Secretaria dos Negócios Jurídicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Secretaria dos Negócios Jurídicos"

Transcrição

1 ít, Preleitura d Municípi de Itatiba Secretaria ds egócis Jurídics LI. 4.1, D 3 D VMBR D 9 "STIMA A RCITA FIXA A DSPSA D MUICÍPI D ITATIBA PARA XRCÍCI D 1". u, JÃ GUALBRT FATTRI, Prefeit d Municípi de Itatiba, stad de Sã Paul, n us das atribuições de meu carg, FAÇ SABR que a Câmara Municipal de Itatiba, em sua 31 Sessã xtrardinária, realiada n dia 3 de nvembr de 9, aprvu e eu sancin e prmulg a seguinte Lei: Art. 1. rçament Geral d Municípi de Itatiba, para exercíci de 1, estima a Receita e fixa a Despesa em R$ 1.1., (cent e itenta e dis milhões e cem mil reais), discriminads pels Anexs integrantes desta Lei. Art.. A Receita será realiada mediante a arrecadaçã ds tributs, rendas e utras receitas e transferências crrentes e de capital, na frma da legislaçã em vigr e das especificações cnstantes n Anex n. da Lei n. 4.3, de 17 de març de 1964, cm s seguintes desdbraments: 1.RCITAS CRRTS R$ , 1.1.Receita Tributária 1..Receitas de Cntribuições 1.3.Receita Patrimnial 1.6.Receita de Serviçs R$ ; R$ , R$ 47., 1.7.Transferências Crrentes R$ , 1.9.utras Receitas Crrentes R$ 5..4,.RCITAS D CAPITAL j R$ 11..5,.1.perações de Crédit R$ 9.5.,..Alienaçã de Bens R$ 9.,.4.Transferências de Capital R$ , TTAL 1 R$ 1.1., Rua Cmendadr Franc. n 36 Centr Itatiba.P (.'ep: 135-4( (11) 447-6(115 Internet:.itatiha.sp.gv.hr

2 Prefeitura d Municípi de Itatib; Secretaria ds egócis Jurídic Art. 3. A Despesa será realiada segund a discriminaçã ds quadrs "Prgramas de Trabalh" e "aturea da Despesa", que apresentam s seguintes desdbraments: - PR CATGRIA CÔMICA Despesas Crrentes R$ , Despesas de Capital R$ , Reserva de Cntingência R$ 47., TTAL R$ 1.1., II - PR ÓRGÃ DA ADMIISTRAÇÃ / CLASSIFICAÇÃ ISTITUCIAL 1 CÂMARA MUICIPAL R$ 9.7., 1.1 Câmara Municipal R$ 9.7., PRFITURA MUICIPAL R$ 17.4.,.1 Secretaria de Gvern R$ 5.9.4,. Secretaria ds egócis Jurídics R$ ,.3 Secretaria de Finanças R$ ,.4 Secretaria de bras e Mei Ambiente R$ ,.5 Secretaria da Saúde R$ ,.6 Secretaria da ducaçã R$ ,.7 Secretaria de Cultura, sprtes e Turism R$ ,. Secretaria da Administraçã R$ ,.9 Secretaria da Açã Scial R$ , 99 RSRVA D CTIGÊCIA R$ 47., TTAL 1 R$ 14.1., III - PR FUÇÕS D GVR 1.Legislativa R$ 9.39., 4.Administraçã R$ , 6.Segurança Pública R$ 4.39.,Q.Assistência Scial R$.193.5,Q 1.Saúde R$ , 11.Trabalh R$ 46.1, 1.ducaçã R$ , 13.Cultura R$ , 15.Urbanism R$ 1.1.4, 16.Habitaçã R$ 39.1, Rua Cmendadr Franc. n Centr --- Itatiba S.P Cep: Tel: (. 1 I ) Internet:. i s p. g v br

3 Prefeitura d Municípi de Itatit Secretaria ds egócis Jurídic 17.Saneament R$ 616.6, 1.Gestã Ambiental R$ ,.Agricultura R$ 5.7, 3.Cmérci e Serviçs R$ 59.4, 6.Transprte R$ 1.66., 7.Desprt e Laer R$ ,. ncargs speciais R$ , 99.Reserva de Cntingência R$ 47., TTAL R$ 1.1., IV - PR SUBFUÇÕS 31.Açã Legislativa R$ 9.39., 1.Administraçã Geral R$ , 13.Administraçã Financeira R$.19.75, 16.Tecnlgia da Infrmaçã 'R$ 1., 1. Frmaçã de Recurss Humans R$ 1., 19.Admihistraçã de Receitas R$.4., 'I 1.Pliciament R$ 36.1, 1.Defesa Civil R$ , 41.Assistência a Ids R$ 5.6, 4.Assistência a Prtadr de Deficiência R$ 11.9, 43.Assistência à Criança e a Adlescente R$ , 44.Assistência Cmunitária R$ , 31.Atençã Básica R$ , 3.Assistência Hspitalar e Ambulatrial R$ , 33.Suprte Prfilátic e Terapêutic R$ , 34.Vigilância Sanitária R$ , 35.Vigilância pidemilógica R$.9, 333. mpregabilidade R$ 6.1, 334.Fment a Trabalh R$., 361.nsin Fundamental R$ , 36. nsin Médi R$ 799.9, 363.nsin Prfissinal R$ 1., 364.nsin Superir R$ 41., 365.ducaçã Infantil R$ , 39.Difusã Cultural R$ , 451.Infra-strutura Urbana R$ , 45.Serviçs Urbans R$ 6.4.9, 453.Transprtes Cletivs Urbans R$ 6., Rua Cmendadr Franc, n C'entr ltatiba S.1) - Cep: 135-: Tel: (11) Internet:.itatiba.sp.gv.hr

4 Prefeitura d Municípi de Itatilm Secretaria ds egócis Jurídic: 4.Habitaçã Urbana R$ 39.1, 51.Saneament Básic Urban R$ 616.6, 541. Preservaçã e Cnservaçã Ambiental R$ , 66.xtensã Rural R$ 5.7, 661.Prmçã Industrial R$ 7., 691.Prmçã Cmercial R$ 7., 695.Turism R$ 449.4, 7.Transprte Rdviári. R$ 666., 11.Desprt de Rendiment R$ 367.3, 1. Desprt Cmunitári R$ , 13. Laer R$ 4., 43.Serviç da Dívida Interna R$ , 46.utrs ncargs speciais R$ , 999. Reserva de Cntingência R$ 47., TTAL R$ 1.1., V - PR PRGRAMAS ihill - Cnf. únic d art 4 da Prtaria 4/99 R$.33.7, 1 Prcess Legislativ R$ 9.39., 3 Infra strutura para Bem da Família R$.66.6, 4 Administraçã Vltada para a Família R$ , 5 Integraçã Cmunitária e Valriaçã da Família R$ 6.1., 7 Saúde para a Família R$ , ducaçã para a Família R$ , 9 Mei Ambiente e Agricultura para a Família R$ , 1 sprte e Laer para a Família R$ , 11 Cultura para a Família R$ , 1 Turism para a Família R$ 449.4, 14 Assistência Scial para a Família R$ , 999 Reserva de Cntingência R$ 47., TTAL R$ 1.1., VI - PR ATURZA DA DSPSA DSPSAS CRRTS R$ , 3.1 Pessal e ncargs Gerais R$ , 3. Jurs e ncargs da Dívida R$ 1.56., Rua Cmendadr Franc, n 36 Centr Itatiba S.P Cep: Tel: (11) Internet:.itatiba.sp.gv.br

5 Prefeitura d Municípi de Itatib Secretaria ds egócis Jurídic 3.3 utras Despesas Crrentes R$ , DSPSAS D CAPITAL R$ , 4.4 Investiments R$ , 4.5 Inversões Financeiras R$ 6.735, 4.6 Amrtiaçã da Dívida R$ , RSRVA D CTIGÊCIA R$ 47., TTAL R$ 1.1., Art. 4. Fica Pder xecutiv Municipal autriad, ns terms da Cnstituiçã Federal e da Lei de Diretries rçamentárias, a: I - realiar perações de crédit pr antecipaçã da receita, ns terms da legislaçã em vigr; II - realiar perações de crédit até limite estabelecid pela legislaçã em vigr, inclusive junt a Banc acinal de Desenvlviment cnômic e Scial (BDS), bem cm a garantir s respectiv5 financiaments; III - abrir crédits adicinais suplementares até limite de 4% (quarenta pr cent) d rçament das despesas, ns terms da legislaçã vigente; IV - transpr, remanejar u transferir recurss, de uma categria de prgramaçã para utra e de um órgã para utr, para s fins d incis VI, d artig 167, da Cnstituiçã Federal; (diverge da LD e bate cm a CF/); V - cntingenciar parte das dtações, quand a evluçã da receita cmprmeter s resultads prevists. 1. xcluem-se d limite fixad n incis III deste artig, pdend ser aberts pr Decret d xecutiv, de acrd cm as necessidades, s crédits adicinais suplementares destinads a suprir insuficiência de dtações relacinadas a dispêndis decrrentes de cnvênis e funds legalmente instituíds, para s quais hajam receitas vinculadas, até mntante efetivamente transferid e/u recebid bem cm superávit financeir apurad em 31 de deembr de 9.. xcluem-se deste limite, s crédits adicinais suplementares, decrrentes de leis municipais específicas aprvadas n exercíci. Rua Cmendadr Franc, n 36 Centr ltatiba S.P Cep: 135-: Tel: (11) Internet:.itatiba.sp.gv.br

