INÍCIO DO ANO DA VIDA RELIGIOSA CONSAGRADA. 30/11/2014- Abertura Oficial do Ano da Vida Consagrada

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INÍCIO DO ANO DA VIDA RELIGIOSA CONSAGRADA. 30/11/2014- Abertura Oficial do Ano da Vida Consagrada"

Transcrição

1 INÍCIO DO ANO DA VIDA RELIGIOSA CONSAGRADA 30/11/2014- Abertura Oficial do Ano da Vida Consagrada D. A Carta circular intitulada Alegrai-vos, baseada nas Sagradas Escrituras e nas palavras do Papa Francisco ajudou-nos a chegar até aqui e preparou-nos para celebrar o Ano da Vida Consagrada. O Papa Francisco, frisou que não há santidade para a tristeza e não se pode testemunhar com a cara de funeral. E convidou os consagrados e consagradas a serem audazes e perigosos, como o foram os profetas. O sentido do título da carta Alegrai-vos é maravilhoso porque a nossa vida deve ser expressão de uma grandíssima alegria. Para ser um consagrado ou consagrada triste, é melhor que não o seja. Devemos encontrar essa alegria não só fora, mas no nosso interior (Dom João Aviz). Por que um ano voltado à vida consagrada? O Papa Francisco sente que, neste momento, a vida consagrada precisa olhar para o passado com grande gratidão. Não vamos ficar só chorando pelos pecados. Tem muita coisa de erro, sim, mas também há muita tentativa de desmoralizar a Igreja. Vamos olhar para o passado agradecendo a Deus por tudo de bom e vamos rever o que está errado sem medo. Depois, queremos olhar para o futuro com esperança. Não dizer Ah, está tudo morrendo mesmo, não tem mais jeito. Vamos viver o presente com paixão. Esse é grande programa para o Ano da Vida Consagrada. O Papa tem um grande amor pela vida religiosa. Esta hora santa é um convite a viver em comunhão com Jesus, como uma declaração de fé e de amor na presença de Cristo que colocou a sua tenda no meio de nós, e está conosco, como mestre e modelo de vida. Hoje - de uma forma toda especial nós rezaremos pelos religiosos e religiosas: pessoas que buscam um caminho especial no seguimento de Cristo, dedicando-se a Ele com o coração indiviso e colocando-se com Ele a serviço de Deus e da humanidade. Iniciemos a nossa hora santa cantando. 1 Canto: DEUS DE AMOR 1. Deus de Amor, nós te adoramos neste Sacramento, Corpo e sangue que fizeste nosso alimento. És o Deus escondido, vivo e vencedor, a teus pés depositamos todo o nosso amor. 2. Meus pecados redimiste sobre tua cruz, com teu Corpo e com teu Sangue, Ó Senhor Jesus! Sobre os nossos altares, vítima sem par, teu divino sacrifício queres renovar. 3. No Calvário se escondia tua divindade, mas aqui também se esconde tua humanidade. Creio em ambas e peço, como o bom ladrão. No teu Reino, ternamente, tua salvação. 4. Creio em ti ressuscitado, mais que São Tomé, mas aumenta na minh alma o poder da fé. Guarda a minha esperança cresce o meu amar. Creio em Ti ressuscitado, meu Deus e Senhor. 5. Ó Jesus que nesta vida, pela fé eu vejo, realiza, eu te suplico, este meu desejo: ver-te, enfim, face a face, meu divino amigo, lá no céu, eternamente ser feliz contigo. (Momento de silêncio para oração pessoal.)

