ENSINO FUNDAMENTAL I 1 AO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL II 6 AO 9 ANO. ENSINO RELIGIOSO com a qualidade e a história da SM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENSINO FUNDAMENTAL I 1 AO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL II 6 AO 9 ANO. ENSINO RELIGIOSO com a qualidade e a história da SM"

Transcrição

1 ENSINO FUNDAMENTAL I 1 AO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL II 6 AO 9 ANO ENSINO RELIGIOSO com a qualidade e a história da SM

2 Presente no Brasil desde 2004, Edições SM é hoje o quinto maior grupo editorial do país. Esse resultado se deu devido à realização de um coerente trabalho pautado em valores, presente em todas as publicações e iniciativas que a SM realiza e que tem por objetivo contribuir com a formação integral do indivíduo. Alinhado com o Projeto Educativo SM, Edições SM oferece um catálogo amplo e diversificado de livros didáticos, ensino religioso, idiomas, literatura infantil e juvenil, informativos e dicionários. Além disto, sabendo das intensas mudanças ocasionadas pela entrada da tecnologia na sala de aula, Edições SM oferece uma solução educacional a SM Educação Integrada composta por livros com orientações didáticas exclusivas para professores, livros do aluno na versão impressa e digital, objetos educacionais digitais (OEDs), planos de aula, módulos de comunicação e sugestões de como integrar esses recursos ao dia a dia da sala de aula. Tudo isto combinado a um apoio efetivo e contínuo aos docentes e ações de formação e reflexão docente. Cada pessoa deve seguir o seu próprio caminho, mas acreditamos que EDUCAR É OFERECER, por meio do processo de aprendizagem, um conjunto o mais amplo possível dos VALORES que entendemos necessários para enriquecer sua personalidade e facilitar seu acesso ao verdadeiro, ao bom, ao justo e ao belo. Conheça mais sobre nosso trabalho acessando o site: A importância do fortalecimento da identidade católica NAS ESCOLAS O Grupo SM, desde sua fundação por religiosos da ordem Marianista, se preocupa com os valores e os princípios cristãos para a formação do cidadão e da sociedade. A SM entende que cabe a instituições com bases sólidas, como a Igreja e a Escola, a responsabilidade de fortalecer a espiritualidade e a religiosidade de seus alunos, integrando fé, humanidade e solidariedade. A fim de contribuir com o trabalho da escola, Edições SM oferece aos educadores de ensino religioso coleções com uma proposta de Educação com uma clara identidade cristã e católica, considerando de forma respeitosa e inteligente a diversidade cultural e religiosa do povo brasileiro. Com mais de 70 anos de existência, o Grupo SM permanece fiel a seu espírito de origem inspirado em valores cristãos e no compromisso de contribuir para a melhoria da qualidade da Educação no Brasil. Nas páginas seguintes apresentamos a você, educador religioso, nossas obras Perto de Mim e Projeto Emaús.

3 Coleção Perto de Mim Edições SM apresenta Perto de Mim, um projeto educativo que une Educação e fé em prol da formação de valores cristãos para as crianças. Ampliar conhecimentos e vivenciar a fé cristã são processos que trazem à criança uma sólida formação de valores. Edições SM concretiza esses processos no projeto Perto de Mim. Os cinco volumes da coleção Perto de Mim tratam, de maneira simples, intuitiva, correta e adequada à faixa etária a que se destinam, de vários aspectos da fé católica. Cardeal Dom Odilo Scherer Arcebispo de São Paulo 4 5

4 Coleção Perto de Mim Entenda como estão organizados os livros da coleção Perto de Mim UNIDADE CAPÍTULO FECHAMENTO DO VOLUME Abertura de unidade Traz uma imagem relacionada ao tema para chamar a atenção sobre o que vai ser estudado nos capítulos. Abertura de capítulo Os capítulos começam com uma atividade de observação de uma ou mais imagens, que ajuda a refletir sobre o tema a ser estudado. Desenvolvimento do capítulo Os capítulos estão organizados em duplas de páginas e trabalham os temas de forma processual. Fazem parte dos capítulos as seções: Para entender melhor (1º e 2º anos), Vamos conversar sobre (3º e 4º anos) e Vamos cantar! (todos os anos). Fechamento de capítulo Fecham os capítulos as seções Vamos recordar (presente em todos os volumes) e Álbum (presente nos volumes 3, 4 e 5) Fecham os volumes as seções: As festas cristãs Seção especial, presente nos 1º e 2º anos, que trata das festas e dos costumes cristãos mais populares no Brasil. Glossário Presente no livro do 5º ano, o glossário contribui para a compreensão do vocabulário contido no volume. Perto de Mim 2º ano páginas 66 e 67 Perto de Mim 3º ano páginas 48 e 49 Perto de Mim 2º ano Perto de Mim 4º ano páginas 100 e 101 Perto de Mim 1º ano páginas 98 e 99 página 28 Destacáveis e adesivos São utilizados nos 1º e 2º anos para ampliar e diversificar algumas das atividades apresentadas. Perto de Mim 2º ano página 105 Perto de Mim 1º ano página 117 Perto de Mim 1º ano página 14 Perto de Mim 5º ano página 12 Perto de Mim 5º ano páginas 92 e 93 Perto de Mim 5º ano páginas 126 e 127 CDs acompanham todos os volumes! CD Traz as canções da seção Vamos cantar! Elas são indicadas pelo ícone Perto de Mim aproxima Educação, espiritualidade cristã e a criança de maneira criativa processual e lúdica. 6 7

5 Coleção Perto de Mim Abertura de capítulo Avaliação diagnóstica e contextualização A Abertura do capítulo traz sempre uma atividade de observação de uma ou mais imagens, promovendo uma refl exão inicial sobre o tema que será estudado. A seção Relacione promove o estabelecimento de relações entre as imagens, o tema do capítulo e o cotidiano do aluno. Vamos cantar! Interação e aprendizado Na seção Vamos cantar!, o tema do capítulo é trabalhado por meio de uma canção presente no CD que acompanha o volume. Partindo das canções desta seção, o Livro do professor traz sugestões de atividades lúdicas e outras abordagens que favorecem a participação e a interação entre os alunos. Perto de Mim 5º ano páginas 116 e117 A seção Lembre-se relaciona o conteúdo do capítulo aos temas já trabalhados anteriormente. CDs com canções acompanham todos os volumes! Perto de Mim 5º ano página