6 Pretertura a iviumelpiu uc Itativa Secretaria ds egócis Jurídics Art. 5. Fica Pder xecutiv Municipal autriad a cnceder às entidades relacinadas nas alíneas "a" a "q" deste artig, subvenções mensais durante períd de janeir a deembr de 1, bservand-se s seguintes valres máxims anuais, ns terms da Lei de Diretries rçamentárias para exercíci de 1: a) Asil Sã Vicente de Paul R$ 6.55, b) Assciaçã de Pais e Amigs ds xcepcinais R$ 715., c) Assciaçã ds Apsentads e Pensinistas de Itatiba R$., d) Assciaçã ds scritres, Petas e Trvadres de Itatiba R$ 4.55, e) Assciaçã ds Patrulheirs Mirins de Itatiba R$ 4.55, f) Centr de Prevençã e Reabilitaçã de Vidas de Itatiba " Bm Pastr" R$ 16.4, g) Crpraçã Musical Santa Cecília R$ 34.37, h) Creche ss Lar R$ 6.55, i) Creche Paraís Infantil R$ 6.1, j) Institut Phala R$ 16.37, k) Irmãs de Rua sss Irmãs R$ 3.73, 1) Lar spírita Cristã R$ 16.37, m) Lar Itatibense da Criança R$ 139.9, n) rganiaçã nã Gvernamental (G) - Síndrme da 'mun Deficiência Adquirida (AIDS) - Grup Vida, Saúde e Realidade - R$ 16.37, VISAR de Itatiba ) Rede de Vluntárias de Cmbate a Câncer de Itatiba R$ 5.9, p) Santa Casa de Misericórdia de Itatiba R$ 4.95., q) Sciedade Itatibense para Bem star Scial - SIBS R$ 47.46, Art. 6. A lei que dispõe sbre Plan Plurianual d Municípi de Itatiba para períd de 1 a 13, bem cm a Lei de Diretries rçamentárias para exercíci de 1, passam a viger cm s valres cnstantes nesta Lei. 1. As ações representadas pr prjets, atividades, perações especiais u reserva de cntingência que cmpõem s prgramas gvernamentais previstas nesta Lei que nã cnstem n Plan Plurianual e na Lei de Diretries rçamentárias ficam a estas peças de planejament agregadas.. De acrd cm dispst n caput deste artig, fica, Pder xecutiv Municipal, autriad a adequar as metas das ações que cmpõem s prgramas gvernamentais cnstantes n Plan Plurianual e na Lei de Diretries rçamentárias para cmpatibiliá-las cm as mdificações efetivadas pr esta Lei. Rua Cmendadr Franc, n 36 Centr Ratam S.P Cep: Tel (. 11) Internet:.itatiba.spsv.br

7 Prefeitura d Municípi de Itatiba Secretaria ds egócis Jurídic: Art. 7. sta Lei entrará em vigr em 1 de janeir de 1, revgadas as dispsições em cntrári. Paç Municip em 3 de n a "Prefeit Rbert Arantes Lanhs", e 9 J P feit RT FATTRI unicipal Redigida e lavrada na Secretaria ds egócis Jurídics. Publicada n Paç Municipal, median afixaçã n l de stume, na data supra. TARCÍSI G Secretári MA s eg MS FILH rídics Rua Cmendadr Franc, n 36 Centr Itatiba S.1 ) Cep: (11) Internet:.itatiba.sp.gv.br

8 Secretaria Municipal de Finanças Gvern de DMSTRATIV DA CMPATIBILIDAD DA PRGRAMAÇÃ D RÇAMT CM S BJTIVS MTAS CSTATS AX D MTAS FISCAIS, CFRM DISPST ARTIG 5. DA LI D RSPSABILIDAD FISCAL leifhr M para as Pess j c rçament e Lei de Diretries rçamentárias rçament d Municípi de Itatiba, relativ a exercíci de 1, fi elabrad em cnfrmidade cm s princípis estabelecids na Cnstituiçã Federal, na Cnstituiçã stadual n que cube, na Lei Federal n. 4.3, de 17 de març de 1964, na Lei Cmplementar n. 11, de 4 de mai de (LRF), e, na Lei rgânica d Municípi; e, de acrd cm as nrmas cntidas nas Prtarias editadas pel Gvern Federal. A base da estrutura rçamentária bedeceu à estrutura administrativa da Prefeitura d Municípi de Itatiba. A prpsta rçamentária nã cntém dispsitiv estranh à previsã da receita e à fixaçã da despesa, face à Cnstituiçã Federal e à Lei de Respnsabilidade Fiscal, atendend a um prcess de planejament permanente, à descentraliaçã, à participaçã cmunitária e cntém: I "Reserva de Cntingência", em mntante de R$ 47., (quatrcents e vinte e sete mil e duents reais), equivalente a,5% (vinte e cinc centésims pr cent) da Receita Crrente Líquida (R$ ,); Legislativ Municipais e seus funds; II rçament fiscal referente as Pderes xecutiv e III rçament da seguridade scial, abrangend tdas as funções relacinadas à saúde, à previdência e à assistência scial. Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - ltatiba/sp - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

9 Secretaria Municipal de Finanes ITATIISI Melhr para as Pessc fram atendids s princípis de: Também na fixaçã da despesa e na estimativa da receita, Priridade de Investiments nas áreas sciais; II Austeridade na gestã ds recurss públics; III Mderniaçã na açã gvernamental; na execuçã rçamentária; IV Princípi d equilíbri rçamentári, tant na previsã cm V, as princípis de unidade, universalidade e anualidade, nã excedend mntante das despesas fixadas, a previsã da receita para exercíci de 1. rçament para exercíci de 1 mantém equilíbri entre a stimativa da Receita e a Fixaçã das Despesas, de cnfrmidade cm Prjet de Lei de Diretries rçamentárias, n valr de R$ 1.1., (cent e itenta e dis milhões e cem mil reais). Particularmente n tcante às receitas e despesas de capital, Municípi cntinua dependend de recurss de utras esferas de gvern, dada a dimensã das despesas de manutençã, trnand escasss s recurss para investiment. Tais recurss, ra prevists na peça rçamentária, serã cnstante e intensamente buscads pela Administraçã, através de cnvênis e/u financiaments, que permitam maires investiments em Itatiba ns próxims exercícis. Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - Itatiba/SP Cep Telefne (11) / itatiba.sp,gv.br

10 Secretaria Municipal de Finança! -c*:ei gnie!tatu Melhr para as Pess, Assim send, a receita ficu prjetada cnfrme s seguintes valres: Receita Prjetada (R$) 9 LD-1 LA-1 Receitas Crrentes , , , Receitas de Capital 7.4., 1..5, 11..5, TTAL 17.., 1.1., 1.1., s valres prjetads bservam estrita cnfrmidade cm as metas delineadas pela Prefeitura d Municípi de Itatiba para s próxims exercícis e cm a estratégia d Gvern Municipal para cnseguir uma execuçã fiscal, financeira e rçamentária respnsável, equilibrada e que permita a manutençã e até a expansã ds serviçs ferecids, ve que fram efetuadas cm bjetiv de cnferir a este instrument de planejament ps í,, refletir mais próxim pssível a realidade municipal para desenvlviment T FATTRI unicipal Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - ltatiba/sp - Cep Telefne (11) / 447 6:.itatiba.sp.gv.br

11 Secretaria M unicipal cattfit= GteAm DMSTRATIV DA RCITA CRRT LÍQUIDA Melhr para as Pese PRJÇÃ PARA 1 (m Reais) 'RCITAS CRRTS ( I ) ,1 DDUÇÕS ( II ) = (III + IV + V) Cntrib. para Plan de Previdência d Servidr (IV) Cmpensaçã Financ. entre Regimes Previd. (V) Deduçã de Receita para Frmaçã d FUDB (VI) , 14.3,, , 'RCITA CRRT LIQUIDA ( III) = ( I - II) = ,1 JÃ A refe t M T FATTRI nicipal Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - ltatiba/sp - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

