Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC"

Transcrição

1 Medidor monofásico eletrônico LUMEN MC kwh MEDIDOR ELETRÔNICO LUMEN MC 120V 15(100)A 60Hz 2Fios 1EL 1Fase REVERSO Ke 0,625 Wh/Pulso Kh 0,625 Wh/Pulso Classe B 2008 Y K Portaria INMETRO/Dimel nº INDÚSTRIA BRASILEIRA Manual de Instruções Revisão / setembro de 2010

2 Índice 1. INTRODUÇÃO DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO APRESENTAÇÃO PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO INTERFACES...5 Mostrador...5 Figura 1 Mostrador Ciclométrico do LUMEN MC...5 Indicação de Energia Ativa e Reversa...6 LED Indicador de Fraude...6 Figura 2 Vista Frontal do Medidor LUMEN MC...5 Saída de Pulsos...6 Figura 3 terminais de saída KY 6 e INSTALAÇÃO PONTOS DE FIXAÇÃO NFORMAÇÕES PARA CONEXÃO...9 Figura 5: Medidor para conexão direta, 1 elemento, 2 fios...9 Figura 6 : Conexões externas aos terminais VERIFICAÇÃO E AJUSTE CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS E METROLÓGICAS ESTRUTURA MECÂNICA...12 Figura 7 Dimensões externas NORMAS DE REFERÊNCIA TERMO DE GARANTIA...14 I PREMISSAS...14 II PRAZO DE GARANTIA...14 III EXCLUSÕES DA GARANTIA...14 IV SISTEMÁTICA

3 1. Introdução Este manual tem o objetivo de proporcionar a você, usuário, as informações necessárias para operar de forma correta e segura seu medidor eletrônico NANSEN modelo LUMEN MC. O manual está dividido em 5 partes principais com os seguintes conteúdos: INTRODUÇÃO - Informa o conteúdo e as convenções deste manual. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO - Contém uma visão geral do equipamento, com sua definição e principais características. Além disso, apresenta descrição e uma visão funcional do equipamento. INSTALAÇÃO - Descreve todos os requisitos da instalação do LUMEN MC. VERIFICAÇÃO e AJUSTE - Contém informações sobre a verificação/ajuste do LUMEN MC. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Apresenta as características técnicas do LUMEN MC necessárias à sua operação, instalação e ajustes. Encontram-se também neste manual, informações sobre NORMAS DE REFERÊNCIA e TERMO DE GARANTIA. A NANSEN S.A. tem a certeza de oferecer um instrumento fabricado com componentes e materiais de alta qualidade, o que proporciona um perfeito desempenho em condições normais de uso. Nossos equipamentos são aferidos em laboratórios e garantidos por um sistema de qualidade, assegurando assim sua confiabilidade e desempenho. Algumas mensagens são apresentadas no decorrer deste documento e seguem os seguintes critérios: Atenção! Aparece quando queremos destacar alguma característica do funcionamento do medidor, facilitando sua compreensão. Cuidado! Trata-se de uma operação que, se mal realizada, pode comprometer o funcionamento do medidor, implicando em erros na sua medição. 3

4 2. Descrição do Funcionamento 2.1. Apresentação O LUMEN MC é um medidor monofásico eletrônico com mostrador ciclométrico desenvolvido pela Nansen S.A. para medição de energia ativa kwh. Como principais vantagens possui melhor classe de precisão - comparado aos medidores monofásicos eletromecânicos - baixo consumo, baixa corrente de partida e detecção de fraude através de indicação de energia ativa reversa no LED. Possui um LED emissor de pulsos de energia ativa para a verificação do medidor. Os medidores LUMEN MC são fornecidos nas seguintes configurações: LUMEN MC 120V 15/100A 60Hz 5 dígitos LUMEN MC 240V 15/100A 60Hz 5 dígitos LUMEN MC 240V 15/100A 50Hz 5 dígitos LUMEN MC 120V 10/100A 60Hz 5+1 dígitos LUMEN MC 240V 5/80A 50Hz 5+1 dígitos LUMEN MC 220V 5/60A 60Hz 5+1 dígitos LUMEN MC 240V 10/60A 50Hz 5+1 dígitos LUMEN MC 120,240V (Multi tensão) 15/100A 60Hz 5 dígitos 2.2. Princípio de Funcionamento A medição de grandezas elétricas é baseada na medição de corrente e tensão, sendo que o produto dos valores instantâneos da corrente e da tensão representa a Potência Instantânea: p ( t) = u( t) i( t) Onde, u(t) é a tensão no instante t; i(t) é a corrente no instante t. A Potência Média consumida ou produzida em um intervalo de tempo T, pode ser calculada através do valor médio da potência instantânea: T 1 P= u( t) i( t) dt T A Energia Elétrica a cada segundo é a integral da potência no tempo: 0 4

5 t 1 Wh= Pdt Para sistemas discretos, se considerarmos o intervalo de tempo de um segundo, a equação anterior pode ser reescrita como: 1 Wh = 3600 N i= 0 ( i i u i ) Onde, N é o número de amostras no intervalo considerado. O medidor eletrônico LUMEN MC é comandado por um chip dedicado que realiza o produto dos sinais instantâneos de corrente e tensão, adquiridos por um conversor analógico-digital. Posteriormente, faz o somatório dos produtos das amostras de tensão e corrente, totalizando então a potência. Essa potência acumulada no tempo se transforma em energia consumida. Como o seu registrador é unidirecional, o valor do kwh reverso será sempre somado ao kwh direto. O medidor é capaz de registrar a energia ativa em ambos os sentidos de fluxo (energia direta ou reversa), totalizando seus módulos em um único registrador ( P = Σ P ) Interfaces Mostrador O mostrador é um registrador ciclométrico que possui 5 dígitos inteiros + 1 dígito decimal. O dígito decimal pode ou não estar exposto no visor do medidor. Figura 1 Mostrador Ciclométrico do LUMEN MC 5

6 Indicação de Energia Ativa e Reversa O LED localizado à direita, na placa do medidor, emite pulsos proporcionais à energia ativa, objetivando a verificação e/ou ajuste do medidor. LED Indicador de Fraude O LED Indicador de Fraude fica localizado à esquerda, na placa do medidor. Existem 2 tipos de indicação deste Led: a) Medidor Padrão (Sem TC de Neutro) O LED indicativo vermelho do medidor sem TC de neutro indica somente consumo reverso ao acender a luz vermelha. b) Medidor com TC de Neutro (opcional) O LED indicativo bicolor do medidor com TC de neutro indica consumo reverso ao acender a luz verde, além de indicar correntes de fase e neutro com direções ou amplitudes diferentes ao acender a luz vermelha. Ainda pode ocorrer a acusação dessas duas condições de fraude. Neste caso, o LED fica laranja. Atenção! Para identificação dos LED s, veja a Figura 2. 6

