Será que a nuvem tornou o outsourcing obsoleto? Junho 2011

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Será que a nuvem tornou o outsourcing obsoleto? Junho 2011"

Transcrição

1 Será que a nuvem tornou o outsourcing obsoleto? Junho 2011 Por Jimmy Harris e Gavin Michael Muitos entusiastas da computação em nuvem proponentes de um simples modelo de utilidade para prover serviços de negócio desenganaram as empresas de outsourcing. Mas a sacudida na indústria de serviços significou mais complexidade, resultando num novo e crítico papel para o outsourcing de valor agregado. E se você pudesse ter acesso à tecnologia da informação e a serviços de negócio tão facilmente como uma pessoa tem acesso à eletricidade em casa? Essa é a promessa da nuvem : um modelo de utilidade para a capacidade de computação, software e funções de negócio que está redefinindo como as organizações operam e como elas atendem seus clientes e seus representantes. Ela está redefinindo também o papel dos prestadores de serviços e empresas de outsourcing. A grande questão é: a nuvem está tornando o outsourcing obsoleto ou mais importante? A metáfora da utilidade é inevitável. Explica também porque algumas pessoas podem achar que as tecnologias de nuvem permitem um tipo de abordagem faça você mesmo para os serviços de negócio, eliminando a necessidade de outsourcing de valor agregado. No fim das contas, as pessoas não precisam de um fornecedor pessoal para integrar empresas de carvão, fabricantes de turbinas e engenheiros por trás da distribuição de eletricidade. Eles pagam suas contas e apertam um botão. Será que um tipo similar de acesso fácil ao poder do negócio é a evolução inevitável do mercado de serviços? Pode ser que sim. As empresas já podem simplesmente fornecer um número de cartão de crédito para um provedor de tecnologia da informação e obter capacidade de computação em alguns minutos. Elas podem contatar um provedor de software como serviço (software as a service) e ter acesso imediato a competências robustas baseadas na computação em nuvem para áreas como vendas, CRM e finanças. Com esse tipo de resposta e capacidade disponível, será que os CEOs e CIOs ainda precisam de um integrador de serviços um parceiro tradicional de outsourcing? A resposta é: sim e não. A nuvem está, com certeza, simplificando alguns aspectos do mundo de TI e dos serviços de negócio. Mas ela também está tornando muitos outros mais complexos. Alguns tipos de serviço podem se tornar tão simples como acender uma lâmpada. Por outro lado, os consumidores precisam, com frequência, de mais do que a eletricidade pura. A companhia de eletricidade não avalia que tipo de eletrodomésticos a sua casa precisa, por exemplo, ou como fazer com que seus modernos equipamentos eletrônicos funcionem juntos. Consumidores diferentes precisam de soluções diferentes. 1

2 Portanto, os vários níveis de serviços necessários no novo ambiente de nuvem vão conduzir, inevitavelmente, a uma sacudida na indústria de outsourcing, resultando numa gama de provedores que oferecem propostas alternativas de valor com uma variedade de preços diferentes. O perigo para os clientes corporativos neste ponto da evolução dos serviços de nuvem e outsourcing está em enfatizar demais as partes fáceis e prestar pouca atenção às partes difíceis. Ambientes complexos de TI De uma perspectiva de TI, a introdução do modelo de nuvem significa, na verdade, que os CIOs terão que gerenciar um ambiente ainda mais complexo e híbrido: os serviços de nuvem fornecidos por empresas externas junto com seus sistemas próprios gerenciados como se fossem nuvem, junto com suas aplicações antigas. Da perspectiva do negócio, os pontos de integração entre as diferentes funções e processos precisam ser cuidadosamente (e comercialmente) gerenciados, já que um provedor de utilidade de nuvem provavelmente não vai ter uma ideia clara dos objetivos gerais de negócio do seu cliente isso para não falar das demandas dos seus consumidores Por causa dos inúmeros outros desafios que as empresas enfrentam com os serviços de nuvem segurança, integridade dos dados e disponibilidade da chefia de serviços, entre eles, o importante papel de integração exercido por alguns fornecedores terceirizados não vai acabar tão cedo. De fato, a habilidade para aconselhar empresas sobre o desenho adequado para os seus modelos de negócio, baseados em múltiplos provedores de serviços, e para ajudá las a aproveitar as potenciais inovações que surgem da interação desses provedores tem grande probabilidade de antecipar uma era totalmente nova de outsourcing para os provedores que estejam prontos para enfrentar o desafio. Nuvens no horizonte Tanto os executivos de negócio como os de TI enxergam o valor da computação em nuvem em muitos aspectos da empresa. Quase metade dos executivos de negócios entrevistados acredita que as tecnologias de nuvem vão permitir que eles tenham foco na transformação de seus negócios e não somente na sua função de TI. Os executivos de TI, no entanto, parecem ser um pouco mais céticos. Quais aspectos da proposta de valor da nuvem exercem maior apelo em sua opinião? (pesquisa com 628 empresas) A nuvem diminui os custos gerais de rodar as aplicações de negócio Nós podemos implementar as aplicações de negócio que precisamos muito mais rapidamente quando elas são provisionadas pela nuvem A nuvem permite o acesso a aplicações de última geração rapidamente, coisa que não era possível antes A nuvem facilita uma organização virtual/distribuída A nuvem permite manter o foco na transformação do negócio, não somentena função de TI Executivos de negócio Executivos de TI 0% Fonte: HfS Research e Unidade de Outsourcing da Escola de Economia de Londres, novembro

