AS INSTÂNCIAS DE CONSAGRAÇÃO DA HAVAIANAS The Havaianas s instances of consecration

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AS INSTÂNCIAS DE CONSAGRAÇÃO DA HAVAIANAS The Havaianas s instances of consecration"

Transcrição

1 AS INSTÂNCIAS DE CONSAGRAÇÃO DA HAVAIANAS The Havaianas s instances of consecration Lívia Stroschoen Pinent (Mestranda PPGAS / UFRGS) Orientador: Arlei Sander Damo (PPGAS / UFRGS) Resumo: A partir de uma pesquisa documental e de uma etnografia (esta última ainda em construção), o trabalho analisa a trajetória da marca de calçados Havaianas. Entre os anos 80 e 90, o consumidor ressignifica a marca, estabelecendo-a em outras instâncias de consagração. A Havaianas aproveita desta certificação para alterar sua trajetória, estabelecendo-se como um dos principais influenciadores da identidade brasileira no mundo. Palavras-chave: Antropologia. Havaianas.Cultura material. Abstract: From documentary research and ethnography (still under construction), this work analyzes the history of footwear brand Havaianas. Between the 80 s and 90 s, the consumer resignifies the brand, establishing it in other instances of consecration. Havaianas takes advantage of this certification to change its trajectory, establishing as key influencers of the brazilian identity in the world. Keywords: Anthropology. Havaianas. Material culture. Introdução Um dos poucos itens de consumo horizontalizado no mundo, a brasileira Havaianas é popular e ao mesmo tempo um produto de alto prestígio. Em seus 50 anos, completados no ano de 2012, a marca passou de simples chinelos de borracha a uma nova categoria de calçado. Entre os usuários, o objeto de borracha e tiras nos dedos era conhecido como chinelo, apesar dos esforços da empresa proprietária da marca, a Alpargatas 1, em chamar de sandália, termo presente em sua comunicação desde Mas há muito que a Havaianas não é mais um nem outro. Como dizia um comercial de 2009, é Havaianas, Vó. Ela alterna do uso doméstico aos eventos sociais, territórios respectivamente dos chinelos e das sandálias. A intenção da empresa em criar uma distinção intitulando o produto como sandália 1 Dona também das marcas esportivas Topper, Mizuno, Rainha e Timberland, além dos calçados profissionais Sete Léguas. Dados informados em matéria do Jornal Meio&Mensagem. Disponível em: < Havaianas.html#ixzz2GCEf2mcy>. Acesso em: 26 dez

2 teve resultado e ainda criou um novo espaço entre os dois conceitos. Hoje ela é simplesmente a Havaianas. Nesta trajetória, o produto passou por diferentes posições sociais. A partir de seu lançamento focado na classe média brasileira 2, enfrentou uma crise de identificação nos anos 80, época em que usar Havaianas era atestado de pobreza 3. Uma queda nas vendas fez com que a Alpargatas fosse às ruas pesquisar os hábitos do consumidor, identificando uma oportunidade de retomada do crescimento. É o momento da grande virada 4, motivada pela ressignificação e uso alternativo por parte dos compradores. Com isto, a Havaianas não só retoma como amplia seu espaço no mercado calçadista brasileiro, conquistando públicos até então impensáveis para a marca: as elites. Em 2002 ela vai chegar às passarelas da moda francesa em um desfile do estilista Jean Paul Gaultier 5, alcançando mais um estágio dentro das instâncias de consagração que efetuaram recorrentes mudanças em sua posição social. Mais recentemente, na Semana da Moda Masculina de Paris Verão 2014, realizada em junho de 2013, a Havaianas mostrou que se mantém de forma efetiva no sistema que dita a alta moda. Em uma versão de luxo, com tiras em pele de crocodilo, ela surge calçando o pés de modelos da maison Valentino 6. A chegada e permanência no circuito da alta moda francesa certifica e consagra entre as elites e os circuitos culturais dominantes um produto que no Brasil tem seu consumo horizontalizado e até pouco tempo antes era quase que exclusivamente de uso da classe proletária. Uma nova categoria de calçados, popular no seu país de origem e símbolo de brasilidade em todo o mundo. A Havaianas alterou sua trajetória ao completar 30 anos de existência, mas sem se desligar de suas raízes nas camadas populares nacionais. Sua 2 Informação obtida a partir de registro histórico em um material especial de 40 anos da Havaianas, publicados no Jornal da Memória (Memória da Propaganda, 2004) 3 Informação verbal transmitida em entrevista do consultor de comunicação e mídia da Alpargatas, Rui Porto. Disponível em: <http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2012/06/11/havaianas-50-anos-nocoracao-do-brasileiro0.html>. Acesso em: 18 nov A Grande Virada foi o nome dado pela própria marca Havaianas para o momento em que o consumidor passa a utilizar a sandália com a sola invertida, criando o que seria depois o modelo de Havaianas Top, todo em uma única cor. Esta virada é ilustrada em um vídeo publicado no canal oficial da marca no site YouTube, em No filme de animação, é mostrada uma fábrica mágica de Havaianas, em que os produtos são feitos em nuvens brancas e azuis, que chovem e então entregam as sandálias. Em um dado momento, uma destas sandálias, antes de chegar à nuvem que lhe daria a coloração azul na parte inferior do solado, sai da máquina com a sola virada. E ao entrar na outra nuvem, esta se estraga e começa a produzir sandálias de todas as cores, que passam a chover, dando cor ao mundo. Depois entra a locução explicando a verdadeira história da marca, desde 1962, contando a virada criada pelo consumidor que inspirou a criação das sandálias monocromáticas. Disponível em < Acesso em: 28 jun Retirado dos Anais do 8o Congresso Brasileiro de Marketing, palestra do consultor de comunicação e mídia da Alpargatas, Rui Porto. Disponível em: <http://abmn.com.br/eventos/anais.asp?palestrantecodigo=210> Acesso em 20.Abr Fonte: Revista Vogue Brasil. Disponível em: <http://vogue.globo.com/moda/moda-news/noticia/2013/11/spikesbrasileira-havaianas-lanca-colecao-em-parceria-com-valentino.html>. Acesso em 22 nov

3 biografia (KOPYTOFF, 2010) faz parte da memória brasileira, tanto da imagem interna como externa, e usa de elementos típicos para propagar uma identidade própria do Brasil. Identidade que enquanto conceito, de acordo com Le Goff, tem na memória um de seus elementos essenciais (1994). A Havaianas habita tanto a memória individual do brasileiro, com fortes laços afetivos nestes mais de 50 anos de história, como constitui a memória coletiva (HALBWACHS, 1990), sustentada em lembranças do uso e nas memórias criadas pela publicidade e pela imprensa. É a partir deste último ponto, das memórias criadas pela propaganda, que se desenvolve a presente análise 7. O conjunto de comerciais da Havaianas, impressos e/ou eletrônicos, desde 1962, é a base desta retomada histórica da marca. Esta parte de sua trajetória, traçada pela publicidade, não é só um registro da memória da própria Alpargatas, mas da memória brasileira dos últimos 50 anos e de como a identidade brasileira foi transmitida para o resto do mundo. O que faz a havaianas, Havaianas? Utilizaremos a nomenclatura Havaianas, iniciando com maiúscula, não apenas por se tratar de um substantivo próprio e com nome registrado. Faz-se aqui também uma referência ao antropólogo Roberto DaMatta e seu O que faz o brasil, Brasil?: O brasil com o b minúsculo é apenas um objeto sem vida, autoconsciência ou pulsação interior, pedaço de coisa que morre e não tem a menor condição de se reproduzir como sistema. (...) Mas o Brasil com B maiúsculo é algo muito mais complexo. É país, cultura, local geográfico, fronteira e território reconhecidos internacionalmente (DAMATTA, 1984). Sem a pretensão de comparar o país Brasil com a marca Havaianas, a relação entre as duas nomenclaturas é útil para elucidar a importância de sua trajetória e suas características. A havaianas, em uma leitura funcional e utilitária, seria apenas um objeto sem vida, de uso doméstico e incapaz de se reproduzir como sistema. Um chinelo de dedos utilizado desde a década de 60 por grande parte dos brasileiros por sua comodidade e durabilidade. Mas a Havaianas faz parte de um esquema mais complexo, que envolve estilos de vida e consumo de bens de alto prestígio. Sua internacionalização e crescimento no mercado interno passam por instâncias de consagração e culminam em resultados que nenhuma outra marca brasileira atingiu e que poucos produtos em todo o mundo alcançaram. 7 O presente artigo é parte de um projeto de pesquisa para minha dissertação de mestrado no Programa de Pós- Graduação em Antropologia Social da UFRGS, a ser concluída em Janeiro de

