INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR A IMPORTÂNCIA CULTURAL DA FEIRA LIVRE DE QUEIMADOS/RJ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR A IMPORTÂNCIA CULTURAL DA FEIRA LIVRE DE QUEIMADOS/RJ"

Transcrição

1 INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR A IMPORTÂNCIA CULTURAL DA FEIRA LIVRE DE QUEIMADOS/RJ Camila FERNANDES; Daiala SALTORIS; Filipe EMANUEL; Flávia SOUZA; Liziane NEVES RESUMO O presente trabalho tem o objetivo de explicitar a importância cultural da feira livre de Queimados para a população do município. Para a construção desse trabalho foram utilizados os seguintes recursos metodológicos: levantamentos e leituras bibliográficas, visitas ao local, registros fotográficos, gravação de relatos dos feirantes, aplicação de questionário com os feirantes e as pessoas que frequentam a feira como consumidores, visando compreender o olhar das pessoas que desfrutam da feira e quanto a sua importância para a preservação dos costumes locais. Assim, conclui-se que a feira tem grande importância para a preservação cultural, pois já se configura como um hábito para grande parte da população que reproduz a forma de viver daquelas pessoas no espaço de formação da feira.

2 Palavras- chave: Feira-Livre, Resistência, Cultura.

3 1. INTRODUÇÃO Historicamente as feiras livres se oficializam a partir da idade média, pela prática de venda de excedente de produção dos feudos. Com a revolução comercial do século XI, o surgimento de novas formas de comércio garantiu as feiras livres o lugar onde as classes mais pobres vendiam e consumiam os produtos alimentícios. No Brasil, as feiras estão presentes desde os tempos da colonização como principal forma de comercialização da colônia. Na modernidade, as feiras livres nas cidades pequenas do Brasil muitas vezes representam a única forma de comércio dessas localidades. Contudo, estas por muitas vezes tem a função de preservar e perpetuar a cultura local, além de servir como entretenimento e garantir o suprimento alimentar da população. A feira livre do município de Queimados, localizada na Baixada Fluminense no estado do Rio de Janeiro, possui poucos registros históricos oficiais. Todas as informações apresentadas foram adquiridas através de relatos de moradores, que apontam que esta existe desde a década de 50, formada inicialmente por pequenos comerciantes locais que visavam suprir as demandas comerciais ainda pouco atendidas na localidade. Nesta época, prevalecia a venda de gêneros alimentícios de produção agrícola e avicultura familiar vinda de bairros do entorno, como Jaceruba e Rio d ouro. Ao olhar a história da feira livre de Queimados, podemos entender como espaço de luta e resistência popular devido às diversas ameaças de encerramento das atividades da feira e as constantes remoções e trocas de endereço. O primeiro local de que se tem notícia da localização da feira é na Rua José Maria Coelho (conhecida até hoje pelos moradores mais antigos como rua da feirinha ), mas por motivos desconhecidos (provavelmente pressão dos comerciantes formais da área) foi mudada para Rua Elói Teixeira, entre a Praça dos Eucaliptos e a Estação de trem do município. Com a desculpa de que era necessária a modernização do centro do município através de um plano de obras nas quais era prevista o asfaltamento da Rua Elói Teixeira. A feira foi removida e transferida para a Avenida dos

4 Inconfidentes. Por pressões populares ligadas fortemente à questão de comodidade de hábito, tanto por parte dos comerciantes quanto dos consumidores, a feira livre de Queimados volta à Rua Elói Teixeira. Devido problemas no trânsito, a feira foi transferida para a Avenida do Tinguá, que fica no centro do município. Hoje, a quase 60 anos depois, a feira ainda resiste e se reinventa a cada dia, inserindo novas categorias de produtos, como CDs, roupas e produtos industrializados. 2. ANÁLISE DOS RESULTADOS A feira do município de Queimados acontece todos os domingos aproximadamente das 5h até 15h. Atualmente, ela possui em média 200 barracas, porém não possui nenhum registro oficial podendo ter alteração nesse número. As barracas foram contabilizadas até às 7h do dia 02/02/2014, e categorizadas da seguinte forma:

5 Carnes em geral 9 Alimentação 20 Hortifrúti 55 Perfumaria 3 Confecção em geral 24 Grãos 3 Miudezas em Geral 14 Entretenimento 9 Animais de estimação 4 Equipamentos eletrônicos 7 Itens de bazar 44 Outros 10 A feira de Queimados é considerada livre pelos feirantes pelo fato de não possuir nenhum tipo de licença para o exercício da atividade, assim a comercialização dos produtos pode acontecer de forma livre sem nenhum tipo de restrição na categoria de produtos vendidos pelos feirantes. Deste modo, se justifica a diversidade de produtos vendidos, que em muitos casos não segue o padrão comercial hegemônico, possibilitando a apresentação de outras formas de concepção de comércio (barganha, xepa, rolo). Em contraponto a essa liberdade, é verificável certo ar de descaso pelas autoridades públicas locais, visto que estas não garantem condições boas para o bom funcionamento da feira, fazendo com que muitos consumidores não acreditem na qualidade do produto consumido. Este descaso é devido ao simples fato de essa não regulamentação do comércio informal de certa forma não gera diretamente receita para a prefeitura, não dá retorno diretamente, logo não é vista como área de interesse de investimentos do setor