3 Para além do modismo Um fator que esconde uma leitura verdadeira e séria do impacto da computação em nuvem sobre a indústria de outsourcing é o modismo inevitável que acompanha a introdução de qualquer tecnologia da informação nova. O doutor Leslie Willcocks, da The London School of Economics and Political Science com quem a Accenture está conduzindo uma pesquisa sobre o impacto da computação em nuvem, chama isso de narrativa enganosa da transformação. De acordo com Willcocks, o discurso da indústria de TI sobre tecnologia, como sendo o principal condutor de mudanças sustentáveis, tem sido associado, virtualmente, a toda nova geração tecnológica. Por um lado, você nota quase que um tom de religiosidade nisso na necessidade de nascer de novo e deixar o velho mundo para trás. Por outro lado, o Dr. Leslie continua, existe também uma tendência de os seguidores falarem sobre a inevitabilidade disso tudo de que são forças predestinadas atuando e que os efeitos desta tecnologia serão lineares e previsíveis. O que o modismo ignora é a complexidade da mudança e a participação considerável que os atuais atores (tanto clientes como provedores) têm no que está acontecendo. Na verdade, as empresas não são entidades ingênuas golpeadas por forças incontroláveis; a maioria é astuta o suficiente para compreender que a evolução tecnológica requer também a evolução dos modelos de negócio. É bastante improvável que empresas grandes e globais irão simplesmente jogar fora aquelas soluções de TI que têm o foco no presente em favor da tecnologia du jour. Ao mesmo tempo, provedores de TI e de serviços de negócio terceirizado estão totalmente atentos para as implicações dos serviços de nuvem e estão trabalhando ativamente para evoluir e alavancar suas competências à luz dessas mudanças. Além disso, por meio dos seus relacionamentos com os clientes, eles estão numa posição forte para formatar como essas novas tecnologias de nuvem irão se desenvolver. Sinos e apitos Olhando além do modismo, no entanto, é verdade que muitos aspectos das tecnologias de nuvem e serviços de negócio podem ser considerados revolucionários. Primeiro, as barreiras para a entrada de novos atores numa nova indústria e as restrições competitivas sobre os pequenos são dramaticamente reduzidas pelo modelo de nuvem. Hoje, uma empresa menor não precisa de um data center próprio para processar aplicações em massa, como e mail, nem de uma infraestrutura cara para contratação, treinamento e retenção de uma força de trabalho cíclica ou variável, que muitas empresas necessitam escalonar ocasionalmente. Esse modelo de utilidade estende os benefícios do outsourcing definido como provisionamento externo de serviços básicos a uma comunidade maior de organizações. Serviços essenciais hoje são acessíveis, baratos e de rápida provisão. E isso, por sua vez, torna a concorrência mais fácil. Em segundo lugar, olhando para o lado financeiro da equação, a nuvem pode levar a alguns resultados surpreendentes. As aplicações de software como serviço (SaaS) têm um custo menor de implementação e de manutenção do que as aplicações próprias. E como os provedores oferecem softwares para vários clientes rodando em sua nuvem, a concorrência pelo mercado cria incentivos mais fortes para melhorar os softwares continuamente, assegurando que todos os novos sinos e apitos estejam disponíveis para os clientes assim que entrarem no mercado. Isso normalmente não acontece de forma tão eficaz com as empresas que gerenciam suas próprias lojas, prestando serviços só para os clientes internos e competindo por investimentos escassos com outras funções e necessidades do negócio. 3