4 Ela é efetivamente um produto de consumo horizontalizado no Brasil, isto é, está presente das classes populares às elites, entre mulheres e homens, sem distinção de idade e raça. De cada 100 brasileiros, 94 possuem ou já possuíram uma Havaianas 8. Só em 2011, 210 milhões de pares saíram da unidade fabril de Campina Grande 9, sendo que 15% se destinam ao mercado internacional. 10 Em 2012, a Havaianas contava com 150 mil pontos de venda no Brasil 11 e 12 mil em 85 países, sendo seis lojas próprias em Londres, Paris, Nova York, Roma, Barcelona e Valência 12. Depois de mais de duas décadas de reconhecimento do público e altas vendas de Havaianas ( ), o produto enfrentou um período de estagnação, motivado, principalmente, pela alta durabilidade e sua identificação com a base da pirâmide social brasileira. Um bem economicamente acessível e que poderia durar anos sem alterar suas características funcionais, não haveria motivo para o consumidor substituí-lo. A questão prática encontra a social, e as consequências são econômicas. As vendas de Havaianas caíram de 88 milhões de pares anuais para 65 milhões em Para a mente do consumidor, a Havaianas era um símbolo do consumo das classes de renda baixa. Era preciso ela mesma se reinventar. Na década seguinte, a Havaianas se reposiciona e ganha novos modelos de sandálias, novas cores, novos formatos e recria sua comunicação. Deixa-se de usar os atributos de produto as legítimas, não deformam, não soltam as tiras e não têm cheiro para explorar o consumidor e como ele usa suas Havaianas. Este momento é chamado de a grande virada, em uma referência ao uso alternativo que a população fazia do produto no final da década de 80, e a inspiração para o lançamento da Havaianas Top, modelo de uma única cor, diferente das tradicionais bicolores que já haviam saturado os consumidores. A grande virada foi a inversão dos solados, prática comum entre os jovens brasileiros nos anos 80, o que fazia com que os chinelos ficassem todo de uma única cor, com a parte branca em contato com o chão. A publicidade da 8 Fonte: Site Institucional Havaianas. Disponível em: <http://br.havaianas.com/pt-br/about-havaianas/history> Acesso em: 20. Abr Fonte: Jornal Meio&Mensagem. Disponível em: <http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2012/06/14/a-patria-de- Havaianas.html#ixzz2GCECcMQE>. Acesso em: 26 dez Dados informados por gestores da Havaianas em entrevista ao Uol Economia. Disponível em: <http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/07/03/havaianas-completam-50-anos-e-apostam-eminovacao-para-crescer-mais-veja-fatos-marcantes-da-empresa.jhtm>. Acesso em: 26 dez Dados informados pela comunicação oficial do Grupo Camargo Côrrea. Disponível em: <http://noticias.camargocorrea.com.br/br/item/218-havaianas-e-destaque-em-evento-de-moda-nos-eua>. Acesso em: 26 dez Fonte: Jornal Meio&Mensagem. Disponível em: < Havaianas.html#ixzz2GCECcMQE>. Acesso em: 26 dez Números divulgados pela marca e que fazem parte da reportagem da HSM Management (2005). 75

5 Havaianas assume o estilo de vida como fator de convencimento, transmitindo ao consumidor, por meio de testemunhos de figuras públicas e artistas populares em todo o Brasil, um bemestar relacionado ao momento de vestir o calçado. A partir de então, a Havaianas começa sua expansão para o mercado internacional e sua ascensão social toma forma. Vai crescendo nas instâncias de consagração, com os depoimentos de celebridades em seus comerciais, como ícone nos anúncios em revistas elitizadas, na exposições do produto em localizações consagradas. Em 2002, esteve presente em uma feira sobre a América Latina nas Galeries Lafayette, em Paris. De 25 de fevereiro a 23 de março daquele ano, as sandálias brasileiras de borracha estiveram expostas em um dos maiores centros de compras de luxo do mundo, lançando a Havaianas para os mercados italiano, inglês, alemão, grego, japonês e americano como ícone fashion e o próximo objeto da vez 14. O sucesso muito em parte é associado à Havaianas como representante de um estilo de vida do brasileiro, atributo que a moda nacional já vende no campo da moda europeu há mais tempo, conforme é investigado por Débora Krischke Leitão em Nós, os outros: Construção do Exótico e Consumo de Moda Brasileira na França. Intrínseco ao nome Havaianas há um conjunto de significados que transcendem suas características funcionais, e que são reconhecidos pelo consumidor. O que pode ser comprovado com o fato que na década de 90, o período da grande virada, a sua publicidade se distanciou do termo sandálias e passou a explorar apenas o nome Havaianas, por se tratar de um produto popular e de fácil reconhecimento. Ela passa a ser mais uma categoria na hierarquia dos calçados e ainda uma marca de reconhecimento mundial. As posições da Havaianas dentro do espaço social mundial Desde a chamada a grande virada, a Havaianas alcançou novas posições no espaço social. O que começou na transitoriedade entre classes sociais consumidoras no Brasil, hoje alcança o mercado internacional de bens de alto prestígio e de luxo, dentro do campo da moda, um espaço em que os dominantes são aqueles que detêm em maior grau o poder de constituir objetos raros pelo procedimento da griffe ; aqueles cuja griffe tem o maior preço (BOURDIEU, 1983). Uma mesma mercadoria que é produto de diferentes sistemas de retradução simbólica. Ela transita entre o gosto modesto e o gosto de luxo tanto por sua 14 Dados retirados de reportagem do jornal Folha de São Paulo, em 12 de abril de 2007, reproduzida por Magda dos Santos Ribeiro em seu trabalho Das coisas e suas invenções: antropologia no mundo das marcas (2010, p.98). 76

6 trajetória histórica como pela variedade de modelos e preços encontrados após a década de 90. Nacionalmente, o produto varia de 7,90 a 280 reais, sendo o mais barato o tradicional modelo bicolor e o mais caro uma versão com tiras bordadas em cristais Swarovski 15. Na Europa, seu preço parte dos 23 euros 16. É uma mercadoria com características de sujeito, e como sujeito esta submetida a um habitus, respondendo a este sistema de disposições duráveis e transponíveis que exprime, sob a forma de preferências sistemáticas, as necessidades objetivas das quais ele é produto (BOURDIEU, 1983). É este habitus do qual ela faz parte que atua como a transcrição durável entre as tendências e posições sociais, dos mais populares aos elitizados meios de se realizar o consumo. Ela transita ascendentemente e horizontalmente neste sentido, em que ela mesma varia de gosto e de posição, e que permite o mesmo ao consumidor. O que faz a havaianas Havaianas, é este princípio unificador e gerador de todas as práticas (BOURDIEU, 1983), uma expressão sistemática das condições de existência como produto popular no Brasil, de alto prestígio internacional e de luxo dentro do campo da moda. Ela vai galgando tais degraus na escala de ascensão da mesma forma que a questão do gosto se define (BOURDIEU, 1983). Desde o lançamento da Havaianas Top, em 1994, a marca busca pela diferenciação e distinção a cada novo modelo lançado. Em 1998 lança a Havaianas Brasil, com uma pequena bandeira do Brasil ao lado do logotipo da marca nas tiras da sandália e duas faixas com as cores da bandeira na lateral do solado. O produto é considerado pelos dirigentes da Alpargatas como o responsável pelo começo da trajetória internacional da Havaianas. No mesmo ano, percebe-se um recorte por gênero no lançamento de novos modelos. Depois de mais de quatro décadas criando sandálias unissex, é lançada a Havaianas Fashion, com o solado mais alto apenas na parte de trás, conferindo um leve salto ao modelo. Para os homens, outro modelo de Havaianas foi lançado, a Surf, com um ondulado na sola que preenchia melhor a curva inferior dos pés. Em 2007 a marca lança o modelo Havaianas Slim, ainda hoje um dos maiores sucessos em vendas no Brasil e no exterior 17. Com as tiras cinco milímetros mais finas e um recorte do solado mas estreito e com mais curvas, o modelo foi pensado para os pés femininos. 15 Fontes: Jornal Meio&Mensagem. Disponível em: <http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2012/06/14/a-patria-de- Havaianas.html#ixzz2GCECcMQE>. Acesso em: 26 dez E preço verificado em pesquisa de campo, realizada em fevereiro de Preço consultado em julho de Disponível em: < Acesso em: 27 dez

