OUTRAS ABORDAGENS NÃ0-FARMACOLÓGICAS MÓDULO 5 : TRATAMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OUTRAS ABORDAGENS NÃ0-FARMACOLÓGICAS MÓDULO 5 : TRATAMENTO"

Transcrição

1 OUTRAS ABORDAGENS NÃ0-FARMACOLÓGICAS MÓDULO 5 : TRATAMENTO

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA Tema 01: AS GINÁSTICAS NO CONTEXTO ESCOLAR: RÍTMICA, ARTÍSTICA E GERAL Discuta a presença e importância das ginásticas rítmica, artística e geral no contexto escolar de um Instituto Federal de Educação

Leia mais

Carga horária: 648 horas

Carga horária: 648 horas Programa do curso MBA Gestão da Inovação em Saúde Carga horária: 648 horas 1 14 Ciclo Inovação, Propriedade Intelectual e Transferência [de Tecnologia Carga horária: 216 horas 15 MÊS MÓDULO TEMA PERÍODOS

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG

FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG 1 PERÍODO T01 MATUTINO História das Ideias Psicológicas 02/07 09:20 Sociologia 29/06 09:20 Metodologia Científica 01/07 09:20 Fundamentos do Desenvolvimento Humano 01/07 07:30 Psicologia e Sociedade 03/07

Leia mais

1º PERÍODO HORA 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA. Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Gontijo)

1º PERÍODO HORA 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA. Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Gontijo) 1º PERÍODO Anátomo-Fisiologia (Vanessa Pereira Silva) Anátomo-Fisiologia (Vanessa Pereira Silva) Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva

Leia mais

FACULDADE DE HUMANIDADES E DIREITO CURSO DE FILOSOFIA - NOTURNO ANO LETIVO: 2º SEMESTRE DE 2014 2º PERÍODO - CURRICULO 2 33201 SEMANA 1 TURMA 1

FACULDADE DE HUMANIDADES E DIREITO CURSO DE FILOSOFIA - NOTURNO ANO LETIVO: 2º SEMESTRE DE 2014 2º PERÍODO - CURRICULO 2 33201 SEMANA 1 TURMA 1 2º PERÍODO - CURRICULO 2 33201 SEMANA 1 TURMA 1 Décio Azevedo Marques de Saes Filosófica Olhares sobre a e Oswaldo de Oliveira S. Junior Sociologia e cultura afro-brasileiras: relações étnicos-raciais

Leia mais

Avaliação Tópicos Especiais

Avaliação Tópicos Especiais Avaliação Tópicos Especiais Luiz Dias Design e Cinema Entrevistas com profissionais (pontos negativos e portfólio, profissional da Excelente apresentação, pesquisa e exposição das informações. Parabéns!

Leia mais

Componente Curricular: Psicologia do Desenvolvimento I Professor(a): Mariana Leonesy Período: 1º - Ano: 2015.1 TOTAL DE AULAS(h/a) 72

Componente Curricular: Psicologia do Desenvolvimento I Professor(a): Mariana Leonesy Período: 1º - Ano: 2015.1 TOTAL DE AULAS(h/a) 72 CRÉDITOS 4 Componente Curricular: Psicologia do I Professor(a): Mariana Leonesy Período: 1º - Ano: 2015.1 TOTAL DE AULAS(h/a) 72 CARGA HORÁRIA ESPAÇOS DIVERSIFICADOS 12h CARGA HORÁRIA TOTAL (h) 72h DATA

Leia mais

CERTIFICADO Nº 34981

CERTIFICADO Nº 34981 CERTIFICADO Nº 34981 Certificamos que LAUDICEIA LOURENÇO DE ARAÚJO participou da Roda de Conversa intitulada CERTIFICADO Nº 34982 Certificamos que VALDIVINO BORGES DE LIMA participou da Roda de Conversa

Leia mais

Organização curricular do Curso de Letras

Organização curricular do Curso de Letras Organização curricular do Curso de Letras CURSO DE TURNO ÚNICO 09 SEMESTRES Demonstrativos da semestralização e respectivos componentes curriculares: científico-cultural Pedagógica I I Semestre 1º Semestre

Leia mais

Características do texto Académico-Científico

Características do texto Académico-Científico Características do texto Académico-Científico Algumas noções breves Ana Leitão Mestre em Língua e Cultura Portuguesa Essencial para uma adequada indexação posterior em bases de dados; Nem muito abrangentes

Leia mais

A definição do escopo trata-se de um processo onde é realizada uma descrição detalhada do projeto e do produto a ser desenvolvido;

A definição do escopo trata-se de um processo onde é realizada uma descrição detalhada do projeto e do produto a ser desenvolvido; Aula 08 1 2 A definição do escopo trata-se de um processo onde é realizada uma descrição detalhada do projeto e do produto a ser desenvolvido; A preparação do escopo é fundamental para o sucesso do projeto,