2 D. - Ouçamos alguns pensamentos de Nosso Papa Francisco e da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica. Leitor 1. Queria dizer-vos uma palavra, e a palavra é alegria. Onde quer que haja consagrados, aí está a alegria! Papa Francisco 2 A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Com Jesus Cristo, nasce e renasce sem cessar a alegria. O início da Evangelii gaudium soa na linha do magistério do papa Francisco com surpreendente vitalidade, apelando ao mistério admirável da Boa-Nova que, ao ser acolhida no coração de uma pessoa, transforma a sua vida. É-nos contada a parábola da alegria: o encontro com Jesus acende em nós a beleza originária, a beleza do rosto no qual resplandece a glória do Pai (cf. 2Cor 4, 6), no fruto da alegria. A Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica convidanos a refletir sobre o tempo de graça que nos é dado viver, sobre o especial convite que o Papa dirige à vida consagrada. Acolher tal magistério significa renovar a vida segundo o Evangelho, não no sentido de radicalidade entendida como modelo de perfeição e, muitas vezes, de separação, mas no sentido de adesão toto corde ao encontro de salvação que transforma a vida: Trata-se de deixar tudo para seguir o Senhor. Não, não quero dizer seguimento radical. A radicalidade evangélica não é só para os religiosos: a todos se exige. Mas os religiosos seguem o Senhor de modo especial, de modo profético. Espero de vós esse testemunho. Os religiosos devem ser homens e mulheres capazes de despertar o mundo (Diálogo do Papa Francisco com os Superiores-Gerais dos Institutos de vida religiosa, 29 de novembro de 2013) Dentro das limitações humanas, nas preocupações do dia a dia, os consagrados e as consagradas vivem a fidelidade, dão razão da alegria que vivem, convertem-se em testemunho luminoso, anúncio eficaz, companhia e proximidade para com as mulheres e homens do nosso tempo que procuram a Igreja como casa paterna (Papa Francisco, Exortação Apostólica Evangelii gaudium, n. 47). Francisco de Assis, tomando o Evangelho como forma de vida, fez crescer a fé, renovou a Igreja; e, ao mesmo tempo, renovou a sociedade, tornando-a mais fraterna, mas sempre com o Evangelho, com o testemunho. Pregai sempre o Evangelho e, se for necessário, pregai-o também com as palavras!. Muitas são as sugestões que nascem da escuta das palavras do Santo Padre, mas interpela-nos particularmente a simplicidade absoluta com a qual o papa Francisco propõe o seu magistério, conformando-se com a genuinidade desarmante do Evangelho. Palavra espalhada com o gesto amplo do bom semeador que, cheio de confiança, não faz discriminação de terreno. Um convite autorizado que nos é dirigido com plena confiança; um convite a renunciarmos às argumentações institucionais e às justificações pessoais; uma palavra provocadora que questiona o nosso viver, por vezes entorpecido e sonolento, e com frequência indiferente ao desafio: Se tivésseis fé como um grão de mostarda (Lc 17, 5). Um convite que nos incentiva a elevar o espírito para darmos razão ao Verbo que habita no meio de nós, ao Espírito que cria e renova constantemente a sua Igreja. Um convite para fazer um percurso comum de reflexão fraterna, pessoal, institucional, neste ano de 2015, ano que a Igreja dedica à vida consagrada. Alimentamos o desejo de que ousadas decisões