7 Led de indicação de energia reversa kwh MEDIDOR ELETRÔNICO LUMEN MC 120V 15(100)A 60Hz 2Fios 1EL 1Fase REVERSO Ke 0,625 Wh/Pulso Kh 0,625 Wh/Pulso Led emissor de pulsos proporcionais à energia ativa, para verificação Classe B 2008 Y K Portaria INMETRO/Dimel nº ESPAÇO PARA LOGOTIPO DO CLIENTE INDÚSTRIA BRASILEIRA Figura 2 Vista Frontal do Medidor LUMEN MC Saída de Pulsos O medidor LUMEN MC possui pré-dispostos no seu bloco de terminais, pontos de saídas de pulso K Y (terminais 6 e 5): SAÍDA DE PULSOS FASE LINHA NEUTRO FASE CARGA NEUTRO Figura 3 terminais de saída KY 6 e 5 7

8 3. Instalação 3.1. Pontos de Fixação A fixação do medidor LUMEN MC é feita por três pontos distantes entre si, conforme indicado na figura 4. Figura 4 Pontos de Fixação 8

9 3.2. Informações para Conexão Para energizar o medidor eletrônico LUMEN MC, basta aplicar um sinal de tensão (Vn ± 15%) entre o terminal 1 (Fase) e o terminal 2 (neutro), localizados no bloco de terminais. Cuidado! A tensão de alimentação do medidor eletrônico LUMEN MC deve ser compatível com a tensão nominal indicada na placa de identificação. Conecte os circuitos de corrente e tensão conforme indicado nas figuras 5 e 6: SAÍDA DE PULSOS FASE LINHA NEUTRO FASE CARGA NEUTRO Figura 5: Medidor para conexão direta, 1 elemento, 2 fios Figura 6 : Conexões externas aos terminais O LUMEN MC dispensa qualquer tipo de programação, bem como qualquer tipo de configuração por chave ou estrapeamento, pois já sai de fábrica com todas as características e parâmetros especificados pelo cliente. O medidor Eletrônico LUMEN MC permite a utilização de cabos de ligação com seção de 4 a 35 mm², que deve ser dimensionado de acordo com a potência a ser medida. O torque adequado aplicado aos parafusos dos terminais de corrente (terminais 1, 2, 3 e 4) para a fixação dos cabos aos conectores é de 1,5 a 2,0 N.m, sendo 2,5 N.m o torque máximo a ser aplicado. Para os parafusos dos terminais da saída KY (terminais 6 e 5), o torque máximo nos parafusos é de 1 N.m. Agora ele já está pronto para ser instalado, sem necessidade de nenhuma programação. 9

10 4. Verificação e Ajuste Para realizar a verificação do LUMEM MC, o LED que emite a todo o tempo pulsos proporcionais à energia ativa medida pode ser usado. O LED possui cor vermelha para ajudar na visualização. O LED pode ser visualizado na Figura 2, e se encontra à direita do medidor. Cada ensaio deve ter um tempo mínimo de 30 segundos. Deve-se esperar 15 segundos para estabilizar a medição após ligar a tensão ou a corrente. Atenção! A verificação com ajuste é feita apenas em fábrica por um conjunto de resistores. 10

11 5. Características Técnicas 5.1. Características Elétricas e Metrológicas Grandeza registrada Constante Ke kwh (única opção de apresentação: kgrandeza) 0,625 ou 1,25 Wh / pulso p/ conf. 120V 15 ou 10(100)A 60 Hz 0,625 Wh / pulso p/ conf. 240V 5(80)A 50 Hz 0,625 Wh / pulso p/ conf. 220V 5(60)A 60 Hz 1,25 Wh/pulso p/ 120,240V (multitensão) 15(100)A 60Hz 1,25 Wh / pulso p/ conf. 240V 15(100)A 60 Hz 1,25 Wh / pulso p/ conf. 240V 15(100)A 50 Hz 1,25 Wh / pulso p/ conf. 240V 10(60)A 50 Hz Classe de precisão 1 % (IEC , IEC ) B (RTM 431/2007) Corrente nominal Corrente máxima Tensão nominal 5A, 10A ou 15A 60A, 80A ou 100A 120V, e/ou 240V (±15%) ou 220V Freqüência 50Hz ou 60 Hz (±5%) Temp. de operação Isolação Tipo de ligação Modo de medição Mostrador Harmônicos Pulso de aferição Peso do medidor -20 a 70 graus centígrados 2 kv ANSI Forma 1 A (2 fios, linha-carga) P = Σ P - registro da energia ativa em ambos os sentidos de fluxo (direta ou reversa), totalizando seus módulos em um único registrador. Ciclométrico com 5 dígitos inteiros + 1 decimal. O decimal pode estar ou não visível na janela do mostrador. Não LED 694g 11

12 5.2. Estrutura Mecânica Tampa de Policarbonato Desenvolvida e confeccionada com alta tecnologia em plásticos, a Tampa de Policarbonato possui pigmentação que protege o medidor contra a incidência de raios UV e evita sua descoloração. Base e Bloco A base é feita em policarbonato, e o bloco de terminais em baquelite, que oferecem alta isolação térmica e resistência mecânica. Dimensões do medidor Figura 7 Dimensões externas 12

13 6. Normas de Referência O medidor LUMEN MC atende as seguintes normas nacionais e internacionais: Norma Número de Referência Normas IEC IEC , IEC Normas ABNT NBR14519, NBR14520, NBR14521, NBR Regulamento INMETRO RTM 431 /

