CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ"

Transcrição

1 CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO (CONTRATO N.º 030/ANA/2005) PERÍODO: 01 DE JANEIRO A 30 DE JUNHO DE PIRACICABA SÃO PAULO BRASIL JULHO DE Agência PCJ Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Rua Alfredo Guedes, 1949 Higienópolis Piracicaba / SP Brasil CEP: Edifício Rac z Center Salas 603 / 604 / 802 / Fones: (19) / /

2 ÍNDICE 1. DADOS GERAIS DE IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE DELEGATÁRIA Nome Completo Número do CNPJ Natureza Jurídica Endereço Completo da Sede Endereço da página institucional na Internet Normas de criação e finalidade da Unidade Jurisdicionada Normas que estabelecem a estrutura orgânica no período de gestão Publicação no DOU do Regimento Interno ou Estatuto OBJETIVOS E S Identificação do Programa (ANA) Descrição do Programa INDICADORES DE DESEMPENHO Nome do Indicador de Desempenho Objetivo do Indicador Tipo de Indicador Planilha do Programa de Trabalho Análise do Resultado Alcançado...16 Macroprocesso Gerenciamento Técnico...16 Macroprocesso Reconhecimento Social...18 Macroprocesso Gerenciamento Interno Justificativas MEDIDAS ADOTADAS PARA SANEAR DISFUNÇÕES DETECTADAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E RELEVANTES Palestras de esclarecimento TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS FINANCEIROS COMPROVAÇÃO DOS S...24 Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

3 1. DADOS GERAIS DE IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE DELEGATÁRIA 1.1. Nome Completo Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Unidade Agência PCJ Número do CNPJ / Natureza Jurídica Associação Civil de direito privado sem fins lucrativos Endereço/telefones Sede Consórcio PCJ: Rua Fernando de Camargo, n.º 500 Centro Americana SP Brasil - Edifício Rio Branco Conjunto n.º 43 Fones: (19) / / Agência PCJ: Rua Alfredo Guedes, 1949 Higienópolis Piracicaba / SP Brasil CEP: Edifício Rac z Center Salas 603 / 604 / 802 / Fones: (19) / / Endereço da página institucional na Internet Normas de Criação e Finalidade da Unidade Jurisdicionada Norma de criação - estatuto social. O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí é uma associação civil de direito privado sem fins lucrativos e tem como objetivo promover ações para preservar e recuperar os recursos hídricos das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, através do planejamento regional, desenvolvimento e fomento de ações em gestão dos recursos hídricos e conscientização ambiental, contando com diversos programas: Programa de Apoio aos Consorciados; Programa de Proteção aos Mananciais; Programa de Educação Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 3

4 Ambiental; Programa de Cooperação Institucional; Programa de Gestão de Bacias Hidrográficas; Programa de Racionalização; Combate às Perdas e Saneamento; Programa de Resíduos Sólidos; Programa de Sistemas de Monitoramento das Águas; Programa de Investimentos do Consórcio PCJ e Programa Especial Grupo das Empresas. Foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos - CNRH, em sua Resolução n 53 de 30 de Novembro de 2005, como entidade delegatária de funções de Agência de Água das bacias hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Nos termos da Lei n , de 6 de junho de 2004, firmou Contrato de Gestão com a Agência Nacional de Águas - ANA, com a interveniência do Comitê das bacias hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, visando o exercício das funções de competência da Agência de Água nas bacias hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Os Recursos destinados ao custeio das atividades desenvolvidas pelo Consórcio PCJ/Agência PCJ serão providos anualmente pela ANA, oriundos da cobrança pelo uso de recursos hídricos dos Rios Atibaia, Camanducaia, Jaguarí e Piracicaba, conforme determinado no Contrato de Gestão Normas que estabelecem a estrutura orgânica no período de gestão - Estatuto Social: Fundação do Consórcio PCJ 13 de Outubro de Regimento Interno aprovado em 05 de março de Publicação no DOU do Regimento Interno ou Estatuto Por tratar-se de uma associação civil de direito privado, não há necessidade de publicar no DOU o estatuto da entidade, uma vez que este foi registrado em cartório. 2. OBJETIVOS E S 2.1. Identificação do Programa (ANA) Programa: Probacias Contrato (Contrato de Gestão): 030/ANA/ Descrição do Programa O Contrato de Gestão celebrado entre a ANA e Consórcio PCJ, com a interveniência do Comitê PCJ em 06 de Dezembro de 2005, tem por objeto o alcance pelo Consórcio PCJ, de metas constantes no Programa de Trabalho do Contrato de Gestão (Anexo I), no exercício das funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. O Programa Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 4

5 de Trabalho contempla o detalhamento dos objetivos estratégicos, metas e resultados a serem alcançados pela Agência PCJ, mensurados por meio de indicadores de desempenho. 3. INDICADORES DE DESEMPENHO 3.1.Nome do indicador de desempenho Dentro do macroprocesso de Gerenciamento Técnico, os indicadores de desempenho são: Plano de Recursos Hídricos e Enquadramento (indicador 1 A); Sistema de Informações (indicador 1 B); Investimentos: Processo e Tratamento de Esgotos (indicador 1 C). Dentro do macroprocesso de Reconhecimento Social, os indicadores de desempenho são: Pesquisa de opinião no Comitê (indicador 2 A); Pesquisa de Opinião na Bacia (indicador 2 B); Estabelecimento de Parcerias (indicador 2 C). Dentro do macroprocesso de Gerenciamento Interno, os indicadores de desempenho são: Pesquisa de Opinião com os funcionários (indicador 3 A); Aplicação dos Recursos Financeiros (indicador 3 B); Sustentabilidade Financeira (indicador 3 C). 3.2.Objetivo do indicador Contemplando o macroprocesso de Gerenciamento Técnico, o indicador 1 A tem por objetivo verificar a implementação do Plano e sua integração com as Políticas Nacional e Estaduais para a Bacia; o indicador 1 B verifica a disponibilidade das informações necessárias e a integração com os organismos gestores de recursos hídricos da Bacia; o indicador 1 C verifica a melhoria do índice de tratamento dos esgotos urbanos por meio da apuração de ações contratadas, implantadas e em operação para o tratamento de esgotos domésticos. Dentro do macroprocesso de Reconhecimento Social, o indicador 2 A verifica o índice de satisfação dos membros do Comitê com relação à atuação da Agência; o indicador 2 B verifica o reconhecimento do Comitê na gestão dos recursos hídricos e sua capilaridade na Bacia; o indicador 2 C verifica o reconhecimento do Comitê na gestão dos recursos hídricos através da celebração de parcerias. Dentro do macroprocesso de Gerenciamento Interno, o indicador 3 A verifica o índice de satisfação dos funcionários; o indicador 3 B verifica a eficiência na aplicação dos recursos arrecadados; o indicador 3 C verifica o desempenho financeiro da entidade delegatária, adequado ao fluxo de caixa do repasse e limitações de gastos com implantação e operação da Agência. Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 5

6 3.3.Tipo de Indicador ITEM PROGRAMA DE TRABALHO TIPOS DE INDICADORES MACROPROCESSOS / INDICADORES TIPO DE INDICADOR (Eficácia/Eficiência/Efetividade) 1 GERENCIAMENTO TÉCNICO A Plano de Recursos Hídricos e Enquadramento Efetividade B Sistema de Informações Efetividade C Investimentos: Processo e tratamento de esgotos Eficiência 2 RECONHECIMENTO SOCIAL A Pesquisa de opinião no Comitê Eficácia B Pesquisa de opinião na bacia Eficácia C Estabelecimento de parcerias Efetividade 3 GERENCIAMENTO INTERNO A Pesquisa de opinião com os funcionários Eficácia B Aplicação dos recursos financeiros Eficiência C Sustentabilidade financeira Efetividade Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 6

