:. Dicionário Técnico de Informática 3ed. Carlos E. Morimoto -

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ":. Dicionário Técnico de Informática 3ed. Carlos E. Morimoto - http://www.guiadohardware.net"

Transcrição

1 1

2 Prefácio Um dos meus sonhos sempre foi escrever um dicionário de informática, com milhares de termos, ilustrações e tudo mais o que tivesse direito. Mas, quando se têm um trabalho tão grande em mente, muitas vezes o mais difícil é começar. Afinal, os dicionários costumam ser trabalhos para a vida toda, veja o caso do Dicionário Aurélio, que tomou praticamente toda a vida do autor e hoje continua em desenvolvimento, atualizado por uma equipe de lingüistas. Os meus objetivos aqui são um pouco mais modestos, chegar a um dicionário com 4 ou 5 mil termos de informática, abordando Hardware, Redes, Sistemas Operacionais e vários tipos de jargões utilizados neste mundo que poucos conhecem bem. Este é apenas o começo. Durante os próximos anos este dicionário continuará sendo atualizado. Como novas tecnologias surgem a cada dia, sempre haverão muitos novos termos a incluir aqui. 2

3 Direitos autorais Este e-book foi escrito por Carlos E. Morimoto e é vendido através do Guia do Hardware, no endereço A coleção completa, que além deste inclui os e-books Manual de Hardware Completo, Guia de Novas tecnologias, Guia de Upgrade e Manutenção e Placas 3D, modelos e recursos e Entendendo e Dominando o Linux por um preço simbólico de 8 reais através do próprio autor. Nas edições antigas meus e-books eram comercializados de uma forma tradicional, você depositava o valor e ao confirmar o depósito recebia os links para baixar os e-books. A partir desta edição, estou utilizando um sistema de distribuição diferente. Os links estão disponíveis para todos, você pode baixar os e-books e inclusive distribuir os arquivos para outras pessoas. Depois que você ler e comprovar a qualidade dos e-books você pode optar por depositar os R$ 8,00 que é um valor bem razoável se comparado com o que estes livros custariam em formato impresso ou, se não gostar do material simplesmente deletar os arquivos. Os livros continuam sendo vendidos, mas estou dando um voto de confiança, acreditando na sua honestidade :-) Lembre-se que este valor de R$ 8,00 é por TODA a coleção dos meus e-books, então depois de pagar, sinta-se à vontade para baixar os outros nos links disponíveis no: O pagamento pode ser feito via depósito bancário, numa das contas abaixo: - Conta A: Banco Real (banco nº 275) Agência: 0544 (PAB UNG - Guarulhos) C. Corrente: Carlos Eduardo Morimoto da Silva - Conta B: Banco Itaú (banco nº 341) Agência: 3150 C. Poupança: / 500 (o /500 é complemento para depósitos feitos no caixa eletrônico) Carlos Eduardo Morimoto da Silva 3

4 - Conta C Banco Bradesco (banco nº 237) Agencia C. Poupança Carlos Eduardo Morimoto da Silva - Conta D Banco Banespa (banco nº 33) Agência: 0110 C. Corrente: Cristiane Suzukayama - Conta E Banco do Brasil (banco nº 001) Agência: C. Poupança: (o dígito de variação, necessário para transferências via caixa eletrônico é 1) Cristiane Suzukayama Se preferir você pode enviar um vale-postal, cheque, etc. Para: Carlos Eduardo Morimoto Caixa Postal 3532 Guarulhos - SP CEP: Não deixe de visitar o Guia do Hardware para conhecer nossos outros trabalhos: 4

5 Índice geral Prefácio...2 Direitos autorais # :. 10Base :. 10Base-T...53 :. 100Base-TX...53 :. 1 T-SRAM...53 :. 2.5G...54 :. 1U Case...54 :. 2U case...55 :. 32-bit RIMM...55 :. 3Dfx...55 :. 3D-Now!...55 :. 3D Sound...56 :. 3G...56 :. 3GIO...56 :. 4G...57 :. 4i RDRAM...57 :. 56Kflex...58 :. 680x : : b, a, g...59 : b A :. A+ (certificação)

6 :. A3D (Aureal 3D)...60 :. Abandonware...60 :. ABR...60 :. AC...61 :. Access...61 :. Access Point (AP)...61 :. Access Time...61 :. Aceleração de Vídeo...62 :. ACK...62 :. ACPI...62 :. Active Directory...63 :. Actuator...63 :. ActiveX...63 :. ACR...63 :. Acrobat...64 :. Adaptive Compression...64 :. ADC...64 :. Additive Colour...64 :. ADSL...65 :. Adware...65 :. AfterStep...65 :. AGC...65 :. AGP...66 :. AGP 8X...66 :. AGP :. AGP Led...66 :. Algoritmo...67 :. Alias

7 :. Alpha...67 :. ALU...67 :. Altair :. Altivec...68 :. AMD :. AMD 760MP...68 :. AMD 760MPX...69 :. AMR...69 :. Amostragem...69 :. Analogue Video...69 :. Anamorphic...70 :. Anisotropic Filtering...70 :. Anodo...70 :. Anonymous...70 :. ANSI...70 :. Answer Mode...71 :. Anti-Aliasing...71 :. Apache...71 :. Aperture Grill...72 :. API...72 :. Apollo...73 :. Appaloosa

8 :. Apple I...73 :. Apple II...73 :. Appliance...74 :. Applet...74 :. AppleTalk...74 :. APM...74 :.Archie...74 :. Arcnet...75 :. Argon...75 :. Arpanet...75 :. ARJ...75 :. Artefact...75 :. Article...76 :. Artificial Intelligence...76 :. ASCII...76 :. ASCII Terminal...76 :. ASIC...76 :. ASP...76 :. ASP (2)...77 :. ASP :. ASPI...77 :. Assembly

9 :. Assembler...77 :. Assíncrono (Asynchronous)...78 :. AT...78 :. ATA...78 :. ATA :. ATA :. ATA :. ATA :. ATAPI...79 :. Atary :. Atenuação (de sinal)...80 :. Athlon...80 :. Athlon :. Athlon :. Athlon MP...81 :. Athlon XP...81 :. ATM...82 :. ATX...82 :. ATX12V

10 :. AU...83 :. AUI...83 :. AVI...83 :. Avatar B :. B2B...85 :. B2C...85 :. B2M...85 :. BABT...85 :. Backbone...85 :. Backdoor...86 :. Background Process...86 :. Backlight...86 :. Back Office...86 :. Back-Orifice...86 :. Backslash...87 :. Backup...87 :. Backside Bus...87 :. Balanceamento de carga (load balancing)...87 :. Bandwidth...88 :. Banias