12 Secretaria Municipal de Finanças Gvern de,r\ 1 / ;1; l'','/.1\ RÇAMT 1: 4ivirr para Pesti CÁLCUL PARA APLICAÇÃ SI A SAÚD: (m Reais) Receitas (Aplicaçã 1 4 PD/QS 5.6., Jurs de Títuls de Renda - FD/QS., 5.6., FD/PAT., Jurs de Títuls de Renda - FD/PAT,., FD/Prgr. Dinheir na scla ( c) 14., FD/Prgr. Dinheir na scla ( k).5,.5, p de Crédit IFVIAS 1.5., 1.5., Transf. Cnv. da Uniã p/ Prgr. ducaçã 1., 1., TTAL SI FUDAMTAL , Jurs de Títuls de Renda - MD 5., APLICAÇÕS 1% (ns ns Fund) , PA - Merenda sclar 7., Jurs de Títuls de Renda - FD/PA 4.7, 74.7Q, TTAL MRDA SCLAR 74.7Q, TTAL.69.Q, Receitas (Aplicaçã 5%) IPPU 11.9., IPTU 5.53., IRRF sbre Rendiments d Trabalh 1.9., IRRF sbre utrs Rendiments 16., ITBI 1.9., ISS 9.5., FPM.4., IPTR 14., ICMS Lei 7/96 39., ICMS 51.3., 1 PVA 1.., IPI 367., Multas e Jurs IPTU 16., Multas e Jurs ITBI 9., Multas e Jurs ISS 15.5, Multas e Jurs Mra DA IPTU 91., Multas e Jurs Mra DA ITBI Multas e Jurs Mra DA ISS 35, 1., Multas e Jurs Mra IPVA 17., Dívida Ativa - IPTU 1.53., Dívida Ativa - ITBI 1.1, Dívida Ativa - ISSQ 54., TTAL , 5% = , 1(1 Retençã para FUDB ,1 Prefeitura ci Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - Itatiba/SP - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

13 Secretaria Municipal de Finanças ----'16114 Gvernde fletr para als Pessil! RÇAMT 1: ÁLCUL PARA APLICAÇÃ SI A SAÚD: 5,% nsin , (-) Retenções para FUDB (aplic. Autm.) , Liquid a Aplicar ds 5,% , ( )Aplicações 1% , Sma ttal a aplicar n nsin.946.7, DSPSAS (MD): nsin Infantil: Creches Pré-sclas Sub-Ttal Aplicaçã Líquida (R$) 1.6.6, 1.35., , , nsin Fundamental: nsin Regular ducaçã de Jvens e Adults Merenda sclar (pessal) Sub-Ttal (-) Aplicaçã n Mercad Financeir (-) p de Crédit IFVIAS (-)Transf. Cnv. da Uniã p/ Prgr. ducaçã Aplicaçã Líquida (R$) Retenções autmáticas Aplicaçã Líquida + FUDB Ttal da Aplicaçã de Impsts na MD (R$) Ttal da Aplicaçã de Impsts na MD (%) , 59.9Q, 1., 1.4.9, 5., 1.5., 1., 9.1., , , , $,% Receitas - FUDB Transferências d FUDB Aplic. Merc. Fin. FUDB TTAL Despesas - FUDB Remuneraçã de Prfissinais d Magistéri Remuneraçã de Prfissinais d Magistéri utras Despesas c/ Manut da d Básica TTAL (Aplicaçã 1%) 39.., 6., 39.., (Aplicaçã 1%) , , 39.., 6,%,64% 19,36% 1,% aplicaçã mínima 1Ttal de Recurss da ducaçã Básica: ,1 Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - ltatiba/sp - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

14 Secretaria Municipal de Finanças Gvern Melhr para as Pessk. RÇAMT 1: CÁLCUL PARA APLICAÇÃ SI A SAÚD: SAUD Receita de Impsts , rçad , (4Aplicações 1% , send: Receita Tributária 6.64, Receita Patrimnial.4, Transferências Crrentes , Federais staduais 16.7, utras Receitas Crrentes 13, peraçã de Crédit IFVIAS 4., Transferências de Capital 1., Aplicaçã Líquida.96.35, Percentual da Receita de Impsts 1,9% JÃ UA Prefe r ' FATTRI Mun'cipai Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 Centr - Itatiba/SP - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

15 Secretaria Municipal de Finanças -- Gver, -411"14 ITATI A Melhr para as Pessas j?. 4- nr Lr) , - Cei 3 a) C cl ,1 c? i crt a rn ti i c. rn 3 (.1 rn q.) rn Ln (! M. Cri C a> r- ui nt DM STRATIV DA D SP SA CM P SSAL PRJ ÇÃ PARA 1 Ta ei) n3 a) a) 41 Ta t a) a. II CL 1- ( 1- n (/) a. tn as a) É a),n3 rn.75. a) c a) tc (I) Is. C " C 'ti a) - U) ) 4.) L.. e (1) - c.) c ) e (1) c c CD - a) (I) c I I rn. ) a. -J tn Cà a. ci.13g 1- -J a. -J 1- U) a. 1- LU 1- Prefeitura d Municípi de Itatiba Rua Quintin Bcaiuva, n 4 - Centr - Itatiba/SP - Cep Telefne (11) / itatiba.sp.gv.br

16 PRFITURA MUIC D ITATIBA Plan de Cntas da Receita Sintética RCITAS CRRTS ã $intética RCITA TRIBUTÁRIA ã Sintética IMPSTS ã Sintética IMPSTS SBR PATRIMÔI A RDA ã Sintética IMPST S/ A PRPRIDAD PRDIAL TRRIT URBAA ã Analítica IMPST S/ A PRPRIDAD PRDIAL URBAA ã Analítica IMPST S/ PRPRIDAD TRRITRIAL URBAA ã Sintética IMPST S/ A RDA PRVTS QUALQUR ATURZA ã Analítica IRRF SBR RDIM D TRABALH ã Analítica IRRF SBR UTRS RDIMTS ã Sintética IMP S/TRASM ITR VIV BS IMÓVIS DIR RAIS S/IM ã Analítica I.T.B.I. ã Sintética IMPSTS SBR A PRDUÇÃ A CIRCULAÇÃ ã Sintética IMPST S/ SRVIÇS D QUALQUR ATURZA ã Analítica I.S.S.Q.. ã Sintética TAXAS ã Sintética TAXAS PL XRCÍCI D PDR D PLÍCIA ã Sintética TAXA D FISCALIZAÇÃ D VIGILÂCIA SAITÁRIA ã Analítica TAXA D VIGILÂCIA SAITÁRIA ã Sintética TAXA LICÇA P/FUC STAB CMRC,IDÚSTR,PRST SR ã Analítica TAXA D ISTALAÇÃ PARA FUCIAMT ã Analítica TAXA LICÇA PARA LCALIZAÇÃ FISCALIZ FUCI ã Sintética TAXA D PUBLICIDAD CMRCIAL ã Analítica TAXA D PUBLICIDAD CMRCIAL ã Sintética TAXA D APRSÃ DPÓSIT ã Analítica TAXA APRSÃ DPÓSIT D BS ã Sintética TAXA FUCIAM D STABLC M HRÁRI SPCIAL ã Analítica TAXA FUCIAM D STABLCIM M HRÁRI SPCIAL ã Sintética TAXA D LICÇA PARA XCUÇÃ D BRAS ã Analítica TAXA D LICÇA PARA XCUÇÃ D BRAS ã Sintética TAXA D APRVAÇÃ D PRJT D CSTR CIVIL ã Analítica TAXA D APRVAÇÃ D PRJT D CSTR CIVIL ã Sintética TAXA D ALIHAMT IVLAMT ã Analítica TAXA D ALIHAMT IVLAMT ã Sintética TAXA APRSÃ,DPÓSIT U LIBRAÇÃ D AIMAIS ã Analítica TAXA D APRSÃ,DPÓSIT U LIBRAÇÃ AIMAIS ã Sintética TAXAS PLA PRSTAÇÃ D SRVIÇS ã Sintética TAXA D CMITÉRIS ã Analítica TAXA D CMITÉRIS ã Sintética TAXA D LIMPZA PÚBLICA ã Analítica TAXA D RMÇÃ D LIX ã Analítica CTRIBUICA D MLHRIA ã 1... Sintética RCITAS D CTRIBUIÇÕS ã Sintética CTRIBUIÇÕS SCIAIS ã Sintética CTRIBUIÇÕS P/ RGIM PRÓPRI PRVID SRV PÚBL ã Analítica CTRIBUIÇÃ PATRAL P/ RGIM PRÓPRI D PRV ã Analítica CTRIBUIÇÃ D SRVIDR ATIV P/ RPP ã Analítica CTRIBUIÇÕS D SRVIDR IATIV P/ RPP ã Analítica CTRIBUIÇÕS D PSIISTAS P/ RPP ã Sintética RCITA PATRIMIAL ã Sintética RCITA D VALRS MBILIARIS ã Sintética JURS D TITULS D RDA ã CXR5 - SMARepd Infrmática Ltda Data/Hra: 6/11/9 :4:14 Página: 1