3 evangélicas venham a ser postuladas e se produzam frutos de renovação e de fecunda alegria: O primado de Deus é, para a existência humana, plenitude de significado e de alegria, porque o ser humano é feito para Deus e não descansa enquanto não encontrar nele a paz (João Paulo II, Exortação Apostólica pós-sinodal Vida consagrada (25 de março de 1996), n. 27; AAS 88 (1996), pp ). Tempo para reflexão e oração pessoal 3 Canto (optativo) D. Ouçamos agora a palavra do Padre Dehon e do Governo Geral. Também eles nos falam da verdadeira fonte da alegria na Vida Consagrada e da fonte de nossa comunhão e missão. Leitor 2 Leitura das Obras Espirituais do Venerável P. Dehon. O Espírito Santo é um laço de amor. Do mesmo modo que une Nosso Senhor ao seu Pai, une-nos a Ele e quer unir-nos entre nós. É o laço mais estreito. Fortifica em nós o amor, para o tornar obediente e dedicado, da nossa parte, misericordioso e generoso da sua. É um laço de amizade e de suave intimidade. É a fonte de toda a alegria pura e verdadeira: Manifestei-vos estas coisas, para que esteja em vós a minha alegria, e a vossa alegria seja completa (Jo 15, 15). É fonte de vida, como a seiva para as árvores, e torna-nos fecundos em frutos de salvação. Esta união abre-nos o Coração de Jesus e dispõe-no a conceder-nos tudo quanto lhe pedirmos: tudo o que pedirdes ao Pai, Ele vô-lo concederá (Jo 15, 16). Atrai sobre nós graças de salvação e de bênção para os nossos trabalhos. (OSP 3, ASC, p. 590). Da carta do Superior Geral e seu Conselho A abertura ao outro e ao diferente, que leva à universalidade, tem um modelo radical em Cristo, Filho de Deus, feito membro da nossa humanidade O Verbo de Deus era radicalmente estranho à nossa cultura e ao nosso ser como homens, mas obediente à vontade do Pai Eis que venho para fazer, ó Deus, a tua vontade (Hb 10,7) aboliu a distância e a condição de estranho. Ele, ainda que permanecendo sem mancha, assumiu a nossa própria condição, submetida à fraqueza e ao pecado. Até no sofrimento e na morte, permaneceu fiel a nosso lado. Aprendeu o drama da humanidade assumida e tornou-se, para aqueles que o seguem, fonte e modelo de obediência ao projeto do Pai e primogênito da humanidade reconciliada (cf. Hb 5,7-10). Tornando-se homem, Cristo "esvaziou-se a si mesmo" (Fil 2,7), mas não abdicou da sua condição de Filho de Deus. Na sua encarnação, aprendeu a realizar o seu ser Filho numa vida de homem, membro de um povo e de uma cultura humana. Assim, o Filho de Deus e Filho do homem inaugurou um novo modo de convivência entre os homens, abrindo-lhes um caminho de acesso à vida de Deus Formados na espiritualidade do Coração de Cristo, encontramos no mistério da encarnação e no dom do espírito do Ressuscitado a raiz e o modelo da nossa comunhão e da nossa missão. Tempo para reflexão e oração pessoal Canto (optativo) D. Ouçamos agora a proclamação do Evangelho Mt 17,1-9

4 Leitor 3 (Mt 17, 1-9) Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e levou-os, em particular, a um alto monte. Transfigurou-se diante deles: o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Nisto, apareceram Moisés e Elias a conversar com Ele. Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, é bom [nós] estarmos aqui; se quiseres, farei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias. Ainda ele estava a falar, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra, e uma voz dizia da nuvem: Este é o meu Filho muito amado, no qual pus todo o meu enlevo; escutai-o. Ao ouvirem isto, os discípulos caíram por terra, muito assustados. Aproximando-se deles, Jesus tocou-lhes, dizendo: Levantai-vos e não tenhais medo. E, erguendo os olhos, apenas viram Jesus e mais ninguém. Enquanto desciam do monte, Jesus ordenou-lhes: Não conteis a ninguém o que acabastes de ver, até que o Filho do Homem ressuscite dos mortos. 4 (Breve momento de silêncio para oração pessoal meditando o Evangelho.) No Evangelho, são muitas as palavras e gestos de Cristo, que iluminam o sentido da vocação religiosa. No entanto, para se ter uma visão mais clara dos traços essenciais desta vocação é necessário fixar o olhar no rosto resplandecente de Cristo - no mistério da Transfiguração. Esta passagem da transfiguração faz referência toda à tradição espiritual antiga, quando relaciona a vida contemplativa com a oração de Jesus no monte. Mas de algum modo podem-se refletir lá também as dimensões ativas da vida consagrada, visto que a Transfiguração não é só revelação da glória de Cristo, mas também preparação para enfrentar a cruz. Implica um subir ao monte e um descer do monte : os discípulos que experimentaram da intimidade do Mestre, envolvidos durante alguns momentos pelo esplendor da vida da Santíssima Trindade e da comunhão dos santos, como que arrebatados até a porta da eternidade, são reconduzidos logo a seguir à realidade quotidiana, onde veem apenas Jesus na humildade da sua natureza humana, e são convidados a regressar ao vale para partilharem com Ele o peso da intenção de Deus e empreender corajosamente o caminho da cruz. Canto: TRANSFIGURAÇÃO (cantado ou rezado) O mundo quer desfigurar meu viver Trazendo os meus olhos ao que vai perecer Mas Deus me convida ao monte subir Para que de seus planos eu não venha a desistir Toda vez que oro eu me sinto feliz E me arrependo do que errado eu fiz Sua força invade todo meu viver Transfigurando todo o meu ser Eu quero entrar nesta nuvem Senhor

