DK32 DK34. Medidor de vazão de área variável com acessórios elétricos. Categoria de equipamento II 2 G. Informações suplementares

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DK32 DK34. Medidor de vazão de área variável com acessórios elétricos. Categoria de equipamento II 2 G. Informações suplementares"

Transcrição

1 DK32 DK34 Informações suplementares Medidor de vazão de área variável com acessórios elétricos Categoria de equipamento II 2 G KROHNE 07/ MA DK32 34-Ex-II2G-AD R02 INMETRO

2 ÍNDICE DK32 DK34 1 Instruções de segurança Notas gerais Aprovação INMETRO Instruções de segurança Descrição do dispositivo Descrição do dispositivo Código de descrição Marcação Produtos inflamáveis Categoria de equipamento Tipos de proteção Temperatura ambiente/classes de temperatura Dados elétricos Instalação Instalação 8 4 Ligações elétricas Notas gerais Ligação de terra e equipotencial Operação Partida Operação Intervenções técnicas Manutenção Desmontagem MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4

3 DK32 DK34 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Notas gerais Estas instruções adicionais aplicam-se a versões protegidas contra explosões de medidores de vazão de área variável com aplicações elétricas e à marcação II 2 G. Complementam as Instruções de Instalação e Funcionamento para as versões não protegidas contra explosão. A informação fornecida nestas instruções contém apenas dados relevantes à categoria 2 de proteção contra explosão. As informações técnicas fornecidas nas Instruções de Instalação e Funcionamento para as versões não protegidas contra explosão aplicam-se sem alterações, salvo se excluídas ou substituídas por essas Instruções. 1.2 Aprovação INMETRO Aprovação conforme a portaria INMETRO nº 179/2010 Certificado DNV Instruções de segurança As operações de instalação, montagem, Partida e manutenção devem ser feitas exclusivamente por pessoal treinado para o trabalho em zonas com atmosfera explosiva. CUIDADO! O operador, respectivamente o seu agente, é responsável pelo cumprimento de todas as normas, diretivas ou leis necessárias para as condições de funcionamento ou local de instalação. Isto aplica-se sobretudo para a utilização de ligações de processo amovíveis a medição de meios inflamáveis MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4 3

4 2 DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO DK32 DK Descrição do dispositivo Os medidores de vazão de área variável são utilizados para medir e apresentar os fluxos de volume de gases e líquidos inflamáveis e não-inflamáveis. Dependendo da versão do dispositivo, os interruptores de limite elétricos podem ser integrados na parte do indicador. 2.2 Código de descrição O código de descrição referente a segurança * consiste nos seguintes elementos: 2.4 Marcação com válvula e ligação horizontal / 34 sem válvula e ligação vertical 2 RE - regulador de pressão de entrada / RA - regulador de pressão de saída 3 K1 - um interruptor de limite / K2 - dois interruptores de limite 4 S - conector / L - prensa-cabos incl. cabo 5 HT - versão Alta temperatura 6 A - interruptor de limite testado para aprovação tipo INMETRO 7 Ex - Dispositivo protegido contra a explosão * posições que não são necessárias ou são omitidas (nenhuma posição em branco) A marcação de tipo do instrumento é realizada de forma visível com a placa de classificação exibida abaixo. O interior do visor possui uma marca adicional com o número de série (P/A). 1 Fabricante 2 Tipo de dispositivo 3 Corpo EX notificado 4 Dados PED 5 Dados de dimensionamento: Classificação de temperatura e pressão 6 Dados ex de acordo com DNV Equipamento integrado 8 Nota manual 9 Sítio Web da KROHNE 4 MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4

5 DK32 DK34 DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO Produtos inflamáveis Condições atmosféricas Uma atmosfera explosiva é uma mistura de ar e gases, vapores, névoas ou pós inflamáveis em condições atmosféricas. Os seguintes valores definem-no. Tatm = C / F e Patm = bar. Fora deste intervalo, não estão disponíveis nenhuns dados importantes em termos de comportamento de ignição para a maioria das misturas. Condições de instalação: Os medidores de vazão de área variável funcionam fora das condições atmosféricas, o que significa que a proteção contra explosão de acordo com a ABNT NBR IEC :2008 e ABNT NBR IEC :2009 independentemente da classificação da zona é fundamentalmente não aplicável devido à falta de dados de segurança importantes para o interior da secção de medição. AVISO! O funcionamento com produtos inflamáveis apenas é permitido se não se acumular nenhuma mistura de combustível/ar inflamável no interior do medidor de vazão em condições de funcionamento. O operador é responsável por assegurar que o medidor de vazão seja utilizado com segurança em relação à temperatura e pressão dos produtos utilizados. Em caso de funcionamento com produtos inflamáveis, as secções de medição devem ser incluídas nos testes de pressão periódicos do sistema. Quando utilizar a versão do dispositivo H250/C... (revestimento PTFE, não condutor) a condutividade do meio deve ser de 10-8 S/m, de forma a evitar a carga eletrostática. 2.5 Categoria de equipamento Os medidores de vazão são concebidos na Categoria IIº 2G conforme ABNT NBR IEC :2008 e ABNT NBR IEC :2009 para uso na zona Tipos de proteção O medidor de vazão de área variável é concebido com o tipo de proteção Segurança Intrínseca, nível de proteção "ia" conforme a norma NBR A marcação referente ao INMETRO é: Ex ia IIC T6 Gb A marcação contém as seguintes informações: II Proteção contra explosão Grupo II 2 Categoria do dispositivo 2 G Proteção contra explosão por gás ia Tipo de proteção de segurança intrínseca, nível de proteção "ia" IIC Adequado para grupo de gás IIC, IIB e IIA T6 Adequado para classe de temperatura T6... T1 MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4 5

6 ... 2 DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO DK32 DK Temperatura ambiente/classes de temperatura Devido à influência da temperatura do produto, os medidores de vazão de área variável com equipamento elétrico integrado (variantes elétricas) não estão aprovados para qualquer classe de temperatura fixa. A classe de temperatura destes dispositivos é sobretudo uma função da temperatura do produto e a temperatura ambiente presente e a versão específica do dispositivo. Consulte as tabelas seguintes para as atribuições. As tabelas têm em consideração os seguintes parâmetros: Temperatura ambiente Tamb Temperatura de processo Tm INFORMAÇÃO! As temperaturas máximas admissíveis do produto listadas nas tabelas, são válidas nas seguintes condições: O dispositivo de medição é instalado e utilizado em conformidade com as instruções de instalação do manual de instalação e funcionamento. Deve assegurar-se que o medidor de vazão não é aquecido pelos efeitos de uma radiação de calor adicional (luz solar, componentes próximos do sistema) e assim utilizado acima do intervalo de temperatura ambiente permitida. O isolamento deve estar limitado à tubagem. Deve ser assegurada uma ventilação desobstruída da parte do indicador. DK3./../.././../. Temperaturas ambiente e médias permitidas Ex Classe de Ambiente Temperatura média máxima permitida com conector (S) ou prensa-cabos temperatura temperatura (L) Tipo DK32 Tipo DK34 [ C] [ F] [ C] [ F] [ C] [ F] T T T T3 T MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4