Leia mais

1º PERÍODO HORA 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA. Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Gontijo)

1º PERÍODO HORA 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA. Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Gontijo) 1º PERÍODO (André Amorim Martins) (André Amorim Martins) Anátomo-fisiologia (Ronaldo Mourão Anátomo-fisiologia (Ronaldo Mourão Dinâmica de Grupo e Relações Humanas (Cristina Silva Dinâmica de Grupo e Relações

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 08/2015 Campus Manhuaçu FOLHA DE PROVA

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 08/2015 Campus Manhuaçu FOLHA DE PROVA Tema 01: ABORDAGENS DA ADMINISTRAÇÃO Discorra sobre as principais contribuições das teorias administrativas no desenvolvimento das atividades empresariais, com ênfase para aquelas preconizadas pelas escolas

Leia mais

Gestão de Pessoas e de Competências MOTIVAÇÃO.

Gestão de Pessoas e de Competências MOTIVAÇÃO. MOTIVAÇÃO. O FUNCIONAMENTO DAS ORGANIZAÇÕES E DE ATIVIDADES DE FORMA GERAL TEM COMO BASE O COMPROMISSO, A DEDICAÇÃO E O ESFORÇO DE SEUS INTEGRANTES. 1 MOTIVAÇÃO. PRIMEIRAS ABORDAGENS: Marcadas pela busca

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Psicologia

Estrutura Curricular do Curso de Psicologia Estrutura Curricular do Curso de Psicologia 1º Período Bases Culturais da Psicologia - Bases Sociais da Psicologia - Leitura e Produção de Texto - 57 Fundamentos da Anatomia Humana - História da Psicologia

Leia mais

SÃO PAULO. FEVEREIRO Análise de Concorrência: Ações e Resultados Turma IV - 11 e 12.02

SÃO PAULO. FEVEREIRO Análise de Concorrência: Ações e Resultados Turma IV - 11 e 12.02 ibramerc.org.br SÃO PAULO JANEIRO Análise de Concorrência: Ações e Resultados Turma III - 27 e 28.01 Planejamento de Vendas: Métodos de Forecasting Turma V - 29 e 30.01 FEVEREIRO Análise de Concorrência:

Leia mais

Campus Palmas, Porto Nacional.

Campus Palmas, Porto Nacional. Campus Palmas, Porto Nacional. Área de Conhecimento: ADMINISTRAÇÃO Processo administrativo: Funções de administração, planejamento, organização, direção e controle; Planejamento estratégico: visão, missão

Leia mais

MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 2006 2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 2006 2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 2006 2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS 1º TRIMESTRE FUNDAMENTOS DE RECURSOS HUMANOS 1. Características e processos individuais 1.1. Personalidade 1.2. Aptidões 1.3. Memória

Leia mais

ABM Abordagem Móvel de Veículos CONIP/2013

ABM Abordagem Móvel de Veículos CONIP/2013 ABM Abordagem Móvel de Veículos CONIP/2013 Sandra Fonseca ABM - Agenda ABM O sistema Demanda Abordagem Modelo anterior x Modelo atual BI Painel de Resultados ABM Dispositivo Móvel ABM Retaguarda Ganhos

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade. Marcelo Sakamori

Gerenciamento da Qualidade. Marcelo Sakamori Gerenciamento da Qualidade Marcelo Sakamori Qualidade Qual das Obras seguintes cumprem os requisitos de qualidade? Qualidade Fonte: SINDICOND, 2014 Qualidade Fonte: ARCHITECTURALDIGEST, 2014 Qualidade

Leia mais

Levantamento de processos de negócio. Douglas Machado Silva douglas.machado@uniriotec.br

Levantamento de processos de negócio. Douglas Machado Silva douglas.machado@uniriotec.br Levantamento de processos de negócio Douglas Machado Silva douglas.machado@uniriotec.br Objetivos da aula Entender o que é o levantamento de processos de negócio Conhecer abordagens de levantamento de

Leia mais

HORÁRIO DE AULA 1º. SEMESTRE DE 2015 FAEF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL. CURSO DE PSICOLOGIA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO QUARTA FEIRA

HORÁRIO DE AULA 1º. SEMESTRE DE 2015 FAEF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL. CURSO DE PSICOLOGIA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO QUARTA FEIRA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO 19:00 às 20:00 hrs Língua Portuguesa- Técnicas de Redação Língua Portuguesa- Técnicas de Redação Metodologia Científica I Psicologia Geral Psicologia do Desenvolvimento I Língua

Leia mais

GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA POLÍTICA GRADUAÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS -2008- ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O Currículo de Graduação de Relações

Leia mais

Sistemas Operativos. Sumário. Escalonador da CPU. ! Filas Multinível. ! Filas Multinível com Feedback. ! Escalonamento em multiprocessadores

