativa e os Riscos Trabalhistas Webinar 3 24.04.2015 Instrutor(a): Caroline Teófilo 1 Como está a Sociedade Digital com a Mobilidade: Ausência de Fronteiras Físicas; Tempo Real Conectividade;

Leia mais

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010 FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Revisado em agosto de 2010 A. Propósito O propósito desta Política de Uso da Tecnologia da Informação ("Política") é oferecer diretrizes

Leia mais

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos Manual do Debit Jurídico Primeiros passos Índice Apresentação...2 Como acessar o produto...3 Tela Inicial...5 Como cadastrar o primeiro processo...5 Cliente...6 Advogado...6 Adverso...6 Dados do Processo...6

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Atualmente, graças à Internet, é possível comprar produtos sem sair de casa ou do trabalho, sem se preocupar com horários e sem enfrentar filas. Eainda receber tudo em casa ou

Leia mais

WEBMAIL Política de Uso Aceitável

WEBMAIL Política de Uso Aceitável WEBMAIL Política de Uso Aceitável Bem-vindo ao Correio Eletrônico da UFJF. O Correio Eletrônico da UFJF (Correio-UFJF) foi criado para ajudá-lo em suas comunicações internas e/ou externas à Universidade.

Leia mais

Responsabilidade Civil de Provedores

Responsabilidade Civil de Provedores Responsabilidade Civil de Provedores Impactos do Marco Civil da Internet (Lei Nº 12.965, de 23 abril de 2014) Fabio Ferreira Kujawski Modalidades de Provedores Provedores de backbone Entidades que transportam

Leia mais

Termos de Serviço Política de Privacidade. Última atualização dezembro 2014

Termos de Serviço Política de Privacidade. Última atualização dezembro 2014 Termos de Serviço Política de Privacidade Última atualização dezembro 2014 Este é um acordo de licença com o usuário final, definida a partir de agora, "Contrato". Escogitiamo SRLs é uma empresa italiana,

Leia mais

CONTRATO DE ACESSO DE USUÁRIO DE E-COMMERCE (COMÉRCIO ELETRÔNICO)

CONTRATO DE ACESSO DE USUÁRIO DE E-COMMERCE (COMÉRCIO ELETRÔNICO) CONTRATO DE ACESSO DE USUÁRIO DE E-COMMERCE (COMÉRCIO ELETRÔNICO) Ao acessar o Website e/ou o Banco de Dados da Empresa Tyco Electronics, a sua organização e você, individualmente (doravante Você ou o

Leia mais

Segurança e Responsabilidade Civil nas Transações via Internet. Copyright Renato da Veiga Advogados, 2005

Segurança e Responsabilidade Civil nas Transações via Internet. Copyright Renato da Veiga Advogados, 2005 Segurança e Responsabilidade Civil nas Transações via Internet Copyright Renato da Veiga Advogados, 2005 Apresentação RENATO DA VEIGA ADVOGADOS início das atividades: 1987; titular: Renato da Veiga, OAB/RS

Leia mais

Segurança em Informática

Segurança em Informática Especialização em Gestão das Tecnologias na Educação Básica Disciplina: Informática Aplicada a Educação Prof. Walteno Martins Parreira Júnior Segurança em Informática Inicialmente, responda o questionário

Leia mais

CRIMES NA INTERNET. 1. Desenvolvimento

CRIMES NA INTERNET. 1. Desenvolvimento CRIMES NA INTERNET * James Nogueira Bueno ** Vânia Maria Bemfica Guimarães Coelho 1 Resumo Este trabalho apresenta a dimensão ética contida nos espaços e suportes informacionais trazido à realidade do

Leia mais

Os produtos NEOTRIAD poderão ser atualizados ou modificados pela NEOTRIAD.

Os produtos NEOTRIAD poderão ser atualizados ou modificados pela NEOTRIAD. TERMOS DE SERVIÇO Bem-vindo ao NeoTriad.com. A NEOTRIAD INFORMÁTICA S/A, doravante designada "NEOTRIAD" fornece a você, doravante chamado "USUÁRIO", sob licença da NEOTRIAD, diversos serviços relacionados

Leia mais

PL 5196/2013. Acrescer Capítulo VIII ao Título Ido Código de Defesa do Consumidor: Das Medidas Corretivas

PL 5196/2013. Acrescer Capítulo VIII ao Título Ido Código de Defesa do Consumidor: Das Medidas Corretivas PL 5196/2013 Acrescer Capítulo VIII ao Título Ido Código de Defesa do Consumidor: Das Medidas Corretivas Medidas Corretivas: natureza jurídica. [redação original do PL] Art. 60-A. Sem prejuízo da sanções