6 Coleção Perto de Mim Álbum A mensagem cristã expressa na arte, na cultura e nos costumes Fechamento de capítulo Avaliação formativa A seção Álbum traz o tema do capítulo relacionado aos costumes típicos das diversas localidades cristãs do mundo. O Livro do professor contém sugestões que contribuem para que seja dada atenção especial à realidade do aluno. A seção Vamos recordar! retoma os conceitos estudados no capítulo, avaliando os conhecimentos adquiridos pelo aluno. ÁLBUM VAMOS RECORDAR! J. G. Morell/EFE/ID/ES Semana Santa Quando é a Semana Santa? Para saber em que dias do ano vamos celebrar a Semana Santa, é necessário consultar o calendário, porque a data muda a cada ano. A data depende do dia em que houver lua cheia nos últimos dias de março e primeiros dias de abril. Essa lua cheia é o início da primavera em Jerusalém (e em todo o hemisfério Norte) e início do outono no Brasil (e em todo o hemisfério Sul). O Domingo da Ressurreição, ou Domingo de Páscoa, coincide com o primeiro domingo depois dessa lua cheia. Os dias anteriores a esse domingo são a Semana Santa. Domingo de Ramos A procissão de Ramos é realizada em vários lugares, no chamado Domingo de Ramos. Normalmente participam da procissão muitas crianças, que carregam folhas de palma e outros tipos de ramos nas mãos. Em muitas localidades se leva uma imagem de Jesus montado em um burro. INTERFOTO/Gimmi/Latinstock Nelson Antoine/Fotoarena Representação da Paixão de Cristo Em alguns lugares, do Brasil e do mundo, os cristãos representam cenas dos últimos dias da vida de Jesus: a última ceia, a prisão, o julgamento, Seu percurso carregando a cruz, a morte e a ressurreição. No Brasil, esse costume leva milhares de pessoas a uma cidade cenográfica chamada Nova Jerusalém, com cenários construídos ao ar livre, em uma fazenda situada no município de Madre de Deus, em Pernambuco. Noite de vigília pascal Na noite de Sábado de Aleluia para o Domingo de Páscoa, os cristãos celebram nas igrejas a chamada vigília pascal. Vigília significa ficar sem dormir, passar a noite acordado, velar (porque antigamente era preciso ficar com velas acesas). Os cristãos passam essa noite acordados e com a vela acesa, para receber o novo dia, que simboliza a ressurreição de Jesus. Na imagem ao lado, vigília pascal celebrada pelo cardeal Dom Odílio Scherer, na Catedral da Sé, centro da cidade de São Paulo, em Alexandre Severo/JC Imagem 1. No começo do curso, estudamos a Bíblia. Recorde seus conhecimentos completando as frases. a) A Bíblia é uma coleção de que contém por escrito o que Deus nos para se revelar. b) O Antigo Testamento fala dos de Jesus. O Novo Testamento fala de e de seus. c) Os cristãos acreditam que a Bíblia é a de Deus. 2. Numere em ordem cronológica os seguintes acontecimentos. São Paulo escreve epístolas às comunidades cristãs. Maria dá à luz Jesus, em Belém. Os profetas anunciam que Deus enviará o Messias. Deus, por meio de Moisés, liberta Seu povo da escravidão. Abraão confia na promessa de Deus. Davi conquista Jerusalém e faz dela capital do reino. São Pedro deixa as redes e vai embora com Jesus. Os apóstolos recebem o Espírito Santo. 3. Identifique no mapa: a) três localidades relacionadas com a vida de Jesus; b) uma localidade relacionada com Davi. M A R M E D I T E R R Â NEO GALILEIA SAMARIA JUDEIA Lago Tiberíades DECÁPOLIS Rio Jordão PEREIA Mar Morto ID/ES Fonte: A Bíblia didática, SM-PPC, p trinta e quatro trinta e cinco Perto de Mim 3º ano páginas 34e35 35 Perto de Mim 5º ano páginas 123 e 124 As atividades diversifi cadas propostas nesta seção estimulam a participação do aluno e podem ser usadas pelo professor como avaliação formativa

7 Coleção Perto de Mim Dicas para um trabalho integrado Sumários 1 1º ANO A criação é um presente de Deus 1. Deus criou o mundo 8 2. Deus ama a todos nós Uma mãe para Jesus Jesus nasceu em Belém 32 2 Somos todos filhos de Deus 1. Jesus é nosso irmão Jesus nos fala de Deus Pai Jesus morreu e ressuscitou Jesus está sempre por perto 62 3 A alegria de ser cristão 1. Jesus fez o bem a todos O domingo é a festa dos cristãos O Natal Obrigado, Deus Pai! 92 Destacáveis 105 Adesivos 117 2º ANO 1 O mundo é criação de Deus 1. Deus criou um mundo maravilhoso 8 2. Dois amigos de Deus A família de Jesus 24 2 Jesus, o Filho de Deus 1. Somos a Igreja de Jesus Amar e respeitar Celebramos a ressurreição de Jesus Jesus vive para sempre 58 3 Os ensinamentos de Jesus 1. Jesus nos ensina a compartilhar Jesus nos ensina a perdoar e a pedir perdão Natal Somos todos filhos do mesmo pai: Deus 90 1 Jesus Destacáveis 105 Adesivos 117 3º ANO 1 Deus, nosso Pai, e Sua promessa de salvação 1. Deus: Criador e Pai 8 2. Deus promete um Salvador Jesus, o Salvador Uma boa notícia: Jesus ressuscitou 36 2 Os cristãos e a vida em comunidade 1. A família de Jesus Jesus, o portador de boas notícias O espírito de Jesus O batismo 74 3 Jesus salvou a humanidade 1. Deus cumpre Sua promessa Natal, o nascimento de Jesus Filhos de Deus e irmãos 104 4º ANO e o anúncio do Evangelho 1. Jesus e o reino de Deus 8 2. Os evangelhos A continuação da obra de Jesus 26 2 O 1. Amar a Deus Perdoar e ser perdoado Viver como irmãos Jesus vive para sempre 62 3 A Igreja de Jesus 1 Deus 5º ANO prometeu a salvação e cumpriu Sua promessa 1. Deus se revela à humanidade 8 2. A criação do Universo e do ser humano A confiança em Deus Deus liberta a humanidade 38 2 Jesus traz a salvação e funda a Igreja 1. Davi e a promessa do Messias A promessa se cumpre com Jesus Os primeiros tempos da Igreja O crescimento da Igreja 82 3 A amor a Deus e o amor ao próximo 1. A Igreja e a igreja Celebrar a eucaristia Natal Para um mundo melhor 104 Igreja transmite a salvação e a esperança 1. A Igreja ao longo da história A Igreja de hoje Um futuro de esperança 116 Glossário 126 Livros de literatura + Conteúdos da coleção Perto de Mim A SM preparou uma proposta de trabalho diferenciada para desenvolver os conteúdos e temas específicos do Ensino Religioso. Trata-se da integração entre os conceitos expressos nos livros da coleção para o ensino fundamental I, Perto de mim, com as obras literárias ou informativas de nosso catálogo de literatura. Sugerimos esse método de trabalho por entender que o caráter lúdico da literatura, sua linguagem subjetiva, os recursos de linguagem e os da narrativa permitem que a criança adentre o universo do conhecimento de forma tranquila e motivadora. Partir daquilo que ela já conhece é uma maneira de sensibilizar que abre caminhos, aguça a curiosidade e confere significado ao conteúdo que será abordado. > 1º AO 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I DICAS PARA UM TRABALHO INTEGRADO LIVROS DE LITERATURA + CONTEÚDOS DA COLEÇÃO PERTO DE MIM 2º ANO TRABALHO INTEGRADO 6 A CAMINHO DE CASA JAIRO BUITRAGO TRADUÇÃO FABIO WEINTRAUB ILUSTRAÇÕES RAFAEL YOCKTENG FORMATO CM 36 PÁGINAS ISBN TEMAS DESAGREGAÇÃO FAMILIAR AUSÊNCIA PATERNA 2012 SINOPSE Uma menina pede a um leão que a acompanhe de volta para casa. Ela mora em uma grande cidade, estuda longe e vive apenas com a mãe e o irmãozinho. Embora pequena, tem de lidar com a falta de dinheiro, a ausência do pai e os afazeres domésticos, enquanto a mãe trabalha fora. Mas, com a ajuda de seu guardião de longa juba, ela ganha coragem e determinação para enfrentar as dificuldades cotidianas. UNIDADE 1: O MUNDO É A CRIAÇÃO DE DEUS > CAPÍTULO 2: DOIS AMIGOS DE DEUS O objetivo deste capítulo é trabalhar a experiência da amizade. Como os amigos se conhecem e se ajudam? O resultado é uma constatação que se aplica, no cristianismo, à amizade entre Deus e as pessoas. Muitas vezes as pessoas se sentem sozinhas, com medo e sem forças para vencer os desafios da vida, mas a fé e a confiança em Deus, ou seja, tê-lo como um amigo, ajuda a enfrentar as dificuldades com determinação. Como se faz amigos? Como cultivar amigos? Com receio de voltar para casa sozinha, a personagem da história A caminho de casa pede que um leão a acompanhe e, ao longo do trajeto, uma amizade se constrói. Ela ganha um guardião, um amigo e protetor, conseguindo a coragem de que precisa para vencer as dificuldades do dia a dia. O trabalho com esta obra literária possibilita perceber o valor da confiança, da amizade e a importância de cultivá-la, com Deus, os familiares e as demais pessoas com as quais nos relacionamos. Algumas das obras indicadas contam também com um excelente recurso para o professor: o Guia de leitura, material que tem por objetivo orientar o estudo da obra e ampliar a discussão sobre temas abordados. Visualize esse material, gratuitamente, em nosso site: ou solicite a versão impressa ao representante SM de sua região! ABERTURA DE CAPÍTULO * PERTO DE MIM 2º ANO, UNIDADE 1, CAPÍTULO 2, PÁG. 16. AS PANQUECAS DE MAMA PANYA MARY E RICH CHAMBERLIM TRADUÇÃO CLÁUDIA RIBEIRO MESQUITA ILUSTRAÇÕES JULIA CAIRNS FORMATO 24,5 25,5 CM 48 PÁGINAS ISBN TEMAS ÁFRICA SOLIDARIEDADE COSTUMES TRADICIONAIS 2005 SINOPSE Moradora de um vilarejo no Quênia, Mama Panya resolve fazer panquecas e vai ao mercado com o filho, Adika, para comprar farinha. No caminho, o garoto convida para o jantar todos os amigos que encontra. Mama Panya tem poucas moedas na bolsa, mas o que poderia ser um problema se transforma em forte manifestação de amizade e compartilhamento. UNIDADE 3: OS ENSINAMENTOS DE JESUS > CAPÍTULO 1: JESUS NOS ENSINA A COMPARTILHAR O objetivo deste capítulo é ajudar os alunos a pensar sobre alguns de seus comportamentos nos quais estão implicadas suas experiências de ter só para si e de compartilhar, de ser egoísta e de ser solidário. Eles percebem essas experiências especialmente nas relações com seus amigos ou colegas, mas também com os familiares. Assim, acontece na história As panquecas de Mama Panya, em que as personagens Mama Panya e Adika, seu filho, embora tenham bem pouco para si, resolvem compartilhar com os amigos o alimento daquele dia: panquecas. Solidariedade, generosidade e vida comunitária: estes são os temas deste livro. A história se passa no Quênia e mostra que, quando se pode contar com os amigos, os problemas se resolvem sem muita dificuldade. (trecho do Guia de leitura). O trabalho com este livro permite que o aluno tome consciência de ser solidário e de saber partilhar, facilitando uma primeira avaliação da importância de fazer o bem aos demais, e prepara o terreno para compreender o valor das ações solidárias que alguns adultos realizam e, para os cristãos, naturalmente, o próprio Jesus, que compartilhou sua vida e seu amor e nos ensinou a fazer o mesmo. ABERTURA DE CAPÍTULO 2º ANO TRABALHO INTEGRADO PERTO DE MIM, 2º ANO, UNIDADE 3, CAPÍTULO 1, PÁG