Sistemas Operativos. Sumário. Escalonador da CPU. ! Filas Multinível. ! Filas Multinível com Feedback. ! Escalonamento em multiprocessadores Escalonador da CPU Sumário! Filas Multinível! Filas Multinível com Feedback! Escalonamento em multiprocessadores! Escalonamento em tempo real! Avaliação de algoritmos 2 1 Filas Multinível! Os processos

Leia mais

Introdução; Sistemas de Informação; Aplicações de Ferramentas de Sistemas de informação; Gestão de Conhecimento; Visão panorâmica dos grupos de

Introdução; Sistemas de Informação; Aplicações de Ferramentas de Sistemas de informação; Gestão de Conhecimento; Visão panorâmica dos grupos de Introdução; Sistemas de Informação; Aplicações de Ferramentas de Sistemas de informação; Gestão de Conhecimento; Visão panorâmica dos grupos de pesquisa no Brasil; Contribuição do profissional de SI; Conclusão;

Leia mais

Alguns conceitos e definições

Alguns conceitos e definições Alguns conceitos e definições Introdução A preocupação das organizações com temas associados à ética, cidadania, inclusão social, desenvolvimento econômico e sustentável vem aumentando a cada dia. Empresas

Leia mais

EXAME DE SELEÇÃO 2009.1 INSTRUÇÕES

EXAME DE SELEÇÃO 2009.1 INSTRUÇÕES EXAME DE SELEÇÃO 2009.1 INSTRUÇÕES 1. O exame de seleção consta de 8 (oito) questões referentes aos temas Mecânica Clássica, eletromagnetismo, Física Quântica e Termodinâmica Estatística. 2. Cada questão

Leia mais

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Data de início: 28 de março de 2012 Data de término: 6 de maio de 2012 CARGA HORÁRIA: 40 horas DESCRIÇÃO: O curso de Formação de Formadores em Educação

Leia mais

Atenciosamente, Mário Fernando Maia Queiroz Vice-Presidente da Diretoria Executiva

Atenciosamente, Mário Fernando Maia Queiroz Vice-Presidente da Diretoria Executiva Para facilitar o acompanhamento do cenário econômico do Estado do Maranhão, apresentamos este artigo com os exames da atividade bancária, suas fontes de recursos e respectivas aplicações no período de

Leia mais

Confiança de lideranças empresariais do Rio Grande do Sul Edição nov/2009 Resultados GERAIS

Confiança de lideranças empresariais do Rio Grande do Sul Edição nov/2009 Resultados GERAIS Confiança de lideranças empresariais do Rio Grande do Sul Edição nov/2009 Resultados GERAIS Avaliação do início do segundo semestre Perspectivas para o final do segundo semestre e início de 2010 Expectativa

Leia mais

Causa Comum !"#$%&$'()#"*+,"-($%.$/%0$//$/%1)#$'"/%23#(3')+/ !"#$%&'(#)$*+"*#)','-"."/(#&'0122 RELATÓRIO PUBLICADO EM PARCERIA COM:

Causa Comum !#$%&$'()#*+,-($%.$/%0$//$/%1)#$'/%23#(3')+/ !#$%&'(#)$*+*#)','-./(#&'0122 RELATÓRIO PUBLICADO EM PARCERIA COM: Causa Comum!"#$%&$'()#"*+,"-($%.$/%0$//$/%1)#$'"/%23#(3')+/!"#$%&'(#)$*+"*#)','-"."/(#&'0122 RELATÓRIO PUBLICADO EM PARCERIA COM: 4/("%'"#)(5'+$%6$+%"/*'+($%7$'%3&/'4#&/5.&68% "/(')("9+/()%."%(')-/6$',):;$%-$%

Leia mais

Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação

Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação Resumo Executivo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação Resumo Executivo Brasília,

Leia mais

Processos de Software. O que é modelo de processo? Vantagens. Modelos de Processo Gerais. O que é um processo de software?

Processos de Software. O que é modelo de processo? Vantagens. Modelos de Processo Gerais. O que é um processo de software? DCC / ICEx / UFMG O que é um processo de software? Processos de Software Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Conjunto de atividades que leva ao desenvolvimento do produto software Um

Leia mais

Indicadores de Monitoramento de Progresso do Projeto

Indicadores de Monitoramento de Progresso do Projeto Desenvolvimento do Plano Nacional de Implementação no Brasil como primeira etapa da Implementação da Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes Indicadores de Monitoramento de Progresso

Leia mais

Atendimento. Item 3- Satisfação, valor e retenção de clientes

Atendimento. Item 3- Satisfação, valor e retenção de clientes Atendimento Item 3- Satisfação, valor e retenção de clientes Atendimento Item 3- Satisfação, valor e retenção de clientes Quem pode responder ao questionamento se uma determinada empresa prestou um bom