11 :. Banner...88 :. Barton...89 :. Bash...89 :. BASIC...89 :. Baud...89 :. Baud Rate...89 :. BBUL...90 :. BBS...90 :. BBS (2)...90 :. BEDO...91 :. Benchmark...91 :. Beowulf...92 :. Bezel...92 :. BGA...92 :. Big Drive...93 :. Bigfoot...93 :. Big Water...94 :. Bimar...94 :. Binary...94 :. Biochip

12 :. BIOS...94 :. B.I.O.S :. Bit...94 :. Bit Depth...95 :. Bit-rate...95 :. Bitmap...95 :. Blade Server...95 :. Blog...96 :. Blower...96 :. Bluecurve...96 :. Blue Screen of Death...97 :. Bluetooth...97 :. BNC...97 :. BNC (2)...98 :. BogoMIPS...98 :. Book A...98 :. Boot...98 :. Boot Drive...99 :. Boot Manager...99 :. Boot ROM...99 :. Boot Sequence

13 :. Boot Sector :. Bot :. BPI :. Bps :. Bridge :. Brightness :. Broadband :. Broadcast :. Browser :. BTW :. Bubble Jet :. Budget :. Buffer :. Buffer Overflow :. Buffer Underrun :. Bug :. Burn-in :. Burn-Proof :. Burst Mode

14 :. Bus :. Bus Mastering :. Byte C :. C :. C :. C2C :. C5X :. C5XL :. C5YL :. Cache :. Cache de Disco (ou Buffer de disco) :. Cache Hit :. Cache Inclusivo/Cache Exclusivo :. Cache L :. Cache L :. Cache L :. Cache Miss :. Cache Server :. Capacitor (ou Condensador) :. Capacitância :. Carrier Sense :. Cardbus :. CAS :. Case Sensitive :. Cat :. Cat 5e

15 :. Cat :. Cat :. CBR :. CAV :. CBS :. CD :. CD-R :. CD-RW :. Celeron :. Cell :. Centaur :. Centrino (Intel) :. Centronics (interface) :. CEO :. CERT :. CFML :. CFM :. CGA :. CGI :. Checksum :. Chicago :. Child Process (processo filho) :. Chipkill :. Chips assíncronos :. Chipset :. Choke packet :. Chorus :. CI

16 :. Cilindro :. CIO :. CISC :. ClawHammer :. Clean Room :. CLI :. Cliente :. Clock :. Clone :. Closed Caption :. Cluster :. Clustering :. CLV :. CMOS :. CMYK :. CNA (Certified Novell Administrator) :. CNE (Certified Novell Engineer) :. CNR :. CNR (2) :. COAST :. Cobol :. Code Morphing Software :. CODEC :. Código-fonte :. Colisão de Pacotes :. Color Depth :. Concatenar :. CompactFlash

17 :. Compilador :. Compilar :. Compilado dinâmicamente, Compilado estaticamente (dynamic compiled, estaticaly compiled) :. Composite Black :. Compression :. CompTIA :. Comutador :. Concurrent PCI :. Controlador de memória :. Controller-Based :. Cookie :. Coppermine :. Coppermine :. Covington :. CPU :. CP/M :. CPRM :. Computador Quântico :. Core :. Cracker :. Craftworks :. CRC :. Criptografia :. CRO :. Crosstalk :. Cross Platform (Multiplataforma) :. Cross-over

18 :. CRM :. CRT :. Crusoé :. Csel :. CSMA/CD :. CTO :. Cumine :. Ciphertext :. CZA D :. DAC :. Daemon :. Daisy Wheel Printer :. Darwin :. DAT :. Data Cache/Instruction Cache :. Data pre-fetch :. Data Warehouse :. DC :. DDC :. DD-CD :. DDR :. DDR II :. Debug :. Decompression :. Deerfield :. Default :. Degauss

19 :. DeMilitarized Zone (DMZ) :. Demo :. Dependency hell :. Deschutes :. Desk-in PC (ou Desk PC) :. Desknote :. Developer :. Device Driver :. DHCP :. Dhrystone :. Dial-Up :. Die Size :. DIMM :. Dinosaur Pen :. Diodo :. DIP :. DIP Switch :. DirectX :. DirectFB :. Disc :. Disc at once (DAO) :. Disco Rígido (HD) :. Discrete chip :. Disk Array :. Distribuição Linux :. Distributed File System (DFS) :. Dithering :. Divx

20 :. Divx;-) :. Dixon :. DLL :. DLP :. DMA :. DNS :. Dockapp :. Dolby AC :. Dolby ProLogic :. Dolby Surround :. Domain :. Dot Matrix Printer :. Download :. Downstream :. DOS :. DoS :. DOS/V :. DPI :. DPL/DPC :. DPMA :. DRAM :. Drive :. Driver (de dispositivo) :. Drum :. DST :. DTR :. Dual Boot :. Dual Homed

21 :. Dual Scan :. Dual Vt :. Dumb Terminal :. Dummie :. Duron (AMD) :. DVD :. DVD-RAM :. DVI :. Dvorak (teclado) :. DragonBall :. DSP :. DSTN :. DXV E :. E :. E :. EasyNow! n :. EAX :. EBPP :. ECC :. E-CD :. ECP :. Ecrã :. Eden :. Edge Effect :. EDO RAM :. EDVAC

22 :.EDSI :. EEPROM :. EGA (Enhanced Graphics Adapter) :. e-home :. Eiffel :. Eight queens problem :. EISA :. EL (eletroluminescent) :. Eletromigração :. EMACS :. Embedded System :. EMI (electromagnetic interference) :. EMF (Electromagnetic Field) :. Emulador (emulator) :. EMS :. Endereço IP :. Energy Star :. Engenharia Reversa :. ENIAC :. E-Paper :. EPIC :. EPOC :. EPP :. ERP :. Erza :. Erza-T (core C5M) :. Erza-T (core C5N) :. ESCD

23 :. Esther :. Esteganografia :. Ethernet :. EULA :. Exabyte :. Expansion Card :. Exploit :. EXT :. External Fragmentation (fragmentação externa) :. Extranet :. EZ Plug F :. Failover :. Falt Torerance :. FAQ :. Fast Ethernet :. FAT :. FBGA :. FCC :. FCC ID :. FC-PGA :. FDD :. Fdisk :. FDDI :. FED :. Feed Forward :. Ferrite :. Fester

24 :. FET :. FHSS :. Fibre Channel :. Ficheiro :. FidoNet :. File Server :. Finger :. FIN Packets :. Firewall :. Fireware :. Firmware :. Flash RAM :. Flex-ATX :. Flip-flop :. FLOPS :. Fonte chaveada :. Fonte linear :. Footprint :. Foreground Process :. Form Factor :. Fortran :. FPD :. FPM RAM :. FPS :. FPS (2) :. FRAD :. Frame Buffer :. Frame Relay