7 Parte do projeto de expansão da marca para o mercado internacional está baseada na customização das sandálias, pensando novamente na diferenciação do produto à venda no mercado local e no mundial, gerando distinção. Em Nova Iorque, a loja de departamentos Bloomingdale s, uma das maiores e mais luxuosas do segmento, recebeu uma ação de personalização exclusiva da Havaianas. Tratava-se de um painel interativo na vitrine da loja, em que o cliente poderia criar seu próprio chinelo na tela touchscreen ali disponível. Eram 15 tons diferentes, aplicados às solas e às tiras, e 35 pingentes para decorar a sandália. Escolhido o modelo e os demais itens personalizáveis, o cliente recebia em seu celular um código para retirar seu par dentro da loja. A ação era parte da campanha de verão das sandálias no mercado americano e ficou cerca de 10 dias nas vitrines do local. 18 Um dos mais recentes passos da marca dentro deste esquema de distinção está em sua entrada efetiva no campo da moda de Alta Costura. Na última Semana de Moda Masculina de Paris, Primavera 2014, a Valentino desfilou um modelo exclusivo de Havaianas em sua passarela. Feito com o tradicional solado de borracha, mas com tiras em pele de crocodilo, o modelo esteve presente em algumas das produções desfiladas, que mostravam uma moda para homens mais despojados, com mais cores e estampas e o surpreendente uso de sandálias Havaianas com ternos bem cortados. No produto, que pode ser encontrado nas cores verde ou azul, as marcas Havaianas e Valentino aparecem no solado da sandália juntas. O logotipo da Havaianas perde um pouco o formato tradicional em que é aplicado aos demais produtos, já que ele deixa de estar sozinho ao centro da elipse que fica ao redor do nome Havaianas, e neste modelo divide espaço com o nome Valentino. A sandália passa a ser vendida nas lojas Valentino e Havaianas, inclusive no Brasil, a partir de Esta não foi a primeira parceria da Havaianas com marcas de moda e o mercado de luxo. Dentro do campo da moda, a marca brasileira já havia estado em um desfile de Jean Paul Gaultier, em 2002, na mesma Semana da Moda em Paris. As Havaianas também já tiveram suas tiras customizadas por griffes como Armani e Gucci, e firmado contrato com outra italiana, a Missoni, para a produção de sandálias estampadas com os tradicionais padrões da maison. Há alguns anos também fez também uma parceria com o estilista britânico Matthew Williamson e com a brasileira radicada em Londres, Daniella Helayel, da Issa 20, entre outros nomes. 18 Fonte: Vogue Brasil. Disponível em: <http://vogue.globo.com/moda/news/havaianas-leva-colorido-abloomingdales-com-painel-interativo> Acesso em: 28 out Fonte: Vogue Brasil. Disponível em: < > Acesso em: 26 jun Fonte: Brazilian Fashion Blog: < Acesso em 28 de julho de

8 As instâncias de consagração Com o consumo internacional, a Havaianas passa a fazer parte de novos grupos sociais, até o ponto em que chegamos na sua entrada efetiva no campo da moda, com os desfiles parisienses. Instâncias, ou circuitos, estes que, de acordo com Bourdieu, são as que efetivamente agem de forma a criar o valor do produto: O que faz o valor, o que faz a magia da griffe, é o conluio de todos os agentes do sistema de produção de bens sagrados. Conluio perfeitamente inconsciente, é claro. Os circuitos de consagração são mais potentes quando são mais longos, mais complexos e mais ocultos aos próprios olhos de quem deles participa e se beneficia. (BOURDIEU, 1983). A passagem da Havaianas das ruas à passarela é efetivamente uma etapa do circuito de consagração desta marca dentro do campo da moda. Mas ela ainda vai atuar como uma espécie de diploma, um reconhecimento formal ganho pela Havaianas que agora pertence à esta posição social. Um comportamento semelhante ao que Bourdieu observa nas classes trabalhadoras francesas e seus diferentes estilos de vida, a partir de quem tem, ou não, diploma acadêmico. É manifesta a relação entre a ânsia de conformidade cultural que determina uma busca ansiosa de autoridades e de modelos de conduta e que leva à escolha de produtos seguros e certificados. (BOURDIEU, 1983) Ou seja, a certificação dada por Valentino, aquele logotipo da maison francesa acima do logotipo da marca brasileira no solado do produto, permite ao alta moda consumir e prestigiar a Havaianas fora dos circuito onde ela era encontrada mais usualmente, que seriam os períodos de férias, as viagens ao Brasil, os ambientes domésticos, nos pés dos turistas, entre outras situações consideradas periféricas e não dentro do campo da moda. A ascensão da Havaianas no circuito da alta moda também pode ser associada à uma inserção dentro dos manuais modernos da etiqueta. Ela, a Havaianas, passa a ser apta a circular por locais que até então não era vista. Tanto circulando física, como simbolicamente. O uso da Havaianas em ambiente urbano já era percebido na Europa nas últimas duas décadas, mas foi o logo de Valentino no chinelo que colocou o produto em outro patamar de consumo. E porque não dizer, de elegância. Ela passa agora a fazer parte do manual. O uso da Havaianas como forma de distinção dá-se, em parte, pela absorção desta peça do vestuário dentro das regras de etiqueta. O que pode ser ilustrado por dois comerciais 79