6 público e acaba por sofrer com o descaso. Vale ressaltar que um dos motivos para a primeira remoção da feira livre de Queimados, da Rua José Maria Coelho para a Rua Elói Teixeira que foi graças a pedido dos comerciantes locais que, na onda de modernização do município, se viam prejudicado pela presença dos feirantes ali, e foram favorecidos pelo poder público justamente por dar retorno em forma de receita para o município. Contudo, a regulamentação dos feirantes tiraria a característica fundamental da feira de Queimados, que é a liberdade de se vender aquilo que se deseja da maneira que se quer. Foi observado que muitos feirantes apenas estendem uma lona no chão e vendem produtos reutilizados. Relatos afirmam que alguns produtos são tirados do lixo, limpados e colocados à venda. Nestes casos, não são gêneros alimentícios, mas ferramentas, eletrônicos usados e materiais usados na construção. A venda de produtos impróprios para o consumo humano é vista com maus olhos e reprovação pelos feirantes. A questão que envolve uma possível regulamentação é se essas formas de comércio, muitas vezes irregular como é o caso da barraca de CDs piratas, encontraria espaço dentro de uma organização formal. Muito da produção cultural popular e independente dos círculos da indústria fonográfica formal (principalmente da cultura da periferia e cultura nordestina) só encontra espaço nesta formas de comércio, que ao desburocratizar o acesso à mercadoria facilita a distribuição deste material para o público. Muitas vezes a disponibilização deste material é feita pelos próprios artistas. O rapper Emicida, em entrevista se diz favorável a esse tipo de comércio. Em suas palavras: A pirataria é nossa foice, a ferramenta pra lutar contra a forma incorreta da distribuição musical no país. Nossas músicas chegam até as pessoas através desse mercado negro, seja ele físico ou virtual. No meu caso, foi fundamental. Na época em que vivemos, não tem sentido sair por ai cantando piolho de quem coloca meus vídeos e discos na internet ou vende em barraquinha. Quero mais é ser pirateado mesmo. Diversos outros artistas, como Gaby Amarantos, MrCatra e Criolo paradoxalmente se dizem favorecidos pela venda pirata de seus cd's. Como isso pode acontecer? A própria

7 Gaby Amarantos explica: "Para mim, não importa o disco vender na loja, mas o cara colocar minhas músicas para tocar. Isso gera shows". Ou seja, se por um lado os artistas poderiam sair prejudicados nas vendagens de seus cd's, por outro ganham publico em seus shows e reconhecimento popular de seu trabalho, e reconhecimento do trabalho não tem preço monetário. É algo que muitos artistas lutam, mas mesmo com uma boa produção ás vezes não conseguem. A feira-livre de Queimados cumpriria seu papel, neste caso, sendo vitrine para a produção local ou dos locais, mesmo estes representando a cultura de longe que não encontra lugar no mercado formal de música. Estão ali representados, junto aos representantes dos ciclos superiores do mercado fonográfico, os funkeiros locais, o samba local, o forró local, tanto na venda de cds, quanto nas manifestações propriamente ditas como nas rodas de samba e apresentações de forró na feira-livre. 3. IMPORTÂNCIA DA FEIRA LIVRE DE QUEIMADOS NO ÂMBITO CULTURAL PARA A POPULAÇÃO. O gráfico abaixo mostra o resultado da análise de uma das perguntas da entrevista realizada na feira livre de Queimados, onde mostra que um dos principais fatores de atração da feira é a variedade de produtos encontrados. Porém, a confiança no feirante e a qualidade no produto não são alternativas atrativas para a população.

8 Consumidores A feira livre de Queimados, como qualquer outra feira, representa a modalidade varejista ao ar livre, de período semanal, voltada para a comercialização de diferentes gêneros alimentícios e produtos variados. Como por exemplo, produtos de higiene. Até nos dias atuais, a feira livre de Queimados desempenha um importante papel, não só no abastecimento urbano, provendo aos mais pobres um lugar democrático de compra e venda de seus produtos, isentos da burocrática ação do sistema econômico vigente, como na construção cultural da cidade, através das práticas culturais de resistência ao modelo hegemônico de pensar, fazer produzir cultura, como já explicitado anteriormente, com o exemplo da produção fonográfica local. Assim, podemos entender sobre o cultural, segundo Claval (2007, p.63) a soma dos comportamentos, dos saberes, das técnicas, dos conhecimentos e dos valores acumulados pelos indivíduos durante suas vidas e, em outra escala, pelo conjunto dos grupos de que fazem parte. Logo, a partir do conceito supracitado, entende-se que as representações culturais manifestadas naquele espaço se dão pelos valores e comportamentos que influenciam na formação sócio espacial da feira. A análise da percepção dos consumidores e feirantes ocorreu logo após a aplicação do questionário, onde todos mostraram suas opiniões e julgavam o que considerava

9 importante culturalmente de acordo com o local estudado. As entrevistas ocorreram no mês de fevereiro em um único dia: domingo, pois é o único dia em que a feira se instala. Foram realizadas oito (8) perguntas para os consumidores e doze (12) para os feirantes. Sendo feita para os dois qual seria a importância cultural da feira livre de Queimados. A seguir, alguns discursos importantes que foram obtidos de acordo com os consumidores: Pobre tem que ter feira. Nem tudo o pobre tem dinheiro pra comprar no shopping. Não precisa sair do município para ter acesso aos produtos. Já virou tradição de Queimados. A feira junta os moradores, comerciantes e população. É um ponto de referência. Porque todo domingo colocamos a geladeira em dia. E alguns discursos importantes obtidos pelos feirantes: Feira é vida dentro do município. Se encontra pessoas ao transitar pela feira. É um polo comercial. (Feirante de miudezas) Feira está acabando (Feirante de perfumaria) As pessoas precisam ganhar um dinheiro extra (acabei de criar um filho na feira) (Feirante de roupas ou bazar) Muito importante, pois faz parte do sustento familiar. (Feirante de verdura) Muito freguês. (Feirante de carne) 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