4 De uma perspectiva de custos com infraestrutura, a arquitetura que suporta os produtos de um provedor de nuvem redefine suposições sobre os custos de armazenamento de dados e pode facilitar muito o uso de um provedor de nuvem, um método tão simples ao invés de manter um data center próprio. Estimativas consideram que o custo de armazenamento na nuvem seja de US$ 0,10/mês por gigabyte, comparado com os US$ 25 por mês para o armazenamento interno da mesma capacidade. Para uma grande multinacional, essa diferença pode significar uma economia de milhões de dólares por ano. Algumas falsas premissas estão no coração de afirmações feitas em defesa da computação em nuvem e as empresas que prosseguem baseadas nessas premissas podem ter problemas. Por exemplo, alguns comentaristas que veem a nuvem como um tipo de modelo faça você mesmo para os negócios e serviços de TI presumem que as ofertas baseadas na nuvem não necessitarão de nenhuma modificação ou customização. No caso de grandes empresas, isso é muito raro ou acontecerá somente para processos pequenos e discretos que não requerem muita coordenação da companhia como um todo ecujo impacto é, dessa forma, menos amplamente sentido. Algumas falsas premissas estão no coração de algumas colocações feitas em defesa da computação em nuvem. A ideia de que o modelo baseado em nuvem vai simplificar os serviços por si só também é uma suposição dúbia, mesmo no nível básico de adquirir capacidade bruta de computação. Sim, uma organização pode adquirir facilmente armazenamento de dados e rodar aplicações alugando capacidade em servidores. Mas, da perspectiva de um empreendimento, isso significa que os executivos de TI terão que gerenciar vários provedores externos de nuvem e um ambiente interno de TI que é provavelmente um híbrido entre os serviços tradicionais e outros rodados de forma semelhante à nuvem, bem como um legado de diversos sistemas que não podem ser descartados em nome da nuvem. Finalmente, e mais importante, existe a questão da integração dos serviços, que vai se tornar consideravelmente mais complexa à medida que o número de prestadores de serviços aumenta. No momento, esta integração não é parte do modelo de negócio para a maioria dos provedores de utilidades em nuvem. É importante compreender o que significa esta integração no modelo tradicional de outsourcing em comparação com o ambiente baseado em nuvem. Hoje, a integração tem a ver com fazer com que diversos fornecedores envolvidos com diversos sistemas e funções trabalhem juntos para gerenciar serviços básicos de forma integrada e consistente. Se uma aplicação cai, a empresa que fornece os computadores precisa ser capaz de trabalhar facilmente com outros provedores de aplicações para resolver o problema do cliente. Num ambiente onde as empresas estão migrando processos de negócio e de TI para a nuvem, o maior desafio de integração será integrar dados de forma consistente através dos múltiplos serviços e entender toda a cadeia de processos de negócio que está sendo servida para que a empresa possa ter confiança de que seus empregados e clientes estão sendo atendidos de forma adequada. Vejamos um processo financeiro comum como o contas a pagar. Num ambiente de nuvem ou de software como serviço (SaaS), a empresa deve usar cinco serviços diferentes baseados em nuvem para rodar a função de ponta a ponta. Mas, da perspectiva da empresa, o que todos os executivos realmente querem saber é com que velocidade eles podem ir da solicitação ao pagamento, e como a velocidade, a eficiência e o custo de fazer isso podem ser impactados de forma positiva. Nesse ponto, monitorar e gerenciar essa integração tendo em mente o principal objetivo de negócio do serviço é uma competência que tira da zona de conforto a maioria dos provedores de serviços de nuvem. Os provedores de funcionalidades de nuvem também estão percebendo que os clientes esperam que eles assumam os riscos pela segurança e pela integridade dos dados. Essas companhias são, no fundo, fornecedoras de produtos e de softwares. Serem capazes de fazer mais do que entregar atualizações periódicas de softwares 4