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares Gerência de Projetos Oferece uma visão integrada de todos

Leia mais

COACHING PROFISSIONAL E PESSOAL. Josiane Barbieri

COACHING PROFISSIONAL E PESSOAL. Josiane Barbieri COACHING PROFISSIONAL E PESSOAL Josiane Barbieri Coaching: o que é? A International Coaching Federation ICF define coaching como: uma parceria continuada que estimula e apóia o cliente a produzir resultados

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA Tema 01: METODOLOGIA DO ENSINO DOS ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS O ensino de esportes coletivos na Educação Física escolar deve ser balizado em princípios pedagógicos importantes como a diversidade,

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL CPEx/ESCS/FEPECS CADASTRO DE CREDENCIADOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONFORME EDITAL Nº 001/2007 - CPEx/ESCS/FEPECS Vera Margarida Lessa Catalão A partir da data de Instrutor I e Coordenador

Leia mais

CONGRESSO BRASILEIRO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PARTICULAR Brasil: realidade e tendências para a Educação Superior 14 e 15 de maio de 2015 Rio de Janeiro RJ

CONGRESSO BRASILEIRO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PARTICULAR Brasil: realidade e tendências para a Educação Superior 14 e 15 de maio de 2015 Rio de Janeiro RJ CONGRESSO BRASILEIRO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PARTICULAR Brasil: realidade e tendências para a Educação Superior 14 e 15 de maio de 2015 Rio de Janeiro RJ Painel Instituições, alunos e professores: necessidade

Leia mais

Evento: Concurso Público para Provimento de Cargos Técnico-Administrativos em Educação Edital N 262/2013 PARECER

Evento: Concurso Público para Provimento de Cargos Técnico-Administrativos em Educação Edital N 262/2013 PARECER Conhecimentos Específicos Questão 22 O termo função no ITIL consiste em um grupo de pessoas ou equipe e as ferramentas que utilizam para realizar um ou mais processos ou atividades. Pode ser visto ainda

Leia mais

O MAÇON NA GESTÃO DA COISA PÚBLICA

O MAÇON NA GESTÃO DA COISA PÚBLICA I JORNADAS DE EMPRESÁRIOS E GESTORES GLLP/GLRP O MAÇON NA GESTÃO DA COISA PÚBLICA Vimeiro 25 de outubro 2014 Experiência pessoal Anterior a entrar na Maçonaria, nunca sentindo insuficiência de competências

Leia mais

Gerenciamento de Projetos de Desenvolvimento de Software com RUP e PMBOK

Gerenciamento de Projetos de Desenvolvimento de Software com RUP e PMBOK Gerenciamento de Projetos de Desenvolvimento de Software com RUP e PMBOK Rodrigo Duran Conteúdo Programático Objetivos Abordagens de mapeamento RUP / PMBOK Problemas nessas abordagens Proposta de solução

Leia mais

Gerenciamento de Projetos em Tempos de Crise. André Valle, Doutor FGV

Gerenciamento de Projetos em Tempos de Crise. André Valle, Doutor FGV Gerenciamento de Projetos em Tempos de Crise André Valle, Doutor FGV 1 Situação atual da economia brasileira 10º Congresso de Gerenciamento de Projetos - 21 de setembro de 2015 2 2009 10º Congresso de

Leia mais

Resolução nº 011/2008-ConEPE Natal-RN, 13 de março de 2008.

Resolução nº 011/2008-ConEPE Natal-RN, 13 de março de 2008. Resolução nº 011/2008-ConEPE Natal-RN, 13 de março de 2008. Altera a estrutura curricular 2006.1 do Curso de Psicologia. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - ConEPE, no uso das atribuições

Leia mais

Implementação das opções

Implementação das opções Oficina Estratégica - EVIPNet Brasil Ferramentas SUPPORT para Políticas Informadas por Evidências Implementação das opções Sessão 8 - Identificação de barreiras e facilitadores para a implementação das

Leia mais

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública. Prova Discursiva INSTRUÇÕES Farmacometria Especialista em C&T Produção e Inovação em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2

Leia mais

Curso: Engenharia de Produção Mecânica. Escola de Engenharia de São Carlos

Curso: Engenharia de Produção Mecânica. Escola de Engenharia de São Carlos Curso: Engenharia de Mecânica Escola de Engenharia de São Carlos Informações Básicas do Currículo Duração Ideal - 10 semestres Mínima - 8 semestres Máxima - 18 semestres Carga Horária Aula Trabalho Subtotal