25 :. Frames per second :. FreeBSD :. Free Software :. Freeware :. FSAA :. FSB :. FTP :. FUD :. Full-Duplex G :. G :. Galatin :. Gateway :. GDI :. Geek :. Gecko :. GIF :. Gigabit Ethernet :. Gigabit over Copper :. Gigaflops :. GIMP :. GNOME :. GNU :. GNU/Linux :. Ghostscript :. GPF :. GPPM :. GPU

26 :. Gracefully exit (gracefully shutdown) :. Green Book :. Grid Computing :. Groupware :. Grub :. G.SHDSL :. GTK :. GTL :. Guest :. GUI :. Guru H :. Hacker :. HAL :. Half-Duplex :. HAN :. Hammer :. Hannacroix :. Hardened :. Hard Error :. Hardmodem :. HDA :. HDD :. HDSL :. HDTV :. Head Crash :. Headhunters :. Heat-sink

27 :. Hexadecimal :. Hiperlan/ :. HyperTransport :. HyperThreading :. HKey (Hive_Key) :. HKey_Classes_Root :. HKey_Current_User :. HKey_Local_Machine :. HKey_Users :. HKey_Current_Config :. HomePNA :. HomePlug Powerline Alliance :. HomeRF :. Honeypot :. Host :. Host Adaptor :. Host Dedicado :. Host Machine :. Howto :. Hot Plug PCI :. Hot Swap :. HOP :. HPA :. HPC :. HPFS :. HSSI :. HTML :. HTTP

28 :. Hub :. Hurd (GNU hurd) I :. i440bx :. i :. i :. i :. i :. i :. i :. IA :. IC :. ICS :. IDC :. IDE :. IDE (2) :. IEEE :. IEEE :. IEEE :. IEEE a :. IEEE b :. IEEE g :. IEEE (Wireless MAN) :. IEEE 802.3ae :. IHA :. IIS :. imac :. IMHO

29 :. i-mode :. Impressora de Margarida :. Impressora Jato de Tinta :. Impressora Laser :. Impressora LED :. Impressora Matricial :. InfiniBand :. Inode :. Intel :. Intel :. Inteligência artificial : Internal Fragmentation (fragmentação interna) :. Interface :. Internet Appliance :. Internic :. Interpolação :. Intranet :. Intrusion Detection :. I/O :. IP Masquerade :. IPN :. IPv :. IPv :. IPX/SPX :. IrDA :. IRQ :. ISA :. ISDN

30 :. ISO :. ISO :. Isotopically Pure Silicon :. ISP :. ITU J :. Java :. Jabber :. Jaz Drive :. JBOD :. JDK :. Jewel Case :. Joilet :. Joint Venture :. Foo :. Journaling :. JPG :. Jukebox :. Jumper K :. K :. K :. K :. K :. K :. K :. K

31 :. K :. Katmai :. Karma :. KB/s :. Kbps :. KDE :. Kerberos :. Kermit :. Kernel :. Kernel Monolítico, Kernel Modular :. Kernel Panic :. Kernel Modules :. Killer App :. Klamath :. KM :. Knowledge Base :. Kryotech :. Kylix L :. Lag :. LaGrande :. Lamer :. LAN :. LAN Parties :. LAPM :. Latch :. LaTex :. LBA

32 :. LCD :. LDAP :. LED :. Legacy :. Legacy Free :. Lei de Moore :. Lei de Murpy :. LGPL :. Lilo :. Line Interactive :. LinModem :. Linux :. Li-Ion (Lítio Ion) :. Lisa :. LMHOSTS :. Load :. Login :. Lock-in Software :. LongHorn :. LongRun :. LongHaul :. Loop :. LPDM :. LPT :. LTSP :. LUG :. Luna :. LVM

33 - M :. Mac :. Mac (endereço) :. MacOS :. MacOS X :. Madison :. Magneto óptico :. Mainframe :. Malware :. MAN :. Man Pages :. Mapear :. Máscara de sub-rede :. Master :. Matriz Ativa :. Matriz Passiva :. MAU :. MB/s :. Mbps :. MBR :. MCA :. MCC :. MCC (2) :. McKinley :. MCSE :. MDA e CGA :. Memória de vídeo :. Memória Flash

34 :. Memória Virtual :. Memory Controller :. Mendocino :. Merced :. Méritocracia :. Metadata :. MFC Application :. Microcode :. Microdrive :. Mícron :. Microprocessador :. MIDI :. Middleware :. Milessegundo :. MIME :. MiniDisc (MD) :. Mini DV :. MiniDVD :. Micro-ATX :. Mini-iTX :. Mini-PCI :. MIPS :. Mirroring :. MIS :. MNP :. Mobile :. Modem :. Modem on Hold

35 :. Modo real / Modo protegido :. Montecito :. Morgan :. Mosaic :. Motor de passo (Stepper Motor) :. Mouse óptico :. Mousetrapping :. MP :. MP :. MP3 Pro :. MPEG :. MPEG :. MPEG :. MPEG :. MTBF :. MRAM :. MTTR :. MTU :. Multicore CPU :. Multisessão :. Multilink :. Multi-Timbral :. MySQL N :. Nanometro :. Nanossegundo :. NAS

36 :. NAT :. Newbie :. NC (Network Computer) :. Ncurses :. Nehalem :. NetBEUI :. NetBIOS :. Netiquette :. NetPC :. NetWare :. Network :. NewCard :. Newsgroup :. Nex-Gen :. NForce :. NFS :. Nibble :. NIC :. NiCad (Níquel Cádmio) :. NiMH (Níquel-Metal Hydride) :. No-Break :. No-break multiprocessado :. Noise :. Non-Volatile Memory :. Northbridge :. Northwood :. NOS :. Nó (de rede)

37 :. NPMM :. NTLDR :. NTFS O :. OC :. OCR :. ODBC :. OEL :. OEM :. Offboard :. Off-line :. Ogg Vorbis :. OLED :. OLGA :. Onboard :. On-Die :. Opcode :. Open Code :. OpenMosix :. Open Source :. OPS :. Opteron (AMD) :. Opti-Jack :. Orange Book :. OS :. OS/ :. Osborne :. OSI

38 :. OSS :. OSS (2) :. OUM :. OverBurn :. Overclock :. Oversize P :. P4-M :. P4X :. Packet Sniffing :. Packet Writing :. Pacote de dados :. PAE :. Palm :. Pilot :. Pilot :. Palm-Pilot Personal :. Palm-Pilot Professional :. Palm III :. Palm IIIx :. Palm IIIxe :. Palm IIIe :. Palm IIIc :. Palm V :. Palm Vx :. Palm VII :. Palm M :. Palomino