5 e estar atentas aos detalhes de hardware para zelar pelos serviços relacionados aos dados e assegurar sua segurança e integridade requer habilidades, mentalidade e modelos de negócio que a maioria dos provedores de utilidades não tem. Sistema de classes O papel do outsourcing está mudando dramaticamente e vai continuar a mudar na medida em que as empresas cada vez mais se apoiam na nuvem para os processos de TI e serviços de negócio. Nós estamos, de fato, entrando numa era em que a computação em nuvem vai acelerar o surgimento de múltiplas classes de serviços e provedores de outsourcing. Pelo menos três categorias de serviços irão surgir. E, nesse ponto da evolução da indústria, é possível identificar alguns dos fatores chave de sucesso para cada uma. A nuvem vai acelerar o surgimento de múltiplas classes de serviços e provedores de outsourcing. Categoria 1: provedores de funcionalidades Como fornecedores de poder de TI ou de funcionalidades básicas de processos de negócio, a proposta de valor para os provedores de utilidades vai ter foco principalmente no custo e na eficiência. Por exemplo, nós trabalhamos com uma grande empresa de logística responsável por distribuir centenas de milhões de itens em todo o mundo, todos os anos. Cada um com um código de barras individual. Esses códigos de barra representam centenas de gigabytes de dados que precisam ser gerenciados a cada mês. Como parte de seu processo de controle de qualidade, a empresa queria ser capaz de identificar rapidamente erros, como itens diferentes serem acidentalmente identificados com o mesmo código de barras. Esse tipo de análise significaria uma ação massiva em termos de necessidade de armazenamento e de poder de computação. Quando a solução de computação em nuvem foi implementada na empresa, envolveu 150 servidores a um custo anual de US$ 131 mil. Só para efeito de comparação, se a empresa tivesse decidido implementar a mesma competência dentro do seu departamento de TI, teria que gastar US$ 4 milhões na compra de servidores de alta capacidade. Além disso, o poder de processamento da solução em nuvem foi notável: a empresa foi capaz de processar os dados de um mês inteiro em 4,3 minutos. Fatores de sucesso: as competências essenciais de um provedor de serviços de funcionalidades em nuvem serão direcionadas pela obsessão de um CIO típico, cuja principal preocupação é a disponibilidade de serviços: em termos percentuais, com que frequência um serviço de TI está pronto e rodando quando eu preciso? Para os executivos de TI, o estandarte de ouro da disponibilidade e da confiabilidade sempre foi o que eles chamam de cinco noves ou seja, serviços que estão disponíveis 99, 999% do tempo. Os provedores de nuvem já estão chegando perto disso ao desenvolver competências para entregar tal nível de garantia. Por exemplo, a Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) é um serviço baseado na web que fornece capacidade de computação escalonável. Acordos de prestação de serviços em nuvem da Amazon com clientes já garantem 99,95% de disponibilidade. Pequenos pontos percentuais de desempenho fazem uma grande diferença ao longo de um ano. Se a sua disponibilidade de rede é de 99, 999% (valor alcançado com frequência pela indústria de telecomunicações), a quantidade de tempo em que a sua rede está fora do ar em um ano é de apenas cinco minutos. Uma disponibilidade de 99,9% significa que as aplicações estarão fora do ar durante nove horas em um ano. Esse período é convertido em perda de produtividade, perda de oportunidade de vendas, atendimento precário ao consumidor e muito mais. Para as aplicações que suportam transações de alto nível nas indústrias, como serviços financeiros, essas interrupções podem custar milhões de dólares por minuto. 5

6 Outras considerações que serão críticas para o sucesso de provedores de funcionalidades: capacidade de recuperação de dados ou seja, se ocorrer uma falha, com que velocidade o serviço é reativado com todos os dados íntegros e, é claro, segurança? Hoje, não se pode negar que a segurança e a integridade dos dados são pontos críticos para a ascendência do modelo de negócio em nuvem. Identificar quem é responsável pelo gerenciamento e pela minimização do risco entre os novos atores no ecossistema da nuvem é essencial. Categoria 2: provedores de funções de negócio A segunda categoria de nuvem ou de empresas de outsourcing serão os provedores de nicho que têm conhecimento profundo de funções específicas como vendas, recursos humanos e suporte ao consumidor, permitindo que eles exijam um prêmio pelos seus serviços. Para usar a analogia de funcionalidade, enquanto a primeira categoria seria formada pelas companhias de eletricidade, esta categoria aqui seria a empresa que fornece refrigeradores, lavadoras de louça e os equipamentos do home theater e de áudio que você precisa ter em casa. Para o provedor de funções de negócio, a proposta de valor será garantir que a sua empresa tenha uma função de negócio (o eletrodoméstico) que esteja configurada de forma adequada para as suas necessidades em outras palavras, não somente uma geladeira qualquer, mas uma que se encaixe na sua cozinha e suporte uma quantidade suficiente de comida para as necessidades da sua família. Por exemplo, considere uma companhia multinacional de seguros e de gerenciamento de riscos que está utilizando uma variedade de ferramentas de gestão de vendas em diferentes localidades, fazendo com que seja difícil e demorado gerar um prognóstico e um pipeline global precisos. Sem a transparência do pipeline, a gestão de vendas não tem a informação de que precisa para tomar decisões efetivas sobre quais oportunidades demandam recursos dedicados. A empresa contratou um fornecedor de software como serviço nesse caso, a Salesforce.com para prover uma forma padrão que permitisse um prognóstico e um pipeline global precisos. Apesar de a preparação inicial ter sido substancial, envolvendo usuários, levou apenas quatro meses para ficar pronta. A empresa hoje tem uma imagem muito mais clara do pipeline de vendas, o que a ajuda a alinhar os recursos de forma mais eficaz. O que, por sua vez, aumentou a aquisição de clientes e a penetração no mercado. Ao reduzir o número de aplicações de gestão de vendas, a empresa também economizou significativamente nos custos de manutenção de aplicativos. Fatores de sucesso: o objetivo do segundo grupo de fornecedores grupos especializados com conhecimento profundo de indústria e das funções será desenhar aplicações e serviços em escala que estejam prontos e configurados de forma segura para o ambiente, necessidades e objetivos de negócio específicos do cliente. Esses fornecedores vão continuar oferecendo importante valor para seus clientes, já que engajar um provedor de software como serviço é significativamente mais barato para a empresa do que comprar e manter sua própria funcionalidade. Uma vantagem importante desses provedores é a sua habilidade em oferecer acesso às últimas gerações de softwares. Além disso, empresas bem sucedidas nessa categoria precisarão ser capazes de oferecer melhorias contínuas das suas ofertas, assim como incluir suas soluções como parte de um componente modular de um desenho mais abrangente de negócio. Categoria 3: integradores e designers de negócios de valor agregado O terceiro tipo de provedor de outsourcing será aquele que se redefinir como consultor de desenho do negócio, ao mesmo tempo em que serve como agregador e integrador de serviços críticos. Ou seja, uma empresa como esta vai ajudar seus clientes a se tornarem empreendedores em nuvem organizações que são mais hábeis e ágeis porque podem adaptar seu desenho do negócio em pleno voo. Oferecer esse tipo de competência de negócio vai requerer um provedor de outsourcing para desenvolver um nível maior de sofisticação na integração e na gestão dos seus serviços e na de serviços de outros de uma forma nunca feita anteriormente. 6