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 15/2015 CHAMADA INTERNA PARA REALIZAÇÃO DE SEMANAS ACADÊMICAS

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 15/2015 CHAMADA INTERNA PARA REALIZAÇÃO DE SEMANAS ACADÊMICAS EDITAL DE EXTENSÃO Nº 15/2015 CHAMADA INTERNA PARA REALIZAÇÃO DE SEMANAS ACADÊMICAS A PROEX torna pública a segunda chamada interna de inscrições de propostas para realização de Semanas Acadêmicas, que

Leia mais

Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1

Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1 Prefácio Estrutura do livro Informações complementares aos leitores Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1 Apresentação, 3 1 Conceitos, Origens e Consolidação

Leia mais

SISTEMA DE PRODUÇÃO DISCRETA

SISTEMA DE PRODUÇÃO DISCRETA SISTEMA DE PRODUÇÃO DISCRETA AULA 14 Prof.: Anastácio Pinto Gonçalves Filho O QUE É MANUTENÇÃO? é o termo usado para abordar a forma pela qual as organizações tentam evitar as falhas cuidando de suas instalações

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO. Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo

PLANO DE FORMAÇÃO. Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo PLANO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo A complexidade do mundo moderno e os efeitos da globalização exigem que o processo educativo estimule novos conhecimentos, habilidades,

Leia mais

Separação de Interesses Programação Estruturada e Programação Orientada a Objetos Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código

Separação de Interesses Programação Estruturada e Programação Orientada a Objetos Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código Análise e Projeto Orientados a Aspectos Alcides Pamplona alcides.pamplona@gmail.com Tópicos Separação de Interesses Programação Estruturada e Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código 1 Separação

Leia mais

Estrutura do Programa

Estrutura do Programa Põe-te em Cena O Programa Põe-te em Cena visa apoiar projetos desenvolvidos por jovens, por grupos informais de jovens, ou por entidades, sem fins lucrativos, que desenvolvam atividades destinadas aos

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Biologia Molecular em Estudos de Células-tronco Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado

Leia mais

A Inteligência Empresarial

A Inteligência Empresarial A Inteligência Empresarial A produtividade do Conhecimento deve ser, portanto, a preocupação central dos administradores do século XXI. Conhecimento, inovação e empreendedorismo formam, assim, um tripé

Leia mais

Gerenciamento de Riscos. Marcelo Sakamori

Gerenciamento de Riscos. Marcelo Sakamori Gerenciamento de Riscos Marcelo Sakamori Risco Qualquer atividade que pode ocorrer e modificar o resultado de uma atividade do projeto (GREENE, 2008). Risco Risco Risco Gerenciamento de Riscos A finalidade

Leia mais

Saúde da Mulher com Doença Falciforme

Saúde da Mulher com Doença Falciforme Saúde da Mulher com Doença Falciforme 18 /11/08 Rio de Janeiro 2.870.874 Crianças triadas Período: 1994-2005 (jun) Toxoplasmose Congênita 25.806 Fibrose Cística 525.689 Doença Falciforme 1.926.235 Hipotireoidismo

Leia mais

Universidade Salgado de Oliveira UNIVERSO/Goiânia

Universidade Salgado de Oliveira UNIVERSO/Goiânia De 14 a 16 de maio de 2014 PROGRAMAÇÃO GERAL SEMANA CIENTÍFICA DE PSICOLOGIA 14/05/14 (QUARTA- 07:30 09:00 Sala: 304-C DISCUSSÃO DE UM ARTIGO SOBRE NEUROANATOMIA E AUTISMO 07:30 09:00 Mezanino APRESENTAR

Leia mais

Plano de Doutoramento

Plano de Doutoramento Plano de Doutoramento Construção de uma Base de Conhecimento Lexical para o Português Nuno Seco Estrutura da Apresentação Objectivos Motivação Expectativas Plano Critérios de Sucesso Objectivo Criar uma

Leia mais

Sales Coaching Melhorar o Desempenho

Sales Coaching Melhorar o Desempenho Sales Coaching Melhorar o Desempenho SALES COACHING O que traz de novo? Um componente chave na gestão das pessoas, é ajudá-las a formar as suas capacidades e desenvolver as suas potencialidades. Uma forma

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

SÉRIE: 2o. TERMO NOTURNO

SÉRIE: 2o. TERMO NOTURNO SÉRIE: 2o. TERMO NOTURNO Estatística Aplicada à I Professor Mestrando Alexandre Análise do Comportamento I Metodologia Científica II Aspectos Éticos da Pesquisa do Desenvolvimento II Bárbara Fonseca História

Leia mais

Private Cloud for Governement

Private Cloud for Governement Private Cloud for Governement Gestão das organizações Nova Era (2020) Ø Tecnologias MACC o MOBILE o ANALYTICS o CLOUD o COLLABORATION Nova Era (2020) Ø Pontos de destaque Novas abordagens para a segurança

Leia mais

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde e Biológicas Programa de Pós-graduação em Enfermagem - Mestrado