5 Sentir seu amor tomando conta de Mim Ouvir sua voz me dizendo assim A tenda eu fiz e é o seu coração É só viver pensando em mim Imagem e semelhança templo onde eu quis morar Se come o meu Corpo e bebe o meu Sangue Em mim pode se transformar 5 D. Rezemos em lados alternados cada estrofe, louvando o Senhor porque ele nos dá um coração simples e sábio (Sb 9, ). Lado A: Deus de nossos pais, e Senhor de misericórdia, que todas as coisas criastes pela vossa palavra, e que, por vossa sabedoria, formastes o homem para ser o senhor de todas as vossas criaturas, governar o mundo na santidade e na justiça, e proferir seu julgamento na retidão de sua alma, Lado B: dai-me a Sabedoria que partilha do vosso trono, e não me rejeiteis como indigno de ser um de vossos filhos. Sou, com efeito, vosso servo e filho de vossa serva, um homem fraco, cuja existência é breve, incapaz de compreender vosso julgamento e vossas leis; Lado A: porque qualquer homem, mesmo perfeito, entre os homens, não será nada, se lhe falta a Sabedoria que vem de vós. Mas, ao lado de vós está a Sabedoria que conhece vossas obras; ela estava presente quando fizestes o mundo, ela sabe o que vos é agradável, e o que se conforma às vossas ordens. Lado B: Fazei-a, pois, descer de vosso santo céu, e enviai-a do trono de vossa glória, para que, junto de mim, tome parte em meus trabalhos, e para que eu saiba o que vos agrada. Com efeito, ela sabe e conhece todas as coisas; prudentemente guiará meus passos, e me protegerá no brilho de sua glória. Preces: Depois de colocar-nos na presença do Senhor, buscando ouvi-lo, refletindo sua Palavra e a palavra da Igreja, queremos manifestar a Ele o desejo do nosso coração através de nossas preces: 1. Senhor, que os consagrados e consagradas façam dos lugares onde estão presentes locais explícitos da vivência do evangelho, rezemos: R. Senhor, escutai a nossa prece 2. Cristo, que os consagrados e consagradas deem testemunho da prioridade a Deus e a seu Reino construindo uma vida de discípulos e missionários, com profetismo a serviço do mundo, rezemos: 3. Senhor, que os consagrados e consagradas, pelo desejo de escuta, acolhida e serviço, e seu testemunho dos valores evangélicos mostrem o rosto materno da Igreja e que uma nova sociedade é possível, rezemos

6 (Preces espontâneas e concluir com a oração do Pai Nosso) Benção: TÃO SUBLIME D. Junto com Jesus continuemos agora a nossa caminhada com muita alegria e amor levando a todos a nossa espiritualidade do Coração de Cristo, principalmente para os prediletos do Coração de Jesus. Levemos Cristo em nosso coração. Da igreja onde estamos na nossa contemplação do Senhor partimos para a missão no mundo onde deveremos mostrar este amor que foi derramado em nossos corações. Levemos o Amor para o lugar onde nos chama o dever. Por isso, dizia São João Paulo II: A nossa adoração não deve nunca terminar. 6 Canto: CAMINHANDO COM MARIA 1. Santa Mãe Maria, nesta travessia,/ cubra-nos teu manto cor de anil./ Guarda nossa vida, Mãe Aparecida, Santa Padroeira do Brasil. Ave, Maria,/ Ave, Maria! (bis) 2. Com amor divino,/ guarda os peregrinos,/nesta caminhada para o além./ Dá-lhes companhia, pois também um dia/ foste peregrina de Belém. 3. Mulher peregrina, força feminina,/ a mais importante que existiu./ Com justiça queres que nossas mulheres/ sejam construtoras do Brasil. 4. Com seus passos lentos, enfrentando ventos,/ quando sopram noutra direção,/ toda a Mãe Igreja pede que tu sejas/ Companheira de libertação.