7 Pense na complexidade envolvida mesmo na forma mais primitiva dessa consultoria de desenho de negócios que resulte de um ambiente baseado em nuvem. Uma empresa global de serviços financeiros iniciou uma nova estratégia para aumentar sua aquisição de clientes, seus esforços de penetração e para obter uma melhor alocação dos escassos recursos para oportunidades de negócio. A solução foi um híbrido entre o que chamamos de modelo bruto de poder de computação e a funcionalidade de vendas fornecida por meio de um modelo de software como serviço (SaaS). A estratégia de implementação foi baseada numa abordagem extremamente ágil começando com uma solução padrão central, que depois foi irradiada para soluções configuradas para as unidades nos diferentes países, todas com um cronograma rápido de implementação de oito semanas. Os recursos offshore foram utilizados para as demandas de funcionalidades brutas como a conversão de dados. O resultado foi que a companhia atingiu seus objetivos de transformação em escala num cronograma compacto e acelerado. Fatores de sucesso: longe de tirar do mercado as empresas de outsourcing e integradoras, é provável que o novo ambiente de nuvem faça com que os serviços de um integrador sejam ainda mais críticos para se tornar um negócio de alta performance. No entanto, o papel específico que um integrador desempenha vai mudar. Vai envolver a gestão de um ambiente de computação mais complexo e híbrido. Para muitas empresas, um integrador atuando como um intermediário confiável será necessário para solucionar a interoperabilidade e os desafios de segurança dos serviços de nuvem. Esse integrador terá a tarefa de ter uma visão holística de TI e dos serviços de negócio através de todo o empreendimento, ajudando a minimizar os riscos e a melhorar a qualidade ao gerenciar alguns ou todos os serviços da cadeia. Isso significa que um integrador bem sucedido terá que ser mais do que um simples consultor e precisará ter uma profunda experiência operacional através dos principais processos de negócio e soluções de tecnologia. Ainda não foram criados padrões consistentes, pois a computação em nuvem está no início da sua curva de maturidade. Se uma parte do processo é realizada por um provedor e outra parte por outro provedor, uma integração suave e homogênea dos serviços é um desafio, principalmente se as companhias buscam, eventualmente, trocar seus fornecedores para melhorar seu desempenho ou reduzir custos. Um integrador será capaz de oferecer uma melhor governança para harmonizar as peças e também para garantir que o cliente está, de fato, fazendo o uso adequado dos recursos de computação e processos que contratou. Esse integrador deve também ser capaz de fornecer o que chamamos de desenho do negócio sem atrito. Auxiliado pelas outras duas categorias de outsourcing serviços de funcionalidades e provedores de funções de negócio os integradores vão trabalhar com os clientes para combinar, recombinar, ativar e desativar diferentes componentes de uma solução completa de TI e de negócio. Isso pode reduzir o atrito das funções que operam de forma obsoleta ou de funções novas que não estão integradas de forma adequada ao negócio. As empresas têm de ser capazes de adquirir um serviço, usá lo quando é pertinente e descartá lo quando não é mais necessário. Finalmente, a habilidade de trazer inovação para o cliente será o diferencial dos provedores bem sucedidos de outsourcing na era da computação em nuvem. Nossa pesquisa e experiência sugerem que o próximo estágio em outsourcing será alcançado quando os prestadores de serviço e os clientes colaborarem entre si para inovar, e essa é outra tarefa chave da nova espécie de integradores. Esse novo tipo de relacionamento entre o provedor e o cliente vai atrair habilidades distintas de liderança e levar a relacionamentos contratuais pioneiros, onde os riscos e os benefícios são compartilhados de forma mais equânime. Atingir esse tipo de relacionamento leva tempo e comprometimento um comprometimento que não pode ser adquirido num contrato comoditizado baseado em nuvem, mas pode alavancar esses pontos de valor comoditizados integrados em uma solução total. 7