9 de televisão transcritos a seguir. O primeiro é protagonizado pelo ator Rodrigo Santoro, no ano de 2002: Cenário: Restaurante formal, com seus frequentadores de trajes urbanos de verão. Duas mulheres estão sentadas comendo, quando uma olha para porta e comenta com a amiga. Mulher 01: Gente, o Rodrigo Santoro tá aí. Santoro, se dirigindo ao maitre: Boa tarde amigo, mesa para uma pessoa, por favor? Maitre: Lamento senhor, o senhor não vai poder entrar. O senhor está de sandália. Santoro: Ô rapaz... (e a câmera mostra o modelo de Havaianas azuis calçado nos pés do ator). Mulher 02: Mas isso é um absurdo! Mulher 01: Ô meu senhor, isso não é uma sandália. Isso é Havaianas, tá? Mulher 03: Moço, todo mundo usa. Mulher 04: E o direito de ir e vir? E a constituição? Mulher 05: Olha aqui, se ele sair eu também saio. Mulher 01: Isso mesmo. Rodrigo, vamos lá para o meu apartamento. Mulher 03: Imagina, para o meu. Faço questão. Vamos lá pra casa e a gente resolve isso em um minuto. Santoro: Pô gente, obrigada pela força mesmo. Tá vendo, só queria comer uma coisinha. Mulheres em coro: aaaaah Rodrigo! Locutor: Não se deixe enganar, tem que ser Havaianas. Na tela, diversos modelos novos de Havaianas acompanhados do logotipo da marca e do endereço do site, recém lançado, É a primeira manifestação da marca em mídia televisiva sobre o uso da Havaianas em qualquer ambiente. Não é uma sandália, é Havaianas, diz a atriz. Em uma leitura a partir dos manuais de etiqueta, pode-se interpretar que as sandálias de borracha não estão aptas a entrar no restaurante, mas a Havaianas enquanto uma nova categoria de calçado estaria habilitada. Ela não é mais um chinelo nem uma sandália, passa a ser apenas Havaianas, discurso que é incorporado na comunicação da marca. A partir de então, o termo sandália não acompanha mais a publicidade da Havaianas. Em outro comercial para a televisão, de 2009, a situação das sandálias em restaurantes volta a ser usada. O protagonista desta vez é o ator Cauã Reymond. Vó: Não acredito que você veio para o restaurante de chinelo. Neta: Deixa de ser atrasada, né Vó. Isso não é chinelo, é Havaianas. Havaianas Fit, dá pra usar em qualquer lugar. Vó: Que é bonitinha, é. Reymond, acompanhado da recepcionista do restaurante, entra no recinto: Boa tarde, tudo bem? Neta: Olha lá, vó! Vó: É aquele menino da televisão. Você tinha que arrumar um rapaz assim pra você. Neta: Mas deve ser muito chato casar com famoso, né? Vó: Mas quem falou em casamento? Tô falando em sexo. 80

10 Neta: Vó! Vó: E depois eu que sou atrasada? Troca a tela para um fundo colorido com os modelos de Havaianas Fit (com alça no tornozelo) se alternando, o logotipo Havaianas acrescido da palavra Fit e o site da marca: A avó da propaganda retoma a discussão do uso da Havaianas ser adequado, ou não, no restaurante. E mais uma vez a expressão com a qual se designa o produto é questionada. Não é um chinelo, é Havaianas. Esta noção de aparente abandono das regras de etiqueta formais é reforçada em uma fala de Bourdieu, em Alta Costura e Alta Cultura: Courrèges tem um gosto "espontâneo", isto é, produzido em certas condições sociais, o que faz com que lhe baste seguir seu próprio gosto para responder ao gosto de uma nova burguesia que abandona uma certa etiqueta, que abandona a moda de Balmain, descrita como moda para mulheres velhas (BOURDIEU, 1983). O Courrèges a quem ele se refere é o estilista André Courrèges, representante da rive gauche, a vanguarda que surgia em contraposição à alta costura estabelecida no campo da moda francesa nas décadas de 60 e 70, a qual ele caracterizou como rive doitre. A esquerda e a direita da moda referia-se não apenas ao contexto político (direita conservadora e esquerda revolucionária) mas a localização geográfica das maisons em Paris. As grifes dominantes neste cenário, Dior, Balmain e etc, possuíam lojas na margem direita do Sena, rive doitre, enquanto a nova moda local se estabelecia na margem esquerda, rive gauche, região boêmia e intelectual. Transpondo para o universo da Havaianas, ela chegou em Paris nos pés de jovens interessados pela cultura brasileira, viajantes, curiosos de culturas exóticas, e estilistas de vanguarda como Jean Paul Gaultier. Todos representantes da rive gauche. Mas consolidou-se no espaço da moda nos pés de Valentino, um autêntico rive doitre. Considerações finais Como uma mercadoria que custa a partir de 7,90 reais chegou às passarelas da alta moda francesa? Essa pergunta permeia todas as etapas deste estudo e não encontra apenas uma resposta. A biografia da Havaianas nos mostra todos os estágios pelos quais ela passou até o momento da consagração e ainda sugere que novas etapas surgirão pela frente, para se manter dentro deste sistema de distinção. Mas alguns pontos abordados sugerem partes da resposta, e ainda fazem com que suscitem novas perguntas. 81

11 Nossas incursões na memória da Havaianas, e na memória do brasileiro, nos mostram que até 1994, a produção da Havaianas era voltada para o mercado local. Era um calçado de uso doméstico, longe de pertencer ao sistema da moda. Ninguém questionava onde e como se deveria usar a Havaianas, e os fatores conforto e durabilidade eram seus maiores atributos, se não os únicos. Mas ao mesmo tempo em que ela estava presa a uma zona de conforto, estagnada aos mesmos usos, ela era representante de um forte esquema que traduz até hoje a brasilidade, constituindo uma memória social a cerca do Brasil. É vestir a Havaianas para ir à praia, é a sensação de estar constantemente de férias, é o prazer de chegar em casa depois do trabalho e vestir um par dos calçados de borracha. Tudo isso representa parte da noção que o estrangeiro tem do país, dos momentos de descontração que a marca Brasil evocam. Estas características se mantém com a marca Havaianas, como parte de um DNA do produto, que poderia ser interpretado como o habitus. É intransponível, imutável e durável, a mais legítima e contínua de todas as características que a Havaianas vem por ganhar depois, passando entre gerações e classes. É a partir da compreensão deste habitus que se responde a outras das perguntas realizadas neste trabalho. A Havaianas impõe um estilo de vida aos seus usuários, os estrangeiros buscam viver entras práticas e adquirir tais propriedades a partir do momento que contam com o capital simbólico necessário para entender o que a Havaianas propõe. Os brasileiros voltam a consumir a Havaianas nas décadas de 90 e 2000 pelas mesmas razões. Ela se torna uma griffe, e como tal possui o poder de determinar um novo valor aos objetos que agora correspondem a essa espécie de mana, uma essência mágica que transforma pedaços de borracha em produtos de luxo nas passarelas de Paris. Não existe uma só resposta para a pergunta inicial desta conclusão. Talvez resida aí o segredo do sucesso da Havaianas e as razões pelas quais ela passa, e continua buscando, por diferentes circuitos de consagração. O que é inegável é a sua participação na identidade brasileira em todo o mundo, reconstituindo a memória nacional e fortemente atrelada às memórias pessoais de cada brasileiro. Todos nós temos uma lembrança de infância (HALBWACHS, 1990) que envolve a Havaianas, e juntas estas lembranças individuais constituem um todo social que faz da havaianas a Havaianas, os mesmos compostos que fazem do brasil, o Brasil. Referências 82

12 APPADURAI, A. Introdução: mercadoria e a política de valor. In:. A vida social das coisas: mercadorias sob uma perspectiva cultural. 1. reimpressão. Niterói: EDUFF, BOURDIEU, Pierre. Gosto de classe e estilo de vida. In: ORTIZ, Renato (org.). Bourdieu Sociologia. São Paulo: Ática. Coleção Grandes Cientistas Sociais, vol. 39, Alta Costura e Alta Cultura. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero A produção da crença: contribuição para uma economia dos bens simbólicos. 3. ed. Porto Alegre: Zouk, DAMATTA, Roberto. O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, HALBWACHS, Maurice. Memória coletiva e memória histórica. In:. Memória Coletiva. São Paulo: Vértice, Editora dos Tribunais, KOPYTOFF, I. A biografia cultural das coisas: a mercantilização como processo. In: APPADURAI, A. A vida social das coisas: mercadorias sob uma perspectiva cultural. 1. reimpressão. Niterói: EDUFF, LE GOFF, Jacques. Memória. In:. História e Memória. Campinas: Editora da UNICAMP, LEITÃO, D. K. Nós, os outros: construção do exótico e consumo de moda brasileira na França. Horizontes Antropológicos. Porto Alegre: v. 13, n. 28, dez Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s &lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 13 nov Periódicos: BRAZILIAN FASHION BLOG. Disponível em: <http://brazilianfashionblog.com/?p=3653> Acesso em 28 de julho de HSM MANAGEMENT. Havaianas: com o mundo a seus pés. REVISTA HSM MANAGEMENT. Barueri: ed 48, jan-fev, ISSN Disponível em: <http://www.fearp.usp.br/fava/pdf/pdf214.pdf>. Acesso em: 13 out JORNAL DA MEMÓRIA. Sandálias Havaianas: O Mito. ASSOCIAÇÃO NACIONAL MEMÓRIA DA PROPAGANDA. Porto Alegre: ano 4, nov-dez KIRIHATA, J. Havaianas completam 50 anos: relembre a história das sandálias. UOL ECONOMIA. São Paulo: Uol, 03 jul Disponível em: <http://economia.uol.com.br/ultimasnoticias/redacao/2012/07/03/havaianas-completam-50-anos-e-apostam-em-inovacao-paracrescer-mais-veja-fatos-marcantes-da-empresa.jhtm> Acesso em: 03 out