14 7. Termo de Garantia I Premissas A Nansen garante seus produtos contra defeitos de fabricação durante o período de vigência desta garantia. Esta garantia será executada, sem ônus ao cliente, nas instalações da Nansen através da substituição de componentes e partes que apresentarem defeito por outros, originais, dentro das especificações técnicas da Nansen, novos ou remanufaturados, a seu critério, de forma a se restabelecer as características funcionais do equipamento adquirido. Assim, os produtos que porventura se apresentarem defeituosos, na desembalagem, na instalação, na ativação ou durante o funcionamento dentro do período de garantia, deverão ser enviados à Nansen para reparo. A correção dos defeitos ou substituição do material e devolução para o Cliente será efetuada num prazo a ser definido pela Nansen em comum acordo com o Cliente, após o recebimento e a triagem dos produtos enviados. Após o reparo, os materiais serão devolvidos ao cliente, com frete pago pela Nansen. II Prazo de Garantia A Nansen garante seus produtos por um prazo máximo de 24 (vinte e quatro) meses a partir da data da emissão da nota fiscal da Nansen S.A. para produtos utilizados no mercado brasileiro e da data do despacho no porto ou aeroporto de origem para produtos utilizados em mercados estrangeiros. III Exclusões da Garantia a Danos causados pelo cliente em decorrência de operação indevida ou negligente, manutenção inadequada, operação anormal ou em desacordo com as especificações técnicas, instalações inadequadas, equipamento energizado com tensão inadequada, influência de natureza química, eletroquímica, elétrica, climática ou atmosférica, tais como: enchentes, inundações, descargas elétricas e raios, incêndios, terremotos, sabotagens, vandalismo e outros casos fortuitos ou de força maior. Nestes casos, todos e quaisquer materiais e mão de obra utilizada no reparo dos danos oriundos serão cobrados de acordo com os preços vigentes na oportunidade, após a aprovação de orçamento apresentado pela Nansen ao Cliente. b A garantia dos produtos perderá seu efeito, se estes forem instalados em desacordo com as Normas Nacionais e Internacionais que regem a fabricação dos produtos. c A garantia restringe-se ao produto e/ou acessórios, suas partes, peças e componentes, não cobrindo quaisquer outras despesas, tais como: desinstalaçäo ou reinstalação do produto, despesas de embalagem e hospedagem. d - A garantia não se estende ao ressarcimento de quaisquer prejuízos, perdas e danos ou lucros cessantes, decorrentes de paralisação do produto. e - Danos causados por degradação eletrostática* não serão cobertos por esta garantia. 14

15 *Degradação eletrostática: deterioração nas características de um componente eletrônico causada por uma ESD. ESD significa descarga eletrostática, ou Electrostatic Discharge e consiste na transferência de carga eletrostática entre dois corpos de diferentes potenciais eletrostáticos, por contato direto ou induzidos por campo eletrostático. As pessoas e objetos constantemente estão carregados com estática devido ao atrito. Ao ser descarregada a estática de uma pessoa ou objeto por um equipamento ou componente eletrônico sensível, ele pode ser danificado. O equipamento pode falhar ou ter a confiabilidade comprometida. Todos os produtos eletrônicos, quando tiverem seus componentes expostos (para medidores eletrônicos, expostos - toda vez que a tampa do medidor for removida), devem ser manipulados com equipamentos como pulseiras de aterramento ou calcanheiras. No caso do uso de calcanheiras, é necessária a utilização sobre uma superfície condutiva devidamente aterrada (tapete ou piso). Se for possível para o Cliente, tendo em vista o processo a ser executado com o produto eletrônico com seus componentes expostos, aconselhamos a utilização de manta dissipativa devidamente aterrada para melhor garantia da confiabilidade do produto. IV Sistemática Quando do envio do produto para reparo, deverá ser indicado, obrigatoriamente, o número e data da nota fiscal da Nansen S.A., juntamente com um laudo técnico indicando o defeito que o produto está apresentando. 15

16 Ressalva quanto à reprodução / alteração do manual Este manual não pode ser reproduzido, total ou parcialmente, por qualquer processo mecânico, eletrônico, reprográfico etc., sem autorização por escrito da NANSEN S.A. - Instrumentos de Precisão. Seu conteúdo tem caráter exclusivamente técnico / informativo e os autores reservam o direito de, sem qualquer aviso prévio, fazer as alterações que julgarem necessárias. 16

Manual de Instruções LUMEN 2 MC

Manual de Instruções LUMEN 2 MC Manual de Instruções LUMEN 2 MC 0 Manual de Instruções LUMEN 2 MC Versão 01.000 Maio de 2014 Este manual tem caráter exclusivamente técnico/informativo, e os autores se reservam o direito de, sem qualquer

Leia mais

Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F. Revisão 01.000

Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F. Revisão 01.000 Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F Revisão 01.000 1 Índice 1. Apresentação... 3 2. Introdução... 5 2.1. Saiba o que são VECTOR MD / MD3F... 5 2.2. Aspectos construtivos da Linha VECTOR MD / MD3F...

Leia mais

1. Apresentação... 3 2. Introdução... 5. 3. Descrição do Funcionamento... 8

1. Apresentação... 3 2. Introdução... 5. 3. Descrição do Funcionamento... 8 Manual de Instruções VECTOR P A VECTOR P AR Revisão 02.000 1 Índice 1. Apresentação... 3 2. Introdução... 5 2.1. Saiba o que é o VECTOR P A ou P AR... 5 2.2. Aspectos construtivos da Linha VECTOR P A ou

Leia mais

Medidor monofásico eletrônico LUMEN MD

Medidor monofásico eletrônico LUMEN MD Medidor monofásico eletrônico LUMEN MD kwh REVERSO MEDIDOR ELETRÔNICO LUMEN MD 120V 15(100)A 60Hz 2Fios 1EL 1Fase Ke 0,625 Wh/Pulso Kh 0,625 Wh/Pulso Classe B 2008 Y K Portaria INMETRO/Dimel nº 00000000

Leia mais

ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 100406011-002

ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 100406011-002 MEDIDOR ELETRÔNICO ELO2106 MANUAL DO USUÁRIO Agosto de 2008 ELO Sistemas Eletrônicos S.A. 100406011-002 Índice ÍNDICE... I INTRODUÇÃO... 1-1 CONTEÚDO DESTE MANUAL... 1-1 ONDE OBTER MAIS INFORMAÇÕES...

Leia mais

Portaria Inmetro/Dimel nº 0085, de 03 de junho de 2014.