8 Coleção Perto de Mim Serviços educacionais Livro do professor CAPÍTULO 1 DEUS: CRIADOR E PAI O mundo é valioso Observe a fotografia e diga quais são os elementos da natureza que estão nela. Relacione A natureza é uma maravilha da Criação. As pessoas também são parte da Criação. Podemos sentir, aprender, amar e compartilhar. Como será Deus, que criou todas essas coisas e nos deu uma natureza tão maravilhosa? 1. Circule três palavras para dizer como é Deus para você. SOMOS MESTRES SM SEMPRE PERTO DE VOCÊ! Com o objetivo de apoiar o trabalho docente e incentivar a formação continuada do professor, o canal Somos Mestres oferece aos professores subsídios para sua formação, reflexão e aprofundamento de seus conhecimentos pedagógicos. 8 oito Assinale os elementos naturais que são necessários para podermos viver e explique o porquê. Perto de Mim 3º ano páginas 8 e 9 Os objetivos para o estudo do tema estão expressos no início do capítulo. O Livro do professor traz sugestões didáticas para todas as atividades propostas no Livro do aluno. ID/ES criador bom poderoso mãe bondoso generoso carinhoso pai misericordioso amigo 2. Leia o vocabulário. Depois, faça uma lista no caderno com exemplos de coisas que você vê todos os dias e que foram criadas por Deus. 3. Assinale V (verdadeiro) ou F (falso). Deus nos ama tanto que nos deu de presente Sua Criação. Deus fez muito bem apenas algumas coisas da natureza. As pessoas são parte da Criação de Deus. UNIDADE 1 DEUS, NOSSO Todos PAI, os homens E SUA PROMESSA e mulheres são filhos de Deus. DE SALVAÇÃO Lembre-se CAPÍTULO s n CAPÍTULO 1 1 DEUS: DEUS: CRIADOR CRIADOR E PAI E PAI p Deus nos criou à Sua própria imagem, nos fez PÁGINA Seus 8 N filhos e nos deu o mundo. Deus fez isso por Objetivos l Objetivos amor, e tudo o que Ele faz é perfeito. Avaliar a natureza As pessoas, e a existência porém, não das são pessoas perfeitas. como Sabe expres- o são do amor de Deus, que compartilha sua vida com seus que a Bíblia conta do primeiro homem e da filhos e os presenteia com a Criação para que vivam felizes. Abordar primeira a questão mulher? da imagem Eles eram de Deus amigos como de criador Deus, mas dos homens um e dia das fizeram mulheres, uma presenteando-os coisa errada. com Vamos a natureza: Deus, conhecer Criador e Pai. essa história? Sugestões didáticas Dar um breve tempo para que os alunos observem a fotografia em silêncio. Perguntar Deus a eles, criou em seguida, um mundo quais maravilhoso são elementos e nos da deu de presente para natureza cuidarmos mais necessários dele e sermos à vida e felizes por quê. como Seus filhos. Promover uma roda de conversa com os alunos em torno da questão: De que as pessoas vivem? Montar no quadro de giz um esquema com os elementos indicados pelas crianças. Terminar a reflexão acerca da Criação e de seus elementos com uma expressão de agradecimento, que pode ser manifestada individualmente pelos alunos por meio de uma frase dirigida ao elemento da natureza que tenham escolhido. Por exemplo: Obrigado, senhora árvore, por aliviar o calor com sua sombra. Sugestões complementares Realizar um concurso de criação. Dividir a turma em grupos; cada um deverá reproduzir com massinha de modelar um dos elementos originais da Criação. Expor as obras realizadas na sala de aula, enquanto cada aluno explica brevemente sua obra. Elaborar uma atividade em que os alunos recortem, de revistas ou jornais, imagens de elementos da natureza de que mais gostem. Devem colá-las no caderno e explicar por que consideram que são uma maravilha. PÁGINA 9 PÁGINA 9 Sugestões didáticas Ler Sugestões para os alunos didáticas o texto da seção Relacione e e depois per- guntar: Por que as pessoas são mais valiosas que uma paisagem? Qual é a originalidade das pessoas diante dos demais elementos da Criação? Ressaltar que, para os cristãos, tanta beleza manifesta a bondade de Deus Criador: Deus fez tudo bem para que as pessoas sejam felizes. Ler em voz alta os adjetivos que definem Deus no exercício 1 e pedir aos alunos que escolham os três de que mais gostam. Pedir aos alunos que citem oralmente outros adjetivos. Desenhar um grande círculo no quadro de giz, enquanto se lê o vocabulário do exercício 2. Os alunos escreverão em seus 6 Perto de Mim Livro do Professor 3º ano página 6 VOCABULÁRIO Criação: Conjunto de tudo o que existe e foi feito por Deus. cadernos coisas que Deus criou e, depois, as escreverão no círculo do quadro de giz para formarem um coletivo. O exercício 3 reforça a avaliação inicial. Com ele se comprova a memória em relação ao tema. A única frase falsa é a segunda: Deus fez muito bem apenas algumas coisas da natureza. É importante ressaltar que, se Deus criou o mundo por amor, Ele fez tudo bem. Na seção Lembre-se, tanto o texto quanto a imagem estabelecem a ponte entre os conteúdos anteriores e os que serão objeto de estudo. Neles recorda-se como é Deus e por que criou as pessoas e a natureza. Isso predispõe os alunos a avançar no estudo da história da amizade entre Deus e as pessoas. A formulação no fim da página é uma das chaves para a síntese do capítulo. Sugestões complementares Perguntar aos alunos: O que aconteceria se não existissem as árvores? Poderíamos viver sem o Sol, sem a água, sem os animais? Poderíamos viver sem comer? O que utilizaríamos da natureza para comer e crescer sadios? Pedir aos alunos que façam uma pequena redação sobre como seria um dia em que não tivéssemos, por exemplo, água. Apresentar algum vídeo que mostre aos alunos o valor da natureza e a importância de cuidar do meio ambiente. PÁGINAS 10 E 11 nove 9 Objetivos Trabalhar a compreensão do que a Bíblia diz a respeito dos primeiros seres humanos e de sua amizade com Deus. Com base no relato adaptado do Gênesis, que trata de Adão e Eva, sua desobediência a Deus e algumas das consequências disso, ressaltar o amor de Deus que, mesmo abandona- do pelos seres humanos, nunca os abandona. Disparadores Antes de observar as imagens, explorar os conhecimentos prévios A dos dalunos bsobre como, para os cristãos, Deus criou o Universo e todos os seres. É importante considerar que a Bíblia é um livro religioso, não científico, e, portanto, seu objetivo não é explicar a origem do Universo (aspecto de que se ocupa a ciência), mas afirmar que Deus é o único criador. Para apresentar essa afirmação de fé, a Bíblia usa relatos míticos, muito conhecidos na Antiguidade, e aplica ao Deus único o que, em outras culturas, se aplicava a diversos deuses. O importante, assim, é a mensagem religiosa que se depreende do relato; isto é, quem, e não como criou, e que a Criação de Deus é benfeita e boa. O relato proposto nas imagens é uma adaptação baseada nos capítulos 2 e 3 do Gênesis. Procurou-se evitar a informação de detalhes que, embora significativos, pudessem dificultar a compreensão dos alunos ou levantar questões que não vêm ao caso neste momento. Os aspectos ressaltados são: Deus criou o homem e a mulher à sua semelhança e como seus filhos; a felicidade de Adão e Eva está ligada à sua amizade com Deus; Deus fez tudo bem, mas Adão e Eva se distanciaram dele. Apesar disso, Deus não os abandonou; ao contrário, a Bíblia relata que Ele enviou um Salvador para a humanidade. Anatoliy Samara/Shuterstock/ID/BR Sugestões complementares contribuem para a ampliação do estudo do tema. Disparadores sugere abordagens para a sondagem dos conhecimentos prévios do aluno sobre o tema que será trabalhado. ASSESSORIA PEDAGÓGICA A Assessoria Pedagógica SM tem a função de apoiar a equipe de professores e coordenadores da escola no uso aprofundado de nossas obras, de acordo com a grade curricular e o planejamento da escola. Por meio de encontros presenciais ou a distância, oferece formação de implantação e aprimoramento do trabalho com nossos livros didáticos e de literatura infantojuvenil, além de palestras sobre temas atuais de estudo. Somos Mestres conta também com notícias e eventos sobre Educação, sugestões de práticas para a sala de aula, blog para debate e troca de experiências e ainda recursos específicos para coordenadores e diretores de escola. Formação de Professores e Palestras sobre áreas do conhecimento e temas específicos, além de projetos personalizados de acordo com a necessidade de cada escola. Acompanhamento da equipe docente durante a implantação e o uso das soluções educacionais SM - utilização de recursos do site e conteúdos digitais disponíveis. Apoio a distância a professores e equipe pedagógica da escola, o que abrange resolução de dúvidas e sugestões para diferentes abordagens do material. Orientação a projetos vinculados à literatura