7 3.4. Planilha do Programa de Trabalho MACROPROCESSO: 1) GERENCIAMENTO TÉCNICO INDICADOR 1A PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS E ENQUADRAMENTO AVALIAÇÃO ELABORAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA RELATÓRIO DE SITUAÇÃO CONTRATAÇÃO DO RELATÓRIO DE SITUAÇÃO CONCLUSÃO DO RELATÓRIO DE SITUAÇÃO ELABORAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA RELATÓRIO DE SITUAÇÃO CONTRATAÇÃO DO RELATÓRIO DE SITUAÇÃO ELABORAÇÃO DOS TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O PLANO 2008/2011 COM PROPOSTA DE ENQUADRAMENTO PESOS CONTRATAÇÃO DO PLANO 2008/2011 COM PROPOSTA DE ENQUADRAMENTO CONSULTAS PÚBLICAS DO PLANO DE BACIAS CONSOLIDAÇÃO DOS S DAS CONSULTAS PÚBLICAS DO NOVO PLANO APROVAÇÃO CONCLUSÃO DO PLANO DE DO RELATÓRIO BACIAS E DO DE SITUAÇÃO ENQUADRAM ENTO PELOS COMITÊS PCJ PROMOVER AÇÕES VISANDO A INTERNALIZAÇÃO DO ENQUADRAMENTO E DO PLANO PELOS ORGANISMOS AMBIENTAIS E DE RECURSOS HÍDRICOS NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar a implementação do Plano e sua integração com as Políticas Nacional e Estaduais para a Bacia 2005 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO ,0 Registrar a disponibilidade/existência do item no período de avaliação (Disponível? Sim=1 Não=0) 10, FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; se Meta = 0 então NP = 0 e Peso = 0, no período; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Ações implementadas pela Agência Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 7

8 MACROPROCESSO: 1) GERENCIAMENTO TÉCNICO INDICADOR 1B SISTEMA DE INFORMAÇÕES AVALIAÇÃO DISPONIBILIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES DOS RELATÓRIOS DE SITUAÇÃO NA PÁGINA DO COMITÊ DADOS HIDRO- METEORO- LÓGICOS DADOS AMBIENTAIS DADOS DADOS CADASTRO SOCIOECO- CARTO- E OUTORGA NÔMICOS GRÁFICOS DADOS INSTITUCIONAIS DOS COMITÊS PCJ DEMONSTRATIVO DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS DA COBRANÇA INÍCIO DA OPERACIONA- LIZAÇÃO DO SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO ATUALIZAÇÃO DA PÁGINA ACESSIBILIDADE À PÁGINA NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar a disponibilidade das informações necessárias e a integração com os organismos gestores de recursos hídricos na Bacia PESOS PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO Registrar a disponibilidade/existência do item no período de avaliação (Disponível? Sim=1 Não=0) ,0 2. O atendimento das metas nas avaliações anteriores desobriga ao atendimento nas avaliações subseqüentes ,0 10,0 10,0-10,0 10,0 FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; se Meta = 0 então NP = 0 e Peso = 0; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Relatório demonstrativo da disponibilidade das informações, contendo origem, sistema e outras Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 8

9 MACROPROCESSO: 1) GERENCIAMENTO TÉCNICO INDICADOR 1C INVESTIMENTOS: PROCESSO E TRATAMENTO DE ESGOTOS AVALIAÇÃO DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS PARA HIERARQUIZAÇÃO DE AÇÕES EXERCÍCIO HIERARQUIZAÇÃO DAS AÇÕES DO EXERCÍCIO ASSINATURA DOS CONTRATOS DO EXERCÍCIO DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS PARA HIERARQUIZAÇÃO DE AÇÕES EXERCÍCIO HIERARQUIZAÇÃO DAS AÇÕES DO EXERCÍCIO PESOS ASSINATURA DOS CONTRATOS DO EXERCÍCIO CARGA DE DBO / DIA ABATIDA CONTRATADA ACUMULADA (TONELADA DBO / DIA) CARGA DE DBO / DIA ABATIDA VERIFICADA ACUMULADA (TONELADA DBO / DIA) NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar a melhoria do índice de tratamento dos esgotos urbanos por meio da apuração de ações contratadas, implantadas e em operação para o tratamento de esgotos domésticos 2005 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO 1. Registrar o acumulado de cargas de projeto das obras contratadas 2. Registrar o acumulado das cargas abatidas nas obras executadas ,0 FÓRMULAS DE CÁLCULO 10,0 10, NP = 10 * Resultado / Meta; se Meta = 0 então NP = 0 e Peso = 0; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES 1. Resumo dos contratos celebrados no período e informações dos operadores 2. Verificação do desempenho das estações de tratamento de esgotos Memória de Cálculo da avaliação 59% Aval. (*) DOS RECURSOS DA COBRANÇA Carga = Valor/R$75*0,054/ ,48 2, ,48 2, ,82 2, ,82 2,89 (*) Fonte: aplicação dos recursos CBH-PCJ FEHIDRO 1994 a 2005 Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 9

10 MACROPROCESSO: 2) RECONHECIMENTO SOCIAL INDICADOR 2A PESQUISA DE OPINIÃO NOS COMITÊS PCJ AVALIAÇÃO RETORNO À PESQUISA PESOS AVALIAÇÃO PELOS MEMBROS DOS COMITÊS PCJ 1 3 NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar o índice de satisfação dos membros do Comitê com relação à atuação da Agência ,0 50 9,0 10,0 10,0 10,0 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO 1. Registrar quantos membros titulares (72) dos Comitês PCJ responderam a pesquisa de satisfação no período 2. Registrar a média das notas parciais das pesquisas executadas, no período de avaliação FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Relatório final das pesquisas de opinião efetuadas no período Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 10

11 MACROPROCESSO: 2) RECONHECIMENTO SOCIAL INDICADOR 2B PESQUISA DE OPINIÃO NA BACIA AVALIAÇÃO MÉDIA DE ACESSOS MENSAIS À PÁGINA TOTAL BH ATIBAIA BH JAGUARI BH PIRACICABA BH CORUMBATAI BH CAMANDUCAIA BH CAPIVARI BH JUNDIAÍ PESOS DA AVALIAÇÃO NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar o reconhecimento do Comitê na gestão dos recursos hídricos e sua capilaridade na Bacia PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO Registrar quantidade de acessos mensais médios à página eletrônica do Comitê, no período ,0 2. Registrar quantidade de acessos mensais médios nas três áreas de abrangência definidas no manual operativo do programa de trabalho, neste período 10, FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; 0 NP 10 na ausência de Meta se o resultado for informado NP = 10, caso contrário NP=0 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES E OBSERVAÇÕES Relatório do provedor da página. A partir da 3a. Avaliação as metas para as áreas 1, 2 e 3 considerarão a estratégia proposta pela Agência Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 11

12 MACROPROCESSO: 2) RECONHECIMENTO SOCIAL INDICADOR 2C ESTABELECIMENTO DE PARCERIAS INSTRUMENTOS DE COOPERAÇÃO COM ÓRGÃOS OUTORGANTES E AMBIENTAIS - ESTADUAIS, FEDERAIS E MUNICIPAIS (unid.) PARCERIAS COM ENTIDADES DE USUÁRIOS, ORGANIZAÇÕES CIVIS DE RECURSOS HÍDRICOS E ENTIDADES DE ENSINO E PESQUISA (unid.) OBJETIVO AVALIAÇÃO PESO NOTA FINAL (NF) 50,0% 50,0% 1 1 Verificar o reconhecimento do Comitê na gestão dos recursos hídricos através da celebração de parcerias 2005 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO ,0 Registrar quantidade de parcerias em andamento no período 10,0 10,0 FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; se Meta = 0 então NP = 0 e Peso = 0, no período; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Termos de parceria celebrados pela Agência Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 12