39 :. PAN :. Pantone :. Parallel ATA :. Parent Process :. Pascal :. Passive Cooling :. Passive Mode :. Passport :. Patch :. PC :. PC AT :. PC XT :. PCB :. PCI :. PCI de 64 bits :. PCI Express :. PCI-X :. PCI to ISA Bridge :. PC Card :. PCM :. PCMCIA :. PDA :. PDF :. Pentium :. Pentium II :. Pentium III :. Pentium III-S :. Pentium

40 :. Pentium Pro :. Pentium MMX :. Performance :. Periférico :. Perl :. Petabyte :. Phrack :. PIA :. Piconet :. Piezoelétrica (Piezo-Electric) :. Ping (Packet Internet Group) :. Pipeline :. Pipeline Buble :. Pixel :. Placa decodificadora :. Placa de expansão :. Platter :. PLED :. Plug-In :. Plumas :. PnP :. Psychoacoustics :. Placa de vídeo 3D :. Polímero (polymer) :. Polyphony :. Ponte Norte :. Ponto de acesso :. Porta

41 :. Porta UDP :. POSIX :. Post-RISC :. PostScript :. POTS :. PowerNow! :. Power User :. PPGA :. PPP (Point-to-Point Protocol) :. PPPoE (Point-to-Point Protocol over Ethernet) :. Prescott :. Prestonia :. Processo :. PROM :. Proxy (servidor) :. PS/ :. PSU :. Provedor de Acesso :. PXE :. Python Q :. QDOS :. QDR :. Quadbit :. Quadro :. Quantum Dot :. Qubit :. Query

42 :. Queue :. QuickConnect :. Quicktime :. Quick Web :. Quit :. QVGA :. QWERTY R :. RADIUS :. RAID :. RAID 0 (Striping) :. RAID 1 (Mirroring) :. RAID :. RAID :. RAID :. RAID :. RAID 53 (ou 5+3) :. RAID :. RAM :. RAMAC :. RAMDAC :. RAM Disk :. Rambus :. RapidIO :. RAS :. Raw Mode, Raw Data :. Raw Sockets :. Real-time

43 :. Read After Write :. Red Book :. Red Hat :. Rede Ponto a Ponto :. Redundância :. Refurbished :. Registered DIMM :. ReiserFS :. Reiserfsck :. Relê (Relay) :. Removable Disk :. Resident Font :. Resistência elétrica :. Resistor :. Retail :. RGB :. RIMM :. Ripper :. RISC :. Riser :. RJ :. RJ :. ROM :. Roteador :. ROW :. RPM :. RPM (2) :. RTFM

44 :. Runlevel S :. Sala Limpa :. Samba :. Sampling :. Sampling Rate :. Samuel :. Samuel :. Scanner :. Scatternet :. Screener :. Script Kit :. SCSI :. SDRAM :. Segmento (de rede) :. Serial :. Serial ATA :. Server Farm :. Service Pack :. Servidor :. Servidor de alta densidade :. Servidor de arquivos :. Setor de boot :. SGRAM :. Shadow Mask :. Shared Source :. Shareware :. ShareWare (2)

45 :. Sharptooth :. Shell :. Shell Script :. Silicon-on-insulator (SOI) :. SimCity :. SIMM :. Simputer :. Single user mode :. Sistema de arquivos :. SLA :. Slave :. SledgeHammer :. SLI :. SLIP :. Slotted Mask :. S.M.A.R.T :. SmartMedia :. SmootVision :. SMB :. SMP :. SMTP :. Snapshot :. Sniffer :. SNR :. Socks :. Sockets :. SODIMM :. SORIMM

46 :. Soft Error :. Softmodem :. SoHo :. Som 3D :. SON :. Sound Blaster :. Sound Card :. Source-code :. Speedstep :. S/PDIF :. SPF :. Spitfire :. Spoofing :. Springdale :. Sputtering :. Spyware :. SQL :. SSD :. SSE :. SSE :. SSH :. SSL :. ST :. Stand Alone :. STD - VRE :. Stepper Motor :. Stepping :. Storage

47 :. StreanThru :. Stripping :. Super VGA (SVGA) :. SXGA :. Swap File :. Switch :. SyncFlash :. Synchronous :. SYN Packets :. SYSOP T :. T :. T :. Tag :. Tag Line :. Tag RAM :. Tahoe :. TAPI :. Taxa de amostragem :. TCO :. TCO (2) :. TCP/IP :. Tejas :. Telnet :. Terminal Burro :. Terminal Leve :. Texel :. TFT

48 :. TFTP :. Thin Client :. Thread :. Thoroughbred :. Throughput :. Thunderbird :. TideWater :. Tillamook :. Tinma :. TLB :. Tolerante a Falhas :. Tonga :. Topologia (de rede) :. Topologia de barramento :. Topologia de estrela :. Touch Pad :. Touch Screen (Monitores) :. TPI :. Traffic :. Transceptor :. Transístor :. Transmeta :. Tracert :. Track at Once (TAO) :. Trojan Horse :. Troll :. True Black :. TSOP

49 :. TSR :. TTL :. Tualatin :. Type I Font (fonte Tipo 1) :. TWAIN :. Tweak :. Twit U :. UDP :. Ultra 320 SCSI :. Ultra XGA :. Underclock :. Unicode :. Upgrade :. Upgradable :. Uplink (porta) :. UPS :. USB :. USB :. UTP :. UUCP :. UWB :. UXGA :. UZIX V :. V :. V.22bis :. V

50 :. V :. V.32bis :. V :. V :. V :. V :. V :. Válvula :. Vaporware :. Varistor :. VBR :. VC-SDRAM :. VCD :. Vcore :. VESA :. VFAT :. VGA :. Video Pass-Thru :. Visual Basic :. Visual C :. VLB :. VLDB :. VLIW :. VLSM :. VMware :. Voz sobre IP :. VPDN :. VPN

51 :. VPU :. VRML :. V-Sync (video sync) X :. X :. X :. X :. X :. xdsl :. XGA :. Xeon :. Xfree :. Xmodem :. XML :. X Windows W :. W2K :. Waffer :. Wait State :. Wake-on-Lan (WOL) :. Wallpaper :. Wannabee (ou Wanabe) :. WAP :. Warez :. Waterblock :. Watercooler :. Watermark :. Watermark (2)

52 :. WAN :. WAV :. WDM :. Web :. Web Host :. Weblog :. WebPad :. WCDMA :. Whell Mouse :. Whetstone :. White Book :. White Hat :. White Paper :. WLAN :. WMA :. Widget :. Widget Library :. Wi-Fi :. Wi-Fi :. Willamette :. Winchester :. Window Maker :. Window Manager :. Windows CE :. WinModem :. Wine :. Wintel :. Wire Feet