Portaria Inmetro/Dimel nº 0085, de 03 de junho de 2014. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Portaria Inmetro/Dimel nº 0085, de 03 de junho de

Leia mais

MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006

MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006 ELETRIFICADOR DE CERCAS DE SEGURANÇA MODELOS CP - 8000 E CP - 8001 V 2006 MANUAL DO USUÁRIO INDÚSTRIA BRASILEIRA www.atdshelter.com.br JANEIRO / 2007 ATENÇÃO!!! INFORMAÇÕES IMPORTANTES Leia atentamente

Leia mais

Termo de Garantia. Extinção da Garantia

Termo de Garantia. Extinção da Garantia OBS IMPORTANTE: Você esta adquirindo um produto de segurança. Verifique com o Engenheiro responsável da obra, se ele atende as necessidades para o local onde será Instalado, pois todo o equipamento de

Leia mais

Manual de Instruções LUMEN 2 MC

Manual de Instruções LUMEN 2 MC Manual de Instruções LUMEN 2 MC Manual de Instruções LUMEN 2 MC Revisão 02 Setembro de 2016 Este manual tem caráter exclusivamente técnico/informativo, e os autores se reservam o direito de, sem qualquer

Leia mais

ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS

ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS 3 2. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 3 3. UTILIZAÇÃO 5 3.1. Indicações de operação 5 3.2. Funcionamento 7 3.3. Observações 8 4. CERTIFICADO DE GARANTIA 9 4.1. Condições de garantia

Leia mais

SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO

SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO SISTEMA ARGOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA FUNCIONAL E PROTOCOLO DE COMUNICAÇÃO DA UNIDADE DE MONITORAÇÃO SUMÁRIO ITEM PAG. DEFINIÇÕES: 1. NÚMEROS TELEFÔNICOS 3 1.1. NÚMERO DE QUEDA (INTERRUPÇÃO) 3 1.1.1. Interrupção

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1

Leia mais

Manual de Instalação e Operações

Manual de Instalação e Operações Manual de Instalação e Operações Acionador On/Off Bivolt Sistema de Aquecimento para banheira de hidromassagem PARA SUA SEGURANÇA: Antes de Instalar este produto, leia atentamente este manual de instruções.

Leia mais

MU-00xx - Manual do usuário Produto: Leitor de cartão de proximidade Telefones: (11) 3682-7197 (11) 3683-7141

MU-00xx - Manual do usuário Produto: Leitor de cartão de proximidade Telefones: (11) 3682-7197 (11) 3683-7141 Manual do técnico/usuário: Produto: Leitor de cartão de proximidade Versão deste manual: 1 Revisão deste manual: 1 Data do manual: 10/06/2008 M.c.u Tecnologia www.mcu.com.br 1 Leitor de cartão de proximidade.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TESTADOR DE CABOS MODELO CT-200

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TESTADOR DE CABOS MODELO CT-200 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TESTADOR DE CABOS MODELO CT-200 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1 3.

Leia mais

8.1 Verificações Prévias 11 8.2 Instalação da válvula 13

8.1 Verificações Prévias 11 8.2 Instalação da válvula 13 MÁQUINA DE ALTA FREQÜÊNCIA FREQUENCY 3 ÍNDICE 1. Apresentação 03 2. Introdução 04 3. Características Técnicas 05 4. Inspeção de Recebimento 06 5. Transporte 08 6. Abrindo a Embalagem 09 7. Identificação

Leia mais

Manual do usuário LUME 1000 LUME 2000

Manual do usuário LUME 1000 LUME 2000 Manual do usuário LUME 1000 LUME 2000 LUME 1000 e LUME 2000 Central de iluminação de emergência Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul. As centrais de iluminação

Leia mais

BEBEDOURO COMPRESSOR PRESSÃO MASTERFRIO MODELOS MF40 & MFA40 MANUAL DE INSTRUÇÕES

BEBEDOURO COMPRESSOR PRESSÃO MASTERFRIO MODELOS MF40 & MFA40 MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOURO COMPRESSOR PRESSÃO MASTERFRIO MODELOS MF40 & MFA40 MANUAL DE INSTRUÇÕES Prezado Cliente, A MASTERFRIO cumprimenta-o pela escolha feita ao comprar nosso bebedouro. Tudo foi feito para que este

Leia mais

CAIXA DE SOM 6 EM 1 MANUAL DO USUÁRIO

CAIXA DE SOM 6 EM 1 MANUAL DO USUÁRIO CAIXA DE SOM 6 EM 1 MANUAL DO USUÁRIO Introdução Obrigado por adquirir a Caixa de Som 6 em 1 - Ekins. Esta é uma ferramenta poderosa com diversas funções para deixar seu dia-a-dia ainda mais divertido.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-801 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução... 02 2. Regras de segurança...

Leia mais

Guia de instalação AC 2014 AC 2017

Guia de instalação AC 2014 AC 2017 Guia de instalação AC 2014 AC 2017 Antena Yagi Dual Band AC 2014 AC 2017 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este guia foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria n.º 115, de 29 de junho de 1998 O Presidente do Instituto Nacional

Leia mais

CARGA ARTIFICAL PADRÃO PARA TESTE DE MEDIDORES EM CAMPO

CARGA ARTIFICAL PADRÃO PARA TESTE DE MEDIDORES EM CAMPO CARGA ARTIFICAL PADRÃO PARA TESTE DE MEDIDORES EM CAMPO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.1 Julho 2012 EnergyTest Ind. Eletroeletrônica Ltda. P&F Indústria Eletrônica Ltda. Konecty Ind. e Comercio Ltda. 1 PROCEDIMENTOS

Leia mais

MÁQUINA DE LAVAR STERILAV LLS-30/50/100

MÁQUINA DE LAVAR STERILAV LLS-30/50/100 MÁQUINA DE LAVAR STERILAV LLS-30/50/100 M A N U A L D E I N S T A L A Ç Ã O Código Modelo Fabricado em Núm. Série Software Versão CASTANHO Lavanderia Hospitalar, Industrial e Hoteleira Responsável Técnico:

Leia mais

Manual de Instruções. Carregador de Baterias BC800W 12V/50A A&C12V/50A A&C. A&C Automação e Controle. Rua: Itápolis nº 84 SBC.