13 Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 13

14 MACROPROCESSO: 3) GERENCIAMENTO INTERNO INDICADOR 3A PESQUISA DE OPINIÃO COM OS FUNCIONÁRIOS DA ENTIDADE DELEGATÁRIA RETORNO À PESQUISA AVALIAÇÃO PELOS FUNCIONÁRIOS OBJETIVO AVALIAÇÃO PESO NOTA FINAL (NF) Verificar o índice de satisfação dos funcionários % 9,0 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO 1. Registrar quantos funcionários responderam a pesquisa de satisfação no período 100% 9,5 10,0 10,0 10,0 2. Registrar a média das notas parciais das pesquisas executadas, no período de avaliação FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Relatório final das pesquisas de opinião efetuadas no período Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 14

15 MACROPROCESSO: 3) GERENCIAMENTO INTERNO INDICADOR 3B APLICAÇÃO DOS RECURSOS FINANCEIROS AVALIAÇÃO RECURSOS DO CONTRATO COMPROMETIDOS / REPASSADOS (%) RECURSOS ADICIONAIS (%) PESO ESTRUTURA FÍSICA DA AGÊNCIA (R$) NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar a eficiência na aplicação dos recursos arrecadados Zero ,00 10,0 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO 1. Relacionar os recursos contratados e adicionais com o total de repasse no período 2. Registrar o total de recursos aplicados como ativo permanente imobilizado para futura transferência a Agência de Bacia. 10,0 10,0 10,0 FÓRMULAS DE CÁLCULO NP = 10 * Resultado / Meta; se Meta = 0 então NP=0 e Peso = 0, no período; 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Relatórios do agente financeiro, extrato dos contratos, relatórios contábeis Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 15

16 Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 16

17 MACROPROCESSO: 3) GERENCIAMENTO INTERNO INDICADOR 3C SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA AVALIAÇÃO SALDO FINAL DO EXERCÍCIO PESO DESPESAS DE IMPLANTAÇÃO E CUSTEIO ADMINISTRATIVO / REPASSE 2 5 NOTA FINAL (NF) OBJETIVO Verificar o desempenho financeiro da entidade delegatária, adequado ao fluxo de caixa do repasse e limitações de gastos com implantação e operação da Agência 2005 PROCEDIMENTOS DE APURAÇÃO 1 - Indicar o saldo financeiro final do exercício 7,5% 2,0% 10,0 2 - Informar as despesas com operação e manutenção relacionadas com o repasse efetuado pela ANA no período 10,0 FÓRMULAS DE CÁLCULO NP1 = 10 * Resultado / Meta; na ausência de Meta adotar Peso = 0 NP2 = 10 para resultado <= meta, 9 para resultado =< 7,5% e 0 para resultado > 7,5 0 NP 10 NF = (NP * Peso) / (Pesos) FONTE DAS INFORMAÇÕES Relatórios contábeis Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 17

18 3.5. Análise do resultado alcançado Macroprocesso 1 - Gerenciamento Técnico Indicador 1 A Elaboração do Termo de Referência Relatório de Situação O termo de Referência para contratação do relatório de situação da Bacia referente ao ano de foi elaborado nos meses de abril e maio, devendo ser licitado no segundo semestre de. Indicador 1 B Cadastro e Outorga Atendendo a metodologia proposta pela ANA, o cadastro dos usuários e outorga foi dividido em planilhas que estão disponíveis no site da Agência PCJ. Dados Institucionais dos Comitês PCJ Os dados institucionais do Comitê bem como o mecanismo de funcionamento das câmaras técnicas, encontram-se disponíveis para consulta no site dos comitês PCJ (www.comitepcj.sp.gov.br). Demonstrativo da aplicação de recursos da cobrança Os demonstrativos da aplicação dos recursos da cobrança estão disponíveis nos arquivos e site da Agência PCJ. Atualização da página Neste primeiro semestre foi desenvolvido em conjunto com o Comitê das bacias PCJ uma primeira versão da página, já disponibilizada no site do comitê (www.comitepcj.sp.gov.br) onde os principais acontecimentos e fatos bem como informações inerentes a Agência estão disponíveis, ocorrendo uma média de 2 (duas) atualizações semanais. Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 1

19 Agência PCJ Atualizações do Site Mês Quantidade de atualizações Março 11 Abril 8 Maio 8 Junho 9 Total 36 Quantidade Março Abril Maio Junho Mês Gráfico Atualizações site Agência PCJ Acessibilidade à página Nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, a administração e atualização do site da Agência durante o primeiro semestre de ocorreu de forma conjunta, entre a Secretaria Executiva dos Comitês PCJ (DAEE-SP) e a Agência de Água, tendo seu servidor central junto ao domínio Todas as informações acerca da acessibilidade e informações adicionais podem ser obtidas em tempo real no endereço: Indicador 1 C Definição de critérios para hierarquização das ações do exercício Os critérios adotados para hierarquização dos projetos contemplados visando a obtenção de recursos oriundos da cobrança pelo uso da água, orçamento, foram Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 1

20 discutidos e aprovados no âmbito da Câmara Técnica de Planejamento (CT-PL) e encontramse especificados na Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ nº033/05, de 30/11/2005. Hierarquização das ações do exercício A hierarquização proposta pelo Grupo Técnico específico dos Comitês PCJ (GT- FEHIDRO/Cobrança) e aprovada em reunião Plenária dos Comitês PCJ na cidade de Bragança Paulista, encontra-se descrita na Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ nº 038/06, de 05/05/. Serão contemplados com recursos oriundos da cobrança pelo uso da água em rios de domínio da União um total de 18 (dezoito) projetos. Macroprocesso 2 - Reconhecimento Social Indicador 2 A Retorno à pesquisa Foi utilizada a metodologia de inferir por amostragem a satisfação ao sistema de gestão pela Agência PCJ. Foram impressos 100 (cem) cópias iguais dos formulários de pesquisa que foram distribuídos durante reuniões de plenária dos Comitês, sendo a última ocorrida na cidade de Bragança Paulista, em 05/05/. Após a distribuição dos formulários foi passada uma orientação de caráter geral, sendo solicitado o preenchimento e recolhimento ao término da reunião. Foram recebidos 84 (oitenta e quatro) formulários preenchidos, dos quais 50 (cinqüenta) foram identificados como membros do Comitê PCJ. O resultado obtido está descrito abaixo. Dados da Pesquisa sobre Avaliação da Agência PCJ n % Distribuídos Recebidos Identificados Membros do Comitê PCJ Avaliação pelos membros do Comitê PCJ Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

21 Para tratamento dos dados da pesquisa foi criado um banco de dados em sistema Microsoft Access no qual foram internalizados e processados os dados referentes à pesquisa. Obtivemos como resultado 90% de aprovação (notas: Ótimo e Bom) junto aos membros do Avaliação da Agência PCJ pelos membros do Comitê PCJ 3% 2% 4% 30% 61% Ótim a Boa Regular Ins uficiente Não-atribuída Comitê PCJ. Indicador 2 B Média de acessos mensais à página O site da Agência entrou no ar na data de 17/03/06, recebendo em média 2 (duas) atualizações semanais e até a data de 30/06/, obteve uma média mensal de acessos, totalizando visitas nos seus quatro primeiros meses de operação. Agência PCJ Acessibilidade à Página Mês Nº de Visitas Março 7559 Abril 7102 Maio 8104 Junho 7697 Total Média mensal 7615 Acessos Mensais Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí mar/06 abr/06 mai/06 jun/06

22 Indicador 2 C Instrumentos de cooperação com órgãos outorgantes e ambientais Estaduais, Federais e Municipais Neste primeiro semestre foram assinados instrumentos de cooperação com os seguintes organismos: (1) Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM, (2) Ministério do Meio Ambiente por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e (3) Prefeitura da Estância de Atibaia, os quais encontram-se a disposição no site da Agência PCJ. Parcerias com entidades de usuários, organizações civis de recursos hídricos e entidades de ensino e pesquisa Neste primeiro semestre foram feitas parcerias com as seguintes entidades: (1) Sociedade Rioclarense de Defesa do Meio Ambiente - SORIDEMA localizada no município de Rio Claro/SP, e a (2) Organização Não Governamental ELO Ambiental localizada no município de Vinhedo/SP. Estes documentos encontram-se a disposição no site da Agência PCJ. Macroprocesso 3 - Gerenciamento Interno Indicador 3 A Retorno à pesquisa A avaliação foi entregue ao universo de dez funcionários da Agência PCJ, sendo três servidores do Consórcio PCJ, dois cedidos de outros órgãos e cinco estagiários. O questionário continha perguntas pertinentes à estruturação da entidade, tendo como prazo o período de uma semana para preenchimento e devolução. Foi criado um banco de dados em Microsoft Access no qual foram internalizados e processados os dados da pesquisa. Avaliação pelos funcionários Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