9 Projeto EMAÚS Caminhada e encontro entre Educação e fé! Conheça o projeto Emaús: A caminhada da Educação com a religiosidade para o encontro das respostas para a vida. Caro aluno, junto com seu professor e seus colegas, nos quatro volumes do projeto Emaús, você vai percorrer o caminho da vida cristã a história da Salvação. (...) Você descobrirá que o cristianismo é uma proposta de vida que valoriza o ser humano e lhe abre horizontes infinitos para sua existência neste mundo. Cardeal Dom Odilo Scherer Arcebispo de São Paulo 3

10 Projeto EMAÚS Entenda como estão organizados os livros do projeto Emaús CAPÍTULO MÓDULOS FECHAMENTO DE CAPÍTULO Abertura de capítulo Traz informações sobre o tema que será trabalhado por meio de textos, imagens, gráficos, tabelas e outras fontes. Apresenta as seções Comente e relacione, O que queremos e Como faremos. Desenvolvimento do tema do capítulo a partir de textos e seções. Finalizam os capítulos a seção Resumo, que pode vir acompanhada das seções Para saber mais, Vocabulário ou Todos juntos, e a seção Atividades. Resumo Sintetiza em forma de esquema os conteúdos trabalhados no capítulo. Todos juntos Traz uma proposta de trabalho em grupo. Para saber mais Amplia as informações sobre o tema trabalhado no capítulo. Vocabulário Trabalha o significado de termos e expressões fundamentais para a compreensão dos conceitos. Atividades Retoma os conceitos estudados no capítulo, integrando os conteúdos de cada módulo. Emaús 7º ano página 33 Emaús 6º ano página 33 Emaús 6º ano página 85 Emaús 6º ano página 100 Emaús 6º ano página 26 Emaús 6º ano páginas 80 e 81 Proposta de trabalho Sugere uma atividade introdutória que possibilita ao aluno levantar as primeiras hipóteses a respeito do conteúdo que será estudado. Atividades Promove a aplicação dos conceitos trabalhados no módulo. Lembre-se Sintetiza alguma informação ou conceito que deve ser destacado. Para saber mais Traz informações complementares sobre o tema trabalhado no módulo. Emaús 7º ano página 16 Emaús 6º ano página

11 Projeto EMAÚS Abertura de capítulo Leitura de imagens, análise de dados e sondagem dos conhecimentos prévios sobre o tema. A seção Comente e relacione busca levar o aluno a estabelecer relações entre as imagens e outras informações presentes na página e, ao mesmo tempo, ativar os conhecimentos prévios sobre o tema que será abordado. Proposta de trabalho Construindo conceitos A seção Proposta de trabalho propõe a resolução de atividades iniciais, geralmente baseadas em textos bíblicos, que ajudam na compreensão dos conceitos que serão trabalhados. Emaús 6º ano páginas 18 e 19 As seções O que queremos e Como faremos antecipam os objetivos e descrevem a metodologia que será utilizada para o estudo. Emaús 6º ano página