7 DK32 DK34 DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO 2 DK3./../.././../A Temperaturas média e ambiente permitidas Ex Classe de Ambiente Temperatura média máxima permitida com conector (S) ou prensa-cabos temperatura temperatura (L) Tipo DK32 Tipo DK34 [ C] [ F] [ C] [ F] [ C] [ F] T T T T3 T Dados elétricos A saída de sinal eletrônico pode apenas ser ligado aos circuitos de segurança intrínseca. Dependendo do design de instrumento, os valores máximos seguintes aplicam-se por circuito: Design DK3./../.././../. Ex Ui Ii Pi 16 VDC 52 ma 169 mw Design DK3./../.././../A Ex Ui Ii Pi 16 VDC 25 ma 64 mw Sem ter em conta o design do instrumento, os valores seguintes devem ser observados para cada circuito de segurança intrínseco em caso de interligação: C i 150 nf Li 150 µh MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4 7

8 3 INSTALAÇÃO DK32 DK Instalação A instalação e configuração devem ser realizadas de acordo com as normas de instalação aplicáveis (por ex. EN ) por pessoal qualificado com formação em proteção contra explosão. A informação fornecida nas Instruções de Instalação e Funcionamento, e as Instruções Suplementares de Instalação e Funcionamento devem ser sempre observadas. Os medidores de vazão de área variável devem ser instalados de forma a que Não exista perigo por parte de efeitos de impacto mecânico. Não existam forças externas que afetem a parte do indicador. O dispositivo seja acessível para quaisquer inspeções visuais necessárias, e possa ser visualizado a partir de todos os lados. A placa de identificação esteja claramente visível. Possa ser utilizado a partir de um local com apoio seguro. CUIDADO! O fabricante não se responsabiliza por quaisquer danos resultantes de uma utilização indevida ou outra que não a prevista. Isto aplica-se sobretudo aos perigos causados pela insuficiente resistência à corrosão e a adequabilidade dos materiais em contato com o produto. 8 MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4

9 DK32 DK34 LIGAÇÕES ELÉTRICAS Notas gerais Para a versão DK3./../../S/../.-Ex (conector), os circuitos de sinal de segurança intrínseca separados com o nível de proteção "ia", "ib" ou "nl" estão ligados eletricamente no compartimento dos terminais do alojamento do conector e para a versão DK3./../../L/../.-Ex (cabo de ligação) é o cabo de ligação com ilustrado no diagrama de ligação. Devem ser observados os valores máximos permitidos (dados elétricos). Cabo de ligação Os cabos de ligação devem ser selecionados de acordo com as normas de instalação em vigor (por ex.: EN ). O diâmetro exterior do cabo de ligação deve-se encontrar entre a gama de vedação da entrada do cabo. Os cabos de ligação devem ser fixados e colocados de forma a estarem suficientemente protegidos contra danos. Todos os condutores não utilizados devem ser ligados de forma segura à terra da área perigosa ou isolados cuidadosamente entre eles ou contra a terra (tensão de teste 500 Veff). Prensa-cabos/ Bujões cegos O medidor de vazão de área variável DK3./../../S/../.-Ex está equipado com conector. O conector garante a proteção contra corpos estranhos e água (categoria de proteção) IP65 conforme EN A entrada do cabo é fechada com um conector. O conector deve ser substituído com um cabo de ligação adequado (intervalor de diâmetro nominal 6...9mm). Ligações de interruptor de limite Contato Mín. menos Mín. mais Máx. menos Máx. mais Cores do cabo montado branco amarelo verde castanho 4.2 Ligação de terra e equipotencial Se o dispositivo não tem uma ligação à terra eletrostaticamente suficiente através dos cabos de processo, deve ser estabelecida uma ligação à terra adicional utilizando um terminal de terra 1. A posição do terminal de terra é ilustrada abaixo. A ligação garante apenas uma ligação eletrostática do dispositivo e não cumpre com os requisitos de uma ligação equipotencial. DK32 - DK34 MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4 9

10 5 OPERAÇÃO DK32 DK Partida A partida é apenas permitida quando o medidor de vazão de área variável: está corretamente instalado no sistema e ligado. foi verificado quanto ao devido estado relativamente aos seus requisitos de instalação e ligação. 5.2 Operação O utilizador do sistema deve verificá-lo antes da Partida conforme os regulamentos nacionais para verificações, antes da Partida. A configuração dos interruptores de limite pode ser executada durante o funcionamento. Remova a tampa do alojamento para este objetivo. A tampa do alojamento tem de ser fechada imediatamente após os interruptores de limite terem sido configurados MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4

11 DK32 DK34 INTERVENÇÕES TÉCNICAS Manutenção O trabalho de manutenção de natureza relevante em termos de segurança no que se refere à proteção contra explosões apenas pode ser realizado pelo fabricante, pelo seu representante autorizado ou sob a supervisão de inspetores autorizados. Para sistemas em áreas perigosas, são necessários testes regulares de modo a manter o bom estado. São recomendadas as seguintes verificações: Inspeção do alojamento, as entradas do cabo e as linhas de alimentação quanto a corrosão e danos. Verificar a seção de medição e as ligações da tubagem quanto a sinais de fugas. A tampa deve ser fechada a seguir ao trabalho de manutenção realizado no conversor do sinal. 6.2 Desmontagem Substituir a parte do visor Devido ao design modular do medidor de vazão de área variável, é possível substituir um visor completo com uma peça sobresselente idêntica de acordo com as orientações de segurança. CUIDADO! Poderá haver uma perda da precisão de medição! Substituição da unidade completa A remoção e instalação são da responsabilidade do utilizador. Qualquer substituição e remoção deve ser realizada num estado desenergizado, se possível. Se tal não for possível, as condições básicas para a segurança intrínseca (por ex. sem ligação terra ou ligação de circuitos de segurança intrínseca diferentes um do outro) devem ser observadas durante a desmontagem. CUIDADO! Os tubos pressurizados devem ser despressurizados, antes de remover a secção de medição. No caso de produtos ambientalmente críticos ou perigosos, devem ser tomadas as devidas precauções de segurança em relação aos líquidos residuais na unidade de medição. Devem ser utilizados novos vedantes durante a reinstalação do dispositivo nas tubagens. MA DK32 34-Ex-II2Gb INMETRO R4 11