23 Após tabulação e processamento dos dados, foi obtido resultado geral de 95% (entre Bom e Ótimo) de satisfação. Sugestões por escrito foram contempladas, obtendo retornos que serão apreciados à parte. Avaliação Agência PCJ pelos Funcionários 26% 6% 0% 0% 68% Ótima Boa Regular Insuficiente Não-atribuída Indicador 3 B Recursos do contrato comprometidos/repassados Neste primeiro semestre, o demonstrativo da aplicação dos recursos é referente à implantação física e estrutural da Agência PCJ, uma vez que os contratos para desembolso de recursos foram assinados no mês de junho passado. As ações efetuadas para implantação nesta etapa do processo encontram-se disponíveis nos arquivos da Agência PCJ. Recursos Comprometidos Valores Arrecadados (R$) Transferido ANA- Agência PCJ (R$) Contratado (R$) Despesa Adm. Agência (Rec. Cobrança) (R$) Valores Repassados para Município (R$) , , , ,17 Zero Recursos adicionais A Agência PCJ juntamente com a Agência Nacional de Águas - ANA, vem desenvolvendo estudos e contatos junto a organismos financeiros visando à obtenção de recursos adicionais para a Bacia PCJ. Abaixo tabela das operações contratadas e os recursos adicionais obtidos (contrapartidas). Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

24 Ordem Tomador Título do Projeto Data da Prazo Estimado assinatura dos de Execução contratos Projeto: Sistema ETE Santa Cândida, 1 SANASA Campinas-SP 30/06/06 12 meses 2 PM Nova Odessa Obra: Interceptor Esgoto Ribeirão 30/06/06 6 meses Quilombo, Nova Odessa-SP 3 PM Nova Odessa Obra: Coletor Tronco Córrego Harmonia, 30/06/06 3 meses Nova Odessa-SP Valor Total Estimado (R$) Valor Comprometido Cobrança (R$) Contrapartida Oferecida (R$) Contrapartida Oferecida (%) , , ,47 39, , , ,38 36, , , ,93 36,00 4 SANEBAVI Obra: Equipamentos ETE, Vinhedo-SP 30/06/06 2 meses , , ,00 30,00 5 SAAE-Capivari Projeto: Emissário, Estação Elevatória e 30/06/06 4 meses ETE, Capivari-SP 6 SAEAN Projeto: Reaproveitamento de Água 30/06/06 6 meses Lodo ETA, Artur Nogueira-SP 7 PM Rio das Pedras Projeto: ETE, Rio das Pedras-SP 30/06/06 10 meses , , ,00 36, , , ,00 31, , , ,80 22,00 8 SANASA Obra: Substituição Rede Abastecimento 30/06/06 10 meses Vila Castelo Branco, Campinas-SP , , ,98 30,75 *Ob s1: Nome do Tomador apresentado de modo abreviado , , ,55 32,72 **Obs2: Título do Empreendimento apresentado de modo abreviado. Estrutura física da Agência Como os recursos para investimento, que correriam à conta da Ação Fomento à criação e consolidação dos Comitês e de Agências em Bacias Hidrográficas, no exercício de 2005, estimados em R$ ,00 não foram operacionalizados pela ANA, solicitamos que esta meta seja desconsiderada. Indicador 3 C Despesas de implantação e custeio administrativo/repasse O planejamento financeiro de custeio da Agência de Água PCJ para o ano de foi realizado tendo como previsão de arrecadação R$ ,00 sendo para o custeio R$ ,00 (7,5% do total). Compõem ainda o orçamento de os R$ ,00 oriundos do orçamento da Agência Nacional de Águas ANA do exercício de 2005, totalizando R$ ,00. As transferências de recursos financeiros da Agência Nacional de Águas ANA para a Agência PCJ, no primeiro semestre do ano de foram realizadas no mês de abril no valor de R$ ,00, referentes a arrecadação dos meses de janeiro, fevereiro e março; no mês de maio no valor de R$ ,00 (referente a arrecadação do mês de abril), e em junho no valor de R$ ,00. Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

25 Os gastos efetuados com operação e manutenção da Agência PCJ totalizaram até 30/06/ R$ ,27. Descontados os R$ ,00 mais os rendimentos deste dinheiro no valor de R$ 7.378,77 que foi o saldo do exercício 2005, temos R$ ,17 como sendo os gastos efetivos de com custeio administrativo. Assim, para efeito de apuração dos resultados do primeiro semestre de estamos considerando o valor transferido de R$ ,00 mais R$ ,26, perfazendo um total de R$ ,26 referentes a arrecadação dos meses de janeiro a junho de, o que resulta num percentual de 1,95% do transferido. Valor Previsto Arrecadação Previsão para custeio (7,5%) Total Arrecadado até 30/06 Total repassado até 30/06 Rendimentos Financeiros dos repasses da cobrança Total dos gastos custeio administrativo até 30/06 Saldo do exercício 2005 De custeio Rensimentos Financeiros (Ação 4980) Gastos de custeio com recursos de. (1) % em relação ao repassado ( 2) , , , , , , , , ,17 2,02 1) De acordo com os dados do balanço Patrimonial, página 31 da Prestação de Contas de 2005 o saldo final é de R$ ,33 pois ocorreram pagamentos de algumas despesas de dezembro em janeiro de e um repasse de R$1.616,80 para a conta do Consórcio em Americana. 2) O rendimento do saldo de 2005 é de R$ 7.378,77 3) O rendimento dos recursos da cobrança de é de R$53.106,26. (1) - Valor obtido através de: R$ ,27 ( , ,77) (2) - Valor obtido através de: R$ ,17 / ( , ,26) x Justificativas Tendo em vista o atendimento em todas as propostas do contrato de gestão, não há comentários neste item. 4. MEDIDAS ADOTADAS PARA SANEAR DISFUNÇÕES DETECTADAS Não foram registradas disfunções durante o processo. 5. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E RELEVANTES 5.1. Palestras de Esclarecimento Agência PCJ - Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí 2

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ / AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ / AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ / AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO (CONTRATO N.º 030/ANA/2005) PERÍODO: 01 DE JANEIRO A 31

Leia mais

ASSEMBLÉIA GERAL DA RELOB AS ESTRUTURAS DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS BACIAS PCJ

ASSEMBLÉIA GERAL DA RELOB AS ESTRUTURAS DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS BACIAS PCJ ASSEMBLÉIA GERAL DA RELOB AS ESTRUTURAS DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS BACIAS PCJ Dalto Favero Brochi Consórcio PCJ Rio de Janeiro Novembro / 2008 LOCALIZAÇÃO DAS BACIAS PCJ CARACTERIZAÇÃO DAS BACIAS

Leia mais

Relatório de Avaliação Contrato de Gestão nº. 03/2010 Inea Agevap (3º e 4 º ano)

Relatório de Avaliação Contrato de Gestão nº. 03/2010 Inea Agevap (3º e 4 º ano) Relatório de Avaliação Contrato de Gestão nº. 03/200 Inea Agevap (3º e 4 º ano) Comissão de AvaliaçãoPortaria Inea nº 496/203 : Giselle de Sá Muniz Inea, Airton Alves dos Santos Inea, João Batista Dias

Leia mais

6 0 RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO

6 0 RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL AGEVAP 6 0 RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO Exercício 2007 CONTRATO 014/ANA/2004 ÍNDICE Apresentação...3 1. Informações