8 Jogo novo, novas regras Claramente, existem muitas dúvidas nesse ambiente de outsourcing baseado na nuvem. Será que os provedores serão capazes de pular do que chamamos de serviços no nível do consumidor individual para algo realmente robusto o suficiente para atender a uma empresa? Será que as empresas de software serão capazes de dar esse salto e se tornar provedores de serviços? Será que os integradores serão capazes de gerenciar a nova complexidade e encorajar esse tipo de relacionamento de confiança com os clientes, necessário para atuar como designers ou redesigners de negócio? O que está claro é que esse é um novo jogo que não pode ser bem sucedido se jogado sob as velhas regras. Essa é uma mudança evolutiva na forma inexorável com que os valores migram numa determinada indústria. O que era inovador se torna padrão, levando aqueles que pretendem continuar jogando para outra era de inovações. As companhias que pretendem ser eficazes nesse novo jogo precisam começar a mudar a forma como gerenciam suas operações de TI e de negócio agora. Elas precisam planejar para o ambiente futuro; precisam avaliar cuidadosamente os riscos envolvidos em absorver novas tecnologias; e precisam entender num nível ainda mais detalhado as competências dos seus fornecedores e provedores para que possam escolher seus integradores de maneira adequada. O mais importante, talvez, seja começar a entender o que significa operar num ambiente com vários recursos diferentes, onde os diferentes componentes precisam de integração, não apenas uma vez, mas constantemente. Leitura complementar Computação em nuvem: onde está a chuva?, Outlook, outubro de 2010 Um TI ágil: reinventando a empresa, Outlook, junho de 2010 Sobre os autores Jimmy Harris, que fica baseado em Washington, é o diretor de serviços de nuvem da Accenture. Nessa função, ele trabalha com os grupos de consultoria, integração de sistemas, outsourcing e integração de mercados para identificar, desenvolver e implementar soluções de computação em nuvem para os clientes e melhorar a posição da Accenture no mercado da computação em nuvem. Antes disso, Harris foi diretor dos grupos de Serviço de Atendimento ao Cliente e de Outsourcing de Infraestrutura da Accenture. Gavin Michael é o diretor da Accenture para inovação e alianças, que inclui responsabilidades por alianças, inovação baseada em tecnologia e os laboratórios de tecnologia da Accenture. Ele tem mais de 20 anos de experiência em liderança tecnológica. Antes de entrar na Accenture, Michael ocupou diversas posições executivas nas principais empresas financeiras, incluindo o Lloyds Banking Group e o National Australia Bank Group, em Sydney, na Austrália. Ele fica em São Francisco. 8

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI UM RESUMO EXECUTIVO Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI Ao longo da última década, a TI da EMC tem passado por uma transformação para se tornar uma parceira estrategicamente

Leia mais

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect Cloud Computing e HP Converged Infrastructure Para fazer uso de uma private cloud, é necessário crescer em maturidade na direção de uma infraestrutura convergente. Por Antonio Couto O que é Cloud Computing?

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras

O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras Escolhas importantes devem ser feitas à medida em que aumenta o número de Seguradoras migrando seus sistemas de administração de apólice pré-existentes

Leia mais

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Cloud Computing (Computação nas Nuvens) 2 Cloud Computing Vocês

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas?

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? RESUMO DA SOLUÇÃO Pacote CA Clarity PPM on Demand Essentials for 50 Users qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? agility made possible Agora a CA Technologies oferece

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo Migração de sistemas antigos Avançando para um futuro competitivo A automação e controle é um dos mais importantes investimentos para garantir o sucesso da manufatura de qualquer indústria. Porém, por

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ... lembrando Uma cadeia de suprimentos consiste em todas

Leia mais

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Tendências, desenvolvimentos e dicas para tornar o seu ambiente de storage mais eficiente Smart decisions are built on Storage é muito mais do que

Leia mais

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Conceitos principais Nuvem Local Dados (informações) Profissional Pessoal Procedimento padrão (modelo) Produzir Armazenar Como era... Como

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Conceitos de Governança de TI Fatores motivadores das mudanças Evolução da Gestão de TI Ciclo da Governança

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI. Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014

Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI. Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014 Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014 Desafios de TI Arquitetura da VMware Estratégia da VMware Sucesso

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

COMPUTADORES NAS EMPRESAS Cloud Computing Prof. Reginaldo Brito

COMPUTADORES NAS EMPRESAS Cloud Computing Prof. Reginaldo Brito COMPUTADORES NAS EMPRESAS Prof. Reginaldo Brito Os computadores são essenciais para enfrentar o desafio da concorrência global, na qual as empresas precisam ser eficientes e ágeis e tem de produzir produtos