12 Visão geral de produtos KROHNE KROHNE 07/ MA DK32 34-Ex-II2G-AD R02 pt - Sujeito a alterações sem aviso prévio. Medidores de vazão eletromagnéticos Medidores de vazão de área variável Medidores de vazão ultrassônicos Medidores de vazão de massa Medidores de vazão Vortex Controladores de fluxo Medidores de nível Medidores de temperatura Medidores de pressão Produtos para análise Sistemas de medição para a indústria petrolífera e do gás Sistemas de medição para navios petroleiros Sede KROHNE Messtechnik GmbH Ludwig-Krohne-Str.5 D Duisburg (Alemanha) Tel.:+49 (0) Fax:+49 (0) A lista atual de todos os contatos e endereços da KROHNE pode ser encontrada em:

13 Certificado nº: DNV Revisão 01 Válido até: 08/05/2018 Certificate #/Certificado nº Validity Term/Fecha de Vencimiento Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante MEDIDOR DE VAZÃO DE ÁREA VARIÁVEL DK3./../.././../A-Ex CONAUT CONTROLES AUTOMÁTICOS LTDA. Estrada Louis Pasteur, 230 Bairro Industrial do Pinheirinho CEP: Embu SP CNPJ: / Fabricante: Manufacturer/Fabricante Normas Técnicas: Standards/Normas Krohne Messtechnik GmbH Ludwig Krohne Strasse 5, 47058, Duisburg Germany ABNT NBR IEC :2013 e ABNT NBR IEC :2013 Laboratório de Ensaio: Testing Laboratory/Laboratorio de Ensayo Physikalisch-Technische Bundesanstalt (PTB) Nº do Relatório de Ensaios: Test Report Number/Nº del informe de Ensayo PTB nº DE/PTB/ExTR /00 de 28/04/2009; Observações: Notes/Observaciones Portaria: Governmental Regulation/Regulación Oficial Certificado emitido com base no Modelo 5 com Avaliação do Sistema de Gestão da Qualidade do Fabricante e Ensaios no Produto, conforme cláusula 6.1 dos Requisitos de Avaliação da Conformidade, anexo à Portaria nº 179 do INMETRO, publicada em INMETRO n 179 de Data de Emissão: Date of issue/fecha de Otorgamiento São Paulo, 07 de Abril de Adriano Marcon Duarte Gerente de Operações Operations Manager Heleno dos Santos Ferreira Especialista para Atmosferas Explosivas Specialist for Explosive Atmospheres Nota: A falta de cumprimento das condições estabelecidas no contrato pode tornar este certificado inválido. O documento assinado digitalmente e distribuído eletronicamente é o original do certificado e válido. Ref:. DNV GL Business Assurance Det Norske Veritas Certificadora Ltda. - Av. Alfredo Egydio de Souza Aranha, Bloco D - 3º Andar São Paulo, SP, Brasil 1/4 Tel:

14 Certificado nº: DNV Revisão 01 Válido até: 08/05/2018 Certificate #/Certificado nº Validity Term/Fecha de Vencimiento Descrição do Equipamento: Os medidores de vazão de área variável modelo DK3./../.././../A-Ex são utilizados para a medição e controle de vazão de gases, vapores e líquidos em áreas classificadas. Estão disponíveis diferentes conexões de processo, tais como: flange ou tubo. O fluxo pode ser controlado pelo ajuste de dois interruptores (limit switches) do tipo SC2-N0 (Certificado IECEx TUN X / PTB 99 ATEX 2219 X) e/ou I7S2002-N****, (Certificado IECEx BVS ). No máximo dois interruptores (limit switches) (NAMUR) são possíveis. Os circuitos para os interruptores (limit switches) foram projetados no tipo de proteção Ex ia IIC. As conexões elétricas dos interruptores (limit switches) estão disponíveis através de conexões com plugue ou diretamente com cabo através de prensa-cabos. Os circuitos dos interruptores (limit switches) estão eletricamente isolados com até 30 Vcc de acordo com a ABNT NBR IEC Modelo / Código DK 3./../.././../A-Ex Medidor de vazão de área variável DK 2 Tamanho Série 32 Série 34 versão com válvula e conexão horizontal versão sem válvula e conexão vertical 3 Regulador de pressão RE regulador de pressão de entrada RA regulador de pressão de saída 4 Interruptores (Limit Swithes) K1 um interruptor (limit switch) K2 dois interruptores (limit switches) 5 Conexão S L plugue cabo com prensa-cabos 6 Marcação sem relevância na proteção Ex 7 Interruptores (Limit Swithes) A interruptores (limit switches) certificado 8 Aprovação Ex DNV GL Business Assurance Det Norske Veritas Certificadora Ltda. - Av. Alfredo Egydio de Souza Aranha, Bloco D - 3º Andar São Paulo, SP, Brasil 2/4 Tel:

15 Certificado nº: DNV Revisão 01 Válido até: 08/05/2018 Certificate #/Certificado nº Validity Term/Fecha de Vencimiento Caracteristicas Elétricas: Até 2 interruptores (limit switches) embutidos, intrinsecamente seguros, tipos SC2-N0 ou I7S2002-N*** Circuitos sensores (plugue ou cabo) No tipo de proteção segurança intrínseca Ex ia IIC/IIB ou Ex ib IIC/IIB somente para conexão a um circuito certificado como intrinsecamente seguro, observando os seguintes valores máximos: U i = 16 V I i = 25 ma P i = 64 mw C i = 150 nf L i = 150 µh Classe de Temperatura T6 T5 T4 T3 T1 T amb [ C] T m [ C] versão com plugue (S) ou cabo (L) DK32 DK Análises e ensaios realizados: As análises e os ensaios realizados encontram-se no arquivo nº DNV Documentação descritiva: Documento Páginas Descrição Rev. Data IECEx PTB Certificado de Conformidade 0 28/04/2009 DE/PTB/ExTR /00 19 Relatório de ensaios 0 28/04/2009 DNV GL Business Assurance Det Norske Veritas Certificadora Ltda. - Av. Alfredo Egydio de Souza Aranha, Bloco D - 3º Andar São Paulo, SP, Brasil 3/4 Tel:

16 Certificado nº: DNV Revisão 01 Válido até: 08/05/2018 Certificate #/Certificado nº Validity Term/Fecha de Vencimiento Marcação: Os medidores de vazão de área variável foram aprovados nos ensaios e análises, nos termos das normas adotadas, devendo receber a marcação, levando-se em consideração o item observações. Observações: Ex ia IIC T6 Gb 1. Este Certificado de Conformidade é válido para os produtos de modelo e tipo idêntico ao protótipo ensaiado. Qualquer modificação de projeto ou utilização de componentes e materiais diferentes daqueles descritos na documentação deste processo, sem autorização prévia da DNV, invalidará o certificado. 2. É responsabilidade do fabricante assegurar que os produtos estejam de acordo com as especificações do protótipo ensaiado, através de inspeções visuais e dimensionais. 3. Os produtos devem ostentar, na sua superfície externa e em local visível, a Marca de Conformidade e as características técnicas da mesma de acordo com as especificações da ABNT NBR IEC / ABNT NBR IEC e Requisitos de Avaliação da Conformidade, anexo à Portaria INMETRO nº 179 de Esta marcação deve ser legível e durável, levando-se em conta possível corrosão química. 4. As atividades de instalação, inspeção, manutenção, reparo, revisão e recuperação dos produtos são de responsabilidade do usuário e devem ser executadas de acordo com os requisitos das normas técnicas vigentes e com as recomendações do fabricante. 5. Para fins de comercialização no Brasil, as responsabilidades da alínea e do item 10.1 da Portaria 179 de 18 de maio de 2010, é do representante legal, do importador ou do usuário. Projeto nº: PRJC PRC-BRA Histórico: Revisão Descrição Data 0 Certificação inicial Efetivação 08/05/ Revalidação 07/04/2015 DNV GL Business Assurance Det Norske Veritas Certificadora Ltda. - Av. Alfredo Egydio de Souza Aranha, Bloco D - 3º Andar São Paulo, SP, Brasil 4/4 Tel:

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante MEDIDOR DE VAZÃO DE ÁREA VARIÁVEL E INDICADOR DE VAZÃO H250..././M40./../.../..-Ex- e M40./../.../..-Ex..

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante Fabricante: Manufacturer/Fabricante CONVERSOR DE SINAL Optiflux IFC 300 F CONAUT CONTROLES AUTOMÁTICOS

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante MEDIDOR DE VAZÃO ELETROMAGNÉTICO Optiflux 2000 F e Optiflux 4000 F CONAUT CONTROLES AUTOMÁTICOS LTDA.

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante LUMINARIA FIXA PARA LAMPADAS FLUORESCENTES EXEL CORTEM S.p.A Via Aquileia 10, I-34070 Vilesse (Gorizia)

Leia mais

Instruções de segurança VEGACAL CL6*.DI***HD***

Instruções de segurança VEGACAL CL6*.DI***HD*** Instruções de segurança NCC 14.03234 X Ex d ia IIC T* Ga/Gb, Gb 0044 Document ID: 42731 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 4 4 Especificações... 5 5 Proteção contra danos causados

Leia mais

Informações suplementares

Informações suplementares H250 Informações suplementares Categoria de equipamento II 2G / II 2D, EPL Gb / Db na proteção de equipamento em caso de invólucros não centelhantes Ex-d e na proteção do equipamento contra ignição de

Leia mais

Sinalizador óptico à prova de explosão em GRP, 5 joule

Sinalizador óptico à prova de explosão em GRP, 5 joule Sinalizador óptico à prova de explosão em Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Informações Gerais Índice 1 Informações Gerais...2 1.1 Fabricante...2 1.2 Informações relativas ao manual

Leia mais

Instruções de segurança VEGAPULS PS66. CI****P/F****

Instruções de segurança VEGAPULS PS66. CI****P/F**** Instruções de segurança VEGAPULS PS66. CI****P/F**** TÜV 13.0533 X Ex ia IIC T* Ga * Ver tabela de temperatura 0044 Document ID: 43431 Índice 1 Validade... 4 2 Geral... 4 2.2 Instrumento EPL-Ga... 4 2.3

Leia mais

Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V****

Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V**** Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V**** NCC 14.02856 Ex d IIC T6 Gb (-40 C Tamb +60 C) 0044 Document ID: 47913 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 3 4 Condições de utilização...

Leia mais

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0015X

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0015X Pagina 1/5 Solicitante / Endereço: Applicant / Address Solicitante / Dirección Produto / Modelo / Marca / Código de barras: Product / Model / Trademark / Bar Code Producto / Modelo / Marca / Codigo de

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante CHAVE DE NÍVEL ROTONIVO RN 300*, RN 400* e RN 600* UWT GmbH Westendstrasse 5, 87488 Betzigau Germany Fabricante:

Leia mais

Instrução MI 020-531 Janeiro de 2014

Instrução MI 020-531 Janeiro de 2014 Instrução MI 020-531 Janeiro de 2014 Modelo RTT30 Transmissor de temperatura I/A Series com protocolo Fieldbus HART ou FOUNDATION Informações sobre segurança Índice 1. RTT30, HART, ATEX/INMETRO II 1 G...

Leia mais

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C.

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C. 0102 Designação para encomenda Características 10 mm não nivelado forma plana Entalhe de montagem para agrupador de cabos Dados técnicos Dados gerais Função do elemento de comutação Contacto de trabalho

Leia mais

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos OPTIPROBE Ficha de dados técnicos O indicador de caudal de baixo custo Instalação fácil Medidas exatas e estáveis Qualidade KROHNE KROHNE ÍNDICE DE OPTIPROBE 1 Características do Produto 3 1.1 O indicador

Leia mais

VF2. Medidor de nível tipo radar de onda guiada (TDR) de 2 fios. Informações suplementares

VF2. Medidor de nível tipo radar de onda guiada (TDR) de 2 fios. Informações suplementares VF2 Informações suplementares Medidor de nível tipo radar de onda guiada (TDR) de 2 fios Instruções Suplementares para aplicações em áreas classificadas HYCONTROL ÍNDICE DE VF2 1 Informações gerais de

Leia mais

Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X

Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X Instruções de segurança VEGAFLEX FX61/62/65/66/67.CI****H**** VEGAFLEX FX63.CI***H**** AEX-12064-X BR-Ex ia IIC T6 0044 38674 Índice 1 Validade 3 2 Geral 3 2.1 Instrumentos da zona 0 3 2.2 Instrumentos

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante Fabricante: Manufacturer/Fabricante Normas Técnicas: Standards/Normas MEDIDOR DE VAZÃO MÁSSICA OPTIMASS

Leia mais

CONVERSORES DE VOLUME: TIPO PTZ

CONVERSORES DE VOLUME: TIPO PTZ ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 440 5 de maio de 2015 Página 2 de 17 ÍNDICE Registo das revisões... 4 1. Objectivo... 5 2. Âmbito... 5 3. Referências... 5 4. Definições / Siglas... 6 5. Cumprimento normativo...