Leia mais

GUILHERME FERNANDO PENTEADO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS VISANDO A MANUTENÇÃO DO SITE DA AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ RELATÓRIO 2

GUILHERME FERNANDO PENTEADO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS VISANDO A MANUTENÇÃO DO SITE DA AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ RELATÓRIO 2 GUILHERME FERNANDO PENTEADO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS VISANDO A MANUTENÇÃO DO SITE DA AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ RELATÓRIO 2 Piracicaba 12 de outubro de 2009 1 CONTRATO AGÊNCIA PCJ Nº 03/09 CONTRATANTE:

Leia mais

Oficina Preparatória para Captação FEHIDRO. Cronograma e Anexos

Oficina Preparatória para Captação FEHIDRO. Cronograma e Anexos Oficina Preparatória para Captação de Recursos das Cobranças PCJ e FEHIDRO Cronograma e Anexos Comitês PCJ 14/12/2012 Itapeva -MG Deliberação dos Comitês PCJ nº 164/12 Cronograma Relação das Ações Financiáveis

Leia mais

ESTADO DOS CADASTROS DE USUÁRIOS NAS BACIAS PCJ NO ANO DE 2013

ESTADO DOS CADASTROS DE USUÁRIOS NAS BACIAS PCJ NO ANO DE 2013 Primeiro Termo Aditivo Contrato nº 003/ANA/2011 INDICADOR 4 OPERACIONALIZAÇÃO DA COBRANÇA Indicador 4B Cadastro de Usuários ESTADO DOS CADASTROS DE USUÁRIOS NAS BACIAS PCJ NO ANO DE 2013 4B - Cadastro

Leia mais

RESOLVEM celebrar e finnar o presente TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA, mediante as cláusulas e condições que se seguem:

RESOLVEM celebrar e finnar o presente TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA, mediante as cláusulas e condições que se seguem: TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA que entre si celebram o Consórcio Intennunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí - Consórcio PCJ, entidade delegatária para exercer as funções de Agência

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA DO PROGRAMA DE TRABALHO

CLÁUSULA SEGUNDA DO PROGRAMA DE TRABALHO QUARTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 14/ANA/2004 CELEBRADO ENTRE A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS E A ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL, COM A ANUÊNCIA DO COMITÊ PARA

Leia mais

Fundação Agência das Bacias PCJ

Fundação Agência das Bacias PCJ Fundação Agência das Bacias PCJ Entidade delegatária de funções de Agência de Água nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Relatório sobre a execução do contrato de Gestão nº 003/ANA/2011 Período

Leia mais

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 01/2007. Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO - 2006 1. IDENTIFICAÇÃO

AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 01/2007. Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO - 2006 1. IDENTIFICAÇÃO AGÊNCIA DE ÁGUA PCJ CONSÓRCIO PCJ COMITÊS PCJ PARECER TÉCNICO Nº: 01/2007 Assunto: SOLICITAÇÃO DE ABATIMENTO DO VALOR DBO - 2006 1. IDENTIFICAÇÃO Tomador: Companhia de Saneamento Básico do Estado de São

Leia mais

COMISSÃO TÉCNICA DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS DE GESTÃO CTACG Constituída pela Resolução Conjunta SEMAD / SEPLAG / SEF / IGAM nº

COMISSÃO TÉCNICA DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS DE GESTÃO CTACG Constituída pela Resolução Conjunta SEMAD / SEPLAG / SEF / IGAM nº COMISSÃO TÉCNICA DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS DE GESTÃO CTACG Constituída pela Resolução Conjunta SEMAD / SEPLAG / SEF / IGAM nº RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO - EXERCÍCIO 2010 CONTRATO DE GESTÃO

Leia mais

Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ n o 048/06, de 28/09/2006

Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ n o 048/06, de 28/09/2006 Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ n o 048/06, de 28/09/2006 Aprova a proposta para implementação da cobrança pelo uso dos recursos hídricos de domínio do Estado de São Paulo, nas bacias hidrográficas

Leia mais

A COBRANÇA A PELO USO DE DA UNIÃO. de Cobrança a do Comitê das Bacias do Alto Iguaçu u e Afluentes do Alto Ribeira CT-COB

A COBRANÇA A PELO USO DE DA UNIÃO. de Cobrança a do Comitê das Bacias do Alto Iguaçu u e Afluentes do Alto Ribeira CT-COB 3º Reunião da Câmara Técnica T de Cobrança a do Comitê das Bacias do Alto Iguaçu u e Afluentes do Alto Ribeira CT-COB COB A COBRANÇA A PELO USO DE RECURSOS HÍDRICOS H DE DOMÍNIO DA UNIÃO PATRICK THOMAS

Leia mais

PROJETOS AMBIENTAIS VISANDO A PROTEÇÃO DO RIO CORUMBATAÍ NA REGIÃO DE PIRACICABA-SP ATRAVÉS DA CONTRIBUIÇÃO DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS DE ÁGUA E ESGOTO

PROJETOS AMBIENTAIS VISANDO A PROTEÇÃO DO RIO CORUMBATAÍ NA REGIÃO DE PIRACICABA-SP ATRAVÉS DA CONTRIBUIÇÃO DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS DE ÁGUA E ESGOTO PROJETOS AMBIENTAIS VISANDO A PROTEÇÃO DO RIO CORUMBATAÍ NA REGIÃO DE PIRACICABA-SP ATRAVÉS DA CONTRIBUIÇÃO DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS DE ÁGUA E ESGOTO Nomes dos autores: Fernando César Vitti Tabai (Apresentador

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS . CONTRATO N o 014/ANA/2004 (Texto compilado: primeiro, segundo e terceiro termo aditivo) CONTRATO DE GESTÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS E A ASSOCIAÇÃO PRÓ- GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA

Leia mais

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal

Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Fontes de Financiamento para o segmento de Saneamento junto à Caixa Econômica Federal Piracicaba, 07 de Agosto de 2013 Atuação da CAIXA Missão: Atuar na promoção da cidadania e do desenvolvimento sustentável

Leia mais

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí O que é? O Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí é uma associação de direito privado, sem

Leia mais

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 27/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 47/2015

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 27/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 47/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO ARES-PCJ Nº 47/2015 PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 27/2015 ASSUNTO: INTERESSADO: REAJUSTE EXTRAORDINÁRIO DAS TARIFAS DE ÁGUA E DO MUNICÍPIO DE JUNDIAÍ DAE S/A ÁGUA E I. DO OBJETIVO

Leia mais

~ANA AGÊNCIA I\IACIONAL DE ÁGUAS

~ANA AGÊNCIA I\IACIONAL DE ÁGUAS ~ANA AGÊNCIA I\IACIONAL DE ÁGUAS COMISSÃO DE AVAUAÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO Constituída pela Resolução ANA n~ 36, de 25 de fevereiro de 2008 e alterada pela Resolução ANA n 76, de 09 de fevereiro de 2009

Leia mais

V-046 - PROJETO PARA FORMAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES DE TÉCNICOS DE MOBILIZAÇÃO PARTICIPATIVA EM GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS

V-046 - PROJETO PARA FORMAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES DE TÉCNICOS DE MOBILIZAÇÃO PARTICIPATIVA EM GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS V-046 - PROJETO PARA FORMAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES DE TÉCNICOS DE MOBILIZAÇÃO PARTICIPATIVA EM GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS Francisco Carlos Castro Lahóz (1) Engenheiro Civil pela Escola de Engenharia

Leia mais

ANEXO I SEMAD 3 INDICAÇÃO DO GESTOR 4 MASP/MATRICULA I - IDENTIFICAÇÃO DO CONVENENTE 1 - RAZÃO SOCIAL 2 - CNPJ

ANEXO I SEMAD 3 INDICAÇÃO DO GESTOR 4 MASP/MATRICULA I - IDENTIFICAÇÃO DO CONVENENTE 1 - RAZÃO SOCIAL 2 - CNPJ ANEXO I SEMAD Espaço reservado Nº do Convênio: 1 - RAZÃO SOCIAL SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - SEMAD - CNPJ 00.957.404/0001-78 3 INDICAÇÃO DO GESTOR 4 MASP/MATRICULA