13 LANGSDORFF, J. Alpargatas calça a pátria com Havaianas. MEIO&MENSAGEM. São Paulo: Meio&Mensagem, Disponível em:<http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2012/06/14/a-patria-de- Havaianas.html#ixzz2GCEf2mcy> Acesso em: 26 dez Havaianas, 50 anos no coração do brasileiro. MEIO&MENSAGEM. São Paulo: Meio&Mensagem, 2012.Disponível em: <http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2012/06/11/havaianas-50- anos-no-coracao-do-brasileiro0.html>. Acesso em: 18 nov SCHOMER, S. How to build a global fashion business. FAST COMPANY. Disponível em: < Acesso em: 27 dez VOGUE ONLINE. Havaianas leva colorido a Bloomingdale's com painel interativo. VOGUE BRASIL. Disponível em: <http://vogue.globo.com/moda/news/havaianas-leva-colorido-abloomingdales-com-painel-interativo> Acesso em: 28 out Valentino desfila sandálias criadas em parceria com Havaianas. VOGUE BRASIL. Disponível em: < > Acesso em: 26 jun Outros meios eletrônicos: ALPARGATAS S.A.. Site Institucional. Disponível em: <http://www.alpargatas.com.br/#/conheca-empresa>. Acesso em 26 dez CAMARGO CÔRREA. Site Institucional. Disponível em: <http://noticias.camargocorrea.com.br/br/item/218-havaianas-e-destaque-em-evento-de-modanos-eua>. Acesso em: 26 dez CLUBE DA CRIAÇÃO DE SÃO PAULO. Site Institucional. Disponível em: <http://ccsp.com.br> Acesso em: 20 out HAVAIANAS. Site Institucional. Disponível em: <http://br.havaianas.br/pt-br/abouthavaianas/history>. Acesso em: 03 out HAVAIANAS. Canal oficial no site YouTube. Disponível em <http://youtu.be/vmfbeqhd2pk>. Acesso em: 28 jun

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14 Conference Call Resultados do 2T14 e 1S14 11/8/2014 Resumo do trimestre Operações nacionais Sandálias 1. Estreia de Havaianas no vestuário em maio contribuiu para o bom desempenho do varejo exclusivo.

Leia mais

Como a Alpargatas transformou as sandálias Havaianas numa das raras marcas brasileiras conhecidas e valorizadas no exterior

Como a Alpargatas transformou as sandálias Havaianas numa das raras marcas brasileiras conhecidas e valorizadas no exterior Como a Alpargatas transformou as sandálias Havaianas numa das raras marcas brasileiras conhecidas e valorizadas no exterior Elas estão nas prateleiras de lojas de departamentos chiques como Saks Fifth

Leia mais

Pé de Chinelo. Autora: Cristiane Correa Fonte: Revista Exame

Pé de Chinelo. Autora: Cristiane Correa Fonte: Revista Exame Case Havaianas Elas estão nas prateleiras de lojas de departamentos chiques como Saks Fifth Avenue e Bergdorf Goodman, em Nova York, e Galleries Lafayette, em Paris. Ocupam espaço em vitrines da badalada

Leia mais

Upgrade de marca: os cases Havaianas e Colcci

Upgrade de marca: os cases Havaianas e Colcci Upgrade de marca: os cases Havaianas e Colcci Guinadas no posicionamento de marcas costumam ser tarefas difíceis, pois sempre envolvem, em algum nível, a negação do posicionamento anterior. Reposicionar

Leia mais

Projeto CAPAZ Banana Republic Conceito de Luxo

Projeto CAPAZ Banana Republic Conceito de Luxo 1 Introdução Ao assistir à aula você conheceu um pouco mais sobre a história da marca Banana Republic e compreendeu também o conceito de luxo a que esta marca está relacionada. A idéia é fazer com que

Leia mais

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido 1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido No estudo da Comunicação, a publicidade deve figurar como um dos campos de maior interesse para pesquisadores e críticos das Ciências Sociais e Humanas.

Leia mais

Grupo S2. Missão. Valores. A S2 é uma holding que controla empresas de gestão de

Grupo S2. Missão. Valores. A S2 é uma holding que controla empresas de gestão de Grupo S2 A S2 é uma holding que controla empresas de gestão de marcas brasileiras do segmento de vestuário, calçados e acessórios. Seu portifólio é composto de marcas consolidadas há décadas como Cantão,

Leia mais

A SUBSTITUIÇÃO HIPERONÍMICA: O PAPEL ARTICULADOR NA CONTINUIDADE DO TEXTO

A SUBSTITUIÇÃO HIPERONÍMICA: O PAPEL ARTICULADOR NA CONTINUIDADE DO TEXTO A SUBSTITUIÇÃO HIPERONÍMICA: O PAPEL ARTICULADOR NA CONTINUIDADE DO TEXTO Amanda Luiza Vizoto de Oliveira Jhonatas Garagnani de Souza Juliano Cesar Teixeira Paula Fernanda Leite de Carvalho Robson Aparecido

Leia mais

TENDÊNCIAS VERÃO 2015

TENDÊNCIAS VERÃO 2015 TENDÊNCIAS VERÃO 2015 Interpretação das Semanas de Moda Internacionais para o Consumidor Brasileiro Por Cristina Marinho www.nmarinho.com.br CRISTINA MARINHO É uma profissional de marketing, atendimento

Leia mais

Mídia Kit. Anuncie na revista que é referência de informação e entretenimento em toda a Baixada Santista.

Mídia Kit. Anuncie na revista que é referência de informação e entretenimento em toda a Baixada Santista. Mídia Kit Anuncie na revista que é referência de informação e entretenimento em toda a Baixada Santista. Baixada Santista: boa para visitar, melhor ainda para viver. A qualidade de vida nas nove cidades

Leia mais

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes

Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes Posicionamento Global da marca FSC e Ferramentas de Marketing - Perguntas e Respostas Frequentes 1. Perguntas e Respostas para Todos os Públicos: 1.1. O que é posicionamento de marca e por que está sendo

Leia mais

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha Diversos fatores influenciam na percepção de valor para o cliente ou mercado, dependendo do tipo de produto. Para alguns produtos a confiabilidade

Leia mais

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Departamento de Comunicação Social CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Aluno: Juliana Cintra Orientador: Everardo Rocha Introdução A publicidade

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO PRÁTICO. 4. Aspectos Mercadológicos. 4.1 Pesquisa de Mercado. 4.1.1 Indicadores econômicos

DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO PRÁTICO. 4. Aspectos Mercadológicos. 4.1 Pesquisa de Mercado. 4.1.1 Indicadores econômicos 124 III. DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO PRÁTICO 4. Aspectos Mercadológicos 4.1 Pesquisa de Mercado 4.1.1 Indicadores econômicos Através de um breve estudo sobre os indicadores econômicos referentes ao mercado

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

Objetivos Trabalho desenvolvido para disciplina de Ateliê de Ambientes Comerciais, que tem como objetivo principal objetivo abordar produção

Objetivos Trabalho desenvolvido para disciplina de Ateliê de Ambientes Comerciais, que tem como objetivo principal objetivo abordar produção Objetivos Trabalho desenvolvido para a disciplina de Ateliê de Ambientes Comerciais, que tem como objetivo principal objetivo abordar na produção de lojas comerciais (shopping), os aspectos relativos a

Leia mais

Projeto CAPAZ Banana Republic Posicionamento no Mercado

Projeto CAPAZ Banana Republic Posicionamento no Mercado 1 Introdução Ao assistir à aula você compreendeu o posicionamento da Banana Republic no mercado, a visão da marca e o público alvo no mercado internacional e brasileiro. Teve acesso a informações sobre

Leia mais

Conference Call. Resultado do 2T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015

Conference Call. Resultado do 2T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015 Conference Call Resultado do 2T15 Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015 Márcio Utsch CEO Destaques das marcas Resultado consolidado 2 Destaques das marcas Havaianas Lançamento da coleção

Leia mais

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS.