Leia mais

Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F*****

Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F***** Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F***** NCC 13.02323 X Ex d ia IIC T6...T1 Ga/Gb 0044 Document ID: 47487 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 3 4 Condições de utilização...

Leia mais

Manual de instruções. Luminária LED série 6039 > 6039

Manual de instruções. Luminária LED série 6039 > 6039 Manual de instruções Luminária LED série > Informações Gerais Índice 1 Informações Gerais...2 2 Explicação dos símbolos...3 3 Instruções gerais de segurança...3 4 Utilização prevista...4 5 Dados técnicos...4

Leia mais

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004)

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004) TÍTULO: Atmosferas explosivas risco de explosão AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004) INTRODUÇÃO A protecção contra

Leia mais

Instruções MI 018-429 Julho de 2014. Conversor de sinais de corrente para Pneumático E69F e Posicionador eletropneumático E69P

Instruções MI 018-429 Julho de 2014. Conversor de sinais de corrente para Pneumático E69F e Posicionador eletropneumático E69P Instruções MI 018-429 Julho de 2014 Conversor de sinais de corrente para Pneumático E69F e Posicionador eletropneumático E69P Informações de segurança Introdução O Conversor de sinal de corrente para

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Manual de Instalação, Operação e Manutenção INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem

Leia mais

InTrac 787 Manual de Instruções

InTrac 787 Manual de Instruções 1 Manual de Instruções 2 Índice: 1. Introdução... 5 2. Observações importantes... 6 2.1 Verificando a entrega... 6 2.2 Instruções operacionais... 6 2.3 Uso normal... 7 2.4 Instruções de segurança... 7

Leia mais

Tradução do documento original. Uma nova versão do documento original está disponível. Série 3730 Posicionador Electropneumático Tipo 3730-1

Tradução do documento original. Uma nova versão do documento original está disponível. Série 3730 Posicionador Electropneumático Tipo 3730-1 Série 3730 Posicionador Electropneumático Tipo 3730-1 Aplicação Posicionador de simples efeito ou duplo efeito para ligação a válvulas de comando pneumáticas. Auto-calbragem, adaptação automática à válvula

Leia mais

DK32-DK34 Informações suplementares

DK32-DK34 Informações suplementares DK32-DK34 Informações suplementares Medidor de vazão de área variável com acessórios elétricos Categoria de equipamento II 2 G KROHNE ÍNDICE DE DK32-DK34 1 Instruções de segurança 3 1.1 Notas gerais...

Leia mais

IFC 300. Técnicos. Conversor de sinal para medidores electromagnéticos

IFC 300. Técnicos. Conversor de sinal para medidores electromagnéticos IFC 300 Técnicos Conversor de sinal para medidores electromagnéticos : IMPRESSÃO :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: IFC 300 Todos os direitos reservados. É proibido reproduzir este documento, ou

Leia mais

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção Medição elétrica de temperatura Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção WIKA folha de dados TE 60.08 outras aprovações veja página 8 Aplicações Para montagem direta em processo Fabricante

Leia mais

MSI-RM2 Relês de segurança

MSI-RM2 Relês de segurança MSI-RM2 Relês de segurança PT 2010/11-607402 Reservados os direitos de alterações técnicas IMPLEMENTAR E OPERAR DE MODO SEGURO Manual de instruções original Módulo relê para dispositivos optoeletrônicos

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 630 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos SE 630 Memosens Não deixe de ler e seguir as

Leia mais

SITRANS LVL200H.ME****A****

SITRANS LVL200H.ME****A**** Vibrating Switches SITRANS LVL200H.ME****A**** NCC 14.03368 X Ex d IIC T6 Ga/Gb, Gb Instruções de segurança 0044 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 4 4 Condições de utilização... 4

Leia mais

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity Certificado emitido conforme requisitos da avaliação da conformidade de equipamentos elétricos para atmosferas explosivas anexo à Portaria Inmetro nº. 179 de 18 de maio de 21 Certificate issued in according

Leia mais

Instalações elétricas provisórias na construção civil

Instalações elétricas provisórias na construção civil Instalações elétricas provisórias na construção civil São Paulo, 12 de agosto de 2014 NBR-5410 NR-18 10.1. Objetivo e campo de aplicação 10.2. Medidas de controle 10.3. Segurança no projeto 10.4. Segurança

Leia mais

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida 0102 Designação para encomenda Características Para montagem na caixa Montagem directa em accionamentos normais Directivas europeias para máquinas cumpridas Certificado de verificação de modelos TÜV99

Leia mais

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity Certificado emitido conforme requisitos da avaliação da conformidade de equipamentos elétricos para atmosferas explosivas anexo à Portaria Inmetro nº. 79 de 8 de maio de 200 Certificate issued in according

Leia mais

Manual de instruções. Botões de comando Série 44

Manual de instruções. Botões de comando Série 44 Manual de instruções Botões de comando Série 44 1- Introdução A série 44 caracteriza-se pelo seu sistema modular de pelo seu sistema modular de elementos de contatos e, pela numerosa possibilidade de configuração

Leia mais

Terminador de barramento de campo

Terminador de barramento de campo Terminador de barramento de campo Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Índice 1 Informações Gerais...3 1.1 Fabricante...3 1.2 Informações relativas ao manual de instruções...3 1.3

Leia mais

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity Certificado emitido conforme requisitos da avaliação da conformidade de equipamentos elétricos para atmosferas explosivas anexo à Portaria Inmetro nº. 179 de 18 de maio de 010 Certificate issued in according

Leia mais

Certificado de Conformidade

Certificado de Conformidade CE TRO DE PESQUISAS DE ENERGIA ELETRICA Organismo de Acreditado pelo INMETRO Certificado de Conformidade Certificate of Conformity 1 Certificado de Conformidad Número: Emissão: Validade: 18/05/2012 Validlty

Leia mais

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos Prensa Pneumática Comandada por Válvula Convencional 5/2 vias Simples Solenóide Escape Área de pilotagem conectada à atmosfera através

Leia mais

Portaria Inmetro /Dimel n.º 0202 de 09 de agosto de 2010

Portaria Inmetro /Dimel n.º 0202 de 09 de agosto de 2010 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Portaria Inmetro /Dimel n.º 0202 de 09

Leia mais

Segurança Intrínseca

Segurança Intrínseca Segurança Intrínseca Segurança Intrínseca Segurança Intrínseca é uma das técnicas que podem ser empregadas em equipamentos elétricos que se destinam às áreas classificadas. O objetivo de todas as técnicas