Manual de Instruções. Carregador de Baterias BC800W 12V/50A A&C12V/50A A&C. A&C Automação e Controle. Rua: Itápolis nº 84 SBC. Manual de Instruções Carregador de Baterias BC800W 12V/50A A&C12V/50A A&C A&C Automação e Controle Rua: Itápolis nº 84 SBC. SP CEP: 09615-040 Tel: (11) 4368-4202 Fax: (11) 4368-5958 E-mail: aec@aecautomacao.com.br

Leia mais

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO AlbaLED Cores Piscina Copyright G2N Automação Indústria e Comércio Ltda. 2009. AlbaLED Cores Piscina Este Guia do Instalador e Manual do Usuário foi publicado pela

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação Transmissor de nível Cod: 073AA-005-122M Rev. A Série LT-200 Fevereiro / 2004 S/A. Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

www.telecelula.com.br MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO, TERMO DE GARANTIA E SUPORTE Telecelula Magic LCD

www.telecelula.com.br MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO, TERMO DE GARANTIA E SUPORTE Telecelula Magic LCD www.telecelula.com.br MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO, TERMO DE GARANTIA E SUPORTE Telecelula Magic LCD INDÍCE MANUAL UTILIZAÇÃO MAGIC LCD 1. INTRODUÇÃO INSTALAÇÃO, GARANTIA... 3 1.1 COMO INSTALAR MAGIC

Leia mais

Número: TERMO DE REFERÊNCIA PRL 001/2012. Data: PRL Gerência do Programa Luz para Todos 26/01/2012 1.0 - OBJETO/FINALIDADE:

Número: TERMO DE REFERÊNCIA PRL 001/2012. Data: PRL Gerência do Programa Luz para Todos 26/01/2012 1.0 - OBJETO/FINALIDADE: 1.0 - OBJETO/FINALIDADE: Aquisição de 7.812 Unidades de Medição Eletrônica de Energia Elétrica, 1 elemento, 1 fase, 3 fios, 240V e 15(100)A para implantação em padrões de entrada de unidades consumidoras

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 1. OBJETIVO 03 2. ÂMBITO 03 3. CONCEITOS 03 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 03 5. INSTRUÇÕES GERAIS 04 5.1. Condições de Serviços 04 5.2. Identificação dos transformadores 04 5.3.

Leia mais

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL Eletroímã VERSÃO DO MANUAL 1.4 de 19/02/2013 3045 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 2.1. FECHBEM SUPER FS 150 e FS 200... 3 2.2. AUTOMAG F300 E F600... 4 3. Especificações Técnicas...

Leia mais

CÂMERA FILMADORA VEICULAR

CÂMERA FILMADORA VEICULAR CÂMERA FILMADORA VEICULAR Foto meramente Ilustrativa MANUAL DE INSTRUÇÕES Introdução: Obrigado por adquirir a Câmera Filmadora Veicular Ekins. Esta é uma poderosa ferramenta capaz de gravar vídeos com

Leia mais

As informações devem ser passadas garantia@aca.ind.br claudia.jara@aca.ind.br

As informações devem ser passadas garantia@aca.ind.br claudia.jara@aca.ind.br Garantia ACA Com o objetivo de facilitar e agilizar com qualidade o atendimento técnico e elaboração do processo de Garantia dos nossos equipamentos de Ar Condicionados, solicitamos que alguns critérios

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5

Manual Técnico. Transformadores de Potência. Versão: 5 Manual Técnico Transformadores de Potência Versão: 5 Índice 2 8 Página 1 1 INTRODUÇÃO Este manual fornece instruções referentes ao recebimento, instalação e manutenção dos transformadores de potência a

Leia mais

Manual de Operação. Balança UR10000 LIGHT 300/100

Manual de Operação. Balança UR10000 LIGHT 300/100 Manual de Operação Balança UR10000 LIGHT 300/100 1 - INTRODUÇÃO Este equipamento foi projetado para atender aos mais rigorosos requisitos de precisão em pesagem, possuindo componentes de altíssima qualidade,

Leia mais

ILUMINADOR A LED PARA SEMÁFORO DE PEDESTRE COM CONTADOR REGRESSIVO. Sumário

ILUMINADOR A LED PARA SEMÁFORO DE PEDESTRE COM CONTADOR REGRESSIVO. Sumário Código: Un pç ILUMINADOR A LED PARA SEMÁFORO DE PEDESTRE COM CONTADOR REGRESSIVO 1 Objetivo 2 Referências Normativas 3 Definições 4 Requisitos Gerais 5 Requisitos Específicos 6 Funcionamento 7 Características

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO 1. OBJETIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 3.1. Siglas 4. NORMAS E LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 02 5.1. Características Gerais 03 5.2. Características Específicas e Exclusivas

Leia mais

MANUAL PRODUTO M0184 CONTROLADORA SLAVE FULL Revisado em 02/07/2014

MANUAL PRODUTO M0184 CONTROLADORA SLAVE FULL Revisado em 02/07/2014 MANUAL DA PLACA CONTROLADORA M0184 Conteúdo Manual da placa controladora M0184... 1 Versão do manual... 2 Funcionamento do produto... 2 Descrição de funcionamento... 2 Conectores... 3 Conector CN6: Pictograma

Leia mais

5. Operação. 5.1. Reconhecimento do alarme. 5.2. Temporizador de disparo das saídas. 5.3. Reinicialização do sistema de alarme

5. Operação. 5.1. Reconhecimento do alarme. 5.2. Temporizador de disparo das saídas. 5.3. Reinicialização do sistema de alarme 5. Operação 5.1. Reconhecimento do alarme Obs.: pressione a tecla Reinicia Sirene (interna) para silenciar o bip interno. Siga os procedimentos internos de segurança. O alarme geral pode ser acionado a

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015. Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TACÔMETRO DIGITAL MODELO TC-5015 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...1 3.

Leia mais

MANUAL DO USUARIO DIMMER ENERGY L.E.D Página 1 de 11 DCP ILUMINAÇÃO LTDA. DIMMER L.E.D DIMMER DMX PARA ILUMINAÇÃO. Manual do Usuário Versão 1

MANUAL DO USUARIO DIMMER ENERGY L.E.D Página 1 de 11 DCP ILUMINAÇÃO LTDA. DIMMER L.E.D DIMMER DMX PARA ILUMINAÇÃO. Manual do Usuário Versão 1 Página 1 de 11 DCP ILUMINAÇÃO LTDA. DIMMER L.E.D DIMMER DMX PARA ILUMINAÇÃO Manual do Usuário Versão 1 Página 2 de 11 Índice 1. INTRODUÇÃO...2 2. DESCRIÇÃO...2 3. POSICIONAMENTO/MEDIDAS/INDICADORES...3/4

Leia mais

Comprador: Endereço: Cidade: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da venda: / / ID: P18407 - Rev. 1

Comprador: Endereço: Cidade: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da venda: / / ID: P18407 - Rev. 1 A instalação por outrem implicará em exclusão da garantia em decorrência de defeitos causados pela instalação inadequada. Somente técnico autorizado está habilitado a abrir, remover, substituir peças ou

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16.

TERMO DE REFERÊNCIA AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES 14.722-35 VALIDADOR MATRÍCULA RUBRICA ALEX TAKASHI YOKOYAMA 16. TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE SISTEMA ININTERRUPTO DE ENERGIA - NO-BREAK, PARA A SUPERINTENDENCIA REGIONAL DO NORTE, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS. AUTOR MATRÍCULA RUBRICA LEONARDO ALEX COSTA ALVES

Leia mais

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO

DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO DISPOSITIVO DE PARTIDA E TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA PARA GERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DO USUÁRIO Por favor, leia este manual com atenção para uso do equipamento. Instruções de Operação do QTA. I.