MIZUNO, TOPPER, RAINHA, HAVAIANAS, TIMBERLAND, DUPÉ E SETE LÉGUAS. SOBRE A ALPARGATAS Quem nunca usou um Bamba? Ou uma calça US Top, um tênis Rainha, uma sandália Havaianas, ou jogou com uma bola Topper? A Alpargatas e suas marcas estiveram e estarão sempre presentes

Leia mais

O SIGNIFICADO DA PESQUISA:

O SIGNIFICADO DA PESQUISA: O SIGNIFICADO DA PESQUISA: ESCRITO POR Clive de Freitas PUBLICADO Outubro 2013 como ela molda nossas vidas e cria marcas O RESUMO Como profissionais de marketing, é fácil reduzir a pesquisa para métricas

Leia mais

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013 OBSERV ATÓRIO Em um momento onde as marcas tentam explorar novas possibilidades para atrair a atenção de seus clientes, as plataformas digitais começam a ganhar força e a chamar atenção dos especialistas

Leia mais

Principais Destaques das Marcas

Principais Destaques das Marcas Resultados do 1T13 2 Principais Destaques das Marcas 3 MERCADO INTERNO Uma das marcas mais valiosas do País de acordo com ranking da IstoÉ Dinheiro Prêmio A marca mais amada do Brasil concedido pela revista

Leia mais

OLIVIA PALERMO P OLIVIA P ARA ALERMO P

OLIVIA PALERMO P OLIVIA P ARA ALERMO P MÍDIA KIT OLIVIA PALERMO PARA WWW.LIFESTYLEMAG.COM.BR BAIXE AGORA MESMO A LIFESTYLE MAGAZINE BRASIL EM PORTUGUÊS E INGLÊS EM SEU IPAD ACESSANDO A APPSTORE @lifestylemag 04 BRASIL FASHION TRAVEL WAY OF

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

CONTEXTO DA EMPRESA NO MOMENTO DO PROJETO

CONTEXTO DA EMPRESA NO MOMENTO DO PROJETO CONTEXTO DA EMPRESA NO MOMENTO DO PROJETO A Usthemp surgiu num momento extremamente inspirado pelas inovações, pela agressividade e versatilidade dos negócios e de mudanças culturais importantes que viabilizaram

Leia mais

COMO VENDER MAIS. Ganhamos a vida através do que recebemos. Fazemos uma vida através do que damos. (Winston Churchill)

COMO VENDER MAIS. Ganhamos a vida através do que recebemos. Fazemos uma vida através do que damos. (Winston Churchill) COMO VENDER MAIS Ganhamos a vida através do que recebemos. Fazemos uma vida através do que damos. (Winston Churchill) Julho, 2013 TRAJETÓRIA SENAI Formação técnica em mecânica de usinagem Sacoleiro durante

Leia mais

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 O Rio ao Vivo é a primeira plataforma de transmissão online, em tempo real,com imagens de alta qualidade dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro para o mundo.

Leia mais

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS.

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. 2 plenapropaganda portfólio quem somos 3 SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. A Plena é uma agência que atua sempre focada

Leia mais

MARKETING PARA VENCER RESISTÊNCIAS

MARKETING PARA VENCER RESISTÊNCIAS MARKETING PARA VENCER RESISTÊNCIAS ALPHAVILLE URBANISMO DESTINO: GRAMADO CATEGORIA CONSTRUÇÃO CIVIL/ EMPREENDIMENTOS No começo parecia uma aventura digna dos antigos tropeiros e das levas de imigrantes

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

MÍDIA KIT. A maior e melhor revista de decoração e design

MÍDIA KIT. A maior e melhor revista de decoração e design MÍDIA KIT A maior e melhor revista de decoração e design NÓS PENSAMOS NO DIA A DIA DO NOSSO LEITOR CASA CLAUDIA inspira e ajuda o leitor a tornar sua casa mais bela, confortável e restauradora nos diferentes

Leia mais

A maior pesquisa sobre consumo de calçados femininos já realizada no Brasil

A maior pesquisa sobre consumo de calçados femininos já realizada no Brasil A maior pesquisa sobre consumo de calçados femininos já realizada no Brasil Categoria: Consumo - Moda Segmento: Sapatos femininos Mercado: Brasil Edição 02 www.azimute720.com.br 2011 Quem Somos Uma agência

Leia mais

TRANS. Khira Borba Luana Moscardini Marília Ethur

TRANS. Khira Borba Luana Moscardini Marília Ethur TRANS Khira Borba Luana Moscardini Marília Ethur TRANSUMER: O NOVO CONSUMIDOR A importância agora é a experiência. Surpresas, momentos para relaxar e curtir a vida são desejos de consumo Outro fator que

Leia mais

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O especial caras FASHION 2013 primavera - verão Há tendências que nunca saem de moda; CARAS Fashion é uma delas. Publicado em duas edições anuais (Primavera/Verão e Outono/Inverno), este especial traz em

Leia mais

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados Comunicação e Reputação 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados 1 Introdução Ao contrário do que alguns podem pensar, reputação não é apenas um atributo ou juízo moral aplicado às empresas.

Leia mais

PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello

PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello PINKFISH: UMA LOJA CONCEITO Margarita Demarche Mello Orientação: Prof. Ms. Ricardo Poli Prof. Ms. Sérgio Pio Bernardes Mais do que lojas, as concept stores entraram no mercado inovando as formas de varejo.

Leia mais

Novas perspectivas do varejo e o impacto no setor de vestuário Relatório de Inteligência Analítico - novembro 2012

Novas perspectivas do varejo e o impacto no setor de vestuário Relatório de Inteligência Analítico - novembro 2012 Vestuário Novas perspectivas do varejo e o impacto no setor de vestuário Relatório de Inteligência Analítico - novembro 2012 Resumo Executivo Em um cenário de empresas cada vez mais competitivas, compreender

Leia mais

Empreendimentos Best Western no Rio de Janeiro em boas mãos.

Empreendimentos Best Western no Rio de Janeiro em boas mãos. V I V E R C O M E S T I L O Empreendimentos Best Western no Rio de Janeiro em boas mãos. Juan Sander, diretor de Operações Upscale e Luxo da Hotelaria Brasil. PAG. 2 ALTO LUXO: GRANDES NOMES ASSINAM NOVOS

Leia mais

Arquétipos na publicidade e propaganda

Arquétipos na publicidade e propaganda Arquétipos na publicidade e propaganda Mauricio BARTH 1 Moris Mozart MUSSKOPF 2 Resumo Diversos indicadores comprovam o processo de envelhecimento da população brasileira. Esta tendência, do ponto de vista

Leia mais

Uma Campanha Cinematográfica O caso da campanha promocional do CINE PE 2011 1

Uma Campanha Cinematográfica O caso da campanha promocional do CINE PE 2011 1 Uma Campanha Cinematográfica O caso da campanha promocional do CINE PE 2011 1 Silvana Marpoara 2 Aloísio Beltrão 3 Analice Croccia 4 Faculdade Mauricio de Nassau, Recife, PE RESUMO As campanhas publicitárias