17 PRFITURA MUIC D ITATIBA Plan de Cntas da Receita Códigó Tip- specificaçã Sintética JURS D TÍTULS D RDA Ã VICULADS ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - PMI ã Sintética JURS D TÍTULS D RDA VICULADS ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FSS ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - AD ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FD/QS ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FD/PAT ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FUDB ã Analítica JURS D TITUL D RDA - FD/PA ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - CV TRASP S MÉDI ã Analítica JURS D TITUL D RDA - FSS ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FMDCAI ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - FMU ã Analítica JURS D TÍTUL D RDA - FD MU SGURAÇA PÚBL. ã Analítica JURS D TÍT D RDA-FD MA CTL -PQ.LUIZ LATRR ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - CVÊI AGRICULTURA ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - FHIDR/RFL. CILIAR ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - RCURS PRVIDCIÁRI ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MPAS/IDS IFÂCIA ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - CVÊIS SADS/PSB ã Analítica JURS TÍT D RDA - MDS/PRG BLSA FAMÍLIA IGDBF ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MDF/PIS BÁSIC FIX ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MDF/FAS/PRÓ-JVM ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MDF/FAS/CRAS PFMC ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - CID ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - TRÂSIT ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - ALIAÇÃ D ATIVS ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - FUD SPCIAL ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - RYALTIS PTRBRAS ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MM/DPM/CFM ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MS MAC/AIH ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MS PAB ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MS ICTIV DST/AIDS ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MS C ã Analítica JURS TÍT RDA - MS VIG PID AMB M SAÚD (CD) ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA -MS VIGILÂCIA SAITÁRIA ã Analítica JURS D TÍT D RDA-FD MU SAÚD RC PRÓPRIS ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - TAXVISA ã Analítica JURS D TÍTULS D RDA - MS/FARMÁCIA PPULAR ã Analítica JURS TÍT RDA - TRASF ST PRG SAÚD - GLICMIA ã Analítica JURS TÍT RDA -MS AFB ASSIST FARMACÊUTICA BÁSICA ã Analítica JURS D TÍT D RDA SC HAB/PRÓ-LAR MLH HAB URB ã Analítica JURS TÍT RDA-CV SP-CSTR PT RIB JACARÉ ã Analítica JURS TÍT RDA-CV SP-RURB RUA JRG TIBIRIÇA ã Sintética DIVIDDS ã Analítica DIVIDDS ã Analítica RMURAÇÃ D DPÓSITS BACÁRIS ã Sintética RCITA D CCSSÕS PRMISSÕS ã Sintética RCITA D CCSSÕS PRMISSÕS - SRVIÇS ã Sintética UTRAS RCITAS CCSSÕS PRMISSÕS -SRVIÇS ã Analítica RC CCSSÃ SRV D STACIAMT RTATIV ã Sintética RC CCSSÕS PRMISS -DIRITS US BS PÚBL. ã CXR6 - SMARapd infrmática Ltda Data/Hra: /11/9 :4:14 Página: ÍA /

18 PRFITURA MUIC D ITATIBA Plan de Cntas da Receita çódig TiP specificaçã Sintética RC CCSSÃ D DIR. RAL US ÁRA PÚBLICA ã Analítica RCITA D PRMISSÃ D US - MRCAD MUICIPAL ã Analítica RCITA D PRMISSÃ D US - BACAS ã Analítica RCITA D PRMISSÃ D US - BARS/LACHTS ã Analítica JÓIA D ASIAT CTR PRMISSÃ MRCAD ã Sintética UTR RC CCSS PRMISS-DIRITS US BS PUBL ã Analítica PRMISSÃ US-ISTALAÇÕS PALÁCI 1 D VMBR ã Analítica PRMISSÃ D US-FD MA CTL - PQ LUIZ LATRR ã Analítica DMAIS RCITAS D CCSSÕS PRMISSÕS ã Sintética RCITA D SRVIÇS ã Sintética SRVIÇS ADMIISTRATIVS ã Analítica SRVICS D ISCRIÇÃ M CCURSS PÚBLICS ã Analítica SRVICS D VDA D DITAIS ã Analítica SRV FTCP/CÓPIAS HLIGRÁFICAS ã Analítica UTR SRVS ADMIISTR (pp, prtcl, cmunicaçã) ã Analítica SRVIÇS D CADASTRAMT D FRCDRS ã Sintética SRVIÇS D CMITÉRI ã Analítica SRVIÇS D CMITÉRI ã Analítica UTRS SRVIÇS ã Sintética TRASFRÊCIAS CRRTS ã Q Sintética TRASFRÊCIAS ITRGVRAMTAIS ã Sintética TRASFRÊCIAS DA UIÃ ã Sintética PARTICIPAÇÃ A RCITA DA UIÃ ã Analítica CTA-PART D F.P.M. ã Analítica CTA-PART D I.P.T.R. ã Sintética TRASF DA CMPS FIA P/XPL D RC ATURAIS ã Analítica CTA-PART CMPS FI RCURSS MIRAIS - CFM ã Analítica CT.PART FD SP PTRL-FP ã Sintética TRASF D RCURSS D SUS-RPASSS FUD A FUD ã Analítica MIISTÉRI DA SAÚD - MAC/AIH ã Analítica MIISTÉRI DA SAÚD - PAB FIX ã Analítica MS - PAB PRGRAMA SAÚD FAMILIA ã Analítica MS-PAB - AGTS CMUITÁRIS ã Analítica MS ICTIV DST/AIDS ã Analítica MS AÇÕS STRATÉGICAS / FAC ã Analítica MS C (CTR SPCIALID DTLÓGICA) ã Analítica MS PAB - PRGRAMA D SAÚD BUCAL PSF ã Analítica MS VIGILÂCIA PIDM. AMBITAL M SAÚD (CD) ã Analítica MS VIGILÂCIA SAITÁRIA ã Analítica MS - FARMÁCIA PPULAR ã Analítica MS PAB-ICT IMPLAT ÚCLS API SAÚD FAM-ASF ã Analítica MS/ AFB ASSISTÊCIA FARMACÊUTICA BÁSICA ã Analítica MS/ICTIV IMPLM ÚCL PRV VILÊCIA PRM SAÚD ã Sintética TRASFRÊCIA D RCURSS D FAS ã Analítica MDS/PRGRAMA BLSA FAMILIA - IGDBF (GSTÃ) ã Analítica MDF/PSB/SUAS/CRAS/PAIF PBF-PIS BÁSIC FIX ã Analítica MDF/FAS/PSB - PRÓ-JVM ã Analítica MF/FAS/CRAS - PIS FIX MÉDIA CMPLX PFMC ã Sintética TRASFRÊCIA D RCURSS D FD ã Analítica TRASFRÊCIAS D SALÁRI-DUCAÇÃ ã Analítica TRASF DIRTAS D FD RF. A PDD ã Analítica TRASF DIRTAS D FD RF. A PA ã CxR5 - SMARapd Infrmática Ltda Data/Hra: 6/11/9 :4:14 Página: 3 1/