Leia mais

Relatório de Execução. Contrato de Gestão INEA N. 01/2012 Ano II 2013/2014

Relatório de Execução. Contrato de Gestão INEA N. 01/2012 Ano II 2013/2014 Relatório de Execução Contrato de Gestão INEA N. 01/2012 Ano II 2013/2014 Araruama,RJ Outubro/2014 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. INFORMAÇÕES GERAIS... 5 2.1. DADOS GERAIS DE IDENTIFICAÇÃO... 5 3. DESCRIÇÃO

Leia mais

2. Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

2. Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Nota Informativa nº 03/2011/SAG Documento nº 030178/2011-46 Em 23 de novembro de 2011 Ao Senhor Superintendente de Apoio à Gestão de Recursos Hídricos Assunto: Resumo dos resultados da pesquisa de impacto

Leia mais

Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico. Empreendimentos de iniciativa isolada

Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico. Empreendimentos de iniciativa isolada Critérios para hierarquização Demanda Induzida Empreendimentos Prioritários e de Caráter estratégico 20% dos Recursos Disponibilizados Demanda Espontânea Empreendimentos de iniciativa isolada Critérios

Leia mais

PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO

PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO Diretrizes para Contratação de Consultoria para elaboração do Resumo do Plano e Complementações. 1.INTRODUÇÃO O CEIVAP aprovou recursos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CBH-AT nº 04 de 31/03/2008

DELIBERAÇÃO CBH-AT nº 04 de 31/03/2008 Dispõe sobre a hierarquização e indicação de empreendimentos para financiamento com recursos oriundos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos FEHIDRO, referentes ao exercício de 2007/2008, e dá outras providências.

Leia mais

FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ

FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ Resultado da Avaliação dos membros Titulares e Suplentes dos Comitês PCJ realizada no dia 23 de Setembro de 2011, durante a 6º Reunião Plenária dos Comitês PCJ em Camanducaia

Leia mais

Memória Técnica Simplificada

Memória Técnica Simplificada Memória Técnica Simplificada Cursos de Capacitação em Captação de Recursos provenientes do FEHIDRO e das Cobranças pelo Uso dos Recursos Hídricos, nas Bacias PCJ - 2007 Piracicaba Setembro, 2007 APRESENTAÇÃO

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 35 DE 11 DE MAIO DE 2012

DELIBERAÇÃO Nº 35 DE 11 DE MAIO DE 2012 DELIBERAÇÃO Nº 35 DE 11 DE MAIO DE 2012 Aprova o Primeiro Termo Aditivo ao Contrato de Gestão nº 001/2011 celebrado entre o Instituto Mineiro de Gestão das Águas IGAM e o Instituto BioAtlântica IBIO/AGB

Leia mais

AGEVAP RIO PARAÍBA DO SUL SP

AGEVAP RIO PARAÍBA DO SUL SP AGEVAP RIO PARAÍBA DO SUL SP MG RJ ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL- AGEVAP RELATÓRIO SOBRE A EXECUÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO (CONTRATO 014/ANA/2004) PERÍODO:

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROGRAMA DE MUNICIPALIZAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR É com satisfação que a Fundação Procon/SP apresenta o novo Programa de Municipalização que tem como objetivo fortalecer o Sistema Estadual

Leia mais

Órgão de Coordenação: Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente SECTMA

Órgão de Coordenação: Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente SECTMA 12.4 SISTEMA DE GESTÃO PROPOSTO 12.4.1 ASPECTOS GERAIS O Sistema de Gestão proposto para o PERH-PB inclui órgãos da Administração Estadual, Administração Federal, Sociedade Civil e Usuários de Água, entre

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA

ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA ESTUDO TÉCNICO DE VIABILIDADE DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS PARA PROTEÇÃO DA ÁGUA PARA O SUB-SISTEMA CANTAREIRA Joanópolis, São Paulo Julho de 2011 Associação Terceira Via foi fundada em 20 de fevereiro

Leia mais

IRRIGART ENGENHARIA E CONSULTORIA EM RECURSOS HIDRICOS E MEIO AMBIENTE LTDA.

IRRIGART ENGENHARIA E CONSULTORIA EM RECURSOS HIDRICOS E MEIO AMBIENTE LTDA. 1. PRESETÇÃ 1.1. Introdução Constitui finalidade dos Relatórios de Situação dos Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo a avaliação da eficácia dos Planos de Bacia desenvolvidos

Leia mais

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS Avenida Professor Frederico Hermann Jr. 345 - São Paulo/SP - CEP 05459-900 - Tel (11) 3133-4157 Deliberação CRH n ọ 88, de 10 de dezembro

Leia mais

3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO

3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO 3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO IDENTIFICAÇÃO Nome do projeto Instituição proponente CNPJ/MF da Instituição proponente Responsável pela instituição proponente (nome, CPF, RG, endereço, telefone,

Leia mais

FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ. AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ

FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ. AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ FUNDAÇÃO AGÊNCIA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ. AGÊNCIA DAS BACIAS PCJ BOLETIM DE MONITORAMENTO DOS RESERVATÓRIOS DO SISTEMA CANTAREIRA ANO 2012 BOLETIM DE MONITORAMENTO

Leia mais

- Dezembro, 2010 - Organismos de Bacia Estado da arte, Brasil

- Dezembro, 2010 - Organismos de Bacia Estado da arte, Brasil - Dezembro, 2010 - Organismos de Bacia Estado da arte, Brasil ASPECTOS CONSTITUCIONAIS Organismos de bacia Histórico Constituição de 1988 estabeleceu, entre outros aspectos, que as águas são bens públicos,

Leia mais

WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Nilzo Renê Fumes 1 ; Carlos Toshio Wada 2 Resumo - O desenvolvimento do visualizador do Sistema de Suporte a Decisões da Sabesp

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2003 (Em milhares de reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2003 (Em milhares de reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2003 (Em milhares de reais) NOTA 01 - CONTEXTO OPERACIONAL A Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A - SANASA é uma sociedade

Leia mais

DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 15, DE 14 DE ABRIL DE 2011

DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 15, DE 14 DE ABRIL DE 2011 DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 15, DE 14 DE ABRIL DE 2011 Dispõe sobre mecanismos e valores de cobrança pelo uso de recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio Piracicaba-MG. O Comitê da Bacia Hidrográfica

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Infraestrutura Urbana e Recursos Naturais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Infraestrutura Urbana e Recursos Naturais MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Infraestrutura Urbana e Recursos Naturais Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 037/COGUN/SEAE/MF Brasília, 05

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 52, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 (Publicada no DOU em 30/11/05)

RESOLUÇÃO N o 52, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 (Publicada no DOU em 30/11/05) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS RESOLUÇÃO N o 52, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2005 (Publicada no DOU em 30/11/05) Aprova os mecanismos e os valores para a cobrança pelo uso

Leia mais

2ª Seminário Internacional de Biotecnologia Bacia Hidrográfica: Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas

2ª Seminário Internacional de Biotecnologia Bacia Hidrográfica: Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas 2ª Seminário Internacional de Biotecnologia Bacia Hidrográfica: Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas Mesa Redonda Cobrança pelo Uso da Água e Aplicação Recursos Arrecadados Cláudia Hornhardt

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GESTÃO PARA REMEDIAÇÃO E PROTEÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DA SUB-BACIA ATIBAIA COM ENFASE NO RESERVATÓRIO DE SALTO GRANDE AMERICANA SP TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

Comitês PCJ Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ nº 052/06, de 28/09/2006

Comitês PCJ Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Deliberação Conjunta dos Comitês PCJ nº 052/06, de 28/09/2006 Comitês PCJ Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Criados e instalados segundo a Lei Estadual (SP) n o 7.663/91 e Lei Federal n o 9.433/97) Deliberação Conjunta dos