Leia mais

SANDÁLIAS HAVAIANAS ESTRATÉGIAS DE VENDAS E CAMPANHAS PROMOCIONAIS 1

SANDÁLIAS HAVAIANAS ESTRATÉGIAS DE VENDAS E CAMPANHAS PROMOCIONAIS 1 SANDÁLIAS HAVAIANAS ESTRATÉGIAS DE VENDAS E CAMPANHAS PROMOCIONAIS 1 Ramaianne Nascimento SALES 2 Poliana Rodrigues Fagunes RIBEIRO 3 Ricardo da Silva MAGALHÃES 4 Fabiano Vieira de Cristo e SILVA 5 Faculdade

Leia mais

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos:

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos: Princípios de Composição do Vestuário Para trabalhar com roupas mais elaboradas é importante conhecer os princípios de composição do vestuário. Neste nicho de mercado, este tipo de peça é desenvolvido

Leia mais

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo

5.1. As significações do vinho e o aumento de seu consumo 5 Conclusão Para melhor organizar a conclusão desse estudo, esse capítulo foi dividido em quatro partes. A primeira delas aborda as significações do vinho e como elas se relacionam com o aumento de consumo

Leia mais

PROJETO EXEMPLO. Os aparelhos de som compactos da Sonic. Situação do mercado. Situação do produto

PROJETO EXEMPLO. Os aparelhos de som compactos da Sonic. Situação do mercado. Situação do produto PROJETO EXEMPLO Os aparelhos de som compactos da Sonic Jane Melody é a gerente de produto da linha de aparelhos de som compactos da Sonic. Cada sistema consiste em um amplificador/rádio AM-FM, um aparelho

Leia mais

A TEORIA DO PODER SIMBÓLICO NA COMPREENSÃO DAS RELAÇÕES SOCIAIS CONTEMPORÂNEA

A TEORIA DO PODER SIMBÓLICO NA COMPREENSÃO DAS RELAÇÕES SOCIAIS CONTEMPORÂNEA CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X A TEORIA DO PODER SIMBÓLICO NA COMPREENSÃO DAS RELAÇÕES

Leia mais

Entendendo a Nova Ordem Digital. Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital.

Entendendo a Nova Ordem Digital. Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital. 1 2 Entendendo a Nova Ordem Digital Há uma nova Ordem Mundial, a Ordem Digital. Responsável por uma revolução jamais vista, afeta todas as nossas formas de relacionamento, das pessoais às COMERCIAIS. Surge

Leia mais

Palavras-chave: Memória, Patrimônio, Discurso. INTRODUÇÃO

Palavras-chave: Memória, Patrimônio, Discurso. INTRODUÇÃO AQUI TEM HISTÓRIA : LUGARES DE MEMÓRIA Adriely M. de Oliveira (C. Sociais UEL/ Bolsista IC/Fundação Araucária). Orientadora: Ana Cleide Chiarotti Cesário. Palavras-chave: Memória, Patrimônio, Discurso.

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Exclusive Fashion Tours tem o prazer de apresentar um serviço único e inovador:

Exclusive Fashion Tours tem o prazer de apresentar um serviço único e inovador: Exclusive Fashion Tours tem o prazer de apresentar um serviço único e inovador: uma equipe internacional de Personal Shoppers profissionais para uma experiência de compras de qualidade, no coração da mais

Leia mais

Apoio: Em abril de 2013, CASA CLAUDIA chega à Milão com um espaço exclusivo

Apoio: Em abril de 2013, CASA CLAUDIA chega à Milão com um espaço exclusivo Apoio: Em abril de 2013, CASA CLAUDIA chega à Milão com um espaço exclusivo Designers, arquitetos, decoradores, empresários e criativos do mundo todo esperam muito por um acontecimento: a Design Week de

Leia mais

ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA

ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA ANÁLISE CRÍTICA DE UMA PROPAGANDA DA SKY VEICULADA NA REVISTA VEJA Themis Rondão Barbosa 1 IFMS Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar um texto publicitário da SKY publicado na revista Veja (n.

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros Valores Educacionais Aula 4 Respeito pelos Outros Objetivos 1 Apresentar o valor Respeito pelos Outros. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Respeito pelos Outros. Introdução Esta

Leia mais

5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU. e a si mesma!

5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU. e a si mesma! 5 DICAS PARA REINVENTAR O SEU GUARDA-ROUPA e a si mesma! E S T I L O É A SUA ALMA V I S T A P E L O lado de fora. I N T R O D U Ç Ã O Qual é a mulher nesse mundo QUE NUNCA RECLAMOU EM FRENTE AO ESPELHO

Leia mais

A [experiência de] pesquisa e o [mercado para] o pesquisador

A [experiência de] pesquisa e o [mercado para] o pesquisador [Palestra] Graduação em Estudos de Mídia, IACS/UFF Professora: Carla Barros A [experiência de] pesquisa e o [mercado para] o pesquisador [Palestrante] Rodrigo Cotrim de Carvalho Niterói, 12 de maio de

Leia mais

NO TEMPO DA MINHA AVÓ: REFLEXÃO E USO DA HISTÓRIA ORAL EM SALA DE AULA

NO TEMPO DA MINHA AVÓ: REFLEXÃO E USO DA HISTÓRIA ORAL EM SALA DE AULA NO TEMPO DA MINHA AVÓ: REFLEXÃO E USO DA HISTÓRIA ORAL EM SALA DE AULA Juliana de Oliveira Meirelles Camargo Universidade Candido Mendes/ Instituto Prominas e-mail: Ju_meirelles@yahoo.com.br Léa Mattosinho

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado

No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado Gloss No mundo da moda, mãe e filha formam uma dupla invencível na marca Carolina Herrera. A filha, Carolina Adriana Herrera, desvendou-nos o significado de estilo e classe Índice Página 3... Carreira

Leia mais

diferente Um book as preparações para cerimônia, cabelo, maquiagem, acessórios, e

diferente Um book as preparações para cerimônia, cabelo, maquiagem, acessórios, e Um book diferente Aproveite o casamento para tirar fotos com características de arte: nas ruas, praças, avenidas, próximas ao mar e até mesmo em ruínas Ensaio nas ruínas da Lagoinha foto: Leonardo Gali

Leia mais

Como fazer marketing de relacionamento

Como fazer marketing de relacionamento Como fazer marketing de relacionamento O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma

Leia mais

GRUPO DE PESQUISAS DE TENDÊNCIAS COMPORTAMENTAIS NOVO VELHO

GRUPO DE PESQUISAS DE TENDÊNCIAS COMPORTAMENTAIS NOVO VELHO GRUPO DE PESQUISAS DE TENDÊNCIAS COMPORTAMENTAIS NOVO VELHO NOVO VELHO Com a globalização, disseminação da tecnologia e grandes avanços da medicina, a terceira idade lentamente começa a se adaptar a essa

Leia mais

E-Book por Cristina Marinho

E-Book por Cristina Marinho E-Book por Cristina Marinho É uma profissional especialista em Marketing da Moda, Comportamento de Compra e Pesquisa de Mercado. Durante 10 anos esteve à frente do seu próprio instituto de pesquisas credenciado

Leia mais

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas As empresas Sampling Pesquisa de Mercado e Limite Pesquisa de Marketing saíram às ruas em Junho e Julho de 2005 para saber qual o sonho de consumo dos Paulistas.