Leia mais

BK 45 BK 45U. Manual de Instruções 810734-01 Purgador de Condensado BK 45, BK 45U

BK 45 BK 45U. Manual de Instruções 810734-01 Purgador de Condensado BK 45, BK 45U BK 45 BK 45U Manual de Instruções 810734-01 Purgador de Condensado BK 45, BK 45U 1 Indíce Advertências Importantes Página Aplicação...6 Segurança...6 Perigo...6 Classificação de acordo com artigo 9 da

Leia mais

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity Certificado emitido conforme requisitos da avaliação da conformidade de equipamentos elétricos para atmosferas explosivas anexo à Portaria Inmetro nº. 179 de 18 de maio de 2010 Certificate issued in according

Leia mais

Competências Pessoais em Atmosferas Explosivas

Competências Pessoais em Atmosferas Explosivas Competências Pessoais em Atmosferas Explosivas - Unidade de Competência EX 001 Aplicação dos princípios básicos de proteção em atmosferas explosivas Esquema de Certificação Julho de 2015 Página 1 de 10

Leia mais

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE

DET NORSKE VERITAS CERTIFICADO DE CONFORMIDADE Produto: Product/Producto Tipo / Modelo: Type Model/Tipo Modelo Solicitante: Applicant/Solicitante POSICIONADOR DE VÁLVULA DIGITAL D3I* PALMSTIERNA INTERNATIONAL AB (part of the Flowserve Group) Korta

Leia mais

Instrução de uso Transformador intrinsecamente seguro

Instrução de uso Transformador intrinsecamente seguro KERN & Sohn GmbH Ziegelei 1 D-72336 Balingen E-mail: info@kern-sohn.com Telefone: +49-[0]7433-9933-0 Fax: +49-[0]7433-9933-149 Internet: www.kern-sohn.com Instrução de uso Transformador intrinsecamente

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5 Manual Técnico Transformadores de Potência Versão: 5 Índice 2 8 Página 1 1 INTRODUÇÃO Este manual fornece instruções referentes ao recebimento, instalação e manutenção dos transformadores de potência a

Leia mais

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Instruções de Operação Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Conteúdo Instruções de segurança... pág. 03 Função e características... pág. 04 Montagem... pág. 04 Conexão elétrica... pág. 05

Leia mais

Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação

Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação Hydro-Probe/Hydro-Probe XT Manual de Instalação Para nova encomenda indique o número de peça: Revisão: Data da revisão: HD0675pt 1.3.0 Maio de 2016 Direitos de autor É proibida a adaptação ou reprodução

Leia mais

TR Tanque Flash. 1. Termo de garantia. 2. Informações gerais de segurança. 3. Informações de segurança específicas do produto

TR Tanque Flash. 1. Termo de garantia. 2. Informações gerais de segurança. 3. Informações de segurança específicas do produto 1.753.000.080 IM-D176-01 BR Rev.00 TR Tanque Flash Manual de Instalação e Manutenção 1. Termo de garantia 2. Informações gerais de segurança 3. Informações de segurança específicas do produto 4. Informações

Leia mais

Projetor Série PC À prova de explosão. Vapor metálico, vapor de sódio, vapor de mercúrio, halogênio

Projetor Série PC À prova de explosão. Vapor metálico, vapor de sódio, vapor de mercúrio, halogênio IP66 ou IK10 Aplicações Projetados para iluminação de ambientes amplos em áreas industriais externas e internas de risco. Ideal para uso nas Zonas 1 e 2, 21 e 22 na indústria de gás e petróleo. Em locais

Leia mais

INDICADOR DO NÍVEL DO RADAR INSTRUÇÕES ESPECIAIS DE SEGURANÇA

INDICADOR DO NÍVEL DO RADAR INSTRUÇÕES ESPECIAIS DE SEGURANÇA Instruções de segurança especiais po INDICADOR DO NÍVEL DO RADAR INSTRUÇÕES ESPECIAIS DE SEGURANÇA Índice Informações da Directiva Europeia ATEX para o TankRadar Pro....................... 2 Marca ATEX

Leia mais

CAIXAS DE JUNÇÃO DE Ex d DE ZONA 1 IEC/ATEX/IEC NBR. Aplicações

CAIXAS DE JUNÇÃO DE Ex d DE ZONA 1 IEC/ATEX/IEC NBR. Aplicações Caixas de junção em poliéster reforçado com fibra de vidro para aplicações elétricas e de energia série NJBEP Aplicações As caixas de junção elétricas são usadas para distribuir energia para iluminação

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 604 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Instruções de Uso Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos Memosens SE 604 (X) MEMO SENS Leia e siga as seguintes

Leia mais

Contatos auxiliares retardados/adiantados adicionais garantem dupla segurança em caso de necessidade de chaveamento extrema.

Contatos auxiliares retardados/adiantados adicionais garantem dupla segurança em caso de necessidade de chaveamento extrema. h aol C t eê n Ss Ei em P de r iae be a D ue f, S ul m es V R ne bleitg I G eai no M O vreer S A o Sn U s toe T ck b i nddeu nfgo zr um m t ia ev r een?? Re GA À ipglue n NA (statd t Ah CeOi N sd s IaÇrÃbOeSi

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Portaria Inmetro /Dimel n.º 260, de 14

Leia mais

Portaria Inmetro /Dimel n.º 224, de 25 de junho de 2009

Portaria Inmetro /Dimel n.º 224, de 25 de junho de 2009 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL INMETRO Portaria Inmetro /Dimel n.º 224, de 25

Leia mais

Dimensões. Dados técnicos

Dimensões. Dados técnicos Dimensões M30x1,5 18 5 78 79 S 36 Designação para encomenda LED Características série de conforto A distância de comutação pode ser regulada com o potenciómetro numa área alargada 10 mm não nivelado Ligação

Leia mais

Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC

Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC kwh MEDIDOR ELETRÔNICO LUMEN MC 120V 15(100)A 60Hz 2Fios 1EL 1Fase REVERSO Ke 0,625 Wh/Pulso Kh 0,625 Wh/Pulso Classe B 2008 Y K Portaria INMETRO/Dimel nº 00000000

Leia mais

MSH ex. Betriebsanleitung HSB Stillstandsheizung. Operating Manual HSB anti condensation heating. Insturctions de service HSB Chauffage à l arrêt