Leia mais

Maria Fernanda Spina Chiocchetti Coordenadora da Câmara Técnica de EA dos Comitês PCJ

Maria Fernanda Spina Chiocchetti Coordenadora da Câmara Técnica de EA dos Comitês PCJ Maria Fernanda Spina Chiocchetti Coordenadora da Câmara Técnica de EA dos Comitês PCJ Bragança Paulista 01 a 0 de dezembro de 009 Atribuições da Câmara Técnica de Educação Ambiental (CT-EA) Criada pela

Leia mais

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DAS VELHAS DELIBERAÇÃO CBH RIO DAS VELHAS Nº 001, de 05 de fevereiro de 2014 Estabelece procedimentos para o acompanhamento e a avaliação de projetos hidroambientais, planos e projetos municipais de saneamento, para

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRIL DE 2009 MNSTÉRO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACONAL DE DESENVOLVMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELBERATVO RESOLUÇÃO Nº 23, DE 30 DE ABRL DE 2009 Estabelece os documentos necessários à certificação da situação de regularidade

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA PROJETOS REFERENTES AO PROGRAMA LIVRO ABERTO NA AÇÃO FOMENTO A PROJETOS CULTURAIS

Leia mais

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC Rua Melo Moraes, 354, CEP 57020-330 Centro Maceió - Alagoas Fone: 82 3315 2200/3315 2232. E-mail: atendimento@fapeal.br EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 008/2013

RESOLUÇÃO Nº 008/2013 RESOLUÇÃO Nº 008/2013 Súmula: Define critérios para apresentação de projetos para o valor R$966.734,86 (Novecentos e sessenta e seis mil, setecentos e trinta e quatro reais e oitenta e seis centavos) do

Leia mais

Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções

Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções 1º Passo: A unidade interessada em celebrar o Convênio (ou Acordo ou Protocolo de Intenções) deverá formalizar solicitação abrindo processo,

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

RESOLUÇÃO ARES-PCJ Nº 86, DE 22 DE MAIO DE 2015

RESOLUÇÃO ARES-PCJ Nº 86, DE 22 DE MAIO DE 2015 RESOLUÇÃO ARES-PCJ Nº 86, DE 22 DE MAIO DE 2015 Dispõe sobre a revisão dos valores das Tarifas de Água e Esgoto e dos Preços Públicos dos serviços prestados pelo SAMAE, a serem aplicadas no Município de

Leia mais

Outorga de Direito de Uso dos Recursos Hídricos

Outorga de Direito de Uso dos Recursos Hídricos Outorga de Direito de Uso dos Recursos Hídricos Informações iniciais para obtenção da outorga de direito de uso de recursos hídricos Buscando atender a uma necessidade das empresas associadas, a Assessoria

Leia mais

ENTENDA O QUE SÃO OS COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS

ENTENDA O QUE SÃO OS COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS ENTENDA O QUE SÃO OS COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS O que são Os Comitês foram criados para gerenciar o uso dos recursos hídricos de forma integrada e descentralizada com a participação da sociedade.

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012. Anexo II PROGRAMA DE TRABALHO

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012. Anexo II PROGRAMA DE TRABALHO EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012 Anexo II PROGRAMA DE TRABALHO Este anexo estabelece o programa de trabalho e resultados para a OSCIP com a fixação de direitos, obrigações, prazos de execução e critérios

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Subchefia para Assuntos Jurídicos Civil DECRETO Nº 6.170, DE 25 DE JULHO DE 2007. Dispõe sobre as normas relativas às transferências de recursos da União mediante convênios

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE RESOLUÇÃO INEA Nº 44, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2011 ESTABELECE PROCEDIMENTOS PARA A CELEBRAÇÃO E EXECUÇÃO

Leia mais

INTEGRAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS COM O PLANO DE BACIA

INTEGRAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS COM O PLANO DE BACIA INTEGRAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS COM O PLANO DE BACIA COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Reconhecer a água como bem econômico e dar ao usuário uma indicação de seu real valor Incentivar

Leia mais

CBHSF Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco Instituído pelo Decreto Presidencial de 05 de junho de 2001

CBHSF Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco Instituído pelo Decreto Presidencial de 05 de junho de 2001 CBHSF Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco Instituído pelo Decreto Presidencial de 05 de junho de 2001 DELIBERAÇÃO CBHSF Nº 63 de 17 de novembro de 2011 Aprova o Segundo Termo Aditivo ao Contrato

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRE

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRE LEI Nº 354/2014 Dispõe sobre a Política Municipal de Saneamento Básico, cria o Conselho Municipal de Saneamento Básico e o Fundo Municipal de Saneamento de Básico, e dá outras providências. A Prefeita

Leia mais

Seminário sobre a Cobrança pelo uso dos Recursos Hídricos Urbanos e Industriais

Seminário sobre a Cobrança pelo uso dos Recursos Hídricos Urbanos e Industriais Seminário sobre a Cobrança pelo uso dos Recursos Hídricos Urbanos e Industriais Experiência das bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí Cláudia Hornhardt Siqueira Fonseca Caroline

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO 1/15 A Coordenadoria do Sistema de Controle Interno do Município, considerando: - O volume de recursos recebidos pelo Município a título de repasse de outros entes da Federação via Convênio ou Contrato

Leia mais

ANA AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS ATUAÇÃO DA CAIXA COMO AGENTE OPERADOR DOS CONTRATOS DE REPASSES (MANDATÁRIA DA UNIÃO) BRASÍLIA/DF, 18 DE MARÇO DE 2015

ANA AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS ATUAÇÃO DA CAIXA COMO AGENTE OPERADOR DOS CONTRATOS DE REPASSES (MANDATÁRIA DA UNIÃO) BRASÍLIA/DF, 18 DE MARÇO DE 2015 ANA AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS ATUAÇÃO DA CAIXA COMO AGENTE OPERADOR DOS CONTRATOS DE REPASSES (MANDATÁRIA DA UNIÃO) BRASÍLIA/DF, 18 DE MARÇO DE 2015 Domingos José D Amico Gerencia de Clientes e Negócios

Leia mais

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional;

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional; Código: MAP-DIFIN-001 Versão: 00 Data de Emissão: XX/XX/XXXX Elaborado por: Gerência de Contabilidade Aprovado por: Diretoria de Finanças e Informações de Custos 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos

Leia mais

Pesquisa de Colaboradores

Pesquisa de Colaboradores Pesquisa de Colaboradores 1.Metodologia de Aplicação para Colaboradores A Pesquisa de Opinião com os Colaboradores da Agência PCJ teve como meta a avaliação interna da Agência. A Agência, no momento em

Leia mais

Edital 02/2015 Saldo Remanescente

Edital 02/2015 Saldo Remanescente Edital 02/2015 Saldo Remanescente EDITAL Nº 02/2015 CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, no

Leia mais

Perspectivas. Uma Agenda para o SINGREH

Perspectivas. Uma Agenda para o SINGREH Perspectivas Uma Agenda para o SINGREH Perspectivas Uma Agenda para o SINGREH Pacto Nacional Pacto Nacional Motivações Pacto Nacional Motivações Visão do Constituinte Um Sistema Nacional SINGREH CNRH -

Leia mais

Palavras-chave: Gestão da Água; Cobrança do Uso da Água; Comunicação Social

Palavras-chave: Gestão da Água; Cobrança do Uso da Água; Comunicação Social METODOLOGIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA A IMPLANTAÇÃO DA COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA NAS BACIAS PJ INTEGRANDO O SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS NAS BACIAS PCJ Francisco Carlos Castro Lahóz 1 ; Elaine

Leia mais

Plano de Saneamento Básico

Plano de Saneamento Básico Plano de Saneamento Básico Marcelo de Paula Neves Lelis Rio de Janeiro, 09/06/2011 Saneamento Básico A Lei 11.445/07, em seu Art. 3 º, define Saneamento Básico como sendo o conjunto de serviços, infra-estruturas