Leia mais

Revista Lilica & Tigor

Revista Lilica & Tigor filhos família moda Revista Lilica & Tigor Lilica & Tigor é a revista produzida para o Grupo Marisol S.A., uma das maiores indústrias nacionais no segmento de vestuário, que hoje detém como marcas Lilica

Leia mais

carta da editora Taissa Buescu Diretora de redação

carta da editora Taissa Buescu Diretora de redação MÍDIA KIT 2015 carta da editora CASA VOGUE é a revista de maior prestígio do Brasil em decoração, design, arquitetura e lifestyle. Mais do que entreter, Casa Vogue fornece informações de ponta: as últimas

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO GABARITO 3ª ETAPA INGLÊS COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 52 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA Rua Frei Vidal, 1621 São João do Tauape/Fone/Fax: 3272-1295 www.jovinianobarreto.com.br 1º ANO Nº TURNO:

Leia mais

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores**

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** 16 revistas 3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** Fonte: *IV (Out/09 a Set/10) E **Ipsos-Estudos Marplan/EGM- Out/09 a Set/10 Leitores Ambos, 10/+ anos Audiência Líquida das Revistas

Leia mais

Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível. compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar

Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível. compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar O seu modo de vestir diz muito sobre você. Por mais que não exista estilo certo ou errado, é possível compreender melhor os traços da sua personalidade para combinar com o visual mais adequado. Neste guia

Leia mais

O BRASIL É A BOLA DA VEZ!

O BRASIL É A BOLA DA VEZ! O BRASIL É A BOLA DA VEZ! Em outros tempos o próprio brasileiro não confiava no país... Hoje o mundo inteiro enxerga o Brasil com outros olhos. O constante crescimento econômico e eventos como a Copa do

Leia mais

Aos 45 anos, Carlos Ferreirinha é fundador e presidente da

Aos 45 anos, Carlos Ferreirinha é fundador e presidente da Business Batemos um papo com o primeiro gestor de luxo do Brasil e ele abriu o jogo sobre o avanço do mercado em solo nacional, seus projetos e se ainda está em forma para exercer tudo isso. texto LUCAS

Leia mais

A IDENTIDADE DE GÉNERO NO JARDIM DE INFÂNCIA QUE CONSTRUÇÃO SOCIAL?

A IDENTIDADE DE GÉNERO NO JARDIM DE INFÂNCIA QUE CONSTRUÇÃO SOCIAL? A IDENTIDADE DE GÉNERO NO JARDIM DE INFÂNCIA QUE CONSTRUÇÃO SOCIAL? Cândida Penteado CBES Marinhais Alice Mendonça Universidade da Madeira Objectivo do estudo: determinar se os estereótipos de género se

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 4: Captação de recursos (parte 1) André Fonseca Santo André / maio 2009 Captação de recursos Fases anteriores à captação Preparação do projeto

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

O Evento. Enquanto o Congresso e Seminário, com sua rica programação reuniram 168 palestrantes, e contou com a participação de 1.060 congressistas.

O Evento. Enquanto o Congresso e Seminário, com sua rica programação reuniram 168 palestrantes, e contou com a participação de 1.060 congressistas. O Evento O principal evento do setor na América Latina - a ExpoAlumínio - superou todas as expectativas em sua Edição de 2012. Realizado simultaneamente ao V Congresso Internacional do Alumínio e o XI

Leia mais

Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO

Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Piracicaba, 2000 Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Este trabalho se destina a avaliação da disciplina de Teoria da Comunicação Piracicaba,

Leia mais

amor saúde felicidade equilíbrio

amor saúde felicidade equilíbrio amor saúde felicidade equilíbrio Revista Mais A Revista Mais foi criada pela Trip Editora para o Grupo Pão de Açucar e tem como objetivo reforçar o DNA do Mais (programa de relacionamento do Grupo Pão

Leia mais

9/4/2013. Bem-vindo ao portal gnt.com.br

9/4/2013. Bem-vindo ao portal gnt.com.br 9/4/2013 Bem-vindo ao portal gnt.com.br GNT.COM.BR GNT.COM.BR O portal que compõe com o canal GNT sua mais completa solução de mídia para o público feminino, unindo o impacto da TV à relevância da internet.

Leia mais

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com John Heine 2011 Acesse para obter mais informações! 1 Distribua livremente Você tem agora permissão para distribuir livremente este e-book, ou seja, você pode estar vendendo, ou distribuindo livremente,

Leia mais

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo.

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo. O PROGRAMA Claquete, sua revista eletrônica de entretenimento. Claquete: Sua revista eletrônica de entretenimento. Com seu bom humor e curiosidade característicos, Otávio Mesquita apresenta os bastidores

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Marketing etnográfico

Marketing etnográfico MARKETING Marketing etnográfico Aetnografia pode oferecer ao marketing um rico instrumental para o mapeamento do universo simbólico e das práticas de consumo. Sua eficiência será maior se utilizada segundo

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1

O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 O Valor Ideológico na Propaganda de Cerveja 1 Nathália Sene GARIERI/ Licenciada em História Aline Rafaela Portílio LEMES Aline Aparecida SILVA Samuel Douglas Farias COSTA RESUMO A propaganda ocupa um largo

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. Amanda Medeiros Cecília Aragão

CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. Amanda Medeiros Cecília Aragão CONSTRUÇÃO DE IMAGEM PESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO Amanda Medeiros Cecília Aragão Mais importante do que a roupa é a vida que se vive dentro da roupa. A gente é mais bonita quando está feliz. Quem se

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL IV SEAD - SEMINÁRIO DE ESTUDOS EM ANÁLISE DO DISCURSO 1969-2009: Memória e história na/da Análise do Discurso Porto Alegre, de 10 a 13 de novembro de 2009 DO ACONTECIMENTO

Leia mais

Fluxo Ampliado de Marketing

Fluxo Ampliado de Marketing Fluxo Ampliado de Marketing No estudo deste fluxo ampliado de marketing, chega-se a conclusão da importância de um composto mercadológico mais intenso e realmente voltado ao atendimento das necessidades

Leia mais

U M P A Í S C H A M A D O C L A S S E M É D I A P R E S E N T E E F U T U R O D O C R E S C I M E N T O B R A S I L E I R O

U M P A Í S C H A M A D O C L A S S E M É D I A P R E S E N T E E F U T U R O D O C R E S C I M E N T O B R A S I L E I R O U M P A Í S C H A M A D O C L A S S E M É D I A P R E S E N T E E F U T U R O D O C R E S C I M E N T O B R A S I L E I R O Sobre o Data Popular 2 Origem em 2001 Pioneiros no conhecimento sobre a Classe

Leia mais

box de series MEDIA KIT

box de series MEDIA KIT box de series MEDIA KIT www.boxdeseries.uol.com.br contato@boxdeseries.com.br @boxdeseries 2 CONTEÚDO BREVE HISTÓRICO...03 MINICURRÍCULO DA EQUIPE...04 SOBRE O SITE...05 EDITORIAS...06 SOBRE O PODCAST...06

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1

TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1 TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1 Fernando LOUZADA 2 Juliana GIRALDI 3 Tatiana MICHAUD 4 Vinicius CARVALHO 5 Christiane Monteiro MACHADO 6 Universidade Positivo, Curitiba, PR RESUMO O tempo de vida das

Leia mais

Divisor de águas : uma etnografia sobre as trajetórias de alunos sobreviventes ao. primeiro ano do ensino médio em uma escola estadual carioca.

Divisor de águas : uma etnografia sobre as trajetórias de alunos sobreviventes ao. primeiro ano do ensino médio em uma escola estadual carioca. Divisor de águas : uma etnografia sobre as trajetórias de alunos sobreviventes ao primeiro ano do ensino médio em uma escola estadual carioca. Mylena Gomes Curvello mylenagcurvello@hotmail.com 9 período

Leia mais

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco O que é o NTCPE? O Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco/NTCPE é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos.

Leia mais

EFEITOS DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA SOBRE A TAXA DE DESEMPREGO

EFEITOS DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA SOBRE A TAXA DE DESEMPREGO NOTA TÉCNICA EFEITOS DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA SOBRE A TAXA DE DESEMPREGO Maria Andréia Parente Lameiras* 1 INTRODUÇÃO Ao longo da última década, o mercado de trabalho no Brasil vem apresentando

Leia mais

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013 OBSERV ATÓRIO Outro dia, por mais uma vez, decidi que freqüentaria a uma academia. Como acabei de me mudar de casa, busquei no Google maps do meu celular por Academia e de imediato diversos pontinhos vermelhos

Leia mais