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde e Biológicas Programa de Pós-graduação em Enfermagem - Mestrado Disciplinas Obrigatórias História do Conhecimento e Epistemologia em Enfermagem Estuda as bases históricas e filosóficas que sustentam a produção do conhecimento da área da saúde e, particularmente, da

Leia mais

O Projeto Energy4Management: Vantagens para as empresas

O Projeto Energy4Management: Vantagens para as empresas O Projeto Energy4Management: Vantagens para as empresas Poupar na Fatura Energética com a Cooperação: Empresas mais competitivas Marta Ferreira CTCV 05 de março de 2015 1 Enquadramento Gestão da Energia

Leia mais

Esta avaliação permitirá, no tempo que se dispõe para a realização da prova, avaliar apenas parte dos conhecimentos enunciados no Programa.

Esta avaliação permitirá, no tempo que se dispõe para a realização da prova, avaliar apenas parte dos conhecimentos enunciados no Programa. INFORMAÇÕES PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA DE: Direito código 329 2013 12º ano de escolaridade 1. OBJETO DE AVALIAÇÃO Atendendo a natureza avaliação a realizar - avaliação sumativa externa,

Leia mais

Anexo IX METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. 1. FINALIDADE. O objetivo deste documento é apresentar uma visão resumida do processo RUP-BNB.

Anexo IX METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. 1. FINALIDADE. O objetivo deste documento é apresentar uma visão resumida do processo RUP-BNB. 1. FINALIDADE. O objetivo deste documento é apresentar uma visão resumida do processo RUP-BNB. 2. CONSIDERAÇÕES GERAIS 2.1. A metodologia adotada pelo BNB (RUB-BNB), bem como suas partes integrantes (os

Leia mais

Seminário Internacional Liderança e Inovação na Educação Setembro de 2015 UNESCO no Brasil

Seminário Internacional Liderança e Inovação na Educação Setembro de 2015 UNESCO no Brasil Seminário Internacional Liderança e Inovação na Educação Setembro de 2015 UNESCO no Brasil 1 Inovar para quê? O que buscamos atingir com a inovação educacional? Qual Educação é necessária para o século

Leia mais

Rede de Computadores II

Rede de Computadores II Rede de Computadores II Slide 1 Mobilidade Rede de Computadores II Espectro da mobilidade, do ponto de vista da rede: Slide 2 Mobilidade - Jargão Rede Nativa (Home Network), residência permanente de um

Leia mais

Resolução da Questão 1 Item I (Texto Definitivo) Resolução da Questão 1 Item II (Texto Definitivo) Resolução da Questão 1 Item III (Texto Definitivo)

Resolução da Questão 1 Item I (Texto Definitivo) Resolução da Questão 1 Item II (Texto Definitivo) Resolução da Questão 1 Item III (Texto Definitivo) Questão Durante segundos, a velocidade v = v(t), em metros por segundo, de um projétil é determinada pela expressão v(t) = t t +t + 0, em que t é o tempo, em segundos. Por sua vez, a aceleração a(t) desse

Leia mais

EM ENFERMAGEM PROF. DRA. SARAH MUNHOZ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM CONSULTORA PHILIPS HEALTH CRITICAL CARE

EM ENFERMAGEM PROF. DRA. SARAH MUNHOZ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM CONSULTORA PHILIPS HEALTH CRITICAL CARE SEMINÁRIO PAULISTA DE GESTÃO EM ENFERMAGEM PROF. DRA. SARAH MUNHOZ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM CONSULTORA PHILIPS HEALTH CRITICAL CARE SUS Do ponto de vista de negócios Organizações/Saúde podem

Leia mais

Workshop Plataformas de Apoio ao Empreendedorismo Criativo

Workshop Plataformas de Apoio ao Empreendedorismo Criativo Agenda para o Empreendedorismo nas Indústrias Criativas Workshop Plataformas de Apoio ao Empreendedorismo Criativo Facilitador: Emídio Gomes (Portuspark) Relator: Paulo Alves (Inserralves) Enquadramento:

Leia mais

FACULDADE DE PSICOLOGIA MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE

FACULDADE DE PSICOLOGIA MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 3º SEMESTRE MATRIZ CURRICULAR 2013 1º SEMESTRE Psicologia Ciência e Profissão 4 60 12 Bases Filosóficas da Psicologia 4 72 0 Bases Sócio-Antropológicas da Psicologia 4 60 12 Anatomia Humana 4 36 36 Metodologia de

Leia mais

e-manual Premium Manual (Partes 1 e 2) Site Geometria Descritiva A Fichas de Revisão Livro de Exercícios Manual de Geometria Descritiva A 11.

e-manual Premium Manual (Partes 1 e 2) Site Geometria Descritiva A Fichas de Revisão Livro de Exercícios Manual de Geometria Descritiva A 11. Manual de Geometria Descritiva A. ano zona de cola Manual (Partes e ) Livro de Exercícios Site Geometria Descritiva A Fichas de Revisão e-manual Premium Contamos com o seu melhor. Conte com o nosso. Oo

Leia mais

Ecologia Industrial Existem empresas que não têm possibilidade de simbiose?