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA GADE SOLUTION Tatiana Lúcia Santana GADE SOLUTION 1. Conceituação: A informação é um dos principais patrimônios do mundo dos negócios. Um fluxo de informação de qualidade é capaz

Leia mais

Termo de Uso do FazGame

Termo de Uso do FazGame Termo de Uso do FazGame Este Termo de Uso detalha nossos termos de serviço que regem nosso relacionamento com os usuários e outras pessoas que interagem com o FazGame. Ao usar ou acessar o FazGame, você

Leia mais

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS Os Juizados Especiais foram criados para atender; de uma forma rápida e simples, problemas cujas soluções podem ser buscadas por qualquer cidadão. Antes deles,

Leia mais

USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL

USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL USO DOS SERVIÇOS DE E-MAIL 1. OBJETIVO Estabelecer responsabilidades e requisitos básicos de uso dos serviços de Correio Eletrônico, no ambiente de Tecnologia da Informação da CREMER S/A. 2. DEFINIÇÕES

Leia mais

CULTURA DIGITAL É CULTURA LIVRE?

CULTURA DIGITAL É CULTURA LIVRE? CULTURA DIGITAL É CULTURA LIVRE? Seminário: A cultura além do digital Recife: 06/12 e Rio:07/12 2 Para começar a debater o assunto, devemos nos lembrar que a questão é ainda muito recente no Brasil, o

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Via Internet Banking você pode realizar as mesmas ações disponíveis nas agências bancárias, sem enfrentar filas ou ficar restrito aos horários de atendimento Realizar transações

Leia mais

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena

Spam Manager. Guia do Administrador da Quarentena Spam Manager Guia do Administrador da Quarentena Guia do Administrador da Quarentena do Spam Manager Versão da documentação: 1.0 Avisos legais Avisos legais Copyright Symantec Corporation 2013. Todos os

Leia mais

3º CONCURSO CULTURAL DE INTELIGÊNCIA DIGITAL 2013

3º CONCURSO CULTURAL DE INTELIGÊNCIA DIGITAL 2013 3º CONCURSO CULTURAL DE INTELIGÊNCIA DIGITAL 2013 Desde 1995 a Web Consult vem crescendo e tornando-se referência no meio de comunicação mais revolucionária dos últimos tempos, a internet, buscando sempre

Leia mais

Propriedade Intelectual nº16

Propriedade Intelectual nº16 Intelectual nº16 Destaques STJ - Não se aplica a responsabilidade objetiva ao provedor de correio eletrônico por não fazer a fiscalização prévia das mensagens enviadas TJSP No caso de depósitos realizados

Leia mais

10º Seminário RNP de Capacitação e Inovação

10º Seminário RNP de Capacitação e Inovação 10º Seminário RNP de Capacitação e Inovação Mesa Redonda: CRIMES DIGITAIS Recife/PE, 1º de Dezembro de 2004. Apresentação: Omar Kaminski Direitos e Garantias Constituicionais: II - ninguém será obrigado

Leia mais

Monitoramento de e-mail corporativo

Monitoramento de e-mail corporativo Monitoramento de e-mail corporativo Mario Luiz Bernardinelli 1 (mariolb@gmail.com) 12 de Junho de 2009 Resumo A evolução tecnológica tem afetado as relações pessoais desde o advento da Internet. Existem

Leia mais

DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA

DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA A responsabilidade civil tem como objetivo a reparação do dano causado ao paciente que

Leia mais

Guia do funcionário seguro

Guia do funcionário seguro Guia do funcionário seguro INTRODUÇÃO A Segurança da informação em uma empresa é responsabilidade do departamento de T.I. (tecnologia da informação) ou da própria área de Segurança da Informação (geralmente,

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (modelo )

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (modelo ) POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (modelo ) A Política de segurança da informação, na A EMPRESA, aplica-se a todos os funcionários, prestadores de serviços, sistemas e serviços, incluindo trabalhos executados

Leia mais

Internet Segura para a Família: Ferramentas seguras que auxiliam seus filhos a manterem-se seguros na Internet by Team Gemalto on 24 May 2011 17H37

Internet Segura para a Família: Ferramentas seguras que auxiliam seus filhos a manterem-se seguros na Internet by Team Gemalto on 24 May 2011 17H37 Internet Segura para a Família: Ferramentas seguras que auxiliam seus filhos a manterem-se seguros na Internet by Team Gemalto on 24 May 2011 17H37 Quando nossos filhos ficam mais velhos, eles tornam-se

Leia mais

Adoto o relatório do juízo sentenciante, assim redigido:

Adoto o relatório do juízo sentenciante, assim redigido: 1 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO Nº 0008742-88.2010.8.19.0024 APELANTE: ALESSANDRO DA COSTA FONTES APELADA: GOOGLE INTERNET

Leia mais