19 PRFITURA MUIC D ITATIBA Plan de Cntas da Receita, Ç9:54.99 TIPQ specificaçã Analítica TRASF DIRTAS D FD RF. A PAT ã Analítica TRASF FI ICMS - DSRAÇÃ - LC 7/96 ã Sintética UTRAS TRASFRÊCIAS DA UIÃ ã Analítica DMAIS TRASFRÊCIAS DA UIÃ (CX) ã Sintética TRASFRÊCIAS DS STADS ã Sintética PARTICIPAÇÃ A RCITA DS STADS ã Analítica CTA-PART D I.C.M.S. ã Analítica CTA-PART D I.P.V.A. ã Analítica CTA-PART D IPI S/XPRTACA ã Analítica CTA-PART DA CID (CTRIB ITRV DM C) ã Sintética TRASF CTA-PART DA CMPSAÇÃ FIACIRA (5%) ã Analítica CTA-PART RYALTIS-CFPP LI 799/9-ARTIG 9 ã Sintética TRAS RCUR STAD PRGR SAUD-RPASS FD/FD ã Analítica TRASF ST PRG SAÚD RPASS FD A FD - GLICMIA ã Sintética TRASFRÊCIAS MULTIGVRAMTAIS ã Analítica TRASFRÊCIA D RCURSS D FUDB ã Sintética TRASFRÊCIAS D CVÊIS ã Sintética TRASFRÊCIAS D CVÊIS DA UIÃ S/TIDADS ã Sintética TRASF CV UIÃ DST A PRGRAMAS ASSIST SCIAL ã Analítica MPAS/PSB - IDS IFÂCIA ã Analítica MPAS/P - PSSA CM DFICIÊCIA ã Analítica MPAS/P - JUVTUD/ABRIG ã Sintética TRASF.CV.DS STADS D DF D S/ TIDADS ã Sintética TRASF CV ST DSTIADAS A PRGRAMAS D DUC ã Analítica CVÊI SCRT ST DUC-SI MÉDI ã Sintética UTRAS TRASFRÊCIAS D CVÊI DS STADS ã Analítica CVÊI SADS/PSB-PRTÇÃ SCIAL BÁSICA ã Analítica CVÊI SADS/PS-PRTÇÃ SCIAL SPCIAL ã Analítica CVÊI SAA/AGRICULTURA ã Sintética UTRAS RCITAS CRRTS ã Sintética MULTAS JURS D MRA ã Sintética MULTAS/JURS D MRA TRIBUTS ã Analítica MULTA/JURS MRA TX FISCALIZ VIGILÂCIA SAITÁR ã Analítica MULTAS JURS D MRA D IPTU ã Analítica MULTAS JURS D MRA D ITBI ã Analítica MULTAS JURS D MRA D ISS ã Sintética MULTAS/JURS D MRA D UTRS TRIBUTS ã Analítica MULTAS JURS D MRA D UTRS TRIBUTS ã Sintética MULTA/JUR MRA DIV.AT.TRIBUTS ã Analítica MULTAS/JURS MRA DA DÍVIDA ATIVA D IPTU ã Analítica MULTAS/JURS D MRA DA DÍVIDA ATIVA D ITBI ã Analítica MULTAS/JURS D MRA DA DÍVIDA ATIVA D ISS ã Analítica MULT/JUR M D.A. TX FISCALIZ VIGILÂCIA SAITÁRIA ã Analítica MULT/JUR M. DIV. AT. DAS CTRIBUIÇÕS D MLHRIA ã Sintética MULT/JURS MRA DÍVIDA ATIVA D UTRS TRIBUTS ã Analítica MULTAS/JURS D MRA DA DÍVIDA ATIVA DAS TAXAS ã Sintética MULTA/JURS MRA DÍVIDA ATIVA D UTRAS RCITAS ã Sintética UTRAS MULTAS/JURS MRA DiV AT D UTRAS RCITAS ã Analítica MULT/JURS D MRA DA DÍVIDA ATIVA Ã TRIBUTÁRIA ã Sintética MULTAS/JURS D MRA D UTRAS RCITAS ã Analítica MULT/JM DA RC DCRRT D BS APRDIDS ã Sintética UTRAS MULTAS JURS D MRA ã CXR5 - SMARapd infrmática Ltda Data/Hra: 6/11/9 :4:14 Página: 4 1

20 PRFITURA MUIC D ITATIBA Códig :tspecificaça Plan de Cntas da Receita Analitica MULT/JURS D MRA D UTR RC-Ã TRIBUTÁRIAS ã Analítica MULT/JURS IPVA DPÓSIT JUDICIAL ã Sintética MULTAS D UTRAS RIGS ã Sintética MULTAS PRVISTAS A LGISLAÇÃ D TRÂSIT ã Analítica MULTAS P/ IFRAÇÃ À LGISLAÇÃ D TRÂSIT ã Sintética MULTAS JURS PRVISTS M CTRATS ã Analítica MULT/JURS MRA PRV M CTRATS PRM/CCSSÃ ã Analítica MULT/JUR M. PRV M CTRATS DCRR D LICITAÇÕS ã Sintética UTRAS MULTAS ã Analítica MULTA DCRRT D STÇA JUDICIAL ã Sintética IDIZAÇÕS RSTITUIÇÕS ã Sintética IDIZAÇÕS ã Sintética UTRAS IDIZAÇÕS ã Analítica UTRAS IDIZAÇÕS ã Sintética RSTITUIÇÕS ã Sintética UTRAS RSTITUIÇÕS ã Analítica UTRAS RSTITUIÇÕS ã Sintética RCITA DA DIVIDA ATIVA ã Sintética RCITA DA DÍVIDA ATIVA TRIBUTÁRIA ã Analítica RCITA DIVIDA ATIVA D IPTU ã Analítica RCITA DA DÍVIDA ATIVA D ITBI ã Analítica RCITA DA DIVIDA ATIVA D ISS ã Analítica RC DÍV ATIVA DA TX FISCALIZ VIGILÂCIA SAITÁR ã Analítica RCITA DA DÍVIDA ATIVA DAS CTRIBUIÇ D MLHRIA ã Sintética RCITA DA DÍVIDA ATIVA D UTRS TRIBUTS ã Analítica RCITA DA DÍVIDA ATIVA D UTRS TRIBUTS - PRIC ã Sintética RCITA DA DÍVIDA ATIVA-Ã TRIBUTÁRIA ã Sintética RC DÍV ATIVA Ã-TRIBUTÁRIA D UTRAS RCITAS ã Analítica RC DIV AT Ã TRIB D UTRAS RC - PRICIPAL ã Sintética RCITAS DIVRSAS ã Analítica RCITA D ÔUS D SUCUMBÊCIA D AÇÕS JUDICIAIS ã Sintética UTRAS RCITAS ã Analítica RCITA D F.M.D.C.A.I. ã Analítica RCITA D F.M.U.- LI 3144/99 ã Analítica RCITA D F.S.S ã Analítica RCITA D F.M.H. ã Analítica RDAS DIVRSAS ã Analítica UTRAS RCITAS DCRR CBRAÇA DÍV AT-DILIGÊCIAS ã Analítica RCITA D HRÁRIS D ADVGADS ã... Sintética RCITAS D CAPITAL ã.1... Sintética PRAÇÕS D CRÉDIT ã Sintética PRAÇÕS D CRÉDIT ITRAS ã Sintética PRAÇÕS D CRÉDIT ITRAS - CTRATUAIS ã Sintética PS D CRÉDIT IT P/ PRG D MDRIZ ADM PÚBLICA ã Analítica P CRD IT PRG MDR ADM PUBL - PMAT ã Sintética UTRAS P. CRÉDIT IT-CTRATUAIS ã Analítica PRAÇÃ CRÉD ITRA/BRAS VIÁRIAS ã Analítica PRAÇÃ CRÉD ITRA/IFVIAS ã... Sintética ALIAÇÃ D BS ã Sintética ALIACA D BS MÓVIS ã Sintética ALIAÇÃ D UTRS BS MÓVIS ã Analítica ALIAÇÃ D BS MÓVIS ã CXR5 - SMARapd infrmática Ltda Data/Hra: 6/11/9 :4:14 Página: 5 V/

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

Tópicos Quem é é a a PP aa nn dd ui t t?? PP oo rr qq ue um CC aa bb ea men tt oo PP er ff oo rr ma nn cc e? dd e AA ll tt a a Qua ll ii dd aa dd e e PP aa nn dd ui t t NN et ww oo rr k k II nn ff rr aa

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I

1 3Centrs e PP esq is II DD C n MM n Astr l i Astri C h i n Re. C h e H n g K n g F i n l n i I n i F rn 0 4 C n I n n si Al e m n h E st s U n i s I 1 3Mr P e re s, R e s e r h D i re t r I D C B rs i l Br 0 0metr Cis e Bn L rg n Brsil, 2005-201 0 R e s l t s P ri m e i r T ri m e s t re e 2 0 0 7 Prer r Prer r Met e Bn Lrg em 2 0 1 0 n Brs i l : 10

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos

RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores. Manual de Procedimentos RENAVAM Registro Nacional de Veículos Automotores Manual de Procedimentos!" ESTRUTURA DESTE MANUAL &'( ) *+,-./0-1 *+,2 % *+,3-445-"-4 6 *+,"-47.2-4 8 *+,4349!.4 : ; 4';

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o

NPQV Variável Educação Prof. Responsáv el : Ra ph a el B i c u d o NPQV Variável Educação Prof. Responsáv v el :: Ra ph aa el BB ii cc uu dd o ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO 2º Semestre de 2003 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO As atividades realizadas

Leia mais

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem

Quadro de conteúdos. Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano. Lição 1 As crianças e os lugares onde vivem Quadro de conteúdos Eu Gosto M@is Integrado 1 o ano Língua Portuguesa Matemática História Geografia Ciências Naturais Arte Inglês ABC da passarinhada O alfabeto Quantidade A ideia de quantidade Eu, criança

Leia mais

CONTADORIA MUNICIPAL

CONTADORIA MUNICIPAL ESTAD DA BANIA EXERCÍCI DE 2015 CNTADRIA MUNICIPAL PRCESS DE PAGT N 138 N Empenho. 41 Data Empenho : 01/04/2015 Órgão : 1 Unidade : 1 Camara Municipal de Tucano Camara Municipal de Tucano Projeto Atividade

Leia mais

J u i n 2 0 0 9 L e ttr e d 'i n fo r m a ti o n n 1 9 E d i to r i al E p p u r si m u o ve «E t p o u r ta n t e l l e b o u g e» m u r m u r a G a l l i l é e s u r s o n c h a m p e s t l a r g e.

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O P A R A N Á L E T Í C I A M A R I A G R O B É R I O A B O R T O : U M A Q U E S T Ã O M O R A L, L E G A L, C U L T U R A L E E C O N Ô M I C A C U R I T I B A

Leia mais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais

Rita Alexandra Manso Araújo. As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde. Universidade do Minho Instituto de Ciências Sociais Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde UMinho 2012 Rita Alexandra Manso Araújo As relações negociais entre jornalistas e fontes: o caso da Saúde Universidade

Leia mais

! $&% '% "' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 / " ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',!

! $&% '% ' ' '# ' %, #! - ' # ' ' * '. % % ' , '%'# /%, 0! .!1! 2 /  ') # ' + 7*' # +!!! ''+,!'#.8.!&&%, 1 92 '. # ' '!4'',! "#$%% $&% '% "' ' '# '"''%(&%') '*'+&%'# ),'#+# ' %, # - ' # ' "%'''' ' * '. % % ', '%'# ''''') /%, 0.1 2 / " ') 33*&,% *"'",% '4'5&%64'' # ' + 7*' # + "*''''' 12''&% '''&")#'35 ''+,'#.8.&&%, 1 92 '. #

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Física e Química A Prova Escrita

Leia mais

Uma publicação que é referência no setor

Uma publicação que é referência no setor ublic qu é rfrêci Vlt r rfiii ii frcêuc, viári, c, bitclgi, litíci, quíic fi, quit hitlr, i vi qu cl cti é u xigêci, rvit Cl Cti fc luçõ tclógic r rli brilir. C iibui irigi, ublic g rtt ghri ut, r Quli,

Leia mais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais

Visão Geral Métodos construtivos Métodos construtivos O Mercado Visão de Negócios Alguns números Principais diferenciais Shw C TÓPICOS Vã Gl Mé cv Mé cv O Mc Vã Ngóc Alg ú Pcp fc Rl N vç Pc Q fz Vã Gl A ESTRUTURA ECOLÓGICA CONSTRUTORA, g c l é c cçã à v pcpçã q lz écc clógc. Sb p v é pf pívl v, p g cl c fã. N çã ppc c, c

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

! " ! % #! $% & % '() *$! +, ) *$-.) +,) */ 0 *$+1).-+,) */2.+%3 4 5 ) ' & -))) 6 *$ 7 5 8*$

!  ! % #! $% & % '() *$! +, ) *$-.) +,) */ 0 *$+1).-+,) */2.+%3 4 5 ) ' & -))) 6 *$ 7 5 8*$ xfghdfgh!" # ! " $$! % #! $% & % '() *$! +, ) *$-.) +,) */ 0 *$+1).-+,) */2.+%3 4 5 ) ' & -))) 6 *$ 7 5 8*$ &! '! -! 95,()!! +)- *$ - :! ' ')!0 ') );!4 ' -! ',*$!7 < )) 6 +=!>? @ ) *$!)2 3 ) - :! -), "

Leia mais

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de

Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Departamento de Planejamento e Administração Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação!" !" $%& '( ) %) * +, - +./0/1/+10,++$.(2

Leia mais

!"#"$%& '( &)*$+,-& '( +!,& ".!(,()/"'& "& (."!/"0()/& '( (&1!"23" '& ()/!& '( 34)*3", +0")",( "/+!"3,'" )35(!,3'"'( ('(!"$ '&,.6!

!#$%& '( &)*$+,-& '( +!,& .!(,()/'& & (.!/0()/& '( (&1!23 '& ()/!& '( 34)*3, +0),( /+!3,' )35(!,3''( ('(!$ '&,.6! !"#"$%& '( &)*$+,-& '( +!,& ".!(,()/"'& "& (."!/"0()/& '( (&1!"23" '& ()/!& '( 34)*3", +0")",( "/+!"3,'" )35(!,3'"'( ('(!"$ '&,.6!3/& ")/& *&0&!(7+3,3/&."!*3"$."!" " &#/()8-& '& 1!"+ '( "*%"!($ (0 (&1!"23"!3()/"'&!!$9+'3&+3:;")&/($$3

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. ads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E J A R D I M N Ú C L E O D E C O M P R A S E L I C I T A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O P A R A R E A L I Z A Ç Ã O D E C E R T A M E L I C I T A T Ó R I O M O D A L I D A D E P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 027/ 2

Leia mais

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024

A N E X O P L A N O M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O 2 0 1 5 2024 E S T A D O D E S A N T A C A T A R I N A P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E M A J O R V I E I R A S E C R E T A R I A M U N I C I P A L D E E D U C A Ç Ã O, C U L T U R A E D E S P O R T O C N

Leia mais

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra

91/enloria áo' engenhelro áe csouia!l.janáetra &xttlt 91/li á ghl á Si!lJát tjll Czi O t içõ t t Ftz lv á git lõ: I O vi t i é fit i i l t gi t fix :;:ã;"4 l ll 1tlt xit á fi " """" t i t j it z 1 t A gitçã Iti ttt v i á g l vt bt l é itt q gã i fiíi

Leia mais

O EMPREITEIRO. Copatrocínio

O EMPREITEIRO. Copatrocínio KH T M W TÃ G A N F NAL UC Lp D CA -A 1200 ÁT X A JT - / A ã 5 1 0 2 D m 26 A A ç p 27 MW c áb fz h C J F g c h Lb 290/ -116 6 1 0 y 2 w h çã f pc G pc m D x f L ª 4 G c M A Jg q A b é C gh H V V g ã M

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO ORÇAMENTO DA DESPESA

MODIFICAÇÕES AO ORÇAMENTO DA DESPESA ENTIDADE MDIFICAÇÕES A RÇAMENT DA Pagina: 1 TTAL DE ALTERAÇÕES : 13 CMVC TTAL DE REVISÕES : 2 D AN CNTABILISTIC DE 2014 ATÉ À DATA : 2014/12/31 IDENTIFICAÇÃ DAS RUBRICAS MDIFICAÇÕES RÇAMENTAIS DTAÇÕES

Leia mais

a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia

a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia LEI N g,2j / 93 PROJETO DE LEI Assunt '- E t Par r (e$)... -... (s) Cmissã (ões) - -. -...p-------------------------------------------------------------------da de...a...l4aác0t0...

Leia mais

---------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------ Demonstrativo por Fontes de Recursos R E C E I T A S D E S P E S A S Ficha Classificação Valor Ficha Ativ./Elemento Valor 01 CAMARA MUNICIPAL 042 RECURSOS FINANCEIROS CONCEDIDOS 02016 1721.01.02.00 1.587.481,42

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira

ano Literatura, Leitura e Reflexão m e s t re De quem e a vez? José Ricardo Moreira S 1- Litt, Lit Rflxã 3- t D q vz? Jé Rid Mi Cpítl 1 P gt Td é di pfit p l: U liv lgl, d lid. E t d di fz d! P Hê: U di vô lá íti, vid hitói d tp q l id gt. P Hit: Ah, di d ihd, it l, it ág, it hi! P L:

Leia mais

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011

Estratégico. III Seminário de Planejamento. Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 Estratégico III Seminário de Planejamento Rio de Janeiro, 23 a 25 de fevereiro de 2011 G es tão Em pre sa rial O rie nta ção pa ra om erc ado Ino vaç ão et

Leia mais

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães

Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães. Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães. Diretor de Operações Adriano de Magalhães Diretor Executivo Márcio Augusto Magalhães Diretor Departamento de Administração Márcio Wamilton Magalhães Diretor de Operações Adriano de Magalhães Manual de Abastecimento de Água pág. 2 !"!#$$ %"&'()*%+,%-%+,%./&01

Leia mais

soluções sustentáveis soluções sustentáveis

soluções sustentáveis soluções sustentáveis soluções sustentáveis 1 1 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 2 2 1 2 3 KEYAS S OCIADOS UNIDADES DE NEGÓCIO ALGUNS CLIENTES 3 3 APRES ENTAÇÃO A KEYAS S OCIADOS a tu a d e s d e 1

Leia mais

2. Condições a Observar pelas Empresas Beneficiárias. Síntese dos termos e condições gerais da Linha de Crédito PME Crescimento. Condições genéricas:

2. Condições a Observar pelas Empresas Beneficiárias. Síntese dos termos e condições gerais da Linha de Crédito PME Crescimento. Condições genéricas: 2. Cndições a Observar pelas Empresas Beneficiárias Síntese ds terms e cndições gerais da Linha de Crédit PME Cresciment ( presente dcument identifica as principais características da Linha de Crédit PME

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619

CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 CONTROLE AVES DE VENDA EXPOSIÇÃO 2014 CRIADOR TELEFONE GAIOLA ANEL SEXO NOMENCLATURA VALOR OBS ORLANDO NASCIMENTO- 21 98825-5609/96739-8619 1 IB-105-40-13 FM CN OP AM MF IN 100,00 BANCO: 2 BB-3992-44-11

Leia mais

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana Mundo Geo Connect Seminário Geotecnologia na Gestão Municipal Sessão Desafios para as Prefeituras: o CTM como instrumento de política fiscal e urbana São Paulo, 16 de junho de 2011 Cadastro Territorial

Leia mais

Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo

Artigo Inicial: 4 Artigo I (A Semente é a Palavra de Deus): 9 Artigo II (Alvo de Contradição): 20 Artigo III (Novo Adão e Nova Eva): 26 Artigo 1 !" #!#!$" %&''() 2 Artigo Inicial: 4 Artigo I ("A Semente é a Palavra de Deus"): 9 Artigo II ("Alvo de Contradição"): 20 Artigo III ("Novo Adão e Nova Eva"): 26 Artigo IV ("São José"): 37 Artigo V ("Corpo

Leia mais

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira.

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira. Q u a, 3 0 d e J u l h o d e 2 0 1 4 search... REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES Selecione a Edição ANTIGAS C l i q u e n o l i n k a b a i xo p a r a a c e s s a r a s e d i ç õ e s a n

Leia mais

16/02/2014. Masakazu Hoji. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Uma Abordagem Prática. 5a. Edição Editora Atlas. Capítulo 1 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

16/02/2014. Masakazu Hoji. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Uma Abordagem Prática. 5a. Edição Editora Atlas. Capítulo 1 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DMNSTRÇÃ FNNCER Uma bordagem Prática 5a. Edição Editora tlas Masakazu Hoji NTRDUÇÃ À Capítulo 1 DMNSTRÇÃ FNNCER 1.1 dministração financeira nas empresas 1.2 ntegração dos conceitos contábeis com os conceitos

Leia mais

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País

Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Embarque no Turismo O Papel do Turismo no Desenvolvimento do País Belo Horizonte/MG, 21 de junho de 2010 Segmentação A s eg mentação es tá pres ente em todos os mercados, incluindo o mercado do turis mo;

Leia mais

Vi Vai. FETRANSPOR Rio de Janeiro RJ. Prezados Senhores,

Vi Vai. FETRANSPOR Rio de Janeiro RJ. Prezados Senhores, Ri de Janeir, 07 de Dezembr de 201 1. i»u ivu1'iy.w ÿ0 FETRANSPR Ri de Janeir RJ. Vi Vai At.: Sr. Sérgi Peixt Prezads Senhres, Em atençã a sua slicitaçã, estams adiante frnecend s preçs de carrcerias MARCPL

Leia mais

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira A atuaçã d Síndic Prfissinal é a busca d plen funcinament d cndmíni Manuel Pereira Missã e Atividades Habilidade - Cnhecems prfundamente a rtina ds cndmínis e seus prblemas administrativs. A atuaçã é feita

Leia mais

Reajuste Tarifário de 2006. Esclarecimentos sobre os valores concedidos pela ANEEL

Reajuste Tarifário de 2006. Esclarecimentos sobre os valores concedidos pela ANEEL Reajuste Tarifári de 2006 Esclareciments sbre s valres cncedids pela ANEEL Abril/2006 Agenda Intrduçã IRT 2006 CVA PASEP-COFINS Impact na geraçã de caixa 2 ANEEL divulga reajuste de 6,7% Resluçã Hmlgatória

Leia mais

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão Teste Intermédio Física e Química A Versão Duração do Teste: 90 minutos 30.05.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março Na folha de

Leia mais

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO.

ç h s p BALÃO - D D CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI NA RUA DO SABÃO. leã IR ÍL é t ei le, ni e liõe e eent tiie eüenii. le 1 e 2, liõe enle tl i e nnte, filitn eni lfet. ei le etã lt à itetiã fíli ilái, eitin, e nei, e fe lie itetiente n e e ln, fen inteenõe e eee e l ln

Leia mais

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7 1) É tã bnit n tr (ntrd) cminh cm Jesus (Miss d Temp mum cm crinçs) & 2 4 m œ É tã b ni t n_ tr me s s gr d, & œ t h brn c, ve ce s. & _ Mis s vi c me çr n ns s_i gre j; _u & j im c ris ti cm e gri, v

Leia mais

BAHIA TUCANO CÂMARA MUNICIPAL DE TUCANO PROCESSO DE PAGAMENTO EXERCÍCIO: 2015 PROCESSO: 0000010 DATA: 22/01/2015

BAHIA TUCANO CÂMARA MUNICIPAL DE TUCANO PROCESSO DE PAGAMENTO EXERCÍCIO: 2015 PROCESSO: 0000010 DATA: 22/01/2015 :3 - }"i%; ii.k. -,... -mu, TUCAN CÂMARA MUNICIPAL DE TUCAN PRCESS DE PAGAMENT EXERCÍCI: 205 PRCESS: 000000 DATA: 22/0/205 DADS D FAVRECID Favorecido : CAIXA ECNMICA FEDERAL CNPJ/CPF : 00.360.305/000-04

Leia mais

White Paper. Datas Comemorativas. Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais

White Paper. Datas Comemorativas. Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais Datas Comemorativas White Paper Calendário 2011 de datas comemorativas para campanhas sazonais As datas comemorativas podem ser exploradas para rentabilizar o seu comércio, seja ele físico ou online. Dedique

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO 1. RESULTADOS QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO 1.1- QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO: AMOSTRA REFERENTE AS

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 Atualiza a Lista de Prduts, Linhas e Prgramas Passíveis de Outrga de Garantia pel Fund Garantidr para Investiments FGI.

Leia mais

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas

Município de Gondomar. Resumo. 97.037,18 97.037,18 6737 401 04 99D Outras construções Anfiteatro junto à Igreja de Medas 3196 31 4 4D Equipamentos não integrados nos Deposito de aguas das oliveiras 29-6-2 19.75,81 151,716.257,33 637 41 4 5D Cemitérios (construções, vedações e Cemiterio de Melres - novo 31-12-29 25.887,49

Leia mais

! &! $ '()*+,-./01234435 #78!99

! &! $ '()*+,-./01234435 #78!99 1 ! ""#$ %! &! $ '()*+,-./01234435 634432 #78!99 #:;&9 2 !" # " $!" %" # $ &'()*+(,$$#% -.*/0(1)2)3425 3 Marcelo O. Coutinho de Lima 4 )*+, 9 82 "! 9!2 $ $ $?$@; *7 A> =" " ); B$" 9 $

Leia mais

P i s cina s : 2 P i s ci n a e x te rior de á g u a d e m a r a q u e cida P i s ci n a i n te ri or d e á g u a

P i s cina s : 2 P i s ci n a e x te rior de á g u a d e m a r a q u e cida P i s ci n a i n te ri or d e á g u a E M P R IM E I R A MÃO T h e O i ta v os é o e x c lu s i v o h o te l d e 5 e s tre la s q u e co m p le t a e v a l ori za a ofe rta d a Q u i n ta d a M a ri n h a, co n s olid a n d o -a c om o d e

Leia mais

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o

PLR Por quê? d L i i q u e z b l d d R t i i e n a a e b d E i t a d d d P t i i ro u v a e é l l d B F t i R t u s c a e r n c a e p o e su a o .. u p v g c C C O ) F h C I ( É, - p c c ç u u g w w p g c u F C I ã ) A U E ( C D h W k N f N h C F. z c v p ç p g u ) k M U ( E ã A M ) P S ( M P S E k M G p v h F C O ã b S Apc gc Agc Ag c R z O v

Leia mais

SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350)

SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350) SITUAÇÃO DE REVISÃO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA OS MANUAIS ELABORADOS OU TRADUZIDOS PELA HELIBRAS (SRD 350) NOTAS IMPORTANTES 1. Documento atualizado mensalmente com o objetivo de ser o referencial do