Ecologia Industrial Existem empresas que não têm possibilidade de simbiose? Ecologia Industrial Existem empresas que não têm possibilidade de simbiose? Valéria Madeira Apresentação do Grupo de Pesquisa O Grupo de Ecologia Industrial Aplicada (GEIA) surgiu dentro do programa de

Leia mais

Apresentação de Pôsteres - CONPEDUC 2013. Dia 30/08/2013. Horário: 10h30. Local: Saguão do Bloco Central

Apresentação de Pôsteres - CONPEDUC 2013. Dia 30/08/2013. Horário: 10h30. Local: Saguão do Bloco Central Apresentação de Pôsteres - CONPEDUC 2013 Dia 30/08/2013 Horário: 10h30 Local: Saguão do Bloco Central GT 01 Formação de Professores A CONSTRUÇÃO DA INFÂNCIA COMO OBJETO DE ANÁLISE DA PEDAGOGIA: CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

TRANSFERÊNCIA FDV 2011/1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 3º PERÍODO

TRANSFERÊNCIA FDV 2011/1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 3º PERÍODO Disciplina: TEORIA GERAL DO DIREITO 3º PERÍODO Pressupostos político-sociais do conhecimento jurídico-dogmático moderno. Dogmática Jurídica enquanto Teoria da Norma Jurídica. Dogmática Jurídica enquanto

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS MESTRADO E DOUTORADO (Resolução nº 102/2011-CI/CCH e Resolução nº 083/2013-CI/CCH)

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS MESTRADO E DOUTORADO (Resolução nº 102/2011-CI/CCH e Resolução nº 083/2013-CI/CCH) EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS MESTRADO E DOUTORADO (Resolução nº 102/2011-CI/CCH e Resolução nº 083/2013-CI/CCH) A constituição do texto oral Estudo da constituição do

Leia mais

Rede de Laboratórios de Produtividade de Software

Rede de Laboratórios de Produtividade de Software Rede de Laboratórios de Produtividade de Software Projeto de Testes Programa de Capacitação em Testes de Software Casos de Teste O que são casos de teste? Como projetar testes? 3 Caso de Teste 4 Tipos

Leia mais

Qualidade de Software. Qualidade de Software. Adequado à Especificação. Alguns Atributos de Qualidade. Equipe de Qualidade

Qualidade de Software. Qualidade de Software. Adequado à Especificação. Alguns Atributos de Qualidade. Equipe de Qualidade DCC / ICEx / UFMG Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo A qualidade de software tem se aprimorado nos últimos 15 anos Empresas têm adotado novas técnicas Orientação a objetos se difundiu

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Avaliação e monitoramento de atenção básica na Amazônia Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado

Leia mais

Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto

Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto Como fundamentos eficientes de gerenciamento de dados permitem desenvolvimento de produtos de alta qualidade Tech-Clarity,

Leia mais

Formação de jovens rurais. Wilson Schmidt

Formação de jovens rurais. Wilson Schmidt Formação de jovens rurais Wilson Schmidt Seleção negativa Rural: Fatalidade X Opção de vida A importância da formação e de ações voltadas aos jovens rurais. Evitar a evasão de talentos do espaço rural

Leia mais

UMA ANÁLISE DO PROJETO DE AÇÃO SOCIAL REALIZADO PELOS ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS DE MECÂNICA E PROJETOS MECÂNICOS

UMA ANÁLISE DO PROJETO DE AÇÃO SOCIAL REALIZADO PELOS ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS DE MECÂNICA E PROJETOS MECÂNICOS FÁBIO PERUCH UMA ANÁLISE DO PROJETO DE AÇÃO SOCIAL REALIZADO PELOS ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS DE MECÂNICA E PROJETOS MECÂNICOS Criciúma (SC), Outubro de 2004 FÁBIO PERUCH UMA ANÁLISE DO PROJETO DE AÇÃO

Leia mais

Prefácio à 6ª edição, xi

Prefácio à 6ª edição, xi Prefácio à 6ª edição, xi 1 Marketing na área de serviços, 1 1.1 Definição de serviços, 6 1.2 Tipos de serviços, 7 1.4 Diferenças entre marketing de serviços e de bens, 15 1.5 Características dos serviços,

Leia mais

DCC / ICEx / UFMG. O que é anunciado. Falha de Comunicação no Desenvolvimento de Software. Eduardo Figueiredo. http://www.dcc.ufmg.

DCC / ICEx / UFMG. O que é anunciado. Falha de Comunicação no Desenvolvimento de Software. Eduardo Figueiredo. http://www.dcc.ufmg. DCC / ICEx / UFMG O que é anunciado Falha de Comunicação no Desenvolvimento de Software Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo O que o vendedor promete O projeto inicial O projeto revisado

Leia mais

Nova Abordagem de Controle de Qualidade em Software

Nova Abordagem de Controle de Qualidade em Software Nova Abordagem de Controle de Qualidade em Software Márcio J. L. Borges Gerente de Processos, CDSV / Xerox do Brasil Antônio Luiz M. S. Cardoso Gerente de Qualificação, CDSV / Xerox do Brasil 1 Agenda

Leia mais

Universidade Estadual de Santa Cruz Licenciatura em Física UAB Prof. Geraldo Fernandes e Talita Duarte. Aula 04 Metodologia de um TCC

Universidade Estadual de Santa Cruz Licenciatura em Física UAB Prof. Geraldo Fernandes e Talita Duarte. Aula 04 Metodologia de um TCC Universidade Estadual de Santa Cruz Licenciatura em Física UAB Prof. Geraldo Fernandes e Talita Duarte Aula 04 Metodologia de um TCC Trabalho de Conclusão de Curso I Objetivos Ao final desta aula, você

Leia mais

Investimento: a partir de R$ 179,00 mensais. MBA Executivo em Finanças Corporativas

Investimento: a partir de R$ 179,00 mensais. MBA Executivo em Finanças Corporativas Investimento: a partir de R$ 179,00 mensais Tempo de realização do MBA: 18 meses Investimento: R$179,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF) Ou Investimento: R$ 219,00 (acesso ao portal na internet,

Leia mais

Desing Didático - Maykon dos Santos Marinho

Desing Didático - Maykon dos Santos Marinho Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon dos Santos Marinho 1. Resumo Para compreender o que é um design didático, é necessário entender primeiramente o que é um design. De acordo

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas. Roteiro 9

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas. Roteiro 9 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 9 Objetivos Conceituar Espírito do ponto de vista filosófico, científico e religioso

Leia mais

Objetivos. Diferenciais. Módulos IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO PERI-IMPLANTAR CURSOS 2016

Objetivos. Diferenciais. Módulos IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO PERI-IMPLANTAR CURSOS 2016 CURSOS 2016 IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO PERI-IMPLANTAR Objetivos Discutir a importância da reconstrução tecidual peri-implantar; Definir protocolos terapêuticos em diferentes etapas do tratamento peri-implantar;

Leia mais

PADRÃO PARA NORMALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE PROMOVE DE JANAÚBA:

PADRÃO PARA NORMALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE PROMOVE DE JANAÚBA: Modelo de Capa ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA DO BRASIL - SOEBRAS FACULDADE PROMOVE DE JANAÚBA PADRÃO PARA NORMALIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE PROMOVE DE JANAÚBA: modelo apresentado para

Leia mais

A abordagem do património cultural no contexto dos impactes sociais. Carlos Simões Nuno

A abordagem do património cultural no contexto dos impactes sociais. Carlos Simões Nuno A abordagem do património cultural no contexto dos impactes sociais Carlos Simões Nuno Alentejo interior tradicional, 2008 Abordagens das várias dimensões do Património Cultural no âmbito da Avaliação

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL ABNT NBR ISO 14001

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL ABNT NBR ISO 14001 SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL ABNT NBR ISO 14001 A EMPRESA Somos uma Empresa de Representação de ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS (Galpões e outros mais ) e ESTRUTURAS METÁLICAS (Galpões, Mezaninos, Pipe-Racks e

Leia mais

Plano de Ensino da Disciplina

Plano de Ensino da Disciplina Plano de Ensino da Disciplina Disciplina: Psicologia Escolar: Problemas de Aprendizagem Código da disciplina: PSI627 Classificação: Obrigatória (OB) Unidade/Departamento: Faculdade de Filosofia e Ciências

Leia mais

Prazo Tardio - entre 14-06-2016 e 25-06-2016. Inscrição Tardia (25-06-2016) 389.00

Prazo Tardio - entre 14-06-2016 e 25-06-2016. Inscrição Tardia (25-06-2016) 389.00 TREINO AVANçADO DO CONTROLO MOTOR: DOR LOMBAR E PéLVICA - COM PAUL HODGES (JUN 2016) - LISBOA Paul Hodges é uma das grandes referências mundiais da Fisioterapia Músculo-Esquelética. O trabalho deste fisioterapeuta

Leia mais

ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA

ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA ANEXO TERMO DE REFERÊNICA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PJ PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE MANEJO DA RESEX DE CURURUPU/MA 1. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO O critério de avaliação do Termo de Referência será na modalidade

Leia mais