12 Projeto EMAÚS Retomando conceitos Integrando habilidades Resumo COMEÇA UMA NOVA ERA 0 CAPÍTULO 6 O CRISTIANISMO: JESUS DE NAZARÉ CRISTIANISMO CONFUCIONISMO ATIVIDADES Muitos deuses Egito Creem em algo superior que é fonte de vida Salomão Davi Moisés Judaísmo Um só deus Crescente fértil Abraão Mesopotâmia TAOISMO Muitos deuses Faraó = deus Rei - sacerdotes XINTOÍSMO Ritos relacionados com a PROCRIAÇÃO E A MORTE PRIMEIRAS MANIFESTAÇÕES RELIGIOSAS BUDISMO Imigração dos ários Cidades desenvolvidas Muitos deuses VALE DO GANGES HINDUÍSMO VALE DO INDO Acreditam que há vida após a morte A seção Resumo organiza em forma de esquema os principais conteúdos trabalhados no capítulo, favorecendo uma visão geral dos conceitos que foram estudados. 1. Rabindranath Tagore ( ) nasceu e viveu em Calcutá, na Índia. Foi poeta, romancista, músico e dramaturgo. Foi o primeiro escritor não europeu a receber o Prêmio Nobel de Literatura, em O seguinte relato sugere algumas questões relacionadas com o tema abordado neste capítulo. Relacione o que você estudou com a exposição de Tagore. Você pode iniciar refletindo sobre as seguintes questões: Onde está Deus? Onde podemos buscá-lo? Onde o encontramos? Hoje Deus está excluído do mundo? Encontra-se marginalizado da vida? Está enclausurado nos templos? O santo Narottam Senhor, o santo Narottam nunca se digna vir a teu templo real disse o servo ao rei. Se fosses ao bosque do caminho, verias as pessoas atropelando- -se, como um enxame de abelhas ao redor de um lótus branco, para ouvi-lo cantar os louvores de Deus. E o templo, porém, está vazio; sem serviço o dourado tarro de mel! O rei, mortificado em seu coração, foi ao campo onde Narottam orava sentado na relva, e lhe disse: Pai, por que te sentas no pó do campo para pregar o amor de Deus, e não vais a meu templo com cúpula de ouro? Porque Deus não está no templo respondeu- -lhe Narottam. O rei, carrancudo, disse: Não sabes que foram gastas vinte milhões de moedas de ouro para construir essa maravilha consagrada com os mais caros rituais? Sim respondeu Narottam, sei. Foi naquele ano em que o fogo devastou teu povo e milhares de pobres vieram, em vão, pedir à tua porta. Dizia Deus: Miserável aquele que não pode dar casa a seus irmãos e quer construir a minha!. E Deus se foi com os desamparados, sob as árvores do caminho. Essa pompa de ouro que tu dizes não tem mais que o bafo quente do teu orgulho. Cheio de ira, o rei gritou: Vá embora de meu reino! O santo, tranquilo, respondeu-lhe: Sim, tu me desterras para onde desterraste meu Deus. R. Tagore, do livro A colheita. 2. Na página 66, você leu o texto do evangelista Lucas, em que Jesus promete a libertação dos presos, a visão aos cegos, as boas-novas aos pobres. Quais boas-novas você acha necessárias hoje em dia? Sob a orientação do professor, reúna-se em grupo com seus colegas. Elaborem um jornal de boas-novas para hoje. Propomos aqui um modelo. As atividades de final de capítulo propõem a aplicação dos conceitos que foram estudados por meio da comparação e da análise de textos ou de trabalhos em grupo. O Ganges é o rio sagrado dos indianos. Adorado e personificado como a deusa Ganga, centenas de pessoas do mundo inteiro viajam para depositar em suas águas cinzas de mortos ou recolher sua água sagrada em potes de cobre, a fim de celebrar rituais em casa. Para os indianos, o ato de tomar banho no Ganges purifica dos pecados. Ao amanhecer, grandes multidões aproximam-se das margens do Ganges para realizar suas purificações e render tributo aos deuses. A essas multidões, juntam-se pessoas que praticam ioga, levam oferendas, lavam roupa, vendem flores ou, simplesmente, fazem a barba. 88 PARA SABER MAIS Emaús 6º ano página 88 Brasil, 20 de setembro de Todos comemos Pela primeira vez na história da humanidade, a partir de segunda-feira nenhum ser humano passará fome. Finalmente se cumprirá aquilo que a humanidade deseja desde sua origem: em todos os lares haverá, a partir de segunda-feira, um prato de comida na mesa. A divisão equitativa dos recursos naturais permitiu que as regiões mais desfavorecidas tenham acesso assegurado à alimentação diária. Este acontecimento, festejado pelo mundo inteiro, coloca fim a séculos de fome, desigualdade e pobreza. HOJE, BOAS-NOVAS Monkey Business Images/Shutterstock/ID/BR UMA VACINA CONTRA A AIDS Depois de décadas de pesquisas, cientistas da Universidade de Nairóbi conseguiram produzir uma vacina eficiente contra o HIV. AMAZÔNIA REFLORESTADA Graças ao trabalho de grupos ambientalistas, toda a área desmatada da floresta Amazônica foi recuperada. 69 Emaús 6º ano página

13 Projeto EMAÚS Sumários 6º ANO 7º ANO 8º ANO 9º ANO Capítulo 1 O que é a religião?... 8 Capítulo 2 Para que serve a religião? Capítulo 3 As religiões no mundo Capítulo 4 Religiões do Extremo Oriente: hinduísmo e budismo Capítulo 5 Religiões históricas: judaísmo, cristianismo e islamismo Capítulo 6 O cristianismo: Jesus de Nazaré Capítulo 7 Jesus, vida e mensagem Capítulo 8 As religiões na história (I) Capítulo 9 As religiões na história (II) Capítulo 1 A Bíblia... 8 Capítulo 2 A mensagem do Antigo Testamento: Deus é criador e salvador Capítulo 3 Os evangelhos Capítulo 4 O lugar onde Jesus viveu Capítulo 5 A sociedade na época de Jesus Capítulo 6 Os relatos da infância de Jesus Capítulo 7 A vida pública de Jesus Capítulo 8 Morte e ressurreição de Jesus Capítulo 9 Seguir a Jesus Capítulo 1 O mundo dos primeiros cristãos... 8 Capítulo 2 O grupo dos seguidores de Jesus Capítulo 3 Pentecostes, o nascimento da Igreja Capítulo 4 A vida dos primeiros cristãos Capítulo 5 A expansão da Igreja Capítulo 6 A Igreja hoje Capítulo 7 Para que serve a Igreja Capítulo 8 A Igreja, povo de Deus Capítulo 9 A origem das celebrações cristãs Capítulo 1 A vida cristã... 8 Capítulo 2 A sociedade em que vivemos Capítulo 3 Decidir para encontrar a felicidade Capítulo 4 Responsáveis perante a vida Capítulo 5 A opção de vida Capítulo 6 Responsáveis perante a sociedade Capítulo 7 Uma vida feliz para sempre Capítulo 8 Trabalhar pela igualdade Capítulo 9 Comprometidos com os outros Capítulo 10 Deus Pai Capítulo 10 As celebrações da Igreja Capítulo 10 Os mundos deste mundo Capítulo 11 Somos todos irmãos Capítulo 11 A grandeza de ser cristão Capítulo 12 Um mundo ferido Capítulo 12 A dignidade da pessoa