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014 ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL Guia Prático de Compra Edição de julho.2014 O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO Í n d i c e 6 perguntas antes de adquirir um sistema 4 6 dúvidas de quem vai adquirir

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Terceira aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com Maio -2013 Governança

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Um futuro híbrido: A combinação transformadora entre consumo e prestação de serviços de TI. Sponsored by

Um futuro híbrido: A combinação transformadora entre consumo e prestação de serviços de TI. Sponsored by Um futuro híbrido: A combinação transformadora entre consumo e prestação de serviços de TI Sponsored by Um futuro híbrido: a combinação transformadora entre consumo e prestação de serviços de TI Uma nova

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos como posso assegurar uma experiência excepcional para o usuário final com aplicativos

Leia mais

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Revisões ISO ISO Revisions Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Processos vs procedimentos: o que isto significa? O conceito da gestão de processo

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Adicionando valor na produção

Adicionando valor na produção Adicionando valor na produção Em um mercado global altamente competitivo e em constantes transformações, a otimização do resultado dos processos de produção é fundamental. Pressões ambientais e de custo,

Leia mais

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Junho de 2013 Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos Jacob Ukelson Entrega de aplicativos Sumário Resumo executivo 3 Seção 1: 4 Mudando o cenário de automação

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS WHITE PAPER Setembro de 2012 transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS Principais problemas e como o CA Nimsoft Service Desk ajuda a solucioná-los agility made possible Índice resumo executivo

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

CLOUD. tendências CLOUD. entendendo e contratando assertivamente. Agosto/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 02

CLOUD. tendências CLOUD. entendendo e contratando assertivamente. Agosto/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 02 tendências CLOUD EDIÇÃO 02 Agosto/2012 CLOUD O conceito de nuvem é nebuloso Como uma organização pode contratar assertivamente Serviços em Cloud? Quais são os principais riscos de um contrato de Cloud

Leia mais

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula I - 11/08/2011

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula I - 11/08/2011 Disciplina: Administração de Departamento de TI Professor: Aldo Rocha Aula I - 11/08/2011 Gerenciamento de Serviços TI 1.Introdução; 2. Panorama Atual; 3. Necessidade do alinhamento de TI a estratégia

Leia mais

A Biblioteca: Gerenciamento de Serviços de TI. Instrutor : Cláudio Magalhães E-mail: cacmagalhaes@io2.com.br

A Biblioteca: Gerenciamento de Serviços de TI. Instrutor : Cláudio Magalhães E-mail: cacmagalhaes@io2.com.br A Biblioteca: Gerenciamento de Serviços de TI Instrutor : Cláudio Magalhães E-mail: cacmagalhaes@io2.com.br 2 A Biblioteca ITIL: Information Technology Infrastructure Library v2 Fornece um conjunto amplo,

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O Microsoft Office 365 é a suíte de Produtividade da Microsoft, que oferece as vantagens da Nuvem a empresas de todos os tamanhos, ajudando-as

Leia mais

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade...

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Reduzir custo de TI; Identificar lentidões no ambiente de TI Identificar problemas de performance

Leia mais

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem White paper Para provedores de nuvem Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem Introdução: os novos desafios dos clientes estimulam a adoção da nuvem Em um ambiente de negócios dinâmico,

Leia mais

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios.

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Autor: Douglas Marcos da Silva 7 Sumário Executivo Nas últimas décadas, a evolução tecnológica, a interdependência dos mercados e a intensificação

Leia mais

CONECTIVIDADE INOVADORA. MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Vue Connect. Enterprise IMAGE/ARTWORK AREA

CONECTIVIDADE INOVADORA. MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Vue Connect. Enterprise IMAGE/ARTWORK AREA Vue Connect Enterprise Workflow MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Para empresas que possuem diversas unidades, uma ampla gama de instalações, fluxo de trabalho departamental

Leia mais

A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas

A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas A Tecnologia e Inovação para alavancar seu negócio. Marcos Leite Diretor Comercial da Artsoft Sistemas - O que há de mais moderno ao seu alcance. Tecnologia On Demand NECESSIDADES DE TI Onde e como hospedar

Leia mais

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL 2011 Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL ÍNDICE Evolução de TI... 4 Metodologia... 6 Foco... 8 Conclusão 1: As diferenças entre expectativas e realidade revelam a evolução

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com Planejamento Estratégico de TI Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com VPN Virtual Private Network Permite acesso aos recursos computacionais da empresa via Internet de forma segura Conexão criptografada

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Convergência por Design

Convergência por Design Convergência por Design Ronaldo Aloise Diretor de Vendas ESSN 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. 1 As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações sem aviso. A Transformação

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software?

Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software? Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software? Por Roberto Carlos Mayer Roberto Carlos Mayer Diretor da MBI (desde 1990) Mestre em Ciência da Computação (IME USP) e exprofessor

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Unidade IV ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Profa. Lérida Malagueta

Unidade IV ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Profa. Lérida Malagueta Unidade IV ESTRATÉGIA COMPETITIVA Profa. Lérida Malagueta Estratégia competitiva Já conhecemos os conceitos sobre a teoria da decisão estratégica e de como competem e cooperam: Os decisores As empresas

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Investir em pessoal com um programa de gestão de desempenho permite que uma operação de abastecimento não só sobreviva, mas cresça

Leia mais

CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em. liderar o setor de big data e da nuvem

CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em. liderar o setor de big data e da nuvem 8 A pesquisa indica ênfase na criação de valor, mais do que na economia de custos; o investimento em big data, na nuvem e na segurança é predominante CIOs da região Ásia-Pacífico interessados em liderar

Leia mais

Computação em nuvem 101: Aumente o valor da TI 02/05/11

Computação em nuvem 101: Aumente o valor da TI 02/05/11 Computação em nuvem 101: Aumente o valor da TI 02/05/11 2 Computação em nuvem 101: Aumente o valor da TI Introdução Em um mercado volátil e de mudanças rápidas, a capacidade de se equipar com novas tecnologias

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

Apresentação. Empresarial SOLUÇÕES EM TI

Apresentação. Empresarial SOLUÇÕES EM TI Apresentação Empresarial 2013 2014 SOLUÇÕES EM TI Ins tucional A Empresa Empresa focada na gestão de tecnologia da informação, que visa proporcionar a seus clientes redução dos gastos com TI, monitoramento

Leia mais

Gestão integrada de múltiplos fornecedores. Do Caos ao Domínio. Maio/2009. Nós Fazemos as Empresas Mais Competitivas

Gestão integrada de múltiplos fornecedores. Do Caos ao Domínio. Maio/2009. Nós Fazemos as Empresas Mais Competitivas Gestão integrada de múltiplos fornecedores Do Caos ao Domínio Maio/2009 Nós Fazemos as Empresas Mais Uma página sobre a TGT Pg. 1 Somos dedicados exclusivamente à CONSULTORIA, o que garante aos nossos

Leia mais

Contribuição da TIA/TEC-LA para a ANATEL sobre o gerenciamento do espectro de rádio-frequência

Contribuição da TIA/TEC-LA para a ANATEL sobre o gerenciamento do espectro de rádio-frequência Contribuição da TIA/TEC-LA para a ANATEL sobre o gerenciamento do espectro de rádio-frequência Sendo uma organização que representa os interesses de fabricantes e fornecdores de produtos e sistemas para

Leia mais

Código de prática para a gestão da segurança da informação

Código de prática para a gestão da segurança da informação Código de prática para a gestão da segurança da informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 10 Fato Real A batalha pelos dados Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative

Leia mais

Soluções de Output LRS

Soluções de Output LRS Soluções de Output LRS Enormes economias de custo estão aguardando L O G O A B A I X O D A S U P E R F Í C I E Organizações de todos os tamanhos enfrentam um desafio singular: reduzir dramaticamente os

Leia mais

ARQUITETURA TRADICIONAL

ARQUITETURA TRADICIONAL INTRODUÇÃO Atualmente no universo corporativo, a necessidade constante de gestores de tomar decisões cruciais para os bons negócios das empresas, faz da informação seu bem mais precioso. Nos dias de hoje,

Leia mais

Sistema IBM PureApplication

Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistemas de plataforma de aplicativos com conhecimento integrado 2 Sistema IBM PureApplication A TI está vindo para o centro estratégico dos negócios

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

Terceirização de RH e o líder de TI SUMÁRIO EXECUTIVO. Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI?

Terceirização de RH e o líder de TI SUMÁRIO EXECUTIVO. Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI? SUMÁRIO EXECUTIVO Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI? EM ASSOCIAÇÃO COM A TERCEIRIZAÇÃO DE RH LIBERA AS EQUIPES DE TI Nove em cada 10 CIOs se preocupam em reter os melhores

Leia mais

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Obtenha soluções em nuvem comprovadas para as suas prioridades mais urgentes Destaques da solução Saiba sobre os benefícios mais comuns de implementações

Leia mais

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process)

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Diferentes projetos têm diferentes necessidades de processos. Fatores típicos ditam as necessidades de um processo mais formal ou ágil, como o tamanho da equipe

Leia mais

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga 5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga Como os tempos mudaram e por quê está na hora de Evoluir a TI A WAN sempre teve como objetivo conectar usuários à aplicativos

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Acelere a sua jornada à nuvem

Acelere a sua jornada à nuvem Boletim técnico Acelere a sua jornada à nuvem Arquitetura de nuvem convergente da HP Índice Uma nova computação para a empresa... 2 Evolua a sua estratégia de TI para incluir serviços da nuvem... 2 A nova

Leia mais