Plano Anual de Atividades

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano Anual de Atividades"

Transcrição

1 Plano Anual de Atividades 2014/2015 Identidade, Cultura, Ciência, Valores Consolidar o Projeto, Reajustar Percursos, Aceitar Desafios Introdução: O Plano Anual de Atividades (PAA) será elaborado em função do Projeto Educativo que a ESQM prossegue, segundo os seus objetivos e metas contendo um conjunto de atividades planeadas para responder às necessidades e expetativas dos alunos. O PAA traduz a missão e visão que temos para esta escola - oferecer aos alunos um percurso de rigor e qualidade, preparando jovens para desenvolver ao máximo as suas capacidades e potencialidades, construindo o seu futuro de forma competente, autónoma e responsável. As atividades a concretizar terão um papel preponderante na qualidade da vida, na promoção de uma cultura de motivação, integração, confiança e sentido de pertença. O Plano Anual de Atividades permite agregar vontades, rentabilizar o trabalho desenvolvido e evidenciar as diversas atividades. Essas atividades serão potenciadas a nível dos conselhos de turma, integradas em cada Projeto de Turma, com propostas orientadas para as necessidades dos alunos de cada turma, no seu contexto específico. Todas as constantes do PAA devem ser avaliadas tendo em conta quatro parâmetros: a participação/envolvimento dos destinatários, em particular, dos alunos; a possibilidade de desenvolvimento de competências pessoais e sociais dos alunos; a aquisição de conhecimentos; o contributo para o cumprimento da missão da escola e do seu Projeto. 1

2 Enquadramento: I. Resultados da autoavaliação (2013/2014) Pontos Fortes: Imagem da escola associada ao bom clima educativo, qualidade das aprendizagens e resultados consolidados; Centralidade do projeto da escola no aluno e disponibilidade dos profissionais e dos serviços para o seu acompanhamento e orientação; Coerência estratégica e intencionalidade pedagógica, com planos concretos e diversificados alinhados com o projeto da escola. Áreas de melhoria: Gestão articulada e monitorização dos processos pedagógicos e da eficácia das atividades em sala de aula; Funcionamento das equipas/grupos de trabalho com clarificação dos objetivos e estratégias e realização da monitorização e avaliação adequada; Partilha de boas práticas e outros mecanismos que promovam o desenvolvimento da prática letiva e a participação dos profissionais. II. Indicadores de Desempenho da escola TABELA 1 - COMPOSIÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS TABELA 2 OFERTA EDUCATIVA E DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOS PROFESSORES PESSOAL NÃO DOCENTE Quadro da Escola (QE) 56 Psicóloga 1 QE em Mobilidade 21 QZP em Mobilidade 8 Contratados 12 Educação Especial 1 Assistentes Técnicos Assistentes Operacionais Auxiliar de Manutenção Estagiários 6 Vigilante 1 Total de docentes 91 Total professores ao serviço 88 Total Ensino Básico Ensino Secundário 7º Ano º Ano 198 8º Ano º Ano 188 9º Ano º Ano 205 Total 499 Total 571 Cursos Secundários Científico Humanísticos Ciências e Tecnologias Ciências Socioeconómicas Línguas e Humanidades Totais Artes Visuais 78 Alunos 1090 Total 591 Turmas Básico 18 Turmas Secundário

3 TABELA 3 - RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INTERNA RESULTADOS DOS EXAMES NACIONAIS (2013/2014) Taxa de abandono Média de aproveitamento Indicadores 2013/2014 Ensino Básico 0% Ensino Secundário 0,7% Ensino Básico 3,80 Ensino Secundário Taxa de retenção Ensino Básico 1,4 Alunos aprovados sem níveis negativos Taxa de sucesso em Português Taxa de sucesso em Matemática Taxa de transição/admitidos a exame Alunos que integram o Quadro de Mérito Ensino Básico 82,2% Ensino Básico 97,3% Ensino Básico 87% Ensino Básico 99,8% Ensino Secundário 98,8% Ensino Básico 13,5 Ensino Secundário 15,9 Fonte: Resultados Escolares Dados da Avaliação Interna 3

4 Resultados da Avaliação Externa O Relatório da Avaliação Externa realizada à escola traduz a análise dos três domínios do quadro de referência da avaliação externa, tendo a escola obtido MUITO BOM em cada um dos três domínios: Resultados; Prestação do Serviço Educativo; Liderança e Gestão. Pontos Fortes A equipa de avaliação realça os seguintes pontos fortes no desempenho da Escola: A consistência da análise dos resultados dos alunos e da sua evolução, com implicações na reorientação da ação educativa; A imagem da Escola associada ao bom clima educativo, ao rigor e à exigência, com reflexos na qualidade da preparação académica dos alunos; A diversidade de ambientes educativos favoráveis às aprendizagens e a utilização generalizada de metodologias ativas, com reflexos no desenvolvimento das competências dos alunos; O trabalho consistente dos serviços de psicologia e orientação, em articulação com outros profissionais e com as famílias, com um impacto muito positivo na inclusão, na reorientação vocacional e na prevenção do abandono e da desistência; A ação concertada e coesa dos diferentes patamares de liderança, que tem contribuído para manter o sentido de partilha de responsabilidades, numa linha de intervenção estratégica, com enfoque na melhoria da prestação do serviço educativo; A rentabilização dos recursos concelhios, consubstanciada numa rede de parcerias diversificadas, que contribuem, de forma significativa, para a melhoria da prestação do serviço educativo, a nível pedagógico, científico e cultural. Áreas de Melhoria A equipa de avaliação entende que as áreas onde a escola deve incidir prioritariamente os seus esforços para a melhoria são as seguintes: O trabalho prévio de gestão articulada do currículo, em sede de conselho pedagógico e dos s curriculares, de forma a tornar os conselhos de turma mais proficientes, no que diz respeito à elaboração dos planos de turma; A monitorização da eficácia das atividades programadas para cada aluno a desenvolver em sala de aula, explicitadas nos planos de turma, para superar as dificuldades identificadas; A supervisão da prática letiva em sala de aula, enquanto processo organizado e destinado ao desenvolvimento profissional dos docentes e do sucesso ; A assunção da liderança da equipa de autoavaliação, nos mecanismos de monitorização das ações de melhoria em curso, e o alargamento do processo de autoavaliação às práticas de ensino em sala de aula. 4

5 Nos quadros seguintes indicam-se, nos seus traços gerais, as atividades a serem desenvolvidas ao longo do ano. Inclui-se um primeiro quadro relativo ao órgão de direção no qual se apresentam apenas, em síntese, as atividades prioritárias para este ano letivo, em função das três grandes áreas de intervenção, que correspondem às três áreas de intervenção definidas no Projeto Educativo: Promoção do Sucesso e Qualidade das Aprendizagens, Qualidade da Vida Escolar e integração e Organização e Gestão dos Recursos. Seguem-se outros quadros com as atividades específicas de cada e setor de atividade, nas vertentes da atividade de ensino e apoio e acompanhamento dos alunos, bem como das atividades de enriquecimento que ampliam a formação dos alunos e dão novos sentidos à escola e o currículo. Essas atividades e ações a desenvolver serão articuladas em torno dos dois objetivos do Plano de Melhoria para 2014/2016, plano a implementar na sequência da Avaliação Externa da Escola: Melhorar a gestão articular e a qualidade das aprendizagens Melhorar os resultados es Para que o Plano Anual de Atividades corresponda às necessidades da comunidade educativa, serão prosseguidas as estratégias que têm sido definidas para atingir as seguintes metas: Garantir resultados es acima das médias nacionais, elevando as taxas de transição ou aprovação dos alunos, com melhoria efetiva da qualidade das aprendizagens; Manter as taxas dos últimos quatro anos ( média aritmética dos últimos 4 anos); Aumentar a taxa de conclusão do 12º ano; Consolidar os processos já em desenvolvimento, a nível do planeamento do trabalho com as turmas e ocupação plena dos seus tempos es; Maximizar o tempo efetivo de aula; Promover um clima relacional favorável ao desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem; Dinamizar uma cultura de escola orientada por uma educação para a cidadania responsável e estilos de vida saudáveis; Desenvolver projetos de intervenção comunitária e de desenvolvimento do conhecimento, inseridos nos planos de trabalho de turma; Promover o tratamento da informação e a divulgação atempada dos resultados, criando uma base de informação e conhecimento dos resultados da escola. O tema unificador do PAA mantém-se atual - Identidade, Cultura, Ciência, Valores; esta designação tem a intenção de evidenciar as grandes dimensões que são valorizadas no Projeto Educativo da Escola. O PAA nunca está totalmente elaborado no início do ano letivo. Outras atividades de relevo poderão surgir ao longo do ano. As atividades não previstas devem ser apresentadas à direção e, caso seja oportuno, são ainda submetidas à aprovação do Conselho Pedagógico. 5

6 Plano de Atividades Direção Área de Intervenção: Promoção do Sucesso e Qualidade das Aprendizagens Objetivos: Centrar esforços na qualidade dos resultados e promoção da cidadania Proporcionar oportunidades de aprendizagem diferenciadas de qualidade Garantir a equidade e a inclusão Cód Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros alocados / Patrocinadores / Entidades a contactar Indicadores de avaliação Avaliação 01 Organização e apoio à atividade de ensino Orçamento de Escola - OE Receitas próprias da escola - OCR Taxas de abandono Taxas de sucesso Resultados da avaliação externa 02 Organização e apoio às atividades de apoio e acompanhamento dos alunos OE OCR Análise da participação/assiduidade dos alunos; taxas de sucesso realização das 03 Apoio a projetos específicos na área curricular, projetos nacionais e internacionais Alunos Professores Escolar 04 Iniciativas de formação OCR 05 Representação, Parcerias e Protocolos Sem custos OE OCR Impacto nas aprendizagens dos alunos; Inquéritos de satisfação Impacto no desenvolvimento profissional e aprendizagens dos alunos Impacto na imagem positiva da escola e aprendizagens dos alunos Relatórios de Execução do PAA 6

7 Área de Intervenção: Qualidade da Vida Escolar e integração Objetivos: Promover um clima relacional favorável ao desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem Incentivar o trabalho colaborativo Promover uma cultura de motivação, integração, confiança e sentido de pertença Contribuir para o desenvolvimento e valorização da identidade cultural local Cód Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros alocados / Patrocinadores / Entidades a contactar Indicadores de avaliação Avaliação 06 Receção aos professores setº 2014 Professores Receitas próprias da escola - OCR Análise da participação dos professores 07 Receção aos alunos peddy paper 15 de setº 2014 Alunos Receção aos pais e EE dos novos alunos da escola Divulgação do Quadro de Mérito / Entrega de Diplomas Dia do Diploma Entrega de Diplomas aos alunos de 12º ano e do diploma de mérito ao melhor aluno Celebração de datas festivas/ Dia da Música 18 de Setº 2014 Pais e EE (7º/10º) 26 de setº 2014 Alunos Pais e EE 1 de outº 2014 Educativa OE OCR Sem recursos financeiros envolvidos Apoio de eventuais patrocinadores OCR Sem recursos financeiros envolvidos Análise da participação dos alunos Observação do impacto das e nº de envolvidos: professores, alunos, pais e EE presentes Nº e qualidade das realização das Relatórios de Execução do PAA 11 Almoço/Encontro de Natal para docentes e não docentes dezembro 2014 Professores e funcionários Produtos oferecidos por patrocinadores e comparticipação dos envolvidos Inquéritos de satisfação 12 Semana Cultural/Festa de Final de Período 2º Período Educativa OCR 7

8 13 14 Apoio aos projetos e dos diferentes s e setores Apoio a projetos e de alunos e da Associação de Estudantes Apoio a da Associação de Pais Festa de final de ano 6 de junho Alunos, professores, funcionários, pais e EE e outros elementos da comunidade Associação de Pais/ Educativa Receitas próprias da escola OCR / Parceiros a contactar para eventual patrocínio OCR Observação do impacto das e nº de envolvidos 15 Manutenção da Página Web atualizada, apelativa para alunos, professores, pais e outros utilizadores Educativa e outros utilizadores Manutenção do alojamento do site Área de Intervenção: Organização e Gestão dos Recursos Objetivos: Melhorar o funcionamento e eficácia dos Órgãos e Estruturas da escola Otimizar a ação educativa Gerir racionalmente os Recursos Humanos e Materiais Desenvolver e consolidar uma cultura de avaliação Cód Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros alocados / Patrocinadores / Entidades a contactar Indicadores de avaliação Avaliação 16 Organização e gestão dos recursos humanos Alunos/Professores Funcionários OE Rácios Custos 18 Iniciativas de Formação Formação: higiene e segurança alimentar 1º Período Professores/ Assistentes Operacionais Comparticipação dos envolvidos / OCR Qualidade das s condições exigidas realização das Aquisição de equipamentos, de material de laboratório, material de educação física e outro equipamento Aquisição de expositores, elementos decorativos dos espaços interiores, equipamento da BE Escolar Escolar OE OCR OE OCR aquisição do material e equipamentos Relatórios de Execução do PAA 20 Aquisição de Projetores, PC e outros recursos informáticos Escolar OCR 8

9 Plano de Atividades Departamento: LÍNGUAS Área de Intervenção: Promoção do Sucesso e Qualidade das Aprendizagens Objetivos: Cód Centrar esforços na qualidade dos resultados e promoção da cidadania Proporcionar oportunidades de aprendizagem diferenciadas de qualidade Garantir a equidade e a inclusão Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros/custos Avaliação L1.1 L1.2 L1.3 L1.4 L Luzia Carap. Julieta Lopes Joaquim Gon. Luzia Carap. Gestão articulada do currículo Atividades Curriculares e de Apoio e Acompanhamento dos Alunos Estratégias e atividades em sala de aula Áreas transversais: Julieta Lopes Educação para a cidadania; Língua Joaquim Gon. / portuguesa; utilização das TIC Competências Todos profs específicas Metas Curriculares inerentes a Luzia Carap. cada disciplina Avaliação das Aprendizagens / Julieta Lopes Joaquim Gon. Práticas de avaliação formativa / Todos L Carlos Lopes L Carlos Lopes Paula Mendes Medidas de promoção do sucesso e apoio Outras atividades de âmbito curricular Medidas de Recuperação: Apoio Pedagógico Personalizado/Espaços de apoio/sos Participação no projeto Creative Classroom Lab (CCL) Estágio pedagógico de alunos da FCSH/UNL Docentes do Departamento Alunos com dificuldades OE / OCR OE / OCR Resultados es Monitorização da frequência e resultados obtidos 12ºB ERTE SAMSUNG Relatório Formandos de Português, Inglês e Espanhol - Relatório 9

10 Objetivos: Área de Intervenção: Qualidade da Vida Escolar e integração Promover um clima relacional favorável ao desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem Incentivar o trabalho colaborativo Promover uma cultura de motivação, integração, confiança e sentido de pertença Contribuir para o desenvolvimento e valorização da identidade cultural local Cód Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros/custos Avaliação L Experiências de Aprendizagem / Visitas e Saídas de Campo / Mostras e Exposições de trabalhos / Comemoração de Efemérides e Semanas Temáticas / Semana Cultural / Projetos / Clubes Julieta Lopes / L Profs. 11ºano Visita de estudo / visionamento do filme Les vacances du Petit Nicolas em língua francesa Visita ao teatro da Comuna P e Ant. Vieira 06 de outubro Alunos do 3º ciclo - Franc Teatro e autoc 3 1º per. 11ºs anos Teatro-5 / Autoc.-3 L Profs. 12º ano Mafra- Memorial do Convento 17 novembro 12ºs anos Teatro, autoc. -18 L Profs. 9ºano Teatro - Auto da Barca do Inferno 7/9 janeiro15 9ºs anos Teatro e autocarro L Elisete Silva Saídas e Visitas de Estudo Peça vicentina Auto da Barca do Inferno Mosteiro Jerónimos, Grupo Ar de Filmes 7 janeiro 9º A,9º B A definir L Profs. 11º Roteiro Queirosiano 2º per. 11ºs anos Autocarro L Elisete Silva e Inês Barata L Elisete Silva L Profs.gr.300 L Joaquim G. L Prof. Inês B., Lucínia V., Conceição e Sandra L Inês B./Luzia L Prof. Línguas 3º Ciclo Efemérides, Exposições e Mostras de Trabalho Frei Luís de Sousa Almeida Garrett,/em Lisboa, Grupo Actus Visita de estudo: Casa-Museu de Eça de Queirós /Tormes- Baião Fundação Eça de Queirós Ida ao teatro Aquilo que os olhos veem ou o Adamastor Assistência/participação em peça de teatro Interativo em língua inglesa. 26 janeiro 11º ano A,F,G A definir Abril abril 11º G A definir A definir 9ºs anos Teatro e autocarro 2º Per. 3º ciclo e Sec. A definir Criação de anúncios publicitários 1º período 8º/11ºs anos --- Ilustração de poemas Mensagem em interdisciplinaridade c/ AI Comemoração do Dia Europeu das Línguas -Exposição de balões de fala c/ mensagens. Semana cultural 12º G de Setembro Todos --- Relatório da visita realização da iniciativa Observação do impacto da iniciativa realização da iniciativa 10

11 L L L L Julieta Lopes / Joaquim G. Prof. Nilda / Ana P. Silva Prof. Julieta Lopes Ana Paula Silva L Julieta Lopes L Nilda Gromicho L Julieta Lopes L Julieta Lopes L Profs Inglês Comemoração Hallowe en - / exposição /adivinhas / anedotas Comemoração Hallowe en - Exposição: Spooky poems / Puzzles/Crosswords Comemoração Saint Catherine desfile de chapéus Comemoração do Dia Internacional da Abolição da Escravatura exposição de posters Natal : Postais e presépio com Santons Natal: Exposição: New Year resolutions / cards; Carols Comemoração La Chandeleur atelier cuisine - crêpes Dia internacional da francofonia exposição de marques-pages sobre BD francófona Comemoração / Expos. St George s Day 31 de outubro 3º ciclo de outubro 3º ciclo e Sec de novembro 3º ciclo de dezembro 11º B,C,D --- dezembro 7º --- dezembro 3º ciclo e Sec de fevereiro 7º de março 7º e 8º de Abril 3º ciclo e Sec. --- L Profs. gr. 300 Comemoração do dia do livro 23 de Abril 3º ciclo e Sec. --- realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa Observação do impacto da iniciativa L Profs.gr.300 Exposição de trabalhos Semana cultural 3º ciclo e Sec. L Julieta Lopes Ciclo de Cinema Francês Semana cultural L L Julieta Lopes Prof. Ana P. Silva L Nilda Grom. L Paula Mendes L Profs. 10º L Profs. 11º L Profs. gr. 300, 320, 330 Semana Cultural Dramatização : le vol des bijoux de Castafiore Semana cultural Alunos de Francês / outros Turmas de Francês 3º ciclo Crosswords / Puzzles Semana cultural 7º /11ºAno Exposição de trabalhos escritos / posters: Obras de destaque, autores e pessoas célebres (UK) Exposição de trabalhos escritos: Civil Rights Leaders Exposição ou eventual dramatização, sobre os tópicos: Urban Tribes Exposição ou apresentações sobre os tópicos: Jobs / Advertisements / Civil Rights Colaboração no Boletim Informativo da ESQM Semana cultural 9º A, C 9º B, E Semana cultural 11º Semana cultural Semana cultural 10º Ano 10º Ano educativa OE/OCR/CMO --- Observação do impacto da iniciativa realização da iniciativa 11

12 L Joaquim G. L9.1 L9.3 L10.1 L Joaquim G. Página Web / Dropbox Outras atividades digitais Sessão informativa sobre as línguas da União Europeia, dinamizada pelo Instituto Jean Monet. Página Web / Dropbox do DepLing Janeiro Turmas 10º ano --- Profs grupos Colaboração na Página Web da ESQM Profs grupos Todos Biblioteca Escolar (BE) Colaboração na Semana da leitura, concursos literários, encontros com escritores Colaboração em outras atividades da Biblioteca Escolar Educativa Educativa março 3º ciclo e Sec. educativa --- OE/OCR/CMO realização da iniciativa realização da iniciativa realização da iniciativa Observação do impacto da iniciativa realização das Área de Intervenção: Organização e Gestão dos Recursos Objetivos: Melhorar o funcionamento e eficácia dos Órgãos e Estruturas da escola Otimizar a ação educativa Melhorar a gestão curricular e a qualidade das aprendizagens Desenvolver e consolidar uma cultura de avaliação Cód Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros/custos Avaliação L L11.2 Idem L L11.4 Idem Iniciativas de Formação/ Trabalho colaborativo/práticas de planeamento conjunto do trabalho e de supervisão da prática letiva em contexto de sala de aula Coordenador Coordenador Coordenador e assessores Responsáveis de ano Planeamento conjunto do trabalho a desenvolver Reuniões de Mensais Departamento Reuniões - coordenador e assessores Mensais Coordenadora e assessores Reuniões setoriais grupo Mensais Profs do grupo Reuniões setoriais ano Semanais, quinzenais e mensais Profs do ano Relatório 12

13 L11.5 Idem Coordenador Outras reuniões Departamento L11.6 Idem Coordenador Preparação e aplicação de testes e instrumentos de avaliação Departamento Luzia L º ciclo / Sec. Carapeto Elaboração de listagens de alunos com L Julieta Lopes dificuldades e atribuição de espaços 3º ciclo Monitorização de apoio Joaquim e supervisão L da prática 3º ciclo / Sec. Gonçalves letiva 300 Todos os anos de L Todos Elaboração de matrizes comuns idade 330 L Departamento: Línguas Prof. Luzia Carapeto Coordenador: Joaquim Gonçalves Iniciativas de formação / Ações de formação interna em áreas prioritárias/ Partilha de Boas Práticas Partilha /ação formação sobre Metas Curriculares de Português do ensino secundário. A definir Profs. de Português OE/OCR Relatório Relatório 13

14 Plano de Atividades Departamento: Ciências Sociais e Humanas Área de Intervenção: Promoção do Sucesso e Qualidade das Aprendizagens Objetivos: Cód Centrar esforços na qualidade dos resultados e promoção da cidadania Proporcionar oportunidades de aprendizagem diferenciadas de qualidade Garantir a equidade e a inclusão Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Atividades Curriculares e de Apoio e Acompanhamento dos Alunos Recursos financeiros/custos Avaliação S.1.1 S.1.2 S.1.3 S.1.4 Dep CSH Dep CSH Dep CSH Professores do Professores do Luísa Godinho Paula Faísca Professores do Gestão articulada do currículo / Competências específicas inerentes a cada disciplina Estratégias e atividades em sala de aula, planificadas em grupo disciplinar/nível Áreas transversais: Educação para a cidadania; Língua portuguesa; utilização das TIC Todas as turmas - Todas as turmas - Metas Curriculares 7º,8º,9ºano - Avaliação das Aprendizagens / Práticas de avaliação formativa / avaliação diagnóstica/auto e heteroavaliação Todas as turmas - Resultados es S.1.5 Dep CSH S Professores do Professores do S Ana Vaz Medidas de promoção do sucesso e apoio Outras atividades de âmbito curricular Medidas de Recuperação: Apoio Pedagógico Personalizado/Espaços de apoio/sos/intervenção de alunos mais velhos; atividades de recuperação e de desenvolvimento Utilização frequente do trabalho de pares; Autocorreção e correção partilhada dos exercícios realizados; Trabalhos de pesquisa; Estágio pedagógico de alunos da FCSH/UNL Todas as turmas - Alunos Filosofia - Monitorização da frequência e resultados obtidos - - Relatório 14

15 Objetivos: Área de Intervenção: Qualidade da Vida Escolar e integração Promover um clima relacional favorável ao desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem Incentivar o trabalho colaborativo Promover uma cultura de motivação, integração, confiança e sentido de pertença Contribuir para o desenvolvimento e valorização da identidade cultural local Cód Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros/custos Avaliação Experiências de Aprendizagem / Visitas e Saídas de Campo / Mostras e Exposições de trabalhos / Comemoração de Efemérides e Semanas Temáticas / Semana Cultural / Projetos / Clubes S Ana Vaz João Santos S Isabel Pinto S Luísa Godinho S S José António Madalena Mota Isabel Isidoro Luísa Godinho Saídas e Visitas de Estudo Visita de estudo ao Núcleo Museológico do BCP Visita de estudo ao Museu Arqueológico de Odrinhas Maratona Fotográfica/passeio marítimo O Tejo em Oeiras Passeio pedestre no Passeio Marítimo de Oeiras Visita de estudo ao Museu do Chiado 1º Período 7º ano 1º Período 10ºG 105 1º Período 11ºF e 9ºC Sem custos 1º Período 9ºB Sem custos 1º Período 11º E e 12ºF 40 S Isabel Isidoro Madalena Mota Visita de estudo à Casa da Pesca 1º Período 9ºA - S Paula Faísca S Isabel Pinto João Santos Isabel Isidoro S Isabel Isidoro Visita de estudo à Companhia das Lezírias Visita de estudo ao Museu do Teatro Visita de estudo ao Museu Militar e Estação Sta Apolónia 11 dezembro 11º D,F 670 2º Período 8º ano 500 2º Período 9º ano Relatório da visita S Isabel Pinto Visita de estudo a Alcobaça 2º Período 10ºG 200 S Luísa Godinho S Luísa Godinho S Luísa Godinho Visita de estudo a Lisboa romana e medieval Visita de estudo a Lisboa Pombalina e Núcleo Museológico do BCP Visita de estudo ao Palácio do Marquês de Pombal 2º Período 10ºF 25 2º Período 11ºF 28 2º Período 11ºF Sem custos 15

16 S S S S J. Albuquerque Madalena Mota Marina Marques J. Albuquerque Madalena Mota Marina Marques Luísa de Deus Madalena Mota José António Paula Faísca Raul Castelão S Isabel Aguiar S.2.18 Clube Patri Isabel Isidoro Visita de estudo à Serra da Arrábida 2º Período 7º ano 1080 Visita de estudo a Sintra/Mafra 2º Período 8º ano 900 Visita de estudo a um farol ou forte 2º Período 9º B e C Por definir Visita de estudo à Mina do Lousal e central fotovoltaica Visita de estudo à Sinagoga e Mesquita de Lisboa Visita ao Parque dos Poetas com o escultor Francisco Simões 2º Período 10º E,F 600 2º Período Alunos de EMRC 3º Período Professores Hist, Portug. e Artes Sem custos S S.3.2 Clube Patri S S.4.1 Clube Patri Ana Vaz Isabel Isidoro Professores do Clube Professores de História Isabel Isidoro José P. Morais Exposições e Mostras de Trabalho Exposição 25 anos da queda do Muro de Berlim Exposição de Fotografias Passear é Descobrir o Tejo Mostra de trabalhos de alunos no painel Aqui Há História Comemoração do dia da Música novembro 3º Período 1 outubro Escolar Sem custos Sem custos realização das S Isabel Pinto Comemoração do Dia dos Castelos 7 outubro 10ºG Sem custos S Luísa de Deus Madalena Mota S Ana Vaz S.4.5 S.4.6 Clube Patri Clube Patri S S S Ana Vaz Isabel Pinto Isabel Isidoro Isabel Pinto Luísa Godinho José Caselas Grupo de História Grupo de História Efemérides Dia da Erradicação da Pobreza 17 outubro 9ºA,C,D,E,F - Comemoração do 25º aniversário da Queda do Muro de Berlim Comemoração do dia de S. Martinho Concerto de Ano Novo Comemoração do Dia em Memória das Vítimas do Holocausto Comemoração do Dia Internacional da Mulher Comemoração dos dias 25 de Abril e 1º de Maio 9 novembro 11 novembro 8 janeiro 27 Janeiro 8 março 24 abril a 4 maio Escolar Escolar Escolar Turmas de História A Turmas de História A Escolar Sem custos Comparticipação dos envolvidos Sem custos Sem custos Sem custos Sem custos 16

17 S Luísa de Deus Madalena Mota Dia da Europa 9 maio 7º e 10º ano Sem custos S.4.11 Clube Patri Professores do Clube Patrim. Arraial de Final de Ano 12 junho Professores e funcionários Comparticipação dos envolvidos S.5.1 Dept. CSH Luísa Godinho Nelson Bernardo Semanas Temáticas Semana do Departamento de Ciências Sociais e Humanas Tema A LUZ fevereiro - S.6.1. S.7.1 Clube Patri José António José P Morais Professores de História e Filosofia Campeonatos e Concursos Concurso fotográfico Passear é Descobrir o Tejo Intervenção de alunos mais velhos: motivação à disciplina, aconselhamento 3º Período Turmas de História e Filos. Prémios do concurso fotográfico Sem custos realização das S Isabel Aguiar Outras Iniciativas Participação no Interescolas Diocesiano (Fátima) 17 de março Alunos de EMRC A definir S Isabel Aguiar Participação em campanha de alimentos Alunos de EMRC - S Paula Faísca Clube Europeu: O Desafio do Mês; Dia da Europa; palestras Membros do Clube e alunos de Geografia - S Paula Faísca Clubes Clube Europeu: Palestra Estudar e viver na U.E - Associação juvenil "Rota Jovem 3º Período Membros do Clube e alunos de Geografia - S Isabel Isidoro Clube do Património: Visitas; concurso fotográfico; exposições; filmar o/no Concelho Alunos e EE OE / OCR Relatório S Duarte Cortez Projeto Quem se importa? - Empreendedorismo social 1º Período 12ºD,E,F Sem custos S Duarte Cortez Projeto Make it Possible 2º Período 12ºD,E,F 400 S Paula Faísca S S Luísa de Deus Madalena Mota Luísa de Deus Madalena Mota Projetos Projeto de cidadania "um miminho para os avós" Projeto Tejo Paisagem Cultural 11º F Sem custos Alunos de Geog, Hist, OC e Club Património Projeto Loja do Cidadão do Mundo 9º ano Geografia Sem custos - S Paula Faísca Projeto TWIST EDP 11ºF (4 alunos) - 17

18 S S Ana Vaz Isabel Pinto Paula Faísca Madalena Mota Blogs / Página Web / Outras atividades digitais Blog Toca a Historiar Blog Clube Europeu S.10.3 DCSH Madalena Mota Moodle página do Departamento S.10.4 DCSH Professores do Moodle página da turma/disciplina S Madalena Mota Página facebook do Projeto Tejo S Madalena Mota Página facebook do Projeto Loja do Cidadão do Mundo Alunos de História Membros do clube e alunos de Geografia Professores do Sem custos Sem custos Sem custos Alunos Sem custos Professores do Professores do Sem custos Sem custos realização das S José Caselas José António Palestra sobre Neurociência/Neuroética outubro 10ºano Filosofia Sem custos S Luísa Godinho José Caselas Palestra O Holocausto, por Yad Vashem (Israel) 2 dezembro 12F Sem custos S S José Caselas José António José Caselas Luísa Godinho Palestra: Paradoxos Éticos 2º Período OC Sem custos Palestra Filosofia e Holocausto 2º período 12ºF Sem custos realização das S Luísa Godinho Isabel Isidoro José António Biblioteca Escolar (BE) Participação na Semana da Leitura - romance histórico; a história das palavras ; leitura de trechos da Ética para um Jovem, 2º Período Alunos de História A, B e OC 18 (aquisição de livro) S Isabel Isidoro Ana Vaz Luísa Godinho Há 100 anos, a Primeira Guerra Mundial 2º Período Turmas de 9º, 11ºE e 12ºF Sem custos S Luísa Godinho S Luísa Godinho Palestra Gago Coutinho e a Ditadura (Dr. Rui Pinto) A História na Literatura e no Cinema 2º Período 12ºF Sem custos 10ºF,11ºF, 12ºF 50 (aquisição livros) S Madalena Mota Participação no Boletim da BE (BI) 7ºE Sem custos 18

19 Área de Intervenção: Organização e Gestão dos Recursos Objetivos: Melhorar o funcionamento e eficácia dos Órgãos e Estruturas da escola Otimizar a ação educativa Melhorar a gestão curricular e a qualidade das aprendizagens Desenvolver e consolidar uma cultura de avaliação Cód Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Recursos financeiros/custos Avaliação S S S S S DCSH S Iniciativas de Formação/ Trabalho colaborativo/práticas de planeamento conjunto do trabalho e de supervisão da prática letiva em contexto de sala de aula Luísa Godinho Assessores disciplinares Responsáveis de ano/nível 410 José António 410 José António José António Silva S Madalena Mota S Paula Faísca S Luísa de Deus S14.5 DCSH Luísa Godinho Planeamento conjunto do trabalho a desenvolver Monitorização e supervisão da prática letiva Iniciativas de formação / Ações de formação interna em áreas prioritárias/ Partilha de Boas Práticas Reuniões de Reuniões setoriais, calendarizadas, com definição prévia de OT, segundo as prioridades sentidas e elaboração de registos-síntese Planificação das atividades letivas; Preparação e aplicação de matrizes, testes e instrumentos de avaliação conjuntos; análise dos resultados Apresentação e discussão de itens do programa e metodologias Reflexão conjunta sobre os resultados de testes e estratégias comuns Ação de formação orientada pelos autores dos manuais de Filosofia: Como utilizar o manual de Filosofia e outros recursos. Formação em SIG Sistemas de informação geográfica Animações em Powerpoint por aluna Beatriz Sousa Plataforma EDS (final da década da educação para o desenvolvimento). Partilha de Boas Práticas em reunião de Departamento/Grupo Mensal Mensal ou excecional Profs do Depart. CSH grupo disciplinar/ ano Todas as turmas e alunos NEE Sem custos Sem custos Sem custos Profs. Filosofia Sem custos Final de período 1 outubro 1º Período Profs. Filosofia Professores Filosofia Profs.Geografia e outros Sem custos Sem custos Sem custos 1º Período Profs DCSH Sem custos 2º Período Profs DCSH Sem custos Profs DCSH Sem custos Relatório Relatório Relatório Departamento: CSH Coordenadora: LUÌSA GODINHO 19

20 Plano de Atividades Departamento: Matemática e Ciências Experimentais Área de Intervenção: Promoção do Sucesso e Qualidade das Aprendizagens Objetivos: Cód Centrar esforços na qualidade dos resultados e promoção da cidadania Proporcionar oportunidades de aprendizagem diferenciadas de qualidade Garantir a equidade e a inclusão Grupo Professor Responsável Atividade Calendarização Público-alvo Atividades Curriculares e de Apoio e Acompanhamento dos Alunos Recursos financeiros/custos Avaliação Ana Costa Mª Leonor Ferrão António Gonçalves Fátima Lancha Gestão articulada do currículo Estratégias e atividades em sala de aula Áreas transversais: 1.2 Educação para a cidadania; Língua / portuguesa; utilização das TIC Competências 1.3 específicas inerentes a Metas Curriculares 1.4 cada disciplina Avaliação das Aprendizagens / Práticas de avaliação formativa / C C Ana Costa Mª Leonor Ferrão António Gonçalves Ana Costa Leonor Ferrão António Gonçalves Medidas de promoção do sucesso e apoio Outras atividades de âmbito curricular Medidas de Recuperação: Apoio Pedagógico Personalizado/Espaços de apoio/sos Alunos de todos os anos Alunos de todos os anos OE / OCR OE / OCR Turmas Alpha α 11º ano, 12ºano 2 professores (22 h semanais) materiais Participação no projeto Creative Classroom Lab (CCL) Resultados es Monitorização da frequência e resultados obtidos Avaliação interna (testes, ) e externa (exames) 12º A e B ERTE SAMSUNG Relatório 20

Identidade, Cultura, Ciência, Valores PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

Identidade, Cultura, Ciência, Valores PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Identidade, Cultura, Ciência, Valores PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015/2016 Índice: Introdução. 1 Enquadramento. 2 Resultados da Autoavaliação.. 2 Indicadores de Desempenho...2 Planificação das s por período

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FUNDÃO + ESCOLA + PESSOA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA 2013-2017 Agrupamento de Escolas do Fundão Página 1 Perante o diagnóstico realizado, o Agrupamento assume um conjunto de prioridades

Leia mais

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR)

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Nota Introdutória Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Apoiar e promover os objetivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS.

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. AÇÃO Nº 1 DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. BREVE DESCRIÇÃO DA AÇÃO: conceber, discutir e aplicar planificações, metodologias, práticas

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Agrupamento de Escolas José Afonso Plano Anual de Atividades 2013/ 2014 A- Apoio ao desenvolvimento curricular CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO RESPONSÁVEIS ORÇAMENTO AVALIAÇÃO Início do

Leia mais

Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar. email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013

Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar. email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013 Plano de ação (adenda). domínio em avaliação: gestão da biblioteca escolar email: becre.esfhp@gmail.com Ano letivo 2012/2013 Plano de ação 2012/2013 (adenda) A. Apoio ao desenvolvimento curricular Responsável

Leia mais

Actividades Organizadores Destinatários Recursos Previsão de Custos Calendarização

Actividades Organizadores Destinatários Recursos Previsão de Custos Calendarização 1º período Estrutura Educativa: Conselho de Turma. Ensino Básico 7ºAno 7ºA Promover a educação para a cidadania nomeadamente na vertente da educação para a saúde/educação sexual Incluir no PAA actividades

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015 BIBLIOTECAS ESCOLARES

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015 BIBLIOTECAS ESCOLARES 20142015 BIBLIOTECAS ESCOLARES 20142015 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas previstas Orçamento Desenvolver atividades curriculares com os docentes de Português

Leia mais

Biblioteca Escolar. Atividades 2013-2014

Biblioteca Escolar. Atividades 2013-2014 Biblioteca Escolar Atividades 2013-2014 1 Uma ESCOLA 1 100 ALUNOS ( 10-18 anos) uma professora bibliotecária nove professores colaboradores duas assistentes operacionais uma EQUIPA 2 Biblioteca Escolar:

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas Desenvolver atividades curriculares

Leia mais

Melhorar o desempenho Promover o sucesso: Aprender mais Aprender melhor PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014/ 2017

Melhorar o desempenho Promover o sucesso: Aprender mais Aprender melhor PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014/ 2017 Melhorar o desempenho Promover o sucesso: Aprender mais Aprender melhor PLANO ESTRATÉGICO DE MELHORIA 2014/ 2017 um fruto não se colhe às pressas. Leva seu tempo, de verde-amargo até maduro-doce Mia Couto

Leia mais

Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS

Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS Projeto aler+ SEMEAR LEITURAS 2013-2014 ÍNDICE 1.CONTEXTUALIZAÇÃO... 2 2. INTERVENIENTES...... 3 3. OBJETIVOS. 4 4. REGIMENTO DE FUNCIONAMENTO. 5 5. ATIVIDADES/AÇÕES/ESTRATÉGIAS... 6/ 7 6. DIVULGAÇÃO..

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 Biblioteca Escolar GIL VICENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GIL VICENTE ESCOLA GIL VICENTE EB1 CASTELO BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 As atividades constantes do presente

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Alfena. Plano de Melhoria. 2013/2014 a 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Alfena. Plano de Melhoria. 2013/2014 a 2014/2015 Agrupamento de Escolas de Alfena Plano de Melhoria a 2014/2015 outubro 2013 Índice Introdução...3 Resultados da Avaliação Externa...4 Principais Áreas de Melhoria...6 Plano de Ação...7 Considerações Finais...14

Leia mais

PLANO DE MELHORIA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO

PLANO DE MELHORIA CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DO PORTO PLANO DE MELHORIA DO 2015-2017 Conservatório de Música do Porto, 30 de outubro de 2015 1. Introdução... 3 2. Relatório de Avaliação Externa... 5 Pontos Fortes... 5 Áreas de Melhoria... 6 3. Áreas Prioritárias...

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES 2013 / 2014 AO LONGO DO ANO LETIVO (SEM DATA CONCRETA)

PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES 2013 / 2014 AO LONGO DO ANO LETIVO (SEM DATA CONCRETA) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES 2013 / 2014 AO LONGO DO ANO LETIVO (SEM DATA CONCRETA) ATIVIDADES / ESTRATÉGIAS (por ordem

Leia mais

Agenda 2014/2015 2º Período Agrupamento de Escolas de Azeitão

Agenda 2014/2015 2º Período Agrupamento de Escolas de Azeitão Agenda 2014/2015 2º Período Agrupamento de Escolas de Azeitão Coordenação de ciclo Caso seja detetada alguma incorreção, ou atividade em falta, contactar os professores Sandra Caseiro (1º ciclo), Paulo

Leia mais

Agenda 2013/2014 Ao longo do ano Agrupamento Escolas de Azeitão

Agenda 2013/2014 Ao longo do ano Agrupamento Escolas de Azeitão Agenda 2013/2014 Ao longo do ano Agrupamento Escolas de Azeitão Coordenação de ciclo Levantamento feio com base no plano anual de atividades do agrupamento. Caso seja detetada alguma incorreção, ou atividade

Leia mais

Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período -

Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EIXO 2014-2015 Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período - Índice 1 Introdução... 3 2 Cumprimento das atividades propostas... 4 3 Proponentes e destinatários das atividades...

Leia mais

RESPONSÁVEL (Articulações)

RESPONSÁVEL (Articulações) 1 Direção Regional de ducação do Norte AGRUPAMNTO D SCOLAS D MARCO D CANAVSS (150745) PLANO ANUAL D ATIVIDADS (PAA) 2012-2013 BIBLIOTCA / CR PAA 3 Grupo DATA ATIVIDADS Colaboração com os docentes na concretização

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES

PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES O Plano Plurianual de Atividades é um documento de planeamento que define, em função do Projeto Educativo, os objetivos, as formas de organização e de programação das atividades e que procede à identificação

Leia mais

2013/4. Plano de melhoria da biblioteca escolar. Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil

2013/4. Plano de melhoria da biblioteca escolar. Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil 2013/4 Plano de melhoria da biblioteca escolar Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Índice A. Currículo literacias e aprendizagem... 5 Problemas identificados... 5 Resultados esperados...

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos

Gestor de Atividades e Recursos Educativos 21/01/ Imprimir atividade Gestor de Atividades e Recursos Educativos Agrupamento de Escolas de Data Atividade Público Alvo Início Término Préescolar Titulo, Tipologia, Proponente, Escola Desafios da Matemática

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do Agrupamento 2014/2015

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do Agrupamento 2014/2015 Metas do Projecto Educativo: PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (proposta de atividades) Bibliotecas do 2014/2015 1- A Indisciplina. 2 A Desmotivação dos Alunos Face à Escola e o Insucesso. 3 O Envolvimento dos

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14 Agrupamento de Escolas da Moita Plano de Melhoria P r o v i s ó r i o P p P r o Ano letivo 2013-14 Moita, 22 de abril de 2015 A COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO o Célia Romão o Hélder Fernandes o Ana Bela Rodrigues

Leia mais

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE MELHORIA. Anos letivos 2014/2015 e 2015/2016. 00PDG Página 1 de 13. Mod.

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE MELHORIA. Anos letivos 2014/2015 e 2015/2016. 00PDG Página 1 de 13. Mod. Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE MELHORIA Anos letivos 2014/2015 e 2015/ Página 1 de 13 ÍNDICE Títulos Pág. 1. INTRODUÇÃO 3. 2. ESTRUTURA DO PLANO DE MELHORIA 4. 3. DESCRIÇÃO

Leia mais

Avaliação interna e monitorização do Projeto Educativo do AEVP 2014/2015. Avaliação Interna. e monitorização do. Projeto Educativo do Agrupamento

Avaliação interna e monitorização do Projeto Educativo do AEVP 2014/2015. Avaliação Interna. e monitorização do. Projeto Educativo do Agrupamento Avaliação Interna e monitorização do Projeto Educativo do Agrupamento 2014-2015 0 1. INTRODUÇÃO No ano letivo (2012/13), no nosso agrupamento, concluiu-se um processo de autoavaliação iniciado em 2009/10,

Leia mais

A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES

A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CABECEIRAS DE BASTO A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES A EQUIPA DE AUTOAVALIAÇÃO: Albino Barroso Manuel Miranda Paula Morais

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3. PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.º CICLOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2017 O Projeto Plurianual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sophia de Mello

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARCO DE CANAVESES Nº 1 (150745) Actividades/Iniciativas Objectivos Intervenientes/ Público-alvo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARCO DE CANAVESES Nº 1 (150745) Actividades/Iniciativas Objectivos Intervenientes/ Público-alvo Escola E.B. 2,3 de Toutosa Ano letivo: 2013/2014 PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR D Gestão da BE Actividades diárias: ü Orientação do serviço das Assistentes Operacionais ü Orientação do trabalho

Leia mais

SETEMBRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas. Local

SETEMBRO EXTERNATO DO PARQUE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013/2014. Data Ações a desenvolver Turmas envolvidas. Local SETEMBRO Ao longo Oração da manhã Pré-escolar e 1º do ano ciclo 12 set. Receção aos alunos: Convívio de alunos, pais/ee, prof./educ. e vigilantes no campo de jogos Desejo das boas vindas pela direção e

Leia mais

PROGRAMA ECO-ESCOLAS

PROGRAMA ECO-ESCOLAS PROGRAMA ECO-ESCOLAS Programa de Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável PLANO DE AÇÃO 2014/2015 O Eco-Escolas é um Programa internacional, coordenado em Portugal pela Associação

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas Visita de estudo Geografia Conhecer o funcionamento de uma unidade industrial; Reconhecer a importância da atividade industrial na economia. Geografia e Alunos do 9º Ano Unidade Industrial 2ºPeríodo Visita

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2013/2014 Pág.1 INTRODUÇÃO O Plano Anual de Atividades das s Escolares do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Grândola atende à especificidade das bibliotecas

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017 PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2014/2017 1 O plano de ação que se apresenta teve por base as autoavaliações efetuadas durante os anos 2009-10; 2010-11;

Leia mais

PLANO DE MELHORIA 2014/15 <>2017/18

PLANO DE MELHORIA 2014/15 <>2017/18 PLANO DE MELHORIA 2014/15 2017/18 1 - Introdução O Plano de Melhoria (PM) integra um conjunto de procedimentos e estratégias, planificadas e organizadas, a implementar com o objetivo de promover a melhoria

Leia mais

DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GARDUNHA E XISTO 161123. Plano de Melhoria Página 1

DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GARDUNHA E XISTO 161123. Plano de Melhoria Página 1 DIREÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GARDUNHA E XISTO 161123 Plano de Melhoria Página 1 Introdução... 3 Identificação das áreas de melhoria... 3 Visão geral do Plano de Melhoria...

Leia mais

Decreto-Lei n.º 22/2014 de 11 de fevereiro. Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa cód.145567

Decreto-Lei n.º 22/2014 de 11 de fevereiro. Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa cód.145567 Anos letivos 2014/2015 e 2015/2016 A melhoria da qualidade do ensino constitui um dos desafios centrais da política do XIX Governo Constitucional. A valorização profissional dos docentes é, nomeadamente,

Leia mais

Relatório Anual de Progresso. Contrato de Autonomia

Relatório Anual de Progresso. Contrato de Autonomia Relatório Anual de Progresso Contrato de Autonomia 1- INTRODUÇÃO Tendo em conta o artigo 8º da Portaria nº 265/2012 de 30 de agosto, a escola/agrupamento com contrato de autonomia deve produzir um relatório

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE PINHEIRO E ROSA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE PINHEIRO E ROSA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICA a Luisa Maria Ferreira Garcia e Costa Madeira Diretora O Plano de Ação Estratégica foi aprovado pelo Conselho Pedagógico, em 11 de outubro de 2012, e recebeu parecer favorável

Leia mais

PEA PROJETO EDUCATIVO -2012/2015- Para formar mais e melhor numa escola participada e participativa, agradável e segura.

PEA PROJETO EDUCATIVO -2012/2015- Para formar mais e melhor numa escola participada e participativa, agradável e segura. PROJETO EDUCATIVO -2012/2015- Para formar mais e melhor numa escola participada e participativa, agradável e segura. 1. Nota Introdutória Este documento agora apresentado, resulta da avaliação efetuada

Leia mais

Plano de Atividades 2015

Plano de Atividades 2015 Plano de Atividades 2015 ÍNDICE Introdução 1. Princípios orientadores do Plano Plurianual. Desempenho e qualidade da Educação. Aprendizagens, equidade e coesão social. Conhecimento, inovação e cultura

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento

Agrupamento de Escolas da Trofa. Plano de Melhoria e Desenvolvimento Agrupamento de Escolas da Trofa Plano de Melhoria e Desenvolvimento Biénio 2015/2017 INTRODUÇÃO A autoavaliação e a avaliação externa são procedimentos obrigatórios e enquadrados na Lei n.º 31/2002, de

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014-2015

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014-2015 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014-2015 1 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014-2015 INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS ESSENCIAIS do PAA... 3 PROPOSTAS DE ATIVIDADES DOS CLUBES E EQUIPAS... 6 PROPOSTAS DE ATIVIDADES DOS

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA DAS PALMEIRAS - COVILHÃ RELATÓRIO ANUAL DE PROGRESSO CONTRATO DE AUTONOMIA

ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA DAS PALMEIRAS - COVILHÃ RELATÓRIO ANUAL DE PROGRESSO CONTRATO DE AUTONOMIA ESCOLA SECUNDÁRIA QUINTA DAS PALMEIRAS - COVILHÃ RELATÓRIO ANUAL DE PROGRESSO CONTRATO DE AUTONOMIA A Escola Secundária Quinta das Palmeiras Covilhã celebrou com o Ministério da Educação e Ciência (MEC)

Leia mais

ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS

ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS ATIVIDADES EXPERIMENTAIS DAS CIÊNCIAS E AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NUM PROJETO INTERDISCIPLINAR DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO CTS Ana Paula Santos; António Fernandes; Berta Bemhaja; Cristina Fernandes;

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR INDÍCE A) Noção... 2 B) Objetivos... 2 C) Destinatários... 2 D) Serviços do Centro de Atividades e Recursos (C.A.R.)... 2 E) Atividades... 3 F) Condições

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014 2015 GRUPO: 200,210,300

PLANO DE ATIVIDADES 2014 2015 GRUPO: 200,210,300 2º Ciclo ATIVIDADE EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS CALENDARIZAÇÃO Desenvolver a escrita e a criatividade. Criar autonomia na escrita. 5.º A e 5.º B / Comunidade escolar. Docente de Português (Maria da Luz Moreira)

Leia mais

Comunidade Educativa de Aldeia dos Chãos, Relvas Verdes e Cruz de João Mendes. Professores e Alunos do 1º e 2º ano, da EBFAV

Comunidade Educativa de Aldeia dos Chãos, Relvas Verdes e Cruz de João Mendes. Professores e Alunos do 1º e 2º ano, da EBFAV 018 Comemoração de datas festivas - São Martinho, Natal, Carnaval, Dia do Pai e da Mãe, Dia da Criança 019 Comemoração de datas festivas São Martinho, Natal, Carnaval, Dia do Pai e da Mãe. 020 Receção

Leia mais

Plano de Ação da Equipa de Avaliação Interna

Plano de Ação da Equipa de Avaliação Interna Plano de Ação da Equipa de Avaliação Interna 2013/2015 Índice Plano de Ação... 3 Constituição da Equipa de Autoavaliação... 3 Etapas/fases do ciclo de avaliação... 4 Cronograma do 1º ano do ciclo de avaliação

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes Consciencializar toda a Comunidade Escolar para a Preservação do Meio Envolvente; Sensibilizar a comunidade para a poupança de recursos, promovendo a reutilização e a reciclagem. Valorizar a Educação para

Leia mais

PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA. Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA. Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado 2014 1.Apresentação do plano 2. Objetivos gerais 3. Orientações 4. Objetivos específicos 5. Atividades 6. Avaliação 7. Aneos A leitura

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos (GARE)

Gestor de Atividades e Recursos Educativos (GARE) 213/214 Gestor de Atividades e Recursos Educativos (GARE) Resumo das atividades Data Atividade Público-Alvo Custo Início - Término Titulo, Tipologia, Proponente, Escola Préescolar 1º Ciclo 2º Ciclo 3º

Leia mais

Plano de Formação. do Agrupamento

Plano de Formação. do Agrupamento Plano de Formação do Agrupamento Ano letivo 2014/2015 1/8 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Caracterização do Agrupamento... 3 3. Identificação das necessidades de 4 4. Objetivos gerais a atingir com o Plano

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2013/2014

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2013/2014 O Pl Anual de Atividades é o documento que define as linhas orientadoras da ação da Biblioteca Escolar e tem como objetivo último tornar os alunos autónomos e eficientes nas diversas literacias. A adquisição

Leia mais

Auto-avaliação do Agrupamento - Principais resultados

Auto-avaliação do Agrupamento - Principais resultados Auto-avaliação do Agrupamento - Principais resultados Equipa de autoavaliação Julieta Martins Adília Rodrigues (coords.) Conselho Geral, 17setembro 2013 Agrupamento Vertical de Escolas Ordem de Santiago

Leia mais

Plano de Intervenção aler+ (PNL)

Plano de Intervenção aler+ (PNL) Plano de Intervenção aler+ (PNL) Os agrupamentos de escolas que já integram a Rede aler+ poderão apresentar um Plano de Intervenção para o ano letivo 2015-16 que evidencie a centralidade da leitura no

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS RUY BELO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013-2014 Outubro 2013 Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas Medida 1 - Linha de Apoio 1: Apoio ao Desenvolvimento do Plano Anual de Atividades

Leia mais

Relatório 2015. Interna do. Agrupamento RAIA. Barreiro, 04 de setembro de 2015. Página 1 de 39 RAIA 2015

Relatório 2015. Interna do. Agrupamento RAIA. Barreiro, 04 de setembro de 2015. Página 1 de 39 RAIA 2015 Avaliação Interna do Agrupamento Relatório 2015 RAIA Cândida Santos Carlos Pegacha Jaime Filipe Paulo Cardoso Barreiro, 04 de setembro de 2015 Página 1 de 39 "A autoavaliação é um processo que pode ser

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades 1º Período setembro novembro 10 Receção aos alunos Toda a Comunidade Escolar Todos Departamentos 10 Início do ano letivo Comemoração do início do Outono visita à Quinta da Eira

Leia mais

PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO CADAVAL

PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO CADAVAL PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO CADAVAL 2015/2016 A EQUIPA: Fátima Martins, Manuela Parreira, Ana Paula Melo, Vera Moura, Manuela Simões, Anabela Barroso, Elsa Carvalho, Graça

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FUNDÃO + ESCOLA + PESSOA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FUNDÃO + ESCOLA + PESSOA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO FUNDÃO + ESCOLA + PESSOA PROJETO EDUCATIVO 2013-2017 ÍNDICE Introdução 1 Caracterização 2 Diagnóstico 4 Plano Estratégico 6 Avaliação do Projeto Educativo 12 Divulgação 14 Siglas

Leia mais

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS)

Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS) Relatório de Actividades do ano letivo 2014/15 A Escola Profissional de Pedagogia Social (EPPS), tutelada pela API e apoiada pelo Ministério da Educação,

Leia mais

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015

Plano Anual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sá de Miranda. Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 Plano Anual de Atividades do de Escolas Sá de Miranda Planificação de Atividades - Ano Letivo 2014/2015 (devem ser indicadas as atividades que ultrapassem a dimensão do pequeno grupo ou da turma) Calendarizaç

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português Ida ao teatro: Um eléctrico chamado desejo, de Tenessee Williams - Contribuir para o desenvolvimento, nos alunos, de estratégias de escuta global e selectiva; - Proporcionar aos alunos a oportunidade de

Leia mais

Projeto de Educação Financeira No Poupar está o Ganho. Estratégia 2012/2013

Projeto de Educação Financeira No Poupar está o Ganho. Estratégia 2012/2013 Projeto de Educação Financeira No Poupar está o Ganho Estratégia 2012/2013 Contexto Experiência do Museu do Papel Moeda, adquirida desde 2008, em projetos com a comunidade, relacionados com literacia financeira

Leia mais

DEPARTAMENTO DA QUALIDADE

DEPARTAMENTO DA QUALIDADE DEPARTAMENTO DA QUALIDADE PLANO DE MELHORIA ESA 2013-2016 Objetivos gerais do Plano de Melhoria 1. Promover o sucesso educativo e melhorar a sua qualidade 2. Melhorar os processos e resultados pedagógicos

Leia mais

Estrutura educativa: Conselho de Turma. Ensino Profissional 12º Ano 12ºPG. Professor(a) Português. Professor(a) Inglês. Professor(a) I nglês

Estrutura educativa: Conselho de Turma. Ensino Profissional 12º Ano 12ºPG. Professor(a) Português. Professor(a) Inglês. Professor(a) I nglês 1º período Estrutura educativa: Conselho de Turma. Ensino Profissional 12º Ano 12ºPG Resultados Escolares Promover a educação para a cidadania nomeadamente na vertente de educação para a saúde; Incluir,

Leia mais

À DESCOBERTA DE UMA NOVA

À DESCOBERTA DE UMA NOVA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS À DESCOBERTA DE UMA NOVA NOVA ILHA INTERCÂMBIO 5º C DAS VELAS/ 5ºC DE VILA FRANCA DO CAMPO Introdução Uma vez que o arquipélago dos Açores é composto por nove ilhas,

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014 2015 GRUPO: 600 Dolores Fonseca

PLANO DE ATIVIDADES 2014 2015 GRUPO: 600 Dolores Fonseca PLANO DE ATIVIDADES 2014 2015 GRUPO: 600 Dolores Fonseca ATIVIDADE Visita de Estudo ao Museu do Azulejo CALENDARIZAÇÃO Sensibilizar os alunos para o campo das artes 7 de outubro 2014 Alunos do 12ºA Maria

Leia mais

PLANO DE AÇÃO E MELHORIA DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALPENDORADA 1. INTRODUÇÃO

PLANO DE AÇÃO E MELHORIA DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALPENDORADA 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO A Lei nº 31/2012, de 20 de Dezembro, veio aprovar o sistema de avaliação dos estabelecimentos de educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário, definindo orientações para a autoavaliação

Leia mais

AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS 2014-2015

AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS 2014-2015 AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS 2014-2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DA TALHA LOURES RESPOSTA AO CONTRADITÓRIO ANÁLISE DO CONTRADITÓRIO A equipa de avaliação externa apreciou o contraditório apresentado

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015/2016

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015/2016 Plano Anual de Atividades 2015/ 2016 Ser,Intervir e Aprender PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015/2016 Sede: ES de Mem Martins EB23 Maria Alberta Menéres; EB1 de Mem Martins n.º2; EB1 com JI da Serra das Minas

Leia mais

Plano Anual de Atividades do Agrupamento Ano Letivo 2015-16

Plano Anual de Atividades do Agrupamento Ano Letivo 2015-16 Plano Anual de Atividades do Agrupamento Ano Letivo 2015-16 Laranjo M. E. - GEPE [Escolha a data] ÍNDICE I INTRODUÇÃO ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

Operacionalização da Missão Educativa

Operacionalização da Missão Educativa Operacionalização da Missão Educativa Pilares Educativos Opções educativas, Projetos e atividades Tempo e Educativa O aluno centro do processo educativo Intercâmbio com escola de S. Tomé e Príncipe 6º

Leia mais

2. FEIRAS E EXPOSIÇÕES

2. FEIRAS E EXPOSIÇÕES 2. FEIRAS E EXPOSIÇÕES ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I- BEJA ATIVIDADES (memória descritiva sucinta) ARTICULAÇÃO ENTRE AS DISCIPLINAS E/OU ÁREAS CURRICULARES NÃO DISCIPLINARES RESPONSÁVEIS /

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS 1 Índice

Leia mais

Análise SWOT. julho 2014. Pontos fortes vs Pontos fracos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA. Diretor: João Pedro de Moura Carita Polido

Análise SWOT. julho 2014. Pontos fortes vs Pontos fracos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA. Diretor: João Pedro de Moura Carita Polido julho 2014 Análise SWOT Pontos fortes vs Pontos fracos Diretor: João Pedro de Moura Carita Polido AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA Escola Básica Frei manuel Cardoso Escola Básica de Cabeço devide Visão:

Leia mais

AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS. Proposta de Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS. Proposta de Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2013/2014 AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS Proposta de Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico PLE Proposta de Plano Anual 2013/2014 1. Introdução A atividade

Leia mais

Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria. www.anotherstep.pt

Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria. www.anotherstep.pt Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria www.anotherstep.pt 2 Sumário Ponto de situação Plano de Ações de Melhoria PAM Enquadramento e planeamento Selecção das Ações de Melhoria Fichas de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Gondomar

Agrupamento de Escolas de Gondomar Agrupamento de Escolas de Gondomar 1.Nota Prévia O projeto de intervenção pedagógica Aprender a Crescer visa contribuir para a atenuação das dificuldades na leitura e compreensão de textos, fatores determinantes

Leia mais

Planeamento Estratégico

Planeamento Estratégico 2011 Planeamento Estratégico 2011/2012 Melissa [Escrever o nome da empresa] 01-01-2011 1 Índice 1. Enquadramento estratégico da... 3 1.1. Introdução... 3 1.2. Âmbito e finalidades... Erro! Marcador não

Leia mais

DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013. Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013. Critérios de avaliação DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013 Critérios de avaliação 0 MATRIZ CURRICULAR DO 1º CICLO COMPONENTES DO CURRÍCULO Áreas curriculares disciplinares de frequência obrigatória: Língua Portuguesa;

Leia mais

Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura Agrupamento de Escolas das Taipas Plano Nacional de Leitura 1. Estrutura organizacional Coordenador: Carlos Monteiro Grupo de Recrutamento: 300 Departamento: Línguas Composição do grupo de trabalho: docentes

Leia mais

Escola Secundária de PAREDES. Plano Curricular de Escola

Escola Secundária de PAREDES. Plano Curricular de Escola Escola Secundária de PAREDES Plano Curricular de Escola O currículo nacional, como qualquer documento matriz, tem necessariamente de ser uma moldura complexa e circunscritiva, pois é construído em torno

Leia mais

Plano de Ações de Melhoria. Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz

Plano de Ações de Melhoria. Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz Plano de Ações de Melhoria Agrupamento de Escolas do Bairro Padre Cruz 2012/2014 i INDICE INTRODUÇÃO... 1 2. PLANO DE AÇÕES DE MELHORIA... 3 2.1 IDENTIFICAÇÃO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS... 3 2.2 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015/2016 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015-2016 POR UM AGRUPAMENTO DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA JI Fojo EB 1/JI Major David Neto EB 2,3 Prof. José Buísel E.S. Manuel Teixeira Gomes

Leia mais

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular,

Leia mais

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO 1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO A actual transformação do mundo confere a cada um de nós professores, o dever de preparar os nossos alunos, proporcionando-lhes as qualificações básicas necessárias a indivíduos

Leia mais

PLANO TIC PLANO DE AÇÃO ANUAL PARA A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO APOIO AO ENSINO E À APRENDIZAGEM

PLANO TIC PLANO DE AÇÃO ANUAL PARA A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO APOIO AO ENSINO E À APRENDIZAGEM PLANO TIC PLANO DE AÇÃO ANUAL PARA A UTILIZAÇÃO DAS TIC COMO APOIO AO ENSINO E À APRENDIZAGEM Ano Letivo 2011/2012 Marinha Grande, Setembro de 2011 1. Índice: Índice 2 1. Introdução 3 2. Caracterização

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DE AGRUPAMENTO. Agrupamento de Escolas de São Gonçalo

PROJETO CURRICULAR DE AGRUPAMENTO. Agrupamento de Escolas de São Gonçalo PROJETO CURRICULAR DE AGRUPAMENTO Agrupamento de Escolas de São Gonçalo 2014-2018 Índice 1- Desenho curricular... 1 1.1- Desenho curricular do pré-escolar... 2 1.2- Desenho curricular do 1º ciclo... 3

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA Regulamento do Curso Vocacional Artes e Multimédia Ensino Básico 3º ciclo Artigo 1.º Âmbito e Enquadramento O presente regulamento estabelece as diretrizes essenciais

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2012/2013

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2012/2013 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2012/2013 A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular Data 21 outº Objetivos do Projeto Educativo Objetivos Atividade/Ação Dinamizadores Colaboradores Destinatários Dia da Filosofia

Leia mais

ÍNDICE. Alunos matriculados nos Cursos Diurnos... 2. Alunos matriculados no Ensino Recorrente... 2. Alunos por escalão da Ação Social Escolar...

ÍNDICE. Alunos matriculados nos Cursos Diurnos... 2. Alunos matriculados no Ensino Recorrente... 2. Alunos por escalão da Ação Social Escolar... Anexos ÍNDICE Alunos matriculados nos Cursos Diurnos... 2 Alunos matriculados no Ensino Recorrente... 2 Alunos por escalão da Ação Social Escolar... 2 Alunos com Necessidades Educativas Especiais... 3

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2011/2014

PLANO DE FORMAÇÃO 2011/2014 PLANO DE FORMAÇÃO 2011/2014 O Plano de Formação 2011/14 que integra o Projeto Educativo do Agrupamento (PEA) e o Plano Anual de Atividades (PAA) foi elaborado a partir do levantamento das necessidades

Leia mais

Plano de Formação do Agrupamento de Escolas da Moita 2014/2015 Página 1

Plano de Formação do Agrupamento de Escolas da Moita 2014/2015 Página 1 IDENTIFICAÇÃO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PARA DOCENTES E NÃO DOCENTES, A PROMOVER PELO CENTRO DE FORMAÇÃO DE ESCOLAS DOS CONCELHOS DO BARREIRO E MOITA, POR FORMADORES INTERNOS E PELA EQUIPA DE SAÚDE ESCOLAR

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades ANO LECTIVO 2012/2013 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. ATIVIDADES DAS TURMAS... 4 1.1. ATIVIDADES DAS TURMAS DE 3ºCICLO... 5 TURMA 7º A... 6 TURMA 7ºB... 11 TURMA 8ºA... 16 TURMA 8ºB...

Leia mais