Leia mais

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO ELETRIFICADOR DE CERCA EC- rural MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO Esta página foi intencionalmente deixada em branco. CUIDADOS NA INSTALAÇÃO

Leia mais

Módulo Isolador Estabilizado G3 - Manual de Instalação e Uso

Módulo Isolador Estabilizado G3 - Manual de Instalação e Uso ID 26376 V. 0811 Módulo Isolador Estabilizado G3 - Manual de Instalação e Uso Caro Usuário, Você acaba de adquirir um Módulo Isolador Estabilizado G3, o MIE G3. Os produtos APC são produzidos com alto

Leia mais

NOTA TÉCNICA 6.005. Página 1 de 20. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição

NOTA TÉCNICA 6.005. Página 1 de 20. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição Página 1 de 0 NOTA TÉCNICA 6.005 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR PARTICULAR DE CONSUMIDOR PRIMÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA AES ELETROPAULO UTILIZANDO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA

Leia mais

Manual de Instruções. ADEGA TERMOELÉTRICA PARA VINHO 8 GARRAFAS - VERMELHA Modelo Nº.: 25284 (127V) E 25285 (220V)

Manual de Instruções. ADEGA TERMOELÉTRICA PARA VINHO 8 GARRAFAS - VERMELHA Modelo Nº.: 25284 (127V) E 25285 (220V) Manual de Instruções ADEGA TERMOELÉTRICA PARA VINHO 8 GARRAFAS - VERMELHA Modelo Nº.: 25284 (127V) E 25285 (220V) Índice Instruções de Segurança... 3 Instruções para a Instalação... 4 Componentes... 4

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250

MANUAL DO USUÁRIO. DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250 MANUAL DO USUÁRIO DESUMIDIFICADOR Modelo: KDP 250 INTRODUÇÃO Parabéns por adquirir o Desumidificador Air Life KOMECO, desenvolvido para oferecer maior conforto e bem-estar com muito mais economia de energia.

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL- INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 076, de 15 de julho de 1997. O Diretor

Leia mais

MANUAL TELECELULA GPG DRAGON. http://www.gpgdragonsupport.com/ www.telecelula.com.br

MANUAL TELECELULA GPG DRAGON. http://www.gpgdragonsupport.com/ www.telecelula.com.br MANUAL TELECELULA GPG DRAGON http://www.gpgdragonsupport.com/ www.telecelula.com.br Página 0 - Atualizado em: 05/05/11 Índice Manual de GPG Dragon Box Manual de Instalação e Utilização GPG Dragon Box...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-870 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

PENDRIVE GRAVADOR 4GB

PENDRIVE GRAVADOR 4GB PENDRIVE GRAVADOR 4GB Foto Meramente Ilustrativa MANUAL DO USUÁRIO Introdução Obrigado por adquirir o Pendrive Gravador 4GB - Ekins. Esta é uma ferramenta poderosa capaz de gravar áudios de alta qualidade

Leia mais

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads

Para a consulta atualizada deste manual, acesse o site www.nardelli.com.br/downloads 1 Parabéns Obrigado por adquirir uma coifa de ilha Fogatti, esperamos que este produto satisfaça a sua necessidade. Por favor, leia todas as instruções atentamente para obter os melhores resultados da

Leia mais

staytion fit Proteção na medida certa ID: 20481 - V.0909. Todos os direitos reservados para Microsol Tecnologia S/A

staytion fit Proteção na medida certa ID: 20481 - V.0909. Todos os direitos reservados para Microsol Tecnologia S/A staytion Proteção na medida certa ID: 20481 - V.0909. Todos os direitos reservados para Microsol Tecnologia S/A Caro usuário, staytion Proteção na medida certa Manual de Instalação e Uso do Produto Você

Leia mais

Portaria Inmetro nº 89, de 06 de abril de 2006.

Portaria Inmetro nº 89, de 06 de abril de 2006. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria Inmetro nº 89, de 06 de abril de 2006. O PRESIDENTE

Leia mais

Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1

Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1 Manual de instruções Controlador RGB DMX CRGB-V1 Índice - 1 Características técnicas...2-1.1 Instalação...4-2 Menu...4-2.1 Navegando no Menu...5-2.2 Efeitos...6-2.3 Operação...6-3 Configuração DMX 512...7-3.1

Leia mais

Central de alarme Intelbras ANM 2003

Central de alarme Intelbras ANM 2003 MANUAL DO USUÁRIO Central de alarme Intelbras ANM 2003 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Para conferir todas as vantagens que estão à sua disposição, leia

Leia mais

TERMO DE GARANTIA. CONFORTO COM SEGURANÇA Cód: P26708 rev.:8 mod. 150

TERMO DE GARANTIA. CONFORTO COM SEGURANÇA Cód: P26708 rev.:8 mod. 150 TERMO DE GARANTIA A ELETROPPAR, Indústria Eletrônica Ltda, Localizada na Rua Carlos Ferrari nº2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17.400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante este

Leia mais

REFLETÔMETRO M43D EEL (SMOKE STAIN RFLECTOMETER) MANUAL DE OPERAÇÃO. Responsável: José Walderley Coêlho Dias

REFLETÔMETRO M43D EEL (SMOKE STAIN RFLECTOMETER) MANUAL DE OPERAÇÃO. Responsável: José Walderley Coêlho Dias ENERGÉTICA IND.E COM. LTDA. Rua Gravataí, 99 Rocha CEP 20975-030 Rio de Janeiro RJ CNPJ 29.341.583/0001-04 IE 82.846.190 Fone: (0xx21) 2501-1998; Fax: (0xx21) 2241-1354 REFLETÔMETRO M43D EEL (SMOKE STAIN

Leia mais

Módulo Amplificador Re-temporizador para Vídeo - SDI

Módulo Amplificador Re-temporizador para Vídeo - SDI Módulo Amplificador Re-temporizador para Vídeo - SDI CÓDIGO PARA COMPRA DESTE PRODUTO SDI MDFO/SDI RT Retemporizador de Vídeo SDI ÍNDICE 1. Sobre o Sistema 2. Características 3. Especificações Técnicas

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

POLÍTICA DE PÓS-VENDA 2014

POLÍTICA DE PÓS-VENDA 2014 SISTEMA DE TROCA EXPRESSA ABRANGÊNCIA SUPORTE TÉCNICO TROCA EXPRESSA PROCEDIMENTO DE GARANTIA POLÍTICA DE PÓS-VENDA 2014 PROCEDIMENTO DE REPARO SISTEMA DE REPARO PROCEDIMENTO DE ENVIO V. OUT.2014 1. Objetivo

Leia mais

PREZADO CLIENTE DESCRIÇÃO DO PRODUTO GARANTIA DO EQUIPAMENTO DADOS GERAIS

PREZADO CLIENTE DESCRIÇÃO DO PRODUTO GARANTIA DO EQUIPAMENTO DADOS GERAIS ÍNDICE Descrição do Produto... 3 Garantia do Equipamento... 3 Dados Gerais... 3 Especificações Técnicas... 5 Simbologia... 5 Dimensões... 6 Instalação... 7 Funcionamento... 7 Manutenção... 7 Precauções...