14 Projeto EMAÚS Serviços educacionais Livro do professor Scott Stulberg/Corbis/Latinstock 8 1capítulo O que é religião? É fácil constatar que no mundo existem diferentes manifestações religiosas. O que será que caracteriza essas manifestações? O que elas têm em comum? Como podemos definir religião? Como podemos descrever os sentimentos de uma pessoa religiosa? O que diferencia as manifestações religiosas de outras manifestações humanas, como a arte ou a ciência? Para mim, a dimensão religiosa do ser humano deve-se ao fato de ele se dar conta de que é um ser inacabado. Por isso, busca sua plenitude, interpretando-a da maneira que achar melhor. Raimon Panikkar Raimon Panikkar foi um sacerdote espanhol da Igreja Católica Romana. Nasceu em Seu pai era indiano, e sua mãe, espanhola. Ordenou-se sacerdote em 1946 e passou a dedicar-se ao ensino, tendo lecionado em Roma e nos Estados Unidos; dedicou-se ao diálogo hindu-cristão. Ao deixar o magistério, foi viver nas montanhas da Catalunha, onde faleceu em Emaús 6º ano páginas 8 e 9 Orientações didáticas para todas as atividades propostas no Livro do aluno. Capítulo 1 O que é religião? (p. 8) me e tradições indígenas). Judeus, muçulmanos e budistas Capítulo 1 catolicismo, protestantismo, espiritismo e animismo (divididos em: candomblé, são minoria. umbanda, Os esoterismo, alunos podem santo dai- também fazer uma pesqui- Este primeiro capítulo tem como objetivos: O que é religião? (p. 8) Conhecer os principais elementos que caracterizam me uma e tradições indígenas). sa e listar Judeus, as religiões muçulmanos na lousa, e budistas por ordem de importância Este religião primeiro para capítulo tentar tem definir como objetivos: o que é religião. são minoria. Os alunos quanto podem ao número também fazer de fiéis. uma pesquisa e listar da as religiões na lousa, por ordem de importância Conhecer os principais elementos que caracterizam uma Diferenciar ações próprias da religião de ações próprias religião para tentar definir o que é religião. quanto ao número de fiéis. superstição, da magia e da idolatria. 1. Um encontro misterioso (p. 10 e 11) Diferenciar ações próprias da religião de ações próprias da superstição, Exercitar da a utilização magia e da idolatria. de um procedimento para analisar 1. Um as encontro Essa misterioso seção começa (p. com 10 e uma 11) introdução sobre a vida de Exercitar diferentes a utilização religiões. de um procedimento para analisar as Essa seção começa Moisés, com para uma facilitar introdução a sobre leitura a vida do de texto bíblico que aparece diferentes religiões. Moisés, para facilitar a leitura id do D texto dbíblico d dque aparece fil d l em seguida. Dependendo do perfil dos alunos, somente este Atividades iniciais texto não será suficiente. A aula Atividades pode id ser iniciada d com iniciais um i ibrainstorming i depois da leitura da frase de Raimon Panikkar e da observação das fo- tografias. É importante apresentar a Bíblia para os alunos. Lembre-se de que pode ser o primeiro contato de muitos com o livro. Trabalha-se de forma mais detalhada a história da formação Em seguida vem o gráfico. Ele pode servir de base para da Bíblia no primeiro capítulo do segundo livro desta coleção, uma pesquisa semelhante entre os alunos. Além disso, eles porém é adequado, neste momento do aprendizado, fornecer podem ser incentivados a fazer esta pesquisa em casa e depois expor o resultado para o grupo, comparando o resultado uma visão geral do conjunto de livros bíblicos. Como in- formação básica, deve-se situar o livro do Êxodo e comentar geral da classe com o do livro. sobre o Antigo Testamento. Essa explicação, unida à apresen- Comente e relacione (p. 9) tação da figura de Moisés, pode ser feita a partir de vídeos Como Comente o título diz, o objetivo e relacione da atividade é (p. despertar 9) o (disponíveis na internet), desenhos animados ou filmes (por interesse dos alunos pelo tema da religião mediante uma conversa. Neste momento, o importante é estimular os alunos a 1956). A partir da utilização de meios audiovisuais para este exemplo: Os dez mandamentos, de Cecil B. DeMille, EUA, manifestar seus conhecimentos prévios. éi fim, pode-se facilitar a compreensão do aluno tanto da parte histórica (como era a vida naquela época) quanto do texto Assim, quanto às questões: bíblico. A localização geográfica dos fatos também é importante. Os alunos precisam conhecer a localização dos lugares Façam uma relação de todas as religiões que vocês conhecem. Estimule os alunos a dizer o nome de outras religiões citados no texto. Para isso, seria interessante o uso de mapas de que ouviram falar, que conheceram na internet, de que (algumas Bíblias vêm com anexos cartográficos, que podem viram algum templo, de pessoas conhecidas que as praticam. ser facilmente encontrados na internet). Uma articulação com as aulas de História e Geografia pode enriquecer o conteúdo Procurem descrever as características comuns dessas do capítulo. religiões. Também em relação a essa questão os alunos Também é importante explicar como encontrar os capítulos e versículos. Isso pode ser feito como atividade prévia, em podem manifestar o que pensam. As opiniões podem ser escritas na lousa, em colunas, sob o nome de cada religião. forma de jogo, em que os alunos localizam alguns versículos Os principais elementos comuns que podem ser destacados são: oração; existência de templos; rituais, como mis- los escolhidos por eles. selecionados; ou pedem aos demais que encontrem versícusa; cerimônias em homenagens aos mortos; respeito aos Como trabalhar o texto bíblico na sala de aula outros; compaixão; dar esmola; fazer caridade. de. Que diferença vocês acham que existe entre religião e su- O objetivo é familiarizar os alunos com os textos perstição? Na p. 14 será apresentada a diferença ença entre religião e superstição. Neste momento, trata-se de trabalhar da religião católica. Porém, deve-se levar sempre em bíblicos, que constituem elementos fundamentais os conhecimentos intuitivos e prévios dos alunos. Orienteconta a heterogeneidade dos grupos escolares, seu -os a pesquisar em dicionários, enciclopédias e livros sobre grau de maturidade e interesse pelo tema. A solução essa diferença. As respostas podem ser anotadas na lousa, deste problema exige sensibilidade por parte do educador. Uma maneira de atrair a atenção dos alunos é em duas colunas. Tentem elaborar uma definição para religião. A definição de religião deve ser dada pelo aluno de maneira las. Por exemplo: em alguns casos, os alunos podem diversificar a forma de tratar o texto bíblico nas au- pessoal; é importante que ele(a) redija com suas próprias palavras uma frase clara e objetiva. É interessante sentar um resumo oral sobre o tema lido; os textos ler em voz alta; em outros, individualmente, e apre- deixar que cada aluno se expresse livremente e, a partir podem ser lidos também em forma alternada, em que dessas definições, chegar a uma reflexão comum, que cada aluno lê um versículo; pode-se também apresentar os textos usando meios audiovisuais ou textos pode ser anotada na lousa. Quais são as principais religiões presentes no Brasil? As adaptados para o público infantojuvenil. principais religiões, de acordo com o Censo de 2010, são: Emaús Livro do professor 6º ano página 7 catolicismo, protestantismo, espiritismo e animismo (divididos em: candomblé, umbanda, esoterismo, santo dai- Como trabalhar o texto bíblico na sala de aula 7 Os objetivos para o estudo do tema estão expressos no início do capítulo. Dicas e sugestões para o trabalho em sala de aula. SOMOS MESTRES ASSESSORIA PEDAGÓGICA SM SEMPRE PERTO DE VOCÊ! A Assessoria Pedagógica SM tem a função de apoiar a equipe de professores e coordenadores da escola no uso aprofundado de nossas obras, de acordo com a grade curricular e o planejamento da escola. Por meio de encontros presenciais ou a distância, oferece formação de implantação e aprimoramento do trabalho com nossos livros didáticos e de literatura infantojuvenil, além de palestras sobre temas atuais de estudo. Com o objetivo de apoiar o trabalho docente e incentivar a formação continuada do professor, o canal Somos Mestres oferece aos professores subsídios para sua formação, reflexão e aprofundamento de seus conhecimentos pedagógicos. Somos Mestres conta também com notícias e eventos sobre Educação, sugestões de práticas para a sala de aula, blog para debate e troca de experiências, e ainda recursos específicos para coordenadores e diretores de escola. Formação de Professores e Palestras sobre áreas do conhecimento e temas específicos, além de projetos personalizados de acordo com a necessidade de cada escola. Acompanhamento da equipe docente durante a implantação e o uso das soluções educacionais SM - utilização de recursos do site e conteúdos digitais disponíveis Apoio a distância a professores e equipe pedagógica da escola, o que abrange resolução de dúvidas e sugestões para diferentes abordagens do material. Orientação a projetos vinculados à literatura