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar

Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar Que as pedras do meu caminho Meus pés suportem pisar Mesmo ferido

Leia mais

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto Rita de Sá Freire Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto No dia 4 de agosto, a Igreja comemora São João Maria Vianney, Padroeiro dos Padres. Gostaria de prestar

Leia mais

Missa - 10/5/2015. Entrada

Missa - 10/5/2015. Entrada Missa - 10/5/2015 ntrada m F#m 1. Todos unidos formamos um só corpo, um povo que na Páscoa nasceu. G Membros de Cristo, no sangue redimidos, Igreja peregrina de eus. m F#m Vive conosco a força do spírito,

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP-

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- 1 ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- DIA 15.06.2010 MOMENTO ORANTE ECUMÊNICO PELA PASSAGEM DO 59º ANIVERSÁRIO DA ACHUAP (para propiciar momento de silêncio e

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10.

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Vigília Jubilar Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Material: Uma Bíblia Vela da missão Velas para todas as pessoas ou pedir que cada pessoa

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

Jubileu de Prata 25 ANOS

Jubileu de Prata 25 ANOS Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

Diocese de Guaxupé. Hora Santa. Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes

Diocese de Guaxupé. Hora Santa. Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes Diocese de Guaxupé Hora Santa Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes para exposição do Santíssimo Sacramento Glória a Jesus na Hóstia Santa (ou outro a escolha) Dirigente: Graças e louvores se

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe.

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe. NOVENA O verdadeiro crente deve conscientizar-se da importância da oração em sua vida. O senhor Jesus disse : Rogai sem cessar ; quando fazemos uma novena que é uma de oração, estamos seguindo um ensinamento

Leia mais

Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano

Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano Eucaristia V Domingo do Tempo Comum Dinamiza 5º ano Entrada: Em nome do Pai Refrão: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui (BIS) 1- Para louvar e agradecer, bendizer

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos Extraordinários Objetivos Explicar o fenômeno de transfiguração,

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Hora Santa Vocacional

Hora Santa Vocacional Assessoria de Comunicação e Marketing Hora Santa Vocacional O êxodo, experiência fundamental da vocação 52º DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES 26 de Abril de 2015 Festa do Bom Pastor Animador/a: O Dia

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO A pessoa de Maria foi desde os primeiros séculos do cristianismo uma grade fonte de inspiração para o povo cristão. De fato nas catacumbas de Roma, onde os cristãos

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

P á g i n a 1 7 PAROQUIA N. SRA. RAINHA DOS APOSTOLOS CANTOS DA QUARESMA - 2015. Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo

P á g i n a 1 7 PAROQUIA N. SRA. RAINHA DOS APOSTOLOS CANTOS DA QUARESMA - 2015. Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo Cantos de Entrada: 1) Entrada/Senhor Eis Aqui o Teu Povo Refrão: Senhor, eis aqui o teu povo que vem implorar teu perdão; É grande o nosso pecado, porém é maior o teu coração. 1. Sabendo que acolheste

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim 5º DOMINGO DA PÁSCOA 18 de maio de 2014 Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim Leituras: Atos 6, 1-7; Salmo 32 (33), 1-2,4-5.18-19; Primeira Carta de Pedro 2, 4-9; João

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Bem - Aventuranças Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Eu estou à tua porta a bater, Eu estou à tua porta a bater, Se me abrires a porta entrarei para enviar. Eu preciso

Leia mais

Por isso antes de propriamente entrares na meditação dos textos, proponho um pequeno percurso para te ajudar a fazer silêncio interior

Por isso antes de propriamente entrares na meditação dos textos, proponho um pequeno percurso para te ajudar a fazer silêncio interior Para rezar na Semana Santa Estamos em plena Semana Santa. Ao longo destes dias somos convidados a reflectir no mistério da Paixão-Morte e Ressurreição de Jesus. A tradição popular quis recordar os últimos

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

Solenidade da Ascenção do Senhor

Solenidade da Ascenção do Senhor Solenidade da Ascenção do Senhor Homilias Meditadas Lectio Divina para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Solenidade da Ascensão do Senhor Mc 16,15-20 1. Breve síntese A Solenidade da Ascensão

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

2º Domingo da Quaresma

2º Domingo da Quaresma 2º Domingo da Quaresma Homilia meditada para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Este é o meu filho muito amado: escutai-o Mc 9,7 Mc 9,2-10 1.Introdução As três leituras deste Domingo falam-nos

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

Leitor 2 Este é o dia que o Senhor fez para nós! SL 118

Leitor 2 Este é o dia que o Senhor fez para nós! SL 118 Acolhida Jubilar Recepção de todas as famílias. Acolher com cantos de boas-vindas. Abertura Jubilar Material a ser usado: Coreografia com as cores do Centenário: vermelho, laranja e verde estas cores simbolizam

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga Introdução Ouço uma voz que me diz: O homem necessita de alguém que lhe esclareça quem ele é, que o instrua acerca de seus deveres, que o dirija para a virtude, renove seu coração, que o restabeleça em

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Mais do que ter devoção a Maria, precisamos imitá-la. (Raniero Cantalamessa)

Mais do que ter devoção a Maria, precisamos imitá-la. (Raniero Cantalamessa) O coordenador nacional do Ministério de Música e Artes, Juninho Cassimiro, dá continuidade às cartas aos artistas de toda a RCC do Brasil. No artigo anterior, a reflexão foi sobre a humildade Aos moldes

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo LEITURA ORANTE DA BÍBLIA Um encontro com Deus vivo A quem nós iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. (Jo 6,68) Recordando a história... A leitura orante da Palavra é uma tentativa de responder

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

O PODER DA ORAÇAO E DA SANTIFICAÇAO

O PODER DA ORAÇAO E DA SANTIFICAÇAO O PODER DA ORAÇAO E DA SANTIFICAÇAO PROGRAMA A HORA MILAGROSA Assim nos ensinou o Santo Irmão Aldo sobre o poder da oração e da santificação: Todo o filho de Deus deve ser dado à oração e à meditação.

Leia mais

Igreja sempre missionária

Igreja sempre missionária Igreja sempre missionária O mês de outubro é dedicado às missões. Jesus disse ao enviar os apóstolos para anunciar o ano da graça: Eis que vos envio como cordeiros em meio a lobos vorazes (Mt. 10,16).

Leia mais

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO Pai nosso que estais nos céus Santificado seja o vosso nome Venha a nós o vosso reino Seja feita a vossa vontade Assim na Terra como no Céu O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Leia mais

Abertos à universalidade do Coração de Cristo

Abertos à universalidade do Coração de Cristo Solenidade do Coração de Jesus 2012 Abertos à universalidade do Coração de Cristo Vigília de Oração 1 INTRODUÇÃO A festa do Coração de Cristo é um convite a toda a Igreja, particularmente a nós, Sacerdotes

Leia mais

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor!

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 2º ROTEIRO EUCARISTIA Mistério Pascal celebrado na comunidade de fé! 3º ENCONTRO EVANGELHO Amor para anunciar e transformar o mundo! 1915-2015 SUBSÍDIOS

Leia mais

ROTEIROS PARA A VIGÍLIA

ROTEIROS PARA A VIGÍLIA ROTEIROS PARA A VIGÍLIA - PREPARAÇÃO: dividir funções entre leitor, dirigente, equipe de acolhida (dependendo do local e da quantidade de pessoas), equipe de música, se possível um ministro da eucaristia

Leia mais

HOMILIA DO PAPA BENTO XVI. Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011. Queridos amigos!