MSH ex. Betriebsanleitung HSB Stillstandsheizung. Operating Manual HSB anti condensation heating. Insturctions de service HSB Chauffage à l arrêt Betriebsanleitung HSB Stillstandsheizung Typ 27-177.-.../... MSH ex Betriebsanleitung HSB Stillstandsheizung Operating Manual HSB anti condensation heating Insturctions de service HSB Chauffage à l arrêt

Leia mais

WEGeuro Indústria Eléctrica S.A. Manual de Instruções. Motores Assíncronos Trifásicos à Prova de Explosão

WEGeuro Indústria Eléctrica S.A. Manual de Instruções. Motores Assíncronos Trifásicos à Prova de Explosão Ref. 110.15 - Rev 00 04/2011 Manual de Instruções Motores Assíncronos Trifásicos à Prova de Explosão Ref. 110.15 Rev. 00 04/2011 2 Manual de Instruções Motores Assíncronos Trifásicos à prova de explosão

Leia mais

MOTOR DE TECTO PRATIKO. ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento

MOTOR DE TECTO PRATIKO. ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento MOTOR DE TECTO PRATIKO ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos produtos se instalado por pessoal qualificado, capaz de avaliar

Leia mais

MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006

MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006 ELETRIFICADOR DE CERCAS DE SEGURANÇA MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006 MANUAL DO USUÁRIO INDÚSTRIA BRASILEIRA www.atdshelter.com.br JANEIRO / 2007 ATENÇÃO!!! INFORMAÇÕES IMPORTANTES Leia atentamente

Leia mais

Instruções de Instalação ATEX para Sensores Micro Motion Série-F com Certificado DMT 01 ATEX E 158 X

Instruções de Instalação ATEX para Sensores Micro Motion Série-F com Certificado DMT 01 ATEX E 158 X Instruções de Instalação P/N MMI-20010182, Rev. A Junho 2007 Instruções de Instalação ATEX para Sensores Micro Motion Série-F com Certificado DMT 01 ATEX E 158 X Para instalações de sensores aprovados

Leia mais

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Edição de Outubro de 2006 Conteúdo Conteúdo Página 1 Concepção e princípio

Leia mais

Controlo do sistema PT100M-NR

Controlo do sistema PT100M-NR Controlo do sistema PT100M-NR Manual de instalação PT100MNR-IPT083510 98-0017910 Versão 1.0 PT Índice Índice 1 Indicações sobre estas instruções.................... 5 1.1 Área de aplicação...................................

Leia mais

Solius 61 Manual de Instruções

Solius 61 Manual de Instruções Zona Industrial de Avintes, nº 103 4430 930 Avintes, V. N. de Gaia web: www.cirelius.pt e-mail: info@cirelius.pt tel: 227 843 817 fax: 227 843 819 Controlador Solar Solius 61 O controlador Solius 61 dispõe

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity

Certificado de Conformidade Ex Ex Certificate of Conformity Certificado emitido conforme requisitos da avaliação da conformidade de equipamentos elétricos para atmosferas explosivas anexo à Portaria Inmetro nº. 79 de 8 de maio de 200 Certificate issued in according

Leia mais

Solenoid Instruções para instalação e funcionamento Declaração de Conformidade da CE

Solenoid Instruções para instalação e funcionamento Declaração de Conformidade da CE Deutsch Solenoid Instruções para instalação e funcionamento Declaração de Conformidade da CE Tipo: MKY45/18x60-..-L../IM Wandfluh AG Frutigen 2014 Wandfluh AG E-mail: sales@wandfluh.com Página 1/12 Vista

Leia mais

Fábrica de Nordborg - Dinamarca

Fábrica de Nordborg - Dinamarca Fábrica de Nordborg - Dinamarca Sensores de temperatura Visão Geral Nome do Aplicação Faixa de Conexão ao Saída Página produto temperatura processo MBT 5252 Geral -50 a 200ºC G 1 2 A/G 3 4 A Pt100/4-20mA

Leia mais

Powador Mini-Argus Mini-Argus FR

Powador Mini-Argus Mini-Argus FR Powador Mini-Argus Mini-Argus FR Esta caixa de terminais do gerador Powder Mini-Argus inclui protecção para cada via, protecção contra sobrecargas e interruptor de corte DC num caixa separada e pode ser

Leia mais

Electroválvulas Tipo 3963

Electroválvulas Tipo 3963 Instruções de Montagem e Operação Electroválvulas Tipo 3963 Fig. 1 Geral A montagem, colocação em funcionamento e operação destes equipamentos só podem ser efectuadas por pessoal experimentado. São assumidos

Leia mais

O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas

O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas Roberval Bulgarelli Petrobras Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão Coordenador do Subcomitê SC-31 do Cobei Bulgarelli

Leia mais

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL Eletroímã VERSÃO DO MANUAL 1.4 de 19/02/2013 3045 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 2.1. FECHBEM SUPER FS 150 e FS 200... 3 2.2. AUTOMAG F300 E F600... 4 3. Especificações Técnicas...

Leia mais

SMART Control Manual de Instruções

SMART Control Manual de Instruções SMART Control Manual de Instruções Para utilizar corretamente esse dispositivo, leia este manual de instruções cuidadosamente antes de usar. precauções de segurança Este símbolo, juntamente com uma das

Leia mais

NORMA TÉCNICA SUMÁRIO 1 FINALIDADE... 3 2 CAMPO DE APLICAÇÃO... 3 3 RESPONSABILIDADES... 3 4 DEFINIÇÕES... 3

NORMA TÉCNICA SUMÁRIO 1 FINALIDADE... 3 2 CAMPO DE APLICAÇÃO... 3 3 RESPONSABILIDADES... 3 4 DEFINIÇÕES... 3 30 / 08 / 2012 1 de 19 SUMÁRIO 1 FINALIDADE... 3 2 CAMPO DE APLICAÇÃO... 3 3 RESPONSABILIDADES... 3 4 DEFINIÇÕES... 3 4.1 Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT... 3 4.2 Agência Nacional de Energia

Leia mais

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMA TREINO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS SOLARTEC-70 Sistema didático para a aprendizagem ou treino teórico e prático de instalações de energia

Leia mais

Portaria Inmetro/Dimel n.º 0205 de 13 de agosto de 2010

Portaria Inmetro/Dimel n.º 0205 de 13 de agosto de 2010 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL- INMETRO Portaria Inmetro/Dimel n.º 0205 de 13

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação Transmissor de nível Cod: 073AA-005-122M Rev. A Série LT-200 Fevereiro / 2004 S/A. Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

Capítulo VI. Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Inspeção de instalações elétricas

Capítulo VI. Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Inspeção de instalações elétricas 44 Capítulo VI Lista de verificação para prontuário, projetos e ensaios elétricos Por Marcus Possi* Da mesma forma que se deve fazer com os elementos que formam uma instalação elétrica no seu sentido físico,

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Portarias Inmetro 352/2012, 301/2012 e 164/2012

EQUIPAMENTOS DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Portarias Inmetro 352/2012, 301/2012 e 164/2012 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA- INMETRO Diretoria de Avaliação da Conformidade Dconf Divisão de Fiscalização

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

Descrição B. Cilindro sensor PD 40..

Descrição B. Cilindro sensor PD 40.. Descrição B Cilindro sensor PD 40.. PT 1. Segurança 2 2. unção 3 3. Transporte 8 4. Montagem 8 5. Instalação 9 6. Comissionamento 10 7. uncionamento/operação 10 8. Eliminação de falhas / Reparação 11 9.

Leia mais

S200 Chaves de segurança

S200 Chaves de segurança S200 Chaves de segurança PT 2011/09-607274 Reservados os direitos de alterações técnicas IMPLEMENTAR E OPERAR DE MODO SEGURO Manual de instruções original 2011 Leuze electronic GmbH + Co. KG In der Braike

Leia mais

SubStart3P. Submersible 3~ Motor Control Box. Manual de Instruções de Montagem e de Serviço. 21-24

SubStart3P. Submersible 3~ Motor Control Box. Manual de Instruções de Montagem e de Serviço. 21-24 Submersible 3~ Motor Control Box SubStart3P P Manual de Instruções de Montagem e de Serviço. 21-24 Franklin Electric Europa GmbH Rudolf-Diesel-Straße 20 D-54516 Wittlich / Germany Phone: +49 (0) 6571 105-0

Leia mais

Manual de Instruções de Operação e Manutenção. THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall

Manual de Instruções de Operação e Manutenção. THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall Manual de Instruções de Operação e Manutenção THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 3.1 DIMENSÕES THP ROTATIVO...

Leia mais

Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T. Manual de Instruções 810769-01. P o r t u g u ê s

Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T. Manual de Instruções 810769-01. P o r t u g u ê s Purgador de condensados BK 212.. BK 212-ASME P T P o r t u g u ê s Manual de Instruções 810769-01 Índice Pág. Informações Importantes Utilização... 3 Instruções de segurança... 3 Perigo... 3 Atenção...

Leia mais

Manual. MOVITRAC B Desligamento seguro Aplicações. Edição 06/2007 11468793 / BP

Manual. MOVITRAC B Desligamento seguro Aplicações. Edição 06/2007 11468793 / BP Motoredutores \ Redutores Industriais \ Conversores de freqüência \ Automação \ Service Desligamento seguro Aplicações Edição 06/007 6879 / BP Manual SEW-EURODRIVE Driving the world Índice Indicações importantes...

Leia mais

PROCEDIMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA EQUIPAMENTO ELETRÔNICO PARA CONVERSÃO DE VOLUME DE GÁS NATURAL ÍNDICE DE REVISÕES

PROCEDIMENTO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA EQUIPAMENTO ELETRÔNICO PARA CONVERSÃO DE VOLUME DE GÁS NATURAL ÍNDICE DE REVISÕES UNIDADE: GERAL 1 de 14 ÍNDICE DE REVISÕES Rev. 0 EMISSÃO INICIAL DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS Rev. 0 Rev. 1 Rev. 2 Rev. 3 Rev. 4 Rev. 5 Rev. 6 Rev. 7 Rev. 8 DATA: 18/04/13 ELABORAÇÃO: Andre VERIFICAÇÃO:

Leia mais

Manual de rede de distribuição interna de gás. Anexo 2 Manual de rede de distribuição interna de gás

Manual de rede de distribuição interna de gás. Anexo 2 Manual de rede de distribuição interna de gás Anexo 2 Manual de rede de distribuição interna de gás Índice Página Capítulo 1 Inspeção e autovistoria 4 1. Objetivo 5 2. Qualificação da mão-de-obra 5 3. Procedimento de inspeção 5 4. Resultado da inspeção

Leia mais

CONTADORES DE GÁS DE TURBINA

CONTADORES DE GÁS DE TURBINA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 431 19 de outubro de 2015 Página 2 de 20 ÍNDICE Registo das revisões... 3 1. Objectivo... 4 2. Âmbito... 4 3. Referências... 4 3.1. Referências externas... 4 3.2. Referências internas...

Leia mais

Indústria SISTEMAS DE TUBAGEM PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS

Indústria SISTEMAS DE TUBAGEM PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS Indústria SISTEMAS DE TUBAGEM PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS PT Indústria SISTEMAS DE TUBAGEM PARA APLICAÇÕES INDUSTRIAIS Competence in Plastics A AGRU Kunststofftechnik GmbH é uma bem-sucedida empresa familiar

Leia mais

ALTOSONIC V12 Manual. Medidor de vazão de gás ultrasónico de 12 cordas. KROHNE 07/2013-4002924501 - MA ALTOSONIC V12 R02 pt

ALTOSONIC V12 Manual. Medidor de vazão de gás ultrasónico de 12 cordas. KROHNE 07/2013-4002924501 - MA ALTOSONIC V12 R02 pt ALTOSONIC V12 Manual Medidor de vazão de gás ultrasónico de 12 cordas KROHNE : IMPRESSÃO ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Todos os direitos reservados. É proibido reproduzir esta documentação, ou

Leia mais

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT.

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Brochura técnica Termostatos KP Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. Um termostato KP pode ser conectado diretamente a um

Leia mais

MODELO CDWi/P. APLICAÇÃO Instalação de sistemas de controle, computadores, partida de motores, interfaces eletrônicas, entre outras.

MODELO CDWi/P. APLICAÇÃO Instalação de sistemas de controle, computadores, partida de motores, interfaces eletrônicas, entre outras. Painéis Pressurizados para Atmosferas Explsivas MODELO CDWi/P ATMOSFERAS EXPLOSIVAS Ex pz II T4 Gc IP66 Ex py II T4 Gb IP66 DADOS CONSTRUTIVOS Painél pressurizado fabricado em aço inox 304/316L, juntas

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

Atuador rotativo. Série 8604/1. Manual de instruções BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR

Atuador rotativo. Série 8604/1. Manual de instruções BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR BR Atuador rotativo Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Índice 1 Informações Gerais...3 1.1 Fabricante...3 1.2 Informações relativas ao manual de instruções...3 1.3 Outros documentos...3

Leia mais

Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2

Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2 Extrato para o manual de instruções OCP 0007 Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2 Visão externa da parte superior do telefone Normas aplicadas (extrato) ABNT NBR IEC 60079-0 ABNT NBR

Leia mais