Leia mais

Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce

Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce Relatório anual de acompanhamento das ações executadas com os recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Doce CBH MANHUAÇU RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2013

Leia mais

Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro

Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro 1 - DADOS CADASTRAIS Orgão/ Entidade Proponente CGC Endereço Cidade UF CEP DDD/Telefone E.A. Conta Corrente Banco Agência Praça/Pgto. Nome do Responsável

Leia mais

Representação Institucional no SIGRH

Representação Institucional no SIGRH Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo Coordenadoria de Recursos Hídricos Representação Institucional no SIGRH Ciclo de Conferências- Sabesp Gestão de Recursos Hídricos 8/10/2008 Evolução do

Leia mais

BDMG. Semana Mineira de Redução de Resíduos. Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos

BDMG. Semana Mineira de Redução de Resíduos. Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos BDMG Semana Mineira de Redução de Resíduos Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos Novembro de 2010 BDMG Desenvolvimento, inclusão social e sustentabilidade Perfil do BDMG Fundação: Lei Estadual

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ponte Alta/SC Concurso Público Edital nº 002/2014 TÉCNICO EM PROJETOS CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Ponte Alta/SC Concurso Público Edital nº 002/2014 TÉCNICO EM PROJETOS CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 05 QUESTÕES 1. Assinale a alternativa correta. Para realizar a gestão pública ou privada é necessário planejar. O planejamento de longo prazo é denominado de: a. Planejamento operacional

Leia mais

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 06/2015

PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 06/2015 Americana, 23 de fevereiro de 2015. PROCESSO ADMINISTRATIVO PARECER CONSOLIDADO ARES-PCJ Nº 06/2015 ARES-PCJ Nº 09/2015 ASSUNTO: REAJUSTE DO CONTRATO DA PPP Nº 02/1996- CSJ JUNDIAÍ INTERESSADO: DAE S/A

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS - ANA ESTUDO DE ALTERNATIVAS PARA O MODELO JURÍDICO-INSTITUCIONAL DA AGÊNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS - ANA ESTUDO DE ALTERNATIVAS PARA O MODELO JURÍDICO-INSTITUCIONAL DA AGÊNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO 1 AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS - ANA CBHSF ESTUDO DE ALTERNATIVAS PARA O MODELO JURÍDICO-INSTITUCIONAL DA AGÊNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO RELATÓRIO 4 AVALIAÇÃO JURÍDICO-INSTITUCIONAL DAS

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SANEAMENTO

PERGUNTAS E RESPOSTAS SANEAMENTO MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETARIA NACIONAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO PAC 2 SELEÇÃO 2013 ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO PERGUNTAS E RESPOSTAS SANEAMENTO

Leia mais

Edital PROPP 02/2015. Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio

Edital PROPP 02/2015. Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio Edital PROPP 02/2015 Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio 1. Apresentação 1.1. De acordo com a Resolução CEPE 5.705 de 2014, o Auxílio Financeiro a Pesquisador destina-se ao financiamento de

Leia mais

PESQUISA SANEAMENTO Recursos financeiros assegurados para saneamento Bacias PCJ

PESQUISA SANEAMENTO Recursos financeiros assegurados para saneamento Bacias PCJ PESQUISA SANEAMENTO Recursos financeiros assegurados para saneamento Bacias PCJ GT/CRITÉRIOS (13/11/12) CT/PB (14/11/12) CT/PL (23/11) Oficina preparatória Cobranças PCJ e Fehidro DADOS NÃO OFICIAIS, EM

Leia mais

Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011

Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011 Resolução Mec/FNDE nº 22, de 13 de maio de 2011 Diário Oficial da União nº 92, de 16 de maio de 2011 (segunda-feira) Seção 1 Pág. 17/18 Ministério da Educação FUNDO NACONAL DE DESENVOLVMENTO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Relatório da Comissão de Avaliação do Termo de Parceria celebrado entre FEAM e FIP

Relatório da Comissão de Avaliação do Termo de Parceria celebrado entre FEAM e FIP 8º Relatório da Comissão de Avaliação (CA) do Termo de Parceria celebrado entre a Fundação Estadual do Meio Ambiente e a OSCIP Fundação Israel Pinheiro. Período Avaliatório: 07 de maio de 2010 a 31 de

Leia mais

ipea políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 133 ASSISTÊNCIA SOCIAL

ipea políticas sociais acompanhamento e análise 7 ago. 2003 133 ASSISTÊNCIA SOCIAL ASSISTÊNCIA SOCIAL Regulamento da Organização e do Custeio da Seguridade Social Decreto n o 2.173, de 5 de março de 1997 aprova o Regulamento da Organização e do Custeio da Seguridade Social. Decreto n

Leia mais

Enquadramento dos Corpos de Água em Classes segundo os Usos Preponderantes. Correlação com Plano de Bacia, Sistema de Informação e Monitoramento

Enquadramento dos Corpos de Água em Classes segundo os Usos Preponderantes. Correlação com Plano de Bacia, Sistema de Informação e Monitoramento Enquadramento dos Corpos de Água em Classes segundo os Usos Preponderantes Correlação com Plano de Bacia, Sistema de Informação e Monitoramento Plano de Recursos Hídricos Plano diretor de longo prazo que

Leia mais

Implementação do Plano de Segurança da Água na SANASA Campinas

Implementação do Plano de Segurança da Água na SANASA Campinas Implementação do Plano de Segurança da Água na SANASA Campinas Bacia Hidrográfica do Piracicaba, Capivari e Jundiaí Plano de Segurança da Água na SANASA Um Breve Histórico A SANASA sempre se preocupou

Leia mais

Secretaria do Planejamento

Secretaria do Planejamento Salvador, Bahia Sexta-Feira 10 de outubro de 2014 Ano XCIX N o 21.543 Secretaria do Planejamento INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02 DE 08 DE OUTUBRO DE 2014 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 015/2015

C O N V Ê N I O Nº 015/2015 C O N V Ê N I O Nº 015/2015 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO Celebra Termo Aditivo de Gestão financeira do Curso de Mestrado Interinstitucional em Métodos Numéricos em Engenharia, firmado entre a UNICENTRO e a FAU. O REITOR DA

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 06/2011

RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 06/2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CONSUNI Nº 06/2011 Disciplina o relacionamento entre a Universidade Federal de Goiás e as Fundações de Apoio à UFG. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

EDITAL Nº 18 de 11 de dezembro de 2014

EDITAL Nº 18 de 11 de dezembro de 2014 EDITAL Nº 18 de 11 de dezembro de 2014 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano), comunica aos interessados

Leia mais

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, instituída como

Leia mais

Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social

Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social O que é o FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social? O FNAS, instituído pela Lei nº. 8.742, de 7 de dezembro de 1993, tem por objetivo proporcionar

Leia mais

Volume II Estratégia Documento Base Brasília Março de 2013

Volume II Estratégia Documento Base Brasília Março de 2013 Volume II Estratégia Documento Base Brasília Março de 2013 Volume II Estratégia Sumário I Considerações Iniciais 1 II Estratégia 2 II.1 Construção do Pacto 2 II.1.1 Consolidação do entendimento 2 II.1.2

Leia mais

- Geração de Relatórios. - Geração de Gráficos. - Geração de Consultas

- Geração de Relatórios. - Geração de Gráficos. - Geração de Consultas - Geração de Consultas - Geração de Relatórios - Geração de Gráficos Para sua Prefeitura atender as Leis 4.320/1964, LC 101/2000 (LRF) e LC 131/2009 (Transparência Pública), a LOGUS está colocando à disposição

Leia mais

QUEM PODE HABILITAR-SE NO SICONV?

QUEM PODE HABILITAR-SE NO SICONV? O QUE É SICONV? Criado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, o SICONV Sistema de Convênio, tem como uma das finalidades, facilitar as apresentações de projetos aos programas ofertados pelo

Leia mais