53 :. Wireless :. Workstation :. Worm :. Worm (2) :. WRAM :. Write Through :. Write Back :. WTLS :. :. WYSIWYG Y :. Y2K :. Yagi (antena) :. Yamhill :. Yellow Book :. Yellowstone :. Yottabyte Z :. Z-Buffer :. ZAW :. Zif :. Zoned Bit Recording :. ZX

54 - # - :. 10Base-2 Os cabos 10Base2, também chamados de cabos coaxiais finos, ou cabos Thinnet, são os cabos coaxiais usados em redes Ethernet de 10 megabits. Seu diâmetro é de apenas 0.18 polegadas, cerca de 4.7 milímetros, o que os torna razoavelmente flexíveis. O "10" na sigla 10Base2, significa que os cabos podem transmitir dados a uma velocidade de até 10 megabits por segundo, "Base" significa "banda base" e se refere à distância máxima para que o sinal pode percorrer através do cabo, no caso o "2" que teoricamente significaria 200 metros, mas que na prática é apenas um arredondamento, pois nos cabos 10Base2 a distância máxima utilizável é de 185 metros. Usando cabos coaxiais não é necessário utilizar um hub, mas em compensação a velocidade da rede fica limitada a apenas 10 megabits. Outro problema é que esta topologia é muito susceptível a problemas de mal contato, principalmente em redes com mais de 5 PCs. Atualmente os cabos coaxiais são cada vez menos usados, já que além de menos susceptíveis a problemas, os cabos de par trançado categoria 5 suportam transmissão de dados a 100 megabits, ou até mesmo 1 gigabit, caso sejam utilizadas placas de rede Gigabit Ethernet. :. 10Base-T Este é o padrão de redes Ethernet de 10 megabits, onde são utilizados cabos de par trançado. O 10 no nome indica justamente a velocidade máxima de transmissão de dados. Apesar de 10 megabits corresponderem a 1.25 megabytes por segundo, na prática a velocidade de transmissão dificilmente ultrapassa os 800 kb/s, pois junto com os dados são transmitidos sinais de modulação, bits de correção de erros etc. As placas de 10 megabits já caíram em desuso a algum tempo, pois todas as placas PCI atuais transmitem a 100 megabits. Apesar disso, as placas de 100 megabits mantém compatibilidade com o padrão anterior. :. 100Base-TX Este é o padrão para redes Ethernet de 100 megabits. A topologia da rede é igual à do padrão 10 Base-T, com um hub central e cabos de par trançado. A grande vantagem é a maior velocidade de transmissão, que faz uma grande diferença ao transferir grandes arquivos. As placas 100 Base-TX também são capazes de operar a 10 megabits, caso sejam conectadas a um hub antigo, por isso também são chamadas de placas 10/100. :. 1 T-SRAM É uma tecnologia que permite construir chips de memória cache com apenas um transístor por bit (como na memória RAM tradicional) em contraste com os vários transístores utilizados para construir cada bit da memória cache tradicional. Os transístores são organizados da mesma 54

55 maneira que num chip de memória cache, permitindo que o sistema mantenha tempos de acesso bastante baixos, quase tão bons quanto num chip de memória cache "de verdade". Em compensação, continua existindo a necessidade de reescrever os dados periodicamente e a cada leitura, como na memória RAM. No final das contas temos um tipo de memória cache um pouco mais lento, que consome mais energia, mas que em compensação é muito mais barato de se produzir. Esta tecnologia foi desenvolvida no início dos anos 80 e ficou esquecida durante muitos anos, até a HP ressuscitar a idéia no seu processador PA-8800 que traz nada menos que 32 MB de cache L2 embutidos no mesmo cartucho do processador (como no Pentium II), uma quantidade que só pôde ser obtida graças ao uso da tecnologia. :. 2.5G A primeira geração de celulares ou 1G, ainda composta por modelos analógicos, surgiu durante a década de 70, se popularizou durante a década de 80 e continuou sendo usada durante boa parte da década de 90. Os celulares analógicos são pouco mais sofisticados que os aparelhos de rádio amador e não são muito adequados para a transmissão de dados. No início da década de 90 surgiram os celulares digitais, a segunda geração, ou 2G, composta pelos padrões CDMA, TDMA e GSM. Apesar de já trabalharem com transmissões digitais, a velocidade de transmissão de dados é muito baixa. Que o digam os usuários do Wap. Os celulares 2.5G representam uma grande evolução em termos de transmissão de dados, pois utilizam transmissão por pacotes, o que significa que os celulares ficam constantemente conectados à Web e o usuário paga apenas pelos dados transmitidos, ao contrário do Wap, onde é cobrado por minuto de conexão. Outra vantagem do 2.5G é a maior velocidade. O padrão que está sendo implantado no Brasil permite a transmissão de dados a 144 kbps. :. 1U Case Este é o tipo mais compacto de gabinete usado em servidores, projetado para ocupar um único espaço no rack, o que significa uma grande economia no custo de hospedagem em data centers, onde paga-se por espaço ocupado. Claro que esta economia tem um custo. O gabinete tem apenas 8,5 cm de altura, o que limita o número de placas mãe que podem ser utilizadas. Os pentes de memória não podem ser encaixados na vertical, como nos desktops, mas sim na horizontal. Também não é possível utilizar processadores que dissipam muito calor, pois não é possível usar coolers muito grandes. É possível usar uma única placa de expansão, conectada na horizontal, com a ajuda de uma placa riser, por isso as placas mãe mais indicadas são as com vídeo, rede e RAID onboard. É possível utilizar até dois HDs. 55

:. D i c i o n á r i o d e t e r m o s t é c n i c o s.:

:. D i c i o n á r i o d e t e r m o s t é c n i c o s.: :. D i c i o n á r i o d e t e r m o s t é c n i c o s.: :. 10Base-2 Os cabos 10Base2, também chamados de cabos coaxiais finos, ou cabos Thinnet, são os cabos coaxiais usados em redes Ethernet de 10 megabits.