10 Diante das diversas visões apresentadas nos questionários e nas abordagens apresentadas, podemos ver na feira-livre uma referencia de resistência cultural dos modos de fazer e de ser da cultura popular, através de vários segmentos, como o da música e da alimentação, por exemplo, que trazem em si fortes marcas culturais de segmentos menos favorecidos da sociedade e encontram na feira seu lugar de manifestação. Assim como também vemos a questão da feira representar para muitos dos entrevistados um lugar, devido à ideia do encontro e da tradicionalização do ato de ir à feira. Pelo viés econômico, vemos na feira-livre uma alternativa ao modelo hegemônico de fazer comércio, que pela sua própria simplicidade e falta de burocracias são responsáveis por inserir os mais pobres dentro da economia, seja vendendo, seja comprando. Cabe ressaltar ainda que, para muitos a feira por ter preços mais acessíveis é a única opção para comprar itens de necessidade básica. Através divulgação causada pela venda de CDs e DVDs piratas, é vista como vitrine para os que querem ganhar a vida com sua arte, mas não se encaixam no padrão comercial da indústria fonográfica, o chamado Mainstrea. É lugar de disputa, de encontro, de ver amigos, de saber sobre coisas, de aprender. Lugar onde o saber e a cultura popular se mantém vivas, mesmo com o passar dos anos e com as mudanças diárias dos modos de se fazer e manifestar a cultura. Tudo isso, faz da feira um território marcado pela diversidade e pelos contrastes sejam eles sociais, culturais ou econômicos. BIBLIOGRAFIA CLAVAL, Paul."A volta do cultural" na geografia. Mercator - Revista de Geografia da UFC, ano 01, número 01, Disponivel em: <http://www.mercator.ufc.br/index.php/mercator/article/viewfile/192/158>. Acessado em 10/02/2014 às 23:00h. CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Florianópolis ª edição da UFSC.

11 TOZI, Fábio. Meio técnico, tenologia e tecnobrega: A cidade e a pirataria como possibilidades. Revista Tamoios, v.6, n.2, Disponivel em <http://www.epublicacoes.uerj.br/index.php/tamoios/article/view/1415/3000>. Acessado em: 07/02/2014 às 15:00h. SILVA, G. H. de Abreu; MARTINS, J. M. Batista. A história oral como conhecimento aplicado na pesquisa em geografia cultural. Disponivel em: <http://www.neer.com.br/anais/neer2/trabalhos_neer/ordemalfabetica/microsoft%20 Word%20-%20GustavoHenriqueAbreuSilva.ED3IV.pdf>. Acessado em 10/02/2014 às 22:00h.

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Perfil do Consumidor Brasileiro Brasileiros barganham e esperam promoções para adquirir bens de maior valor 64% Esperam por promoções para ir às compras

Leia mais

Tema: 25 anos da Rádio Santa Cruz AM Título: Uma rádio de credibilidade no RN. Peço licença pra contar a história. Dos 25 anos da Rádio Santa Cruz AM

Tema: 25 anos da Rádio Santa Cruz AM Título: Uma rádio de credibilidade no RN. Peço licença pra contar a história. Dos 25 anos da Rádio Santa Cruz AM Tema: 25 anos da Rádio Santa Cruz AM Título: Uma rádio de credibilidade no RN Peço licença pra contar a história Dos 25 anos da Rádio Santa Cruz AM Uma emissora que chegou para brilhar. Criada em 01 de

Leia mais

PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS 2013

PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS 2013 PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS 2013 Setembro 2013 Índice 1 Características da Pesquisa... 03 2 Resumo Gerencial... 04 3 Questões... 05 ~ 2 ~ Objetivo 1. Características da Pesquisa Avaliar

Leia mais

PESQUISA SOBRE O POTENCIAL DE COMPRA PARA O DIA DAS MÃES

PESQUISA SOBRE O POTENCIAL DE COMPRA PARA O DIA DAS MÃES PESQUISA SOBRE O POTENCIAL DE COMPRA PARA O DIA DAS MÃES SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS DA PESQUISA... 4 Ilustração 1 - Consumidores que irão comprar algum produto para presentear no Dia das Mães...

Leia mais

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre

Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Música e internet: uma expressão da Cultura Livre Auta Rodrigues Moreira Irene Guerra Salles Lilian Braga Carmo Luana Roberta Salazar Resumo: Atualmente, com a presença marcante das tecnologias, torna-se

Leia mais

Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br

Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br Mais informações sobre e-commerce em: www.portalgerenciais.com.br Extra, Extra notícias fresquinhas Você pode ter uma loja que funciona 24hs, inclusive aos domingos e feriados, não paga aluguel e nem condomínio

Leia mais

Políticas Públicas e Qualidade de Vida na Baía de Sepetiba (RJ): modernização infraestrutural afetando a população carioca

Políticas Públicas e Qualidade de Vida na Baía de Sepetiba (RJ): modernização infraestrutural afetando a população carioca Departamento de Geografia e Meio Ambiente Políticas Públicas e Qualidade de Vida na Baía de Sepetiba (RJ): modernização infraestrutural afetando a população carioca Introdução/Justificativa: Aluna: Izânia

Leia mais

Publicado originalmente em: XIII Encontro Nacional de Geógrafos. João Pessoa, 2002.

Publicado originalmente em: XIII Encontro Nacional de Geógrafos. João Pessoa, 2002. Publicado originalmente em: XIII Encontro Nacional de Geógrafos. João Pessoa, 2002. MUDANÇAS NO USO DO SOLO URBANO NO ENTORNO DA FEIRA HIPPIE EM GOÂNIA-GO: O CASO DA RUA 44 Cleusa Silva Ribeiro - E-mail:

Leia mais

A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA

A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA A PRODUÇÃO SOCIOESPACIAL DO BAIRRO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS-SP: A BUSCA PELA CIDADANIA Ana Lia Ferreira Mendes de Carvalho liafmc@yahoo.com.br Geografia Bacharelado - UNIFAL-MG INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: Feira livre, conscientização, meio ambiente, melhores condições.

PALAVRAS CHAVE: Feira livre, conscientização, meio ambiente, melhores condições. AÇÕES INTEGRADAS PARA MELHORIAS DA FEIRA LIVRE DO MUNICÍPIO DE AREIA PB: PERFIL DE COMERCINTES E CONSUMIDORES SOUSA, Francisco de Assys Romero da Mota 1 SILVA, Silvanda de Melo 3 RODRIGUES, Thiane de Lima

Leia mais

JULIANA STEDILLE RICHELLY DE MACEDO RAMOS PROJETO DE PESQUISA AVALIAÇÃO EM ARTE

JULIANA STEDILLE RICHELLY DE MACEDO RAMOS PROJETO DE PESQUISA AVALIAÇÃO EM ARTE UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL CENTRO DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL JULIANA STEDILLE RICHELLY DE MACEDO RAMOS

Leia mais

Rock in Rio divulga balanço final da edição 2013

Rock in Rio divulga balanço final da edição 2013 Rock in Rio divulga balanço final da edição 2013 Com mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais e 9,2 milhões de visualizações de páginas na internet, números do Rock in Rio impressionam Rio de

Leia mais

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS Flavia Maria de Assis Paula 1,3 Elaine Alves Lobo Correa 2,3 José Vandério Cirqueira Pinto 2,3 RESUMO

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 06/08/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores

Leia mais

Produção de textos online. O modelo de consumo de uma nova era

Produção de textos online. O modelo de consumo de uma nova era Produção de textos online O modelo de consumo de uma nova era Introdução Novas tecnologias, ou mesmo o aprimoramento daquelas já existentes, tem transformado o modo como são consumidos os conteúdos disponibilizados

Leia mais

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 POPULAÇÃO... 3 4 COLETA DE DADOS... 3 5 RESULTADOS... 4 Ilustração 1 -

Leia mais

Projeto Tempero de Mãe

Projeto Tempero de Mãe Projeto Tempero de Mãe Secretaria Municipal de Educação 1 Introdução A nutrição da população brasileira está cada vez mais afetada de más influências que vão da ignorância de uns até a superstição de outros,

Leia mais

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. Estabelece normas para utilização de Parques e Praças Municipais para Feiras de Adoção de Animais e de Eventos Relacionados à causa animal. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Nome: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará -EMATERCE

Nome: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará -EMATERCE MODELO DE INSCRIÇÃO DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará -EMATERCE Endereço: Avenida Bezerra de Menezes, 1900 Executora de Chamada pública de Ater ( x ) Sim

Leia mais

APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR

APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR Tainara IankaMaas Acadêmica de Iniciação Científica do curso de Geografia da Unioeste, campus de Mal. C. Rondon-PR, Integrante do Laboratório

Leia mais

PAINEL CONFIANÇA Propósito elevado Cultura consciente Liderança consciente Orientação para todos os envolvidos no negócio

PAINEL CONFIANÇA Propósito elevado Cultura consciente Liderança consciente Orientação para todos os envolvidos no negócio PAINEL CONFIANÇA 2 PAINEL CONFIANÇA O Capitalismo Consciente é uma nova abordagem para condução dos negócios que as melhores empresas do mundo estão adotando. Essas empresas são guiadas por um conjunto

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS NAMORADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS NAMORADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS C PARA O DIA DOS NAMORADOS ADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ ANÁLISE DO LEVANTAMENTO DE INTENÇÃO DE CONSUMO PARA O DIA DOS NAMORADOS 2015 EM IMPERATRIZ-MA A Pesquisa de Intenção

Leia mais

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS www.espm.br/centraldecases Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Preparado pelo Prof. Vicente Martin Mastrocola, da ESPM SP. Disciplinas

Leia mais

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo

Subáreas. Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing estratégico: Marketing de varejo Marketing de serviços: Marketing de agronegócios Área: Marketing e Vendas Competências diagnóstico mercadológico; metodologia de análise e segmentação de mercado

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura.

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura. VI-039 - SANEAMENTO BÁSICO: UMA ANÁLISE ESTRUTURAL DO BAIRRO PEDRA DO LORDE EM JUAZEIRO-BA, COMO AÇÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET CONEXÕES DE SABERES - SANEAMENTO AMBIENTAL. Roberta Daniela da

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ... lembrando Uma cadeia de suprimentos consiste em todas

Leia mais

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE ARTE

AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE ARTE AVALIAÇÃO NA DISCIPLINA DE ARTE Juliana Stedille 1 Richelly de Macedo Ramos 2 Edi Jussara Candido Lorensatti 3 Resumo Este artigo busca verificar quais os procedimentos adotados por professores da disciplina

Leia mais

COMIDA DE RUA: SEGURANÇA ALIMENTAR E CRITÉRIOS DE FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA

COMIDA DE RUA: SEGURANÇA ALIMENTAR E CRITÉRIOS DE FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA Salvador, 07 de agosto de 2014 COMIDA DE RUA: SEGURANÇA ALIMENTAR E CRITÉRIOS DE FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA Diretoria de Vigilância á Saúde Vigilância Sanitária SPEIS COMIDA DE RUA: linhas de ação Ambulantes;

Leia mais

PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB

PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB A tradição de assistir ao pôr do sol ouvindo o Bolero de Ravel na Paraíba começou com uma grande coincidência. Um grupo de amigos se reuniu para assistir ao fenômeno na Praia

Leia mais

ÁREAS DE LAZER NA PRAIA DA LESTE-OESTE

ÁREAS DE LAZER NA PRAIA DA LESTE-OESTE Diego Teixeira de Araújo Universidade Federal do Ceará diegogeoufc@gmail.com ÁREAS DE LAZER NA PRAIA DA LESTE-OESTE INTRODUÇÃO O litoral hoje se constitui como importante área de lazer, veraneio, vilegiatura,

Leia mais

Confederação Nacional do Comércio Comissão de Enquadramento e Registro Sindical do Comércio

Confederação Nacional do Comércio Comissão de Enquadramento e Registro Sindical do Comércio Confederação Nacional do Comércio Comissão de Enquadramento e Registro Sindical do Comércio Processo CERSC 1.398 Expediente DS nº 483/07 Origem: Sindicato dos Lojistas do Comércio do Município do Rio de

Leia mais

Desafios do Mercado de Alimentos e Bebidas Orgânicas. Fabio Ramos Novembro 2008

Desafios do Mercado de Alimentos e Bebidas Orgânicas. Fabio Ramos Novembro 2008 Desafios do Mercado de Alimentos e Bebidas Orgânicas Fabio Ramos Novembro 2008 Fundada em 1982 com a missão de prestar serviços de consultoria agropecuária, agroindustrial e desenvolvimento rural no Brasil

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS PAIS 2014

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS PAIS 2014 Período de realização: 23 a 26 de junho de 2014 Pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa do Norte - IPEN Amostragem: 542 Margem de erro: 4,2% Esta pesquisa de Intenção de Compras para o Dia dos Pais

Leia mais

A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NO BAIRRO DA MARAMBAIA, BELÉM-PA: UM ESTUDO DE CASO

A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NO BAIRRO DA MARAMBAIA, BELÉM-PA: UM ESTUDO DE CASO A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NO BAIRRO DA MARAMBAIA, BELÉM-PA: UM ESTUDO DE CASO Evandro Neves evandronevez@live.com Universidade do Estado do Pará Filipe Dias Evandro Neves li.pedias@hotmail.com Universidade

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

A CENTRALIDADE CRIADA PELO COMÉRCIO ATACADISTA DE CIANORTE - MUDANÇAS NO PERÍODO 2011/2013

A CENTRALIDADE CRIADA PELO COMÉRCIO ATACADISTA DE CIANORTE - MUDANÇAS NO PERÍODO 2011/2013 1 A CENTRALIDADE CRIADA PELO COMÉRCIO ATACADISTA DE CIANORTE - MUDANÇAS NO PERÍODO 2011/2013 INTRODUÇÃO Karina Biasi Pina Acadêmica - Geografia - UNESPAR/Fafipa karinabiasi@hotmail.com Gilmar Aparecido

Leia mais

Breve Apresentação do Negócio

Breve Apresentação do Negócio CELEIRO-DIETA Breve Apresentação do Negócio DADOS DE CARACTERIZAÇÃO Designação Comercial Celeiro Dieta N.º Colaboradores N.º de Estabelecimentos 25 Dispersão Geográfica Nacional Facturação em 2010 Facturação

Leia mais

PORTARIA CRN-3 N. 262/2012

PORTARIA CRN-3 N. 262/2012 PORTARIA CRN-3 N. 262/2012 Dispõe sobre critérios a serem analisados e fixados, para que o TÉCNICO EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA assuma RESPONSABILIDADE TÉCNICA e dá outras providências; A Presidente do Conselho

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. Cohab B

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. Cohab B Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS Cohab B Data: 29/04/2015 Pedro Lima, Gabriel Landal, Lorenzo Silveira e Leonardo Souza. Turma 101 A COHAB

Leia mais

CONCURSO CULTURAL SÃO JOÃO NO MEU COMÉRCIO

CONCURSO CULTURAL SÃO JOÃO NO MEU COMÉRCIO CONCURSO CULTURAL SÃO JOÃO NO MEU COMÉRCIO REGULAMENTO I DA PROMOÇÃO Art. 1º. O Concurso São João No Meu Comércio é um evento cultural, promovido pela a Prefeitura Municipal de Patos, que acontecerá no

Leia mais

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Março 2015 1. PANORAMA DO CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Eletroeletrônicos, livros e calçados foram os itens mais comprados em 2014. Índice de satisfação do consumidor virtual brasileiro

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS NAMORADOS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS NAMORADOS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS NAMORADOS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 31/05/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS NAMORADOS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

Leia mais

Urbanização Brasileira

Urbanização Brasileira Urbanização Brasileira O Brasil é um país com mais de 190 milhões de habitantes. A cada 100 pessoas que vivem no Brasil, 84 moram nas cidades e 16 no campo. A população urbana brasileira teve seu maior

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Março 2013 Apresentação A Copa das Confederações de 2013

Leia mais

Avaliação de programa governamental: o Micro Empreendedor Individual (MEI) no Estado de Rondônia.

Avaliação de programa governamental: o Micro Empreendedor Individual (MEI) no Estado de Rondônia. CHAMADA MCTI-CNPq/MDS-SAGI Nº 24/2013 DESENVOLVIMENTO SOCIAL Linha temática: Tema 3: Inclusão Produtiva. Critério de Avaliação escolhido: Avaliar o acesso, a implantação e os efeitos de ações do Programa

Leia mais

Resumo dos resultados de pesquisa de mídia social

Resumo dos resultados de pesquisa de mídia social Resumo dos resultados de pesquisa de mídia social Introdução: Com a Web 2.0 e suas ferramentas interativas (blog, fórum, sites interativos, redes sociais, etc.) as pessoas criam conteúdo e informação de

Leia mais

VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015

VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015 VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015 Atravessando seu pior ano em mais de uma década e necessitando reduzir estoques para vendas de final de ano, varejo reduz os preços de 41,6%

Leia mais

Educação e inclusão digital

Educação e inclusão digital Educação e inclusão digital Na Escola Municipal da Palmeia, em Muzambinho (MG), educação e inclusão caminham juntos. Para ajudar na alfabetização das crianças e ao mesmo tempo estimular e melhorar a leitura,

Leia mais

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES

FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES FLUXO 360 TERMOS E CONDIÇO ES CADASTRO DE CLIENTES Recebimento de equipamentos somente com cadastro completo; O cadastro do e-mail é obrigatório; É de responsabilidade do cliente manter seus dados sempre

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte A Copa do Mundo FIFA terá como anfitrião o Brasil e Belo Horizonte foi eleita uma das doze cidades-sedes dos jogos. Este será um importante evento para a capital mineira. Espera-se a chegada de aproximadamente

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

VEÍCULO: BLOG FALANDO DE VAREJO CADERNO: NOTÍCIAS DATA: 27.01.2011

VEÍCULO: BLOG FALANDO DE VAREJO CADERNO: NOTÍCIAS DATA: 27.01.2011 VEÍCULO: BLOG FALANDO DE VAREJO CADERNO: NOTÍCIAS VEÍCULO: JORNAL A TARDE A Tarde - BA 27/01/2011-07:22 Compras online vão pesar mais no bolso A partir de terça-feira, dia 1º, o governo do Estado irá cobrar

Leia mais

MUDANÇAS DA ORDEM URBANA DAS METRÓPOLES LIVROS COMPARATIVOS Ciência e Tecnologia Ministério da Ciência e Tecnologia

MUDANÇAS DA ORDEM URBANA DAS METRÓPOLES LIVROS COMPARATIVOS Ciência e Tecnologia Ministério da Ciência e Tecnologia MUDANÇAS DA ORDEM URBANA DAS METRÓPOLES LIVROS COMPARATIVOS Ciência e Tecnologia Ministério da Ciência e Tecnologia Capítulo 6 Organização Social do Território e formas de provisão de moradia Seminário

Leia mais

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK APRENDA AS ÚLTIMAS DICAS E TRUQUES SOBRE COMO DAR UM TAPA 3.0 NA SUA LOJA VIRTUAL. www.rakutencommerce.com.br E-BOOK propósito desse ebook é muito simples: ajudar o varejista on-line a dar um tapa 3.0

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

INFORMATIVO 2015 II UNIDADE 3 ano LÍNGUA PORTUGUESA

INFORMATIVO 2015 II UNIDADE 3 ano LÍNGUA PORTUGUESA INFORMATIVO 2015 II UNIDADE 3 ano Com o objetivo de promover avanços no desenvolvimento dos educandos, tendo em vista a aquisição de novos conhecimentos, habilidades e a formação de atitudes e valores

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLEGIO CENECISTA NOSSA SENHORA DOS ANJOS GRAVATAÍ - RS Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor Bairro São Geraldo Nomes: Ana,

Leia mais

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios...

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios... Conteúdo Aviso Legal...6 Sobre o autor... 7 Prefácio... 8 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11 2. Importação Seus Mistérios... 14 2.1 Importar é Legal?... 15 2.2 Por Que Importar?... 15 2.3

Leia mais

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2010 FUNK CONSCIENTIZA VAI 1 - música Proponente Nome RG: CPF: Endereço Fone: E-mail: DADOS

Leia mais

A Nova Velha Praça do Ferreira: signo da requalificação do Centro de Fortaleza.

A Nova Velha Praça do Ferreira: signo da requalificação do Centro de Fortaleza. A Nova Velha Praça do Ferreira: signo da requalificação do Centro de Fortaleza. Ricardo Alexandre Paiva FAUUSP-DAUUFC paiva_ricardo@yahoo.com.br O objeto de estudo do presente trabalho é uma análise do

Leia mais

O CENTRO CULTURAL TAMBOLELÊ E A MÚSICA COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL

O CENTRO CULTURAL TAMBOLELÊ E A MÚSICA COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL O CENTRO CULTURAL TAMBOLELÊ E A MÚSICA COMO INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL Denis ARAÚJO Fernando D AGOSTINI Márcia Regina FANTINI Orlando PINEL Pedro Alberto ANDRADE Shelber CRUZ Lamounier Lucas PEREIRA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO- GRANDENSE CAMPUS PELOTAS-VISCONDE DA GRAÇA (CaVG)

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO- GRANDENSE CAMPUS PELOTAS-VISCONDE DA GRAÇA (CaVG) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO- GRANDENSE CAMPUS PELOTAS-VISCONDE DA GRAÇA (CaVG) A CONTRIBUIÇÃO CRÍTICA DO GESTOR AMBIENTAL SOBRE O LAUDO DE IMPACTO SOCIOAMBIENTAL DE UM EMPREENDIMENTO

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS Programa de Educação Ambiental Projeto Mexilhão UTGCA Caraguatatuba INTRODUÇÃO O Programa Básico Ambiental (PBA) que norteia o Programa de Educação Ambiental para as Comunidades da área de influência direta

Leia mais

OS EVENTOS SOCIAIS COMO ESPAÇO DE ANÁLISE DO ESTIGMA DA POBREZA

OS EVENTOS SOCIAIS COMO ESPAÇO DE ANÁLISE DO ESTIGMA DA POBREZA OS EVENTOS SOCIAIS COMO ESPAÇO DE ANÁLISE DO ESTIGMA DA POBREZA Daniele Rocha Silva * RESUMO: O estigma, enquanto pressuposto para divisão social é a base da categorização de pessoas. As relações sociais

Leia mais

O CONTROLE DE ESTOQUE COMO FERRAMENTA COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES

O CONTROLE DE ESTOQUE COMO FERRAMENTA COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES 1 O CONTROLE DE ESTOQUE COMO FERRAMENTA COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES Cesar Paulo Lomba (Discente do 4º período de Tecnologia de Gestão Financeira das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS) Maria Luzia

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre o ICMS Ecológico

Perguntas Frequentes sobre o ICMS Ecológico Perguntas Frequentes sobre o ICMS Ecológico 1) O ICMS ecológico é um imposto adicional? O consumidor paga a mais por isso? R. Não. O ICMS Ecológico não é um imposto a mais, sendo apenas um critério de

Leia mais

APDIF DO BRASIL Associação Protetora dos Direitos Intelectuais Fonográficos PIRATARIA MUSICAL. Aspectos Técnicos e Informações Complementares

APDIF DO BRASIL Associação Protetora dos Direitos Intelectuais Fonográficos PIRATARIA MUSICAL. Aspectos Técnicos e Informações Complementares PIRATARIA MUSICAL Aspectos Técnicos e Informações Complementares I Curso Regional de Capacitação para Agentes Públicos no Combate à Pirataria. Salvador/BA. Palestrante: Jorge Eduardo Grahl Diretor Jurídico

Leia mais

Logística no Ponto de Venda (PDV)

Logística no Ponto de Venda (PDV) Logística no Ponto de Venda (PDV) Pesquisa: Percepção do Varejo em Relação às Ações Promocionais Maio de 2005 Objetivo: Avaliar o impacto dos vários tipos de promoções praticadas em supermercados junto

Leia mais

20o. Prêmio Expressão de Ecologia

20o. Prêmio Expressão de Ecologia 20o. Prêmio Expressão de Ecologia 2012-2013 Fotos: Projeto: Horta Vertical Organização: APAE de Foz do Iguaçu Página: 1/1 1. Título do projeto ambiental participante: Projeto Horta Vertical 2. Categoria

Leia mais

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL Juliana Maria Medrado de Melo (1) Graduanda em Engenharia Agrícola

Leia mais

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos.

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos. O Boletim do Museu da Imigração chega à sua décima oitava edição. Junto com a proposta de manter as comunidades e o público geral informados sobre o processo de restauro das edificações e reformulação

Leia mais

Palavras-chave: Compra direta. Agricultura Familiar. Modelo de checagem

Palavras-chave: Compra direta. Agricultura Familiar. Modelo de checagem Avaliação de desempenho de processos de Compra Direta da Agricultura familiar: proposta metodológica baseada em modelo de checagem Magalhães A. M. Cruz, G. V. O mercado institucional pode ser um excelente

Leia mais

Autor(es) RENATA NAYARA ZANE. Orientador(es) FRANCISCO CONSTANTINO CROCOMO, MARIA THEREZA MIGUEL PERES. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1.

Autor(es) RENATA NAYARA ZANE. Orientador(es) FRANCISCO CONSTANTINO CROCOMO, MARIA THEREZA MIGUEL PERES. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1. 19 Congresso de Iniciação Científica ANÁLISE COMPARATIVA DA INFORMALIDADE NA CIDADE DE PIRACICABA: OS PERMISSIONÁRIOS DO CAMELÓDROMO E OS DA FEIRA DE ARTESANATO Autor(es) RENATA NAYARA ZANE Orientador(es)

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na concessão de espaços públicos junto à Feira de Natal do Natal Luz de Gramado, incluindo

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

PANORAMA QUILOMBOLA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: TERRA, EDUCAÇÃO E CULTURA.