Leia mais

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica para tarifa branca.

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica para tarifa branca. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0019 MEDIDOR ELETRÔNICO PARA TARIFA BRANCA 1/9 1. FINALIDADE Estabelecer os requisitos a serem atendidos

Leia mais

KERN KHP V20 Versão 1.0 11/2014 P

KERN KHP V20 Versão 1.0 11/2014 P KERN & Sohn GmbH Ziegelei 1 D-72336 Balingen E-mail: info@kern-sohn.com Telefone: +49-[0]7433-9933-0 Fax: +49-[0]7433-9933-149 Internet: www.kern-sohn.com Instrução de instalação Ponte de pesagem ( 3000

Leia mais

NOTA TÉCNICA 6.010. Página 1 de 19. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição

NOTA TÉCNICA 6.010. Página 1 de 19. Diretoria de Planejamento e Engenharia. Gerência de Planejamento do Sistema. Gerência da Distribuição Página 1 de 19 NOTA TÉCNICA 6.010 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INTERLIGAÇÃO DE GERADOR PARTICULAR DE CONSUMIDOR SECUNDÁRIO COM A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DA AES ELETROPAULO UTILIZANDO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA

Leia mais

SENSOR CAPACITIVO SC-100

SENSOR CAPACITIVO SC-100 SC-100 Manual do usuário MAN-PT-DE-SC100-01.00_14 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SC-100. Para garantir o uso correto e eficiente do SC-100, leia este manual completo e atentamente para entender

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SOPRADORES TIPO ROOTS DOSITEC SÉRIE Cutes - CR Parabéns por adquirir sopradores roots Dositec, série Cutes - CR, os quais são o resultado de avançado projeto

Leia mais

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA.

ATERRAMENTO ELÉTRICO 1 INTRODUÇÃO 2 PARA QUE SERVE O ATERRAMENTO ELÉTRICO? 3 DEFINIÇÕES: TERRA, NEUTRO, E MASSA. 1 INTRODUÇÃO O aterramento elétrico, com certeza, é um assunto que gera um número enorme de dúvidas quanto às normas e procedimentos no que se refere ao ambiente elétrico industrial. Muitas vezes, o desconhecimento

Leia mais

Robô de piso programável adequado para crianças. Recarregável Robusto Fácil de usar GUIA DO USUÁRIO

Robô de piso programável adequado para crianças. Recarregável Robusto Fácil de usar GUIA DO USUÁRIO Robô de piso programável adequado para crianças Recarregável Robusto Fácil de usar GUIA DO USUÁRIO O Bee Bot é um premiado robô de piso programável e com layout simples, adequado para crianças e ponto

Leia mais

Conforto com Segurança

Conforto com Segurança CONFORTO COM SEGURANÇA Produzido, embalado e comercializado segundo Sistema de Gestão da Qualidade certificado em conformidade com a NBR ISO 9001:2000. INTRODUÇÃO O Módulo Assinante Monicel permite que

Leia mais

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto.

Este produto está garantido contra defeito de fabricação por um período de 18 (dezoito) meses, a contar da data da nota fiscal de saída do produto. Parabéns por ter adquirido um dos produtos da Fertron, uma empresa que tem orgulho de ser brasileira, atendendo clientes em todo o território nacional e também em diversos países. Nossa meta é oferecer

Leia mais

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma.

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma. Manual do Usuário Manual do Usuário 1 A GPTRONICS desenvolve soluções em produtos eletrônicos microcontrolados. É uma empresa 100% nacional, inovadora e focada na satisfação de seus clientes. Oferece um

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152. Revisão I

MANUAL DO USUÁRIO. Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152. Revisão I MANUAL DO USUÁRIO Transdutor de Resistência Transdutor de Temperatura W151 / W152 Índice Capítulo Página Introdução 3 Termo de Garantia 3 Características Técnicas 4 Esquemas de Ligação 6 Saída Analógica

Leia mais

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Módulo 9 Ressarcimento de Danos Elétricos Revisão Motivo da Revisão Primeira

Leia mais

Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F

Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F Manual de Instruções VECTOR MD VECTOR MD3F Manual de Instruções VECTOR MD e VECTOR MD3F Revisão 02 Setembro de 2016 Este manual tem caráter exclusivamente técnico/informativo, e os autores se reservam

Leia mais

Manual do Usuário do Retail Solution RS-1600 Revisão 1.0

Manual do Usuário do Retail Solution RS-1600 Revisão 1.0 1 20101028_Accept_Bematech_RS1600.indd 1 28/10/2010 18:00:28 Manual de Usuário do Retail Solution RS-1600 Cód. 501007600 - Revisão 1.0 Outubro 2010 Primeira Edição: Outubro de 2010 Copyright 2010 por Bematech

Leia mais

Certificado de garantia. Parabéns, consumidor!

Certificado de garantia. Parabéns, consumidor! Certificado de garantia trend salerno Parabéns, consumidor! Você acaba de adquirir o Durafloor Piso Laminado, sinônimo de elevada qualidade e tecnologia em pisos de alta resistência. Durafloor é produzido

Leia mais

Cortinas de Ar Série BZCAF G1

Cortinas de Ar Série BZCAF G1 www.brize.com.br Versão 04.0. Cortinas de Ar Série BZCAF G SUMÁRIO DADOS TÉCNICOS BZCAF 09C 7V G BZCAF C 7V G BZCAF 5C 7V G COMPRIMENTO (mm) 900 00 500 POTÊNCIA (W) 85/80 50/45 5/90 TENSÃO (V) 7 7 7 CORRENTE

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

Precauções, defeitos comuns e como localizá-los

Precauções, defeitos comuns e como localizá-los Precauções, defeitos comuns e como localizá-los Tenho observado, nos drivers Apoena, que a maioria dos problemas relatados ou drivers enviados p/ conserto, tem sido causado por imperícia, descuido ou falta

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL A LASER MODELO TN-1150 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Introdução...2. Acessórios para instalação...2. Vedação elétrica...2. Instalação em piscinas de vinil...3. Instalação em piscinas de alvenaria...

Introdução...2. Acessórios para instalação...2. Vedação elétrica...2. Instalação em piscinas de vinil...3. Instalação em piscinas de alvenaria... Introdução...2 Acessórios para instalação...2 Vedação elétrica...2 Instalação em piscinas de vinil...3 Instalação em piscinas de alvenaria...4 Instalação em piscinas de fibra...5 Encaixe do conjunto refletor...6

Leia mais

NO-BREAK SOLIS LI - Manual de Instalação e Uso

NO-BREAK SOLIS LI - Manual de Instalação e Uso V. 0911 NO-BREAK SOLIS LI - Manual de Instalação e Uso Caro Usuário, Você acaba de adquirir um No-break SOLIS LI. Os produtos APC são produzidos com alto padrão de qualidade, garantindo absoluta confiabilidade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7 MANUAL DE INSTRUÇÕES Compact Indústria de Produtos Termodinâmicos Ltda. Fábrica: Est. BR-116 KM 152,3, 21940 Pavilhão 1 Bairro Planalto Caxias do Sul - RS - CEP 95070-070 Fone (0XX) 54-2108-3838- Fax:

Leia mais

Transmissor de Vazão Mod. RTVG

Transmissor de Vazão Mod. RTVG 1. Introdução O Medidor de vazão tipo turbina é um instrumento de medição de vazão volumétrico. O elemento sensível à vazão é um rotor com um sistema de palhetas fixas, suspenso livremente sobre um eixo

Leia mais

VARREDEIRA ZE072. Manual de serviço

VARREDEIRA ZE072. Manual de serviço VARREDEIRA ZE072 Manual de serviço A varredeira ZE072 foi desenvolvida para trabalhos na construção civil, de manutenção em estradas, ou locais que necessitem o mesmo sistema de remoção de resíduos. Qualquer

Leia mais

Cód. Manual 7360. Coifa de Vidro Island. Rev. 00. manual de instruções

Cód. Manual 7360. Coifa de Vidro Island. Rev. 00. manual de instruções Cód. Manual 7360 Coifa de Vidro Island Rev. 00 manual de instruções Parabéns Ao comprar um produto com a marca FISCHER, você faz a escolha certa! A FISCHER, presente no mercado há 40 anos, é reconhecida

Leia mais

Portaria Inmetro/Dimel nº 0167, de 30 de setembro de 2014.

Portaria Inmetro/Dimel nº 0167, de 30 de setembro de 2014. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Portaria Inmetro/Dimel nº 0167, de 30 de setembro

Leia mais

Manual do Usuário. Português. APC Smart-UPS SC. 420/620 VA 110/120/230 Vca. No-break Montagem em Torre

Manual do Usuário. Português. APC Smart-UPS SC. 420/620 VA 110/120/230 Vca. No-break Montagem em Torre Manual do Usuário Português APC Smart-UPS SC 420/620 VA 110/120/230 Vca No-break Montagem em Torre 990-1853D 12/2005 Introdução O no-break APC foi desenvolvido para o caso de queda ou redução de energia,

Leia mais

Módulo 4 EA Termopar - 10 Bits

Módulo 4 EA Termopar - 10 Bits Módulo 4 EA Termopar - 1 Bits 119 Cód. Doc.: 61-41.3 Revisão: L 1. Descrição do Produto O módulo 119 é integrante das séries 6, 1 e 2 de controladores programáveis. Destina-se a leitura de temperaturas

Leia mais

Manual de Operação 1

Manual de Operação 1 Manual de Operação 1 Termo de Garantia A Midea do Brasil, garante este produto contra defeito de fabricação pelo prazo de um ano a contar da data da emissão da nota fiscal de compra para o consumidor final.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MINI MONITOR PARA CFTV MODELO CT-2050 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Guia Rápido. Instalação Módulo de Controle SI-MDCTRL-400

Guia Rápido. Instalação Módulo de Controle SI-MDCTRL-400 Guia Rápido Instalação Módulo de Controle SI-MDCTRL-400 V2.0 APRESENTAÇÃO Este documento tem como objetivo orientar o usuário na instalação e configuração do Módulo de Controle SI-MDCTRL-400. Você poderá

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones CONJUNTO BÁSICO IDENTIFICADOR DE CABOS Basic Cable Set Identifier Conjunto Básico Identificador de Cables MTC-181 *Imagem meramente ilustrativa. Only illustrative image. Imagen meramente ilustrativa. MANUAL

Leia mais

SÉRIE AOD LED PAD II ILUMINAÇÃO PÚBLICA

SÉRIE AOD LED PAD II ILUMINAÇÃO PÚBLICA A série AOD LED PAD II para iluminação pública é integrada, fonte de luz LED e luminária. Devido a este projeto especial, a estrutura da SÉRIE PADII da AOD de Iluminação pública é menor e o seu peso é

Leia mais

BUSCA MENU PR P OD O U D TO T S O

BUSCA MENU PR P OD O U D TO T S O PRODUTOS ELETRÔNICOS ELETROMECÂNICOS ESPECIAIS Conheça o Spectrum K ART O medidor Spectrum K ART foi desenvolvido pela NANSEN S/A para faturamento de energia ativa, reativa com diferentes tarifas horárias

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas SOLDA ARCO 250. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br

*Imagens meramente ilustrativas SOLDA ARCO 250. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br *Imagens meramente ilustrativas SOLDA ARCO 250 Manual de Instruções 1. DADOS TÉCNICOS MÁQUINA DE SOLDA ARCO 250 Modelo V8-Arco 250 Corrente nominal 250A Tensão em vazio máxima 45~48V Ciclo de trabalho

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. DATA: 28/02/2013 ORIGEM Gerência de Logística 1 OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA. DATA: 28/02/2013 ORIGEM Gerência de Logística 1 OBJETO DATA: 28/02/203 OBJETO Contratação de empresa especializada no fornecimento de materiais para manutenção nas instalações prediais existentes no espaço físico da Telecomunicações Brasileiras S.A. - TELEBRAS,

Leia mais