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Um PC é composto por diversos componentes, incluindo o processador, pentes de memória, HD, placa de rede e assim por diante. Prof. Marcel Santos Silva No início, as placas-mãe serviam

Leia mais

Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos

Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos Abordaremos nesta aula assuntos referentes aos diversos tipos de barramentos existentes em um computador e ao modo

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 4.1 HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS Qualquer PC é composto pelos mesmos componentes básicos: Processador, memória, HD, placa-mãe, placa de vídeo e monitor

Leia mais

Capítulo 1. Introdução ao hardware de PCs

Capítulo 1. Introdução ao hardware de PCs Capítulo 1 Introdução ao hardware de PCs Hardware para principiantes Entender hardware a fundo é uma tarefa árdua. São tantos detalhes que o aprendizado pode se tornar bastante difícil. Vamos então facilitar

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Placa Mãe Dispositivos (Onboard) São aqueles encontrados na própria Placa Mãe. Ex: Rede, Som, Vídeo e etc... Prof. Luiz

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

Placa Mãe. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Placa Mãe. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Placa Mãe Prof. Alexandre Beletti Ferreira Hardware Todo equipamento, peças, que pode ser tocado. Exemplos: memória, processador, gabinete, mouse, teclado, monitor (também chamados de periféricos). Placa

Leia mais

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Principais Componentes Barramentos Placa Mãe Processadores Armazenamento

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Aquisição de equipamentos de informática

Aquisição de equipamentos de informática CONVITE 010/2008 ANEXO I Aquisição de equipamentos de informática ITEM 1 Nome: Estação de trabalho Quantidade: 1 unidades Processador: (mínimo) Intel core 2 duo E7200 2.53Ghz FSB 1333Mhz 4Mb Cache, 65

Leia mais

Noções básicas sobre hardware de PCs

Noções básicas sobre hardware de PCs Capítulo 1 Noções básicas sobre hardware de PCs Primeiro contato com hardware de PCs Entender hardware a fundo é uma tarefa árdua. São tantos detalhes que o aprendizado pode se tornar bastante difícil.

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Capítulo1 - Introdução à Redes 1 Requisitos para Conexão à Internet Para disponibilizar o acesso de um computador à rede, devem ser levados em consideração 03 parâmetros:

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Conhecendo o Computador

Conhecendo o Computador Conhecendo o Computador Resumo 1. O Computador 2. Principais componentes do hardware do computador 3. Placa-mãe 3.1. Descrição dos componentes na placa-mãe 3.2. Conexões do painel traseiro 3.3. Barramento

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO

ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO A P Ê N D I C E A ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO A - 1 Processador Lógica Central Processador e a Lógica Central Intel P4 (Prescott) 2.8 ~ 3.6 GHz, Tipo FC-mPGA4, 1 MB L2, com Tecnologia Hyper Threading Mobile

Leia mais

Placas de Vídeo. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Placas de Vídeo. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Placas de Vídeo Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução Dispositivo responsável pela comunicação entre a placa mãe e o monitor de vídeo para reproduzir imagens. Dispositivo básico de output. Converte

Leia mais

Barramentos e Chipsets

Barramentos e Chipsets Sumário Introdução Barramentos e Chipsets Eduardo Amaral Barramentos Barramento frontal (Front Side Bus) Barramento de memória Barramento de externo ou de I/O Chipset Ponte norte Ponte sul Introdução Organização

Leia mais

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE

INSTITUTO MARTIN LUTHER KING CURSO PROCESSAMENTO DE DADOS DISCIPLINA: HARDWARE Memória ROM Vamos iniciar com a memória ROM que significa Read Only Memory, ou seja, uma memória somente para leitura. Isso quer dizer que as instruções que esta memória contém só podem ser lidas e executadas,

Leia mais

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora. Planejamento de Despesas 2011 Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ Centro Nacional de Conservação da Flora - CNCFlora Planejamento de Despesas 2011 Equipamentos Item 1: Desktop de trabalho - Quantidade 03

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

Sistemas Computacionais

Sistemas Computacionais 2 Introdução Barramentos são, basicamente, um conjunto de sinais digitais com os quais o processador comunica-se com o seu exterior, ou seja, com a memória, chips da placa-mãe, periféricos, etc. Há vários

Leia mais

A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores

A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores A Intel e a AMD são os mais conhecidos fabricantes de processadores ambos tiveram a sua evolução em termos de fabrico de processadores De seguida mencionamos a evolução de ambos os fabricantes Intel 8086

Leia mais

Aula 2 Conceitos de Tecnologia da Informação

Aula 2 Conceitos de Tecnologia da Informação Informática 0 Aula 2 Prof. Leonardo R. de Oliveira Leonardo@Unicamp.br Roteiro: Hardware Software Organização de Dados Telecomunicações TI Exercício Bibliografia: STAIR, Ralph. Princípios de Sistemas de

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS.

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS. INTRODUÇÃO BARRAMENTO EXPRESS. O processador se comunica com os outros periféricos do micro através de um caminho de dados chamado barramento. Desde o lançamento do primeiro PC em 1981 até os dias de hoje,

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015. Prof. Marco Antônio

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015. Prof. Marco Antônio INFORMÁTICA PARA CONCURSOS - 2015 Prof. Marco Antônio Gestão da Informação e Conhecimento Dados Elemento bruto que não expressa informação Ex.: A, ], % *, & Gestão da Informação e Conhecimento Informação

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Capítulo 3: Noções de Hardware. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 3: Noções de Hardware. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 3: Noções de Hardware Prof.: Roberto Franciscatto HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS Qualquer PC é composto pelos mesmos componentes básicos: Processador, memória, HD, placa-mãe, placa de vídeo e monitor

Leia mais

Sigla Nome Tecnologia. vez. Programable Read Only Memory (memória programável somente de leitura)

Sigla Nome Tecnologia. vez. Programable Read Only Memory (memória programável somente de leitura) 1. Introdução As memórias são as responsáveis pelo armazenamento de dados e instruções em forma de sinais digitais em computadores. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele busca na memória

Leia mais

Tipos de placas-mãe PLACA MÃE. Placa-mãe com slot ISA (destaque)

Tipos de placas-mãe PLACA MÃE. Placa-mãe com slot ISA (destaque) PLACA MÃE Placa mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso, que serve como base para a instalação dos demais componentes de um computador, como o processador, memória

Leia mais

Tipos e Formatos de módulos de memória

Tipos e Formatos de módulos de memória Tipos e Formatos de módulos de memória Embora seja brutalmente mais rápida que o HD e outros periféricos, a memória RAM continua sendo muito mais lenta que o processador. Para reduzir a diferença (ou pelo

Leia mais

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Introdução As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial

Leia mais

Introdução à redes de computadores

Introdução à redes de computadores 1/8 Introdução à redes de computadores Faz todo o sentido ligar os computadores em rede. Você não precisa ter uma impressora, um HD de grande capacidade, um gravador de DVDs e conexão via ADSL para cada

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS

GABINETE ALTURA PROCESSADORES NÚCLEOS DE PROCESSAMENTO MEMÓRIA RAM CHIPSET ARQUITETURA BIOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GABINETE ALTURA - Rack Chassis Próprio - Ventiladores Internos Hot Plug Redundantes - Ventilação Adequada para a Refrigeração do Sistema Interno do Equipamento na sua Configuração