PANORAMA QUILOMBOLA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: TERRA, EDUCAÇÃO E CULTURA. PANORAMA QUILOMBOLA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: TERRA, EDUCAÇÃO E CULTURA. Alunas: Alessandra Pereira. Camila de Souza Ferreira. Orientador: José Maurício Arruti. Introdução O campo semântico em torno

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

Como reduzir as Perdas de Perecíveis Hortifruti

Como reduzir as Perdas de Perecíveis Hortifruti Como reduzir as Perdas de Perecíveis Hortifruti Diante de um cenário onde empresas buscam eficiência e está cada vez mais preocupada com a redução das perdas, não podemos nos esquecer dos perecíveis que

Leia mais

Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé

Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé Guia para Pré-Proposta FUMDEC Macaé 1. Objetivo O presente guia tem como objetivo orientar o empreendedor a como preencher o Formulário de Pré-proposta para financiamento, item fundamental para início

Leia mais

Guia para Escolha de Fotos no PSG Request

Guia para Escolha de Fotos no PSG Request Gui apar aescol hadefot os com opsg Request Manualdousuár i ofi nal DLL System Guia para Escolha de Fotos no PSG Request Como escolher as fotos do CD ou DVD que você recebeu de seu Fotógrafo Suporte Técnico

Leia mais

Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006.

Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006. 55 Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006. Depois desta etapa no módulo seguinte realizou-se um trabalho de campo na área localizada anteriormente, registraram-se as coordenadas

Leia mais

FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN

FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN FIC SEM LIXO - Projeto de Educação Ambiental desenvolvido na Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti em Natal/RN Brenda Luíza Patriota Lima e Silva¹ André Elias Nóbrega² João Batista dos Santos³

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA DE PRÁTICA DE PERFORMANCE ATIVIDADES ARTÍSTICAS E PRÁTICA ARTÍSTICA DOS CURSOS DE MÚSICA DA EMBAP

REGULAMENTO DA DISCIPLINA DE PRÁTICA DE PERFORMANCE ATIVIDADES ARTÍSTICAS E PRÁTICA ARTÍSTICA DOS CURSOS DE MÚSICA DA EMBAP REGULAMENTO DA DISCIPLINA DE PRÁTICA DE PERFORMANCE ATIVIDADES ARTÍSTICAS E PRÁTICA ARTÍSTICA DOS CURSOS DE MÚSICA DA EMBAP Art. 1º A Prática de Performance Atividades Artísticas e Prática Artística é

Leia mais

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer 1 Data de elaboração da ficha: Abr 2007 IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Dados da organização Nome: IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Endereço:

Leia mais

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Olá, caros Alunos, Na aula de hoje, vamos aprender mais sobre o Saneamento Básico, Um novo projeto desenvolvido aqui em nosso Município, chamado COMPLEXO ARAUCÁRIA

Leia mais

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O NOVO PROGRAMA SER PORTOBELLO SHOP

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O NOVO PROGRAMA SER PORTOBELLO SHOP TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O NOVO PROGRAMA SER PORTOBELLO SHOP 2015 O ANO DO NOVO Após uma década reconhecendo diversos Especificadores por todo o Brasil, chegou a hora de inovar e tornar o Programa

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA AVENIDA GUARARAPES RECIFE/PE Vista panorâmica da avenida Guararapes em 1950. Fonte : MORAES, José 2004. Recife MAIO/ 2010. FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA INTRODUÇÃO A Avenida Guararapes, objeto de

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Uma delícia de feira na magia das yabás

Uma delícia de feira na magia das yabás cardápio generoso Uma delícia de feira na magia das yabás Celebração à gastronomia negra lota Oswaldo Cruz, que, no ritmo do samba, recebe gente de todo o Rio e garante lucro de até R$ 3 mil às tias que

Leia mais

Assunto Investimentos femininos

Assunto Investimentos femininos Assunto Investimentos femininos SOPHIA MIND A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado.

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL 1 Natal, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Local e quando compra... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5

Leia mais

ROTARY INTERNATIONAL DISTRITO 4651. ROTARY CLUB DE FLORIANÓPOLIS INGLESES Distrito 4651 Club Nº 53.309 Fundação 16-03-2000

ROTARY INTERNATIONAL DISTRITO 4651. ROTARY CLUB DE FLORIANÓPOLIS INGLESES Distrito 4651 Club Nº 53.309 Fundação 16-03-2000 PROJETO CIDADE LIMPA OBJETIVO: Conscientizar as pessoas da nossa comunidade bem como todos o visitantes da necessidade de manter limpa nossa cidade para preservarmos nosso planeta, recebermos nossos visitantes

Leia mais

Apresentação. Aspectos do Sítio estudado.

Apresentação. Aspectos do Sítio estudado. O Recife e a dinâmica dos Mascates: As diferentes escalas de abordagem para a compreensão da influência do comércio e serviços varejistas nas transformações urbanas os bairros do Recife, Santo Antonio

Leia mais

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta 5 Conclusão A década de 70 foi com certeza um período de grande efervescência para a cultura brasileira e em especial para a música popular. Apesar de ser muito difícil mensurar a constituição de um termo

Leia mais