15 >> EDUCAÇÃO INFANTIL Oferece à criança um material que permite brincadeira, interação e novas descobertas do mundo >> ENSINO FUNDAMENTAL I 1º AO 5º ANO Desenvolve autonomia, cidadania, imaginação e habilidades necessárias para a formação do aluno. Propostas pedagógicas que promovem a Educação em valores NOVA EDIÇÃO INGLÊS ESPANHOL ENSINO RELIGIOSO >> ENSINO FUNDAMENTAL II 6º AO 9º ANO Contribui com a formação integral do aluno, para torná-lo um cidadão participativo e autônomo. >> ENSINO MÉDIO Contribui para o pleno exercício da cidadania, autonomia, reflexão e aplicação dos conceitos científicos. LANÇAMENTO ENSINO RELIGIOSO Escritórios comerciais, distribuidores e revendedores Alagoas Pará (82) (91) Bahia e Sergipe Paraíba e Pernambuco (71) (81) Ceará Paraná e Santa Catarina (85) Distrito Federal, Goiás, Mato Divulgação: (41) Grosso, Mato Grosso do Sul e Vendas: (41) Tocantins Piauí (86) Rio de Janeiro (62) / (21) Espírito Santo e Minas Gerais Rio Grande do Norte (31) / (84) Rio Grande do Sul Manaus Divulgação: (51) (92) Vendas: (51) Maranhão São Paulo (98) (11) Professor, entre em contato com nosso representante na sua região: NOVA EDIÇÃO SERIADO VOLUME ÚNICO LANÇAMENTO LANÇAMENTO CADERNOS DE REVISÃO INGLÊS LANÇAMENTO ESPANHOL CADERNOS DE COMPETÊNCIA ESPANHOL SM Brasil ATENDIMENTO Tel.: facebook.com/edicoessm educavalores.edicoessm.com.br

Educação infantil EdiçõEs sm Projeto Educativo sm Educativo Ensino Fundamental i 1º ao 5º ano vida es da América Eir Sabor ação é Eix

Educação infantil EdiçõEs sm Projeto Educativo sm Educativo Ensino Fundamental i 1º ao 5º ano vida es da América Eir Sabor ação é Eix PROjEtO Educativo sm A FunDAçãO SM e o Projeto Educativo sm ilustração do livro Sabores da América ArG MEx CoL dom Pri PEr CHL BrA EsP Países onde a Fundação sm e a sm atuam: Argentina, Brasil, Chile,

Leia mais

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver A série Sagrado é composta por programas que, através de um recorte históricocultural, destacam diferentes pontos de vista das tradições religiosas. Dez representantes religiosos respondem aos questionamentos

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

O projeto será aplicado em turmas da 3ª série do ensino fundamental, na faixa etária entre 8 e 9 anos.

O projeto será aplicado em turmas da 3ª série do ensino fundamental, na faixa etária entre 8 e 9 anos. 1 TEMA Símbolos religiosos lembranças de uma história 2 SÉRIE 3ª série ou 1ª etapa do ciclo II 3 ALUNO Simone do Rocio Sueke simonesueke@yahoo.com.br 4 OBJETIVOS Perceber a existência de diferentes símbolos

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos como ferramentas necessárias. Abertura de unidade Aprender

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO CHAMADO POR DEUS. Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP

CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO CHAMADO POR DEUS. Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO A HISTÓRIA DE UM POVO CHAMADO POR DEUS Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP APRESENTAÇÃO Vocês têm em suas mãos o Curso de Bíblia. Este curso já tem sua

Leia mais

Considerações sobre o Evangelho de João

Considerações sobre o Evangelho de João 1 Considerações sobre o Evangelho de João. O Evangelho de João nasceu do anúncio vivo, da memória de homens e mulheres que guardavam e transmitiam os ensinamentos transmitidos por Jesus.. O chão = vida

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Diácono Admilson Pereira

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Diácono Admilson Pereira PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA PÁROCO: Côn. Egídio de Carvalho Neto Elaboração: Pereira É o tempo que marca as datas dos acontecimentos da História da Salvação. É a manifestação de Deus em nosso tempo

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai Cláudio Ribeiro Objetivos Avaliar a doutrina de Trindade suas raízes, premissas fundamentais, ênfases e mudanças no contexto global da história da Igreja e as

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública.

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. No BATISMO DE JESUS, no Rio Jordão, revela-se o Filho amado de Deus,

Leia mais

Unidade 6 Unidade 5 Unidade 4 Unidade 3 Unidade 2 Unidade 1

Unidade 6 Unidade 5 Unidade 4 Unidade 3 Unidade 2 Unidade 1 Unidade 6 Unidade 5 Unidade 4 Unidade 3 Unidade 2 Unidade 1 O nascimento de Jesus me ajuda a louvar Jesus foi criança igual a mim Jesus me convida a segui-lo suas atitudes As histórias de m a segui-lo

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

Projetos. Outubro 2012

Projetos. Outubro 2012 Projetos Outubro 2012 Assunto de gente grande para gente pequena. No mês de outubro os brasileiros foram às urnas para eleger prefeitos e vereadores e a Turma da Lagoa não poderia ficar fora deste grande

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

Lição 1. Lição 2. Lição 5

Lição 1. Lição 2. Lição 5 Caro responsável, O tema desta revista O Livro de Deus trata especificamente da Bíblia, enfatizando às crianças que ela é a Palavra de Deus, onde Ele nos conta sobre si mesmo e nos diz como devemos viver

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Primeiros Passos na Vida Cristã

Primeiros Passos na Vida Cristã IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA D I S C I P U L A D O Primeiros Passos na Vida Cristã C a p í t u l o ADEUS 1À VIDA VELHA Discipulador: / / No Culto... APÓS O Culto... Agora você é um nascido

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...!

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! Quem procura acha. Módulo 2 Etapa 3 Nem sempre acha o

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati ESCOLA VICENTINA SÃO VICENTE DE PAULO Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati Paranavaí / / 6º ANO TRADIÇÕES RELIGIOSAS TEXTOS SAGRADOS Se as religiões estão para humanizar

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO DE NATAL 2013 ADORAÇÃO Prelúdio HE 21 Dirigente: Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, entrou na casa de Zacarias e saudou

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

Amigas por um. Sonho

Amigas por um. Sonho Amigas por um Sonho Área Transmitir ÁREA TRANSMITIR por Mter Claudia Yañez O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração,

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ O BATISMO DO SENHOR JESUS CRISTO E O COMEÇO DE SEU MINIST ÉRIO Volume 03 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 5) VAMOS BRINCAR DE FORCA? Marque com um x na letra

Leia mais

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ AMAI-VOS Domingo passado, ao celebrar o tema da misericórdia, tive a oportunidade de estar com milhares de pessoas tanto na Catedral Metropolitana como no anúncio e instalação do Santuário da Misericórdia,

Leia mais

BÍBLIA, PALAVRA DE DEUS EM PALAVRA HUMANA

BÍBLIA, PALAVRA DE DEUS EM PALAVRA HUMANA BÍBLIA, PALAVRA DE DEUS EM PALAVRA HUMANA 1 - Palavra de Deus testemunhada no AT e no NT. A Bíblia testemunha a Palavra de Deus que chegou ao povo de Israel formando o Antigo Testamento; é Palavra de Deus

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Os Mandamentos da Igreja

Os Mandamentos da Igreja Os Mandamentos da Igreja Por Marcelo Rodolfo da Costa Os mandamentos da Igreja situam-se na linha de uma vida moral ligada à vida litúrgica e que dela se alimenta CIC 2041 Os Mandamentos da Igreja tem

Leia mais

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista.

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Lição 11 A DOUTRINA DO BATISMO NAS ÁGUAS Por: Pr Valdimário Santos O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Em Mateus 3.1,2 notamos que a mensagem

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária ocê é convidado a iniciar uma experiência de oração. Às vezes pensamos que o dia-a-dia com seus ruídos, suas preocupações e sua correria não é lugar apropriado para levantar nosso

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

segunda-feira, 20 de agosto de 12

segunda-feira, 20 de agosto de 12 o perigo: abordagens contemporâneas (remakes) Sempre e sempre, de novo, a figura de Jesus tem sido terrivelmente amputada a fim de adaptar-se ao gosto de cada geração. Durante toda a história da igreja

Leia mais

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória,

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória, Livro 1 página 57 Lição Oito O Culto a Deus Que É Culto? O culto é o ato de reconhecer a Deus por quem Ele é. Inclui uma atitude de reverência, devoção e adoração da parte da pessoa que pensa acerca de

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante.

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante. Aula 25 Creio na Igreja Católica.1 Frei Hipólito Martendal, OFM. 1. Leitura de At 2, 1-15. Ler e explicar... Dia de Pentecostes (=Quinquagésima) é o 50º dia depois da Páscoa. Os judeus celebravam a Aliança

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DISCIPLINA: UNIDADE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PLANIFICAÇÃO ANUAL - ANO LETIVO: 2015-2016 1 A PESSOA HUMANA EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria

A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria Ano Novo 2013 Carta Pastoral do Bispo D. Paulo Otsuka Yoshinao Diocese de Kyoto A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria Fiquem sempre alegres no Senhor! Fl.4,4. O maior presente do cristianismo é

Leia mais

LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B

LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B Hno. Ricardo Grzona, frp Tradução: Adriano Israel (PASCOM/Ceará-Mirim-RN) PRIMEIRA LEITURA: Isaías 55, 1-11 Salmo Responsorial: Salmo Lemos Isaías 12, 2-6

Leia mais

Criando filhos Edificação da Família 1. Primeira Lição O PLANO DE DEUS

Criando filhos Edificação da Família 1. Primeira Lição O PLANO DE DEUS Criando filhos Edificação da Família 1 Primeira Lição O PLANO DE DEUS ENSINA O TEU FILHO "Ensina o teu filho no caminho em que deve andar, e até quando for velho não se desviará dele" - PV 22.6 E estas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLNAR: EMRC PLANIFICAÇÕES 8º Ano ANO 2008/2009 1/7

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLNAR: EMRC PLANIFICAÇÕES 8º Ano ANO 2008/2009 1/7 8º Ano ANO 2008/2009 1/7 Módulo 1- O GOSTO PELA AVENTURA Tema 1 - A atracção ao desconhecido Experiência de aventuro. (Situações que exprimem experiências de aventura como a condução de veículos, iniciação

Leia mais

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus S. José modelo e protector de todos os pais materialdecatequese.webnode.pt 1 A terra de José (Mapa) O seu país era a Palestina e a aldeia onde morava chamava-se

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA Introdução: A devoção à Sagrada Família alcançou grande popularidade no século XVII, propagando-se rapidamente não só na Europa, mas também nos países da América. A festa, instituída

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 ORAÇÃO DE ABERTURA CANTO (REPOUSAR EM TI) Música de Tânia Pelegrino baseada na obra Confissões, de

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

Grupo de Evangelismo. Igreja Vida em Cristo

Grupo de Evangelismo. Igreja Vida em Cristo 1 GE Grupo de Evangelismo Igreja Vida em Cristo 2 GE Grupo de Evangelismo Índice Apresentação... 3 Introdução ao GE (Grupo de Evangelismo)... 4 Primeira semana... 5 Segunda semana... 6 Terceira semana...

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA SAGRADA Nº 8 - Mar/15 PRESTA atenção RELIGIÃO! BÍBLIA Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! vai tratar de um assunto muito importante: Religião. A fé é uma questão muito pessoal e cada

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

O Movimento de Jesus

O Movimento de Jesus O Movimento de Jesus Tudo começou na Galiléia Quando Jesus começou a percorrer a Palestina, indo das aldeias às cidades, anunciando a Boa Nova do Evangelho, o povo trabalhador ia atrás dele. A fama de

Leia mais

BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO

BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 10. O ENSINAMENTO SOBRE JESUS Pouco tempo depois, ajuntou-se outra vez uma grande multidão. Como eles não tinham nada para comer, Jesus chamou os discípulos

Leia mais

FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS ESQUEMA DO ANO LITÚRGICO

FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS ESQUEMA DO ANO LITÚRGICO CEP 12.209621 FORMAÇÃO DOS CATEQUISTAS ESQUEMA DO ANO LITÚRGICO O ano litúrgico, o que é? Qual a diferença do ano civil para o ano litúrgico? A importância do ano litúrgico na vida do cristão. É o tempo

Leia mais

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós!

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA 03 de maio de 2015 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! Leituras: Atos 9, 26-31; Salmo 22; Primeira Carta de João 3, 18-24; João 15, 1-8. COR LITÚRGICA: BRANCA

Leia mais

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da O Pentateuco A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da humanidade, do povo escolhido. As histórias

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

O Antigo Testamento Deus mostra-se no Antigo Testamento como Aquele que criou o mundo por amor e permanece fiel ao ser humano, mesmo que este, pelo

O Antigo Testamento Deus mostra-se no Antigo Testamento como Aquele que criou o mundo por amor e permanece fiel ao ser humano, mesmo que este, pelo A missão na Bíblia A Bíblia No Antigo Testamento, a Missão é o convite para que o povo se purifique da idolatria e da magia e caminhe junto de Deus. No Novo Testamento, a Missão é envio aos confins do

Leia mais

QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS A FAMÍLIA, A IGREJA. QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS OS AMIGOS, AS AMIGAS. OS PASTORES, AS PASTORAS, PROFESSORES,

QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS A FAMÍLIA, A IGREJA. QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS OS AMIGOS, AS AMIGAS. OS PASTORES, AS PASTORAS, PROFESSORES, QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS A FAMÍLIA, A IGREJA. QUERIDO DEUS, TE AGRADECEMOS OS AMIGOS, AS AMIGAS. OS PASTORES, AS PASTORAS, PROFESSORES, PROFESSORAS. EM NOME DE JESUS, EM NOME DE JESUS, EM NOME DE JESUS.

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

Versículo para memorizar: Deus ama quem dá com alegria (2 Coríntios 9:7)

Versículo para memorizar: Deus ama quem dá com alegria (2 Coríntios 9:7) A ALEGRIA DE OFERTAR A lição a seguir é relato de um fato ocorrido durante a Campanha de Missões de Setembro /2001. O objetivo principal é desenvolver nas crianças o amor pela contribuição na obra missionária.

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém,

Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém, Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém, lá permanecendo até, pelo menos, pouco depois de Pentecostes.

Leia mais

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas Aprendendo com Jesus Apresentação É com a maior confiança na compreensão e aceitação dos nossos queridos catequistas que levo a público

Leia mais