Leia mais

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br

Hardware Avançado. Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Hardware Avançado Laércio Vasconcelos Rio Branco, mar/2007 www.laercio.com.br Avanços recentes em Processadores Chipsets Memórias Discos rígidos Microeletrônica Um processador moderno é formado por mais

Leia mais

Aula 04 A. Barramentos. Prof. Ricardo Palma

Aula 04 A. Barramentos. Prof. Ricardo Palma Aula 04 A Barramentos Prof. Ricardo Palma Definição Em ciência da computação barramento é um conjunto de linhas de comunicação que permitem a interligação entre dispositivos, como o CPU, a memória e outros

Leia mais

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Site : Sniperpspg1.besaba.com Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Introdução ao PC ( Personal Computer ) Entre as décadas de 1950 e 1970, nós primórdios da disseminação da informática, vários fabricantes

Leia mais

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Arquitetura de Entrada e Saída Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Barramento Meio de transmissão de dados entre a CPU, a memória principal e os dispositivos de entrada e saída.

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores

Montagem e Manutenção de Computadores Montagem e Manutenção de Computadores Sistemas Operacionais, soquetes e barramentos Bolsa instrutor-dinf-ufpr SISTEMAS OPERACIONAIS O sistema operacional cria a possibilidade de: - Realizar uma variedade

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC Curso Técnico em Informática Rafael Barros Sales Tecnólogo em Redes de Computadores Técnico em Informatica CREA/AC Athlon e Duron O Athlon (em formato de cartucho, com cache L2 externo) Assim como o Pentium

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe

Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe Componentes Básicos do Computador MEMÓRIA

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer

Noções de Informática. Rodrigo Schaeffer Noções de Informática Rodrigo Schaeffer www.cetecnet.com.br/rodrigo Hardware Hardware Parte Física O teclado, mouse, vídeo, impressora, disco rígido, são alguns exemplos de hardware. Software Software

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em:

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: DRAM DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: FPM RAM (Fast Page Mode) EDO RAM (Extended Data Output RAM) BEDO RAM (Burst Extended Data Output

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação UESC Introdução à Ciência da Computação Dispositivos de entrada CPU Memória Dispositivos de saída Fluxo de Informações Central Processing Unit - CPU Unidade Central de Processamento - UCP Responsável

Leia mais

Entendendo o Computador Resumo. ADS IFBA www.ifba.edu.br/professores/antoniocarlos

Entendendo o Computador Resumo. ADS IFBA www.ifba.edu.br/professores/antoniocarlos Entendendo o Computador Resumo Tipos de Computadores Mainframe computador de grande porte, normalmente utilizado para gerenciar grande quantidade de fluxo de dados (operadoras de cartões de crédito, telefonia).

Leia mais

COMO FUNCIONA O COMPUTADOR

COMO FUNCIONA O COMPUTADOR COMO FUNCIONA O COMPUTADOR A arquitetura básica de qualquer computador completo é formada por apenas 5 componentes básicos: processador, memória RAM, disco rígido (HD), dispositivos de entrada e saída

Leia mais

Placa - Mãe - Introdução

Placa - Mãe - Introdução Aula de Hardware Placa - Mãe - Introdução Também conhecida como "motherboard" ou "mainboard", a placa-mãe é, basicamente, a responsável pela interconexão de todas as peças que formam o computador. O HD,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE

TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA KIT TELESSAÚDE Quantidade Especificação Técnica Valor Estimado 01 Microcomputador multimídia R$ 2.200,00 Core I5, memória de 4Gb, disco rígido de 500GB SATA, gravador e leitor de DVD,

Leia mais

1.1 Processador Pentium 4 da Intel. Atualmente existem dois grandes fabricantes de processadores (CPU) no mundo, são eles:

1.1 Processador Pentium 4 da Intel. Atualmente existem dois grandes fabricantes de processadores (CPU) no mundo, são eles: CONCEITOS DE HARDWARE CONCEITOS INICIAIS O QUE É INFORMÁTICA? É a ciência que estuda a informação, buscando formas de agilizar o processo de transformação de dados em informações. Além disso, a informática

Leia mais

Motherboard. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy

Motherboard. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy Motherboard 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes Motherboard É a placa principal do micro, onde todos os itens são conectados. Nomes comuns: Motherboard, Placa-Mãe, SystemBoard

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

TABELA DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES

TABELA DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES TABELA DE ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSADORES A intenção da presente Tabela é concentrar numa única fonte de consulta as informações sobre processadores, a partir da sua Quinta Geração, e suas principais características,

Leia mais

Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização

Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização Configuração de Microcomputadores 2 Documento de Padronização COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 07/2011 Sumário 3 1 Configuração padrão Marca e modelo do equipamento deverão constar da HCL - Lista

Leia mais

Módulo 1 Introdução às Redes

Módulo 1 Introdução às Redes CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 1 Introdução às Redes Ligação à Internet Ligação à Internet Uma ligação à Internet pode ser dividida em: ligação física; ligação lógica; aplicação. Ligação física

Leia mais

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Modulo I INTRODUÇÃO AO EQUIPAMENTO INFORMÁTICO Respostas as perguntas do modulo I Aula 1 1. Qual dos seguintes itens faz parte do kit

Leia mais

COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007

COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007 COMUNICADO PREGÃO Nº 048/2007 OBJETO: Fornecimento, configuração, testes e assistência técnica, durante período de garantia, de 28 (vinte e oito) microcomputadores portáteis (notebooks) de alta mobilidade,

Leia mais

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias

Formação Modular Certificada. Arquitetura interna do computador. Hardware e Software UFCD - 0769. Joaquim Frias Formação Modular Certificada Arquitetura interna do computador Hardware e Software UFCD - 0769 Joaquim Frias Computador É um conjunto de dispositivos eletrónicos capaz de aceitar dados e instruções, executa

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

MODEM Modulador/Demodulador. Informática Receita Federal. Tipos de MODEM: MODEM Modulador/Demodulador

MODEM Modulador/Demodulador. Informática Receita Federal. Tipos de MODEM: MODEM Modulador/Demodulador MODEM Modulador/Demodulador Informática Receita Federal Prof. André Cardia email: andre@andrecardia.pro.br Modem, modulador / demodulador, é um dispositivo eletrônico que modula um sinal digital em uma

Leia mais

BIOS: POST, CMOS e SETUP - Configuração. Jeronimo Costa Penha SENAI-CFP/JIP Cataguases - MG