HOMILIA DO PAPA BENTO XVI. Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011. Queridos amigos! HOMILIA DO PAPA BENTO XVI Aeroporto Cuatro Vientos de Madrid Sábado, 20 de Agosto de 2011 Queridos amigos! Saúdo-vos a todos, e de modo particular aos jovens que me formularam as perguntas, agradecendo-lhes

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Animador(a): Neste ano, em preparação para as comemorações de seu Centenário, a Diocese de Guaxupé iniciou, na quinta-feira

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós!

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA 03 de maio de 2015 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! Leituras: Atos 9, 26-31; Salmo 22; Primeira Carta de João 3, 18-24; João 15, 1-8. COR LITÚRGICA: BRANCA

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede 18º DOMINGO DO TEMPO COMUM 02 de agosto de 2015 Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede Leituras: Êxodo 16, 2-4.12-15; Salmo 77 (78), 3.4bc.23-24.25.54; Carta de São Paulo

Leia mais

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ SEIA 23 DE JUNHO 2013 ENTRADA NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, POVO SACERDOTAL, IGREJA SANTA

Leia mais

SUGESTÕES PARA O MÊS VOCACIONAL AGOSTO DE 2013 / PROPOSTA DE ENCONTRO

SUGESTÕES PARA O MÊS VOCACIONAL AGOSTO DE 2013 / PROPOSTA DE ENCONTRO SUGESTÕES PARA O MÊS VOCACIONAL AGOSTO DE 2013 / PROPOSTA DE ENCONTRO 1º ENCONTRO 01. ACOLHIDA Dirigente: Irmãos (as) de caminhada é com muita alegria que acolhemos a cada um de vocês para refletirmos

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO

NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO Os santos são um projeto de Deus que se realizou, que deu certo. Por isso, eles são sinais indicadores, testemunhas, para

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus!

Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus! 4º Dia Maria: Mãe obediente à Palavra de Jesus! Bodas de Caná A obediência de Maria é obediência a seu Filho e, por meio dele, ao Pai. A fé é dinâmica em nossa vida e nos desacomoda. Ser cristão é escutar

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO ORAÇÃO DO INÍCIO DA NOVENA SENHOR JESUS CRISTO, Vós nos encorajastes a Vos trazer nossa preocupação na oração. Se me pedirdes alguma coisa em meu

Leia mais

OS VALORES DO REINO DE DEUS É A VERDADEIRA SABEDORIA

OS VALORES DO REINO DE DEUS É A VERDADEIRA SABEDORIA Ano A - XXIV - Nº 1464-17º Domingo do Tempo Comum - cor verde - 27/07/2014 OS VALORES DO REINO DE DEUS É A VERDADEIRA SABEDORIA Preparar o espaço celebrativo colocando em destaque um símbolo do dízimo

Leia mais

CATEQUESE. Sua Santidade o Papa Bento XVI Vaticano - Audiência Geral Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013

CATEQUESE. Sua Santidade o Papa Bento XVI Vaticano - Audiência Geral Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013 CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Vaticano - Audiência Geral Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013 Queridos irmãos e irmãs, O Concílio Vaticano II na Constituição sobre a Divina Revelação Dei Verbum,

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus Trezena em honra ao Sagrado Coração de Jesus Com reflexões sobre suas doze promessas a Santa Margarida Maria de Alacoque EDITORA AVE-MARIA Introdução Antes de o prezado leitor iniciar esta Trezena em honra

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania

Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania Lectio Primeira leitura: 1 João 5, 5-13 Caríssimos: 5* E quem é que vence o mundo senão aquele que crê que Jesus é Filho de Deus? 6* Este, Jesus Cristo, é

Leia mais

(3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor!

(3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor! 1º Dia (3 de outubro quinta-feira) Maria: Mulher consagrada ao serviço do Senhor! Batismo de Jesus Jesus foi batizado por João no rio Jordão. A partir desse momento assumiu o anúncio público do Reino de

Leia mais