Leia mais

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA

PROJETOHORTAEMCASA. Manualdo. Apoio. Realização CDHU PREFEITUR A DE SÃO PAULO VERDE E MEIO AMBIENTE. Instituto GEA M RJETHRTAEMCAA CM LANTAR E CLHER ALIMENT EM CAA 201 A Rzçã Ch Dvv Hb Ub CDHU I GEA é b REFEITUR A DE Ã AUL VERDE E MEI AMBIENTE FhTé Ebçã Tx Agô Jé Lz Ch T Nh Rh Rvã A M Dg Lz Egá j Nh Rh Rq L R Rf Tv

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Diario de Tesouraria Numero: 42 Folha: 1 Prefeitura Municip.Santana do Livramento Unidade Gestora: PREFEITURA MUNICIPAL

Estado do Rio Grande do Sul Diario de Tesouraria Numero: 42 Folha: 1 Prefeitura Municip.Santana do Livramento Unidade Gestora: PREFEITURA MUNICIPAL Estado do Rio Grande do Sul Diario de Tesouraria Numero: 42 Folha: 1 Saldo Anterior... 1.855,77 --------------------- Recebimentos --------------------- Recebimentos de guias 491882 19 ITBI - PROPRIO Arrecadacao

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores)

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes C, diamante C, grafite Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes TEV: rede 3D de ligações covalentes C, diamante (sp

Leia mais

7a. Edição Editora Atlas

7a. Edição Editora Atlas FIB - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Pós-graduação em Auditoria, Controladoria e Finanças Disciplina: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO Slide 1 Professor: MASAKAZU HOJI ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA Fund Lcal n Cncelh de Paredes de Cura PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO Entre: O Municípi de Paredes de Cura, pessa clectiva nº 506

Leia mais

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA 1 2 3 4 5 6 7 1 1 1, 00 2 3 4 Li Be 6, 94 9, 01 11 12 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 K Ca 39, 10 40, 08 37 38 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 Cs Ba 132, 91 137, 33 87 88 Fr Ra 223,

Leia mais

SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI

SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONDAI Receita Prevista e Realizada - Balanço Orçamentário (Artigo 2º, Inciso XIV da I.N. nº 028/1999) Admiministração Direta, Indireta e Fundacional Títulos Orçada

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos

Entidades autorizadas a exercer a atividade de transporte de doentes e respetivos veículos Tipo de entidade Rótulos de Linha 3101 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Aldreu 96-46-HD 37-36-XP 66-NX-49 75-IS-24 78-32-MM 3102 Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação De Amares 25-98-LI 03-88-QU

Leia mais

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA De Plenári, err1 substituiçã à COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sbre Prjet de Lei da Câmara 209, de 2015, de autria d Deputad Aeltn Freitas, que altera a Lei n 8.906, de 4 de julh de 1994

Leia mais

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais:

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais: PROCEDIMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO E/OU RENOVAÇÃO DO CEBAS CNAS CERTIFICAÇÃO/RENOVAÇÃO O Certificad é um ds dcuments exigids para slicitar as seguintes isenções de cntribuições sciais: Parte patrnal da cntribuiçã

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

! "#" $ %&& ' ( )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36 " #89 : /&*&

! # $ %&& ' ( )%*)&&&& +,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) (5 (6 7 36  #89 : /&*& ! "#" %&& ' )%*)&&&& "+,)-. )/00*&&& 1+,)-. )/00*&2) 3 4 5 6 7 36 " #89 : /&*& #" + " ;9" 9 E" " """

Leia mais

-./ 0123 345./ 0123 36'- *"$** - / <0 #. . / : <0 :( G ::: -

-./ 0123 345./ 0123 36'- *$** - / <0 #. <?9: < : >. / : <0 :( G ::: - !""#$%&'()*+, -./ 0123 345./ 0123 36'- 789 :$/;0+=8 >, *"$** -. '/0 / 0 #.?9: :. +,#78+37;,9@ 7;,9@ : >.?%A:--:+8#+:$ :"". 4."" 48."")/$A0 B" C:5::" :: :.A$)44 8:**-8$5C:: :::-7:AD$ &':3&&&-'-$EF(: :3-9$:(-:7$

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

White Paper. Boas Práticas de E-mail Marketing

White Paper. Boas Práticas de E-mail Marketing White Paper Boas Práticas de E-mail Marketing Saiba como alguns cuidados simples podem melhorar os resultados de suas campanhas de e-mail marketing Para garantir a qualidade no mix de comunicação atual,

Leia mais

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF Henrique Leonardo Medeiros Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional Privado Câmara dos Deputados

Leia mais

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor

Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo da Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor Luiz Humberto Cavalcante Veiga Consultor Legislativo a Área VII Sistema Financeiro, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa o Consumior Câmara os Deputaos Praça Poeres Consultoria Legislativa Anexo

Leia mais

2. Desconto Simples )f1

2. Desconto Simples )f1 ----"'" 2 Descnt Simples )f1 \ 1-'-V-' t Se uma pessa fizer uma peraçã de um capital cm venciment :prfd~termi~a?_-e ':-precisar d dinheir afitesde vencer Oj~~:de-:~~i-C_aç~~f:sta J~ssa 'r a msuuuçe -'"

Leia mais

Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone

Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone Profa. Dra. C ristina Pereira G aglianone C en t r o C o l a b o r a d o r em A l i m en t aç ão e N u t r i ç ão E sc o l ar U n i v e r si d ad e F ed er al d e S ão P au l o P r o je t o d e L e i 6

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir:

Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir: 1 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar, escrever

Leia mais

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco Orientações e Recmendações Orientações relativas à infrmaçã periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de ntaçã de risc 23/06/15 ESMA/2015/609 Índice 1 Âmbit de aplicaçã... 3 2 Definições... 3 3 Objetiv

Leia mais

O P a pel da M ídia no C o ntro le da s P o lític a s de S a úde

O P a pel da M ídia no C o ntro le da s P o lític a s de S a úde B ra s ília, 26 de s etem bro de 2009 C o ntro le da s P o lític a s de L uiz R ibeiro FU N Ç Ã O D O J O R N A L I S M O J o r n a lis m o é a a tiv id a d e p r o fis s io n a l q u e c o n s is te e

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe A H,0 Li 7,0 Na 2,0 9 K 9,0 7 Rb 85,5 55 Cs,0 87 Fr (22) 2 2A Be 9,0 2 Mg 2,0 20 Ca 0,0 8 Sr 88,0 56 Ba 7,0 88 Ra (226) Elementos de Transição B B 5B 6B 7B 8B B 2B 5 6 7 A A 5A 6A 7A 78,5 8,0 8,0 86,0

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 Ca 40, 08 37 38 5 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 6 Cs 132, 91 Ba 137, 33 87 88 7 Fr Ra 223, 02 226, 03 CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO!"#$%#$&#&'()"** #+$*'$&,&"-%.$)%!$ '$/$&.&'& &01) *'& (&$&) )2"2*.)#34 7 89 HIJ( $"*&!$:%* $/$&.& ') ($#)0; $)

Leia mais

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL Carga Hrária: 16 hras/atividade Hrári: 8h30 às 18h (cm interval para almç) Brasília, 26 e 27 de nvembr de 2015

Leia mais

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o

lh e c o n fe re o in c is o II d o a rt. 4 º d o Re g u la m e n to d o D e p a rta m e n to -G e ra l d o Pe s s o a l (R-1 56 ), a p ro v a d o PORTARIA Nº 1 6 4 -D G P, D E 4 D E NOV E M B RO D E 2 0 1 1. Alte ra a d is trib u iç ã o d e e fe tiv o d e m ilita re s te m p o rá rio s, p a ra o a n o d e 2 0 1 1. O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO

Leia mais

!" # $ % & ' ( ) ) ( *+, # -

! # $ % & ' ( ) ) ( *+, # - !" # $ % & ' ( ) ) ( *+, # - # INTRODUÇÃO ".//".01234"556574"58246".4.0.215"/9/615":58759/6.58/"1/".46515" ;"0:8/""/.2" 1/ 7/4 8/75.432" 5 =8?14.2" 514=42654"@ 54"/9/615"

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

Ocupacional. Litoral Sul

Ocupacional. Litoral Sul Seinári Nacinal Unied de Saúde e Acidente d Trabalh 2009 esa: Experiência de sucess e saúde cupacinal e acidente d trabalh Departaent de Saúde (DSO) Unied /RS Dr. Luiz Fernand Hrain A Unied Fundada e 1994,

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PIAUÍ. PROJETO OTIMIZAR Plano do Programa

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PIAUÍ. PROJETO OTIMIZAR Plano do Programa 1. Escp u finalidade d prjet PROJETO OTIMIZAR Plan d Prgrama O Prjet Otimizar visa aprimrar ações implantadas que têm pr bjetiv a reduçã de cnsum de materiais e criar mecanisms de avaliaçã que pssam medir

Leia mais