BIOS: POST, CMOS e SETUP - Configuração. Jeronimo Costa Penha SENAI-CFP/JIP Cataguases - MG BIOS: POST, CMOS e SETUP - Configuração Jeronimo Costa Penha SENAI-CFP/JIP Cataguases - MG BIOS: POST, CMOS e SETUP - Configuração Ao ligar um micro, o primeiro software que é carregado é o BIOS da placa-mãe

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO

ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO A P Ê N D I C E V I N T E A ESPECIFICAÇÃO DO PRODUTO A-1 Processador Lógica Central Tipo de Memória Predefinido Memória de Expansão Processador e Lógica Central Mobile Intel Pentium M (Banias), 1.5GHz-1.6GHz,

Leia mais

DESCREVENDO SISTEMAS DE UM COMPUTADOR

DESCREVENDO SISTEMAS DE UM COMPUTADOR DESCREVENDO SISTEMAS DE UM COMPUTADOR Componentes de Hardware, Software e Sistemas Operacionais Curso Superior de Redes de Computadores André Moraes SISTEMAS DE COMPUTADOR Um sistema de computador consiste

Leia mais

ANEXO II LOTE 02 - MICROCOMPUTADORES. I. DESCRIÇÃO DO MICROCOMPUTADOR - configuração mínima

ANEXO II LOTE 02 - MICROCOMPUTADORES. I. DESCRIÇÃO DO MICROCOMPUTADOR - configuração mínima ANEXO II LOTE 02 - MICROCOMPUTADORES I. DESCRIÇÃO DO MICROCOMPUTADOR - configuração mínima 1. Processador: Para processadores INTEL Core 2 Duo: Deverá possuir tecnologia Dual Core Com velocidade de 2.130

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR:

TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR: TERMO DE REFERÊNCIA Lote 1 item 3. MICROCOMPUTADOR: 1.0 PROCESSADOR 1.1 Um processador Intel com arquitetura 64 Bits compatível com o equipamento ofertado e tecnologia de 65nm e núcleo duplo E4500; 1.2

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação REDE DE COMPUTADORES Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) 1 Apresentação Conhecendo os alunos Conceitos básicos de redes O que é uma rede local Porque usar uma rede local 2 Como surgiram

Leia mais

Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento

Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento Alunos: José Malan, Gustavo Marques, Johnathan Alves, Leonardo Cavalcante. Universal serial bus (USB) O USB é um padrão da indústria que

Leia mais

Contil Informática. Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC

Contil Informática. Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC Contil Informática Curso Tecnico em Informatica Rafael Barros Sales Tecnologo em Redes de Computadores Tecnico em Informatica CREA/AC Processadores O processador é o cérebro do micro, encarregado de processar

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO

IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO IDENTIFICAÇÃO MANUTENÇÃO ESTRUTURA DOS MICROS PADRÃO PC AULA 01 Sobre aula 1 Números binários e hexadecimais Dispositivos digitais e analógicos Circuitos integrados Estrutura dos micros padrão PC Micros

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. por: André Aparecido da Silva. Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec

HARDWARE e SOFTWARE. por: André Aparecido da Silva. Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec HARDWARE e SOFTWARE por: André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec No âmbito eletrônico o termo hardware é bastante utilizado, principalmente na área de computação, e

Leia mais

Sumário. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Manutenção de Hardware.

Sumário. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Velocidade do processador. Manutenção de Hardware. Manutenção de Hardware Sumário CPU Clock Interno e Externo Palavra binária Cronologia dos processadores Multiplicação de clock Tipos de soquetes e famílias de processadores Tecnologias proprietárias de

Leia mais

Sumário. Manutenção de Hardware. Clock

Sumário. Manutenção de Hardware. Clock Manutenção de Hardware CPU Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Clock Interno e Externo Sumário Palavra binária Cronologia dos processadores Multiplicação de clock Tipos de soquetes e famílias de processadores

Leia mais

Direitos autorais. Não deixe de visitar o Guia do Hardware para conhecer nossos outros trabalhos: http://www.guiadohardware.net/

Direitos autorais. Não deixe de visitar o Guia do Hardware para conhecer nossos outros trabalhos: http://www.guiadohardware.net/ 1 Prefácio Um dos meus sonhos sempre foi escrever um dicionário de informática, com milhares de termos, ilustrações e tudo mais o que tivesse direito. Mas, quando se têm um trabalho tão grande em mente,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br ESQUEMA EXTERNO DE UM MICROCOMPUTADOR Agora que

Leia mais

Microcomputadores. Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA

Microcomputadores. Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA Configurac a o de Microcomputadores Documento de Padronizac a o GRUPO TE CNICO DE INFORMA TICA Atualizado em 08/2010 Sumário 1 Configuração padrão p. 3 1.1 Processador............................. p. 3

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

Placa-mãe mainboard motherboard Tipos de placas-mãe Placa AT - ATX -

Placa-mãe mainboard motherboard Tipos de placas-mãe Placa AT - ATX - Placa-mãe Placa-mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso, que serve como base para a instalação dos demais componentes de um computador, como o processador, memória

Leia mais

Placa Mãe e seus Dispositivos

Placa Mãe e seus Dispositivos Índice Placa Mãe e seus Dispositivos Autor: Bruno Henrique Ventrice Pereira 1 Índice... 1 Placa-mãe - Principais características... 3 Introdução... 3 Item A - processador... 3 Item B - Memória RAM... 4

Leia mais

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer)

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer) No final do século XIX os computadores mecânicos, que realizavam cálculos através de um sistema de engrenagens, acionado por uma manivela ou outro sistema mecânico qualquer. PROF. MARCEL SANTOS SILVA O

Leia mais

Memórias. Sumário. Introdução... 2. Formatos... 2 DDR... 5. Memórias DDR2... 8. Memórias DDR3... 12

Memórias. Sumário. Introdução... 2. Formatos... 2 DDR... 5. Memórias DDR2... 8. Memórias DDR3... 12 Memórias Sumário Introdução... 2 Formatos... 2 DDR... 5 Memórias DDR2... 8 Memórias DDR3... 12 Introdução A memória RAM é um componente essencial não apenas nos PCs, mas em qualquer tipo de computador.

Leia mais

Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE

Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE Conceitos básicos (Hardware/Software) CESPE INDEA/MT (Adaptada). Cargo: Área: Técnico Agrícola Aplicação: 3/11/2002 1. Julgue os itens seguintes. 1. A função da placa de fax/modem é a de interligar o computador

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO As respostas das atividades deverão ser mais simples e completas possíveis e baseadas nas aulas (vídeo-aula). Acrescentei mais informações para servirem de material de apoio aos estudos para avaliações

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior Arquitetura de Computadores Professor: Vilson Heck Junior Agenda Conceitos Estrutura Funcionamento Arquitetura Tipos Atividades Barramentos Conceitos Como já discutimos, os principais componentes de um

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais